LENTES SABINO. Prof. Sabino

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LENTES SABINO. Prof. Sabino"

Transcrição

1 Prof. Sabino

2 Nomenclatura das lentes Bi convexa Plano convexa Côncavo convexa

3 Nomenclatura das lentes Bi côncava I Plano côncava III Convexo côncava

4 AR CONVERGENTE VIDRO DIVERGENTE VIDRO AR

5 AR AR V I D R O DIVERGENTE VIDRO VIDRO AR CONVERGENTE

6 Se n lente > n externo (Feitas de vidro e colocadas no ar) São convergentes São divergentes

7 Se n lente < n externo (Feitas de AR e colocadas no VIDRO) São divergentes São convergentes

8 n LENTE =1,5 1,0

9 n LENTE =1,5 1,2

10 n LENTE =1,5 1,3

11 n LENTE =1,5 1,4

12 n LENTE =1,5 1,5

13 n LENTE =1,5 1,6

14 n LENTE =1,5 1,7

15 n LENTE =1,5 1,8

16 REPRESENTAÇÃO LENTE DIVERGENTE LENTE CONVERGENTE

17 Focos na lente convergente Foco imagem F i F o F i Foco objeto

18 Focos na lente divergente Foco imagem F i F o Foco objeto

19 DISTÂNCIAS IGUAIS CONVERGENTE A F o o o F i A i DIVERGENTE A F o i i F o A o O : centro Óptico A : ponto Anti-principal

20 RAIOS NOTÁVEIS A o F o F i A i

21 RAIOS NOTÁVEIS A o F o F i A i

22 RAIOS NOTÁVEIS A o F o F i A i

23 RAIOS NOTÁVEIS A o F o F i A i

24 RAIOS NOTÁVEIS A i F i F o A o

25 RAIOS NOTÁVEIS A i F i F o A o

26 RAIOS NOTÁVEIS A i F i F o A o

27 RAIOS NOTÁVEIS A i F i F o A o

28 PLANO FOCAL A O F O F I A I EIXO SECUNDÁRIO

29 PLANO FOCAL EIXO SECUNDÁRIO A I F I F O A O

30 Olho humano e Máquina fotográfica i A o F o F i A i IMAGEM ENTRE F i e A i REAL REDUZIDA INVERTIDA

31 Máquina de Xerox A o F o F i i A i IMAGEM NO A i REAL IGUAL INVERTIDA

32 Projetor de slides A o F o F i A i i IMAGEM DEPOIS DO A i REAL AMPLIADA INVERTIDA

33 RAIOS PARALELOS A o F o F i A i IMAGEM NÃO HÁ FORMAÇÃO DE IMAGEM IMAGEM IMPRÓPRIA

34 i Lupa lente de aumento Correção de Hipermetropia A o F o F i A i IMAGEM ANTES DA LENTE VIRTUAL AMPLIADA DIREITA

35 Correção De Miopia i A i F i F o A o IMAGEM ANTES DA LENTE VIRTUAL REDUZIDA DIREITA

36

37

38

39

40

41

42

43 Referencial de Gauss +y +f +p 1 f = 1 p + 1 p A 0 F 0 F i A i -y A = y y = p p +p -p -f +y +y A i F i F o A o +p

44 Referencial de Gauss Se p >0 Imagem Real. Se p <0 Imagem Virtual. Se y >0 Imagem Direita. Se y <0 Imagem Invertida. 1 f = 1 p + 1 p Se f >0 Lente Convergente. Se f <0 Lente Divergente. A = y y = p p Se A = Positivo Imagem Direita. Se A = Negativo Imagem Invertida. Se A >1 Imagem maior que o objeto. Se A =1 Imagem igual ao objeto. Se 0< A <1 Imagem menor que o objeto.

45 Referencial de Gauss Vergência de uma lente delgada É o poder de convergir ou divergir os raios de luz que nela incidem. 1 Unidades: v = c = (v = vergência ou c = convergência) v = c = di (dioptria) f = distância focal = m (metros) f

46 Defeitos na Visão DEFEITOS DA VISÃO MIOPIA HIPERMETROPIA ASTIGMATISMO CATARATA ESTRABISMO DALTONISMO

47

48 Defeitos na Visão Olho Normal

49 Ponto Remoto - PR Músculos Ciliares relaxados. F I : na retina Olho não realiza esforço de acomodação

50 Ponto Próximo - PP Músculos na máxima contração Esforço máximo de acomodação

51 MIOPIA A imagem se forma antes da retina.

52 MIOPIA

53 MIOPIA LENTE DIVERGENTE

54 MIOPIA LENTE DIVERGENTE

55 MIOPIA PONTO REMOTO f LENTE CORRETORA

56 PONTO MIOPIA REMOTO 1 f = 1 p + 1 p ' = + f P R f = P R

57 HIPERMETROPIA A imagem do objeto se forma depois da retina, por isso o ponto próximo de um olho com hipermetropia é maior que o de um olho normal.

58 HIPERMETROPIA LENTE CONVERGENTE

59 HIPERMETROPIA LENTE CONVERGENTE 25 cm P P PONTO PRÓXIMO

60 HIPERMETROPIA 1 f = P P LENTE CONVERGENTE 25 cm P P PONTO PRÓXIMO

61 Resumo Intervalo de Acomodação

62 Olho Normal Olho com catarata

63 ESTRABISMO É a incapacidade de dirigir os eixos ópticos dos olhos para um mesmo ponto. A correção é obtida com o uso de lentes prismáticas.

64

LENTES ESFÉRICAS. Chama-se lente esférica a associação de dois dioptros: um necessariamente esférico e outro plano ou esférico.

LENTES ESFÉRICAS. Chama-se lente esférica a associação de dois dioptros: um necessariamente esférico e outro plano ou esférico. LENTES ESFÉRICAS Chama-se lente esérica a associação de dois dioptros: um necessariamente esérico e outro plano ou esérico. Tipos de Lentes Bordas Finas ou Delgadas Nomenclatura nome: Face de maior raio

Leia mais

Física Ensino Médio LENTES ESFÉRICAS

Física Ensino Médio LENTES ESFÉRICAS ísica Ensino Médio LENTES ESÉRICS Chamamos de lente esférica, a associação de dois dioptros, sendo um necessariamente esférico e o outro plano ou esférico. Sendo transparentes, quando as superfícies são

Leia mais

Lentes Esféricas. Prof.: Henrique Dantas

Lentes Esféricas. Prof.: Henrique Dantas Lentes Esféricas Prof.: Henrique Dantas LENTES ESFÉRICAS Chamamos de lente esférica, a associação de dois dioptros, sendo um necessariamente esférico e o outro plano ou esférico. Sendo transparentes, quando

Leia mais

Esquema simplificado do olho humano

Esquema simplificado do olho humano O Olho Humano Esquema simplificado do olho humano A estrutura do olho humano comporta-se como uma lente convergente, comumente distante de 5 mm da Córnea e a 15 mm da retina. Funcionamento do Olho A luz

Leia mais

Classificação das lentes

Classificação das lentes O que é uma lente esférica? É um sistema constituído de dois dioptros esféricos ou um dioptro esférico e um plano, nos quais a luz sofre duas refrações consecutivas. Classificação das lentes 1. Quanto

Leia mais

Professora Bruna FÍSICA B. Aulas 19 e 20 Construindo Imagens. Página 189

Professora Bruna FÍSICA B. Aulas 19 e 20 Construindo Imagens. Página 189 FÍSICA B Aulas 19 e 20 Construindo Imagens Página 189 INTRODUÇÃO Onde e para que finalidade utilizamos lentes? Assim como fizemos para construção de imagens em espelhos esféricos, definiremos alguns pontos

Leia mais

3ª série LISTA: LENTES ESFÉRICAS. Ensino Médio. Aluno(a): Professor(a): Rodrigo Alves DIA: MÊS: 09. Segmento temático: Turmas: A

3ª série LISTA: LENTES ESFÉRICAS. Ensino Médio. Aluno(a): Professor(a): Rodrigo Alves DIA: MÊS: 09. Segmento temático: Turmas: A FÍSICA LISTA: 05 3ª série Ensino Médio Professor(a): Rodrigo Alves Turmas: A Aluno(a): Segmento temático: LENTES ESFÉRICAS DIA: MÊS: 09 2017 PROPRIEDADES DAS LENTES DELGADAS ( RAIOS NOTÁVEIS) ÇÃO DE IMAGENS

Leia mais

Assinale a alternativa que corresponde ao índice de refração n 2 dessa lente. a) 0,5 b) 1 c) 1,5 d) 2 e) 2,5

Assinale a alternativa que corresponde ao índice de refração n 2 dessa lente. a) 0,5 b) 1 c) 1,5 d) 2 e) 2,5 1. (Unicamp) Um objeto é disposto em frente a uma lente convergente, conforme a figura abaixo. Os focos principais da lente são indicados com a letra F. Pode-se afirmar que a imagem formada pela lente

Leia mais

Uma pessoa de visão normal pode enxergar objetos situados desde uma distância média convencional de 25 cm distância mínima convencional de visão

Uma pessoa de visão normal pode enxergar objetos situados desde uma distância média convencional de 25 cm distância mínima convencional de visão Uma pessoa de visão normal pode enxergar objetos situados desde uma distância média convencional de 25 cm distância mínima convencional de visão distinta até o infinito. Para que a imagem se forme sempre

Leia mais

O OLHO. Nervo Óptico

O OLHO. Nervo Óptico O OLO Nervo Óptico Olho reduzido Características da imagem A imagem se forma sobre a fóvea centralis, que tem aproximadamente 0,25 mm de diâmetro; portanto, é extremamente reduzida. Imagem: Real, invertida

Leia mais

Defeitos da visão. http://www.ideiasnacaixa.com/laboratoriovirtual/

Defeitos da visão. http://www.ideiasnacaixa.com/laboratoriovirtual/ Defeitos da visão http://www.ideiasnacaixa.com/laboratoriovirtual/ Olho Humano Formação da Imagem no Olho Humano CRISTALINO Como uma lente biconvexa no globo ocular. NERVO ÓTICO Leva as sensações luminosas

Leia mais

n n n. Nessas condições, são feitas as seguintes afirmativas:

n n n. Nessas condições, são feitas as seguintes afirmativas: 1. (Epcar (Afa) 2017) Considere uma lente esférica delgada, S, de bordas finas, feita de material de índice de refração n maior do que o índice de refração do ar. Com esta lente podem-se realizar dois

Leia mais

A Luz e o mundo que nos rodeia. A luz é fundamental para observarmos o que existe à nossa volta.

A Luz e o mundo que nos rodeia. A luz é fundamental para observarmos o que existe à nossa volta. LUZ A Luz e o mundo que nos rodeia A luz é fundamental para observarmos o que existe à nossa volta. A luz e os corpos Corpos luminosos corpos que produzem ou têm luz própria Corpos iluminados corpos que

Leia mais

Faculdade de Tecnologia de Bauru Sistemas Biomédicos

Faculdade de Tecnologia de Bauru Sistemas Biomédicos aculdade de Tecnologia de Bauru Sistemas Biomédicos Óptica Técnica Aula 4 Lentes Esféricas Profª. Me Wangner Barbosa da osta Bauru/SP OMPORTAMENTO ÓPTIO ONVERGENTE DIVERGENTE Tipos de lentes: Lentes Esféricas

Leia mais

www.fisicanaveia.com.br Prof. Dulcidio Braz Jr Óptica da V i s ã o Esclerótica Cristalino (lente transparente) Córnea (lente transparente) Anatomia Coróide Humor Vítreo (líquido) Pálpebra Íris Pupila Humor

Leia mais

REFLEXÃO DA LUZ. i = r. PRIMEIRA LEI DA REFLEXÃO RI, N e RR são coplanares (pertencem ao mesmo plano). SEGUNDA LEI DA REFLEXÃO

REFLEXÃO DA LUZ. i = r. PRIMEIRA LEI DA REFLEXÃO RI, N e RR são coplanares (pertencem ao mesmo plano). SEGUNDA LEI DA REFLEXÃO REFLEXÃO DA LUZ RI = raio incidente N = reta normal RR = raio refletido i = ângulo de incidência r = ângulo de reflexão S = superfície refletora PRIMEIRA LEI DA REFLEXÃO RI, N e RR são coplanares (pertencem

Leia mais

5 - (UFMG) As figuras representam, de forma esquemática, espelhos e lentes.

5 - (UFMG) As figuras representam, de forma esquemática, espelhos e lentes. 1 - (Unicamp) Um sistema de lentes produz a imagem real de um objeto, conforme a figura a seguir. Calcule a distância focal e localize a posição de uma lente delgada que produza o mesmo efeito. 4 - (Uerj)

Leia mais

Para encontrarmos a vergência da lente, temos:

Para encontrarmos a vergência da lente, temos: t RESOLUÇÃO PRATIQUE EM CASA B Sendo a lente de bordas inas com n lente (ar) < n meio (vidro), concluímos que a lente é divergente. Os raios de luz que atravessam a lente voltam novamente para o ar e,

Leia mais

Exercícios LENTES e VISÃO DUDU

Exercícios LENTES e VISÃO DUDU Exercícios LENTES e VISÃO DUDU 1. Sherlock Holmes neste dia usava seu cachimbo e uma instrumento ótico que permitia uma análise ainda mais nítida da cena do crime. a)sabendo que no texto acima o instrumento

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS ÓPTICA: REFRAÇÃO PROF. PEDRO RIBEIRO

LISTA DE EXERCÍCIOS ÓPTICA: REFRAÇÃO PROF. PEDRO RIBEIRO Questão 01 - (UEM PR) LISTA DE EXERCÍCIOS ÓPTICA: REFRAÇÃO PROF. PEDRO RIBEIRO Assinale o que for correto. 01. Um conjunto constituído de dois meios homogêneos e transparentes à passagem da luz visível,

Leia mais

Lâminas de Faces Paralelas. sen(i

Lâminas de Faces Paralelas. sen(i Ótica Lâminas de Faces Paralelas d = e sen(i cos r r) Dioptros Dioptro é constituído pela justaposição de dois meios transparentes e opticamente homogéneos Dioptro Plano Dioptro Plano - Equação di do

Leia mais

Definição e elementos. Espelho Esférico É uma calota esférica na qual uma das superfícies é refletora.

Definição e elementos. Espelho Esférico É uma calota esférica na qual uma das superfícies é refletora. ESPELHOS ESFÉRICOS Definição e elementos Espelho Esférico É uma calota esférica na qual uma das superfícies é refletora. Definição e elementos - - - eixo secundário *Obs.: Qualquer eixo que passe pelo

Leia mais

Física B Extensivo V. 4 Resolva

Física B Extensivo V. 4 Resolva Extensivo V. 4 Resolva Aula 3 Aula 5 3.0) 74 5.0) D 3.0) C 4.0) B p p Aula 4 6 (invertida, real, maior) 4.0) = 30 cm p = 50 cm p =? Aula 6 6.0) C A zona de acomodação de um olho humano, região onde podemos

Leia mais

Lentes Esféricas. Retirado de

Lentes Esféricas. Retirado de rafaelsod.wordpress.com facebook.com/aulasod Lentes Esféricas 1. Introdução: Os olhos, óculos, binóculos, lupas, telescópios, datashow, retroprojetor Todos esses objetos tem algo em comum: lentes. Estudaremos

Leia mais

Física. Leonardo Gomes (Guilherme Brigagão) 04 e Método Gráfico

Física. Leonardo Gomes (Guilherme Brigagão) 04 e Método Gráfico Lentes Método Gráfico Lentes Método Gráfico 1. As figuras representam feixes paralelos de luz monocromática incidindo, pela esquerda, nas caixas A e B, que dispõem de aberturas adequadas para a entrada

Leia mais

Espelhos Planos. Reflexões. O objeto iluminado só poderá ser visto se a luz refletida por ele atingir nossos olhos. ESPELHOS PLANOS PROF.

Espelhos Planos. Reflexões. O objeto iluminado só poderá ser visto se a luz refletida por ele atingir nossos olhos. ESPELHOS PLANOS PROF. O objeto iluminado só poderá ser visto se a luz refletida por ele atingir nossos olhos. Espelhos Planos Reflexões ESPELHOS PLANOS PROF.: JEAN CARLO Espelhos Planos objeto A B Espelho d A B imagem d Essa

Leia mais

MÁRCIO FÍSICA REVISÃO PARA O P.A.S.

MÁRCIO FÍSICA REVISÃO PARA O P.A.S. Se alguém deseja transformar seus próprios sonhos em realidade, é preciso, primeiro, acordar (Corina Crawford) MÁRCIO FÍSICA REVISÃO PARA O P.A.S. INSTRUMENTOS ÓPTICOS E AMETROPIAS INSTRUMENTOS ÓPTICOS:

Leia mais

Ficha Informativa n.º 5 Propriedades e Aplicações da Luz. Nome: Data: _/_ /20 INTRODUÇÃO TEÓRICA

Ficha Informativa n.º 5 Propriedades e Aplicações da Luz. Nome: Data: _/_ /20 INTRODUÇÃO TEÓRICA FÍSICO-QUÍMICA 8º ANO DE ESCOLARIDADE Ficha Informativa n.º 5 Propriedades e Aplicações da Luz Nome: Data: _/_ /20 INTRODUÇÃO TEÓRICA Luz Luz é uma onda eletromagnética (propaga-se simultaneamente em meios

Leia mais

19/Dez/2012 Aula Sistemas ópticos e formação de imagens 23.1 Combinação de lentes 23.2 Correcção ocular 23.3 Microscópio 23.

19/Dez/2012 Aula Sistemas ópticos e formação de imagens 23.1 Combinação de lentes 23.2 Correcção ocular 23.3 Microscópio 23. 7/Dez/2012 Aula 22 22. Óptica geométrica 22.1 Espelhos planos 22.2 Espelhos curvos (esféricos) 22.3 Espelhos convexos 22.4 Imagens formadas por refracção 22.5 Lentes finas 22.6 Lentes grossas 22.7 Convenções

Leia mais

Ótimo site com diversos exemplos de telescópios de reflexão: br/refletores.html. Professor: Emerson Luis

Ótimo site com diversos exemplos de telescópios de reflexão:  br/refletores.html. Professor: Emerson Luis Ótimo site com diversos exemplos de telescópios de reflexão: http://www.telescopiosastronomicos.com. br/refletores.html Professor: Emerson Luis Espelhos esféricos Calota Professor: Emerson Luis Plano de

Leia mais

Atividades Para fixar a formação de imagens nas lentes convergentes e divergentes, clique no link abaixo e movimente o objeto que está posicionado dainte da lente. Observe o que acontece com a imagem à

Leia mais

A imagem é real, invertida e reduzida.

A imagem é real, invertida e reduzida. Epelho eférico Um epelho côncavo tem um raio de curvatura de 4 cm. Trace diagrama de raio para localizar a imagem, e exitir, de um objecto perto do eixo para a eguinte ditância do epelho: a) 55 cm; b)

Leia mais

EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES DE ÓPTICA GEOMÉTRICA

EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES DE ÓPTICA GEOMÉTRICA EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES DE ÓPTICA GEOMÉTRICA PROF. GISOLDI. (Unesp 204) Para observar uma pequena folha em detalhes, um estudante utiliza uma lente esférica convergente funcionando como lupa. Mantendo

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Escola de Engenharia de Lorena EEL

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Escola de Engenharia de Lorena EEL UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Escola de Engenharia de Lorena EEL LOB1021 - FÍSICA IV Prof. Dr. Durval Rodrigues Junior Departamento de Engenharia de Materiais (DEMAR) Escola de Engenharia de Lorena (EEL) Universidade

Leia mais

ESTUDO DAS LENTES I) INTRODUÇÃO

ESTUDO DAS LENTES I) INTRODUÇÃO ESTUDO DAS LENTES I) INTRODUÇÃO A) DEFINIÇÃO: Corresponde a uma uma substância refrigente isolada entre duas superfícies onde uma necessariamente é esférica e a outra podendo ser esférica ou plana. B)

Leia mais

Exercícios Visão Humana -3.

Exercícios Visão Humana -3. Exercícios Visão Humana -3. 1. (Acafe 2014) Um médico oftalmologista realizou uma cirurgia no globo ocular de dois pacientes (paciente A e paciente B), a fim de corrigir dois defeitos da visão. Para tanto,

Leia mais

Óptica do Olho Humano. Equipe de Física UP 2015

Óptica do Olho Humano. Equipe de Física UP 2015 Óptica do Olho Humano Equipe de Física UP 2015 Óptica do Olho Humano imagens extraídas de hob.med.br Óptica do Olho Humano imagens extraídas de hob.med.br Objeto muito distante Objeto muito distante Objeto

Leia mais

Disciplina: FÍSICA Série: 1º ANO ATIVIDADES DE REVISÃO PARA O REDI (4º BIMESTRE) ENSINO MÉDIO

Disciplina: FÍSICA Série: 1º ANO ATIVIDADES DE REVISÃO PARA O REDI (4º BIMESTRE) ENSINO MÉDIO Professor (a): Estefânio Franco Maciel Aluno (a): Disciplina: FÍSICA Série: 1º ANO ATIVIDADES DE REVISÃO PARA O REDI (4º BIMESTRE) ENSINO MÉDIO Data: /10/2017. 01. (FUVEST) Na formação das imagens na retina

Leia mais

Formação Geométrica de Imagens Lentes Esféricas

Formação Geométrica de Imagens Lentes Esféricas Formação Geométrica de Imagens Lentes Esféricas Prof Wildson W de Aragão @Wiildsoon Comportamento Óptico das Lentes O comportamento da lente depende do meio material em que ela se encontra. Lentes - Wildson

Leia mais

LENTES ESFÉRICAS. O que é uma lente? Lentes. Como se pode classificar as lente? Divergentes; Características 14/04/2009. Professor: Felipe Damasio

LENTES ESFÉRICAS. O que é uma lente? Lentes. Como se pode classificar as lente? Divergentes; Características 14/04/2009. Professor: Felipe Damasio LENTES ESFÉRICAS Professor: Felipe Damasio Lentes O estudo da reflexão tem seu objeto principal os espelhos; O estudo da refração tem seu objeto principal as LENTES. O que é uma lente? Corpo transparente,

Leia mais

Ótimo site com diversos exemplos de telescópios de reflexão: br/refletores.html. Professor: Emerson Luis

Ótimo site com diversos exemplos de telescópios de reflexão:  br/refletores.html. Professor: Emerson Luis Ótimo site com diversos exemplos de telescópios de reflexão: http://www.telescopiosastronomicos.com. br/refletores.html Espelhos esféricos Calota Plano de corte 1) Espelho Côncavo C Superfície Refletora

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL - CIÊNCIAS 9º ano- UNIDADE 4 - CAPÍTULO 2. questão347. Um objeto verde absorve ou reflete a luz verde?

ENSINO FUNDAMENTAL - CIÊNCIAS 9º ano- UNIDADE 4 - CAPÍTULO 2. questão347. Um objeto verde absorve ou reflete a luz verde? ENSINO FUNDAMENTAL - CIÊNCIAS 9º ano- UNIDADE 4 - CAPÍTULO 2 questão346. Defina o que é a luz. questão347. Um objeto verde absorve ou reflete a luz verde? questão348. O que é isotropia? questão349. Em

Leia mais

TRABALHO DE FÍSCA 1º ANO A 1º BIMESTRE FÍSICA B PROF JOÃO RODRIGO

TRABALHO DE FÍSCA 1º ANO A 1º BIMESTRE FÍSICA B PROF JOÃO RODRIGO TRABALHO DE FÍSCA 1º ANO A 1º BIMESTRE FÍSICA B PROF JOÃO RODRIGO 1. (UNICAMP) Um sistema de lentes produz a imagem real de um objeto, conforme a figura a seguir. Calcule a distância focal e localize a

Leia mais

REFRAÇÃO DA LUZ. Neste capítulo estudaremos as leis da refração, a reflexão total e a formação de imagens nas lentes esféricas.

REFRAÇÃO DA LUZ. Neste capítulo estudaremos as leis da refração, a reflexão total e a formação de imagens nas lentes esféricas. REFRAÇÃO DA LUZ AULA 18 1- INTRODUÇÃO Neste capítulo estudaremos as leis da refração, a reflexão total e a formação de imagens nas lentes esféricas. 2- A REFRAÇÃO A refração ocorre quando a luz ao passar

Leia mais

ESTUDANTE: ANO: 2º TURMA: TURNO: DATA: / / 2013 TRIMESTRE: TERCEIRO

ESTUDANTE: ANO: 2º TURMA: TURNO: DATA: / / 2013 TRIMESTRE: TERCEIRO ENSINO MÉDIO NAP III ESTUDANTE: ANO: 2º TURMA: TURNO: DATA: / / 2013 TRIMESTRE: TERCEIRO COMPONENTE CURRICULAR: FÍSICA PROFESSOR(A): WELLINGTON QUESTÃO 1 (UNESP-SP) Na figura, estão representados, esquematicamente,

Leia mais

Lentes de Bordos Finos

Lentes de Bordos Finos Lentes de Bordos Finos Geralmente convergentes, ou seja, convergentes quando n lente >n meio. -O meio que envolve a lente geralmente é o ar, menos refrigente que o vidro. Lentes de Bordos Grossos Geralmente

Leia mais

Exercício. setor Aula 16. d i d o. = n passa n provém DIOPTRO PLANO. Ar (provém) (passa) Água. do = 4m n passa = 1 4 n provém = 3 di =?

Exercício. setor Aula 16. d i d o. = n passa n provém DIOPTRO PLANO. Ar (provém) (passa) Água. do = 4m n passa = 1 4 n provém = 3 di =? setor 203 203009 203009-SP Aula 6 DIPTR PLAN º- CAS: objeto no meio mais refringente e observador no meio menos refringente. fronteira do dioptro d i d o Determine a distância da imagem da arraia observada,

Leia mais

Apostila de Física 35 Reflexão da Luz Espelhos Esféricos

Apostila de Física 35 Reflexão da Luz Espelhos Esféricos Apostila de Física 35 Reflexão da Luz Espelhos Esféricos 1.0 Definições Um plano, ao cortar uma superfície esférica, divide-a em 2 partes calotas de calotas esféricas. Espelho esférico Uma calota esférica,

Leia mais

Raios de luz: se propagam apenas em uma. direção e em um sentido

Raios de luz: se propagam apenas em uma. direção e em um sentido A luz é uma onda eletromagnética, cujo comprimento de onda se inclui num determinado intervalo dentro do qual o olho humano é a ela perceptível. O seu estudo é a base da óptica. Raios de luz: se propagam

Leia mais

Elementos de Óptica ÓPTICA GEOMÉTRICA. Um feixe luminoso como um conjunto de raios perpendiculares à frente de onda.

Elementos de Óptica ÓPTICA GEOMÉTRICA. Um feixe luminoso como um conjunto de raios perpendiculares à frente de onda. ÓPTICA GEOMÉTRICA Dimensões dos componentes ópticos muito superiores ao comprimento de onda da luz. Um feixe luminoso como um conjunto de raios perpendiculares à frente de onda. lente onda ÍNDICES DE REFRACÇÃO,

Leia mais

LUZ. A luz é uma forma de energia, que tem origem nos corpos luminosos e que se propaga em todas as direções.

LUZ. A luz é uma forma de energia, que tem origem nos corpos luminosos e que se propaga em todas as direções. LUZ A luz é uma forma de energia, que tem origem nos corpos luminosos e que se propaga em todas as direções. CORPOS LUMINOSOS São corpos que emitem luz. CORPOS ILUMINADOS São corpos que recebem luz e a

Leia mais

Exercícios LENTES -1.

Exercícios LENTES -1. Exercícios LENTES -1. 1. (PUC-PR) A equação de Gauss relaciona a distância focal (f) de uma lente esférica delgada com as distâncias do objeto (p) e da imagem (p ) ao vértice da lente. O gráfico dado mostra

Leia mais

ESPELHOS E LENTES 01/09/16

ESPELHOS E LENTES 01/09/16 ESPELHOS E LENTES 01/09/16 UM ESPELHO É UMA SUPERFÍCIE MUITO LISA E QUE PERMITE ALTO ÍNDICE DE REFLEXÃO DA LUZ QUE INCIDE SOBRE ELE. ESPELHOS POSSUEM FORMAS VARIADAS: ESPELHOS PLANOS DEFINIÇÃO UM ESPELHO

Leia mais

Resoluções de Exercícios

Resoluções de Exercícios Resoluções de Exercícios FÍSICA III Oscilações, Ondas, Óptica e Radiação Capítulo 3 Sistemas Ópticos Reflexivos BLOCO 0 0 A) Imagem real, puntiforme no foco. BLOCO 0 0 B Em um espelho côncavo, com distância

Leia mais

Espelhos esféricos. Calota esférica

Espelhos esféricos. Calota esférica Espelhos esféricos Espelhos esféricos são espelhos que resultam do corte de uma esfera formando o que se chama de calota esférica.nesses espelhos, uma das superfícies da calota é espelhada, produzindo

Leia mais

a) 6,0 b) 7,0 c) 8,0 d) 9,0 e) 10,0

a) 6,0 b) 7,0 c) 8,0 d) 9,0 e) 10,0 1. Um estudante dispunha de um espelho côncavo e de uma lente biconvexa de vidro para montar um dispositivo que amplia a imagem de um objeto. Ele então montou o dispositivo, conforme mostrado no diagrama.

Leia mais

Instrumentos Ópticos

Instrumentos Ópticos Instrumentos Ópticos Associação de Lentes. Lentes Justapostas: Lentes Justapostas Separação Nula. A lente equivalente à associação de duas lentes justapostas, apresenta vergência dada por: C res = C 1

Leia mais

Lista de Exercícios - 2ª Série

Lista de Exercícios - 2ª Série ENSINO MÉDIO Data: 11/07/2016 Estudante: Exercícios Série: 2ª Turma: Turno: Matutino 2 e 3º Trimestre Componente: Física Professor: Wellington Lista de Exercícios - 2ª Série 1) No mundo artístico as antigas

Leia mais

intensidade 2,5A. Determine: a) a força contra-eletromotriz do motor b) a indicação de um voltímetro ligado aos terminais do motor

intensidade 2,5A. Determine: a) a força contra-eletromotriz do motor b) a indicação de um voltímetro ligado aos terminais do motor Atividades de Aprimoramento Física 2ª série do Ensino Médio 01 - (UFB) Aplica-se uma ddp de 50V a um motor de resistência interna 1Ω, o qual é percorrido por uma corrente elétrica de intensidade 2,5A.

Leia mais

Óptica da Visão APROFUNDAMENTO Profº. JB

Óptica da Visão APROFUNDAMENTO Profº. JB Óptica da Visão APROFUNDAMENTO Profº. JB 1. (Unesp 2005) Uma pessoa, com certa deficiência visual, utiliza óculos com lentes convergentes. Colocando-se um objeto de 0,6 cm de altura a 25,0 cm da lente,

Leia mais

O olho humano. No fundo do olho temos a projeção de uma imagem real e invertida

O olho humano. No fundo do olho temos a projeção de uma imagem real e invertida Câmara escura O olho humano No fundo do olho temos a projeção de uma imagem real e invertida O olho humano Sombra e Penumbra Fonte Extensa Sombra e Penumbra Eclipse Solar Sombra e Penumbra Eclipse Lunar

Leia mais

Faculdade de Tecnologia de Bauru Sistemas Biomédicos. Óptica Técnica Aula 2 - Espelhos Esféricos

Faculdade de Tecnologia de Bauru Sistemas Biomédicos. Óptica Técnica Aula 2 - Espelhos Esféricos aculdade de Tecnologia de Bauru Sistemas Biomédicos Óptica Técnica Aula 2 - Espelhos Esféricos Espelho Esférico alota Superfície Esférica Plano de corte Espelho Esférico 1 - Espelho ôncavo Superfície Refletora

Leia mais

Definição e elementos. Espelho Esférico é uma calota esférica na qual uma das superfícies é refletora.

Definição e elementos. Espelho Esférico é uma calota esférica na qual uma das superfícies é refletora. ESPELHOS ESFÉRICOS Definição e elementos Espelho Esférico é uma calota esférica na qual uma das superfícies é refletora. Definição e elementos - - - eixo secundário *Obs.: Qualquer eixo que passe pelo

Leia mais

Trabalho Prático nº 5

Trabalho Prático nº 5 ONDAS E ÓPTICA - 2008/2009 Trabalho Prático nº 5 LENTES ESPESSAS; ASSOCIAÇÃO DE LENTES 1 Objectivo Pretende-se verificar experimentalmente a formação da imagem dada por sistemas ópticos simples, constituídos

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 2 trimestre Ensino Médio 1º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Lentes Esféricas: Construções das Imagens

Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 2 trimestre Ensino Médio 1º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Lentes Esféricas: Construções das Imagens Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 2 trimestre Ensino Médio 1º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Lentes Esféricas: Construções das Imagens 1. (Espcex (Aman) 2012) Um objeto é colocado sobre o

Leia mais

ˆ distinguir lentes convergentes de lentes divergentes; ˆ conhecer o comportamento da luz quando incide em lentes convergentes e divergentes;

ˆ distinguir lentes convergentes de lentes divergentes; ˆ conhecer o comportamento da luz quando incide em lentes convergentes e divergentes; Aula nº6 1 Sumário Lentes convergentes e divergentes. Miopia e hipermetropia. Estudo do olho humano. 2 Objectivos especícos ˆ Denir lente; ˆ distinguir lentes convergentes de lentes divergentes; ˆ conhecer

Leia mais

Prof. Valdir Guimarães. Aula-2 ótica geométrica espelhos planos e esféricos

Prof. Valdir Guimarães. Aula-2 ótica geométrica espelhos planos e esféricos Prof. Valdir Guimarães Aula-2 ótica geométrica espelhos planos e esféricos Curso Site do curso no STOA https://edisciplinas.usp.br/course/view.php?id=52882 As aulas serão ministradas na sala 202 ala II

Leia mais

Chamamos de instrumentos de projeção aqueles que fornecem uma imagem real, que pode, portanto, ser projetada em um anteparo, uma tela ou um filme.

Chamamos de instrumentos de projeção aqueles que fornecem uma imagem real, que pode, portanto, ser projetada em um anteparo, uma tela ou um filme. Chamamos de instrumentos de projeção aqueles que fornecem uma imagem real, que pode, portanto, ser projetada em um anteparo, uma tela ou um filme. A câmera fotográfica é constituída essencialmente por

Leia mais

CRONOGRAMA DE RECUPERAÇÃO ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO

CRONOGRAMA DE RECUPERAÇÃO ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO SÉRIE: 1º E.M. DISCIPLINA: Física 2 CRONOGRAMA DE RECUPERAÇÃO Caderno Número(s) da(s) aula(s) Assuntos 01 05 - Leis da Reflexão. 01 06 e 07 - As imagens formadas pelo espelho plano. 01 08 - O campo visual

Leia mais

LISTA 5 LENTES ESFÉRICAS INTRUMENTOS ÓPTICOS ÓPTICA DA VISÃO 2º EM FÍSICA PROF. MARCUS VINÍCIUS 3º Bimestre

LISTA 5 LENTES ESFÉRICAS INTRUMENTOS ÓPTICOS ÓPTICA DA VISÃO 2º EM FÍSICA PROF. MARCUS VINÍCIUS 3º Bimestre LISTA 5 LENTES ESFÉRICAS INTRUMENTOS ÓPTICOS ÓPTICA DA VISÃO 2º EM FÍSICA PROF. MARCUS VINÍCIUS 3º Bimestre 1. UFUB/MG Convergência (C) de uma lente é o inverso da distância focal (f), ou seja, C = 1/f.

Leia mais

Se fizermos uma analogia entre a ilustração e o olho humano, o tecido corresponde ao(à): a) íris b) retina c) pupila d) córnea e) cristalino

Se fizermos uma analogia entre a ilustração e o olho humano, o tecido corresponde ao(à): a) íris b) retina c) pupila d) córnea e) cristalino 1. Entre os anos de 1028 e 1038, Alhazen (lbn al-haytham: 965-1040 d.c.) escreveu sua principal obra, o Livro da Óptica, que, com base em experimentos, explicava o funcionamento da visão e outros aspectos

Leia mais

d) com duas lentes convergentes. 1 de 5

d) com duas lentes convergentes. 1 de 5 SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 2º TURMA(S):

Leia mais

15. Óptica natureza da luz

15. Óptica natureza da luz 5. Óptica 5.. natureza da luz A luz é radiação electromagnética Uma onda transversal com campos oscilantes (eléctrico e magnético) As ondas electromagnéticas propagam-se no vácuo O campo eléctrico é detectável

Leia mais

2º trimestre TB- FÍSICA Data: Ensino Médio 1º ano classe: Prof. J.V. Nome: nº

2º trimestre TB- FÍSICA Data: Ensino Médio 1º ano classe: Prof. J.V. Nome: nº º trimestre TB- FÍSICA Data: Ensino Médio 1º ano classe: Prof. J.V. Nome: nº Valor: 10 Nota:.. 1. (Ufsm 011) Na figura a seguir, são representados um objeto (O) e a sua imagem (I) formada pelos raios de

Leia mais

Lente. 7- Uma lupa fornece um objeto colocado a 50cm de seu centro óptico uma imagem direita 4 vezes maior. Determine a distancia focal.

Lente. 7- Uma lupa fornece um objeto colocado a 50cm de seu centro óptico uma imagem direita 4 vezes maior. Determine a distancia focal. Lente 1- Um objeto tem altura de 20 cm e está localizado a uma distância de 30 cm de uma lente. Esse objeto produz uma imagem virtual de altura i = 40 cm. Calcule a distância da imagem a lente, a distância

Leia mais

Dependência. Disciplina Física 2ª série. Cronograma Armando Horta Dumont

Dependência. Disciplina Física 2ª série. Cronograma Armando Horta Dumont Dependência Disciplina Física 2ª série Cronograma 2016 1ª Avaliação 1 Óptica 1.1 Conceitos Fundamentais. 1.2 Reflexão da Luz. 2ª Avaliação 1 Óptica 1.3 Espelhos esféricos. 1.4 Refração da Luz. 3ª Avaliação

Leia mais

2ª série LISTA: LENTES ESFÉRICAS. Ensino Médio. Aluno(a): Professor(a): Paulo Sérgio DIA:01 MÊS: 08. Segmento temático: Turma: A e B

2ª série LISTA: LENTES ESFÉRICAS. Ensino Médio. Aluno(a): Professor(a): Paulo Sérgio DIA:01 MÊS: 08. Segmento temático: Turma: A e B LISTA: 08 2ª série Ensino Médio Professor(a): Paulo Sérgio Turma: A e B Aluno(a): Segmento temático: LENTES ESFÉRICAS DIA:01 MÊS: 08 2017 01 - (Mackenzie SP/2017) Considere quatro lentes esféricas delgadas

Leia mais

VISÃO SISTEMA NERVOSO SENSORIAL. A visão é o processo pelo qual a luz refletida dos objetos no nosso meio é traduzida em uma imagem mental.

VISÃO SISTEMA NERVOSO SENSORIAL. A visão é o processo pelo qual a luz refletida dos objetos no nosso meio é traduzida em uma imagem mental. SISTEMA NERVOSO SENSORIAL Sunol Alvar A visão é o processo pelo qual a luz refletida dos objetos no nosso meio é traduzida em uma imagem mental. 1 OLHOS Os olhos são órgãos complexos dos sentidos. Cada

Leia mais

Exercícios Dissertativos

Exercícios Dissertativos Exercícios Dissertativos 1. (2002) O Sol tem diâmetro de 1, 4.10 9 m e a sua distância média à Terra é de 1, 5.10 11 m. Um estudante utiliza uma lente convergente delgada de distância focal 0,15 m para

Leia mais

COLÉGIO SHALOM. Trabalho de recuperação Ensino Médio 2º Ano Profº: Wesley da Silva Mota Física

COLÉGIO SHALOM. Trabalho de recuperação Ensino Médio 2º Ano Profº: Wesley da Silva Mota Física COLÉGIO SHALOM Trabalho de recuperação Ensino Médio 2º Ano Profº: Wesley da Silva Mota Física Entrega na data da prova Aluno (a) :. No. 01-(Ufrrj-RJ) A figura a seguir mostra um atleta de ginástica olímpica

Leia mais

Rodada #1 Física. Professor Guilherme Neves. FÍSICA: 1 Mecânica. 1.1 Cinemática escalar, cinemática vetorial. 1.2 Movimento circular.

Rodada #1 Física. Professor Guilherme Neves. FÍSICA: 1 Mecânica. 1.1 Cinemática escalar, cinemática vetorial. 1.2 Movimento circular. Rodada #1 Física Professor Guilherme Neves Assuntos da Rodada FÍSICA: 1 Mecânica. 1.1 Cinemática escalar, cinemática vetorial. 1.2 Movimento circular. 1.3 Leis de Newton e suas aplicações. 1.4 Trabalho.

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Escola de Engenharia de Lorena EEL

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Escola de Engenharia de Lorena EEL UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Escola de Engenharia de Lorena EEL LOB1021 - FÍSICA IV Prof. Dr. Durval Rodrigues Junior Departamento de Engenharia de Materiais (DEMAR) Escola de Engenharia de Lorena (EEL) Universidade

Leia mais

Resoluções das Atividades

Resoluções das Atividades Resoluções das Atividades Sumário Aula 5 Estudo analítico da imagem...1 Aula 5 Estudo analítico da imagem Atividades para Sala 02 A Note que a lâmpada está situada no centro de curvatura do espelho côncavo,

Leia mais

Professora Bruna CADERNO 2. Capítulo 6 Espelhos Esféricos. Página - 236

Professora Bruna CADERNO 2. Capítulo 6 Espelhos Esféricos. Página - 236 CADERNO 2 Capítulo 6 Espelhos Esféricos Página - 236 O QUE SÃO ESPELHOS ESFÉRICOS? Observe a figura: O QUE SÃO ESPELHOS ESFÉRICOS? Um calota esférica com a superfície interna espelhada (refletora) é o

Leia mais

3ª Série / Vestibular _ TD 14

3ª Série / Vestibular _ TD 14 3ª Série / Vestibular _ TD 14 01. Um mol de gás ideal sofre o processo de transformação mostrado na figura abaixo. Em função exclusiva da constante universal dos gases R e da temperatura absoluta T descrita

Leia mais

EXERCÍCIOS DE ÓPTICA E VETORES 1º ANO

EXERCÍCIOS DE ÓPTICA E VETORES 1º ANO EXERCÍCIOS DE ÓPTICA E VETORES 1º ANO 1º) Em cada um dos casos abaixo determine o módulo da força resultante que atua no corpo: a) F 1 = 3N F 2 = 4N b) F 1 = 3N F 2 = 4N c) F 2 = 4N F 1 = 3N 2º) (PUC-PR)

Leia mais

c V n = Alguns efeitos da refração da luz REFRAÇÃO LUMINOSA Índice de Refração Absoluto

c V n = Alguns efeitos da refração da luz REFRAÇÃO LUMINOSA Índice de Refração Absoluto REFRAÇÃO LUMINOSA Refração é o fenômeno que ocorre quando a luz muda de meio de propagação, causando mudança na sua velocidade. Alguns efeitos da refração da luz Miragens Objetos quebrados Profundidade

Leia mais

211 e 212 / /2016. Roteiro de estudosanual. Lista 1. a) K L A U S S

211 e 212 / /2016. Roteiro de estudosanual. Lista 1. a) K L A U S S FÍSICA Roteiro de estudosanual ALEX BALBO 211 e 212 / /2016 Lista 1 1- O fenômeno da formação de sombra evidencia que: a) a luz possui baixa frequência; b) a luz caminha em curvas; c) a luz caminha em

Leia mais

6. (Upe 2011) Em relação aos espelhos esféricos, analise as proposições que se seguem:

6. (Upe 2011) Em relação aos espelhos esféricos, analise as proposições que se seguem: º Lista de exercícios ESPELHOS ESFÉRICOS PROFESSOR: DUDU. (Uemg 0) Muitos profissionais precisam de espelhos em seu trabalho. Porteiros, por exemplo, necessitam de espelhos que lhes permitem ter um campo

Leia mais

Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Física NONO ANO ESPELHOS PLANOS E REFLEXÃO

Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Física NONO ANO ESPELHOS PLANOS E REFLEXÃO Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Física NONO ANO ESPELHOS PLANOS E REFLEXÃO ESPELHOS PLANOS Superfícies: REGULAR IRREGULAR (DIFUSA) Superfície Refletora Superfície Opaca ESPELHO PLANO RI Normal

Leia mais

- Professor João Rodrigo Escalari Quintiliano LENTES ESFÉRICAS

- Professor João Rodrigo Escalari Quintiliano LENTES ESFÉRICAS EXERCÍCIOS DE FÍSICA F - Professor João Rodrigo Escalari Quintiliano LENTES ESFÉRICAS 1. (Ufpe 2006) Uma "câmera tipo caixote" possui uma única lente delgada convergente, de distância focal f = 20 cm.

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 3ª Etapa 2012 Disciplina:FÍSICA Ano: 2012 Professor:MARCOS VINICIUS Turma: 2º ano Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

de duas lentes convergentes associadas coaxialmente. A primeira está próxima do objeto, sendo

de duas lentes convergentes associadas coaxialmente. A primeira está próxima do objeto, sendo COLÉGIO MILITAR DE JUIZ DE FORA CMJF DISCIPLINA: Física 2 a Série Ensino Médio / 2007 Professor: Dr. Carlos Alessandro A. da Silva Notas de Aula: Instrumentos Ópticos e Óptica da Visão INSTRUMENTOS ÓPTICOS

Leia mais

AULA 06 CONSTRUÇÃO DE IMAGENS APOSTILA 2 FSC-D

AULA 06 CONSTRUÇÃO DE IMAGENS APOSTILA 2 FSC-D AULA 06 CONSTRUÇÃO DE IMAGENS APOSTILA 2 FSC-D -Todo raio luminoso que incide no espelho paralelamente ao eixo principal, reflete passando pelo foco, ou em sua direção. C F V C F V -Todo raio luminoso

Leia mais

Óptica Geométrica. => vi = 2vE

Óptica Geométrica. => vi = 2vE Disciplina: Física para Olimpíadas Assunto: Óptica (Teoria e questões antigas da OBF 2ª fase) Professor: Gustavo Mendonça Óptica Geométrica 1) Introdução à Óptica Geométrica: Na Lousa! 2) Reflexão: Fenômeno

Leia mais

DATA: / / 2014 VALOR: 20,0 pontos NOTA: NOME COMPLETO:

DATA: / / 2014 VALOR: 20,0 pontos NOTA: NOME COMPLETO: DISCIPLINA: Física PROFESSORES: Marcus Sant Ana / Fabiano Dias DATA: / / 2014 VALOR: 20,0 pontos NOTA: NOME COMPLETO: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2ª SÉRIE EM TURMA: Nº: I N S T R U Ç

Leia mais

Assinale a alternativa que corresponde à formação dessa imagem, através do uso de um espelho e uma lente, separadamente.

Assinale a alternativa que corresponde à formação dessa imagem, através do uso de um espelho e uma lente, separadamente. 1. (Faculdade Albert Einstein 2016) Uma estudante de medicina, dispondo de espelhos esféricos gaussianos, um côncavo e outro convexo, e lentes esféricas de bordos finos e de bordos espessos, deseja obter,

Leia mais

ÓPTICA GEOMÉTRICA MENU DE NAVEGAÇÃO. LENTES ESFÉRICAS LENTES CONVERGENTES Elementos

ÓPTICA GEOMÉTRICA MENU DE NAVEGAÇÃO. LENTES ESFÉRICAS LENTES CONVERGENTES Elementos ÓPTICA GEOMÉTRICA MENU DE NAVEGAÇÃO Clique em um item abaixo para iniciar a apresentação LENTES ESFÉRICAS LENTES CONVERGENTES Elementos Propriedades Construção Geométrica de Imagens LENTES DIVERGENTES

Leia mais

figura 1 índice de refração: n 2 = 1,7; adotando que a lente está inicialmente no ar, índice de refração do ar: n 1 = 1.

figura 1 índice de refração: n 2 = 1,7; adotando que a lente está inicialmente no ar, índice de refração do ar: n 1 = 1. Uma lente delgada biconvexa cujos raios de curvatura são iguais a 42 cm, tem índice de refração,7. Introduz-se essa lente num cuba transparente de faces paralelas, verticais e de espessura desprezível.

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 2 trimestre Ensino Médio 1º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Prismas Ópticos e Lentes

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 2 trimestre Ensino Médio 1º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Prismas Ópticos e Lentes Sala de Estudos FÍSICA Lucas 2 trimestre Ensino Médio 1º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Prismas Ópticos e Lentes 1. (Fuvest 2017) Em uma aula de laboratório de física, utilizando-se o

Leia mais