Profª. Ms Simone Schroeder

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Profª. Ms Simone Schroeder"

Transcrição

1 Profª. Ms Simone Schroeder

2 Base legal: Artigos 109 ao 119 do Código Penal Conceito: É a perda do poder de punir ou de executar a sanção imposta pelo Estado, causada pelo decurso de tempo fixado em Lei

3 1. O Estado tem o direito a exigir a aplicação da pena que a lei prevê em abstrato (pretensão punitiva). 2. Uma vez imposta a pena, o Estado tem o direito de executar aquela pena que foi concretamente aplicada. (pretensão executória)

4 A prescrição é instituto de natureza material Por isso deve ser contada de acordo com o art. 10 do CP. Incluise o dia a quo e exclui-se o ad quem. FORMA DE DECLARAÇÃO: Artigo 61 do CPP : Matéria de ordem pública, devendo ser declarada em qualquer fase do processo, a qualquer momento, inclusive de ofício.

5 Prescrição da pretensão Punitiva se divide em: Prescrição da Pretensão Punitiva em Abstrato (art. 109 do CP); Prescrição Intercorrente (art do CP) Prescrição Retroativa (art do CP) revogado pela lei /2010 O artigo foi revogado, mas ainda existe a prescrição retroativa. Prescrição da Pretensão Executória - art. 110, caput do CP;

6 Prescrição em abstrato: Leva em consideração a pena em ABSTRATO Prescrição Pretensão Punitiva Prescrição Retroativa: Leva em consideração a pena em concreto, imposta na sentença Prescrição Prescrição Intercorrente: Levam em consideração a pena em concreto Imposta na sentença. Prescrição Pretensão Executória Após a sentença com Trânsito em Julgado

7 Máximo da pena privativa de liberdade Prazo Prescricional I) + 12 anos 20 anos II) + 8 anos a 12 anos III) + 4 a 8 anos IV) + 2 a 4 anos 16 anos 12 anos 8 anos V) de 1 à 2 anos 4 anos VI) - de 1 ano 2 anos. Hoje é de 3 anos (lei /

8 Como calcular: (Encontrar o prazo prescricional) 1 Tomar o máximo de pena privativa de liberdade cominada ao crime ou contravenção penal; 2 Verificar no art. 109 do CP, o prazo prescricional; 3 Verificar se há alguma das causas modificadoras desse prazo, abaixo arroladas; a) majorantes e minorantes obrigatórias, exceto as pertinentes ao concurso formal e ao crime continuado 4 art. 109 do CP. 5 verificar se há minorante obrigatória, do art. 115 do CP.

9 A) Pressupostos: 1 - Inocorrência da prescrição em abstrato; 2 - Sentença condenatória; 3 - Trânsito em julgado para a acusação (MP - assistente de acusação - querelante), ou improvimento de seu recurso; *Esta prescrição se embasa na pena justa. Se o réu for condenado, e o MP não recorrer, é porque em princípio a pena é justa, em razão da dosimetria da pena não sofrer alteração.

10 . B) Como encontrar o prazo prescricional: 1 - Tomar a pena concretizada na sentença condenatória; * Dever-se-á computar, da pena aplicada, exceto o quantum de majoração, decorrente do concurso formal e do crime continuado. Aqui não serão analisadas as majorantes e minorantes por que já houve sentença. 2 - Verificar no art. 109 do CP, o prazo prescricional; 3 - Verificar se há causa modificadora: art. 115 do CP (única analisada).

11 A) Pressupostos para sua análise: 1º - Inocorrência de PA e PR; 2º - Sentença condenatória; 3º - Trânsito em julgado para acusação. B) Como encontrar o prazo prescricional: 1 - Tomar a pena concretizada na sentença condenatória; 2 -Verificar, no art 109 do CP, o prazo prescricional (PRAZO PRESCRICIONAL PRELIMINAR); 3 - Verificar se há causa modificadora: art. 115, do CP.

12 Dies a quo Dies a quo PA DRDQ DRDQ DPSP E DPACP DPSC ou DPACR DPSC Lei /2007 PR PI Trânsito em julgado definitivo da sentença condenatória PPE

13 (ART. 110 CAPUT DO CP) A) Pressupostos: 1- Inocorrência de PA, PR e PI; 2- Sentença condenatória irrecorrível; 3- Não satisfação da pretensão executória estatal. (fuga)

14 PRESCRIÇÃO DA PRETENSÃO EXECUTÓRIA (ART. 110 CAPUT DO CP) B) Como Encontrar o Prazo Prescricional: 1- Tomar a pena privativa de liberdade imposta na sentença condenatória, sem a detração do artigo 42 do CP; a)no caso de fuga ou de revogação de LC, tomar-se-á em conta o restante da pena para obtenção do prazo prescricional art. 113 do CP. b)no caso de revogação do sursis, regula-se a prescrição pela quantidade da pena suspensa; c)não se computa o quantum de majoração decorrente do concurso formal próprio ou do crime continuado. 2- Verificar no art. 109 do CP, o prazo prescricional; (prazo prescricional preliminar) 3- Verificar se há alguma das causas modificadoras desse prazo, abaixo arroladas: a) art. 115, do CP; b) reincidência de Direito.

15 CAUSAS INTERRUPTIVAS DA PRETENSÃO PUNITIVA Artigo 117, incisos I ao IV do Código Penal. CAUSAS INTERRUPTIVAS DA PRETENSÃO EXECUTÓRIA Artigo 117, inciso V e VI do Código Penal a) início ou continuação do cumprimento de pena; b) reincidência. CONTAGEM DO PRAZO DA PRESCRIÇÃO DA PRETENSÃO EXECUTÓRIA Artigo 112 do Código Penal CONTAGEM DO PRAZO DA PRESCRIÇÃO DA PRETENSÃO PUNITIVA Artigo 111 do Código Penal

16 CAUSAS SUSPENSIVAS DA PRESCRIÇÃO a) previstas no Código Penal artigo 116 do CP (PPP); artigo 116, parágrafo único (PPE) b) fora do Código Penal: artigo 366 do CPP (citação editalícia); artigo 368 do CPP (carta rogatória citatória); artigo 89, 6º, da Lei n /95 (sursis processual); artigo 53, 5º, da Constituição Federal (EC 35/2001) artigo 15, da Lei n /00 (REFIS) artigo 9º, da Lei n /03 (PAES)

17 PRESCRIÇÃO DA PENA DE MULTA Art. 114 do CP - Quando a pena de multa por cominada isoladamente, ou seja, for a única pena cominada, sempre o prazo prescricional será de 2 anos da pena de multa. Mas, caso venha cominada de forma Cumulativa ou Alternativa. a prescrição em abstrato da multa será a mesma da pena privativa de liberdade, artigo 118 do CP PRESCRIÇÃO DA PENA RESTRITIVA DE DIREITO Artigo 109, parágrafo único, do Código Penal.

18 MAJORANTE OU MINORANTE VARIÁVEL: Sendo causa de aumento - o limite terá em vista o limite maior do aumento 1/3 até 1/2; Sendo causa de diminuição - o limite terá o de menor diminuição o que menos diminua a pena ex.: 1/3 a 2/3. Concurso material: artigos 69 e 119 do CP Penas somadas: prescrição isolada Concurso formal perfeito: artigo 70, 1ª parte, do CP e Súmula 497 do STF. Pena exasperada - na prescrição: a majorante é afastada Crime continuado: artigo 71 do CP e Súmula 497 do STF Pena exasperada- na prescrição: a majorante é afastada

19 O prazo da prescrição da pretensão executória aumenta-se de 1/3 se o réu é reincidente. ( art. 110 caput do CP). A prescrição será reduzida pela metade se o réu é menor de 21 anos na data do fato ou maior de 70 anos na data da sentença. (art.115 do CP) Súmulas relevantes: 438 do STJ 171 do STJ 191 do STJ 497 do STF. Atenção! Art. 111 A prescrição, antes de transitar em julgado a sentença final, começa a correr: art. 111 do CP inc. V- nos crimes contra a dignidade sexual de crianças e adolescentes, previstos neste Código ou em legislação especial, da data em que a vítima completar 18 (dezoito) anos, salvo se a esse tempo já houver sido proposta a ação penal.? (NR)

20 1. (DPE/SP/Defensor/2007) Após condenação transitada em julgado por estelionato, os irmãos Taviani foram processados por receptação dolosa na forma simples (art. 180, caput do CP) e tentada. O magistrado aplicou pena de quatro anos de reclusão em regime semiaberto. O defensor público, em sede de apelação, deverá pleitear A) aplicação do regime aberto. B) redução da pena privativa de liberdade pela tentativa e aplicação do regime aberto. C) redução da pena privativa de liberdade pela tentativa e sua substituição por restritiva de direito. D) o afastamento da reincidência, a redução da pena privativa de liberdade pela tentativa e a substituição da pena privativa de liberdade. E) a suspensão condicional da pena.

21 2. (MPE/CE/Promotor/2009) Se o condenado for reincidente em crime doloso: a. Só poderá obter o livramento condicional após o cumprimento de 2/3 de pena, independentemente da natureza do crime praticado. b. Deverá, necessariamente, iniciar o cumprimento da pena privativa de liberdade em regime fechado. c. É vedada a imposição do regime aberto. d. Não cabe, em qualquer situação, a substituição da pena privativa de liberdade por restritiva de direitos. e. É incabível a concessão do sursis, ainda que a condenação anterior tenha sido à pena de multa.

22 3. (MPE/PE/Promotor/2008) por detração penal compreende-se a. A possibilidade que tem o preso, em regime fechado ou semiaberto, de descontar parte da execução da pena pelo trabalho. b. O cômputo no prazo da pena privativa de liberdade, do tempo de prisão provisória ou administrativa. c. A atenuação da pena por ato do Poder Executivo. d. A conversão da pena restritiva de direito em pena privativa de liberdade. E. A substituição da pena privativa de liberdade por multa.

23 4. (Metrô/SP/Advogado/2008) São penas restritivas de direito somente: I. Reclusão II. Limitação de fim de semana III. Multa. IV. Perda de bens e valores V. Prestação pecuniária. a. I e II. b. III e V c. I, II e IV. d. I,II e III e. II, IV e V

24 5. (DPE/Defensor/MT/2009) Não se inclui dentre as penas restritivas de direito a a. Multa. b. Perda de bens e valores. c. Prestação de serviço à comunidade. d. Interdição temporária de direitos. e. Limitação de fim de semana.

25 6. (TJ/AL/Juiz/2007) a pena de multa substitutiva a. Só cabe nos crimes culposos. b. Cabe isoladamente quando a pena privativa de liberdade dor igual ou inferior a um ano. c. Não cabe para o condenado reincidente. d. Não cabe quando a pena privativa de liberdade for superior a um ano, ainda que aplicada cumulativamente com restritiva de direitos. e. Só cabe quando a pena privativa de liberdade não for superior a seis meses.

Direito Penal. Causas de Extinc a o da Punibilidade. Professor Adriano Kot.

Direito Penal. Causas de Extinc a o da Punibilidade.  Professor Adriano Kot. Direito Penal Causas de Extinc a o da Punibilidade Professor Adriano Kot www.acasadoconcurseiro.com.br www.estudaquepassa.com.br DIREITO PENAL CAUSAS DE EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE ROL CAUSAS DE EXTINÇÃO

Leia mais

PONTO 1: PRESCRIÇÃO 1. PRESCRIÇÃO PRESTAÇÃO JURISDICIONAL IUS PUNIENDI IUS EXECUTIONIS

PONTO 1: PRESCRIÇÃO 1. PRESCRIÇÃO PRESTAÇÃO JURISDICIONAL IUS PUNIENDI IUS EXECUTIONIS 1 DIREITO PENAL PONTO 1: PRESCRIÇÃO 1. PRESCRIÇÃO PRESTAÇÃO JURISDICIONAL IUS PUNIENDI IUS EXECUTIONIS O Estado dispõe do direito de punir (ius puniendi) e o direito de executar (ius executionis). O criminoso

Leia mais

Profª Ms. Simone Schroeder SANÇÕES PENAIS

Profª Ms. Simone Schroeder SANÇÕES PENAIS Profª Ms. Simone Schroeder SANÇÕES PENAIS PENAS PRIVATIVAS DE LIBERDADE DO CP Pena privativa de liberdade Art. 33 CP Reclusão CP Detenção CP Prisão Simples Dec. Lei 3688/41 Sanções penais Penas Art. 32

Leia mais

Interpretação e integração da lei penal Interpretação...11

Interpretação e integração da lei penal Interpretação...11 Sumário Notas Preliminares Finalidade do Direito Penal...2 Bens que podem ser protegidos pelo Direito Penal...2 Códigos do Brasil...3 Código Penal atual...3 Direito Penal...3 Garantismo...3 Garantias...4

Leia mais

Sumário PRINCÍPIOS DO DIREITO PENAL NORMA PENAL... 33

Sumário PRINCÍPIOS DO DIREITO PENAL NORMA PENAL... 33 CAPÍTULO 1 PRINCÍPIOS DO DIREITO PENAL... 13 1. Noções preliminares...13 2. Peculiaridades dos princípios do Direito Penal...13 3. Princípio da legalidade ou da reserva legal...14 3.1 Abrangência do princípio

Leia mais

Capítulo 1 Noções Preliminares... 1 Capítulo 2 Aplicação da Lei Penal... 29

Capítulo 1 Noções Preliminares... 1 Capítulo 2 Aplicação da Lei Penal... 29 Sumário Capítulo 1 Noções Preliminares... 1 1. Introdução... 1 2. Princípios... 4 2.1. Princípio da legalidade... 5 2.2. Princípio da anterioridade da lei penal... 5 2.3. Princípio da irretroatividade

Leia mais

ULISSES VIEIRA MOREIRA PEIXOTO

ULISSES VIEIRA MOREIRA PEIXOTO ULISSES VIEIRA MOREIRA PEIXOTO 2015 EDITORA S UMÁRIO Introdução... 13 CAPÍTULO 1 PRESCRIÇÃO E DECADÊNCIA NO CÓDIGO CIVIL 1.1. Da Prescrição... 17 1.2. Do Instituto da prescrição... 18 1.3. Dos Requisitos

Leia mais

1. Prescrição da Pretensão Executória art. 110, caput 1, CP: - Sentença Penal condenatória transitada em julgado IRRECORÍVEL

1. Prescrição da Pretensão Executória art. 110, caput 1, CP: - Sentença Penal condenatória transitada em julgado IRRECORÍVEL 1 PONTO 1: Prescrição da Pretensão Executória PONTO 2: Prescrição da Pena de Multa PONTO 3: Prescrição na Lei de Falências PONTO 4: Prescrição do ato infracional 1. Prescrição da Pretensão Executória art.

Leia mais

S U R S I S SUSPENSÃO CONDICIONAL DA PENA

S U R S I S SUSPENSÃO CONDICIONAL DA PENA S U R S I S SUSPENSÃO CONDICIONAL DA PENA arts. 77 a 82 do CP e 156 e s. da LEP. Deriva do verbo surseoir (suspender). Quer dizer suspensão. Expressão já utilizada pelo CP/1940. Conceitos: É o ato pelo

Leia mais

CEM. Magistratura Federal. Direito Penal. Das Penas

CEM. Magistratura Federal. Direito Penal. Das Penas CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER Direito Penal Período 2010 2016 1) CESPE - JF TRF2/TRF 2/2013 A respeito de aspectos diversos relacionados às penas, assinale a opção correta. a) No concurso formal perfeito,

Leia mais

Aula 06. Na prática, muitas vezes os operadores do direito se esquecem de computar as penas de cada crime individualmente.

Aula 06. Na prática, muitas vezes os operadores do direito se esquecem de computar as penas de cada crime individualmente. Turma e Ano: Direito Penal - 2015 Matéria / Aula: Prescrição Aula 06 Professor: Marcelo Uzeda Monitor: Flávia Garcia Aula 06 (...) Continuação do tema prescrição PRESCRIÇÃO DA PENA EM CONCRETO Calcula-se

Leia mais

LEI DE CRIMES AMBIENTAIS -LCA

LEI DE CRIMES AMBIENTAIS -LCA LEI DE CRIMES AMBIENTAIS -LCA PARTE II A Desconsideração da P.J É o enfoque dado à figura do sócio para a ineficácia ou a regulamentação de um ato condenável praticado em nome da sociedade, ignorando-lhe

Leia mais

Assessor de Estabelecimento Penal DAS-5

Assessor de Estabelecimento Penal DAS-5 DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA JUSTIÇA, CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS Concurso Público Edital n 006/2011 Prova Objetiva 28/08/2011 Anos Assessor de Estabelecimento Penal

Leia mais

1. Causas de extinção da punibilidade:

1. Causas de extinção da punibilidade: 1 PONTO 1: Causas de extinção da punibilidade PONTO 2: Natureza Jurídica da Prescrição Penal PONTO 3: Prescrição e reparação do dano PONTO 4: Prescrição e institutos afins PONTO 5: Espécies de Prescrição

Leia mais

PONTO a): PRESCRIÇÃO INTERCORRENTE PONTO b): PRESCRIÇÃO EXECUTÓRIA

PONTO a): PRESCRIÇÃO INTERCORRENTE PONTO b): PRESCRIÇÃO EXECUTÓRIA DIREITO PENAL PONTO 1: PRESCRIÇÃO PENAL PONTO a): PRESCRIÇÃO INTERCORRENTE PONTO b): PRESCRIÇÃO EXECUTÓRIA PRESCRIÇÃO INTERCORRENTE OU SUBSEQUENTE ART. 110, 1º 1, CP (pena justa). Lei 12234/06. A expressão

Leia mais

26/08/2012 PROCESSO PENAL II PROCESSO PENAL II

26/08/2012 PROCESSO PENAL II PROCESSO PENAL II II 5ª -Parte Professor: Rubens Correia Junior 1 II Acessem!!!!!! www.rubenscorreiajr.blogspot.com 2 1 RASCUNHAO DO PROFESSOR RUBENS 2 Lei 9.099 de setembro de 1995; Todas as contravenções penais; Os crimes

Leia mais

SUMÁRIO I TEORIA GERAL DO DIREITO PENAL

SUMÁRIO I TEORIA GERAL DO DIREITO PENAL SUMÁRIO I TEORIA GERAL DO DIREITO PENAL CAPÍTULO 1 DIREITO PENAL: NOÇÕES INTRODUTÓRIAS PARTE 1 Noções introdutórias 1 PARTE 2 Noções introdutórias 2 PARTE 3 Noções introdutórias 3 CAPÍTULO 2 PRINCÍPIOS

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ AULA VIII DIREITO PENAL II TEMA: LIVRAMENTO CONDICIONAL PROFª: PAOLA JULIEN O. SANTOS Conceito: consiste em uma antecipação provisória da liberdade do condenado, satisfeitos certos requisitos e mediante

Leia mais

ESPÉCIES DE PENAS. Direito Penal II Professora Paola Santos

ESPÉCIES DE PENAS. Direito Penal II Professora Paola Santos ESPÉCIES DE PENAS Direito Penal II Professora Paola Santos Espécies de penas (art.32 do CP) Privativas de Liberdade Alternativas DAS PENAS PRIVATIVAS DE LIBERDADE Reclusão: Pode começar a ser cumprida

Leia mais

PONTO 1: Procedimentos

PONTO 1: Procedimentos 1 PROCESSO PENAL PONTO 1: Procedimentos PROCEDIMENTOS Procedimento/rito é a forma pela qual se desenvolve o processo. Indicações bibliográficas: Nucci e Avena, ambos edição de 2009. Art. 394 do CPP. Hoje,

Leia mais

As alterações no prazo prescricional da pretensão punitiva trazidas pela Lei nº , de 05 de maio de 2010 e seus reflexos na Justiça Militar 1

As alterações no prazo prescricional da pretensão punitiva trazidas pela Lei nº , de 05 de maio de 2010 e seus reflexos na Justiça Militar 1 As alterações no prazo prescricional da pretensão punitiva trazidas pela Lei nº 12.234, de 05 de maio de 2010 e seus reflexos na Justiça Militar 1 Jorge Cesar de Assis 2 1. A FINALIDADE DA LEI A lei nº

Leia mais

Tropa de Elite - Polícia Civil Legislação Penal Especial Crimes de Trânsito Liana Ximenes

Tropa de Elite - Polícia Civil Legislação Penal Especial Crimes de Trânsito Liana Ximenes Tropa de Elite - Polícia Civil Legislação Penal Especial Crimes de Trânsito Liana Ximenes 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Arts. 291-301 do CTB - Parte Geral

Leia mais

Professor Márcio Widal Direito Penal PRESCRIÇÃO

Professor Márcio Widal Direito Penal PRESCRIÇÃO PRESCRIÇÃO Professor Márcio Widal 1. Introdução. A perseguição do crime pelo Estado não pode ser ilimitada no tempo, por força, inclusive, da garantia da presunção de inocência. Além disso, o Estado deve

Leia mais

EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE. Prof. Ms. Newton Cruz. Punibilidade

EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE. Prof. Ms. Newton Cruz. Punibilidade 1 EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE Punibilidade Prof. Ms. Newton Cruz Punibilidade é a possibilidade jurídica de o Estado impor uma sanção ao responsável (autor, coautor ou partícipe) pela infração (MASSON, op,

Leia mais

Ponto 12 do plano de ensino

Ponto 12 do plano de ensino Ponto 12 do plano de ensino Livramento condicional: conceito e natureza jurídica, requisitos (objetivos e subjetivos), concessão, condições, revogação obrigatória e revogação facultativa, prorrogação,

Leia mais

PRISÕES PRISÃO PREVENTIVA. Vídeo: Prisão Parte 2 do início até 17:28

PRISÕES PRISÃO PREVENTIVA. Vídeo: Prisão Parte 2 do início até 17:28 AULA AO VIVO PRISÕES PRISÃO PREVENTIVA Vídeo: Prisão Parte 2 do início até 17:28 Vimos o esquema da prisão em flagrante: - lavratura do flagrante; - em 24 horas, audiência de custódia: I - relaxar a prisão

Leia mais

AP A L P I L CA C Ç A Ã Ç O Ã O DA D A LE L I E P E P N E A N L A Art. 1º ao 12 do CP

AP A L P I L CA C Ç A Ã Ç O Ã O DA D A LE L I E P E P N E A N L A Art. 1º ao 12 do CP APLICAÇÃO DA LEI PENAL Art. 1º ao 12 do CP LEI PENAL NO TEMPO Princípio da Legalidade ou Reserva Legal Art. 5º, inciso XXXIX da CR/88: XXXIX - não há crime sem lei anterior que o defina, nem pena sem prévia

Leia mais

Direito Penal. Suspensão Condicional da Pena. Professor Joerberth Nunes.

Direito Penal. Suspensão Condicional da Pena. Professor Joerberth Nunes. Direito Penal Suspensão Condicional da Pena Professor Joerberth Nunes www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Penal SUSPENSÃO CONDICIONAL DA PENA CÓDIGO PENAL TÍTULO V DAS PENAS CAPÍTULO IV DA SUSPENSÃO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 219.752 - SC (2011/0230278-6) RELATOR : MINISTRO ROGERIO SCHIETTI CRUZ IMPETRANTE : IVAN RICARDO GOMES DA SILVA E OUTRO ADVOGADO : IVAN RICARDO GOMES DA SILVA E OUTRO(S) IMPETRADO : TRIBUNAL

Leia mais

DIREITO PENAL Introdução A punibilidade e sua extinção A Extinção da Punibilidade Noções iniciais: Praticada a ação delituosa, surge o direito

DIREITO PENAL Introdução A punibilidade e sua extinção A Extinção da Punibilidade Noções iniciais: Praticada a ação delituosa, surge o direito Cópia proibida DIREITO PENAL 11 11.1 Introdução A punibilidade e sua extinção A Extinção da Punibilidade Noções iniciais: Praticada a ação delituosa, surge o direito subjetivo do Estado para impor uma

Leia mais

Legislação Penal Especial Lei de Tortura Liana Ximenes

Legislação Penal Especial Lei de Tortura Liana Ximenes Lei de Tortura Liana Ximenes 2014 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Lei de Tortura -A Lei não define o que é Tortura, mas explicita o que constitui tortura. -Equiparação

Leia mais

JUÍZO DE DIREITO DA VARA DE EXECUÇÕES PENAIS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO.

JUÍZO DE DIREITO DA VARA DE EXECUÇÕES PENAIS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. JUÍZO DE DIREITO DA VARA DE EXECUÇÕES PENAIS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. UNIFORMIZAÇÃO DE DECISÕES OS DOUTORES CARLOS AUGUSTO BORGES, CARLOS EDUARDO CARVALHO DE FIGUEIREDO, SANDRO PITTHAN ESPÍNDOLA, TULA

Leia mais

Crimes Contra a Ordem Tributária João Daniel Rassi

Crimes Contra a Ordem Tributária João Daniel Rassi Crimes Contra a Ordem Tributária João Daniel Rassi LEI 8.137/90 QUESTÕES PRELIMINARES Disposições constitucionais Dado histórico: PERGUNTA-SE: A EXISTÊNCIA DE CRIMES CONTRA A ORDEM TRIBUTÁRIA NÃO IMPLICA

Leia mais

TEORIAS DA PENA TEORIA ABSOLUTA: Kant: a pena é a causação de um mal como compensação à infração penal cometida. Adota-se a tese da retribuição

TEORIAS DA PENA TEORIA ABSOLUTA: Kant: a pena é a causação de um mal como compensação à infração penal cometida. Adota-se a tese da retribuição TEORIA DA PENA TEORIAS DA PENA TEORIA ABSOLUTA: Kant: a pena é a causação de um mal como compensação à infração penal cometida. Adota-se a tese da retribuição (reprovação), voltado somente ao castigo do

Leia mais

<CABBCBBCCADACABAADBCAADCBAACDBBAACDAA DDADAAAD> A C Ó R D Ã O

<CABBCBBCCADACABAADBCAADCBAACDBBAACDAA DDADAAAD> A C Ó R D Ã O EMENTA: AGRAVO EM EXECUÇÃO PENAL CONDENAÇÃO SUPERVENIENTE HOMOLOGAÇÃO DO ATESTADO DE PENA REGIME ABERTO INCONFORMISMO MINISTERIAL IMPOSIÇÃO DO REGIME SEMIABERTO

Leia mais

1 o ) O decurso do tempo (teoria do esquecimento do fato). 2 o ) A correção do condenado. 3 o ) A negligência da autoridade.

1 o ) O decurso do tempo (teoria do esquecimento do fato). 2 o ) A correção do condenado. 3 o ) A negligência da autoridade. PRESCRIÇÃO FUNDAMENTOS 1 o ) O decurso do tempo (teoria do esquecimento do fato). 2 o ) A correção do condenado. 3 o ) A negligência da autoridade. 51 NATUREZA JURÍDICA Ainda hoje se discute a respeito

Leia mais

MATERIAL DIDÁTICO n. 6: Estudo da Teoria da pena no Direito Penal Brasileiro. Produzido por Gisele Alves e Vânia Camacho.

MATERIAL DIDÁTICO n. 6: Estudo da Teoria da pena no Direito Penal Brasileiro. Produzido por Gisele Alves e Vânia Camacho. MATERIAL DIDÁTICO n. 6: Estudo da Teoria da pena no Direito Penal Brasileiro. Produzido por Gisele Alves e Vânia Camacho. 2014 SUMÁRIO 1. ESPÉCIES DE PENAS PRIVATIVAS DE LIBERDADE 1.1 Reclusão 1.2 Detenção

Leia mais

OAB 2ª Fase Processo Penal Assunto: Marcação do CPP Estefânia Rocha

OAB 2ª Fase Processo Penal Assunto: Marcação do CPP Estefânia Rocha OAB 2ª Fase Processo Penal Assunto: Marcação do CPP Estefânia Rocha 2013 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. MARCAÇÃO DO CÓDIGO de PROCESSO PENAL conforme o EDITAL

Leia mais

Execução Penal. Prof. Pietro Chidichimo LEI DE EXECUÇÃO PENAL LEI N /84 CONTINUAÇÃO DA AULA DE EXECUÇÃO PENAL

Execução Penal. Prof. Pietro Chidichimo LEI DE EXECUÇÃO PENAL LEI N /84 CONTINUAÇÃO DA AULA DE EXECUÇÃO PENAL LEI DE EXECUÇÃO PENAL LEI N. 7.210/84 CONTINUAÇÃO DA AULA DE EXECUÇÃO PENAL Progressão de Regime Carcerário (art.112da LEP): Obs.: matéria iniciada na aula 1. Quanto à necessidade da realização do exame

Leia mais

TEMA: Aumento das Penas e Crime Hediondo para Corrupção de Altos Valores (arts. 5º, 3º e 7º do PL) MEDIDA 3 (Versão 05/11/16 às 10:40)

TEMA: Aumento das Penas e Crime Hediondo para Corrupção de Altos Valores (arts. 5º, 3º e 7º do PL) MEDIDA 3 (Versão 05/11/16 às 10:40) CÂMARA DOS DEPUTADOS CONSULTORIA LEGISLATIVA ÁREA XXII - DIREITO PENAL, PROCESSUAL PENAL E PROCEDIMENTOS INVESTIGATÓRIOS PARLAMENTARES COMISSÃO ESPECIAL PL 4.850/16 10 MEDIDAS CONTRA A CORRUPÇÃO MEDIDA

Leia mais

Direito Processual Penal

Direito Processual Penal Direito Processual Penal Citação e Intimação Professor Joerberth Nunes www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual Penal CITAÇÃO E INTIMAÇÃO TÍTULO X Das Citações e Intimações CAPÍTULO I DAS CITAÇÕES

Leia mais

EXECUÇÃO PENAL. 1. Natureza jurídica da LEP:

EXECUÇÃO PENAL. 1. Natureza jurídica da LEP: 1 LEI 7210/84 PONTO 1: Natureza jurídica da LEP PONTO 2: Objeto da execução penal PONTO 3: Aplicação da LEP PONTO 4: Finalidades da Pena PONTO 5: Princípios da LEP PONTO 6: Competência do juiz da execução

Leia mais

Parte Geral ALEXANDRE ARARIPE MARINHO ANDRÉ GUILHERME TAVARES DE FREITAS. 3. a edição revista, atualizada e ampliada STJ

Parte Geral ALEXANDRE ARARIPE MARINHO ANDRÉ GUILHERME TAVARES DE FREITAS. 3. a edição revista, atualizada e ampliada STJ ALEXANDRE ARARIPE MARINHO ANDRÉ GUILHERME TAVARES DE FREITAS I Parte Geral 3. a edição revista, atualizada e ampliada THOMSON REUTERS REVISTADOS TRIBUNAIS'" MANUAL DE DIREITO PENAL PARTE GERAL 3. a edição

Leia mais

MEDIDA DE SEGURANÇA MACAPÁ 2011 CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CURSO DE DIREITO MATERIAL DIDÁTICO

MEDIDA DE SEGURANÇA MACAPÁ 2011 CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CURSO DE DIREITO MATERIAL DIDÁTICO MEDIDA DE SEGURANÇA DIREITO PENAL 4º SEMESTRE PROFESSORA PAOLA JULIEN OLIVEIRA DOS SANTOS ESPECIALISTA EM PROCESSO. MACAPÁ 2011 1 MEDIDA DE SEGURANÇA 1. Conceito: sanção penal imposta pelo Estado, na execução

Leia mais

Comunicações Processuais Prof. Gladson Miranda

Comunicações Processuais Prof. Gladson Miranda Comunicações Processuais Prof. Gladson Miranda CITAÇÃO, INTIMAÇÃO E NOTIFICAÇÃO (Arts. 351 ao 372) CITAÇÃO Conceito Finalidade da Citação art. 396 do CPP FORMAS DE CITAÇÃO 1) Citação real realizada por

Leia mais

Direito Processual Penal

Direito Processual Penal Direito Processual Penal Procedimento Comum e Ordinário Professor Joerberth Nunes www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual Penal PROCEDIMENTO COMUM E ORDINÁRIO LIVRO II Dos Processos em Espécie

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal HABEAS CORPUS 117.636 SÃO PAULO RELATORA PACTE.(S) IMPTE.(S) COATOR(A/S)(ES) : MIN. ROSA WEBER :FERNANDO BARBOSA :RODRIGO APPARÍCIO MEDEIROS :SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA Trata-se de habeas corpus, com

Leia mais

Tratado nos artigos a a do d o CP C. P

Tratado nos artigos a a do d o CP C. P AÇÃO PENAL Tratado nos artigos 100 a 106 do CP. Conceito: Direito de exigir do Estado a aplicação da norma penal ao infrator. É o ius puniendi do Estado. CLASSIFICAÇÃO Conhecimento Cautelar Execução Art.

Leia mais

Prescrição da pretensão punitiva

Prescrição da pretensão punitiva PRESCRIÇÃO PENAL 1 CONCEITO É o instituto jurídico mediante o qual o Estado, por não fazer valer o seu direito de punir em determinado tempo, perde o mesmo, ocasionando a extinção da punibilidade. É um

Leia mais

PRESCRIÇÃO DIREITO PENAL. Cléber Masson + Rogério Sanches + Rogério Greco + Informativos STF e STJ (Dizer o Direito)

PRESCRIÇÃO DIREITO PENAL. Cléber Masson + Rogério Sanches + Rogério Greco + Informativos STF e STJ (Dizer o Direito) PRESCRIÇÃO DIREITO PENAL Cléber Masson + Rogério Sanches + Rogério Greco + Informativos STF e STJ (Dizer o Direito) INTRODUÇÃO - Prescrição é a perda, em face do decurso do tempo, do direito de o Estado

Leia mais

Juizados Especiais. Aula 13 (21.05.13) Vinicius Pedrosa Santos (magistrado e professor) e-mail: vinipedrosa@uol.com.br.

Juizados Especiais. Aula 13 (21.05.13) Vinicius Pedrosa Santos (magistrado e professor) e-mail: vinipedrosa@uol.com.br. Juizados Especiais Aula 13 (21.05.13) Vinicius Pedrosa Santos (magistrado e professor) e-mail: vinipedrosa@uol.com.br Ementa da aula Juizado Especial Criminal Competência Princípios JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL

Leia mais

Processo n.º 429/2015 Data do acórdão:

Processo n.º 429/2015 Data do acórdão: Processo n.º 429/2015 Data do acórdão: 2015-5-28 (Autos em recurso penal) Assuntos: prática de novo crime no período de pena suspensa corrupção activa art.º 54.º, n.º 1, alínea b), do Código Penal revogação

Leia mais

PENA - Conceito: Espécie de Sanção Penal. É a resposta Estatal consistente na privação ou restrição de um bem jurídico ao Autor de um fato punível.

PENA - Conceito: Espécie de Sanção Penal. É a resposta Estatal consistente na privação ou restrição de um bem jurídico ao Autor de um fato punível. PENA - Conceito: Espécie de Sanção Penal. É a resposta Estatal consistente na privação ou restrição de um bem jurídico ao Autor de um fato punível. - Artigo 59 do CP adotou a Teoria Unitária- - Artigo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA ESTE DOCUMENTO NÃO SUBSTITUI O ORIGINAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA ESTE DOCUMENTO NÃO SUBSTITUI O ORIGINAL 0 Programa Analítico de Disciplina DIR351 Direito l II - Teoria do Crime e Teoria da Departamento de Direito - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de créditos: 4 Teóricas Práticas Total Duração

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL III. AULA 26 de maio Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA

DIREITO PROCESSUAL PENAL III. AULA 26 de maio Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA DIREITO PROCESSUAL PENAL III AULA 26 de maio Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com PROCEDIMENTO PROBATÓRIO 2.3. Produção das Provas a) Proposição: momento ou instante em que se

Leia mais

Conclusão Peças de informação e outros procedimentos investigatórios

Conclusão Peças de informação e outros procedimentos investigatórios Sumário 1 A REDAÇÃO JURÍDICA 1.1 A nova redação jurídica 1.2 Síntese, clareza e objetividade 1.3 Orações intercaladas 1.4 Introdução, desenvolvimento e conclusão 1.5 Redação impessoal 1.6 Copiar e colar

Leia mais

1

1 TRF 2ª Região Analista Judiciário Área Judiciária (01/ julho/ 2007) 42. Réu não reincidente condenado à pena de 05 anos e 04 meses por crime de moeda falsa poderá cumpri la desde o início em (A) regime

Leia mais

PENAS PRINCIPAIS E ACESSÓRIAS

PENAS PRINCIPAIS E ACESSÓRIAS DIREITO PENAL MILITAR Prof. Rogério PENAS PRINCIPAIS E ACESSÓRIAS PENAS PRINCIPAIS (art. 55) QUADRO ESQUEMÁTICO PENAS ACESSÓRIAS (art. 98) Morte Perda do posto e da patente Multa PENAS PREVISTAS CPM NÃO

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR PROVIMENTO N.º 28/2015

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR PROVIMENTO N.º 28/2015 PROVIMENTO N.º 28/2015 Regula a execução penal no âmbito a Justiça Militar do Estado do Estado e dá outras providências. O Juiz-Corregedor-Geral da Justiça Militar do Estado, no uso das atribuições legais

Leia mais

Professora Simone Schroeder Home Page:

Professora Simone Schroeder Home Page: LEMBRETES DE EXECUÇÃO PENAL: ALGUNS ASPECTOS RELEVANTES. Instituto Legislação Requisitos Observações Progressão de Regime é um direito adquirido pelo preso, no sentido de ser transferido de um regime mais

Leia mais

Prof. Luis Fernando Alves

Prof. Luis Fernando Alves 1 Prof. Luis Fernando Alves www.professorluisfernando.jur.adv.br 2 PARTE I - TEORIA 1º PASSO - COMPREENDENDO O PROBLEMA 1. DICAS INICIAIS 3 Compreensão do problema: é a partir dos dados nele contidos que

Leia mais

ADVOGADO. STJ TRANÇA AÇÃO DE INJÚRIA MOVIDA POR MAGISTRADO

ADVOGADO. STJ TRANÇA AÇÃO DE INJÚRIA MOVIDA POR MAGISTRADO EDIÇÃO DE 10 A 16 DE MAIO DE 2.010 NESTA EDIÇÃO O INFORMATIVO RKL da presente edição aborda as seguintes matérias de DIREITO PENAL: - INJÚRIA PRATICADA POR ADVOGADO (decisão do STJ); - O CRIME DE RACISMO

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL PEÇA PROFISSIONAL 1. Memoriais (art. 403, 3.º, do CPP) endereçados ao juiz de direito da 9.ª Vara Criminal de Planaltina DF. 2. Preliminar de nulidade por ausência de nomeação de defensor ao réu que não

Leia mais

Jurisprudência em Teses - Nº 45 LEI DE DROGAS

Jurisprudência em Teses - Nº 45 LEI DE DROGAS Edição n. 45 Brasília, 11 de novembro de 2015 As teses aqui resumidas foram elaboradas pela Secretaria de Jurisprudência, mediante exaustiva pesquisa na base de jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça,

Leia mais

Condições da Ação Penal -Possibilidade jurídica do pedido A pretensão do autor deve referir-se a providência admitida pelo direito objetivo. Para que

Condições da Ação Penal -Possibilidade jurídica do pedido A pretensão do autor deve referir-se a providência admitida pelo direito objetivo. Para que AÇÃO PENAL Ação é o direito subjetivo de se invocar do Estado- Juiz a aplicação do direito objetivo a um caso concreto. Tal direito é público, subjetivo, autônomo, específico, determinado e abstrato (TOURINHO

Leia mais

CAUSAS DE EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE

CAUSAS DE EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE CAUSAS DE EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE Marina de Souza CINTRA 1 RESUMO: Neste artigo iremos abordar todas as causas que extinguem a punibilidade do agente. Essas causas podem ser encontradas no artigo 107,

Leia mais

ACÓRDÃO. Poder Judiciário Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete do Des. ARNOBIO ALVES TEODOSIO

ACÓRDÃO. Poder Judiciário Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete do Des. ARNOBIO ALVES TEODOSIO a 1 Poder Judiciário Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete do Des. ARNOBIO ALVES TEODOSIO ACÓRDÃO EMBARGOS DE DECLARAÇÃO N 001.2006.01.5197-21001, 3a Vara Criminal da Comarca de Campina Grande PB. RELATOR

Leia mais

Direito Penal. Livramento Condicional. Professor Joerberth Nunes.

Direito Penal. Livramento Condicional. Professor Joerberth Nunes. Direito Penal Livramento Condicional Professor Joerberth Nunes www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Penal LIVRAMENTO CONDICIONAL CÓDIGO PENAL TÍTULO V DAS PENAS CAPÍTULO V DO LIVRAMENTO CONDICIONAL Requisitos

Leia mais

Fundamento constitucional do JECrim

Fundamento constitucional do JECrim Juizado Especial Criminal Lei 9.099/95 e Lei 10.259/2001 Introdução O presente curso terá por escopo o estudo do Juizado Especial Criminal, a partir de uma visão voltada para as possíveis questões de concursos,

Leia mais

PRESCRIÇÃO PENAL: COMO CALCULAR O PRAZO PRESCRICIONAL?

PRESCRIÇÃO PENAL: COMO CALCULAR O PRAZO PRESCRICIONAL? PRESCRIÇÃO PENAL: COMO CALCULAR O PRAZO PRESCRICIONAL? Celso Duarte de MEDEIROS Júnior 1 Claudete Martins dos SANTOS 2 João Aparecido de FREITA 3 PRESCRIÇÃO PENAL: COMO CALCULAR O PRAZO PRESCRICIONAL?

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Nº 25.662/CS HABEAS CORPUS N. 135.921 SANTA CATARINA IMPETRANTE: EUNICE ANISETE DE SOUZA TRAJANO E OUTRO(A/S) PACIENTE: PEDRO FERNANDES GUERREIRO JUNIOR COATOR: SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA RELATORA: MINISTRA

Leia mais

CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER. Período

CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER. Período CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER Direito Processual Penal Jurisdição e Competência Promotor de Justiça Período 2006 2016 1) CESPE - PJ (MPE TO)/MPE TO/2012 Assunto: Jurisdição e competência A respeito

Leia mais

Falta Grave. Prescrição: por ausência legal se utiliza o menor prazo: 3 anos (no caso de fuga conta-se da captura do preso).

Falta Grave. Prescrição: por ausência legal se utiliza o menor prazo: 3 anos (no caso de fuga conta-se da captura do preso). Falta Grave Prescrição: por ausência legal se utiliza o menor prazo: 3 anos (no caso de fuga conta-se da captura do preso). Regime Disciplinar Diferenciado (RDD) Art. 52. A prática de fato previsto como

Leia mais

Execução Penal. Prof. Pietro Chidichimo LEI DE EXECUÇÃO PENAL LEI N /84

Execução Penal. Prof. Pietro Chidichimo LEI DE EXECUÇÃO PENAL LEI N /84 LEI DE EXECUÇÃO PENAL LEI N. 7.210/84 Natureza Jurídica da Execução Penal: 3 correntes: Meramente administrativa: a atividade do juiz é meramente fiscalizatória, acarretando consequências importantes ao

Leia mais

Das Questões Preliminares

Das Questões Preliminares Direito Penal 2ª Fase OAB/FGV Aula 06- Prescrição Penal Professor Sandro Caldeira Das Questões Preliminares Das Causas de Extinção da Punibilidade Art. 107 do CP Prescrição penal Da Prescrição Penal Conceito:

Leia mais

Versão Página 1

Versão Página 1 Glossário (Considerações SPI) Área Situação 360 Acórdão - Decisão Confirmada/Rejeição da Denúncia ou Queixa manutenção de decisão de rejeição da denúncia ou queixa. O evento baixa a parte após o trânsito

Leia mais

Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de Processo Penal...8. Sistema Acusatório...

Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de Processo Penal...8. Sistema Acusatório... Sumário Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de 1988...2 Contexto Político e Histórico... 2 Características da Constituição de 1937... 4 Código de Processo Penal de

Leia mais

Questões de Direito Penal II. Responsável: Bernardo Machado Rabelo.

Questões de Direito Penal II. Responsável: Bernardo Machado Rabelo. Questões de Direito Penal II Responsável: Bernardo Machado Rabelo Email: berabelo93@gmail.com 1. (Juiz TJ/AP 2009) No que se refere ao concurso de crimes, adequado afirmar que, a) no caso de aplicação

Leia mais

DIREITO PENAL PARTE GERAL

DIREITO PENAL PARTE GERAL DIREITO PENAL PARTE GERAL ESTÁCIO-CERS DIREITO PENAL PARTE GERAL Prof. Marcelo Uzeda Tema Aspectos relevantes sobre a extinção da punibilidade. Prescrição. PUNIBILIDADE É a consequência natural da prática

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 634/2010

RESOLUÇÃO Nº 634/2010 Publicação: 19/05/2010 DJE: 18/05/2010 RESOLUÇÃO Nº 634/2010 Regulamenta a concessão do Adicional de Desempenho, ADE, aos servidores efetivos dos Quadros de Pessoal da Secretaria do Tribunal de Justiça

Leia mais

Tropa de Elite - Polícia Civil Direito Administrativo Improbidade Administrativa - Parte 02 Clóvis Feitosa

Tropa de Elite - Polícia Civil Direito Administrativo Improbidade Administrativa - Parte 02 Clóvis Feitosa Tropa de Elite - Polícia Civil Direito Administrativo Improbidade Administrativa - Parte 02 Clóvis Feitosa 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. 6) DAS PENALIDADES:

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO 1) Identificação Disciplina Direito Penal II - NOTURNO Carga horária

Leia mais

TORRES PARECER Nº, DE

TORRES PARECER Nº, DE SENADO FEDERAL Gabinete do Senador DEMÓSTENES TORRES PARECER Nº, DE 2009 Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, em caráter terminativo, sobre os Projetos de Lei do Senado n os 30, de 2008, que

Leia mais

PONTO 1: Questões e Processos Incidentais PONTO 2: Incidente de insanidade mental. 1. Questões e Processos Incidentais:

PONTO 1: Questões e Processos Incidentais PONTO 2: Incidente de insanidade mental. 1. Questões e Processos Incidentais: 1 DIREITO PROCESSUAL PENAL PONTO 1: Questões e Processos Incidentais PONTO 2: Incidente de insanidade mental 1. Questões e Processos Incidentais: 1) Questões prejudiciais, preliminares e incidentais. Questões

Leia mais

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR. Questões comentadas de Direito Penal da prova objetiva do concurso de 2009 para Defensor do Pará

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR. Questões comentadas de Direito Penal da prova objetiva do concurso de 2009 para Defensor do Pará Cacildo Baptista Palhares Júnior: advogado em Araçatuba (SP) Questões comentadas de Direito Penal da prova objetiva do concurso de 2009 para Defensor do Pará 21. Para formação do nexo de causalidade, no

Leia mais

No caso de o agente atingir a pessoa errada, responderá pelo crime cometido contra a pessoa que queria atingir.

No caso de o agente atingir a pessoa errada, responderá pelo crime cometido contra a pessoa que queria atingir. 1. APLICAÇÃO DAS PENAS. Erro na execução Art. 73 - Quando, por acidente ou erro no uso dos meios de execução, o agente, ao invés de atingir a pessoa que pretendia ofender, atinge pessoa diversa, responde

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ AULA XI DIREITO PENAL II TEMA: EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE PROFª: PAOLA JULIEN O. SANTOS

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ AULA XI DIREITO PENAL II TEMA: EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE PROFª: PAOLA JULIEN O. SANTOS AULA XI DIREITO PENAL II TEMA: EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE PROFª: PAOLA JULIEN O. SANTOS 1. Introdução Para se falar de extinção de punibilidade, é necessário ates limitar o objeto do que vai ser extinto.

Leia mais

TEMA 1 : Prisão Preventiva para evitar a dissipação do dinheiro desviado (arts. 16 do PL) CPP PL 4.850/16 SUBSTITUTIVO Art (...

TEMA 1 : Prisão Preventiva para evitar a dissipação do dinheiro desviado (arts. 16 do PL) CPP PL 4.850/16 SUBSTITUTIVO Art (... CÂMARA DOS DEPUTADOS CONSULTORIA LEGISLATIVA ÁREA XXII - DIREITO PENAL, PROCESSUAL PENAL E PROCEDIMENTOS INVESTIGATÓRIOS PARLAMENTARES COMISSÃO ESPECIAL PL 4.850/16 10 MEDIDAS CONTRA A CORRUPÇÃO MEDIDA

Leia mais

Roteiro de Teses Defensivas OAB 2ª Fase Penal Vega Cursos Jurídicos

Roteiro de Teses Defensivas OAB 2ª Fase Penal Vega Cursos Jurídicos Roteiro de Teses Defensivas OAB 2ª Fase Penal Vega Cursos Jurídicos Prof. Sandro Caldeira Prezado(a) aluno(a), Na nossa primeira aula abordamos um roteiro de teses defensivas que iremos treinar durante

Leia mais

S E N T E N Ç A Tipo A

S E N T E N Ç A Tipo A S E N T E N Ç A Tipo A I-RELATÓRIO Cuida-se de ação sob o rito ordinário proposta por EDNILSON JOSÉ DE SANTANA contra o INSTITUTO BRASILEIRO DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS - IBAMA, objetivando

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL MONSENHOR MESSIAS - CENTRO UNIVERSITÁRIO DE SETE LAGOAS UNIFEMM

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL MONSENHOR MESSIAS - CENTRO UNIVERSITÁRIO DE SETE LAGOAS UNIFEMM Revisão dia 27 nov. 2014 Crimes de Trânsito, Lavagem de Capitais, JECrim 1. Analise as assertivas relacionadas a crimes previstos na legislação penal especial, e assinale a alternativa incorreta: a) Os

Leia mais

PONTO 1: Conceito e Princípios PONTO 2: Destinatários e Finalidades PONTO 3: Espécies de Penas PONTO 4: Aplicação da Pena

PONTO 1: Conceito e Princípios PONTO 2: Destinatários e Finalidades PONTO 3: Espécies de Penas PONTO 4: Aplicação da Pena 1 DIREITO PENAL PONTO 1: Conceito e Princípios PONTO 2: Destinatários e Finalidades PONTO 3: Espécies de Penas PONTO 4: Aplicação da Pena PENAS: ESPÉCIES, COMINAÇÃO E APLICAÇÃO 1. CONCEITO E PRINCÍPIOS

Leia mais

A PRESCRITIBILIDADE DA SUSPENSÃO DO PROCESSO COM FUNDAMENTO NO ARTIGO 366 DO CÓDIGO DE PROCESSO PENAL BRASILEIRO

A PRESCRITIBILIDADE DA SUSPENSÃO DO PROCESSO COM FUNDAMENTO NO ARTIGO 366 DO CÓDIGO DE PROCESSO PENAL BRASILEIRO UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ UNIVALI CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR - CES VII CURSO DE DIREITO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA COORDENAÇÃO DE MONOGRAFIA A PRESCRITIBILIDADE DA SUSPENSÃO DO PROCESSO COM FUNDAMENTO

Leia mais

TEORIA GERAL DA PENA PROFESSOR: LEONARDO DE MORAES

TEORIA GERAL DA PENA PROFESSOR: LEONARDO DE MORAES TEORIA GERAL DA PENA PROFESSOR: LEONARDO DE MORAES 1 - Conceito de Pena: Uma das espécies de sanção penal, ao lado da medida de segurança. É a resposta estatal consistente na privação ou restrição de um

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVI EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVI EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Gilberto, quando primário, apesar de portador de maus antecedentes, praticou um crime de roubo simples, pois, quando tinha 20 anos de idade, subtraiu de Renata, mediante

Leia mais

PRINCIPAIS PEÇAS PENAIS

PRINCIPAIS PEÇAS PENAIS PRINCIPAIS PEÇAS PENAIS QUEIXA CRIME CABIMENTO FUNDAMENTO LEGAL ENDEREÇAMENTO PRAZO PEDIDOS AÇÃO PENAL PRIVADA AÇÃO PENAL PRIVADA SUBSIDIÁRIA DA PÚBLICA ART. 30 E 41, CPP SÓ PODE SER OFERECIDA A UM JUIZ

Leia mais

SOBRE A PRESCRIÇÃO RETROATIVA NO DIREITO PENAL BRASILEIRO APÓS A LEI N /2010

SOBRE A PRESCRIÇÃO RETROATIVA NO DIREITO PENAL BRASILEIRO APÓS A LEI N /2010 SOBRE A PRESCRIÇÃO RETROATIVA NO DIREITO PENAL BRASILEIRO APÓS A LEI N. 12.234/2010 Raul Carneiro Nepomuceno 1 447 RESUMO: O presente artigo trata das alterações produzidas no Código Penal brasileiro pela

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO BASEADO NO ÚLTIMO EDITAL

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO BASEADO NO ÚLTIMO EDITAL ROTEIRO DE AULAS DE DIREITO PENAL (DIAS 05/07 e 09/07/11) Professora- Márcia Margarete (mmargarete2009@gmail.com) CONTEÚDO PROGRAMÁTICO BASEADO NO ÚLTIMO EDITAL 5 Das penas: espécies; cominação; aplicação;

Leia mais

TJ - SP Processo Penal NILMAR DE AQUINO

TJ - SP Processo Penal NILMAR DE AQUINO TJ - SP Processo Penal NILMAR DE AQUINO 1)Cabe recurso de apelação das decisões em que a) julgarem procedentes as exceções, salvo a de suspeição b) decretar a prescrição ou julgar, por outro modo, extinta

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Associação ocasional (artigo 18, III, da Lei nº. 6.368/76) Eloísa de Souza Arruda, César Dario Mariano da Silva* Com o advento da nova Lei de Drogas (Lei 11.343/06) uma questão interessante

Leia mais