ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA GUARDA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA GUARDA"

Transcrição

1 ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA GUARDA Carlos Sacadura Outubro de 2011

2 Possibilitar a todas as crianças do nosso distrito a oportunidade de praticar futebol como um desporto de recreação, tempo livre e formação; Utilizar as aprendizagens da prática do futebol para uma formação integral da criança, a aquisição de hábitos de educação, higiene e estudo, que lhe possam ser úteis no futuro como membros ativos da sociedade; Descobrir talentos e formá-los de maneira a criarmos bases para as futuras equipas do distrito e do futebol nacional.

3 JUSTIFICAÇÃO Planificar a formação do jovem futebolista é como preparar-se para uma viagem. É aconselhável ter um mapa (programa) à disposição e assim evitar perder-se e desaproveitar desnecessariamente tempo e energia (Wein, 1995)

4 JUSTIFICAÇÃO É necessário adaptar o jogo à criança e não obrigar o jovem futebolista a adaptar-se ao jogo dos adultos (Wein, 1995)

5 11X11 3X3 PETIZES 4X4 TRAQUINAS 5X5 BENJAMINS 7X7 INFANTIS 10x15 (4 balizas) 18x18m 40X20m 60x40m 110x64m

6 JOGADOR BOLA BALIZA COMPANHEIROS E ADVERSÁRIOS (3X3) JOGADOR BOLA BALIZA COMPANHEIRO E ADVERSÁRIO (2X2) RELAÇÃO JOGADOR BOLA BALIZA ADVERSÁRIO (1X1) RELAÇÃO JOGADOR BOLA - BALIZA RELAÇÃO JOGADOR - BOLA CAP. COORDENATIVAS

7 CAP. COORDENATIVAS Capacidade de reação, orientação espacial, lateralidade, equilíbrio, ritmo e a noção de tempo RELAÇÃO JOGADOR BOLA Domínio da bola e equilíbrio do corpo Utilizar diferentes superfícies de contacto com a bola e retirar progressivamente o olhar da bola Percepcionar as diferentes trajetórias da bola RELAÇÃO JOGADOR BOLA BALIZA Construir a noção das balizas e as suas funções Construir a noção de defesa e ataque RELAÇÃO JOGADOR BOLA BALIZA ADVERSÁRIO (1X1) Noção do adversário e o duelo 1x1 Leitura do espaço próximo e espaço médio Princípios do ataque: Penetração (ações técnico-tácticas associadas) Princípios da defesa: Contenção (Marcação) (ações técnico-tácticas associadas)

8 CAP. COORDENATIVAS RELAÇÃO JOGADOR BOLA RELAÇÃO JOGADOR BOLA BALIZA RELAÇÃO JOGADOR BOLA BALIZA ADVERSÁRIO (1X1) JOGADOR BOLA BALIZA COMPANHEIRO E ADVERSÁRIO (2X2) Criar o hábito de se deslocar e estar constantemente em movimento, passar e receber a bola, jogo a 2 Desmarcações e combinações Coberturas defensivas e ofensivas Marcação zonal

9 CAP. COORDENATIVAS RELAÇÃO JOGADOR BOLA RELAÇÃO JOGADOR BOLA BALIZA RELAÇÃO JOGADOR BOLA BALIZA ADVERSÁRIO (1X1) JOGADOR BOLA BALIZA COMPANHEIRO E ADVERSÁRIO (2X2) JOGADOR BOLA BALIZA COMPANHEIROS E ADVERSÁRIOS (3X3 Jogar com os companheiros, progredindo no terreno e tendo uma ocupação racional do espaço Princípios específicos

10 CATEGORIA ACTIVIDADE ESPAÇO BALIZAS BOLA TEMPO JOGO Nº MÍN E MÁX DE JOGADORES BENJAMINS 5X5 40x20 m 3x2m Nº4 3x10 e 2x 2 intervalo 7/10 TRAQUINAS 4X4 20x15 m 3x2m Nº4 2x10 5 intervalo 6/8 PETIZES 3X3 15x10 m 1x1m Nº3 2x10 5 intervalo 5/6

11

12 2011/12

13 Nos Encontros de Benjamins será disputado um mini-torneio de Futebol de 5, para o efeito são utilizadas as regras de futebol de 11 com as seguintes adaptações: Campo de Futebol de Futsal (40X20, aprox) e balizas de 3x2; 5 Jogadores efectivos e 5 suplentes; Bola Nº4; A lei do fora de jogo é abolida; Substituições corridas; Jogos com 3 x 10 e 2 x 2 de intervalo; Todos os jogadores têm que obrigatoriamente jogar pelo menos 1 período completo de 10 ; Os jogos serão arbitrados por colegas/ árbitros de outras equipas. A reposição da bola em jogo pelo guarda-redes (após a bola ter saído pela linha de fundo ou após uma defesa) deve ser efectuada apenas com as mãos. Os lançamentos de linha lateral são efectuados com as mãos.

14 OBJETIVOS GERAIS: Proporcionar situações de aprendizagem no contexto da arbitragem para a criação de uma futura Escola de Árbitros ; Dar a possibilidade de atletas menos talentosos participarem no âmbito desportivo com outras tarefas e funções; Desenvolver o gosto pela arbitragem e proporcionar uma carreira desportiva desse âmbito.

15 FUT. JOVEM BENJAMINS SUB13 INICIAÇÃO GOSTO CLUBE INFANTIS CLUBE SUB15 ÁRBITRO ASSISTENTE FORMAÇÃO SUB 19 ÁRBITRO JOVEM ARBITRAGEM

16

17 Nos Encontros de Traquinas será disputado um mini-torneio de Futebol de 4, para o efeito são utilizadas as regras de futebol de 11 com as seguintes adaptações: ½ campo de Futsal (de acordo com o esquema em anexo) e balizas de 3x2; 4 jogadores efectivos e 4 suplentes; / Bola Nº4; Gr avançado, qualquer jogador pode assumir durante o decorrer do jogo as funções de GR, no entanto, em cada jogada só pode ser um elemento a assumir essas funções; A lei do fora de jogo é abolida; Substituições corridas; Jogos com 2 x 10 e 5 de intervalo; Os jogos serão controlados pelos responsáveis técnicos das equipas; A reposição da bola em jogo pelo guarda-redes (após a bola ter saído pela linha de fundo ou após uma defesa) deve ser efectuada apenas com as mãos. Os lançamentos de linha lateral são efectuados com as mãos.

18 Nos Encontros de Petizes será disputado um mini-torneio de Futebol de 3, para o efeito são utilizadas as regras de futebol de 11 com as seguintes adaptações: 1/4 campo de Futsal (de acordo com o esquema em anexo) e 4 balizas de 1x1; 3 jogadores efetivos e 3 suplentes; / Bola Nº3; A lei do fora de jogo é abolida; Substituições corridas; Jogos com 2 x 10 e 5 de intervalo; Os jogos serão controlados pelos responsáveis técnicos das equipas; Os lançamentos de linha lateral são efectuados com as mãos.

19

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE BEJA

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE BEJA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE BEJA Fundada em 30-03-1925 www.afbeja.com FUTEBOL ENCONTRO DE ESCOLAS DE FORMAÇÃO 1. OBJETIVOS GERAIS 1.01. Possibilitar a todas as crianças da nossa Associação praticar futebol

Leia mais

Época 2014/15. Associação de Futebol da Guarda Gabinete Técnico e de Formação. Regulamento e normas de conduta

Época 2014/15. Associação de Futebol da Guarda Gabinete Técnico e de Formação. Regulamento e normas de conduta Época 2014/15 Associação de Futebol da Guarda Regulamento e normas de conduta FILOSOFIA: As Escolas de Futebol, deverão ter como principal objetivo, proporcionar momentos lúdicodesportivos orientados e

Leia mais

Associação de Andebol de Viseu. Não sabes as regras??? Nada mais fácil Eu explico!

Associação de Andebol de Viseu. Não sabes as regras??? Nada mais fácil Eu explico! Associação de Andebol de Viseu Não sabes as regras??? Nada mais fácil Eu explico! REGRA 1 Terreno de Jogo Balizas Marcações Zonas de segurança Zona de aquecimento REGRA 2 Tempo de Jogo, Sinal Final e time-out

Leia mais

INICIAÇÃO AO FUTEBOL. Concepções metodológicas do treinamento INTRODUÇÃO:

INICIAÇÃO AO FUTEBOL. Concepções metodológicas do treinamento INTRODUÇÃO: INICIAÇÃO AO FUTEBOL Concepções metodológicas do treinamento INTRODUÇÃO: O jogo de futebol não é feito apenas de fundamentos (movimentos técnicos), a relação com a bola é uma das competências essênciais

Leia mais

Associação de Futebol do Porto

Associação de Futebol do Porto RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, 96 4100. PORTO COMUNICADO OFICIAL FUTEBOL DE SETE / CINCO Circular n.º 167 (RECTIFICADA) = 2016/2017= Para o conhecimento e orientação dos Clubes Filiados, SAD s, SDUQ s, Árbitros,

Leia mais

COMUNICADO OFICIAL N.º 033/16-17

COMUNICADO OFICIAL N.º 033/16-17 PARA CONHECIMENTO DE TODOS OS CLUBES FILIADOS, DELEGADOS DA AFVR, CONSELHO DE ARBITRAGEM E DEMAIS INTERESSADOS, SE COMUNICA QUE: Considerando a importância estratégica para a FPF e para a AFVR da criação

Leia mais

FUTEBOL DE RUA. Escola Pedro Órey da Cunha Damaia. Com o apoio de

FUTEBOL DE RUA. Escola Pedro Órey da Cunha Damaia. Com o apoio de REGULAMENTO ÉPOCA 2014/2015 Artigo 1º Introdução Este evento desportivo tem como principal objetivo trazer de volta a prática do futebol de rua e principalmente aquilo que de bom tinha. Hoje, não temos

Leia mais

Andebol. Iniciados Masculinos

Andebol. Iniciados Masculinos Clube da Propaganda da Natação Associação de do Porto ( de Infantis) Boavista Futebol Clube Associação Académica de São Fernando Melfe João Queirós Pedro Henriques Rafael Carolo Nuno Guimarães Promover

Leia mais

REGULAMENTO

REGULAMENTO REGULAMENTO www.severfintas.com ÍNDICE 1. EQUIPAS INSCRITAS... 3 2. REGRAS... 3 3. FORMATO DO TORNEIO... 4 4. CATEGORIAS DE IDADE... 6 5. PROGRAMA DE JOGOS... 6 6. DURAÇÃO DOS JOGOS... 7 7. SANÇÕES DISCIPLINARES...

Leia mais

Associação de Futebol do Porto RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, PORTO

Associação de Futebol do Porto RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, PORTO RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, 96 4100. PORTO COMUNICADO OFICIAL Circular n.º 179 = 2016/2017= FUTSAL Para o conhecimento e orientação dos Clubes Filiados, SAD s, SDUQ s, Árbitros, Órgãos de Comunicação Social

Leia mais

Associação de Futebol do Porto

Associação de Futebol do Porto RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, 96/100 4100.068 PORTO COMUNICADO OFICIAL Circular n.º 112 = 2015/2016= Para o conhecimento e orientação dos Clubes Filiados, SAD s, SDUQ s, Árbitros, Órgãos de Comunicação Social

Leia mais

APOSTILA JOGADORES CARACTERÍSTICAS E FUNÇÕES

APOSTILA JOGADORES CARACTERÍSTICAS E FUNÇÕES APOSTILA JOGADORES CARACTERÍSTICAS E FUNÇÕES O JOGADOR PADRÃO APOSTILA PÁGINA 6 As onze PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DE UM BOM JOGADOR 1 - Sendo um jogo de conjunto, procurar sempre, e o mais rápido possível

Leia mais

REGRAS DE ANDEBOL 7º ANO

REGRAS DE ANDEBOL 7º ANO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE LEÇA DA PALMEIRA/STA. CRUZ DO BISPO Ano Letivo de 20012/2013 O que é o andebol? REGRAS DE ANDEBOL 7º ANO O Andebol é um desporto coletivo inventado por um alemão, Karl

Leia mais

Educação Física! Agrupamento de Escolas Martim de Freitas! Francisco Pinto

Educação Física! Agrupamento de Escolas Martim de Freitas! Francisco Pinto ì Educação Física! Agrupamento de Escolas Martim de Freitas! Francisco Pinto Caraterização! Futsal! Caraterização O Futsal é uma modalidade praticada por duas equipas, compostas cada uma por cinco elementos

Leia mais

2012 / Programa Nestum Rugby nas Escolas. Nível 2 Tag-Rugby e Bitoque

2012 / Programa Nestum Rugby nas Escolas. Nível 2 Tag-Rugby e Bitoque 2012 / 2013 Programa Nestum Rugby nas Escolas Nível 2 Tag-Rugby e Bitoque Introdução O que é o TAG RUGBY? O Tag Rugby é usado como uma alternativa de ensino do rugby de XV nas escolas, ou como um jogo

Leia mais

LEI I A SUPERFÍCIE DE JOGO

LEI I A SUPERFÍCIE DE JOGO LEI I A SUPERFÍCIE DE JOGO ARTº 1º Os jogos de Futsal serão realizados preferencialmente nos recintos de Andebol (aproveitando as suas marcações) ou em um quarto de campo de futebol de 11 (quando possível

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA FUTSAL 1 SITUAÇÕES ESPECIAIS 1.1 PONTAPÉ DE SAÍDA 1.2 GUARDA-REDES 1.3 REPOSIÇÃO DA BOLA EM JOGO

EDUCAÇÃO FÍSICA FUTSAL 1 SITUAÇÕES ESPECIAIS 1.1 PONTAPÉ DE SAÍDA 1.2 GUARDA-REDES 1.3 REPOSIÇÃO DA BOLA EM JOGO EDUCAÇÃO FÍSICA FUTSAL O Futsal é um jogo desportivo colectivo praticado por duas equipas (cada equipa tem: 5 jogadores em campo e 7 suplentes), cujo objectivo é introduzir a bola na baliza adversária

Leia mais

CONTEÚDOS ANO DE ESCOLARIDADE 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º

CONTEÚDOS ANO DE ESCOLARIDADE 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º PROGRAMÁTICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2016-17 Capacidades Condicionais e Coordenativas Gerais Resistência Geral; Força Resistente; Força Rápida; Força Rápida; Velocidade de Reação Simples e Complexa; Velocidade

Leia mais

I Torneio Pedro Alvares Cabral Belmonte 17 e 18 junho Regulamento. I Torneio Internacional Pedro Alvares Cabral

I Torneio Pedro Alvares Cabral Belmonte 17 e 18 junho Regulamento. I Torneio Internacional Pedro Alvares Cabral Regulamento I Torneio Internacional Pedro Alvares Cabral Introdução Com a organização do Torneio Pedro Alvares Cabral, para jovens dos escalões de Traquinas, Benjamins e Infantis, a União Desportiva de

Leia mais

Associação de Futebol do Porto RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, PORTO

Associação de Futebol do Porto RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, PORTO RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, 96 4100. PORTO COMUNICADO OFICIAL Circular n.º 87 = 2015/2016= Para o conhecimento e orientação dos Clubes Filiados, SAD s, SDUQ s, Árbitros, Órgãos de Comunicação Social e demais

Leia mais

Colégio Adventista de Rio Preto. Prof. Daniel Prandi Prof. Sheila Molina

Colégio Adventista de Rio Preto. Prof. Daniel Prandi Prof. Sheila Molina Colégio Adventista de Rio Preto Prof. Daniel Prandi Prof. Sheila Molina Futebol de Salão - Futsal Caracterização: É um jogo coletivo desportivo, entre duas equipes, sendo cada uma constituída por doze

Leia mais

Para conhecimento dos Clubes filiados e demais entidades interessadas, se comunica: 8º ENCONTRO DISTRITAL TRAQUINAS FUTSAL 2015/2016

Para conhecimento dos Clubes filiados e demais entidades interessadas, se comunica: 8º ENCONTRO DISTRITAL TRAQUINAS FUTSAL 2015/2016 ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE LEIRIA COMUNICADO OFICIAL N.º 317 Data: 08-04-2016 Para conhecimento dos Clubes filiados e demais entidades interessadas, se comunica: 8º ENCONTRO DISTRITAL TRAQUINAS FUTSAL 2015/2016

Leia mais

REGULAMENTO CONCENTRAÇÕES MINIBASQUETE

REGULAMENTO CONCENTRAÇÕES MINIBASQUETE REGULAMENTO CONCENTRAÇÕES 2015 / 2016 1 Concentrações de Minibasquete da ABB Regulamento Nota: Os intervenientes, não devem esquecer que estamos a promover uma actividade para jovens praticantes, a qual

Leia mais

CRONOGRAMA ANUAL DA ATIVIDADE FÍSICA E DESPORTIVA

CRONOGRAMA ANUAL DA ATIVIDADE FÍSICA E DESPORTIVA CRONOGRAMA ANUAL DA ATIVIDADE FÍSICA E DESPORTIVA 1º e 2º Anos de Escolaridade 3º e 4º anos de Escolaridade 1º Período 2º Período 3º Período ATIVIDADES FÍSICAS A ABORDAR Perícia e Manipulação Atividades

Leia mais

ESCOLA: Escola Básica 2,3 D. Miguel de Almeida DISCIPLINA: Educação Física ANO: 6.º ANO LETIVO 2013/2014

ESCOLA: Escola Básica 2,3 D. Miguel de Almeida DISCIPLINA: Educação Física ANO: 6.º ANO LETIVO 2013/2014 ENSINO BÁSICO Agrupamento de Escolas Nº de Abrantes ESCOLA: Escola Básica, D. Miguel de Almeida DISCIPLINA: Educação Física ANO:.º ANO LETIVO 0/0 METAS DE APRENDIZAGEM: Domínio da Aptidão Física (EDF00);

Leia mais

Andebol. Andebol. Andebol. Andebol. Andebol Caraterização. O que é o Andebol? O Campo. Os Jogadores

Andebol. Andebol. Andebol. Andebol. Andebol Caraterização. O que é o Andebol? O Campo. Os Jogadores Caraterização Educação Física Agrupamento de Escolas Martim de Freitas Francisco Pinto O que é o? O andebol é um jogo desportivo colectivo, praticado por duas equipas, cada uma delas com 7 jogadores em

Leia mais

Convívio de Futebol Infantil Um Dia Pela Vida

Convívio de Futebol Infantil Um Dia Pela Vida Regulamento geral Equipamento a) As equipas devem trazer, obrigatoriamente, o equipamento em uso no seu clube, com a respetiva numeração e uma braçadeira de capitão; sendo o equipamento do Guarda-Redes

Leia mais

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 11º ANO 12º ANO

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 11º ANO 12º ANO CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 11º ANO e 12º ANO JOGOS DESPORTIVOS COLECTIVOS (11.º ano e 12.º ano) ACÇÕES PSICO-MOTORAS Futebol Voleibol Basquetebol Andebol Em situação de jogo 4x4 ou 5x5 - Enquadra-se ofensivamente

Leia mais

GUIA DE FUNCIONAMENTO DA UNIDADE CURRICULAR

GUIA DE FUNCIONAMENTO DA UNIDADE CURRICULAR Curso DESPORTO Ano letivo 2015-16 Unidade Curricular PRÁTICA DE DESPORTOS I - FUTEBOL ECTS 3 Regime Obrigatório Ano 1 Semestre 1º Horas de trabalho globais Docente (s) Carlos Nuno Pires Lourenço Sacadura

Leia mais

História do Basquetebol

História do Basquetebol História do Basquetebol Foi inventado por um professor Canadiano, James Naismith no ano de 1891. Em Dezembro do mesmo ano, teve lugar o primeiro jogo, no Springfield College, nos EUA. O seu primeiro nome

Leia mais

Concentração de Traquinas e Petizes

Concentração de Traquinas e Petizes Concentração de Traquinas e Petizes OBJETIVOS Estas Concentrações têm como objetivo fundamental o fomento e desenvolvimento do Futebol Distrital desde os escalões mais jovens. Visa proporcionar oportunidades

Leia mais

CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL II TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES:

CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL II TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES: CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL II TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES: 1. Activação geral 2. Técnica Individual 3. Acções Colectivas Complexas

Leia mais

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 10º ANO. Grupo Disciplinar de Educação Física

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 10º ANO. Grupo Disciplinar de Educação Física CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 10º ANO Grupo Disciplinar de Educação Física JOGOS DESPORTIVOS COLECTIVOS Futebol Voleibol Basquetebol Andebol Em situação de jogo 4x4 ou 5x5 - Enquadra-se ofensivamente e realiza

Leia mais

Intervenção nos Jogos Desportivos Coletivos de Invasão. Pontos comuns entre o Basquetebol, Andebol e Futebol

Intervenção nos Jogos Desportivos Coletivos de Invasão. Pontos comuns entre o Basquetebol, Andebol e Futebol Faculdade de Motricidade Humana Escola Secundária Fernando Namora Intervenção nos Jogos Desportivos Coletivos de Invasão Pontos comuns entre o Basquetebol, Andebol e Futebol Orientadores: Professores Estagiários:

Leia mais

id pdfmachine by Broadgun Software - a great PDF writer! - a great PDF creator! -

id pdfmachine by Broadgun Software - a great PDF writer! - a great PDF creator! - FUTEBOL 01. OBJECTIVOS 01.1. Promover o gosto pela prática desportiva, tentando incutir nas crianças a percepção dos seus benefícios ao longo de uma vida saudável. 01.2. Favorecer o desenvolvimento da

Leia mais

2012 / Programa Nestum Rugby nas Escolas. Introdução ao Tag-Rugby e ao Bitoque

2012 / Programa Nestum Rugby nas Escolas. Introdução ao Tag-Rugby e ao Bitoque 2012 / 2013 Programa Nestum Rugby nas Escolas Introdução ao Tag-Rugby e ao Bitoque Introdução O que é o TAG RUGBY? O Tag Rugby é usado como uma alternativa de ensino do rugby de XV nas escolas, ou como

Leia mais

TAGUSCUP TORNEIO DE FUTSAL REGRAS DO JOGO. Considerações sobre as Leis de Jogo de Futsal aplicadas na TAGUSCUP

TAGUSCUP TORNEIO DE FUTSAL REGRAS DO JOGO. Considerações sobre as Leis de Jogo de Futsal aplicadas na TAGUSCUP TAGUSCUP TORNEIO DE FUTSAL REGRAS DO JOGO Considerações sobre as Leis de Jogo de Futsal aplicadas na TAGUSCUP 1. Diferenças entre as Leis de Jogo do Futsal e as regras aplicadas na TAGUSCUP Não há faltas

Leia mais

GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL

GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL 2001/2002 INDICE INTRODUÇÃO... 2 1. CONSTITUIÇÃO / IDENTIFICAÇÃO DAS EQUIPAS... 3 2. DURAÇÃO DOS JOGOS... 3 3. A BOLA... 5 4. CLASSIFICAÇÃO,

Leia mais

O GUARDA-REDES DE ANDEBOL

O GUARDA-REDES DE ANDEBOL O GUARDA-REDES DE ANDEBOL O GUARDA-REDES DE ANDEBOL EMANUEL CASIMIRO, N.º 16043 - O guarda-redes redes de ANDEBOL é o membro mais importante da equipa. - Em muitas equipas de classe mundial estes têm um

Leia mais

Regulamento 10º Torneio Internacional de Futebol 7 Diamantino Costa / Cidade da Covilhã

Regulamento 10º Torneio Internacional de Futebol 7 Diamantino Costa / Cidade da Covilhã 2012 Regulamento 10º Torneio Internacional de Futebol 7 Diamantino Costa / Cidade da Covilhã Associação Desportiva da Estação 17-06-2012 Artº 1º - A ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA DA ESTAÇÃO, organiza no Complexo

Leia mais

FUTSAL NAS CATEGORIAS DE BASE. CONSTRUÇÃO DO JOGO DEFENSIVO: Conceitos e atividade práticas

FUTSAL NAS CATEGORIAS DE BASE. CONSTRUÇÃO DO JOGO DEFENSIVO: Conceitos e atividade práticas FUTSAL NAS CATEGORIAS DE BASE CONSTRUÇÃO DO JOGO DEFENSIVO: Conceitos e atividade práticas INTRODUÇÃO O futsal é uma modalidade em que ações apresentam grande imprevisibilidade e variabilidade, exigindo

Leia mais

Objetivos Gerais do plano de desenvolvimento técnico desportivo

Objetivos Gerais do plano de desenvolvimento técnico desportivo Introdução Promover, divulgar, ensinar, treinar e competir no desporto em geral e no andebol em particular obriga a uma determinada organização e objetivos diferenciados em cada um dos escalões. Assim,

Leia mais

TAÇA DA MADEIRA DE INFANTIS E BENJAMINS FUT. 7/11 (MASCULINO)

TAÇA DA MADEIRA DE INFANTIS E BENJAMINS FUT. 7/11 (MASCULINO) ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA MADEIRA COMUNICADO OFICIAL Nº 183 DATA: 24.05.2016 TAÇA DA MADEIRA DE INFANTIS E BENJAMINS FUT. 7/11 (MASCULINO) ÉPOCA 2015/2016 Para conhecimento de todos os Clubes filiados e

Leia mais

CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL I TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES:

CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL I TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES: CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL I TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES: 1. Activação geral 2. Técnica Individual 3. Acções Colectivas Elementares

Leia mais

Regulamento e Calendário Joga-à-Bola. Traquinas (nascidos em 2003 e 2004)

Regulamento e Calendário Joga-à-Bola. Traquinas (nascidos em 2003 e 2004) EOLA DE FORMAÇÃO DE FUTEBOL DO Regulamento e Calendário Joga-à-Bola Traquinas (nascidos em 003 e 004) Parque Desportivo de Borba 4 de Fevereiro de 0 0h00 Promotor: AF Évora Organizador: EFF Borbense Contactos:

Leia mais

1º ENCONTRO DISTRITAL TRAQUINAS B FUTEBOL DE CINCO 2015/2016

1º ENCONTRO DISTRITAL TRAQUINAS B FUTEBOL DE CINCO 2015/2016 ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE LEIRIA COMUNICADO OFICIAL N.º 265 Data: 04-03-206 Para conhecimento dos Clubes filiados e demais entidades interessadas, se comunica: º ENCONTRO DISTRITAL TRAQUINAS B FUTEBOL DE

Leia mais

Ricardo Alves Análise de Jogo SL Benfica

Ricardo Alves Análise de Jogo SL Benfica Informação retirada do site: zerozero.pt 11 Inicial e Suplentes 1ª Fase, Construção de Jogo: Processo Ofensivo Quando a bola é jogada pelo guarda-redes, os defesas centrais procuram abrir (largura) e receber

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA MADEIRA

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA MADEIRA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA MADEIRA REGULAMENTO DO CAMPEONATO DIVISÃO HONRA REGIONAL DE INFANTIS E BENJAMINS FUTEBOL DE 7 (SETE) ÉPOCA 2016/2017 CAPÍTULO I ORGANIZAÇÃO TÉCNICA 01 GENERALIDADES 1. Esta prova

Leia mais

Associação de Futebol do Porto

Associação de Futebol do Porto RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, 96 4100. PORTO COMUNICADO OFICIAL Circular n.º 177 = = Para o conhecimento e orientação dos Clubes Filiados, SAD s, SDUQ s, Árbitros, Órgãos de Comunicação Social e demais interessados,

Leia mais

CURSO DE TREINADORES DE FUTEBOL UEFA C Nível 1 UEFA B Nível 2 TREINO DE GUARDA-REDES

CURSO DE TREINADORES DE FUTEBOL UEFA C Nível 1 UEFA B Nível 2 TREINO DE GUARDA-REDES CURSO DE TREINADORES DE FUTEBOL UEFA C Nível 1 UEFA B Nível 2 TREINO DE GUARDA-REDES Contactos: 912149193 / 912514285 E-mail: helder.academica@gmail.com Introdução Como se sabe, no futebol moderno, o guarda-redes

Leia mais

REGRAS DE JOGO ACR7 - ANDEBOL 7 (SEVEN) EM CADEIRA DE RODAS REGRAS GERAIS

REGRAS DE JOGO ACR7 - ANDEBOL 7 (SEVEN) EM CADEIRA DE RODAS REGRAS GERAIS REGRAS DE JOGO ACR7 - ANDEBOL 7 (SEVEN) EM CADEIRA DE RODAS REGRAS GERAIS JOGADORES Cada uma das equipas é composta por sete jogadores de campo mais sete suplentes, totalizando catorze jogadores por equipa.

Leia mais

JORGE CASTELO EXERCÍCIOS PARA TREINAR A MANUTENÇÃO DA POSSE DA BOLA. Fórum dos Treinadores Portugueses de Futebol 2013

JORGE CASTELO EXERCÍCIOS PARA TREINAR A MANUTENÇÃO DA POSSE DA BOLA. Fórum dos Treinadores Portugueses de Futebol 2013 JORGE CASTELO! EXERCÍCIOS PARA TREINAR A MANUTENÇÃO DA POSSE DA BOLA Fórum dos Treinadores Portugueses de Futebol 2013 Jorge Castelo Data de Nascimento: 26-01-1957; Nacionalidade: Portuguesa; Profissões:

Leia mais

II Torneio Matraquilhos aeestsp Regulamento

II Torneio Matraquilhos aeestsp Regulamento Associação de Estudantes da Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto Instituto Politécnico do Porto II Torneio Matraquilhos aeestsp Regulamento Índice 1. LOCAL DO TORNEIO... 2 2. SORTEIO E CALENDÁRIO

Leia mais

Conhecer factores importantes do jogo. Conhecer os elementos diferenciadores de Futebol de 11 e de Futsal. disciplinares

Conhecer factores importantes do jogo. Conhecer os elementos diferenciadores de Futebol de 11 e de Futsal. disciplinares Objectivos Conhecer factores importantes do jogo Conhecer os elementos diferenciadores de Futebol de 11 e de Futsal Conhecer elementos de sanções técnicas e Conhecer elementos de sanções técnicas e disciplinares

Leia mais

P L A N I F I C A Ç Ã 0 E n s i n o S e c u n d á r i o

P L A N I F I C A Ç Ã 0 E n s i n o S e c u n d á r i o P L A N I F I C A Ç Ã 0 E n s i n o S e c u n d á r i o 2016-2017 DISCIPLINA / ANO: Educação Física / 11º Ano MANUAL ADOTADO: Em Movimento 10/11/12 Edições ASA II, S.A. GESTÃO DO TEMPO 1º PERÍODO Nº de

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO VI TORNEIO NACIONAL MINIBASQUETE 2016

APRESENTAÇÃO DO VI TORNEIO NACIONAL MINIBASQUETE 2016 APRESENTAÇÃO DO VI TORNEIO NACIONAL MINIBASQUETE 2016 PONTA DELGADA 1 Introdução O Torneio Nacional de Minibasquete vai para a sexta edição, num sistema de rotação entre as quatro associações dos Açores.

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Benjamins (Futebol) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Benjamins (Futebol) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico DE Benjamins (Futebol) Época 2015-2016 Organização Competitiva e Regulamento Específico CLUBES PARTICIPANTES ILHA DO FAIAL ANGÚSTIAS ATLÉTICO CLUBE FAYAL SPORT CLUB CLUBE FLAMENGOS GRUPO DESPORTIVO CEDRENSE

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE JOVENS DE ALENQUER TORNEIO DE FUTSAL DO MÊS DA JUVENTUDE. 25 de Maio Regulamento

ASSOCIAÇÃO DE JOVENS DE ALENQUER TORNEIO DE FUTSAL DO MÊS DA JUVENTUDE. 25 de Maio Regulamento ASSOCIAÇÃO DE JOVENS DE ALENQUER TORNEIO DE FUTSAL DO MÊS DA JUVENTUDE 25 de Maio 2013 Regulamento Associação de Jovens de Alenquer Contacto: ajalenquer@googlegroups.com 1 1. Local: Pavilhão da Escola

Leia mais

CONTEÚDOS TÉCNICOS E TÁCTICOS DOS ESCALÕES DE FORMAÇÃO

CONTEÚDOS TÉCNICOS E TÁCTICOS DOS ESCALÕES DE FORMAÇÃO CONTEÚDOS TÉCNICOS E TÁCTICOS DOS ESCALÕES DE FORMAÇÃO Técnico/táctica individual ofensiva com e sem bola (procedimentos gerais) a) Os aspectos da técnica e táctica ofensiva prevalecem sobre os defensivos

Leia mais

CIRCUITO DE BEACH RUGBY 2005/06

CIRCUITO DE BEACH RUGBY 2005/06 CIRCUITO DE BEACH RUGBY 2005/06 1 ORGANIZAÇÃO DAS PROVAS 2 REGULAMENTO GERAL 3 REGULAMENTO ESPECÍFICO * 4 FICHA DE INSCRIÇÃO DA EQUIPA 5 BOLETIM DE JOGO A Direcção da FPR pretende instituir e coordenar

Leia mais

P L A N I F I C A Ç Ã O A N U A L - 2º C I C L O

P L A N I F I C A Ç Ã O A N U A L - 2º C I C L O DISCIPLINA: EDUCAÇÃO FISICA ANO: 5º, 6º TURMAS: A, B, C ANO LECTIVO: 2011/2012 P L A N I F I C A Ç Ã O A N U A L - 2º C I C L O DE AÇÃO No 5º e 6º ano o aluno deverá adquirir competências de nível "introdução"

Leia mais

Associação de Futebol do Porto

Associação de Futebol do Porto RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, 96/100 4100.068 PORTO COMUNICADO OFICIAL Circular n.º 79 = 2014/2015= Para o conhecimento e orientação dos Clubes Filiados, SAD s, SDUQ s, Árbitros, Órgãos de Comunicação Social

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 3º CICLO

PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 3º CICLO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITAS ESCOLA BÁSICA 2/3 MARTIM DE FREITAS Ano letivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 3º CICLO Ano/Turma 7º/8º/9º Período N.º aulas previstas

Leia mais

Casa do Povo do Concelho de Vila Nova de Paiva

Casa do Povo do Concelho de Vila Nova de Paiva PLANO DE ACTIVIDADES CASA DO POVO DE VILA NOVA DE PAIVA ANO DE 2016 Atividades a desenvolver para 2016 O plano de actividades a que nos propomos tem o objetivo de manter a imagem e a presença da Casa do

Leia mais

FUTSAL. Trabalho realizado por: Helena Rocha 12ºA Nº17 Ana Lúcia 12ºA Nº3

FUTSAL. Trabalho realizado por: Helena Rocha 12ºA Nº17 Ana Lúcia 12ºA Nº3 FUTSAL Trabalho realizado por: Helena Rocha 12ºA Nº17 Ana Lúcia 12ºA Nº3 ÍNDICE Índice... i FUTSAL... 1 Fundamentos técnicos:... 1 Posições dos Jogadores no Futsal:... 1 Regras:... 2 Campo... 2 Área de

Leia mais

Unidades de Formação e Cargas Horárias Andebol - Grau III

Unidades de Formação e Cargas Horárias Andebol - Grau III Unidades de Formação e Cargas Horárias Andebol - Grau III UNIDADES DE FORMAÇÃO HORAS 1. CARACTERIZAÇÃO DO JOGO 6 2. REGRAS DO JOGO E REGULAMENTOS ESPECÍFICOS 4 3. MEIOS DE ENSINO DO JOGO 20 4. COMPONENTES

Leia mais

Ricardo Alves Análise de Jogo Manchester City. Informação retirada do site: zerozero.pt

Ricardo Alves Análise de Jogo Manchester City. Informação retirada do site: zerozero.pt Informação retirada do site: zerozero.pt 11 Inicial e Suplentes 1ª Fase, Construção de Jogo: Processo Ofensivo Quando a bola é jogada pelo guarda-redes, a tendência neste jogo foi procurar jogar longo.

Leia mais

CLUBE DESPORTIVO 1.º MAIO

CLUBE DESPORTIVO 1.º MAIO CLUBE DESPORTIVO 1.º MAIO TORNEIO DE NATAL ESCOLAS DE FUTEBOL 04 de Dezembro de 2010 Campo de Futebol 1.º de Maio Organização: Clube Desportivo 1.º de Maio Palheiro Ferreiro, Dezembro de 2010 ORGANIZAÇÃO

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASTRO VERDE Projecto Curricular de Turma 8º A e 8º B Planificação - Educação Física (2010/2011) - 1

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASTRO VERDE Projecto Curricular de Turma 8º A e 8º B Planificação - Educação Física (2010/2011) - 1 1º Período Projecto Curricular de Turma 8º A e 8º B Planificação - Educação Física (2010/2011) - 1 - Melhora a aptidão física elevando as capacidades motoras de modo harmonioso e adequado às suas necessidades

Leia mais

1. Quais das seguintes características se aplicam às balizas?

1. Quais das seguintes características se aplicam às balizas? A s s o c i a ç ã o d e F u t e b o l d e C o i m b r a Conselho de Arbitragem Teste Escrito Árbitros C3 e Observadores ÉPOCA 2014/2015 DATA 06-02-2015 Futebol 11 Local Escola Secundária José Falcão TESTE

Leia mais

Prof. Ms. Sandro de Souza. Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol

Prof. Ms. Sandro de Souza. Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol Prof. Ms. Sandro de Souza Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol Desenhe um campo de Futebol com as suas dimensões e marcações. A Meta Qual o número mínimo de jogadores, em um time,

Leia mais

UNIDADE DIDÁCTICA DE FUTSAL

UNIDADE DIDÁCTICA DE FUTSAL ESCOLA BÁSICA DO 2º E 3º CICLOS MARQUÊS DE POMBAL EDUCAÇÃO FÍSICA UNIDADE DIDÁCTICA DE FUTSAL DOCUMENTO DE APOIO 7º ANO BREVE HISTÓRIA DA MODALIDADE O Futsal surge no final do século XX, na década de 90,

Leia mais

Técnica-Táctica e Treino

Técnica-Táctica e Treino FUTSAL Técnica-Táctica e Treino Legenda Atacante Defesa Deslocamento Deslocamento com bola Marcações Barra Pino / Meco Passe Barreira Remate Simulação Salto Guarda-Redes Bola Deitar Sentar Pi Princípios

Leia mais

Para conhecimento de todos os nossos filiados, Conselho de Arbitragem, Órgãos de Comunicação Social e demais interessados, comunicamos o seguinte:

Para conhecimento de todos os nossos filiados, Conselho de Arbitragem, Órgãos de Comunicação Social e demais interessados, comunicamos o seguinte: COMUNICADO OFICIAL Nº.: 213 DATA: 2016-02-10 Para conhecimento de todos os nossos filiados, Conselho de Arbitragem, Órgãos de Comunicação Social e demais interessados, comunicamos o seguinte: REGULAMENTO

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO - VOLEIBOL -

REGULAMENTO ESPECÍFICO - VOLEIBOL - REGULAMENTO ESPECÍFICO - VOLEIBOL - INTRODUÇÃO Este Regulamento aplica-se a todas as competições de Voleibol realizadas no âmbito dos XXIV Jogos Nacionais Salesianos, em conformidade com o estipulado no

Leia mais

TER AS IDEIAS CLARAS!!!

TER AS IDEIAS CLARAS!!! TER AS IDEIAS CLARAS!!! O jogo de Andebol poderá resumir-se a uma atividade acíclica cujos principais movimentos são abertos e realizados com intervalos de pausas de recuperação incompleta (3 a7 ), a uma

Leia mais

!" # $ $ ( (* $ ( (+. %, $ ( (+ 1º ÁRBITRO 2º ÁRBITRO ZONA DE DEFESA DEFESA ATAQUE ATAQUE ZONA DE SUBSTITUIÇÃO BANCO SUPLENTES

! # $ $ ( (* $ ( (+. %, $ ( (+ 1º ÁRBITRO 2º ÁRBITRO ZONA DE DEFESA DEFESA ATAQUE ATAQUE ZONA DE SUBSTITUIÇÃO BANCO SUPLENTES º ÁRBITRO 9 metros ZONA DE DEFESA 3 metros 3 metros ZONA DE ATAQUE ZONA DE ATAQUE metros ZONA DE DEFESA ZONA DE SERVIÇO ZONA DE SERVIÇO metros ZONA DE SUBSTITUIÇÃO 2º ÁRBITRO BANCO SUPLENTES ZONA DE AQUECIMENTO

Leia mais

DISCIPLINA: ESTAFETAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

DISCIPLINA: ESTAFETAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ESTAFETAS 192 DOMÍNIO DAS TÉCNICAS III FASE - APERFEIÇOAMENTO TÉCNICO B FASES / NÍVEIS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS I- Ensino / Aprendizagem - Aquisição da noção de transmissão, através de jogos. - Aquisição

Leia mais

U. D. VILAFRANQUENSE S. L. BENFICA SPORTING C. P ODISSEIA BASKET C. SANTARÉM BASKET U. D. OLIVEIRENSE F. C. BARREIRENSE ATLÉTICO DE REGUENGOS

U. D. VILAFRANQUENSE S. L. BENFICA SPORTING C. P ODISSEIA BASKET C. SANTARÉM BASKET U. D. OLIVEIRENSE F. C. BARREIRENSE ATLÉTICO DE REGUENGOS U. D. VILAFRANQUENSE S. L. BENFICA SPORTING C. P. 2010 ODISSEIA BASKET C. SANTARÉM BASKET U. D. OLIVEIRENSE ATLÉTICO DE REGUENGOS F. C. BARREIRENSE No sentido de garantir mais momentos de prática desportiva

Leia mais

CONSELHO DE ARBITRAGEM

CONSELHO DE ARBITRAGEM CONSELHO DE ARBITRAGEM Época 2016/2017 Setúbal, 10 de setembro de 2016 Árbitros C3 Grupo D, C4 Grupos B e C, C5 Grupo B, CJ2 e CJ1 Avaliação TESTE ESCRITO 1. Antes do início do jogo o Delegado do clube

Leia mais

Referenciais de FORMAÇÃO

Referenciais de FORMAÇÃO Versão 1.00 Referenciais de FORMAÇÃO HÓQUEI PATINS Grau I Versão 1.00 Referenciais de FORMAÇÃO HÓQUEI PATINS Grau I Edição: Conteúdos: Data: Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P. Federação

Leia mais

LIGA DE MATRAQUILHOS JOGOS T

LIGA DE MATRAQUILHOS JOGOS T LIGA DE MATRAQUILHOS JOGOS T REGRAS DE JOGO EQUIPAS 1. ELEMENTOS INTERVENIENTES 1.1. Duas equipas compostas por quatro atletas equipados de acordo com o estipulado pela Liga. Uma mesa de matraquilhos com

Leia mais

Processo para o ensino e desenvolvimento do futebol e futsal: ESTÁGIOS DE INICIANTES, AVANÇADOS E DE DOMÍNIO

Processo para o ensino e desenvolvimento do futebol e futsal: ESTÁGIOS DE INICIANTES, AVANÇADOS E DE DOMÍNIO Processo para o ensino e desenvolvimento do futebol e futsal: ESTÁGIOS DE INICIANTES, AVANÇADOS E DE DOMÍNIO Processo para o ensino do futebol/ futsal A metodologia para o ensino do futebol até a especialização

Leia mais

O TREINO DOS GUARDA- REDES

O TREINO DOS GUARDA- REDES O TREINO DOS GUARDA- REDES Antes de mais deve ter-se em conta que os guarda-redes (GR) têm uma influência decisiva no jogo. No entanto, a maioria dos treinadores acaba por dedicar uma pequena percentagem

Leia mais

SORTEIO DA TAÇA DA MADEIRA DE JUVENIS E INICIADOS DE FUTEBOL DE 11 (MASCULINO)

SORTEIO DA TAÇA DA MADEIRA DE JUVENIS E INICIADOS DE FUTEBOL DE 11 (MASCULINO) ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA MADEIRA COMUNICADO OFICIAL Nº 155 DATA: 27.02.2017 SORTEIO DA TAÇA DA MADEIRA DE JUVENIS E INICIADOS DE FUTEBOL DE 11 (MASCULINO) ÉPOCA 2016/2017 Para conhecimento de todos os

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Infantis (Futebol) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Infantis (Futebol) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico DE Infantis (Futebol) Época 2015-2016 Organização Competitiva e Regulamento Específico CLUBES PARTICIPANTES ILHA DO FAIAL ANGÚSTIAS ATLÉTICO CLUBE FAYAL SPORT CLUB CLUBE FLAMENGOS GRUPO DESPORTIVO CEDRENSE

Leia mais

REGRAS DO FooBaSKILL Março 2017

REGRAS DO FooBaSKILL Março 2017 REGRAS DO FooBaSKILL Março 2017 1 INTRODUÇÃO O FooBaSKILL é uma nova disciplina que foi desenvolvida por três professores suíços de educação física e desportiva. Ela põe em prática os atributos do futebol

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE PATINAGEM DE COIMBRA. Mini-HP. Regulamento dos torneios de Mini-HP (1º Torneio Regional do Centro) Época 2015/2016

ASSOCIAÇÃO DE PATINAGEM DE COIMBRA. Mini-HP. Regulamento dos torneios de Mini-HP (1º Torneio Regional do Centro) Época 2015/2016 ASSOCIAÇÃO DE PATINAGEM DE COIMBRA Mini-HP Regulamento dos torneios de Mini-HP (1º Torneio Regional do Centro) Época 2015/2016 Novembro 2015 AS REGRAS BÁSICAS PARA JOGAR O MINI-HP 1.1. PISTA E NÚMERO DE

Leia mais

ANDEBOL: ESTUDO DO TEMPO DE JOGO E DO TEMPO DE PAUSA

ANDEBOL: ESTUDO DO TEMPO DE JOGO E DO TEMPO DE PAUSA ANDEBOL: ESTUDO DO TEMPO DE JOGO E DO TEMPO DE PAUSA Análise do Tempo de Jogo e Tempo de Pausa, em função da alteração de uma regra de jogo (reinício de jogo após golo) Sequeira, P. & Alves, R. Instituto

Leia mais

Unidade didática do Andebol Objetivos gerais do Andebol

Unidade didática do Andebol Objetivos gerais do Andebol 126 Recursos do Professor Unidade didática do Andebol Objetivos gerais do Andebol Cooperar com os companheiros no alcance do objetivo do Andebol, desempenhando com oportunidade e correção as ações solicitadas

Leia mais

Futebol. Origem. Caraterização

Futebol. Origem. Caraterização Origem Foi na Grã-Bretanha, durante o Séc. XIX que as suas regras começaram a ser definidas e a aproximar-se das que hoje são praticadas. O primeiro regulamento data de 1823 e a primeira associação de

Leia mais

Processo Ofensivo Neste jogo, na 1ª fase de construção de jogo, procuram jogar de forma curta com os dois defesas centrais a receberem a bola do guard

Processo Ofensivo Neste jogo, na 1ª fase de construção de jogo, procuram jogar de forma curta com os dois defesas centrais a receberem a bola do guard Processo Ofensivo Neste jogo, na 1ª fase de construção de jogo, procuram jogar de forma curta com os dois defesas centrais a receberem a bola do guarda-redes enquanto que os laterais lateralizam procuram

Leia mais

Regras do Jogo - Futsal

Regras do Jogo - Futsal Regras do Jogo - Futsal Pré-Jogo: A escolha dos campos é determinada por um sorteio efetuado por meio de uma moeda. A equipa favorecida pela sorte escolhe a baliza em direção à qual atacará durante a primeira

Leia mais

PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS Educação Física 5.º ano

PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS Educação Física 5.º ano Jogos Pré-Desportivos Educação Física 5.º ano Conhecer o objetivo do jogo, o funcionamento e as regras do jogo. Jogos sem bola: Em situação de ataque cria oportunidades com superioridade numérica para

Leia mais

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos Educação Física - CEF 2º ano Ano letivo

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos Educação Física - CEF 2º ano Ano letivo Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos Educação Física - 2º ano Ano letivo 2012 2013 1º PERIODO Testes de Condição Física Avaliação da velocidade, flexibilidade, força muscular, agilidade e medidas

Leia mais

Regulamento Cursos de Treinadores de Futsal Nível I

Regulamento Cursos de Treinadores de Futsal Nível I Regulamento Cursos de Treinadores de Futsal Nível I Índice 1. REGULAMENTO DO CURSO...3 1.1. ORGANIZAÇÃO...3 1.2. CONDIÇÕES DE INSCRIÇÃO...3 1.3. RECEITAS E DESPESAS...4 1.4. ESTRUTURA CURRICULAR...5 1.5.

Leia mais

Associação de Futebol de Vila Real

Associação de Futebol de Vila Real Época 2009/2010 Associação de Futebol de Vila Real Prova de Futsal Prova Geral (Árbitros de 1ª e 2ª Categorias) 1ª Chamada Vila Real, 19 de Setembro de 2009 Duração de 60 minutos ão Responder apenas Sim

Leia mais

Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias

Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias Modelo Dep-01 Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias Ano: 5º ano Ano letivo: 201.201 Disciplina: Educação Física Turmas: A, B, C, D, E, F, G,

Leia mais