Química A Extensivo V. 2

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Química A Extensivo V. 2"

Transcrição

1 Química A Extensivo V. 2 Exercícios 01) B 02) A a) Errada. Ao mudar de órbita, os elétrons emite ou absorve energia igual à diferença de energia entre as órbitas. b) Certa. c) Errada. De acordo com a teoria de Bohr, as órbitas descritas pelos elétrons ao redor do núcleo são circulares. d) Errada. Os elétrons não se encontram incrustados no átomo (essa era a teoria de Thomson), mas sim girando em torno do núcleo em órbitas circulares. a) Certa. b) Errada. Rutherford apresentou o modelo planetário para representar o átomo, anteriormente ao modelo proposto por Bohr. c) Errada. Heisenberg formulou o princípio da incerteza, alguns anos após a teoria proposta por Bohr. d) Errada. Dalton apresentou um dos primeiros modelos atômicos, conhecido como modelo da bola de bilhar. e) Errada. Thomson formulou o modelo do pudim de ameixas (ou passas) antes do modelo de Bohr. 03) C O elétron absorve energia quando passa para um nível energético mais externo e libera energia quando retorna ao seu nível original. Como os níveis são representados por números, de dentro para fora, ou seja, do núcleo em direção à eletrosfera, pode-se concluir que absorvem energia os elétrons representados por I (passa do nível 1 para o nível 4) e II (passa do nível 1 para o nível 3). 04) A A emissão de luz ocorre quando elétrons saltam para níveis mais externos absorvendo energia, e ao retornarem para níveis internos liberam essa energia na forma de luz visível (abordado na teoria de Bohr). 05) 11 Na23 13 Al27 26 Fe56 35 Br80 19 K39 Subníveis 1s 2 2s 2 2p 6 3s 1 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 1 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 6 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 5 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 1 Níveis K L M K L M K L M N K L M N K L M N C.V. 3s 1 3s 2 3p 1 4s 2 4s 2 4p 5 4s 1 * A camada de valência é o nível mais externo do átomo onde há elétrons. 06) a) 11 Na + : 1s 2 2s 2 2p 6 b) 13 Al 3+ : 1s 2 2s 2 2p 6 c) 26 Fe 2+ : 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 3d 6 d) 26 Fe 3+ : 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 3d 5 e) 35 Br 1 : 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 6 f) 19 K 1+ : 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 Para o aluno, é interessante representar primeiramente a distribuição eletrônica do átomo neutro e em seguida eliminar ou acrescentar os elétrons necessários na camada de valência. Esses elétrons sempre entrarão ou sairão da C.V., ou seja, da última camada. Para cátions retiram-se elétrons, e para ânions acrescentam- -se elétrons de acordo com a valência do íon. 07) A a) Certa. 31 Ga: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 1 Camada de valência: 3 elétrons (4s 2 4p 1 ). b) Errada. 32 Ge: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 2 Camada de valência: 4 elétrons (4s 2 4p 2 ). c) Errada. 33 As: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 3 Camada de valência: 5 elétrons (4s 2 4p 3 ). d) Errada. 34 Se: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 4 Camada de valência: 6 elétrons (4s 2 4p 4 ). e) Errada. 35 Br: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 5 Camada de valência: 7 elétrons (4s 2 4p 5 ). 08)a) 76 Os: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 6 5s 2 4d 10 5p 6 6s 2 4f 14 5d 6 b) 26 Fe: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 6 26 Fe2+ : 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 3d 6 Química A 1

2 09) C 10) D 11) B 13 Al: 1s2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 1 Camada de valência: 3 elétrons (3s 2 3p 1 ). a) Errada. Possui 1 elétron a menos do que o número de prótons; logo, é um cátion monovalente ( 11 X + ). b) Errada. Um cátion é menor que o seu correspondente neutro pois quando perde o elétron a eletrosfera diminui, sendo mais atraída pelo núcleo. c) Errada. O número atômico é o número de prótons (11). d) Certa. 11 X + (10 elétrons) 8 O 2 (10 elétrons). e) Errada. o Argônio possui 18 elétrons. Distribuição do argônio: 18 Ar: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 27 X2+ : tem 25 elétrons: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 5 ou [Ar] 4s 2 3d 5 28 Y2+ : tem 26 elétrons: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 6 ou [Ar] 4s 2 3d 6 29 Z2+ : tem 27 elétrons: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 7 ou [Ar] 4s 2 3d 7 12) D Subnível mais energético: 4s 1 Distribuição eletrônica: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 1 I. Certa. II. Certa. III. Errada. 13) a) 8 O: 1s 2 2s 2 2p 4 b) 13 Al: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 1 c) 19 K: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 1 d) 36 Kr: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 6 e) 56 Ba: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 6 5s 2 4d 10 5p 6 6s 2 14) A 20 Ca: 1s2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 Camada de valência: 4s 2 Elétrons na C.V.: 2 15) Alternativa correta: D Soma dos elétrons nas camadas: = 11 Átomo de sódio. 16) C 35 Br: 1s2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 5 Camada de valência: 7 elétrons (4s 2 4p 5 ). Partículas nucleares: prótons (35) + nêutrons (45) = 80 17) D Distribuição eletrônica: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 2 Total de elétrons: 32 18) D Distribuição do cloro: 17 Cl: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 5 Subníveis p: 2p 6 e 3p 5 Elétrons nos subníveis p: 11 19) a) 9 F : 1s 2 2s 2 2p 6 b) 8 O 2 : 1s 2 2s 2 2p 6 c) 16 S 2 : 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 d) 20 Ca 2+ : 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 e) 11 Na 1+ : 1s 2 2s 2 2p 6 20) B a) Errada. o orbital é a região onde a probabilidade de encontrar o elétron é máxima. b) Certa. esse é o princípio da incerteza de Heisenberg. c) Errada. spin quer dizer rotação e representa o giro do elétron em torno de si. d) Errada. elétrons que estejam em um mesmo orbital possuem spins contrários. 21) A Número quântico principal: n = 4 representa o 4º nível, camada N. Número quântico secundário: = 0 representa o subnível s. Único elétron no subnível: 4s 1. 22) E Se o último subnível possui configuração 4s 1, conclui- -se que os subníveis anteriores na ordem energética de distribuição já estão totalmente preenchidos: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 1. Total de elétrons: 19 I. Errada. o orbital refere-se à região de probabilidade máxima de se encontrar o elétron. II. Errada. quando o elétron passa para um nível mais externo, ele absorve energia. III. Certa. de Broglie sugeriu que os elétrons podem ter comportamento de ondas. IV. Certa. essa descrição corresponde ao princípio da incerteza de Heisenberg. 23) B Cádmio: Cd Telúrio: Te 24) D Chumbo: Pb Zinco: Zn a) Errada. por ser o mesmo elemento, o número atômico dos dois isótopos é o mesmo. b) Errada. o número atômico é o mesmo. c) Errada. o número de prótons (número atômico) é o mesmo. d) Certa. se são isótopos distintos, possuem o mesmo número atômico, porém número de nêutrons diferente. e) Errada. o número de prótons é igual. 2 Química A

3 25) E 26) D a) 11 Na: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 1 elétrons em subnível d: 0 b) 17 Cl: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 5 elétrons em subnível d: 0 c) 20 Ca: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 elétrons em subnível d: 0 d) 21 Sc: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 1 elétrons em subnível d: 1 e) 26 Fe: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 6 elétrons em subnível d: 6 Ti: 22 1s2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 2 elétrons na última camada: 2 a) Errada. 6 C: 1s 2 2s 2 2p 2 elétrons na última camada: 4 b) Errada. 11 Na: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 1 elétrons na última camada: 1 c) Errada. 31 Ga: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 1 elétrons na última camada: 3 d) Certa. 12 Mg: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 elétrons na última camada: 2 e) Errada. 54 Xe: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 6 5s 2 4d 10 5p 6 elétrons na última camada: 8 27) A 28) D Mn: 25 1s2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 5 K (camada 1): 2 (1s 2 ) L (camada 2): 8 (2s 2 2p 6 ) M (camada 3): 13 (3s 2 3p 6 3d 5 ) N (camada 4): 2 (4s 2 ) Fe: 26 1s2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 6 K (camada 1): 2 (1s 2 ) L (camada 2): 8 (2s 2 2p 6 ) M (camada 3): 14 (3s 2 3p 6 3d 6 ) N (camada 4): 2 (4s 2 ) 29) Certa. a ionização é um processo químico e ocorre devido à baixa pressão e reação entre os átomos no tubo. 02. Certa. 04. Certa. 10 Ne: 1s 2 2s 2 2p 6. Ao perder elétrons, isso ocorrerá no subnível 2p. 08. Certa. 30) C Segundo nível de energia: n = 2 Subnível p: = 1 Representação do subnível 2p: 31) A, B e F a) n = 2 = 0 m = 0 s = 1/2 2s 1 é possível. 0 b) n = 3 = 2 m = +1 c) n = 3 = 3 m = 0 s = 1/2 3f é impossível, pois não existe subnível 3f. d) n = 4 = 1 m = +2 s = 1/2 3d 9 é possível. impossível, pois o subnível p só pode ter valores de m de 1, 0 ou +1. e) n = 3 = 0 m = 1 s = 1/2 impossível, pois o subnível s só pode ter valor de m = 0. f) n = 4 = 2 m = 1 3d 7 é possível. 32) C * Para esse exercício, considerou-se o primeiro elétron a ocupar o orbital com o spin +1/2. Isso pode variar, pois não se sabe ao certo se o giro do elétron é horário ou anti-horário, apenas que para ocupar o mesmo orbital dois elétrons devem ter spins opostos. Muitos exercícios fornecem essa informação. a) Errada. n = 1 = 0 m = 0 s = 1/2 1s 2 é o hélio, que não é metal alcalino. b) Errada. n = 2 = 0 m = 1 s = 1/2 Quando = 0 (subnível s), o m só pode ser 0, pois é o único orbital. c) Certa. n = 2 = 0 m = 0 (um subnível p tem apenas 3 orbitais). 2s 1 é o lítio, um metal alcalino. Química A 3

4 d) Errada. n = 3 = 1 m = 0 s =+1/2 3p 2 tem 4 elétrons na última camada (3s 2 3p 2 ). e) Errada. n = 3 = 1 m = 0 3p 3 tem 5 elétrons na última camada (3s 2 3p 3 ). 33) 24 n = 3 = 2 m = +1 3d 4 Distribuição completa: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 4 Total de elétrons: 24 34) a) 9 F: 1s 2 2s 2 2p 5 2p 5 : 35) A n=2; =1; m=0; s=+1/2 b) 21 Sc: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 1 3d 1 : n = 3; = 2; m = 2; s = 1/2 16 S2 : 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 36) B a) Errada. Quando = 0 (subnível s), m só pode ser 0; b) Certa. n = 3 = 2 m = +1 37) B 3d 4 c) Errada. Quando n = 3 (nível M), não pode ser 3 (subnível f) pois não existe 3f. d) Errada. Não existe = 4, os valores de são 0, 1, 2 ou 3. e) Errada. Quando = 0 (subnível s), m só pode ser Fe3+ : 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 3d 5 a) Errada. São 23 elétrons. b) Certa. 5 elétrons desemparelhados (sem par). c) Errada. Não possui subnível 4s e tem 5 elétrons em orbitais d. 38) B d) Errada. São 5 elétrons. e) Errada. Saíram dois elétrons do quarto nível (4s 2 ). 25 Mn: 1s2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 5 O subnível d comporta até 10 elétrons. Como tem 5, haverá elétrons desemparelhados. 30 Zn: 1s2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 O subnível d comporta até 10 elétrons. Está completo e, portanto não haverá elétrons desemparelhados. 80 Hg: 1s2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 6 5s 2 4d 10 5p 6 6s 2 4f 14 5d 10 O subnível d comporta até 10 elétrons. Está completo e, portanto não haverá elétrons desemparelhados. 82 Pb: 1s2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 6 5s 2 4d 10 5p 6 6s 2 4f 14 5d 10 6p 2 O subnível p comporta até 6 elétrons. Como tem 2, haverá elétrons desemparelhados; 39) Alternativa correta: E Ga: 31 1s2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 1 a) Errada. Neônio tem 10 elétrons. Além disso, gálio é metal tendendo a formar cátions. b) Errada. Possui apenas 1 elétron desemparelhado e pode mudar de estado físico com variação de temperatura. c) Errada. Supondo que forme Ga 13+, ficaria com a configuração do argônio. d) Errada. Entre 30 e 2403 graus, fica no estado líquido. e) Certa. Com o aquecimento pelo contato com a mão pode passar ao estado líquido (fusão). Isso ocorre pois o ponto de fusão é de 30 C e a temperatura do corpo humano é superior a essa temperatura. 40) C C C C (C) Regra de Hund: os elétrons ocuparão preferencialmente orbitais vazios. (C) Pelo princípio de Pauli, não pode haver em um átomo dois elétrons com o mesmo conjunto dos 4 números quânticos. (C) O estado fundamental representa os elétrons em seu estado de mais baixa energia. (C) São os dois elétrons do subnível 2s. 41) a) 17 Cl: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 5 (III); 12 Mg: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 (II); 10 Ne: 1s2 2s 2 2p 6 (I). b) 17 Cl : 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 (IV); 19 K + : 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 (IV); 13 A 3+ : 1s 2 2s 2 2p 6 (I). 42) B 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 1 Total de elétrons: 21 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 6 5s 2 4d 1 Total de elétrons: 39 43) a) n = 2 = 0 m = 0 s = 1/2 1s 2 2s 2 Z = 4 4 Química A

5 b) n = 4 = 1 m = 1 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 1 Z = 31 c) n = 3 = 1 m = +1 s = 1/2 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 Z = 18 d) n = 5 = 1 m = 0 s = 1/2 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 6 5s 2 4d 10 5p 5 Z = 53 e) n = 4 = 2 m = 2 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 6 5s 2 4d 1 Z = 39 44) a) 9 F: 1s 2 2s 2 2p 5 2p 5 : n=2; =1; m=0; s=+1/2 b) 16 S: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 4 3p 4 : n = 3; = 1; m = 1; c) 2 He: 1s 2 1s 2 : n = 1; = 0; m = 0; d) 26 Fe: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 6 3d 6 : n = 3; = 2; m = 2; e) 17 Cl: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 5 3p 5 : n = 3; = 1; m = 0; f) 19 K: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 1 4s 1 : n = 4; = 0; m = 0; s = 1/2 45) D Cada orbital pode ser ocupado por no máximo 2 elétrons. Subnível s ( = 0) 2 elétrons Subnível p ( = 1) 6 elétrons Subnível d ( = 2) 10 elétrons O nível 3 possui apenas 3 subníveis: s, p, d. 46) C Átomos de mesmo elemento químico possuem mesmo número de prótons, sendo chamados de isótopos. Átomos isóbaros são os que possuem mesmo número de massa. 47) E Em teoria, um nível pode conter 2n 2 elétrons. Para o nível 5: = ) C 49) A Ga: 31 1s2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 1 Se: 34 1s2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 4 * Elétrons de valência são os elétrons na última camada do átomo, a mais externa. 50) D 18: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 20: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 25: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 5 50: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 6 5s 2 4d 10 5p 2 51) A Um elétron, para saltar para um nível energético mais externo, precisa ganhar energia. A cada salto de nível, precisa absorver um pouco menos de energia, pois já está mais afastado do núcleo que exerce menos atração. 52) B A = P + N 116 = P + 64 P = 52 Um átomo neutro terá 52 elétrons. Um ânion terá mais de 52 elétrons. 53) A O aquecimento da água promove a passagem de líquido para gasoso. Esse processo físico não tem relação com a natureza elétrica da matéria, ou seja, não há perda ou ganho de elétrons pela substância. 54) B Para passar de uma órbita interna para outra mais externa, o elétron precisa absorver energia. 55) 1. Partículas alfa são partículas emitidas pelo núcleo de um elemento radioativo instável, compostas de dois prótons e dois nêutrons. 2. Os resultados esperados eram do desvio de todas as partículas emitidas. 3. Observaram que poucas partículas sofriam desvio e a maioria delas continuava sem sofrer desvio. 4. Rutherford concluiu que deveriam existir grandes espaços vazios no átomo, que as cargas positivas estariam concentradas no centro numa região chamada núcleo e que as cargas negativas estariam girando em torno do núcleo em uma região externa. Química A 5

6 56) Certa. Trata-se do mesmo elemento químico de número atômico Errada. Número de massa = prótons + nêutrons. 04. Errada. O número de nêutrons é 8 e 10 respectivamente. 08. Certa. O número de prótons é o mesmo; logo, o número de elétrons também será o mesmo, tendo a mesma distribuição. A diferença está nos nêutrons e consequentemente no número de massa. 16. Certa. A água oriunda de fontes biológicas contém mais O ) C Isótopos são átomos do mesmo elemento, que possuem número de massa diferente pois o número de nêutrons é diferente. 58) D a) Errada. não existe o princípio da certeza, mas sim o princípio da incerteza, que diz exatamente o contrário. b) Errada. um subnível contém orbitais. Um orbital contém no máximo dois elétrons. c) Errada. no orbital a probabilidade de encontrar o elétron é máxima. d) Certa. 59) Átomo A: 20 Ca40 1 mol g átomos x g átomos x = 400 g Massa total da amostra = = 1110 g Pela fórmula AB 2 conclui-se que: A: átomos B: átomos (o dobro) 1 mol --- y g átomos 710 g átomos y = 35,5 g Átomo B: 17 C 35,5 Número atômico de B: 17 Tabela completa: Elemento A B Número atômico Massa na atmosfera (g) Número de átomos na atmosfera ) D a) 19 K, 37 RB, 87 Fr = 143 b) 20 Ca, 56 Ba, 88 Ra = 164 c) 29 Cu, 47 Ag, 79 Au = 155 d) 36 Kr, 54 Xe, 86 Rn = 176 e) 1 H, 3 Li, 11 Na = 15 61) 55 Cs: 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 6 5s 2 4d 10 5p 6 6s 1 K=2; L=8, M=18; N=18; O= 8; P=1 81 Ti: 1s2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 10 4p 6 5s 2 4d 10 5p 6 6s 2 4f 14 5d 10 6p 1 K=2; L=8, M=18; N=32; O= 18; P=3 62) Respostas pessoais. Sugestões: Dalton: Conhecido como modelo da bola de bilhar. De acordo com Dalton, tudo que existe na natureza é composto por diminutas partículas denominadas átomos. Os átomos são indivisíveis e indestrutíveis, e existe um número pequeno de elementos químicos diferentes na natureza. Reunindo átomos iguais ou diferentes nas variadas proporções, podemos formar todas as matérias do universo conhecidas. Thomson: De acordo com modelo conhecido como pudim de passas, de Tromson, o átomo era considerado um tipo de fluido com distribuição esférica contínua de carga positiva, em que se incrustava certo número de elétrons, com carga negativa, o suficiente para neutralizar a carga positiva. Bohr: um elétron num átomo adquire apenas certas energias, e cada energia é representada por uma órbita definida, particular. Se o elétron recebe energia, ele pula para uma outra órbita mais afastada do núcleo. Pode ocorrer no elétron a perda de energia por irradiação, e assim o elétron cai para uma órbita mais próxima do núcleo. Todavia o elétron não pode ficar entre duas órbitas definidas, específicas, pois essa não seria uma órbita estável (órbita não específica). Conclui-se então que: quanto maior a energia do elétron, mais afastado ele está do núcleo. Leitura recomendada: resumo dos modelos atômicos: atomistica/resumodosmodelos.htm 63) a) O número atômico (Z) que representa a quantidade de prótons de um átomo é sua característica mais importante, pois é o que permite sua identificação. b) 16 M 42 Número atômico: 16, Número de massa: 42 (soma de prótons e nêutrons). c) O núcleo contém prótons (carga positiva) e nêutrons (sem carga). A eletrosfera contém elétrons (carga negativa). 6 Química A

7 d) 7 camadas: Camada K L M N O P Q Máx. elétrons ) E e) As partículas que podem ser afetadas por força elétrica são os prótons e os elétrons. Em caso de cargas iguais há repulsão, e em cargas diferentes atração. f) Um átomo passa ao estado excitado quando recebe energia. g) Ao voltar ao estado normal, o átomo libera energia equivalente à quantidade de energia absorvida anteriormente. h) Vem da energia elétrica à qual está conectado o monitor. i) 3X 6 X 5X 2x+4 Y5x 1 Como são isótopos, o número de prótons dos dois átomos é igual: 3x 6 = 2x + 4 x = 10 Substituindo: = 24 Z = 24 j) O modelo apresentado é o modelo de Bohr (ou Rutherford Bohr). Nesse modelo, os elétrons giram em torno do núcleo, em níveis específicos de energia, chamados de camadas. No caso do modelo do átomo de hidrogênio apresentado, pode-se observar que a órbita não é elíptica, e o elétron gira em torno do núcleo, em uma região própria, ou em um camada chamada de K. a) Errada. Podem acomodar, 2, 8 e 18 elétrons respectivamente. b) Errada. O terceiro nível acomoda no máximo 18 elétrons e tem apenas 3 subníveis, s, p, d. c) Errada. Os átomos de número atômico 11 e 12 preenchem subníveis até 3s, enquanto que os átomos de número atômico 13 e 14 preenchem subníveis 3p. d) Errada. O elétron mais energético está em níveis diferentes. e) Certa. Os átomos de número atômico de 25 a 28 tem seus elétrons ocupando até o subnível 3d. Química A 7

ESTRUTURA ATÔMICA. Modelos Atômicos

ESTRUTURA ATÔMICA. Modelos Atômicos ESTRUTURA ATÔMICA Modelos Atômicos 1.Modelo atômico de Dalton 2.Modelo atômico de Thomson 3.Modelo atômico de Rutherford 4.Modelo atômico de Rutherford-Bohr 5.Modelo atômico atual MODELOS ATÔMICOS 1808

Leia mais

APOSTILA DE QUÍMICA 2º BIMESTRE

APOSTILA DE QUÍMICA 2º BIMESTRE Nome: nº: Bimestre: 2º Ano/série: 9º ano Ensino: Fundamental Componente Curricular: Química Professor: Ricardo Honda Data: / / APOSTILA DE QUÍMICA 2º BIMESTRE TEORIA 1 EVOLUÇÃO DOS MODELOS ATÔMICOS 1.

Leia mais

Linha do Tempo. 400 a.c. Radioatividade. Demócrito. Dalton. Thomson. Rutherford Rutherford-Bohr Rutherford-Bohr (Chadwick)

Linha do Tempo. 400 a.c. Radioatividade. Demócrito. Dalton. Thomson. Rutherford Rutherford-Bohr Rutherford-Bohr (Chadwick) Linha do Tempo 400 a.c. 1808 1897 1911 1913 1932 Demócrito Dalton Radioatividade Thomson Rutherford Rutherford-Bohr Rutherford-Bohr (Chadwick) Evolução dos Modelos Atômicos Teoria dos quatro elementos

Leia mais

Resoluções. Estrutura atômica

Resoluções. Estrutura atômica Segmento: Pré-vestibular Resoluções Coleção: Alfa, Beta e Gama Disciplina: Química Volume: 1 Série: 1 Estrutura atômica 1. A A composição metafísica presente no poema remete aos modelos atômicos propostos

Leia mais

Química Geral -Aula 2 Átomo e estrutura atômica. *Mas afinal, de que são feitas as coisas?

Química Geral -Aula 2 Átomo e estrutura atômica. *Mas afinal, de que são feitas as coisas? Química Geral -Aula 2 Átomo e estrutura atômica *Mas afinal, de que são feitas as coisas? Átomo na Grécia antiga 2 teorias (Demócrito, Leucipo e Aristóteles) Demócrito, Leucipo e Aristóteles Átomo como

Leia mais

Apostila de Química 11 Atomística

Apostila de Química 11 Atomística Apostila de Química 11 Atomística 1.0 Filósofos Leucipo e Demócrito, Grécia 400 a.c. A matéria é formada por pequenas partículas que sempre existiram e que seriam indestrutíveis, os átomos. Esses filósofos

Leia mais

Física dos Materiais

Física dos Materiais Física dos Materiais 4300502 1º Semestre de 2016 Instituto de Física Universidade de São Paulo Professor: Luiz C C M Nagamine E-mail: nagamine@if.usp.br Fone: 3091.6877 homepagehttp://disciplinas.stoa.usp.br/course/view.php?id=10070

Leia mais

TEORIAS ATÔMICAS. Menor partícula possível de um elemento (Grécia antiga) John Dalton (1807)

TEORIAS ATÔMICAS. Menor partícula possível de um elemento (Grécia antiga) John Dalton (1807) TEORIAS ATÔMICAS Átomo Menor partícula possível de um elemento (Grécia antiga) John Dalton (1807) 1. Os elementos são constituídos por partículas extremamente pequenas chamadas átomos; 2. Todos os átomos

Leia mais

OLIMPÍADA PIAUIENSE DE QUÍMICA Modalidade EF

OLIMPÍADA PIAUIENSE DE QUÍMICA Modalidade EF OLIMPÍADA PIAUIENSE DE QUÍMICA - 2013 Modalidade EF INSTRUÇÕES 1 Esta prova contém oito questões no total, sendo duas questões abertas e seis questões de múltipla escolha. 2 Antes de iniciar a prova, confira

Leia mais

- Evolução dos modelos atômicos; - Estudo da eletrosfera; Prof. Kemil.

- Evolução dos modelos atômicos; - Estudo da eletrosfera; Prof. Kemil. - Evolução dos modelos atômicos; - Estudo da eletrosfera; Prof. Kemil www.profkemil.ning.com EVOLUÇÃO DOS MODELOS ATÔMICOS Durante algum tempo a curiosidade sobre do que era constituída a matéria parecia

Leia mais

Aula 08 - Níveis e subníveis eletrônicos e a Distribuição Eletrônica

Aula 08 - Níveis e subníveis eletrônicos e a Distribuição Eletrônica Aula 08 - Níveis e subníveis eletrônicos e a Distribuição Eletrônica Nas nossas aulas passadas nós vimos que cada elemento químico é caracterizado pelo seu número atômico (Z). Vimos também que um átomo

Leia mais

OPÇÃO CONCURSO. e) 11 prótons, 11 elétrons e 11 nêutrons.

OPÇÃO CONCURSO. e) 11 prótons, 11 elétrons e 11 nêutrons. 1) Somando-se todas as partículas (prótons, nêutrons e elétrons) de um átomo de 28 Ni 59 com as do átomo de 80 Hg 201, o total de partículas será: a) 281. b) 158. c) 368. d) 108. e) 360. 2) O átomo de

Leia mais

J.J. Thomson N. Bohr E. Schrödinger. J. Dalton E. Rutherford. Demócrito e Leucipo. A. Sommerfeld. Evolução histórica

J.J. Thomson N. Bohr E. Schrödinger. J. Dalton E. Rutherford. Demócrito e Leucipo. A. Sommerfeld. Evolução histórica J.J. Thomson N. Bohr E. Schrödinger Demócrito e Leucipo J. Dalton E. Rutherford Evolução histórica A. Sommerfeld Demócrito e Leucipo (modelo filosofal) Do que a matéria é constituída? A matéria é descontínua.

Leia mais

Exercícios Sobre DistribuiÇão eletrônica

Exercícios Sobre DistribuiÇão eletrônica Exercícios Sobre DistribuiÇão eletrônica Dado: 01. Faça a distribuição eletrônica nas camadas para os átomos: a) Cs (Z= 55) b) Tl (Z= 81) 02. Faça a distribuição eletrônica nas camadas, para os átomos:

Leia mais

Modelos Atômicos PROF. JACKSON ALVES

Modelos Atômicos PROF. JACKSON ALVES Modelos Atômicos PROF. JACKSON ALVES O que é Modelo Atômico? Um modelo atômico é, de uma forma simples, uma maneira de supor como a matéria é formada, ou como os átomos que constituem um material é formado.

Leia mais

CONFIGURAÇÕES ELETRÔNICAS E PERIODICIDADE QUÍMICA

CONFIGURAÇÕES ELETRÔNICAS E PERIODICIDADE QUÍMICA A tabela periódica é o guia para a ordem na qual os orbitais são preenchidos. Ela está estruturada de forma que os elementos com o mesmo padrão de configurações eletrônicas de níveis mais externos (valência)

Leia mais

ESTRUTURA ATÔMICA DA MATÉRIA (PARTE 3 MODELOS ATÔMICOS)

ESTRUTURA ATÔMICA DA MATÉRIA (PARTE 3 MODELOS ATÔMICOS) 01. Gregos (Demócrito e Leucipo) "A matéria é formada de pequenas partículas indivisíveis denominadas átomos." (a = não tomo = parte) QUÍMICA INORGÂNICA - CAPÍTULO 2 ESTRUTURA ATÔMICA DA MATÉRIA (PARTE

Leia mais

PROPRIEDADES ATÔMICAS E TENDÊNCIAS PERIÓDICAS

PROPRIEDADES ATÔMICAS E TENDÊNCIAS PERIÓDICAS PROPRIEDADES ATÔMICAS E TENDÊNCIAS PERIÓDICAS TAMANHO ATÔMICO Pode ser definido como a distância entre os átomos em uma amostra do elemento. Cl Cl (Cl 2 ): 198 pm Raio covalente: 198/2 = 99 pm C-C no diamante

Leia mais

Aula 1 O átomo. Modelos atômicos Do que é feito um átomo Distribuição eletrônica

Aula 1 O átomo. Modelos atômicos Do que é feito um átomo Distribuição eletrônica Aula 1 O átomo Modelos atômicos Do que é feito um átomo Distribuição eletrônica Do que é feita a matéria? Democritus: toda a matéria é constituida por pequenas partículas indivisíveis, chamadas atomos.

Leia mais

ATOMÍSTICA MODELOS ATÔMICOS. MODELO ATÔMICO DE DALTON: o átomo é constituído de uma pequena esfera maciça indivisível e indestrutível.

ATOMÍSTICA MODELOS ATÔMICOS. MODELO ATÔMICO DE DALTON: o átomo é constituído de uma pequena esfera maciça indivisível e indestrutível. ATOMÍSTICA MODELOS ATÔMICOS MODELO ATÔMICO DE DALTON: o átomo é constituído de uma pequena esfera maciça indivisível e indestrutível. O Átomo é constituído de uma região central chamada de núcleo onde

Leia mais

Tabela Periódica. 2. C Consultando a tabela periódica para a obtenção das massas atômicas dos elementos apresentados, tem-se:

Tabela Periódica. 2. C Consultando a tabela periódica para a obtenção das massas atômicas dos elementos apresentados, tem-se: Segmento: Pré-vestibular Resoluções Coleção: Alfa, Beta e Gama Disciplina: Química Volume: 1 Série: 2 Tabela Periódica 1. C Nas tabelas periódicas atuais os elementos estão dispostos em ordem crescente

Leia mais

Profa: GRAÇA PORTO. Quibi. Química - Graça Porto

Profa: GRAÇA PORTO. Quibi. Química - Graça Porto Profa: GRAÇA PORTO WWW. Quibi. COM Leucipo de Mileto ( 440 a.c.) & Demócrito (460 a.c. - 370 a.c. ) A idéia de dividirmos uma porção qualquer de matéria até chegarmos a uma partícula que não possa mais

Leia mais

RESUMO SOBRE MODELOS ATÔMICOS.

RESUMO SOBRE MODELOS ATÔMICOS. SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 9 anos TURMA(S):

Leia mais

Curso Ágora Tupaciguara

Curso Ágora Tupaciguara Curso Ágora Tupaciguara Colegio Anglo Anglo Uberlândia Professor: Lourival Neto Disciplina: Química Modelos atômicos Sumário Modelo atômico de Dalton Modelo Atômico de Thomson Modelo atômico de Rutherford

Leia mais

Apostila de Química (3º bimestre-2009) Professor: Eduardo Mesquita 1º ano Ensino Médio. Números Quânticos e Diagrama de Pauling;

Apostila de Química (3º bimestre-2009) Professor: Eduardo Mesquita 1º ano Ensino Médio. Números Quânticos e Diagrama de Pauling; Apostila de Química (3º bimestre-2009) Professor: Eduardo Mesquita 1º ano Ensino Médio Números Quânticos e Diagrama de Pauling; Número quântico principal (n): indica o nível de energia do elétron no átomo.

Leia mais

A eletrosfea do átomo

A eletrosfea do átomo A eletrosfea do átomo É dividida em nível e subnível. Nível: cada nível comporta uma quantidade máxima de elétrons: x=n. NÍVEL 1 3 4 5 6 7 8 QUANTIDADE MÁXIMA DE e. 1 =. = 8. 3 = 18. 4 = 3. 5 = 50. 6 =

Leia mais

CIÊNCIAS DA NATUREZA - QUÍMICA Prof. Adriana Strelow 1º Ano

CIÊNCIAS DA NATUREZA - QUÍMICA Prof. Adriana Strelow 1º Ano CIÊNCIAS DA NATUREZA - QUÍMICA Prof. Adriana Strelow 1º Ano - 2016 TABELA PERIÓDICA ATUAL: Os elementos estão ordenados em ordem crescente de número atômico. O critério utilizado para classificar os elementos

Leia mais

Química. Resolução das atividades complementares. Q34 Distribuição de íons

Química. Resolução das atividades complementares. Q34 Distribuição de íons Resolução das atividades complementares 3 Química Q34 istribuição de íons p. 11 1 orneça a configuração eletrônica 2 segundo o diagrama de Linus Pauling 2 dos íons a seguir no estado fundamental em ordem

Leia mais

Avaliação da unidade II Pontuação: 7,5 pontos

Avaliação da unidade II Pontuação: 7,5 pontos Avaliação da unidade II Pontuação: 7,5 pontos 2 QUESTÃO 01 (Ufg) Leia o poema apresentado a seguir. 3 Pudim de passas Campo de futebol Bolinhas se chocando Os planetas do sistema solar Átomos Às vezes

Leia mais

Colégio Notre Dame de Campinas Congregação de Santa Cruz PLANTÕES DE FÉRIAS QUÍMICA. Nome: Nº: Série: 1º ANO Profª BIANCA RIBEIRO Data: JULHO 2016

Colégio Notre Dame de Campinas Congregação de Santa Cruz PLANTÕES DE FÉRIAS QUÍMICA. Nome: Nº: Série: 1º ANO Profª BIANCA RIBEIRO Data: JULHO 2016 PLANTÕES DE FÉRIAS QUÍMICA Nome: Nº: Série: 1º ANO Profª BIANCA RIBEIRO Data: JULHO 2016 Roteiro de Estudos Primeiramente, revise em seu caderno alguns conceitos importantes da estrutura do átomo, como:

Leia mais

Demócrito. Demócrito a.c. Filósofo grego. A matéria é formada por partículas indivisíveis chamadas átomos.

Demócrito. Demócrito a.c. Filósofo grego. A matéria é formada por partículas indivisíveis chamadas átomos. Atomística Demócrito Demócrito 460-370 a.c. Filósofo grego. A matéria é formada por partículas indivisíveis chamadas átomos. Lavoisier NADA SE PERDE NADA SE CRIA TUDO SE TRANSFORMA Dalton BASEADO NA LEI

Leia mais

DATA: Nº de ordem GRAU: PROVA: TURMA MATRÍCULA: Estudo Independente

DATA: Nº de ordem GRAU: PROVA: TURMA MATRÍCULA: Estudo Independente FOLHA DE QUESTÕES CURSO: ASS.: Engenharia de Produção DISCIPLINA: NOME: Química Geral DATA: Nº de ordem GRAU: PROVA: TURMA MATRÍCULA: Estudo Independente 5PRD31A 01) O grupo de átomos que é encontrado

Leia mais

Tabela Periódica e Propriedades Periódicas dos Elementos. periódico permite fazer previsões gerais sobre seu comportamento químico e físico.

Tabela Periódica e Propriedades Periódicas dos Elementos. periódico permite fazer previsões gerais sobre seu comportamento químico e físico. Tabela Periódica e Propriedades Periódicas dos Elementos Agrupar os elementos num quadro Agrupar os elementos num quadro periódico permite fazer previsões gerais sobre seu comportamento químico e físico.

Leia mais

LOGO. Modelos Atômicos. Profa. Núria Galacini

LOGO. Modelos Atômicos. Profa. Núria Galacini LOGO Modelos Atômicos Profa. Núria Galacini Demócrito: no século IV a.c. afirmava que a matéria era composta de partículas indivisíveis, o átomo. John Dalton: em 1808 formulou uma definição acerca dos

Leia mais

Química. 01. Quantos prótons há na espécie química (A) 2 (D) 32 (B) 28 (E) 60 (C) 30

Química. 01. Quantos prótons há na espécie química (A) 2 (D) 32 (B) 28 (E) 60 (C) 30 Química 01. Quantos prótons há na espécie química (A) 2 (D) 32 (B) 28 (E) 60 (C) 30 02. Para que um átomo de número atômico 55 e número de massa 137 seja eletricamente neutro, ele deverá ter, necessariamente:

Leia mais

1. ESTRUTURA DO ÁTOMO

1. ESTRUTURA DO ÁTOMO Química Profª SIMONE MORGADO Aula 2 Estrutura do átomo, nº atômico, nº de massa e isoátomos. 1. ESTRUTURA DO ÁTOMO Como nós já vimos a Química é essa ciência que busca compreender os mistérios da matéria,

Leia mais

A Natureza Elétrica dos Materiais

A Natureza Elétrica dos Materiais A Natureza Elétrica dos Materiais As primeiras ideias sobre a constituição da matéria Demócrito Gregos ÁTOMOS - A matéria possuia espaço vazio; - Indestrutíveis; - Dotadas de movimento; - Diversos formatos.

Leia mais

ESTRUTURA ATÔMICA - III

ESTRUTURA ATÔMICA - III ESTRUTURA ATÔMICA - III Elementos químicos emitem luz em diferentes comprimentos de onda. Esta emissão é descontínua e só ocorre para determinadas faixas de Prof. Bruno Gabriel Química 2ª Bimestre 2016

Leia mais

ESTRUTURA ATÔMICA (PARTE 1)

ESTRUTURA ATÔMICA (PARTE 1) ESTRUTURA ATÔMICA (PARTE 1) 1.01. A experiência de Rutherford permitiu: a) a descoberta do próton; b) a descoberta do nêutron; c) a descoberta do elétron; d) caracterizar que, na maior parte do átomo,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL. TUTOR: Dr. Ribamar Silva PETIANO: Erlailson Costa dos Santos

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL. TUTOR: Dr. Ribamar Silva PETIANO: Erlailson Costa dos Santos UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL TUTOR: Dr. Ribamar Silva PETIANO: Erlailson Costa dos Santos 1- INTRODUÇÃO --------------------------------------------- Werner Karl Heisenberg

Leia mais

Histórico Tríades de Dobereiner

Histórico Tríades de Dobereiner Tabela Periódica Histórico Tríades de Dobereiner Ele procurou estabelecer vários grupos de três elementos com propriedades químicas semelhantes. Observou, então, que a massa atômica do elemento central

Leia mais

QUÍMICA 1 ANO - PROGRESSÃO 2015

QUÍMICA 1 ANO - PROGRESSÃO 2015 QUÍMICA 1 ANO - PROGRESSÃO 2015 1. Esta questão apresenta três afirmativas, que podem estar corretas ou incorretas. Responda-a, obedecendo ao seguinte código: I) Fe, AI, C, Na são conjunto de elementos

Leia mais

Química Geral prof. Eduardo. Modelos Atômicos. Módulo QG 04 Apst. 1

Química Geral prof. Eduardo. Modelos Atômicos. Módulo QG 04 Apst. 1 Química Geral prof. Eduardo Modelos Atômicos Módulo QG 04 Apst. 1 Empédocles (492 432 a.c.) Existem quatro elementos básicos na natureza. Aristóteles teles (384 322 a.c.) Frio, quente, úmido, seco. Ar,

Leia mais

ÁTOMO: núcleo muito pequeno composto por prótons e nêutrons, que é circundado por elétrons em movimento;

ÁTOMO: núcleo muito pequeno composto por prótons e nêutrons, que é circundado por elétrons em movimento; 1.1 CONCEITOS FUNDAMENTAIS ÁTOMO: núcleo muito pequeno composto por prótons e nêutrons, que é circundado por elétrons em movimento; Elétrons e prótons são eletricamente carregados: 1,60 x 10-19 C; Elétrons:

Leia mais

AULA DE RECUPERAÇÃO PROF. NEIF NAGIB

AULA DE RECUPERAÇÃO PROF. NEIF NAGIB AULA DE RECUPERAÇÃO PROF. NEIF NAGIB CONCEITOS SOBRE O ÁTOMO Número Atômico (Z): quantidades de prótons. Z = p = e Número de Massa (A): a soma das partículas que constitui o átomo. A = Z + N REPRESENTAÇÃO

Leia mais

ATOMÍSTICA. Teoria de Thomson (1898) Todo átomo é formado por uma matéria positiva, na qual se encontrariam os elétrons distribuídos ao acaso.

ATOMÍSTICA. Teoria de Thomson (1898) Todo átomo é formado por uma matéria positiva, na qual se encontrariam os elétrons distribuídos ao acaso. 1. MODLOS ATÔMICOS Teoria de Dalton (1803): Toda matéria é constituída por átomos; Átomos de um mesmo elemento químico possuem propriedades químicas e físicas iguais; Todo átomo corresponde a uma esfera

Leia mais

Distribuição dos elétrons

Distribuição dos elétrons Distribuição dos elétrons Camadas Eletrônicas ou Níveis de Energia A coroa ou eletrosfera está dividida em 7 níveis ou camadas designadas por K, L, M, N, O, P, Q ou pelos números: n = 1, 2, 3, 4, 5, 6,

Leia mais

Apresentar, através da configuração eletrônica, propriedades físicas e químicas dos elementos químicos.

Apresentar, através da configuração eletrônica, propriedades físicas e químicas dos elementos químicos. CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS (II) META Apresentar, através da configuração eletrônica, propriedades físicas e químicas dos elementos químicos. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: descrever

Leia mais

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! CIÊNCIAS - UNIDADE 3 ÁTOMOS E LIGAÇÕES QUÍMICAS

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! CIÊNCIAS - UNIDADE 3 ÁTOMOS E LIGAÇÕES QUÍMICAS Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! Use canetas coloridas ou escreva palavras destacadas, para facilitar na hora de estudar. E capriche! Não se esqueça

Leia mais

Química Orgânica Ambiental

Química Orgânica Ambiental Química Orgânica Ambiental Aula 1 Estrutura Eletrônica e ligação química Prof. Dr. Leandro Vinícius Alves Gurgel 1. Introdução: O átomo Os átomos são formados por nêutrons, prótons e elétrons: Prótons

Leia mais

Tabela Periódica dos Elementos:

Tabela Periódica dos Elementos: Tabela Periódica dos Elementos: - Na tabela periódica os elementos estão dispostos por ordem crescente de número atómico. - O Hidrogénio é o primeiro elemento da tabela periódica. *Cada linha da tabela

Leia mais

COLÉGIO EUCARÍSTICO Fixando o Conteúdo

COLÉGIO EUCARÍSTICO Fixando o Conteúdo COLÉGIO EUCARÍSTICO Fixando o Conteúdo 2 Bimestre 1. Tem-se dois elementos químicos A e B, com números atômicos iguais a 20 e 35, respectivamente. Escrever as configurações eletrônicas dos dois elementos.

Leia mais

PROPRIEDADES DA MATÉRIA

PROPRIEDADES DA MATÉRIA Química Revisão Aula 2 1 os anos Décio ago/09 Nome: N o : Turma: PROPRIEDADES DA MATÉRIA Objetivo O objetivo dessa ficha é revisar alguns dos tópicos trabalhados no 1º semestre. As dúvidas devem ser encaminhadas

Leia mais

Schrödinger propôs uma equação que contém os termos onda e partícula. A resolução da equação leva às funções de onda. Af função de onda fornece o

Schrödinger propôs uma equação que contém os termos onda e partícula. A resolução da equação leva às funções de onda. Af função de onda fornece o Aula 3 Estrutura Atômica cont Tabela Periódica Mecânica quântica e orbitais atômicos Schrödinger propôs uma equação que contém os termos onda e partícula. A resolução da equação leva às funções de onda.

Leia mais

O Átomo. a + thomos = sem divisão

O Átomo. a + thomos = sem divisão O Átomo 1. O nome átomo tem origem na Grécia Antiga no sec. V a.c. Os pensadores antigos falavam da existência de partículas invisíveis e indivisíveis que formariam toda matéria. a + thomos = sem divisão

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA 3 o TRIMESTRE DE 2015

PROVA DE QUÍMICA 3 o TRIMESTRE DE 2015 PROVA DE QUÍMICA 3 o TRIMESTRE DE 2015 PROF. MARCOS NOME Nº 9º ANO A prova deve ser feita com caneta azul ou preta. É terminantemente proibido o uso de corretor. Respostas com corretor serão anuladas.

Leia mais

Faculdade Maurício de Nassau

Faculdade Maurício de Nassau Faculdade Maurício de Nassau LEIS PONDERAIS Lei de Lavoisier(Antonie Laurent Lavoisier) Lei da conservação das massas ou Lei da conservação da matéria Caracterização: sistema fechado utilizando balanças

Leia mais

Revisão de Química 3º Bimestre 2013

Revisão de Química 3º Bimestre 2013 GDF - SEE - G.R.E. PLANALTINA COORDENAÇÃO REGIONAL DE ENSINO DE PLANALTINA CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 02 CIÊNCIAS NATURAIS MÁRIO CÉSAR CASTRO Revisão de Química 3º Bimestre 2013 1. Onde está localizado

Leia mais

Química. Resolução das atividades complementares. Q35 Tabela periódica

Química. Resolução das atividades complementares. Q35 Tabela periódica Resolução das atividades complementares 3 Química Q35 Tabela periódica p. 19 1 (ITA-SP) Considere as seguintes configurações eletrônicas de espécies no estado gasoso: I. 1s 2 2s 2 2p 1 II. 1s 2 2s 2 2p

Leia mais

1

1 EVOLUÇÃO DOS MODELOS ATÔMICOS Durante algum tempo a curiosidade do que era constituída a matéria parecia ser impossível de ser desvendada. Até que em 450 a.c. o filósofo grego Leucipo de Mileto afirmava

Leia mais

COLÉGIO EUCARÍSTICO Fixando o Conteúdo

COLÉGIO EUCARÍSTICO Fixando o Conteúdo COLÉGIO EUCARÍSTICO Fixando o Conteúdo 2 Bimestre 1. Tem-se dois elementos químicos A e B, com números atômicos iguais a 20 e 35, respectivamente. Escrever as configurações eletrônicas dos dois elementos.

Leia mais

EJA E. Médio - Modalidade E.a.D Disciplina - Química. Aula I: O átomo. Professora: Márcia Elizabeth de Mattos Pintos

EJA E. Médio - Modalidade E.a.D Disciplina - Química. Aula I: O átomo. Professora: Márcia Elizabeth de Mattos Pintos EJA E. Médio - Modalidade E.a.D Disciplina - Química Aula I: O átomo Professora: Márcia Elizabeth de Mattos Pintos Email: marciaemp@hotmail.com Rio Grande, 31 de maio de 2014. Apresentação Conteúdo Programático

Leia mais

SOS QUÍMICA - O SITE DO PROFESSOR SAUL SANTANA.

SOS QUÍMICA - O SITE DO PROFESSOR SAUL SANTANA. SOS QUÍMICA - O SITE DO PROFESSOR SAUL SANTANA. QUESTÕES Exercícios de Radiatividade 01) O que acontece com o número atômico (Z) e o número de massa (A) de um núcleo radiativo quando ele emite uma partícula

Leia mais

Histórico Tríades de Dobereiner

Histórico Tríades de Dobereiner Tabela Periódica Histórico Tríades de Dobereiner Ele procurou estabelecer vários grupos de três elementos com propriedades químicas semelhantes. Observou, então, que a massa atômica do elemento central

Leia mais

Aulão de Química. Química Geral Professor: Eduardo Ulisses

Aulão de Química. Química Geral Professor: Eduardo Ulisses Aulão de Química Química Geral Professor: Eduardo Ulisses Substâncias e Misturas Substância é qualquer parte da matéria que possui propriedades constantes. As substâncias podem ser classificadas como sendo

Leia mais

QUÍMICA GERAL PROF. PAULO VALIM

QUÍMICA GERAL PROF. PAULO VALIM QUÍMICA GERAL PROF. PAULO VALIM 4 TABELA PERIÓDICA Gás Nobre para catalisar sua reação, vamos disponibilizar alguns exercícios com gabarito ao final de cada capítulo de estudo. Eles não fazem parte dos

Leia mais

Átomo. (Indivisível) Histórico. Demócrito. Leucipo. Tales de Mileto. Alquimia : Âmbar 09/02/2011. Aristóteles. Símbolos: Eléktron A HISTÓRIA DO ÁTOMO

Átomo. (Indivisível) Histórico. Demócrito. Leucipo. Tales de Mileto. Alquimia : Âmbar 09/02/2011. Aristóteles. Símbolos: Eléktron A HISTÓRIA DO ÁTOMO A HISTÓRIA DO ÁTOMO Evolução dos Modelos Atômicos Profs: Renato Acconcia Cláudio de Freitas Aristóteles Histórico Demócrito Átomo (Indivisível) Empédocles Leucipo Tales de Mileto Alquimia : Âmbar Símbolos:

Leia mais

Lista 1 - Radioatividade

Lista 1 - Radioatividade 1. Para cada um dos radionuclídeos mostrados a seguir, escreva a equação que representa a emissão radioativa. Consulte a tabela periódica. a) b) c) d) e) 222 86 Rn, um alfa emissor presente no ar. 235

Leia mais

LOGO. Tabela Periódica. Profa. Samara Garcia

LOGO. Tabela Periódica. Profa. Samara Garcia LOGO Tabela Periódica Profa. Samara Garcia Antes da Tabela Periódica O trabalho de Böhr despertou o interesse de vários cientistas para o estudo dos espectros descontínuos. Um deles, Sommerfeld, percebeu,

Leia mais

09) (Vunesp) Os elementos I, II e III têm as seguintes configurações eletrônicas em suas camadas de valência:

09) (Vunesp) Os elementos I, II e III têm as seguintes configurações eletrônicas em suas camadas de valência: 01) Na tabela periódica os elementos estão ordenados em ordem crescente de: a) Número de massa. b) Massa atômica. c) Número atômico. d) Raio atômico. e) Eletroafinidade. 02) Na tabela periódica, estão

Leia mais

Espectros atômicos e níveis de energia Números quânticos Estrutura atômica do Hidrogênio e de. Energia dos orbitais e configurações eletrônicas

Espectros atômicos e níveis de energia Números quânticos Estrutura atômica do Hidrogênio e de. Energia dos orbitais e configurações eletrônicas Espectros atômicos e níveis de energia Números quânticos Estrutura atômica do Hidrogênio e de átomos com mais elétrons Energia dos orbitais e configurações eletrônicas Prof a. MarciaM. Meier UNIVERSIDADE

Leia mais

GABARITO AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS

GABARITO AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 17 DE TAGUATINGA Professora: Renata Componente curricular: Ciências Naturais Aluno(a): n.º: Ano/Turma: 9º Turno: Matutino Data: 19/12/2015 GABARITO AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS NOTA:

Leia mais

esféricas maciças e indivisíveis.

esféricas maciças e indivisíveis. a) A-I, B-II, C-III b) A-II, B-III, C-I c) A-III, B-I, C-II d) A-III, B-II, C-I e) A-II, B-I, C-III LISTA DE EXERCÍCIOS DE QUÍMICA 1º Ano do Ensino Médio Professor: Anderson Paschôa É preciso estudar todos

Leia mais

Professor Edson Cruz

Professor Edson Cruz Professor Edson Cruz A RADIOATIVIDADE E A NECESSIDADE DE NOVAS PESQUISAS Wilhelm RÖNTGEN (1845-1923) Estudava raios emitidos pela ampola de Crookes. Repentinamente, notou que raios desconhecidos saíam

Leia mais

Por muito tempo acreditou-se que a estabilidade dos gases nobres se dava pelo fato de, à exceção do He, todos terem 8 elétrons na sua última camada.

Por muito tempo acreditou-se que a estabilidade dos gases nobres se dava pelo fato de, à exceção do He, todos terem 8 elétrons na sua última camada. Ligação química Atualmente, conhecemos cerca de 115 elementos químicos. Mas ao olharmos ao nosso redor vemos uma grande variedade de compostos (diferindo em sua cor e forma), muitas vezes formados pelo

Leia mais

1º Questão: Escreva a distribuição eletrônica dos elementos abaixo e determine o número de valência de cada elemento: a) Fe (26):.

1º Questão: Escreva a distribuição eletrônica dos elementos abaixo e determine o número de valência de cada elemento: a) Fe (26):. FOLHA DE EXERCÍCIOS CURSO: Otimizado ASS.: Exercícios de Conteúdo DISCIPLINA: Fundamentos de Química e Bioquímica NOME: TURMA: 1SAU 1º Questão: Escreva a distribuição eletrônica dos elementos abaixo e

Leia mais

Química A Semiextensivo V. 2

Química A Semiextensivo V. 2 Química A Semiextensivo V. Exercícios 0) B 0) A 0) A Símbolo N: elemento Nitrogênio Símbolo P: elemento Fósforo (do latim Phosphorus) Símbolo K: elemento Potássio (do latim Kalium) Trata-se de uma questão

Leia mais

A (g) + energia A + (g) + e -

A (g) + energia A + (g) + e - Atividade de química Escola: Aluno(a): Série/turma: Nº Nota: Professor: Abedias Disciplina: Química Data: 1(UCDB-MT) Os elementos x A, x+1 B e x+2 C pertencem a um mesmo período da tabela periódica. Se

Leia mais

Química. Atividade 1 Recuperação 1 os anos Décio ago/09. Nome: Nº: Turma:

Química. Atividade 1 Recuperação 1 os anos Décio ago/09. Nome: Nº: Turma: Química Atividade 1 Recuperação 1 os anos Décio ago/09 Nome: Nº: Turma: Objetivo O objetivo dessa ficha é revisar alguns dos conceitos importantes para a prova de recuperação do 1º semestre. As dúvidas

Leia mais

TABELA PERIÓDICA PARTE 1

TABELA PERIÓDICA PARTE 1 PROJETO KAL - 2016 QUÍMCA AULA 06 TABELA PERÓDCA PARTE 1 Recordar é viver: Modelo Atômico de Rutherford-Bohr: Também conhecido como modelo atômico planetário, ele mostra como os elétrons se comportam ao

Leia mais

ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS

ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS RECUPERAÇÃO SEMESTRAL 3º Ano do Ensino Médio Disciplina: Química 1. Um átomo do elemento químico X, usado como corante para vidros, possui número de massa igual a 79 e número de nêutrons

Leia mais

MODELOS DO ÁTOMO. Séc. elemento é uma (Inglês) esfera indivisível

MODELOS DO ÁTOMO. Séc. elemento é uma (Inglês) esfera indivisível MODELOS ATÓMICOS Inês Bruno e Marília Peres 2009 Fonte: http://ffden-2.phys.uaf.edu/212_fall2003.web.dir/erik_johnson/contents.html John Séc. Esfera O átomo de cada Dalton XVIII elemento é uma (Inglês)

Leia mais

Figura 1: Fotos dos cogumelos formados após a explosão das bombas nucleares Little Boy (à esquerda Hiroshima) e Fat Man (à direita Nagasaki).

Figura 1: Fotos dos cogumelos formados após a explosão das bombas nucleares Little Boy (à esquerda Hiroshima) e Fat Man (à direita Nagasaki). O Núcleo Atômico É do conhecimento de todos o enorme poder energético contido no núcleo dos átomos! Quem nunca ouviu falar sobre as bombas nucleares que foram lançadas, no final da II Guerra Mundial, nas

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO DE QUÍMICA PARA FÉRIAS / Professora Deborah Simões Petroni

EXERCÍCIOS DE REVISÃO DE QUÍMICA PARA FÉRIAS / Professora Deborah Simões Petroni EXERCÍCIOS DE REVISÃO DE QUÍMICA PARA FÉRIAS / 2009 Professora Deborah Simões Petroni INSTRUÇÕES Resolva os exercícios durante as férias ou num determinado período da mesma. Não copie, somente resolvendo

Leia mais

Classificação Periódica dos Elementos

Classificação Periódica dos Elementos Classificação Periódica dos Elementos Reis, Oswaldo Henrique Barolli. R375c Classificação periódica dos elementos / Oswaldo Henrique Barolli. Varginha, 2015. 34 slides : il. Sistema requerido: Adobe Acrobat

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. DISCIPLINA:Química SÉRIE: 1º. ALUNO(a):

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. DISCIPLINA:Química SÉRIE: 1º. ALUNO(a): GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSORA: Núbia de Andrade DISCIPLINA:Química SÉRIE: 1º ALUNO(a): Lista de Exercícios P2 I Bimestre No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO CAMPUS VALENÇA SÉRIE: 1º ANO DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: JOSÉ TIAGO PEREIRA BARBOSA

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO CAMPUS VALENÇA SÉRIE: 1º ANO DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: JOSÉ TIAGO PEREIRA BARBOSA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO CAMPUS VALENÇA SÉRIE: 1º ANO DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: JOSÉ TIAGO PEREIRA BARBOSA Lista de Exercícios Ligações Químicas Teoria do Octeto

Leia mais

AULA 03 Tabela Periódica

AULA 03 Tabela Periódica Faculdade de Tecnologia e Ciências FTC Colegiado de Engenharia Civil Química Geral AULA 03 Tabela Periódica PROFESSORA: Shaiala Aquino shaiaquino@hotmail.com Henry Moseley A.B.Chancourtois ( 1820-1886)

Leia mais

SuperPro copyright Colibri Informática Ltda.

SuperPro copyright Colibri Informática Ltda. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO - Algumas cadeias carbônicas nas questões de química orgânica foram desenhadas na sua forma simplificada apenas pelas ligações entre seus carbonos. Alguns átomos ficam, assim,

Leia mais

Estrutura Atômica. Química Quântica Prof a. Dr a. Carla Dalmolin. Átomos Polieletrônicos

Estrutura Atômica. Química Quântica Prof a. Dr a. Carla Dalmolin. Átomos Polieletrônicos Estrutura Atômica Química Quântica Prof a. Dr a. Carla Dalmolin Átomos Polieletrônicos Átomos Polieletrônicos Átomos que possuem mais de 1 elétron A Eq. de Schrödinger pode ser resolvida exatamente apenas

Leia mais

Próton Nêutron Elétron

Próton Nêutron Elétron Próton Nêutron Elétron Próton Nêutron Elétron Número de prótons: 54 2 Nome do elemento: BORO BERÍLIO HÉLIO Esta Os quantidade diferentes tipos de prótons de átomos recebe (elementos o nome químicos) de

Leia mais

Química. Resolução das atividades complementares. Q39 Propriedades periódicas II

Química. Resolução das atividades complementares. Q39 Propriedades periódicas II Resolução das atividades complementares 3 Química Q39 Propriedades periódicas II p. 43 1 (UFRGS-RS) Em fogos de artifício, as diferentes colorações são obtidas quando se adicionam sais de diferentes metais

Leia mais

QUÍMICA MODELOS ATÔMICOS, ATOMÍSTICA, CONCEITOS FUNDAMENTAIS, SEMELHANÇA ATÔMICA

QUÍMICA MODELOS ATÔMICOS, ATOMÍSTICA, CONCEITOS FUNDAMENTAIS, SEMELHANÇA ATÔMICA QUÍMICA Prof. Rodrigo Rocha MODELOS ATÔMICOS, ATOMÍSTICA, CONCEITOS FUNDAMENTAIS, SEMELHANÇA ATÔMICA 1. Sobre os principais fundamentos da teoria atômica de Dalton, assinale a(s) alternativa(s) CORRETA(s).

Leia mais

n Camadas K L M N...

n Camadas K L M N... Notação Espectroscópica para Configurações Eletrônicas em Átomos. Modelo de Partícula Independente. Podemos obter uma quantidade expressiva importante de informações sobre estados atômicos de sistemas

Leia mais

9) Um certo elemento tem número atômico igual a 37. Qual a carga mais provável do seu íon? a) 1. c) +1. e) +3. b) 2. d) +2.

9) Um certo elemento tem número atômico igual a 37. Qual a carga mais provável do seu íon? a) 1. c) +1. e) +3. b) 2. d) +2. Atividade de química Escola: Aluno(a): Série/turma: Nº Nota: Professor: Abedias Disciplina: Química Data: Conteúdo: Propriedade da Tabela Periódica e ligações químicas 1(ACAFE) O grupo de átomos que é

Leia mais

Exercícios Sobre Atomística - Coincidências atômicas

Exercícios Sobre Atomística - Coincidências atômicas Exercícios Sobre Atomística - Coincidências atômicas 1. (Utfpr 016) O chumbo é um metal tóxico, pesado, macio, maleável e mau condutor de eletricidade. É usado na construção civil, em baterias de ácido,

Leia mais

3ª Série / Vestibular _ TD 08 _ 19 de abril

3ª Série / Vestibular _ TD 08 _ 19 de abril 3ª Série / Vestibular _ TD 08 _ 19 de abril 01. A corrosão de um metal é a sua destruição ou deterioração, devida à reação com o meio ambiente. O enferrujamento é o nome dado à corrosão do ferro: Fe(s)

Leia mais

EVOLUÇÃO DO MODELO ATÔMICO NA HISTÓRIA

EVOLUÇÃO DO MODELO ATÔMICO NA HISTÓRIA FÍSICA 2016-2 EVOLUÇÃO DO MODELO ATÔMICO NA HISTÓRIA Modelos atômicos foram sugeridos, desde a antiguidade, pensadores afirmavam que a matéria era composta por pequenas partículas que receberam a denominação

Leia mais

Estrutura Atômica. Clique para editar o estilo do subtítulo mestre

Estrutura Atômica. Clique para editar o estilo do subtítulo mestre Estrutura Atômica Clique para editar o estilo do subtítulo mestre Evolução dos Modelos Atômicos 1º) Demócrito e Leucipo (400 a 500 a.c) -filósofos gregos -átomo indivisível. 2º) Modelo Atômico de Dalton

Leia mais

Unidades SI. Existem dois tipos de unidades: Unidades fundamentais (ou básicas); Unidades derivadas. Existem 7 unidades básicas no sistema SI.

Unidades SI. Existem dois tipos de unidades: Unidades fundamentais (ou básicas); Unidades derivadas. Existem 7 unidades básicas no sistema SI. Unidades SI Existem dois tipos de unidades: Unidades fundamentais (ou básicas); Unidades derivadas. Existem 7 unidades básicas no sistema SI. Unidades SI As potências de dez são utilizadas por conveniência

Leia mais