CAPÍTULO 8- FUNDAMENTOS DE FÍSICA: HALLIDAY & RESNICK-JEARL WALKER- ENERGIA, CONSEVAÇÃO DE ENERGIA- VOL 1 E FORMULÁRIO BÁSICO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CAPÍTULO 8- FUNDAMENTOS DE FÍSICA: HALLIDAY & RESNICK-JEARL WALKER- ENERGIA, CONSEVAÇÃO DE ENERGIA- VOL 1 E FORMULÁRIO BÁSICO"

Transcrição

1 CAPÍTULO 8- FUNDAMENTOS DE FÍSICA: HALLIDAY & RESNICK-JEARL WALKER- ENERGIA, CONSEVAÇÃO DE ENERGIA- VOL 1 E FORMULÁRIO BÁSICO Leis de Newton Força Resultante 1ª Lei de Newton Um corpo em movimento tende a permanecer em movimento e um corpo em repouso tende a permanecer em repouso. 2ª Lei de Newton 2ª Lei de Newton vetorial 3ª Lei de Newton Força Peso Peso de um corpo Força de Atrito Força de atrito estático Força de atrito dinâmico Problema e Exercício do capítulo 8 Halliday & Resnick - Walker Página 1

2 Força Elástica Lei de Hooke Força Centrípeta Força centrípeta Trabalho de um força Trabalho Potência Potência média Potência instantânea Energia Energia cinética Problema e Exercício do capítulo 8 Halliday & Resnick - Walker Página 2

3 Energia potencial gravitacional Energia potencial elástica Energia Mecânica TRABALHO DE UMA FORÇA VARIÁVEL W = F.dr = F.dr = (F x dx + F y dy + F z dz) Problema e Exercício do capítulo 8 Halliday & Resnick - Walker Página 3

4 CAPÍTULO 8 - HALLIDAY Página 196 6) Um pequeno bloco de massa e massa 0,032 k pode deslizar em uma pista sem atrito que forma um loop de raio R = 12 cm. O bloco é liberado a partir do repouso do ponto P, a uma altura h = 5,0 R acima do ponto mais baixo do loop. Qual é o trabalho realizado sobre o bloco pela força gravitacional quando o bloco se desloca do ponto P para (a) o ponto Q e (b) o ponto mais alto do loop?. Se a energia potencial gravitacional do sistema bloco-terra é tomada como zero no ponto mais baixo do loop, qual é a energia potencial quando o bloco se encontra (c) no ponto P, (d) no ponto Q e (e) no ponto mais alto do loop? (f) Se, em vez de ser simplesmente liberado, o bloco recebe uma velocidade inicial para baixo ao longo da pista, as respostas dos itens (a) a (e) aumentam, diminuem ou permanecem constantes? 7) A figura mostra uma haste fina, de comprimento L = 2,00 m e massa desprezível, que pode girar em torno de uma das extremidades para descrever uma circunferência vertical. Uma bola de massa m = 5,00 kg está presa na outra extremidade. A haste é puxada lateralmente até fazer um ângulo θ 0 30,0 com a vertical e liberada com velocidade inicial v 0 = 0. Quando a bola desce até o ponto mais baixo da circunferência, (a) qual o trabalho realizado sobre a bola pela força gravitacional e (b) qual é a variação da energia potencial do sistema bola - Terra? (c) Se a energia potencial gravitacional é tomada como zero no ponto mais baixo da circunferência, qual é seu valor no momento em que a bola é liberada? (d) Os valores das respostas dos itens de (a) a(c) aumentam, diminuem ou permanecem os mesmos se o ângulo θ 0 é aumentado? Problema e Exercício do capítulo 8 Halliday & Resnick - Walker Página 4

5 15) Um caminhão que perdeu os freios quando estava descendo uma ladeira a 130 km/h e o motorista dirigiu o veículo para uma rampa de escape (emergência), sem atrito com uma inclinação de 15. A massa do caminhão é 1, kg. (A) Qual o menor comprimento L da rampa para que a velocidade do caminhão chegue a zero antes do final da rampa? Suponha que o caminhão seja uma partícula e justifique está suposição. O comprimento mínimo L aumenta, diminui ou permanece constante (b) se a massa do caminhão for menor e (c) se a velocidade for maior. As rampas de escape são quase sempre cobertas com uma grossa camada de areia ou cascalho. Por quê? Areia ou cascalho, que se comportam neste caso como um fluido, tem mais atrito que uma pista sólida, ajudando a diminuir mais a distância necessária para parar o veículo. Página ) Um esquiador de 60 kg parte do repouso a uma altura H = 20 m acima da extremidade de uma rampa para saltos de esqui e deixa a rampa fazendo um ângulo θ = 28 (senθ = 0,45 e cosθ = 0,89) com a horizontal. Despreze os efeitos da resistência do ar e suponha que a rampa não tenha atrito. (a) Qual é a altura máxima h do salto em relação à extremidade da rampa? (b) se o esquiador aumentasse o próprio peso colocando uma mochila nas costas, h seria maior, menor ou igual? Problema e Exercício do capítulo 8 Halliday & Resnick - Walker Página 5

6 24) Um bloco de massa m = 2,0 kg é deixado cair de uma altura h = 40 cm sobre uma mola de constante elástica k = 1960 N/m. Determine a variação máxima de comprimento da mola ao ser comprimida. Página ) Um bloco de massa 12 kg é liberado a partir do repouso em um plano inclinado sem atrito de ângulo θ = 30. Abaixo do bloco há uma mola que pode ser comprimida 2,0 cm por uma força de 270 N. O bloco para momentaneamente após comprimir a mola 5,5 cm. (a) Que distância o bloco desce ao longo do plano da posição de repouso inicial até o ponto em que para momentaneamente? (b) Qual é a velocidade do bloco no momento em que entra em contato com a mola? Página ) Um menino está inicialmente sentado no alto de um monte hemisférico de gelo de raio R = 13,8 m. Ele começa deslizar para baixo com uma velocidade inicial tão pequena que pode ser considerada de desprezível. Suponha que o atrito com o gelo seja desprezível. Em que altura o menino pode perder contato com o gelo? Problema e Exercício do capítulo 8 Halliday & Resnick - Walker Página 6

7 PÁGINA ) Um bloco desliza ao longo de uma pista, de um nível para o outro mais elevado, passando por um vale intermediário. A pista não possui atrito até o bloco atingir o nível mais alto, onde uma força de atrito para o bloco depois de percorrer a distância d. O módulo da velocidade inicial do bloco é 6,0 m/s, a diferença de altura h = 1,1 m e μ k = 0,60. Determine o valor de d. 62) Um bloco desliza em uma pista sem atrito até chegar a um trecho de comprimento L = 0,75 cm, que começa a uma altura h = 2,0 m em um rampa de ângulo θ =30. Nesse trecho, o coeficiente de atrito cinético é 0,40. O bloco passa pelo ponto A com velocidade de módulo 8,0 m/s. S e o bloco pode chegar ao ponto B (onde o atrito acaba), qual é sua velocidade neste ponto e, se não pode, qual é a maior altura que atinge acima de A? Página ) Dois picos nevados têm altitudes de 850 m e 750 m em relação ao vale que os separa. Uma pista de esqui vai do alto do monte maior até o alto do monte menor, passando pelo vale. O comprimento total da pista é 3,2 km e a inclinação média é 30 o. (a) Um esquiador parte do repouso no alto do monte maior. Com que velocidade chegará ao alto do monte menor sem se impulsionar com os bastões? Ignore o atrito. (b) Qual deve ser aproximadamente o coeficiente de atrito dinâmico entre a neve e os esquis para que o esquiador pare exatamente no cume do monte mais baixo? Problema e Exercício do capítulo 8 Halliday & Resnick - Walker Página 7

8 Página ) Um pequeno bloco parte do ponto A com uma velocidade de 7,0 m/s. O percurso é sem atrito até chegar o trecho de comprimento L = 12 m, onde o coeficiente de atrito cinético é 0,70. As alturas indicadas são h 1 = 6,0 m e h 2 = 2,0 m. Qual é a velocidade do bloco (a) no ponto B e (b) no ponto C? (c) O bloco atinge o ponto D? Caso a resposta seja afirmativa, determine a velocidade nesse ponto; caso a resposta seja negativa, calcula a distância que o bloco percorre na parte com atrito. EXERCÍCIOS EXTRAS 1) Um bloco de massa igual a 0,5 kg é abandonado, em repouso, 2 m acima de uma mola vertical de comprimento 0,8 m e constante elástica igual a 100 N/m, conforme o diagrama. Calcule o menor comprimento que a mola atingirá. Considere g = 10 m/s 2. RESP: 0,3 m 2) A figura exibe o gráfico da força, que atua sobre um corpo de 300 g de massa na mesma direção do deslocamento, em função da coordenada x. Sabendo que, inicialmente, o corpo estava em repouso, determine sua velocidade, na coordenada x = 3,0 m, RESP v = 10 m/s Problema e Exercício do capítulo 8 Halliday & Resnick - Walker Página 8

9 3)Um bloco de massa 2,0 kg, sobre uma superfície horizontal sem atrito, é empurrado contra uma mola de constante de força (constante elástica) igual 500 N/m, comprimindo a mola 20 cm. O bloco é então liberado e a força da mola o acelera à medida que a mola descomprime. Depois, o bloco desliza ao longo da superfície e sobe um plano sem atrito inclinado de um ângulo de 45. Qual a distância que o bloco percorre, rampa acima, até atingir momentaneamente o repouso? 4) Você viajou no tempo e está no final dos anos 1800, assistindo a seus tataravós, em lua de mel, andando na montanha russa de perfil circular conhecida como Flip Flap Railway, em Coney Island, uma bairro na cidade de Nova York. O carrinho em que eles estão está prestes a ingressar na laçada circular, quando um saco de areia de 100 bl cai de uma plataforma de um canteiro de obras sobre um banco traseiro do carrinho. Ninguém é ferido, mas o impacto faz com que o carrinho perca 25% de sua rapidez (velocidade). O carrinho havia partido do repouso de um ponto duas vezes mais alto do que o topo da volta circular. Despreze o atrito e o arraste do ar. O carrinho de seus tataravós conseguirá completar a volta, sem cair? Problema e Exercício do capítulo 8 Halliday & Resnick - Walker Página 9

10 5) O objeto de 3,00 kg de massa é largado do repouso de uma altura de 5,00 m em uma rampa curva sem atrito. Na base da rampa está uma mola com uma constante elástica (constante de força) de 400 N/m. O objeto desliza rampa abaixo e até a mola, comprimindo-a de uma distância x até atingir momentaneamente o repouso. a) Encontre o valor de x. b) Descreva o movimento do objeto (se ocorrer) após o repouso momentâneo. 6) Um carinho de montanha-russa, de 1500 kg, parte do repouso de uma altura H = 23,0 m acima da base de um laço de 15,0 m de diâmetro. Se o atrito é desprezível, determine a força para baixo exercida pelos trilhos sobre o carrinho, quando este está no topo do laço, de cabeça para baixo. 7) O bloco de 2,0 kg da figura ao lado desliza para baixo, ao longo de uma rampa curva sem atrito, partindo do repouso de uma altura de 3,0 m. O bloco desliza, então, por 9,0 m, ao longo de uma superfície horizontal rugosa antes de atingir o repouso. (a) Qual é a velocidade do bloco na base da rampa? (b) Qual é a energia dissipada pelo atrito? (c) Qual é o coeficiente de atrito cinético entre o bloco e a superfície horizontal? RESPOSTAS: 7,7 m/s; 58,9 J, 0,33. Problema e Exercício do capítulo 8 Halliday & Resnick - Walker Página 10

11 8) 9) A bola de 2,0 kg é arremessada de A com velocidade inicial de 10 m/s, subindo pelo plano inclinado. Determine a distância do ponto D até C. Qual é o módulo da velocidade da bola quando ela atinge a superfície horizontal? Considere desprezível o tamanho da bola. RESP. D = 8,527 m, v = 10 m/s 10) Submete-se o bloco de 2,0 kg a uma força de direção constante e módulo F = (300/(1+x)) N, onde x é dado em metros. Quando X = 4,0 m, o bloco está se movendo para a esquerda com uma velocidade de 8,0 m/s. Determine sua velocidade quando x = 12 m. O coeficiente de atrito cinético entre o bloco e piso é μk = 0,25. Resp. v = 15,4 m/s Problema e Exercício do capítulo 8 Halliday & Resnick - Walker Página 11

12 11) Uma bola de massa 0,50 kg é arremessada de P como mostrado na figura abaixo. A bola tem velocidade inicial vi com uma componente horizontal de 30,0 m/s. A bola sobe até uma altura de 20,0 m acima de P. Utilizando a lei de conservação da energia, determine (a) a componente vertical da velocidade inicial; (b) o trabalho feito pela força gravitacional sobre a bola durante seu movimento de P até B; e (c) as componentes horizontal e vertical do vetor velocidade quando a bola alcança B. RESPOSTA Inicialmente por conveniência colocamos nosso referencial em P assim a bola possuirá apenas energia cinética. No ponto mais alto da trajetória bola terá a mesma energia mecânica inicial na forma de cinética e potencial gravitacional, dessa forma poderemos calcular a componente v iy da velocidade inicial. Desde que a componente v y da velocidade inicial é mesma no nível do ponto P. Teremos que calcular apenas o trabalho da força gravitacional nos últimos 60 m. c) No ponto B a velocidade v y poderá ser obtida por: Problema e Exercício do capítulo 8 Halliday & Resnick - Walker Página 12

13 12) A única força atuante em um corpo de 3,0 kg enquanto ele se move ao longo do sentido positivo do eixo x é dada por F(x) = (6,0 + 4x -3x 2 ) N, onde x está em metros e F(x) em newtons a velocidade do corpo em x0 = 0,5 m é 0. a) qual o trabalho realizado por esta força durante o deslocamento entre x = 0,5 m e x = 3,0 m? b) qual a velocidade do corpo em x = 3,0 m? c) qual potência instantânea em x = 3,0 m? 13) Um bloco de massa de 2 Kg mantido em repouso no ponto A, situado a 2 m do plano horizontal, comprimi de 20 cm uma mola ideal de constante elástica 2000 N/m. O bloco será lançado de uma altura de 0,4 m, ponto B, numa direção que faz ângulo de 30º com a horizontal. Considerando o atrito desprezível, g = 10 m/s² e cos 30º = 0,87, calcule: a) a velocidade do bloco ao deixar a rampa no ponto B. b) a energia cinética do bloco no ponto mais alto da trajetória, ponto C. c) a altura C, h máx. Problema e Exercício do capítulo 8 Halliday & Resnick - Walker Página 13

14 14) Um carinho de montanha-russa, de 1000 kg, parte do repouso de uma altura H = 20,0 m acima da base de um laço de 5,0 m de raio. Se o atrito é desprezível, determine: a) a força para baixo exercida pelos trilhos sobre o carrinho, quando este está no topo do laço, de cabeça para baixo. b) A altura mínima de lançamento para que o carrinho faça a trajetória completa. c) A energia cinética do carrinho no ponto mais alto do laço. 15) Sabe-se que um objeto de massa 1,5 kg, quando colocado sobre uma mola na posição vertical, causa uma compressão de 2,0 cm. Esta mola é colocada na posição horizontal e comprimida de 10,0 cm e, o mesmo objeto é colocado à sua frente. O objeto é então lançado na horizontal, ao final da qual existe uma rampa inclinada de Sabe-se que a superfície plana tem d = 1,0 m de comprimento e apresenta um coeficiente de atrito cinético μ K = 0,20, enquanto a superfície inclinada não apresenta atrito. Considere g = 10,0 m/s 2, determine: A)A constante elástica da mola (k); B)A velocidade do objeto após ter percorrido a distância (d); C)A altura máxima (h) atingida pelo objeto. Problema e Exercício do capítulo 8 Halliday & Resnick - Walker Página 14

15 RESPOSTAS DO CAPÍTULO 8 Problema e Exercício do capítulo 8 Halliday & Resnick - Walker Página 15

16 Problema e Exercício do capítulo 8 Halliday & Resnick - Walker Página 16

17 Problema e Exercício do capítulo 8 Halliday & Resnick - Walker Página 17

Questões do capítulo oito que nenhum aluno pode ficar sem fazer

Questões do capítulo oito que nenhum aluno pode ficar sem fazer Questões do capítulo oito que nenhum aluno pode ficar sem fazer 1) A bola de 2,0 kg é arremessada de A com velocidade inicial de 10 m/s, subindo pelo plano inclinado. Determine a distância do ponto D até

Leia mais

Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção.

Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. Lista 10: Energia NOME: Turma: Prof. : Matrícula: Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. iii. Responder a questão de

Leia mais

Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar.

Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. Lista 6: Conservação da Energia NOME: Turma: Prof. : Matrícula: Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. iii.responder

Leia mais

Parte I ( Questões de Trabalho Mecânico e Energia )

Parte I ( Questões de Trabalho Mecânico e Energia ) Parte I ( Questões de Trabalho Mecânico e Energia ) 1) Uma força horizontal de 20 N arrasta por 5,0 m um peso de 30 N, sobre uma superfície horizontal. Os trabalhos realizados pela força de 20 N e pela

Leia mais

Lista 5: Trabalho e Energia

Lista 5: Trabalho e Energia Lista 5: Trabalho e Energia NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. iii. Responder a

Leia mais

Prof. Marim. Física 1

Prof. Marim. Física 1 Física 1 FÍSICA 1 TRABALHO ENERGIA POTENCIAL Definição de Trabalho Teorema do Trabalho e Energia Cinética FÍSICA 1 TRABALHO ENERGIA POTENCIAL Trabalho realizado por uma força: Trabalho realizado por uma

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS Nº 7

LISTA DE EXERCÍCIOS Nº 7 LISTA DE EXERCÍCIOS Nº 7 Questões 1) A Figura 1 apresenta um caminho direto e 4 caminhos indiretos de um ponto i para um ponto f. Ao longo do caminho direto e de 3 caminhos indiretos somente uma força

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS: POTÊNCIA, TRABALHO E ENERGIA TURMAS: 1C01 a 1C10 (PROF. KELLER)

LISTA DE EXERCÍCIOS: POTÊNCIA, TRABALHO E ENERGIA TURMAS: 1C01 a 1C10 (PROF. KELLER) LISTA DE EXERCÍCIOS: POTÊNCIA, TRABALHO E ENERGIA TURMAS: 1C01 a 1C10 (PROF. KELLER) 1) Uma máquina consome 4000 J de energia em 100 segundos. Sabendo-se que o rendimento dessa máquina é de 80%, calcule

Leia mais

Lista5: Conservação da Energia NOME:

Lista5: Conservação da Energia NOME: Lista 5: Conservação da Energia NOME: Turma: Prof. : Matrícula: Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. iii.responder

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS - Energia Mecânica

LISTA DE EXERCÍCIOS - Energia Mecânica MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CÂMPUS ITAJAÍ - CURSO: TÉCNICO INTEGRADO EM MECÂNICA PROFESSORES:

Leia mais

Leis de Newton: Dinâmica 2- Atrito e Força em Trajetória Curva.

Leis de Newton: Dinâmica 2- Atrito e Força em Trajetória Curva. QUESTÕES DO CAPÍTULO 6 DO LIVRO FUNDAMENTOS DE FÍSICA HALLIDAY & RESNICK - JEARL WALKER 9ª EDIÇÃO VOLUME 1 MECÂNICA Leis de Newton: Dinâmica 2- Atrito e Força em Trajetória Curva. Leis de Newton Força

Leia mais

EXERCÍCIOS PARA PROVA ESPECÍFICA E TESTÃO 1 ANO 4 BIMESTRE

EXERCÍCIOS PARA PROVA ESPECÍFICA E TESTÃO 1 ANO 4 BIMESTRE 1. (Unesp 89) Um cubo de aço e outro de cobre, ambos de massas iguais a 20 g estão sobre um disco de aço horizontal, que pode girar em torno de seu centro. Os coeficientes de atrito estático para aço-aço

Leia mais

9ª EDIÇÃO VOLUME 1 MECÂNICA

9ª EDIÇÃO VOLUME 1 MECÂNICA QUESTÕES DO CAPÍTULO 5 DO LIVRO FUNDAMENTOS DE FÍSICA HALLIDAY & RESNICK - JEARL WALKER Página 112 Segunda Lei de Newton. 9ª EDIÇÃO VOLUME 1 MECÂNICA 1) Apenas duas forças horizontais atuam em um corpo

Leia mais

Trabalho e Energia. = g sen. 2 Para = 0, temos: a g 0. onde L é o comprimento do pêndulo, logo a afirmativa é CORRETA.

Trabalho e Energia. = g sen. 2 Para = 0, temos: a g 0. onde L é o comprimento do pêndulo, logo a afirmativa é CORRETA. Trabalho e Energia UFPB/98 1. Considere a oscilação de um pêndulo simples no ar e suponha desprezível a resistência do ar. É INCORRETO afirmar que, no ponto m ais baixo da trajetória, a) a energia potencial

Leia mais

Segunda Verificação de Aprendizagem (2 a V.A.) - 09/07/2014

Segunda Verificação de Aprendizagem (2 a V.A.) - 09/07/2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Centro de Ciências Exatas e da Natureza Departamento de Física Disciplina: Física Geral I Prof.: Carlos Alberto Aluno(a): Matrícula: Questão 1. Responda: Segunda Verificação

Leia mais

SUGESTÃO DE ESTUDOS PARA O EXAME FINAL DE FÍSICA- 1 ANO Professor Solon Wainstein SEGUE ABAIXO UMA LISTA COMPLEMENTAR DE EXERCÍCIOS

SUGESTÃO DE ESTUDOS PARA O EXAME FINAL DE FÍSICA- 1 ANO Professor Solon Wainstein SEGUE ABAIXO UMA LISTA COMPLEMENTAR DE EXERCÍCIOS SUGESTÃO DE ESTUDOS PARA O EXAME FINAL DE FÍSICA- 1 ANO Professor Solon Wainstein # Ler todas as teorias # Refazer todos os exercícios dados em aula. # Refazer todos os exercícios feitos do livro. # Refazer

Leia mais

Conservação da Energia

Conservação da Energia Conservação da Energia Prof. Oscar Rodrigues dos Santos oscarsantos@utfpr.edu.br Conservação da Energia 1 Energia Potencial (U) Energia = Propriedade de um sistema que lhe permite realizar trabalho...

Leia mais

Energia mecânica. O que é energia?

Energia mecânica. O que é energia? Energia mecânica Energia mecânica O que é energia? Descargas elétricas atmosféricas convertem enormes quantidades de energia elétrica em energia térmica, sonora e luminosa. A ciência define o conceito

Leia mais

Exame Mecânica e Ondas Curso: MIEET data: 02/05/12. Nome:... Número:... Grupo I (10 valores)

Exame Mecânica e Ondas Curso: MIEET data: 02/05/12. Nome:... Número:... Grupo I (10 valores) Exame Mecânica e Ondas Curso: MIEET data: 02/05/12 Nome:... Número:... Pode utilizar uma calculadora e uma folha A4 (duas páginas) com fórmulas. Utilize g = 9,80 m/s 2. Grupo I (10 valores) Assinalar a

Leia mais

NOME: N O : TURMA: 1. PROFESSOR: Glênon Dutra

NOME: N O : TURMA: 1. PROFESSOR: Glênon Dutra Apostila de Revisão n 5 DISCIPLINA: Física NOME: N O : TURMA: 1 PROFESSOR: Glênon Dutra DATA: Mecânica - 5. Trabalho e Energia 5.1. Trabalho realizado por forças constantes. 5.2. Energia cinética. 5.3.

Leia mais

Energia Potencial Gravitacional

Energia Potencial Gravitacional Energia Potencial Gravitacional Energia que o corpo adquire quando é elevado em relação a um determinado nível. E p = m.g.h E p = energia potencial (J) m = massa (kg) h = altura (m) Exercícios g = aceleração

Leia mais

XXVII CPRA LISTA DE EXERCÍCIOS FÍSICA (CINEMÁTICA)

XXVII CPRA LISTA DE EXERCÍCIOS FÍSICA (CINEMÁTICA) XXVII CPRA LISTA DE EXERCÍCIOS FÍSICA (CINEMÁTICA) 1) Na Figura 1, uma esfera lisa pode ser lançada por três escorregadores polidos. Ordene os escorregadores de acordo com o trabalho que a força gravitacional

Leia mais

LISTAGEM DE CONTEÚDOS DE FÍSICA PARA O EXAME 1 ANO / 2012

LISTAGEM DE CONTEÚDOS DE FÍSICA PARA O EXAME 1 ANO / 2012 LISTAGEM DE CONTEÚDOS DE FÍSICA PARA O EXAME 1 ANO / 2012 # Velocidade escalar média # Movimento retilíneo uniforme # Movimento retilíneo uniformemente variado # Movimento de queda livre dos corpos # Movimento

Leia mais

Importante: Lista 3: Leis de Newton e Dinâmica da Partícula NOME:

Importante: Lista 3: Leis de Newton e Dinâmica da Partícula NOME: Lista 3: Leis de Newton e Dinâmica da Partícula NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: i. As cinco páginas seguintes contém problemas para serem resolvidos e entregues. ii. Ler os enunciados com atenção.

Leia mais

Lista de Exercícios (Profº Ito) Dinâmica no Movimento Circular

Lista de Exercícios (Profº Ito) Dinâmica no Movimento Circular TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO SE NECESSÁRIO, ADOTE g = 10 m/s. 1. Um circuito de Fórmula Mundial circular, com 320 m de raio, tem como velocidade de segurança 40 m/s. Calcule a tangente do ângulo de inclinação

Leia mais

Física 1. 2 a prova 02/07/2016. Atenção: Leia as recomendações antes de fazer a prova.

Física 1. 2 a prova 02/07/2016. Atenção: Leia as recomendações antes de fazer a prova. Física 1 2 a prova 02/07/2016 Atenção: Leia as recomendações antes de fazer a prova. 1- Assine seu nome de forma LEGÍVEL na folha do cartão de respostas. 2- Leia os enunciados com atenção. 3- Analise sua

Leia mais

Física Energia Mecânica Médio [20 Questões]

Física Energia Mecânica Médio [20 Questões] Física Energia Mecânica Médio [0 Questões] 0 - (UERJ) A figura mostra uma plataforma que termina em arco de circulo. Numa situação em que qualquer atrito pode ser desprezado, uma pequena esfera é largada

Leia mais

Problemas e exercícios do capítulo 5

Problemas e exercícios do capítulo 5 Problemas e exercícios do capítulo 5 CAPÍTULO 5: 1) Um circuito de Fórmula Mundial circular, com 320 m de raio, tem como velocidade de segurança 40 m/s. Calcule a tangente do ângulo de inclinação da pista.

Leia mais

Lista de Exercícios de Física

Lista de Exercícios de Física Lista de Exercícios de Física 1º) Suponha que, na figura ao lado, corpo mostrado tenha, em uma energia potencial EP = 20 J e uma energia cinética EC = 10 J. a) qual a energia mecânica total do corpo em?

Leia mais

Energia potencial e Conservação da Energia

Energia potencial e Conservação da Energia Energia potencial e Conservação da Energia Disciplina: Física Geral I Professor: Carlos Alberto Objetivos de aprendizagem Ao estudar este capítulo você aprenderá: Como usar o conceito de energia potencial

Leia mais

XXVII CPRA LISTA DE EXERCÍCIOS FÍSICA (DINÂMICA)

XXVII CPRA LISTA DE EXERCÍCIOS FÍSICA (DINÂMICA) XXVII CPRA LISTA DE EXERCÍCIOS FÍSICA (DINÂMICA) 1) Uma caixa de 50 kg repousa sobre uma superfície para a qual o coeficiente de atrito cinético é. Se a caixa está sujeita a uma força de tração de 400

Leia mais

b) - cinética e elástica - cinética, gravitacional e elástica - cinética e gravitacional

b) - cinética e elástica - cinética, gravitacional e elástica - cinética e gravitacional 1) Na figura abaixo, embora puxe a carroça com uma força horizontal de 1,0 x 10 2 N, o burro não consegue tirá-la do lugar devido ao entrave de uma pedra. Qual o trabalho da força do burro sobre a carroça?

Leia mais

ENERGIA MECÂNICA. Considerações Gerais

ENERGIA MECÂNICA. Considerações Gerais SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 1º TURMA(S):

Leia mais

Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Instituto de Física Lista de exercícios para a P2 - Física 1

Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Instituto de Física Lista de exercícios para a P2 - Física 1 Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Instituto de Física Lista de exercícios para a P2 - Física 1 1. Dois corpos A e B, de massa 16M e M, respectivamente, encontram-se no vácuo e estão separados

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO FÍSICA 1-2ºEM

LISTA DE RECUPERAÇÃO FÍSICA 1-2ºEM LISTA DE RECUPERAÇÃO FÍSICA 1-2ºEM 1) Uma pessoa caminha sobre um plano horizontal. O trabalho realizado pelo peso desta pessoa é a) sempre positivo b) sempre negativo c) sempre igual a zero d) positivo,

Leia mais

Assunto: Tralho de uma força. Energia Mecânica. Conservação da Energia Mecânica.

Assunto: Tralho de uma força. Energia Mecânica. Conservação da Energia Mecânica. Física Ulisses Assunto: Tralho de uma força. Energia Mecânica. Conservação da Energia Mecânica. TEXTO: 1 - Comum à questão: 1 Andar de bondinho no complexo do Pão de Açúcar no Rio de Janeiro é um dos passeios

Leia mais

Nome: Nº: Turma: Os exercícios a seguir foram retirados do livro Aulas de Física, volume I, da Editora Atual.

Nome: Nº: Turma: Os exercícios a seguir foram retirados do livro Aulas de Física, volume I, da Editora Atual. Física 2ª Lei de Newton I 2 os anos Hugo maio/12 Nome: Nº: Turma: Os exercícios a seguir foram retirados do livro Aulas de Física, volume I, da Editora Atual. 1. Aplica-se uma força F de intensidade 20

Leia mais

ATIVIDADE DE FÍSICA. Professor: Paulo Henrique

ATIVIDADE DE FÍSICA. Professor: Paulo Henrique ALUNO(A): TURMA: DATA: / / 2 a SÉRIE DO ENSINO MÉDIO ATIVIDADE DE FÍSICA Professor: Paulo Henrique INSTRUÇÕES: 1. A sua atividade contém: a) 21 (vinte e uma) questões. Confira seu exemplar. Não serão aceitas

Leia mais

LISTA 03. Trabalho, energia cinética e potencial, conservação da energia

LISTA 03. Trabalho, energia cinética e potencial, conservação da energia UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE FÍSICA FEP2195 - Física Geral e Experimental para Engenharia I LISTA 03 Trabalho, energia cinética e potencial, conservação da energia 1. Um saco de farinha de 5,

Leia mais

Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas Prof. Robson Preparação para a 2ª Fase 1ª lista de Exercícios GABARITO

Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas Prof. Robson Preparação para a 2ª Fase 1ª lista de Exercícios GABARITO Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas Prof. Robson Preparação para a 2ª Fase 1ª lista de Exercícios GABARITO 1 - Um trem e um automóvel caminham paralelamente e no mesmo sentido, um trecho

Leia mais

FÍSICA - 1 o ANO MÓDULO 08 FORÇAS PARTICULARES, POLIAS, ELEVADORES E PLANO INCLINADO REVISÃO

FÍSICA - 1 o ANO MÓDULO 08 FORÇAS PARTICULARES, POLIAS, ELEVADORES E PLANO INCLINADO REVISÃO FÍSICA - 1 o ANO MÓDULO 08 FORÇAS PARTICULARES, POLIAS, ELEVADORES E PLANO INCLINADO REVISÃO Como pode cair no enem? Um vagão, como o mostrado na figura abaixo, é utilizado para transportar minério de

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 1 o ano Disciplina: Física - Lançamento vertical no vácuo

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 1 o ano Disciplina: Física - Lançamento vertical no vácuo Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 1 o ano Disciplina: Física - Lançamento vertical no vácuo 1- Um corpo é abandonado a 80m do solo. Sendo

Leia mais

Trabalho de uma força

Trabalho de uma força Questão 01 Um bloco de massa m desce escorregando por uma rampa inclinada, inicialmente com velocidade v, até atingir a base inferior da rampa com velocidade 2v, como mostra a figura. Sabendo que não há

Leia mais

FÍSICA II. (Dados sen 30 o = 0,5 e g = 10 m/s 2 )

FÍSICA II. (Dados sen 30 o = 0,5 e g = 10 m/s 2 ) FÍSCA Esta prova tem por finalidade verificar seus conhecimentos das leis que regem a natureza. nterprete as questões do modo mais simples e usual. Não considere complicações adicionais por fatores não

Leia mais

UNIFEI - UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ

UNIFEI - UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ UNIFEI - UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PROVA DE CÁLCULO 1 e 2 PROVA DE TRANSFERÊNCIA INTERNA, EXTERNA E PARA PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR - 29/11/2015 CANDIDATO: CURSO PRETENDIDO: OBSERVAÇÕES:

Leia mais

XXVII CPRA LISTA DE EXERCÍCIOS FÍSICA (IMPULSO E QUANTIDADE DE MOVIMENTO)

XXVII CPRA LISTA DE EXERCÍCIOS FÍSICA (IMPULSO E QUANTIDADE DE MOVIMENTO) XXVII CPRA LISTA DE EXERCÍCIOS FÍSICA (IMPULSO E QUANTIDADE DE MOVIMENTO) 1) Uma bola de 0,70 kg está se movendo horizontalmente com uma velocidade de 5,0 m/s quando se choca com uma parede vertical e

Leia mais

Equipe de Física. Física

Equipe de Física. Física Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 2R Ensino Médio Equipe de Física Data: Física Lançamento Vertical Um arremesso de um corpo, com velocidade inicial na direção vertical, recebe o nome de Lançamento

Leia mais

Exemplos de aplicação das leis de Newton e Conservação da Energia

Exemplos de aplicação das leis de Newton e Conservação da Energia Exemplos de aplicação das leis de Newton e Conservação da Energia O Plano inclinado m N Vimos que a força resultante sobre o bloco é dada por. F r = mg sin α i Portanto, a aceleração experimentada pelo

Leia mais

Escola Secundária de Casquilhos FQA11 - APSA1 - Unidade 1- Correção

Escola Secundária de Casquilhos FQA11 - APSA1 - Unidade 1- Correção Escola Secundária de Casquilhos FQA11 - APSA1 - Unidade 1- Correção / GRUPO I (Exame 2013-2ª Fase) 1. (B) 2. 3. 3.1. Para que a intensidade média da radiação solar seja 1,3 x 10 3 Wm -2 é necessário que

Leia mais

Deslocamento, velocidade e aceleração angular. s r

Deslocamento, velocidade e aceleração angular. s r Rotação Deslocamento, velocidade e aceleração angular s r s r O comprimento de uma circunferência é πr que corresponde um ângulo de π rad (uma revolução) ( rad) (deg ou graus) 180 Exemplo 0 60 3 rad Porque

Leia mais

FÍSICA - 1 o ANO MÓDULO 27 TRABALHO, POTÊNCIA E ENERGIA REVISÃO

FÍSICA - 1 o ANO MÓDULO 27 TRABALHO, POTÊNCIA E ENERGIA REVISÃO FÍSICA - 1 o ANO MÓDULO 27 TRABALHO, POTÊNCIA E ENERGIA REVISÃO Fixação 1) O bloco da figura, de peso P = 50N, é arrastado ao longo do plano horizontal pela força F de intensidade F = 100N. A força de

Leia mais

FÍSICA - I. Objetivos. Introdução. Todos os corpos nas proximidades da superfície da Terra são por ela atraídos.

FÍSICA - I. Objetivos. Introdução. Todos os corpos nas proximidades da superfície da Terra são por ela atraídos. FÍSICA - I Força e Movimento I 3ª. Parte Prof. M.Sc. Lúcio P. Patrocínio Objetivos Trabalhar FORÇAS como grandezas vetoriais. Enunciar as três Leis de Newton. Aplicar as três Leis de Newton em problemas

Leia mais

Qual o valor máximo da força F que se poderá aplicar a um dos blocos, na mesma direção do fio, sem romper o fio?

Qual o valor máximo da força F que se poderá aplicar a um dos blocos, na mesma direção do fio, sem romper o fio? TC DE FISICA PROFESSOR ÍTALO REANN CONTEUDO: LEIS DE NEWTON E FORÇA CENTRIPETA 01. Dois blocos idênticos, unidos por um fio de massa desprezível, jazem sobre uma mesa lisa e horizontal conforme mostra

Leia mais

Capítulo TRABALHO E ENERGIA

Capítulo TRABALHO E ENERGIA Capítulo 6 TRABALHO E ENERGIA A B C DISCIPLINA DE FÍSICA CAPÍTULO 6 - TRABALHO E ENERGIA 6.1 Um bloco, com 20kg de massa, sobe uma rampa com 15º de inclinação e percorre 55,375 metros até parar. Os coeficientes

Leia mais

Essa vídeo aula tem por objetivo tratar dos conceitos de trabalho, potência e energia.

Essa vídeo aula tem por objetivo tratar dos conceitos de trabalho, potência e energia. Essa vídeo aula tem por objetivo tratar dos conceitos de trabalho, potência e energia. A definição de energia é bastante difícil de ser dada. Uma boa compreensão dessa vem com o conceito de transformação,

Leia mais

Lista 9 : Dinâmica Rotacional

Lista 9 : Dinâmica Rotacional Lista 9 : Dinâmica Rotacional NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. iii. Responder

Leia mais

Colégio de aplicação Dr. Alfredo José Balbi prof. Thomaz Barone Lista de exercícios sistemas dissipativos

Colégio de aplicação Dr. Alfredo José Balbi prof. Thomaz Barone Lista de exercícios sistemas dissipativos 1. (Pucrj 015) Uma bola de tênis de 60 g é solta a partir do repouso de uma altura de 1,8 m. Ela cai verticalmente e quica várias vezes no solo até parar completamente. Desprezando a resistência do ar

Leia mais

Física I Prova 2 10/05/2014

Física I Prova 2 10/05/2014 Posição na sala Física I Prova 2 10/05/2014 NOME MATRÍCULA TURMA PROF. Lembrete: A prova consta de 2 questões discursivas (que deverão ter respostas justificadas, desenvolvidas e demonstradas matematicamente)

Leia mais

Dinâmica. Parte 8 Energia Mecânica. Profa. Kelly Pascoalino

Dinâmica. Parte 8 Energia Mecânica. Profa. Kelly Pascoalino Dinâmica Parte 8 nergia Mecânica Profa. Kelly Pascoalino Na aula anterior (Dinâmica 7), abordamos uma introdução ao conceito de energia e exemplificamos: nergia muscular animal. nergia elétrica. nergia

Leia mais

Física. Física Módulo 1 Energia Potencial e Conservação da Energia

Física. Física Módulo 1 Energia Potencial e Conservação da Energia Física Módulo 1 Energia Potencial e Conservação da Energia No capitulo anterior: Trabalho, Energia Cinética, Potência O trabalho das forças resultantes que agem sobre um corpo é dado por: W res = F x ou

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Astronomia Observatório do Valongo

Programa de Pós-Graduação em Astronomia Observatório do Valongo Programa de Pós-Graduação em Astronomia Observatório do Valongo Prova de Admissão para o Programa de Mestrado Julho de 2005 A Prova de Seleção consta de um exame de Física e um de Matemática sendo que

Leia mais

Física. Resultante Centrípeta. Questão 01 - (UNIFOR CE/2015)

Física. Resultante Centrípeta. Questão 01 - (UNIFOR CE/2015) ! Questão 01 - (UNIFOR CE/2015) O lançamento do martelo é esporte olímpico praticado por ambos os sexos. O recorde mundial deste esporte foi batido pela alemã Betty Heidler em 2011 em Stuttgart. O esporte

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS - MOVIMENTO HARMÔNICO SIMPLES (MHS) (versão 2014/2)

LISTA DE EXERCÍCIOS - MOVIMENTO HARMÔNICO SIMPLES (MHS) (versão 2014/2) LISTA DE EXERCÍCIOS - MOVIMENTO HARMÔNICO SIMPLES (MHS) (versão 2014/2) A CINEMÁTICA NO MHS 1.1.- (HALLIDAY, 4ª EDIÇÃO, CAP. 14, 1E) Um objeto sujeito a um movimento harmônico simples leva 0,25 s para

Leia mais

PROVA PARA ALUNOS DO 1 E 2 ANO

PROVA PARA ALUNOS DO 1 E 2 ANO LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO: a 2 FASE o o PROVA PARA ALUNOS DO 1 E 2 ANO 1 Essa prova destina-se exclusivamente para alunos do 1 o e 2 o ano e contém vinte (20) questões. 2 Os alunos do 1 o ano

Leia mais

LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO:

LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO: LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO: 1 Essa prova destina-se exclusivamente a alunos da 1ª e 2ª Séries e contém dezesseis (16) questões. 2 Os alunos da 1ª Série devem escolher livremente oito (8) questões

Leia mais

Lista 6: Sistema de Partículas NOME: a) O momento linear do sistema se conserva? (Para responder, encontre o vetor força externa resultante.

Lista 6: Sistema de Partículas NOME: a) O momento linear do sistema se conserva? (Para responder, encontre o vetor força externa resultante. Lista 6: Sistema de Partículas NOME: Turma: Prof. : Matrícula: Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. iii.responder

Leia mais

Treino Gráficos de Energia

Treino Gráficos de Energia 1. As moléculas que compõem o ar estão em constante movimento, independentemente do volume no qual estejam contidas. Ludwig Boltzmann (1844-1906) colaborou para demonstrar matematicamente que, em um determinado

Leia mais

FÍSICA - 3 o ANO MÓDULO 22 TRABALHO E POTÊNCIA

FÍSICA - 3 o ANO MÓDULO 22 TRABALHO E POTÊNCIA FÍSICA - 3 o ANO MÓDULO 22 TRABALHO E POTÊNCIA k x Como pode cair no enem (ENEM) Um motor só poderá realizar trabalho se receber uma quantidade de energia de outro sistema. No caso, a energia

Leia mais

DISCIPLINA: FÍSICA 1 - PDF PROFESSOR(A): ANDERSON Curso: E.M. TURMA: 2101 / 2102 DATA:

DISCIPLINA: FÍSICA 1 - PDF PROFESSOR(A): ANDERSON Curso: E.M. TURMA: 2101 / 2102 DATA: EXERCÍCIOS ON LINE 1º Bimestre DISCIPLINA: FÍSICA 1 - PDF PROFESSOR(A): ANDERSON Curso: E.M. TURMA: 2101 / 2102 DATA: NOME: Nº.: 1) Uma barra de peso desprezível está em equilíbrio na posição horizontal,

Leia mais

Plano de Estudo -

Plano de Estudo - 1. (Uel) Em uma estrada, um automóvel de 800 kg com velocidade constante de 72km/h se aproxima de um fundo de vale, conforme esquema a seguir. Dado: g=m/s 2 Sabendo que o raio de curvatura nesse fundo

Leia mais

Energia Mecânica Trabalho

Energia Mecânica Trabalho Energia Mecânica Trabalho Física_1 EM Profa. Kelly Pascoalino Tópicos da aula: Energia cinética; Teorema da energia cinética (TEC); Energia potencial: gravitacional e elástica; Teorema da energia potencial

Leia mais

Interbits SuperPro Web

Interbits SuperPro Web 1. (Fgv 013) A montadora de determinado veículo produzido no Brasil apregoa que a potência do motor que equipa o carro é de 100 HP (1HP 750W). Em uma pista horizontal e retilínea de provas, esse veículo,

Leia mais

Forças II Forças de Atrito

Forças II Forças de Atrito Forças II Forças de Atrito Forças de atrito: são forças que surgem durante o contato dos corpos e que se opõem ao movimento ou à tendência de movimento relativo entre os corpos. A força de atrito entre

Leia mais

A T E N Ç Ã O. FERA, esse material é provisório para que você não fique sem material para estudar hoje, 06 de abril.

A T E N Ç Ã O. FERA, esse material é provisório para que você não fique sem material para estudar hoje, 06 de abril. A T E N Ç Ã O FERA, esse material é provisório para que você não fique sem material para estudar hoje, 06 de abril. Por motivos vários, os vídeos postados hoje Apresentam o conteúdo, mas não apresentam

Leia mais

REVISÃO. Parte I Capítulos 5 e 6

REVISÃO. Parte I Capítulos 5 e 6 REVISÃO Parte I Capítulos 5 e 6 Força e 1a Lei de Newton Uma partícula sujeita a uma força resultante nula mantém o seu estado de movimento. Se ela estiver em repouso, permanece indefinidamente em repouso;

Leia mais

Considerando a variação temporal do momento angular de um corpo rígido que gira ao redor de um eixo fixo, temos:

Considerando a variação temporal do momento angular de um corpo rígido que gira ao redor de um eixo fixo, temos: Segunda Lei de Newton para Rotações Considerando a variação temporal do momento angular de um corpo rígido que gira ao redor de um eixo fixo, temos: L t = I ω t e como L/ t = τ EXT e ω/ t = α, em que α

Leia mais

Problemas de Mecânica e Ondas 1

Problemas de Mecânica e Ondas 1 Problemas de Mecânica e Ondas 1 P 1.1 ( Introdução à Física J. Dias de Deus et al., Mc Graw Hill, 2000) Considere uma rã a a saltar. a) Qual será o ângulo de lançamento preferido da rã? Porquê? b) Se,

Leia mais

Profº Carlos Alberto

Profº Carlos Alberto Rotação Disciplina: Mecânica Básica Professor: Carlos Alberto Objetivos de aprendizagem Ao estudar este capítulo você aprenderá: Como descrever a rotação de um corpo rígido em termos da coordenada angular,

Leia mais

FÍSICA LISTA 4 QUANTIDADE DE MOVIMENTO, GRAVITAÇÃO UNIVERSAL E EQUILÍBRIO

FÍSICA LISTA 4 QUANTIDADE DE MOVIMENTO, GRAVITAÇÃO UNIVERSAL E EQUILÍBRIO FÍSICA Prof. Bruno Roberto LISTA 4 QUANTIDADE DE MOVIMENTO, GRAVITAÇÃO UNIVERSAL E EQUILÍBRIO QUANTIDADE DE MOVIMENTO 1. (Pucrj 2013) Uma massinha de 0,3 kg é lançada horizontalmente com velocidade de

Leia mais

Problemas de Mecânica e Ondas 7

Problemas de Mecânica e Ondas 7 Problemas de ecânica e Ondas 7 P 7. Considere que as vagonetas de massa m e m (ver figur podem ser representadas por dois pontos materiais localizados nos centros de massa respectivos, para efeito da descrição

Leia mais

GABARITO DA AFE02 FÍSICA 2ª SÉRIE 2016

GABARITO DA AFE02 FÍSICA 2ª SÉRIE 2016 GABARITO DA AFE0 FÍSICA ª SÉRIE 016 1) A figura abaixo representa um móvel m que descreve um movimento circular uniforme de raio R, no sentido horário, com velocidade de módulo V. Assinale a alternativa

Leia mais

Considerando que o fio e a polia são ideais, qual o coeficiente de atrito cinético entre o bloco B e o plano?

Considerando que o fio e a polia são ideais, qual o coeficiente de atrito cinético entre o bloco B e o plano? 2ª Série do Ensino Médio 01. No sistema a seguir, A e B têm massa m = 10 kg e a = 45 0. A aceleração da gravidade é de 10 m/s 2 e o peso da corda, o atrito no eixo da roldana e a massa da roldana são desprezíveis:

Leia mais

NOME: N CADERNO DE REC. PARALELA DE FÍSICA I - TURMA PROFº FABIANO 2º BIMESTRE

NOME: N CADERNO DE REC. PARALELA DE FÍSICA I - TURMA PROFº FABIANO 2º BIMESTRE 1925 *** COLÉGIO MALLET SOARES *** 2016 91 ANOS DE TRADIÇÃO, RENOVAÇÃO E QUALIDADE DEPARTAMENTO DE ENSINO DATA: / / NOTA: NOME: N CADERNO DE REC. PARALELA DE FÍSICA I - TURMA 212 - PROFº FABIANO 2º BIMESTRE

Leia mais

ESPELHOS ESFÉRICOS - INTERMEDIÁRIO

ESPELHOS ESFÉRICOS - INTERMEDIÁRIO ESPELHOS ESFÉRICOS - INTERMEDIÁRIO A Equipe SEI selecionou exercícios de concursos sobre espelhos esféricos, para que você possa aprimorar seus conhecimentos. Os exercícios selecionados são de nível intermediário.

Leia mais

6 - Considere a figura a seguir. Determine o módulo da resultante das três forças, em N.

6 - Considere a figura a seguir. Determine o módulo da resultante das três forças, em N. ATIVIDADE PARA 4UL FÍSICA (1S14) 1 - Um corpo de 5 kg descreve uma trajetória retilínea que obedece à seguinte equação horária S=3t 2 + 2t + 1, onde S é medido em metros e t em segundos. Determine o módulo

Leia mais

Lista 1 - Movimento Retilíneo, Unidades, Grandezas Físicas e Vetores

Lista 1 - Movimento Retilíneo, Unidades, Grandezas Físicas e Vetores Sigla: Disciplina: Curso: FISAP Física Aplicada Tecnologia em Construção Civil Lista 1 - Movimento Retilíneo, Unidades, Grandezas Físicas e Vetores 1) De volta para casa. Normalmente, você faz uma viagem

Leia mais

Lista de Exercícios - Força e Movimento I

Lista de Exercícios - Força e Movimento I UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS INSTITUTO DE FÍSICA E MATEMÁTICA Departamento de Física Disciplina: Física Básica I Lista de Exercícios - Força e Movimento I Perguntas: 1. Na figura 1 as forças F 1 e F

Leia mais

Gabarito dos exercícios propostos na atividade Energia e Trabalho

Gabarito dos exercícios propostos na atividade Energia e Trabalho 1 Gabarito dos exercícios propostos na atividade Energia e Trabalho 2- O cálculo do Trabalho Mecânico de uma força constante e paralela ao deslocamento do objeto 2.1- O trabalhador de um depósito de construção

Leia mais

Atividades Queda Livre e Arremesso Vertical

Atividades Queda Livre e Arremesso Vertical Atividades Queda Livre e Arremesso Vertical 1ª) Um corpo é abandonado a 80m do solo. Sendo g = 10m/s² e o corpo estando livre de forças dissipativas, determine o instante e a velocidade que o móvel possui

Leia mais

Lista de Mecânica. Cinemática. Estática e Dinâmica. t 2s ;

Lista de Mecânica. Cinemática. Estática e Dinâmica. t 2s ; Lista de Mecânica Cinemática 1. Uma partícula é lançada obliquamente no campo gravitacional e move-se de acordo com a função r( t) i (4i 3k ) t ( 5k ) t (SI), onde a coordenada z é orientada para cima

Leia mais

6.º Teste de Física e Química A 10.º A maio minutos /

6.º Teste de Física e Química A 10.º A maio minutos / 6.º Teste de ísica e Química A 10.º A maio 2013 90 minutos / Nome: n.º Classificação Professor E.E. GRUPO I As seis questões deste grupo são todas de escolha múltipla. Para cada uma delas são indicadas

Leia mais

LISTA: 1ª série. Ensino Médio. Professor(a): Paulo Sérgio. Turma: Aluno(a): DIA:23 MÊS: 08. Segmento temático: FORÇA CENTRÍPETA E LEIS DE NEWTON

LISTA: 1ª série. Ensino Médio. Professor(a): Paulo Sérgio. Turma: Aluno(a): DIA:23 MÊS: 08. Segmento temático: FORÇA CENTRÍPETA E LEIS DE NEWTON LISTA: 10 1ª série Ensino Médio Professor(a): Paulo Sérgio Turma: Aluno(a): Segmento temático: FORÇA CENTRÍPETA E LEIS DE NEWTON DIA:23 MÊS: 08 2016 Um caixote de 7,0 kg de massa é empurrado por uma força,

Leia mais

Física A Extensivo V. 4

Física A Extensivo V. 4 Extensivo V. 4 Exercícios 01) 01. Falso. F r = 0 MRU 0. Verdadeiro. 04. Verdadeiro. Aceleração centrípeta ou radial. 08. Falso. As forças são iguais em módulo. 16. Verdadeiro. 3. Falso. A ação nunca anula

Leia mais

Força de Atrito e Plano Inclinado Exercícios de Fixação

Força de Atrito e Plano Inclinado Exercícios de Fixação SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR UNIDADE POLIVALENTE MODELO VASCO DOS REIS DISCIPLINA:

Leia mais

Física. B) Determine a distância x entre o ponto em que o bloco foi posicionado e a extremidade em que a reação é maior.

Física. B) Determine a distância x entre o ponto em que o bloco foi posicionado e a extremidade em que a reação é maior. Física 01. Uma haste de comprimento L e massa m uniformemente distribuída repousa sobre dois apoios localizados em suas extremidades. Um bloco de massa m uniformemente distribuída encontra-se sobre a barra

Leia mais

2- Três blocos são ligados como mostra a figura abaixo, sobre uma mesa horizontal sem atrito e puxados para a direita com uma força T 3 =6,5N.

2- Três blocos são ligados como mostra a figura abaixo, sobre uma mesa horizontal sem atrito e puxados para a direita com uma força T 3 =6,5N. Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. iii. Responder a questão de forma organizada, mostrando o seu raciocínio de forma

Leia mais

FÍSICA 9ºano 2º Trimestre / 2016 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

FÍSICA 9ºano 2º Trimestre / 2016 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES FÍSICA 9ºano 2º Trimestre / 2016 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES 1. Um atleta deseja percorrer 25 km em 2 h. Por dificuldades encontradas no trajeto, percorre 10 km com a velocidade média de 8 km/h.

Leia mais

As figuras acima mostram as linhas de indução de um campo magnético uniforme B r

As figuras acima mostram as linhas de indução de um campo magnético uniforme B r 1) No sistema mostrado abaixo, as roldanas e os fios são ideais e o atrito é considerado desprezível. As roldanas A, B, e C são fixas e as demais são móveis sendo que o raio da roldana F é o dobro do raio

Leia mais

ENG1200 Mecânica Geral Semestre Lista de Exercícios 6 Corpos Submersos

ENG1200 Mecânica Geral Semestre Lista de Exercícios 6 Corpos Submersos ENG1200 Mecânica Geral Semestre 2013.2 Lista de Exercícios 6 Corpos Submersos 1 Prova P3 2013.1 - O corpo submerso da figura abaixo tem 1m de comprimento perpendicularmente ao plano do papel e é formado

Leia mais

Energia potencial e Conservação da Energia

Energia potencial e Conservação da Energia Energia potencial e Conservação da Energia Disciplina: Física Geral e Experimental Professor: Carlos Alberto Objetivos de aprendizagem Ao estudar este capítulo você aprenderá: Como usar o conceito de energia

Leia mais