RELATÓRIO DAS ATIVIDADES ANUAIS DA ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AOS CONDENADOS-APAC TOLEDO PARANÁ

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELATÓRIO DAS ATIVIDADES ANUAIS DA ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AOS CONDENADOS-APAC TOLEDO PARANÁ"

Transcrição

1 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES ANUAIS DA ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AOS CONDENADOS-APAC TOLEDO PARANÁ TOLEDO-PR, ABRIL DE 2016.

2 Relatório das Atividades da APAC Toledo-Pr. I - Apresentação A Associação de Proteção e Assistência ao Condenado- APAC TOLEDO-PR, Entidade civil sem fins lucrativos, vem se dedicando a implantação nesta Comarca, da metodologia Apaqueana, criada em 1972 no Estado de São Paulo, pelo Jornalista e Advogado Sr. Mario Ottoboni, e que no decorrer das décadas seguintes se tornou sólida no Estado de Minas Gerais, onde hoje existem dezenas delas com comprovada eficácia na ressocialização de encarcerados. Em Novembro de 2013, iniciaram-se os primeiros passos nesta Comarca no sentido de aprofundar o conhecimento da metodologia, onde quatro conselheiros do Conselho da Comunidade foram até a cidade de Barracão, Pioneira no Estado do Paraná na implantação desta metodologia, para conhecer in loco a funcionalidade deste método. No ano de 2015, a então esperada notícia, o Governo do Estado do Paraná quer instalar dez novas APAC S no Estado, e então se inicia nesta Comarca os trâmites e preparativos para a implantação do método. Setembro de 2015 dá-se início pela Precursora MM. Juíza Dra. Luciana Lopes do Amaral Beal, as tratativas com os membros do Conselho da Comunidade da Comarca de Toledo para que unidos ao Poder Judiciário e Ministério Público, tomem frente a este Projeto. Outubro de 2015 é realizado a primeira reunião com o Poder Legislativo da cidade, representado pelo Prefeito Municipal e Presidente da Câmara de Vereadores, para apresentação do Vídeo Institucional onde melhor apresenta a metodologia trabalhada nesta Associação e solicitar o apoio de ambos para sequência deste Projeto. Na sequência do mesmo dia, é feito o convite a MM. Juíza Dra. Luciana Lopes do Amaral Beal, para que na sessão ordinária da Câmara de Vereadores apresente o vídeo aos Senhores Vereadores e esclareça possíveis dúvidas, onde houve uma moção totalmente favorável e adesão ao modelo de ressocialização apresentado. No mesmo mês de Outubro recebemos o convite da Comarca de Cascavel para participarmos do I Seminário de Estudos do Método APAC, onde estivemos presentes e neste mesmo local aconteceu o primeiro contato dos conselheiros e Juízes da Comarca de Toledo, com os membros da FBAC-Fraternidade Brasileira de Assistência ao Condenado. Entidade esta responsável pela administração das APAC S no Brasil.

3 Novembro de 2015, após os primeiros contatos realizados, inicia-se então os preparativos legais e necessários, para a realização da Audiência Pública, onde foi apresentada a toda comunidade, entidades e demais autoridades a metodologia da APAC. Na semana anterior a realização da Audiência Pública, é nomeada pela MM. Juíza Dra. Luciana Lopes do Amaral Beal Executiva da APAC Toledo. No dia 23 de Novembro de 2015 é realizado a Audiência Pública sobre o método APAC nesta comarca. Audiência que contou com a participação de grande parte da comunidade local, autoridades do Poder Judiciário, Ministério Público, Poder Legislativo, Clubes de serviços, Associação Comercial, mídia e pela MM. Juíza da Comarca de Barracão Dra. Branca Bernardi, bem como pela MM. Juíza da Comarca de Cascavel Dra. Claúdia Spinassi. Nesta mesma noite realizou-se após a Audiência Pública a Assembleia de Fundação da APAC Toledo, com o devido Estatuto apresentado e posteriormente registrado em cartório, bem como a apresentação da I Diretoria Executiva da APAC. Em 21 de Dezembro de 2015, APAC Toledo se torna juridicamente registrada, e após este trâmite torna-se também de Utilidade Pública Municipal. Recebemos a título de Cessão/Permissão de uso da Prefeitura Municipal de Toledo, um terreno de mts onde será edificada a sede. Realizado neste mês a Posse da Diretoria Executiva e seu devido registro junto ao cartório. Janeiro de 2016, começam os preparativos para o Seminário de Estudos do Método APAC, e contato com a Fbac a fins de agendamento da vinda dos palestrantes para este evento. Recebemos neste mês a visita de alguns conselheiros da Comarca de Guaíra para orientação dos primeiros passos para implantação da APAC naquela cidade. Fevereiro de 2016, confirmação da vinda dos palestrantes da FBAC para ministrar o seminário. Inicia-se também a visita a diversas entidades, tanto religiosas como clubes de serviços, faculdades, Rotary, lions a fim de apresentar e esclarecer dúvidas sobre o projeto. Contatos pessoais com os Deputados Estaduais da cidade a fins do mesmo objetivo. Encaminhamento da documentação a Assembleia Legislativa do Paraná para projeto de Lei de Utilidade Pública Estadual. Apoio integral da Associação comercial e da Subseção da OAB. Março de 2016, envio dos convites aos Magistrados, autoridades e população. Durante todo o mês vários agendamentos para entrevistas em rádios, jornais locais e circunvizinhos. Iniciam-se as inscrições no site para o seminário. Várias entidades se prontificam para auxiliar no que for preciso. Realiza-se neste mês a Posse do Conselho Fiscal e Deliberativo da APAC. Abril de 2016, estamos nos preparativos nos dias que antecedem ao Seminário, que será realizado nos dias 08,09 e 10 de Abril. Recebemos a confirmação da vinda de

4 diversas autoridades de diferentes regiões do Paraná. Visita as Lojas Maçônicas e encontro com a UTAM União Toledana das Associações de Moradores para difundir o projeto. Será apresentado durante o seminário a todos os presentes o projeto e planta de edificação da sede da APAC. Do setor contábil ainda não há movimentação financeira, pois estamos a um passo da assinatura do termo de convênio com o Estado, para então assim que pronto, receber o repasse para o custeio das despesas. É importante ressaltar que durante a edificação serão realizadas várias parcerias com as empresas locais, escolas de curso normal, escolas profissionalizantes e redes de atendimento a saúde, a fins de propiciar uma qualificação profissional aos recuperandos e atendimento médico. As metas iniciais estão até o momento, cumpridas, mas para que o projeto se torne realidade, outras tantas ainda estão por acontecer, e a próxima é o Título de Utilidade Pública Estadual que será votado em breve. Considerações: O presente relatório de atividades vai devidamente identificado e assinado pela Diretoria Executiva da APAC, Presidente do Conselho Fiscal e Presidente do Conselho Deliberativo. Após a realização do I Seminário de Estudos do Método APAC, inicia-se nesta Comarca o Curso de Formação para Voluntário e Colaboradores da APAC. Após a assinatura do termo de convenio com o estado, e antes da entrega da obra, será feita a contratação da equipe administrativa que irá compor a APAC. E por assim o ser, encerra-se aqui o descritivo de atividades, e segue devidamente assinado: GILMAR MALACARNE EDSON LUIZ CAROLLO VICE PRESIDENTE EXECUTIVO DA APAC TOLEDO PRESIDENTE CONSELHO DELIBERATIVO DA APAC TOLEDO

5 IVO DESTEFENI PRESIDENTE CONSELHO FISCAL Dr. MARCO ANTONIO BATISTELLA CONSULTOR JURÍDICO DA APAC TOLEDO ADVOGADO OAB/PR ELISANGELA FIUZA PINTO DE OLIVEIRA 1ªSECRETÁRIA EXECUTIVA OTMAR PLEC 2º SECRETÁRIO LUIS CARLOS GARCIA BALNEI LORENÇO ROTTA 1º TESOUREIRO 2º TESOUREIRO NELSON NATALINO PALUDO DIRETOR PATRIMONIO ERNANI MAGNABOSCO DIRETOR PUBLICIDADE

6

ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AO CONDENADO APAC DE TOLEDO/PR

ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AO CONDENADO APAC DE TOLEDO/PR ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AO CONDENADO APAC DE TOLEDO/PR CERIMONIAL DA SESSÃO SOLENE DE ABERTURA DO I SEMINÁRIO DE ESTUDOS SOBRE O MÉTODO APAC ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AOS CONDENADOS

Leia mais

Observatório Social de Cruz Alta (OSCA): relato de experiência 2º Encontro dos Observatórios Sociais do Estado do Rio Grande do Sul

Observatório Social de Cruz Alta (OSCA): relato de experiência 2º Encontro dos Observatórios Sociais do Estado do Rio Grande do Sul Observatório Social de Cruz Alta (OSCA): relato de experiência 2º Encontro dos Observatórios Sociais do Estado do Rio Grande do Sul Apresentação: Angelita Woltmann Vice-Presidente para Assuntos de Produtos

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2010

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2010 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2010 Reunião Mensal de Fevereiro, realizada com a presença dos representantes municipais em Corinto; Definição do novo Gestor e Plano de Trabalho para 2010; Trabalhar a aproximação

Leia mais

CERIMONIAL NO LEGISLATIVO MUNICIPAL

CERIMONIAL NO LEGISLATIVO MUNICIPAL CERIMONIAL NO LEGISLATIVO MUNICIPAL PLANEJAMENTO E ORGANIZAÇÃO DO CERIMONIAL PÚBLICO SESSÃO DE INSTALAÇÃO E POSSE DE VEREADORES E PREFEITOS 1 ATRIBUIÇÕES DO CERIMONIAL Preparação dos Atos Solenes; Recepção

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL Tangará da Serra - Estado de Mato Grosso

CÂMARA MUNICIPAL Tangará da Serra - Estado de Mato Grosso 1 PEQUENO EXPEDIENTE 41ª SESSÃO ORDINÁRIA DE 22/11/2016 Início do Expediente: Leitura de um Capítulo Bíblico VEREADOR PROFESSOR SEBASTIAN. PROJETO DE LEI Nº 169/2016, de autoria do Executivo Municipal,

Leia mais

Pela transparência e qualidade na aplicação dos recursos públicos!

Pela transparência e qualidade na aplicação dos recursos públicos! Pela transparência e qualidade na aplicação dos recursos públicos! Tempo de Atuação Estrutura da Equipe PERFIL PERFIL DO OBSERVATÓRIO SOCIAL 3 anos Receita do OS 1º Quadrimestre 2014 R$ 16.681,00 Despesas

Leia mais

RELATÓRIO TERCEIRO QUADRIMESTRE DE 2013

RELATÓRIO TERCEIRO QUADRIMESTRE DE 2013 1 RELATÓRIO TERCEIRO QUADRIMESTRE DE 2013 Este relatório refere-se sobre a atuação do Observatório Social de Guarapuava (OSG), no período de Setembro a Dezembro de 2013. No mês de Setembro, o OSG participou

Leia mais

Regimento para as Eleições das Diretorias Executiva Nacional e dos Capítulos Biênio 2013/2015

Regimento para as Eleições das Diretorias Executiva Nacional e dos Capítulos Biênio 2013/2015 Regimento para as Eleições das Diretorias Executiva Nacional e dos Capítulos Biênio 2013/2015 Introdução No próximo dia 30 de abril, de conformidade com os artigos 10 Item a, 12 Itens 2 e 3 e 34-2 Item

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES

CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES PARECER DA COMISSÃO DE SAÚDE, CIDADANIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL Projeto de Lei nº 034 de 19 de março de 2014 AUTOR: Poder Executivo PARECER: Favorável, sem apresentação de emendas EMENTA: Autoriza o Poder

Leia mais

Plano de Metas Conselho de Consumidores da Enel Distribuição Ceará CONERGE. Mar/2017. Antonio Erildo Lemos Pontes Presidente Conselho

Plano de Metas Conselho de Consumidores da Enel Distribuição Ceará CONERGE. Mar/2017. Antonio Erildo Lemos Pontes Presidente Conselho Conselho de Consumidores da Enel Distribuição Ceará CONERGE Mar/2017 Antonio Erildo Lemos Pontes Presidente Conselho Resolução 451/2011 (Revisão Res 715/2016) - ANEEL CAPÍTULO VII - DAS DESPESAS E PRESTAÇÃO

Leia mais

ANO IV I Le L ó e p ó o p l o i l s i, s, à à de d e Ma M i a o i o de d e Nº N º DECRETO

ANO IV I Le L ó e p ó o p l o i l s i, s, à à de d e Ma M i a o i o de d e Nº N º DECRETO ANO IV Leópolis, 11 à 17 de Maio de 2012 Nº 188 DECRETO 2 Edição n 188 11 à 17 de Maio de 2012 11 à 17 de Maio de 2012 Edição n 188 3 4 Edição n 188 11 à 17 de Maio de 2012 PORTARIAS LICITAÇÃO PORTARIA

Leia mais

SEÇÃO JUDICIÁRIA DE SANTA CATARINA Travessa Ministro Luiz Gallotti, 60 - Bairro Centro - CEP Jaraguá do Sul - SC DECISÃO

SEÇÃO JUDICIÁRIA DE SANTA CATARINA Travessa Ministro Luiz Gallotti, 60 - Bairro Centro - CEP Jaraguá do Sul - SC DECISÃO DECISÃO 1. Na data de hoje, 05/12/2011, por meio de terceiros, chegou à Direção do Foro de Jaraguá do Sul-SC a notícia da expedição da Portaria PGFN n. 793, de 30/11/2011, dando conta da desativação temporária

Leia mais

MEMO. CD. N. 016/2014 Brasília, 25 de julho de 2014.

MEMO. CD. N. 016/2014 Brasília, 25 de julho de 2014. MEMO. CD. N. 016/2014 Brasília, 25 de julho de 2014. DO: CONSELHO DELIBERATIVO - Biênio 2013/2015 PARA: PAULO HENRIQUE CARVALHO / ex Presidente da Diretoria Executiva Biênio 2007/2009. ASSUNTO: Solicita

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 031, DE 07 DE MAIO DE 2015. GABINETE DO PREFEITO

PROJETO DE LEI Nº 031, DE 07 DE MAIO DE 2015. GABINETE DO PREFEITO PROJETO DE LEI Nº 031, DE 07 DE MAIO DE 2015. GABINETE DO PREFEITO Autoriza subvenção para o CONSEPRO - CONSELHO DE DEFESA E SEGURANÇA COMUNITÁRIA e dá outras providências. Art. 1º. Fica o Poder Executivo

Leia mais

P O R T A R I A N 009/2017

P O R T A R I A N 009/2017 P O R T A R I A N 009/2017 Estabelece as atribuições dos Funcionários da ALMAGIS. O PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO ALAGOANA DE MAGISTRADOS ALMAGIS, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, e: CONSIDERANDO

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 21, DE 07 DE ABRIL DE Autoriza o Município de Guaíra a firmar Convênio com a SOGUBE de Guaíra e dá outras providências.

PROJETO DE LEI Nº 21, DE 07 DE ABRIL DE Autoriza o Município de Guaíra a firmar Convênio com a SOGUBE de Guaíra e dá outras providências. PROJETO DE LEI Nº 21, DE 07 DE ABRIL DE 2016. Autoriza o Município de Guaíra a firmar Convênio com a SOGUBE de Guaíra e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPALDE GUAÍRA APROVA: Art. 1º Fica o Poder

Leia mais

(Favor preencher com letra de forma ou datilografado.) (1) Organização:... (2) Endereço:... Cidade:... Estado:...

(Favor preencher com letra de forma ou datilografado.) (1) Organização:... (2) Endereço:... Cidade:... Estado:... ASSISTÊNCIA A PROJETOS COMUNITÁRIOS E DE SEGURANÇA HUMANA 1. Requerente FORMULÁRIO DE REQUERIMENTO (Favor preencher com letra de forma ou datilografado.) (1) Organização:... (2) Endereço:... Cidade:...

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES

CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES PARECER DA COMISSÃO DE ORÇAMENTO E FINANÇAS Projeto de Lei nº 149 de 25 de setembro de 2013 AUTOR: Poder Executivo PARECER: Favorável, sem apresentação de emendas EMENTA: Autoriza o Poder Executivo a conceder

Leia mais

1. O QUE É O PROJETO

1. O QUE É O PROJETO 1. O QUE É O PROJETO a) É o envolvimento do advogado, como voluntário, fazendo aquilo que ele mais entende e pelo mais nobre dos motivos: Combate à corrupção. a) É o envolvimento da comunidade local, como

Leia mais

1º Relatório Quadrimestral de Prestação de Contas

1º Relatório Quadrimestral de Prestação de Contas 1º Relatório Quadrimestral de Prestação de Contas (Janeiro a Abril de 2014) ESTRUTURA ORGANIZACIONAL - GESTÃO 2014 PRESIDENTE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS-FINANCEIROS VICE-PRESIDENTE ASSUNTOS INSTITUCIONAIS

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 813/07.

LEI MUNICIPAL Nº 813/07. LEI MUNICIPAL Nº 813/07. Este ato esteve fixado no painel de publicação no período de 31/07/2007 a 31/08/2007. Responsável. Reestrutura o Conselho Municipal da Saúde, revoga a Lei Municipal nº 055/91,

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE CONTAS E ATIVIDADES TERCEIRO QUADRIMESTRE DE 2016 INDIGNAR-SE É IMPORTANTE. ATITUDE É FUNDAMENTAL

APRESENTAÇÃO DE CONTAS E ATIVIDADES TERCEIRO QUADRIMESTRE DE 2016 INDIGNAR-SE É IMPORTANTE. ATITUDE É FUNDAMENTAL APRESENTAÇÃO DE CONTAS E ATIVIDADES TERCEIRO QUADRIMESTRE DE 2016 INDIGNAR-SE É IMPORTANTE. ATITUDE É FUNDAMENTAL ATA DA 15ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Aos vinte dias do mês de setembro

Leia mais

MUNICÍPIO DE TAQUARITINGA. Sexta-feira, 01 de julho de 2016 Ano I Edição nº 116 Página 1 de 6

MUNICÍPIO DE TAQUARITINGA.   Sexta-feira, 01 de julho de 2016 Ano I Edição nº 116 Página 1 de 6 Sexta-feira, 01 de julho de 2016 Ano I Edição nº 116 Página 1 de 6 SUMÁRIO PODER EXECUTIVO DE TAQUARITINGA 2 Atos Oficiais 2 Leis 2 Licitações e Contratos 2 Contratos 2 Atos Administrativos 3 Editais de

Leia mais

Situação Proposta ESTATUTO DO FUNDO DE PENSÃO MULTIPATROCINADO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, SECCIONAL DE SANTA CATARINA-

Situação Proposta ESTATUTO DO FUNDO DE PENSÃO MULTIPATROCINADO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, SECCIONAL DE SANTA CATARINA- ESTATUTO DO FUNDO DE PENSÃO MULTIPATROCINADO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, SECCIONAL DE SANTA CATARINA - OABPrev-SC Quadro Comparativo 29/01/2016 ESTATUTO ESTATUTO Justificativa Situação atual ESTATUTO

Leia mais

RELATÓRIO E PARECER DO CONTROLE INTERNO REFERENTE À PRESTAÇÃO DE CONTAS DO PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL DE ARATIBA EXERCÍCIO 2016

RELATÓRIO E PARECER DO CONTROLE INTERNO REFERENTE À PRESTAÇÃO DE CONTAS DO PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL DE ARATIBA EXERCÍCIO 2016 RELATÓRIO E PARECER DO CONTROLE INTERNO REFERENTE À PRESTAÇÃO DE CONTAS DO PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL DE ARATIBA EXERCÍCIO 2016 Na qualidade de responsável pelo órgão de Controle Interno do Município

Leia mais

RELAÇÃO DE LIVROS DE REGISTRO DA CÂMARA MUNICIPAL DE PARATY. Estante I (superior): livros (de cima para baixo) do lado esquerdo

RELAÇÃO DE LIVROS DE REGISTRO DA CÂMARA MUNICIPAL DE PARATY. Estante I (superior): livros (de cima para baixo) do lado esquerdo Estante I (superior): livros (de cima para baixo) do lado esquerdo 1 2 3 4 5-6 1. CÂMARA MUNICIPAL DE PARATY. Livro de actas da eleição de hum senador para a Província na conformidade do Art. n.80 da Lei

Leia mais

PLANEJAMENTO DE ATIVIDADES Clique aqui e acompanhe a agenda atualizada em tempo real

PLANEJAMENTO DE ATIVIDADES Clique aqui e acompanhe a agenda atualizada em tempo real Anexo I da ata de reunião de planejamento do SINDISEAB, realizada no dia 19 de janeiro de 2017, em segunda convocação, às 9h, na sala de reuniões do SINDISEAB - fundos, localizada na Rua Manoel Pedro,

Leia mais

Capítulo I DA DENOMINAÇÃO, DA SEDE E DAS FINALIDADES

Capítulo I DA DENOMINAÇÃO, DA SEDE E DAS FINALIDADES Regimento Interno da ESCOLA NOTARIAL E REGISTRAL DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO ENORES, instituída pelo Sindicato dos Notários e Registradores do Espírito Santo SINOREG-ES, Associação dos Notários e Registradores

Leia mais

Mostra de Projetos Econsciente Carregue essa Ideia

Mostra de Projetos Econsciente Carregue essa Ideia Mostra Local de: Dois Vizinhos Mostra de Projetos 2011 Econsciente Carregue essa Ideia Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais Nome da Instituição/Empresa: Associação Comercial

Leia mais

PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA PARA 2013 REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR 19 DE DEZEMBRO DE 2012

PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA PARA 2013 REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR 19 DE DEZEMBRO DE 2012 PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA PARA 2013 REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR 19 DE DEZEMBRO DE 2012 1.000 800 600 400 729 CERTIFICAÇÃO ADM. EM GERAL E PROFISSIONAIS DE INVESTIMENTOS Número de Inscritos Clique para 816

Leia mais

estabelecimento; e) viabilizar assistência ao reeducando e à sua família, com ou sem participação de outras pessoas ou instituições; f) estimular a

estabelecimento; e) viabilizar assistência ao reeducando e à sua família, com ou sem participação de outras pessoas ou instituições; f) estimular a ESTADO DE SERGIPE ESTATUTO DO CONSELHO DA COMUNIDADE NA EXECUÇÃO PENAL COM ATUAÇÃO PERANTE A VARA DE EXECUÇÕES CRIMINAIS E CORREGEDORIA DOS PRESÍDIOS DO ESTADO DE SERGIPE Capítulo I - Da Composição e Finalidades

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DO 8º CONGRESSO DAS APACs 2017 Somos todos Recuperandos

PROGRAMAÇÃO DO 8º CONGRESSO DAS APACs 2017 Somos todos Recuperandos PROGRAMAÇÃO DO 8º CONGRESSO DAS APACs 2017 Somos todos Recuperandos Recuperar o preso, reconciliar famílias, pacificar comunidades Dia 13/07/2017 Quinta-feira 08:00 às 17:00 Credenciamento 09:00 Inauguração

Leia mais

ESTATUTO DO CENTRO ACADÊMICO DO CURSO DE SECRETARIADO EXECUTIVO TRILÍNGUE DA UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL - CAMPUS CANOAS TÍTULO I

ESTATUTO DO CENTRO ACADÊMICO DO CURSO DE SECRETARIADO EXECUTIVO TRILÍNGUE DA UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL - CAMPUS CANOAS TÍTULO I ESTATUTO DO CENTRO ACADÊMICO DO CURSO DE SECRETARIADO EXECUTIVO TRILÍNGUE DA UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL - CAMPUS CANOAS TÍTULO I DO CENTRO ACADÊMICO DO SECRETARIADO EXECUTIVO TRILÍNGUE Art. 1 O Centro

Leia mais

Município de Taquari Estado do Rio Grande do Sul

Município de Taquari Estado do Rio Grande do Sul Lei nº. 3.961, de 20 de dezembro de 2016. Autoriza o Poder Executivo a celebrar convênio com o Clube de Idosos Amor e Integração. EMANUEL HASSEN DE JESUS, Prefeito Municipal de Taquari, Estado do Rio Grande

Leia mais

REGIMENTO INTERNO CONSORCIO INTERMUNICIPAL DE SAÚDE DO VALE DO TAQUARI CONSISA-VRT

REGIMENTO INTERNO CONSORCIO INTERMUNICIPAL DE SAÚDE DO VALE DO TAQUARI CONSISA-VRT REGIMENTO INTERNO CONSORCIO INTERMUNICIPAL DE SAÚDE DO VALE DO TAQUARI CONSISA-VRT CAPÍTULO I DA CONSTITUIÇÃO Art. 1º - O presente Regimento Interno regulamenta as atribuições do Consórcio Intermunicipal

Leia mais

Diário Oficial do. Prefeitura Municipal de Conceição do Coité. terça-feira, 16 de maio de 2017 Ano X - Edição nº Caderno 1

Diário Oficial do. Prefeitura Municipal de Conceição do Coité. terça-feira, 16 de maio de 2017 Ano X - Edição nº Caderno 1 Diário Oficial do Município terça-feira, 16 de maio de 2017 Ano X - Edição nº 01924 Caderno 1 Prefeitura Municipal de Conceição do Coité publica terça-feira, 16 de maio de 2017 Ano X - Edição nº 01924

Leia mais

I RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO SEMESTRAL DA ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE O PEQUENO NAZARENO CEARÁ

I RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO SEMESTRAL DA ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE O PEQUENO NAZARENO CEARÁ I RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO SEMESTRAL DA ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE O PEQUENO NAZARENO CEARÁ Organização: Associação Beneficente O Pequeno Nazareno Projeto: Projeto Gente Grande Início da listagem: 19/09/2014

Leia mais

Samir Fouani CRC/PR /O-8 CNPC 3118

Samir Fouani CRC/PR /O-8 CNPC 3118 Samir Fouani CRC/PR 028580/O-8 CNPC 3118 Formação: Graduado bacharel em Ciências Contábeis pela Faculdade SPEI Sociedade Paranaense de Ensino de Informática. Academicodo sétimo período em Direito pela

Leia mais

SEJA VOLUNTÁRIO. osbrasil.org.br

SEJA VOLUNTÁRIO. osbrasil.org.br SEJA VOLUNTÁRIO 3º Relatório Quadrimestral de Prestação de Contas (Setembro a Dezembro de 2014) Perfil do Observatório Social: Fundado em Outubro de 2009 Estrutura da equipe: 5- Conselho de Administração

Leia mais

Regulamento do Fundo Social da Sicredi Noroeste RS

Regulamento do Fundo Social da Sicredi Noroeste RS A Assembleia Geral Ordinária, de 12 de abril de 2017, amparada pelas assembleias de núcleos, aprovou a criação do Fundo Social, que observará as definições contidas neste regulamento. a) Objetivo do Fundo

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA PEC REGULAMENTO

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA PEC REGULAMENTO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA PEC REGULAMENTO 2017 1. Este Regulamento define as regras adotadas pelo Instituto de Certificação Institucional e dos Profissionais de Seguridade Social () para o Programa

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES

CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES PARECER DA COMISSÃO DE ORÇAMENTO E FINANÇAS Projeto de Lei nº 185 de 27 de novembro de 2013 AUTOR: Poder Executivo PARECER: Favorável, sem apresentação de emendas EMENTA: Autoriza o Poder Executivo a conceder

Leia mais

ESTATUTO DA FRENTE PARLAMENTAR EM DEFESA DO SISTEMA NACIONAL DE AUDITORIA DO SUS- SNA

ESTATUTO DA FRENTE PARLAMENTAR EM DEFESA DO SISTEMA NACIONAL DE AUDITORIA DO SUS- SNA ESTATUTO DA FRENTE PARLAMENTAR EM DEFESA DO SISTEMA NACIONAL DE AUDITORIA DO SUS- SNA Art.1 - A FRENTE PARLAMENTAR EM DEFESA DO SISTEMA NACIONAL DE AUDITORIA DO SUS- SNA, constituída de acordo com o Ato

Leia mais

PROPOSTA DE REVISÃO ORÇAMENTÁRIA PARA 2012

PROPOSTA DE REVISÃO ORÇAMENTÁRIA PARA 2012 PROPOSTA DE REVISÃO ORÇAMENTÁRIA PARA 2012 REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR 3 DE MAIO DE 2012 PREMISSAS I RECEITAS E DESPESAS DE CERTIFICAÇÃO 1.1 RECEITAS DE CERTIFICAÇÃO Taxas de inscrição Administradores

Leia mais

Art. 3º A eleição citada no artigo anterior será realizada a cada 2 (dois) anos, preferencialmente no segundo semestre.

Art. 3º A eleição citada no artigo anterior será realizada a cada 2 (dois) anos, preferencialmente no segundo semestre. REGIMENTO INTERNO DA UMESC Art. 1º A União dos Militares Evangélicos de Santa Catarina UMESC, regida pelo Código Civil Brasileiro e por seu Estatuto, será regulada pelas normas contidas no presente Regimento

Leia mais

GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISA EM NUTRIÇÃO E DIETÉTICA ESTATUTO GEPNuDi

GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISA EM NUTRIÇÃO E DIETÉTICA ESTATUTO GEPNuDi GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISA EM NUTRIÇÃO E DIETÉTICA ESTATUTO GEPNuDi CAPÍTULO I DA FINALIDADE E CONSTITUIÇÃO Art. 1º - Ora em diante, o denominado GEPNuDi Grupo de Estudos e Pesquisa em Nutrição e Dietética

Leia mais

Programa Primeiro Museu

Programa Primeiro Museu R E G U L A M E N T O Programa Primeiro Museu O Instituto Cultural Ingá e o Museu da Família, ambos com sede e foro na cidade de Maringá-PR, no cumprimento de seus objetivos institucionais e inspirados

Leia mais

Capítulo I DA DENOMINAÇÃO, DA SEDE E DAS FINALIDADES

Capítulo I DA DENOMINAÇÃO, DA SEDE E DAS FINALIDADES Regimento Interno da ESCOLA NOTARIAL E REGISTRAL DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO ENORES, instituída pelo Sindicato dos Notários e Registradores do Espírito Santo SINOREG-ES, Associação dos Notários e Registradores

Leia mais

CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES E PRAZOS PARA A PREFEITURA

CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES E PRAZOS PARA A PREFEITURA CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES E PRAZOS PARA A PREFEITURA É DE SUMA IMPORTÂNCIA ESTARMOS ATENTOS AOS PRAZOS LIMITE, PARA QUE TENHAMOS MAIOR TRANQÜILIDADE PERANTE NOSSOS CLIENTES E OS GESTORES PERANTE A SOCIEDADE,

Leia mais

A Contabilidade e os Desafios do Terceiro Setor

A Contabilidade e os Desafios do Terceiro Setor CÂMARA TÉCNICA DEBATE - CRCSC A Contabilidade e os Desafios do Terceiro Setor JUAREZ DOMINGUES CARNEIRO MARCO REGULATÓRIO Lei 13.019/2014 e o Decreto 8.726/2016 Marco Regulatório Missão: aperfeiçoar o

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL do Município de Nova Colinas - MA

DIÁRIO OFICIAL do Município de Nova Colinas - MA PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA COLINAS Rua São Francisco, s/n, Centro - Nova Colinas - MA CNPJ: 01.608.768/0001-05 Lei n 193/2017. EDITAL DE PUBLICAÇÃO DE SANÇÃO E PROMULGAÇÃO LEGAL Pelo presente EDITAL

Leia mais

PLANO DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS

PLANO DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS PLANO DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS Avenida Juca Batista, 7570, Bairro Belém Novo, Porto Alegre - RS - Brasil Telefones: 51 3264-0913 / 51 3266-4494 e 51 9113-5110 E-mail: secretaria@nccbelem.org.br DIREÇÃO

Leia mais

G a b i n e t e d a V e r e a d o r a G R A Ç A A M O R I M TEXTO

G a b i n e t e d a V e r e a d o r a G R A Ç A A M O R I M TEXTO PROJETO DE LEI Nº /2013 EMENDA A LEI ORGÂNICA ( ) LEI COMPLEMENTAR ( ) LEI ORDINÁRIA (X ) RESOLUÇÃO NORMATIVA ( ) DECRETO LEGISLATIVOS ( ) AUTORA/SIGNATÁRIA Vereadora GRAÇA AMORIM-PTB EMENTA Institui o

Leia mais

Caso 01 Informações Secretaria de Esporte - Carga horária

Caso 01 Informações Secretaria de Esporte - Carga horária Caso 01 Informações Secretaria de Esporte - Carga horária * No ano de 2013 houve remanejamento de muitos funcionários para a Secretaria de Esportes. Por esta razão solicitamos a prefeitura a relação completa

Leia mais

LEI Nº 1.367, DE 17 DE MAIO DE O PREFEITO MUNICIPAL DE MATO LEITÃO, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL.

LEI Nº 1.367, DE 17 DE MAIO DE O PREFEITO MUNICIPAL DE MATO LEITÃO, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. LEI Nº 1.367, DE 17 DE MAIO DE 2007. AUTORIZA O PODER EXECUTIVO A FIRMAR CONVÊNIO PARA PRESTAÇÃO DE MÚTUA COLABORAÇÃO COM O TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O

Leia mais

ATA DE ASSEMBLÉIA DO SINLAB/PR SINDICATO DOS LABORATÓRIOS DE ANÁLISES E PATOLOGIA CLÍNICA DO ESTADO DO PARANÁ EM LONDRINA NA DATA DE 21/11/2016

ATA DE ASSEMBLÉIA DO SINLAB/PR SINDICATO DOS LABORATÓRIOS DE ANÁLISES E PATOLOGIA CLÍNICA DO ESTADO DO PARANÁ EM LONDRINA NA DATA DE 21/11/2016 ATA DE ASSEMBLÉIA DO SINLAB/PR SINDICATO DOS LABORATÓRIOS DE ANÁLISES E PATOLOGIA CLÍNICA DO ESTADO DO PARANÁ EM LONDRINA NA DATA DE 21/11/2016 Aos vinte e um dias do mês de novembro do ano de dois mil

Leia mais

PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA PARA 2013 REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR

PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA PARA 2013 REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA PARA 2013 REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR 19 DE DEZEMBRO DE 2012 PREMISSAS I RECEITAS E DESPESAS DE CERTIFICAÇÃO 1.1 RECEITAS DE CERTIFICAÇÃO Taxas de inscrição: Certificação por experiência:

Leia mais

Tabela 1 - Receitas e Despesas em Receita Arrecadada. Discriminação da Receita Arrecadada Montante % Receita de Anuidades

Tabela 1 - Receitas e Despesas em Receita Arrecadada. Discriminação da Receita Arrecadada Montante % Receita de Anuidades Tabela 1 - Receitas e Despesas em 2.009 Receita Arrecadada Discriminação da Receita Arrecadada Montante % Receita de Anuidades 1.042.627 84 Receita Patrimonial - Rendimento da Poupança 26.179 2 Receita

Leia mais

GUIA PARA O CADASTRO DE ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL NO SITE DO INSTITUTO LIGA SOCIAL

GUIA PARA O CADASTRO DE ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL NO SITE DO INSTITUTO LIGA SOCIAL GUIA PARA O CADASTRO DE ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL NO SITE DO INSTITUTO LIGA SOCIAL O Liga Social, novo nome do Ajuda Paraná, foi criado para fazer a ponte entre Organizações da Sociedade Civil e

Leia mais

Gerente do Departamento de Políticas Públicas de Resíduos Sólidos e Eficiência dos Recursos Naturais da CETESB

Gerente do Departamento de Políticas Públicas de Resíduos Sólidos e Eficiência dos Recursos Naturais da CETESB João Luiz Potenza Gerente do Departamento de Políticas Públicas de Resíduos Sólidos e Eficiência dos Recursos Naturais da CETESB POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS -PNRS Lei Federal n 12.305, de 2 de

Leia mais

Período: Maio Agosto de 2017

Período: Maio Agosto de 2017 RELATÓRIO Período: Maio Agosto de 2017 MAIO 10/05/2017 Participação na IV Semana de Iniciação Científica e XIV Jornada Científica da Faculdade Presbiteriana Mackenzie Rio. Tema: O voluntariado no Observatório

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL Tangará da Serra - Estado de Mato Grosso

CÂMARA MUNICIPAL Tangará da Serra - Estado de Mato Grosso 1 PEQUENO EXPEDIENTE 34ª SESSÃO ORDINÁRIA DE 4/10/2016 Início do Expediente: Leitura de um Capítulo Bíblico VEREADOR WELLINGTON BEZERRA. PROJETO DE LEI Nº 145/2016, de autoria do Executivo Municipal, que

Leia mais

Proposta de Regulamento nº 01/2015 do II CONSEJU De 25 de março de Capítulo I Da Realização

Proposta de Regulamento nº 01/2015 do II CONSEJU De 25 de março de Capítulo I Da Realização Proposta de Regulamento nº 01/2015 do II CONSEJU De 25 de março de 2015 Cria as regras para Eleição dos Delegados(as) e Observadores, e apresentação de teses ao II CONSEJU-SE. Capítulo I Da Realização

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS DIÁCONOS BATISTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ESTATUTO DA ADIBERJ

ASSOCIAÇÃO DOS DIÁCONOS BATISTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ESTATUTO DA ADIBERJ ASSOCIAÇÃO DOS DIÁCONOS BATISTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ESTATUTO DA ADIBERJ CAPÍTULO I Da Denominação e Fins Art. 1º - Sob a denominação de Associação dos Diáconos Batistas do Estado do Rio de Janeiro,

Leia mais

Newsletter abril/2017 Nº: 003

Newsletter abril/2017 Nº: 003 Newsletter abril/2017 Nº: 003 No dia 4 de março, nas dependências da AMERGS, foi realizada a Assembleia Geral da entidade, para prestação de contas da gestão 2015/17 e realização das eleições para o próximo

Leia mais

EDITAL N. 1/2016 (RETIFICADO) ELEIÇÕES PARA OS CARGOS DA DIRETORIA EXECUTIVA DO DAEP

EDITAL N. 1/2016 (RETIFICADO) ELEIÇÕES PARA OS CARGOS DA DIRETORIA EXECUTIVA DO DAEP EDITAL N. 1/2016 (RETIFICADO) ELEIÇÕES PARA OS CARGOS DA DIRETORIA EXECUTIVA DO DAEP A COMISSÃO ELEITORAL, no uso das suas atribuições descritas no artigo 31 do Estatuto do DAEP, torna pública a abertura

Leia mais

MUNICÍPIO DE TEUTÔNIA

MUNICÍPIO DE TEUTÔNIA LEI 4.734 DE 1º DE MARÇO DE 2017 Dispõe sobre a destinação e o recebimento de patrocínios pelo Poder Público a eventos realizados no território do Município de Teutônia. O PREFEITO MUNICIPAL DE TEUTÔNIA,

Leia mais

Propostas para o Município

Propostas para o Município Piracicaba, 22 de outubro de 2011 Propostas e Moções aprovadas e Delegados eleitos pela 1ª Conferência Municipal sobre Transparência e Controle Social de Piracicaba (Consocial) realizada no dia 22 de outubro

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DA FUNDAÇÃO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO ESTADO DA BAHIA - PREVBAHIA

ESTATUTO SOCIAL DA FUNDAÇÃO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO ESTADO DA BAHIA - PREVBAHIA DE ESTATUTO SOCIAL DA FUNDAÇÃO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO ESTADO DA BAHIA - PREVBAHIA Art. 1º A Fundação de Previdência Complementar dos Servidores Públicos do Estado da Bahia

Leia mais

ESTATUTO FUNDAÇÃO CULTURA ARTÍSTICA DE LONDRINA

ESTATUTO FUNDAÇÃO CULTURA ARTÍSTICA DE LONDRINA ESTATUTO FUNDAÇÃO CULTURA ARTÍSTICA DE LONDRINA CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO, SEDE, PRAZO DE DURAÇÃO E FINALIDADES Art. 1º - Fundação Cultura Artística de Londrina, Funcart, com sede e foro na cidade de Londrina,

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 39/2016, DE 30 DE JUNHO DE 2016.

PROJETO DE LEI Nº 39/2016, DE 30 DE JUNHO DE 2016. PROJETO DE LEI Nº 39/2016, DE 30 DE JUNHO DE 2016. DISPÕE SOBRE O SERVIÇO VOLUNTÁRIO NO MUNICÍPIO DE GUAPORÉ O PREFEITO MUNICIPAL DE GUAPORÉ faz saber, em cumprimento ao disposto no artigo 57, inciso IV

Leia mais

Objetivos. PROATIVIDADE x REATIVIDADE

Objetivos. PROATIVIDADE x REATIVIDADE Objetivos Harmonizar as atividades dos parlamentares no Congresso Nacional (Câmara e Senado); Interlocução com o Executivo e Judiciário; Organizar o relacionamento das entidades representativas do setor

Leia mais

ESTATUTO DO DIREITO DE OPOSIÇÃO

ESTATUTO DO DIREITO DE OPOSIÇÃO ESTATUTO DO DIREITO DE OPOSIÇÃO 1 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO ANO DE 2012 1. Introdução A Lei n.º 24/98, de 26 de maio aprovou o Estatuto do Direito de Oposição, assegurando às minorias o direito de constituir

Leia mais

LICITAÇÃO N.º 005/2013 CONVITE N.º 003/2013 Menor Preço Global

LICITAÇÃO N.º 005/2013 CONVITE N.º 003/2013 Menor Preço Global LICITAÇÃO N.º 005/2013 CONVITE N.º 003/2013 Menor Preço Global A Câmara Municipal de Centenário do Sul, Estado do Paraná, em conformidade com a Lei nº 8.666/93 de 21 de Junho de 1993, suas alterações e

Leia mais

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DAS LAJES DO PICO

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DAS LAJES DO PICO Parte da ata em minuta da Sessão Ordinária da Assembleia Municipal das Lajes do Pico, realizada aos trinta dias do mês de setembro do ano de dois mil e catorze, no Auditório Municipal das Lajes do Pico.

Leia mais

Como funciona o governo?

Como funciona o governo? Como funciona o governo? Divisão dos poderes Executivo Presidente, governadores, prefeitos, ministros, secretários Legislativo Senadores, deputados federais e estaduais, vereadores Judiciário Supremo Tribunal

Leia mais

ESTATUTOS DO GRUPO DESPORTIVO SANTANDER TOTTA. CAPÍTULO I SEÇÃO I CONSTITUIÇÃO ART.º 1.º (Denominação e Natureza)

ESTATUTOS DO GRUPO DESPORTIVO SANTANDER TOTTA. CAPÍTULO I SEÇÃO I CONSTITUIÇÃO ART.º 1.º (Denominação e Natureza) ESTATUTOS DO GRUPO DESPORTIVO SANTANDER TOTTA CAPÍTULO I SEÇÃO I CONSTITUIÇÃO ART.º 1.º (Denominação e Natureza) 1. O Grupo Desportivo Santander Totta, é uma Associação de direito privado, sem fins lucrativos,

Leia mais

COMISSÃO DA CRIANÇA E ADOLESCENTE

COMISSÃO DA CRIANÇA E ADOLESCENTE ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL 8ª SUBSEÇÃO DE PIRACICABA COMISSÃO DA CRIANÇA E ADOLESCENTE MANUAL DO SELO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE APRESENTAÇÃO A função primordial do SELO é reconhecer os bons e efetivos

Leia mais

As diferentes modalidades de gestão no SUS

As diferentes modalidades de gestão no SUS XXVII CONGRESSO DE SECRETÁRIOS MUNICIPAIS DE SAÚDE DO ESTADO DE SÃO PAULO As diferentes modalidades de gestão no SUS Lenir Santos Março 2013 LENIR SANTOS março de 13 1 FORMAS DE GESTÃO DO SUS ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO REUNIÃO ORDINÁRIA REUNIÃO CONJUNTA DAS CÂMARAS. Dia 5/5/2014 segunda-feira

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO REUNIÃO ORDINÁRIA REUNIÃO CONJUNTA DAS CÂMARAS. Dia 5/5/2014 segunda-feira REUNIÃO CONJUNTA DAS CÂMARAS 8h30 9h às 11h30 11h30 às 13h Credenciamento Mesa de abertura: Ministro do MEC Presidente do CNE Representante do Poder Executivo Estadual Representante do Poder Executivo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS LAGOAS ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL

PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS LAGOAS ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS LAGOAS ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL LEI N. 2.738, DE 16 DE JULHO DE 2013. "DISPÕE SOBRE A INSTITUIÇÃO DO PROGRAMA "IMÓVEL LEGAL" E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS." MARCIA MOURA, Prefeita

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Lei Municipal Nº:1935/ Lei Federal Nº: CASA DA CIDADANIA DE MONTES CLAROS/MG

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Lei Municipal Nº:1935/ Lei Federal Nº: CASA DA CIDADANIA DE MONTES CLAROS/MG Resolução nº 01/2014 DISPÕE SOBRE O PLANO DE AÇÃO 2014 DO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA DE MONTES CLAROS/MG O CMDCA no uso de suas atribuições legais que lhe conferem a Lei Municipal nº1.935/1991

Leia mais

Eventos O futuro no atendimento e relacionamento com o consumidor Nivelamento de Assuntos Estratégicos com os Conselhos de Consumidores

Eventos O futuro no atendimento e relacionamento com o consumidor Nivelamento de Assuntos Estratégicos com os Conselhos de Consumidores Eventos O futuro no atendimento e relacionamento com o consumidor O Vice-Presidente do Conselheiro e representante regional do Sudeste, Lourival Koji Kawasima participou do Seminário "O futuro no Atendimento

Leia mais

LEI ORGÂNICA, REGIMENTO INTERNO E PROCESSO LEGISLATIVO

LEI ORGÂNICA, REGIMENTO INTERNO E PROCESSO LEGISLATIVO LEI ORGÂNICA, REGIMENTO INTERNO E PROCESSO LEGISLATIVO PAUTA 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS 2. LEI ORGÂNICA E REGIMENTO INTERNO 3. PROCESSO LEGISLATIVO 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS Poder Legislativo na Constituição

Leia mais

HISTÓRICO DE REVISÕES

HISTÓRICO DE REVISÕES PÁGINA: 1/11 DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO DIRAD ÁREA GESTÃO DE COMPRAS/ QUALIDADE CÓDIGO DE CLASSIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 010 TíTULO: CADASTRAR/ATUALIZAR FORNECEDOR (PESSOA FÍSICA, JURÍDICA E ONG S) SICAF/SICONV

Leia mais

f^isf""w^_~'(. CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA Gabinete Vereador Robert 1903/2QÍ4 EXMO SR. PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA

f^isfw^_~'(. CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA Gabinete Vereador Robert 1903/2QÍ4 EXMO SR. PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA f^isf""w^_~'(. CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA 1903/2QÍ4 REQUERIMENTO N 2014 Requer que seja outorgada a MEDALHA BOTICÁRIO FERREIRA ao Exmo. Sr. Engenheiro Aldenor Figueiredo Brito, Presidente Estadual do

Leia mais

Consórcios Públicos em Saúde. Ceará, 2008

Consórcios Públicos em Saúde. Ceará, 2008 Consórcios Públicos em Saúde Ceará, 2008 Principais Inovações Lei dos Consórcios (Lei n.º 11.107 de 06 de abril de 2005) Protocolo de Intenções Pessoa jurídica para representar o Consórcio Contratos de

Leia mais

Circular 304/2012 São Paulo, 27 de julho de Provedor/Presidente Administrador

Circular 304/2012 São Paulo, 27 de julho de Provedor/Presidente Administrador 1 Circular 304/2012 São Paulo, 27 de julho de 2012. Provedor/Presidente Administrador REF.: Lei de Acesso à Informação Prezados Senhores, Servimo-nos do presente para tecer alguns apontamentos relativos

Leia mais

ESTATUTO DO GRUPO DO LEITE UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CAPÍTULO I - DOS OBJETIVOS

ESTATUTO DO GRUPO DO LEITE UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CAPÍTULO I - DOS OBJETIVOS ESTATUTO DO GRUPO DO LEITE UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CAPÍTULO I - DOS OBJETIVOS Art.1 - O GRUPO DO LEITE, da Universidade Federal de Lavras (UFLA), entidade civil, apartidária, sem fins lucrativos,

Leia mais

Associação dos Blogueiros do Estado de Pernambuco

Associação dos Blogueiros do Estado de Pernambuco ASSOCIAÇÃO DOS BLOGUEIROS DO ESTADO DE PERNAMBUCO - ABLOGPE EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ELEIÇÃO DA DIRETORIA, CONSELHO FISCAL E ALTERAÇÃO ESTATUTÁRIA EDITAL Nº 001/2017 O Presidente da Comissão Eleitoral

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES E METAS - ANO 2003 DESTINO DOS RECURSOS. Rec. Humanos Rec. Materiais Subtotal Desp. Administ. Total

PLANO DE ATIVIDADES E METAS - ANO 2003 DESTINO DOS RECURSOS. Rec. Humanos Rec. Materiais Subtotal Desp. Administ. Total PLANO DE ATIVIDADES E METAS - ANO 2003 DESTINO DOS RECURSOS ITEM META Custos por Ação (R$) Rec. Humanos Rec. Materiais Subtotal Desp. Administ. Total 1 Estrutura Básica para Atendimento 41.507,28 1.255,35

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES E METAS - ANO 2004 DESTINO DOS RECURSOS. Rec. Humanos Rec. Materiais Subtotal Desp. Administ. Total

PLANO DE ATIVIDADES E METAS - ANO 2004 DESTINO DOS RECURSOS. Rec. Humanos Rec. Materiais Subtotal Desp. Administ. Total PLANO DE ATIVIDADES E METAS - ANO 2004 DESTINO DOS RECURSOS ITEM META Custos por Ação (R$) Rec. Humanos Rec. Materiais Subtotal Desp. Administ. Total 1 Estrutura Básica para Atendimento 43.028,64 7.753,08

Leia mais

VALOR TOTAL RECEBIDO 347, ,74 PORTO ALEGRE

VALOR TOTAL RECEBIDO 347, ,74 PORTO ALEGRE VER. VALDIR LIMA DA SILVA RELATORIO DO CURSO XII Seminário de Mesas Diretoras e Comissões Encontro Preparativo de Instruções para a Mesa, vereadores, assessores e diretores com enfoque nas restrições eleitorais,

Leia mais

IBDFAM Seção: Paraná. Roteiro para RELATÓRIO DE ATIVIDADES. Biênio a) I Simpósio Paranaense de Direito de Família Contemporâneo: 26 e 27 de

IBDFAM Seção: Paraná. Roteiro para RELATÓRIO DE ATIVIDADES. Biênio a) I Simpósio Paranaense de Direito de Família Contemporâneo: 26 e 27 de IBDFAM Seção: Paraná Roteiro para RELATÓRIO DE ATIVIDADES Biênio 2008-2009 1- Atividades desempenhadas no biênio 2008-2009: a) I Simpósio Paranaense de Direito de Família Contemporâneo: 26 e 27 de novembro

Leia mais

Membros do Conselho Administrativo - CAD

Membros do Conselho Administrativo - CAD Membros do Conselho Administrativo - CAD Diretoria Executiva Membros do Conselho Fiscal 2 RECADOS IMPORTANTES: ASSEMBLEIA EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA Cooperativa de Economia e Crédito

Leia mais

Quarta-feira, 06 de janeiro de 2016 Ano III Edição nº 554 Página 1 de 6

Quarta-feira, 06 de janeiro de 2016 Ano III Edição nº 554 Página 1 de 6 Quarta-feira, 06 de janeiro de 2016 Ano III Edição nº 554 Página 1 de 6 SUMÁRIO PODER EXECUTIVO DE VIRADOURO 2 Atos Oficiais 2 Leis 2 Licitações e Contratos 3 Contratos 3 Aviso de Licitação 3 Secretaria

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 024/17, DE 25 DE ABRIL DE 2017.

PROJETO DE LEI Nº 024/17, DE 25 DE ABRIL DE 2017. PROJETO DE LEI Nº 024/17, DE 25 DE ABRIL DE 2017. Autoriza o Município de Floriano Peixoto - RS, através do Poder Executivo, a celebrar Convênio com a Associação Beneficente dos Receptores de Sangue de

Leia mais

Relatório de Diárias e Passagens

Relatório de Diárias e Passagens Portal da Transparência CRC SP Relatório de Diárias e Passagens - 2014 APOIO DIDÁTICO PARA PADRONIZAÇÃO DE APOSTILAS E METODOLOGIA DESPESAS C/ DIARIAS E PASSAGENS DE COLABORADORES R$ 1.210,00 R$ 4.986,00

Leia mais

Mostra de Projetos Educação no Contexto de Segurança Pública

Mostra de Projetos Educação no Contexto de Segurança Pública Mostra de Projetos 2011 Educação no Contexto de Segurança Pública Mostra Local de: Londrina. Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: (Campo

Leia mais

PRIMEIRA CÂMARA SESSÃO: 14/12/06 RELATOR: CONSELHEIRO PRESIDENTE ELMO BRAZ PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº NOTAS TAQUIGRÁFICAS

PRIMEIRA CÂMARA SESSÃO: 14/12/06 RELATOR: CONSELHEIRO PRESIDENTE ELMO BRAZ PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº NOTAS TAQUIGRÁFICAS PRIMEIRA CÂMARA SESSÃO: 14/12/06 RELATOR: CONSELHEIRO PRESIDENTE ELMO BRAZ PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 25584 NOTAS TAQUIGRÁFICAS CONSELHEIRO PRESIDENTE ELMO BRAZ: Tratam os autos de Processo Administrativo

Leia mais