Imagem bitmap. Gráfico vetorial. gráficos vetoriais

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Imagem bitmap. Gráfico vetorial. gráficos vetoriais"

Transcrição

1 Sobre imagens bitmap e gráficos vetoriais Os elementos gráficos de um computador podem ser divididos em duas categorias principais -- bitmap e vetor. Imagem bitmap Gráfico vetorial

2 Imagens bitmap são ideais para a reprodução de gradações subtis de cores, como em fotografias. Podendo apresentar arestas irregulares quando impressas em tamanhos muito grandes ou exibidas com uma ampliação muito alta. Os gráficos vetoriais são ideais para a reprodução de contornos nítidos, como em logotipos ou ilustrações. Podem ser impressos ou exibidos em qualquer resolução sem que haja perda de detalhes.

3 Sobre o tamanho e a resolução de imagens Dimensões em pixels: É o tamanho da imagem (L x A) em pixels. Tem a ver com o tamanho do ecrã do computador. Por exemplo um ecrã de 15 tem cerca de 800 x 600 pixels. Uma imagem maior que esta não caberia no ecrã. Se se alterasse a resolução do monitor, a mesma imagem parecia menor.

4 Os exemplos acima mostram uma imagem de 620 por 400 pixels exibida em monitores de diversos tamanhos e resoluções.

5 Resolução da imagem O número de pixels exibido por unidade de comprimento impresso na imagem, geralmente medido em pixels por polegada (ppi). Por exemplo, no Photoshop, é possível alterar a resolução de uma imagem, enquanto no ImageReady, essa resolução será sempre 72 ppi. Isso acontece porque o aplicativo ImageReady foi desenvolvido para a criação de imagens de media on-line, e não impressa.

6 Imagens de 72 ppi e 300 ppi. zoom da área interna 200%

7 Por exemplo, uma imagem de 1 polegada por 1 polegada, com uma resolução de 72 ppi, contém um total de pixels. A mesma imagem de 1 por 1 polegada, com uma resolução de 300 ppi, contém um total de pixels. Utilizar uma resolução muito baixa para uma imagem impressa resulta na pixelização - uma saída com pixels grandes e de aparência grosseira. Utilizar uma resolução muito alta (pixels menores do que os pixels que o dispositivo de saída pode produzir) aumenta o tamanho do arquivo e torna lenta a leitura do ficheiro / download da internet / impressão da imagem. Além disso, o dispositivo não conseguirá reproduzir os detalhes extras de uma imagem de resolução maior.

8 Resolução do monitor Número de pixels ou pontos exibidos por unidade de comprimento no monitor, geralmente medido em pontos por polegada (dpi). A resolução do monitor depende do tamanho do monitor e da sua configuração de pixels. A maioria dos novos monitores possui uma resolução de aproximadamente 96 dpi ou superior. Compreender o que é a resolução do monitor ajuda a explicar porque o tamanho de exibição de uma imagem na tela geralmente é diferente do tamanho impresso. Por exemplo, ao visualizar uma imagem de 1 por 1 polegada e 144 ppi num monitor de 72 dpi, ela é exibida numa área de 2 por 2 polegadas na tela. Como o monitor somente pode exibir 72 pixels por polegada, precisa de 2 polegadas para exibir os 144 pixels que compõem uma aresta da imagem

9 Resolução da impressora O número de pontos por polegada (dpi) de tinta produzida Impressoras jato de tinta produzem um spray de tinta, e não pontos reais. Entretanto, a maioria dessas impressoras possui uma resolução aproximada de 300 até 600 dpi, produzindo bons resultados ao imprimir imagens de 150 ppi.

10 Tamanho do ficheiro O tamanho digital de uma imagem é medido em kilobytes (K), megabytes (MB) ou gigabytes (GB). O tamanho do ficheiro é proporcional às dimensões em pixels da imagem. Outro fator que influencia o tamanho do ficheiro é seu formato de compactação GIF, JPEG, PNG...

11 Sobre a redefinição da resolução A. Reduzido B. Original C. Re-ampliado (Pixels seleccionados exibidos para cada imagem.)

12 COR O que é?

13 Modelo aditivo Destinado à impressão Baseado na sobreposição de cores (primárias) CMYK (Cyan Azul ; Magenta; Yellow; Black) Sobreposição das três (Cyan; Magenta; Yellow): Preto Ausência de todas: Branco Aplicação: Impressão; Fotografia; Livros; Revistas; Estamparia

14 Modelo Subtrativo Destinado à Web Baseado na composição do espectro (por emissão) RGB (Red; Green; Blue) Emissão de todas: Branco Ausência de todas: Preto Aplicações: Cores projetadas; Cinema; Televisão; Monitores; Web

15

16 Modo Cores Indexadas Animação multimédia Este modo utiliza no máximo 256 cores. Ao converter em cores indexadas, o Photoshop cria uma tabela de consulta de cores (CLUT), que armazena e indexa as cores da imagem. Se uma cor da imagem original não aparece na tabela, o programa escolhe a mais próxima ou simula a cor utilizando as cores disponíveis. Ao limitar a paleta de cores, as cores indexadas podem reduzir o tamanho do ficheiro mantendo a qualidade visual por exemplo, para um aplicativo de animação multimédia ou uma página da Web.

17 Gamuts de cor (Photoshop) Um gamut é a escala de cores que um sistema de cores pode exibir ou imprimir. O espectro de cores visto pelo olho humano é maior que o gamut disponível em qualquer modelo de cores. O gamut de CMYK é menor, consistindo somente de cores que podem ser impressas utilizando tintas de cores de processo. Quando as cores que não podem ser impressas são exibidas na tela, são conhecidas como cores fora do gamut, isto é, fora do gamut de CMYK.

18 Sobre profundidade de bits Profundidade de bits (também chamada de profundidade de pixels ou de cores) mede a quantidade de informação de cores disponível para exibir ou imprimir cada pixel de uma imagem. Maior profundidade de bits (mais bits de informação por pixel) significa mais cores disponíveis e uma representação de cores mais precisa na imagem digital. Por exemplo: Um pixel com profundidade de bits igual a 1 possui dois valores possíveis: preto e branco. Um pixel com profundidade de bits igual a 8 possui 2 8 ou 256 valores possíveis.

19 Na maioria dos casos, imagens Lab, RGB, em tons de cinza e CMYK possuem 8 bits de dados por canal de cor. Isso é convertido numa profundidade de bits em: - Lab de 24 bits (8 bits x 3 canais); - RGB de 24 bits (8 bits x 3 canais); - Tons de cinza de 8 bits (8 bits x 1 canal); - CMYK de 32 bits (8 bits x 4 canais). Nota 1: Todas as imagens do Adobe Photoshop possuem um ou mais canais, cada um armazenando informações sobre elementos de cores da imagem. O número de canais padrão de uma imagem depende de seu modo de cor. Por exemplo, uma imagem CMYK possui pelo menos quatro canais, um para cada informação de ciano, magenta, amarelo e preto. Imagine que um canal seja equivalente a uma chapa no processo de impressão, com uma chapa separada aplicando cada camada de cor.

20 Nota 2: Além desses canais de cor padrão, canais extras, chamados de canais alfa, podem ser adicionados a uma imagem para armazenar e editar selecções como máscaras, e canais de cor spot podem ser adicionados para adicionar chapas de cor spot para impressão.

21 Convertendo entre profundidades de bits Uma imagem de 16 bits por canal oferece distinções mais precisas na cor, mas pode ter duas vezes o tamanho do ficheiro de uma imagem de 8 bits por canal. Para converter entre 8 bits por canal e 16 bits por canal: 1 Primeiro achate a imagem 2 Escolha Imagem > Modo > 16 Bits/Canal ou 8 Bits/Canal.

22 Convertendo entre modos de cores (Photoshop) Quando se escolhe um modo de cores diferente para uma imagem, os valores de cores da imagem são permanentemente alterados. Por exemplo, ao converter uma imagem RGB para o modo CMYK, os valores de cores RGB fora do gamut de CMYK são ajustados para se enquadrarem ao gamut. Consequentemente, antes de converter imagens, convém proceder da seguinte maneira: 1 - Faça quantas edições forem possíveis no modo original da imagem (geralmente RGB, na maioria dos scanners, ou CMYK). 2 - Salve uma cópia de backup antes de converter. 3 - Achate o arquivo antes de converter. 4- Escolha Imagem > Modo e o modo desejado no submenu.

23 Convertendo para cores indexadas (Photoshop) Converter para cores indexadas reduz o número de cores da imagem para no máximo 256 (o número padrão de cores suportadas pelos formatos GIF e vários aplicativos de multimedia. Essa conversão reduz o tamanho do arquivo, pois exclui informações de cor da imagem. Para converter em cores indexadas, é necessário iniciar com uma imagem em tons de cinza ou RGB. 1 Escolha Imagem > Modo > Cores Indexadas. Observação: A imagem deve ser achatada primeiro ou as camadas serão perdidas. 2 Selecione a caixa de diálogo Visualizar Cores Indexadas para exibir uma visualização das alterações.

24 Combinação de cores (regras) Mesma tonalidade 00 FF FF CC FF FF AA C1 34 Dois pares idênticos e iguais entre si

25 Combinação de cores (regras) Mesma luminosidade 00 FF 11 CC FF AA BB 34 C1 BB Dois pares idênticos mas diferentes entre si

26 Combinação de cores (regras) Cores complementares 33 FF 33 FF 33 FF 66 FF FF 66 Ordem complementar

27 Matiz é a cor reflectida de um objecto ou transmitida por meio dele. É medido como um local no disco de cores padrão, expresso como um grau entre 0 e e 360. Em uso comum, o matiz é identificado pelo nome da cor como vermelho, laranja ou verde.

28 Saturação,, é a intensidade ou pureza da cor. Representa a quantidade de cinza em proporção ao matiz, medida como uma percentagem de 0% (cinza) a 100% (completamente saturado). No disco de cores padrão, a saturação aumenta do centro para a aresta.

29 Brilho é a luz ou sombra relativa da cor, normalmente medido como uma percentagem de 0% (preto) a 100% (branco).

Aplicações Informáticas B 12º Ano

Aplicações Informáticas B 12º Ano Aplicações Informáticas B 12º Ano Prof. Adelina Maia 2013/2014 AIB_U4A 1 Bases sobre a teoria da cor aplicada aos sistemas digitais (red / Green / blue) Modelo CMYK (cyan / magenta / yellow + Black) Modelo

Leia mais

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO WEB. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO WEB. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO WEB PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO Utilização de Cores em HTML Cores primárias Cores secundárias 2 Utilização de Cores em HTML Os comprimentos de onda vermelho, amarelo

Leia mais

Photoshop / Tamanho e resolução da imagem

Photoshop / Tamanho e resolução da imagem Photoshop / Tamanho e resolução da imagem Sobre dimensões em pixels e resolução da imagem impressa Tamanho do arquivo Sobre a resolução do monitor Sobre a resolução da impressora Determinação de uma resolução

Leia mais

Computação Gráfica Síntese de Cores

Computação Gráfica Síntese de Cores Computação Gráfica Síntese de Cores Professora: Sheila Cáceres Natureza da cor O ser humano é capaz de visualizar só um subconjunto do espectro de luz solar: desde 380 nanômetros (violeta) a 780 nanômetros

Leia mais

PROCESSAMENTO DE IMAGENS COLORIDAS

PROCESSAMENTO DE IMAGENS COLORIDAS PROCESSAMENTO DE IMAGENS COLORIDAS Fundamentos da cor A visão da cor É a capacidade de um organismo ou máquina de distinguir objetos baseando-se nos comprimentos de onda (ou freqüências) da luz sendo refletida,

Leia mais

RESOLUÇÃO. RESOLUÇÃO DE UMA IMAGEM - A resolução é a medida do detalhe de uma imagem que um dispositivo pode capturar ou reproduzir.

RESOLUÇÃO. RESOLUÇÃO DE UMA IMAGEM - A resolução é a medida do detalhe de uma imagem que um dispositivo pode capturar ou reproduzir. RESOLUÇÃO RESOLUÇÃO DE UMA IMAGEM - A resolução é a medida do detalhe de uma imagem que um dispositivo pode capturar ou reproduzir. PPI - É a abreviatura de 'pixels per inch' (pixeis por polegada). Refere-se

Leia mais

MANUAL.

MANUAL. MANUAL DOUSUÁRIO Siga as normas para produção de seu material gráfico, respeitando-as sempre, muitos trabalhos não são processados em nosso sistema por pequenos detalhes. VERIFIQUE SEMPRE Dimensões especificadas

Leia mais

Capítulo 1 - Introdução Capítulo 2 - Tipos de Originais

Capítulo 1 - Introdução Capítulo 2 - Tipos de Originais Capítulo 1 - Introdução Luz O que É Luz Espectro Eletromagnético Luz Anárquica Cor Interpretação Espectro Visível Sínteses Aditiva e Subtrativa Síntese Aditiva Cores Opostas e Complementares Síntese Subtrativa

Leia mais

As imagens. As imagens. Representação digital de imagens. As imagens Wilson de Pádua Paula Filho 1

As imagens. As imagens. Representação digital de imagens. As imagens Wilson de Pádua Paula Filho 1 As As As Dispositivos gráficos Resolução espacial de : pixel - unidade de imagem, usada para medir resolução gráfica; visão humana - cerca de 3000 x 3000 pixels; fotografia - até 8000 x 8000 pixels. 2001

Leia mais

Luz e Cor. Luz. Onda eletro-magnética. Computação Gráfica Interativa - Gattass 10/26/2004. Luz e Cor. λ (m) f (Hertz)

Luz e Cor. Luz. Onda eletro-magnética. Computação Gráfica Interativa - Gattass 10/26/2004. Luz e Cor. λ (m) f (Hertz) Marcelo Gattass, PUC-Rio Luz Onda eletro-magnética 10 2 10 4 10 6 10 8 10 10 10 12 10 14 10 16 10 18 10 20 (m) rádioam FM,TV Micro-Ondas Ultra-Violeta Infra-Vermelho RaiosX f (Hertz) 10 6 10 4 10 2 10

Leia mais

Tamanho e resolução da imagem

Tamanho e resolução da imagem Tamanho e resolução da imagem Para se produzir imagens de alta qualidade, é importante compreender como é que os dados dos pixels da imagem são medidos e mostrados. Dimensões dos pixels O número de pixels

Leia mais

Mídias Discretas. Introdução à Ciência da Informação

Mídias Discretas. Introdução à Ciência da Informação Mídias Discretas Introdução à Ciência da Informação Mídias Discretas Mídias discretas (estáticas) Texto Gráficos e Imagens Estáticas Caracteres são convertidos para uma representação com um número fixo

Leia mais

Copiright de todos artigos, textos, desenhos e lições. A reprodução parcial ou total desta aula só é permitida através de autorização por escrito de

Copiright de todos artigos, textos, desenhos e lições. A reprodução parcial ou total desta aula só é permitida através de autorização por escrito de 1 O estudo das cores não é peculiar apenas da pintura ou do desenho; é um estudo amplo, que sem dúvida está presente dentro de muitas outras áreas e que estão diretamente interconectados. Veja nesta aula

Leia mais

Mudanças de Coordenadas em Sistemas de Cores

Mudanças de Coordenadas em Sistemas de Cores Mudanças de Coordenadas em Sistemas de Cores Bruno Teixeira Moreira e Emídio Augusto Arantes Macedo Ciência da Computação 1 o. Período Professor: Rodney Josué Biezuner Disciplina: Geometria Analítica e

Leia mais

Cores em Imagens e Vídeo

Cores em Imagens e Vídeo Aula 05 Cores em Imagens e Vídeo Diogo Pinheiro Fernandes Pedrosa Universidade Federal Rural do Semiárido Departamento de Ciências Exatas e Naturais Ciência da Computação Ciência das Cores A cor é fundamentada

Leia mais

UM POUCO DE COMPUTAÇÃO GRÁFICA.

UM POUCO DE COMPUTAÇÃO GRÁFICA. UM POUCO DE COMPUTAÇÃO GRÁFICA. Imagem digital é a representação de uma imagem bidimensional usando números binários codificados de modo a permitir seu armazenamento, transferência, impressão ou reprodução,

Leia mais

Adobe FreeHand. Imagem Bitmap:

Adobe FreeHand. Imagem Bitmap: Imagem Bitmap: As imagens bitmap (mapa de bits), são tal como o nome indica, uma colecção de bits que formam uma imagem. A imagem consiste numa matriz de pontos individuais (ou píxeis) em que cada um tem

Leia mais

Fotografia Digital. Aula 1

Fotografia Digital. Aula 1 Fotografia Digital Aula 1 FOTOGRAFIA DIGITAL Tema da aula: A Fotografia 2 A FOTOGRAFIA A palavra Fotografia vem do grego φως [fós] ("luz"), e γραφις [grafis] ("estilo", "pincel") ou γραφη grafê, e significa

Leia mais

Introdução ao Processamento de Imagens Digitais Aula 01

Introdução ao Processamento de Imagens Digitais Aula 01 Introdução ao Processamento de Imagens Digitais Aula 01 Douglas Farias Cordeiro Universidade Federal de Goiás 06 de julho de 2015 Mini-currículo Professor do curso Gestão da Informação Formação: Graduação

Leia mais

Imagem digital. Unidade 3

Imagem digital. Unidade 3 Imagem digital Unidade 3 Objectivos Reconhecer o potencial comunicativo/ expressivo das imagens; Reconhecer as potencialidades narrativas de uma imagem; A criação de sentido nas associações de imagens

Leia mais

Teoria da Cor - Fundamentos Básicos

Teoria da Cor - Fundamentos Básicos Teoria da Cor - Fundamentos Básicos O objetivo desse material de apoio é trazer algumas informações básicas sobre teoria da cor, embora seu estudo seja muito mais amplo e envolve diversos aspectos de percepção,

Leia mais

Professor Gerson Witte Artes - EMI Informática. As Cores. Professor Gerson Witte EMI Informática Artes I

Professor Gerson Witte Artes - EMI Informática. As Cores. Professor Gerson Witte EMI Informática Artes I As Cores Professor Gerson Witte EMI Informática Artes I Apesar de serem o mesmo fenômeno físico, existe duas maneiras de entender as cores. A cor é uma radiação eletromagnética, corresponde à parte do

Leia mais

MODELO de COR (1) ORIENTADO PARA O EQUIPAMENTO. Finalidade? Especificação precisa das cores numa certa gama, para determinada classe de equipamentos.

MODELO de COR (1) ORIENTADO PARA O EQUIPAMENTO. Finalidade? Especificação precisa das cores numa certa gama, para determinada classe de equipamentos. MODELO de COR (1) ORIENTADO PARA O EQUIPAMENTO Finalidade? Especificação precisa das cores numa certa gama, para determinada classe de equipamentos. O que é? Sub-espaço 3D Sistema de coordenadas 3D Combinação

Leia mais

Cor SCC0251 Processamento de Imagens

Cor SCC0251 Processamento de Imagens Cor SCC0251 Processamento de Imagens Prof. Moacir Ponti Jr. www.icmc.usp.br/~moacir Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação USP 2012/1 Moacir Ponti Jr. (ICMCUSP) Cor 2012/1 1 / 39 Sumário 1 Introdução

Leia mais

Cores. Misturando apenas essas três cores, em proporções e intensidades variadas, podemos obter todas as outras, mesmo as que não estão no

Cores. Misturando apenas essas três cores, em proporções e intensidades variadas, podemos obter todas as outras, mesmo as que não estão no Cores A cor é uma sensação provocada pela luz sobre o órgão da visão, isto é, sobre nossos olhos. A cor-luz pode ser observada através dos raios luminosos. Cor-luz é a própria luz que pode se decompor

Leia mais

Diagramas e Camadas Representação e Linguagem em Arquitetura ARQ1342 Tópicos Especiais em Arquitetura XXVII Prof. Gabriel Duarte

Diagramas e Camadas Representação e Linguagem em Arquitetura ARQ1342 Tópicos Especiais em Arquitetura XXVII Prof. Gabriel Duarte Diagramas e Camadas Representação e Linguagem em Arquitetura ARQ1342 Tópicos Especiais em Arquitetura XXVII Prof. Gabriel Duarte AULA 04 Imagem Digital / Pós-Produção Cores & Contrastes Tutorial B (parte

Leia mais

PHOTOSHOP. Menus. Caixa de Ferramentas:

PHOTOSHOP. Menus. Caixa de Ferramentas: PHOTOSHOP Universidade de Caxias do Sul O Photoshop 5.0 é um programa grande e complexo, é o mais usado e preferido pelos especialistas em editoração e computação gráfica para linha PC. Outros programas

Leia mais

PUBLICIDADE & PROPAGANDA PRODUÇÃO GRÁFICA

PUBLICIDADE & PROPAGANDA PRODUÇÃO GRÁFICA PRODUÇÃO GRÁFICA PUBLICIDADE & PROPAGANDA Prova Semestral --> 50% da nota final. Sistema de avaliação Atividades em laboratório --> 25% da nota final Exercícios de práticos feitos nos Laboratórios de informática.

Leia mais

05/02/2014. Um pouco de história antes... A FOTOGRAFIA. James Clerk Maxwell (1831 1879) Escócia (Reino Unido) físico, filósofo e matemático.

05/02/2014. Um pouco de história antes... A FOTOGRAFIA. James Clerk Maxwell (1831 1879) Escócia (Reino Unido) físico, filósofo e matemático. Prof. Reginaldo Brito Um pouco de história antes... A FOTOGRAFIA Joseph-Nicéphore Niepce * França, (1765-1833) James Clerk Maxwell (1831 1879) Escócia (Reino Unido) físico, filósofo e matemático. 1826,

Leia mais

Complemento Teórico Treinamento RIPs Flexi e PhotoPRINT

Complemento Teórico Treinamento RIPs Flexi e PhotoPRINT Base Teórica Gerenciamento de Cor - Geral RGB CMYK Grayscale Perfil de Entrada Perfil de Entrada Perfil de Entrada Perfil de Saída (ICC) Ajuste de Densidade Correção de Cor - Espaços de Cor: A- RGB: Um

Leia mais

Manipulação, Visualização e Interpretação de Imagens de Sensoriamento Remoto

Manipulação, Visualização e Interpretação de Imagens de Sensoriamento Remoto Manipulação, Visualização e Interpretação de Imagens de Sensoriamento Remoto Alexandre Xavier Falcão Instituto de Computação - UNICAMP afalcao@ic.unicamp.br Objetivo Extrair informações quantitativas e

Leia mais

Imagem digital Tipos de arquivos gráficos

Imagem digital Tipos de arquivos gráficos Tipos de arquivos gráficos! Os mais comuns do tipo raster ". TIF TIFF -Tagged Image File Format -é suportado por todos os aplicativos de edição de imagens. É usado em editoração. # éo maior em tamanho

Leia mais

Fotografia Digital Obtenção da Imagem e Impressão

Fotografia Digital Obtenção da Imagem e Impressão Fotografia Digital Obtenção da Imagem e Impressão 1 Diferenças entre o CCD e o Filme: O filme como já vimos, é uma película de poliéster, coberta em um dos lados por uma gelatina de origem animal com partículas

Leia mais

TEORIA DA COR E DA IMAGEM COM PHOTOSHOP

TEORIA DA COR E DA IMAGEM COM PHOTOSHOP TEORIA DA COR E DA IMAGEM COM PHOTOSHOP Docente: Bruno Duarte Fev 2010 O que é uma imagem digital? Uma imagem diz-se digital quando existe um ficheiro em computador que guarda a informação gráfica desta

Leia mais

Circuito CELEPAR de Software Livre 2010 GIMP 2. 4. 7. Editor de Imagens. CELEPAR Companhia de Informática do Paraná.

Circuito CELEPAR de Software Livre 2010 GIMP 2. 4. 7. Editor de Imagens. CELEPAR Companhia de Informática do Paraná. Gimp 2. 4. 7 Editor de Imagens 1 GIMP GNU Image Manipulation Program é um programa de código aberto. Utilizado na criação ou manipulação de imagens e fotografias. Seus usos incluem criar gráficos, logotipos,

Leia mais

Considerando as cores como luz, a cor branca resulta da sobreposição de todas as cores, enquanto o preto é a ausência de luz. Uma luz branca pode ser

Considerando as cores como luz, a cor branca resulta da sobreposição de todas as cores, enquanto o preto é a ausência de luz. Uma luz branca pode ser Noções de cores Cor é como o olho dos seres vivos animais interpreta a reemissão da luz vinda de um objeto que foi emitida por uma fonte luminosa por meio de ondas eletromagnéticas; Corresponde à parte

Leia mais

Monitores. Tipos de conexões:

Monitores. Tipos de conexões: Monitores 1-Conexões O primeiro passo para que as informações de um computador irem para uma tela. O processo todo começa quando um sinal de vídeo é enviado para o aparelho. Ele chega até ele por meio

Leia mais

Aula 3 IMPRESSORAS UNICESPI 1º SEM 2011

Aula 3 IMPRESSORAS UNICESPI 1º SEM 2011 Aula 3 IMPRESSORAS UNICESPI 1º SEM 2011 Impressoras Uma impressora ou dispositivo de impressão é um periférico que, quando conectado a um computador ou a uma rede de computadores, tem a função de dispositivo

Leia mais

Colégio Técnico Educáre Curso Técnico de Design de Interiores. Modulo 1 - CORES NOS AMBIENTES TEORIA DAS CORES. Professora Arq.

Colégio Técnico Educáre Curso Técnico de Design de Interiores. Modulo 1 - CORES NOS AMBIENTES TEORIA DAS CORES. Professora Arq. Colégio Técnico Educáre Curso Técnico de Design de Interiores Modulo 1 - CORES NOS AMBIENTES TEORIA DAS CORES Professora Arq. SIMONE CAMILLO A cor A ciência que estuda a medida das cores é chamada de colorimetria.

Leia mais

PROJETO TRANSFORMAÇÕES PONTUAIS

PROJETO TRANSFORMAÇÕES PONTUAIS Colégio Pedro II Campus Realengo II Informática Educativa 2015 9º ano Professores: Sônia Sá Vianna (Desenho Geométrico), Simone da Costa Lima, Érika Santana e Alexandra Alves (informática Educativa) PROJETO

Leia mais

Certifique-se de que lê estas informações antes de utilizar o Image Converter

Certifique-se de que lê estas informações antes de utilizar o Image Converter Image Converter Manual de Instruções Versão: 1.1.0.0 Certifique-se de que lê estas informações antes de utilizar o Image Converter Índice: Descrição geral do Image Converter P2 Processo de conversão de

Leia mais

Imagens Digitais Tratamento de Imagens

Imagens Digitais Tratamento de Imagens Imagens Digitais Imagens de Bitmap Bitmap = Mapa de Bits ou Imagens Raster São as imagens formadas por pixels em oposição às imagens vetoriais. Imagens de Bitmap Imagem de bitmap Imagem vetorial Imagens

Leia mais

Manual de Identidade Visual Indústria de Impressoras Tecnológicas da Amazônia Ltda

Manual de Identidade Visual Indústria de Impressoras Tecnológicas da Amazônia Ltda Manual de Identidade Visual INTRODUÇÃO Com a importância que a IITA tem conquistado no Brasil, é essencial que a nossa marca seja utilizada seguindo o Manual de Identidade Visual. Uma marca sempre bem

Leia mais

Etienne De Crecy Live Transmusicales de Rennes Make My Logo Bigger Cream

Etienne De Crecy Live Transmusicales de Rennes Make My Logo Bigger Cream Etienne De Crecy Live Transmusicales de Rennes Make My Logo Bigger Cream 1 O Maravilhoso Mundo dos Pixels Não adianta fechar um arquivo se você não o criou de forma correta. Não adianta mandar para a gráfica/lab/bureau

Leia mais

TRATAMENTO DE IMAGENS. Elisa Maria Pivetta

TRATAMENTO DE IMAGENS. Elisa Maria Pivetta TRATAMENTO DE IMAGENS Elisa Maria Pivetta CATEGORIAS DE IMAGENS Distinguem-se geralmente duas grandes: Bitmap (ou raster) - trata-se de imagens "pixelizadas", ou seja, um conjunto de pontos (pixéis) contidos

Leia mais

19/11/2015. Um pouco de história antes... A FOTOGRAFIA. James Clerk Maxwell (1831 1879) Escócia (Reino Unido) físico, filósofo e matemático.

19/11/2015. Um pouco de história antes... A FOTOGRAFIA. James Clerk Maxwell (1831 1879) Escócia (Reino Unido) físico, filósofo e matemático. Prof. Reginaldo Brito Um pouco de história antes... A FOTOGRAFIA Joseph-Nicéphore Niepce * França, (1765-1833) James Clerk Maxwell (1831 1879) Escócia (Reino Unido) físico, filósofo e matemático. 1826,

Leia mais

Fotografia digital. Aspectos técnicos

Fotografia digital. Aspectos técnicos Fotografia digital Aspectos técnicos Captura CCD (Charge Coupled Device) CMOS (Complementary Metal OxideSemiconductor) Conversão de luz em cargas elétricas Equilíbrio entre abertura do diafragma e velocidade

Leia mais

MODELOS DE COR. Intensity is radiant power in a particular direction.

MODELOS DE COR. Intensity is radiant power in a particular direction. MODELOS DE COR Terminologias Intensity is radiant power in a particular direction. Radiance is intensity per unit projected area. Luminance is radiance weighted by the spectral sensitivity associated with

Leia mais

PROGRAMAÇÃO VISUAL COR. Prof. Carlos Café Dias

PROGRAMAÇÃO VISUAL COR. Prof. Carlos Café Dias PROGRAMAÇÃO VISUAL COR Prof. Carlos Café Dias O mundo à nossa volta é repleto de cores, mas tudo está na nossa cabeça, é ativado em nós. Experimentamos as cores por apenas um sentido: a visão. As cores

Leia mais

Design da Informação. Aula 08 Usando. Prof. Dalton Martins

Design da Informação. Aula 08 Usando. Prof. Dalton Martins Design da Informação Aula 08 Usando cores Prof. Dalton Martins dmartins@gmail.com Gestão da Informação Faculdade de Informação e Comunicação Universidade Federal de Goiás Círculo cromático Um círculo cromático

Leia mais

APLICATIVOS GRÁFICOS (AULA 5)

APLICATIVOS GRÁFICOS (AULA 5) Prof. Breno Leonardo G. de M. Araújo brenod123@gmail.com http://blog.brenoleonardo.com.br APLICATIVOS GRÁFICOS (AULA 5) 1 Sistema de cores A modelagem dos sistemas de cor é essencial, pois para a visualização

Leia mais

1. Ajustando a iluminação. 2. Posição da câmera e da pessoa a ser fotografada

1. Ajustando a iluminação. 2. Posição da câmera e da pessoa a ser fotografada Diretriz para a produção de fotos digitais de qualidade para utilização no Sistema de Gestão e Controle de Pessoal - GECOPE do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, através do SISGESEC Orientações

Leia mais

Computação Gráfica. Prof. MSc. André Yoshimi Kusumoto

Computação Gráfica. Prof. MSc. André Yoshimi Kusumoto Computação Gráfica Prof. MSc. André Yoshimi Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Cores A cor exerce uma ação tríplice Impressionar Expressar Construir O uso da cor na computação gráfica apresenta vários

Leia mais

Teoria da Cor TI. Elisa Maria Pivetta

Teoria da Cor TI. Elisa Maria Pivetta Teoria da Cor TI Elisa Maria Pivetta A percepção da cor é um processo complexo, resultante da recepção da luz pelo olho e da interpretação desta pelo cérebro. O que de fato determina a cor de um objeto

Leia mais

A cor e o computador. Teoria e Tecnologia da Cor. Unidade VII Pág. 1 /5

A cor e o computador. Teoria e Tecnologia da Cor. Unidade VII Pág. 1 /5 A cor e o computador Introdução A formação da imagem num Computador depende de dois factores: do Hardware, componentes físicas que processam a imagem e nos permitem vê-la, e do Software, aplicações que

Leia mais

OpenOffice.org. tutorial apresentação

OpenOffice.org. tutorial apresentação tutorial apresentação Criar uma nova apresentação Assistente Apresentação Inserir diapositivos Seleccionar diapositivos Formatar uma página Formatar diapositivos Vistas do espaço de trabalho Iniciar apresentação

Leia mais

16/09/2016. Um pouco de história antes... A FOTOGRAFIA. James Clerk Maxwell ( ) Escócia (Reino Unido) físico, filósofo e matemático.

16/09/2016. Um pouco de história antes... A FOTOGRAFIA. James Clerk Maxwell ( ) Escócia (Reino Unido) físico, filósofo e matemático. Prof. Reginaldo Brito Um pouco de história antes... A FOTOGRAFIA Joseph-Nicéphore Niepce * França, (1765-1833) James Clerk Maxwell (1831 1879) Escócia (Reino Unido) físico, filósofo e matemático. 1826,

Leia mais

Representação da Informação

Representação da Informação Conteúdo Representação da Informação Bit, Byte e múltiplos Conversão de Unidades Representação de Informação Representação de Símbolos/Texto Representação de Imagem Representação de Vídeo Bit BInary digit

Leia mais

1- Baixando e instalando o LUMICALC

1- Baixando e instalando o LUMICALC 1- Baixando e instalando o LUMICALC 2.0.62 - Acesse o site entre na guia LUMICALC e clique no link para iniciar o download. - Uma pasta em formato compactado será salva em seu computador para iniciar a

Leia mais

manual de identidade visual ABCR

manual de identidade visual ABCR manual de identidade visual ABCR apresentação 01 A imagem corporativa de uma instituição nasce e cresce à medida que todos os elementos de comunicação com o público estejam integrados num padrão de homogeneidade

Leia mais

Fiery Color Server SERVER & CONTROLLER SOLUTIONS. Glossário

Fiery Color Server SERVER & CONTROLLER SOLUTIONS. Glossário Fiery Color Server SERVER & CONTROLLER SOLUTIONS Glossário 2004 Electronics for Imaging, Inc. As informações nesta publicação estão cobertas pelos termos das Avisos de caráter legal deste produto. 45044849

Leia mais

Conceitos do Photoshop. Bitmap image Formatos de arquivos Memória Escalas de cores

Conceitos do Photoshop. Bitmap image Formatos de arquivos Memória Escalas de cores Conceitos do Photoshop Bitmap image Formatos de arquivos Memória Escalas de cores Bitmap Image Conceito de pixel Imagem bitmap x imagem vetorial Pixel x bits Resolução de tela e imagem 72 pixel/inch 300

Leia mais

a marca bematech Tudo o que você precisa para usar a marca. Dezembro de 2009

a marca bematech Tudo o que você precisa para usar a marca. Dezembro de 2009 16 a marca bematech Tudo o que você precisa para usar a marca. 17 Marca Dinâmica e evolutiva, a marca Bematech é formada pelo símbolo e logotipo. Suas elipses simbolizam a essência de uma empresa empreendedora.

Leia mais

Uma nova maneira de interagir com a Gráfica Art3! A mais nova tecnologia em aprovação de arquivos via WEB.

Uma nova maneira de interagir com a Gráfica Art3! A mais nova tecnologia em aprovação de arquivos via WEB. Uma nova maneira de interagir com a Gráfica Art3! A mais nova tecnologia em aprovação de arquivos via WEB. O Portal Art3 é um sistema que permite uma grande flexibilidade na entrega e aprovação de seus

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA DOWNLOAD, INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO DA IMPRESSORA FREEPDF XP. A impressora FreePDF XP é um sistema com licença de uso GLP (Software Livre) e que está disponível para Download no site

Leia mais

Como usar o P-touch Transfer Manager

Como usar o P-touch Transfer Manager Como usar o P-touch Transfer Manager Versão 0 BRA-POR Introdução Aviso importante O conteúdo deste documento e as especificações deste produto estão sujeitos a alterações sem aviso prévio. A Brother se

Leia mais

Alguns métodos utilizados

Alguns métodos utilizados Alguns métodos utilizados TIF Algumas pessoas exportam o trabalho feito no Corel em formato TIF,que é um procedimento comum para impressão em jornais e publicações impressas. Para exportar desta forma

Leia mais

Avisos legais KYOCERA Document Solutions Inc.

Avisos legais KYOCERA Document Solutions Inc. Avisos legais É proibida a reprodução total ou parcial deste guia sem a devida autorização. As informações deste guia estão sujeitas a modificações sem aviso prévio. Não nos responsabilizamos por quaisquer

Leia mais

Manual de Artes Fechamento de Arquivos para a OPEC/GP Novembro/2007 Manual de Artes da OPEC Arquivos Impressos

Manual de Artes Fechamento de Arquivos para a OPEC/GP Novembro/2007 Manual de Artes da OPEC Arquivos Impressos Manual de Artes Fechamento de Arquivos para a OPEC/GP Novembro/2007 Manual de Artes da OPEC Arquivos Impressos Gazeta do Povo -vs02- Recomendações para preparação da arte final Segue abaixo algumas dicas

Leia mais

Criar vídeos em 3D no VideoWave O modo simples

Criar vídeos em 3D no VideoWave O modo simples Criar vídeos em 3D no VideoWave O modo simples O VideoWave pode produzir vídeos em 3D a partir de imagens capturadas por câmeras de vídeo de 3D, como a Fujifilm FinePix REAL 3D W1, ou convertendo a definição

Leia mais

manual de identidade visual

manual de identidade visual manual de identidade visual Índice do nosso manual 1.Nosso Logo 1.1. Apresentação...3 1.2. Versões...4 Logo A Aplicações...5 Cores...6 Logo B Aplicações...7 Cores...8 Logo C Aplicações...9 Cores...10 1.3.

Leia mais

Manual de Uso DISCO VIRTUAL MB.045 CÓPIA IMPRESSA CONTROLADA PELO USUÁRIO V01

Manual de Uso DISCO VIRTUAL MB.045 CÓPIA IMPRESSA CONTROLADA PELO USUÁRIO V01 Manual de Uso DISCO VIRTUAL INTRODUÇÃO Este manual tem como objetivo apresentar de maneira prática como utilizar todos os recursos disponíveis em sua tela do Disco Virtual para que você possa usufruir

Leia mais

Organização de Computadores Dispositivos de saída, principais tecnologias (Monitor/Impressora) Professor: Francisco Ary

Organização de Computadores Dispositivos de saída, principais tecnologias (Monitor/Impressora) Professor: Francisco Ary Organização de Computadores Dispositivos de saída, principais tecnologias (Monitor/Impressora) Professor: Francisco Ary Introdução O dispositivo de saída mais utilizado por um computador é o dispositivo

Leia mais

Gabarito dos Exercícios do Capítulo de Cores /1. 1. Complete os pontilhados ou brancos os parágrafos abaixo:

Gabarito dos Exercícios do Capítulo de Cores /1. 1. Complete os pontilhados ou brancos os parágrafos abaixo: Gabarito dos Exercícios do Capítulo de Cores - 2005/. Complete os pontilhados ou brancos os parágrafos abaixo: Valor da Questão: 2.0 - cada resposta completada corretamente: 0, Usando um byte por canal,

Leia mais

Bitmap X Vetorial OS DOIS PRINCIPAIS TIPOS DE ARQUIVOS NA COMPUTAÇÃO GRÁFICA

Bitmap X Vetorial OS DOIS PRINCIPAIS TIPOS DE ARQUIVOS NA COMPUTAÇÃO GRÁFICA OS DOIS PRINCIPAIS TIPOS DE ARQUIVOS NA COMPUTAÇÃO GRÁFICA Editores vetoriais são frequentemente contrastadas com editores de bitmap, e as suas capacidades se complementam. Eles são melhores para leiaute

Leia mais

Plano de Aula - Fireworks CS4 - cód. 3749 16 Horas/Aula

Plano de Aula - Fireworks CS4 - cód. 3749 16 Horas/Aula Aula 1 Capítulo 1 - Introdução ao Fireworks CS4 Aula 2 Capítulo 2 - Transformar Objetos Aula 3 Continuação do Capítulo 2 - Transformar Objetos Plano de Aula - Fireworks CS4 - cód. 3749 16 Horas/Aula 1.1.

Leia mais

04 -Salvar Como e Duplicar

04 -Salvar Como e Duplicar 04 -Salvar Como e Duplicar Muito importante! Trabalhar Sempre numa cópia da imagem original e NUNCA na própria imagem, por isso, gravar (guardar) SEMPRE a imagem em que se trabalhou com outro nome. Guardar

Leia mais

CONVERSÃO PANTONE PARA CMYK

CONVERSÃO PANTONE PARA CMYK CONVERSÃO PANTONE PARA CMYK Conversão da escala de cores Pantone Coated para valores CMYK Prof. Ms. Paulo Alves de Lima paulo@garagedigital.com.br Nota do autor: Esse guia contém o setting de cores sólidas

Leia mais

Desenho e Apresentação de Imagens por Computador

Desenho e Apresentação de Imagens por Computador Desenho e Apresentação de Imagens por Computador Conteúdo s: Aspetos genéricos sobre o trabalho com imagens computacionais. Imagens computacionais e programas que criam ou manipulam esse tipo de imagens.

Leia mais

Sistemas e Conteúdos Multimédia. 4.1. Imagem. Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt

Sistemas e Conteúdos Multimédia. 4.1. Imagem. Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt Sistemas e Conteúdos Multimédia 4.1. Imagem Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt Cores O que é a cor? Distribuição espectral do sinal de excitação. Função da reflectância e da iluminação

Leia mais

FORMATOS DE ARQUIVOS FORMATOS DE ARQUIVOS NATIVOS FORMATOS DE ARQUIVOS GENÉRICOS. Produção Gráfica 2 A R Q U I V O S D I G I T A I S -

FORMATOS DE ARQUIVOS FORMATOS DE ARQUIVOS NATIVOS FORMATOS DE ARQUIVOS GENÉRICOS. Produção Gráfica 2 A R Q U I V O S D I G I T A I S - Produção Gráfica 2 FORMATOS DE ARQUIVOS A R Q U I V O S D I G I T A I S - FORMATOS DE ARQUIVOS PARA IMAGEM BITMAPEADAS Uma imagem bitmapeada, uma ilustração vetorial ou um texto são armazenados no computador

Leia mais

Biblioteca Escolar António Bento Franco MANUAL DE UTILIZADOR WINDOWS LIVE MOVIE MAKER

Biblioteca Escolar António Bento Franco MANUAL DE UTILIZADOR WINDOWS LIVE MOVIE MAKER MANUAL DE UTILIZADOR WINDOWS LIVE MOVIE MAKER Criar o vídeo - início Para iniciar a criação de um filme, devemos em primeiro lugar criar uma pasta, onde colocaremos todos os objetos que pretendemos inserir

Leia mais

Tipos de cores. Entendendo as cores. Imprimindo. Usando cores. Manuseio de papel. Manutenção. Solucionando problemas. Administração.

Tipos de cores. Entendendo as cores. Imprimindo. Usando cores. Manuseio de papel. Manutenção. Solucionando problemas. Administração. Sua impressora permite que você se comunique em cores. As cores chamam a atenção, indicam respeito e agregam valor ao material ou às informações impressas. O uso de cor aumenta o público leitor e faz com

Leia mais

Atualização: JULHO/2011

Atualização: JULHO/2011 Uso do logo Teuto Pfizer Este material também é conhecido por manual da marca Teuto Pfizer. Ele é destinado a profissionais de comunicação, agências de publicidade, fornecedores e usuários em geral que

Leia mais

Exportando PDF para Agráfica Corel Draw

Exportando PDF para Agráfica Corel Draw Exportando PDF para Agráfica Corel Draw No menu Arquivo escolha a opção Publicar em PDF Nome: Tipo: artefinal.pdf PDF - Portable Document Format (*.pdf) Predefinição de PDF: PDF/-1a Ocultar pastas Configur.

Leia mais

Sistema de Cores. Guillermo Cámara-Chávez

Sistema de Cores. Guillermo Cámara-Chávez Sistema de Cores Guillermo Cámara-Chávez Conceitos Motivação - poderoso descritor de característica que simplifica identificação e extração de objetos da cena; - humanos podem distinguir milhares de tonalidades

Leia mais

Ano letivo 2016/2017. Planificação Anual. Disciplina: APLICAÇÕES INFORMÁTICAS B - Ano: 12º

Ano letivo 2016/2017. Planificação Anual. Disciplina: APLICAÇÕES INFORMÁTICAS B - Ano: 12º DGEstE Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços Região Centro Agrupamento de Escolas Figueira Mar Ano letivo 2016/2017 Planificação Anual Disciplina: APLICAÇÕES INFORMÁTICAS B -

Leia mais

Guia de qualidade de cores

Guia de qualidade de cores Página 1 de 5 Guia de qualidade de cores O Guia de qualidade de cores ajuda você a entender como as operações disponíveis na impressora podem ser usadas para ajustar e personalizar a saída colorida. Menu

Leia mais

Regime: Semestre: 1. Conceitos teóricos. Elementos básicos através dos quais são criadas as imagens gráficas.

Regime: Semestre: 1. Conceitos teóricos. Elementos básicos através dos quais são criadas as imagens gráficas. DESENHO ASSISTIDO POR COMPUTADOR [11500] GERAL Regime: Semestre: OBJETIVOS Esta unidade curricular possui um peso de 06 ECTS, que corresponde a cinco horas de contacto semanais. Além destas cinco horas

Leia mais

Porque as. cores mudam?

Porque as. cores mudam? Porque as cores mudam? O que são cores? As cores não existem materialmente. Não possuem corpo, peso e etc. As cores correspondem à interpretação que nosso cérebro dá a certo tipo de radiação eletro-magnética

Leia mais

MANUAL DE MARCA HEXAGON ELO LINE MODE

MANUAL DE MARCA HEXAGON ELO LINE MODE MAUAL DE MARCA ODELO LI ODELO LIE MODEL ODELO LIE MODELO ELO LIE MODE M LO LI 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 SUMÁRIO Assinatura Principal Assinaturas Alternativas Padrão Tipográfico Padrão Cromático

Leia mais

Oficina de. Multimédia B. Imagem Digital

Oficina de. Multimédia B. Imagem Digital Oficina de Multimédia B Imagem Digital Índice Imagens vetoriais 3 Imagens bitmap 5 Pontilhismo 7 Pixel 9 Redes de pixeis 11 Dimensão da imagem 15 Imagens vetoriais: características 17 Imagens bitmap: características

Leia mais

Sumário APRESENTAÇÃO...3 ACESSO AO SISTEMA...4 FUNCIONALIDADES...5 SIG-PCJ... 3 ACESSANDO O SISTEMA VIA WEB...4 MANUAL DO USUÁRIO...

Sumário APRESENTAÇÃO...3 ACESSO AO SISTEMA...4 FUNCIONALIDADES...5 SIG-PCJ... 3 ACESSANDO O SISTEMA VIA WEB...4 MANUAL DO USUÁRIO... SIG-PCJ Sumário APRESENTAÇÃO...3 SIG-PCJ... 3 ACESSO AO SISTEMA...4 ACESSANDO O SISTEMA VIA WEB...4... 4 FUNCIONALIDADES...5 NAVEGAÇÃO E CONSULTA... 5 FERRAMENTAS DE NAVEGAÇÃO DO MAPA...5 FERRAMENTAS DE

Leia mais

7 Dicas cruciais para fechamento de arquivo! IMPRESSÃO EM UM CLIQUE

7 Dicas cruciais para fechamento de arquivo!  IMPRESSÃO EM UM CLIQUE Índice 02... INTRODUÇÃO. 03... PADRÃO DE CORES: CMYK OU RGB, QUAL USAR? 09... CUIDADOS NA HORA DA IMPRESSÃO: SANGRIA E ÁREA DE SEGURANÇA. 13... TRABALHANDO COM AS PORCENTAGENS DO CMYK: 100% DE PRETO. 15...

Leia mais

Guia de Impressão. Formatos & Sangria. Cor & Imagem. Tipografia. Finalização

Guia de Impressão. Formatos & Sangria. Cor & Imagem. Tipografia. Finalização Guia de Impressão Guia de Impressão Formatos & Sangria Formatos de Papel 01 Formato Aberto ou Fechado 02 Folhas e Páginas 03 Lâminas 04 Sangria e Margens 05 Cor & Imagem A Impressão CMYK 06 O Preto no

Leia mais

resumo de normas gráficas do Símbolo e Logotipo POE

resumo de normas gráficas do Símbolo e Logotipo POE resumo de normas gráficas do Símbolo e Logotipo POE Construção zona mínima de protecção A reprodução do Símbolo e Logotipo POE deve ser sempre fiel ao desenho ao lado e em caso algum poderão ser alterados

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Normas e padrões de utilização Versão 1.3 Alterada em 13/11/2014 Alteração: inclusão do elemento de marca registrada, após a concessão do registro da marca pelo INPI. Sumário

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» DESIGN GRÁFICO (Perfil 03) «

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» DESIGN GRÁFICO (Perfil 03) « CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» DESIGN GRÁFICO (Perfil 03) «21. Numa determinada cena, um fotógrafo ajusta a velocidade de obturação de sua câmera em 125 e a abertura do diafragma em f=11 (125/11). Se quiser

Leia mais

Gerenciamento de cores no Illustrator Material desenvolvido e organizado pelo professor Furtado

Gerenciamento de cores no Illustrator Material desenvolvido e organizado pelo professor Furtado Gerenciamento de cores no Illustrator Material desenvolvido e organizado pelo professor Furtado Material elaborado para a disciplina de Sistemas Gráficos Digitais II Material para a disciplina Sistemas

Leia mais

manual de identidade visual Cremer

manual de identidade visual Cremer manual de identidade visual Cremer 2 A marca Cremer apresenta sua nova identidade visual. A percepção dos em contato com a nova logomarca dependerá da máxima clareza e coerência na sua forma de aplicação.

Leia mais