Código de Conduta. Código de Conducta

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Código de Conduta. Código de Conducta"

Transcrição

1 Código de Conduta Código de Conducta

2

3 Prezado participante TOTVS, A perenidade de nosso negócio e o sucesso dos resultados advém, em grande parte, de nossos valores e dos princípios éticos adotados, mantidos e comunicados para os participantes TOTVS e pessoas que se relacionam com ele (clientes, acionistas, fornecedores, parceiros e sociedade na qual estamos inseridos). Essencialmente, este Código de Conduta tem por objetivo o fortalecimento de nossos Valores, definidos por nós como: pessoas, transparência, inovação, atendimento e relacionamento, empreendedorismo, liderança, qualidade com simplicidade e responsabilidade social. Está no nosso DNA priorizar e praticar cada um desses valores com o máximo rigor. Tudo pode mudar, exceto nossos valores. Devemos aplicar os princípios éticos e as normas de conduta aqui definidos para assegurar e manter o respeito de nossos participantes, clientes, acionistas, Estimado participante TOTVS, La perennidad de nuestro negocio y el éxito de los resultados advienen, en gran parte, de nuestros valores y de los principios éticos adoptados, mantenidos y comunicados a los participantes TOTVS y personas relacionadas (clientes, accionistas, proveedores, aliados y sociedad a la cual pertenecemos). Esencialmente, este Código de Conducta tiene como objetivo el fortalecimiento de nuestros Valores, definidos por nosotros como: personas, transparencia, innovación, atención y relación, emprendedorismo, liderazgo, calidad con simplicidad y responsabilidad social. Está en nuestro DNA priorizar y practicar cada uno de esos valores con el máximo rigor. Todo puede modificarse, excepto nuestros valores. Debemos aplicar los principios éticos y las normas de conducta definidas aquí para garantizar y mantener el respeto a nuestros participantes, clientes, 3

4 fornecedores e comunidade. Desta forma, pedimos que você leia, cumpra e atenha-se a este Código de Conduta. A alegação de desconhecimento deste Código ou de qualquer política da TOTVS não é uma justificativa para o seu não cumprimento. Foi necessário muito esforço e investimento para que a TOTVS atingisse a posição de liderança que ocupa. A continuidade de nosso sucesso depende do constante empenho em manter a confiança dos clientes e acionistas. Cada um de nós é pessoalmente responsável pela manutenção do mais alto nível de integridade e honestidade em nosso campo de atuação. Mais uma vez, reforçamos que disto depende a perpetuação de nossa Empresa, a manutenção da nossa liderança nos mercados em que atuamos e a geração, de forma socialmente responsável, de riqueza e renda para nossos clientes, acionistas, fornecedores e comunidade. accionistas, proveedores y comunidad. De esta forma, pedimos que lea, cumpla y esté atento a este Código de Conducta. La alegación de desconocimiento de este Código o de cualquier política de TOTVS no es una justificación para su incumplimiento. Fue necesario mucho esfuerzo e inversión para que TOTVS alcanzara la posición de liderazgo que ocupa. La continuidad de nuestro éxito depende del constante empeño en mantener la confianza de los clientes y accionistas. Cada uno de nosotros es personalmente responsable por el mantenimiento del más alto nivel de integridad y honestidad en nuestro campo de actuación. Una vez más, reforzamos que de ello depende la perpetuación de nuestra Empresa, el mantenimiento de nuestro liderazgo en los mercados en que actuamos y la generación, de forma socialmente responsable, de riqueza y renta a nuestros clientes, accionistas, proveedores y comunidad. Presidente do Conselho de Administração Presidente del Consejo Administrativo Presidente da TOTVS Presidente de TOTVS 4

5 Índice TERMO DE COMPROMISSO / TÉRMINO DE COMPROMISO 7 INTRODUÇÃO / INTRODUCCIÓN 9 APRESENTAÇÃO DO CÓDIGO DE CONDUTA TOTVS / PRESENTACIÓN DEL CÓDIGO DE CONDUCTA TOTVS 11 1 Objetivos / Objetivos 2 O processo de elaboração / El proceso de elaboración 3 Abrangência / Alcance 4 Estrutura básica / Estructura básica PRINCÍPIOS ÉTICOS E NORMAS DE CONDUTA TOTVS / PRINCIPIOS ÉTICOS Y NORMAS DE CONDUCTA TOTVS 16 1 Valorização das pessoas / Valorización de las personas 17 2 Respeito às leis e às melhores práticas de governança corporativa / Respeto a las leyes y a las mejores prácticas de gobernanza corporativa 21 3 Fazer sempre o melhor por meio da Inovação e Simplicidade / Hacer siempre lo mejor por medio de la Innovación y Simplicidad 26 4 Compromisso com o cliente / Compromiso con el cliente 29 5 Compromisso com a TOTVS / Compromiso con TOTVS 33 5

6 6 Relacionamentos construtivos com / Relación constructiva con 6.1 Acionistas / Accionistas Comunidade / Comunidad Fornecedores / Proveedores Setor Público / Sector Público Mídia / Medios de Comunicación Concorrência / Competencia 44 GERENCIAMENTO DO CÓDIGO DE CONDUTA TOTVS / ADMINISTRACIÓN DEL CÓDIGO DE CONDUCTA TOTVS 47 6

7 Termo de Compromisso Seu compromisso pessoal com o Código de Conduta TOTVS O termo de compromisso é obrigatório a todos os participantes TOTVS e garante que, ao iniciarem suas carreiras na empresa, tomem conhecimento e dêem ciência do Código de Conduta TOTVS, afirmando, desta forma, compreender suas obrigações para com o Ecossistema TOTVS (participantes, clientes, acionistas, fornecedores, parceiros e sociedade na qual estamos inseridos), no sentido de cumprir os princípios, regulamentos e leis expostos no referido documento, bem como em quaisquer emendas que venham a ser feitas pela TOTVS. O Código de Conduta vigente é apresentado através dos meios de comunicação oficiais da TOTVS. O participante também entende que sua concordância em cumprir o Código de Conduta não implica, e nem como tal deverá ser interpretada, um contrato de trabalho por prazo definido nem uma garantia de continuidade no emprego. O participante que violar as diretrizes deste Código ou permitir que qualquer outro participante o faça, está sujeito às sanções disciplinares cabíveis, inclusive a de ser demitido por justa causa, sem prejuízo de eventuais sansões de natureza administrativa, cível ou criminal. O participante que tomar conhecimento de qualquer violação a este Código deverá levar tal fato ao conhecimento do Comitê de Conduta TOTVS ou ao Diretor Corporativo de Relações Humanas. Assinatura: Data: Número da matrícula: Nome completo (em letra de forma): Este formulário deverá ser devolvido à Diretoria Corporativa de Relações Humanas, devidamente preenchido e assinado, no prazo de 30 dias a contar do recebimento desta versão impressa do Código de Conduta TOTVS. Caso não o devolva, tal atitude não afetará a aplicabilidade deste Código de Conduta, nem de qualquer de suas disposições, com relação a você.

8 Término de Compromiso Su compromiso personal con el Código de Conducta TOTVS El término de compromiso es obligatorio a todos los participantes TOTVS y garantiza que, al iniciar sus carreras en la empresa, tomen conocimiento y den a conocer el Código de Conducta TOTVS, afirmando, de esta forma, comprender sus obligaciones con relación al Ecosistema TOTVS (participantes, clientes, accionistas, proveedores, aliados y sociedad a la cual pertenecemos), en el sentido de cumplir los principios, reglamentos y leyes expuestos en el referido documento, así como en cualesquiera enmiendas realizadas por TOTVS. El Código de Conducta vigente se presenta a través de los medios de comunicación oficiales de TOTVS. El participante entiende también que su concordancia en cumplir el Código de Conducta no implica, y no deberá considerarse como un contrato de trabajo por plazo definido ni una garantía de continuidad en el empleo. El participante que viole las directrices de este Código o permita que cualquier otro participante lo haga, está sujeto a las respectivas sanciones disciplinarias, incluso la de ser despedido por justa causa, sin perjuicio de eventuales sanciones de naturaleza administrativa, civil o criminal. El participante que se entere de cualquier violación a este Código deberá llevar el hecho al conocimiento del Comité de Conducta TOTVS y al Director Corporativo de Relaciones Humanas. Firma: Fecha: Número de matrícula: Nombre completo (en letra imprenta): Este formulario deberá devolverse al Directorio Corporativo de Relaciones Humanas, debidamente rellenado y firmado, en el plazo de 30 días contados a partir de la recepción de esta versión impresa del Código de Conducta TOTVS. En caso no lo devuelva, dicha actitud no afectará la aplicabilidad de este Código de Conducta, ni de cualquiera de sus disposiciones, con relación a usted.

9 Introdução / Introducción TOTVS espera de todos os seus participantes, que ajam em conformidade Acom os mais altos padrões de integridade pessoal e profissional, em todos os aspectos relacionados à sua atividade, e que cumpram todas as leis, regulamentos e normas vigentes na Empresa. Jamais deveremos comprometer nossa imagem e essa integridade, seja em proveito pessoal ou em suposto benefício da TOTVS. Ao aceitar um desafio na TOTVS cada um de nós se torna responsável pelo cumprimento deste Código de Conduta. O Código de Conduta se aplica a todos os representantes da TOTVS, incluindo seus diretores, participantes, profissionais temporários, contratados autônomos e consultores. É responsabilidade de cada profissional que faz parte do Ecossistema TOTVS familiarizar-se com os princípios e normas deste Código de Conduta ou com quaisquer OTVS espera de todos sus participantes, que actúen en conformidad con los más altos Testándares de integridad personal y profesional, en todos los aspectos relacionados a su actividad, y que cumplan todas las leyes, reglamentos y normas vigentes en la Empresa. Jamás deberemos comprometer nuestra imagen y esa integridad, ya sea en provecho personal o en supuesto beneficio de TOTVS. Al aceptar un desafío en TOTVS, cada uno de nosotros se torna responsable por el cumplimiento de este Código de Conducta. El Código de Conducta se aplica a todos los representantes de TOTVS, incluyendo sus directores, participantes, profesionales temporales, contratados autónomos y consultores. Es responsabilidad de cada profesional que forma parte del Ecosistema TOTVS familiarizarse con los principios y normas de este Código de Conducta o con cualesquiera reglamentos complementarios que estén relacionados 9

10 regulamentos complementares que digam respeito especificamente à sua área de atuação. Se você tiver qualquer dúvida com relação aos referidos princípios e normas ou com qualquer dos referidos regulamentos complementares, deverá discuti-la com o seu superior imediato, com a diretoria de Relações Humanas ou outra pessoa designada pelo Comitê de Conduta TOTVS. específicamente a su área de actuación. Si usted tiene cualquier duda con relación a los referidos principios y normas o con cualquiera de los referidos reglamentos complementarios, deberá discutirlos con su superior inmediato, con el directorio de Relaciones Humanas u otra persona designada por el Comité de Conducta TOTVS. 10

11 Apresentação do Código de Conduta TOTVS / Presentación del Código de Conducta TOTVS 1 A TOTVS é uma empresa que tem por Missão Ser a opção natural em software, inovação, relacionamento e suporte à gestão, contemplando o espírito de desenvolver a capacidade competitiva de seus clientes, e como Visão Ser o operador administrativo dos nossos clientes através do fornecimento de software e serviços (one stop shop provider). Este Código de Conduta está embasado por essa missão e visão e por nossos valores apresentados anteriormente. 1 TOTVS es una empresa que tiene como Misión Ser la opción natural en software, innovación, relación y soporte a la gestión, considerando el espíritu de desarrollar la capacidad competitiva de sus clientes y como Visión Ser el operador administrativo de nuestros clientes por medio del suministro de software y servicios (one stop shop provider). Este Código de Conducta se basa en esa misión y visión y en nuestros valores presentados anteriormente. 2 Objetivos (i) Contribuir para a construção de um ótimo ambiente de trabalho, por meio de elevado nível de confiança entre todos os participantes de qualquer nível hierárquico ou de qualquer área de atuação. 2 Objetivos (i) Contribuir para la construcción de un excelente ambiente de trabajo, por medio de elevado nivel de confianza entre todos los participantes de cualquier nivel jerárquico o de cualquier área de actuación. 11

12 (ii) Promover uma visão de conjunto da Empresa e de todos os participantes para com o Ecossistema TOTVS (participantes, clientes, acionistas, fornecedores, parceiros e sociedade na qual estamos inseridos), para que o mercado enxergue a TOTVS e seu Ecossistema como uma empresa una e coesa e fazer com que todas as decisões sejam inspiradas por essa unicidade, com reflexos diretos e positivos nos resultados de nossa atividade. (iii)influenciar os participantes da TOTVS e das demais organizações a ela associadas, no sentido de adotar os princípios éticos como guia de comportamento em todos os negócios em que sejam envolvidos. 3 O processo de elaboração Foram eleitos os princípios éticos que devem nortear a atuação de todos os participantes da TOTVS e foram redigidas as normas que materializam estes princípios, convertendo-os (ii) Promover una visión de conjunto de la Empresa y de todos los participantes con el Ecosistema TOTVS (participantes, clientes, accionistas, proveedores, aliados y sociedad a la cual pertenecemos), para que el mercado vea a TOTVS y su Ecosistema como una empresa unida y coherente y hacer que todas las decisiones se inspiren por esa unicidad, con reflejos directos y positivos en los resultados de nuestra actividad. (iii)influenciar a los participantes de TOTVS y de las demás organizaciones a ella asociadas, en el sentido de adoptar los principios éticos como guía de comportamiento en todos los negocios en que estén involucrados. 3 El proceso de elaboración Se eligieron los principios éticos que deben nortear la actuación de todos los participantes de TOTVS y se redactaron las normas que materializan estos principios, convirtiéndolos en mejores prácticas de conducta en el plano de la 12

13 em melhores práticas de conduta no plano da moral individual e coletiva. A versão final do Código de Conduta TOTVS incorpora as alterações recomendadas pela Diretoria Executiva da Empresa e as recomendações do Conselho de Administração, ao qual coube a palavra final sobre o texto, aprovado em reunião do Comitê de Auditoria em 09/09/ Abrangência As disposições deste Código de Conduta TOTVS se aplicam aos participantes de todo o Ecossistema TOTVS, incluindo os contratados por suas partes integrantes. 5 Estrutura básica Este Código de Conduta está estruturado em torno de seis princípios éticos, escolhidos como os de melhor adequação à cultura e aos moral individual y colectiva. La versión final del Código de Conducta TOTVS incorpora las modificaciones recomendadas por el Directorio Ejecutivo de la Empresa y las recomendaciones del Consejo Administrativo, que fue el responsable por la palabra final sobre el texto, aprobado en reunión del Comité de Auditoría el 09/09/ Alcance Las disposiciones de este Código de Conducta TOTVS se aplican a los participantes de todo el Ecosistema TOTVS, incluyendo los contratados por sus partes integrales. 5 Estructura básica Este Código de Conducta está estructurado basado en seis principios éticos, elegidos como los más adecuados a la cultura y a los objetivos de la Empresa. Se detallará cada principio expuesto, 13

14 objetivos da Empresa. Cada princípio exposto é conceituado com o intuito de evitar ambigüidades ou falhas de interpretação. Em seguida, são derivadas as normas de conduta, sob a forma de recomendações de Devemos e de Não Devemos. Em casos especiais, existe um bloco de recomendações endereçadas aos participantes que ocupam cargos de liderança. O capítulo a seguir faz menção ao Gerenciamento do Código de Conduta TOTVS e ao Regimento Interno do Comitê de Conduta TOTVS, que será responsável pela atualização, interpretação, divulgação e aplicação das normas contidas neste documento, em conjunto com a Diretoria Corporativa de Relações Humanas. Nesse Regimento está prevista a composição do Comitê de Conduta TOTVS, bem como sua operação. É muito importante esclarecer que o con el objetivo de evitar ambigüedades o fallas de interpretación. A continuación, se presentan las normas de conducta, bajo la forma de recomendaciones de Debemos y No Debemos. En casos especiales, existe un bloque de recomendaciones dirigidas a los participantes que ocupan cargos de liderazgo. El capítulo a continuación se refiere a la Administración del Código de Conducta TOTVS y al Reglamento Interno del Comité de Conducta TOTVS, que será responsable por la actualización, interpretación, divulgación y aplicación de las normas contenidas en este documento, en conjunto con el Directorio Corporativo de Relaciones Humanas. En ese Reglamento está prevista la composición del Comité de Conducta TOTVS, así como su operación. Es muyo importante aclarar que el Comité de Conducta no tendrá, entre sus atribuciones, la responsabilidad por la aplicación 14

15 Comitê de Conduta não terá, entre suas atribuições, a responsabilidade pela aplicação de penalidades, pois esta é uma prerrogativa dos órgãos competentes na escala hierárquica. Caberá ao Comitê de Conduta apenas tomar conhecimento das denúncias e concluir, por meio de processo formal, se de fato ocorreu violação de disposições do Código de Conduta TOTVS e encaminhar o assunto ao órgão competente, juntamente com sua opinião sobre a gravidade da ocorrência. de penalidades, pues esta es una prerrogativa de los organismos competentes en la escala jerárquica. Será responsabilidad del Comité de Conducta solamente enterarse de las denuncias y concluir, por medio de proceso formal, si realmente ocurrió violación de disposiciones del Código de Conducta TOTVS y encaminar el asunto al organismo competente, junto con su opinión sobre la gravedad de la ocurrencia. 15

16 Princípios Éticos e Normas de Conduta TOTVS / Principios Éticos y Normas de Conducta TOTVS PRINCÍPIOS ÉTICOS 1 Valorização das pessoas 2 Respeito às leis e às melhores práticas de governança corporativa 3 Fazer sempre melhor por meio de Inovação e Simplicidade. 4 Compromisso com o cliente 5 Compromisso com a TOTVS 6 Relacionamentos construtivos com: 6.1 Acionistas 6.2 Comunidade 6.3 Fornecedores 6.4 Setor Público 6.5 Mídia 6.6 Concorrência PRINCIPIOS ÉTICOS 1 Valorización de las personas 2 Respeto a las leyes y a las mejores prácticas de gobernanza corporativa 3 Hacer siempre lo mejor por medio de Innovación y Simplicidad. 4 Compromiso con el cliente 5 Compromiso con TOTVS 6 Relaciones constructivas con: 6.1 Accionistas 6.2 Comunidad 6.3 Proveedores 6.4 Sector Público 6.5 Medios de Comunicación 6.6 Competencia NORMAS DE CONDUTA TOTVS 1. O que devemos fazer 2. O que não devemos fazer 3. Normas especiais para cargos de liderança. NORMAS DE CONDUCTA TOTVS 1. Qué debemos hacer 2. Qué no debemos hacer 3. Normas especiales para cargos de liderazgo. 16

17 Primeiro princípio: VALORIZAÇÃO DAS PESSOAS Vemos as pessoas como o principal fator de sucesso em empresas de prestação de serviços, principalmente pelo conhecimento que as pessoas detêm. Acreditamos, também, que cada um é o maior responsável pelo seu próprio desenvolvimento profissional e pela segurança dele e de seus colegas, no local de trabalho. A fim de garantir que essa responsabilidade pessoal seja exercida, a Empresa oferece todas as condições a seu alcance e, portanto, como profissionais... Devemos: 1 Admitir que eventuais conflitos entre participantes ou entre setores são normais na atividade empresarial e devem ser resolvidos exclusivamente no plano interno, à luz do interesse coletivo e da Empresa, sem sobreposição do interesse individual. Primer principio: VALORIZACIÓN DE LAS PERSONAS Vemos a las personas como el principal factor de éxito en empresas de prestación de servicios, principalmente por el conocimiento ofrecido por esas personas. Creemos también, que cada uno es el mayor responsable por su propio desarrollo profesional y por su seguridad y de sus compañeros en el local de trabajo. Con el objetivo de garantizar que se ejerza esa responsabilidad personal, la Empresa ofrece todas las condiciones a su alcance y, por lo tanto, como profesionales... Debemos: 1 Admitir que eventuales conflictos entre participantes o entre sectores son normales en la actividad empresarial y deben resolverse exclusivamente en el plano interno, con enfoque en el interés colectivo y de la Empresa, sin superposición del interés individual. 17

18 2 Reconhecer que a essência da Ética é o respeito pela dignidade alheia e, em conseqüência, nos referir a outras pessoas somente em termos respeitosos, construtivos e cordiais, ainda que em situações de divergência, independente da posição hierárquica, cargo ou função. 3 Valorizar sempre o clima de confiança mútua, construído sobre o alicerce da total transparência de planos e políticas, ressalvados apenas os casos de justificada confidencialidade. 4 Ressaltar e comemorar as vitórias e conquistas ainda que aparentemente pequenas de nossos companheiros de trabalho, como estímulo na busca de maiores e melhores resultados. 5 Buscar a excelência profissional exercendo as quatro capacidades de um Talento TOTVS: perceber, tomar uma atitude, ser percebido e relacionar-se. 2 Reconocer que la esencia de la Ética es el respeto por la dignidad ajena y, consecuentemente, referirnos a otras personas solamente en términos respetuosos, constructivos y cordiales, incluso en situaciones de divergencia, independiente de la posición jerárquica, cargo o función. 3 Valorizar siempre el clima de confianza mutua, construido sobre el pilar de la total transparencia de planes y políticas, excepto en aquellos casos de justificada confidencialidad. 4 Destacar y celebrar las victorias y conquistas aunque sean aparentemente pequeñas de nuestros compañeros de trabajo, como estímulo en la búsqueda de mayores y mejores resultados. 5 Buscar la excelencia profesional, ejerciendo las cuatro capacidades de un Talento TOTVS: notar, tomar una actitud, hacerse notar y relacionarse. 18

19 6 Valorizar a diversidade, porque ela é uma peculiaridade da sociedade em que vivemos, garantindo que todo participante seja tratado com igualdade e respeito, visando à manutenção de um ambiente de trabalho harmonioso e de confiança. 7 A TOTVS não admite qualquer tipo de situação de assédio, humilhação, constrangimento, ofensa, ameaça ou violência a qualquer participante, cliente ou fornecedor, nem tampouco qualquer tipo de discriminação por raça, etnia, cor, religião, credo, nacionalidade, grupo social, deficiência física ou mental, por opção política ou sexual. Normas especiais para cargos de liderança 8 Não favorecer qualquer critério que não seja baseado no mérito, para admissões, promoções ou fixação de remuneração. 9 Manter todos os participantes plenamente 6 Valorizar la diversidad, pues ella es una peculiaridad de la sociedad en que vivimos, garantizando que todo participante sea tratado con igualdad y respeto, con el objetivo de mantener un ambiente de trabajo harmonioso y de confianza. 7 TOTVS no admite ningún tipo de situación de asedio, humillación, constreñimiento, ofensa, amenaza o violencia a cualquier participante, cliente o proveedor, ni tampoco ningún tipo de discriminación por raza, etnia, color, religión, creencia, nacionalidad, grupo social, deficiencia física o mental, por opción política o sexual. Normas especiales para cargos de liderazgo 8 No favorecer cualquier criterio que no esté basado en el mérito, para admisiones, promociones o determinación de remuneración. 9 Mantener todos los participantes plenamente informados sobre los objetivos económicos y 19

20 informados a respeito dos objetivos econômicos e sociais da Empresa para viabilizar e estimular maior participação deles. 10 Não criar qualquer tipo de empecilho ao direito de associação de nossos profissionais, seja a órgãos de classe, agremiações políticas, esportivas, religiosas ou qualquer outra admitida pela legislação do país. 11 Reconhecer que, sob a perspectiva da Ética, nossa autoridade nos faz responsáveis pelo êxito de nossos subordinados e que, acima de palavras, são os nossos exemplos que mais efetivamente influenciam o comportamento deles. 12 Garantir que a Empresa não compactuará com qualquer forma de exploração do trabalho, adulto ou infantil. sociales de la Empresa para viabilizar y estimular su mayor participación. 10 No crear ningún tipo de impedimento al derecho de asociación de nuestros profesionales, ya sean organismos de clase, agremiaciones políticas, deportivas, religiosas o cualquier otra admitida por la legislación del país. 11 Reconocer que, bajo la perspectiva de la Ética, nuestra autoridad nos torna responsables por el éxito de nuestros subordinados y que, más que palabras, nuestros ejemplos son los que más efectivamente influyen en su comportamiento. 12 Garantizar que la Empresa no estará de acuerdo con ninguna forma de explotación del trabajo, adulto o infantil. 20

21 Segundo princípio: RESPEITO ÀS LEIS* E ÀS MELHORES PRÁTICAS DE GOVERNANÇA CORPORATIVA**. O aspecto da legalidade de qualquer ação, decisão ou negócio que envolva o nome TOTVS é o primeiro de nossos cuidados, tendo em vista que a rigorosa observância da Lei é responsabilidade inalienável dos participantes do Ecossistema TOTVS (participantes, clientes, acionistas, fornecedores, parceiros e sociedade na qual estamos inseridos). Violações deste princípio, dentro ou fora do ambiente de trabalho, podem prejudicar seriamente a imagem e o relacionamento com a Empresa. Portanto, como participantes... Devemos: 1 Reconhecer que a ênfase na boa conduta moral é mais importante do que a multiplicidade de regras e de normas disciplinares. Segundo principio: RESPETO A LAS LEYES* Y A LAS MEJORES PRÁCTICAS DE GOBERNANZA CORPORATIVA**. El aspecto de la legalidad de cualquier acción, decisión o negocio que involucre al nombre TOTVS es el primero de nuestros cuidados, considerando que el riguroso cumplimiento de la Ley es responsabilidad enajenable de los participantes del Ecosistema TOTVS (participantes, clientes, accionistas, proveedores, aliados y sociedad a la cual pertenecemos). Violaciones de este principio, dentro o fuera del ambiente de trabajo, puede perjudicar seriamente la imagen y la relación con la Empresa. Por lo tanto, como participantes... Debemos: 1 Reconocer que el énfasis en la buena conducta moral es más importante que la multiplicidad de reglas y de normas disciplinarias. * Em conformidade com a legislação brasileira e dos demais países em que atua ** Preconizadas pelo Novo Mercado da Bovespa 21 * En conformidad con la legislación brasileña y de los demás países en que actúa ** Preconizadas por el Nuevo Mercado de Bovespa

22 2 Cuidar para que todos os registros internos sejam absolutamente claros, corretos e confiáveis, pois deles derivam as informações que prestamos para todas as pessoas e entidades de nosso relacionamento interno ou externo. Portanto os registros contábeis da TOTVS devem refletir todas as suas transações realizadas, respeitando o período de competência e as regulamentações aplicáveis. 3 Manter absoluta integridade em nossas vidas profissionais e pessoais, como maneira de contribuir para a imagem da própria Empresa. 4 Conhecer e adotar as melhores práticas de governança corporativa, que são: a) a transparência interna e externa; b) a eqüidade no tratamento dos direitos dos grupos minoritários, sejam acionistas, sejam participantes TOTVS; c) a prestação de contas fiel e pontual a todos os que nos escolheram para as funções que estamos exercendo; d) a responsabilidade corporativa, que envolve os 2 Cuidar para que todos los registros internos sean absolutamente claros, correctos y confiables, pues de ellos resultan las informaciones que prestamos a todas las personas y entidades de nuestra relación interna o externa. Por lo tanto, los registros contables de TOTVS deben reflejar todas las sus transacciones realizadas, respetando el período de competencia y las reglamentaciones aplicables. 3 Mantener absoluta integridad en nuestras vidas profesionales y personales, como forma de contribuir para la imagen de la propia Empresa. 4 Conocer y adoptar las mejores prácticas de gobernanza corporativa, que son: a) la transparencia interna y externa; b) la igualdad en el tratamiento de los derechos de los grupos minoritarios, ya sean accionistas o participantes TOTVS; c) el rendimiento de cuentas fiel y objetivo a todos que nos eligieron para las funciones que estamos ejerciendo; d) la responsabilidad corporativa, que incluye los 22

23 aspectos econômicos, ambientais e sociais da Empresa e a busca de sua sustentabilidade. 5 O participante que tomar ciência de qualquer situação de conflito de interesse deve imediatamente comunicar o fato ao Comitê de Conduta e, se julgar necessário, ao Diretor Corporativo de Relações Humanas TOTVS para a adoção das medidas cabíveis. Não devemos: 6 Usar de quaisquer meios ilícitos ou favorecimentos pessoais nas relações com clientes, fornecedores ou autoridades, nem valermo-nos do relacionamento que a Empresa nos proporciona com essas pessoas para qualquer tipo de transação de interesse particular que possa conflitar com o interesse coletivo. 7 Promover alterações nas normas operacionais internas, que possam causar prejuízos para as partes interessadas, sem consulta prévia a aspectos económicos, ambientales y sociales de la Empresa y la búsqueda de su sostenibilidad. 5 El participante que se entere de cualquier situación de conflicto de interés debe inmediatamente comunicar ese hecho al Comité de Conducta y, en caso lo considere necesario, al Director Corporativo de Relaciones Humanas TOTVS para la adopción de las medidas adecuadas. No debemos: 6 Utilizar cualesquiera medios ilícitos o favorecimientos personales en las relaciones con clientes, proveedores o autoridades, ni valernos de la relación que la Empresa nos proporciona con esas personas para cualquier tipo de transacción de interés particular que pueda entrar en conflicto con el interés colectivo. 7 Promover modificaciones en las normas operativas internas que puedan causar perjuicios a las partes interesadas, sin consulta 23

Código de Conduta. setembro / 2012

Código de Conduta. setembro / 2012 Código de Conduta setembro / 2012 Prezado participante TOTVS, A perenidade de nosso negócio e o sucesso dos resultados advém, em grande parte, da nossa cultura e dos princípios éticos adotados, mantidos

Leia mais

CODEC Código de Ética e Conduta TOTVS

CODEC Código de Ética e Conduta TOTVS fevereiro/2015 Título do documento Sumário 1. Introdução... 3 1.1 Objetivo... 3 1.2 Razão de Ser... 3 1.3 Visão... 3 1.4 Jeito TOTVS de Ser... 4 2. Relações... 4 2.1 Participantes... 4 2.2 Clientes...

Leia mais

Planejamento estratégico

Planejamento estratégico espaço ibero-americano espacio iberoamericano Planejamento estratégico Quem somos, onde queremos ir e como chegaremos lá são indagações necessárias em todas as escolas Como qualquer empresa, instituições

Leia mais

DIRECÇÃO-GERAL DOS IMPOSTOS - DGCI DSRI - Direcção de Serviços das Relações Internacionais

DIRECÇÃO-GERAL DOS IMPOSTOS - DGCI DSRI - Direcção de Serviços das Relações Internacionais REPÚBLICA PORTUGUESA MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO-GERAL DOS IMPOSTOS - DGCI DSRI - Direcção de Serviços das Relações Internacionais Av. a Eng. o Duarte Pacheco, 28-4º 1099-013 Lisboa PORTUGAL Tel:

Leia mais

Projetos compartilhados

Projetos compartilhados espaço ibero-americano espacio iberoamericano Projetos compartilhados OEI inicia o Programa Arte-educação, Cultura e Cidadania e o Projeto Ibero-americano de Teatro Infantojuvenil A aprendizagem da arte

Leia mais

ENTRE LA CASA DA AMÉRICA LATINA Y

ENTRE LA CASA DA AMÉRICA LATINA Y ENTRE LA CASA DA AMÉRICA LATINA Y La CASA DA AMÉRICA LATINA, es una institución de derecho privado sin ánimo de lucro, con sede en la Avenida 24 de Julho, número 1188, en Lisboa, Portugal, representada

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA e CONDUTA GRUPO

CÓDIGO DE ÉTICA e CONDUTA GRUPO CÓDIGO DE ÉTICA e CONDUTA GRUPO invepar índice Apresentação Visão, Missão, Valores Objetivos Princípios Básicos Pág. 4 Pág. 6 Pág. 7 Pág. 8 Abrangência / Funcionários Empresas do Grupo Sociedade / Comunidade

Leia mais

Código de Ética e Conduta

Código de Ética e Conduta Código de Ética e Conduta O Código de Ética e Conduta do ESA - Externato Santo Antônio estabelece o comportamento esperado de todos aqueles que trabalham na, para e com a instituição, e tem por objetivo

Leia mais

Montevidéu, 22 de abril de 2010. En Montevideo, a 22 de abril de 2010

Montevidéu, 22 de abril de 2010. En Montevideo, a 22 de abril de 2010 MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE GOVERNOS E ASSOCIAÇÕES DE GOVERNOS REGIONAIS DA REDE DE GOVERNOS REGIONAIS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL (nrg4sd) ONDE SE ESTABELECE UM PROGRAMA DE COOPERAÇÃO MULTILATERAL

Leia mais

Código de Ética e Conduta do grupo Invepar

Código de Ética e Conduta do grupo Invepar Código de Ética e Conduta do grupo Invepar Edição: agosto/2014 1 ÍNDICE Visão, Missão e Valores 6 Fornecedores e prestadores de serviço 14 Objetivos 7 Brindes, presentes e entretenimento 15 Princípios

Leia mais

No 2013, mais de 70 membros

No 2013, mais de 70 membros Qué ofrece RedAmérica a sus miembros: Al ingresar como miembro de RedEAmérica, las organizaciones acceden a un conjunto de beneficios, entre ellos: Un marco conceptual y una serie de herramientas para

Leia mais

La República Argentina y la República Federativa del Brasil, en adelante, las Partes;

La República Argentina y la República Federativa del Brasil, en adelante, las Partes; Protocolo Adicional al Acuerdo de Cooperación para el Desarrollo y la Aplicación de los Usos Pacíficos de la Energía Nuclear en Materia de Reactores, Combustibles Nucleares, Suministro de Radioisótopos

Leia mais

Políticas de Gobierno Corporativo y Código de Ética. Políticas de Governança Corporativa e Código de Ética.

Políticas de Gobierno Corporativo y Código de Ética. Políticas de Governança Corporativa e Código de Ética. %#&!# '!(!"!# $"#!!"!# )*+,-.) /*0/1231./ 45.0,-)0./2,6-)0/ 5.0,-0.7,62,0/.6 Políticas de Gobierno Corporativo y Código de Ética. Políticas de Governança Corporativa e Código de Ética. 1 2 Políticas de

Leia mais

Índice. Missão, Visão, Valores e Princípios Objetivo Aplicabilidade Organização Interna Relacionamento Externo

Índice. Missão, Visão, Valores e Princípios Objetivo Aplicabilidade Organização Interna Relacionamento Externo Código de Conduta Índice Missão, Visão, Valores e Princípios Objetivo Aplicabilidade Organização Interna Relacionamento Externo 3 4 5 6 9 Missão, Visão, Valores e Princípios Missão Visão Princípios Valores

Leia mais

Pisani Plásticos BR 116 - Km 146,3 - Nº 15.602 - C.P. 956-95059-520 - Caxias do Sul - RS - Brasil Fone: 55 54 2101.8700 - Fax: 55 54 2101.

Pisani Plásticos BR 116 - Km 146,3 - Nº 15.602 - C.P. 956-95059-520 - Caxias do Sul - RS - Brasil Fone: 55 54 2101.8700 - Fax: 55 54 2101. Pisani Plásticos BR 116 - Km 146,3 - Nº 15.602 - C.P. 956-95059-520 - Caxias do Sul - RS - Brasil Fone: 55 54 2101.8700 - Fax: 55 54 2101.8743 FILIAIS: Pindamonhangaba - SP e Recife - PE www.pisani.com.br

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA G UPO

CÓDIGO DE ÉTICA G UPO CÓDIGO DE ÉTICA G UPO 1 Sumário APRESENTAÇÃO... 2 1. APLICABILIDADE... 3 ESCLARECIMENTOS... 3 O COMITÊ DE ÉTICA... 3 ATRIBUIÇÕES DO COMITÊ... 3,4 2. ASSUNTOS INTERNOS... 4 OUVIDORIA... 4 PRECONCEITO...

Leia mais

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação NORMAS DE CONDUTA Apresentação Adequando-se às melhores práticas de Governança Corporativa, a TITO está definindo e formalizando as suas normas de conduta ( Normas ). Estas estabelecem as relações, comportamentos

Leia mais

FUNDAÇÃO CONSELHO ESPANHA BRASIL

FUNDAÇÃO CONSELHO ESPANHA BRASIL FUNDAÇÃO CONSELHO ESPANHA BRASIL UN SELLO DE CALIDAD EN LAS RELACIONES BILATERALES FUNDAÇÃO CONSELHO ESPANHA BRASIL UM SELO DE QUALIDADE NAS RELAÇÕES BILATERAIS FUNDAÇÃO CONSELHO ESPANHA BRASIL diseño

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social Protocolo entre o, Ciência e Tecnologia da República Argentina e o de Educação da República Federativa do Brasil para a promoção do ensino do Espanhol e do Português como segundas línguas O, Ciência e

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA SISTEMA FIERGS

CÓDIGO DE ÉTICA SISTEMA FIERGS CÓDIGO DE ÉTICA SISTEMA FIERGS CÓDIGO DE ÉTICA SISTEMA FIERGS Sumário 1. Objetivo...7 2. Entidades...9 2.1. Missão... 10 2.2. Visão... 11 2.3. Valores e Princípios... 12 3. Abrangência... 15 3.1 Aplicação...

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA GALP ENERGIA

CÓDIGO DE ÉTICA GALP ENERGIA CÓDIGO DE ÉTICA GALP ENERGIA 1. Introdução A materialização da Missão, Visão e Valores de uma Empresa traduz-se na actuação quotidiana dos seus colaboradores, de acordo com práticas éticas consensuais

Leia mais

Identidade Organizacional. Prezado,

Identidade Organizacional. Prezado, Prezado, Apresentamos a todos os colaboradores, o Código de Conduta da Bolt Transportes, que foi minuciosamente elaborado de acordo com os valores que acreditamos ser essenciais para o um bom relacionamento

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA

CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA Para a QUAY, o Código de Ética e Conduta evidencia o propósito da empresa de buscar o constante aperfeiçoamento de seus valores, respeitando a

Leia mais

Aliança do Brasil. É assim que a gente faz. Código de Conduta Ética

Aliança do Brasil. É assim que a gente faz. Código de Conduta Ética Aliança do Brasil. É assim que a gente faz. Código de Conduta Ética SUMÁRIO CONCEITO OBJETIVO ABRANGÊNCIA PRINCÍPIOS DE RELACIONAMENTOS CONFLITOS DE INTERESSE CONFIDENCIALIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESERVAÇÃO

Leia mais

internacional MBA hispano-luso

internacional MBA hispano-luso internacional MBA hispano-luso MBA, sello de calidad Un MBA es el programa más cursado en todo el mundo, y goza del mayor r e c o n o c i m i e n t o y p r e s t i g i o internacional. Ofrece las mejores

Leia mais

Écom muito prazer que divulgo nosso Código de Ética e Conduta.

Écom muito prazer que divulgo nosso Código de Ética e Conduta. Código de Ética e Conduta Carta do Presidente Écom muito prazer que divulgo nosso Código de Ética e Conduta. Procuramos refletir todos os princípios éticos e padrões de conduta emanados pela nossa fundadora

Leia mais

CONVENIO ACADÉMICO INTERNACIONAL CONVÊNIO ACADÊMICO INTERNACIONAL

CONVENIO ACADÉMICO INTERNACIONAL CONVÊNIO ACADÊMICO INTERNACIONAL I UNIVERSIOAO EUROPEA MIGUEL OE C:ERVANTES CONVENIO ACADÉMICO INTERNACIONAL CONVÊNIO ACADÊMICO INTERNACIONAL Convenio que celebran Ia UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL, EN BRASIL Y Ia UNIVERSIDAD EUROPEA

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA CELULOSE NIPO-BRASILEIRA S.A. - CENIBRA

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA CELULOSE NIPO-BRASILEIRA S.A. - CENIBRA CELULOSE NIPO-BRASILEIRA S.A. - CENIBRA Belo Oriente, 24 de julho de 2014. A todos os empregados e parceiros, Ao elaborar este Código de Conduta Ética, a CENIBRA reafirma o seu compromisso público com

Leia mais

PROCESSOS DECISÓRIOS RELATIVOS AOS CUIDADOS DE SAÚDE

PROCESSOS DECISÓRIOS RELATIVOS AOS CUIDADOS DE SAÚDE PARTICIPAÇÃO DO ADOLESCENTE NOS PROCESSOS DECISÓRIOS RELATIVOS AOS CUIDADOS DE SAÚDE Prof. Dr. Gustavo Pereira Leite Ribeiro gustavoleiteribeiro@gmail.com Sumário da exposição: I. Quem é adolescente? II.

Leia mais

Código de Conduta. Diretrizes e Padrões de Integridade e Transparência

Código de Conduta. Diretrizes e Padrões de Integridade e Transparência Código de Conduta Diretrizes e Padrões de Integridade e Transparência Sumário Carta da Presidência 3 1. Introdução 2. Implementação deste Código de Conduta 3. Cumprimento deste Código de Conduta 4. Reporte

Leia mais

Código de Ética AccessBrasil 1

Código de Ética AccessBrasil 1 Código de Ética AccessBrasil 1 Sumário 01. Objetivos 02. Estrutura Operacional e Fluxo de Informações 03. Missão e Valores 04. Relações com Fornecedores 05. Relações com Clientes e Consumidores 06. Negociações

Leia mais

Os Princípios Éticos e o Código de Conduta compõem o Código de Ética do IRB-Brasil Re.

Os Princípios Éticos e o Código de Conduta compõem o Código de Ética do IRB-Brasil Re. 1. Código de Ética 1.1. Introdução Os Princípios Éticos e o Código de Conduta compõem o Código de Ética do IRB-Brasil Re. O IRB-Brasil Re valoriza a reflexão ética como forma de aprimorar comportamentos

Leia mais

PROCEDIMENTOS E CONTROLES INTERNOS

PROCEDIMENTOS E CONTROLES INTERNOS AGI.01 1ª 1 / 7 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. INTRODUÇÃO... 2 3. ABRANGÊNCIA E APLICABILIDADE... 2 4. PRINCÍPIOS GERAIS... 2 5. COLABORADORES... 3 A Conduta Pessoal e Profissional... 3 B Condutas não Aceitáveis...

Leia mais

Freixinho & Raizman a d v o g a d o s

Freixinho & Raizman a d v o g a d o s Freixinho & Raizman a d v o g a d o s www.freixinho.adv.br Freixinho & Raizman a d v o g a d o s Freixinho & Raizman a d v o g a d o s A Empresa Freixinho e Raizman Advogados tem o objetivo de prover

Leia mais

CONVENIO DE COOPERACIÓN ENTRE LA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO Y LA UNIVERSIDAD NACIONAL AGRARIA LA MOLINA

CONVENIO DE COOPERACIÓN ENTRE LA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO Y LA UNIVERSIDAD NACIONAL AGRARIA LA MOLINA CONVENIO DE COOPERACIÓN ENTRE LA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO Y LA UNIVERSIDAD NACIONAL AGRARIA LA MOLINA La UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO, Brasil, autarquía federal, vinculada al

Leia mais

Código de ética e Conduta

Código de ética e Conduta DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS GlobalPET Reciclagem S.A Agosto /2014 Código de ética e Conduta Sumário 1. Introdução 2. Objetivos 3. Código de Conduta 4. Código de Ética 5. Valores éticos 6. Princípios

Leia mais

El rol de la Contraloría General de la República y las auditorías internas en el fortalecimiento del sistema de control interno en Costa Rica

El rol de la Contraloría General de la República y las auditorías internas en el fortalecimiento del sistema de control interno en Costa Rica El rol de la Contraloría General de la República y las auditorías internas en el fortalecimiento del sistema de control interno en Costa Rica Jennifer Isabel Arroyo Chacón Introducción El control interno

Leia mais

Engenharia e Consultoria CÓDIGO DE ÉTICA

Engenharia e Consultoria CÓDIGO DE ÉTICA CÓDIGO DE ÉTICA SUMÁRIO APRESENTAÇÃO COLABORADORES Princípios éticos funcionais Emprego e Ambiente de trabalho Conflito de interesses Segredos e informações comerciais SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE

Leia mais

C Da Nome D Empr PRO idade epar ta esa tamen T OC to OL O DE ENTRE GA Estado RG A C ssina ar go tur a CÓDIGO DE ÉTICA

C Da Nome D Empr PRO idade epar ta esa tamen T OC to OL O DE ENTRE GA Estado RG A C ssina ar go tur a CÓDIGO DE ÉTICA CÓDIGO DE ÉTICA Prezados, O Código de Ética apresenta os princípios éticos que devem orientar as decisões e a conduta dos funcionários do Ultra e parceiros da companhia. Além de expressar os compromissos

Leia mais

LFS Relatório de Trabalho

LFS Relatório de Trabalho LFS Relatório de Trabalho Trinkgut aumenta a produtividade e a transparência no armazém Trinkgut aumenta la productividad y la transparencia en su almacén Sistemas de Software para logística de armazém

Leia mais

NOSSA VIDA É FACILITAR A SUA.

NOSSA VIDA É FACILITAR A SUA. NOSSA VIDA É FACILITAR A SUA. SUMÁRIO Carta do Diretor / Conselho de Administração... 03 Diretrizes... 04 Introdução... 05 Missão e Visão... 06 Valores... 07 Princípios e Condutas... 08 Comitê de Conduta

Leia mais

Código. de Conduta do Fornecedor

Código. de Conduta do Fornecedor Código de Conduta do Fornecedor 03/2014 Índice 1. Considerações... 03 2. Decisões... 04 3. Diretrizes... 05 3.1. Quanto à Integridade nos Negócios... 05 3.2. Quanto aos Direitos Humanos Universais... 06

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DO BANCO DA AMAZÔNIA

CÓDIGO DE ÉTICA DO BANCO DA AMAZÔNIA CÓDIGO DE ÉTICA DO BANCO DA AMAZÔNIA APRESENTAÇÃO O Banco da Amazônia S.A., consciente da importância da ética nas relações com a comunidade em que atua, divulga este Código de Ética, que contém os padrões

Leia mais

Oficina 1.1. Direito à memória, à verdade e à justiça

Oficina 1.1. Direito à memória, à verdade e à justiça Oficina 1.1. Direito à memória, à verdade e à justiça 1.Que os Estados partes fortaleçam o Instituto de Políticas Públicas de Direitos Humanos do Mercosul - IPPDDHHM por meio da destinação de recursos

Leia mais

Vídeo Documentação do LFS 400

Vídeo Documentação do LFS 400 Vídeo Documentação do LFS 400 A video documentação permanente para uma melhor segurança no seu armazém Una documentación con videocámara completa para la máxima seguridad en el almacén Sistemas de Software

Leia mais

BASES DE PARTICIPACIÓN

BASES DE PARTICIPACIÓN BASES DE PARTICIPACIÓN La novena edición de la BAIXADA ANIMADA - MUESTRA IBEROAMERICANA DE CINE DE ANIMACIÓN, es una realización de BENGUELA PRODUÇÕES E EVENTOS CULTURAIS LTDA. La Muestra se sucederá en

Leia mais

A Defesa dos Direitos das Pessoas com Transtorno Mental e o Ministério Público

A Defesa dos Direitos das Pessoas com Transtorno Mental e o Ministério Público A Defesa dos Direitos das Pessoas com Transtorno Mental e o Ministério Público Bruno Alexander Vieira Soares Promotor de Justiça de Defesa da Saúde/BH Coordenador da Coordenadoria de Defesa das Pessoas

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética MENSAGEM DA DIRETORIA A todos os dirigentes e empregados A Companhia de Seguros Aliança do Brasil acredita no Respeito aos princípios éticos e à transparência de conduta com as

Leia mais

Directivas AMN, Parte 1. Diretivas AMN, Parte 1. Procedimiento para elaboración de Normas MERCOSUR. Procedimento para elaboração de Normas MERCOSUL

Directivas AMN, Parte 1. Diretivas AMN, Parte 1. Procedimiento para elaboración de Normas MERCOSUR. Procedimento para elaboração de Normas MERCOSUL ASOCIACIÓN MERCOSUR DE NORMALIZACIÓN Directivas AMN, Parte 1 Diretivas AMN, Parte 1 Procedimiento para elaboración de Normas MERCOSUR Procedimento para elaboração de Normas MERCOSUL Primera edición, 2007/

Leia mais

Introdução: Código de Conduta Corporativa

Introdução: Código de Conduta Corporativa Transporte Excelsior Ltda Código de Conduta Corporativa Introdução: A Transporte Excelsior através desse Código Corporativo de Conduta busca alinhar e apoiar o cumprimento de nossa Missão, Visão e Valores,

Leia mais

Manual de Identidade Visual Fiat Manual de Identidad Visual Fiat

Manual de Identidade Visual Fiat Manual de Identidad Visual Fiat Manual de Identidade Visual Fiat Manual de Identidad Visual Fiat Elementos Básicos Elementos Básicos Identidade de Comunicação ATL Identidad de Comunicación ATL Papelaria Corporativa Papelería Corporativa

Leia mais

Código de Conduta Corporativa

Código de Conduta Corporativa Código de Conduta Corporativa Código de Conduta Corporativa 04 Introdução 05 Objetivo 06 Razão de Ser 07 Princípios de Comportamento 16 Confidencialidade 18 Relacionamentos 23 Gestão do Código de Conduta

Leia mais

Apresentação...4. Glossário...5. Princípios Éticos Suzano...6. Governança Corporativa...6. Integridade...7. Igualdade...9. Transparência...

Apresentação...4. Glossário...5. Princípios Éticos Suzano...6. Governança Corporativa...6. Integridade...7. Igualdade...9. Transparência... Índice Apresentação...4 Glossário...5 Princípios Éticos Suzano...6 Governança Corporativa...6 Integridade...7 Igualdade...9 Transparência...10 Desenvolvimento Sustentável...10 Valorização Profissional...11

Leia mais

INTEGRACIÓN DE LA CADENA DE VALOR INTEGRAÇÃO DA CADEIA DE VALOR

INTEGRACIÓN DE LA CADENA DE VALOR INTEGRAÇÃO DA CADEIA DE VALOR GAMA DE PRODUTOS LACTICÍNIOS O mercado dos produtos lácteos tem sido caracterizado por um grande dinamismo, apresentando grandes inovações. Os consumidores estão cada vez mais exigentes e apreciam sempre

Leia mais

Ética A GUARDIAN disponibiliza o presente Código de Conduta a todos os colaboradores, Clientes, Fornecedores e Parceiros.

Ética A GUARDIAN disponibiliza o presente Código de Conduta a todos os colaboradores, Clientes, Fornecedores e Parceiros. Âmbito de aplicação O presente Código de Conduta aplica-se a toda a estrutura GUARDIAN Sociedade de Mediação de Seguros, Lda., seguidamente designada por GUARDIAN, sem prejuízo das disposições legais ou

Leia mais

Aprender a crescer em ambientes turbulentos. Prof. Dr. Klaus North

Aprender a crescer em ambientes turbulentos. Prof. Dr. Klaus North A PME dinamica Aprender a crescer em ambientes turbulentos Prof. Dr. Klaus North Wiesbaden Business School, Alemanha Hochschule RheinMain O DESAFIO : manter vantagens competitivas em ambientes turbulentos

Leia mais

Nossos. Princípios. de Atuação

Nossos. Princípios. de Atuação Nossos Princípios de Atuação O cumprimento de nossos Princípios de Atuação nos ajuda a tomar decisões e atuar com integridade e profissionalismo. CARTA DO PRESIDENTE O Grupo Telefônica passou por mudanças

Leia mais

LATAM Airlines Group S.A. Companhia Estrangeira CVM nº 80128 CNPJ nº 33.937.681/0001-78 Avenida Presidente Riesco nº 5711, 20º andar Santiago, Chile

LATAM Airlines Group S.A. Companhia Estrangeira CVM nº 80128 CNPJ nº 33.937.681/0001-78 Avenida Presidente Riesco nº 5711, 20º andar Santiago, Chile LATAM Airlines Group S.A. Companhia Estrangeira CVM nº 80128 CNPJ nº 33.937.681/0001-78 Avenida Presidente Riesco nº 5711, 20º andar Santiago, Chile FATO RELEVANTE A LATAM Airlines Group S.A. ( LATAM Airlines

Leia mais

TECNOLOGIA. EXPERIÊNCIA. RIGOR. TECNOLOGÍA. EXPERIENCIA. RIGOR. CONCEITO, NEGÓCIOS PARA O FUTURO. CONCEITO, NEGOCIOS PARA EL FUTURO.

TECNOLOGIA. EXPERIÊNCIA. RIGOR. TECNOLOGÍA. EXPERIENCIA. RIGOR. CONCEITO, NEGÓCIOS PARA O FUTURO. CONCEITO, NEGOCIOS PARA EL FUTURO. TECNOLOGIA. EXPERIÊNCIA. RIGOR. TECNOLOGÍA. EXPERIENCIA. RIGOR. CONCEITO, NEGÓCIOS PARA O FUTURO. CONCEITO, NEGOCIOS PARA EL FUTURO. Nestes 30 anos, a Conceito fortaleceu relações de confiança com os seus

Leia mais

PIGMENTOS COLORIDOS ENERGIZED BY

PIGMENTOS COLORIDOS ENERGIZED BY PIGMENTOS COLORIDOS ENERGIZED BY Pigmentos inorgânicos de óxido de ferro e cromo para a construção civil. Pigmentos inorgánicos de óxido de hierro y cromo para la construcción civil. BAYFERROX E COLORTHERM

Leia mais

Monitoreo Continuo Auditoria Contínua y a Distancia

Monitoreo Continuo Auditoria Contínua y a Distancia Monitoreo Continuo Auditoria Contínua y a Distancia Luis Pires Gerente de Auditoria e Compliance Camargo Correa Luis Pires Minibiografía Con más de 25 años de experiencia en Auditoria Interna y Externa,

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA Diretrizes e Normas para Integridade e Transparência

CÓDIGO DE CONDUTA Diretrizes e Normas para Integridade e Transparência CÓDIGO DE CONDUTA Diretrizes e Normas para Integridade e Transparência ÍNDICE Carta do Presidente 3 1. Introdução 4 2. Aplicação do Código de Conduta 5 3. Aplicação do Código de Conduta 6 4. Comunicação

Leia mais

I. CÓDIGO DE ÉTICA. 1. Âmbito de Aplicação

I. CÓDIGO DE ÉTICA. 1. Âmbito de Aplicação I. CÓDIGO DE ÉTICA 1. Âmbito de Aplicação O presente Código de Ética define os princípios e as regras a observar pela N Seguros, S.A. sem prejuízo de outras disposições legais ou regulamentares aplicáveis

Leia mais

Código de Ética e de Conduta

Código de Ética e de Conduta visa dar a conhecer de forma inequívoca aos colaboradores, clientes, entidades públicas, fornecedores e, de uma forma geral, a toda a comunidade os valores preconizados, vividos e exigidos pela empresa,

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DA BB PREVIDÊNCIA FUNDO DE PENSÃO BANCO DO BRASIL INTRODUÇÃO

CÓDIGO DE ÉTICA DA BB PREVIDÊNCIA FUNDO DE PENSÃO BANCO DO BRASIL INTRODUÇÃO CÓDIGO DE ÉTICA DA BB PREVIDÊNCIA FUNDO DE PENSÃO BANCO DO BRASIL INTRODUÇÃO Este Código de Ética é público e reúne diretrizes que norteiam o comportamento dos Conselheiros, Dirigentes e Colaboradores

Leia mais

PRISMA EDIFICAÇÕES E ENGENHARIA

PRISMA EDIFICAÇÕES E ENGENHARIA PRISMA EDIFICAÇÕES E ENGENHARIA 2 Código de Conduta Prisma Edificações e Engenharia I - O que é o Código de Conduta da Prisma Edificações e Engenharia? O Código de Conduta da Prisma é um instrumento criado

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA Código de 1. O CÓDIGO 1.1 PRINCÍPIOS ÉTICOS: 1.1.1. Os dirigentes e os empregados da Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais PRODEMGE pautam suas ações no

Leia mais

SOLICITUD DE PENSION DE SOBREVIVENCIA / SOLICITAÇÃO DE PENSÃO DE SOBREVIVENCIA

SOLICITUD DE PENSION DE SOBREVIVENCIA / SOLICITAÇÃO DE PENSÃO DE SOBREVIVENCIA CONVENIO DE SEGURIDAD SOCIAL ENTRE LA REPUBLICA DE CHILE Y LA REPUBLICA FEDERATIVA DEL BRASIL RCH / BRASIL 3B ACORDO DE SEGURIDADE SOCIAL ENTRE A REPÚBLICA DE CHILE E A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL SOLICITUD

Leia mais

TRABALHANDO JUNTOS PARA O DESENVOLVIMENTO DA INDÚSTRIA TRABAJANDO JUNTOS PARA EL DESENVOLVIMIENTO DE LA INDUSTRIA

TRABALHANDO JUNTOS PARA O DESENVOLVIMENTO DA INDÚSTRIA TRABAJANDO JUNTOS PARA EL DESENVOLVIMIENTO DE LA INDUSTRIA TRABALHANDO JUNTOS PARA O DESENVOLVIMENTO DA INDÚSTRIA TRABAJANDO JUNTOS PARA EL DESENVOLVIMIENTO DE LA INDUSTRIA AS SOLUÇÕES ARTICULADAS DO SISTEMA FIERO, POR MEIO DO SESI E SENAI, FORAM ESPECIALMENTE

Leia mais

Não existe sucesso ou felicidade sem o exercício pleno da cidadania e da ética global.

Não existe sucesso ou felicidade sem o exercício pleno da cidadania e da ética global. Código de Ética C 2 O conteúdo deste documento é destinado apenas a visualização, sendo expressamente proibido o uso não autorizado, reprodução, cópia, distribuição, publicação ou modificação por terceiros

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA 1ª Edição Fevereiro 2013

CÓDIGO DE ÉTICA 1ª Edição Fevereiro 2013 CÓDIGO DE ÉTICA 1ª Edição Fevereiro 2013 Se surgirem dúvidas sobre a prática dos princípios éticos ou desvios de condutas, não hesite em contatar o seu superior ou o Comitê de Ética. SUMÁRIO O CÓDIGO DE

Leia mais

Políticas Corporativas. Código Interno de Ética

Políticas Corporativas. Código Interno de Ética Políticas Corporativas Versão: Janeiro de 2014 Área: Risco e Compliance Responsável: Leonardo Tavares Pereira Objetivo : Este Código tem por objetivo estabelecer os princípios, conceitos e valores que

Leia mais

Código de Conduta. (versão 01)

Código de Conduta. (versão 01) Código de Conduta (versão 01) Índice 1. Introdução 3 1.1 Objecto 3 1.2 Âmbito de aplicação 3 1.3 Aprovação e entrada em vigor 3 2. Os Nossos Valores 4 3. Código de Conduta 5 3.1 Relações Com e entre os

Leia mais

Código de Conduta Ética Setorial do Profissional de Compras - Organização Bradesco

Código de Conduta Ética Setorial do Profissional de Compras - Organização Bradesco Código de Conduta Ética Setorial do Profissional de Compras - Organização Bradesco Caros Colaboradores, A Organização Bradesco busca constantemente os mais altos padrões de comportamento ético e está comprometida

Leia mais

BRASÍLIA DF IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO POR COMPETÊNCIA RESUMO

BRASÍLIA DF IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO POR COMPETÊNCIA RESUMO BRASÍLIA DF 2010 IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO POR COMPETÊNCIA RESUMO O processo de formação de pessoas é bastante complexo e difícil, pois normalmente os Lideres responsáveis pela transmissão do conhecimento,

Leia mais

POLÍTICA CORPORATIVA Código PC.00.001. PRESIDÊNCIA Revisão 00

POLÍTICA CORPORATIVA Código PC.00.001. PRESIDÊNCIA Revisão 00 Páginas 1/8 1. OBJETIVO O Código de Ética é um conjunto de diretrizes e regras de atuação, que define como os empregados e contratados da AQCES devem agir em diferentes situações no que diz respeito à

Leia mais

32 explican como un enfrentamiento de raíces étnicas entre árabes y africanos, la realidad 33 es más compleja. 34 Hay que tener en cuenta el

32 explican como un enfrentamiento de raíces étnicas entre árabes y africanos, la realidad 33 es más compleja. 34 Hay que tener en cuenta el Cambio climático 1 En el año 2007 el cambio climático logró por fin situarse en la agenda política global 2 como uno de los grandes problemas que afronta la humanidad. Así lo reflejaron las 3 conclusiones

Leia mais

Este Código de Conduta Ética foi impresso em papel couché, com tiragem de 1500 exemplares, em português.

Este Código de Conduta Ética foi impresso em papel couché, com tiragem de 1500 exemplares, em português. Este Código de Conduta Ética foi impresso em papel couché, com tiragem de 1500 exemplares, em português. Esta publicação é distribuída para os colaboradores da Recuperadora Sales Gama Ltda e seu público

Leia mais

Código de Ética e Conduta Empresarial

Código de Ética e Conduta Empresarial Código de Ética e Conduta Empresarial Índice 1. Introdução 2. Guia para o uso do Código de Conduta e Ética - O que é o Código? - Onde se aplica o Código? - Onde se pode ser encontrado o Código? - O Código

Leia mais

Em quanto tempo o investimento em geoprocessamento retorna para uma empresa ou órgão público?

Em quanto tempo o investimento em geoprocessamento retorna para uma empresa ou órgão público? Em quanto tempo o investimento em geoprocessamento retorna para uma empresa ou órgão público? Cual es período de retorno de una inversión en geoprocesamento por parte de una administración pública? Xavier

Leia mais

REGULAMENTO REGLAMENTO CAMPEONATO IBÉRICO DE CICLISMO MASTER

REGULAMENTO REGLAMENTO CAMPEONATO IBÉRICO DE CICLISMO MASTER REGULAMENTO REGLAMENTO CAMPEONATO IBÉRICO DE CICLISMO MASTER ÉPOCA 2015 FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE CICLISMO * ASSOCIAÇÃO DE CICLISMO VILA REAL *REAL FEDERACION ESPAÑOLA DE CICLISMO Primeiro O Campeonato Ibérico

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIAL Laboratório Weinmann Ltda.

CÓDIGO DE ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIAL Laboratório Weinmann Ltda. CÓDIGO DE ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIAL Laboratório Weinmann Ltda. 1 Objetivo Descrever e comunicar os princípios que norteiam o relacionamento do Laboratório Weinmann Ltda. com as suas partes interessadas

Leia mais

PRESENTACIÓN MESA REDONDA SOBRE INFRAESTRUCTURAS SANITARIAS E-HEALTH EN BRASIL MADRID, 14 DICIEMBRE 2011 PRESENTACIÓN

PRESENTACIÓN MESA REDONDA SOBRE INFRAESTRUCTURAS SANITARIAS E-HEALTH EN BRASIL MADRID, 14 DICIEMBRE 2011 PRESENTACIÓN PRESENTACIÓN MESA REDONDA SOBRE INFRAESTRUCTURAS SANITARIAS E-HEALTH EN BRASIL MADRID, 14 DICIEMBRE 2011 PRESENTACIÓN PONENTE: D. EDUARD RIUS - DIRECTOR DE SERVICIOS HOSPITALARIOS ACCIONA INSTITUTO ESPAÑOL

Leia mais

REGULAMENTO DE ÉTICA DA ANSR

REGULAMENTO DE ÉTICA DA ANSR REGULAMENTO DE ÉTICA DA ANSR Oeiras, Agosto de 2010 Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária Regulamento interno de ética e boas práticas Introdução O presente regulamento de ética e deontologia elaborado

Leia mais

SUMÁRIO GESTÃO DEMOCRÁTICA DA EDUCAÇÃO: UM OLHAR A PARTIR DA ADMINISTRAÇÃO... 2

SUMÁRIO GESTÃO DEMOCRÁTICA DA EDUCAÇÃO: UM OLHAR A PARTIR DA ADMINISTRAÇÃO... 2 SUMÁRIO GESTÃO DEMOCRÁTICA DA EDUCAÇÃO: UM OLHAR A PARTIR DA ADMINISTRAÇÃO... 2 A IMPORTÂNCIA DO CONTEXTO GEOECONÔMICO DE FAMÍLIAS EM SITUAÇÃO DE POBREZA PARA A GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA-FAMÍLIA... 3 QUÉ

Leia mais

FACULDADE DE LETRAS UNIVERSIDADE DO PORTO

FACULDADE DE LETRAS UNIVERSIDADE DO PORTO FACULDADE DE LETRAS UNIVERSIDADE DO PORTO SEMINÁRIO DE INVESTIGAÇÃO EM MUSEOLOGIA DOS PAÍSES DE LÌNGUA PORTUGUESA E ESPANHOLA SEMINARIO DE INVESTIGACIÓN EN MUSEOLOGÍA DE LOS PAÍSES DE HABLA PORTUGUESA

Leia mais

A Empresa. La Compañía

A Empresa. La Compañía A Empresa Freixinho Advogados tem o objetivo de prover assessoramento completo para pessoas físicas e jurídicas em questões de Direito Penal e Processo Penal. Para oferecer serviços de excelência a seus

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA COMPAÑÍA ESPAÑOLA DE PETRÓLEOS, S.A.U. (CEPSA) E DO SEU GRUPO DE EMPRESAS

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA COMPAÑÍA ESPAÑOLA DE PETRÓLEOS, S.A.U. (CEPSA) E DO SEU GRUPO DE EMPRESAS CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA COMPAÑÍA ESPAÑOLA DE PETRÓLEOS, S.A.U. (CEPSA) E DO SEU GRUPO DE EMPRESAS ÍNDICE CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA COMPAÑÍA ESPAÑOLA DE PETRÓLEOS, S.A.U. (CEPSA) E DO SEU GRUPO

Leia mais

O Santander Brasil manterá seus acionistas e o mercado em geral informados acerca de quaisquer novos fatos relevantes atinentes à Operação.

O Santander Brasil manterá seus acionistas e o mercado em geral informados acerca de quaisquer novos fatos relevantes atinentes à Operação. BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A. C.N.P.J. nº 90.400.888/0001-42 Companhia Aberta de Capital Autorizado NIRE 35.300.332.067 FATO RELEVANTE BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A. ( Santander Brasil ), em atendimento

Leia mais

5 / LAS ASOCIACIONES PÚBLICO-PRIVADAS

5 / LAS ASOCIACIONES PÚBLICO-PRIVADAS 5 / LAS ASOCIACIONES PÚBLICO-PRIVADAS LAS ASOCIACIONES PÚBLICO-PRIVADAS - Globalización - Neoliberalismo - Plan Estratégico - APP - El Estado asume la mayoría del riesgo, el sector privado toma la mayoría

Leia mais

1001 PALAVRAS 1001 DEBATES - CLUBE DE LEITURA/CULTURA EM LÍNGUA PORTUGUESA-

1001 PALAVRAS 1001 DEBATES - CLUBE DE LEITURA/CULTURA EM LÍNGUA PORTUGUESA- 1001 PALAVRAS 1001 DEBATES - CLUBE DE LEITURA/CULTURA EM LÍNGUA PORTUGUESA- 1. APRESENTAÇÃO 2. OBJECTIVOS 3. METODOLOGIA 4. PÚBLICO 5. LOCAL 6. CALENDÁRIO 1. Apresentação O Clube 1001 Palavras 1001 Debates

Leia mais

Código de Ética. Âmbito de aplicação

Código de Ética. Âmbito de aplicação Código de Ética Âmbito de aplicação O Código de Ética agora publicado busca orientar as ações da Energias do Brasil S.A. e de suas Controladas ( Energias do Brasil ) cujo âmbito de aplicação considera

Leia mais

MENSAGEM DO PRESIDENTE

MENSAGEM DO PRESIDENTE Ética para viver Ética para viver MENSAGEM DO PRESIDENTE Caro colaborador, A Bandeirante possui missão, visão e valores definidos. Eles estão discriminados em um documento amplamente difundido dentro e

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA Por estar inserida em uma sociedade, a Interact Solutions preza por padrões de conduta ética em suas atividades, quando se relaciona com clientes, fornecedores, canais de distribuição,

Leia mais

Índice. Ética no Grupo --------------------------------------------------------------------------------- 3

Índice. Ética no Grupo --------------------------------------------------------------------------------- 3 Índice Ética no Grupo --------------------------------------------------------------------------------- 3 Código de Ética ---------------------------------------------------------------------- 4 Conduta

Leia mais

El desempeño de las cuentas públicas participativas en Chile como mecanismo de participación ciudadana

El desempeño de las cuentas públicas participativas en Chile como mecanismo de participación ciudadana El desempeño de las cuentas públicas participativas en Chile como mecanismo de participación ciudadana 1 Rafael Araya Bugueño Introducción El Programa de Naciones Unidas para el Desarrollo (PNUD) propuso

Leia mais

Código de Conduta. Conduta Empresarial Excelência na Administração. Relações do Trabalho

Código de Conduta. Conduta Empresarial Excelência na Administração. Relações do Trabalho A primeira frase deste documento sintetiza os objetivos desse trabalho, quando abrimos o tema Conduta Empresarial. Está lá: Mantemos a Governança Corporativa da Seguros Unimed alinhada com as boas práticas

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA 23 de julho de 2015 ÍNDICE Pág. Introdução... 3 Objetivos... 3 Princípios gerais de atuação... 4 Princípios específicos de atuação... 7 Mecanismos de desenvolvimento,

Leia mais