Mestrado em Matemática Financeira

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Mestrado em Matemática Financeira"

Transcrição

1 Programação Mestrado em Matemática Financeira Luís Sequeira 26 de Janeiro de 2008 Prog 1

2 Prog 2

3 Prog 3

4 Prog 4

5 Prog 5

6 Desenhar 365 (ou 366) quadrados Prog 5

7 Desenhar 365 (ou 366) quadrados Ter em conta os dias da semana Prog 5

8 Desenhar 365 (ou 366) quadrados Ter em conta os dias da semana Ter em conta os feriados Prog 5

9 Desenhar 365 (ou 366) quadrados Ter em conta os dias da semana Ter em conta os feriados Prog 5

10 Um pacote L A T E X pstricks Prog 6

11 Um pacote L A T E X pstricks Desenhar um quadrado, Prog 6

12 Um pacote L A T E X pstricks Desenhar um quadrado, e. g. \psframe[linecolor=gray](0,0)(1,1) Prog 6

13 Um pacote L A T E X pstricks Desenhar um quadrado, e. g. \psframe[linecolor=gray](0,0)(1,1) Colocar um objecto numa posição determinada, Prog 6

14 Um pacote L A T E X pstricks Desenhar um quadrado, e. g. \psframe[linecolor=gray](0,0)(1,1) Colocar um objecto numa posição determinada, e. g. \rput(10,10){$22$} Prog 6

15 Um pacote L A T E X pstricks Desenhar um quadrado, e. g. \psframe[linecolor=gray](0,0)(1,1) Colocar um objecto numa posição determinada, e. g. \rput(10,10){$22$} Desenhar qualquer coisa, actually :-) Prog 6

16 Um pacote L A T E X pstricks Desenhar um quadrado, e. g. \psframe[linecolor=gray](0,0)(1,1) Colocar um objecto numa posição determinada, e. g. \rput(10,10){$22$} Desenhar qualquer coisa, actually :-) C++ uma linguagem de programação poderosa Prog 6

17 O programa cal.ccp faz os cálculos necessários necessários com datas Prog 7

18 O programa cal.ccp faz os cálculos necessários necessários com datas escreve o código L A T E X Prog 7

19 O programa cal.ccp faz os cálculos necessários necessários com datas escreve o código L A T E X faz chamadas ao sistema (o comandosystem(...)) para correr o L A T E Xe produzir o ficheiro final Prog 7

20 O programa cal.cpp precisa de uma classe matfin::date... Prog 8

Pós-Graduação em Mercados Financeiros 2012/2013. 1º Semestre

Pós-Graduação em Mercados Financeiros 2012/2013. 1º Semestre Pós-Graduação em Mercados Financeiros 2012/2013 1º Semestre Outubro Dia 23 Dia 25 Dr. Luis Máximo dos Santos Novembro Dia 06 Dia 08 Dia 13 Dia 15 Dia 20 Dia 22 Dia 27 Dia 29 Dezembro Dia 04 Dia 06 Dia

Leia mais

Mestrado em Matemática Financeira

Mestrado em Matemática Financeira Programação Mestrado em Matemática Financeira http://moodle.fc.ul.pt Luís Sequeira 03 de Janeiro de 2014 Bom dia! 2 Contactos......................................................... 3 Abstracção!.......................................................

Leia mais

ACTOS PROFISSIONAIS GIPE. Gabinete de Inovação Pedagógica

ACTOS PROFISSIONAIS GIPE. Gabinete de Inovação Pedagógica ACTOS PROFISSIONAIS GIPE Gabinete de Inovação Pedagógica Cooptécnica Gustave Eiffel, CRL Venda Nova, Amadora 214 996 440 910 532 379 Março, 2010 GESTÃO E PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS INFORMÁTICOS 1 GIPE - Gabinete

Leia mais

ANIVERSÁRIO CZC VISITA AO MORRO DA CONCEIÇÃO (SAÍDA ÀS 07:00H EM FRENTE AO COLÉGIO) CONDUÇÃO GRATUITA

ANIVERSÁRIO CZC VISITA AO MORRO DA CONCEIÇÃO (SAÍDA ÀS 07:00H EM FRENTE AO COLÉGIO) CONDUÇÃO GRATUITA HORÁRIO DAS AVALIAÇÕES GLOBAIS 6º ANO TARDE / 2014 19/11 ÉTICA / GEOGRAFIA 4ª FEIRA 20/11 REDAÇÃO / MATEMÁTICA 5ª FEIRA 21/11 HISTÓRIA / INGLÊS 6ª FEIRA 24/11 DESENHO / CIÊNCIAS 2ª FEIRA 25/11 PORTUGUÊS

Leia mais

Programação https://fenix.ist.utl.pt/disciplinas/pro/ deec-prog@disciplinas.ist.utl.pt

Programação https://fenix.ist.utl.pt/disciplinas/pro/ deec-prog@disciplinas.ist.utl.pt Programação https://fenix.ist.utl.pt/disciplinas/pro/ deec-prog@disciplinas.ist.utl.pt Sumário Corpo Docente Página da disciplina Funcionamento Avaliação Suporte informático 01-2 Corpo Docente Aulas teóricas/problemas

Leia mais

INSTRUÇÕES. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO VESTIBULAR DE INVERNO 2012 3 a etapa: QUÍMICA, MATEMÁTICA E FÍSICA

INSTRUÇÕES. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO VESTIBULAR DE INVERNO 2012 3 a etapa: QUÍMICA, MATEMÁTICA E FÍSICA 3 a etapa: Química, Matemática e Física Química 16 a 30 Matemática 31 a 45 Física 3 a etapa: QUÍMICA, MATEMÁTICA E FÍSICA 31 23 03 30 15 31 11 22 27 29 06 15 21 31 10 23 05 27 31 06 13 06 21 31 15 03 26

Leia mais

4.2.5 Inserções especiais 4.3 Como formatar o texto com estilo 4.3.1 Parágrafos 4.3.2 Caracteres 4.3.3 Molduras de texto 4.3.4 Listas 4.3.

4.2.5 Inserções especiais 4.3 Como formatar o texto com estilo 4.3.1 Parágrafos 4.3.2 Caracteres 4.3.3 Molduras de texto 4.3.4 Listas 4.3. ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO 1.1 O que é o OpenOffice.org? 1.2 O que podemos fazer com o OpenOffice.org? 1.3 Alternativas ao OpenOffice.org 2 A INSTALAÇÃO DO OPENOFFICE 2.1 O que precisa de ter 2.2 Onde obter o

Leia mais

Módulo 3936 ASP.NET. Financiado pelo FSE

Módulo 3936 ASP.NET. Financiado pelo FSE EISnt Centro de Formação Profissional, Engenharia Informática e Sistemas, Novas Tecnologias, Lda Avª D. João I, nº 380/384 Soutelo 4435-208 Rio Tinto Portal Internet : www.eisnt.com E-Mail : formação@eisnt.com

Leia mais

Powerdotices. 20 de Junho de 2006. Explica-me como se eu fosse muito burra 2. Como... 4 Hello, World!... 5 Hello, World! o código...

Powerdotices. 20 de Junho de 2006. Explica-me como se eu fosse muito burra 2. Como... 4 Hello, World!... 5 Hello, World! o código... Powerdotices Margarida Pinto Virgínia Amaral Luís Sequeira 20 de Junho de 2006 Explica-me como se eu fosse muito burra 2 O quê....................................................................... 3 Como.......................................................................

Leia mais

Web. Web. Web. Web. Unidade 4. Conceitos básicosb. Publicação. Web: Frontpage Programa de animação gráfica. Programa de edição

Web. Web. Web. Web. Unidade 4. Conceitos básicosb. Publicação. Web: Frontpage Programa de animação gráfica. Programa de edição Criação de páginas p Unidade 4 UNIDADE 4: Criação de Páginas P Conceitos básicosb Técnicas de implantação de páginas p Criação de páginas p Programa de edição : Frontpage Programa de animação gráfica :

Leia mais

Introdução à Programação 2006/07. Computadores e Programação

Introdução à Programação 2006/07. Computadores e Programação Introdução à Programação 2006/07 Computadores e Programação Objectivos da Aula Noção de computador. Organização Interna de um Computador Noção de Sistema Operativo. Representação digital de informação

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DE MICROPROCESSADORES 2011 / 2012

PROGRAMAÇÃO DE MICROPROCESSADORES 2011 / 2012 Departamento de Engenharia Electrotécnica PROGRAMAÇÃO DE MICROPROCESSADORES 2011 / 2012 Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e Computadores 1º ano 2º semestre Trabalho nº 0 Instalação dos programas

Leia mais

Horários de Aulas Ano Letivo 2015 6º ano A - Ensino Fundamental

Horários de Aulas Ano Letivo 2015 6º ano A - Ensino Fundamental 6º ano A - Ensino Fundamental Ciências Educação Física Português História Intermática 07:10 Katia Danilo/Dulci Luis Sergio Marcia Milani Português Educação Física Desenho Geométrico Matemática Português

Leia mais

Sequência de Tarefas

Sequência de Tarefas Escola Superior de Educação de Coimbra Sequência de Tarefas Tópico: Organização e tratamento de dados Objectivos: Recolher dados a partir da criatividade e organização mental do aluno; Classificar dados

Leia mais

ESCOLA PORTUGUESA DE MACAU ANO LETIVO 2015/2016 CURSO CIENTÍFICO E HUMANÍSTICO DE CIÊNCIAS

ESCOLA PORTUGUESA DE MACAU ANO LETIVO 2015/2016 CURSO CIENTÍFICO E HUMANÍSTICO DE CIÊNCIAS ESCOLA PORTUGUESA DE MACAU ANO LETIVO 2015/2016 CURSO CIENTÍFICO E HUMANÍSTICO DE CIÊNCIAS Nome do aluno: Encarregado de Educação: Telefone: Telemóvel: Email: Português Líng. Estr. I Inglês Filosofia Matemática

Leia mais

ENGENHARIA MECÂNICA. Turma EGM1AN-LVA. Segunda Terça Quarta Quinta Sexta. Química Geral 18:55 110. Química Geral 20:55 110 130.

ENGENHARIA MECÂNICA. Turma EGM1AN-LVA. Segunda Terça Quarta Quinta Sexta. Química Geral 18:55 110. Química Geral 20:55 110 130. Turma EGM1AN-LVA ENGENHARIA MECÂNICA 18:55 110 20:55 110 130 Turma EGM1AN-LVB 18:55 303 20:55 129 129 Turma EGM2AN-LVA 18:55 130 131 20:55 121 Turma EGM2AN-LVB 18:55 206 203 A 20:55 303 Turma EGM2AN-LVC

Leia mais

PDFCreator 0.93. Guia de Utilização. Luís Franco

PDFCreator 0.93. Guia de Utilização. Luís Franco PDFCreator 0.93 Guia de Utilização Luís Franco Função: Criar ficheiros PDF Grátis: Sim Em português: Sim Obter o Programa 1. Faça o Download do Programa de Instalação a partir de http://sourceforge.net/projects/pdfcreator

Leia mais

Form. A2 / / Este desenho contem informação que não podem ser rasuradas ou alteradas. Codigo Des. Data do desenho.

Form. A2 / / Este desenho contem informação que não podem ser rasuradas ou alteradas. Codigo Des. Data do desenho. 1 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 A A B B C C 1032 978 D D E E 1284 75 F F G G Form. A2 Este desenho contem informação que não podem ser rasuradas ou alteradas H Data do desenho / / Codigo Des. H Data Revisão /

Leia mais

PULA A FOGUEIRA PULA A FOGUEIRA IAIÁ PULA A FOGUEIRA IOIÔ CUIDADO PARA NÃO SE QUEIMAR POIS ESSA FOGUEIRA JÁ QUEIMOU O MEU AMOR.

PULA A FOGUEIRA PULA A FOGUEIRA IAIÁ PULA A FOGUEIRA IOIÔ CUIDADO PARA NÃO SE QUEIMAR POIS ESSA FOGUEIRA JÁ QUEIMOU O MEU AMOR. PULA A FOGUEIRA PULA A FOGUEIRA IAIÁ PULA A FOGUEIRA IOIÔ CUIDADO PARA NÃO SE QUEIMAR POIS ESSA FOGUEIRA JÁ QUEIMOU O MEU AMOR. PULA A FOGUEIRA PULA A FOGUEIRA IAIÁ PULA A FOGUEIRA IOIÔ CUIDADO PARA NÃO

Leia mais

Programação de. Programa. Bibliografia. Páginas electrónicas de PM. Regras das aulas de laboratório. Métodos de Ensino - Aulas

Programação de. Programa. Bibliografia. Páginas electrónicas de PM. Regras das aulas de laboratório. Métodos de Ensino - Aulas Programa Programação de Microprocessadores 1º Ano 2º Semestre A arquitectura dos computadores A linguagem C 1 aula 7 aulas Talvez haja mais algum assunto a abordar nas aulas seguintes Mestrado Integrado

Leia mais

Folha de Cálculo (Excel)

Folha de Cálculo (Excel) Tecnologias de Informação e Comunicação Folha de Cálculo (Excel) Professor: Rafael Vieira. 1. Introdução à folha de cálculo o nome folha de cálculo atribuído a este tipo de programas, deve-se, principalmente,

Leia mais

PLANIFICAÇÃO MODULAR

PLANIFICAÇÃO MODULAR Direção Regional de Educação Centro AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MIRA ESCOLA SECUNDÁRIA/3º DR.ª M.ª CÂNDIDA ENSINO PROFISSIONAL DE NÍVEL SECUNDÁRIO POR MÓDULOS Curso Profissional em funcionamento no âmbito

Leia mais

Realizado por: Fábio Rebeca Nº6. Iuri Santos Nº8. Telmo Santos Nº23

Realizado por: Fábio Rebeca Nº6. Iuri Santos Nº8. Telmo Santos Nº23 Realizado por: Fábio Rebeca Nº6 Iuri Santos Nº8 Telmo Santos Nº23 1 Tutorial de instalação e partilha de ficheiros no Ubuntu Índice Índice... 1 Introdução... 2 Material que iremos utilizar... 3 Instalação

Leia mais

Realizado por: Fábio Rebeca Nº6. Iuri Santos Nº8. Telmo Santos Nº23

Realizado por: Fábio Rebeca Nº6. Iuri Santos Nº8. Telmo Santos Nº23 Realizado por: Fábio Rebeca Nº6 Iuri Santos Nº8 Telmo Santos Nº23 1 Tutorial de instalação e partilha de ficheiros na Caixa Mágica Índice Índice... 1 Introdução... 2 Material que iremos utilizar... 3 Instalação

Leia mais

Sugestão de Rotina Grupo 0. HORÁRIO SEGUNDA-FEIRA TERÇA-FEIRA QUARTA-FEIRA QUINTA-FEIRA SEXTA-FEIRA 7h 30 min Acolhimento Troca de roupa.

Sugestão de Rotina Grupo 0. HORÁRIO SEGUNDA-FEIRA TERÇA-FEIRA QUARTA-FEIRA QUINTA-FEIRA SEXTA-FEIRA 7h 30 min Acolhimento Troca de roupa. Sugestão de Rotina Grupo 0 7h 30 min Explorando a Linguagem Explorando a Linguagem Explorando a Linguagem Explorando a Linguagem Explorando a Linguagem Explorando o meio ambiente (interação) Artes visuais

Leia mais

Como funciona uma aula de inglês na Language Plus

Como funciona uma aula de inglês na Language Plus Como funciona uma aula de inglês na Language Plus professores nativos de inglês. Sobre os Cursos da Language Plus Os Cursos de Inglês da Language Plus foram desenhados especialmente para os profissionais

Leia mais

Faça estas atividades enquanto interage com o tutorial

Faça estas atividades enquanto interage com o tutorial Destino: MateMática curso: ch iii MóDulo : Frações unidade : Frações próprias e Frações impróprias sequência 4: ordenando e arredondando Frações Nome: Classe: Data: / / Faça estas atividades enquanto interage

Leia mais

Administração. Des. João Byron de Figueirêdo Frota (Diretor da ESMEC)

Administração. Des. João Byron de Figueirêdo Frota (Diretor da ESMEC) Relatório de Gestão 2007-2008 Administração Des. João Byron de Figueirêdo Frota (Diretor da ESMEC) TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO CEARÁ ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA DO ESTADO DO CEARÁ Relatório de

Leia mais

Curso de Eng. Informática Linguagens de Programação. C Sharp University Data Processing. (C Sharp Universidade de Processamento de Dados) Docente:

Curso de Eng. Informática Linguagens de Programação. C Sharp University Data Processing. (C Sharp Universidade de Processamento de Dados) Docente: Trabalho elaborado por: Carlos Palma nº5608 Curso de Eng. Informática Linguagens de Programação C Sharp University Data Processing (C Sharp Universidade de Processamento de Dados) Docente: José Jasnau

Leia mais

Programação. Folha Prática 3. Lab. 3. Departamento de Informática Universidade da Beira Interior Portugal 2015. Copyright 2010 All rights reserved.

Programação. Folha Prática 3. Lab. 3. Departamento de Informática Universidade da Beira Interior Portugal 2015. Copyright 2010 All rights reserved. Programação Folha Prática 3 Lab. 3 Departamento de Informática Universidade da Beira Interior Portugal 2015 Copyright 2010 All rights reserved. LAB. 3 3ª semana EXPRESSÕES E INSTRUÇÕES 1. Revisão de conceitos

Leia mais

Editor HTML. Composer

Editor HTML. Composer 6 Editor HTML 6 Composer Onde criar Páginas Web no Netscape Communicator? 142 A estrutura visual do Composer 143 Os ecrãs de apoio 144 Configurando o Composer 146 A edição de Páginas 148 Publicando a sua

Leia mais

Tecnologias de Informação e Comunicação Página 1 de 5

Tecnologias de Informação e Comunicação Página 1 de 5 1. Descrição da prova A prova irá abranger várias tarefas de utilização do software do Microsoft Office2007 e software gráfico como o Adobe Photoshop CS4 ou Adobe Fireworks CS4. As principais áreas abrangidas

Leia mais

Manual de Utilizador. Caderno. Recursos da Unidade Curricular. Gabinete de Ensino à Distância do IPP. http://eweb.ipportalegre.pt. ged@ipportalegre.

Manual de Utilizador. Caderno. Recursos da Unidade Curricular. Gabinete de Ensino à Distância do IPP. http://eweb.ipportalegre.pt. ged@ipportalegre. Manual de Utilizador Caderno Recursos da Unidade Curricular Gabinete de Ensino à Distância do IPP http://eweb.ipportalegre.pt ged@ipportalegre.pt Índice RECURSOS... 1 ADICIONAR E CONFIGURAR RECURSOS...

Leia mais

BASES DE DADOS I LTSI/2. Universidade da Beira Interior, Departamento de Informática Hugo Pedro Proença, 2010/2011

BASES DE DADOS I LTSI/2. Universidade da Beira Interior, Departamento de Informática Hugo Pedro Proença, 2010/2011 BASES DE DADOS I LTSI/2 Universidade da Beira Interior, Departamento de Informática Hugo Pedro Proença, 2010/2011 Horário Sa Sa Sa Sa Sa Tempos Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. l l l l l 8-9 - - - - - - - - -

Leia mais

AUTOMAÇÃO E ROBÓTICA 2002/2003

AUTOMAÇÃO E ROBÓTICA 2002/2003 AUTOMAÇÃO E ROBÓTICA 2002/2003 CONTROLO DO ELEVADOR EXISTENTE NO LABORATÓRIO ATRAVÉS DO PROGRAMA BORLAND DELPHI 7 Realizado por: Ana Luísa Martins Carla sofia Flores 1. Objectivo O objectivo deste trabalho

Leia mais

Bases de Dados. Bibliografia. 1. Parte I Componente Teórica. Pedro Quaresma

Bases de Dados. Bibliografia. 1. Parte I Componente Teórica. Pedro Quaresma Índice Bases de Dados Pedro Quaresma Departamento de Matemática Universidade de Coimbra 2010/2011 1. Parte I Componente Teórica 1.1 Introdução 1.2 Modelo ER 1.3 Modelo Relacional 1.4 SQL 1.5 Integridade

Leia mais

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Configuração do computador com o sistema operativo de interface gráfico O Windows permite configurar o computador de várias maneiras, quer através do Painel de controlo

Leia mais

Pacotes Ofertados. Pacote Global + A La Carte HD + Adulto Pacote Global + Filmes HD + A La Carte HD + Adulto

Pacotes Ofertados. Pacote Global + A La Carte HD + Adulto Pacote Global + Filmes HD + A La Carte HD + Adulto CIDADE PACOTE + Filmes SD + Filmes SD + Filmes SD + A La Carte HD + Filmes SD + A La Carte HD + Filmes SD + A La Carte HD + Adulto + Adulto Pacote Familia + Filmes SD + A La Carte HD + Adulto + Filmes

Leia mais

Conteúdos: Leitura e interpretação de texto Produção de texto.

Conteúdos: Leitura e interpretação de texto Produção de texto. Conteúdos: Leitura e interpretação de texto Produção de texto. Habilidades: Ler as entrelinhas, deduzir, criar e relacionar informações; Partilhar sentimentos e experiências através das produções textuais.

Leia mais

Gestão de projectos na Web

Gestão de projectos na Web Gestão de projectos na Web Relatório de desenho de alto nível Versão 1.0, 5 de Maio de 2003 Telmo Pedro Gomes Amaral (mee02013@fe.up.pt) (Grupo 15) Aplicações na Web Mestrado em Engenharia Electrotécnica

Leia mais

Programação Orientada a Objetos (DPADF 0063)

Programação Orientada a Objetos (DPADF 0063) Programação Orientada a Objetos (DPADF 0063) Aula 5 Herança Universidade Federal de Santa Maria Colégio Agrícola de Frederico Westphalen Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Prof. Bruno

Leia mais

Laboratório de Engenharia de Software

Laboratório de Engenharia de Software Laboratório de Engenharia de Software FEUP/LEIC - Licenciatura em Engenharia Informática, 2005/06 Ademar Aguiar ademar.aguiar at fe.up.pt João Correia Lopes jlopes at fe.up.pt Francisco Reinaldo reifeup

Leia mais

Engenharia Informática Engenharia Electrotécnica e Computadores Programação Orientada por Objectos Projecto PlayCards

Engenharia Informática Engenharia Electrotécnica e Computadores Programação Orientada por Objectos Projecto PlayCards Engenharia Informática Engenharia Electrotécnica e Computadores Programação Orientada por Objectos Projecto PlayCards Pacote de Jogos de Cartas Ano Lectivo: 2006/2007 1. Introdução O objectivo deste projecto

Leia mais

PROGRAMA. Aquisição dos conceitos teóricos mais importantes sobre bases de dados contextualizados à luz de exemplos da sua aplicação no mundo real.

PROGRAMA. Aquisição dos conceitos teóricos mais importantes sobre bases de dados contextualizados à luz de exemplos da sua aplicação no mundo real. PROGRAMA ANO LECTIVO: 2005/2006 CURSO: LICENCIATURA BI-ETÁPICA EM INFORMÁTICA ANO: 2.º DISCIPLINA: BASE DE DADOS DOCENTE RESPONSÁVEL PELA REGÊNCIA: Licenciado Lino Oliveira Objectivos Gerais: Aquisição

Leia mais

Trabalho realizado por: Bento Rosa Nº1 João Matoso Nº9

Trabalho realizado por: Bento Rosa Nº1 João Matoso Nº9 Trabalho realizado por: Bento Rosa Nº1 João Matoso Nº9 Introdução Neste trabalho vamos falar sobre o Principio da Hidrostática (Onde surgiu, como surgiu e quem a inventou). Introdução da Hidrostática Hidrostática

Leia mais

JSP trata-se de uma tecnologia que possibilita o desenvolvimento de páginas web dinâmicas utilizando todas as potencialidades do Java como linguagem

JSP trata-se de uma tecnologia que possibilita o desenvolvimento de páginas web dinâmicas utilizando todas as potencialidades do Java como linguagem 1 JSP trata-se de uma tecnologia que possibilita o desenvolvimento de páginas web dinâmicas utilizando todas as potencialidades do Java como linguagem orientada a objectos. Tal como em ASP e PHP, os ficheiros

Leia mais

4. Aplicações de Software

4. Aplicações de Software 1. Introdução 2. Sistemas de Fabrico 3. Actividades na Gestão do Processo Produtivo 4. Aplicações de Software 5. e-manufacturing 6. Conclusões Eduardo Tovar, Novembro 2002 20 Aplicações de Software (1)

Leia mais

HORÁRIO/PLANEJAMENTO EAD - SECRETARIADO TURMAS 21 A 28 - AGOSTO 2 /2015

HORÁRIO/PLANEJAMENTO EAD - SECRETARIADO TURMAS 21 A 28 - AGOSTO 2 /2015 HORÁRIO/PLANEJAMENTO EAD - SECRETARIADO TURMAS 21 A 28 - AGOSTO 2 /2015 01 03 04 05 06 07 08 2 Chamada CONTABILIDADE CONTABILIDADE CONTABILIDADE CONTABILIDADE Dia de entrega E compra de de Estagio 10 11

Leia mais

GUIÃO DE Protocolos em Redes de Dados. Ficha de Laboratório nº 1

GUIÃO DE Protocolos em Redes de Dados. Ficha de Laboratório nº 1 GUIÃO DE Protocolos em Redes de Dados Ficha de Laboratório nº 1 Bruno Simões, Paulo Sousa, Fernando Vicente, Nuno Neves, Luís Rodrigues e Hugo Miranda DI-FCUL GU PRD 02 1 Março 2002 Departamento de Informática

Leia mais

Catálogo de Requisitos

Catálogo de Requisitos Catálogo de Requisitos 1. Artes (Base Nacional Comum) (Ensino Médio) Artes (LP) - qualquer linguagem Artes Cênicas (LP) Artes Plásticas (LP) Artes Plásticas e Desenho (LP) Artes Visuais (LP) Dança (LP)

Leia mais

Laboratório 3 Compilador e IDE. Departamento de Sistemas e Informática. Disciplina de Introdução à Programação Ano Lectivo 2006/2007

Laboratório 3 Compilador e IDE. Departamento de Sistemas e Informática. Disciplina de Introdução à Programação Ano Lectivo 2006/2007 Instituto Politécnico de Setúbal Escola Superior de Tecnologia Departamento de Sistemas e Informática Laboratório 3 Compilador e IDE Disciplina de Introdução à Programação Ano Lectivo 2006/2007 DSI Escola

Leia mais

Feature-Driven Development

Feature-Driven Development FDD Feature-Driven Development Descrição dos Processos Requisitos Concepção e Planejamento Mais forma que conteúdo Desenvolver um Modelo Abrangente Construir a Lista de Features Planejar por

Leia mais

ANEXO 1. Formulário de Candidatura da Instituição Projecto Final de Curso de IGE/ETI. Instituição de acolhimento. Supervisor nomeado pela instituição

ANEXO 1. Formulário de Candidatura da Instituição Projecto Final de Curso de IGE/ETI. Instituição de acolhimento. Supervisor nomeado pela instituição INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DO TRABALHO E DA EMPRESA Departamento de Ciências e Tecnologias de Informação DCTI Formulário de Candidatura da Instituição Projecto Final de Curso de IGE/ETI ANEXO 1 Instituição

Leia mais

Prototipagem em Papel Desenvolver e testar interfaces antes de iniciar a programação. Ivo Gomes

Prototipagem em Papel Desenvolver e testar interfaces antes de iniciar a programação. Ivo Gomes Prototipagem em Papel Desenvolver e testar interfaces antes de iniciar a programação Ivo Gomes 1 Novos desafios Interfaces cada vez mais complexos; Novos desafios através do uso de Rich Internet Applications:

Leia mais

Planificação. Alexandra Baldaque

Planificação. Alexandra Baldaque Planificação Alexandra Baldaque Sumário Modelos de planificação Razões para planificar Fases da planificação Períodos de planificação Instrumentos de planificação Planificação A planificação passa pela

Leia mais

ÇÃO COM OBJECTOS PROGRAMAÇÃ. Programação com Objectos. Programação com Objectos TUDO É UM OBJECTO TUDO É UM OBJECTO ÍNDICE.

ÇÃO COM OBJECTOS PROGRAMAÇÃ. Programação com Objectos. Programação com Objectos TUDO É UM OBJECTO TUDO É UM OBJECTO ÍNDICE. PROGRAMAÇÃ ÇÃO COM OBJECTOS TUDO É UM OBJECTO Programação com Objectos ÍNDICE Introdução aos objectos Polimorfismo TUDO É UM OBJECTO Interface e classes internas Instruções de controlo Guardar os objectos

Leia mais

MATRIZ DE EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

MATRIZ DE EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DISCIPLINA: BASES DE PROGRAMAÇÃO CÓDIGO - 104 PASCAL Utilizar as instruções básicas da linguagem Pascal; Aplicar estruturas de decisão na elaboração de programas; Desenvolver programas em Pascal de forma

Leia mais

Observações Gerais: 1- Preços por pessoa em Reais, à vista com validade dentro do período especificado acima. 2- Para feriados e eventos especiais,

Observações Gerais: 1- Preços por pessoa em Reais, à vista com validade dentro do período especificado acima. 2- Para feriados e eventos especiais, 3- Não inclui taxas de embarque, de quarto, ambientais, ecológicas e de visitação a museus, igrejas etc 4- Preços exclusivos para mercado nacional, calculados de acordo com os contratos e tarifas atuais,

Leia mais

1 - SISTEMA DE FICHEIROS NO WINDOWS - - - - - - - - - - - -3

1 - SISTEMA DE FICHEIROS NO WINDOWS - - - - - - - - - - - -3 ÍNDICE 1 - SISTEMA DE FICHEIROS NO WINDOWS - - - - - - - - - - - -3 1.1 FAT - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 3 1.1.1 - Organização da FAT - - - - - - -

Leia mais

Curso:... Prova de Sistemas de Informação para Bibliotecas (21105) Nome:... Nº de Estudante:... B. I. nº... Assinatura do Vigilante:...

Curso:... Prova de Sistemas de Informação para Bibliotecas (21105) Nome:... Nº de Estudante:... B. I. nº... Assinatura do Vigilante:... Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Curso:... Prova de Sistemas de Informação para Bibliotecas (21105) Data: [Modelo] Nome:... Nº de Estudante:... B. I. nº... Assinatura do Vigilante:...

Leia mais

Fundamentos de Microprocessadores 2006/2007 1º Ano Eng. Electrotécnica (Bolonha) 1º Exame (14/07/2007)

Fundamentos de Microprocessadores 2006/2007 1º Ano Eng. Electrotécnica (Bolonha) 1º Exame (14/07/2007) Fundamentos de Microprocessadores 2006/2007 1º Ano Eng. Electrotécnica (Bolonha) 1º Exame (14/07/2007) 1 a) Desenhe um fluxograma que implemente o seguinte circuito: - O circuito é sequencial síncrono

Leia mais

Module Introduction. Programação. Cap. 4 Algoritmos e Programação Estruturada

Module Introduction. Programação. Cap. 4 Algoritmos e Programação Estruturada 5374 : Engenharia Informática 6638 : Tecnologias e Sistemas de Informação 9099 : Bioengenharia 10135 : Ciências Biomédicas Cap. 4 Algoritmos e Estruturada Module Introduction Algoritmos e Estruturada Objectivos:

Leia mais

Memória. Espaço de endereçamento de um programa Endereços reais e virtuais Recolocação dinâmica Segmentação

Memória. Espaço de endereçamento de um programa Endereços reais e virtuais Recolocação dinâmica Segmentação Memória Espaço de endereçamento de um programa Endereços reais e virtuais Recolocação dinâmica Segmentação Espaço de endereçamento de um programa Para ser executado, um programa tem de ser trazido para

Leia mais

Word IX. Inserir ClipArt. 1- Seleccione Inserir. 2- Escolha Imagem. 3- Escolha ClipArt. 4- Escolha Organizar Clips. 5- Escolha Colecções do Office.

Word IX. Inserir ClipArt. 1- Seleccione Inserir. 2- Escolha Imagem. 3- Escolha ClipArt. 4- Escolha Organizar Clips. 5- Escolha Colecções do Office. Word IX Título: Iniciação ao WORD 2003. Inserir e formatar imagem. Nível: 1 Duração: 2 Tempo Objectivo: Saber inserir imagem e formatar imagem Microsoft Word. Inserir ClipArt. 1- Seleccione Inserir. 2-

Leia mais

Função dos Sistemas de Bases de Dados Visão dos dados Modelos de dados Linguagem de Definição de Dados Linguagem de Manipulação de Dados Gestão de

Função dos Sistemas de Bases de Dados Visão dos dados Modelos de dados Linguagem de Definição de Dados Linguagem de Manipulação de Dados Gestão de Capítulo 1: Introdução Função dos Sistemas de Bases de Dados Visão dos dados Modelos de dados Linguagem de Definição de Dados Linguagem de Manipulação de Dados Gestão de Transacções Gestão de Armazenamento

Leia mais

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo Conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e comunique com o exterior; Windows: sistema operativo mais utilizado nos

Leia mais

LEI Sistemas de Computação 2011/12. Níveis de Abstração. TPC4 e Guião laboratorial. Luís Paulo Santos e Alberto José Proença

LEI Sistemas de Computação 2011/12. Níveis de Abstração. TPC4 e Guião laboratorial. Luís Paulo Santos e Alberto José Proença LEI Sistemas de Computação 2011/12 Níveis de Abstração TPC4 e Guião laboratorial Luís Paulo Santos e Alberto José Proença ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Adequação dos estímulos; Especificação operacional; Estrutura flexível; Ordenação.

Adequação dos estímulos; Especificação operacional; Estrutura flexível; Ordenação. O plano de aula é caracterizado pela descrição específica de tudo que o professor realizará em classe durante as aulas de um período específico. Na sua elaboração alguns pontos são muito importantes como:

Leia mais

Escola Sec. do Padrão da Légua OE: TIC Ano: 2008/2009

Escola Sec. do Padrão da Légua OE: TIC Ano: 2008/2009 Ficha de Trabalho: Aula 05 Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Como já sabes o SOFTWARE pode ser de sistema ou de aplicação, conforme seja um conjunto de programas responsáveis pelo funcionamento do

Leia mais

Form. A2 / / 778 D. Este desenho contem informação que não podem ser rasuradas ou alteradas SEÇÃO A-A ESCALA 1 : 5. Codigo Des.

Form. A2 / / 778 D. Este desenho contem informação que não podem ser rasuradas ou alteradas SEÇÃO A-A ESCALA 1 : 5. Codigo Des. 1 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 A 176 597 776 1196 A 55 B B C C 1032 D 978 778 D 128 107 A 488 E E 198 290 A 75 F 513 762 1115 1283 F 28 15 G G 15 Form. A2 H SEÇÃO A-A ESCALA 1 : 5 Este desenho contem informação

Leia mais

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT E s t u d o s o b r e a i n t e g r a ç ã o d e f e r r a m e n t a s d i g i t a i s n o c u r r í c u l o d a d i s c i p l i n a d e E d u c a ç ã o V i s u a l e T e c n o l ó g i c a Scratch M a n

Leia mais

PARTE I APLICAÇÃO INFORMÁTICA SOBRE O MÉTODO DE ARICA

PARTE I APLICAÇÃO INFORMÁTICA SOBRE O MÉTODO DE ARICA II CONGRESSO INTERNACIONAL VI AVALIAÇÃO DO RISCO DE INCÊNDIO EM CENTROS URBANOS ANTIGOS PARTE I APLICAÇÃO INFORMÁTICA SOBRE O MÉTODO DE ARICA Rui Alberto Faísca Figueira (DPCB/CMF) António Leça Coelho

Leia mais

Nome COMPLETO: Nº: Leia atentamente as notas que se seguem. Só depois deve iniciar o exame.

Nome COMPLETO: Nº: Leia atentamente as notas que se seguem. Só depois deve iniciar o exame. Departamento de Informática FCT/UNL Métodos de Desenvolvimento de Software Época Normal, 28 de Junho de 2011 Nome COMPLETO: Nº: Leia atentamente as notas que se seguem. Só depois deve iniciar o exame.

Leia mais

DESENVOLVIMENTO COGNITIVO. Jean Piaget

DESENVOLVIMENTO COGNITIVO. Jean Piaget DESENVOLVIMENTO COGNITIVO Jean Piaget JEAN PIAGET Jean William Fritz Piaget nasceu a 9 de Agosto de 1896 em Neuchâtel e faleceu a 16 de Setembro de 1980 em Genebra. Estudou inicialmente Biologia, na Suíça,

Leia mais

Prova de Aferição de Matemática

Prova de Aferição de Matemática PROVA DE AFERIÇÃO DO ENSINO BÁSICO A PREENCHER PELO ALUNO Nome A PREENCHER PELO AGRUPAMENTO Número convencional do Aluno Número convencional do Aluno A PREENCHER PELA U.A. Número convencional do Agrupamento

Leia mais

Form. A2 / / 371,214 19,500 SEÇÃO B-B ESCALA 1 : 2 R12. Este desenho contem informação que não podem ser rasuradas ou alteradas. Codigo Des.

Form. A2 / / 371,214 19,500 SEÇÃO B-B ESCALA 1 : 2 R12. Este desenho contem informação que não podem ser rasuradas ou alteradas. Codigo Des. 1 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 A 371,214 A A B 19,500 B B B C 949 864 270 C D D E E 85 40 58 F SEÇÃO B-B ESCALA 1 : 2 F 15 15 30 13 40 R12 G R8 G Form. A2 Este desenho contem informação que não podem ser rasuradas

Leia mais

Form. A2 / / 592,500 371,214 286,500 SEÇÃO B-B ESCALA 1 : 2 R12. Este desenho contem informação que não podem ser rasuradas ou alteradas. Codigo Des.

Form. A2 / / 592,500 371,214 286,500 SEÇÃO B-B ESCALA 1 : 2 R12. Este desenho contem informação que não podem ser rasuradas ou alteradas. Codigo Des. 1 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 A 592,500 371,214 A A B B B B C 949 864 270 C D D E E 85 20 286,500 40 58 45 F SEÇÃO B-B ESCALA 1 : 2 F 15 15 30 10 13 40 R12 G R8 G Form. A2 Este desenho contem informação que

Leia mais

26/01/2016 terça-feira MATERNAL I EDUCAÇÃO INFANTIL

26/01/2016 terça-feira MATERNAL I EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I TARDE MATERNAL I MANHÃ 26/01/2016 terça-feira MATERNAL I EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I MANHÃ - Antes de executar suas tarefas, revise a parte teórica RECREAÇÃO ATIVIDADE PRÁTICA NO PÁTIO CORES

Leia mais

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia SMART Notebook Software Guia O Software Notebook permite criar, organizar e guardar notas num quadro interactivo SMART Board (em modo projectado e não-projectado), num computador pessoal e, em seguida,

Leia mais

Especificação Operacional.

Especificação Operacional. Especificação Operacional. Para muitos sistemas, a incerteza acerca dos requisitos leva a mudanças e problemas mais tarde no desenvolvimento de software. Zave (1984) sugere um modelo de processo que permite

Leia mais

GeoMafra SIG Municipal

GeoMafra SIG Municipal GeoMafra SIG Municipal O projecto GeoMafra constitui uma ferramenta de trabalho que visa melhorar e homogeneizar a qualidade dos serviços prestados pela autarquia. O seu novo ambiente de trabalho optimiza

Leia mais

OBJECTIVO Quebras de página

OBJECTIVO Quebras de página FICHA 20 OBJECTIVO Quebras de página As quebras de página utilizam-se para começar a escrever na página seguinte antes de chegar ao fim da actual. No final deste exercício o utilizador deverá estar apto

Leia mais

Módulo 3936 ASP.NET. Financiado pelo FSE

Módulo 3936 ASP.NET. Financiado pelo FSE 2 EISnt Centro de Formação Profissional, Engenharia Informática e Sistemas, Novas Tecnologias, Lda Avª D. João I, nº 380/384 Soutelo 4435-208 Rio Tinto Portal Internet : www.eisnt.com E-Mail : formação@eisnt.com

Leia mais

Problemas insolúveis. Um exemplo simples e concreto

Problemas insolúveis. Um exemplo simples e concreto Surge agora uma outra questão. Viemos buscando algoritmos para resolver problemas. No entanto, será que sempre seria possível achar esses algoritmos? Colocando de outra forma: será que, para todo problema,

Leia mais

PROVA MODELO 2015. Duração da prova: 120 minutos

PROVA MODELO 2015. Duração da prova: 120 minutos Página 1 de 8 Provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 3 anos, Decreto-Lei n.º 64/006, de 1 de março AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE

Leia mais

HIGIENE PESSOAL KIDS I 4 meses à 1 Ano - INTEGRAL

HIGIENE PESSOAL KIDS I 4 meses à 1 Ano - INTEGRAL LISTA DE MATERIAIS PEDAGÓGICOS HIGIENE PESSOAL KIDS I 4 meses à 1 Ano - INTEGRAL 1 SABONETE LÍQUIDO / SHAMPOO / CONDICIONADOR 1 PENTE OU ESCOVA 1 HIDRATANTE OU PERFUME INFANTIL 1 CREME DE ASSADURAS 1 LENÇO

Leia mais

Electrónica Digital 2. Xilinx Webpack

Electrónica Digital 2. Xilinx Webpack Electrónica Digital 2 Xilinx Webpack (ver 5.2) Notas para iniciação (Outubro 2003) António Cunha Prefácio Este texto tem como objectivo introduzir os primeiros conceitos sobre a utilização de um CAD para

Leia mais

Instalação e Manutenção de Microcomputadores

Instalação e Manutenção de Microcomputadores Instalação e Manutenção de Microcomputadores Conceitos básicos Técnicas de implantação de páginas na Web Criação de páginas Programa de edição Web: FrontPage Programa de animação gráfica Web: Flash Programa

Leia mais

João Manuel R. S. Tavares. Computador

João Manuel R. S. Tavares. Computador João Manuel R. S. Tavares CFAC Concepção e Fabrico Assistidos por Computador Bibliografia Material disponível no AfraLisp.net em http://www.afralisp.net Programação em AutoCAD, Curso Completo Fernando

Leia mais

Desenvolvimento Cliente-Servidor 1

Desenvolvimento Cliente-Servidor 1 Desenvolvimento Cliente- 1 Ambiienttes de Desenvollviimentto Avançados Engenharia Informática Instituto Superior de Engenharia do Porto Alexandre Bragança 1998/99 Ambientes de Desenvolvimento Avançados

Leia mais

Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE

Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE Junho de 2010 Dificuldades de Aprendizagem (CORREIA;MARTINS, 2010, p.06) Desordens neurológicas que interferem na recepção, integração ou expressão de informação,

Leia mais

1. Ligar o Computador Ambiente de Trabalho

1. Ligar o Computador Ambiente de Trabalho 1. Ligar o Computador Ambiente de Trabalho O Ambiente de trabalho é a imagem que nos aparece no ecrã quando ligamos o computador. As imagens e as cores no ambiente de trabalho variam, mudam de computador

Leia mais

Jogos Olímpicos de Verão - Londres 2012

Jogos Olímpicos de Verão - Londres 2012 Mestrado Integrado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores Investigação Operacional 2011.10.19 1 o Mini-teste Prova com consulta Duração: 1h30min Jogos Olímpicos de Verão - Londres 2012 Os Jogos

Leia mais

Programação com Objectos. Programação Centrada em Objectos. Home Page. Ano Lectivo 2008/2009 1º Semestre. Objectivos Programa Bibliografia Avaliação

Programação com Objectos. Programação Centrada em Objectos. Home Page. Ano Lectivo 2008/2009 1º Semestre. Objectivos Programa Bibliografia Avaliação Última actualização: 25 de Outubro de 2008 Ano Lectivo 2008/2009 1º Semestre ção com Objectos ção Centrada em Objectos Docente: Paulo Leocádio Web: www.uac.pt/~pleocadio E-mail: pleocadio@uac.pt : Competências:

Leia mais

ExpressARTE Recursos Didácticos para Aprender a Ser Mais. Tecnologias da Informação e da Comunicação

ExpressARTE Recursos Didácticos para Aprender a Ser Mais. Tecnologias da Informação e da Comunicação ExpressARTE Recursos Didácticos para Aprender a Ser Mais Tecnologias da Informação e da Comunicação ExpressARTE Recursos Didácticos para Aprender a Ser Mais Apresentação Introdução Utilizar a Informática

Leia mais

UNIDADE CURVELO HORÁRIO 2ª FEIRA 3ª FEIRA 4ª FEIRA 5ª FEIRA 6ª FEIRA SÁBADO 07:00 07:50. Português Instrumental I (Cleide) Sala 1

UNIDADE CURVELO HORÁRIO 2ª FEIRA 3ª FEIRA 4ª FEIRA 5ª FEIRA 6ª FEIRA SÁBADO 07:00 07:50. Português Instrumental I (Cleide) Sala 1 1º PERÍODO 16:40 17:30 Desenho Téc. T2 (Luciana Desenho Téc. T2 (Luciana T1 (Aniel) Contexto Social (Lourdiane) Contexto Social (Lourdiane) Português Instrumental I (Cleide) Português Instrumental I (Cleide)

Leia mais

MiEIG Mestrado integrado em Engenharia Industrial e Gestão

MiEIG Mestrado integrado em Engenharia Industrial e Gestão CFAC Concepção e Fabrico Assistidos por Computador MiEIG Mestrado integrado em Engenharia Industrial e Gestão 2014/2015-2º Semestre www.fe.up.pt/~tavares/ensino/cfac-g/cfac.html Docentes Prof. João Manuel

Leia mais

Identificação. Nome: Leonel Pereira de Oliveira. Data de Nascimento: 4 de Julho de 1981. Estado Civil: Casado. Nacionalidade: Portuguesa

Identificação. Nome: Leonel Pereira de Oliveira. Data de Nascimento: 4 de Julho de 1981. Estado Civil: Casado. Nacionalidade: Portuguesa Identificação Nome: Data de Nascimento: 4 de Julho de 1981 Estado Civil: Casado Nacionalidade: Portuguesa Morada: Rua dos Dragoeiros Edifício Villa Brava Nº 46 Bloco A 4º N 9350 215 Ribeira Brava Telemóvel:

Leia mais