Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ""

Transcrição

1 Máscara de Rede Prof. Renato da Costa TRE SP 2006 FCC 1) O número decimal 13 convertido ao sistema básico binário será igual a a) b) c) d) e)

2 TCE RORAIMA 2007 CESGRANRIO 2) No sistema binário de numeração, só se utilizam os algarismos 0 e 1. Os números naturais, normalmente representados na base decimal, podem ser também escritos na base binária como mostrado: De acordo com esse padrão lógico, o número 15 na base decimal, ao ser representado na base binária, corresponderá a: (A) 1000 (B) 1010 (C) 1100 (D) 1111 (E) FINEP NCE ) O número decimal 162 é equivalente, em binário à: (A) ; (B) ; (C) ; (D) ; (E) ) O número binário é equivalente, em decimal, a: (A) 107; (B) 117; (C) 151; (D) 233; (E)

3 FGV 5) Em um microcomputador foi instalado o Windows 2000 Server. O sistema foi configurado por meio do parâmetro IP /20 para operar em rede. A máscara de rede que esse microcomputador está empregando é: (A) (B) (C) (D) (E) PERITO PCERJ FGV ) Se uma sub-rede que permite acesso aos sites na Internet está utilizando o IP e máscara , pode-se afirmar que a configuração dessa rede é: A) /18 B) /27 C) /28 D) /26 E) /19 7) Por definição na RFC 1918, alguns endereços IP são reservados e não-roteáveis externamente, sendo somente usado para redes internas, o que significa que nenhum computador conectado em rede local e que use qualquer uma das classes desses endereços reservados conseguirá acessar a Internet. A exceção ocorrre se os microcomputadores estiverem em rede e usando NAT (RFC 1631 Network Address Translation). O Endereço de IP Privado foi criado para oferecer uma forma básica de segurança de rede local. Na classe C são os IP s na faixa de a Assinale a alternativa que indique corretamente, na classe B, um endereço IP privado. (A) (B) (C) (D) (E)

4 PERITO PCERJ IBFC ) Se faz necessário que um perito avalie um determinado comportamento de comunicação entre uma empresa e um possível infrator (hacker). O perito necessita ter um computador com endereço IPv4 público, e este endereço pode estar dentro de várias faixas. Assinale a alternativa a seguir que possa ser utilizada. a) Entre e b) Entre e c) Entre até d) Entre e e) Entre e PERITO PCERJ FGV ) A figura ilustra a configuração de uma rede de computadores, que emprega o esquema de máscara de rede de tamanho fixo, identificada, de acordo com a notação CIDR, pelo IP /26. 4

5 Nessas condições, os endereços que identificam a sub-rede SEG1 e de broadcasting para SEG2, são, respectivamente: (A) e (B) e (C) e (D) e (E) e ) Uma rede de computadores está identificada pelo IP e pela máscara de rede padrão classe B. A partir desse IP e empregando-se o esquema de Máscara de Rede de Tamanho Variável, foram configuradas uma sub-rede com capacidade para hosts, 15 sub-redes com 2000 hosts e 8 sub-redes com até 250 hosts. Nessas condições, uma configuração que pode ser empregada na sub-rede com capacidade para hosts é: (A) /17. (B) /18. (C) /19. (D) /20. (E) /21. 5

6 11) Uma rede de computadores está identificada, conforme notação CIDR, pelo IP /16. A partir desse IP e empregando-se o esquema de Máscara de Rede de Tamanho Variável, foram configuradas:. uma sub-rede com capacidade para hosts, tendo sido utilizada uma faixa de IPs por meio do CIDR /17. Como conseqüência, restou uma faixa para configurar as demais sub-redes, referenciada por /17;. dezesseis sub-redes para hosts. Nessas condições, a configuração que pode ser empregada em uma das quinze sub-redes para hosts é: (A) /19. (B) /21. (C) /23. (D) /25. (E) /27. 12) Uma sub-rede está configurada por meio do IP /28 e uma das máquinas que fisicamente pertence a essa sub-rede está utilizando o IP no acesso à Internet. Pode-se afirmar que a máscara de subredeeafaixatotaldeendereçosdessasub-redeestáindicadanaseguinte alternativa: A) / de até B) / de até C) / de até D) / de até E) / de até ) Uma rede de microcomputadores foi implementada para acessar a Internet e para isso, utiliza /21 como configuração. A partir desse dados, pode-se concluir que a máscara que essa rede está utilizando é: (A) (B) (C) (D) (E)

7 14) A figura abaixo ilustra uma sub-rede de microcomputadores Windows XP com acesso à Internet, que usa topologia estrela, com destaque para os IPs empregados pelas máquinas. Foi utilizado o esquema de máscara de tamanho fixo e atribuída uma única faixa de endereços à subrede. A máscara utilizada é A faixa total de endereços que a sub-rede está utilizando é: (A) de até (B) de até (C) de até (D) de até (E) de até

8 15) Se uma sub-rede que permite acesso aos sites na Internet está utilizando o IP e máscara , pode-se afirmar que a configuração dessa rede é: A) /18 B) /27 C) /28 D) /26 E) /19 16) Considerando a necessidade de endereçar 7 sub-redes na rede cujo IP (Internet Protocol) é , a máscara aplicável é a) /24 b) /25 c) /26 d) /27 e) /32 17) Com relação a uma rede , com máscara , é correto afirmar que: a) é possível ligar até 254 hosts nesta rede; b) é possível ligar mais de hosts nesta rede; c) é uma rede Classe C. d) pode ser usada em uma estrutura de Internet. e) não pode ser usada em LAN. 18) O endereço da subrede resultante do endereço IP e da máscara de subrede é a) b) c) d) e)

9 19) Dadas uma faixa de endereços IP xxx e a máscara de sub-rede , o endereço IP da estação 3 na rede 12 será: a) b) c) d) e) GABARITO: 1.A 2.D 3.E 4.C 5.B 6.D 7.A 8.C 9.C 10.A 11.B 12.C 13.C 14.E 15.D 16.D 17.E 18.C 19.D 9

REDES DE COMPUTADORES II

REDES DE COMPUTADORES II REDES DE COMPUTADORES II REDES IP: IP, MÁSCARA E GATEWAY TÁSSIO JOSÉ GONÇALVES GOMES www.tassiogoncalves.com.br tassiogoncalvesg@gmail.com CONTEÚDO INTRODUÇÃO CLASSES DE REDES E IPS REDES IP E SUB REDES

Leia mais

Guia Planejando a Infra-estrutura de Rede Privada TCP/IP

Guia Planejando a Infra-estrutura de Rede Privada TCP/IP Guia Planejando a Infra-estrutura de Rede Privada TCP/IP Sumário Introdução... 2 Definindo a Classe IP... 2 Modelo de Rede Privada 1 Única Rede... 4 Etapas... 4 Configurações da Rede Privada... 4 Roteador...

Leia mais

NÃO AUTORIZO O USO DE QUALQUER EQUIPAMENTO DE ÁUDIO E VÍDEO!

NÃO AUTORIZO O USO DE QUALQUER EQUIPAMENTO DE ÁUDIO E VÍDEO! Endereçamento IP Endereçamento IP O crescimento explosivo da Internet tem ameaçado esgotar o estoque de endereços IP (Previsão inicial 2008). São usados para expandir o endereçamento IP sem que esse estoque

Leia mais

Máscaras de sub-rede. Fórmula

Máscaras de sub-rede. Fórmula Máscaras de sub-rede As identificações de rede e de host em um endereço IP são diferenciadas pelo uso de uma máscara de sub-rede. Cada máscara de sub-rede é um número de 32 bits que usa grupos de bits

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA. CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN

REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA. CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN 1 REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA. CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN ENDEREÇAMENTO IP O IP é um protocolo da Camada de rede É um endereço lógico único em toda

Leia mais

Instalação e Configuração de Servidores Linux Server Configuração de Rede. Prof. Alex Furtunato

Instalação e Configuração de Servidores Linux Server Configuração de Rede. Prof. Alex Furtunato Instalação e Configuração de Servidores Linux Server Configuração de Rede Prof. Alex Furtunato alex.furtunato@academico.ifrn.edu.br Roteiro Introdução Números IPs Interfaces de rede Interface de loopback

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA FUNDAMENTOS DE REDES REDES DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Material elaborado com base nas apresentações

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Camada de Rede (Endereçamento IP) Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Turma: TEC.SIS.1T Conteúdo Programático 3.3. Camada de Rede 3.3.1. Endereçamento IP 3.3.2. Roteamento 3.3.3. IPv4

Leia mais

Endereçamento IP. Departamento Engª Electrotécnica ISEC

Endereçamento IP. Departamento Engª Electrotécnica ISEC Endereçamento IP Departamento Engª Electrotécnica ISEC Objectivos Visão geral sobre o endereçamento IPv4 e IPv6 Administração do espaço de endereçamento Obtenção de endereços Atribuição de endereços (manual

Leia mais

Camada de Rede. Endereçamento IPv4. Endereçamento IP. Endereçamento IP. Endereçamento IP 08/05/2010. Profa. Delfa Huatuco Zuasnábar

Camada de Rede. Endereçamento IPv4. Endereçamento IP. Endereçamento IP. Endereçamento IP 08/05/2010. Profa. Delfa Huatuco Zuasnábar Camada de Rede v Profa. Delfa Huatuco Zuasnábar Um endereço de IP não identifica um computador específico. Pelo contrário, cada endereço de IP identifica uma conexão entre um computador e uma rede. Um

Leia mais

3) Na configuração de rede, além do endereço IP, é necessário fornecer também uma máscara de subrede válida, conforme o exemplo:

3) Na configuração de rede, além do endereço IP, é necessário fornecer também uma máscara de subrede válida, conforme o exemplo: DIRETORIA ACADÊMICA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA COORDENAÇÃO DOS CURSOS DA ÁREA DE INFORMÁTICA! Atividade em sala de aula. 1) A respeito de redes de computadores, protocolos TCP/IP e considerando uma rede

Leia mais

ENDEREÇO IP ENDEREÇO IP 13/04/2015

ENDEREÇO IP ENDEREÇO IP 13/04/2015 ENDEREÇO IP ENDEREÇO IP PROF. FABRÍCIO ALESSI STEINMACHER Os endereços IP identificam cada host na rede. A regra básica é que cada host deve ter um endereço IP diferente e devem ser utilizados endereços

Leia mais

Capítulo 2 - Sumário. Endereçamento em Sub-redes, Super-Redes (CIDR) e VLSM

Capítulo 2 - Sumário. Endereçamento em Sub-redes, Super-Redes (CIDR) e VLSM 1 Endereço IP Classe de Endereços IP Endereços IP Especiais Endereços IP Privativos Capítulo 2 - Sumário Endereçamento em Sub-redes, Super-Redes (CIDR) e VLSM Endereçamento Dinâmico (DHCP) Mapeamento IP

Leia mais

Redes de Computadores. Protocolo IP

Redes de Computadores. Protocolo IP Redes de Computadores Protocolo IP Sumário! Endereços IP Classes de endereços Tipos de endereços Endereços especiais Máscaras Redes privadas Endereçamento IP dinâmico 2 Esquema de endereçamento IPv4! Endereços

Leia mais

Camada de Rede. Endereçamento de Rede Protocolo IP

Camada de Rede. Endereçamento de Rede Protocolo IP Camada de Rede Endereçamento de Rede Protocolo IP Camada de Rede Protocolo mais importante: IP IPv4 (mais utilizada) IPv6 (atender ao crescimento das redes e a necessidade de novos endereços). PDU: Pacote

Leia mais

Curso de extensão em Administração de redes com GNU/Linux

Curso de extensão em Administração de redes com GNU/Linux Curso de extensão em - italo@dcc.ufba.br Gestores da Rede Acadêmica de Computação Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal da Bahia Todo o material aqui disponível pode, posteriormente,

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Endereçamento IP Escola Superior de Tecnologia e Gestão Instituto Politécnico de Bragança Março de 2006 Esquema de endereçamento Todos os interfaces numa rede devem ter um endereço

Leia mais

Endereços Lógicos, Físicos e de Serviço

Endereços Lógicos, Físicos e de Serviço Endereçamento IP O IP é um protocolo da Camada de rede É um endereço lógico único em toda a rede, portanto, quando estamos navegando na Internet estamos utilizando um endereço IP único mundialmente, pois

Leia mais

Network Camera. Guia do SNC easy IP setup Versão de software 1.0 Antes de operar o aparelho, leia todo este manual e guarde-o para referência futura.

Network Camera. Guia do SNC easy IP setup Versão de software 1.0 Antes de operar o aparelho, leia todo este manual e guarde-o para referência futura. 4-441-095-71 (1) Network Camera Guia do SNC easy IP setup Versão de software 1.0 Antes de operar o aparelho, leia todo este manual e guarde-o para referência futura. 2012 Sony Corporation Índice Salvar

Leia mais

ENDEREÇO CLASSFULL E CLASSLESS

ENDEREÇO CLASSFULL E CLASSLESS REDES PARA TODOS ENDEREÇO CLASSFULL E CLASSLESS rffelix70@yahoo.com.br Endereço IP classful Quando a ARPANET foi autorizada em 1969, ninguém pensou que a Internet nasceria desse humilde projeto inicial

Leia mais

Endereçamento IP. Figura 1 Estrutura hierárquica do endereço IP

Endereçamento IP. Figura 1 Estrutura hierárquica do endereço IP Endereçamento IP 1. Introdução: A partir da segunda metade dos anos 90, a Internet se tornou uma rede muito diferente daquela existente em sua concepção no início dos anos 80. Hoje, a Internet tornou-se

Leia mais

Endereçamento IP, Sub-redes e Roteamento

Endereçamento IP, Sub-redes e Roteamento Segurança em Redes Prof. Rafael R. Obelheiro Semestre: 2009.1 Endereçamento IP, Sub-redes e Roteamento Endereçamento IP Endereços IP possuem 32 bits, o que possibilita 2 32 = 4.294.967.296 endereços Na

Leia mais

Unidade 2.4 Endereçamento IP

Unidade 2.4 Endereçamento IP Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Redes de Computadores Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 2.4 Endereçamento IP 2 Bibliografia da disciplina

Leia mais

Classe A: Apenas o primeiro octeto identifica a rede e os três últimos identificam os Hosts.

Classe A: Apenas o primeiro octeto identifica a rede e os três últimos identificam os Hosts. MÓDULO 9 Endereçamento IP Em uma rede TCP/IP, cada computador possui um endereço IP que o identifica na rede, esse endereço é composto por uma seqüência de bits divididos em 4 grupos de 8 bits que recebem

Leia mais

Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: R d es e Comput d a ores Bibliografia da disciplina Endereçamento IP Bibliografia Obrigatória

Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: R d es e Comput d a ores Bibliografia da disciplina Endereçamento IP Bibliografia Obrigatória Faculdade INED Unidade 3 Endereçamento IP Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores Disciplina: Fundamentos de Redes Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 2 Bibliografia da disciplina Bibliografia Obrigatória

Leia mais

Gerenciamento de Redes

Gerenciamento de Redes Gerenciamento de Redes CIDR Sub-redes IP Professor Fabio Souza CIDR -ClasslessInter-DomainRouting Foi introduzido em 993, como um refinamento para a forma como o tráfego era conduzido pelas redes IP. Permitindo

Leia mais

Faculdades NDA Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Questionário de apoio ao Módulo IV

Faculdades NDA Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Questionário de apoio ao Módulo IV Faculdades NDA Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Questionário de apoio ao Módulo IV 1) Classificar os endereços de IP abaixo segundo suas classes (A, B ou C), e se é de Intranet

Leia mais

Endereçamento IP (Internet Protocolo)

Endereçamento IP (Internet Protocolo) Endereçamento IP (Internet Protocolo) Conceitos Host Qualquer dispositivo que possui placa de rede; IP Internet Protocol TCP Transmission Control Protocol 11-01-2005 Rui Morgado - TEC 2 Endereçamento IP

Leia mais

Protocolo e Endereços Internet

Protocolo e Endereços Internet Protocolo e Endereços Internet Licença de uso do material Esta apresentação está disponível sob a licença Creative Commons Atribuição Não a Obras Derivadas (by-nd) http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/legalcode

Leia mais

Disciplina Fundamentos de Redes. Introdução à Mascara de Subrede

Disciplina Fundamentos de Redes. Introdução à Mascara de Subrede Disciplina Fundamentos de Redes Introdução à Mascara de Subrede Professor Airton Ribeiro de Sousa 2015 1 O que é Máscara de Subrede? A máscara de subrede é um endereço de 32 bits que tem como finalidade

Leia mais

ROTEAMENTO REDES E SR1 ETER-FAETEC. Rio de Janeiro - RJ ETER-FAETEC

ROTEAMENTO REDES E SR1 ETER-FAETEC. Rio de Janeiro - RJ ETER-FAETEC ROTEAMENTO REDES E SR1 Rio de Janeiro - RJ INTRODUÇÃO A comunicação entre nós de uma rede local é realizada a partir da comutação (seja por circuito, seja por pacotes). Quem realiza essa função é o switch

Leia mais

Montagem de um ponto de acesso de um provedor de Internet utilizando a tecnologia 5.8 GHz.

Montagem de um ponto de acesso de um provedor de Internet utilizando a tecnologia 5.8 GHz. ATIVIDADE AVALIADA Equipe: Adélcio Magalhães Milhorini 10282037 José Carlos Guimarães Junior 10282052 Pedro Henrique Botelho de Melo 10281028 Montagem de um ponto de acesso de um provedor de Internet utilizando

Leia mais

Arquitetura de Rede de Computadores

Arquitetura de Rede de Computadores TCP/IP Roteamento Arquitetura de Rede de Prof. Pedro Neto Aracaju Sergipe - 2011 Ementa da Disciplina 4. Roteamento i. Máscara de Rede ii. Sub-Redes iii. Números Binários e Máscara de Sub-Rede iv. O Roteador

Leia mais

ICORLI. INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO e OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS e INTERNET

ICORLI. INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO e OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS e INTERNET INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO e OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS e INTERNET 2010/2011 1 Protocolo TCP/IP É um padrão de comunicação entre diferentes computadores e diferentes sistemas operativos. Cada computador deve

Leia mais

Redes e Conectividade

Redes e Conectividade Redes e Conectividade NAT e PAT Versão 1.1 Novembro de 2016 Prof. Jairo jairo@uni9.pro.br professor@jairo.pro.br http://www.jairo.pro.br/ Redes e Conectividade novembro/2016 - Prof. Jairo - professor@jairo.pro.br

Leia mais

Endereçamento IP. Rede 2 Roteador 2 1

Endereçamento IP. Rede 2 Roteador 2 1 O protocolo TCP/IP é roteável, isto é, ele foi criado pensando-se na interligação de diversas redes onde podemos ter diversos caminhos interligando o transmissor e o receptor -, culminando na rede mundial

Leia mais

DISCIPLINA: TELEPROCESSAMENTO E REDES CURSO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 6. SEMESTRE PROFESSOR: ANTONIO P. NASCIMENTO FILHO

DISCIPLINA: TELEPROCESSAMENTO E REDES CURSO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 6. SEMESTRE PROFESSOR: ANTONIO P. NASCIMENTO FILHO DISCIPLINA: TELEPROCESSAMENTO E REDES CURSO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 6. SEMESTRE PROFESSOR: ANTONIO P. NASCIMENTO FILHO Nome: LISTA 3 Máscara de sub-rede 1 Objetivos: Este exercício se concentra nas máscaras

Leia mais

Capítulo 9 - Conjunto de Protocolos TCP/IP e Endereçamento. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página

Capítulo 9 - Conjunto de Protocolos TCP/IP e Endereçamento. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página Capítulo 9 - Conjunto de Protocolos TCP/IP e Endereçamento IP 1 História e Futuro do TCP/IP O modelo de referência TCP/IP foi desenvolvido pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos (DoD). O DoD exigia

Leia mais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura I - Redes Locais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura I - Redes Locais Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Infraestrutura I - Redes Locais Euber Chaia Cotta e Silva euberchaia@yahoo.com.br Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Unidade IV Análise de Projeto

Leia mais

Veja abaixo um exemplo de um endereço IP de 32 bits: 10000011 01101011 00010000 11001000

Veja abaixo um exemplo de um endereço IP de 32 bits: 10000011 01101011 00010000 11001000 4 Camada de Rede: O papel da camada de rede é transportar pacotes de um hospedeiro remetente a um hospedeiro destinatário. Para fazê-lo, duas importantes funções da camada de rede podem ser identificadas:

Leia mais

Cerne Tecnologia e Treinamento

Cerne Tecnologia e Treinamento Tecnologia e Treinamento Tutorial para Testes na Placa de 8 I/Os Ethernet suporte@cerne-tec.com.br www.cerne-tec.com.br Sumário 1. Reconhecendo o Kit 03 2. Reconhecendo a Placa de I/O Ethernet 04 3. Entradas

Leia mais

Fundamentos à Redes de Computadores. Prof. Victor Guimarães Pinheiro/victor.tecnologo@gmail.com

Fundamentos à Redes de Computadores. Prof. Victor Guimarães Pinheiro/victor.tecnologo@gmail.com Fundamentos à Redes de Computadores Prof. Victor Guimarães Pinheiro/victor.tecnologo@gmail.com www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com CAMADA DE REDE Responsável por: Dividir os pacotes

Leia mais

Nome: Nº de aluno: 3ª Ficha de Avaliação 20/5/2014

Nome: Nº de aluno: 3ª Ficha de Avaliação 20/5/2014 Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Redes de Computadores (LEIC/LEETC/LERCM) Nome: Nº de aluno: 3ª Ficha de Avaliação

Leia mais

Endereços IP Sem Classe, Endereços Privados e NAT. Prof. Othon M. N. Batista (othonb@yahoo.com) Mestre em Informática

Endereços IP Sem Classe, Endereços Privados e NAT. Prof. Othon M. N. Batista (othonb@yahoo.com) Mestre em Informática Endereços IP Sem Classe, Endereços Privados e NAT Prof. Othon M. N. Batista (othonb@yahoo.com) Mestre em Informática Tópicos Máscaras de Rede com Classe Classless Inter-Domain Routing - CID Notação CIDR

Leia mais

** Distance Vector - Trabalha com a métrica de Salto(HOP),. O protocolo que implementa o Distance Vector é o RIP.!

** Distance Vector - Trabalha com a métrica de Salto(HOP),. O protocolo que implementa o Distance Vector é o RIP.! Laboratório wireshark Número de sequencia: syn syn ack ack Cisco Packet Tracer Roteador trabalha em dois modos de operação: - Modo Normal - símbolo > - Modo Root - símbolo # ##################################################################

Leia mais

Active Directory. Configurações do TCP/IP no Windows 2000 e no Windows XP.

Active Directory. Configurações do TCP/IP no Windows 2000 e no Windows XP. Introdução ao TCP /IP Active Directory Introdução Esta é a primeira parte de um total de 12 partes, deste tutorial de TCP/IP. O objetivo da Parte 1 é apresentar o protocolo TCP/IP e os sues aspectos básicos

Leia mais

Laboratório 2.6.1: Orientação de Topologia e Construção de uma Pequena Rede

Laboratório 2.6.1: Orientação de Topologia e Construção de uma Pequena Rede Laboratório 2.6.1: Orientação de Topologia e Construção de uma Pequena Rede Diagrama de Topologia Rede Peer-to-Peer Objetivos Rede Comutada Com a conclusão deste laboratório, você será capaz de: Identificar

Leia mais

Laboratório - Cálculo de sub-redes IPv4

Laboratório - Cálculo de sub-redes IPv4 Objetivos Parte 1: Determinar a divisão em sub-redes em endereços IPv4 Determinar o endereço de rede. Determinar o endereço de broadcast. Determinar o número de hosts. Parte 2: Calcular divisão em sub-redes

Leia mais

Tecnologia de Redes de Computadores - aula 2

Tecnologia de Redes de Computadores - aula 2 Tecnologia de Redes de Computadores - aula 2 Prof. Celso Rabelo Centro Universitário da Cidade 1 Objetivo 2 3 O cabeçalho O CABEÇALHO Os campos 4 Conceitos Gerais Clássico Classe A Classe B Classe C Classe

Leia mais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Engenharia Departamento de Informática

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Engenharia Departamento de Informática 1 1. Esta teste serve como avaliação de frequência às aulas teóricas. 2. Leia as perguntas com atenção antes de responder. São 70 perguntas de escolha múltipla. 3. Escreva as suas respostas apenas na folha

Leia mais

Endereçamento IP. Aula Extra Prof. Fred Sauer, D.Sc.

Endereçamento IP. Aula Extra Prof. Fred Sauer, D.Sc. Endereçamento IP Aula Extra Prof. Fred Sauer, D.Sc. Questões Típicas A qual Classe IP pertence um endereço Quais endereços são privados ou reservados Endereço de rede e broadcast de um endereço de host

Leia mais

Procedimentos para configuração do DWL-G700AP em modo Access Point

Procedimentos para configuração do DWL-G700AP em modo Access Point 1 Procedimentos para configuração do DWL-G700AP em modo Access Point No modo Access Point o DWL-G700AP se conecta a várias máquinas, sejam elas notebooks ou desktops com adaptador wireless. Nesse Manual

Leia mais

Arquitetura Internet (TCP/IP)

Arquitetura Internet (TCP/IP) Instituto Federal do Pará - IFPA Ricardo José Cabeça de Souza ricardo.souza@ifpa.edu.br 2010 TCP/IP ENDEREÇAMENTO IP O roteamento dos datagramas através das subredes são feitos baseados no seu endereço

Leia mais

TeamViewer Manual Wake-on-LAN

TeamViewer Manual Wake-on-LAN TeamViewer Manual Wake-on-LAN Rev 11.1-201601 TeamViewer GmbH Jahnstraße 30 D-73037 Göppingen www.teamviewer.com Sumário 1 Sobre Wake-on-LAN 3 2 Requisitos 5 3 Configuração do Windows 6 3.1 Configuração

Leia mais

Prof. Rafael Gross. rafael.gross@fatec.sp.gov.br

Prof. Rafael Gross. rafael.gross@fatec.sp.gov.br Prof. Rafael Gross rafael.gross@fatec.sp.gov.br Todo protocolo define um tipo de endereçamento para identificar o computador e a rede. O IP tem um endereço de 32 bits, este endereço traz o ID (identificador)

Leia mais

FIC Linux Introdução a Redes de Computadores no Linux

FIC Linux Introdução a Redes de Computadores no Linux FIC Linux Introdução a Redes de Computadores no Linux Prof. Francisco de Assis S. Santos, Dr. São José, 2015. Agenda 1. Noções Básicas de Redes 1.1 O que é uma Rede 1.2 Endereçamento IP 1.3 Máscaras de

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE REDES DE COMPUTADORES UALG/FCT/DEEI 2005/2006

ADMINISTRAÇÃO DE REDES DE COMPUTADORES UALG/FCT/DEEI 2005/2006 ADMINISTRAÇÃO DE REDES DE COMPUTADORES Endereçamento IPv4 NAT-Network Access Translation Engª de Sistemas e Informática Licenciatura em Informática UALG/FCT/DEEI 2005/2006 1 Endereçamento com classes ou

Leia mais

Redes de Computadores I - Protocolos de Controle: BOOTP/DHCP. por Helcio Wagner da Silva

Redes de Computadores I - Protocolos de Controle: BOOTP/DHCP. por Helcio Wagner da Silva Redes de Computadores I - Protocolos de Controle: BOOTP/DHCP por Helcio Wagner da Silva Introdução Deficiências percebidas no RARP Servidores RARP precisam estar na mesma rede local que seus clientes Por

Leia mais

ESTUDOS REALIZADOS. Camada Física. Redes de Computadores AULA 13 CAMADA DE REDE. Camada Física Camada de Enlace Subcamada de Acesso ao Meio AGORA:

ESTUDOS REALIZADOS. Camada Física. Redes de Computadores AULA 13 CAMADA DE REDE. Camada Física Camada de Enlace Subcamada de Acesso ao Meio AGORA: Redes de Computadores AULA 13 CAMADA DE REDE Profº Alexsandro M. Carneiro Outubro - 2005 ESTUDOS REALIZADOS Camada Física Camada de Enlace Subcamada de Acesso ao Meio AGORA: Camada de Rede Camada Física

Leia mais

Aula 4. Pilha de Protocolos TCP/IP:

Aula 4. Pilha de Protocolos TCP/IP: Aula 4 Pilha de Protocolos TCP/IP: Comutação: por circuito / por pacotes Pilha de Protocolos TCP/IP; Endereçamento lógico; Encapsulamento; Camada Internet; Roteamento; Protocolo IP; Classes de endereços

Leia mais

Arquitetura TCP/IP Sub Rede. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com

Arquitetura TCP/IP Sub Rede. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com Arquitetura TCP/IP Sub Rede Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com Sub Rede Cálculo de Sub Rede Sub Rede (Classe) CIDR Classless Inter-Domain Routing Prof. Armando Martins

Leia mais

O endereço de sua estação de trabalho é 201.252.203.107, e você esta usando a máscara de subrede: 255.255.255.248.

O endereço de sua estação de trabalho é 201.252.203.107, e você esta usando a máscara de subrede: 255.255.255.248. Cálculo de endereços de rede Quais os hosts da rede 10.12.148.0 IP: 00001010.00001100.100101xx.xxxxxxxx Mask:11111111.11111111.11111100.00000000 Rede:00001010.00001100.10010100.00000000 Assim, podemos

Leia mais

Redes de Computadores. Aula: Roteamento Professor: Jefferson Silva

Redes de Computadores. Aula: Roteamento Professor: Jefferson Silva Redes de Computadores Aula: Roteamento Professor: Jefferson Silva Perguntinhas básicas J n O que é rotear? n O que é uma rota? n Porque rotear? n Como sua requisição chega no facebook? Conceitos n Roteamento

Leia mais

D-Link500T. Simulador Site DLINK - Clique Aqui. D-Link500T - Alterar usuário e senha

D-Link500T. Simulador Site DLINK - Clique Aqui. D-Link500T - Alterar usuário e senha D-Link500T Simulador Site DLINK - Clique Aqui D-Link500T - Alterar usuário e senha 1 - Para configurar, digite o IP do seu modem (padrão: http://10.1.1.1 ) no seu navegador. A seguinte tela deverá aparecer:

Leia mais

Faculdades NDA Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Questionário de apoio ao Capítulo 4

Faculdades NDA Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Questionário de apoio ao Capítulo 4 Faculdades NDA Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Questionário de apoio ao Capítulo 4 1) O que é NAT? Explique o seu funcionamento. 2) Quais são os dois tipos de roteadores? Explique

Leia mais

Guia do AirPrint. Versão 0 BRA-POR

Guia do AirPrint. Versão 0 BRA-POR Guia do AirPrint Versão 0 BRA-POR Definições das observações Utilizamos o ícone a seguir ao longo deste manual do usuário: Observação Os ícones de Observação ensinam como agir em determinada situação ou

Leia mais

Endereçamento de IP e colocação em sub-rede para novos usuários

Endereçamento de IP e colocação em sub-rede para novos usuários Endereçamento de IP e colocação em sub-rede para novos usuários Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Informações adicionais Convenções Entendendo endereços IP Máscaras de

Leia mais

DHCP. Prof. Hederson Velasco Ramos REDES

DHCP. Prof. Hederson Velasco Ramos REDES Prof. Hederson Velasco Ramos REDES DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol) É um protocolo, parte da pilha de serviços TCP/IP, que disponibiliza endereços ip por concessão e as configurações a dispositivos

Leia mais

CIDR. Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Redes e Serviços

CIDR. Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Redes e Serviços CIDR Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Redes e Serviços 1 Sub Net Mask 2 Fraquezas do endereço IP Quando uma máquina muda de uma rede para outra, ela deve mudar

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO DNS, DHCP, Endereços Privados, Proxy e NAT EDGARD JAMHOUR. Segundo Bimestre

EXERCÍCIOS DE REVISÃO DNS, DHCP, Endereços Privados, Proxy e NAT EDGARD JAMHOUR. Segundo Bimestre EXERCÍCIOS DE REVISÃO DNS, DHCP, Endereços Privados, Proxy e NAT EDGARD JAMHOUR Segundo Bimestre Exercício 1: Considere a seguinte configuração de árvore de nomes DNS. ZONA.br dns (200.0.0.1) SOA br dns2

Leia mais

M3 Redes de computadores avançado (36 horas - 48 TL)

M3 Redes de computadores avançado (36 horas - 48 TL) M3 Redes de computadores avançado (36 horas - 48 TL) Redes de Comunicação Ano lectivo 2013/2014 Camada de rede do modelo OSI Routers e portos de interface de routers (I) 2 Nesta camada imperam os routers.

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DOS ACCESS POINT EM MODO AP REPEATE (REPETIDOR) TL-WA501G E TL-WA601G. Roteadores Versão:

CONFIGURAÇÃO DOS ACCESS POINT EM MODO AP REPEATE (REPETIDOR) TL-WA501G E TL-WA601G. Roteadores Versão: CONFIGURAÇÃO DOS ACCESS POINT EM MODO AP REPEATE (REPETIDOR) TL-WA501G E TL-WA601G Roteadores Versão: 080429 CONECTANDO O PONTO DE ACESSO 1. Primeiro, conecte o cabo de força no painel traseiro do TL-WA501G.

Leia mais

Introdução a Sub-redes

Introdução a Sub-redes Sub Redes Introdução a Sub-redes Sub-redes de uma rede significa usar a máscara de sub-rede para dividir a rede e quebrar uma grande rede em segmentos menores, mais eficientes e gerenciáveis, ou sub-redes.

Leia mais

A camada de rede do modelo OSI

A camada de rede do modelo OSI A camada de rede do modelo OSI 1 O que faz a camada de rede? (1/2) Esta camada tem como função principal fazer o endereçamento de mensagens. o Estabelece a relação entre um endereço lógico e um endereço

Leia mais

O endereço IP (v4) é um número de 32 bits com 4 conjuntos de 8 bits (4x8=32). A estes conjuntos de 4 bits dá-se o nome de octeto.

O endereço IP (v4) é um número de 32 bits com 4 conjuntos de 8 bits (4x8=32). A estes conjuntos de 4 bits dá-se o nome de octeto. Endereçamento IP Para que uma rede funcione, é necessário que os terminais dessa rede tenham uma forma de se identificar de forma única. Da mesma forma, a interligação de várias redes só pode existir se

Leia mais

Camada de rede do modelo OSI Redes de Comunicação Módulo 3 Parte 2

Camada de rede do modelo OSI Redes de Comunicação Módulo 3 Parte 2 Curso Profissional de Gestão de Programação de Sistemas Informáticos Ano Letivo 2015/2016 Camada de rede do modelo OSI Redes de Comunicação Módulo 3 Parte 2 Rotas Estáticas e Dinâmicas Os routers guardam

Leia mais

Windows 2000, Windows XP e Windows Server 2003

Windows 2000, Windows XP e Windows Server 2003 Windows 2000, Windows XP e Windows Server 2003 Este tópico inclui: "Etapas preliminares" na página 3-16 "Etapas de instalação rápida em CD-ROM" na página 3-16 "Outros métodos de instalação" na página 3-17

Leia mais

CONCURSO PETROBRAS DRAFT. Redes de Computadores e Redes Industriais. Questões Resolvidas. Produzido por Exatas Concursos www.exatasconcursos.com.

CONCURSO PETROBRAS DRAFT. Redes de Computadores e Redes Industriais. Questões Resolvidas. Produzido por Exatas Concursos www.exatasconcursos.com. CONCURSO PETROBRAS ENGENHEIRO(A) DE EQUIPAMENTOS JÚNIOR - ELETRÔNICA ENGENHEIRO(A) JÚNIOR - ÁREA: AUTOMAÇÃO Redes de Computadores e Redes Industriais Questões Resolvidas QUESTÕES RETIRADAS DE PROVAS DA

Leia mais

Encaminhamento IP. Entrega Directa e Indirecta de Datagramas Tabela de Encaminhamento

Encaminhamento IP. Entrega Directa e Indirecta de Datagramas Tabela de Encaminhamento Encaminhamento IP Entrega Directa e Indirecta de Datagramas Tabela de Encaminhamento Encaminhamento IP Características Baseado em tabelas de encaminhamento (routing) Efectuado pelos routers e pelas máquinas

Leia mais

Aula 13 Roteamento Dinâmico com Protocolos Link-State (Protocolo OSPF)

Aula 13 Roteamento Dinâmico com Protocolos Link-State (Protocolo OSPF) Disciplina: Dispositivos de Rede I Professor: Jéferson Mendonça de Limas 3º Semestre Aula 13 Roteamento Dinâmico com Protocolos Link-State (Protocolo OSPF) 2014/1 Roteiro de Aula Introdução Funcionamento

Leia mais

Entendendo o IPv6 (I)

Entendendo o IPv6 (I) Entendendo o IPv6 (I) SNNAngola IPv6 Series http://www.snnangola.wordpress.com Nataniel Baião. IPv4 - Limitações Esgotamento do protocolo finito IPv4. IPv4: 32 bits, 4 Octetos. Ex: 1.1.1.1, 10.11.12.13

Leia mais

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Divisão em Sub-redes

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Divisão em Sub-redes Tecnologia em Redes de Computadores Redes de Computadores Professor: André Sobral e-mail: alsobral@gmail.com Classes de Endereços IP: Para criar a estrutura de sub-redes, os bits do host devem ser reatribuídos

Leia mais

Oficina de sub-redes. versão 1.1. Jackson Costa Fundação Bradesco Natal /RN. CCNA rev 6 2008 Cisco Systems, Inc. All rights reserved.

Oficina de sub-redes. versão 1.1. Jackson Costa Fundação Bradesco Natal /RN. CCNA rev 6 2008 Cisco Systems, Inc. All rights reserved. Oficina de sub-redes versão 1.1 Jackson Costa Fundação Bradesco Natal /RN 1 Conteúdo u Conversão Binário - Decimal v Determinar endereços de rede e broadcast Método Binário (AND) Método Prático w Determinar

Leia mais

Guia para Acesso Remoto

Guia para Acesso Remoto Termostato Web Controlador de Temperatura com Acesso Remoto Modelos CTR-101 e CTR-102 Guia para Acesso Remoto Versão 1.0 Julho/2016 1 1- Descrição O Termostato Web é um controlador digital de temperatura

Leia mais

Guia de Instalação de Software

Guia de Instalação de Software Guia de Instalação de Software Este manual explica como instalar o software por meio de uma conexão USB ou de rede. A conexão de rede não está disponível para os modelos SP 200/200S/203S/203SF/204SF. Para

Leia mais

QUAL O PROCEDIMENTO PARA CONFIGURAR AS IMPRESSORAS DE REDE BROTHER EM UM SISTEMA DEC TCP / IP para VMS (UCX) Procedimento

QUAL O PROCEDIMENTO PARA CONFIGURAR AS IMPRESSORAS DE REDE BROTHER EM UM SISTEMA DEC TCP / IP para VMS (UCX) Procedimento Procedimento Visão geral Antes de usar a máquina Brother em um ambiente de rede, você precisa instalar o software da Brother e também fazer as configurações de rede TCP/IP apropriadas na própria máquina.

Leia mais

Aula 06 Revisão Endereçamento IP Subnetting / VLSM / CIDR

Aula 06 Revisão Endereçamento IP Subnetting / VLSM / CIDR Disciplina: Dispositivos de Rede I Professor: Jéferson Mendonça de Limas 3º Semestre Aula 06 Revisão Endereçamento IP Subnetting / VLSM / CIDR 2014/1 Roteiro de Aula Endereçamento IP Segundo Filippetti

Leia mais

Endereço IP Privado. Endereçamento IP. IP Protocolo da Internet. Protocolos da. Camada de Inter-Rede (Internet)

Endereço IP Privado. Endereçamento IP. IP Protocolo da Internet. Protocolos da. Camada de Inter-Rede (Internet) Protocolos da Camada de Inter- (Internet) IP Protocolo da Internet. Não Confiável; Não Orientado à conexão; Trabalha com Datagramas; Roteável; IPv 4 32 bits; IPv 6 128 bits; Divisão por Classes (A,B,C,D,E);

Leia mais

Jéfer Benedett Dörr

Jéfer Benedett Dörr Redes de Computadores Jéfer Benedett Dörr prof.jefer@gmail.com Conteúdo Camada de Rede IP Kurose Capítulo 4 Tanenbaum Capítulo 5 Protocolo IP O protocolo Internet ou simplesmente IP - Internet Protocol

Leia mais

Endereçamento IP. Luiz Arthur

Endereçamento IP. Luiz Arthur 1 Um sistema de comunicação permite que qualquer host se comunique com qualquer host. E para tornar o sistema de comunicação universal, ele precisa de um método aceito globalmente a fim de identificar

Leia mais

Aula 5 Cálculo de máscara e de subredes

Aula 5 Cálculo de máscara e de subredes 1 Aula 5 Cálculo de máscara e de subredes 5.1 Conceitos Quando um host se comunica com outro usa o endereço de enlace dele. Os endereços de hardware das placas de rede, ou MAC Address, são constituídos

Leia mais

Exemplo de configuração da opção de DHCP 82 do controlador do Wireless LAN

Exemplo de configuração da opção de DHCP 82 do controlador do Wireless LAN Exemplo de configuração da opção de DHCP 82 do controlador do Wireless LAN Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Opção de DHCP 82 Configurar Configurar o controlador

Leia mais

MS1122 v3.0 Instalação e Considerações Importantes

MS1122 v3.0 Instalação e Considerações Importantes MS1122 v3.0 Instalação e Considerações Importantes O conteúdo deste documento é destinado a quem já possui algum conhecimento e deseja utilizar algumas REDEs comerciais disponíveis... V3.0 R2 Operadoras

Leia mais

Faixas de endereços IP, CIDR e máscaras de tamanho variável

Faixas de endereços IP, CIDR e máscaras de tamanho variável Faixas de endereços IP, CIDR e máscaras de tamanho variável Por Carlos E. Morimoto em 26 de setembro de 2007 às 09h16 Introdução O endereçamento IP é sempre um tema importante, já que é ele que permite

Leia mais

Redes de Computadores Endereçamento IP

Redes de Computadores Endereçamento IP Redes de Computadores Endereçamento IP Prof. Eduardo Endereçamento IP o TCP/IP utiliza um endereçamento lógico; Cada dispositivo conectado em rede necessita usar pelo menos um endereço IP (identifica o

Leia mais

Arquitetura da Internet TCP/IP

Arquitetura da Internet TCP/IP Arquitetura da Internet TCP/IP A Internet Internet é a rede mundial de computadores, à qual estão conectados milhões de computadores do mundo todo; A idéia de concepção de uma rede mundial surgiu nos Estados

Leia mais

A máscara de sub-rede pode ser usada para dividir uma rede existente em "sub-redes". Isso pode ser feito para:

A máscara de sub-rede pode ser usada para dividir uma rede existente em sub-redes. Isso pode ser feito para: Fundamentos: A máscara de pode ser usada para dividir uma rede existente em "s". Isso pode ser feito para: 1) reduzir o tamanho dos domínios de broadcast (criar redes menores com menos tráfego); 2) para

Leia mais

9.5.2. Preparando um esquema de endereçamento de sua rede

9.5.2. Preparando um esquema de endereçamento de sua rede Guia Internet de Conectividade - Cyclades - Endereçamento IP - página 1 9.5. Identificação dos Hosts em uma rede Todo sistema ou host que você quiser conectar em sua rede deve ter uma única identificação

Leia mais

CST em Redes de Computadores

CST em Redes de Computadores CST em Redes de Computadores Dispositivos de Rede I AULA 06 VLSM / CIDR / Sumarização de Rotas Prof: Jéferson Mendonça de Limas Endereçamento IP Segundo Filippetti (2008), endereço IP é um identificador

Leia mais

Projeto de Rede. Objetivo: Forma de avaliação: Requisitos obrigatórios do exercício: Projeto de Endereçamento IP

Projeto de Rede. Objetivo: Forma de avaliação: Requisitos obrigatórios do exercício: Projeto de Endereçamento IP Projeto de Endereçamento IP Prof. MSc. Pedro Batista de Carvalho Filho Objetivo: Projeto de Rede Este exercício tem o objetivo de abordar o conteúdo referente à endereçamento IP, cálculo de subrede, e

Leia mais