UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE NÚCLEO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO NUCI/CCSA/UFS CURSO DE BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE NÚCLEO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO NUCI/CCSA/UFS CURSO DE BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE NÚCLEO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO NUCI/CCSA/UFS CURSO DE BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO APRESENTAÇÃO GRÁFICA DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO I e II EM BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO/NUCI/UFS 1 INTRODUÇÃO Este manual refere-se à apresentação de originais a serem editados de acordo com as normas ABNT NBR 14724:11- Apresentação de trabalhos acadêmicos e ABNT NBR 15287:11- Apresentação de projeto de pesquisa. 1.1 Digitação Os trabalhos acadêmicos e projetos de pesquisa devem seguir as seguintes orientações: Conforme a ABNT NBR 14724:11, ABNT NBR 15287:11 e a ABNT NBR 10719:11, deve-se usar folha em tamanho A4 (21,0 cm x 29,7 cm); Todo o texto deverá ser justificado; Margens: as folhas devem apresentar margem esquerda e superior de 3cm; margem direita e inferior de 2cm; Espaçamento: o texto deve ser digitado com espaço 1,5 entrelinhas (exceto nas citações com mais de três linhas; entre as linhas de uma referência; nas legendas e fontes das ilustrações e tabelas; na ficha catalográfica e na nota de natureza do trabalho). Nesses casos o espaçamento é simples. Na lista final as referências são separadas entre si por espaço simples;

2 Para digitação, utiliza-se o tamanho 12 para todo o trabalho, inclusive a capa, folha de rosto, sumário. Tipo de letra: Arial ou Times New Roman (não misturar dois tipos de letra num único trabalho); Nas notas de rodapé, paginação, legenda, fonte das ilustrações, tabelas, ficha catalográfica, e citações longas usar fonte 11. As seções primárias sempre abrem uma nova página. O espaçamento entre os títulos das seções primárias e os textos que as sucedem bem como entre as subseções e os textos (1,5 cm); Numeração de páginas deve ser inserida no canto superior direito. A contagem do número de páginas começa pela folha de rosto, porém aparece pela primeira vez na Introdução; O indicativo numérico que antecede o título de uma seção é alinhado à esquerda e separado do seu título por um espaço; Os títulos sem indicativo numérico, como errata, agradecimentos, listas, resumo, sumário, referências, glossário, apêndice, anexo e índice devem ser centralizados na página; A folha de aprovação, a dedicatória e a epígrafe não possuem título e nem indicativo numérico; Quanto ao tipo de parágrafo, a ABNT NBR 14724:11 e a ABNT NBR 15287:11, não estabelecem o tipo de parágrafo, deixando a escolha a critério do autor. Pode-se adotar dois tipos de parágrafos, o moderno ou o tradicional. O moderno adota a mesma margem esquerda para todo o texto separando os parágrafos por um espaço 1,5 cm entre si; o tradicional adota um recuo a 2 cm da margem esquerda. O formato adotado deve ser mantido em todo o trabalho; Devem-se utilizar as aspas: para citações curtas de até três linhas (as quais devem ser inseridas no próprio texto); para termos utilizados com significado diferente; para apelidos e gírias e para definições conceituais de termos (FRANÇA; VASCONCELLOS, 2013, p.215). 1.2 Citações De acordo com a ABNT NBR 10520:02, citação é uma informação extraída de outra fonte, podendo ser direta ou indireta, de fonte escrita ou oral.

3 A citação direta de até três linhas deve ser inserida no próprio parágrafo, entre aspas. Já as citações com mais de três linhas deve constituir um parágrafo independente com tamanho de letra 11, espaço simples, com recuo de 4 cm da margem esquerda do texto com um espaço de 1,5 cm entre os parágrafos anterior e posterior. As citações devem ser representadas por chamadas de autor, instituição, entidade, título, garrafadas em letras maiúsculas e minúsculas quando fizerem parte integrante do texto e em letras maiúsculas quando vierem entre parênteses (FRANÇA; VASCONCELLOS, 2013, p.215). 1.3 Notas de rodapé Conforme a ABNT NBR 14724:11 e a ABNT NBR 15287:11, as notas de rodapé são colocadas na parte inferior da página, iniciando-se com a chamada numérica recebida no texto, sem parágrafo, ficando separadas do texto por um espaço simples de entrelinhas e por um filete de 5 cm, a partir da margem esquerda, devendo ser alinhadas a partir da segunda linha da mesma nota, abaixo da primeira letra da primeira palavra, sem espaço entre elas e com tamanho de letra Referências De acordo com a ABNT NBR 6023:02, as referências devem ser apresentadas obedecendo ao critério de ordem alfabética, numeradas e alinhadas somente à margem esquerda, usando espaço simples entrelinhas e um espaço simples para separar referências entre si. Devem-se utilizar letras maiúsculas (caixa alta) para: Sobrenome(s) principal(is) dos autor(s) até três. A partir de quatro autores coloca-se o sobrenome do primeiro seguido da expressão et al.; Nomes de entidades coletivas, quando a entrada é direta; Primeira palavra da referência, quando a entrada é por título; Entrada de eventos (congressos, encontros, etc.);

4 Nomes geográficos, quando se tratar de instituições governamentais. O título deve ser digitado em negrito, sendo apenas a primeira letra maiúscula. O subtítulo, por sua vez deve ser grafado em fonte normal e minúscula. Já o itálico deve ser utilizado para nomes científicos, expressões latinas e palavras estrangeiras. Para outros casos, verificar a norma. 1.5 Título das Seções Segundo a ABNT NBR 6024:12, os títulos das seções devem ser destacados tipograficamente, de forma hierárquica, da primária a quinaria. A ABNT NBR 14724:11 e a ABNT NBR 15287:11, apontam que os títulos das seções primárias devem começar em nova página, na parte superior da mancha gráfica e ser separado do texto por um espaço entrelinhas de 1,5 cm. Os títulos e suas respectivas numerações devem ser apresentados junto à margem esquerda, sem recuo. 1.6 Seções e subseções do trabalho As divisões primárias dos textos, ou seja, seções, devem abrir uma nova página na margem esquerda. Os títulos precedidos de indicativo numérico obedecerão a seguinte ordem: Seção primária: CAIXA ALTA E EM NEGRITO; Seção secundária: Caixa baixa e em negrito; Seção terciária: Caixa baixa e sem negrito; Seção quaternária: caixa baixa e em itálico; Recomenda-se que não haja seção quinaria nos Trabalhos de Conclusão de Curso 1.7 Sumário Conforme a ABNT NBR 14724:11, sumário é um elemento pré-textual obrigatório cujas partes são acompanhadas dos respectivos números das páginas. É a enumeração das principais divisões, seções e outras partes do trabalho, na mesma ordem em que a matéria nele ocorre e na mesma grafia das seções acompanhada do

5 correspondente número da página, conforme a ABNT NBR 6027:2013, os títulos e subtítulos das seções e outras partes do documento devem seguir os indicativos numéricos e devem ser alinhados pela margem do título do indicativo mais extenso inclusive os elementos pós-textuais (FRANÇA; VASCONCELLOS, 2013, p.104). 1.8 Paginação De acordo com ABNT NBR 14724:2011 e a ABNT NBR 15287:2011, todas as folhas do trabalho, a partir da folha de rosto devem ser contadas sequencialmente, mas não numeradas. A numeração é colocada, a partir da introdução, em algarismos arábicos, no canto superior direito da folha, a 2 cm da borda superior.

6 2 MODELOS ADOTADOS 2.1 Capa Elemento obrigatório deve conter informações na seguinte ordem, todas as palavras em caixa alta e centralizadas. Observar tamanho da fonte especificado ao lado de cada item a seguir: a) nome da instituição; corpo da fonte nº. 12, em negrito b) nome do(s) autor(es); corpo da fonte nº. 12, em negrito c) título; corpo da fonte nº.12 (em caixa alta, em negrito) d) subtítulo, se houver, separado do título por dois pontos; corpo da fonte nº. 12 (em maiúscula, sem negrito). e) cidade (para cidades homônimas, acrescenta-se a sigla da unidade da federação correspondente); tamanho da letra 12, em negrito. f) ano da entrega; corpo da fonte no 12, em negrito. 2.2 Folha de rosto Elemento obrigatório - deve conter informações necessárias à identificação do trabalho, dispostas na seguinte ordem: a) nome do autor: corpo da fonte nº. 12, caixa alta e negrito; b) título: tamanho da letra 12 (em caixa alta e em negrito); c) subtítulo: se houver, separado do título por dois pontos; corpo da fonte n. 12 (em caixa baixa, sem negrito); d) nota de natureza do trabalho: corpo da fonte nº. 12, letra minúscula, sem negrito, texto justificado, espaçamento simples, alinhada a 7 cm da margem direita; e) nome do orientador: (alinhado a 7 cm da margem direita, espaçamento simples; tamanho da letra 12, letra minúscula, sem negrito); f) local: corpo da fonte n.12; centralizado, caixa alta e negrito; g) ano de depósito; corpo da fonte n. 12; centralizado, caixa alta e negrito.

7 REFERÊNCIAS ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Informações e documentos Trabalhos acadêmicos Apresentação. ABNT NBR 14724:11. Rio de Janeiro, Disponível em:< Acesso em 01 mai Informação e documentação Projeto de pesquisa Apresentação. ABNT NBR 15287:11. Rio de Janeiro, Disponível em:< >. Acesso em 01 mai Citações em documentos, ABNT NBR 10520:02. Rio de Janeiro, Disponível em: < >. Acesso em 01 mai Referências, ABNT NBR 6023:02. Rio de Janeiro, Disponível em: < >. Acesso em 01 mai Informação e documentação - Numeração progressiva das seções de um documento escrito Apresentação. ABNT NBR 6024:03. Rio de Janeiro, Disponível em: < 20Informa%C3%A7%C3%A3o%20e%20documenta%C3%A7%C3%A3o%20%20Nu mera%c3%a7%c3%a3o%20progressiva%20das%20se%c3%a7%c3%b5es%20d e%20um%20documento%20escrito%20%20apresenta%c3%a7%c3%a3o.pdf >. Acesso em 01 mai Informação e documentação Sumário Apresentação. ABNT NBR 6027:12. Rio de Janeiro, Disponível em: < >. Acesso em 01 mai Informação e documentação Lombada Apresentação. ABNT NBR 12225:04. Rio de Janeiro, Disponível em: < >. Acesso em 01 mai FRANÇA, Júnia Lessa; VASCONCELLOS, Ana Cristina de. Manual para normalização de publicações técnico-científicas. 9. ed. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2013.

8 ISKANDAR, Jamil Ibrahim. Normas da ABNT: comentadas para trabalhos científicos. 5. ed. Curitiba: Juruá, 2012.

9 APÊNDICE A - CAPA (margens superior e esquerda: 3 cm, inferior e direita: 2 cm) UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS NÚCLEO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO NOME DO ALUNO TÍTULO: subtítulo (se houver, sem negrito) Cidade Ano

10 APÊNDICE B - FOLHA DE ROSTO (margens superior e esquerda: 3 cm, inferior e direita: 2 cm) NOME DO ALUNO TÍTULO: subtítulo (se houver, sem negrito) Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Núcleo de Ciência da Informação da Universidade Federal de Sergipe para obtenção do grau de bacharel em Biblioteconomia e Documentação. Orientador: Prof. XXXXXXXXXXXXXXXXXXXX Cidade ANO

11 APÊNDICE C - FOLHA DE APROVAÇÃO (margens superior e esquerda: 3 cm; inferior e direita: 2 cm) TÍTULO: SUBTÍTULO (se houver, sem negrito) NOME DO ALUNO Trabalho de conclusão de curso apresentado ao Núcleo de Ciência da Informação da Universidade Federal de Sergipe para obtenção do grau de bacharel em Biblioteconomia e Documentação. Nota: Data de apresentação: Aprovado (a) pela banca examinadora: sem correções ( ) com correções ( ) Prof. Dr./Me XXXXXXXXXXXXXXXXXXXX (Orientador) Prof. Dr./Me XXXXXXXXXXXXXXXXXXXX (Membro convidado - Externo) Prof. Dr./Me XXXXXXXXXXXXXXXXXXXX (Membro convidado - Interno)

12 APÊNDICE D - DEDICATÓRIA (margens superior e esquerda: 3 cm; inferior e direita: 2 cm) Aos usuários da biblioteca (fonte 12, sem negrito)

13 APÊNDICE E - AGRADECIMENTOS (margens superior e esquerda: 3 cm; inferior e direita: 2 cm) AGRADECIMENTOS Texto em espaço 1,5 cm, justificado, fonte 12, sem negrito

14 APÊNDICE F - EPÍGRAFE (margens superior e esquerda: 3 cm; inferior e direita: 2 cm) Um país se faz de homens e livros Monteiro Lobato

15 APÊNDICE G- RESUMO (margens superior e esquerda: 3 cm; inferior e direita: 2 cm) RESUMO Trata-se de um resumo indicativo, com texto escrito em língua vernácula, com letra tamanho 12, sem negrito, espaço entrelinhas simples, parágrafo único, alinhamento justificado, contendo de 150 a 500 palavras. Conforme a NBR 6028, o resumo deve ressaltar os objetivos, o método, os resultados e as conclusões da pesquisa. Deve ser redigido com o verbo na voz ativa e na terceira pessoa do singular, evitando julgamento pessoal do resumidor. Palavras-chave: de 3 a 5 palavras representativas do assunto tratado. Devem ser apresentadas em ordem em importância do assunto estudado, e separadas por ponto.

16 APÊNDICE H - ABSTRACT (margens superior e esquerda: 3 cm; inferior e direita: 2 cm) ABSTRACT Trata-se de um resumo indicativo, com texto escrito em língua estrangeira (inglês), com letra tamanho 12, sem negrito, espaço entrelinhas simples, parágrafo único, alinhamento justificado, contendo de 150 a 500 palavras. Conforme a NBR 6028, o resumo deve ressaltar os objetivos, o método, os resultados e as conclusões da pesquisa. Keywords: de 3 a 5 palavras representativas do assunto tratado. Devem ser apresentadas em ordem alfabética e separadas por ponto.

17 APÊNDICE I - LISTA DE TABELAS (margens superior e esquerda: 3 cm; inferior e direita: 2 cm) LISTA DE TABELAS Tabela 1 Título da tabela 1 6 Tabela 2 Título da tabela 2 21

18 APÊNDICE J - LISTA DE ILUSTRAÇÕES (margens superior e esquerda: 3 cm; inferior e direita: 2 cm) LISTA DE ILUSTRAÇÕES Figura 1 Título da figura Figura 2 Título da figura

19 APÊNDICE K - LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS (margens superior e esquerda: 3 cm; inferior e direita: 2 cm) LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS CBBD NUCI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação Núcleo de Ciência da Informação

20 APÊNDICE L- SUMÁRIO (margens superior e esquerda: 3 cm; inferior e direita: 2 cm) SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO REVISÃO DE LITERATURA Histórico da catalogação As regras de Panizzi Aspectos fundamentais em Panizzi O AACR A norma RDA METODOLOGIA O projeto piloto Coleta dos dados DISCUSSÃO DOS RESULTADOS... 5 CONSIDERAÇÕES FINAIS REFERÊNCIAS APÊNDICES ANEXOS... 55

NORMAS PARA REDAÇÃO DA MONOGRAFIA

NORMAS PARA REDAÇÃO DA MONOGRAFIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CÂMPUS JATAÍ CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA FLORESTAL NORMAS PARA REDAÇÃO DA MONOGRAFIA 1. Formatação geral Os textos devem ser digitados em cor preta, podendo utilizar

Leia mais

CURSO DE... Letra maiúscula, fonte Times ou Arial, tamanho 12, negrito. NOME DO AUTOR Letra maiúscula, fonte Times ou Arial, tamanho 12, negrito

CURSO DE... Letra maiúscula, fonte Times ou Arial, tamanho 12, negrito. NOME DO AUTOR Letra maiúscula, fonte Times ou Arial, tamanho 12, negrito CURSO DE... NOME DO AUTOR TÍTULO: SUBTÍTULO MARINGÁ ANO NOME DO AUTOR TÍTULO: SUBTÍTULO Recuo de 7 cm, fonte 12, espaço simples Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à Faculdade Metropolitana de Maringá

Leia mais

BIBLIOTECA DA FATEC GARÇA NORMAS PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ARTIGO CIENTÍFICO

BIBLIOTECA DA FATEC GARÇA NORMAS PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ARTIGO CIENTÍFICO Faculdade de Tecnologia Dep. Júlio Julinho Marcondes de Moura BIBLIOTECA DA FATEC GARÇA NORMAS PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ARTIGO CIENTÍFICO GARÇA 2015 Sumário 1 ARTIGO CIENTÍFICO...

Leia mais

ANEXO I DA RESOLUÇÃO Nº 15 CONSEPE, DE 21 DE MAIO DE NORMAS PARA REDAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

ANEXO I DA RESOLUÇÃO Nº 15 CONSEPE, DE 21 DE MAIO DE NORMAS PARA REDAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS ANEXO I DA RESOLUÇÃO Nº 15 CONSEPE, DE 21 DE MAIO DE 2010. NORMAS PARA REDAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS Trabalhos acadêmicos: trabalho de conclusão de curso (TCC), trabalho de graduação interdisciplinar

Leia mais

Normalização de Trabalhos Acadêmicos (ABNT): orientações gerais

Normalização de Trabalhos Acadêmicos (ABNT): orientações gerais Seção Técnica de Referência e Atendimento ao Usuário e Documentação STRAUD bibl-refere@marilia.unesp.br Normalização de Trabalhos Acadêmicos (ABNT): orientações gerais Maria Elisa V. Pickler Nicolino,

Leia mais

INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO - TRABALHOS ACADÊMICOS APRESENTAÇÃO A5 BIBLIOTECA CENTRAL PROF. EURICO BACK

INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO - TRABALHOS ACADÊMICOS APRESENTAÇÃO A5 BIBLIOTECA CENTRAL PROF. EURICO BACK INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO - TRABALHOS ACADÊMICOS APRESENTAÇÃO A5 BIBLIOTECA CENTRAL PROF. EURICO BACK ESCOPO Especifica os princípios gerais para a elaboração de teses e dissertações, visando apresentação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL BIBLIOTECA CENTRAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL BIBLIOTECA CENTRAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL BIBLIOTECA CENTRAL Treinamento Sobre Uso da NBR 14724 da ABNT : apresentação de trabalhos acadêmicos Maria Amazilia Penna de Moraes Ferlini Bibliotecária-Documentalista

Leia mais

CONSIDERAÇÕES GERAIS NORMAS DA ABNT

CONSIDERAÇÕES GERAIS NORMAS DA ABNT CONSIDERAÇÕES GERAIS NORMAS DA ABNT Aglaé de Lima Fierli Biblioteca Profª. Marcia Cristina dos Reis Núcleo de Apoio à Pesquisa e à Produção Acadêmica 2. ed. CONTEÚDO DESTE MATERIAL CONFIGURAÇÃO BÁSICA

Leia mais

NORMAS PARA FORMATAR TRABALHOS ACADÊMICOS

NORMAS PARA FORMATAR TRABALHOS ACADÊMICOS Faculdades Milton Campos (FMC) NORMAS PARA FORMATAR TRABALHOS ACADÊMICOS Texto organizado a partir das normas vigentes da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) Emilce Maria Diniz Bibliotecária

Leia mais

NBR 14724:2011 INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO - TRABALHOS ACADÊMICOS - APRESENTAÇÃO BIBLIOTECA CENTRAL PROF. EURICO BACK

NBR 14724:2011 INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO - TRABALHOS ACADÊMICOS - APRESENTAÇÃO BIBLIOTECA CENTRAL PROF. EURICO BACK NBR 14724:2011 INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO - TRABALHOS ACADÊMICOS - APRESENTAÇÃO BIBLIOTECA CENTRAL PROF. EURICO BACK ESCOPO Especifica os princípios gerais para a elaboração de trabalhos acadêmicos (teses,

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas

Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas MANUAL PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE DISSERTAÇÃO (FORMATO

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Sistema integrado de Bibliotecas SIBI/PUCPR. Normalização de Trabalhos Acadêmicos. Formatação Word 2003

Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Sistema integrado de Bibliotecas SIBI/PUCPR. Normalização de Trabalhos Acadêmicos. Formatação Word 2003 Pontifícia Universidade Católica do Paraná Sistema integrado de Bibliotecas SIBI/PUCPR Normalização de Trabalhos Acadêmicos Formatação Word 2003 FONTE Utiliza-se folha branca, de formato A4 (210 X 297

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL Centro Tecnológico de Mecânica de Precisão SENAI Plínio Gilberto Kröeff

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL Centro Tecnológico de Mecânica de Precisão SENAI Plínio Gilberto Kröeff SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL Centro Tecnológico de Mecânica de Precisão SENAI Plínio Gilberto Kröeff ROTEIRO PARA NORMATIZAÇÃO DOS TRABALHOS DE PROJETO IV MÓDULO TÉCNICO MECÂNICA DE PRECISÃO

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO?

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO? Modelo de Artigo de periódico baseado na NBR 6022, 2003 COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO? Título do artigo, centralizado. Maria da Silva Pereira* Maria Alves de Arruda** Nome(s) do(s) autor(es). RESUMO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS ESCOLA DE ARQUIVOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS ESCOLA DE ARQUIVOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS ESCOLA DE ARQUIVOLOGIA MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 2 TCC2 Direção da Escola de Arquivologia Coordenação

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO 1 Modelo de Artigo de periódico baseado na NBR 6022, 2003. Título do artigo, centralizado. COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Maria Bernardete Martins Alves * Susana Margaret de Arruda ** Nome do (s) autor

Leia mais

MANUAL PARA NUMERAÇÃO PROGRESSIVA DAS SEÇÕES DE UM DOCUMENTO

MANUAL PARA NUMERAÇÃO PROGRESSIVA DAS SEÇÕES DE UM DOCUMENTO MANUAL PARA NUMERAÇÃO PROGRESSIVA DAS SEÇÕES DE UM DOCUMENTO Biblioteca Paulo Freire ABNT NBR 6024:2012 Informação e documentação Numeração progressiva das seções de um documento - Apresentação Jaguariúna

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE MATEMÁTICA CURSO XXXXXXXX DISCIPLINA XXXXXX JOSÉ DA SILVA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE MATEMÁTICA CURSO XXXXXXXX DISCIPLINA XXXXXX JOSÉ DA SILVA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIOS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE MATEMÁTICA CURSO XXXXXXXX DISCIPLINA XXXXXX JOSÉ DA SILVA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIOS Regras gerais de apresentação: Formato: papel branco, no formato

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISONADO AGRONOMIA ESAGRO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISONADO AGRONOMIA ESAGRO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISONADO AGRONOMIA ESAGRO NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO E NÃO OBRIGATÓRIO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM QUÍMICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM QUÍMICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM QUÍMICA Rua Vinte, 1600. Bairro Tupã. CEP 38304-402, Ituiutaba / MG Em acordo com a ABNT NBR 14724:2011

Leia mais

FKB Biblioteca Padre Lambert Prins Tutorial de formatação MS-Word Agary Veiga Graf CRB/8-3809

FKB Biblioteca Padre Lambert Prins Tutorial de formatação MS-Word Agary Veiga Graf CRB/8-3809 1 2 INTRODUÇÃO Tutorial é um programa ou texto, contendo ou não imagens, que ensina passo a passo, didaticamente, como um aplicativo funciona. Regra geral, a maioria dos educandos já conhece o Microsoft

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO, PROPESP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO, PPGE

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO, PROPESP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO, PPGE NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO Este roteiro contém os requisitos obrigatórios, estabelecidos pelo Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Centro-Oeste,

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS TÉCNICO-CIENTÍFICOS Versão 2

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS TÉCNICO-CIENTÍFICOS Versão 2 ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS TÉCNICO-CIENTÍFICOS Versão 2 Ivoti 2008 SUMÁRIO 1 ESTRUTURA... 02 1.1 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS...02 1.1.1 Capa...02 1.1.2 Lombada...03 1.1.3 Folha de rosto...03 1.1.4

Leia mais

NORMA PARA APRESENTAÇÃO DA VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM METODOLOGIA DE PROJETO UEM/UEL

NORMA PARA APRESENTAÇÃO DA VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM METODOLOGIA DE PROJETO UEM/UEL NORMA PARA APRESENTAÇÃO DA VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM METODOLOGIA DE PROJETO UEM/UEL 1. INTRODUÇÃO Este documento apresenta os requisitos obrigatórios para a apresentação

Leia mais

EXEMPLO COM AS PRINCIPAIS NORMAS ABNT PARA AS APRESENTAÇÕES / ENTREGAS DE TRABALHOS

EXEMPLO COM AS PRINCIPAIS NORMAS ABNT PARA AS APRESENTAÇÕES / ENTREGAS DE TRABALHOS EXEMPLO COM AS PRINCIPAIS NORMAS ABNT PARA AS APRESENTAÇÕES / ENTREGAS DE TRABALHOS AMERICANA 2016 INSTITUTO METROPOLITAN CURSO CABEÇALHO: Tamanho: 14 Negrito Alinhamento: Centralizado TÍTULO DO TRABALHO:

Leia mais

TFG I E II FORMATAÇÃO

TFG I E II FORMATAÇÃO TFG I E II FORMATAÇÃO Segundo Pedro Augusto Furasté NOVA ABNT TAMANHO DAS FOLHAS Folhas formato A4, ou seja, com 297mm x 210 mm (29,7 cm x 21 cm) formato A4, ou seja, com 297mm x 210 mm (29,7 cm x 21 cm)

Leia mais

Normas ABNT. 0 NBR ( ) Trabalhos acadêmicos Apresentação. 0 NBR (ago.2002) Citações em documentos

Normas ABNT. 0 NBR ( ) Trabalhos acadêmicos Apresentação. 0 NBR (ago.2002) Citações em documentos Normas ABNT 0 NBR 14724 (17.04.2011) Trabalhos acadêmicos Apresentação 0 NBR 10520 (ago.2002) Citações em documentos 0 NBR 6023(ago.2002) Referências - Elaboração Normas da USP 0 Diretrizes para apresentação

Leia mais

Os trabalhos acadêmicos devem ser elaborados conforme os itens 2.1 a 2.9.

Os trabalhos acadêmicos devem ser elaborados conforme os itens 2.1 a 2.9. 2 REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO (NBR-14724) Os trabalhos acadêmicos devem ser elaborados conforme os itens 2.1 a 2.9. 2.1 Formato Os textos devem ser apresentados em papel branco, formato A4, digitados

Leia mais

Normas técnicas de redação de dissertação e tese do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal da Universidade Federal do Maranhão

Normas técnicas de redação de dissertação e tese do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal da Universidade Federal do Maranhão Normas técnicas de redação de dissertação e tese do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal da Universidade Federal do Maranhão A Dissertação de Mestrado e Tese de Doutorado deverá ser obrigatoriamente,

Leia mais

Normas para elaboração de Relatório de Estágio Curricular. Supervisionado. AGR Planejamento de Estágio Curricular. Supervisionado e TCC

Normas para elaboração de Relatório de Estágio Curricular. Supervisionado. AGR Planejamento de Estágio Curricular. Supervisionado e TCC UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA Normas para elaboração de Relatório de Estágio Curricular Supervisionado AGR 5801 - Planejamento de Estágio

Leia mais

FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS FUPAC REDE DE BIBLIOTECAS PAULO HENRIQUE MARQUES

FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS FUPAC REDE DE BIBLIOTECAS PAULO HENRIQUE MARQUES FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS FUPAC REDE DE BIBLIOTECAS PAULO HENRIQUE MARQUES TUTORIAL: FORMATANDO UM TRABALHO CIENTÍFICO NO WORD CONFORME A ABNT NBR 14724:2011 GOVERNADOR VALADARES 2017 SUMÁRIO

Leia mais

Apêndice C - Normas para a Dissertação do Curso de Mestrado Profissional

Apêndice C - Normas para a Dissertação do Curso de Mestrado Profissional FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA CAMPUS DE JI-PARANÁ DEPARTAMENTO DE FÍSICA DE JI-PARANÁ DEFIJI Normas para a Dissertação do Curso de Mestrado Profissional em Ensino de Física CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO-CIENTÍFICO

RELATÓRIO TÉCNICO-CIENTÍFICO CURSOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL, TURISMO E DE PÓS-GRADUAÇÃO Maria Paulina Gomes DE RELATÓRIO TÉCNICO-CIENTÍFICO Faculdades Integradas Hélio Alonso Cursos de Comunicação Social, Turismo e de Pós-Graduação

Leia mais

Bibliográfica: Levantamento de informações impressas e eletrônicas de obras publicadas sobre um tema; De campo: A partir da coleta de dados in

Bibliográfica: Levantamento de informações impressas e eletrônicas de obras publicadas sobre um tema; De campo: A partir da coleta de dados in A pesquisa científica faz parte da vida acadêmica do aluno exigindo que o pesquisador, através de seu trabalho, proponha formas de superar o conhecimento existente até o momento sobre determinado assunto.

Leia mais

NORMAS PARA A APRESENTAÇÃO DISSERTAÇÃO/TESE

NORMAS PARA A APRESENTAÇÃO DISSERTAÇÃO/TESE NORMAS PARA A APRESENTAÇÃO DISSERTAÇÃO/TESE Canoas, 2015 APRESENTAÇÃO A dissertação ou tese representa o trabalho final para a conclusão do curso de mestrado ou do doutorado. Ela encerra o planejamento,

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (fonte 14, espaço entre linhas de 1,5)

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (fonte 14, espaço entre linhas de 1,5) 1 Modelo de capa FACULDADE ZACARIAS DE GÓES (Espaço duplo, fonte 14) CLAUDIA REGINA ARAUJO RIOS COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (fonte 14, espaço entre linhas de 1,5) Valença BA 2010 (espaço simples,

Leia mais

Orientações para elaboração de relatório técnico-científico

Orientações para elaboração de relatório técnico-científico Orientações para elaboração de relatório técnico-científico SENAI, 2013. Trabalho elaborado pelo CFP 5.12 para a unidade curricular Projetos do Curso Técnico em Eletromecânica. Elaboração Renata de Fátima

Leia mais

Requisitos de trabalhos acadêmicos:

Requisitos de trabalhos acadêmicos: Requisitos de trabalhos acadêmicos: numeração progressiva das seções de um documento e apresentação de sumário Camila Cassiavilani Passos Zaira Regina Zafalon Importância da Normalização de Trabalhos Acadêmicos

Leia mais

NORMAS PARA A REDAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA

NORMAS PARA A REDAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA NORMAS PARA A REDAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA O projeto gráfico é de responsabilidade do autor do

Leia mais

TÍTULO DO ARTIGO: Subtítulo do Artigo

TÍTULO DO ARTIGO: Subtítulo do Artigo TÍTULO DO ARTIGO: Subtítulo do Artigo Nome do autor(a) 1 Nome do(a) professor(a) orientador(a) 2 RESUMO Este modelo permite a visualização da estrutura geral de um artigo científico e apresenta orientações

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA INDUSTRIAL NOME DO ALUNO CAPA (ELEMENTO OBRIGATÓRIO)

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA INDUSTRIAL NOME DO ALUNO CAPA (ELEMENTO OBRIGATÓRIO) UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA INDUSTRIAL NOME DO ALUNO CAPA (ELEMENTO OBRIGATÓRIO) TÍTULO: SUBTÍTULO RECIFE 2012 NOME DO ALUNO FOLHA DE

Leia mais

NORMAS PARA REDAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO

NORMAS PARA REDAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Instituto de Tecnologia Departamento de Tecnologia de Alimentos Curso de Engenharia de Alimentos IT 226 Estágio Supervisionado NORMAS PARA REDAÇÃO DO RELATÓRIO

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE UNIÃO DA VITÓRIA - UNIUV CURSO DE ADMINISTRAÇÃO MARIO DE SOUZA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS: MODELO TRABALHO COMPLETO

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE UNIÃO DA VITÓRIA - UNIUV CURSO DE ADMINISTRAÇÃO MARIO DE SOUZA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS: MODELO TRABALHO COMPLETO - capa A capa é a proteção externa do trabalho, padronizada. CENTRO UNIVERSITÁRIO DE UNIÃO DA VITÓRIA - UNIUV Nome do curso TODO O TRABALHO: Os textos devem ser apresentados em papel branco (sem marca

Leia mais

Trabalhos Acadêmicos ABNT-NBR 14724:2002. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Trabalhos Acadêmicos ABNT-NBR 14724:2002. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Trabalhos Acadêmicos ABNT-NBR 14724:2002 Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Normalização Documentária Referências. Citações em documentos. Trabalhos Acadêmicos. Associação Brasileira de Normas Técnicas

Leia mais

Elaboração de Monografia. Elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais

Elaboração de Monografia. Elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais Os trabalhos de conclusão de curso de graduação e pós-graduação (especialização) conhecidos como (TCC) constituem uma etapa fundamental para a formação do estudante. O aluno apresenta um trabalho abordando

Leia mais

NORMAS PARA TRABALHO DE PESQUISA

NORMAS PARA TRABALHO DE PESQUISA NORMAS PARA TRABALHO DE PESQUISA Os trabalhos acadêmicos serão Capa; Folha de rosto; Introdução; Desenvolvimento Conclusão; Bibliografia. constituídos de: Capa Considerada proteção externa, a capa, deve

Leia mais

NBR 14724:2002 APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

NBR 14724:2002 APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS NBR 14724:2002 APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS 1 OBJETIVO Esta Norma estabelece os princípios gerais para a elaboração de trabalhos acadêmicos (teses, dissertações e outros), visando sua apresentação

Leia mais

(Publicações da Biblioteca; 2) ORGANIZAÇÃO. Maria Consuelene Marques Maurinete dos Santos Weber Vasconcellos Gomes

(Publicações da Biblioteca; 2) ORGANIZAÇÃO. Maria Consuelene Marques Maurinete dos Santos Weber Vasconcellos Gomes 1 (Publicações da Biblioteca; 2) ORGANIZAÇÃO Maria Consuelene Marques Maurinete dos Santos Weber Vasconcellos Gomes 4ª edição Revisto e atualizado de acordo com a NBR 14724/2011 Brasília 2011 2 APRESENTAÇÃO

Leia mais

NORMAS PARA A ELABORAÇÃO E REDAÇÃO DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS

NORMAS PARA A ELABORAÇÃO E REDAÇÃO DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E ENGENHARIAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS NORMAS PARA A ELABORAÇÃO E REDAÇÃO DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

Leia mais

NORMAS PARA REDAÇÃO E FORMATAÇÃO

NORMAS PARA REDAÇÃO E FORMATAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU - MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE CIÊNCIAS NORMAS PARA REDAÇÃO E FORMATAÇÃO DISSERTAÇÃO Anápolis-GO 2015 1. INTRODUÇÃO Segundo o regimento do programa, será considerado

Leia mais

ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS: NORMAS PARA APRESENTAÇÃO

ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS: NORMAS PARA APRESENTAÇÃO ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS: NORMAS PARA APRESENTAÇÃO MARINGÁ 2016 ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS: NORMAS PARA APRESENTAÇÃO Elaborado por: Carmen Torresan * MARINGÁ 2016 Bibliotecária / CRB9

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DOM BOSCO PROGRAMA DE MESTRADO EM BIOTECNOLOGIA

UNIVERSIDADE CATÓLICA DOM BOSCO PROGRAMA DE MESTRADO EM BIOTECNOLOGIA NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DA VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO Esta Circular apresenta os requisitos estabelecidos pela coordenação do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia Mestrado Acadêmico, de uso

Leia mais

Orientação para apresentação de Dissertações e. Teses aos Programas de Pós-Graduação da F C F R P U S P

Orientação para apresentação de Dissertações e. Teses aos Programas de Pós-Graduação da F C F R P U S P UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Via do Café, s/n - 14040-903 - Ribeirão Preto - SP - Brasil Telefone: +55 16 3602-4154 - Fax: +55 16 3602-4881 e-mail: spg@fcfrp.usp.br

Leia mais

1. RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

1. RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1. RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO O relatório de estágio supervisionado tem como desenvolver e avaliar o aluno em: Nível de conhecimento; Organização; Sistematização de pensamentos; Habilidade de

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA FORMATAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

ORIENTAÇÃO PARA FORMATAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Campus de Guaratinguetá Biblioteca Prof. Carlos Alberto de Buarque Borges" ORIENTAÇÃO PARA FORMATAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS Guaratinguetá 2016 centralizado

Leia mais

Normas para apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso, na forma de Monografia

Normas para apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso, na forma de Monografia Normas para apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso, na forma de Monografia Os trabalhos de conclusão dos cursos de especialização do Núcleo de Meio Ambiente (NUMA), da Universidade Federal do Pará

Leia mais

(Publicações da Biblioteca; 2) ORGANIZAÇÃO. Weber Vasconcellos Gomes Maria Consuelene Marques Maurinete dos Santos

(Publicações da Biblioteca; 2) ORGANIZAÇÃO. Weber Vasconcellos Gomes Maria Consuelene Marques Maurinete dos Santos (Publicações da Biblioteca; 2) ORGANIZAÇÃO Weber Vasconcellos Gomes Maria Consuelene Marques Maurinete dos Santos Revisto e atualizado de acordo com a NBR 14724/2011 Brasília 2011 1 APRESENTAÇÃO De acordo

Leia mais

Manual para elaboração de artigos

Manual para elaboração de artigos 1 Manual para elaboração de artigos ESTRELA 2016 2 APRESENTAÇÃO Este documento visa auxiliar os estudantes da Faculdade La Salle Estrela na elaboração de artigos, apresentando as regras dispostas nas normas

Leia mais

TABELA ELEMENTOS PARA ESTRUTURA DO TRABALHO CIENTÍFICO

TABELA ELEMENTOS PARA ESTRUTURA DO TRABALHO CIENTÍFICO TABELA ELEMENTOS PARA ESTRUTURA DO TRABALHO CIENTÍFICO TIPO DE ELEMENTO ELEMENTOS DESCRIÇÃO Elementos externos Capa Nome da Instituição, Nome do autor, título e subtítulo, local (cidade), Ano. Elementos

Leia mais

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO MONOGRAFIA TCC FORMATO DE MONOGRAFIA

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO MONOGRAFIA TCC FORMATO DE MONOGRAFIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO MONOGRAFIA TCC FORMATO DE MONOGRAFIA Os Trabalhos de Conclusão de Curso, no formato de Monografia, de acordo com a ABNT (NBR 14724/2005), obedecem a uma estrutura que se

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. O relatório segue padrão ABNT (NBR 14724:2011), como descrito nos próximos itens:

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. O relatório segue padrão ABNT (NBR 14724:2011), como descrito nos próximos itens: NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Os professores e alunos participantes do Programa de Pesquisa e Iniciação Científica deverão apresentar Relatório Final referente às suas atividades,

Leia mais

NORMAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ESCOLARES

NORMAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ESCOLARES NORMAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ESCOLARES SÃO JOSÉ DOS QUATRO MARCOS, 2013. NORMAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS Este Manual objetiva padronizar a elaboração dos trabalhos escolares

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DOM BOSCO PROGRAMA STRICTO SENSU EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS E SUSTENTABILIDADE AGROPECUÁRIA

UNIVERSIDADE CATÓLICA DOM BOSCO PROGRAMA STRICTO SENSU EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS E SUSTENTABILIDADE AGROPECUÁRIA NORMAS PARA MESTRADO - VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO Esta Circular apresenta os requisitos estabelecidos pela coordenação do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências Ambientais e Sustentabilidade

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA PIO DÉCIMO FACULDADE PIO DÉCIMO

ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA PIO DÉCIMO FACULDADE PIO DÉCIMO ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA PIO DÉCIMO FACULDADE PIO DÉCIMO MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA DOS CURSOS DE ENGENHARIA NÚCLEO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ARACAJU 2012 NÚCLEO

Leia mais

REGULAMENTO DAS DISCIPLINAS PROJETOS DE BIOLOGIA I E II DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CPAQ/UFMS

REGULAMENTO DAS DISCIPLINAS PROJETOS DE BIOLOGIA I E II DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CPAQ/UFMS REGULAMENTO DAS DISCIPLINAS PROJETOS DE BIOLOGIA I E II DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CPAQ/UFMS I - DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS Art. 1º O presente Regulamento tem por objetivo definir as normas das disciplinas

Leia mais

Universidade Federal da Paraíba Centro de Tecnologia Departamento de Engenharia de Alimentos Curso de Engenharia de Alimentos

Universidade Federal da Paraíba Centro de Tecnologia Departamento de Engenharia de Alimentos Curso de Engenharia de Alimentos Universidade Federal da Paraíba Centro de Tecnologia Departamento de Engenharia de Alimentos Curso de Engenharia de Alimentos João Pessoa 2014 Universidade Federal da Paraíba Centro de Tecnologia Departamento

Leia mais

ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DO MESTRADO PROFISSIONAL

ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DO MESTRADO PROFISSIONAL ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DO MESTRADO PROFISSIONAL MESTRADO PROFISSIONAL EM CIÊNCIAS APLICADAS À SAÚDE I. Pré-Texto Capa Folha de Rosto (com Ficha Catalográfica no verso) Caracterização do Curso Dedicatória

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO, TECNOLOGIAS

Leia mais

NORMAS DE ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÃO DO PPGZ-UFPI

NORMAS DE ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÃO DO PPGZ-UFPI MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENADORIA GERAL DE PÓS-GRADUAÇÃO CAMPUS PROF. a CINOBELINA ELVAS COORDENAÇÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

Informação e documentação Trabalhos Acadêmicos Apresentação

Informação e documentação Trabalhos Acadêmicos Apresentação Informação e documentação Trabalhos Acadêmicos Apresentação Biblioteca Paulo Freire ABNT NBR 14724:2011 Informação e documentação Trabalhos Acadêmicos Apresentação Jaguariúna SUMÁRIO 1. Introdução 1 2.

Leia mais

Nome do Aluno Completo. Título do trabalho Subtítulo do trabalho se houver

Nome do Aluno Completo. Título do trabalho Subtítulo do trabalho se houver Governo do Estado do Pará Universidade do Estado do Pará Campus XX - Castanhal Centro de Ciências XXXXX Nome do Aluno Completo Título do trabalho Subtítulo do trabalho se houver Castanhal 2014 Nome do

Leia mais

MANUAL DE ELABORAÇÃO DE TESES, DISSERTAÇÕES E MONOGRAFIAS

MANUAL DE ELABORAÇÃO DE TESES, DISSERTAÇÕES E MONOGRAFIAS CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA CEFET/RJ DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO -DIPPG MANUAL DE ELABORAÇÃO DE TESES, DISSERTAÇÕES E MONOGRAFIAS Normas gráficas para elaboração

Leia mais

NORMAS DE FORMATAÇÃO DO TRABALHO FINAL (PIL)

NORMAS DE FORMATAÇÃO DO TRABALHO FINAL (PIL) UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA - UnB Faculdade de Educação - FE Universidade Aberta do Brasil UAB Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Educação II Curso de Especialização em Educação na Diversidade e

Leia mais

Aula 1-2. Normas da ABNT

Aula 1-2. Normas da ABNT Aula 1-2 Normas da ABNT Plano da aula Necessidade das normas Normas: apresentação Normas: estruturação Normas: menção de autoria Normas: referências bibliográficas Fontes consultadas SOUZA, Maria B. M.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE - UFS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA POSGRAP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM RECURSOS HÍDRICOS - PRORH

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE - UFS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA POSGRAP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM RECURSOS HÍDRICOS - PRORH 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE - UFS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA POSGRAP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM RECURSOS HÍDRICOS - PRORH INSTRUÇÃO NORMATIVA 01/2013 PRORH/UFS Assunto: Normas de

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DO SERTÃO CENTRAL - FACHUSC MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DO SERTÃO CENTRAL - FACHUSC MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DO SERTÃO CENTRAL - FACHUSC MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO SALGUEIRO PE 2016 FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DO SERTÃO CENTRAL - FACHUSC PROFESSORES RESPONSÁVEIS Edder

Leia mais

Orientações aos concluintes. referencia@ufersa.edu.br

Orientações aos concluintes. referencia@ufersa.edu.br Orientações aos concluintes referencia@ufersa.edu.br TRABALHO ACADÊMICO (NBR 14724/2011) Especificar os princípios gerais para a elaboração e apresentação de trabalhos acadêmicos. (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA MATER CHRISTI VI ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE MATER CHRISTI

FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA MATER CHRISTI VI ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE MATER CHRISTI VI ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE MATER CHRISTI DATA DO EVENTO: 31 de maio e 01 de junho de 2016 INSCRIÇÕES: Na Central de atendimento de 29 de março a 30 de maio de 2016. INVESTIMENTO:

Leia mais

Modelo SIMPLIFICADO, BÁSICO, ARTIGO, RESENHA, RESUMO 2008

Modelo SIMPLIFICADO, BÁSICO, ARTIGO, RESENHA, RESUMO 2008 Modelo SIMPLIFICADO, BÁSICO, ARTIGO, RESENHA, RESUMO 2008 CURSO DE ADMINISTRAÇÃO MÉTODOS E TÉCNICAS DE PESQUISA PROF. JOÃO DA SILVA 11 ABR. Disciplina Data da entrega: Abrevia-se o mês com as três primeiras

Leia mais

Unidade IV METODOLOGIA CIENTÍFICA. Prof. Aparecido Carlos Duarte

Unidade IV METODOLOGIA CIENTÍFICA. Prof. Aparecido Carlos Duarte Unidade IV METODOLOGIA CIENTÍFICA Prof. Aparecido Carlos Duarte Monografia Cientifica É apresentação escrita dos resultados da pesquisa, ou seja, é o projeto de pesquisa concluído, sua estrutura segue

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA - PMVR FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE VOLTA REDONDA - FEVRE COLÉGIO GETULIO VARGAS - CGV. Fulano da Silva Sousa Campos

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA - PMVR FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE VOLTA REDONDA - FEVRE COLÉGIO GETULIO VARGAS - CGV. Fulano da Silva Sousa Campos PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA - PMVR FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE VOLTA REDONDA - FEVRE COLÉGIO GETULIO VARGAS - CGV Fulano da Silva Sousa Campos Nome do (s) autor (s). Se tiver mais de um autor, inserir

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO NORMAS PARA A APRESENTAÇÃO DA VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO NO PROGRAMA

Leia mais

TÍTULO EM CAIXA ALTA CENTRALIZADO NEGRITO (12 ARIAL)

TÍTULO EM CAIXA ALTA CENTRALIZADO NEGRITO (12 ARIAL) UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS CÂMPUS SÃO LUÍS DE MONTES BELOS, GO PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL MESTRADO PROFISSIONAL SEMINÁRIOS APLICADOS TÍTULO EM CAIXA ALTA CENTRALIZADO NEGRITO

Leia mais

REVISTA DOS CURSOS DE NUTIÇÃO, FARMÁCIA, FISIOTERAPIA, NUTRIÇÃO, ODONTOLOGIA E ENFERMAGEM

REVISTA DOS CURSOS DE NUTIÇÃO, FARMÁCIA, FISIOTERAPIA, NUTRIÇÃO, ODONTOLOGIA E ENFERMAGEM REVISTA DOS CURSOS DE NUTIÇÃO, FARMÁCIA, FISIOTERAPIA, NUTRIÇÃO, ODONTOLOGIA E ENFERMAGEM INSTRUÇÕES AOS AUTORES 1 GERAIS: Originais: Os artigos devem ser enviados exclusivamente por meio eletrônico para

Leia mais

DIRETRIZES PARA PADRONIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS IMPRESSOS

DIRETRIZES PARA PADRONIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS IMPRESSOS DIRETRIZES PARA PADRONIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS IMPRESSOS Recife-PE, setembro de 2005. SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 2 2. ELEMENTOS GERAIS DE UM TRABALHO ACADÊMICO... 3 2.1 Capa... 3 2.2 Folha de Rosto...

Leia mais

NORMAS BÁSICAS E PADRÕES PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

NORMAS BÁSICAS E PADRÕES PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MEC SETEC CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MATO GROSSO DEPARTAMENTO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO NOME COMPLETO (Negrito, Tamanho 14, Centralizado e Letras Maiúsculas) NORMAS

Leia mais

NORMAS BÁSICAS E PADRÕES PARA A ELABORAÇÃO DE RELATÓRIO

NORMAS BÁSICAS E PADRÕES PARA A ELABORAÇÃO DE RELATÓRIO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MEC SETEC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO CAMPUS ITUIUTABA DEPARTAMENTO DE ENSINO CURSO TÉCNICO DE NIVEL MÉDIO EM ----------------------------

Leia mais

ABNT NBR 6024 NORMA BRASILEIRA. Informação e documentação Numeração progressiva das seções de um documento Apresentação. Information and documentation

ABNT NBR 6024 NORMA BRASILEIRA. Informação e documentação Numeração progressiva das seções de um documento Apresentação. Information and documentation NORMA BRASILEIRA ABNT NBR 6024 Segunda edição 01.02.2012 Válida a partir de 01.03.2012 Informação e documentação Numeração progressiva das seções de um documento Apresentação Information and documentation

Leia mais

Guia de Estilo para as teses e dissertações do PPGMUS UFBA

Guia de Estilo para as teses e dissertações do PPGMUS UFBA Guia de Estilo para as teses e dissertações do PPGMUS UFBA Elementos que constituem uma dissertação ou tese com a ordem de aparição: 1. Capa 2. Folha de rosto 3. Ficha Catalográfica [no verso da Folha

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO/CIENTÍFICO CONCEITO

RELATÓRIO TÉCNICO/CIENTÍFICO CONCEITO RELATÓRIO TÉCNICO/CIENTÍFICO (segundo a ABNT - NBR 10719: 2011) CONCEITO Para a Associação Brasileira de Normas Técnicas (2011), o relatório técnico/científico é um documento onde é exposto, em detalhes,

Leia mais

FACULDADES ITECNE DE CASCAVEL. NOME(s) AUTOR(es)

FACULDADES ITECNE DE CASCAVEL. NOME(s) AUTOR(es) FACULDADES ITECNE DE CASCAVEL NOME(s) AUTOR(es) Capa: Fonte Arial Tamanho 14 Centralizado Letras MAIÚSCULAS Com negrito ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA CIDADE ANO NOME(s) AUTOR(es) Folha de Rosto:

Leia mais

NORMAS ESPECÍFICAS PARA ELABORAÇÂO DE MONOGRAFIA

NORMAS ESPECÍFICAS PARA ELABORAÇÂO DE MONOGRAFIA 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE OCEANOGRAFIA E LIMNOLOGIA CURSO DE OCEANOGRAFIA NORMAS ESPECÍFICAS PARA ELABORAÇÂO DE MONOGRAFIA 1. MONOGRAFIA

Leia mais

- ANEXO 1 - ESTRUTURA DO PROJETO DE PESQUISA. O Projeto de Pesquisa Monográfica terá os seguintes elementos constitutivos:

- ANEXO 1 - ESTRUTURA DO PROJETO DE PESQUISA. O Projeto de Pesquisa Monográfica terá os seguintes elementos constitutivos: - ANEXO 1 - ESTRUTURA DO PROJETO DE PESQUISA O Projeto de Pesquisa Monográfica terá os seguintes elementos constitutivos: a) Capa; b) Folha de Rosto; c) Justificativa; d) Objetivos (geral e específicos);

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA DE DISCIPLINA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA DE DISCIPLINA CÓDIGO DISCIPLINA CENTRO QA-133 Pesquisa em Química I e Monografia CIÊNCIAS E TECNOLOGIA CRÉDTOS C.H. PRÉ-REQUISITO DEPARTAMENTO T P o 90h/a 2 2 QA-117

Leia mais

Modelo para elaboração e formatação de artigos para Boletim Científico

Modelo para elaboração e formatação de artigos para Boletim Científico Modelo para elaboração e formatação de artigos para Boletim Científico Nome (s) do (s) autor (es) *, Nome (s) do (s) autor (es) ** * Instituição afiliada ** Instituição afiliada E-mail (s) Resumo O texto

Leia mais

TRABALHOS ACADÊMICOS ABNT NBR 14724:2011. Especifica os princípios gerais para a elaboração de trabalhos acadêmicos

TRABALHOS ACADÊMICOS ABNT NBR 14724:2011. Especifica os princípios gerais para a elaboração de trabalhos acadêmicos TRABALHOS ACADÊMICOS ABNT NBR 14724:2011 Especifica os princípios gerais para a elaboração de trabalhos acadêmicos REFERÊNCIA NORMATIVA Documentos indispensáveis à aplicação deste documento ABNT NBR 6023

Leia mais

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS DA UDESC (PADRÃO ABNT): TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO E RELATÓRIO DE ESTÁGIO

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS DA UDESC (PADRÃO ABNT): TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO E RELATÓRIO DE ESTÁGIO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA DA UDESC - BU SETOR DE REFERÊNCIA MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS DA UDESC (PADRÃO ABNT): TRABALHO DE CONCLUSÃO DE

Leia mais

NORMAS PARA CONSTRUÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - FISIOTERAPIA ELEMENTOS PRÉ TEXTUAIS

NORMAS PARA CONSTRUÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - FISIOTERAPIA ELEMENTOS PRÉ TEXTUAIS UNIVERSIDADE REGIONAL INTEGRADA DO ALTO URUGUAI E DAS MISSÕES URI PRÓ-REITORIA DE ENSINO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE FISIOTERAPIA NORMAS PARA CONSTRUÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

Leia mais

ELEMENTOS DO RELATÓRIO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ELEMENTOS DO RELATÓRIO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO ELEMENTOS DO RELATÓRIO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1 ELEMENTOS PRELIMINARES: CAPA: É a proteção externa do documento, portanto o material usado deve ser resistente ao manuseio. Permitem-se cores, fotos e

Leia mais

Elaboração de relatório técnico e/ou científico, segundo a ABNT

Elaboração de relatório técnico e/ou científico, segundo a ABNT FURG UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD Sistema de Bibliotecas - SiB Elaboração de relatório técnico e/ou científico, segundo a ABNT Clériston Ramos Bibliotecário

Leia mais