Atualização dos Indicadores de Produtos e Custos. Estoque e Custos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Atualização dos Indicadores de Produtos e Custos. Estoque e Custos"

Transcrição

1 Estoque e Custos

2 Sumário Sumário Conceitos Básicos Objetivos Instrucionais Fluxo do Processo Parâmetros de Sistema Atualização do Custo de Entrada Atualização do Custo de Entrada - Cadastro Atualização dos Indicadores de Produto Classificação ABC Lote Econômico Ponto de Pedido Atualização dos Indicadores dos Produtos Atualização do Custo de Reposição Atualização do Custo de Reposição - Cadastro Atualização do Custo de Reposição - Parâmetros Atualização do Custo Fiscal Custo Médio Custo LIFO (UEPS) Recálculo de custos fiscais Recálculo de Custos Fiscais - Cadastro Recálculo de Custos Fiscais - Parâmetros Conclusão Estoque e Custos Atualização dos Indicadores de Produtos e Custos

3 1 Conceitos Básicos Olá! Seja bem-vindo ao treinamento Atualização dos Indicadores de Produtos e Custos do ambientee Estoque e Custos. 1.1 Objetivos Instrucionais Ao término deste treinamento você terá conhecido um pouco mais sobre: Fluxo do Processo. Parâmetros. Atualização do Custo de Entrada. Atualização dos Indicadores de Produto. Classificação ABC. Lote Econômico. Ponto de Pedido. Atualização do Custo de Reposição. Atualização do custo Fiscal. Custo Médio. Custo FIFO. Custo LIFO. Recálculo de Custos Fiscais Fluxo do Processo O fluxo de atualização dos indicadores de produtos e custos trata da atualização dos diversos indicadores e valores que estão relacionados com as movimentações sofridas pelos produtos em um determinado período (mês, trimestre, semestre), conforme a necessidade da empresa. A execução destas rotinas geralmente é feita durante o encerramento do período, porém é possível executá-las sempre que necessário atualizar os dados correspondentes. O diagrama exibido, apresenta os processos e entidades envolvidos no fluxo de atualização dos indicadores de produtos e custos. Estoque e Custos Atualização dos Indicadores de Produtos e Custos 3

4 1.3 Parâmetros de Sistema Os parâmetros de sistema envolvidos no fluxo de atualização dos indicadores de produtos e custos são: MV_MOEDACM: define em quais moedas, além da moeda nativa, deverão ser calculados os custos dos produtos. MV_CUSMED: indica o método de contabilização dos custos de estoque: se on-line (O), por meio das rotinas de movimentação, ou off-line (M), por meio da rotina de recálculo de custos. MV_CUSFIL: indica se o custo dos produtos deve ser calculado por armazém (A), por filial (F) ou por empresa (E). MV_CUSFIFO: indica se está ativa no sistema a apuração de custos pelo método FIFO. MV_CUSLIFO: indica se está ativa no sistema a apuração de custos pelo método LIFO. MV_FFONLIN: indica se deve calcular o custo FIFO/LIFO das movimentações on-line. MV_PESOS: define o peso de cada mês (de 1 a 12) para o cálculo da média de consumo. 1.4 Atualização do Custo de Entrada No ambiente de Estoque/Custo, o custo das movimentações é calculado automaticamente pelo sistema e não depende da ativação de parâmetros para isso. O cálculo do custo de entrada é influenciado apenas pelas configurações do tipo de entrada (TES) utilizado na movimentação (no caso de entrada por documento de entrada) e é feito com base nas configurações vigentes no momento da inclusão do documento de entrada. Caso haja alteração na configuração dos cadastros de tipos de entrada ou em alíquotas de impostos que influenciam no custo do produto, o custo dos documentos de entrada ainda estará calculado conforme configuração do tipo de entrada no momento da inclusão do documento. Para que o custo dos documentos seja atualizado, conforme novas configurações dos tipos de entrada processe a rotina de atualização do custo de entrada. 1.5 Atualização do Custo de Entrada - Cadastro Para atualizar o custo de entrada acesse: Miscelânea / Processamento / Refaz Custo de Entrada 1. Configure os parâmetros da rotina. 2. Confirme. Parâmetros: Atualiza preço custo entrada: identifica se devem ser atualizados nos cadastros dos produtos os campos Ult. Preço e Ult. Compra com o preço e data, respectivamente, da última compra realizada para o produto. De nota fiscal: preencha com o número de nota fiscal inicial para filtro das notas fiscais e terem seu custo atualizado. Até nota fiscal: preencha com o número de nota fiscal final para filtro das notas fiscais e terem seu custo atualizado. De dt. digit. da NFE: preencha com a data de digitação inicial para filtro das notas fiscais e terem seu custo atualizado. Até dt. digit. da NFE: preencha com a data de digitação final para filtro das notas fiscais e terem seu custo atualizado. Após confirmação dos parâmetros e confirmação da execução da atualização do custo de entrada, será processado o recálculo do custo de todos os itens de documentos de entrada que se enquadram no filtro aplicado. 4 Estoque e Custos Atualização dos Indicadores de Produtos e Custos

5 1.6 Atualização dos Indicadores de Produto A rotina de atualização dos indicadores de produtos tem como objetivo processar a base histórica de movimentações dos produtos e calcular os valores de determinados indicadores conforme tais dados. Estão disponíveis na rotina o cálculo dos seguintes indicadores: Consumo do mês e média de consumo: atualiza o valor de consumo (saídas) para os produtos no mês vigente e também a média de consumo do produto. O cálculo da média de consumo poderá ser executado por meio das formas: Por peso: cada mês tem um peso dentro do cálculo da média determinado pelo parâmetro MV_PESOS e a média é calculada pelo consumo dos últimos 12 meses. Pela tendência: definir a quantidade de meses anteriores para cálculo da projeção de consumo e a média será este valor projetado pela tendência dada pelos meses anteriores. 1.7 Classificação ABC O objetivo da classificação de produtos pela curva ABC é permitir a administração de estoques, saber quais produtos tiveram maior movimento médio em determinado período e quais foram os produtos de maior custo. Dessa forma, facilita-se a identificação dos produtos que devem receber mais atenção no gerenciamento dos estoques. O método leva esse nome devido à classificação que é dada aos produtos. Os produtos da Classe A são aqueles de maior importância, que devem ser tratados com especial atenção. São os produtos cuja média de consumo multiplicada pelo custo (Standard ou último preço) é alta em relação aos demais, por isso são aqueles que têm maior custo de estocagem e alta rotatividade devendo ser adquiridos com maior frequência. Os produtos da Classe C são aqueles cujo consumo médio, multiplicado pelo custo, não é tão elevado. Portanto, esses produtos têm custo de estocagem e rotatividade menor, podendo ser adquiridos com menor frequência e em maiores quantidades. Estoque e Custos Atualização dos Indicadores de Produtos e Custos 5

6 Por sua vez, os produtos da Classe B são aqueles produtos que se encontram em uma situação intermediária entre as classes A e C. Para a classificação dos produtos, um percentual deve ser atribuído a cada classe (totalizando 100%) de modo a obter um valor limite para que os produtos se enquadrem nas respectivas classificações. Assim, ordenam-se os produtos pelo resultado do consumo médio, multiplicado pelo custo e são classificados em ordem descendente, enquanto a somatória desse resultado for menor que o percentual informado para cada classe. Para cada faixa da curva deverá ser definido o período de aquisição desejado, ou seja, quanto tempo o produto ficará em estoque (para cálculo do lote econômico). 1.8 Lote Econômico O lote econômico é a quantidade economicamente viável para compra ou produção visando a redução dos custos. A atualização do valor de lote econômico dos produtos é feita pela fórmula MC * PA, em que MC é a média de consumo e PA é o período de aquisição definido para a curva na qual o produto se enquadra. É possível ainda realizar o ajuste do lote econômico conforme disponibilidade financeira da empresa para aquisição de materiais. Defina o valor da disponibilidade financeira da empresa e o lote econômico dos produtos que será ajustado para que não ultrapasse a capacidade definida. 1.9 Ponto de Pedido O ponto de pedido é a quantidade do produto que, quando atinge em estoque inicia o processo de reposição e assim evitar a falta do produto. A atualização do valor de ponto de pedido dos produtos é feita pela fórmula (CM * PE) + ES, em que CM é a média de consumo do produto, PE é o prazo de entrega do produto (determinado em seu cadastro) e ES é o valor de estoque de segurança do produto (determinado em seu cadastro) Atualização dos Indicadores dos Produtos Para atualizar os indicadores dos produtos acesse: Miscelânea / Cálculos / Consumo / Indicadores 1. Configure os parâmetros da rotina. 2. Confirme. Ao acessar a rotina é exibida a interface para seleção dos cálculos que deseja efetuar a configuração de suas parametrizações. Nesta interface também será possível filtrar os produtos que devem ser atualizados, por meio da seleção dos tipos de produto e grupos de produtos que devem ser processados. Após confirmação das parametrizações, os cálculos serão processados e os indicadores e consumo deverão ser atualizados. 6 Estoque e Custos Atualização dos Indicadores de Produtos e Custos

7 1.11 Atualização do Custo de Reposição O custo de reposição ou standard de um produto é aquele que a empresa teria como gasto para substituir o produto nas mesmas condições, qualidade e locais de aquisição e utilização. Esta modalidade de custo pertence ao plano gerencial e por isso não há obrigação de controle deste por parte das empresas. No ambiente de Estoque/Custos o custo de reposição pode ser calculado de três formas diferentes: Por meio do último preço de compra do produto: neste caso assume-se como custo de reposição o último preço de compra registrado para o produto. Por meio do último custo de compra do produto: neste caso assume-se como custo de reposição o custo da última compra registrada para o produto. Por meio da estrutura do produto: neste caso assume-se como custo de reposição a somatória do custo de reposição de todos os componentes da estrutura do produto calculado. Este método somente é aplicado aos produtos fabricados (com estrutura) Atualização do Custo de Reposição - Cadastro Para atualizar o custo de reposição acesse: Miscelânea / Cálculos / Custo de Reposição 1. Configure os parâmetros da rotina. 2. Confirme Atualização do Custo de Reposição - Parâmetros Os Parâmetros a ser configurados são: Utilizar qual moeda: indique em qual moeda deverá ser calculado o custo de reposição. Utilize nenhuma para a moeda nativa. Utilizar taxa: indique quando o cálculo for realizado pelo último preço de compra em outra moeda, se utilizará a taxa de moeda do dia (diária) ou do início do mês (mensal) para conversão do preço da última compra para a moeda selecionada. Calcular os custos por: indique qual o método de cálculo será utilizado, se pelo último preço de compra, último custo de compra ou pela estrutura. Considerar últ. preço compra: indique quando o cálculo for realizado pelo último preço de compra em outra moeda, se o custo de reposição será calculado com base no último preço de compra (sim) ou se com base no custo standard já registrado para o produto (não). Caso o cálculo seja pelo último preço de compra em na primeira moeda, este parâmetro deverá ser obrigatoriamente sim. Dt. final ref. taxa: preencha com a data de referência para obtenção da taxa de moeda para conversão do preço da última compra para a moeda selecionada, quando o cálculo for realizado pelo último preço de compra em outra moeda. Do tipo do produto: preencha com o código do tipo de produto inicial para filtro dos produtos a serem processados. Até o tipo do produto: preencha com o código do tipo de produto final para filtro dos produtos a serem processados. Do grupo do produto: preencha com o código do grupo de produtos inicial para filtro dos produtos a serem processados. Até o grupo do produto: preencha com o código do grupo de produtos final para filtro dos produtos a serem processados. Considerar qtdes. negativa: indique, quando cálculo por estrutura, devem considerar os subprodutos (componentes com quantidade negativa) na composição do custo de reposição. Estoque e Custos Atualização dos Indicadores de Produtos e Custos 7

8 Avisar divergência: indique, para os casos em que a data de referência do custo standard do produto é mais atual do que a data obtida pelo cálculo, se deve atualizar com o valor calculado, não atualizar e manter o valor do cadastro ou se avisa para decisão do usuário. Considera mão de obra: indique, quando cálculo por estrutura, devem considerar os produtos mão de obra na composição do custo de reposição. Após confirmação dos parâmetros, confirmação da execução do cálculo e atualização do custo de reposição, os produtos serão processados conforme parametrização e os dados referentes ao custo de reposição serão atualizados no cadastro dos produtos Atualização do Custo Fiscal O controle dos custos fiscais (ou contábeis) no ambiente de Estoque/Custos é realizado automaticamente pelo sistema e de forma on-line, valorizando cada movimento gerado por meio do método de custo médio. Além do controle pelo método de custo médio, paralelamente a este, o ambiente de Estoque/Custos permite o controle dos custos pelos métodos FIFO (PEPS) ou LIFO (UEPS) pela parametrização do sistema. Importante! O controle de custos pelos métodos FIFO (PEPS) e LIFO (UEPS) não pode ser realizado simultaneamente. Somente um dos dois métodos pode ser ativado para apuração. A seguir veremos uma breve explicação de cada método de apuração de custos e suas características, com exemplos para que seja possível entender as características de cada um Custo Médio O custo médio é calculado pela média ponderada do custo das diversas compras/produções realizadas para o produto dentro do período de cálculo, calculada diariamente, mensalmente ou na mesma sequência de lançamento dos movimentos. Apesar de aceito pela legislação brasileira, em estoques de baixa rotatividade e economias inflacionárias, podem defasar o valor dos materiais estocados pelo fato de incluir em seu cálculo o valor do estoque já existente (que possuía, teoricamente, um custo menor). Movimento Qtde Movimentada Custo Unitário do Movimento Custo do Movimento Qtde Total em Estoque Custo Total do Estoque Custo Médio do Estoque NF Entrada 10 1,00 10, ,00 1,00 NF Entrada 10 4,00 40, ,00 2,50 NF Saída 8 2,50 20, ,00 2,50 NF Saída 7 2,50 17, ,50 2,50 NF Entrada 5 10,00 50, ,50 6,25 Requisição 3 6,25 18, ,75 6,25 8 Estoque e Custos Atualização dos Indicadores de Produtos e Custos

9 1.16 Custo LIFO (UEPS) No método de apuração de custos LIFO (do inglês: last in firs out) ou UEPS (do português: último que entra primeiro que sai) considera-se que a última unidade obtida do produto será a primeira a sair do estoque, ou seja, a baixa do custo pelos movimentos de saída acontece em ordem inversa. Neste método são criados lotes de custos com o saldo de cada entrada realizada, e estes são consumidos em ordem inversa ao de criação (do mais recente para o mais antigo). Esta modalidade de custo aproxima-se do custo de reposição, e quanto maior a rotatividade dos estoques, mais reais serão os valores apurados. Movimento Qtde Custo Unitário do Movimento Custo do Movimento Qtde Total em Estoque Custo Total do Estoque Lotes LIFO no Estoque Lote Qtd CM NF Entrada 10 1,00 10, ,00 A 10 1,00 NF Entrada 10 4,00 40, ,00 NF Saída 8 4,00 32, ,00 A 10 1,00 B 10 4,00 A 10 1,00 B 2 4,00 NF Saída 7 (2x lote B) 4,00 A 5 1,00 13,00 5 5,00 (5x lote A) 1,00 B 0 4,00 A 5 1,00 NF Entrada 5 10,00 50, ,00 B 0 4,00 C 5 10,00 A 5 1,00 Requisição 3 10,00 30, ,00 B 0 4,00 C 2 10, Recálculo de custos fiscais Conforme destacado anteriormente, a Linha de Produto Microsiga Protheus processa as entradas ocorridas e calcula o novo custo médio dos materiais no momento em que a movimentação ocorre, porém em alguns casos, os custos não podem ser apurados dessa forma por causa da sequência em que os movimentos são digitados (saídas antes das entradas) ou porque os movimentos aguardam algum complemento (despesas acessórias, de importação etc.) ou mesmo porque a empresa prefira processar seus custos somente ao final do período. O custo médio on-line é praticamente utópico, já que existem situações do dia a dia como notas fiscais de complemento e despesa de frete/importação que normalmente ocorrem após a movimentação do material. Estoque e Custos Atualização dos Indicadores de Produtos e Custos 9

10 O recálculo do custo médio existe exatamente para suprir a deficiência causada por esta situação, recolocando os movimentos na sequência que garante as entradas antes das saídas. Além disso, é possível determinar um método de apropriação diferenciado para o recálculo. O processamento por apropriação mensal, por exemplo, normalmente reduz o valor final em estoque dos produtos, reduzindo também o pagamento de impostos (cálculo aceito pela legislação). A rotina de recálculo do custo médio tem como objetivo básico reprocessar os movimentos na sequência correta e gravar os custos, nos arquivos de saldos e de movimentos, fornecendo assim as informações necessárias para conferência. Além disso, para os clientes que trabalham com custo off-line (MV_CUSMED igual a M), a rotina calcula os saldos para fechamento de estoque a partir da data de cálculo informada Recálculo de Custos Fiscais - Cadastro Para atualizar o custo fiscal acesse: Miscelânea / Cálculos / Custo Médio 1. Configure os parâmetros da rotina. 2. Confirme Recálculo de Custos Fiscais - Parâmetros Os Parâmetros a ser configurados são: Data limite final: preencha com a data final do período em que será executado o recálculo de custo. Este período se inicia na data do último fechamento de estoque (definida por meio do parâmetro MV_ULMES) e vai até a data informada neste parâmetro. Importante! Se o recálculo for executado dentro do fluxo de fechamento do estoque, a data informada deverá ser a data de fechamento. Mostra lanctos. contábeis: indica se deve ser exibida a interface para conferência dos lançamentos contábeis que serão executados a partir das movimentações de estoque. Aglutina lanctos. contábeis: indica se os lançamentos contábeis gerados a partir das movimentações de estoque deverão ser aglutinados. Atualizar arq. de movimentos: indica a necessidade de atualizar as informações de custo das movimentações internas do período calculado. Caso seja configurada como Não, os custos dos movimentos internos no arquivo de movimentações não serão atualizados. % de aumento da MOD: indica um percentual para incremento do custo dos produtos tipo mão de obra. Centro de custo: indica a origem dos valores para cálculo do custo dos produtos tipo mão de obra. Se contábil, serão utilizados os saldos dos planos de contas. Se extracontábil, serão utilizados os saldos dos centros de custos. Conta contábil a inibir de: preencha com o código da conta contábil inicial para filtro das contas a serem desconsideradas durante o recálculo de custo. Conta contábil a inibir até: preencha com o código da conta contábil inicial para filtro das contas a serem desconsideradas durante o recálculo de custo. Apagar estornos: indica se deve ser processada a exclusão das movimentações internas que foram estornadas no período calculado. Gerar lancto. Contábil: indica como a rotina de recálculo deve proceder quanto à contabilização dos movimentos do período. As opções são: Sim: apaga todos os lançamentos contábeis referentes ao estoque realizados no período calculado e os gera novamente com os valores atualizados. 10 Estoque e Custos Atualização dos Indicadores de Produtos e Custos

11 Não: apaga todos os lançamentos contábeis referentes ao estoque realizados no período calculado e não gera novos lançamentos. Mantém: não processa nenhuma alteração nos lançamentos contábeis existentes no período. Gerar estrutura pela movimento: indica se durante o cálculo do custo dos produtos fabricados devem ser considerados os produtos requisitados e que não fazem parte da estrutura do produto produzido. Caso seja configurado como não, o custo do produto fabricado será composto apenas pelo custo das requisições dos produtos que fazem parte da estrutura. Contabilização on-line por: indica quais movimentos deverão ser contabilizados, movimentos de consumo, movimentos da produção ou ambos. Calcula mão de obra: indica se deve ser processado o cálculo de custo dos produtos tipo mão de obra a partir da integração destes com a contabilidade por meio da obtenção dos saldos contábeis para rateio. Método de apropriação: indica qual o método de apropriação será aplicado para ordenação das movimentações do período durante o recálculo do custo médio. As opções são: Sequencial: ordena as movimentações na ordem em que foram digitados. Este método tende a não apresentar diferença dos custos calculados on-line pelo sistema, já que segue o mesmo método de apropriação. Mensal: agrupa as movimentações por mês e determina o custo médio mensalmente, a partir das entradas ocorridas durante o mês. Diário: agrupa as movimentações por dia e determina o custo médio diariamente, a partir das entradas ocorridas durante o dia. Recalcula níveis da estrut.: indica se durante o recálculo de custos deverá ser processado também a atualização dos níveis dos componentes de estrutura. Mostra sequência do cálculo: indica se deverá ser exibida a interface para visualização/manipulação da memória de cálculo utilizada pelo sistema durante o recálculo de custo e em qual modalidade de custo: médio ou FIFO/LIFO. Seq. processamento FIFO: indica qual será a forma de sequenciamento das movimentações para cálculo do custo FIFO/LIFO. Mov. Internos valorizados: indica se os movimentos internos valorizados (geralmente criados para acerto de custo) devem ser processados antes ou depois dos demais movimentos internos. Após confirmação dos parâmetros e confirmação da execução do recálculo de custos serão processados: o cálculo de custos e saldos de fechamento, conforme parametrizações configuradas pelo usuário Conclusão Assim, você terminou o treinamento Atualização dos Indicadores de Produtos e Custos do ambiente Estoque e Custos. Neste treinamento você conheceu um pouco mais sobre: Fluxo do Processo. Parâmetros. Atualização do custo de entrada. Atualização dos indicadores de produto. Classificação ABC. Lote Econômico. Ponto de Pedido. Atualização do custo de reposição. Atualização do custo fiscal. Custo médio. Custo FIFO. Custo LIFO. Recálculo de custos fiscais. Estoque e Custos Atualização dos Indicadores de Produtos e Custos 11

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão VERSÃO 008.017 NOVID AD ES E MELHORIAS E107A9 Jéssica Pinheiro 20/01/2016 2/24 NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION Versão 008.017 1. Envio de cópia de e-mail.... 3 2. Bloqueio de emissão de cupom fiscal com

Leia mais

Controle de Qualidade de Materiais. Estoque e Custos

Controle de Qualidade de Materiais. Estoque e Custos Estoque e Custos Sumário Sumário... 2 1 Conceitos Básicos... 3 1.1 Objetivos Instrucionais... 3 1.2 Fluxo do Processo... 3 1.3 Entradas para CQ e Parâmetro... 4 1.4 Aprovações e Rejeições... 4 1.5 Aprovações

Leia mais

Manual de Ativo Imobilizado

Manual de Ativo Imobilizado Manual de Ativo Imobilizado Este manual foi cuidadosamente elaborado pela ELPIS INFORMÁTICA, com a intenção de garantir ao usuário, todas as orientações necessárias para que possa usufruir ao máximo de

Leia mais

Banco de Horas 03/10/2012

Banco de Horas 03/10/2012 03/10/2012 Sumário Sumário... 2 1 Visão Geral... 3 1.1 Objetivos Intrucionais... 3 1.2 Conceito... 3 1.3 Configuração... 3 1.4 Fórmulas... 4 1.5 Compensação e/ou Lançamento... 5 1.6 Compensação x Recálculo...

Leia mais

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão VERSÃO 008.017 NOVID AD ES E MELHORIAS E109A9 Jéssica Pinheiro 01/04/2016 2/11 NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION Versão 008.017 1. Parâmetro para controle do saldo na geração de pedido de compra de venda

Leia mais

1. No Configurador (SIGACFG) acesse Base de Dados/Dicionário/ Base de Dados. Configure o(s) campo(s) a seguir:

1. No Configurador (SIGACFG) acesse Base de Dados/Dicionário/ Base de Dados. Configure o(s) campo(s) a seguir: GIM Guia Informativa Mensal ICMS Distrito Federal Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais, Versão 11 Chamado : TEEBVL-TPIEVQ Data da publicação : 29/04/14 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos

Leia mais

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS DEFINIÇÃO ACORDO RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de comércio e varejo.

Leia mais

Boletim Técnico. Configuração de ambiente para utilização do campo D2_DTDIGIT

Boletim Técnico. Configuração de ambiente para utilização do campo D2_DTDIGIT Configuração de ambiente para utilização do Produto : Microsiga Protheus Estoque e Custos - Versão 11 Chamados : TIDEXK, TIDEUA, TIDEUG, TIDETY Data da publicação : 27/12/13 Países : Argentina, Peru e

Leia mais

CADASTRO DE EXCEÇÕES PIS/COFINS

CADASTRO DE EXCEÇÕES PIS/COFINS Apresentação Este tutorial descreve sobre o processo para cadastro de exceções de tributação de PIS/COFINS e orientações gerais de execução da rotina 1000 Processamentos Fiscais para o recálculo de PIS/COFINS.

Leia mais

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Diário.

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Diário. Relatório Diário Produto : TOTVS Gestão Contábil 12.1.1 Processo : Relatórios Subprocesso : Diário Data publicação da : 05/02/2014 Migração do relatório Diário para.net com base no relatório já existente

Leia mais

MANUAL CONTABILIZAÇÃO DE FOLHA DE PAGAMENTO - COMPLETO

MANUAL CONTABILIZAÇÃO DE FOLHA DE PAGAMENTO - COMPLETO PARAMETRIZAÇÃO PARA CONTABILIZAÇÃO DE FOLHA DE PAGAMENTO A rotina de parametrização pode ser acessada através dos módulos: MÓDULO FOLHA MÓDULO CONTÁBIL Primeiramente é preciso definir como será feito a

Leia mais

Informativo de Versão 19.03

Informativo de Versão 19.03 Informativo de Versão 19.03 Índice ERP Faturamento e Cupom Fiscal - ECF... 2 Emissão de NF-e e Emissão de Cupom Fiscal (Chamado 25717)... 2 Movimento Entrada de Produtos (Chamado 25318)... 7 Emissão e

Leia mais

Provisionamento de Processos no Projuris. Orientações sobre Provisionamento de Processos no Projuris

Provisionamento de Processos no Projuris. Orientações sobre Provisionamento de Processos no Projuris Orientações sobre Provisionamento de Processos no Projuris Elaborado por: Arnaldo Hauer de Oliveira 28/11/2014 PÁG. 1/11 Índice 1. Objetivo... 3 2. Cálculo de Provisionamento... 3 2.1 Pré Requisitos...

Leia mais

: 13/01/15 Data da revisão : 14/04/15. Banco(s) de Dados

: 13/01/15 Data da revisão : 14/04/15. Banco(s) de Dados Produto : Data da criação Inovar-Auto Fornecedores Melhorias País(es) : Brasil Datasul, MOF (Obrigações Fiscais) TOTVS 12.1.4 Chamado : TQYYDC : 13/01/15 Data da revisão : 14/04/15 Implementadas as seguintes

Leia mais

Importação XML NFE. Obs.: Se já realizava a importação pelo leitor do código de barras ignore o 1º Passo.

Importação XML NFE. Obs.: Se já realizava a importação pelo leitor do código de barras ignore o 1º Passo. Método: Pesquisa do arquivo xml. Importação XML NFE. Obs.: Se já realizava a importação pelo leitor do código de barras ignore o 1º Passo. Obs.: Este processo é para ser feito de CFOP para CFOP e não de

Leia mais

País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Relacionais

País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Relacionais Relatório Demonstrativo de Imposto de Renda Produto : Microsiga Protheus Plano de Saúde Versão 11.5 Chamado : TEKMXR Data da publicação : 09/02/12 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Relacionais

Leia mais

Como Realizar o Cadastro de Comandas Extraviadas? FGS17

Como Realizar o Cadastro de Comandas Extraviadas? FGS17 Como Realizar o Cadastro de Comandas Extraviadas? FGS17 Sistema: Gourmet Server Caminho: Cadastros>Restaurante>Comandas Extraviadas Referência: FGS17 Versão: 2016.04.11 Como funciona: A tela de Comandas

Leia mais

Boletim Técnico. Rotina de Dissídio Retroativo para atender aos cálculos do INSS, FGTS e geração da SEFIP

Boletim Técnico. Rotina de Dissídio Retroativo para atender aos cálculos do INSS, FGTS e geração da SEFIP Boletim Técnico Rotina de Dissídio Retroativo para atender aos cálculos do INSS, FGTS e geração da SEFIP Ambiente Arquivos Envolvidos : SIGAGPE Versões : Protheus 7.10 e 8.11 País : GPEXCALC/ GPEM610/

Leia mais

Manual de Treinamento Documento de Entrada UNIDADES Cliente: SERVIÇO SOCIAL DO TRANSPORTE - SEST Projeto: PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DO PROTHEUS Contrato

Manual de Treinamento Documento de Entrada UNIDADES Cliente: SERVIÇO SOCIAL DO TRANSPORTE - SEST Projeto: PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DO PROTHEUS Contrato Manual de Treinamento Documento de Entrada UNIDADES Cliente: SERVIÇO SOCIAL DO TRANSPORTE - SEST Projeto: PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DO PROTHEUS Contrato No.: 00232/15 VERSÃO 01 Sumário 1 DADOS GERAIS...3

Leia mais

e-lalur: Empresas do Lucro Real

e-lalur: Empresas do Lucro Real e-lalur: Empresas do Lucro Real 1 Sumário Apresentação... 3 É importante saber... 3 Qual e-lalur configurar?... 4 Qual o ponto de partida do e-lalur?... 5 O e-lalur se baseia no seu Resultado Contábil...

Leia mais

Patrimônio ÍNDICE. ERP ( Controle de Frotas ) 1- Implantação bens móveis simples Implantação Automática 06

Patrimônio ÍNDICE. ERP ( Controle de Frotas ) 1- Implantação bens móveis simples Implantação Automática 06 1 2 Patrimônio ÍNDICE ERP ( Controle de Frotas ) 1- Implantação bens móveis simples 04 1.1- Implantação Automática 06 1.2- Implantação via Nota de Compra 07 2- Transferência de Bens 08 3- Transferência

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO CORDILHEIRA GESTÃO WEB - CGW 2.5C

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO CORDILHEIRA GESTÃO WEB - CGW 2.5C BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO CORDILHEIRA GESTÃO WEB - CGW 2.5C 1 - Monitoramento de serviços com filtro para supervisores e membros de equipes Criadas as opções Listar somente os serviços das equipes que

Leia mais

Liberação de Atualização

Liberação de Atualização Liberação de Atualização Cordilheira Recursos Humanos 2.149h Criado tratamento para controle de pagamento das guias de desconto sindical: sindical patronal e sindicais diversos (contribuição assistencial,

Leia mais

BASCODE CLOUD BUSINESS APPLICATIONS

BASCODE CLOUD BUSINESS APPLICATIONS CLOUD BUSINESS APPLICATIONS Sistema de Gestão Empresarial Emissão Notas Fiscais Eletrônicas (Fornecedor/Consumidor) Controle de Estoque Emissão de Pedidos / Serviços Fluxo de Caixa / A Pagar e A Receber

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Programa Bolsa Família Manual de Operação 10/Abril/2011 Aplicado

Leia mais

TUTORIAL DEVOLUÇÃO DE CLIENTE

TUTORIAL DEVOLUÇÃO DE CLIENTE Sumário Apresentação... 1 1. Procedimentos iniciais... 2 2. Realizar Devolução de Cliente... 3 2.1 Geração Nota Fiscal Própria.... 3 2.2 Utilizando uma Nota de Devolução Enviada pelo Cliente.... 4 2.3

Leia mais

TUTORIAL VALOR APROXIMADO DOS TRIBUTOS

TUTORIAL VALOR APROXIMADO DOS TRIBUTOS Apresentação A opção de informar percentual de tributos incidentes na nota fiscal, bem como o resultado da aplicação deste percentual sobre o preço de venda, será selecionada e gravada na movimentação

Leia mais

INTEGRAÇÃO MÓDULO CONTÁBIL

INTEGRAÇÃO MÓDULO CONTÁBIL MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA INTEGRAÇÃO MÓDULO CONTÁBIL [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] Material Desenvolvido para a Célula Contábil Autor:

Leia mais

Manual da Lei /2012 no Consisanet/PAFNET

Manual da Lei /2012 no Consisanet/PAFNET Manual da Lei 12.241/2012 no Consisanet/PAFNET Foi implementado no sistema Consisanet os tratamentos necessários para atender ao disposto na Lei 12.741/2012. 1.0 Informação dos valores de INSS e Faturamento

Leia mais

Atualizações da Versão Introdução... 4 Conhecendo o Produto... 5 Ações dos Botões das Telas... 6

Atualizações da Versão Introdução... 4 Conhecendo o Produto... 5 Ações dos Botões das Telas... 6 Versão: 27/05/2016 Atualizado em: 31/05/2016 1 Conteúdo Atualizações da Versão... 3 Introdução... 4 Conhecendo o Produto... 5 Ações dos Botões das Telas... 6 Consultas... 7 Consulta de Cotações... 8 Consultar

Leia mais

Cadastro de Clientes

Cadastro de Clientes Cadastro de Clientes Uma boa gestão começa na importância dada ao cadastro de clientes. O cadastro de clientes é uma ferramenta fundamental para melhorar as vendas da sua empresa e fidelizar seu cliente.

Leia mais

Manual do sistema SMARam. Módulo Patrimônio - Básico

Manual do sistema SMARam. Módulo Patrimônio - Básico Manual do sistema SMARam Módulo Patrimônio - Básico LISTA DE FIGURAS Figura 1-Acesso ao Cadastro de Fatores de Influência... 4 Figura 2- Cadastro de Fatores de Influência... 4 Figura 3-Acesso ao Cadastro

Leia mais

DOCUMENTO DE REGRAS DE NEGÓCIO

DOCUMENTO DE REGRAS DE NEGÓCIO de Controle de Pedidos Versão 2.0 DOCUMENTO DE REGRAS DE NEGÓCIO Página 2 / 8 de Controle de pedidos HISTÓRICO DE REVISÕES Data Versão Descrição Autor 25/09/2010 1.0 Elaboração do Documento Bruno Mota

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO UNIDADES DE MEDIDA E FATORES DE CONVERSÃO

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO UNIDADES DE MEDIDA E FATORES DE CONVERSÃO BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO UNIDADES DE MEDIDA E FATORES DE CONVERSÃO Efetuadas alterações no Cordilheira Escrita Fiscal, para que seja possível cadastrar as unidades de medida dos itens, bem como os fatores

Leia mais

TABELA FIXA CÁLCULO DE FOLHA PARA PROFESSORES

TABELA FIXA CÁLCULO DE FOLHA PARA PROFESSORES TABELA FIXA CÁLCULO DE FOLHA PARA PROFESSORES Procedimento para Cálculo de Folha de Professores Através de Tabela Fixa 1º Passo: Em Cadastros\ Genéricos Eventos, devem ser criados todos os eventos de hora

Leia mais

Documento de Visão Sistema de Apostas Palpite Certo

Documento de Visão Sistema de Apostas Palpite Certo Documento de Visão Sistema de Apostas Palpite Certo Versão do documento: 1.2 Data de atualização: 02 de Março de 2012 Sumário 1 INTRODUÇÃO... 3 1.1 RESUMO... 3 1.2 ESCOPO... 3 2 REQUISITOS... 4 2.1 REQUISITOS

Leia mais

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO MANUAL VTWEB CLIENT URBANO Conteúdo... 2 1. Descrição... 3 2. Cadastro no sistema... 3 2.1. Pessoa Jurídica... 3 2.2. Pessoa Física... 5 2.3. Concluir o cadastro... 6 3. Acessar o sistema... 6 3.1. Autenticar

Leia mais

As implementações efetuadas nos módulos MOV, EST e FIS se referem as especificações da Nota Técnica

As implementações efetuadas nos módulos MOV, EST e FIS se referem as especificações da Nota Técnica Manifestação do Destinatário Eletrônica MD-e Produto : RM Totvs Gestão de Estoque, Compra e Faturamento Bibliotecas RM : 11.52.63 ou superior Processo : Manifesto do Destinatário Eletrônico MD-e Subprocesso

Leia mais

Emissão de Recibos. Copyright ControleNaNet

Emissão de Recibos. Copyright ControleNaNet Este manual é parte integrante do Software On-line Recibos Concebido pela equipe técnica de ControleNaNet. http://www.controlenanet.com.br Todos os direitos reservados. Copyright 2016 - ControleNaNet Conteúdo

Leia mais

Configuração de Juros e Multa na Condição de Pagamento

Configuração de Juros e Multa na Condição de Pagamento Configuração de Juros e Multa na Condição de Pagamento Introdução Para configurar de percentuais de juros e multas para atraso de pagamento, é possível indicar na condição de pagamento os valores que serão

Leia mais

Bem-vindo ao curso sobre moedas

Bem-vindo ao curso sobre moedas Bem-vindo ao curso sobre moedas. 6-1-1 Neste tópico, discutiremos como definir moedas no processo de implementação. Explicaremos as consequências das escolhas na definição de moedas no processo de contabilidade

Leia mais

S i a g r i Sistemas de Gestão Evidence Assessoria & Treinamentos Margem de Contribuição

S i a g r i Sistemas de Gestão Evidence Assessoria & Treinamentos Margem de Contribuição O que é? é quantia em dinheiro que sobra do preço de venda de um produto, serviço ou mercadoria após retirado o valor do custo variável unitário. Esta quantia é que irá garantir a cobertura do custo fixo

Leia mais

Boletim Técnico. Venda de Produto x Serviço (RPS) Produto : Microsiga Protheus Controle de Lojas Versão 10

Boletim Técnico. Venda de Produto x Serviço (RPS) Produto : Microsiga Protheus Controle de Lojas Versão 10 Venda de Produto x Serviço (RPS) Produto : Microsiga Protheus Controle de Lojas Versão 10 Chamado : TEIXVA Data da publicação : 22/05/12 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Esta melhoria depende

Leia mais

Update Clientes Set Tipo_inscricao_estadual = "1-CONTRIBUINTE ICMS" Where [Inscrição estadual] <> "" And [Inscrição estadual] <> "ISENTO"

Update Clientes Set Tipo_inscricao_estadual = 1-CONTRIBUINTE ICMS Where [Inscrição estadual] <>  And [Inscrição estadual] <> ISENTO Projeto/Versão/Release: IS2 AUTOMOTIVE+ / EVOLUTION / 25 Data Release: 02/10/2014 Procedimentos Atualização: ***** 2-DURANTE A ADAPTAÇÃO ***** Ao adaptar tabela Configuracoes, preencher os campos novos

Leia mais

DAC Declaração das Atividades do Contribuinte - Alagoas

DAC Declaração das Atividades do Contribuinte - Alagoas DAC Declaração das Atividades do Contribuinte - Alagoas Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais Versão 10 Data da publicação : 10/09/12 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Chamado : TFBDWX

Leia mais

Recursos Humanos Rescisão Complementar

Recursos Humanos Rescisão Complementar Recursos Humanos Rescisão Complementar 1/18 Índice 1. RESCISÃO COMPLEMENTAR... 3 2. RESCISÃO COMPLEMENTAR POR ACORDO/CONVENÇÃO/DISSIDIO... 4 1.1. 1.2. 1.3. 1.4. 1.5. 1.6. PARÂMETROS... 4 SALÁRIOS RETROATIVOS

Leia mais

Manual Gestão Garantias

Manual Gestão Garantias Manual Gestão Garantias OUTUBRO/2013 Sumário Sumário... 2 1. Introdução... 3 2. Funcionalidade... 3 3. Navegação no Sistema... 3 4. Configuração... 6 4.1. Garantias... 6 4.1.1. Cadastrar... 7 4.1.2. Validar...

Leia mais

Ampliação do bem com ou sem aumento de vida útil

Ampliação do bem com ou sem aumento de vida útil Ampliação do bem com ou sem aumento de vida útil Produto : Microsiga Protheus Ativo Fixo Versão 10 Chamado : TDOFY2 Data da publicação : 19/06/12 País(es) : Argentina Banco(s) de Dados : Todos Esta melhoria

Leia mais

1 de 6 26/08/2016 15:46 A partir desta versão disponibilizamos no sistema novos recursos relacionados ao processo de Retificação e Encerramento da declaração. Módulo Contribuinte >> Declarações >> Serviços

Leia mais

e-lalur: Empresas do Lucro Real

e-lalur: Empresas do Lucro Real e-lalur: Empresas do Lucro Real 1 Sumário Apresentação... 3 É importante saber... 3 Qual e-lalur configurar?... 4 Qual o ponto de partida do e-lalur?... 5 O e-lalur se baseia no seu Lucro Contábil do Período...

Leia mais

MIT041 - Especificação de Processos Padrão do Módulo Financeiro - Protheus Cliente: Caern - Companhia de Água e Esgoto do Rio Grande do Norte

MIT041 - Especificação de Processos Padrão do Módulo Financeiro - Protheus Cliente: Caern - Companhia de Água e Esgoto do Rio Grande do Norte Página: 1 de 16 9. Movimentos Bancários: O controle bancário é um poderoso instrumento de gestão, pelo qual o empresário ou a diretoria de uma empresa pode verificar com rapidez e eficiência a disponibilidade

Leia mais

Procedimento para Gerar Pedido de Devolução

Procedimento para Gerar Pedido de Devolução Procedimento para Gerar Pedido de Devolução O procedimento a seguir irá demonstrar como gerar um pedido a partir de uma devolução do cliente e assim gerar também uma nota de crédito para o cliente. 1º

Leia mais

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão VERSÃO 008.017 NOVID AD ES E MELHORIAS E104A8 Jéssica Pinheiro 28/10/2015 2/28 NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION Versão 008.017 1. Configuração para envio DDI AGCO.... 4 2. Configuração para definição da

Leia mais

Classificação de Ativo Orçamento e Provisão de Despesa

Classificação de Ativo Orçamento e Provisão de Despesa Classificação de Ativo Orçamento e Provisão de Despesa Produto : Microsiga Protheus Ativo Fixo versão 11 Requisito : 154.03 Data da publicação : 28/02/13 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Esta

Leia mais

Manual de Treinamento Gestão de Estoques Unidades Cliente: SERVIÇO SOCIAL DO TRANSPORTE - SEST Projeto: PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DO PROTHEUS Contrato

Manual de Treinamento Gestão de Estoques Unidades Cliente: SERVIÇO SOCIAL DO TRANSPORTE - SEST Projeto: PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DO PROTHEUS Contrato Manual de Treinamento Gestão de Estoques Unidades Cliente: SERVIÇO SOCIAL DO TRANSPORTE - SEST Projeto: PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DO PROTHEUS Contrato No.: 00232/15 Versão 01 Sumário 1 Dados Gerais... 3 2

Leia mais

Ordem de Venda Exportação - Ajustado o layout do Relatório da Invoice. Adicionado o campo Adiantamento no relatório.

Ordem de Venda Exportação - Ajustado o layout do Relatório da Invoice. Adicionado o campo Adiantamento no relatório. Versão 6.13.32.32196 Comercial» Devolução C19239/T14772 Nota de Entrada - Ajustada Rotina de Fechamento para notas relacionadas a boletim de ocorrência. Comercial» Vendas C19205/T14738 Ordem de Venda Exportação

Leia mais

Geração do SPED Contábil

Geração do SPED Contábil Geração do SPED Contábil Geração do SPED Contábil Para facilitar o entendimento da rotina de geração do SPED Contábil no Sistema Cordilheira, a equipe de Suporte Técnico da EBS Sistemas disponibilizou

Leia mais

ROTEIRO PARA O EFD CONTRIBUIÇÕES

ROTEIRO PARA O EFD CONTRIBUIÇÕES ROTEIRO PARA O EFD CONTRIBUIÇÕES O mais importante na preparação do Scritta, para a geração do EFD Contribuições, inicialmente, é a a Configuração dos Impostos Federais. No entanto, todos os dados colocados

Leia mais

Quais são os objetivos do tópico... TEMA II. DETALHAMENTO DOS REGISTROS CONTÁBEIS. 05. Estoque

Quais são os objetivos do tópico... TEMA II. DETALHAMENTO DOS REGISTROS CONTÁBEIS. 05. Estoque USP-FEA Curso de Administração Disciplina: EAC0111 Noções de Contabilidade para Administração TEMA II. DETALHAMENTO DOS REGISTROS CONTÁBEIS 05. Estoque Profa. Dra. Joanília Cia (joanilia@usp.br) 1 Quais

Leia mais

UNIVERSIDADE CORPORATIVA RH BENEFÍCIO VA VR

UNIVERSIDADE CORPORATIVA RH BENEFÍCIO VA VR UNIVERSIDADE CORPORATIVA RH BENEFÍCIO VA VR Sumário CONCEITOS... 3 Vale alimentação e Vale Refeição... 3 CADASTRO... 4 Introdução... 4 Operadora/Classe do benefício... 4 Histórico... 7 Atribuição de funcionários...

Leia mais

FS12. Sistema: Futura Server. Caminho: Cadastros>Estoque>Produto. Referência: FS12. Versão:

FS12. Sistema: Futura Server. Caminho: Cadastros>Estoque>Produto. Referência: FS12. Versão: Como FS12 Cadastrar Produto? - Sistema: Futura Server Caminho: Cadastros>Estoque>Produto Referência: FS12 Versão: 2015.12.2 Como funciona: O menu Cadastro de Produto é utilizado para registrar os produtos

Leia mais

País(es) : Todos Banco(s) de Dados : Todos homologados

País(es) : Todos Banco(s) de Dados : Todos homologados Método de depreciação - Cálculo por Índice Produto : Microsiga Protheus Ativo Fixo versão 11 Chamado : 156.02 Data da publicação : 08/03/13 País(es) : Todos Banco(s) de Dados : Todos homologados Esta melhoria

Leia mais

Documentação do processo de Balanço de Estoque

Documentação do processo de Balanço de Estoque Documentação do processo de Balanço de Estoque Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Pré-requisitos para o balanço de estoque... 3 Diminuir ao

Leia mais

Nota Fiscal Consumidor

Nota Fiscal Consumidor Nota Fiscal Consumidor Com o VHSYS a emissão de NFC-e ficou muito mais simples, rápida e integrada. Você pode enviar as NFC-e diretamente para o e-mail de seus clientes, imprimir o documento e acessar

Leia mais

Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal

Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal Livros Contábeis e Fiscais Conforme disposto nas Leis 6.404/76 e 11.638/07 e RIR/99, as empresas estão obrigadas a manter escriturados os seguintes livros:

Leia mais

Os passos a seguir servirão de guia para utilização da funcionalidade Acordo Financeiro do TOTVS Gestão Financeira.

Os passos a seguir servirão de guia para utilização da funcionalidade Acordo Financeiro do TOTVS Gestão Financeira. Acordo Financeiro Produto : RM - Totvs Gestão Financeira 12.1.1 Processo : Acordo Financeiro Subprocesso : Template de Acordo Controle de Alçada Negociação Online Data da publicação : 29 / 10 / 2012 Os

Leia mais

TCI Sistemas Integrados

TCI Sistemas Integrados TCI Sistemas Integrados Manual Gera arquivo Prefeitura 1 Índice 1 - Cadastros obrigatórios para Gerar Arquivo para Prefeitura...3 2 Gerar Arquivo...8 3 Retorno Arquivo Prefeitura...19 2 1 Cadastros obrigatórios

Leia mais

Table of Contents mymix 7. Index Baixar Retorno Cartão de Crédito

Table of Contents mymix 7. Index Baixar Retorno Cartão de Crédito Table of Contents 15 - mymix 7 1 1503 -... Baixar Retorno Cartão de Crédito 7 Como Gerenciar... Baixar Retorno Cartão de Crédito 7 Baixar Retorno... Cartão de Crédito 8 Criar/Editar... Layout 18 Index

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO CORDILHEIRA GESTÃO WEB - 2.5B

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO CORDILHEIRA GESTÃO WEB - 2.5B BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO CORDILHEIRA GESTÃO WEB - 2.5B 1 - Logomarca da empresa na tela principal Alterada a tela principal do sistema para exibir a logomarca da empresa no lugar do atalho para acesso

Leia mais

ESTORNO DOS LANÇAMENTOS EM CAIXA COM CONDIÇÃO DE PAGAMENTO DO TIPO CARTÃO/CONVÊNIO

ESTORNO DOS LANÇAMENTOS EM CAIXA COM CONDIÇÃO DE PAGAMENTO DO TIPO CARTÃO/CONVÊNIO ESTORNO DOS LANÇAMENTOS EM CAIXA COM CONDIÇÃO DE PAGAMENTO DO TIPO CARTÃO/CONVÊNIO Antes de utilizar a funcionalidade, há necessidade de efetuar a liberação de permissão para a funcionalidade, a qual está

Leia mais

Manual de Instruções do Movimento de Caixa

Manual de Instruções do Movimento de Caixa Manual de Instruções do Movimento de Caixa 1 Sumário MANUAL DO MOVIMENTO DE CAIXA 3 Cadastrando o Plano de Contas 3 Cadastrando as Contas Bancárias/Caixa 4 Cadastrando um Tipo Contábil pelo Athenas3000

Leia mais

SECRETARIA DA FAZENDA COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA. Portaria CAT 174, de

SECRETARIA DA FAZENDA COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA. Portaria CAT 174, de SECRETARIA DA FAZENDA COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA Portaria CAT 174, de 28-12-2012 Dispõe sobre os procedimentos que devem ser observados na aplicação da alíquota de 4% nas operações interestaduais

Leia mais

ICMS em Operações Interestaduais de Vendas a Consumidor Final

ICMS em Operações Interestaduais de Vendas a Consumidor Final ICMS em Operações Interestaduais de Vendas a Consumidor Final Nenhuma parte desta publicação poderá ser reproduzida ou transmitida por qualquer modo ou meio, sem autorização prévia da CISS. Todos os direitos

Leia mais

Cordilheira Escrita Fiscal 2.102a SPED PIS/COFINS

Cordilheira Escrita Fiscal 2.102a SPED PIS/COFINS LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

Manual Programa 832 Cadastro de entrada de mercadoria sem ordem de compra

Manual Programa 832 Cadastro de entrada de mercadoria sem ordem de compra Manual Programa 832 Cadastro de entrada de mercadoria sem ordem de compra Guia Dados da Nota Quadro Nota Fiscal Código de aviso no momento que é gravado a nota de entrada o código do aviso é gerado automaticamente

Leia mais

Processo de Férias. GPE Gestão de Pessoal

Processo de Férias. GPE Gestão de Pessoal GPE Gestão de Pessoal Sumário 1 Introdução... 3 1.1 Objetivos do Treinamento... 3 2 Fluxo do Ambiente... 3 3 Conceito de Férias... 4 4 Conceito de Abono... 5 5 Incidências - Férias... 5 6 Cálculo de Requisitos...

Leia mais

Este manual contém as principais funcionalidades e explicações a respeito do funcionamento do portal de vendas PULVITEC.

Este manual contém as principais funcionalidades e explicações a respeito do funcionamento do portal de vendas PULVITEC. Este manual contém as principais funcionalidades e explicações a respeito do funcionamento do portal de vendas PULVITEC. É recomendado a utilização do browser Google Chrome e Firefox por questões de compatibilização

Leia mais

Informativo Sistema Resulth-Versão 19.12

Informativo Sistema Resulth-Versão 19.12 Informativo Sistema Resulth-Versão 19.12 Índice ERP Faturamento... 2 Cadastro de Filiais... 2 Cadastro de Produtos... 4 Digitação e Emissão de NF-e... 5 Validação do Cst Ipi X Cód. Enquadramento Ipi...

Leia mais

ÍNDICE. pág. 3. pág. 18 MINHAS COMPRAS COTAÇÃO ONLINE. 2 a VIA DA NOTA FISCAL, 2 a VIA DO BOLETO BANCÁRIO E XML DA DANFE TROCAS E DEVOLUÇÕES ONLINE

ÍNDICE. pág. 3. pág. 18 MINHAS COMPRAS COTAÇÃO ONLINE. 2 a VIA DA NOTA FISCAL, 2 a VIA DO BOLETO BANCÁRIO E XML DA DANFE TROCAS E DEVOLUÇÕES ONLINE V. 1.0.0-12/2015 ÍNDICE pág. 3 MINHAS COMPRAS pág. 18 COTAÇÃO ONLINE pág. 5 2 a VIA DA NOTA FISCAL, 2 a VIA DO BOLETO BANCÁRIO E XML DA DANFE pág. 21 TROCAS E DEVOLUÇÕES ONLINE pág. 8 MINHAS IMPRESSORAS

Leia mais

ROTINA DE TRANSFORMAÇÃO

ROTINA DE TRANSFORMAÇÃO ROTINA DE TRANSFORMAÇÃO [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de e-mail] MANUAL AVANÇO MANUAL INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA Material Desenvolvido para a Célula de Materiais

Leia mais

Wizard de Configuração de Moedas

Wizard de Configuração de Moedas Wizard de onfiguração de Moedas Produto : Microsiga Protheus ontabilidade Gerencial Versão 10 hamado : SBNKUY Data da criação : 19/09/2008 Data da revisão : 22/09/09 Países : Brasil Banco de Dados : Todos

Leia mais

N O V I D AD E S E M E L HO RI AS E 9 9 A8

N O V I D AD E S E M E L HO RI AS E 9 9 A8 VERSÃO 008.015 NOVID AD ES E MELHORIAS E99A8 Jéssica Pinheiro 24/06/2015 2/6 NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION Versão 008.015 1. Sincronização de clientes inativos no Middleware.... 3 MÓDULO ESCRITA FISCAL...

Leia mais

NOVA CONFIGURAÇÃO TRIBUTAÇÃO DE PIS E COFINS

NOVA CONFIGURAÇÃO TRIBUTAÇÃO DE PIS E COFINS NOVA CONFIGURAÇÃO TRIBUTAÇÃO DE PIS E COFINS O método de configuração e tributação anterior não atendia as necessidades de grupos empresariais com regimes de apuração distintos, dentro do mesmo banco de

Leia mais

PROCEDIMENTOS BÁSICOS PARA A CONFERÊNCIA DO BALANCETE CONTÁBIL

PROCEDIMENTOS BÁSICOS PARA A CONFERÊNCIA DO BALANCETE CONTÁBIL PROCEDIMENTOS BÁSICOS PARA A CONFERÊNCIA DO BALANCETE CONTÁBIL A cada fechamento mensal, para a conferência dos saldos contábeis das contas (principalmente as da execução orçamentária e financeira), podem

Leia mais

Manual Ajuste Diferencial de Alíquota

Manual Ajuste Diferencial de Alíquota Manual Ajuste Diferencial de Alíquota [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA Material Desenvolvido para a Célula

Leia mais

INSTRUÇÕESS - EMENDA CONSTITUCIONAL 87/2015

INSTRUÇÕESS - EMENDA CONSTITUCIONAL 87/2015 INSTRUÇÕESS - EMENDA CONSTITUCIONAL 87/2015 Introdução Este roteiro contem instruçõess para configuração e emissão de notas com base nas alterações de Partilha de ICMS e Calculo do Fundo de Combate a pobreza

Leia mais

Bem-vindo ao tópico sobre a ferramenta Importar do Excel.

Bem-vindo ao tópico sobre a ferramenta Importar do Excel. Bem-vindo ao tópico sobre a ferramenta Importar do Excel. 1 Neste tópico, você verá como importar cadastros de parceiros de negócios, dados do cadastro do item e listas de preços usando a ferramenta Importar

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO SEP SISTEMA ELETRÔNICO DE PREFEITURA INDICE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO SEP SISTEMA ELETRÔNICO DE PREFEITURA INDICE MANUAL DE UTILIZAÇÃO SEP SISTEMA ELETRÔNICO DE PREFEITURA INDICE 1- SEP 2- Cadastro PrestadorXContador Prestador Tomador 3- Serviços Cadastro Categorias 4- Nf-e Liberações Aidf RPS Recibo Provisório de

Leia mais

MANUAL DO ISS ONLINE

MANUAL DO ISS ONLINE MANUAL DO ISS ONLINE Contadores Índice 1 - Regularização Cadastral... 3 2 - Login... 5 3 - Acessos ao Sistema... 7 4 - Carteiras de Clientes...... 10 5 - Solicitações de AIDF e AIDF-e... 11 5 - Emissão

Leia mais

Registro de Majoração do COFINS na Importação

Registro de Majoração do COFINS na Importação Registro de Majoração do COFIS na Importação Produto : Microsiga Protheus Easy Import Control versão 10 Chamado : TFL696 Data da publicação : 25/07/12 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Esta melhoria

Leia mais

Ferramentas de configuração: Exercícios

Ferramentas de configuração: Exercícios Ferramentas de configuração: Exercícios Unidade: Ferramentas de implementação Tópico: Assistente de configuração rápida Neste exercício, você criará uma nova empresa chamada Light & Music. Faça as configurações

Leia mais

BitNota Eletrônica Gerenciador para Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Manual Versão 1.0

BitNota Eletrônica Gerenciador para Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Manual Versão 1.0 BitNota Eletrônica Gerenciador para Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Manual Versão 1.0 Conteúdo 1. A Quem se Destina o BitNota Eletrônica 2. Requisitos Mínimos para o funcionamento do programa 3. Como Funciona

Leia mais

Livro Fiscal de Entrada

Livro Fiscal de Entrada Livro Fiscal de Entrada Para incluir lançamentos nos lotes do livro fiscal de entradas no SISGEM. Copyright 2010 flexlife todos diretos reservados www. flexlife.com.br Versão 1.1-19/08/15 1. Lançamentos

Leia mais

MANUAL Pedidos On-Line

MANUAL Pedidos On-Line MANUAL Pedidos On-Line ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 O QUE É PEDIDOS ON-LINE... 3 QUEM PODE UTILIZAR... 3 COMO OBTER AUTORIZAÇÃO PARA ACESSO... 4 ACESSANDO O PEDIDOS ON-LINE... 5 COMO REGISTRAR UM PEDIDO... 7

Leia mais

Gerenciamento de Almoxarifado Versão OneWorld Xe. Manual Setembro de 2000

Gerenciamento de Almoxarifado Versão OneWorld Xe. Manual Setembro de 2000 Gerenciamento de Almoxarifado Versão OneWorld Xe Manual Setembro de 2000 Sumário Visão Geral.................................................. 1 1 Configuração Configuração do Almoxarifado...............................

Leia mais

Guia de Instalação I. Instalação e Administração do Fluig. Título do documento

Guia de Instalação I. Instalação e Administração do Fluig. Título do documento Guia de Instalação I Instalação e Administração do Fluig Título do documento fluig.com 0800 882 9191 Av. Braz Leme 1717, Casa Verde 02511-000 São Paulo - Brasil 1 Sumário 1. Introdução... 3 1.1. Objetivos

Leia mais

Manual do Visual Practice

Manual do Visual Practice Manual do Visual Practice Cálculo de Rescisão Para efetuar cálculo de rescisão, acessar o menu Cálculos / Folha normal / rescisão. Informar Empresa e Funcionário e clicar no ícone Rescisão ou (ALT+R),

Leia mais

Quem sou? Lucas Nunes

Quem sou? Lucas Nunes Olá! Bem Vindos! Quem sou? Lucas Nunes Supervisor de Suporte PC Sistemas Goiânia/GO Circuito de Capacitação de Clientes Usabilidade Informação Melhores Práticas Conhecimento Relacionamento Atualizações

Leia mais

Modulo 05 ESTOQUE CGAINFOMÁTICA. Retwin

Modulo 05 ESTOQUE CGAINFOMÁTICA. Retwin Modulo 05 0 CGAINFOMÁTICA Retwin ESTOQUE 2 Estoque Sumário 5.1 Configuração Geral... 3 5.2 Entradas... 4 5.2.1 Manutenção... 4 5.2.2 Consulta... 6 5.2.3 Produção... 6 5.2.4 Relatórios... 8 5.3 Saídas...

Leia mais