PROGRAMA DE PROCEDIMENTO CONCURSO PÚBLICO N.º 1.726/2015 CONCESSÃO DA EXPLORAÇÃO DO ESTABELECIMENTOS DE CAFETARIA/SNACK-BAR, NO EXTERIOR DO EDIFÍCIO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA DE PROCEDIMENTO CONCURSO PÚBLICO N.º 1.726/2015 CONCESSÃO DA EXPLORAÇÃO DO ESTABELECIMENTOS DE CAFETARIA/SNACK-BAR, NO EXTERIOR DO EDIFÍCIO"

Transcrição

1 PROGRAMA DE PROCEDIMENTO CONCURSO PÚBLICO N.º 1.726/2015 CONCESSÃO DA EXPLORAÇÃO DO ESTABELECIMENTOS DE CAFETARIA/SNACK-BAR, NO EXTERIOR DO EDIFÍCIO PRINCIPAL EM FRENTE AO SERVIÇO DE URGÊNCIA DA U. H. PORTIMÃO DO CENTRO HOSPITALAR DO ALGARVE EPE Página 1 de 20

2 CLÁUSULA 1.ª - IDENTIFICAÇÃO DO CONCURSO 1. O presente concurso tem por objeto a concessão da exploração de um espaço, com dotação de equipamento e mobiliário adequado, para a exploração de um estabelecimento de Cafetaria/Snack- Bar, localizado na zona exterior em frente ao serviço de Urgência, para profissionais, utentes e visitantes da Unidade de Portimão do Centro Hospitalar do Algarve, E.P.E, (doravante designado por CHAlgarve, E.P.E.), após celebração de contrato e de acordo com as regras constantes das peças do procedimento: Programa do procedimento e Caderno de Encargos e legislação em vigor, designadamente o Código dos Contratos Públicos aprovado pelo Decreto-lei 18/2008 de 29 de Janeiro. 2. De acordo com a nomenclatura de referência aplicável aos contratos públicos CPV (Vocabulário Comum para os Contratos Públicos) adoptada pelo Regulamento (CE) n.º 2195/2002, alterado pelo Regulamento (CE) n.º 213/2008 de 28 de Novembro de 2007, a presente aquisição tem a seguinte classificação: Serviços de cafetaria. CLÁUSULA 2.ª - A ENTIDADE PROMOTORA 1. A entidade promotora do presente processo é o Centro Hospital do Algarve E.P.E. com o número de contribuinte sito na Rua Leão Penedo Faro, com os números de telefone 289/ e fax 289/ O processo de concurso corre no Serviço de Aprovisionamento sito na Praceta Azedo Gneco, n.º 17, 2º, Faro, com os números de telefone /64 e fax , ou 3. As peças do procedimento, nomeadamente, programa do procedimento e caderno de encargos são integralmente disponibilizadas no site ou através do ou e sem custos associados. CLÁUSULA 3.ª - ÓRGÃO QUE TOMOU A DECISÃO DE CONTRATAR O órgão competente para a presente contratação é o Conselho de Administração do CHAlgarve, E.P.E., e para o presente procedimento a decisão de contratar foi tomada em 02 de Abril de Página 2 de 20

3 CLÁUSULA 4.ª - DATA DE APRESENTAÇÃO E MANUTENÇÃO DAS PROPOSTAS 1. As propostas e os documentos que as acompanham, devem ser apresentados até às 17 horas do dia 27 de Abril de 2015 através da ou ou em suporte papel, através de carta fechada com a indicação Concurso Publico n.º 1.726/2015, entregue pessoalmente no Serviço de Expediente do Centro Hospitalar do Algarve, nos dias úteis das 9h00 às 14h30, ou remetida por correio para Centro Hospitalar do Algarve EPE, Rua Leão Penedo, Faro. 2. Os concorrentes são obrigados a manter as suas propostas pelo prazo de 120 dias, contados da data do termo do prazo fixado para a apresentação das mesmas. CLÁUSULA 5.ª - DOCUMENTOS DA PROPOSTA 1. A proposta deverá ser acompanhada dos seguintes documentos sob pena de exclusão: a) Declaração assinada do concorrente de aceitação do conteúdo do presente caderno de encargos, elaborada em conformidade com o Anexo I do CÓDIGO DOS CONTRATOS PÚBLICOS, aprovado pelo Decreto-Lei 18/2008 de 29 de Janeiro, cujo modelo se anexa ao presente clausulado. b) Documento(s) que, em função do objecto do contrato a celebrar e dos aspectos da sua execução submetidos à concorrência pelo caderno de encargos, contenham os atributos da proposta, de acordo com os quais o concorrente se dispõe a contratar; c) Declaração na qual os concorrentes indiquem o seu nome, número fiscal de contribuinte, número do bilhete de identidade ou cartão do cidadão, estado civil e domicilio ou no caso de ser uma pessoa coletiva, a denominação social, número de pessoa coletiva, sede, filiais que interessem à execução do contrato, objeto social, nomes dos titulares dos corpos sociais e de outras pessoas com poderes para a obrigarem, conservatória do registo comercial onde se encontra matriculada e o seu número de matricula; d) Documento com a descrição dos métodos adotados pelos concorrentes para garantia da qualidade dos bens fornecidos. e) Proposta de alteração do lay-out com apresentação de memória descritiva da zona de armazenamento, preparação, confecção e vestiários. f) Proposta de decoração do espaço. g) Memória descritiva de equipamentos. h) Planta com alterações. Página 3 de 20

4 i) Tabela de preços a aplicar, conforme anexo II. j) Proposta de horário de funcionamento. 2. Na proposta devem os concorrentes indicar o valor da renda mensal que se propõem pagar pela utilização do espaço, sendo o valor mínimo a apresentar de 1.788,62 (mil setecentos e oitenta e oito euros e sessenta e dois cêntimos) mais IVA à taxa legal em vigor, e o valor máximo de 3.000,00 (três mil euros) mais IVA à taxa legal em vigor. 3. O valor da renda não deve mencionar o IVA e deve ser indicado em algarismos e por extenso. 4. A proposta deve mencionar expressamente que ao valor da renda acresce o iva, indicando-se o respetivo valor e a taxa legal aplicável. 5. A proposta deve ser obrigatoriamente assinada pelo concorrente ou seus representantes. CLÁUSULA 6.ª - MODO DE APRESENTAÇÃO DAS PROPOSTAS 1. A proposta e seus documentos devem ser redigidos em língua portuguesa ou, não o sendo, devem ser acompanhados de tradução devidamente legalizada e em relação à qual o concorrente declara aceitar a prevalência, para todos os efeitos, sobre os respetivos originais. 2. A proposta terá de ser entregue através da ou ou em suporte papel, através de carta fechada com a indicação Procedimento n.º 1.726/2015, entregue pessoalmente no Serviço de Expediente do Centro Hospitalar do Algarve, nos dias úteis das 9h00 às 14h30, ou remetida por correio para Centro Hospitalar do Algarve EPE, Rua Leão Penedo, Faro. 3. Podem apresentar propostas pessoas individuais com condições legais para exercer a atividade comercial ou pessoas coletivas que tenham como objeto social a realização de atividade que inclua a exploração de cafetaria/bar. CLÁUSULA 7.ª - PROPOSTAS VARIANTES Não são admitidas propostas variantes. CLÁUSULA 8.ª - ESCLARECIMENTOS E RECTIFICAÇÃO DAS PEÇAS DO PROCEDIMENTO E VISITAS AO LOCAL 1. O órgão competente para prestar esclarecimentos é o Júri do presente concurso, constituído por deliberação do Conselho de Administração do CHAlgarve, EPE. Página 4 de 20

5 2. Os esclarecimentos necessários à boa compreensão e interpretação das peças do procedimento devem ser solicitados pelos interessados, por escrito, ao júri do procedimento, no primeiro terço do prazo fixado para a apresentação das propostas, através do ou 3. Os esclarecimentos serão prestados por escrito, pelo júri do procedimento, até ao termo do segundo terço do prazo fixado para apresentação das propostas. 4. O órgão competente para a decisão de contratar pode proceder à rectificação de erros ou omissões das peças do procedimento nos termos e no prazo previsto no número anterior. 5. Os esclarecimentos e as rectificações referidos nos números anteriores devem ser disponibilizados através do site e juntos às peças do procedimento patentes para consulta, procedendo-se à notificação de todos os interessados. 6. Os esclarecimentos e as rectificações referidas nos números anteriores fazem parte integrante das peças do procedimento a que dizem respeito e prevalecem sobre estas em caso de divergência. 7. As visitas às instalações do CHAlgarve, EPE afectas à presente prestação de serviços, devem ser solicitados pelos interessados, por escrito, ao júri do procedimento, no primeiro terço do prazo fixado para a apresentação das propostas, através do ou 8. As visitas referidas no número anterior devem ocorrer até ao fim do segundo terço do prazo fixado para apresentação das propostas. CLÁUSULA 9.ª - PROVA DE DECLARAÇÕES 1. A entidade adjudicante pode, a qualquer momento, exigir a apresentação de documentos comprovativos das declarações prestadas pelos concorrentes. 2. No prazo fixado na notificação do ato da concessão, deve o concessionário entregar documentos comprovativos de que não se encontra em nenhuma das situações referidas no âmbito do Anexo II do Códigos dos Contratos Públicos, aprovado pelo Decreto-lei nº 18/2008 de 29 de Janeiro, apresentando para o efeito, certidões emitidas pelas autoridades competentes do respetivo Estado membro, conforme prevê o artigo 81º do n.1 do referido diploma. Página 5 de 20

6 CLÁUSULA 10.ª - CRITÉRIO DE ADJUDICAÇÃO 1. A adjudicação será efectuada à (s) proposta (s) economicamente mais vantajosa de acordo com o modelo de avaliação das propostas, constante do anexo II do presente Programa, que dele faz parte integrante. 2. Em caso de empate entre duas ou mais propostas serão as mesmas classificadas de acordo com: a) A pontuação mais elevada, que os concorrentes obtiverem no critério de adjudicação com maior ponderação no modelo de avaliação, e de forma sucessiva enquanto houver necessidade de desempate; b) Caso o empate se mantenha as propostas deverão ser ordenadas na sequência de sorteio a desenrolar presencialmente com os interessados, do qual será lavrada acta com todos os presentes. CLÁUSULA 11-ª - NOTIFICAÇÃO A decisão de concessionar será comunicada a todos os concorrentes, bem como a eventual decisão de não concessionar conforme previsto no Código dos Contratos Públicos. CLÁUSULA 12-ª - CAUÇÃO 1. Ao concessionário será exigida uma caução, para garantir a boa execução das condições contratuais, de valor correspondente a 5% do montante do valor total da concessão. 2. A caução prestada será mantida até ao termo da concessão de exploração. 3. O concessionário deverá reconstituir integralmente a caução, nos 10 dias seguintes à comunicação que para o efeito lhe for dirigida, quando daquela sejam utilizadas quaisquer importâncias. CLÁUSULA 13.ª - MODOS DE PRESTAÇÃO DA CAUÇÃO 1. O concessionário deve prestar a caução no prazo de 10 dias a contar da notificação da decisão de adjudicação, devendo comprovar essa prestação junto do CHAlgarve, EPE, no dia imediatamente subsequente. 2. A caução é prestada por depósito em dinheiro ou em títulos emitidos ou garantidos pelo Estado Português, ou mediante garantia bancária ou seguro-caução, conforme escolha do concessionário, nos termos dos modelos constantes dos anexos III, IV e V ao presente Programa, que dele faz parte integrante. Página 6 de 20

7 3. O depósito em dinheiro ou títulos é efectuado em Portugal, em qualquer instituição de crédito, à ordem do CHAlgarve, EPE, devendo ser especificado que se destina à caução para a concessão da exploração do estabelecimento para actividade de papelaria do Centro Hospitalar do Algarve, EPE. 4. Quando o depósito for efectuado em títulos, estes são avaliados pelo respectivo valor nominal, salvo se, nos últimos três meses, a média da cotação na bolsa de valores ficar abaixo do par, caso em que a avaliação é feita em 90 % dessa média. 5. Se o concessionário prestar caução mediante garantia bancária, deve apresentar um documento pelo qual um estabelecimento bancário legalmente autorizado assegure, até ao limite do valor da caução, o imediato pagamento de quaisquer importâncias exigidas pela entidade adjudicante em virtude do incumprimento de quaisquer obrigações a que a garantia respeita. 6. Tratando-se de seguro-caução o concessionário deverá apresentar apólice pela qual uma entidade legalmente autorizada a realizar esse seguro assuma, até ao limite do valor da caução, o imediato pagamento de quaisquer importâncias exigidas pela entidade adjudicante em virtude de incumprimento das obrigações a que o seguro respeita. 7. Das condições da garantia bancária ou da apólice de seguro-caução não pode, em caso algum, resultar uma diminuição das garantias da entidade adjudicante, nos moldes em que são asseguradas pelas outras formas admitidas, de prestação de caução, ainda que não tenha sido pago o respectivo prémio. 8. Todas as despesas derivadas da prestação das cauções são da responsabilidade do concessionário. CLÁUSULA 14.ª - DOCUMENTOS DE HABILITAÇÃO 1. O adjudicatário deve entregar, no prazo de 10 (dez) dias úteis, a contar da notificação da decisão de adjudicação, os seguintes documentos: a) Declaração a que se refere a alínea a) do n.º 1 do artigo 81.º do CCP, conforme modelo constante do anexo II ao presente programa do procedimento; b) Documentos comprovativos de que não se encontra nas situações previstas nas alíneas b), d), e) e i) do art. 55.º do Código dos Contratos Públicos, os quais deverão obedecer ao previsto no artigo 83º-A do CCP. c) Certidão do registo comercial, com todas as inscrições em vigor, para identificação dos titulares dos órgãos sociais de administração, direcção ou gerência que se encontrem em efectividade de funções; d) Documento comprovativo da validade do contrato de seguro de acidentes de trabalho do respectivo pessoal e do seguro de responsabilidade civil de exploração. Página 7 de 20

8 e) Alvarás e licenças afetas ao licenciamento da atividade exercida pelos concorrentes; 2. Todos os documentos de habilitação do concessionário devem ser redigidos em língua portuguesa. 3. Quando, pela sua própria natureza ou origem, os documentos de habilitação estiverem redigidos em língua estrangeira, deve o concessionário fazê-los acompanhar de tradução devidamente legalizada. 4. O adjudicatário deve apresentar reprodução dos documentos de habilitação referidos nos números anteriores, através de correio electrónico ou 5. O adjudicatário pode, em substituição da reprodução dos documentos referidos no número anterior, indicar à entidade adjudicante o endereço do sítio da internet onde aqueles podem ser consultados, bem como a informação necessária a essa consulta, desde que os referidos sitio e documentos dele constantes estejam redigidos em língua portuguesa. 6. Poderá ainda o adjudicatário prestar consentimento, nos termos da lei, para a consulta da informação relativa a qualquer destes documentos. 7. Verificando-se irregularidades nos documentos apresentados, será concedido um prazo de 5 (cinco) dias úteis para a respectiva supressão. CLÁUSULA 15.ª - REDUÇÃO DO CONTRATO A ESCRITO 1. Salvo nos casos previstos no art. 95.º do CCP, o contrato deve ser reduzido a escrito através da elaboração de um clausulado em suporte papel ou em suporte informático com a aposição de assinaturas electrónicas. 2. Salvo disposição em contrário constante do programa do procedimento, as despesas e os encargos inerentes à redução do contrato a escrito são da responsabilidade da entidade adjudicante, com excepção dos impostos legalmente devidos pelo concessionário. CLÁUSULA 16.ª - SIGILO O concessionário garantirá o sigilo quanto a informações que os seus técnicos venham a ter conhecimento relacionadas com a atividade da entidade adjudicante. CLÁUSULA 17.ª - PRAZO DE VIGÊNCIA A concessão de exploração do estabelecimento da cafetaria/pastelaria do piso -1 e da cafetaria/snack-bar, do piso 0, da Unidade de Portimão do Centro Hospitalar do Algarve, EPE, é por um período de cinco anos após a celebração do contrato. Página 8 de 20

9 CLÁUSULA 18.ª - PREVALÊNCIA As normas do presente programa prevalecem sobre quaisquer indicações constantes do anúncio com elas desconformes. CLÁUSULA 19.ª - PRAZO DA OBRIGAÇÃO DE MANUTENÇÃO DAS PROPOSTAS O prazo de manutenção das propostas é de 120 dias, a contar da data do termo do prazo fixado para a apresentação de propostas. CLÁUSULA 20.ª - LEGISLAÇÃO APLICÁVEL Em tudo o omisso no presente Programa de Concurso e em Caderno de Encargos, aplica-se a legislação em vigor, designadamente o Código dos Contratos Públicos, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 18/2008, de 29 de Janeiro, com as alterações subsequentes. Página 9 de 20

10 ANEXO I Modelo de declaração [a que se refere a alínea a) do n.º 1 do artigo 57.º do CCP] 1... (nome, número de documento de identificação e morada), na qualidade de representante legal de (1) (firma, número de identificação fiscal e sede ou, no caso de agrupamento concorrente, firmas, números de identificação fiscal e sedes), tendo tomado inteiro e perfeito conhecimento do caderno de encargos relativo à execução do contrato a celebrar na sequência do procedimento de (designação ou referência ao procedimento em causa), declara, sob compromisso de honra, que a sua representada (2) se obriga a executar o referido contrato em conformidade com o conteúdo do mencionado caderno de encargos, relativamente ao qual declara aceitar, sem reservas, todas as suas cláusulas. 2 Declara também que executará o referido contrato nos termos previstos nos seguintes documentos, que junta em anexo (3): a)... b)... 3 Declara ainda que renuncia a foro especial e se submete, em tudo o que respeitar à execução do referido contrato, ao disposto na legislação portuguesa aplicável. 4 Mais declara, sob compromisso de honra, que: a) Não se encontra em estado de insolvência, em fase de liquidação, dissolução ou cessação de actividade, sujeita a qualquer meio preventivo de liquidação de patrimónios ou em qualquer situação análoga, nem tem o respectivo processo pendente; b) Não foi condenado(a) por sentença transitada em julgado por qualquer crime que afecte a sua honorabilidade profissional (4) [ou os titulares dos seus órgãos sociais de administração, direcção ou gerência não foram condenados por qualquer crime que afecte a sua honorabilidade profissional (5)] (6); c) Não foi objecto de aplicação de sanção administrativa por falta grave em matéria profissional (7) [ou os titulares dos seus órgãos sociais de administração, direcção ou gerência não foram objecto de aplicação de sanção administrativa por falta grave em matéria profissional (8)] (9); d) Tem a sua situação regularizada relativamente a contribuições para a segurança social em Portugal (ou no Estado de que é nacional ou no qual se situe o seu estabelecimento principal) (10); e) Tem a sua situação regularizada relativamente a impostos devidos em Portugal (ou no Estado de que é nacional ou no qual se situe o seu estabelecimento principal) (11); f) Não foi objeto de aplicação da sanção acessória prevista na alínea e) do n.º 1 do artigo 21.º do Decreto-Lei nº 433/82, de 27 de Outubro, na alínea b) do n.º 1 do artigo 71.º da Lei n.º 19/2012, de 8 de Maio, e no n.º 1 do artigo 460.º do CCP, durante o período de inabilidade fixado na decisão condenatória; g) Não foi objecto de aplicação da sanção acessória prevista na alínea b) do n.º 2 do artigo 562.º do Código do Trabalho, aprovado pela Lei n.º7/2009, de 12 de Fevereiro (13); Página 10 de 20

11 h) Não foi objecto de aplicação, há menos de dois anos, de sanção administrativa ou judicial pela utilização ao seu serviço de mão -de -obra legalmente sujeita ao pagamento de impostos e contribuições para a segurança social, não declarada nos termos das normas que imponham essa obrigação, em Portugal (ou no Estado de que é nacional ou no qual se situe o seu estabelecimento principal) (14); i) Não foi condenado(a) por sentença transitada em julgado por algum dos seguintes crimes (15) [ou os titulares dos seus órgãos sociais de administração, direcção ou gerência não foram condenados por alguns dos seguintes crimes (16)] (17): i) Participação em actividades de uma organização criminosa, tal como definida no n.º 1 do artigo 2.º da Acção Comum n.º 98/773/JAI, do Conselho; ii) Corrupção, na acepção do artigo 3.º do Acto do Conselho de 26 de Maio de 1997 e do n.º 1 do artigo 3.º da Acção Comum n.º 98/742/JAI, do Conselho; iii) Fraude, na acepção do artigo 1.º da Convenção relativa à Protecção dos Interesses Financeiros das Comunidades Europeias; iv) Branqueamento de capitais, na acepção do artigo 1.º da Directiva n.º 91/308/CEE, do Conselho, de 10 de Junho, relativa à prevenção da utilização do sistema financeiro para efeitos de branqueamento de capitais; j) Não prestou, a qualquer título, directa ou indirectamente, assessoria ou apoio técnico na preparação e elaboração das peças do procedimento que lhes confira vantagem que falseie as condições normais de concorrência. 5 O declarante tem pleno conhecimento de que a prestação de falsas declarações implica, consoante o caso, a exclusão da proposta apresentada ou a caducidade da adjudicação que eventualmente sobre ela recaia e constitui contra -ordenação muito grave, nos termos do artigo 456.ºdo Código dos Contratos Públicos, a qual pode determinar a aplicação da sanção acessória de privação do direito de participar, como candidato, como concorrente ou como membro de agrupamento candidato ou concorrente, em qualquer procedimento adoptado para a formação de contratos públicos, sem prejuízo da participação à entidade competente para efeitos de procedimento criminal. 6 Quando a entidade adjudicante o solicitar, o concorrente obriga -se, nos termos do disposto no artigo 81.º do Código dos Contratos Públicos, a apresentar a declaração que constitui o anexo II do referido Código, bem como os documentos comprovativos de que se encontra nas situações previstas nas alíneas b), d), e) e i) do n.º 4 desta declaração. 7 O declarante tem ainda pleno conhecimento de que a não apresentação dos documentos solicitados nos termos do número anterior, por motivo que lhe seja imputável, determina a caducidade da adjudicação que eventualmente recaia sobre a proposta apresentada e constitui contra -ordenação muito grave, nos termos do artigo 456.º do Código dos Contratos Públicos, a qual pode determinar a aplicação da sanção acessória de privação do direito de participar, como candidato, como concorrente ou como membro de agrupamento candidato ou concorrente, em qualquer procedimento adoptado para a formação de contratos públicos, sem prejuízo da participação à entidade competente para efeitos de procedimento criminal. Página 11 de 20

12 ... (local),... (data),... [assinatura (18)]. (1) Aplicável apenas a concorrentes que sejam pessoas colectivas. (2) No caso de o concorrente ser uma pessoa singular, suprimir a expressão «a sua representada». (3) Enumerar todos os documentos que constituem a proposta, para além desta declaração, nos termos do disposto nas alíneas b), c) e d) do n.º 1 e nos n.os 2 e 3 do artigo 57.º (4) Indicar se, entretanto, ocorreu a respectiva reabilitação. (5) Indicar se, entretanto, ocorreu a respectiva reabilitação. (6) Declarar consoante o concorrente seja pessoa singular ou pessoa colectiva. (7) Indicar se, entretanto, ocorreu a respectiva reabilitação. (8) Indicar se, entretanto, ocorreu a respectiva reabilitação. (9) Declarar consoante o concorrente seja pessoa singular ou pessoa colectiva. (10) Declarar consoante a situação. (11) Declarar consoante a situação. (12) Indicar se, entretanto, decorreu o período de inabilidade fixado na decisão condenatória. (13) Indicar se, entretanto, decorreu o período de inabilidade fixado na decisão condenatória. (14) Declarar consoante a situação. (15) Indicar se, entretanto, ocorreu a sua reabilitação. (16) Indicar se, entretanto, ocorreu a sua reabilitação. (17) Declarar consoante o concorrente seja pessoa singular ou pessoa colectiva. (18) Nos termos do disposto nos n.os 4 e 5 do artigo 57.º Página 12 de 20

13 ANEXO II (a que se refere a cláusula 10ª do Programa do Procedimento) MODELO DE AVALIAÇÃO DE PROPOSTAS Critério de Adjudicação (CA): A adjudicação é feita segundo o critério da proposta economicamente mais vantajosa para o CHALGARVE, E.P.E., de acordo com o seguinte modelo de avaliação de propostas: CA= Renda Mensal x (55%) + Qualidade da proposta [Organização funcional do espaço x (15%) + Decoração do espaço x (15%) + Qualidade dos equipamentos x (15%)] x (45%) Renda Mensal: Pontuação de acordo com o estabelecido no quadro. Qualidade da Proposta: pontuação atribuída de acordo com a fórmula indicada. Escala de pontuação utilizada: 25 a 100 pontos, com arredondamento às centésimas 1 Quanto à renda mensal as propostas serão avaliadas de acordo com as seguintes características: Renda mensal Cotação 3.000, ,00 e < 3.000, ,00 e < 2.500, ,62 e < 2.000,00 25 Página 13 de 20

14 ANEXO III Atributos a indicar obrigatoriamente na proposta [aspectos da execução do contrato submetidos à concorrência, a que se refere a alínea b) do n.º 1 do art. 5.º do Programa de Procedimento] 1. Renda mensal a) Valor da renda mensal, actualizável anualmente, a pagar ao CHALGARVE. 2. Qualidade da proposta a) Proposta de alteração do lay-out com apresentação de memória descritiva da zona de armazenamento, preparação, confecção e vestiários. b) Proposta de decoração do espaço. c) Memória descritiva de equipamentos. d) Planta com alterações. Página 14 de 20

15 Anexo IV - Modelo de declaração [a que se refere a alínea a) do n.º 1 do artigo 81.º do CCP] 1... (nome, número de documento de identificação e morada), na qualidade de representante legal de(1)... (firma, número de identificação fiscal e sede ou, no caso de agrupamento concorrente, firmas, números de identificação fiscal e sedes), adjudicatário(a) no procedimento de... (designação ou referência ao procedimento em causa), declara, sob compromisso de honra, que a sua representada (2): a) Não se encontra em estado de insolvência, em fase de liquidação, dissolução ou cessação de actividade, sujeita a qualquer meio preventivo de liquidação de patrimónios ou em qualquer situação análoga, nem tem o respectivo processo pendente; b) Não foi objecto de aplicação de sanção administrativa por falta grave em matéria profissional (3) [ou os titulares dos seus órgãos sociais de administração, direcção ou gerência não foram objecto de aplicação de sanção administrativa por falta grave em matéria profissional (4)] (5); c) Tenham sido objeto de aplicação da sanção acessória prevista na alínea e) do n.º 1 do artigo 21.º do Decreto-Lei nº 433/82, de 27 de Outubro, na alínea b) do n.º 1 do artigo 71.º da Lei n.º 19/2012, de 8 de Maio, e no n.º 1 do artigo 460.º do Código dos Contratos Públicos, durante o período de inabilidade fixado na decisão condenatória; (6); d) Não foi objecto de aplicação da sanção acessória prevista na alínea b) do n.º 1 do artigo 627.º do Código do Trabalho (7); e) Não foi objecto de aplicação, há menos de dois anos, de sanção administrativa ou judicial pela utilização ao seu serviço de mão -de -obra legalmente sujeita ao pagamento de impostos e contribuições para a segurança social, não declarada nos termos das normas que imponham essa obrigação, em Portugal (ou no Estado de que é nacional ou no qual se situe o seu estabelecimento principal) (8); f) Não prestou, a qualquer título, directa ou indirectamente, assessoria ou apoio técnico na preparação e elaboração das peças do procedimento que lhes confira vantagem que falseie as condições normais de concorrência. 2 O declarante junta em anexo [ou indica... como endereço do sítio da Internet onde podem ser consultados (9)] os documentos comprovativos de que a sua representada (10) não se encontra nas situações previstas nas alíneas b), d), e) e i) do artigo 55.º do Código dos Contratos Públicos. 3 O declarante tem pleno conhecimento de que a prestação de falsas declarações implica a caducidade da adjudicação e constitui contra -ordenação muito grave, nos termos do artigo 456.º do Código dos Contratos Públicos, a qual pode determinar a aplicação da sanção acessória de privação do direito de participar, como candidato, como concorrente ou como membro de agrupamento candidato ou concorrente, em qualquer procedimento adoptado para a formação de contratos públicos, sem prejuízo da participação à entidade competente para efeitos de procedimento criminal.... (local),... (data),... [assinatura (11)]. Página 15 de 20

16 (1) Aplicável apenas a concorrentes que sejam pessoas colectivas. (2) No caso de o concorrente ser uma pessoa singular, suprimir a expressão «a sua representada». (3) Indicar se, entretanto, ocorreu a respectiva reabilitação. (4) Indicar se, entretanto, ocorreu a respectiva reabilitação. (5) Declarar consoante o concorrente seja pessoa singular ou pessoa colectiva. (6) Indicar se, entretanto, decorreu o período de inabilidade fixado na decisão condenatória. (7) Indicar se, entretanto, decorreu o período de inabilidade fixado na decisão condenatória. (8) Declarar consoante a situação. (9) Acrescentar as informações necessárias à consulta, se for o caso. (10) No caso de o concorrente ser uma pessoa singular, suprimir a expressão «a sua representada». (11) Nos termos do disposto nos n.os 4 e 5 do artigo 57. Página 16 de 20

17 Anexo V Modelo de guia de depósito bancário O depósito em dinheiro será efectuado no Banco, à ordem do Centro Hospitalar do Algarve, EPE, mediante guia do seguinte modelo: Guia de depósito Euros Vai (nome do concessionário), com sede em (morada), depositar na (sede, filial, agência ou delegação) do Banco a quantia de (por algarismos e por extenso) em dinheiro, como caução exigida para o Concurso Público para a «Aquisição de», promovido pelo Centro Hospitalar do Algarve, EPE, nos termos do respectivo Programa do Concurso. Este depósito, sem reservas, fica à ordem do Centro Hospitalar do Algarve, EPE, a quem deve ser remetido o respectivo conhecimento. (Local e data) (Assinatura) Página 17 de 20

18 Anexo VI Garantia Bancária Ao Centro Hospitalar do Algarve, EPE: O (Banco), com sede em (morada), com o capital social de (capital social), pessoa colectiva número (número de identificação de pessoa colectiva), representado por (representante(s) e respectiva(s) identificação (ões)), vem prestar, por conta e a pedido de (nome do concessionário), com sede em (morada), como concessionário do Concurso Público para a «Aquisição de», promovido pelo Centro Hospitalar do Algarve, EPE, garantia bancária autónoma, irrevogável, incondicional e à primeira solicitação, a favor do Centro Hospitalar do Algarve, EPE, até ao valor de Euros (repetir por extenso), em caução do bom e pontual cumprimento por aquele das obrigações decorrentes do Caderno de Encargos. Em consequência, este Banco constitui-se devedor e principal pagador em dinheiro, ao Centro Hospitalar do Algarve, EPE, até àquele valor sem reservas, e para todos os efeitos legais, de todas e quaisquer importâncias que lhe venham a ser solicitadas por escrito pelo beneficiário, por uma ou mais vezes, à primeira solicitação e are um limite máximo de 48 hora a contar da solicitação, sem questionar da sua justeza, validade, legalidade ou conformidade com o disposto no processo de concurso e documentos a ele anexos, sem possibilidade de alegar qualquer excepção ou meio de defesa contra o Beneficiário que eventualmente pudesse invocar contra o Ordenante e sem dependência de qualquer beneficio de previa excussão dos bens do Ordenante e sem dependência de qualquer autorização ou concordância do Ordenante. Página 18 de 20

19 Quaisquer pagamentos a efectuar por este Banco nos termos da presente Garantia serão processados no prazo máximo acima referido, através de transferência bancária ou qualquer outro meio de pagamento para o efeito especificado na comunicação escrita de solicitação de pagamento que seja efectuada pelo Beneficiário. Esta garantia é de ( euros), e só será cancelada quando o Beneficiário nos comunicar por escrito que cessaram todas as obrigações do caucionado, decorrentes do acima especificado, o que deverá ser feito de acordo com o estabelecido no Caderno de Encargos do referido concurso público. Caso alguma das disposições da presente Garantia se torne ou venha a ser julgada nula, ilegal ou por qualquer forma inválida, tal nulidade, ilegalidade ou invalidade não afectará a validade e vigência das restantes disposições, com as adaptações que se revelarem necessárias. (Local e data) (Assinatura) Página 19 de 20

20 ANEXO VII - Modelo de Seguro-Caução A (companhia de seguros), com sede (morada) presta a favor do Centro Hospitalar do Algarve, EPE, e ao abrigo de contrato de seguro-caução celebrado com (tomador de seguro), garantia à primeira solicitação no valor de correspondente à caução prevista no Programa de Concurso, destinada a garantir o bom e integral cumprimento das obrigações que (concessionário), com sede (morada), assumirá no contrato que com ele o Centro Hospitalar do Algarve, EPE, vai celebrar, o qual tem por objecto a «Aquisição de» e é regulado nos termos da legislação portuguesa aplicável. A companhia de seguros obriga-se a pagar aquela quantia nos cinco dias úteis seguintes à primeira solicitação do Centro Hospitalar do Algarve, EPE, sem que este tenha que justificar o pedido e sem que a primeira pessoa possa invocar em seu beneficio quaisquer meios de defesa relacionados com o contrato atrás identificado ou com o cumprimento das obrigações que (o concessionário) assume com a celebração do respectivo contrato. A companhia de seguros não pode opor ao Centro Hospitalar do Algarve, EPE, quaisquer excepções relativas ao contrato de seguro-caução celebrado com o tomador do seguro. Caso alguma das disposições da presente Garantia se torne ou venha a ser julgada nula, ilegal ou por qualquer forma inválida, tal nulidade, ilegalidade ou invalidade não afectará a validade e vigência das restantes disposições, com adaptações que se revelarem necessárias A presente garantia, à primeira solicitação, não pode em qualquer circunstância ser revogada ou denunciada, mantendo-se em vigor até à sua extinção ou cancelamento, nos termos previstos no contrato e na legislação aplicável. (Local e data) (Assinatura) Página 20 de 20

PROGRAMA DO CONCURSO. CONCURSO PÚBLICO n.º 1/2010

PROGRAMA DO CONCURSO. CONCURSO PÚBLICO n.º 1/2010 PROGRAMA DO CONCURSO CONCURSO PÚBLICO n.º 1/2010 FORNECIMENTO DE REFEIÇÕES PARA ESCOLAS DO 1º CICLO E JARDINS- DE-INFÂNCIA DO MUNICÍPIO DE SOBRAL DE MONTE AGRAÇO Aquisição de Serviços - Fornecimento de

Leia mais

INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP, DURANTE O ANO DE 2014

INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP, DURANTE O ANO DE 2014 INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO CONCURSO PÚBLICO N.º 1900614 MANUTENÇÃO DA FROTA AUTOMÓVEL DO INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP, DURANTE O ANO DE 2014 PROGRAMA DO

Leia mais

Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para a prestação do serviço de seguro automóvel

Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para a prestação do serviço de seguro automóvel Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para a prestação do serviço de seguro automóvel Convite à apresentação de propostas ANCP Outubro de 2010 Índice Artigo 1.º Objecto

Leia mais

E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP N.º 1200115

E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP N.º 1200115 INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL N.º 1200115 AQUISIÇÃO DE: Material de Consumo Clínico Laminas para Conexão Estéril para Tubuladuras durante o ano 2015

Leia mais

Convite à apresentação de propostas

Convite à apresentação de propostas Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para o fornecimento de veículos automóveis e motociclos e aluguer operacional de veículos Convite à apresentação de propostas

Leia mais

Procedimento n.º 18/2015/DGF-A. Convite para Aquisição de Ambulância Tipo B

Procedimento n.º 18/2015/DGF-A. Convite para Aquisição de Ambulância Tipo B Procedimento n.º 18/2015/DGF-A Convite para Aquisição de Ambulância Tipo B Índice 1. Entidades 3 2. Decisão de contratar e de autorização da despesa 3 3. Preço base 3 4. Proposta 4 5. Apresentação da proposta

Leia mais

Ajuste Directo. (alínea a) do n.º 1 do artigo 20º do CCP) Procedimento 03/2015

Ajuste Directo. (alínea a) do n.º 1 do artigo 20º do CCP) Procedimento 03/2015 Ajuste Directo (alínea a) do n.º 1 do artigo 20º do CCP) Procedimento 03/2015 Aquisição de Serviços de Criação de imagem e Fornecimento de Material de divulgação da oferta comercial CADERNO DE ENCARGOS

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL N.º1-1004/15

CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL N.º1-1004/15 CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL N.º1-1004/15 AQUISIÇÃO DE REAGENTES PARA PESQUISA DE ÁCIDOS NUCLEICOS VIRAIS HIV½/HCV/HBV PARA O INTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP, DURANTE O ANO 2015

Leia mais

Ajuste Directo. (alínea a) do n.º 1 do artigo 20º do CCP) Procedimento 02/2015

Ajuste Directo. (alínea a) do n.º 1 do artigo 20º do CCP) Procedimento 02/2015 Ajuste Directo (alínea a) do n.º 1 do artigo 20º do CCP) Procedimento 02/2015 Aquisição de Serviços de Social Media Marketing e de Criação de espaços virtuais de divulgação CADERNO DE ENCARGOS INDICE CADERNO

Leia mais

CONVITE PROCEDIMENTO DE AJUSTE DIRETO PARA A CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DOS SERVIÇOS DE BAR FUNDAÇÃO DE SERRALVES

CONVITE PROCEDIMENTO DE AJUSTE DIRETO PARA A CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DOS SERVIÇOS DE BAR FUNDAÇÃO DE SERRALVES CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DOS SERVIÇOS DE BAR FUNDAÇÃO DE SERRALVES Índice Artigo 1.º Objeto do procedimento de Ajuste Direto Artigo 2.º Entidade adjudicante Artigo 3.º Órgão Competente Para a Decisão de

Leia mais

Concurso público para a aquisição de 14 toneladas de arame queimado para o Município do Funchal

Concurso público para a aquisição de 14 toneladas de arame queimado para o Município do Funchal Concurso público para a aquisição de 14 toneladas de arame queimado para o Município do Funchal PROGRAMA DE CONCURSO - 1 - Índice Artigo 1º Objecto do concurso... Artigo 2º Entidade Adjudicante... Artigo

Leia mais

Município de Alenquer Departamento Administrativo e Financeiro Divisão de Contratação

Município de Alenquer Departamento Administrativo e Financeiro Divisão de Contratação Município de Alenquer Departamento Administrativo e Financeiro Divisão de Contratação CONCESSÃO PARA EXPLORAÇÃO DE TRÊS CAMPOS DE TÉNIS, UM CAMPO POLIVALENTE E UM EDIFÍCIO DE APOIO, SITOS NO PARQUE URBANO

Leia mais

Concurso público para a prestação de serviços de iluminação, som e palco para a Feira do Livro a realizar entre 20 e 29 de Maio de 2011

Concurso público para a prestação de serviços de iluminação, som e palco para a Feira do Livro a realizar entre 20 e 29 de Maio de 2011 Concurso público para a prestação de serviços de iluminação, som e palco para a Feira do Livro a realizar entre 20 e 29 de Maio de 2011 Programa de concurso CMF Abril de 2011 Programa de concurso Pág.

Leia mais

ASSUNTO: Convite para apresentação de proposta Ajuste Direto para Fornecimento de Material de Informático: Toners e Tinteiros Nº 4/2012-2013

ASSUNTO: Convite para apresentação de proposta Ajuste Direto para Fornecimento de Material de Informático: Toners e Tinteiros Nº 4/2012-2013 À BELTRÃO COELHO Parque Empresarial da Madalena Rua Maurício L. de Oliveira, 158 4405-034 Vila Nova de Gaia Porto, 30 de Agosto de 2012 ASSUNTO: Convite para apresentação de proposta Ajuste Direto para

Leia mais

Procedimento n.º 09/2015/DGF-A. Convite para Aquisição de Serviços de Patrocínio Judiciário e Assessoria Jurídica na Modalidade de Avença

Procedimento n.º 09/2015/DGF-A. Convite para Aquisição de Serviços de Patrocínio Judiciário e Assessoria Jurídica na Modalidade de Avença Procedimento n.º 09/2015/DGF-A Convite para Aquisição de Serviços de Patrocínio Judiciário e Assessoria Jurídica na Modalidade de Avença Índice 1. Entidades... 3 2. Decisão de contratar e de autorização

Leia mais

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÁO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONOMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CONVITE AJUSTE DIRETO

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÁO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONOMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CONVITE AJUSTE DIRETO UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÁO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONOMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CONVITE AJUSTE DIRETO Contrato de Prestação de Serviço por Tarefa, de um Calceteiro, com

Leia mais

Concurso Público N.º 02/2008 Í N D I C E

Concurso Público N.º 02/2008 Í N D I C E Concurso Público N.º 02/2008!"!#$%%& Í N D I C E P R O G R A M A D E C O N C U R S O SECÇÃO I - D I S P O S I Ç Õ E S G E R A I S...................................................... 4 A r t i g o 1.

Leia mais

PROGRAMA DE CONCURSO CONCESSÃO E EXPLORAÇÃO DE UMA LOJA NO CAIS DE MERCADORIAS DA REFER DESTINADAS À INSTALAÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE BEBIDAS-B4

PROGRAMA DE CONCURSO CONCESSÃO E EXPLORAÇÃO DE UMA LOJA NO CAIS DE MERCADORIAS DA REFER DESTINADAS À INSTALAÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE BEBIDAS-B4 PROGRAMA DE CONCURSO CONCESSÃO E EXPLORAÇÃO DE UMA LOJA NO ESTABELECIMENTOS DE BEBIDAS-B4 ÍNDICE Entidade promotora... 3 Objeto... 3 Local e modo de apresentação de candidaturas... 3 Valor base do procedimento...

Leia mais

Artecimel- Ruas e Neves, Lda Junto ao IC2 3105-238 Meirinhas

Artecimel- Ruas e Neves, Lda Junto ao IC2 3105-238 Meirinhas Município de Condeixa-a-Nova Largo Artur Barreto 3150-124 Condeixa-a-Nova Telef. 239949120 Fax 239945445 www.cm-condeixa.pt geral@cm-condeixa.pt N Verde Serviço de Águas 800 203 683 NIF 501 275 380 Artecimel-

Leia mais

PROGRAMA DE CONCURSO PÚBLICO. Acordo Quadro para o fornecimento de gás natural em regime de mercado livre para Portugal Continental

PROGRAMA DE CONCURSO PÚBLICO. Acordo Quadro para o fornecimento de gás natural em regime de mercado livre para Portugal Continental PROGRAMA DE CONCURSO PÚBLICO Acordo Quadro para o fornecimento de gás natural em regime de mercado livre para Portugal Continental ÍNDICE CAPÍTULO I OBJETO E ÂMBITO DO CONCURSO... 3 Artigo 1.º Identificação

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO N.º 01/14/GJ/DSR/Estudo para a Simplificação Regulatória AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMNISTRATIVA, I.P. PROGRAMA DE PROCEDIMENTO

CONCURSO PÚBLICO N.º 01/14/GJ/DSR/Estudo para a Simplificação Regulatória AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMNISTRATIVA, I.P. PROGRAMA DE PROCEDIMENTO CONCURSO PÚBLICO N.º 01/14/GJ/DSR/Estudo para a Simplificação Regulatória AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMNISTRATIVA, I.P. PROGRAMA DE PROCEDIMENTO CONCURSO PÚBLICO PARA A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS PARA ELABORAÇÃO

Leia mais

ATRIBUIÇÃO DE DIREITOS DE EXPLORAÇÃO DE DIVERSOS ESPAÇOS DESTINADOS A ATIVIDADE COMERCIAL NO MERCADO MUNICIPAL DA PENTEADA

ATRIBUIÇÃO DE DIREITOS DE EXPLORAÇÃO DE DIVERSOS ESPAÇOS DESTINADOS A ATIVIDADE COMERCIAL NO MERCADO MUNICIPAL DA PENTEADA ATRIBUIÇÃO DE DIREITOS DE EXPLORAÇÃO DE DIVERSOS ESPAÇOS DESTINADOS A ATIVIDADE COMERCIAL NO MERCADO MUNICIPAL DA PENTEADA PROGRAMA DO PROCEDIMENTO Página 1 de 18 Índice Artigo 1.º Objeto do concurso Artigo

Leia mais

PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO Nº 04/SRLF/UI/2014 MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA GUARDA NACIONAL REPUBLICANA UNIDADE DE INTERVENÇÃO CONCURSO PÚBLICO

PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO Nº 04/SRLF/UI/2014 MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA GUARDA NACIONAL REPUBLICANA UNIDADE DE INTERVENÇÃO CONCURSO PÚBLICO MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA GUARDA NACIONAL REPUBLICANA UNIDADE DE INTERVENÇÃO CONCURSO PÚBLICO N.º 04/SRLF/UI/2014 PROGRAMA SECÇÃO I Disposições Gerais Artigo 1.º Objeto do concurso 1. O presente

Leia mais

Edital n.º 49/2008. O Presidente da Câmara Municipal de Sines. Manuel Coelho Carvalho

Edital n.º 49/2008. O Presidente da Câmara Municipal de Sines. Manuel Coelho Carvalho MUNICíPIO DE SINES Câmara Municipal Edital n.º 49/2008 Manuel Coelho Carvalho, Presidente da Câmara Municipal de Sines, no uso da competência que lhe confere a alínea v) do n.º 1 do art. 68º do D.L. 169/99

Leia mais

ASSUNTO: Convite para apresentação de proposta Ajuste Directo para Fornecimento de Material de Escritório Nº 3/ 2012-2013

ASSUNTO: Convite para apresentação de proposta Ajuste Directo para Fornecimento de Material de Escritório Nº 3/ 2012-2013 À JOBRILE, LDA. Rua Monte dos Congregados, 70 4000-338 Porto Porto, 30 de Agosto de 2012 ASSUNTO: Convite para apresentação de proposta Ajuste Directo para Fornecimento de Material de Escritório Nº 3/

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA ARRENDAMENTO COMERCIAL SAZONAL DO ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO/BEBIDAS DO PARQUE MANUEL DE CASTRO, EM CUBA

CONCURSO PÚBLICO PARA ARRENDAMENTO COMERCIAL SAZONAL DO ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO/BEBIDAS DO PARQUE MANUEL DE CASTRO, EM CUBA CONCURSO PÚBLICO PARA ARRENDAMENTO COMERCIAL SAZONAL DO ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO/BEBIDAS DO PARQUE MANUEL DE CASTRO, EM CUBA PROGRAMA DE CONCURSO 1- ENTIDADE ADJUDICANTE: Entidade pública adjudicante

Leia mais

INSTITUTO HIDROGRÁFICO

INSTITUTO HIDROGRÁFICO S. R. Ministério da Defesa Nacional INSTITUTO HIDROGRÁFICO CONCURSO PÚBLICO N.º 02/2010 AQUISIÇÃO DE UM SISTEMA DE RADAR HF PARA MEDIÇÃO DE CORRENTES SUPERFICIAIS E ONDULAÇÃO (Radar HF) PROGRAMA DO CONCURSO

Leia mais

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL PROGRAMA DO PROCEDIMENTO CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE RECOLHA E TRANSPORTE A DESTINO FINAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS, LAVAGEM, MANUTENÇÃO, FORNECIMENTO E COLOCAÇÃO DE CONTENTORES

Leia mais

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CONVITE AJUSTE DIRETO

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CONVITE AJUSTE DIRETO UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CONVITE AJUSTE DIRETO Prestação de serviços de vigilância e segurança para as Festas de Santo

Leia mais

Programa do Concurso. 5 Prazo para apresentação de documentos de habilitação pelo adjudicatário

Programa do Concurso. 5 Prazo para apresentação de documentos de habilitação pelo adjudicatário Programa do Concurso 1 Objeto do concurso 2 Entidade Adjudicante 3 Decisão de contratar 4 Documentos de habilitação 5 Prazo para apresentação de documentos de habilitação pelo adjudicatário 6 Documentos

Leia mais

AJUSTE DIRECTO CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA

AJUSTE DIRECTO CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA AJUSTE DIRECTO CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS PARA A MANUTENÇÃO DE ESPAÇOS VERDES NA FREGUESIA 1 ÍNDICE 1. Objecto do Concurso 2. Entidade Adjudicante 3. Órgão que tomou a decisão

Leia mais

o concurso público com publicação no Diário da República parafornecimento acondicionamento e entrega

o concurso público com publicação no Diário da República parafornecimento acondicionamento e entrega S.~~~R. RAM,;jtÀÇ'ÀÕ'OECURSOSHUM'..NOS RE G I Ã O AUTÓNO MA DA M AD E IRA GOVERNO REGIONAL SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE PONTA DO SOL ESTRADA DO V CENTENÁRIO,

Leia mais

PROGRAMA DO CONCURSO CONCURSO PÚBLICO

PROGRAMA DO CONCURSO CONCURSO PÚBLICO ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SAÚDE DO NORTE, I.P. PROGRAMA DO CONCURSO CONCURSO PÚBLICO Aquisição de Serviços de Consultoria para Apoio à Implementação do Modelo Logístico e redesenho da Cadeia Logística

Leia mais

PROGRAMA DE CONCURSO PÚBLICO. Acordo Quadro para o fornecimento de eletricidade em regime de mercado livre para Portugal Continental

PROGRAMA DE CONCURSO PÚBLICO. Acordo Quadro para o fornecimento de eletricidade em regime de mercado livre para Portugal Continental PROGRAMA DE CONCURSO PÚBLICO Acordo Quadro para o fornecimento de eletricidade em regime de mercado livre para Portugal Continental ÍNDICE CAPÍTULO I OBJETO E ÂMBITO DO CONCURSO... 3 Artigo 1.º Identificação

Leia mais

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO CONCURSO PÚBLICO PARA A Prestação de Serviços de Transporte da População Escolar Ano letivo 2013/2014 PROGRAMA DO PROCEDIMENTO Câmara Municipal de Arouca maio 2013 1 PROGRAMA DO PROCEDIMENTO Artigo 1.º

Leia mais

wmunicípio de Condeixa-a-Nova

wmunicípio de Condeixa-a-Nova wmunicípio de Condeixa-a-Nova Largo Artur Barreto 3150-124 Condeixa-a-Nova Telef. 239 949 120 Fax 239 945 445 www.cm-condeixa.pt geral@cm-condeixa.pt N Verde Serviço de Águas 800 203 683 NIF 501 275 380

Leia mais

Concurso Público. Prestação de Serviços: Contratação de Serviços de Confecção e Fornecimento de Refeições Escolares. Proc. n.

Concurso Público. Prestação de Serviços: Contratação de Serviços de Confecção e Fornecimento de Refeições Escolares. Proc. n. Concurso Público Prestação de Serviços: Contratação de Serviços de Confecção e Fornecimento de Refeições Escolares Proc. n.º 29/2011/ DAGF Alínea b) do n.º1 do art.º 20 e art.º 130.º e seguintes do Código

Leia mais

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CONVITE AJUSTE DIRETO

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CONVITE AJUSTE DIRETO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CONVITE AJUSTE DIRETO Aquisição de ferramentas, utensílios e produtos fitofarmacêuticos para o serviço de Espaços Verdes SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO-

Leia mais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Programa de Concurso Concurso Público Aquisição de Simuladores Diversos para a Faculdade de Ciências da Saúde ÍNDICE GERAL DO PROGRAMA DO CONCURSO Artigo 1º Objecto do concurso Artigo 2º Entidade pública

Leia mais

Concurso Público Urgente N.º 10001016 Página 1

Concurso Público Urgente N.º 10001016 Página 1 CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PARA O CENTRO HOSPITALAR DE LISBOA CENTRAL, E.P.E. CONCURSO PÚBLICO N.º 1-0-0010/2016 PROGRAMA DO PROCEDIMENTO Artigo 1.º Entidade adjudicante

Leia mais

À Firma. À Firma. À firma

À Firma. À Firma. À firma À Firma À Firma À firma Sua Referência Sua Comunicação de Nossa Referência Data Assunto: Convite para apresentação de proposta. Ajuste Directo n.º 6/2009. Em cumprimento do disposto no artigo 115.º do

Leia mais

Município de Alcácer do Sal

Município de Alcácer do Sal Município de Alcácer do Sal Divisão de Planeamento e Gestão Urbanística CONCURSO PÚBLICO CONCESSÃO PARA EXPLORAÇÃO DO QUIOSQUE NA MARGEM SUL PROGRAMA DE PROCEDIMENTO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Objecto: Concessão

Leia mais

Concurso público urgente n.º 01/2012 Programa de concurso CONCURSO PÚBLICO URGENTE PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES DE VOZ E DADOS

Concurso público urgente n.º 01/2012 Programa de concurso CONCURSO PÚBLICO URGENTE PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES DE VOZ E DADOS CONCURSO PÚBLICO URGENTE PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES DE VOZ E DADOS PROGRAMA DE CONCURSO ÍNDICE Artigo 1.º - Identificação e objeto do concurso Artigo 2.º - Entidade adjudicante Artigo

Leia mais

Estruturas metálicas para cobertura Telescópio - Darksky - Cumeada

Estruturas metálicas para cobertura Telescópio - Darksky - Cumeada UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO CONVITE AJUSTE DIRETO Estruturas metálicas para cobertura Telescópio - Darksky - Cumeada r ===--'' """"'-= ~,~-..._!> t '"'Monsaraz EUROPE:IA

Leia mais

CONVITE AJUSTE DIRETO N.º 04/ENB/2012

CONVITE AJUSTE DIRETO N.º 04/ENB/2012 CONVITE AJUSTE DIRETO N.º 04/ENB/2012 RELATIVO A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉCTRICA DE BAIXA TENSÃO PARA AS INSTALAÇÕES DO CENTRO DE FORMAÇÃO DE SINTRA DA ESCOLA NACIONAL DE BOMBEIROS.

Leia mais

PROGRAMA DE PROCEDIMENTO

PROGRAMA DE PROCEDIMENTO PROCEDIMENTO POR NEGOCIAÇÃO, COM PUBLICAÇÃO PRÉVIA DE ANÚNCIO, PARA ARRENDAMENTO, COM OPÇÃO DE COMPRA, PARA FINS NÃO HABITACIONAIS, DESIGNADAMENTE PARA A INSTALAÇÃO DE UM EMPREENDIMENTO TURÍSTICO HOTELEIRO,

Leia mais

Concurso Público com Publicação em Jornal Oficial da União Europeia

Concurso Público com Publicação em Jornal Oficial da União Europeia 1 C Â M A R A MU N I C I P A L D E L I S B O A Concurso Público com Publicação em Jornal Oficial da União Europeia Fornecimento Gás Natural para as instalações e equipamentos do Município de Lisboa Procedimento

Leia mais

APSS, SA ADMINISTRAÇÃO DOS PORTOS DE SETÚBAL E SESIMBRA, S.A. AJUSTE DIRETO PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

APSS, SA ADMINISTRAÇÃO DOS PORTOS DE SETÚBAL E SESIMBRA, S.A. AJUSTE DIRETO PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS APSS, SA ADMINISTRAÇÃO DOS PORTOS DE SETÚBAL E SESIMBRA, S.A. AJUSTE DIRETO PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS LEVANTAMENTO TOPOGRÁFICO NA ÁREA ENTRE O TERMINAL SADOPORT E RO RO, NO PORTO DE SETÚBAL. 1 CONVITE

Leia mais

Índice Artigo 1.º Objecto... 3. Artigo 2.º Contrato... 3. Artigo 3.º Obrigações principais do adjudicatário... 4. Artigo 4.º Prazo...

Índice Artigo 1.º Objecto... 3. Artigo 2.º Contrato... 3. Artigo 3.º Obrigações principais do adjudicatário... 4. Artigo 4.º Prazo... Concurso Público para a elaboração do Inventário de Referência das Emissões de CO2 e elaboração do Plano de Acção para a Energia Sustentável do Município do Funchal CADERNO DE ENCARGOS Índice Artigo 1.º

Leia mais

Referência: AEN2ABT N.º 03/2015 CADERNO DE ENCARGOS

Referência: AEN2ABT N.º 03/2015 CADERNO DE ENCARGOS Referência: AEN2ABT N.º 03/2015 CADERNO DE ENCARGOS Aquisição de Serviços de Transporte Escolar em Táxi para a Escola Básica e Secundária Dr. Manuel Fernandes e Escola Básica António Torrado do Agrupamento

Leia mais

1- ENTIDADE ADJUDICANTE:

1- ENTIDADE ADJUDICANTE: CONCURSO PÚBLICO PARA ARRENDAMENTO COMERCIAL DO ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO/BEBIDAS DENOMINADO ADEGA DO ARRUFA, SITO NA TRAVESSA DAS FRANCAS, 3, EM CUBA PROGRAMA DE CONCURSO 1- ENTIDADE ADJUDICANTE:

Leia mais

Anúncio de concurso. Serviços

Anúncio de concurso. Serviços 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:198110-2014:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Concurso n.o 06A50/2014/M032 Contrato-quadro de serviços para controlo periódico

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA ARRENDAMENTO COMERCIAL SAZONAL DO ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO/BEBIDAS SITO NO PARQUE MANUEL DE CASTRO, EM CUBA

CONCURSO PÚBLICO PARA ARRENDAMENTO COMERCIAL SAZONAL DO ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO/BEBIDAS SITO NO PARQUE MANUEL DE CASTRO, EM CUBA CONCURSO PÚBLICO PARA ARRENDAMENTO COMERCIAL SAZONAL DO ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO/BEBIDAS SITO NO PARQUE MANUEL DE CASTRO, EM CUBA PROGRAMA DE CONCURSO 1- ENTIDADE ADJUDICANTE: Entidade pública adjudicante

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA ADJUDICAÇÃO DO ARRENDAMENTO DO ESTABELECIMENTO DE BEBIDAS LOCALIZADO NO JARDIM PUBLICO DE VENDAS NOVAS

CONCURSO PÚBLICO PARA ADJUDICAÇÃO DO ARRENDAMENTO DO ESTABELECIMENTO DE BEBIDAS LOCALIZADO NO JARDIM PUBLICO DE VENDAS NOVAS CONCURSO PÚBLICO PARA ADJUDICAÇÃO DO ARRENDAMENTO DO ESTABELECIMENTO DE BEBIDAS LOCALIZADO NO JARDIM PUBLICO DE VENDAS NOVAS ANÚNCIO PROGRAMA DE CONCURSO CADERNO DE ENCARGOS ANEXOS Junho de 2014 ÍNDICE

Leia mais

SERVIÇOS MUNICIPALIZADOS DA

SERVIÇOS MUNICIPALIZADOS DA SERVIIÇOS MUNIICIIPALIIZADOS DA CÂMARA MUNIICIIPAL DE PENIICHE Concurso Público PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA RECOLHA, TRANSPORTE E ENCAMINHAMENTO A DESTINO FINAL DE LAMAS, GRADADOS E RESÍDUOS DE DESARENAMENTO

Leia mais

ANEXO 1 [a que se refere a alinea a) do n.º 1 do artigo 57.º]

ANEXO 1 [a que se refere a alinea a) do n.º 1 do artigo 57.º] Restaurante-Marisqueira "M~IRA".; De: Luís Miguel Roques Leitão NIF 217 952 201 Qt de Santiago - E. N. 255 7200 REGUENGOS DE MONSARAZ ANEXO 1 [a que se refere a alinea a) do n.º 1 do artigo 57.º] 1 - Luís

Leia mais

Concurso Público n.º 03/2015 Subconcessão de Exploração do Domínio Público Marítimo Porto de Recreio da Calheta

Concurso Público n.º 03/2015 Subconcessão de Exploração do Domínio Público Marítimo Porto de Recreio da Calheta Concurso Público n.º 03/2015 Subconcessão de Exploração do Domínio Público Marítimo Porto de Recreio da Calheta PROGRAMA DE PROCEDIMENTO DE CONCURSO PÚBLICO Outubro de 2015 Secção I Disposições gerais

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA ATRIBUIÇÃO DE ARRENDAMENTO COMERCIAL DE LOJAS NO MERCADO MUNICIPAL DA NAZARÉ PROGRAMA DO CONCURSO

CONCURSO PÚBLICO PARA ATRIBUIÇÃO DE ARRENDAMENTO COMERCIAL DE LOJAS NO MERCADO MUNICIPAL DA NAZARÉ PROGRAMA DO CONCURSO CONCURSO PÚBLICO PARA ATRIBUIÇÃO DE ARRENDAMENTO COMERCIAL DE LOJAS NO MERCADO MUNICIPAL DA NAZARÉ PROGRAMA DO CONCURSO 1 - ENTIDADE ADJUDICANTE Município da Nazaré, Avenida Vieira Guimarães, nº 54, Paços

Leia mais

Concurso público para a aquisição de redes remotas por links wireless para o Município do Funchal

Concurso público para a aquisição de redes remotas por links wireless para o Município do Funchal Concurso público para a aquisição de redes remotas por links wireless para o Município do Funchal CADERNO DE ENCARGOS - 1 - Índice Cláusula 1ª - Objecto... Cláusula 2ª - Contrato... Cláusula 3ª - Prazo...

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA CESSÃO DE EXPLORAÇÃO DO RESTAURANTE IBAR, SITO NO CENTRO DE LAZER, NA PORTAGEM

CONCURSO PÚBLICO PARA CESSÃO DE EXPLORAÇÃO DO RESTAURANTE IBAR, SITO NO CENTRO DE LAZER, NA PORTAGEM CONCURSO PÚBLICO PARA CESSÃO DE EXPLORAÇÃO DO RESTAURANTE IBAR, SITO NO CENTRO DE LAZER, NA PORTAGEM 1. ENTIDADE CEDENTE 2. OBJECTO DO CONCURSO 3. ELEMENTOS DO PROCESSO 4. CONCORRENTES PROGRAMA DE PROCEDIMENTO

Leia mais

Concurso SCM 01/2010

Concurso SCM 01/2010 PROGRAMA DE PROCEDIMENTOS Concurso SCM 01/2010 SECÇÃO I Disposições gerais Artigo 1.º Objecto do concurso e Local de Prestação de Serviços 1- O presente concurso tem por objecto a celebração de um contrato

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA ADJUDICAÇÃO DA VENDA DE PRÉDIO PARA CONSTRUÇÃO COM FINS INDUSTRIAIS SITO NO PARQUE INDUSTRIAL DE VENDAS NOVAS

CONCURSO PÚBLICO PARA ADJUDICAÇÃO DA VENDA DE PRÉDIO PARA CONSTRUÇÃO COM FINS INDUSTRIAIS SITO NO PARQUE INDUSTRIAL DE VENDAS NOVAS CONCURSO PÚBLICO PARA ADJUDICAÇÃO DA VENDA DE PRÉDIO PARA CONSTRUÇÃO COM FINS INDUSTRIAIS SITO NO PARQUE INDUSTRIAL DE VENDAS NOVAS ANÚNCIO PROGRAMA DE CONCURSO CADERNO DE ENCARGOS ANEXOS Outubro de 2014

Leia mais

PROGRAMA DO CONCURSO

PROGRAMA DO CONCURSO PROGRAMA DO CONCURSO Page 1 ÍNDICE 1.º Objecto do Concurso 3 2.º Entidade Adjudicante 3 3.º Decisão de contratar 3 4.º Preço base 3 5.º Esclarecimentos 3 6.º Prazo para apresentação das candidaturas 3

Leia mais

ISABEL RUTE DA CRUZ PAIS RIBEIRO

ISABEL RUTE DA CRUZ PAIS RIBEIRO Acordo quadro para a prestação de serviços de desenho, administração, operação e consolidação de infraestruturas de tecnologias de informação e comunicação (TIC) PROGRAMA DE CONCURSO Março de 2014 ÍNDICE

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL 01/2015 AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS CONSULTORIA E DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PROGRAMA DE CONCURSO

CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL 01/2015 AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS CONSULTORIA E DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PROGRAMA DE CONCURSO CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL 01/2015 AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS CONSULTORIA E DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PROGRAMA DE CONCURSO Lisboa, 11 de dezembro de 2015 Artigo 1.º Identificação do Concurso 1. O presente

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRECTO N.º 06/ENB/2012

CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRECTO N.º 06/ENB/2012 CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRECTO N.º RELATIVO A SUPORTE GLOBAL INFORMÁTICO (CONSULTORIA E GESTÃO, SISTEMAS E COMUNICAÇÕES) PARA A ESCOLA NACIONAL DE BOMBEIROS. Ajuste Direto de Regime Geral Artigo 114.º

Leia mais

PT Comunicações, SÁ Rua Andrade Corvo, 6 1050-009 LISBOA DAF

PT Comunicações, SÁ Rua Andrade Corvo, 6 1050-009 LISBOA DAF Município de Condeixa-a-Nova Largo Artur Barreto 3150-124 Condeixa-a-Nova Telef. 239 949 120 Fax 239945445 www.cm-condeixa.pt geral@cm-condeixa.pt N Verde Serviço de Águas 800 203 683 NIF 501 275 380 PT

Leia mais

MUNICÍPIO DO PORTO SANTO CÂMARA MUNICIPAL

MUNICÍPIO DO PORTO SANTO CÂMARA MUNICIPAL CADERNO DE ENCARGOS PROCESSO Nº 3 RH-2015 Apoio Técnico na área de Gestão de Recursos Humanos - Prestação de Serviços Ajuste Direto 1 de 10 ÍNDICE CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES GERAIS... 3 Cláusula 1.ª - Objecto...

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS. Capítulo I Disposições gerais. Cláusula 1.ª Objecto

CADERNO DE ENCARGOS. Capítulo I Disposições gerais. Cláusula 1.ª Objecto CADERNO DE ENCARGOS Capítulo I Disposições gerais Cláusula 1.ª Objecto 1 O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas a incluir no contrato a celebrar na sequência do procedimento pré-contratual

Leia mais

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:378236-2014:text:pt:html

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:378236-2014:text:pt:html 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:378236-2014:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Concurso n.o 06B10/2014/M054 Centro de gestão da mobilidade no edifício Altiero

Leia mais

Anúncio de concurso. Serviços

Anúncio de concurso. Serviços 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:367014-2013:text:pt:html Espanha-Alicante: Prestação de serviços de apoio domiciliário a favor do pessoal estatutário

Leia mais

CONDIÇÕES DO CONTRATO DE CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DO ESTABELECIMENTO SITO NO PORTO DE RECREIO DE OLHÃO

CONDIÇÕES DO CONTRATO DE CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DO ESTABELECIMENTO SITO NO PORTO DE RECREIO DE OLHÃO CONDIÇÕES DO CONTRATO DE CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DO ESTABELECIMENTO SITO NO PORTO DE RECREIO DE OLHÃO 1.- OBJECTO DO CONTRATO 1.1. - O contrato terá por objecto a concessão de exploração do Snack-Bar-Restaurante

Leia mais

MUNICÍPIO DE CONDEIXA-A-NOVA

MUNICÍPIO DE CONDEIXA-A-NOVA Página 1 de 10 3/2014 CP APROV CADERNO DE ENCARGOS Concurso Público para aquisição de uma desumidificadora para as Piscinas Municipais de Condeixa-a-Nova Página 2 de 10 CADERNO DE ENCARGOS Capítulo I Disposições

Leia mais

Hasta Pública N.º 03/DRAPLVT/2015 PROGRAMA DO PROCEDIMENTO ARTIGO 1.º. Objeto da hasta pública

Hasta Pública N.º 03/DRAPLVT/2015 PROGRAMA DO PROCEDIMENTO ARTIGO 1.º. Objeto da hasta pública Hasta Pública N.º 03/DRAPLVT/2015 PROGRAMA DO PROCEDIMENTO ARTIGO 1.º Objeto da hasta pública 1- Alienação, em hasta pública, de material lenhoso, proveniente da Herdade Gil Vaz, sob gestão da Direção

Leia mais

Requalificação da Via Intermunicipal - VIM (5.950 Km - 11.650 Km)

Requalificação da Via Intermunicipal - VIM (5.950 Km - 11.650 Km) Concurso Público Programa de Procedimento com Projecto Requalificação da Via Intermunicipal - VIM (5.950 Km - 11.650 Km) Preço base: 2.485.669,51 + IVA Rubrica do Plano de 2015:3.3.1.1.73 ÍNDICE 1. IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Programa de Concurso

Programa de Concurso Programa de Concurso - Empreitada de Obras Públicas Concurso Público Acessibilidades das Aldeias Ribeirinhas do Concelho de Reguengos de Monsaraz Acesso ao Centro Náutico de Monsaraz Acesso ao Ancoradouro

Leia mais

Caderno de Encargos para Aquisição de Serviços de Formação e Consultoria Especializada no âmbito do QI-PME Norte - Iniciativa Formação para

Caderno de Encargos para Aquisição de Serviços de Formação e Consultoria Especializada no âmbito do QI-PME Norte - Iniciativa Formação para Caderno de Encargos para Aquisição de Serviços de Formação e Consultoria Especializada no âmbito do QI-PME Norte - Iniciativa Formação para Empresários Caderno de encargos para aquisição de serviços de

Leia mais

À Firma. Sua Referência Sua comunicação de Nossa referência Data

À Firma. Sua Referência Sua comunicação de Nossa referência Data Serviços de Acção Social Instituto Politécnico da Guarda À Firma Sua Referência Sua comunicação de Nossa referência Data Assunto: Convite para apresentação de proposta. Ajuste Directo nº 152009 Carne para

Leia mais

Concessão Comercial de Bebidas Semana do Mar 2015 CADERNO DE ENCARGOS. 1.º Objeto e Âmbito

Concessão Comercial de Bebidas Semana do Mar 2015 CADERNO DE ENCARGOS. 1.º Objeto e Âmbito Concessão Comercial de Bebidas Semana do Mar 2015 CADERNO DE ENCARGOS 1.º Objeto e Âmbito 1. Serve o presente regulamento para estabelecimento de regras relativas à concessão comercial de bebidas, no âmbito

Leia mais

Espanha-Alicante: Prestação de serviços de auditoria de certificação para o IHMI 2015/S 231-418942. Anúncio de concurso. Serviços

Espanha-Alicante: Prestação de serviços de auditoria de certificação para o IHMI 2015/S 231-418942. Anúncio de concurso. Serviços 1 / 6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:418942-2015:text:pt:html Espanha-Alicante: Prestação de serviços de auditoria de certificação para o IHMI 2015/S 231-418942

Leia mais

CONDIÇÕES PARTICULARES A CONSTAR DAS GARANTIAS BANCÁRIAS

CONDIÇÕES PARTICULARES A CONSTAR DAS GARANTIAS BANCÁRIAS CONDIÇÕES PARTICULARES A CONSTAR DAS GARANTIAS BANCÁRIAS - Modelo para os trabalhos de demolição, escavação e contenção periférica Município do Porto GARANTIA BANCÁRIA N.º A/O (identificação da dependência

Leia mais

Segundo: solicitar o pedido de autorização MUNICÍPIO nos DE termos POMBAL do n.º 6 conjugado com o n.º 1 do artigo 22.º do Decreto Lei n.

Segundo: solicitar o pedido de autorização MUNICÍPIO nos DE termos POMBAL do n.º 6 conjugado com o n.º 1 do artigo 22.º do Decreto Lei n. Cópia de parte da ata da Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Pombal nº0012/cmp/14, celebrada em 23 de Abril de 2014 e aprovada em minuta para efeitos de imediata execução. Ponto 5.2. Abertura de concurso

Leia mais

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS DO I2ADS CADERNO DE ENCARGOS

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS DO I2ADS CADERNO DE ENCARGOS PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS DO I2ADS CADERNO DE ENCARGOS 1/5 Cláusula 1.ª Objecto contratual Cláusula 2.ª Serviços incluídos na prestação de

Leia mais

Caderno de encargos. Parte I Do contrato. Artigo 1.º Objecto

Caderno de encargos. Parte I Do contrato. Artigo 1.º Objecto Caderno de encargos Parte I Do contrato Artigo 1.º Objecto O presente caderno de encargos tem por objecto a aquisição, ao abrigo do Acordo Quadro Nº 10 para serviços de comunicações de voz e dados em local

Leia mais

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO ARTIGO 1.º. Objeto da hasta pública

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO ARTIGO 1.º. Objeto da hasta pública PROGRAMA DO PROCEDIMENTO ARTIGO 1.º Objeto da hasta pública 1- Alienação, em hasta pública, de 3 (três) lotes de biomassa, da Mata Nacional de Leiria, sob gestão do Instituto da Conservação da Natureza

Leia mais

Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Assistência em serviços de documentação, biblioteca, gestão de documentos e arquivos para o Grupo BEI 2015/S 016-023877

Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Assistência em serviços de documentação, biblioteca, gestão de documentos e arquivos para o Grupo BEI 2015/S 016-023877 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:23877-2015:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Assistência em serviços de documentação, biblioteca, gestão de documentos

Leia mais

Ao Exmo. Senhor Vice-Presidente da Câmara Municipal do Cartaxo. Cartaxo, 20 de março de 2015. Assunto: Proposta de prestação de serviços 1.

Ao Exmo. Senhor Vice-Presidente da Câmara Municipal do Cartaxo. Cartaxo, 20 de março de 2015. Assunto: Proposta de prestação de serviços 1. Ao Exmo. Senhor Vice-Presidente da Câmara Municipal do Cartaxo Cartaxo, 20 de março de 2015 Assunto: Proposta de prestação de serviços 1. INTRODUÇÃO Na sequência do vosso convite, que muito nos honra,

Leia mais

Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Sistema de informação de gestão de projetos 2014/S 014-019839. Anúncio de concurso

Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Sistema de informação de gestão de projetos 2014/S 014-019839. Anúncio de concurso 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:19839-2014:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Sistema de informação de gestão de projetos 2014/S 014-019839 Anúncio

Leia mais

E-Alicante: Serviços de peritos financeiros relacionados com a gestão da tesouraria 2012/S 153-254863. Anúncio de concurso.

E-Alicante: Serviços de peritos financeiros relacionados com a gestão da tesouraria 2012/S 153-254863. Anúncio de concurso. 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:254863-2012:text:pt:html E-Alicante: Serviços de peritos financeiros relacionados com a gestão da tesouraria 2012/S 153-254863

Leia mais

PROGRAMA DE CONCURSO

PROGRAMA DE CONCURSO MUNICÍPIO DE CASTRO VERDE Concurso Público ALIENAÇÃO DE LOTES DE TERRENO PARA CONSTRUÇÃO URBANA Loteamento Municipal de Castro Verde 7 Lotes Loteamento Municipal de Santa bárbara de Padrões 15 Lotes Loteamento

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS SELECÇÃO DE UM PONTO DE RECOLHA NO DISTRITO DE VISEU CADERNO DE ENCARGOS ÍNDICE. SECÇÃO I Disposições Gerais 2

CADERNO DE ENCARGOS SELECÇÃO DE UM PONTO DE RECOLHA NO DISTRITO DE VISEU CADERNO DE ENCARGOS ÍNDICE. SECÇÃO I Disposições Gerais 2 Folha 1/15 CADERNO DE ENCARGOS ÍNDICE SECÇÃO I Disposições Gerais 2 SECÇÃO II Apresentação de propostas 7 SECÇÃO III Selecção e celebração de contrato 12 SECÇÃO IV Disposições Finais 13 Anexos: Anexo I

Leia mais

Concurso IFDR nº 01/2009 PROGRAMA DO CONCURSO

Concurso IFDR nº 01/2009 PROGRAMA DO CONCURSO Concurso público com publicidade internacional para locação de bens móveis em regime de aluguer operacional de veículos e respectivos serviços associados para o parque automóvel do Instituto Financeiro

Leia mais

PROGRAMA DE CONCURSO

PROGRAMA DE CONCURSO PROGRAMA DE CONCURSO Cessão de Exploração da Loja N do Centro Comercial e de Artesanato de Penela 1 ENTIDADE PROMOTORA: Município de Penela, Praça do Município 3230-253 Penela, telefone 239560120, fax

Leia mais

MUNICÍPIO DE CASTRO VERDE

MUNICÍPIO DE CASTRO VERDE MUNICÍPIO DE CASTRO VERDE Concurso Público Arrendamento (para fins não habitacionais) do Estabelecimento Comercial Café Paraíso, em Castro Verde PROGRAMA DE CONCURSO Castro Verde, 04 de Janeiro de 2016

Leia mais

Regulamento n.º 1/2008, de 12 de Maio de 2008

Regulamento n.º 1/2008, de 12 de Maio de 2008 Regulamento n.º 1/2008, de 12 de Maio de 2008 Fundos de Investimento Imobiliário Registo e Autorização de Peritos Avaliadores B.O n.º 18 - I Série Regulamento nº 1/2008 12 de Maio Fundos de Investimento

Leia mais

Prémio de Jornalismo Hospital Veterinário Montenegro. Regulamento

Prémio de Jornalismo Hospital Veterinário Montenegro. Regulamento Prémio de Jornalismo Hospital Veterinário Montenegro Regulamento 2ª Edição, Novembro de 2011 Prémio de Jornalismo Hospital Veterinário Montenegro 2ª Edição Novembro de 2011 Regulamento Artigo 1º Objectivo

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉCTRICA UNIDADES DE MICROPRODUÇÃO

CONTRATO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉCTRICA UNIDADES DE MICROPRODUÇÃO CONTRATO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉCTRICA UNIDADES DE MICROPRODUÇÃO Entre F.., residente em.com o número de contribuinte, [ou 1 ] F..., com sede em,, com o capital social de. euros, matriculada na Conservatória

Leia mais

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO PROGRAMA DO PROCEDIMENTO EMPREITADA DE OBRAS DE ADAPTAÇÃO DAS INSTALAÇÕES DO BALCÃO ÚNICO DE ESTARREJA CONCURSO PÚBLICO N.º 08/2009 IRN, I.P. ÍNDICE CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS ARTIGO 1º IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO COM PUBLICAÇÃO NO JOUE PARA AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA URBANA E RECOLHA DE ÓLEOS ALIMENTARES

CONCURSO PÚBLICO COM PUBLICAÇÃO NO JOUE PARA AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA URBANA E RECOLHA DE ÓLEOS ALIMENTARES Página 1 de 16 CONCURSO PÚBLICO COM PUBLICAÇÃO NO JOUE PARA AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA URBANA E RECOLHA DE ÓLEOS ALIMENTARES USADOS NO Nº 05/2015 APROV Página 2 de 16 Programa de Concurso Página

Leia mais

CONTRATO PARA AQUISIÇÃO DE SERVIÇO DE SEGUROS Nº CP 001/ENB/2014

CONTRATO PARA AQUISIÇÃO DE SERVIÇO DE SEGUROS Nº CP 001/ENB/2014 CONTRATO PARA AQUISIÇÃO DE SERVIÇO DE SEGUROS Nº CP 001/ENB/2014 Entre: A Escola Nacional de Bombeiros, NIF 503 657 190, com sede na Quinta do Anjinho, São Pedro de Penaferrim - 2710-460 Sintra, neste

Leia mais