Cargo: Efetivo (de carreira ou isolado) adquire estabilidade Em comissão livre exoneração Vitalício adquire vitaliciedade

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cargo: Efetivo (de carreira ou isolado) adquire estabilidade Em comissão livre exoneração Vitalício adquire vitaliciedade"

Transcrição

1 CAMPUS Capítulo 5 Administração Pública e Servidores Públicos Disposições Constitucionais 189 Servidor público em sentido estrito (regime estatutário) Cargo efetivo Cargo em comissão Adm. Direta, autárquica e fundacional Servidor Público Empregado público em sentido amplo (regime celetista) Empresas estatais Contratado por tempo determinado (regime especial) Cargo: Efetivo (de carreira ou isolado) adquire estabilidade Em comissão livre exoneração Vitalício adquire vitaliciedade Criação de cargos públicos Iniciativa Fundamentação (CF) Executivo Legislativo ( * ) Judiciário Federal Presidente da República art. 61, 1 o, II, a Estadual Governador Simetria Municipal Prefeito Simetria Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados art. 51, IV Senado Federal Senado Federal art. 52, XIII Assembleia Legislativa Assembleia Legislativa simetria Câmara Municipal Câmara Municipal simetria STF STF art. 96, II, b Demais Tribunais federais Tribunal Superior art. 96, II, b TJ estadual TJ estadual art. 96, II, b Ministério Público Ministério Público art. 127, 2 o * No Legislativo, os cargos não serão criados por lei, mas por resolução, ato próprio da Casa que não necessita de sanção do Chefe do Executivo.

2 190 Manual de Direito Administrativo Gustavo Mello ELSEVIER Cargo em comissão: qualquer pessoa Direção (lei estabelecerá casos exclusivos Chefia para servidores de carreira) Assessoramento Função de confiança: servidor efetivo Cargo em comissão Cargo efetivo Qualquer pessoa Servidor Função de efetivo confiança (nova atribuição) Sistema remuneratório na Administração Pública: Obrigatório para agentes políticos Subsídio: parcela única sem Obrigatório para alguns servidores, pela CF acréscimos remuneratórios Facultativo para servidor de carreira Remuneração ou Vencimentos: parcela fixa + parcela variável (vencimento + vantagens) Servidores estatutários, em regra Salário: Formas diversas Empregados CLT da Administração Direta e Indireta Remuneração dos cargos (servidores) Iniciativa Fundamentação (CF) Executivo Legislativo Judiciário Federal Presidente da República art. 61, 1 o, II, a Estadual Governador Simetria Municipal Prefeito Simetria Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados art. 51, IV Senado Federal Senado Federal art. 52, XIII Assembleia Legislativa Assembleia Legislativa simetria Câmara Municipal Câmara Municipal simetria STF STF art. 96, II, b Demais Tribunais federais Tribunal Superior art. 96, II, b TJ estadual TJ estadual art. 96, II, b Ministério Público Ministério Público art. 127, 2 o

3 CAMPUS Capítulo 5 Administração Pública e Servidores Públicos Disposições Constitucionais 191 Subsídios dos agentes políticos Iniciativa Fundamentação (CF) Deputado Federal, Senador, Presidente e Vice-Presidente da República e Ministros de Estado Deputados Estaduais, Governador, Vice- Governador e Secretários de Estado Vereadores, Prefeito, Vice-Prefeito e Secretários Municipais Congresso Nacional (*) Assembleia Legislativa Câmara Municipal art. 49, VII, VIII art. 27, 2 o art. 28, 2 o art. 29, V, VI Ministro do STF STF art. 96, II, b Juízes federais Tribunal Superior art. 96, II, b Juízes estaduais TJ estadual art. 96, II, b Membros do Ministério Público Ministério Público art. 127, 2 o * A fixação dos subsídios do Deputado Federal, Senador, Presidente e Vice-Presidente da República e Ministros de Estado é de competência exclusiva do Congresso Nacional, não sujeita a sanção ou veto do Presidente da República. TETOS REMUNERATÓRIOS Antes da Emenda Constitucional n o 41/2003 Após a Emenda Constitucional n o 41/2003 (redação da Emenda n o 19/1998) Teto: subsídio do Ministro do STF Teto único: subsídio do Ministro do STF Subtetos estaduais: Executivo: Governador Legislativo: Deputado Estadual Judiciário: Desembargador do TJ Desembargadores do TJ, Membros do Ministério Público, Procuradores e Defensores Públicos: 90,25% do subsídio do Ministro do STF Subteto municipal: Prefeito OBS.: ADI n o 3.854: Teto para os desembargadores do TJ = subsídio do Ministro do STF Teto engloba: Adm. Direta, AUT e FP recebe R$ pública sujeita ao teto EP e SEM não recebe R$ pública não sujeita ao teto (para despesas de custeio)

4 192 Manual de Direito Administrativo Gustavo Mello ELSEVIER Indenizações podem ser acrescentadas ao subsídio podem ser pagas além do teto remuneratório Subsídios e vencimentos são irredutíveis, salvo (serão reduzidos): 1. remuneração total acima do teto; 2. remunerações calculadas pelo efeito cascata; 3. acréscimos pagos além do subsídio (que é parcela única); 4. tributos incidentes sobre a remuneração. ACUMULAÇÕES 1. Acumulação remunerada de cargos: PROIBIDA. Salvo (se houver compatibilidade de horários): 2 cargos de professor; 2 cargos de profissional de saúde; 1 cargo de professor com 1 (técnico ou científico, Juiz, membro do Ministério Público, membro de Tribunal de Contas). 2. Acumulação remunerada de cargo e provento: PROIBIDA. Salvo: Possibilidade de percepção cumulativa de proventos e remuneração: Aposentadoria dos arts. 40, 42 ou 142 da CF com remuneração de Cargo acumulável Cargo em comissão Cargo eletivo 2 de professor 2 de profissional de saúde 1 de professor com 1(técnico ou científico, Juiz, MP, TC) 3. Acumulação remunerada de cargo e mandato eletivo: PROIBIDA. Salvo (se houver compatibilidade de horários): Mandato eletivo de Vereador.

5 CAMPUS Capítulo 5 Administração Pública e Servidores Públicos Disposições Constitucionais 193 Ou seja: Mandato federal, estadual ou distrital (Presidente da República, Governador Estadual ou Distrital, Senador, Deputado Federal, Estadual ou Distrital) Mandato municipal (Prefeito ou Vereador) Será afastado do cargo e receberá pelo mandato. Será afastado do cargo e poderá optar pela remuneração. OBS.: O Vereador, SE houver compatibilidade de horários, poderá acumular as duas funções e remunerações. HIPÓTESES DE PERDA DO CARGO DO SERVIDOR: Estável: Sentença judicial transitada em julgado. Processo administrativo com ampla defesa. Reprovação na avaliação periódica de desempenho na forma da lei complementar. Redução de gastos de pessoal no Ente, quando ultrapassado o limite (depois da redução de pelo menos 20% da despesa com cargos em comissão e funções de confiança e de todos os servidores não estáveis).

6 194 Manual de Direito Administrativo Gustavo Mello ELSEVIER Não estável: Sentença judicial transitada em julgado. Processo administrativo com ampla defesa. Reprovação na avaliação especial de desempenho para aquisição de estabilidade. Redução de gastos de pessoal no Ente, quando ultrapassado o limite (depois da redução de pelo menos 20% da despesa com cargos em comissão e funções de confiança). Reintegração de servidor demitido no cargo em que está ocupando. Extinção ou declaração de desnecessidade do cargo que está ocupando. Não entrar em exercício no prazo legal, após a posse. LEI ESPECÍFICA Criação de AUT Autorização para criação de EP, SEM e FP Greve no serviço público Fixação e alteração de remuneração LEI COMPLEMENTAR Área de atuação da FP Avaliação periódica de desepenho do servidor estável Critérios diferenciados para aposentadorias especiais Limites de gastos com pessoal

Manual de Direito Administrativo I Gustavo Mello Knoplock

Manual de Direito Administrativo I Gustavo Mello Knoplock Série Provas e Concursos Manual de Direito Administrativo I Gustavo Mello Knoplock ELSEVIER 5.6. Resumo AGENTES PÚBLICOS (segundo Hely Lopes Meirelles): 1. Agentes políticos Aqueles no alto escalão dos

Leia mais

SENADO FEDERAL COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA

SENADO FEDERAL COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA SENADO FEDERAL COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA PARECER Nº, DE 2003 Redação, para o segundo turno, da Proposta de Emenda à Constituição nº 67, de 2003 (nº 40, de 2003, na Câmara dos Deputados).

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 TÍTULO IV DA ORGANIZAÇÃO DOS PODERES CAPÍTULO IV DAS FUNÇÕES ESSENCIAIS À JUSTIÇA Seção I Do Ministério Público Art. 127. O Ministério Público é instituição

Leia mais

Direito Administrativo

Direito Administrativo Direito Administrativo facebook.com/professoratatianamarcello facebook.com/tatianamarcello @tatianamarcello Edital Direito Administrativo: O Servidor Público nas Constituições Federal e Estadual. Direito

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Página 1 de 8 Brastra (4376 bytes) Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 41, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2003 As MESAS da CÂMARA DOS DEPUTADOS e do SENADO

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 519

LEI COMPLEMENTAR Nº 519 LEI COMPLEMENTAR Nº 519 Dispõe sobre a modalidade de remuneração por subsídio para os servidores dos cargos de padrão 01 a 15 do Quadro Permanente do Serviço Civil do Poder Executivo, para os servidores

Leia mais

Direito Administrativo

Direito Administrativo Direito Administrativo Disposições Gerais (Art. 037 a 038) Professora Tatiana Marcello www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Administrativo DISPOSIÇÕES GERAIS (ART. 037 A 038) CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA

Leia mais

Lei Complementar Municipal Nº , de 28 de maio de 2014.

Lei Complementar Municipal Nº , de 28 de maio de 2014. Lei Complementar Municipal Nº. 1.463, de 28 de maio de 2014. Da nova redação a artigos que menciona e dá outras providências. O Povo do Município de Águas Formosas, Estado de Minas Gerais, por seus representantes

Leia mais

PROJETO DE LEI 055/98

PROJETO DE LEI 055/98 PROJETO DE LEI 055/98 Fixa os subsídios do Prefeito, do Vice-Prefeito e dos Secretários Municipais e dá outras providências PREFEITO MUNICIPAL DE FAZENDA VILANOVA, RS, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO AGENTES PÚBLICOS

DIREITO ADMINISTRATIVO AGENTES PÚBLICOS DIREITO ADMINISTRATIVO AGENTES PÚBLICOS Atualizado até 13/10/2015 AGENTES PÚBLICOS CONCEITO O primeiro ponto a ser discutido quando se trata do pessoal da Administração Pública é a terminologia adotada.

Leia mais

Art. 1º Os incisos XIV e XXII do art. 21 e XXVII do art. 22 da Constituição Federal passam a vigorar com a seguinte redação:

Art. 1º Os incisos XIV e XXII do art. 21 e XXVII do art. 22 da Constituição Federal passam a vigorar com a seguinte redação: CONGRESSO NACIONAL EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 19, DE 4 de junho1998 Modifica o regime e dispõe sobre princípios e normas da Administração Pública, servidores e agentes políticos, controle de despesas e finanças

Leia mais

CADERNO DE ESTUDO DIRIGIDO ESTUDO DE LEI

CADERNO DE ESTUDO DIRIGIDO ESTUDO DE LEI CADERNO DE ESTUDO DIRIGIDO ESTUDO DE LEI REGIME JURIDICO ÚNICO LEI 8.112/90 2016 4 ABRANGÊNCIA Disciplina sobre o regime estatutário dos servidores civis (efetivo ou em comissão) da União, Autarquias Federais

Leia mais

AULA 02 ROTEIRO CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 5º; 37-41; 205 214; 227 229 LEI 8.069 DE 13/07/1990 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E C A PARTE 02

AULA 02 ROTEIRO CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 5º; 37-41; 205 214; 227 229 LEI 8.069 DE 13/07/1990 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E C A PARTE 02 AULA 02 ROTEIRO CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 5º; 37-41; 205 214; 227 229 LEI 8.069 DE 13/07/1990 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E C A PARTE 02 CAPÍTULO VII DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SEÇÃO I DISPOSIÇÕES

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PREFEITO DO MUNICÍPIO DE ARACAJU

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PREFEITO DO MUNICÍPIO DE ARACAJU EXCELENTÍSSIMO SENHOR PREFEITO DO MUNICÍPIO DE ARACAJU ASSOCIAÇÃO DOS PROCURADORES DO MUNCÍPIO DE ARACAJU APMAJU, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas

Leia mais

EMAIL/FACE: prof.fabioramos@hotmail.com www.facebook.com/prof.fabioramos 1

EMAIL/FACE: prof.fabioramos@hotmail.com www.facebook.com/prof.fabioramos 1 DIREITOS POLÍTICOS Prof. Fábio Ramos prof.fabioramos@hotmail.com Conjunto de normas que disciplinam as formas de exercício da soberania popular. Princípio da Soberania Popular: Art. 1º, par. único: Todo

Leia mais

b) aos demais aplicar-se-á, para fins de cálculo das aposentadorias e pensões, o disposto na Lei n o , de 18 de junho de 2004.

b) aos demais aplicar-se-á, para fins de cálculo das aposentadorias e pensões, o disposto na Lei n o , de 18 de junho de 2004. LEI Nº 12.277, DE 30 DE JUNHO DE 2010. Dispõe sobre a instituição do Adicional por Participação em Missão no Exterior, a remuneração dos cargos de Atividades Técnicas da Fiscalização Federal Agropecuária

Leia mais

BANCO CENTRAL DO BRASIL

BANCO CENTRAL DO BRASIL LEI Nº 8.911 DE 11 DE JULHO DE 1994 Dispõe sobre a remuneração dos cargos em comissão, define critérios de incorporação de vantagens de que trata a Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990, no âmbito do

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 1.217, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2013

LEI COMPLEMENTAR Nº 1.217, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2013 LEI COMPLEMENTAR Nº 1.217, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2013 Altera a Lei Complementar nº 1.111, de 25 de maio de 2010, que institui o Plano de Cargos e Carreiras dos servidores do Tribunal de Justiça do Estado

Leia mais

EXERCÍCIOS DA LEI 8.112/90 REGIME JURIDICO ÚNICO DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS

EXERCÍCIOS DA LEI 8.112/90 REGIME JURIDICO ÚNICO DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS EXERCÍCIOS DA LEI 8.112/90 REGIME JURIDICO ÚNICO DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS 01. Um servidor comissionado, sem vínculo efetivo, praticou, nas dependências do TJPE, ato de incontinência pública e conduta

Leia mais

CUMULAÇÃO DE APOSENTADORIA POR INVALIDEZ

CUMULAÇÃO DE APOSENTADORIA POR INVALIDEZ CUMULAÇÃO DE APOSENTADORIA POR INVALIDEZ COM SUBSÍDIO DE MANDATO ELETIVO Benedito Gonçalves Ministro do Superior Tribunal de Justiça CUMULAÇÃO DE APOSENTADORIA POR INVALIDEZ COM SUBSÍDIO DE MANDATO ELETIVO

Leia mais

DIREITOS POLITICOS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS

DIREITOS POLITICOS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS CONCEITO: O direito democrático de participação do povo no governo, por seus representantes, acabou exigindo a formação de um conjunto de normas legais permanentes, que recebe a denominação de direitos

Leia mais

Direito Constitucional TJ/RJ Prof. Carlos Andrade

Direito Constitucional TJ/RJ Prof. Carlos Andrade Direito Constitucional TJ/RJ Prof. Carlos Andrade 19. Segundo a Constituição Federal, os tratados e convenções internacionais sobre direitos humanos que forem aprovados, em cada Casa do Congresso Nacional,

Leia mais

Fontes do Direitos: Constituição, lei, costumes, jurisprudência, doutrina e contrato. A Constituição Federal e os tópicos da Economia

Fontes do Direitos: Constituição, lei, costumes, jurisprudência, doutrina e contrato. A Constituição Federal e os tópicos da Economia Fontes do Direitos: Constituição, lei, costumes, jurisprudência, doutrina e contrato. A Constituição Federal e os tópicos da Economia No Brasil, vigora o princípio da Supremacia da Constituição, segundo

Leia mais

Remuneração dos Agentes Políticos.

Remuneração dos Agentes Políticos. Remuneração dos Agentes Políticos. Subsídio Os Agentes Políticos recebem por subsídio (art. 39, 4º da CF/88), a saber: 4º O membro de Poder, o detentor de mandato eletivo, os Ministros de Estado e os Secretários

Leia mais

ww.concursovirtual.com.b

ww.concursovirtual.com.b NACIONALIDADE (ART. 12 E 13) Fábio Ramos FGV TCM/RJ PROCURADOR 2008 1.O critério adotado pelo direito brasileiro para atribuir a nacionalidade a é: a) o do jus soli, com exceções. b) o do jus sanguinis,

Leia mais

Supremo Tribunal Federal STF Artigo 101

Supremo Tribunal Federal STF Artigo 101 Supremo Tribunal Federal STF Artigo 101 Composto por 11 Ministros de Justiça vitalícios - Taxativamente 11 - Exclusivamente natos - Cidadãos - Mais de 35 e menos de 65 anos de idade - Notável saber jurídico

Leia mais

Sumário CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988... 21 PREÂMBULO... 21. TÍTULO III Da Organização do Estado... 39

Sumário CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988... 21 PREÂMBULO... 21. TÍTULO III Da Organização do Estado... 39 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988... 21 PREÂMBULO... 21 TÍTULO I Dos Princípios Fundamentais... 21 TÍTULO II Dos Direitos e Garantias

Leia mais

Simulado D. Constitucional - Câmara dos Deputados

Simulado D. Constitucional - Câmara dos Deputados Simulado D. Constitucional - Câmara dos Deputados - 2012 Fala pessoal, tudo bem com vocês?! Prontos para gabaritar a prova da Câmara dos Deputados? Espero que sim... Tenham confiança! A vitória se aproxima.

Leia mais

Regimes Próprios de Previdência Social

Regimes Próprios de Previdência Social Ministério da Previdência Social Secretaria de Políticas de Previdência Social Regimes Próprios de Previdência Social Consolidação da Legislação Federal Atualizada até 2 de maio de 2012 SUMÁRIO Capítulo

Leia mais

Organização Administrativa BOM DIA!!!

Organização Administrativa BOM DIA!!! BOM DIA!!! 1. Introdução 2. Administração Pública 3. Órgão Público 4. Classificação dos Órgãos 5. Descentralização e Desconcentração 6. Função Pública 7. Cargo Público 8. Agente Público 1. Introdução Regime

Leia mais

QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS 2016 CONTABILIDADE PÚBLICA. Desejo-lhe sucesso e sorte na conquista de seus sonhos e o pleno alcance de suas metas.

QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS 2016 CONTABILIDADE PÚBLICA. Desejo-lhe sucesso e sorte na conquista de seus sonhos e o pleno alcance de suas metas. QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS 2016 CONTABILIDADE PÚBLICA Prezado estudante, concursando! Desejo-lhe sucesso e sorte na conquista de seus sonhos e o pleno alcance de suas metas. Nunca desista de conquistar

Leia mais

Lei n.º 4/85 de 9 de abril. Estatuto remuneratório dos titulares de cargos políticos. TÍTULO I Remunerações dos titulares de cargos políticos

Lei n.º 4/85 de 9 de abril. Estatuto remuneratório dos titulares de cargos políticos. TÍTULO I Remunerações dos titulares de cargos políticos Lei n.º 4/85 de 9 de abril Estatuto remuneratório dos titulares de cargos políticos TÍTULO I Remunerações dos titulares de cargos políticos CAPÍTULO I Disposições gerais Artigo 1.º Titulares de cargos

Leia mais

Nº COMARCA DE PORTO ALEGRE PREFEITO MUNICIPAL DE CAIBATE PROCURADOR GERAL DO ESTADO D E C I S Ã O

Nº COMARCA DE PORTO ALEGRE PREFEITO MUNICIPAL DE CAIBATE PROCURADOR GERAL DO ESTADO D E C I S Ã O 47 AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE ÓRGÃO ESPECIAL COMARCA DE PORTO ALEGRE PREFEITO MUNICIPAL DE CAIBATE CAMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE CAIBATE PROCURADOR GERAL DO ESTADO PROPONENTE REQUERIDO INTERESSADO

Leia mais

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL E REFORMA DO ESTADO GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 17 DE OUTUBRO DE 1996.

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL E REFORMA DO ESTADO GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 17 DE OUTUBRO DE 1996. MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL E REFORMA DO ESTADO GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 17 DE OUTUBRO DE 1996. O MINISTRO DE ESTADO DO MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL E REFORMA DO

Leia mais

PONTO DOS CONCURSOS CURSO DE DIREITO ELEITORAL TRE/AP 4º Simulado de Direito Eleitoral p/ TRE-AMAPÁ! PROFESSOR: RICARDO GOMES AVISOS:

PONTO DOS CONCURSOS CURSO DE DIREITO ELEITORAL TRE/AP 4º Simulado de Direito Eleitoral p/ TRE-AMAPÁ! PROFESSOR: RICARDO GOMES AVISOS: AVISOS: Estamos ministrando os seguintes CURSOS: DIREITO ELEITORAL P/ O TSE - ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA JUDICIÁRIA (TEORIA E EXERCÍCIOS) DIREITO ELEITORAL P/ O TSE - ANALISTA E TÉCNICO ÁREA ADMINISTRATIVA

Leia mais

Impossibilidade de acumulação de três cargos públicos

Impossibilidade de acumulação de três cargos públicos Impossibilidade de acumulação de três cargos públicos CONSULTA N. 796.542 EMENTA: Consulta Prefeitura municipal Acumulação de cargos públicos Servidor detentor de dois cargos de professor: I. Acumulação

Leia mais

LEI Nº , DE 4 DE OUTUBRO DE 2007

LEI Nº , DE 4 DE OUTUBRO DE 2007 LEI Nº 11.526, DE 4 DE OUTUBRO DE 2007 Fixa a remuneração dos cargos e funções comissionadas da administração pública federal direta, autárquica e fundacional; revoga dispositivos das Leis nºs 10.470,

Leia mais

LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL VEDAÇÕES EM ÚLTIMO ANO DE MANDATO

LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL VEDAÇÕES EM ÚLTIMO ANO DE MANDATO LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL VEDAÇÕES EM ÚLTIMO ANO DE MANDATO 1 ART. 42 - VEDAÇÕES de 1º de maio a 31 de dezembro: Contrair obrigação de despesa, nos últimos 8 meses, que não possa ser cumprida (paga)

Leia mais

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1.292, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2001. Publicado no Diário Oficial nº 1120 O Governador do Estado do Tocantins Altera os níveis dos cargos de provimento em comissão de simbologia DAS e CAD, institui

Leia mais

Federal e dispositivos da Emenda Constitucional nº 20, de 15 de dezembro de 1998, e dá outras providências.

Federal e dispositivos da Emenda Constitucional nº 20, de 15 de dezembro de 1998, e dá outras providências. 40862 Sexta-feira 12 DIÁRIO DO SENADO FEDERAL Dezembro de 2003 O SR. PRESIDENTE (José Sarney) Encerrada a votação: Votaram SIM 27 Srs. Senadores; e NÃO, 48. Não houve abstenção. Total: 75 votos. As emendas

Leia mais

Trilha de Fiscalização. Acumulação de cargos públicos Regime de dedicação exclusiva Teto remuneratório

Trilha de Fiscalização. Acumulação de cargos públicos Regime de dedicação exclusiva Teto remuneratório Trilha de Fiscalização Acumulação de cargos públicos Regime de dedicação exclusiva Teto remuneratório Setembro de 2010 Problemas/desafios Como melhorar a efetividade das fiscalizações de acumulação de

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 634/2010

RESOLUÇÃO Nº 634/2010 Publicação: 19/05/2010 DJE: 18/05/2010 RESOLUÇÃO Nº 634/2010 Regulamenta a concessão do Adicional de Desempenho, ADE, aos servidores efetivos dos Quadros de Pessoal da Secretaria do Tribunal de Justiça

Leia mais

Art. 92 ÓRGÃOS: Tribunais Superiores Tribunais de 2º grau (2ª instância) 1º grau (1ª instância) facebook.com/prof.rodrigomenezes Justiça Estadual / DFT Justiça Federal O STF, o CNJ e os Trib. Sup. têm

Leia mais

Agentes públicos do regime constitucional ao legal. Professor: Sandro Bernardes Auditor do TCU contato: ww.forumconcurseiros.com

Agentes públicos do regime constitucional ao legal. Professor: Sandro Bernardes Auditor do TCU contato: ww.forumconcurseiros.com Agentes públicos do regime constitucional ao legal Professor: Sandro Bernardes Auditor do TCU contato: ww.forumconcurseiros.com AGENTES PÚBLICOS Roteiro (Parte 2) 1 Conceitos Introdutórios 2 Fixação/revisão

Leia mais

INCONSTITUCIONALIDADE DA LEI /2006

INCONSTITUCIONALIDADE DA LEI /2006 INCONSTITUCIONALIDADE DA LEI 11.350/2006 Autoria: Sidnei Di Bacco Advogado Dispõe a EC 51/2006: Art. 1º. O art. 198 da Constituição Federal passa a vigorar acrescido dos seguintes 4º, 5º e 6º: Art. 198.

Leia mais

PROJETO DE LEI. 1º Esta Lei aplica-se: I - ao Presidente da República, ao Vice-Presidente da República e aos Ministros de

PROJETO DE LEI. 1º Esta Lei aplica-se: I - ao Presidente da República, ao Vice-Presidente da República e aos Ministros de PROJETO DE LEI Disciplina, em âmbito nacional, a aplicação do limite máximo remuneratório mensal de agentes políticos e públicos de que tratam o inciso XI do caput e os 9º e 11 do art. 37 da Constituição.

Leia mais

Câmara Municipal de Santo Amaro publica:

Câmara Municipal de Santo Amaro publica: Câmara Municipal de Santo Amaro 1 Quinta-feira Ano I Nº 344 Câmara Municipal de Santo Amaro publica: Projeto de Lei nº 182/2012 - Dispõe sobre a fixação do subsídio dos Vereadores, Prefeito, Vice-Prefeito

Leia mais

CRONOGRAMA DE REUNIÕES 2011

CRONOGRAMA DE REUNIÕES 2011 CRONOGRAMA DE REUNIÕES 2011 23.02 (4ª) / 09h 23.02 (4ª) / às 16h SOLENIDADE DE ABERTURA OFICIAL DOS TRABALHOS DA COMISSÃO 1- Disposições Preliminares Da Competência do Município 02.03 (4ª) / 16.03 (4ª)

Leia mais

Dotações DESPESA EMPENHADA DESPESA LIQUIDADA

Dotações DESPESA EMPENHADA DESPESA LIQUIDADA 01.00.00.000.0000.0000.0.0.00.00.00.00.00 CAMARA MUNICIPAL DE VEREADORES 687.427,03 107.759,34 107.759,34 579.667,69 104.377,34 104.377,34 01.01.00.000.0000.0000.0.0.00.00.00.00.00 CAMARA MUNICIPAL DE

Leia mais

Lei 1.333, de 1º de Abril de 2011.

Lei 1.333, de 1º de Abril de 2011. 1.333, de 1º de Abril de 2011. DISPÕE SOBRE A ALTERAÇÃO NA LEI Nº. 1.153/09 DE 06.04.2009, E DÁ OUTRAS PROVIDENCIAS O PREFEITO MUNICIPAL DE JACIARA, ESTADO DE MATO GROSSO, MAX JOEL RUSSI faz saber, que

Leia mais

Este texto não substitui o original publicado no Diário Oficial

Este texto não substitui o original publicado no Diário Oficial Este texto não substitui o original publicado no Diário Oficial LEI N 991 DE 6 DE MAIO DE 2015. Reajusta os valores constantes dos anexos I a VII da Lei nº 153, de 01 de outubro de 1996, e suas alterações,

Leia mais

EMENTA: 1. CONSULTA - RESOLUÇÕES CNJ 13 e 14/ VISTOS, relatados e discutidos

EMENTA: 1. CONSULTA - RESOLUÇÕES CNJ 13 e 14/ VISTOS, relatados e discutidos 1 Pedido de Providências n 851 Requerente: Tribunal Superior do Trabalho - TST Assunto:Consulta - Resoluções n 13/2006 e 14/2006. Requerido: Conselho Nacional de Justiça - CNJ. Possibilidade de acumulação

Leia mais

Como pensa o examinador em provas para a Magistratura do TJ-RS? MAPEAMENTO DAS PROVAS - DEMONSTRAÇÃO -

Como pensa o examinador em provas para a Magistratura do TJ-RS? MAPEAMENTO DAS PROVAS - DEMONSTRAÇÃO - Curso Resultado Um novo conceito em preparação para concursos! Como pensa o examinador em provas para a Magistratura do TJ-RS? MAPEAMENTO DAS PROVAS - DEMONSTRAÇÃO - Trabalho finalizado em julho/2015.

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 089/2013

LEI COMPLEMENTAR Nº 089/2013 LEI COMPLEMENTAR Nº 089/2013 DISPÕE SOBRE A REVISÃO GERAL ANUAL DA REMUNERAÇÃO DOS SERVIDORES PÚBLICOS EFETIVOS E COMISSIONADOS DA ADMINISTRAÇÃO DIRETA E DA ENTIDADE AUTARQUICA DA ADMINISTRAÇÃO INDIRETA

Leia mais

IUS RESUMOS. Agentes Públicos Parte I. Organizado por: Samille Lima Alves

IUS RESUMOS. Agentes Públicos Parte I. Organizado por: Samille Lima Alves Públicos Parte I Organizado por: Samille Lima Alves SUMÁRIO I. AGENTES PÚBLICOS PARTE 1... 3 1. Conceito... 3 2. Espécies de agentes públicos... 4 2.1 políticos... 4 2.2 Particulares em colaboração com

Leia mais

O CONTRATO ADMINISTRATIVO

O CONTRATO ADMINISTRATIVO O CONTRATO ADMINISTRATIVO Rénan Kfuri Lopes, adv. Sumário: I Conceito II Ingresso no Serviço Público III O Regime Geral da Previdência Social (RGPS) IV O Estatuto do Servidor Público V - Direitos dos Servidores

Leia mais

MUNICÍPIO DE CAAPIRANGA PRAÇA 28 DE DEZEMBRO, CNPJ: / Orçamento Programa - Exercício de 2017

MUNICÍPIO DE CAAPIRANGA PRAÇA 28 DE DEZEMBRO, CNPJ: / Orçamento Programa - Exercício de 2017 NATUREZA DA DESPESA POR Page 1 01 LEGISLATIVO 01 CAMARA MUNICIPAL 1.052.000,00 779.000,00 779.000,00 3. 1. 90. 05 OUTROS BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS 0.01.010 1.000,00 3. 1. 90. 11 VENCIMENTOS E VANTAGENS

Leia mais

Exercícios - Legislação IPERGS - Constituição Federal

Exercícios - Legislação IPERGS - Constituição Federal Professor Gustavo Fregapani E-mail: gustavofregapani@gmail.com Página de dicas no Facebook: https://www.facebook.com/gustavofregapani Curta a página e receba novidades, informações e dicas para concursos

Leia mais

NORMA DE CESSÃO DE EMPREGADOS - NOR 318

NORMA DE CESSÃO DE EMPREGADOS - NOR 318 MANUAL DE GESTÃO DE PESSOAS COD. 300 ASSUNTO: CESSÃO DE EMPREGADOS COD: NOR 318 APROVAÇÃO: Resolução Nº 14/2010, de 08/10/2010 NORMA DE CESSÃO DE EMPREGADOS - NOR 318 1/6 SUMÁRIO 1. FINALIDADE... 02 2.

Leia mais

Modelo 9 - DEMONSTRATIVO DOS LIMITES - RGF

Modelo 9 - DEMONSTRATIVO DOS LIMITES - RGF Nome da Entidade: CNPJ: 88124961000159 ORGÃO Nº: 57100 ENTIDADES DA ADMINISTRAÇÃO INDIRETA QUE COMPÕEM AS INFORMAÇÕES DO MODELO 9: CNPJ Nome da Entidade Tipo É RPPS? Cód. Barras do RVE 96041330000102 DEP.

Leia mais

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE SERVIÇOS LEGISLATIVOS LEI COMPLEMENTAR Nº 79, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2000 D.O

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE SERVIÇOS LEGISLATIVOS LEI COMPLEMENTAR Nº 79, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2000 D.O Autor: Poder Executivo LEI COMPLEMENTAR Nº 79, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2000 D.O. 13.12.00. Dispõe sobre o subsídio dos integrantes do Grupo TAF - Tributação, Arrecadação e Fiscalização. O GOVERNADOR DO ESTADO

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSU Nº 002/2014 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2014

RESOLUÇÃO CONSU Nº 002/2014 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2014 Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia Fundação Centro Universitário Estadual da Zona Oeste RESOLUÇÃO CONSU Nº 002/2014 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2014 REFERENDOU A

Leia mais

PELA REDUÇÃO DO SALARIO DOS DEPUTADOS ESTADUAIS DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO JÁ!

PELA REDUÇÃO DO SALARIO DOS DEPUTADOS ESTADUAIS DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO JÁ! PROJETO DE EMENDA CONSTITUCIONAL DE INICIATIVA POPULAR Projeto de Iniciativa Popular de Emenda à Constituição do Estado do Espírito Santo, que altera os Art.49, 2º e art. 26, IV, a a,b,c,d,e,f. PELA REDUÇÃO

Leia mais

PLANO DE APOSENTADORIA BASF

PLANO DE APOSENTADORIA BASF Formulário de inscrição para o Plano de Aposentadoria BASF 1. Dados do participante Nome do Participante: Matrícula: Data de admissão: Patrocinadora: Estado Civil: CPF: 2. Declaração do participante Na

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 170, DE 2013

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 170, DE 2013 SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 170, DE 2013 O CONGRESSO NACIONAL decreta: Altera a Lei nº 9.250, de 26 de dezembro de 1995, que altera a legislação do imposto de renda das pessoas físicas e

Leia mais

LEI Nº 4.027, DE 20 DE MAIO DE 2011.

LEI Nº 4.027, DE 20 DE MAIO DE 2011. LEI Nº 4.027, DE 20 DE MAIO DE 2011. Aprova as tabelas de vencimento-base e de subsídio dos servidores públicos estaduais, integrantes do Plano de Cargos, Empregos e Carreiras da administração direta,

Leia mais

MARATONA INSS LEI 8.112/90. Rodrigo Cardoso

MARATONA INSS LEI 8.112/90. Rodrigo Cardoso MARATONA INSS LEI 8.112/90 Rodrigo Cardoso Acerca das responsabilidades e penalidades do servidor público, julgue os itens que se seguem. 1. (CESPE 2015/TJDFT/ANALISTA JUDICIÁRIO/ÁREA JUDICIÁRIA) A aplicação

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO PROF. SANDRO BERNARDES TODAS AS QUESTÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO - PROVA CÂMARA DOS DEPUTADOS

DIREITO ADMINISTRATIVO PROF. SANDRO BERNARDES TODAS AS QUESTÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO - PROVA CÂMARA DOS DEPUTADOS DIREITO ADMINISTRATIVO PROF. SANDRO BERNARDES TODAS AS QUESTÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO - PROVA CÂMARA DOS DEPUTADOS Com relação à organização da administração pública, julgue os itens seguintes. (2012/CESPE/CÂMARA/Analista)

Leia mais

SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 2, DE 8 DE NOVEMBRO DE 2011

SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 2, DE 8 DE NOVEMBRO DE 2011 SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 2, DE 8 DE NOVEMBRO DE 2011 Dispõe sobre os procedimentos para a aplicação do limite remuneratório de que trata o inciso XI, do art. 37, da Constituição

Leia mais

É a situação do servidor que ocupa mais de um cargo, emprego ou função pública.

É a situação do servidor que ocupa mais de um cargo, emprego ou função pública. ACUMULAÇÃO DE CARGOS É a situação do servidor que ocupa mais de um cargo, emprego ou função pública. Requisitos básicos: Existência de acúmulo de cargos, empregos ou funções. Conforme a Constituição Federal,

Leia mais

A Câmara Municipal de Maceió decreta e eu sanciono e a seguinte Lei:

A Câmara Municipal de Maceió decreta e eu sanciono e a seguinte Lei: LEI Nº 4846 DE 02 DE JULHO DE 1999. DISPÕE SOBRE A TRANSFORMAÇÃO DO IPAM - INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA MUNICIPAL DE MACEIÓ EM ÓRGÃO EXCLUSIVAMENTE PREVIDENCIÁRIO DO SERVIDOR PÚBLICO DO MUNICÍPIO

Leia mais

NOTA TÉCNICA. Santana de Parnaíba, 11 de março de 2005.

NOTA TÉCNICA. Santana de Parnaíba, 11 de março de 2005. 1 Santana de Parnaíba, 11 de março de 2005. NOTA TÉCNICA Teto de Remuneração dos Servidores Públicos Redação do Artigo 37, XI, da Constituição Federal - Emenda Constitucional n.º 41/2003 Vantagens Pessoais

Leia mais

Em 2015, o subsídio do governador aumentou para R$ ,05

Em 2015, o subsídio do governador aumentou para R$ ,05 Em 2015, o subsídio do governador aumentou para R$ 21.613,05 O governador Geraldo Alckmin assinou decreto que proíbe aumento para servidores do estado no ano de 2015. O Decreto 61.132/15, publicado na

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 282/20104

PROJETO DE LEI Nº 282/20104 PROJETO DE LEI Nº 282/20104 Concede adicional de periculosidade para o servidor do poder legislativo municipal e dá outras providências. Art. 1 Fica instituído no Poder Legislativo Municipal de Jaboticabal,

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO I DIREITOS POLÍTICOS... 1 CAPÍTULO II DIREITO ELEITORAL... 15 CAPÍTULO III PRINCÍPIOS DE DIREITO ELEITORAL... 23

SUMÁRIO CAPÍTULO I DIREITOS POLÍTICOS... 1 CAPÍTULO II DIREITO ELEITORAL... 15 CAPÍTULO III PRINCÍPIOS DE DIREITO ELEITORAL... 23 SUMÁRIO CAPÍTULO I DIREITOS POLÍTICOS... 1 1. Compreensão dos direitos políticos... 1 1.1. Política... 1 1.2. Direito Político... 2 1.3. Direitos políticos... 2 2. Direitos humanos e direitos políticos...

Leia mais

PROCESSO - TC-2150/2005 INTERESSADO - CÂMARA MUNICIPAL DE NOVA VENÉCIA ASSUNTO - CONSULTA:

PROCESSO - TC-2150/2005 INTERESSADO - CÂMARA MUNICIPAL DE NOVA VENÉCIA ASSUNTO - CONSULTA: PROCESSO - TC-2150/2005 INTERESSADO - CÂMARA MUNICIPAL DE NOVA VENÉCIA ASSUNTO - CONSULTA: I CONCESSÃO DE AUMENTO REMUNERATÓRIO REAL A SERVIDORES DO PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL - LEI DE SUA PRÓPRIA INICIATIVA

Leia mais

LEI Nº 4.249, DE 17 DE DEZEMBRO DE Art. 2º - Considera-se necessidade temporária de. I - assistência a situações de emergência e de

LEI Nº 4.249, DE 17 DE DEZEMBRO DE Art. 2º - Considera-se necessidade temporária de. I - assistência a situações de emergência e de LEI Nº 4.249, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2002. Dispõe sobre a contratação por tempo determinado para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público, nos termos do inciso IX do artigo 37 da

Leia mais

PROVA DE NOÇÕES DE DIREITO

PROVA DE NOÇÕES DE DIREITO 7 PROVA DE NOÇÕES DE DIREITO QUESTÃO 21 Considera-se como lei meramente material a norma: a) dependente de regulamentação. b) dotada de obrigatoriedade absoluta. c) instituída por órgão não legislativo,

Leia mais

CONTROLE DE CONTEÚDO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL 1ª REGIÃO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA: ADMINISTRATIVA

CONTROLE DE CONTEÚDO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL 1ª REGIÃO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA: ADMINISTRATIVA CONTROLE DE CONTEÚDO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL 1ª REGIÃO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA: ADMINISTRATIVA REGIMENTO INTERNO 1 Organização e composição do TRF 1ª Região: órgãos jurisdicionais, Corregedoria-Regional,

Leia mais

da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança, ao adolescente e ao jovem, com

da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança, ao adolescente e ao jovem, com TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA OBJETIVANDO GARANTIR EDUCAÇÃO DE QUALIDADE COMBATENDO A ACUMULAÇÃO DE CARGOS PÚBLICOS NO MAGISTÉRIO. que firmam o ESTADUAL, por meio da Promotoria de Justiça

Leia mais

JUSTIFICATIVA A MINUTA DE PROJETO DE LEI SOBRE GRATIFICAÇÃO DE PRODUTIVIDADE PREVISTA NA LEI COMPLEMENTAR 078/2011.

JUSTIFICATIVA A MINUTA DE PROJETO DE LEI SOBRE GRATIFICAÇÃO DE PRODUTIVIDADE PREVISTA NA LEI COMPLEMENTAR 078/2011. JUSTIFICATIVA A MINUTA DE PROJETO DE LEI SOBRE GRATIFICAÇÃO DE PRODUTIVIDADE PREVISTA NA LEI COMPLEMENTAR 078/2011. Conforme acordado na última reunião realizada com o Secretário da Fazenda do Estado do

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA 215/2004, QUE DISPÕE SOBRE O REAJUSTAMENTO DOS VALORES DOS SOLDOS DOS MILITARES DAS FORÇAS ARMADAS, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS

MEDIDA PROVISÓRIA 215/2004, QUE DISPÕE SOBRE O REAJUSTAMENTO DOS VALORES DOS SOLDOS DOS MILITARES DAS FORÇAS ARMADAS, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS ESTUDO ESTUDO MEDIDA PROVISÓRIA 215/2004, QUE DISPÕE SOBRE O REAJUSTAMENTO DOS VALORES DOS SOLDOS DOS MILITARES DAS FORÇAS ARMADAS, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS ESTUDO OUTUBRO/2004 Sérgio Fernandes Senna Pires

Leia mais

SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS Lei nº 8.112/90 Prof. Leandro Cadenas Prado

SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS Lei nº 8.112/90 Prof. Leandro Cadenas Prado SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS Lei nº 8.112/90 Prof. Leandro Cadenas Prado Servidores Públicos Federais Lei nº n 8.112/90. 7 Agentes Públicos Espécies - agentes políticos - agentes em delegação - servidores

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 95, DE 4 DE DEZEMBRO DE Publicada no Diário Oficial nº Subseção VI Das Defensorias Públicas do Estado

LEI COMPLEMENTAR Nº 95, DE 4 DE DEZEMBRO DE Publicada no Diário Oficial nº Subseção VI Das Defensorias Públicas do Estado LEI COMPLEMENTAR Nº 95, DE 4 DE DEZEMBRO DE 2014. Publicada no Diário Oficial nº4.271 O Governador do Estado do Tocantins Cria cargos de Defensor Público do Estado e Reestrutura os Cargos de Provimento

Leia mais

Gabinete Senador ACIR GURGACZ PARECER Nº, DE 2015

Gabinete Senador ACIR GURGACZ PARECER Nº, DE 2015 PARECER Nº, DE 2015 Relator Senador Acir Gurgacz Da Comissão Mista de Planos Orçamentos Públicos e Fiscalização - CMO, sobre o Projeto de Lei nº 003, de 2015 - CN, que Altera o Anexo V da Lei 13.115, de

Leia mais

A MESA DIRETORA Deputado RICARDO MOTTA PRESIDENTE

A MESA DIRETORA Deputado RICARDO MOTTA PRESIDENTE A MESA DIRETORA Deputado RICARDO MOTTA PRESIDENTE Deputado GUSTAVO CARVALHO 1 VICE-PRESIDENTE Deputado POTI JÚNIOR 1 SECRETÁRIO Deputado VIVALDO COSTA 3 SECRETÁRIO Deputado LEONARDO NOGUEIRA 2 VICE-PRESIDENTE

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL LEI Nº 3.669, DE 15 DE MAIO DE 2009. Aprova tabelas de vencimento e de subsídio dos servidores das categorias funcionais integrantes das carreiras do Plano de Cargos, Empregos

Leia mais

TRE/RN CICLO DE PALESTRAS

TRE/RN CICLO DE PALESTRAS 01 Vereador: Papel Constitucional e Sistema de Eleição Juiz JAILSOM LEANDRO DE SOUSA 02 Quem é o vereador? O Vereador é o Membro do Poder Legislativo Municipal. 03 Qual é o papel do Vereador? O papel do

Leia mais

5.6 Ações Trabalhistas Advindas da Relação de Emprego

5.6 Ações Trabalhistas Advindas da Relação de Emprego Dano moral individual o Competência Súmula nº 392 do TST - DANO MORAL. COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO (conversão da Orientação Jurisprudencial nº 327 da SBDI-1) - Res. 129/2005, DJ 20, 22 e 25.04.2005

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE COLÉGIO ELEITORAL ESPECIAL COMISSÃO ELEITORAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE COLÉGIO ELEITORAL ESPECIAL COMISSÃO ELEITORAL COLÉGIO ELEITORAL ESPECIAL COMISSÃO ELEITORAL OFÍCIO- Nº 005/2012 COMISSÃO ELEITORAL/UFAC Ao Senhor Eduardo Henrique de Almeida Aguiar Procurador da República Av. Epaminondas Jacome, nº 3017, Centro NC

Leia mais

O que é orçamento público?

O que é orçamento público? O que é orçamento público? É a previsão de arrecadação de receitas e a fixação de despesas para um período determinado. É computar, avaliar, calcular a previsão da arrecadação de tributos e o gasto de

Leia mais

Art. 1º. Os membros da Polícia Militar do Estado do Tocantins são remunerados exclusivamente por subsídios fixados em parcela única.

Art. 1º. Os membros da Polícia Militar do Estado do Tocantins são remunerados exclusivamente por subsídios fixados em parcela única. LEI Nº 1.162, DE 27 DE JUNHO 2000. Publicado no Diário Oficial nº 942 *Revogada pela Lei nº 2.578, de 20/04/2012 Dispõe sobre os subsídios dos Policiais Militares do Estado do Tocantins, e dá outras providências.

Leia mais

Art. 3º - A estrutura orgânica básica da Prefeitura Municipal de Alvorada do Gurguéia é constituída dos seguintes órgãos:

Art. 3º - A estrutura orgânica básica da Prefeitura Municipal de Alvorada do Gurguéia é constituída dos seguintes órgãos: Lei nº. 0/97, de 04 de janeiro de 1997 Dispõe sobre a Estrutura Orgânica Básica da Prefeitura Municipal de Alvorada do Gurguéia e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE ALVORADA DO GURGUÉIA, ESTADO

Leia mais

ELEIÇÕES 2016 TABELA DE DESINCOMPATIBILIZAÇÃO

ELEIÇÕES 2016 TABELA DE DESINCOMPATIBILIZAÇÃO ELEIÇÕES 2016 TABELA DE DESINCOMPATIBILIZAÇÃO UM GUIA DE ORIENTAÇÃO O período eleitoral, durante todo o exercício de 2016, deve receber por parte dos administradores públicos, assessores e servidores municipais,

Leia mais

O Que Fazem Deputados Federais, Estaduais, Senadores e o Governador? (competências e âmbito de atuação)

O Que Fazem Deputados Federais, Estaduais, Senadores e o Governador? (competências e âmbito de atuação) O Que Fazem Deputados Federais, Estaduais, Senadores e o Governador? (competências e âmbito de atuação) Patricia Brasil Advogada Delegada do Partido Humanista da Solidariedade Junto ao TRE/SP Especialista

Leia mais

Prof. Cristiano Lopes

Prof. Cristiano Lopes Prof. Cristiano Lopes Poder Legislativo Federal ü No Brasil vigora o bicameralismo federativo, no âmbito federal. Ou seja, o Poder Legislativo no Brasil, em âmbito federal, é bicameral, isto é, composto

Leia mais

NORMA DE CONDUTA EM PERÍODO ELEITORAL - NOR 317

NORMA DE CONDUTA EM PERÍODO ELEITORAL - NOR 317 MANUAL DE GESTÃO DE PESSOAS COD. 300 ASSUNTO: CONDUTA EM PERÍODO ELEITORAL. APROVAÇÃO: Resolução DIREX nº 080, de 26/05/2014 VIGÊNCIA: 26/05/2014 NORMA DE CONDUTA EM PERÍODO ELEITORAL - NOR 317 1/7 SUMÁRIO

Leia mais

A história da criação da lei /2010

A história da criação da lei /2010 1 Seminário de Capacitação do CAU/SP: O CAU que queremos A história da criação da lei 12.378/2010 São Paulo - Junho de 2012 Projeto de Lei n 347/2003 (Senador José Sarney) Tramitação a partir de 19.8.2003

Leia mais

Definição como se transformam votos em poder

Definição como se transformam votos em poder Definição. Sistema eleitoral é o conjunto de regras que define como, em uma determinada eleição, o eleitor pode fazer suas escolhas e como os votos são contabilizados para serem transformados em mandatos.

Leia mais

MÁRIO ELESBÃO LIMA DA SILVA

MÁRIO ELESBÃO LIMA DA SILVA MÁRIO ELESBÃO LIMA DA SILVA 2016 Silva-Regimento Interno da Camara dos Deputados Comentado-1ed.indd 3 08/08/2016 08:12:26 Resolução nº 17, de 1989 REGIMENTO INTERNO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS TÍTULO I DISPOSIÇÕES

Leia mais