ECOLOGIA BACTERIANA DA BOCA. Weyne, S.C.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ECOLOGIA BACTERIANA DA BOCA. Weyne, S.C."

Transcrição

1 ECOLOGIA BACTERIANA DA BOCA Weyne, S.C.

2 Doenças Bucais de Maior Prevalência: Doença Cárie, Doença Periodontal e Halitose Desequilíbrios no Ecossistema dos Biofilmes

3 O processo de colonização: aderência aos dentes / película salivar através de adesinas e outros sistemas Comunidade pioneira tem maior capacidade de aderência: S. sanguinis, S. mitior, S. oralis, actinomices Dominância da microbiota amiga : não produz doença / caracteriza o estado de saúde Placas/biofilmes supragengivais em homeostasia : placas básicas

4 Indígena Indígena Suplementar Transitória Encontram condições ecológicas adequadas para colonização Não encontram condições ecológicas adequadas para colonização

5 Excluem / impedem a colonização dos microrganismos patogênicos: antagonismo bacteriano Papel transcendental: boca porta de entrada de inúmeras doenças infecciosas importantes Biofilmes/Placas básicas ajudam a proteger o hospedeiro

6 Microbiotas Bucais Ambiente (Saliva / Nutrientes) Biofilmes / Placas Ecossistema em Equilíbrio / Homeostasia / Estado de Saúde Desequilíbrio no Ecossistema / Estado de doença

7 Ecossistema em Equilíbrio Biofilme Benigno / Placas Básicas Proteção do Hospedeiro

8 Desequilíbrios na Microbiota dos Ecossistemas Biofilme Cariogênico Biofilme Periodontopatogênico Dorso da Língua: Biofilme espesso Potencial de Produzir Lesões Cariosas Potencial de Produzir Destruição no Periodonto Potencial de Produzir Halitose

9 Transformação de biofilme / placas básicas em cariogênicas é mediada por fatores ambientais - chave consumo frequente de sacarose aumento da espessura dos biofilmes alterações nos parâmetros salivares Mudanças ecológicas associadas com aumento da atividade cariogênica em humanos

10 Presença frequente de sacarose / carboidratos: biodisponibilidade duradoura de moléculas nos biofilmes EGM + SACAROSE PEC PIC ENERGIA ÁCIDO Aderência Irreversível Reserva energética Atividade metabólica Fator de patogenicidade

11 EGM + SACAROSE Aderência irreversível Acumulação em massa crítica Elaboração de fatores de virulência ÁCIDO LÁTICO

12 Consumo freqüente de sacarose + bactérias acidogênicas Placa /biofilme espesso Queda duradoura no ph Seleção / dominância da microbiota ácido-tolerante

13 Em que circunstâncias os biofilmes podem se tornar cariogênicos e produzir lesões? Quando os diversos fatores concorrentes interagem em condições críticas e em episódios freqüentes e prolongados. X FLÚOR FATORES SALIVARES COMPORTAMENTO / ESTILO DE VIDA DIETA NÍVEL DE HIGIENE ORAL SELEÇÃO DE BACTÉRIAS ACIDOGÊNICAS/ACIDÚRICAS : PLACA CARIOGÊNICA

14 I. Microbiota do Biofilme Microrganismos + sacarose = aderência / multiplicação / aumento da espessura do biofilme / massa crítica / maior produção de ácido Ambiente ácido: seleção / dominância da microbiota acidogênica e acidúrica Biofilme cariogênico Fatores primários: essenciais / não suficientes

15 II. Dieta Cariogênica Carboidratos / sacarose Quantidade / freqüência / momento do uso / estado físico Fatores Moduladores

16 ESTUDOS DE INTERVENÇÃO EM HUMANOS Estudo de Vipeholm: 436 pessoas / 5 anos: associação entre frequência, oportunidade do uso, forma física, quantidade de sacarose e a atividade cariosa

17 ESTUDO DE VIPEHOLM : EFEITO DA SACAROSE NA ATIVIDADE CARIOSA Grupo dietético Anos Consumo de sacarose Superfícies com cavidade Sacarose / 57 Refeições Entre refeições 1 90 / g / dia / ano caramelos / homens 24 caramelos / mulheres

18 CONCLUSÕES DO ESTUDO : - Introdução de sacarose aumenta a incidência de cavidades - sacarose entre as refeições tem forte impacto cariogênico - adesividade do alimento com sacarose aumenta o risco Atividade desaparece quando o alimento cariogênico é retirado do consumo entre refeições

19 Como Usar Sacarose Mantendo a Higidez do Mineral dos Dentes: Dicas para Controle da Dieta / Convivência Inteligente com Açúcar Limitar o número de exposições aos alimentos açucarados a até 4 vezes ao dia Observar um intervalo nunca inferior a três horas entre as exposições aos alimentos com sacarose Não usar alimentos com sacarose nas últimas horas da noite Após o uso de alimentos cariogênicos terminar a refeição com goma de mascar com xilitol ou com uma porção de queijo amarelo

20 E NA PRÁTICA CLÍNICA? RECORDATÓRIO DE DIETA ÍNDICE DE EXPOSIÇÃO À SACAROSE (IES) < 10 CONSISTÊNCIA X MOMENTO DE INGESTÃO NÃO RETENTIVO 1 RETENTIVO 2 À REFEIÇÃO 1 ENTRE AS REFEIÇÕES 2

21 III. Fatores salivares Fluxo / capacidade tampão / biodisponibilidade dos carboidratos IV. Fluoretos Presença de flúor ativo no ecossistema : formação de FA / glóbulos de fluoreto de cálcio ( poupança ) Fatores Moduladores

22 V. Higiene oral: Desorganização / diminuição espessura placas: escovação, fio dental, controle do biofilme da língua. Fatores Moduladores

23 VI. Fatores Sócio Econômicos - Culturais / Comportamentais Influenciam a percepção sobre a importância : da higiene oral, uso de fluoretos, controle do consumo freqüente de açúcar Participação indireta / decisiva no curso / resultado final do processo cariogênico Fatores Modificadores / Gerais

24 ATIVIDADE DE CÁRIE: DENTRO DO BIOFILME / PLACA Comportamento / Estilo de Vida + Dieta / açúcar Biofilme / Placa (Bactérias de cárie) - Higiene Oral Suscetibilidade/ Resistência - Fatores salivares Controle dos Fatores / Equilíbrio dos Biofilmes Menor risco de lesões cariosas - Flúor - Tempo desequilibrado

25 ATIVIDADE DE CÁRIE : DENTRO DO BIOFILME / PLACA / Comportamento / Estilo de Vida - Dieta / açúcar Biofilme/ Placa (Bactérias de cárie) - Higiene Oral Suscetibilidade / Resistência - Fatores salivares - Flúor Fatores em Condições Críticas Sem Controle dos Fatores / Desequilíbrio nos Biofilmes / Maior risco de lesões cariosas + tempo

26 Fluido da placa (biofilme) / saliva: proteção natural do esmalte e dentina contra a desmineralização Presença de altas concentrações de cálcio e fosfato ( minerais da estrutura cristalina dos dentes ) Propriedade biológica dependente do ph

27 Limite de Proteção do Fluido da Placa (Biofilme) / Saliva Determinado pelas variações de ph Conceito de ph Crítico Valor de ph do fluido da placa / saliva que não tem mais capacidade de proteção ESMALTE ph < 5.5 DENTINA ph < 6.5

28 Equilíbrio Dinâmico Desmineralização Remineralização ph da placa 5,5 ph da placa < 5,5 ph da placa > 5,5 DES = RE DES > RE RE > DES

29 EQUILÍBRIO EQUILÍBRIO DINÂMICO ph > 5.5

30 Desmineralização DESMINERALIZAÇÃO ph < 5.5

31 DOENÇA CÁRIE Infecciosa Transmissível Biofilme e Sacarose dependente Manifestação através de perdas minerais em episódios freqüentes e duradouros

32 Bibliografia Recomendada ABOPREV. Promoção de Saúde Bucal. São Paulo: Artes Médicas, 1997 BARATIERI, Luiz Narciso et al. Odontológica restauradora: fundamentos e possibilidades. São Paulo: Liv. Santos, BUISCHI, Y.P. Promoção de Saúde Bucal na Clínica Odontológica. São Paulo : Artes Médicas / EAP - APCD, THYLSTRUP, Anders; FEJERSKOV, Ole. Cariologia clínica. 3. ed. São Paulo: Liv. Santos, 2001.

Aspectos microbiológicos da Cárie Dental

Aspectos microbiológicos da Cárie Dental Curso Técnico em Saúde Bucal Aula disponível: www.portaldoaluno.bdodonto.com.br Aspectos microbiológicos da Cárie Dental Prof: Bruno Aleixo Venturi 1 O que é a doença cárie? 2 CÁRIE DENTAL Do#La&m# Carious

Leia mais

Etiologia. cárie dentária

Etiologia. cárie dentária Etiologia da cárie dentária Cárie Latim destruição, coisa podre A cárie dental é reconhecida como uma doença, resultante de uma perda mineral localizada, cuja causa são os ácidos orgânicos provenientes

Leia mais

Unidade: Biofilme e Cárie Dentária. Unidade I:

Unidade: Biofilme e Cárie Dentária. Unidade I: Unidade: Biofilme e Cárie Dentária Unidade I: 0 Unidade: Biofilme e Cárie Dentária Introdução A superfície de um dente irrompido não está em contato direto com o meio bucal, sendo recoberto por um tegumento

Leia mais

Cárie Dental Conceitos Etiologia Profa Me. Gilcele Berber

Cárie Dental Conceitos Etiologia Profa Me. Gilcele Berber Cárie Dental Conceitos Etiologia Profa Me. Gilcele Berber Perda localizada dos tecidos calcificados dos dentes, decorrentes da fermentação de carboidratos da dieta por microrganismos do biofilme Princípios

Leia mais

SAÚDE BUCAL. Você sabe quantos dentes de leite você tem?

SAÚDE BUCAL. Você sabe quantos dentes de leite você tem? SAÚDE BUCAL Você sabe quantos dentes de leite você tem? Vinte e quatro dentes de leite, que a partir dos 6 até os 12 anos, caem e são substituídos por outros permanentes. Mas não é porque vão cair que

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: ODONTÓLOGO CADERNO DE PROVAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: ODONTÓLOGO CADERNO DE PROVAS CADERNO DE PROVAS 1 A prova terá a duração de duas horas, incluindo o tempo necessário para o preenchimento do gabarito. 2 Marque as respostas no caderno de provas, deixe para preencher o gabarito depois

Leia mais

Unidade: Ecologia Microbiana Unidade I: Oral e Cárie Dentária

Unidade: Ecologia Microbiana Unidade I: Oral e Cárie Dentária Unidade: Ecologia Microbiana Unidade I: Oral e Cárie Dentária 0 Unidade: Ecologia Microbiana Oral e Cárie Dentária A ecologia microbiana oral A ecologia microbiana, que estuda as relações entre os microrganismos

Leia mais

PROGRAMA DE MEDICINA PREVENTIVA. Saúde Bucal

PROGRAMA DE MEDICINA PREVENTIVA. Saúde Bucal PROGRAMA DE MEDICINA PREVENTIVA Saúde Bucal É muito importante manter sua saúde em dia. Um belo sorriso é o único capaz de fazer a diferença em qualquer situação. A saúde bucal não se reflete somente na

Leia mais

Sorria, mostre o que você tem de melhor!

Sorria, mostre o que você tem de melhor! Sorria, mostre o que você tem de melhor! Caro(a) beneficiário(a), a Interodonto apresenta a você algumas orientações sobre saúde bucal, higiene oral e prevenção de doenças bucais. Este guia tem caráter

Leia mais

Biofilmes bucais. Biofilmes bucais/placa bacteriana. Hipótese ecológica da placa. Colonização. microflora. hospedeiro. ambiente

Biofilmes bucais. Biofilmes bucais/placa bacteriana. Hipótese ecológica da placa. Colonização. microflora. hospedeiro. ambiente Biofilmes bucais/placa bacteriana Biofilmes bucais Transmissão Pressão ecológica saúde saúde doença Profa. Simone Tetu Moyses, PhD Hipótese ecológica da placa Colonização microflora ambiente hospedeiro

Leia mais

Resumo de Aula. Fatores que interferem na etiologia da cárie dental: Bactérias Adesão bacteriana Especificidade Bacteriana Dieta

Resumo de Aula. Fatores que interferem na etiologia da cárie dental: Bactérias Adesão bacteriana Especificidade Bacteriana Dieta Estudo da Doença Cárie Dentária I Urubatan Medeiros Doutor (USP) Professor Titular do Departamento de Odontologia Preventiva e Comunitária UERJ/UFRJ Coordenador da Disciplina de Odontologia Preventiva

Leia mais

OdontoPrev. Sorria: você está sendo bem cuidado.

OdontoPrev. Sorria: você está sendo bem cuidado. OdontoPrev Sorria: você está sendo bem cuidado. Dicas OdontoPrev para um sorriso perfeito INTRODUÇÃO Por um sorriso mais saudável e bonito! É A OdontoPrev quer ver você saindo por aí com um sorrisão estampado

Leia mais

CITOLOGIA IV (UECE/ENEM) Profa Eduarda de Souza

CITOLOGIA IV (UECE/ENEM) Profa Eduarda de Souza CITOLOGIA IV (UECE/ENEM) Profa Eduarda de Souza Alimentos e Energia Ligações químicas Metabolismo Metabolismo capacidade de transformar substâncias de acordo com o interesse Anabolismo: produção de novas

Leia mais

FÁTIMA BARK BRUNERI LORAINE MERONY PINHEIRO UNIVERSIDADE POSITIVO

FÁTIMA BARK BRUNERI LORAINE MERONY PINHEIRO UNIVERSIDADE POSITIVO Preparo de uma região para cirurgia FÁTIMA BARK BRUNERI LORAINE MERONY PINHEIRO UNIVERSIDADE POSITIVO Clinica Integrada II 3º Período Diurno Professores: Carmen Lucia Mueller Storrer Eli Luis Namba Fernando

Leia mais

24/11/2015. Biologia de Microrganismos - 2º Semestre de Prof. Cláudio 1. O mundo microbiano. Profa. Alessandra B. F. Machado

24/11/2015. Biologia de Microrganismos - 2º Semestre de Prof. Cláudio 1. O mundo microbiano. Profa. Alessandra B. F. Machado UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA DEPARTAMENTO DE PARASITOLOGIA, MICROBIOLOGIA E IMUNOLOGIA Relação bactéria-hospedeiro Profa. Alessandra B. F. Machado O mundo microbiano Os microrganismos são ubíquos.

Leia mais

CÁRIE DENTAL ASPECTOS MICROBIOLÓGICOS

CÁRIE DENTAL ASPECTOS MICROBIOLÓGICOS CÁRIE DENTAL ASPECTOS MICROBIOLÓGICOS Prof. Dr. Cláudio Galuppo Diniz Cárie => decomposição lenta do dente resultante da perda de cristais de hidroxiapatita. Essa dissolução da matriz mineralizada reduz

Leia mais

PATOGENICIDADE BACTERIANA

PATOGENICIDADE BACTERIANA PATOGENICIDADE BACTERIANA Fatores de de Virulência Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará Curso de Licenciatura Plena em

Leia mais

HIGIENE BUCAL SAIBA A IMPORTÂNCIA E AS VANTAGENS DE UMA BOA HIGIENE ORAL

HIGIENE BUCAL SAIBA A IMPORTÂNCIA E AS VANTAGENS DE UMA BOA HIGIENE ORAL HIGIENE BUCAL SAIBA A IMPORTÂNCIA E AS VANTAGENS DE UMA BOA HIGIENE ORAL A higiene bucal é a prática de manter a boca, dentes e gengivas limpas e saudáveis para, assim, prevenir e evitar problemas na boca

Leia mais

Modelos Atômicos. Niels Bohr propôs um modelo baseado em postulados:

Modelos Atômicos. Niels Bohr propôs um modelo baseado em postulados: Modelos Atômicos Niels Bohr propôs um modelo baseado em postulados: Os elétrons giram, ao redor do núcleo, somente em determinadas órbitas permitidas e com energia quantizada. ONDAS ELETROMAGNÉTICAS Os

Leia mais

A INFLUÊNCIA DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO NA ATIVIDADE DE CÁRIE DENTAL DE TRABALHADORES EM PADARIA E CONFEITARIA: ESTUDO DE CASO

A INFLUÊNCIA DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO NA ATIVIDADE DE CÁRIE DENTAL DE TRABALHADORES EM PADARIA E CONFEITARIA: ESTUDO DE CASO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO A INFLUÊNCIA DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO NA ATIVIDADE DE CÁRIE DENTAL DE TRABALHADORES EM PADARIA E CONFEITARIA:

Leia mais

Viajando com o Sr. Mutans

Viajando com o Sr. Mutans Viajando com o Sr. Mutans - o jogo da cárie - Material de Apoio Autoria: Adriana de Sales C. Correa 1 TERMOS USADOS NO JOGO E CONCEITOS BÁSICOS DE ODONTOLOGIA Processo de formação da cárie Aspectos patológicos

Leia mais

CURSO DE ODOONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14

CURSO DE ODOONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 CURSO DE ODOONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 Componente Curricular: Microbiologia Oral Código: ODO-018 Pré-requisito: Microbiologia

Leia mais

ODONTOLOGIA PREVENTIVA. Saúde Bucal. Periodontite. Sua saúde começa pela boca!

ODONTOLOGIA PREVENTIVA. Saúde Bucal. Periodontite. Sua saúde começa pela boca! ODONTOLOGIA PREVENTIVA Saúde Bucal Periodontite. Sua saúde começa pela boca! O que é doença periodontal ou periodontite? ESMALTE DENTINA GENGIVAS POLPA PERIODONTITE OSSO ALVEOLAR CEMENTO NERVOS E VASOS

Leia mais

Especialização em SAÚDE DA FAMÍLIA. Caso complexo Natasha. Fundamentação teórica Odontohebiatria PROVAB

Especialização em SAÚDE DA FAMÍLIA. Caso complexo Natasha. Fundamentação teórica Odontohebiatria PROVAB Caso complexo Natasha Especialização em Fundamentação teórica PROVAB Isa Teixeira Gontijo Para compreender bem as medidas que devem ser adotadas na prevenção da doença cárie e da doença gengival, diagnosticadas

Leia mais

Placa bacteriana espessa

Placa bacteriana espessa A IMPORTÂNCIA DA SAÚDE BUCAL A saúde bucal é importante porque a maioria das doenças e a própria saúde começam pela boca. Por exemplo, se você não se alimenta bem, não conseguirá ter uma boa saúde bucal,

Leia mais

com o seu paciente Família Clinpro. Tecnologia em prevenção.

com o seu paciente Família Clinpro. Tecnologia em prevenção. com o seu paciente Família Clinpro. Tecnologia em prevenção. Prevenção é o melhor caminho. A 3M ESPE está com você em busca do sorriso saudável A 3M ESPE tem a satisfação de apresentar um novo conceito

Leia mais

Unidade: Saliva e Cárie Dentária. Unidade I:

Unidade: Saliva e Cárie Dentária. Unidade I: Unidade: Saliva e Cárie Dentária Unidade I: 0 Unidade: Saliva e Cárie Dentária Glândulas Salivares A saliva é um fluido secretado principalmente pelos 3 pares de glândulas salivares maiores, parótida,

Leia mais

MEDIDAS DE ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL PARA CONTROLE DA CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DO CASTELO BRANCO

MEDIDAS DE ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL PARA CONTROLE DA CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DO CASTELO BRANCO MEDIDAS DE ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL PARA CONTROLE DA CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DO CASTELO BRANCO BARROS, Ítala Santina Bulhões 1 LIMA, Maria Germana Galvão Correia 2 SILVA, Ariadne Estffany Máximo da

Leia mais

8:00/8:15 1º B Pedro Papel da bioquímica no processo da doença cárie.

8:00/8:15 1º B Pedro Papel da bioquímica no processo da doença cárie. DATA 1º E 2º 17/05/16 TERÇA HORÁRIO DE PROFESSORES SUBTEMAS TIPOS DE APRESENTAÇÃO ORIENTADORES APRESENTAÇÃO AVALIADORES 7:30 / 7:45 1º A Claúdio Etiologia da Cárie Dentária doença Power Point Cotita e

Leia mais

... que o nervo do dente é chamado Polpa e é responsável pela nutrição e sensibilidade dental?

... que o nervo do dente é chamado Polpa e é responsável pela nutrição e sensibilidade dental? ... que o nervo do dente é chamado Polpa e é responsável pela nutrição e sensibilidade dental?... que os alimentos duros ajudam a limpar os dentes? Eles estimulam o fluxo salivar dificultando a queda de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE BIOQUÍMICA PLANO DE ENSINO Departamento.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE BIOQUÍMICA PLANO DE ENSINO Departamento. 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE BIOQUÍMICA PLANO DE ENSINO 2010-2 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Nome da disciplina Departamento Fase Carga

Leia mais

PRODUZINDO AUTOESTIMA DESDE 1990

PRODUZINDO AUTOESTIMA DESDE 1990 Mau Hálito Todas as pessoas têm mau hálito? Se considerássemos o hálito desagradável ao acordar, praticamente 100% da população seria portadora de halitose. Por isso, o hálito da manhã é considerado fisiológico.

Leia mais

Programa Nacional de Promoção da Saúde Oral. Direcção-Geral da Saúde Divisão de Saúde Escolar

Programa Nacional de Promoção da Saúde Oral. Direcção-Geral da Saúde Divisão de Saúde Escolar Programa Nacional de Promoção da Saúde Oral Direcção-Geral da Saúde Divisão de Saúde Escolar Para apoio às acções de promoção e educação para a saúde em Saúde Oral Produzido pela: Divisão de Saúde Escolar

Leia mais

ODONTOLOGIA CANINA. Introdução

ODONTOLOGIA CANINA. Introdução ODONTOLOGIA CANINA Juliana Kowalesky Médica Veterinária Mestre pela FMVZ -USP Pós graduada em Odontologia Veterinária - ANCLIVEPA SP Sócia Fundadora da Associação Brasileira de Odontologia Veterinária

Leia mais

Visitando o dentista durante a gestação Problemas comuns de saúde oral durante a gestação Conselhos de saúde oral

Visitando o dentista durante a gestação Problemas comuns de saúde oral durante a gestação Conselhos de saúde oral Saúde Oral e a Gestação Visitando o dentista durante a gestação Problemas comuns de saúde oral durante a gestação Conselhos de saúde oral Como usar este guia A gestação é o momento perfeito para começar

Leia mais

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. Ciências Naturais 8º Ano

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. Ciências Naturais 8º Ano PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR Ciências Naturais 8º Ano COMPETÊNCIAS TEMAS/UNIDADES CONTEÚDOS 1º Período SUSTENTABILIDADE NA TERRA 28 Compreender o significado dos conceitos: espécie, população, comunidade,

Leia mais

AV. TAMBORIS ESQUINA COM RUA DAS PEROBAS, S/Nº - SETOR SÃO LOURENÇO CEP 76530-000 MUNDO NOVO GOIÁS FONES:

AV. TAMBORIS ESQUINA COM RUA DAS PEROBAS, S/Nº - SETOR SÃO LOURENÇO CEP 76530-000 MUNDO NOVO GOIÁS FONES: SAÚDE BUCAL INTRODUÇÃO A evolução da Odontologia enquanto ciência da saúde é uma realidade incontestável. Dentro deste contexto de mudanças de paradigma, no qual a Promoção de Saúde toma o lugar da prática

Leia mais

DAIANA STREY MARCO AURÉLIO JUSTO PEREIRA SANTOS AÇÃO DO XILITOL ADICIONADO A DENTIFRÍCIO EM CONTROLE DE CRESCIMENTO DE STREPTOCOCCUS MUTANS EM MEIO DE

DAIANA STREY MARCO AURÉLIO JUSTO PEREIRA SANTOS AÇÃO DO XILITOL ADICIONADO A DENTIFRÍCIO EM CONTROLE DE CRESCIMENTO DE STREPTOCOCCUS MUTANS EM MEIO DE 1 UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE ODONTOLOGIA DAIANA STREY MARCO AURÉLIO JUSTO PEREIRA SANTOS AÇÃO DO XILITOL ADICIONADO A DENTIFRÍCIO EM CONTROLE DE CRESCIMENTO DE

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 23

PROVA ESPECÍFICA Cargo 23 13 PROVA ESPECÍFICA Cargo 23 QUESTÃO 31 Com relação aos tecidos dentários, analise as afirmativas abaixo: 1) O esmalte é um tecido duro, que constitui a maior parte do dente, determinando a forma da coroa.

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / SOEBRAS ANDREY PEREIRA DE LIMA ATIVIDADE DE CÁRIE DENTAL NOS TRABALHADORES DE PADARIAS E CONFEITARIAS.

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / SOEBRAS ANDREY PEREIRA DE LIMA ATIVIDADE DE CÁRIE DENTAL NOS TRABALHADORES DE PADARIAS E CONFEITARIAS. INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / SOEBRAS ANDREY PEREIRA DE LIMA ATIVIDADE DE CÁRIE DENTAL NOS TRABALHADORES DE PADARIAS E CONFEITARIAS. Manaus, 2009 ANDREY PEREIRA DE LIMA ATIVIDADE DE CÁRIE DENTAL

Leia mais

Segundo pesquisa realizada pelo Prof. Daniel Van Steemberg (1999), juntamente com

Segundo pesquisa realizada pelo Prof. Daniel Van Steemberg (1999), juntamente com MAU HÁLITO Segundo pesquisa realizada pelo Prof. Daniel Van Steemberg (1999), juntamente com uma equipe de gastroenterologistas, otorrinolaringologistas, psiquiatras e periodontistas da Universidade de

Leia mais

Título: PROMOÇÃO DE SAÚDE BUCAL NA EMEB JOÃO MARIA GONZAGA DE LACERDA

Título: PROMOÇÃO DE SAÚDE BUCAL NA EMEB JOÃO MARIA GONZAGA DE LACERDA Título: PROMOÇÃO DE SAÚDE BUCAL NA EMEB JOÃO MARIA GONZAGA DE LACERDA Autores: Ana Cláudia Morandini Sanchez, CD Serviço de saúde: Unidade de Saúde da Família VILA ANA Palavras-chaves: cárie dentária,

Leia mais

PROMOÇÂO DE SAÙDE BUCAL EM CRIANÇAS CARENTES DE CURITIBA

PROMOÇÂO DE SAÙDE BUCAL EM CRIANÇAS CARENTES DE CURITIBA PROMOÇÂO DE SAÙDE BUCAL EM CRIANÇAS CARENTES DE CURITIBA Área temática: Saúde Coordenador: Elaine Machado Benelli Equipe executora: Mayra Xavier e Silva *, Luciana Schneider e Elaine Machado Benelli ***

Leia mais

DISCIPLINA ESTUDOS PREVENTIVOS EM CARIOLOGIA TEMA:

DISCIPLINA ESTUDOS PREVENTIVOS EM CARIOLOGIA TEMA: DISCIPLINA ESTUDOS PREVENTIVOS EM CARIOLOGIA TEMA: Métodos de prevenção da cárie dentária - estratégias coletivas, no contexto da promoção da saúde bucal Profa. Dra. Eliete Rodrigues de Almeida Profa.

Leia mais

SAÚDE COLETIVA Prof. Michael Arsenian Prof. Luiz Felipe Scabar

SAÚDE COLETIVA Prof. Michael Arsenian Prof. Luiz Felipe Scabar SAÚDE COLETIVA Prof. Michael Arsenian Prof. Luiz Felipe Scabar 1 2 TESTES PARTE I 01. Tendo como referência o paradigma da história natural das doenças e os níveis de prevenção, pode-se dizer que: a-)

Leia mais

Promoção da Saúde Oral: Uma experiência de prevenção de cárie num Concelho rural

Promoção da Saúde Oral: Uma experiência de prevenção de cárie num Concelho rural UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Faculdade de Ciências Médicas Mestrado Saúde Comunitária 2004-2006 Promoção da Saúde Oral: Uma experiência de prevenção de cárie num Concelho rural Delmira Gertrudes Simões

Leia mais

Pet com hálito fresco melhora até seu consultório.

Pet com hálito fresco melhora até seu consultório. Pet com hálito fresco melhora até seu consultório. A VIDA EXIGE O MELHOR. A IBASA pesquisa e desenvolve produtos que melhoram a qualidade da vida animal. São medicamentos e cosméticos para animais de estimação

Leia mais

NUTRIÇÃO. Problemas nutricionais associados à pobreza: Desnutrição /Hipovitaminose / Bócio

NUTRIÇÃO. Problemas nutricionais associados à pobreza: Desnutrição /Hipovitaminose / Bócio NUTRIÇÃO NUTRIÇÃO Problemas nutricionais associados à pobreza: Desnutrição /Hipovitaminose / Bócio Problemas nutricionais associados à hábitos alimentares inadequados: Dislipdemias / Anemia / Obesidade

Leia mais

VEJA COMO A CÁRIE É FORMADA

VEJA COMO A CÁRIE É FORMADA VEJA COMO A CÁRIE É FORMADA E AJUDE A PREVENÍ-LA Sua dieta e seus hábitos de saúde bucal podem fazer uma grande diferença A RELAÇÃO ENTRE OS DENTES, BACTÉRIAS E OS ÁCIDOS DO AÇÚCAR Esses fatores desencadeiam

Leia mais

Saúde Bucal Coletiva II FLUORETOS : SEU PAPEL NO PROCESSO DA DES REMINERALIZAÇÃO MÉTODOS SISTÊMICOS E TÓPICOS

Saúde Bucal Coletiva II FLUORETOS : SEU PAPEL NO PROCESSO DA DES REMINERALIZAÇÃO MÉTODOS SISTÊMICOS E TÓPICOS Saúde Bucal Coletiva II FLUORETOS : SEU PAPEL NO PROCESSO DA DES REMINERALIZAÇÃO MÉTODOS SISTÊMICOS E TÓPICOS sem flúor DESMINERALIZAÇÃO NA AUSÊNCIA DO FLÚOR ph do biofilme < 5.5/ > 4.5 Subsaturação com

Leia mais

Técnicas em Higiene Dental

Técnicas em Higiene Dental Hermann Blumenau - Complexo Educacional Curso Técnico em Saúde Bucal Técnicas em Higiene Dental Professor: Bruno Aleixo Venturi Aulas práticas Lista de materiais Aulas práticas - Lista de materiais Roupa

Leia mais

A Importância da Saúde Bucal. na Saúde Geral

A Importância da Saúde Bucal. na Saúde Geral PALESTRA A Importância da Saúde Bucal na Saúde Geral A saúde começa pela boca Os dentes são importantes na mastigação dos alimentos, fala, e estética, influenciando diretamente na auto-estima do indivíduo

Leia mais

Os dentifrícios são produtos cosméticos utilizados na limpeza da cavidade bucal. Sua composição se encontra na Figura 1.

Os dentifrícios são produtos cosméticos utilizados na limpeza da cavidade bucal. Sua composição se encontra na Figura 1. OS DENTIFRÍCIOS OS DENTIFRÍCIOS E A HIGIENE ORAL Diferentes tipos de microrganismos se desenvolvem na cavidade oral. Muitos são inofensivos, outros não. Algumas bactérias fermentam os carboidratos (predominantemente

Leia mais

Conceitos Gerais Relação Parasita Hospedeiro. Prof. Cor

Conceitos Gerais Relação Parasita Hospedeiro. Prof. Cor Parasitologia Humana Conceitos Gerais Relação Parasita Hospedeiro Prof. Cor Divisão da Parasitologia MICROBIOLOGIA: bactéria, fungos e vírus PARASITOLOGIA: protozoários, helmintos e artrópodes Microbiota

Leia mais

ODONTOLOGIA PREVENTIVA. Saúde Bucal. Diga adeus ao mau hálito!

ODONTOLOGIA PREVENTIVA. Saúde Bucal. Diga adeus ao mau hálito! ODONTOLOGIA PREVENTIVA Saúde Bucal Diga adeus ao mau hálito! HALITOSE A halitose ou mau hálito é uma condição anormal do hálito que se altera de forma desagradável. A palavra halitose se origina do latim

Leia mais

FLÚOR: Micronutriente essencial para os tecidos mineralizados. Seguro quando usado de forma racional. Uso excessivo pelo método sistêmico é tóxico

FLÚOR: Micronutriente essencial para os tecidos mineralizados. Seguro quando usado de forma racional. Uso excessivo pelo método sistêmico é tóxico unesp FLÚOR (F) - Grupo do halogênios - Possui alta eletronegatividade (reativo) - Liga- se facilmente a íons Ca 2 e Na - Encontra- se nos ossos e dentes (FA) FLÚOR É O ÚNICO ELEMENTO SEGURO E EFICIENTE

Leia mais

Dra. Elena Portes Teixeira Will CUIDADOS AO PACIENTE COM GENGIVITE OU PERIODONTITE: DOENÇA PERIODONTAL:

Dra. Elena Portes Teixeira Will CUIDADOS AO PACIENTE COM GENGIVITE OU PERIODONTITE: DOENÇA PERIODONTAL: CUIDADOS AO PACIENTE COM GENGIVITE OU PERIODONTITE: 1Muita atenção na escovação. Siga as dicas abaixo: Escovar sempre depois das refeições. Mesmo quando fizer apenas um lanchinho ; Sempre usar o fio dental

Leia mais

Cuidados profissionais para a higiene bucal HIGIENE BUCAL

Cuidados profissionais para a higiene bucal HIGIENE BUCAL HIGIENE BUCAL A Higiene bucal é considerada a melhor forma de prevenção de cáries, gengivite, periodontite e outros problemas na boca, além de ajudar a prevenir o mau-hálito (halitose). Higiene bucal é

Leia mais

CÁRIE DENTÁRIA: CONSCIENTIZANDO ESCOLARES DE UMA ESCOLA PÚBLICA NO MUNICÍPIO DE CRUZ ALTA- RS

CÁRIE DENTÁRIA: CONSCIENTIZANDO ESCOLARES DE UMA ESCOLA PÚBLICA NO MUNICÍPIO DE CRUZ ALTA- RS CÁRIE DENTÁRIA: CONSCIENTIZANDO ESCOLARES DE UMA ESCOLA PÚBLICA NO MUNICÍPIO DE CRUZ ALTA- RS SANTOS, Aniúsca V¹; MANGGINI, Bruna K¹; MACIESKI, Franciele¹; SOARES, Jéssica Cavalheiro 1 ; TAMANHO, Jiana¹;

Leia mais

Doença Periodontal Orientações para manter uma boca saudável Anatomia Estrutura saudável Gengivas A A figura mostra as gengivas de uma pessoa que tenha a constituição clara. As pessoas de pele escura têm

Leia mais

O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE DOENÇA METABÓLICA

O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE DOENÇA METABÓLICA O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE DOENÇA METABÓLICA ENTENDENDO a doença metabólica A doença metabólica, também chamada de síndrome metabólica ou ainda de plurimetabólica, em geral faz parte de um conjunto de

Leia mais

Avaliação de potenciais indicadores do risco de incidência de cárie em crianças de 6 a 11 anos da cidade de Juiz de Fora, MG. Resumo.

Avaliação de potenciais indicadores do risco de incidência de cárie em crianças de 6 a 11 anos da cidade de Juiz de Fora, MG. Resumo. Avaliação de potenciais indicadores do risco de incidência de cárie em crianças de 6 a 11 anos da cidade de Juiz de Fora, MG. Solon José de Oliveira Leite * Andreia Soares Campos * Hanny Reis Mockdeci

Leia mais

DENTPLAQUE Uma ferramenta lúdica e eficaz na construção da autonomia do indivíduo e no controle das doenças bucais.

DENTPLAQUE Uma ferramenta lúdica e eficaz na construção da autonomia do indivíduo e no controle das doenças bucais. DENTPLAQUE Uma ferramenta lúdica e eficaz na construção da autonomia do indivíduo e no controle das doenças bucais. INTRODUÇÃO A evolução do conhecimento científico trouxe uma mudança radical nos paradigmas

Leia mais

- Gengivite. Periodontal. Crônica. - Periodontite. Agressiva GENGIVITE

- Gengivite. Periodontal. Crônica. - Periodontite. Agressiva GENGIVITE Formas da Doença Periodontal Microbiologia da Doença Periodontal - Gengivite Crônica - Periodontite Agressiva SAÚDE PERIODONTAL GENGIVITE GENGIVITE PERIODONTITE CRÔNICA PERIODONTITE CRÔNICA PERIODONTITE

Leia mais

MEIRE MARTINS FREITAS

MEIRE MARTINS FREITAS MEIRE MARTINS FREITAS para em Saúde 326 PIRACICABA 2004 1Jf1i1fffi::fr1t!JJF.!:'STtlO'Ur1L [lf: C'M!.PTN.ItS ~~UJitJ,G( HE OiE~iHOt.Of:W\ m: Pií'lAClC!\fll! 2mU.GTEtA TCE/UNICAMP F884d FOP MEIRE MARTINS

Leia mais

Determinantes do processo saúde-doença. Identificação de riscos à saúde. Claudia Witzel

Determinantes do processo saúde-doença. Identificação de riscos à saúde. Claudia Witzel Determinantes do processo saúde-doença. Identificação de riscos à saúde Claudia Witzel CONCEITOS DE SAÚDE E DOENÇA Saúde pode ser definida como ausência de doença Doença ausência de saúde... Saúde é um

Leia mais

Jean Berg Alves da Silva HIGIENE ANIMAL. Jean Berg Alves da Silva. Cronograma Referências Bibliográficas 09/03/2012

Jean Berg Alves da Silva HIGIENE ANIMAL. Jean Berg Alves da Silva. Cronograma Referências Bibliográficas 09/03/2012 Jean Berg Alves da Silva Médico Veterinário UFERSA (2001) Dr. Ciências Veterinárias UECE (2006) Professor do Departamentos de Ciências Animais da UFERSA HIGIENE ANIMAL Jean Berg Jean Berg Alves da Silva

Leia mais

ALESSANDRO DIOGO DE CARLI. CAPACIDADE ANTIBACTERIANA DA PRÓPOLIS DE Apis mellifera ASSOCIADA AO FLUORETO DE SÓDIO NO CONTROLE DO BIOFILME DENTAL

ALESSANDRO DIOGO DE CARLI. CAPACIDADE ANTIBACTERIANA DA PRÓPOLIS DE Apis mellifera ASSOCIADA AO FLUORETO DE SÓDIO NO CONTROLE DO BIOFILME DENTAL ALESSANDRO DIOGO DE CARLI CAPACIDADE ANTIBACTERIANA DA PRÓPOLIS DE Apis mellifera ASSOCIADA AO FLUORETO DE SÓDIO NO CONTROLE DO BIOFILME DENTAL CAMPO GRANDE 2007 ALESSANDRO DIOGO DE CARLI CAPACIDADE ANTIBACTERIANA

Leia mais

A QUÍMICA E A CONSERVAÇÃO DOS DENTES RESUMO

A QUÍMICA E A CONSERVAÇÃO DOS DENTES RESUMO A QUÍMICA E A CONSERVAÇÃO DOS DENTES Lidiani Terenciani Nazaro¹; Jandira Aparecida Simoneti² UEMS - Caixa postal 351 - CEP: 79804-970 Dourados - MS¹ E-mail: lidi.nazaro@gmail.com, Bolsista de Extensão.

Leia mais

SAÚDE ORAL DAS PESSOAS IDOSAS

SAÚDE ORAL DAS PESSOAS IDOSAS SAÚDE ORAL DAS PESSOAS IDOSAS Saúde Oral das Pessoas Idosas A saúde oral é considerada como uma parte integrante da saúde geral. As doenças da boca e dos dentes têm consequências negativas na qualidade

Leia mais

PREVALÊNCIA DE CÁRIE DENTÁRIA NOS ALUNOS DA ESCOLA MUNICIPAL ADELMO SIMAS GENRO, SANTA MARIA, RS: UMA ANÁLISE DESCRITIVA PARCIAL 1

PREVALÊNCIA DE CÁRIE DENTÁRIA NOS ALUNOS DA ESCOLA MUNICIPAL ADELMO SIMAS GENRO, SANTA MARIA, RS: UMA ANÁLISE DESCRITIVA PARCIAL 1 Disc. Scientia. Série: Ciências da Saúde, Santa Maria, v. 7, n. 1, p. 121-125, 2006. 121 ISSN 1982-2111 PREVALÊNCIA DE CÁRIE DENTÁRIA NOS ALUNOS DA ESCOLA MUNICIPAL ADELMO SIMAS GENRO, SANTA MARIA, RS:

Leia mais

MICROFLORA ORAL E RISCO DE DOENÇAS ORAIS NUMA AMOSTRA DE CRIANÇAS PORTUGUESAS

MICROFLORA ORAL E RISCO DE DOENÇAS ORAIS NUMA AMOSTRA DE CRIANÇAS PORTUGUESAS MICROFLORA ORAL E RISCO DE DOENÇAS ORAIS NUMA AMOSTRA DE CRIANÇAS PORTUGUESAS Dissertação apresentada à Universidade Católica Portuguesa para obtenção do grau de mestre em Medicina Dentária Por Veronique

Leia mais

MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE SAÚDE DA MARINHA CENTRO MÉDICO ASSISTENCIAL DA MARINHA ODONTOCLÍNICA CENTRAL DA MARINHA

MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE SAÚDE DA MARINHA CENTRO MÉDICO ASSISTENCIAL DA MARINHA ODONTOCLÍNICA CENTRAL DA MARINHA MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE SAÚDE DA MARINHA CENTRO MÉDICO ASSISTENCIAL DA MARINHA ODONTOCLÍNICA CENTRAL DA MARINHA PROGRAMA PARA A PREVENÇÃO DA CÁRIE DENTÁRIA E DA DOENÇA PERIODONTAL Serviço de Odontologia

Leia mais

Estudo da Doença Cárie Dentária I Conceitos - Etiologia

Estudo da Doença Cárie Dentária I Conceitos - Etiologia Estudo da Doença Cárie Dentária I Conceitos - Etiologia Cárie Dental Doença bacteriana Relacionamento estreito com biofilme Dependente da presença e freqüência de açúcares simples na dieta Modificada pela

Leia mais

Doenças gengivais induzidas por placa

Doenças gengivais induzidas por placa Doenças gengivais induzidas por placa Classificação (AAP 1999) Doenças Gengivais Induzidas por placa Não induzidas por placa MODIFICADA Associada só a placa Fatores sistêmicos Medicação Má nutrição Classificação

Leia mais

O direito de não sentir medo

O direito de não sentir medo LÍNGUA PORTUGUESA O direito de não sentir medo 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 A pesquisa do Datafolha revela o que se poderia classificar como "caretice" dos jovens -- seus projetos

Leia mais

Apostila 3. Disciplina: Pré-Clínica II (DP-201) Aspectos microbiológicos da cárie dental

Apostila 3. Disciplina: Pré-Clínica II (DP-201) Aspectos microbiológicos da cárie dental Apostila 3 Disciplina: Pré-Clínica II (DP-201) Aspectos microbiológicos da cárie dental Área de Microbiologia e Imunologia FOP-UNICAMP Profa. Dra. Renata O. Mattos Graner Prof. Dr. Reginaldo B. Gonçalves

Leia mais

ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA NA GRAVIDEZ JULIO ELITO JUNIOR

ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA NA GRAVIDEZ JULIO ELITO JUNIOR ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA NA GRAVIDEZ JULIO ELITO JUNIOR ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA 1. Introdução 2. Doença Periodontal 3. Gengivite 4. Granuloma Gravídico 5. Periodontite 6. Cárie 7. Fluxo Salivar 8. Hábitos

Leia mais

Terminologias e conceitos básicos em alimentação e Nutrição. Profª Patrícia Ceolin

Terminologias e conceitos básicos em alimentação e Nutrição. Profª Patrícia Ceolin Terminologias e conceitos básicos em alimentação e Nutrição. Profª Patrícia Ceolin NUTRIÇÃO??? A nutrição é a ciência que estuda a composição dos alimentos e as necessidades nutricionais do indivíduo,

Leia mais

TCC em Re vista FERREIRA, Marília Alves 17. Palavras-chave: dente molar; coroa dentária; dentição permanente; dentição decídua.

TCC em Re vista FERREIRA, Marília Alves 17. Palavras-chave: dente molar; coroa dentária; dentição permanente; dentição decídua. TCC em Re vista 2009 109 FERREIRA, Marília Alves 17. Presença e morfologia do tubérculo molar de acordo com a dentição, hemiarco e sexo. 2009. 8 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia)

Leia mais

TÉC. HIG. DENTAL LÍNGUA PORTUGUESA MARQUE A ALTERNATIVA CORRETA UTILIZE O TEXTO I PARA RESPONDER ÀS QUESTÕES DE 01 A 10. Texto I

TÉC. HIG. DENTAL LÍNGUA PORTUGUESA MARQUE A ALTERNATIVA CORRETA UTILIZE O TEXTO I PARA RESPONDER ÀS QUESTÕES DE 01 A 10. Texto I LÍNGUA PORTUGUESA MARQUE A ALTERNATIVA CORRETA UTILIZE O TEXTO I PARA RESPONDER ÀS QUESTÕES DE 01 A 10. Texto I O gerente de Malu Mader oferece fundos de investimentos exclusivos. Providencia análise de

Leia mais

Questionário: Saúde oral na gravidez: Conhecer para optimizar!

Questionário: Saúde oral na gravidez: Conhecer para optimizar! ANEXO I UNIVERSIDADE FERNANDO PESSOA Faculdade Ciências da Saúde Licenciatura em Medicina Dentária Questionário: Saúde oral na gravidez: Conhecer para optimizar! Pesquisador: Rafael Cardoso de Andrade

Leia mais

Módulo Opcional de Aprendizagem

Módulo Opcional de Aprendizagem Anexo 09 FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SERRA DOS ÓRGÃOS CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA 1. Identificação Módulo Opcional

Leia mais

ECOLOGIA MICROBIANA DA

ECOLOGIA MICROBIANA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Instituto de Ciências Biomédicas Departamento de Microbiologia ECOLOGIA MICROBIANA DA CAVIDADE BUCAL Prof. Dr. Mario Julio Avila-Campos http://www.icb.usp.br/bmm/mariojac Ecologia

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Bioquímica, aula prática, efeito do ph, hidroxiapatita.

PALAVRAS-CHAVE Bioquímica, aula prática, efeito do ph, hidroxiapatita. 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA (X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO (

Leia mais

SAÚDE BUCAL DO ADOLESCENTE

SAÚDE BUCAL DO ADOLESCENTE SAÚDE BUCAL DO ADOLESCENTE Texto montado a partir dos manuais: MINAS GERAIS. Secretaria de Estado de Saúde. Atenção à saúde do adolescente: Belo Horizonte: SAS/MG, 2006. p. 75-79. BARROS, Claudia Márcia

Leia mais

UNA-SUS Universidade Aberta do SUS SAUDE. da FAMILIA. CASO COMPLEXO 5 Amélia. Fundamentação Teórica: Etiologia e epidemiologia da cárie dentária

UNA-SUS Universidade Aberta do SUS SAUDE. da FAMILIA. CASO COMPLEXO 5 Amélia. Fundamentação Teórica: Etiologia e epidemiologia da cárie dentária CASO COMPLEXO 5 Amélia : Etiologia e epidemiologia da cárie dentária Daniella Ferraz Cerqueira A cárie dentária é uma doença infecciosa que progride de forma muito lenta na maioria dos indivíduos, raramente

Leia mais

Como obter resultados com a otimização dos consultórios com os TSB e ASB

Como obter resultados com a otimização dos consultórios com os TSB e ASB Como obter resultados com a otimização dos consultórios com os TSB e ASB 6º SINPLO Simpósio Internacional de Planos Odontológicos Fabiana Car Pernomiam 2011 Ergonomia racionalizar o trabalho, possibilitar

Leia mais

CONTROLE MECÂNICO DO BIOFILME DENTAL

CONTROLE MECÂNICO DO BIOFILME DENTAL CONTROLE MECÂNICO DO BIOFILME DENTAL PLACA DENTAL OU BACTERIANA = BIOFILME DENTAL BIOFILME pode ser definido como uma comunidade bacteriana, em uma matriz composta por polímeros extracelulares, aderidas

Leia mais

Decisão de tratamento restaurador baseada em evidências científicas

Decisão de tratamento restaurador baseada em evidências científicas 1 Decisão de tratamento restaurador baseada em evidências científicas Introdução Marisa Maltz Juliana Jobim Jardim Luana Severo lves O processo de tomada de decisão baseada em evidências científicas utiliza

Leia mais

ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA DE CÁRIE, PH E CONCENTRAÇÃO DE CÁLCIO SALIVAR EM POPULAÇÃO DE CRIANÇAS QUE CONSOMEM ALIMENTOS À BASE DE SOJA

ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA DE CÁRIE, PH E CONCENTRAÇÃO DE CÁLCIO SALIVAR EM POPULAÇÃO DE CRIANÇAS QUE CONSOMEM ALIMENTOS À BASE DE SOJA ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA DE CÁRIE, PH E CONCENTRAÇÃO DE CÁLCIO SALIVAR EM POPULAÇÃO DE CRIANÇAS QUE CONSOMEM ALIMENTOS À BASE DE SOJA Isabela Cristina da Silva Alves Panasol 1, Gislaine Stella da Silva Alves

Leia mais

INTERPRETAÇÃO DE IMAGENS DAS ALTERAÇÕES DA COROA DENTAL

INTERPRETAÇÃO DE IMAGENS DAS ALTERAÇÕES DA COROA DENTAL INTERPRETAÇÃO DE IMAGENS DAS ALTERAÇÕES DA COROA DENTAL Na imagem radiográfica de um dente íntegro todas as partes são facilmente identificáveis, pois já conhecemos a escala de radiopacidade. Agora começamos

Leia mais

USO DO FLÚOR E CONTROLE DA CÁRIE COMO DOENÇA

USO DO FLÚOR E CONTROLE DA CÁRIE COMO DOENÇA 2 USO DO FLÚOR E CONTROLE DA CÁRIE COMO DOENÇA Jaime Aparecido Cury INTRODUÇÃO A Odontologia passou por grandes mudanças conceituais no século XX. Entre elas, uma das mais significativas em termos de saúde

Leia mais

EDUCAÇÃO EM SAÚDE BUCAL: UMA PROPOSTA PARA ABORDAGEM NO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

EDUCAÇÃO EM SAÚDE BUCAL: UMA PROPOSTA PARA ABORDAGEM NO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO EDUCAÇÃO EM SAÚDE BUCAL: UMA PROPOSTA PARA ABORDAGEM NO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO Marly Amélia Mesquini *, Sonia Lucy Molinari **, Isaura Maria Mesquita Prado ** Mesquini MA, Molinari SL, Prado IMM. Educação

Leia mais

ODONTOLOGIA PERIODONTIA I. 5º Período / Carga Horária: 90 horas

ODONTOLOGIA PERIODONTIA I. 5º Período / Carga Horária: 90 horas ODONTOLOGIA PERIODONTIA I 5º Período / Carga Horária: 90 horas 1. PRÉ-REQUISITO: Biossegurança e Orientação Profissional Odontológica; Diagnóstico por Imagem I; Patologia Buço Denta. 2. EMENTA: O aluno

Leia mais

ESTRATÉGIAS PARA REDUZIR A INCIDÊNCIA DE CÁRIE EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES DO PROGRAMA SAÚDE NAS ESCOLAS DO CENTRO DE SAÚDE HAVAÍ.

ESTRATÉGIAS PARA REDUZIR A INCIDÊNCIA DE CÁRIE EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES DO PROGRAMA SAÚDE NAS ESCOLAS DO CENTRO DE SAÚDE HAVAÍ. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS CURSO DE ESPECIALIZAÇÂO EM ATENÇÃO BÁSICA EM SAÚDE DA FAMILIA MARCELA RIBEIRO GONÇALVES ESTRATÉGIAS PARA REDUZIR A INCIDÊNCIA DE CÁRIE EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES DO

Leia mais

A importância do controle de placa dental na clínica odontológica

A importância do controle de placa dental na clínica odontológica Arquivos em Odontologia Volume 46 Nº 01 22 A importância do controle de placa dental na clínica odontológica The importance of dental plaque control in the dental clinic Viviane Elisângela Gomes 1, Débora

Leia mais

PLANO DE DISCIPLINA. 1. Identificação: 2. Ementa: 3. Objetivo Geral: Departamento: Ciências Básicas

PLANO DE DISCIPLINA. 1. Identificação: 2. Ementa: 3. Objetivo Geral: Departamento: Ciências Básicas PLANO DE DISCIPLINA 1. Identificação: Departamento: Ciências Básicas Disciplina: Microbiologia I Cód.: FCB00010 Período Ministrado / Semestre / Ano : 2ºP/ 1ºSem/2010 Corpo Docente: Prof. Dr. Renato Varges

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA AURORA CONCURSO PÚBLICO 04 / 2010 CARGO DE: ODONTÓLOGO

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA AURORA CONCURSO PÚBLICO 04 / 2010 CARGO DE: ODONTÓLOGO PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA AURORA CONCURSO PÚBLICO 04 / 2010 27 / JUNHO / 2010 CARGO DE: ODONTÓLOGO CONHECIMENTOS GERAIS QUESTÃO 01 O Artigo 19 da Lei Complementar 101/2000, em consonância com o Artigo

Leia mais

PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA. Orientações Gerais sobre as ações de Saúde Bucal no Programa Saúde na Escola

PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA. Orientações Gerais sobre as ações de Saúde Bucal no Programa Saúde na Escola PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA Orientações Gerais sobre as ações de Saúde Bucal no Programa Saúde na Escola A avaliação e promoção de saúde bucal é ação essencial que integra o Componente I do Programa Saúde

Leia mais