integração de Requisitos Orientados ao Negócio iron: Apresentação de Método e Ferramenta

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "integração de Requisitos Orientados ao Negócio iron: Apresentação de Método e Ferramenta"

Transcrição

1 integração de Requisitos Orientados ao Negócio iron: Apresentação de Método e Ferramenta

2 integração de Requisitos Orientados ao Negócio iron: Apresentação de Método e Ferramenta Eduardo José Ribeiro de Castro Angélica Toffano Seidel Calazans Roberto Avila Paldês João Ricardo Pontes Gustavo Neiva 1) Introdução 2) Método iron Fluxo geral do método Gerência de requisitos 3) Ferramenta iron Explorer Brasil 4) Conclusão e trabalhos futuros

3 1. Introdução

4 Engenharia de Requisitos Processos de...aquisição, refinamento e verificação das necessidades dos usuários,...por meio do uso de técnicas sistemáticas e repetíveis para...assegurar que os requisitos do software sejam completos, consistentes, relevantes e...que atendam às necessidades do cliente (IEEE,1998)

5 Desafios e Problemas Documentação Clientes Definição dos Requisitos Técnicos Especificação dos Requisitos Rastreabilidade DAN DDR Prototipo Modelagem Lógica Teste Requisito Requisitos de Regra de Especificação Caso de Problema Solucao Funcional Dados Execução Formulario Caso de Uso Tabelas de Requisitos Código Teste

6 Modelagem de Processo As tarefas de um processo de negócio nos auxiliam a identificar e definir os requisitos do software Software automatiza as tarefas de um processos de negócio

7 2. Método iron

8 Conceito: Processo de identificação, definição, refinamento, verificação e controle de mudanças em requisitos de software que atendam as necessidades do processo de negócio do cliente Princípios: Negócio orienta o Software Software automatiza Processo Requisitos a partir de Tarefas Protótipo define e valida Requisitos Rastreabilidade para controle de Mudança Apoio a: modelagem de dados métrica de software teste de software

9 O RUP Rational Unified Process é um processo iterativo e adaptativo de desenvolvimento, organizado e consistente. iron

10 Com relação as Metodologias ágeis, o iron também pode participar das etapas iniciais de levantamento de requisitos. iron

11 2.2 Visão Geral do Método

12 iron e os processo de Produção e Gerência de Requisitos de Software Processos da Engenharia de Requisitos - iron

13 Disciplinas Análise do Negócio Proposta de Solução Definição dos Requisitos Prototipação Teste Framework do método iron Elicitação Análise Fases Definição Validação Gerência de Requisitos Gerência de Projeto Disciplinas de Apoio Administração de Dados Métrica de Software

14 ZOPP Análise do Negócio Mapeamento Proposta de Solução Definição e Controle dos Requisitos Descrição do Processo Mapeamento do Processo Identificação do Problema Análise do Problema Definição dos Objetivos Produção e Gerência de Requisitos Analise do Negocio QUEM? O QUÊ? Quem é o cliente ou usuário ou beneficiário do processo? Quem executa? Quem Gerencia? Quais são as entradas e saídas do processo? Quais são os recursos ou ferramentas? Quais são os problemas? QUANDO? Quando é planejado o processo? ONDE? Onde é planejado o processo? Onde é executado? POR QUÊ? Por que ou para que este processo existe COMO Viabilidade Como é executado? Como as informações são registradas e disseminadas? Como é avaliada a satisfação do cliente? Funcionalidades e Recursos Engenharia de Requisitos

15 Tipos de Requisitos de Software do iron Funcionais (ações) Ex.: O sistema deve gerar extrato bancário Dados (atributos da ação) Ex.: O sistema deve gerar extrato bancário contendo nome, hora, data, saldo e movimentação Regras de Execução (condição da ação) Ex.: Quando o sistema gerar o extrato bancário o sistema deve apresentar a movimentação dos 5 último dias Não Funcionais (Norma ISO Qualidade) Ex.: Quando o sistema gerar o extrato bancário o sistema deve imprimir o extrato em até 5 segundos

16 2.3 Gerência de requisitos

17

18 a) Analise do Negócio O método iron Fluxo Geral do Processo RASTREABILIDADE b) Análise de Requisitos c) Prototipação d) Modelagem de Requisitos Rastreabilidade e) Modelagem de Dados DAN DDR Prototipo Modelagem Lógica Teste Requisito Requisitos de Regra de Especificação Caso de Problema Solução Funcional Dados Execução Formulário Caso de Uso Tabelas de Requisitos Código Teste

19

20 Ferramenta iron Explorer

21 Objetivo geral, objetivos específicos e funcionalidades

22 Tela principal da Ferramenta iron Explorer PROBLEMA OBJETIVO GERAL OBJEITOVOS ESPECÍFICOS DOCUMENTO DE ANÁLISE DO NEGÓCIO (DAN) FUNCIONALIDADES REQUISITOS DE DADOS REQUISITOS FUNCIONAIS MENSAGENS REGRAS DE EXECUÇÃO DOCUMENTO DE DEFINIÇÃO DE REQUISITOS (DDR)

23 Tela principal do iron Explorer

24 Geração das Matrizes de Rastreabilidade

25 4. Conclusões e trabalhos futuros

26 Disponível no site

27 Iron Explorer - Versão Educacional

28 Iron Explorer onde obter a Versão Educacional

29 Iron Explorer registre-se para obter a Versão Educacional

30

31 Perguntas e sugestões

Software Orientado ao Negócio

Software Orientado ao Negócio Construção de Software Orientado ao Negócio A solução proposta pelo método iron - integração de Requisitos Orientados a Negócio Eduardo José Ribeiro de Castro, MSc Roberto Avila Paldês, MSc Diferenciais

Leia mais

Construção de. Software Orientado ao Negócio A solução proposta pelo método iron integração de Requisitos Orientados a Negócio

Construção de. Software Orientado ao Negócio A solução proposta pelo método iron integração de Requisitos Orientados a Negócio Construção de Software Orientado ao Negócio A solução proposta pelo método iron integração de Requisitos Orientados a Negócio O que é um REQUISITO? Podemos conceituar requisitos como sendo uma ação a ser

Leia mais

Software Orientado ao Negócio. A solução proposta pelo método iron integração de Requisitos Orientados a Negócio

Software Orientado ao Negócio. A solução proposta pelo método iron integração de Requisitos Orientados a Negócio Construção de Software Orientado ao Negócio A solução proposta pelo método iron integração de Requisitos Orientados a Negócio Eduardo José Ribeiro de Castro, MSc Agenda 1) Contextualização Causas de fracasso

Leia mais

MANUAL PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE TRABALHO DE CONCLUSAO DE CURSO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

MANUAL PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE TRABALHO DE CONCLUSAO DE CURSO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MANUAL PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE TRABALHO DE CONCLUSAO DE CURSO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Sumário PREFÁCIO...3 MODELO DA DOCUMENTAÇÃO...3 1. INTRODUÇÃO AO DOCUMENTO...3 1.1. Tema...3 2. DESCRIÇÃO

Leia mais

Definição e Melhoria de Processo na Produção de Software Web

Definição e Melhoria de Processo na Produção de Software Web Definição e Melhoria de Processo na Produção de Software Web Márcio Stefani Ci&T Systems Ci&T Systems Desde 1995 Principais atividades Fábrica de Software - Projetos Web Fábrica de Componentes Web Consultoria

Leia mais

UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU FERRAMENTA DE GERÊNCIA DE REQUISITOS DE SOFTWARE INTEGRADA COM ENTERPRISE ARCHITECT

UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU FERRAMENTA DE GERÊNCIA DE REQUISITOS DE SOFTWARE INTEGRADA COM ENTERPRISE ARCHITECT UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU FERRAMENTA DE GERÊNCIA DE REQUISITOS DE SOFTWARE INTEGRADA COM ENTERPRISE ARCHITECT Raphael Marcos Batista Profa. Fabiane Barreto Vavassori Benitti, Drª Eng. Roteiro da

Leia mais

As 10 Áreas da Engenharia de Software, Conforme o SWEBOK Prof. Elias Ferreira

As 10 Áreas da Engenharia de Software, Conforme o SWEBOK Prof. Elias Ferreira As 10 Áreas da Engenharia de Software, Conforme o SWEBOK Prof. Elias Ferreira Educação de iniciação profissional validada e legitimada pela sociedade Registro da adequação à prática através de certificação

Leia mais

Princípios da Engenharia de Software aula 03

Princípios da Engenharia de Software aula 03 Princípios da Engenharia de Software aula 03 Prof.: José Honorato Ferreira Nunes Material cedido por: Prof.: Franklin M. Correia Na aula anterior... Modelos de processos de software: Evolucionário Tipos

Leia mais

CASOS DE TESTE PALESTRANTE: MARCIA SILVA MARCIA.SILVA@DATASUS.GOV.BR WWW.EMERSONRIOS.ETI.BR

CASOS DE TESTE PALESTRANTE: MARCIA SILVA MARCIA.SILVA@DATASUS.GOV.BR WWW.EMERSONRIOS.ETI.BR CASOS DE TESTE PALESTRANTE: MARCIA SILVA MARCIA.SILVA@DATASUS.GOV.BR WWW.EMERSONRIOS.ETI.BR CONCEITOS BÁSICOS - TESTES O que é Teste de Software? Teste é o processo de executar um programa com o objetivo

Leia mais

RUP RATIONAL UNIFIED PROCESS PRÁTICAS RECOMENDADAS. Prof. Fabiano Papaiz IFRN

RUP RATIONAL UNIFIED PROCESS PRÁTICAS RECOMENDADAS. Prof. Fabiano Papaiz IFRN RUP RATIONAL UNIFIED PROCESS PRÁTICAS RECOMENDADAS Prof. Fabiano Papaiz IFRN O RUP recomenda as seguintes práticas que devem ser utilizadas no desenvolvimento de um software: 1. Desenvolver de forma iterativa

Leia mais

Escolhendo um Modelo de Ciclo de Vida

Escolhendo um Modelo de Ciclo de Vida Escolhendo um Modelo de Ciclo de Vida Ciclos de Vida 1 Ciclo de Vida de um Produto Qualquer desenvolvimento de produto inicia com uma idéia e termina com o produto pretendido. O ciclo de vida de um produto

Leia mais

PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Questão 1 Para Sommerville a arquitetura de sistemas descreve o sistema em termos de um conjunto de unidades

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE. Princípios de Engenharia de Software

QUALIDADE DE SOFTWARE. Princípios de Engenharia de Software QUALIDADE DE SOFTWARE Princípios de Engenharia de Software Afinal o que é Software? Segundo o dicionário de Informática: Suporte lógico, suporte de programação. Conjunto de programas, métodos e procedimentos,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ UFPR BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ UFPR BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CI 221 DISCIPLINA: Engenharia de Software AULA NÚMERO: 2 DATA: / / PROFESSOR: Andrey APRESENTAÇÃO Nesta aula serão apresentados e discutidos os conceitos de Processo de desenvolvimento de software e ciclo

Leia mais

RUP Rational Unified Proccess (Processo Unificado da Rational) Equipe WEB Cercomp

RUP Rational Unified Proccess (Processo Unificado da Rational) Equipe WEB Cercomp RUP Rational Unified Proccess (Processo Unificado da Rational) Equipe WEB Cercomp web@cercomp.ufg.br 1. Introdução É um processo proprietário de Engenharia de software criado pela Rational Software Corporation,

Leia mais

Normas ISO:

Normas ISO: Universidade Católica de Pelotas Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina de Qualidade de Software Normas ISO: 12207 15504 Prof. Luthiano Venecian 1 ISO 12207 Conceito Processos Fundamentais

Leia mais

Desenvolvimento de programas. Análise do problema. Análise do problema. Análise do problema. Desenvolvimento do algoritmo. Codificação do programa

Desenvolvimento de programas. Análise do problema. Análise do problema. Análise do problema. Desenvolvimento do algoritmo. Codificação do programa Desenvolvimento de programas 1 Análise do problema Desenvolvimento do algoritmo Codificação do programa Compilação e execução Teste e depuração Análise do problema 2 Conhecer exatamente o que o problema

Leia mais

Modelos Prescritivos de Processo

Modelos Prescritivos de Processo "Antes de imprimir pense em sua responsabilidade e compromisso com o MEIO AMBIENTE." Engenharia de Software Modelos Prescritivos de Processo Givanaldo Rocha de Souza givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha

Leia mais

Requisitos de Software e UML Básico. Janaína Horácio

Requisitos de Software e UML Básico. Janaína Horácio Requisitos de Software e UML Básico Janaína Horácio janaina@les.inf.puc-rio.br Agenda Requisitos O que é? Objetivos? Atividades?... UML O que é? Modelos... Casos de Uso O que é? Componentes 2 Requisitos

Leia mais

Normas Relacionadas ao Teste de Software

Normas Relacionadas ao Teste de Software Normas Relacionadas ao Teste de Software Vinicius V. Pessoni viniciuspessoni@gmail.com Roteiro Apresentação Introdução Normas ISO 9126 ISO/IEC 12207 IEEE 829 Conclusão Espaço para Dúvidas Introdução Introdução

Leia mais

Guia do Processo de Teste Metodologia Celepar

Guia do Processo de Teste Metodologia Celepar Guia do Processo de Teste Metodologia Celepar Agosto de 2009 Sumário de Informações do Documento Documento: guiaprocessoteste.odt Número de páginas: 11 Versão Data Mudanças Autor 1.0 26/12/07 Criação.

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI PLANO DE ENSINO DEPARTAMENTO: DSI Departamento de Sistemas de Informação DISCIPLINA: Engenharia de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - UFPR BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - UFPR BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CI 221 DISCIPLINA: Engenharia de Software AULA NÚMERO: 3 DATA: / / PROFESSOR: Andrey APRESENTAÇÃO O objetivo desta aula é apresentar e discutir conceitos básicos como processo, projeto, produto, por que

Leia mais

Conteúdo. Disciplina: INF Engenharia de Software. Monalessa Perini Barcellos

Conteúdo. Disciplina: INF Engenharia de Software. Monalessa Perini Barcellos Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Informática Disciplina: INF 09289 Prof.: (monalessa@inf.ufes.br) Conteúdo 1. Introdução 3. Especificação e Análise de Requisitos

Leia mais

Engenharia de Software Processo de Desenvolvimento de Software

Engenharia de Software Processo de Desenvolvimento de Software Engenharia de Software Processo de Desenvolvimento de Software Prof. Elias Ferreira Elaborador por: Prof. Edison A. M. Morais Objetivo (1/1) Conceituar PROCESSO E CICLO DE VIDA, identificar e conceituar

Leia mais

Termo de Abertura do Projeto

Termo de Abertura do Projeto [Inovar Recargas] 2016 Termo de Abertura do Projeto Baseado na 5ª edição do Guia PMBOK Modelo de documento de uso livre, desde que seja citada a fonte. Não se esqueça de sempre consultar o Guia PMBOK 5ª

Leia mais

Processo Unificado (PU) Unified Process

Processo Unificado (PU) Unified Process Processo Unificado (PU) Unified Process 10 de junho de 2011 Adonai Canêz One comment Introdução O Processo Unificado (PU) surgiu para realizar o desenvolvimento de software visando a construção de sistemas

Leia mais

QUESTÕES TESTES. Questão 1. O modelo de ciclo de vida em cascata:

QUESTÕES TESTES. Questão 1. O modelo de ciclo de vida em cascata: QUESTÕES 1. 0 que é domínio da aplicação (ou do problema)? 2. Qual a importância da engenharia de software e como se justificam os custos a ela associados? 3. O que é processo de desenvolvimento de software

Leia mais

Terceiro Simpósio Internacional de Melhoria de Processo de Software São Paulo, Brasil 17-20/09/2001 P20-1

Terceiro Simpósio Internacional de Melhoria de Processo de Software São Paulo, Brasil 17-20/09/2001  P20-1 MDP Um Processo em Alto Nível de Maturidade Márlon de Oliveira Vaz Marlon Silva Marciniuk Robert Burnett São Paulo, Brasil 17-20/09/2001 www.sp.senac.br/simpros2001 P20-1 Agenda Introdução Processo MDP

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE

QUALIDADE DE SOFTWARE QUALIDADE DE SOFTWARE SSC-546 Avaliação de Sistemas Computacionais Profa. Rosana Braga (material profas Rosely Sanches e Ellen F. Barbosa) Agenda Visão Geral de Qualidade Qualidade Aplicada ao Software

Leia mais

Processos de software Leitura: Cap3 Sommerville / Cap1: Pressman - Ariadne

Processos de software Leitura: Cap3 Sommerville / Cap1: Pressman - Ariadne Processos de software Leitura: Cap3 Sommerville / Cap1: Pressman - Ariadne Auxiliadora Freire Fonte: Engenharia de Software 6º Edição / Ian Sommerville 2000 Slide 1 Processos de software Atividades para

Leia mais

ELABORADORES DANIEL BRUNO FERNANDES CONRADO GIORJETY LICORINI DIAS

ELABORADORES DANIEL BRUNO FERNANDES CONRADO GIORJETY LICORINI DIAS ELABORADORES DANIEL BRUNO FERNANDES CONRADO GIORJETY LICORINI DIAS MATERIAL DIDÁDICO INSTITUCIONAL PARA AS DISCIPLINAS PROJETO INTEGRADO I E PROJETO INTEGRADO II DO CURSO DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Unidade II MODELAGEM DE PROCESSOS. Profa. Gislaine Stachissini

Unidade II MODELAGEM DE PROCESSOS. Profa. Gislaine Stachissini Unidade II MODELAGEM DE PROCESSOS Profa. Gislaine Stachissini Modelagem de sistemas A fase do desenvolvimento do sistema exige: esforço; dedicação; envolvimento; um único objetivo. Estilo de desenvolvimento

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE PROJETO AUTOR(ES) : João

ESPECIFICAÇÃO DE PROJETO AUTOR(ES) : João AUTOR(ES) : João AUTOR(ES) : João NÚMERO DO DOCUMENTO : VERSÃO : 1.1 ORIGEM STATUS : c:\projetos : Acesso Livre DATA DO DOCUMENTO : 22 novembro 2007 NÚMERO DE PÁGINAS : 13 ALTERADO POR : Manoel INICIAIS:

Leia mais

Ferramenta WEB de Apoio ao planejamento e controle de teste de software. Bruna Tatiane Bonecher Orientadora: Fabiane Barreto Vavassori Benitti

Ferramenta WEB de Apoio ao planejamento e controle de teste de software. Bruna Tatiane Bonecher Orientadora: Fabiane Barreto Vavassori Benitti Ferramenta WEB de Apoio ao planejamento e controle de teste de software Bruna Tatiane Bonecher Orientadora: Fabiane Barreto Vavassori Benitti Roteiro de Apresentação Introdução Objetivo do trabalho Fundamentação

Leia mais

Módulo Prontuário de Saúde do Sistema de Recursos Humanos da UFRGS

Módulo Prontuário de Saúde do Sistema de Recursos Humanos da UFRGS Módulo Prontuário de Saúde do Sistema de Recursos Humanos da UFRGS Instituição: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Autores: Ricardo Vieira Analista de Tecnologia da Informação José Luis Machado

Leia mais

Interação Humano-Computador

Interação Humano-Computador Interação Humano-Computador Aula 8-01/04/2016 Marcelle Mota http://mpmota.ufpa.br/ihc-en05178/ Contato: mpmota@ufpa.br 2 Agenda O que é design? Perspectivas de design Processos de design de IHC Ciclo de

Leia mais

Verificação e Validação. Ewelton Yoshio Fabrício Araújo

Verificação e Validação. Ewelton Yoshio Fabrício Araújo Verificação e Validação Ewelton Yoshio Fabrício Araújo Qual a diferença entre Verificação e Validação? Diferenças Verificação se preocupa em avaliar se o produto está sendo desenvolvido corretamente, enquanto

Leia mais

Modelos de Processo de Software. SSC Engenharia de Software 1 Profa. Dra. Elisa Yumi Nakagawa 2 o semestre de 2012

Modelos de Processo de Software. SSC Engenharia de Software 1 Profa. Dra. Elisa Yumi Nakagawa 2 o semestre de 2012 Modelos de Processo de Software SSC 121 - Engenharia de Software 1 Profa. Dra. Elisa Yumi Nakagawa 2 o semestre de 2012 ENGENHARIA DE SOFTWARE 3 pode ser vista como uma abordagem de desenvolvimento de

Leia mais

Diagrama de Caso de Uso

Diagrama de Caso de Uso "Antes de imprimir pense em sua responsabilidade e compromisso com o MEIO AMBIENTE." Engenharia de Software Givanaldo Rocha de Souza givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha

Leia mais

Requisitos de Sistemas

Requisitos de Sistemas Requisitos de Sistemas Unidade II - Processos de Negócio Identificação Conceitos Modelagem - BPM - UML Processos x Requisitos 1 Processo de negócio CONCEITO Um processo de negócio, processo organizacional

Leia mais

Introdução à Gestão de Processos de Negócios

Introdução à Gestão de Processos de Negócios Introdução à Gestão de Processos de Negócios Profa. Dra. Elisa Yumi Nakagawa 2. Semestre de 2016 SSC0531 - Gestão de Sistemas de Informação Slides inicialmente preparados por Roberto Rocha e Prof. João

Leia mais

Introdução Diagrama de Classes Diagrama de Seqüência Diagrama de Atividades. Diagramas UML. Classe, Seqüência e Atividades. Marcio E. F.

Introdução Diagrama de Classes Diagrama de Seqüência Diagrama de Atividades. Diagramas UML. Classe, Seqüência e Atividades. Marcio E. F. Diagramas UML Classe, Seqüência e Atividades Marcio E. F. Maia Disciplina: Engenharia de Software Professora: Rossana M. C. Andrade Curso: Ciências da Computação Universidade Federal do Ceará 15 de maio

Leia mais

Cadastro de Fornecedores de Bens e Serviços

Cadastro de Fornecedores de Bens e Serviços Famílias Todos Todos Todas Critério SMS Critério CONJUNTO DE REQUISITOS DE SMS PARA CADASTRO CRITÉRIO DE NOTAS DO SMS Portal do Cadastro SMS MEIO AMBIENTE Certificação ISO 14001 - Sistema de Gestão Ambiental

Leia mais

Engenharia de Software I. Curso de Desenvolvimento de Software Prof. Alessandro J de Souza

Engenharia de Software I. Curso de Desenvolvimento de Software Prof. Alessandro J de Souza 1 Engenharia de Software I Curso de Desenvolvimento de Software Prof. Alessandro J de Souza ajdsouza@cefetrn.br 2 Rational Unified Process RUP Fase Inicição VISÃO GERAL 3 Visão Geral FASES do RUP 4 A partir

Leia mais

1 ANEXO I - QUADRO GERAL DE VAGAS, REQUISITOS E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO/TEMAS POR FACULDADE E ÁREAS, onde se lê:

1 ANEXO I - QUADRO GERAL DE VAGAS, REQUISITOS E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO/TEMAS POR FACULDADE E ÁREAS, onde se lê: RETIFICAÇÃO DE Nº 01 DE 20 DE ABRIL DE 2016. EDITAL DE Nº 01 DE 31 DE MARÇO DE 2016. O Reitor da UniRV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE, no uso de suas atribuições legais, torna pública a presente Retificação

Leia mais

DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS Secretaria Geral de Cursos PROGRAMA DE DISCIPLINA

DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS Secretaria Geral de Cursos PROGRAMA DE DISCIPLINA DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS Secretaria Geral de Cursos PROGRAMA DE DISCIPLINA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS CÓDIGO: EXA808 DISCIPLINA: EI5 ENGENHARIA DE SOFTWARE CARGA HORÁRIA: 180h EMENTA: Estudo

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Prof. M.Sc. Ronaldo C. de Oliveira ronaldooliveira@facom.ufu.br FACOM - 2011 Requisitos do Sistema Introdução O que são requisitos de um software? Serviços (funcionalidades) de um software e restrições

Leia mais

Integração de requisitos orientados ao negócio: apresentação de Método e Ferramenta

Integração de requisitos orientados ao negócio: apresentação de Método e Ferramenta Integração de requisitos orientados ao negócio: apresentação de Método e Ferramenta Eduardo Jose Ribeiro de Castro 1, Angelica Toffano Seidel Calazans 1,Roberto Avila Paldes 1, João Ricardo Pontes 1,Gustavo

Leia mais

Políticas Organizacionais

Políticas Organizacionais Políticas Organizacionais Versão 1.4 Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 11/10/2012 1.0 Revisão das políticas EPG 26/11/2012 1.1 Revisão do Item de customização EPG 24/10/2013 1.2 Revisão

Leia mais

Análise de Ponto de Função APF. Aula 02

Análise de Ponto de Função APF. Aula 02 Análise de Ponto de Função APF Aula 02 Agenda Parte 01 Introdução a Métricas de Software Parte 02 A Técnica de APF O que é APF? Objetivos Benefícios Conceitos Básicos Visão Geral dos Procedimentos de Contagem

Leia mais

Análise de Ponto de Função APF. Aula 05

Análise de Ponto de Função APF. Aula 05 Análise de Ponto de Função APF Aula 05 Agenda Parte 01 Introdução a Métricas de Software Parte 02 A Técnica de APF Saída Externa (SE) Definição Regras de Contagem Complexidade Funcional Consulta Externa

Leia mais

Engenharia de Software Orientada a Objetos - OOSE Método de Jacobson

Engenharia de Software Orientada a Objetos - OOSE Método de Jacobson Universidade Federal de Goiás Instituto de Informática Ciência da Computação Engenharia de Software Orientada a Objetos - OOSE Método de Jacobson Projeto de Software Amanda Lira Gomes Lucas Balbino de

Leia mais

Modelagem De Sistemas

Modelagem De Sistemas Modelagem De Sistemas UNIP Tatuapé - SP Aplicações em Linguagem de Programação Prof.Marcelo Nogueira Uma empresa de software de sucesso é aquela que consistentemente produz software de qualidade que vai

Leia mais

Nota Fiscal de Serviço Eletrônica NFS-e. Manual do Usuário Contribuinte

Nota Fiscal de Serviço Eletrônica NFS-e. Manual do Usuário Contribuinte Nota Fiscal de Serviço Eletrônica NFS-e Manual do Usuário Contribuinte CIGA 07/04/2015 2 1. Conteúdo 1. Conteúdo... 2 Índice de Ilustrações... 3 Objetivos deste documento... 3 Controle de Versões... 3

Leia mais

Introdução. à UML. Histórico (cont.) Histórico Definição Benefícios Notação Diagrama de Classes Diagramas de Interação Conclusões Revisão

Introdução. à UML. Histórico (cont.) Histórico Definição Benefícios Notação Diagrama de Classes Diagramas de Interação Conclusões Revisão Sumário Introdução à UML BSI Bacharelado em Sistemas de Informação LOO Linguagens Orientadas a Objetos Humberto Mossri de Almeida hmossri_cursos@yahoo.com.br Marcelo Nassau Malta nassau_cursos@yahoo.com.br

Leia mais

A GESTÃO EM SUAS MÃOS FERRAMENTA DE ANÁLISE DE RISCOS

A GESTÃO EM SUAS MÃOS FERRAMENTA DE ANÁLISE DE RISCOS A GESTÃO EM SUAS MÃOS FERRAMENTA DE ANÁLISE DE RISCOS SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 2. SOFTWARE 3. PROCESSO FERRAMENTAS 4. SUMÁRIO EXECUTIVO 5. RELATÓRIO PROJETO INTEGRADO 6. FUNCIONALIDADES 7. CONTATO 1. APRESENTAÇÃO

Leia mais

Clientes gerentes Usuarios finais do sistema Clientes engenheiros Gerentes contratantes Arquitetos do sistema. Definicao de requisitos

Clientes gerentes Usuarios finais do sistema Clientes engenheiros Gerentes contratantes Arquitetos do sistema. Definicao de requisitos А А А А Definicao de de do software Clientes gerentes Usuarios finais Clientes engenheiros Gerentes contratantes Arquitetos Usuarios finais Clientes engenheiros Arquitetos Desenvolvedores de software Clientes

Leia mais

Design de Software e Projeto Arquitetural de Software. Prof. Edison A M Morais http://www.edison.eti.br prof@edison.eti.br

Design de Software e Projeto Arquitetural de Software. Prof. Edison A M Morais http://www.edison.eti.br prof@edison.eti.br Design de Software e Projeto Arquitetural de Software Prof. Edison A M Morais http://www.edison.eti.br prof@edison.eti.br Agenda 1. Contexto da Arquitetura e Projeto de Software 2. Definição de Arquitetura

Leia mais

PORTAL DE COMPRAS PÚBLICAS

PORTAL DE COMPRAS PÚBLICAS PORTAL DE COMPRAS PÚBLICAS GUIA DO ADMINISTRADOR JANEIRO DE 2017 Versão 6.0 Dezembro/2016_Janeiro/2017 S U M Á R I O 1 APRESENTAÇÃO 3 2 OBSERVAÇÕES IMPORTANTES 4 3 SISTEMA 5 3.1 TELA INICIAL DO ADMINISTRADOR

Leia mais

Gerência da Configuração de Software. Teresa Maciel DEINFO/UFRPE

Gerência da Configuração de Software. Teresa Maciel DEINFO/UFRPE Gerência da Configuração de Software Teresa Maciel DEINFO/UFRPE 1 Propósito Garantir a integridade dos itens que compõem uma versão do produtos de software, através do controle de versões e mudanças dos

Leia mais

Requisitos. Silvério Sirotheau

Requisitos. Silvério Sirotheau Requisitos Silvério Sirotheau Requisitos O levantamento e análise de requisitos compõem uma parte decisiva da fase de concepção dentro UP. O analista pode e deve utilizar todas as informações disponíveis

Leia mais

Manifesto Ágil Princípios

Manifesto Ágil Princípios Manifesto Ágil Princípios Indivíduos e interações são mais importantes que processos e ferramentas. Software funcionando é mais importante do que documentação completa e detalhada. Colaboração com o cliente

Leia mais

Banco de Dados e Engenharia de Software

Banco de Dados e Engenharia de Software Banco de Dados e Engenharia de Software Agenda Introdução a Banco de Dados Lógica Elementar, Conjuntos e Relações Arquitetura de Banco de Dados Linguagem SQL Modelo conceitual para Banco de Dados Transações

Leia mais

EMENTA Psicologia aplicada à Administração, A compreensão pessoal e do outro; Comunicação interpessoal; Liderança; Ética Profissional.

EMENTA Psicologia aplicada à Administração, A compreensão pessoal e do outro; Comunicação interpessoal; Liderança; Ética Profissional. DISCIPLINA: RELAÇÕES HUMANAS NO TRABALHO CARGA HORÁRIA: 67 HORAS PERÍODO: 6º SEMESTRE LETIVO: 2014.2 CRÉDITOS: 04 Reconhecer a importância de se estudar Relações Humanas no Trabalho, sensibilizando para

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO Departamento: Disciplina: Pré-Requisitos: I D E N T I F I C A Ç Ã O Sistemas de Informação Engenharia de Software Aplicada (ESA) Engenharia de Software (ES) CH: 72 h/a Curso: Bacharelado em Sistemas de

Leia mais

TESTES DE SOFTWARE Unidade 1 Importância do Teste de Software. Luiz Leão

TESTES DE SOFTWARE Unidade 1 Importância do Teste de Software. Luiz Leão Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático 1.1 - O teste nas fases de vida e de desenvolvimento de um software. 1.2 - O teste na engenharia de sistemas e na engenharia de

Leia mais

Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO

Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR 1. Projeto: OEI/BRA/09/004 - Aprimoramento da sistemática

Leia mais

Plano de testes. Norma ANSI/IEEE para Documentação de Teste de Software define plano de testes como:

Plano de testes. Norma ANSI/IEEE para Documentação de Teste de Software define plano de testes como: Plano de testes Norma ANSI/IEEE 829-1998 para Documentação de Teste de Software define plano de testes como: Um documento que define o âmbito, abordagem, recursos e escalonamento (planeamento) das atividades

Leia mais

Engenheiros de software (algumas vezes conhecidos no mundo da TI como engenheiros de sistemas ou analistas ) e outros interessados no projeto

Engenheiros de software (algumas vezes conhecidos no mundo da TI como engenheiros de sistemas ou analistas ) e outros interessados no projeto ... definem tarefas que levam a um entendimento de qual ser ao impacto do software sobre o negócio, o que o cliente quer e como os usuários finais irão interagir com o software. (Pressman, 2011) Prof.

Leia mais

A contextualização e a interdisciplinaridade aplicadas no Curso de Pós Graduação em Engenharia de Requisitos um estudo de caso

A contextualização e a interdisciplinaridade aplicadas no Curso de Pós Graduação em Engenharia de Requisitos um estudo de caso A contextualização e a interdisciplinaridade aplicadas no Curso de Pós Graduação em Engenharia de Requisitos um estudo de caso Angélica Toffano Seidel Calazans, Dra. angelica.calazans@uniceub.br Transformar

Leia mais

Elementos Fundamentais para a Melhoria da Qualidade de Software nas Organizações de TI

Elementos Fundamentais para a Melhoria da Qualidade de Software nas Organizações de TI Elementos Fundamentais para a Melhoria da Qualidade de Software nas Organizações de TI Ana Cervigni Guerra Eduardo Paulo de Souza Projeto Reconhecido na Categoria Serviços Tecnológicos Brasília, 31 de

Leia mais

TS03. Teste de Software ESTÁGIOS DO TESTE DE SOFTWARE. COTI Informática Escola de Nerds

TS03. Teste de Software ESTÁGIOS DO TESTE DE SOFTWARE. COTI Informática Escola de Nerds TS03 Teste de Software ESTÁGIOS DO TESTE DE SOFTWARE COTI Informática Escola de Nerds Teste do Desenvolvedor O Teste do Desenvolvedor denota os aspectos de design e implementação de teste mais apropriados

Leia mais

Projeto de Interface Homem- Máquina

Projeto de Interface Homem- Máquina Projeto de Interface Homem- Máquina PCS 013 Profa. Lúcia V. L. Filgueiras Profa. Selma S. S. Melnikoff Projeto de Interface- Homem- Máquina Em geral, esta atividade é realizada na fase de análise ou de

Leia mais

Apresentação Procedimentos iniciais Cadastrar Cartão Gift Card Consultar Cartão Gift Card Cadastrados...

Apresentação Procedimentos iniciais Cadastrar Cartão Gift Card Consultar Cartão Gift Card Cadastrados... Sumário Apresentação......1 1. Procedimentos iniciais... 2 2. Cadastrar Cartão Gift Card... 3 3. Consultar Cartão Gift Card Cadastrados... 4 4. Editar Cartão Gift Card... 5 5. Visualizar o Extrato de Movimentação

Leia mais

Qualidade de Software II Testes e Documentação

Qualidade de Software II Testes e Documentação Qualidade de Software II Testes e Documentação Garantir a qualidade de uma aplicação é sempre um desafio, pois há muitas etapas envolvidas na sua construção, desde o levantamento dos requisitos, passando

Leia mais

Engenharia de Requisitos 1 - Introdução

Engenharia de Requisitos 1 - Introdução Engenharia de Requisitos 1 - Introdução Pedro Campos Professor Auxiliar, Universidade da Madeira http://dme.uma.pt/pcampos - pcampos@uma.pt 1 Agenda Apresentação Equipa docente Definição de ER Bibliografia

Leia mais

Como Modelar com UML 2

Como Modelar com UML 2 Ricardo Pereira e Silva Como Modelar com UML 2 Visual Books Sumário Prefácio... 13 1 Introdução à Modelagem Orientada a Objetos... 17 1.1 Análise e Projeto Orientados a Objetos... 18 1.2 Requisitos para

Leia mais

Ainda que muitos modelos sejam semelhantes entre os modelos de ciclo de vida, existem alguns aspectos que os diferenciam:

Ainda que muitos modelos sejam semelhantes entre os modelos de ciclo de vida, existem alguns aspectos que os diferenciam: Prof. Edson dos Santos Cordeiro 1 Tópico: Objetivo: Introdução a Ciclo de Vida do Software Conhecer os principais conceitos relacionados a ciclo de vida do software. Bibliog. Base: McCONNEL, Steve. Rapid

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO ESSENCIAL: UM ENFOQUE NA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA MANUTENÇÃO DE SOFTWARE

DOCUMENTAÇÃO ESSENCIAL: UM ENFOQUE NA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA MANUTENÇÃO DE SOFTWARE DOCUMENTAÇÃO ESSENCIAL: UM ENFOQUE NA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA MANUTENÇÃO DE SOFTWARE Sérgio Cozzetti B. de Souza Nicolas Anquetil Káthia M. de Oliveira {anquetil,kathia}@ucb.br UCB - Universidade

Leia mais

1. Conceitos Fundamentais

1. Conceitos Fundamentais 1. Conceitos Fundamentais a e os processos de planeamento e desenvolvimento de sistemas de informação 2 planeamento informático planeamento informático análise organizacional organizar o planeamento avaliar

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação UNIDADE VIII Auditoria em Informática Professor : Hiarly Alves www.har-ti.com Fortaleza - 2014 Tópicos Noções gerais de auditoria na empresa em SI Conceito de auditoria Etapas do processo de auditoria

Leia mais

Teste de Software Projeto Real. Dinâmica entre equipes

Teste de Software Projeto Real. Dinâmica entre equipes Teste de Software Projeto Real Arilo Claudio Dias Neto - acdn@cos.ufrj.br Gladys Machado P. S. Lima - gladysmp@cos.ufrj.br Guilherme Horta Travassos - ght@cos.ufrj.br Dinâmica entre equipes Equipe de Desenvolvimento

Leia mais

Especificação de Caso de Uso

Especificação de Caso de Uso Especificação de Caso de Uso UCCITES014 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 14/10/2008 0.1 Criação do documento. Helane Nunes 27/10/2008 0.2 Revisão do documento e versionamento do documento

Leia mais

Análise de Ponto de Função APF. Aula 03

Análise de Ponto de Função APF. Aula 03 Análise de Ponto de Função APF Aula 03 Parte 01 Introdução a Métricas de Software Parte 02 A Técnica de APF Identificação das Funções de Dados Diretrizes Gerais Tipos de Entidades Arquivos Lógicos Tipo

Leia mais

LIVRO ENGENHARIA DE SOFTWARE FUNDAMENTOS, MÉTODOS E PADRÕES

LIVRO ENGENHARIA DE SOFTWARE FUNDAMENTOS, MÉTODOS E PADRÕES LIVRO ENGENHARIA FUNDAMENTOS, MÉTODOS E PADRÕES WILSON PADUA PAULA FILHO CAPÍTULO REQUISITOS 1 REQUISITOS TECNICO E GERENCIAL ESCOPO (RASCUNHO) CARACTERISTICAS 2 O que são Requisitos? São objetivos ou

Leia mais

Visão Geral da UML. SSC Engenharia de Software I Profa. Dra. Elisa Yumi Nakagawa 2 o semestre de 2012

Visão Geral da UML. SSC Engenharia de Software I Profa. Dra. Elisa Yumi Nakagawa 2 o semestre de 2012 Visão Geral da UML SSC 121 - Engenharia de Software I Profa. Dra. Elisa Yumi Nakagawa 2 o semestre de 2012 Conteúdo Introdução Ferramentas de Apoio Diagramas da UML Elementos Genéricos Material sobre UML

Leia mais

PROCESSOS DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PROF. MSC. EMILIANO MONTEIRO

PROCESSOS DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PROF. MSC. EMILIANO MONTEIRO PROCESSOS DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PROF. MSC. EMILIANO MONTEIRO CONTEÚDO Conceitos básicos Caracterização de um processo Estágios básicos Linha do tempo Cascata Espiral Prototipação Modelo-V Orientado

Leia mais

Coordenação Geral de Tecnologia da Informação - CGTI. SOLICITA SISTEMA DE SOLICITAÇÃO DE ACESSO Manual de Usuário. Versão 1.0

Coordenação Geral de Tecnologia da Informação - CGTI. SOLICITA SISTEMA DE SOLICITAÇÃO DE ACESSO Manual de Usuário. Versão 1.0 SOLICITA SISTEMA DE SOLICITAÇÃO DE ACESSO Manual de Usuário Versão 1.0 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 05/08/2016 1.0 Criação do Artefato Eliene Carvalho MAPA/SE/SPOA/CGTI. Página 2 de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 03 PROFª BRUNO CALEGARO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 03 PROFª BRUNO CALEGARO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 03 PROFª BRUNO CALEGARO Santa Maria, 13 de Setembro de 2013. Revisão aula anterior Processo de software Um modelo de processo de software consiste

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROJETOS. Prof. Glauco Carvalho

GERENCIAMENTO DE PROJETOS. Prof. Glauco Carvalho GERENCIAMENTO DE PROJETOS Prof. Glauco Carvalho 1. Gerência da integração do Projeto Processos: Possui 6 processos: Gerenciamento da integração do Projeto 1. Desenvolvimento do Termo de Abertura 2. Desenvolvimento

Leia mais

PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS. NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA Dr. Renato L. Filho. Coordenador da Qualidade. Supervisora da Qualidade

PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS. NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA Dr. Renato L. Filho. Coordenador da Qualidade. Supervisora da Qualidade Versão: 1 Pág: 1/5 ELABORADO POR DE ACORDO APROVADO POR NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA Dr. Renato L. Filho Coordenador da Qualidade 22/08/2016 Dra. Débora Salles Supervisora da Qualidade 22/08/2016 Dr. Renato

Leia mais

Aula 01. Introdução aos sistemas de informação Conceitos de banco de dados Modelos de BD Linguagens de Banco de Dados Usuários de um Banco de Dados

Aula 01. Introdução aos sistemas de informação Conceitos de banco de dados Modelos de BD Linguagens de Banco de Dados Usuários de um Banco de Dados INSTITUTO FEDERAL NORTE DE MINAS GERAIS Curso Técnico em Informática Disciplina: Banco de Dados Professor: Alessandro Carneiro Ribeiro E-mail: alessandro.carneiro@yahoo.com.br Aula 01 Introdução aos sistemas

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas 5ª. Série Programação Distribuída A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensinoaprendizagem desenvolvido

Leia mais

CARVALHO, M. M.; RABECHINI, R. Construindo competências para gerenciar projetos. Atlas:São Paulo, PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE. PMI.

CARVALHO, M. M.; RABECHINI, R. Construindo competências para gerenciar projetos. Atlas:São Paulo, PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE. PMI. Gestão de Projetos 4/18/2012 1 CARVALHO, M. M.; RABECHINI, R. Construindo competências para gerenciar projetos. Atlas:São Paulo, 2006. PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE. PMI. Um guia do conhecimento em gerenciamento

Leia mais

Documento de Arquitetura de Software- SGE

Documento de Arquitetura de Software- SGE Documento de Arquitetura de Software- SGE IFG Autor: Marcelo Roldrin Barros Silva 1. Introdução 1.1 Finalidade Este documento oferece uma visão geral arquitetural abrangente do sistema SGE (Sistema de

Leia mais

Engenharia de Software II

Engenharia de Software II Engenharia de Software II Aula 26 http://www.ic.uff.br/~bianca/engsoft2/ Aula 26-21/07/2006 1 Ementa Processos de desenvolvimento de software Estratégias e técnicas de teste de software Métricas para software

Leia mais

1 Introdução. 1.1 Teoria dos Sistemas 23/4/2010

1 Introdução. 1.1 Teoria dos Sistemas 23/4/2010 1 1 Introdução 1.1 Teoria dos Sistemas 1.2 Constituição dos sistemas 1.3 Natureza dos sistemas 1.4 Parâmetros do sistema 1.5 Descrição de sistemas 1.6 Desafios enfrentados no desenvolvimento 1.7 Perfil

Leia mais

Apresentação do Curso de Engenharia de So5ware II

Apresentação do Curso de Engenharia de So5ware II Apresentação do Curso de Engenharia de So5ware II Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Quem sou eu? Apresentações Leonardo Murta h>p://www.ic.uff.br/~leomurta Quem são vocês? Nome? Estágio?

Leia mais

PDS - DATASUS. Processo de Desenvolvimento de Software do DATASUS

PDS - DATASUS. Processo de Desenvolvimento de Software do DATASUS PDS - DATASUS Processo de Desenvolvimento de Software do DATASUS Coordenação Geral de Arquitetura e Engenharia Tecnológica Coordenação de Padronização e Qualidade de Software Gerência de Padrões e Software

Leia mais