Aspectos atuais da endometriose e o desafio do diagnóstico precoce

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aspectos atuais da endometriose e o desafio do diagnóstico precoce"

Transcrição

1 Aspectos atuais da endometriose e o desafio do diagnóstico precoce Seminário de lançamento da Frente Parlamentar Mista de Luta Contra a Endometriose Congresso Nacional do Brasil Alysson Zanatta Doutor em Medicina - Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) Brasília 27/08/2013

2 Aspectos atuais da endometriose ENDOMETRIOSE, de endométrio Sampson, 1927 endométrio fora da cavidade uterina

3 Aspectos atuais da endometriose ENDOMETRIOSE e ENDOMÉTRIO são muito diferentes Nisolle et al., 1996 van Langendonckt et al., 2010 Wu et al., 2006 Bulun et al., 2012

4 Aspectos atuais da endometriose ENDOMETRIOSE e ENDOMÉTRIO são muito diferentes Nisolle et al., 1996 van Langendonckt et al., 2010 Wu et al., 2006 Bulun et al., 2012 funcionam diferente composição diferente

5 Aspectos atuais da endometriose formas distintas e variáveis normal normal peritôneo peritôneo ovário PROFUNDA

6 útero trompa ovário intestino pelve normal

7 bexiga endometriose superficial útero

8 ovário trompa útero endometriose em ovário

9 útero intestino trompa pelve bloqueada por endometriose profunda

10 endometriose profunda

11 Aspectos atuais da endometriose ENDOMETRIOSE PROFUNDA doença de maior significado clínico afeta 10% - 20% das mulheres Eskenazi B, Warner M, 1997 Meuleman et al., 2009 pode causar infertilidade em metade das mulheres Possover et al., 2000 Pereira et al., 2008 Donnez J, Squifflet J, 2010

12 Aspectos atuais da endometriose ENDOMETRIOSE PROFUNDA 95% das mulheres têm dor Koninckx et al., 2012 $$$$ = diabetes mellitus, artrite reumatoide Simoens et al., 2012

13 Aspectos atuais da endometriose TRÊS desafios para VENCERMOS a ENDOMETRIOSE PROFUNDA

14 Aspectos atuais da endometriose TRÊS desafios para VENCERMOS a ENDOMETRIOSE PROFUNDA 1. Entendermos os mecanismos da doença

15 Aspectos atuais da endometriose TRÊS desafios para VENCERMOS a ENDOMETRIOSE PROFUNDA 2. Diagnosticar correta e precocemente

16 Aspectos atuais da endometriose TRÊS desafios para VENCERMOS a ENDOMETRIOSE PROFUNDA 3. Ferramentas eficazes de tratamento acessíveis à população

17 Aspectos atuais da endometriose TRÊS desafios para VENCERMOS a ENDOMETRIOSE PROFUNDA 1. Entendermos os mecanismos da doença

18 Aspectos atuais da endometriose: mecanismos da doença pelo menos 4 teorias mais aceita: menstruação retrógrada menstruação retrógrada

19 Aspectos atuais da endometriose: mecanismos da doença menstruação retrógrada

20 Aspectos atuais da endometriose: mecanismos da doença Young VJ et al menstruação peritôneo endometriose SUPERFICIAL endometriose PROFUNDA???

21 Aspectos atuais da endometriose: mecanismos da doença

22 Aspectos atuais da endometriose: mecanismos da doença NÃO HÁ provas que a menstruação cause ENDOMETRIOSE PROFUNDA

23 FECUNDAÇÃO E FORMAÇÃO DO EMBRIÃO

24 Aspectos atuais da endometriose: mecanismos da doença endometriose ocorre em fetos Signorile P et al Signorile P et al Bouquet de Jolieniere et al localizações iguais às da mulher adulta

25 Aspectos atuais da endometriose: diagnóstico precoce TRÊS desafios para VENCERMOS a ENDOMETRIOSE PROFUNDA 2. Diagnosticar correta e precocemente

26 Aspectos atuais da endometriose: diagnóstico precoce DIAGNOSTICAR a ENDOMETRIOSE PROFUNDA Suspeita clínica cólicas menstruais fortes não são normais

27 Aspectos atuais da endometriose: diagnóstico precoce DIAGNOSTICAR a ENDOMETRIOSE PROFUNDA até 70% das adolescentes com dor pélvica severa têm endometriose Laufer M et al, 1997

28 Aspectos atuais da endometriose: diagnóstico precoce 70%

29 Aspectos atuais da endometriose: diagnóstico precoce DIAGNOSTICAR a ENDOMETRIOSE PROFUNDA até 70% das adolescentes com dor pélvica severa têm endometriose Laufer M et al, 1997

30 Aspectos atuais da endometriose: diagnóstico precoce DIAGNOSTICAR a ENDOMETRIOSE PROFUNDA Exame clínico 50-70% de acerto, em média Bazot M et al. 2009

31 Aspectos atuais da endometriose: diagnóstico precoce DIAGNOSTICAR a ENDOMETRIOSE PROFUNDA Confirmação diagnóstica videolaparoscopia

32 Aspectos atuais da endometriose: diagnóstico precoce DIAGNOSTICAR a ENDOMETRIOSE PROFUNDA Exame de imagem: necessidade de ESPECIALISTAS ressonância magnética ultrassonografia

33 Aspectos atuais da endometriose

34 Aspectos atuais da endometriose: diagnóstico precoce DIAGNOSTICAR a ENDOMETRIOSE PROFUNDA Brasil é referência mundial ultrassonografia acertos > 95% mapeamento completo e preciso Gonçalves MO et al Gonçalves MO et al Chamie L et al. 2010

35 Aspectos atuais da endometriose: diagnóstico precoce DIAGNOSTICAR a ENDOMETRIOSE PROFUNDA ultrassonografia feita por especialistas pode substituir a cirurgia DIAGNÓSTICA ultrassonografia videolaparoscopia

36 Aspectos atuais da endometriose: diagnóstico precoce exames podem ser reprodutíveis

37 Aspectos atuais da endometriose: diagnóstico precoce DIAGNOSTICAR a ENDOMETRIOSE PROFUNDA Tempo médio para diagnóstico 6 a 12 anos Hadfield R et al Nnoaham K et al Arruda M et al Hudelist G et al Ballard K et al. 2006

38 Aspectos atuais da endometriose: diagnóstico precoce 6 a 12 anos

39 Aspectos atuais da endometriose: diagnóstico precoce DIAGNOSTICAR a ENDOMETRIOSE PROFUNDA Tempo médio para diagnóstico 6 a 12 anos Hadfield R et al Nnoaham K et al Arruda M et al Hudelist G et al Ballard K et al. 2006

40 Aspectos atuais da endometriose: diagnóstico precoce DIAGNOSTICAR a ENDOMETRIOSE PROFUNDA atraso no diagnóstico pode causar doença mais severa Matsuzaki S et al. 2006

41 Aspectos atuais da endometriose: diagnóstico precoce DIAGNOSTICAR a ENDOMETRIOSE PROFUNDA Principais razões para diagnóstico tardio diagnóstico médico incorreto Hudelist G et al. 2012

42 Aspectos atuais da endometriose: diagnóstico precoce DIAGNOSTICAR a ENDOMETRIOSE PROFUNDA Principais razões para diagnóstico tardio melhora da dor com medicações Hudelist G et al. 2012

43 Aspectos atuais da endometriose: diagnóstico precoce DIAGNOSTICAR a ENDOMETRIOSE PROFUNDA Principais razões para diagnóstico tardio atitude negativa de familiares em relação à menstruação Hudelist G et al. 2012

44 Aspectos atuais da endometriose: tratamento efetivo TRÊS desafios para VENCERMOS a ENDOMETRIOSE PROFUNDA 3. Ferramentas eficazes de tratamento acessíveis à população

45

46 Aspectos atuais da endometriose: tratamento efetivo TRATAMENTO da ENDOMETRIOSE PROFUNDA CURA de uma DOENÇA término de uma condição médica, restabelecimento de saúde

47 Aspectos atuais da endometriose: tratamento efetivo CONTROLE da DOR da ENDOMETRIOSE PROFUNDA Medicações hormonais usadas desde 1940

48 Aspectos atuais da endometriose: tratamento efetivo CONTROLE da DOR da ENDOMETRIOSE PROFUNDA Medicações hormonais estudos com até 3 anos de seguimento Vercellini P et al Somigliana E et al Wong A et al. 2010

49 Aspectos atuais da endometriose: tratamento efetivo CONTROLE da DOR da ENDOMETRIOSE PROFUNDA Medicações hormonais resposta variável durante o uso

50 Aspectos atuais da endometriose: tratamento efetivo CONTROLE da DOR da ENDOMETRIOSE PROFUNDA Medicações hormonais recorrência da DOR após suspensão

51 Aspectos atuais da endometriose: tratamento efetivo CONTROLE da DOR da ENDOMETRIOSE PROFUNDA Medicações hormonais NÃO fazem a endometriose profunda DESAPARECER

52 Aspectos atuais da endometriose: tratamento efetivo uso de medicações é reprodutível

53 Aspectos atuais da endometriose: tratamento efetivo TRATAMENTO da ENDOMETRIOSE PROFUNDA Cirurgia de remoção máxima feita por laparoscopia centros de referência, equipes altamente treinadas

54

55 Aspectos atuais da endometriose: tratamento efetivo TRATAMENTO da ENDOMETRIOSE PROFUNDA Cirurgia de remoção máxima tratamento mais EFETIVO para dor Tarjane S et al, 2010 Chapron C et al, 2010

56 Aspectos atuais da endometriose: tratamento efetivo TRATAMENTO da ENDOMETRIOSE PROFUNDA Cirurgia de remoção máxima seguimento 6 a 14 anos mais de 90% melhora completa ou muito satisfatória 2-6% recorrência Redwine D, 1991 Tarjane S et al, 2010 Dousset G et al. 2010

57 Aspectos atuais da endometriose: tratamento efetivo cirurgia de remoção máxima pode NÃO ser reprodutível

58 Aspectos atuais da endometriose: tratamento efetivo TRATAMENTO da ENDOMETRIOSE PROFUNDA Sugere-se que a recorrência da doença seja quase que invariavelmente consequência de remoção cirúrgica incompleta Konninckx P, Ussia A, Adamian L, Wattiez A, Donnez J. Fertil Steril 2012

59 Aspectos atuais da endometriose: tratamento efetivo TRÊS desafios para VENCERMOS a ENDOMETRIOSE PROFUNDA 1. Entendermos os mecanismos da doença

60 Aspectos atuais da endometriose: conclusões TRÊS desafios para VENCERMOS a ENDOMETRIOSE PROFUNDA endometriose profunda vem da menstruação???

61 Aspectos atuais da endometriose: conclusões TRÊS desafios para VENCERMOS a ENDOMETRIOSE PROFUNDA 2. Diagnosticar correta e precocemente

62 Aspectos atuais da endometriose: conclusões TRÊS desafios para VENCERMOS a ENDOMETRIOSE PROFUNDA capacitação médica treinamento para diagnóstico por exames de imagem foco em adolescentes

63 Aspectos atuais da endometriose: conclusões TRÊS desafios para VENCERMOS a ENDOMETRIOSE PROFUNDA 3. Ferramentas eficazes de tratamento acessíveis à população

64 Aspectos atuais da endometriose: conclusões TRÊS desafios para VENCERMOS a ENDOMETRIOSE PROFUNDA entender os resultados reais das medicações e cirurgia de remoção máxima formar médicos cirurgiões especialistas

65

Endometriose: Diagnóstico e Tratamento

Endometriose: Diagnóstico e Tratamento Endometriose: Diagnóstico e Tratamento Alysson Zanatta Diretor de Comunicação, Associação de Ginecologia e Obstetrícia do Distrito Federal Doutor em Medicina, Faculdade de Medicina da Universidade de São

Leia mais

SUMÁRIO SOBRE A FEBRASGO 4 O QUE É 5 SINTOMAS 6 DIAGNÓSTICO 7 TRATAMENTO 8 ENTENDA A ENDOMETRIOSE 9 ENDOMETRIOSE E INFERTILIDADE

SUMÁRIO SOBRE A FEBRASGO 4 O QUE É 5 SINTOMAS 6 DIAGNÓSTICO 7 TRATAMENTO 8 ENTENDA A ENDOMETRIOSE 9 ENDOMETRIOSE E INFERTILIDADE ENDOMETRIOSE 1 SUMÁRIO SOBRE A FEBRASGO 4 O QUE É 5 SINTOMAS 6 DIAGNÓSTICO 7 TRATAMENTO 8 ENTENDA A ENDOMETRIOSE 9 ENDOMETRIOSE E INFERTILIDADE 10 ENDOMETRIOSE NA ADOLESCÊNCIA 11 3 SOBRE A FEBRASGO A

Leia mais

Veja as respostas do Dr. Maurício Simões Abrão sobre endometriose:

Veja as respostas do Dr. Maurício Simões Abrão sobre endometriose: Fonte: www.atmosferafeminina.com.br Veja as respostas do Dr. Maurício Simões Abrão sobre endometriose: 1 - Sempre menstruei normalmente, tinha um fluxo médio em tono de 5 dias. Desde que parei de tomar

Leia mais

CHECK UP. Dr. Alisson Chianca Ginecologia Avançada. ATIVIDADE FÍSICA Previne o Câncer pg. 08. Sinônimo de Prevenção Contra o Câncer. pg.

CHECK UP. Dr. Alisson Chianca Ginecologia Avançada. ATIVIDADE FÍSICA Previne o Câncer pg. 08. Sinônimo de Prevenção Contra o Câncer. pg. CHECK UP Sinônimo de Prevenção Contra o Câncer pg. 05 Edição 02/2017 Eletronic Book ATIVIDADE FÍSICA Previne o Câncer pg. 08 Dr. Alisson Chianca Ginecologia Avançada 04 Infertilidade: Avaliação do Casal

Leia mais

Tratamento da Endometriose no Sistema Único de Saúde

Tratamento da Endometriose no Sistema Único de Saúde Tratamento da Endometriose no Sistema Único de Saúde Departamento de Obstetrícia e Ginecologia da Santa Casa de São Paulo Diretor: Prof. Dr. José Mendes Aldrighi Clínica de Cirurgia Ginecológica Setor

Leia mais

ENDOMETRIOSE. marcoams - inomed

ENDOMETRIOSE. marcoams - inomed ENDOMETRIOSE CONCEITO Ectopia do tecido endometrial funcionante (glandular e/ou estroma) Souza,mam Incidência 10 a 15 % idade reprodutiva Mulheres inférteis 25 a 30% Mulheres assintomáticas 1 e 2 % Infertil

Leia mais

TÍTULO: ASPECTOS PSICOLÓGICOS DAS MULHERES PORTADORAS DA ENDOMETRIOSE INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS

TÍTULO: ASPECTOS PSICOLÓGICOS DAS MULHERES PORTADORAS DA ENDOMETRIOSE INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS 16 TÍTULO: ASPECTOS PSICOLÓGICOS DAS MULHERES PORTADORAS DA ENDOMETRIOSE CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: PSICOLOGIA INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS

Leia mais

ENDOMETRIOSE: Fisioterapia e a Doença

ENDOMETRIOSE: Fisioterapia e a Doença ENDOMETRIOSE: Fisioterapia e a Doença Letícia Zaparolli Ribeiro do Nacimento Graduada em Fisioterapia, Faculdades Integradas de Três Lagoas-FITL/AEMS Elaine da Silva Kraievski Fisioterapeuta UNIGRAN, Especialista

Leia mais

PRÉ-REQUISITO R4 ENDOSCOPIA GINECOLÓGICA (403) ORGANIZADOR

PRÉ-REQUISITO R4 ENDOSCOPIA GINECOLÓGICA (403) ORGANIZADOR RESIDÊNCIA MÉDICA (UERJ-FCM) 0 PRÉ-REQUISITO (R) / 0 PROVA ESCRITA PRÉ-REQUISITO R ENDOSCOPIA GINECOLÓGICA (0) 0 RESIDÊNCIA MÉDICA (UERJ-FCM) 0 PRÉ-REQUISITO (R) / 0 PROVA ESCRITA OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA

Leia mais

-VIA DA UNIMED- CONSENTIMENTO INFORMADO CONCORDANDO COM A INSTALAÇÃO DE DISPOSITIVO INTRA-UTERINO COMO MÉTODO REVERSÍVEL DE ANTICONCEPÇÃO.

-VIA DA UNIMED- CONSENTIMENTO INFORMADO CONCORDANDO COM A INSTALAÇÃO DE DISPOSITIVO INTRA-UTERINO COMO MÉTODO REVERSÍVEL DE ANTICONCEPÇÃO. -VIA DA UNIMED- CONSENTIMENTO INFORMADO CONCORDANDO COM A INSTALAÇÃO DE DISPOSITIVO INTRA-UTERINO COMO MÉTODO REVERSÍVEL DE ANTICONCEPÇÃO. DECLARANTE: Paciente: Idade: Endereço: Tel.:( ) Identidade nº:

Leia mais

AS 7 DOENÇAS QUE CAUSAM A INFERTILIDADE NO HOMEM E NA MULHER

AS 7 DOENÇAS QUE CAUSAM A INFERTILIDADE NO HOMEM E NA MULHER AS 7 DOENÇAS QUE CAUSAM A INFERTILIDADE NO HOMEM E NA MULHER INTRODUÇÃO 3 ENDOMETRIOSE 5 SÍNDROME DOS OVÁRIOS POLICÍSTICOS (SOP) 10 MIOMATOSE 14 VARICOCELE 17 ENDOMETRITE CRÔNICA 20 DOENÇA INFLAMATÓRIA

Leia mais

Dispositivo Intrauterino com Cobre (DIU TCU)

Dispositivo Intrauterino com Cobre (DIU TCU) Dispositivo Intrauterino com Cobre (DIU TCU) Ação: Provoca uma alteração química que danifica o esperma e o óvulo antes que eles se encontrem. Assincronia no desenvolvimento endometrial por alterações

Leia mais

CONCEITO DIAGNÓSTICO INVASIVO E NÃO INVASIVO

CONCEITO DIAGNÓSTICO INVASIVO E NÃO INVASIVO CONCEITO Estima-se que 10 a 15% das mulheres em idade reprodutiva sejam portadoras de endometriose. Atribui-se o aumento em sua prevalência não só à melhora dos recursos diagnósticos, como pela evolução

Leia mais

Conheça algumas doenças tipicamente femininas

Conheça algumas doenças tipicamente femininas Uol - SP 03/12/2014-11:51 Conheça algumas doenças tipicamente femininas Da Redação ANSIEDADE: este transtorno mental é caracterizado por preocupações, tensões ou medos exagerados, sensação contínua de

Leia mais

APRESENTAÇÃO E-PÔSTER DATA: 19/10/16 LOCAL: SALAS PRÉDIO IV

APRESENTAÇÃO E-PÔSTER DATA: 19/10/16 LOCAL: SALAS PRÉDIO IV APRESENTAÇÃO E-PÔSTER DATA: 19/10/16 LOCAL: SALAS PRÉDIO IV TÍTULO E-PÔSTER SALA PRÉDIO IV HORÁRIO RESISTÊNCIA A MÚLTIPLAS DROGAS NA TERAPIA ANTICÂNCER E O POTENCIAL EFEITO DE FLAVONOIDES NA RECUPERAÇÃO

Leia mais

O transplante uterino (TU) é uma nova opção revolucionária para o tratamento

O transplante uterino (TU) é uma nova opção revolucionária para o tratamento Nº 21 Transplante Uterino O transplante uterino (TU) é uma nova opção revolucionária para o tratamento de infertilidade causada por fator uterino (IFU), em pacientes com útero que não pode ser recuperado

Leia mais

Exemplos de Coparticipação_Empresarial. Unimed Pleno Glicose - pesquisa e/ou dosagem Exames e Terapias Reduzidas R$ 0,47

Exemplos de Coparticipação_Empresarial. Unimed Pleno Glicose - pesquisa e/ou dosagem Exames e Terapias Reduzidas R$ 0,47 Unimed Pleno 40302040 Glicose - pesquisa e/ou Exames e Terapias Reduzidas R$ 0,47 40301150 Ácido úrico - pesquisa e/ou Exames e Terapias Reduzidas R$ 0,47 pesquisa e/ou Exames e Terapias Reduzidas R$ 1,34

Leia mais

ENDOMETRIOSE: UMA DOENÇA SILENCIOSA

ENDOMETRIOSE: UMA DOENÇA SILENCIOSA ENDOMETRIOSE: UMA DOENÇA SILENCIOSA Kátia Cristina Figueiredo (1) ; Sara Maria Cruz de da Costa (2) ; Clara Suellen Lacerda Arruda (3) ; Karina de Melo Rodrigues (4) ; Sheila Milena Pessoa dos Santos Fernandes

Leia mais

Importância dos. em Ginecologia Ramon Andrade R2 Prof. Dr. Maurício Magalhães - Orientador

Importância dos. em Ginecologia Ramon Andrade R2 Prof. Dr. Maurício Magalhães - Orientador Importância dos marcadores tumorais em Ginecologia Ramon Andrade R2 Prof. Dr. Maurício Magalhães - Orientador Definição Macromoléculas (principalmente proteínas) Origem Gênese tumoral Resposta do organismo

Leia mais

Diagnóstico por imagem em endometriose: comparação entre ressonância magnética e ultrassonografia

Diagnóstico por imagem em endometriose: comparação entre ressonância magnética e ultrassonografia Diagnóstico por imagem em endometriose: comparação entre ressonância magnética e ultrassonografia Letícia Amaral dos Santos 1, Rafael Emídio 2, Fernanda Marconi Roversi 2. 1 Acadêmica de Biomedicina da

Leia mais

ANUÁRIO DA PRODUÇÃO ACADÊMICA DOCENTE

ANUÁRIO DA PRODUÇÃO ACADÊMICA DOCENTE ANUÁRIO DA PRODUÇÃO ACADÊMICA DOCENTE IDENTIFICAR O PERFIL CLÍNICO DAS PACIENTES PORTADORAS DE ENDOMETRIOSE COM IDADES DE 18 A 50 ANOS, ATENDIDAS PELA FARMÁCIA DE MEDICAMENTOS ESPECIALIZADOS DE BAURU Valeria

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Mário Neto. DISCIPLINA: Ciências da natureza SÉRIE: 8º. ALUNO(a):

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Mário Neto. DISCIPLINA: Ciências da natureza SÉRIE: 8º. ALUNO(a): GOIÂNIA, / / 2016 No Anhanguera você é + PROFESSOR: Mário Neto DISCIPLINA: Ciências da natureza SÉRIE: 8º ALUNO(a): Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

Leia mais

Infertilidade. Propedêutica básica do casal infértil

Infertilidade. Propedêutica básica do casal infértil Propedêutica básica do casal infértil Conceitos -INFERTILIDADE: Ausência de contracepção após um ano de tentativa, sem a utilização de um método contraceptivo. -FECUNDIBILIDADE: É a probabilidade de se

Leia mais

ENDOMETRIOMA LOCALIZADO NO MÚSCULO RETO ABDOMINAL: RELATO DE CASO E REVISÃO DE LITERATURA

ENDOMETRIOMA LOCALIZADO NO MÚSCULO RETO ABDOMINAL: RELATO DE CASO E REVISÃO DE LITERATURA ENDOMETRIOMA LOCALIZADO NO MÚSCULO RETO ABDOMINAL: RELATO DE CASO E REVISÃO DE LITERATURA Tatiany Daniele Pereira Souto¹; Karla Helloyse Gomes Rocha²; Gisele Nascimento Silva²; Thiago Souto Batista³; Fernanda

Leia mais

Tumores Ginecológicos. Enfª Sabrina Rosa de Lima Departamento de Radioterapia Hospital Israelita Albert Einstein

Tumores Ginecológicos. Enfª Sabrina Rosa de Lima Departamento de Radioterapia Hospital Israelita Albert Einstein Tumores Ginecológicos Enfª Sabrina Rosa de Lima Departamento de Radioterapia Hospital Israelita Albert Einstein Tumores Ginecológicos Colo de útero Endométrio Ovário Sarcomas do corpo uterino Câncer de

Leia mais

Manejo Ambulatorial de Massas Anexiais

Manejo Ambulatorial de Massas Anexiais Instituto Fernandes Figueira FIOCRUZ Departamento de Ginecologia Residência Médica Manejo Ambulatorial de Massas Anexiais Alberto Tavares Freitas Tania da Rocha Santos Abril de 2010 Introdução Representam

Leia mais

2) Observe o esquema. Depois, seguindo a numeração, responda às questões. C) Onde a urina é armazenada antes de ser eliminada do corpo?.

2) Observe o esquema. Depois, seguindo a numeração, responda às questões. C) Onde a urina é armazenada antes de ser eliminada do corpo?. Professor: Altemar Santos. Exercícios sobre os sistemas urinário (excretor), reprodutores masculino e feminino e fecundação para o 8º ano do ensino fundamental. 1) Analise o esquema: Identifica-se pelas

Leia mais

PROTOCOLO DE EXAMES DE RM GINECOLÓGICA - ORIENTAÇÕES GERAIS -

PROTOCOLO DE EXAMES DE RM GINECOLÓGICA - ORIENTAÇÕES GERAIS - PROTOCOLO DE EXAMES DE RM GINECOLÓGICA - ORIENTAÇÕES GERAIS - Todas as sequências efectuadas deverão ser optimizadas de acordo com as especificidades do aparelho disponível. Preparação: 4-6h de jejum Esvaziar

Leia mais

SABAA SISTEMATIZAÇÃO DO ATENDIMENTO BÁSICO DO ABDOME AGUDO

SABAA SISTEMATIZAÇÃO DO ATENDIMENTO BÁSICO DO ABDOME AGUDO SABAA SISTEMATIZAÇÃO DO ATENDIMENTO BÁSICO DO ABDOME AGUDO ANAMNESE - 1º PASSO SABAA Caracterização da dor abdominal: Evolução (início e duração) Localização Irradiação Intensidade e tipo Agravo Alivio

Leia mais

CAPÍTULO 10. GRAVIDEZ ECTÓPICA: DIAGnÓSTICO PRECOCE. 1. DEfINIçãO:

CAPÍTULO 10. GRAVIDEZ ECTÓPICA: DIAGnÓSTICO PRECOCE. 1. DEfINIçãO: Unidade 3 - Ginecologia Gravidez Ectópica: Diagnóstico Precoce CAPÍTULO 10 GRAVIDEZ ECTÓPICA: DIAGnÓSTICO PRECOCE 1. DEfINIçãO: Implatação do ovo fora da cavidade endometrial, como, por exemplo, nas tubas,

Leia mais

ALINE CRISTINA SILVA DE JESUS

ALINE CRISTINA SILVA DE JESUS ALINE CRISTINA SILVA DE JESUS A interação de polimorfismos no gene CYP2C19 com fatores epidemiológicos e clínicos em mulheres diagnosticadas com endometriose na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. RIO DE

Leia mais

Glândulas suprarrenais

Glândulas suprarrenais Estudo Imagiológico gico do Abdómen 16 -Glândulas suprarrenais Meios de estudo Principais aplicações clínicas 17-Aparelho genital Meios de estudo Principais aplicações clínicas Próstata, vesículas seminais

Leia mais

10º Imagem da Semana: Ultrassonografia Transvaginal

10º Imagem da Semana: Ultrassonografia Transvaginal 10º Imagem da Semana: Ultrassonografia Transvaginal Enunciado Paciente de 28 anos, nuligesta, procura atendimento devido à infertilidade conjugal presente há 1 ano. Relata também dismenorreia, disúria

Leia mais

a) Fecundação é a união do óvulo com o espermatozóide e ocorre no útero. d)...

a) Fecundação é a união do óvulo com o espermatozóide e ocorre no útero. d)... EXERCICIO DE REVISÃO (8º ano ) Data: 17-10-17 1)Reescreva as frases com afirmações falsas, corrigindo-as. a) Fecundação é a união do óvulo com o espermatozóide e ocorre no útero. b) O útero se liga aos

Leia mais

ORGANIZADOR. Página 1 de 6

ORGANIZADOR. Página 1 de 6 RESIDÊNCIA MÉDICA UERJ 07 Página de 6 RESIDÊNCIA MÉDICA UERJ 07 ENDOSCOPIA GINECOLÓGICA ) Mulher de 6 anos, com prole constituída, optou por método contraceptivo cirúrgico. Após avaliar o caso, o médico

Leia mais

COMISSÃO DE SISTEMATIZAÇÃO DA REFORMA CURRICULAR

COMISSÃO DE SISTEMATIZAÇÃO DA REFORMA CURRICULAR CONTEÚDO PROGRAMÁTICO (ESPECIFICAR TAMBÉM O CONTEÚDO DE ÉTICA MAIS APROPRIADO A SER DESENVOLVIDO DE MANEIRA INTENCIONAL E SISTEMÁTICA DURANTE ESSA ATIVIDADE): 1) Anamnese e exame físico aplicados à ginecologia

Leia mais

TESTE DE AVALIAÇÃO. 02 novembro 2013 Duração: 30 minutos. Organização NOME: Escolha, por favor, a resposta que considera correta.

TESTE DE AVALIAÇÃO. 02 novembro 2013 Duração: 30 minutos. Organização NOME: Escolha, por favor, a resposta que considera correta. TESTE DE AVALIAÇÃO 02 novembro 2013 Duração: 30 minutos NOME: Escolha, por favor, a resposta que considera correta. 1. São indicação para a realização de RM todas as situações, excepto: ( 1 ) Mulher com

Leia mais

Súmario. Introdução. O que é hérnia de disco? O que causa a hérnia de disco? Sintomas. Diagnóstico. Tratamento. Como conviver com o diagnóstico

Súmario. Introdução. O que é hérnia de disco? O que causa a hérnia de disco? Sintomas. Diagnóstico. Tratamento. Como conviver com o diagnóstico Súmario Introdução O que é hérnia de disco? O que causa a hérnia de disco? Sintomas Diagnóstico Tratamento Como conviver com o diagnóstico Conclusão Introdução Embora seja uma das partes mais importantes

Leia mais

GUIA COMPLETO SOBRE REPRODUÇÃO ASSISTIDA

GUIA COMPLETO SOBRE REPRODUÇÃO ASSISTIDA GUIA COMPLETO SOBRE REPRODUÇÃO ASSISTIDA 03 Introdução 20 Principais dúvidas sobre o assunto 06 O que é reprodução assistida 26 Conclusão 08 Quais os tipos de técnicas existentes?1 28 Sobre o Dr. Matheus

Leia mais

Complicações na Doença Inflamatória Intestinal

Complicações na Doença Inflamatória Intestinal 1 Complicações na Doença Inflamatória Intestinal Esta é uma iniciativa do GEDIIB de favorecer o acesso dos Médicos especialistas em DII a uma forma lúdica de informar seus pacientes sobre aspectos decisivos

Leia mais

Imagem da Semana: Ultrassonografia transvaginal

Imagem da Semana: Ultrassonografia transvaginal Imagem da Semana: Ultrassonografia transvaginal Imagem 01. Ultrassonografia transvaginal em topografia de ovário esquerdo. Paciente sexo feminino, 34 anos, G0P0A0, procura serviço de ginecologia relatando

Leia mais

TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO NA ENDOMETRIOSE

TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO NA ENDOMETRIOSE TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO NA ENDOMETRIOSE Andrea Guedes da Silva Graduanda em Fisioterapia, Faculdades Integradas de Três Lagoas FITL/AEMS Jéssica Sabrina Padilha Scheneider Graduanda em Fisioterapia,

Leia mais

Métodos Contraceptivos e Prevenção de Doenças

Métodos Contraceptivos e Prevenção de Doenças Métodos Contraceptivos e Prevenção de Doenças Como planejar seu futuro e garantir uma vida sexual saudável. planejamento FaMILIaR É o conjunto de ações que auxilia o casal que deseja ter filho ou prevenir

Leia mais

DIAGNÓSTICO ULTRASONOGRÁFICO DA ENDOMETRIOSE PÉLVICA REVISÃO DE LITERATURA

DIAGNÓSTICO ULTRASONOGRÁFICO DA ENDOMETRIOSE PÉLVICA REVISÃO DE LITERATURA 1 DIAGNÓSTICO ULTRASONOGRÁFICO DA ENDOMETRIOSE PÉLVICA REVISÃO DE LITERATURA RESUMO ULTRASOUND DIAGNOSIS OF PELVIC ENDOMETRIOSIS LITERATURE REVIEW Rita de Cássia Lima da Cruz 1, Waldemar Naves do Amaral

Leia mais

Endometriose & Dor Pélvica Crônica

Endometriose & Dor Pélvica Crônica Endometriose & Dor Pélvica Crônica Márcia Mendonça Carneiro Departamento de Ginecologia e Obstetrícia FM UFMG Ambulatório de Endometriose & DPC- HC-UFMG Endometriose A endometriose caracteriza-se pela

Leia mais

FACULDADE SANTA TEREZINHA CEST COORDENAÇÃO DO CURSO DE FISIOTERAPIA PLANO DE ENSINO

FACULDADE SANTA TEREZINHA CEST COORDENAÇÃO DO CURSO DE FISIOTERAPIA PLANO DE ENSINO DADOS DA DISCIPLINA PLANO DE ENSINO CÓDIGO NOME CH TOTAL PERÍODO HORÁRIO 0113 PROFESSOR(ES) Fisioterapia em Uroginecologia e Obstetrícia Profa. Ma. Nelbe Maria Ferreira de Amorim EMENTA 60 h 7º MATUTINO

Leia mais

GUIA PARA PACIENTES. Anotações

GUIA PARA PACIENTES. Anotações Anotações ENTENDENDO DO OS MIOMAS MAS UTERINOS GUIA PARA PACIENTES 1620641 - Produzido em maio/2010 AstraZeneca do Brasil Ltda. Rodovia Raposo Tavares, km 26,9 CEP 06707-000 - Cotia/SP ACCESS net/sac 0800

Leia mais

TENHA MELHOR APARÊNCIA, SINTA-SE MELHOR E VIVA MELHOR. Desconforto Menstrual

TENHA MELHOR APARÊNCIA, SINTA-SE MELHOR E VIVA MELHOR. Desconforto Menstrual TENHA MELHOR APARÊNCIA, SINTA-SE MELHOR E VIVA MELHOR Desconforto Menstrual Pycnogenol para o Desconforto Menstrual A maioria das mulheres em idade fértil sente uma variedade de sintomas relacionados ao

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES RESULTADOS

PERGUNTAS FREQUENTES RESULTADOS PERGUNTAS FREQUENTES RESULTADOS ÍNDICE Quando devo fazer os testes de diagnóstico de gravidez? Quais as chances de gêmeos? E de trigêmeos? Page 3 Page 5 Quando termina o tratamento? Page 7 Onde e com quem

Leia mais

de Cirurgias Minimamente Invasivas Ano 4 ED 18

de Cirurgias Minimamente Invasivas Ano 4 ED 18 de Cirurgias Minimamente Invasivas Ano 4 ED 18 Junho foi mês de estreia dos Mutirões 2016 Viajamos à Vitória onde em parceria com a Dra. Karin Rossi, responsável pelo núcleo do Instituto Crispi na cidade,

Leia mais

DEMORA PARA DIAGNOSTICAR A ENDOMETRIOSE PÉLVICA EM SERVIÇO PÚBLICO DE GINECOLOGIA EM CAMPINAS

DEMORA PARA DIAGNOSTICAR A ENDOMETRIOSE PÉLVICA EM SERVIÇO PÚBLICO DE GINECOLOGIA EM CAMPINAS DIAGNÓSTICO DA ENDOMETRIOSE PÉLVICA 123 DEMORA PARA DIAGNOSTICAR A ENDOMETRIOSE PÉLVICA EM SERVIÇO PÚBLICO DE GINECOLOGIA EM CAMPINAS DELAY IN PELVIC ENDOMETRIOSIS DIAGNOSIS IN A PUBLIC GYNECOLOGICAL CLINIC

Leia mais

Métodos Anticoncepcionais

Métodos Anticoncepcionais Métodos Anticoncepcionais Métodos Anticoncepcionais Chamamos de método contraceptivo (ou método anticoncepcional) toda ação cujo objetivo é impedir ou, pelo menos, reduzir substancialmente a chance de

Leia mais

Reprodução e Embriologia. Leonardo Rodrigues EEEFM GRAÇA ARANHA

Reprodução e Embriologia. Leonardo Rodrigues EEEFM GRAÇA ARANHA Reprodução e Embriologia. Leonardo Rodrigues EEEFM GRAÇA ARANHA Ciclo Menstrual Menstruação - fluxo de sangue e restos de mucosa uterina periodicamente eliminados pela vagina. Ciclo Menstrual Menstruação

Leia mais

Unidade 1. jcmorais 09

Unidade 1. jcmorais 09 Unidade 1 jcmorais 09 Actualmente possuímos conhecimentos e técnicas capazes de controlar a fertilidade, de modo a: Diminuir a fertilidade humana Aumentar a fertilidade humana Contracepção e métodos contraceptivos

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Mário Neto. DISCIPLINA: Ciências da Natureza SÉRIE: 8º

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Mário Neto. DISCIPLINA: Ciências da Natureza SÉRIE: 8º GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: Mário Neto DISCIPLINA: Ciências da Natureza SÉRIE: 8º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

Leia mais

Fundação Oswaldo Cruz Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira

Fundação Oswaldo Cruz Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira Fundação Oswaldo Cruz Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira RELAÇÃO ENTRE DOR E LOCALIZAÇÃO DAS LESÕES DE ENDOMETRIOSE: UM ESTUDO COM FOCO EM PORTADORAS

Leia mais

CAPÍTULO 18. MIOMAS SUBMUCOSOS: ESTADIAMEnTOS PARA TRATAMEnTO HISTEROSCÓPICO. 1. INTRODUçãO

CAPÍTULO 18. MIOMAS SUBMUCOSOS: ESTADIAMEnTOS PARA TRATAMEnTO HISTEROSCÓPICO. 1. INTRODUçãO CAPÍTULO 18 MIOMAS SUBMUCOSOS: ESTADIAMEnTOS PARA TRATAMEnTO HISTEROSCÓPICO 1. INTRODUçãO Leiomiomas uterinos são os tumores mais frequentes do trato genital feminino, clinicamente aparentes em 25% das

Leia mais

RESIDÊNCIA MÉDICA 2014 PROVA OBJETIVA

RESIDÊNCIA MÉDICA 2014 PROVA OBJETIVA RESIDÊNCIA MÉDICA 2014 1 Questão 1 Médico atende, em um hospital de referência para procedimentos em endoscopia ginecológica no Sistema Único de Saúde (SUS), uma mulher de 32 anos, nuligesta, que se queixa

Leia mais

SISTEMA REPRODUTOR EU BIOLOGIA

SISTEMA REPRODUTOR EU BIOLOGIA SISTEMA REPRODUTOR EU BIOLOGIA Sistema Genital Feminino Ovários: produção de óvulos e hormônios (estrógeno e progesterona) Tuba uterina: durante a ovulação, recolhe o óvulo e conduz até o útero Útero:

Leia mais

Endometriose do Trato Gastrintestinal - Correlações Clínicas e Laparoscópicas

Endometriose do Trato Gastrintestinal - Correlações Clínicas e Laparoscópicas Endometriosis of the Gastrointestinal Tract - Clinical and Laparoscopic Correlations UNIVALDO ETSUO SAGAE 1 ; FÁBIO LOPASSO 2 ; MAURÍCIO SIMÕES ABRÃO 3 ; NAMIR CAVALLI 4 ; JOAQUIM JOSÉ GAMA RODRIGUES 5

Leia mais

CAPA. Arquivo Pessoal

CAPA. Arquivo Pessoal CAPA Arquivo Pessoal Aline e Rogério: mesmo com a Endometriose, casal não perde as esperanças de realizar o sonho de ter um filho, nem que seja por meio da fertilização in vitro 48 A endometriose rouba

Leia mais

Ex-Presidente da Sociedade Goiana de Ginecologia e Obstetrícia. Mestre em Doenças Infecciosas e Parasitárias pelo IPTESP UFG

Ex-Presidente da Sociedade Goiana de Ginecologia e Obstetrícia. Mestre em Doenças Infecciosas e Parasitárias pelo IPTESP UFG Ex-Presidente da Sociedade Goiana de Ginecologia e Obstetrícia Mestre em Doenças Infecciosas e Parasitárias pelo IPTESP UFG Professor da Faculdade de Medicina da UFG. Sociedade Goiana de Ginecologia e

Leia mais

Diagnóstico de endometriose

Diagnóstico de endometriose Diagnóstico de endometriose Endometriose se caracteriza pelo achado de glândulas e/ou estroma endometrial em locais anormais. Acomete aproximadamente 15% das mulheres em idade fértil tornando-se uma doença

Leia mais

Métodos contracetivos ou anticoncecionais são meios utilizados para evitar uma gravidez não desejada. A contraceção atua de três formas:

Métodos contracetivos ou anticoncecionais são meios utilizados para evitar uma gravidez não desejada. A contraceção atua de três formas: O tema do nosso trabalho é Métodos Contracetivos. Foi-nos proposto pelo professor de Ciências Naturais a propósito dos assuntos leccionados nas aulas, referentes à Sexualidade. O que se pretende com o

Leia mais

Endometriose profunda infiltrativa: distribuição anatômica e tratamento cirúrgico

Endometriose profunda infiltrativa: distribuição anatômica e tratamento cirúrgico William Kondo 1 Reitan Ribeiro 2 Carlos Trippia 3 Monica Tessmann Zomer 1 Endometriose profunda infiltrativa: distribuição anatômica e tratamento cirúrgico Deep infiltrating endometriosis: anatomical distribution

Leia mais

Diagnóstico Inicial Tratamento de Fertilização

Diagnóstico Inicial Tratamento de Fertilização Diagnóstico Inicial Tratamento de Fertilização Você está iniciando seu tratamento de fertilização. Preencha com atenção todos os campos para que possamos fazer um diagnóstico mais preciso. Data 1ª Consulta:

Leia mais

Ano Lectivo 2009/2010

Ano Lectivo 2009/2010 Ano Lectivo 2009/2010 Feito por: Carlos Grilo Caracteres sexuais primários e secundários.3 Sistema reprodutor masculino.4 Sistema reprodutor feminino.5 Ciclo ovário.5 Ciclo uterino.7 Fecundação 9 Caracteres

Leia mais

F1. Quando foi a última vez que a sra fez um exame preventivo para câncer de colo do útero?

F1. Quando foi a última vez que a sra fez um exame preventivo para câncer de colo do útero? Módulo F - Saúde da Mulher (mulheres de 18 anos e mais de idade) Neste módulo, vamos fazer perguntas sobre a sua saúde, exames preventivos, história reprodutiva e planejamento familiar. F1. Quando foi

Leia mais

GUIA SOBRE A FERTILIZAÇÃO IN VITRO: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER!

GUIA SOBRE A FERTILIZAÇÃO IN VITRO: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER! GUIA SOBRE A FERTILIZAÇÃO IN VITRO: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER! SUMÁRIO INTRODUÇÃO 3 POR QUE EU NÃO CONSIGO ENGRAVIDAR? 5 O QUE É FERTILIZAÇÃO IN VITRO? 9 QUANDO A FERTILIZAÇÃO IN VITRO É INDICADA?

Leia mais

CARTILHA COMO ORGANIZAR GRUPOS DE APOIO

CARTILHA COMO ORGANIZAR GRUPOS DE APOIO CARTILHA COMO ORGANIZAR GRUPOS DE APOIO NENHUM PROBLEMA É MAIOR DO QUE A NOSSA CAPACIDADE PARA RESOLVÊ-LO VOCÊ É DO TAMANHO DO SEU SONHO Querida colaboradora, Há bastante tempo, tenho recebido e-mails

Leia mais

PAPEL DA IMAGEM NA AVALIAÇÃO DA PELVE FEMININA

PAPEL DA IMAGEM NA AVALIAÇÃO DA PELVE FEMININA PAPEL DA IMAGEM NA AVALIAÇÃO DA PELVE FEMININA Métodos de Diagnóstico por Imagem 1. Detecção de Lesões 2. Benigno vs. Maligno 3. Conduta (Cx, Seguimento...) Iyer VR et al. AJR 2010;194:311-321 Métodos

Leia mais

Os exames que avaliam a fertilidade do casal

Os exames que avaliam a fertilidade do casal CAPÍTULO 4 Os exames que avaliam a fertilidade do casal Na pesquisa da fertilidade, os fatores são estudados levando-se em consideração cada uma das etapas no processo de reprodução. Para cada uma delas,

Leia mais

46º Congresso da SGOB Brasília/DF

46º Congresso da SGOB Brasília/DF Receptores de estrogênio α (ER-α) e β (ER-β) têm forte expressão na endometriose do reto-sigmoide e tecido perilesional infiltrado, independente da fase do ciclo menstrual Alysson Zanatta, Marcia Riboldi,

Leia mais

RADIOTERAPIA ADJUVANTE NO CÂNCER DO ENDOMÉTRIO

RADIOTERAPIA ADJUVANTE NO CÂNCER DO ENDOMÉTRIO XI Congresso Brasileiro de Radioterapia RADIOTERAPIA ADJUVANTE NO CÂNCER DO ENDOMÉTRIO FELIPE QUINTINO KUHNEN Hospital de Caridade Florianópolis, SC CEPON Florianópolis, SC Hospital São José Criciúma,

Leia mais

XIII Reunião Clínico - Radiológica XVII Reunião Clínico - Radiológica. Dr. RosalinoDalasen. www.digimaxdiagnostico.com.br/

XIII Reunião Clínico - Radiológica XVII Reunião Clínico - Radiológica. Dr. RosalinoDalasen. www.digimaxdiagnostico.com.br/ XIII Reunião Clínico - Radiológica XVII Reunião Clínico - Radiológica Dr. RosalinoDalasen www.digimaxdiagnostico.com.br/ CASO CLÍNICO IDENTIFICAÇÃO: S.A.B. Sexo feminino. 28 anos. CASO CLÍNICO ENTRADA

Leia mais

REPRODUÇÃO HUMANA. Profª Fernanda Biazin

REPRODUÇÃO HUMANA. Profª Fernanda Biazin REPRODUÇÃO HUMANA Profª Fernanda Biazin Puberdade: período de transição do desenvolvimento humano, correspondente à passagem da fase da infância para adolescência. Alterações morfológicas e fisiológicas

Leia mais

ENDOMETRIOSE. Mitos e Verdades. Prof. Nilson Roberto de Melo Separata.PDF - Pagina 1 - February 16, :40:22

ENDOMETRIOSE. Mitos e Verdades. Prof. Nilson Roberto de Melo Separata.PDF - Pagina 1 - February 16, :40:22 ENDOMETRIOSE Mitos e Verdades Prof. Nilson Roberto de Melo 41806-Separata.PDF - Pagina 1 - February 16, 2016-14:40:22 Cyan Magenta Yellow Black Prof. Nilson Roberto de Melo CRM-SP 31.261 Professor Livre

Leia mais

CONCEPÇÃO DE MULHERES DE 18 A 45 ANOS SOBRE A ENDOMETRIOSE NO MUNICÍPIO DE GUANAMBI-BAHIA

CONCEPÇÃO DE MULHERES DE 18 A 45 ANOS SOBRE A ENDOMETRIOSE NO MUNICÍPIO DE GUANAMBI-BAHIA CONCEPÇÃO DE MULHERES DE 18 A 45 ANOS SOBRE A ENDOMETRIOSE NO MUNICÍPIO DE GUANAMBI-BAHIA Adriana da Silva Lima¹, Hermínia de Oliveira Santos¹, Kelly Jayame Alves de Souza¹, Rita de Cássia Vital Santos

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DA RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NO DIAGNÓSTICO DA ENDOMETRIOSE.

A UTILIZAÇÃO DA RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NO DIAGNÓSTICO DA ENDOMETRIOSE. A UTILIZAÇÃO DA RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NO DIAGNÓSTICO DA ENDOMETRIOSE. Deisiane Angélica Ferreira¹, Melina Rosa Molena¹, André Zago ² RESUMO A endometriose é uma doença muitas vezes diagnosticada tardiamente

Leia mais

ENDOMETRIOSE: Efeito Da Endometriose Na Vida Pessoal e Social

ENDOMETRIOSE: Efeito Da Endometriose Na Vida Pessoal e Social CENTRO UNIVERSITÁRIO SÃO LUCAS MARIA DO SOCORRO DOMINGOS DE OLIVEIRA ENDOMETRIOSE: Efeito Da Endometriose Na Vida Pessoal e Social Das Pacientes Com Esta Patologia Porto Velho - RO 2016 MARIA DO SOCORRO

Leia mais

Editorial. Boas-vindas, 2017! 2 Revista SGOB

Editorial. Boas-vindas, 2017! 2 Revista SGOB Editorial Boas-vindas, 2017! Esse ano foi de intenso trabalho para a Diretoria da SGOB, a fim de proporcionar e fortalecer nosso projeto de educação continuada com os seminários especializados e nosso

Leia mais

EDITAL DO CONCURSO PARA OBTENÇÃO DO CERTIFICADO DE ATUAÇÃO NA ÁREA DE ENDOSCOPIA GINECOLÓGICA

EDITAL DO CONCURSO PARA OBTENÇÃO DO CERTIFICADO DE ATUAÇÃO NA ÁREA DE ENDOSCOPIA GINECOLÓGICA EDITAL DO CONCURSO PARA OBTENÇÃO DO CERTIFICADO DE ATUAÇÃO NA ÁREA DE ENDOSCOPIA GINECOLÓGICA - 2012 1. DAS INSCRIÇÕES: 1.1. A inscrição do candidato automaticamente subentende que o mesmo tenha conhecimento

Leia mais

MIDGLEY GONZALES. Adenomiose em pacientes com endometriose profunda: aspectos clínicos, histológicos e radiológicos

MIDGLEY GONZALES. Adenomiose em pacientes com endometriose profunda: aspectos clínicos, histológicos e radiológicos MIDGLEY GONZALES Adenomiose em pacientes com endometriose profunda: aspectos clínicos, histológicos e radiológicos Tese apresentada à Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo para obtenção do

Leia mais

Eletrodo de Coagulação Bipolar com Aspiração e Irrigação de GORDTS e CAMPO GYN /2015-PT

Eletrodo de Coagulação Bipolar com Aspiração e Irrigação de GORDTS e CAMPO GYN /2015-PT Eletrodo de Coagulação Bipolar com Aspiração e Irrigação de GORDTS e CAMPO GYN 25 5.0 10/2015-PT Eletrodo de Coagulação Bipolar com Aspiração e Irrigação de GORDTS e CAMPO Introdução Embora em 25 30 %

Leia mais

Dr. Elcio Roque Kleinpaul Médico Oftalmologista CPF CRM 92380/SP

Dr. Elcio Roque Kleinpaul Médico Oftalmologista CPF CRM 92380/SP Dr. Elcio Roque Kleinpaul Médico Oftalmologista CPF 389.496.440-53 CRM 92380/SP 11075-003, SP, Santos, Av. Senador Pinheiro Machado, 863 (13) 32255226 / (13) 991913524 elcioroq@yahoo.com.br OBJETIVO: Médico

Leia mais

Apoio e realização: II Congresso Brasileiro de Ginecologia Oncológica AGINON 2015 I Jornada Latino-Americana de Ginecologia Oncológica - LASGO

Apoio e realização: II Congresso Brasileiro de Ginecologia Oncológica AGINON 2015 I Jornada Latino-Americana de Ginecologia Oncológica - LASGO Apoio e realização: II Congresso Brasileiro de Ginecologia Oncológica AGINON 2015 I Jornada Latino-Americana de Ginecologia Oncológica - LASGO Local: Minas Centro, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

Leia mais

Fatores de risco: O histórico familiar é um importante fator de risco não modificável para o câncer de mama. Mulheres com parentes de primeiro grau

Fatores de risco: O histórico familiar é um importante fator de risco não modificável para o câncer de mama. Mulheres com parentes de primeiro grau Câncer O que é câncer? Câncer é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado (maligno) de células que invadem os tecidos e órgãos, podendo espalhar-se (metástase)

Leia mais