resultados 3T08 24 de outubro de 2008

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "resultados 3T08 24 de outubro de 2008"

Transcrição

1 resultados 3T de outubro de 2008

2 mercado alvo CF&T - Brasil > Mercado Alvo 1 Receita Líquida (R$ bilhões, nominal) CAGR ( ) = 15,9% ,2 8,7 10,1 11,4 +13,2% 13,0 5,7 6, ,0% M07 6M08 (1) Mercado Alvo: Cuidados com a Pele, Protetor Solar, Maquilagem, Perfumes, Fragrâncias, Cuidados para o cabelo, Creme de Barbear e Desodorantes. Não inclui Fraldas, Esmaltes para Unhas, Absorventes, Tinturas para Cabelos e Higiene Oral. Fonte: Sipatesp e ABIHPEC. 2

3 market share - Brasil > Market Share da Natura no Mercado Alvo 1 (%) ,1 19,2 21,4 22,8-0,7pp 22,1 22,5-0,7pp 21, M07 6M08 (1) Mercado Alvo: Cuidados com a Pele, Protetor Solar, Maquilagem, Perfumes, Fragrâncias, Cuidados para o cabelo, Creme de Barbear e Desodorantes. Não inclui Fraldas, Esmaltes para Unhas, Absorventes, Tinturas para Cabelos e Higiene Oral. Fonte: Sipatesp e ABIHPEC. 3

4 receita líquida > Receita Líquida Consolidada (R$ milhões) ,8% ,3% 921 3T07 3T08 9M07 9M08 4

5 EBITDA > EBITDA Consolidado (R$ milhões) ,4% ,0% 227 3T07 3T08 9M07 9M08 5

6 margem EBITDA > Margem EBITDA Consolidada (%) 30 23,8 0,9pp 24,7 23,5 24,3 0,7pp T07 3T08 9M07 9M08 6

7 lucro líquido > Lucro Líquido Consolidado (R$ milhões) ,2% ,6% T07 3T08 9M07 9M08 7

8 margem líquida > Margem Líquida Consolidada (%) ,5 1,2pp 16,7 15,3 15,4 0,1pp T07 3T08 9M07 9M08 8

9 canal > Número Total Consolidado de Consultoras 1 (milhares) CAGR ( ) = 17,7% ,4% +14,6% T07 3T08 (1) Consultoras na Argentina, Brasil, Chile, Peru, México, Venezuela, Colômbia e França. Posição ao final do ciclo 13 de vendas na operação Brasil, e do ciclo 12 de vendas nas operações internacionais. 9

10 10

11 canal - Brasil > Número Total de Consultoras Brasil 1 (milhares) CAGR ( ) = 15,5% ,7% ,1% T07 3T08 (1) Posição ao final do ciclo 13 de vendas. 11

12 produtividade - Brasil > Produtividade Consultoras Brasil (R$ mil por consultora ativa média) CAGR ( ) = 3,8% ,5 11,5 12,3 12,5-2,6% 12, ,9 3,0 2,0% T07 3T08 12

13 canal - operações em consolidação > Número Total de Consultoras Argentina, Chile e Peru 1 (milhares) CAGR ( ) = 36,3% ,5% +31,2% T07 3T08 (1) Posição ao final do ciclo 12 de vendas. 13

14 produtividade - operações em consolidação > Produtividade Argentina, Chile e Peru (US$ mil por consultora ativa média) CAGR ( ) = 8,4% ,1 2,5 2,7 2,8 +5,2% 2,9 1 0,7 0,8 11,7% T07 3T08 14

15 inovação > Investimento em Inovação % 3,5 4,0 R$ milhões 80 74,3 2,9 72,3 3,0 60 2,0 40 1,0 20 9M07 9M08 % da Receita líquida Investimento em inovação 15

16 inovação > Número de Lançamentos e Índice de Inovação Total (inovação + aperfeiçoamento) % 80 66,9 unidades , M07 9M08 Índice de inovação Total (%) Número de lançamentos 16

17 CAPEX > CAPEX (R$ milhões) , , E 9M07 9M08 17

18 geração de caixa pro-forma > Fluxo de caixa consolidado pró-forma - (R$ milhões) 9M08 9M07 Var % Lucro líquido do período 379,6 326,7 16,2 (+) Depreciação / amortização 63,7 53,8 18,5 Geração interna de caixa 443,3 380,5 16,5 Capital de giro operacional¹ 67,8 (82,4) Outros ativos e passivos² (28,5) (20,7) Geração operacional de caixa 482,6 277,3 74,0 Aquisições de imobilizado (61,0) (73,4) Geração de caixa livre³ 421,7 203,9 106,8 (1) Ativos - Contas a receber, estoques e impostos a recuperar de curto prazo. Passivos - fornecedores, salários, participações no lucro e encargos sociais, obrigações tributárias, provisões e fretes a pagar. (2) Ativos - Adiantamento a colaboradores e fornecedores, imposto de renda e contribuição social diferidos de curto prazo, outros créditos e ativos realizáveis a longo prazo. Passivos - outros contas a pagar de curto e longo prazos e provisões para riscos tributários, cíveis e trabalhistas. (3) (Geração interna de caixa) +/- (variações no capital de giro e realizável e exigível a longo prazo) (aquisições de ativo imobilizado). 18

19 mercado alvo CF&T¹ Brasil receita líquida por categoria > Cosméticos e Fragrâncias (R$ Bilhões) > Higiene Pessoal (R$ Bilhões) 4 4 3,64 3,26 3 2, ,6% 2,47 +12,6% ,94 0,99 +4,8% 1 0,35 0,42 +18,9% 6M07 6M08 6M07 6M08 Mercado Natura (1) Mercado Alvo: Cuidados com a Pele, Protetor Solar, Maquilagem, Perfumes, Fragrâncias, Cuidados para o cabelo, Creme de Barbear e Desodorantes. Não inclui Fraldas, Esmaltes para Unhas, Absorventes, Tinturas para Cabelos e Higiene Oral. Fonte: Sipatesp e ABIHPEC. 19

20 mercado alvo CF&T¹ Brasil market share Natura por categoria > Cosméticos e Fragrâncias (%) > Higiene Pessoal (%) 40 38,0 35, ,6pp ,7 11,4 +0,7pp 6M07 6M08 6M07 6M08 (1) Mercado Alvo: Cuidados com a Pele, Protetor Solar, Maquilagem, Perfumes, Fragrâncias, Cuidados para o cabelo, Creme de Barbear e Desodorantes. Não inclui Fraldas, Esmaltes para Unhas, Absorventes, Tinturas para Cabelos e Higiene Oral. Fonte: Sipatesp e ABIHPEC. 20

21 sustentabilidade21

22 carbono neutro Nossa meta Redução de 33% das emissões relativas de Gases do Efeito Estufa em 5 anos a partir de Nova Revista Natura Redução do impacto ambiental da Revista Natura em 32,0% em relação a versão anterior; Alteração do papel e a remodelação do projeto gráfico possibilitaram a diminuição da quantidade de matéria-prima utilizada na sua produção e a redução no número de páginas; Economia de 3,5 mil ton/ano de papel e uma redução de 4,5 mil tonco 2e /ano na atmosfera. 22

23 energia e água Energia Meta de redução: 2% Alcançamos em nossa matriz energética (Energia elétrica, GLP e Diesel) redução de 5,8% nos nove meses em relação ao mesmo período de Água Meta de redução: 2% Até o momento alcançamos uma redução no volume total de metros cúbicos de 6,8% nos nove meses em relação ao mesmo período de

24 Esta apresentação contém informações futuras. Tais informações não são apenas fatos históricos, mas refletem os desejos e as expectativas da direção da Natura. As palavras "antecipa", "deseja", "espera", "prevê", "pretende", "planeja", "prediz", "projeta", "almeja" e similares, pretendem identificar afirmações que, necessariamente, envolvem riscos conhecidos e desconhecidos. Riscos conhecidos incluem incertezas, que não são limitadas ao impacto da competitividade dos preços e produtos, aceitação dos produtos no mercado, transições de produto da Companhia e seus competidores, aprovação regulamentar, moeda, flutuação da moeda, dificuldades de fornecimento e produção e mudanças na venda de produtos, dentre outros riscos. Esta apresentação também contém algumas informações pro forma, elaboradas pela Companhia a título exclusivo de informação e referência, portanto, são grandezas não auditadas. Esta apresentação está atualizada até a presente data e a Natura não se obriga a atualizá-la mediante novas informações e/ou acontecimentos futuros. 24

25 resultados 3T de outubro de 2008

26 mercado alvo CF&T - Brasil > Mercado Alvo 1 Receita Líquida (R$ bilhões, nominal) CAGR ( ) = 15,9% ,2 8,7 10,1 11,4 +13,2% 13,0 5,7 6, ,0% M07 6M08 (1) Mercado Alvo: Cuidados com a Pele, Protetor Solar, Maquilagem, Perfumes, Fragrâncias, Cuidados para o cabelo, Creme de Barbear e Desodorantes. Não inclui Fraldas, Esmaltes para Unhas, Absorventes, Tinturas para Cabelos e Higiene Oral. Fonte: Sipatesp e ABIHPEC. 2

27 market share - Brasil > Market Share da Natura no Mercado Alvo 1 (%) ,1 19,2 21,4 22,8-0,7pp 22,1 22,5-0,7pp 21, M07 6M08 (1) Mercado Alvo: Cuidados com a Pele, Protetor Solar, Maquilagem, Perfumes, Fragrâncias, Cuidados para o cabelo, Creme de Barbear e Desodorantes. Não inclui Fraldas, Esmaltes para Unhas, Absorventes, Tinturas para Cabelos e Higiene Oral. Fonte: Sipatesp e ABIHPEC. 3

28 receita líquida > Receita Líquida Consolidada (R$ milhões) ,8% ,3% 921 3T07 3T08 9M07 9M08 4

29 EBITDA > EBITDA Consolidado (R$ milhões) ,4% ,0% 227 3T07 3T08 9M07 9M08 5

30 margem EBITDA > Margem EBITDA Consolidada (%) 30 23,8 0,9pp 24,7 23,5 24,3 0,7pp T07 3T08 9M07 9M08 6

31 lucro líquido > Lucro Líquido Consolidado (R$ milhões) ,2% ,6% T07 3T08 9M07 9M08 7

32 margem líquida > Margem Líquida Consolidada (%) ,5 1,2pp 16,7 15,3 15,4 0,1pp T07 3T08 9M07 9M08 8

33 canal > Número Total Consolidado de Consultoras 1 (milhares) CAGR ( ) = 17,7% ,4% +14,6% T07 3T08 (1) Consultoras na Argentina, Brasil, Chile, Peru, México, Venezuela, Colômbia e França. Posição ao final do ciclo 13 de vendas na operação Brasil, e do ciclo 12 de vendas nas operações internacionais. 9

34 10

35 canal - Brasil > Número Total de Consultoras Brasil 1 (milhares) CAGR ( ) = 15,5% ,7% ,1% T07 3T08 (1) Posição ao final do ciclo 13 de vendas. 11

36 produtividade - Brasil > Produtividade Consultoras Brasil (R$ mil por consultora ativa média) CAGR ( ) = 3,8% ,5 11,5 12,3 12,5-2,6% 12, ,9 3,0 2,0% T07 3T08 12

37 canal - operações em consolidação > Número Total de Consultoras Argentina, Chile e Peru 1 (milhares) CAGR ( ) = 36,3% ,5% +31,2% T07 3T08 (1) Posição ao final do ciclo 12 de vendas. 13

38 produtividade - operações em consolidação > Produtividade Argentina, Chile e Peru (US$ mil por consultora ativa média) CAGR ( ) = 8,4% ,1 2,5 2,7 2,8 +5,2% 2,9 1 0,7 0,8 11,7% T07 3T08 14

39 inovação > Investimento em Inovação % 3,5 4,0 R$ milhões 80 74,3 2,9 72,3 3,0 60 2,0 40 1,0 20 9M07 9M08 % da Receita líquida Investimento em inovação 15

40 inovação > Número de Lançamentos e Índice de Inovação Total (inovação + aperfeiçoamento) % 80 66,9 unidades , M07 9M08 Índice de inovação Total (%) Número de lançamentos 16

41 CAPEX > CAPEX (R$ milhões) , , E 9M07 9M08 17

42 geração de caixa pro-forma > Fluxo de caixa consolidado pró-forma - (R$ milhões) 9M08 9M07 Var % Lucro líquido do período 379,6 326,7 16,2 (+) Depreciação / amortização 63,7 53,8 18,5 Geração interna de caixa 443,3 380,5 16,5 Capital de giro operacional¹ 67,8 (82,4) Outros ativos e passivos² (28,5) (20,7) Geração operacional de caixa 482,6 277,3 74,0 Aquisições de imobilizado (61,0) (73,4) Geração de caixa livre³ 421,7 203,9 106,8 (1) Ativos - Contas a receber, estoques e impostos a recuperar de curto prazo. Passivos - fornecedores, salários, participações no lucro e encargos sociais, obrigações tributárias, provisões e fretes a pagar. (2) Ativos - Adiantamento a colaboradores e fornecedores, imposto de renda e contribuição social diferidos de curto prazo, outros créditos e ativos realizáveis a longo prazo. Passivos - outros contas a pagar de curto e longo prazos e provisões para riscos tributários, cíveis e trabalhistas. (3) (Geração interna de caixa) +/- (variações no capital de giro e realizável e exigível a longo prazo) (aquisições de ativo imobilizado). 18

43 mercado alvo CF&T¹ Brasil receita líquida por categoria > Cosméticos e Fragrâncias (R$ Bilhões) > Higiene Pessoal (R$ Bilhões) 4 4 3,64 3,26 3 2, ,6% 2,47 +12,6% ,94 0,99 +4,8% 1 0,35 0,42 +18,9% 6M07 6M08 6M07 6M08 Mercado Natura (1) Mercado Alvo: Cuidados com a Pele, Protetor Solar, Maquilagem, Perfumes, Fragrâncias, Cuidados para o cabelo, Creme de Barbear e Desodorantes. Não inclui Fraldas, Esmaltes para Unhas, Absorventes, Tinturas para Cabelos e Higiene Oral. Fonte: Sipatesp e ABIHPEC. 19

44 mercado alvo CF&T¹ Brasil market share Natura por categoria > Cosméticos e Fragrâncias (%) > Higiene Pessoal (%) 40 38,0 35, ,6pp ,7 11,4 +0,7pp 6M07 6M08 6M07 6M08 (1) Mercado Alvo: Cuidados com a Pele, Protetor Solar, Maquilagem, Perfumes, Fragrâncias, Cuidados para o cabelo, Creme de Barbear e Desodorantes. Não inclui Fraldas, Esmaltes para Unhas, Absorventes, Tinturas para Cabelos e Higiene Oral. Fonte: Sipatesp e ABIHPEC. 20

45 sustentabilidade21

46 carbono neutro Nossa meta Redução de 33% das emissões relativas de Gases do Efeito Estufa em 5 anos a partir de Nova Revista Natura Redução do impacto ambiental da Revista Natura em 32,0% em relação a versão anterior; Alteração do papel e a remodelação do projeto gráfico possibilitaram a diminuição da quantidade de matéria-prima utilizada na sua produção e a redução no número de páginas; Economia de 3,5 mil ton/ano de papel e uma redução de 4,5 mil tonco 2e /ano na atmosfera. 22

47 energia e água Energia Meta de redução: 2% Alcançamos em nossa matriz energética (Energia elétrica, GLP e Diesel) redução de 5,8% nos nove meses em relação ao mesmo período de Água Meta de redução: 2% Até o momento alcançamos uma redução no volume total de metros cúbicos de 6,8% nos nove meses em relação ao mesmo período de

48 Esta apresentação contém informações futuras. Tais informações não são apenas fatos históricos, mas refletem os desejos e as expectativas da direção da Natura. As palavras "antecipa", "deseja", "espera", "prevê", "pretende", "planeja", "prediz", "projeta", "almeja" e similares, pretendem identificar afirmações que, necessariamente, envolvem riscos conhecidos e desconhecidos. Riscos conhecidos incluem incertezas, que não são limitadas ao impacto da competitividade dos preços e produtos, aceitação dos produtos no mercado, transições de produto da Companhia e seus competidores, aprovação regulamentar, moeda, flutuação da moeda, dificuldades de fornecimento e produção e mudanças na venda de produtos, dentre outros riscos. Esta apresentação também contém algumas informações pro forma, elaboradas pela Companhia a título exclusivo de informação e referência, portanto, são grandezas não auditadas. Esta apresentação está atualizada até a presente data e a Natura não se obriga a atualizá-la mediante novas informações e/ou acontecimentos futuros. 24

49 resultados 3T de outubro de 2008

50 mercado alvo CF&T - Brasil > Mercado Alvo 1 Receita Líquida (R$ bilhões, nominal) CAGR ( ) = 15,9% ,2 8,7 10,1 11,4 +13,2% 13,0 5,7 6, ,0% M07 6M08 (1) Mercado Alvo: Cuidados com a Pele, Protetor Solar, Maquilagem, Perfumes, Fragrâncias, Cuidados para o cabelo, Creme de Barbear e Desodorantes. Não inclui Fraldas, Esmaltes para Unhas, Absorventes, Tinturas para Cabelos e Higiene Oral. Fonte: Sipatesp e ABIHPEC. 2

51 market share - Brasil > Market Share da Natura no Mercado Alvo 1 (%) ,1 19,2 21,4 22,8-0,7pp 22,1 22,5-0,7pp 21, M07 6M08 (1) Mercado Alvo: Cuidados com a Pele, Protetor Solar, Maquilagem, Perfumes, Fragrâncias, Cuidados para o cabelo, Creme de Barbear e Desodorantes. Não inclui Fraldas, Esmaltes para Unhas, Absorventes, Tinturas para Cabelos e Higiene Oral. Fonte: Sipatesp e ABIHPEC. 3

52 receita líquida > Receita Líquida Consolidada (R$ milhões) ,8% ,3% 921 3T07 3T08 9M07 9M08 4

53 EBITDA > EBITDA Consolidado (R$ milhões) ,4% ,0% 227 3T07 3T08 9M07 9M08 5

54 margem EBITDA > Margem EBITDA Consolidada (%) 30 23,8 0,9pp 24,7 23,5 24,3 0,7pp T07 3T08 9M07 9M08 6

55 lucro líquido > Lucro Líquido Consolidado (R$ milhões) ,2% ,6% T07 3T08 9M07 9M08 7

56 margem líquida > Margem Líquida Consolidada (%) ,5 1,2pp 16,7 15,3 15,4 0,1pp T07 3T08 9M07 9M08 8

57 canal > Número Total Consolidado de Consultoras 1 (milhares) CAGR ( ) = 17,7% ,4% +14,6% T07 3T08 (1) Consultoras na Argentina, Brasil, Chile, Peru, México, Venezuela, Colômbia e França. Posição ao final do ciclo 13 de vendas na operação Brasil, e do ciclo 12 de vendas nas operações internacionais. 9

58 10

59 canal - Brasil > Número Total de Consultoras Brasil 1 (milhares) CAGR ( ) = 15,5% ,7% ,1% T07 3T08 (1) Posição ao final do ciclo 13 de vendas. 11

60 produtividade - Brasil > Produtividade Consultoras Brasil (R$ mil por consultora ativa média) CAGR ( ) = 3,8% ,5 11,5 12,3 12,5-2,6% 12, ,9 3,0 2,0% T07 3T08 12

61 canal - operações em consolidação > Número Total de Consultoras Argentina, Chile e Peru 1 (milhares) CAGR ( ) = 36,3% ,5% +31,2% T07 3T08 (1) Posição ao final do ciclo 12 de vendas. 13

62 produtividade - operações em consolidação > Produtividade Argentina, Chile e Peru (US$ mil por consultora ativa média) CAGR ( ) = 8,4% ,1 2,5 2,7 2,8 +5,2% 2,9 1 0,7 0,8 11,7% T07 3T08 14

63 inovação > Investimento em Inovação % 3,5 4,0 R$ milhões 80 74,3 2,9 72,3 3,0 60 2,0 40 1,0 20 9M07 9M08 % da Receita líquida Investimento em inovação 15

64 inovação > Número de Lançamentos e Índice de Inovação Total (inovação + aperfeiçoamento) % 80 66,9 unidades , M07 9M08 Índice de inovação Total (%) Número de lançamentos 16

65 CAPEX > CAPEX (R$ milhões) , , E 9M07 9M08 17

66 geração de caixa pro-forma > Fluxo de caixa consolidado pró-forma - (R$ milhões) 9M08 9M07 Var % Lucro líquido do período 379,6 326,7 16,2 (+) Depreciação / amortização 63,7 53,8 18,5 Geração interna de caixa 443,3 380,5 16,5 Capital de giro operacional¹ 67,8 (82,4) Outros ativos e passivos² (28,5) (20,7) Geração operacional de caixa 482,6 277,3 74,0 Aquisições de imobilizado (61,0) (73,4) Geração de caixa livre³ 421,7 203,9 106,8 (1) Ativos - Contas a receber, estoques e impostos a recuperar de curto prazo. Passivos - fornecedores, salários, participações no lucro e encargos sociais, obrigações tributárias, provisões e fretes a pagar. (2) Ativos - Adiantamento a colaboradores e fornecedores, imposto de renda e contribuição social diferidos de curto prazo, outros créditos e ativos realizáveis a longo prazo. Passivos - outros contas a pagar de curto e longo prazos e provisões para riscos tributários, cíveis e trabalhistas. (3) (Geração interna de caixa) +/- (variações no capital de giro e realizável e exigível a longo prazo) (aquisições de ativo imobilizado). 18

67 mercado alvo CF&T¹ Brasil receita líquida por categoria > Cosméticos e Fragrâncias (R$ Bilhões) > Higiene Pessoal (R$ Bilhões) 4 4 3,64 3,26 3 2, ,6% 2,47 +12,6% ,94 0,99 +4,8% 1 0,35 0,42 +18,9% 6M07 6M08 6M07 6M08 Mercado Natura (1) Mercado Alvo: Cuidados com a Pele, Protetor Solar, Maquilagem, Perfumes, Fragrâncias, Cuidados para o cabelo, Creme de Barbear e Desodorantes. Não inclui Fraldas, Esmaltes para Unhas, Absorventes, Tinturas para Cabelos e Higiene Oral. Fonte: Sipatesp e ABIHPEC. 19

68 mercado alvo CF&T¹ Brasil market share Natura por categoria > Cosméticos e Fragrâncias (%) > Higiene Pessoal (%) 40 38,0 35, ,6pp ,7 11,4 +0,7pp 6M07 6M08 6M07 6M08 (1) Mercado Alvo: Cuidados com a Pele, Protetor Solar, Maquilagem, Perfumes, Fragrâncias, Cuidados para o cabelo, Creme de Barbear e Desodorantes. Não inclui Fraldas, Esmaltes para Unhas, Absorventes, Tinturas para Cabelos e Higiene Oral. Fonte: Sipatesp e ABIHPEC. 20

69 sustentabilidade21

70 carbono neutro Nossa meta Redução de 33% das emissões relativas de Gases do Efeito Estufa em 5 anos a partir de Nova Revista Natura Redução do impacto ambiental da Revista Natura em 32,0% em relação a versão anterior; Alteração do papel e a remodelação do projeto gráfico possibilitaram a diminuição da quantidade de matéria-prima utilizada na sua produção e a redução no número de páginas; Economia de 3,5 mil ton/ano de papel e uma redução de 4,5 mil tonco 2e /ano na atmosfera. 22

71 energia e água Energia Meta de redução: 2% Alcançamos em nossa matriz energética (Energia elétrica, GLP e Diesel) redução de 5,8% nos nove meses em relação ao mesmo período de Água Meta de redução: 2% Até o momento alcançamos uma redução no volume total de metros cúbicos de 6,8% nos nove meses em relação ao mesmo período de

72 Esta apresentação contém informações futuras. Tais informações não são apenas fatos históricos, mas refletem os desejos e as expectativas da direção da Natura. As palavras "antecipa", "deseja", "espera", "prevê", "pretende", "planeja", "prediz", "projeta", "almeja" e similares, pretendem identificar afirmações que, necessariamente, envolvem riscos conhecidos e desconhecidos. Riscos conhecidos incluem incertezas, que não são limitadas ao impacto da competitividade dos preços e produtos, aceitação dos produtos no mercado, transições de produto da Companhia e seus competidores, aprovação regulamentar, moeda, flutuação da moeda, dificuldades de fornecimento e produção e mudanças na venda de produtos, dentre outros riscos. Esta apresentação também contém algumas informações pro forma, elaboradas pela Companhia a título exclusivo de informação e referência, portanto, são grandezas não auditadas. Esta apresentação está atualizada até a presente data e a Natura não se obriga a atualizá-la mediante novas informações e/ou acontecimentos futuros. 24

Resultados do 1T de abril de 2008

Resultados do 1T de abril de 2008 Resultados do 25 de abril de 2008 mercado alvo CF&T Brasil > Mercado Alvo 1 Receita Líquida (R$ bilhões, nominal) CAGR (2002-2007) = 15,5% 11,5 13,0 10,1 8,7 6,3 7,2 +13,1% 2002 2003 2004 2005 2006 2007

Leia mais

resultados 2T08 25 de julho de 2008

resultados 2T08 25 de julho de 2008 resultados 2T08 25 de julho de 2008 1 mercado alvo CF&T - Brasil > Mercado Alvo 1 Receita Líquida (R$ bilhões, nominal) CAGR (2003-2007) = 15,9% 14 13,0 12 10 8 7,2 8,7 10,1 11,4 +13,2% 6 4 3,6 4,1 2 +12,0%

Leia mais

resultados 3T09 23 de outubro de 2009

resultados 3T09 23 de outubro de 2009 resultados 3T09 23 de outubro de 2009 1 mercado alvo CF&T - Brasil > Mercado Alvo 1 Receita Líquida (R$ bilhões, nominal) CAGR (2004-2008) = 15,0% 16,0 15,2 14,0 13,0 12,0 11,5 10,0 8,0 8,7 10,1 +17,3%

Leia mais

APIMEC Natura. 21 de março de 2007

APIMEC Natura. 21 de março de 2007 APIMEC Natura 21 de março de 2007 a empresa 2 nossa visão a natura, por seu comportamento empresarial, pela qualidade das relações que estabelece e por seus produtos e serviços, será uma marca de expressão

Leia mais

INI Instituto Nacional de Investidores. 03 de abril de 2008

INI Instituto Nacional de Investidores. 03 de abril de 2008 INI Instituto Nacional de Investidores 03 de abril de 2008 1 a natura 1 nossa história Fundação Início da 1974 operação no 1983 Chile Início das operações na Argentina e no Peru 2001 IPO 2005 Início das

Leia mais

receita líquida consolidado R$ milhões CAGR = 12,0% +10,5 % +15,2 % Receita Líquida T13 1T14

receita líquida consolidado R$ milhões CAGR = 12,0% +10,5 % +15,2 % Receita Líquida T13 1T14 receita líquida RESULTADOS 1T14 # 2 consolidado R$ milhões CAGR 11 13 = 12,0% +10,5 % 5.591 6.346 7.010 +15,2 % 1.351 1.556 Receita Líquida ebitda e margem RESULTADOS 1T14 # 3 consolidado R$ milhões CAGR

Leia mais

resultados 1T13 26 de abril de 2013

resultados 1T13 26 de abril de 2013 resultados 1T13 26 de abril de 2013 1 receita líquida RESULTADOS 1T13 # 2 consolidado R$ milhões CAGR 10 12 = 11,1% +13,5 % 5.137 5.591 6.346 +5,9 % 1.276 1.351 Receita Líquida ebitda e margem RESULTADOS

Leia mais

receita líquida consolidado R$ milhões CAGR = 8,0% +5,7 % +0,8 % Receita Líquida RESULTADOS 4T14 # 2

receita líquida consolidado R$ milhões CAGR = 8,0% +5,7 % +0,8 % Receita Líquida RESULTADOS 4T14 # 2 receita líquida RESULTADOS 4T14 # 2 consolidado R$ milhões CAGR 12 14 = 8,0% +5,7 % +0,8 % Receita Líquida ebitda e margem RESULTADOS 4T14 # 3 consolidado R$ milhões CAGR 12 14= 1,4% -3,4 % -8,8 % (%)

Leia mais

Instituto Nacional de Investidores INI. Agosto 2006

Instituto Nacional de Investidores INI. Agosto 2006 Instituto Nacional de Investidores INI Agosto 2006 Agenda Introdução Estratégia Objetivos a médio prazo Finanças Natura Cosméticos S.A. Mercado alvo CF&T: perfumes, maquilagem, cuidados com a pele, cuidados

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T de Julho de 2017

Teleconferência de Resultados 2T de Julho de 2017 Teleconferência de Resultados 1 2T17 27 de Julho de 2017 Esta apresentação contém informações futuras. Tais informações não são apenas fatos históricos, mas refletem os desejos e as expectativas da direção

Leia mais

APIMEC Natura. São Paulo, Brasil Março, 2010 Apresentação

APIMEC Natura. São Paulo, Brasil Março, 2010 Apresentação APIMEC Natura São Paulo, Brasil Março, 2010 Apresentação 1 Visão Geral Highlights Nossa História 2009 70 s 80 s 90 s 00 s Momento Atual 4.135 657 170 5 Um pequeno laboratório e duas paixões: os cosméticos

Leia mais

Resultados de /02/2005

Resultados de /02/2005 NATURA ANUNCIA RESULTADO DO EXERCÍCIO DE 2004 São Paulo, 24 de fevereiro de 2005 A Natura Cosméticos S.A. (Bovespa: NATU3) anuncia hoje os resultados do quarto trimestre de 2004 (4T04) e do exercício de

Leia mais

Saraiva S.A. Livreiros Editores. Teleconferência - Resultados do 1º Trimestre/04

Saraiva S.A. Livreiros Editores. Teleconferência - Resultados do 1º Trimestre/04 Saraiva S.A. Livreiros Editores Teleconferência - Resultados do 1º Trimestre/04 20 de maio de 2004 Organograma Operacional 2 Agenda Conselho de Administração Consolidado Saraiva S.A. Livreiros Editores

Leia mais

terceiro trimestre de 2005

terceiro trimestre de 2005 apresentação institucional terceiro trimestre de 2005 1 1panorama da empresa 2 panorama da empresa Empresa de cosméticos, fragrâncias e higiene pessoal com receita bruta de R$2,5 bilhões no 2004 (9M05:

Leia mais

Teleconferência sobre os resultados do 1T11 Maio de 2011

Teleconferência sobre os resultados do 1T11 Maio de 2011 Teleconferência sobre os resultados do Maio de 2011 1 Ressalvas Sobre Declarações Futuras Esta apresentação contém informações futuras. Tais informações não são fatos históricos, mas refletem as metas

Leia mais

Saraiva S.A. Livreiros Editores

Saraiva S.A. Livreiros Editores 1 Saraiva S.A. Livreiros Editores Teleconferência - Resultados até setembro de 2006 17 de novembro de 2006 Ressalvas sobre declarações futuras 2 Esta apresentação contém informações futuras. Tais informações

Leia mais

BOVESPA: Cerimônia de Adesão ao Nível I

BOVESPA: Cerimônia de Adesão ao Nível I BOVESPA: Cerimônia de Adesão ao Nível I 13 de fevereiro de 2003 José Carlos Grubisich 1 Ressalvas sobre declarações futuras: Esta apresentação contém informações futuras. Tais informações não são apenas

Leia mais

Teleconferência sobre os resultados do 2T de agosto de 2008

Teleconferência sobre os resultados do 2T de agosto de 2008 Teleconferência sobre os resultados do 2T08 15 de agosto de 2008 Ressalvas sobre declarações futuras Esta apresentação contém informações futuras. Tais informações não são fatos históricos, mas refletem

Leia mais

Introdução. São Paulo, 27 de abril de 2011 A Natura

Introdução. São Paulo, 27 de abril de 2011 A Natura São Paulo, 27 de abril de 2011 A Natura Cosméticos S.A. (BM&FBovespa: NATU3) anuncia hoje os resultados do primeiro trimestre de 2011 (1T11). Introdução Neste primeiro trimestre de 2011 a receita líquida

Leia mais

APRESENTAÇÃO INVESTIDORES FRAS-LE SA.

APRESENTAÇÃO INVESTIDORES FRAS-LE SA. APRESENTAÇÃO INVESTIDORES FRAS-LE SA 1 Esta apresentação contém informações futuras. Tais informações não são fatos históricos, mas refletem as metas e expectativas da direção da Companhia. As palavras

Leia mais

Gas Brasiliano Distribuidora S.A.

Gas Brasiliano Distribuidora S.A. Balanço patrimonial em 31 de março (não auditado) Ativo 2017 2016 Passivo e patrimônio líquido 2017 2016 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 50.383 78.050 Fornecedores 22.725 23.096 Contas

Leia mais

Grupo Bradesco Seguros Octavio de Lazari Jr. Diretor-Presidente

Grupo Bradesco Seguros Octavio de Lazari Jr. Diretor-Presidente 11 Informação Esta apresentação pode conter informações sobre eventos futuros. Tais informações não seriam apenas fatos históricos, mas refletiriam os desejos e as expectativas da direção da companhia.

Leia mais

Gas Brasiliano Distribuidora S.A.

Gas Brasiliano Distribuidora S.A. Balanço patrimonial em 31 de março (não auditado) Ativo 2016 2015 Passivo e patrimônio líquido 2016 2015 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 78.050 132.536 Fornecedores 23.096 19.064 Contas

Leia mais

Balanço patrimonial em 31 de dezembro Em milhares de reais

Balanço patrimonial em 31 de dezembro Em milhares de reais Balanço patrimonial em 31 de dezembro Em milhares de reais Ativo 2016 2015 Passivo e patrimônio líquido 2016 2015 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa (Nota 6) 25.431 27.730 Fornecedores

Leia mais

Brasil Telecom S.A. Ex-Telecomunicações do Paraná S.A. - Telepar

Brasil Telecom S.A. Ex-Telecomunicações do Paraná S.A. - Telepar Brasil Telecom S.A. Ex-Telecomunicações do Paraná S.A. - Telepar Informações Relevantes ao Mercado 2 o Trimestre de 2000 Não Auditadas Brasília, 02 de agosto de 2000 CONTATOS BRASIL TELECOM PARTICIPAÇÕES

Leia mais

Macroeconomia Fernando Honorato Barbosa. Economista-Chefe Diretor DEPEC

Macroeconomia Fernando Honorato Barbosa. Economista-Chefe Diretor DEPEC 11 Informação Esta apresentação pode conter informações sobre eventos futuros. Tais informações não seriam apenas fatos históricos, mas refletiriam os desejos e as expectativas da direção da companhia.

Leia mais

Português English (61)

Português  English  (61) TEPR3: R$17,00/1.000 ações TEPR4: R$17,80/1.000 ações Preço de fechamento (09 de fevereiro de 2001) Brasil Telecom S.A. Divulgação de Resultado 4 o Trimestre de 2000 Não Auditado Brasília, 12 de fevereiro

Leia mais

2

2 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 Controladora Consolidado ATIVO Jun 2009 Set 2009 Jun 2009 Set 2009 Circulante Disponibilidades 23,0 37,4 56,1 92,1 Contas a receber de clientes 62,8 72,8 114,2 125,9 Estoques

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 28 DE FEVEREIRO DE 2011 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 28 DE FEVEREIRO DE 2011 (Em R$ Mil) CNPJ 47.902.648/0001-17 CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 28 DE FEVEREIRO DE 2011 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 46 Fornecedores 41.785 Aplicações Financeiras 5.541 Provisão

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE JULHO DE 2013 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE JULHO DE 2013 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE JULHO DE 2013 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 314 Fornecedores 36.047 Aplicações Financeiras 2.323 Provisão Férias

Leia mais

SOMOS Educação DR 2T17

SOMOS Educação DR 2T17 SOMOS Educação DR 2T17 São Paulo, 14 de agosto de 2017 A SOMOS Educação S.A. (BM&FBOVESPA: SEDU3) divulga seus resultados do 2º trimestre de 2017 ( 2T17 ) e do primeiro semestre de 2017 ( 1S17 ). Os comentários

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2009 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2009 (Em R$ Mil) CNPJ 47.902.648/0001-17 CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2009 ATIVO PASSIVO CIRCULANTE CIRCULANTE Caixa e Bancos 207 Fornecedores 34.860 Aplicações Financeiras 4.887 Provisão Férias e Encargos

Leia mais

1º Trimestre de 2016 Resultados Tupy

1º Trimestre de 2016 Resultados Tupy 1º Trimestre de 2016 Resultados Tupy São Paulo, 12 de maio de 2016 1 DISCLAIMER Esta Apresentação pode conter declarações prospectivas, as quais estão sujeitas a riscos e incertezas, pois foram baseadas

Leia mais

3º Trimestre de 2015 Resultados Tupy

3º Trimestre de 2015 Resultados Tupy 3º Trimestre de 2015 Resultados Tupy São Paulo, 13 de novembro de 2015 1 DISCLAIMER Esta Apresentação pode conter declarações prospectivas, as quais estão sujeitas a riscos e incertezas, pois foram baseadas

Leia mais

RESULTADOS 4T08 4T09 / Março de

RESULTADOS 4T08 4T09 / Março de RESULTADOS 4T08 4T09 / 2008 2009 Março de 2010 1 4T08 AGENDA / 2008 1. Destaques 2. Desempenho da Industria 3. Desempenho Operacional e Financeiro 4. Informações Adicionais 2 4T08 AGENDA / 2008 1. Destaques

Leia mais

Destaques do 3º trimestre de 2017

Destaques do 3º trimestre de 2017 Principais Destaques Consolidados Geração de R$ 500 milhões de fluxo de caixa livre no 3T17, o dobro do 2T17. Redução de 18% nas despesas com vendas, gerais e administrativas no 3T17 em relação ao 3T16,

Leia mais

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o primeiro semestre de 2004

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o primeiro semestre de 2004 Resultado Consolidado para o primeiro semestre de 2004 Publicação, 26 de julho de 2004 (07 páginas) Para maiores informações, contatar: Charles E. Allen TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A., SP, Brasil.

Leia mais

A Geradora Aluguel de Máquinas S.A.

A Geradora Aluguel de Máquinas S.A. Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo Passivo e patrimônio líquido Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa (Nota 6) 25.888 67.330 Fornecedores 4.797 8.340 Aplicações financeiras 3.341

Leia mais

SOMOS Educação ER 1T17

SOMOS Educação ER 1T17 SOMOS Educação ER 1T17 1 São Paulo, 15 de maio de 2017 A SOMOS Educação S.A. (BM&FBOVESPA: SEDU3) divulga seus resultados do 1º trimestre de 2017 ( 1T17 ). Os comentários aqui incluídos referem-se aos

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T15

Teleconferência de Resultados 1T15 Teleconferência de Resultados 1T15 Relações com Investidores São Paulo, 08 de maio de 2015 Ressalva sobre declarações futuras Esta apresentação contém declarações prospectivas. Tais informações não são

Leia mais

METALÚRGICA GERDAU S.A. e empresas controladas. Informações Consolidadas

METALÚRGICA GERDAU S.A. e empresas controladas. Informações Consolidadas METALÚRGICA GERDAU S.A. e empresas controladas Desempenho da Metalúrgica Gerdau no 3 o trimestre As Demonstrações Financeiras Consolidadas da Metalúrgica Gerdau S.A. são apresentadas em conformidade com

Leia mais

(61) (1 212) (11) R. 23

(61) (1 212) (11) R. 23 S.A. Ex-Telecomunicações do Paraná S.A. - Informações Relevantes ao Mercado 1º Trimestre de 2000 Não Auditadas Brasília, 11 de maio de 2000 CONTATOS BRASIL TELECOM PARTICIPAÇÕES S.A. Eliana Rodrigues (Gerente)

Leia mais

EARNINGS RELEASE. 3T12 e 9M12

EARNINGS RELEASE. 3T12 e 9M12 EARNINGS RELEASE 3T12 e 9M12 São Paulo, 01 de abril de 2013 - A Inbrands S.A. ( Inbrands ou Companhia ), uma empresa de consolidação e gestão de marcas de lifestyle e moda premium do Brasil, anuncia hoje

Leia mais

Dersa Desenvolvimento Rodoviário S.A. Balanços patrimoniais

Dersa Desenvolvimento Rodoviário S.A. Balanços patrimoniais Balanços patrimoniais em 31 de dezembro de 2014 e 2013 Ativo Nota 2014 2013 Passivo Nota 2014 2013 (Ajustado) (Ajustado) Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 5 48.650 835 Fornecedores 10

Leia mais

Resultados do ano de 2016

Resultados do ano de 2016 Resultados do ano de 2016 24 de Março de 2017 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores

Leia mais

Aquisição do Labs D Or

Aquisição do Labs D Or FLRY3 Prêmio IBGC 2010 de Governança Corporativa na categoria empresas listadas IBGC - Instituto Brasileiro de Governança Corporativa Aquisição do Labs D Or TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2011 2 Aviso Legal

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T06 e José Carlos Grubisich Carlos Fadigas

Teleconferência de Resultados 4T06 e José Carlos Grubisich Carlos Fadigas Teleconferência de Resultados e 2006 José Carlos Grubisich Carlos Fadigas Ressalva sobre declarações futuras Esta apresentação contém declarações prospectivas. Tais informações não são apenas fatos históricos,

Leia mais

ELETROBRÁS TERMONUCLEAR S.A. ELETRONUCLEAR CNPJ: / DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/09/2005

ELETROBRÁS TERMONUCLEAR S.A. ELETRONUCLEAR CNPJ: / DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/09/2005 ELETROBRÁS TERMONUCLEAR S.A. CNPJ: 42.540.2 11/000 1-6 7 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/09/2005 BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE SETEMBRO A T I V O 2005 2004 CIRCULANTE Numerário disponível 805 12.378 Aplicações

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T15

Teleconferência de Resultados 2T15 Teleconferência de Resultados 2T15 Destaques Encerramento do 5º ano de fornecimento de cana-de-açúcar, entregando 724 mil toneladas. Área total plantada de 78.044 hectares. Construção de um silo na Bahia,

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL - ANEXO 14

BALANÇO PATRIMONIAL - ANEXO 14 ATIVO Exercício Atual PASSIVO Exercício Atual ATIVO CIRCULANTE 652.201,35 PASSIVO CIRCULANTE 236.288,68 Caixa e Equivalentes de Caixa 652.201,35 Obrigações Trabalhistas, Previdenciárias e Assistenciais

Leia mais

Apresentação dos Resultados do 2T15 14 de agosto de Uma Empresa Global de Alimentos

Apresentação dos Resultados do 2T15 14 de agosto de Uma Empresa Global de Alimentos Apresentação dos Resultados do 14 de agosto de 2015 Uma Empresa Global de Alimentos Disclaimer Fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como

Leia mais

LIGHT ENERGIA S.A. 3º TRIMESTRE DE 2016

LIGHT ENERGIA S.A. 3º TRIMESTRE DE 2016 Rio de Janeiro, 10 de novembro de 2016. LIGHT ENERGIA S.A. 3º TRIMESTRE DE 2016 1. Desempenho Operacional 1.1 Venda de Energia No terceiro trimestre de 2016, o volume de energia vendida cresceu 9,9%, concentrada

Leia mais

Aquisição do Labs D Or

Aquisição do Labs D Or FLRY3 Prêmio IBGC 2010 de Governança Corporativa na categoria de companhias listadas IBGC - Instituto Brasileiro de Governança Corporativa A marca mais valiosa do setor de saúde do Brasil A 6ª empresa

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL - ANEXO 14

BALANÇO PATRIMONIAL - ANEXO 14 ATIVO Exercício Atual PASSIVO Exercício Atual ATIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 4.161.540,37 Créditos a Curto Prazo PASSIVO CIRCULANTE Obrigações Trabalhistas, Previdenciárias e Assistenciais

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T09

Teleconferência de Resultados 2T09 Teleconferência de Resultados 2T09 Ressalva sobre declarações futuras Esta apresentação contém declarações prospectivas. Tais informações não são apenas fatos históricos, mas refletem as metas e as expectativas

Leia mais

Hypermarcas anuncia Lucro Líquido Ajustado* de R$65,5 milhões no 1T08 ou R$0,53 por ação

Hypermarcas anuncia Lucro Líquido Ajustado* de R$65,5 milhões no 1T08 ou R$0,53 por ação Hypermarcas anuncia Lucro Líquido Ajustado* de R$65,5 milhões no 1T08 ou R$0,53 por ação São Paulo, 13 de Maio de 2008 A Hypermarcas S.A. (Bovespa: HYPE3; Reuters: HYPE3.SA; Bloomberg: HYPE3 BZ) anuncia

Leia mais

EARNINGS RELEASE 3T17

EARNINGS RELEASE 3T17 Recuperação do Lucro Líquido e margem EBITDA crescendo em torno de 10 p.p.. São Paulo, 31 de Outubro de 2017 - A Inbrands S.A. ( Inbrands ou Companhia ), uma empresa brasileira consolidadora e operadora

Leia mais

DEMONSTRATIVOS FINANCEIROS 31 DE DEZEMBRO 2016 INFORMAÇÕES CONTÁBEIS

DEMONSTRATIVOS FINANCEIROS 31 DE DEZEMBRO 2016 INFORMAÇÕES CONTÁBEIS DEMONSTRATIVOS FINANCEIROS 31 DE DEZEMBRO 2016 INFORMAÇÕES CONTÁBEIS Balanços PatrImonIaIs Balanços Patrimoniais em 31 de dezembro de 2016 e 2015 controladora consolidado Ativo circulante nota explicativa

Leia mais

RELAÇÕES COM INVESTIDORES. 4º Trimestre de Resultados Tupy. Relações com Investidores Março / 2017

RELAÇÕES COM INVESTIDORES. 4º Trimestre de Resultados Tupy. Relações com Investidores Março / 2017 4º Trimestre de 2016 Resultados Tupy Relações com Investidores dri@tupy.com.br Março / 2017 1 DISCLAIMER Esta Apresentação pode conter declarações prospectivas, as quais estão sujeitas a riscos e incertezas,

Leia mais

Divulgação de Resultado 4T15

Divulgação de Resultado 4T15 Divulgação de Resultado 4T15 1 Dados de mercado em 17/03/2016 Cotação: R$2,12 Valor de Mercado: R$140.103.091,68 T e l e c o n f e r ê n c i a 4T15 Teleconferência em português: 18 de março de 2016 Sexta-feira,

Leia mais

2T17. Divulgação de Rsultados 2T17 e 1S17. carros

2T17. Divulgação de Rsultados 2T17 e 1S17. carros 2T17 Divulgação de Rsultados 2T17 e 1S17 carros Divulgação de Resultados 2T17 e 1S17 Frota em 30/06/2017: 151.750 carros Destaques Operacionais Diárias - Aluguel de Carros (mil) Destaques Financeiros Receita

Leia mais

17 de Maio de 2010 Anhanguera Educacional S.A.

17 de Maio de 2010 Anhanguera Educacional S.A. Resultado 1T10 17 de Maio de 2010 1 1 Aviso Este documento contém declarações futuras, que podem ser identificadas por palavras como espera, pretende, planeja, acredita, procura, estima ou palavras de

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T de Maio de 2017

Teleconferência de Resultados 1T de Maio de 2017 Teleconferência de Resultados 1T17 04 de Maio de 2017 Agenda Destaques do Trimestre Cenário Setorial Resultados Operacionais Resultados Financeiros Perguntas e Respostas 2 Agenda Destaques do Trimestre

Leia mais

ASSEMBLÉIA PARAENSE CNPJ /

ASSEMBLÉIA PARAENSE CNPJ / BALANÇO PATRIMONIAL EM: ( Valores em Reais) ATIVO CIRCULANTE 17.802.769,62 10.829.348,39 DISPONIBILIDADE 7.703.537,60 3.824.493,65 Caixa e Bancos 436.727,86 548.337,85 Aplicações Financeiras 7.266.809,74

Leia mais

2T05 DESEMPENHO DA MRS LOGÍSTICA HYPERLINK 2 TRIMESTRE DE 2005

2T05 DESEMPENHO DA MRS LOGÍSTICA HYPERLINK 2 TRIMESTRE DE 2005 DESEMPENHO DA MRS LOGÍSTICA HYPERLINK 2 TRIMESTRE DE 2005 2T05 MRS BATE NOVOS RECORDES: 9,35 MILHÕES DE TONELADAS EM MAIO E ATINGE LUCRO LÍQUIDO DE MAIS DE R$199 MILHÕES NO 1 SEMESTRE A MRS Logística S.A.

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T11

Teleconferência de Resultados 2T11 Teleconferência de Resultados 2T11 26 de Janeiro de 2011 Destaques 44% de aumento na área plantada total ( grãos da safra de verão, algodão, pasto e cana-deaçúcar) em relação ao 2T10. Receita Liquida atingiu

Leia mais

Divulgação de Resultados do 1T10 07 de maio de 2010

Divulgação de Resultados do 1T10 07 de maio de 2010 Divulgação de Resultados do 07 de maio de 2010 Divulgação de Resultados Comentários de abertura Rubens Menin 2 Divulgação de Resultados Destaques Crescimento com margens diferenciadas; Maior operação no

Leia mais

PANORAMA DO SETOR EVOLUÇÃO

PANORAMA DO SETOR EVOLUÇÃO EVOLUÇÃO A Indústria Brasileira de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos apresentou um crescimento médio deflacionado composto de 10% aa nos últimos 17 anos, tendo passado de um faturamento "ExFactory",

Leia mais

Teleconferência de Resultados 3T13

Teleconferência de Resultados 3T13 Teleconferência de Resultados 3T13 Destaques Receita Líquida de R$128,5 milhões no 9M13. Lucro Líquido de R$9,5 milhões no 9M13. EBITDA Ajustado de R$20,7 milhões no 9M13. Evento Subsequente Venda de 394

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/03/2003

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/03/2003 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/03/ BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO MARÇO DEZEMBRO 2002 CIRCULANTE Numerário disponível 22.737 3.583 Aplicações no mercado aberto 35.350 67.299 Consumidores e revendedores 562.440

Leia mais

Natura. bem estar bem. Santander. 13a. Conferência Setembro 2012 l Guarujá

Natura. bem estar bem. Santander. 13a. Conferência Setembro 2012 l Guarujá Santander 13a. Conferência Setembro 2012 l Guarujá Natura bem estar bem RAZÃO DE SER Nossa razão de ser é criar e comercializar produtos e serviços que promovam o bem-estar / estar bem BEM ESTAR é a relação

Leia mais

CNPJ / CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2017 (Em R$ Mil)

CNPJ / CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2017 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2017 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO CIRCULANTE CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 23.605 Fornecedores 29.103 Contas a Receber 7.623 Provisão Férias

Leia mais

Brasil Pharma. Conferência de Resultados 2T16 11 de Agosto de 2016

Brasil Pharma. Conferência de Resultados 2T16 11 de Agosto de 2016 Brasil Pharma Conferência de Resultados 2T16 11 de Agosto de 2016 2 Destaques 2T16 Destaques: Margem Bruta Margem bruta de 30,0%, com crescimento de 1,6 p.p. em relação ao 1T16 e 2,4 p.p. em relação ao

Leia mais

METALÚRGICA GERDAU S.A. e empresas controladas. Informações Consolidadas

METALÚRGICA GERDAU S.A. e empresas controladas. Informações Consolidadas METALÚRGICA GERDAU S.A. e empresas controladas Desempenho da Metalúrgica Gerdau no 2 o trimestre As Demonstrações Financeiras Consolidadas da Metalúrgica Gerdau S.A. são apresentadas em conformidade com

Leia mais

INI 2008. São Paulo SETEMBRO 2008

INI 2008. São Paulo SETEMBRO 2008 INI 2008 São Paulo SETEMBRO 2008 1 v i s ã o g e r a l 2 visão geral» Receita receita bruta de R$ 4,3 bilhões (2007)» Mercado Alvo CF&T fragâncias, maquiagem, cuidados com a pele e higiene pessoal» 22,1%

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T16

Teleconferência de Resultados 2T16 Teleconferência de Resultados 2T16 Relações com Investidores São Paulo, 5 de Agosto de 2016 RESSALVA SOBRE DECLARAÇÕES FUTURAS Esta apresentação contém declarações prospectivas. Tais informações não são

Leia mais

A Companhia. Destaques. da Controladora. do Consolidado RESULTADOS DO 4T14 1/9. Fundada em 1950, a Companhia Grazziotin teve seu capital aberto

A Companhia. Destaques. da Controladora. do Consolidado RESULTADOS DO 4T14 1/9. Fundada em 1950, a Companhia Grazziotin teve seu capital aberto A Companhia Passo Fundo, 05 de março de 2014 Fundada em 1950, a Companhia Grazziotin teve seu capital aberto Dados em 31/12/2014 em 1979. Desde 1950 Grazziotin PN (CGRA4) R$ 17,28 Sua sede fica em Passo

Leia mais

Segmentos Varejo e Prime Josué Augusto Pancini. Diretor Vice-Presidente

Segmentos Varejo e Prime Josué Augusto Pancini. Diretor Vice-Presidente 11 Informação Esta apresentação pode conter informações sobre eventos futuros. Tais informações não seriam apenas fatos históricos, mas refletiriam os desejos e as expectativas da direção da companhia.

Leia mais

Confab Anuncia Resultados para o Terceiro Trimestre de 2008

Confab Anuncia Resultados para o Terceiro Trimestre de 2008 Confab Anuncia Resultados para o Terceiro Trimestre de 2008 São Paulo, 30 de outubro de 2008. Confab Industrial S.A. (BOVESPA: CNFB4), uma empresa Tenaris, anunciou hoje os resultados correspondentes ao

Leia mais

Energisa Borborema - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º trimestre de 2016

Energisa Borborema - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º trimestre de 2016 Resultados do 1º trimestre de 2016 Cataguases, 13 de maio de 2016 A Administração da ( Energisa Borborema ou Companhia ) apresenta os resultados do primeiro trimestre (1T16). As informações financeiras

Leia mais

Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. Balanço Patrimonial Consolidado em 31 de dezembro de 2014 Em milhares de reais

Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. Balanço Patrimonial Consolidado em 31 de dezembro de 2014 Em milhares de reais Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. Balanço Patrimonial Consolidado em 31 de dezembro de 2014 Em milhares de reais Ativo Passivo e Patrimônio Líquido Circulante R$ Circulante R$ Caixa e equivalentes

Leia mais

Demonstrações Financeiras GELPAR EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES LTDA. 31 de dezembro de 2013

Demonstrações Financeiras GELPAR EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES LTDA. 31 de dezembro de 2013 Demonstrações Financeiras GELPAR EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES LTDA 1 Gelpar Empreendimentos e Participações Ltda Balanços patrimoniais ATIVO CIRCULANTE NOTA 2013 2012 (Não auditado) Disponível 4 991

Leia mais

TELEFONICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o primeiro trimestre de 2004

TELEFONICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o primeiro trimestre de 2004 TELEFONICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o primeiro trimestre de 2004 Publicação, 07 de maio de 2004 (07 páginas) Para maiores informações, contatar: Charles E. Allen TELEFONICA DATA

Leia mais

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T17 12 DE MAIO DE 2017 RELAÇÕES COM INVESTIDORES

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T17 12 DE MAIO DE 2017 RELAÇÕES COM INVESTIDORES TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 12 DE MAIO DE 2017 RELAÇÕES COM INVESTIDORES Disclaimer Este material constitui uma apresentação de informações gerais sobre a Marfrig Global Foods S.A. e suas controladas

Leia mais

Posicionamento e Estratégia Alexandre Glüher. Diretor Vice-Presidente e DRI

Posicionamento e Estratégia Alexandre Glüher. Diretor Vice-Presidente e DRI 11 Informação Esta apresentação pode conter informações sobre eventos futuros. Tais informações não seriam apenas fatos históricos, mas refletiriam os desejos e as expectativas da direção da companhia.

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ ALPARGATAS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ ALPARGATAS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 8 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2 Índice DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 1 Balanço Patrimonial Passivo 2 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração do Fluxo de Caixa 7 Demonstração das Mutações

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2015 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2015 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2015 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 11.859 Fornecedores 40.112 Contas a Receber 77.159

Leia mais

Resultados 2T17 FLRY3. Julho de 2017

Resultados 2T17 FLRY3. Julho de 2017 Resultados 2T17 FLRY3 Julho de 2017 Aviso legal Esta apresentação pode conter informações sobre eventos futuros, tais informações não seriam apenas fatos históricos, mas refletiriam os desejos e as expectativas

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1º trimestre de Teleconferência / Webcast 18 de Maio de 2015

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1º trimestre de Teleconferência / Webcast 18 de Maio de 2015 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1º trimestre de 2015 Teleconferência / Webcast 18 de Maio de 2015 1 AVISOS Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ FRAS-LE SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ FRAS-LE SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2 Índice DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 1 Balanço Patrimonial Passivo 2 Demonstração do Resultado 3 Demonstração do Resultado Abrangente 4 Demonstração do Fluxo de Caixa 5 Demonstração das Mutações

Leia mais

Informações Consolidadas

Informações Consolidadas METALÚRGICA GERDAU S.A. e empresas controladas Desempenho da Gerdau no 2 o trimestre As Demonstrações Financeiras Consolidadas da Metalúrgica Gerdau S.A. são apresentadas em conformidade com as normas

Leia mais

Oxiteno S. A. Indústria e Comércio e Sociedades Controladas

Oxiteno S. A. Indústria e Comércio e Sociedades Controladas O x i t e n o Balanço patrimonial em 31 de dezembro C o n s o l i d a d o A t i v o 2001 2000 C i r c u l a n t e Caixa e bancos 8. 469 5. 522 Aplicações financeiras 380. 134 376. 287 Contas a receber

Leia mais

COFINA, SGPS, S.A. Sociedade Aberta

COFINA, SGPS, S.A. Sociedade Aberta COFINA, SGPS, S.A. Sociedade Aberta Sede: Rua do General Norton de Matos, 68, r/c Porto Pessoa Colectiva Número 502 293 225 Capital Social: 25.641.459 Euros Informação financeira dos primeiros nove meses

Leia mais

Experiência da Natura na Utilização dos Fomentos a Inovação

Experiência da Natura na Utilização dos Fomentos a Inovação Experiência da Natura na Utilização dos Fomentos a Inovação VIII Conferência Anpei de Inovação Tecnológica, 20 de Maio de 2008 Negócio Natura Pesquisa & Desenvolvimento Estratégia Apoio à Inovação Lessons

Leia mais

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1T16 UMA COMPANHIA GLOBAL DE ALIMENTOS

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1T16 UMA COMPANHIA GLOBAL DE ALIMENTOS APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO UMA COMPANHIA GLOBAL DE ALIMENTOS São Paulo, 12 de Maio de 2016 RESULTADOS CONSOLIDADOS 2 DESTAQUES CONSOLIDADOS DO RECEITA LÍQUIDA (R$ MILHÕES) LUCRO BRUTO (R$ MILHÕES)

Leia mais

Ultragaz Participações S. A. e Sociedades Controladas

Ultragaz Participações S. A. e Sociedades Controladas U l t r a g a z Balanço patrimonial em 31 de dezembro C o n s o l i d a d o A t i v o 2001 2000 C i r c u l a n t e Caixa e bancos 25. 034 26. 185 Aplicações financeiras 56. 613 36. 703 Contas a receber

Leia mais

Resume-se a seguir o desempenho econômico-financeiro da Companhia no primeiro semestre: Descrição 6M14 6M13 Variação %

Resume-se a seguir o desempenho econômico-financeiro da Companhia no primeiro semestre: Descrição 6M14 6M13 Variação % Energisa Nova Friburgo Resultados do 1º semestre de 2014 Nova Friburgo, 14 de agosto de 2014 A Administração da Energisa Nova Friburgo Distribuidora de Energia S/A ( Companhia ) apresenta os resultados

Leia mais

Apresentação APIMEC 3T de novembro de 2007

Apresentação APIMEC 3T de novembro de 2007 Apresentação APIMEC 3T07 22 de novembro de 2007 Agenda Visão Geral e Desempenho Consolidado Editora Saraiva Livraria Saraiva 2 Nosso Negócio A Companhia tem como foco a edição de livros e o varejo físico

Leia mais

Modelo de Plano de Contas Detalhado

Modelo de Plano de Contas Detalhado Modelo de Plano de Contas Detalhado Código da Conta Descrição da Conta 1. A T I V O 1.1 ATIVO CIRCULANTE 1.1.01 DISPONÍVEL 1.1.01.01 Caixa 1.1.01.02 Bancos c/ Movimento 1.1 01.03 Aplicações Financeiras

Leia mais