FOREVER LIVING PRODUCTS BRASIL LTDA. CONTRATO DE CREDENCIAMENTO COM PESSOA JURÍDICA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FOREVER LIVING PRODUCTS BRASIL LTDA. CONTRATO DE CREDENCIAMENTO COM PESSOA JURÍDICA"

Transcrição

1 FOREVER LIVING PRODUCTS BRASIL LTDA. CONTRATO DE CREDENCIAMENTO COM PESSOA JURÍDICA Nome da Sociedade/MEI/Empreendedor Independente Pessoa Jurídica: Esta Pessoa Jurídica é uma: Sociedade de Responsabilidade Limitada (LTDA) Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI) Empresário (Firma Individual e/ou MEI) Número de Registro da Pessoa Jurídica ID Fiscal (Anexar cópia do certificado de constituição) Este Contrato de Credenciamento ( Contrato ) terá efeito a partir de de de, por e entre a Pessoa Jurídica no endereço listado acima, (doravante denominada Sociedade/MEI ) e Forever Living Products Brasil Ltda. (doravante denominada FLPB ), cujo endereço comercial é Rua São Clemente, 284, Botafogo, Rio de Janeiro, CEP , RJ, Brasil. O Empreendedor Independente Pessoa Jurídica e a FLPB podem ser denominadas individualmente Parte ou coletivamente Partes neste instrumento. PREÂMBULO CONSIDERANDO QUE, a Sociedade/MEI pretende se tornar um empreendedor independente ( Empreendedor Independente Pessoa Jurídica ) da FLPB; e CONSIDERANDO QUE, se assinado e executado pela FLPB, a Sociedade/MEI entende, declara e concorda que este Contrato será considerado parte do procedimento do registro de pessoa jurídica ( Contrato de Credenciamento ), descrevendo os termos e condições adicionais sob os quais a Sociedade/MEI pode operar como Empreendedor Independente Pessoa Jurídica da FLPB ASSIM SENDO, considerando as premissas e pactos mútuos aqui expressos, as Partes deste instrumento mutuamente acordam o que segue: Contrato de Credenciamento com Pessoa Jurídica Página 1 de 5

2 TERMOS E CONDIÇÕES 1. O Empreendedor Independente Pessoa Jurídica garante à FLPB que, quando aplicável, nenhum de seus parceiros ou outra pessoa que tenha participação societária indireta na Sociedade, ou seja, seus acionistas/quotistas, controladores, parceiros, subcontratados, funcionários, prepostos, administradores e/ou cônjuges/companheiros (doravante denominadas Pessoas Relacionadas ), atualmente opera ou atua como empreendedor independente ou credenciado da FLPB. Todas as Pessoas Relacionadas ao Empreendedor Independente Pessoa Jurídica serão listadas no Anexo A, que integra o Contrato para todos os fins. Todas as alterações da estrutura do Empreendedor Independente Pessoa Jurídica, principalmente àquelas relativas à sua participação societária ou seu objeto social devem ser apresentadas por escrito e devem incluir os nomes e assinaturas de todas as outras Pessoas Relacionadas ao Empreendedor Independente Pessoa Jurídica. 2. O Empreendedor Independente Pessoa Jurídica tem ciência de que, quando aplicável, não é permitido que 2 (dois) ou mais sócios da Sociedade sejam empreendedores independentes e/ou credenciados da FLPB, sendo certo que o cônjuge/companheiro poderá ser sócio do Empreendedor Independente Pessoa Jurídica, desde que não seja um empreendedor independente ou credenciado da FLPB. 3. As atividades do Empreendedor Independente Pessoa Jurídica segundo este Contrato cumprem plenamente as regras e diretrizes gerais providas pela FLPB, incluindo, mas não se limitando, à distribuição e marketing, princípios e políticas adotadas pela FLPB ( Políticas FLPB ). 4. O Empreendedor Independente Pessoa Jurídica garante, reconhece e declara à FLPB o seguinte: a. O Empreendedor Independente Pessoa Jurídica deverá, necessariamente, possuir em seu quadro social, sócios reunidos pelo affectio societatis, se aplicável, que estejam envolvidos diretamente na operação da empresa, obrigando-se, adicionalmente, a respeitar e aderir inteiramente às normas e Políticas FLPB; b. A obrigação de adesão às normas e Políticas FLPB será consubstanciada em acordo de quotista, que deverá ser celebrado pelos sócios do Empreendedor Independente Pessoa Jurídica, a fim de assegurar que todos os quotistas e administradores estejam cientes da obrigação de atender às Políticas FLPB. c. O Empreendedor Independente, antes do registro de pessoa jurídica, deverá ter recebido, a título de Bônus, um mínimo de a R$ 2.000,00 (dois mil reais) nos últimos 3 (três) meses consecutivos; d. O Empreendedor Independente Pessoa Jurídica deverá dispor de escrituração contábil, na qual deverá constar ativos no valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais), bem como comprovar que possui estrutura suficiente para o desenvolvimento e gestão dos negócios; Contrato de Credenciamento com Pessoa Jurídica Página 2 de 5

3 e. O Empreendedor Independente Pessoa Jurídica deverá demonstrar ter recursos suficientes para a aquisição de produtos; e f. O Empreendedor Independente Pessoa Jurídica deverá concordar, garantir, e declarar que conduzirá seu negócio de maneira profissional, inclusive mantendo a sua contabilidade atualizada. 5. O Empreendedor Independente Pessoa Jurídica entende e concorda que este Contrato é nulo, a menos que assinado por funcionário devidamente autorizado da FLPB, e que a FLPB reserva o direito de aceitar ou recusar, a seu exclusivo critério, solicitações de pessoas jurídicas para se credenciar como Empreendedor Independente Pessoa Jurídica. 6. O direito de atuar como Empreendedor Independente Pessoa Jurídica se baseia em estrutura societária por este espontaneamente definida. O Empreendedor Independente Pessoa Jurídica se declara e garante que, quando aplicável, qualquer alteração na estrutura societária do Empreendedor Independente Pessoa Jurídica, principalmente com relação à alteração de sua participação societária está condicionada a prévia aprovação por escrito da FLPB e deve estar de acordo com as Políticas FLPB. Toda e qualquer tentativa de alteração da estrutura societária do Empreendedor Independente Pessoa Jurídica que viole Políticas FLPB dará causa à rescisão deste Contrato e impedirá a manutenção da Sociedade como Empreendedor Independente Pessoa Jurídica. 7. O Empreendedor Independente Pessoa Jurídica e as Pessoas Relacionadas garantem e reconhecem que leram, entendem e concordam em se submeter a todas as Políticas FLPB, procedimentos e plano de marketing da FLPB, conforme atualmente existente e conforme possam ser eventualmente modificados no futuro, consistentes com os mais altos padrões de comércio, concorrência leal e ética comercial. O Empreendedor Independente Pessoa Jurídica e as Pessoas Relacionadas concordam e reconhecem que toda e qualquer violação ao Contrato de Credenciamento ou de Políticas FLPB por qualquer Pessoa Relacionada será considerada violação pelo Empreendedor Independente Pessoa Jurídica e pode dar causa à rescisão do Contrato de Credenciamento da FLPB com o Empreendedor Independente Pessoa Jurídica. 8. O Empreendedor Independente Pessoa Jurídica assegura estar instruído e de acordo dos encargos trabalhistas, previdenciários, fiscais e cíveis decorrentes de suas atividades. 9. O Empreendedor Independente Pessoa Jurídica declara que tem conhecimento que não poderá permitir que os produtos da FLPB sejam vendidos ou exibidos em quaisquer locais de acesso ao público, incluindo, mas não se limitando a: lojas de varejo, quartéis militares, mercados públicos, restaurantes, bares, boates, supermercados ou similares. 10. O Empreendedor Independente Pessoa Jurídica e as Pessoas Relacionadas garantem à FLPB que nunca foram culpadas ou indiciadas por crime ou ato de torpeza. Contrato de Credenciamento com Pessoa Jurídica Página 3 de 5

4 11. Este Contrato é regido e interpretado de acordo com as leis brasileiras e será vinculante aos sucessores e cessionários das Partes. Quaisquer disputas oriundas da assinatura e cumprimento deste Contrato serão resolvidas pelos tribunais do Brasil. As Partes irrevogavelmente renunciam a qualquer objeção relacionada a foro indevido ou foro inconveniente para a condução de qualquer processo nesses tribunais. 12. Este Contrato pode ser rescindido a qualquer momento pelo contrato mútuo das Partes ou por qualquer Parte por meio de aviso por escrito com 30 (trinta) dias de antecedência da rescisão à outra Parte. A FLPB pode rescindir este Contrato imediatamente por justa causa se o Empreendedor Independente Pessoa Jurídica (i) violar os termos deste Contrato ou Políticas FLPB, (ii) não conduzir suas relações comerciais de forma profissional e competente ou (iii) apresentar conduta que, a critério da FLPB, afete adversamente os interesses comerciais da FLPB, especialmente no que se refere às diretrizes gerais e padrões éticos da FLPB. AS PARTES DECLARAM QUE LERAM, ENTENDEM E CONCORDAM COM OS TERMOS E CONDIÇÕES DESTE CONTRATO. ALÉM DISSO, AS PARTES GARANTEM E DECLARAM QUE TÊM PLENO DIREITO E AUTORIDADE PARA CELEBRAR ESTE CONTRATO. E, por estarem assim justas e contratadas, as Partes, obrigando-se por si e seus sucessores, firmam o presente Contrato, em 3 (três) vias de igual teor e forma, na presença de 2 (duas) testemunhas que também o subscrevem. Por: EMPREENDEDOR INDEPENDENTE PESSOA JURÍDICA Nome Impresso: Cargo: Data: Por: FOREVER LIVING PRODUCTS BRASIL LTDA. Nome Impresso: Cargo: Data: Testemunha 1 Testemunha2: Contrato de Credenciamento com Pessoa Jurídica Página 4 de 5

5 Anexo A Pessoas Relacionadas ao Empreendedor Independente Pessoa Jurídica: Lista de todos os indivíduos que (i) estejam requerendo através de uma sociedade ou MEI ser Empreendedores Independentes Pessoa Jurídica ou (ii) tenham participação societária na Sociedade que pretende ser Empreendedor Independentes Pessoa Jurídica, caso aplicável (ou seja, acionistas, controladores, parceiros, subcontratados, funcionários, prepostos, administradores e/ou cônjuges/companheiros ): Todas as assinaturas abaixo comprovam que cada uma das Partes signatárias é um indivíduo com uma participação ou cargo no Empreendedor Independente Pessoa Jurídica, que leu, entende e aceita todos os termos e condições detalhados neste Contrato, no Contrato de Credenciamento e nas Políticas FLPB. Contrato de Credenciamento com Pessoa Jurídica Página 5 de 5

FOREVER LIVING PRODUCTS BRASIL LTDA. CONTRATO DE CREDENCIAMENTO COM PESSOA JURÍDICA

FOREVER LIVING PRODUCTS BRASIL LTDA. CONTRATO DE CREDENCIAMENTO COM PESSOA JURÍDICA FOREVER LIVING PRODUCTS BRASIL LTDA. CONTRATO DE CREDENCIAMENTO COM PESSOA JURÍDICA Nome da Sociedade/Empreendedor Independente Pessoa Jurídica: Esta Pessoa Jurídica é uma: Sociedade de Responsabilidade

Leia mais

Pelo presente instrumento, são partes, de um lado

Pelo presente instrumento, são partes, de um lado CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA, CONSULTORIA E INTERMEDIAÇÃO Pelo presente instrumento, são partes, de um lado LOCADORA DE VEICULOS LTDA. LOCADORA RENT, pessoa jurídica de direito privado,

Leia mais

CONTRATO DE PARTICIPAÇÃO NO PROJETO BÔNUS PARA MOTORES EFICIENTES

CONTRATO DE PARTICIPAÇÃO NO PROJETO BÔNUS PARA MOTORES EFICIENTES CONTRATO Nº CONTRATO DE PARTICIPAÇÃO NO PROJETO BÔNUS PARA MOTORES EFICIENTES A COMPANHIA ENERGÉTICA DE PERNAMBUCO - CELPE, concessionária do serviço público de distribuição de energia elétrica, inscrita

Leia mais

Política de Partes Relacionadas

Política de Partes Relacionadas Política de Partes Relacionadas SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 A QUEM SE APLICA... 3 3 DEFINIÇÃO DE TRANSAÇÕES COM PARTES RELACIONADAS... 3 4 DEFINIÇÃO DE PARTES RELACIONADAS... 4 5 DEFINIÇÃO DE SITUAÇÕES

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA COM CESSÃO E TRANSFERÊNCIA DE QUOTAS DE SOCIEDADE POR QUOTAS DE RESPONSABILIDADE LIMITADA

CONTRATO DE COMPRA E VENDA COM CESSÃO E TRANSFERÊNCIA DE QUOTAS DE SOCIEDADE POR QUOTAS DE RESPONSABILIDADE LIMITADA 1 CONTRATO DE COMPRA E VENDA COM CESSÃO E TRANSFERÊNCIA DE QUOTAS DE SOCIEDADE POR QUOTAS DE RESPONSABILIDADE LIMITADA I PARTES: a) Sócia 2, doravante denominada simplesmente PROMITENTE VENDEDOR CEDENTE;

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE OSÓRIO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO SETOR DE LICITAÇÕES

PREFEITURA MUNICIPAL DE OSÓRIO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO SETOR DE LICITAÇÕES PREFEITURA MUNICIPAL DE OSÓRIO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO SETOR DE LICITAÇÕES EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO 009/2011 Secretaria Municipal de Administração Processos: 100094/2011 ROMILDO BOLZAN

Leia mais

Darby Administração de Investimentos Ltda. CNPJ/MF: / POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS. Junho de 2016

Darby Administração de Investimentos Ltda. CNPJ/MF: / POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS. Junho de 2016 Darby Administração de Investimentos Ltda. CNPJ/MF: 05.977.098/0001-55 POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS Junho de 2016 Esta Política de Gestão de Riscos ( Política ) é de propriedade exclusiva de Darby Administração

Leia mais

TERMO DE CESSÃO AO CONTRATO DE COMERCIALIZAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NO AMBIENTE REGULADO CCEAR Nº / - Produto / POR (QUANTIDADE ou DISPONIBILIDADE).

TERMO DE CESSÃO AO CONTRATO DE COMERCIALIZAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NO AMBIENTE REGULADO CCEAR Nº / - Produto / POR (QUANTIDADE ou DISPONIBILIDADE). TERMO DE CESSÃO AO CONTRATO DE COMERCIALIZAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NO AMBIENTE REGULADO Nº / - Produto / POR (QUANTIDADE ou DISPONIBILIDADE). Pelo presente instrumento contratual e na melhor forma de direito,

Leia mais

ORGANISATION DES NATIONS UNIES POUR L ALIMENTATION ET L AGRICULTURE ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA AGRICULTURA E ALIMENTAÇÃO

ORGANISATION DES NATIONS UNIES POUR L ALIMENTATION ET L AGRICULTURE ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA AGRICULTURA E ALIMENTAÇÃO ET L - 1 - ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES AGRICULTURA E ALIMENTAÇÃO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº XXX Entre a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, no âmbito do Projeto UTF/BRA/XXX/BRA,

Leia mais

Registry Lock Service.PT. Subscrição Alteração Cancelamento. Número de nomes de domínio constantes do ponto 8 :

Registry Lock Service.PT. Subscrição Alteração Cancelamento. Número de nomes de domínio constantes do ponto 8 : 1 Subscrição Alteração Cancelamento 2 Morada: Telefone: NIF/NIPC: E-mail: Nic-Handle: 3 Nic-Handle: 4 Número de nomes de domínio constantes do ponto 8 : 5 ÂMBITO DO SERVIÇO (assinalar com X) Transferência

Leia mais

POLÍTICAS DE COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR ADMINISTRADORES, EMPREGADOS E COLABORADORES

POLÍTICAS DE COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR ADMINISTRADORES, EMPREGADOS E COLABORADORES POLÍTICAS DE COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR ADMINISTRADORES, EMPREGADOS E COLABORADORES Última atualização: 20/06/2016 A reprodução e a distribuição deste Manual fora do MODAL sem a devida autorização

Leia mais

1. Justificação da Incorporação da Tivit Investimentos pela Softway

1. Justificação da Incorporação da Tivit Investimentos pela Softway Instrumento de Justificação e Protocolo de Incorporação da Tivit Investimentos S.A. pela Softway Contact Center Serviços de Teleatendimento a Clientes S.A., celebrado em [---] de junho de 2008 Pelo presente

Leia mais

3.1. Para execução dos SERVIÇOS objeto do presente CONTRATO, o CLIENTE deverá pagar à LIGHT o montante de R$ [XXXX] (xxxx por extenso xxxx).

3.1. Para execução dos SERVIÇOS objeto do presente CONTRATO, o CLIENTE deverá pagar à LIGHT o montante de R$ [XXXX] (xxxx por extenso xxxx). CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS QUE ENTRE SI CELEBRAM, LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S/A, DE UM LADO, E XXXXXXXXXXX, DE OUTRO LADO. LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S/A, com sede na Av. Marechal Floriano

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA APLICATIVO DE LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA DE MOTOBOY PRÉ-PAGO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA APLICATIVO DE LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA DE MOTOBOY PRÉ-PAGO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA APLICATIVO DE LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA DE MOTOBOY PRÉ-PAGO 1 Pelo presente instrumento particular, de um lado (Pessoa Física), brasileiro, (estado civil), portador

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA QUE ENTRE SI CELEBRAM UNIÃO, MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO E AUTORIDADE PÚBLICA OLÍMPICA PARA ESTABELECER AS DIRETRIZES PARA A EXECUÇÃO DOS PROJETOS E DAS OBRAS DO PARQUE OLÍMPICO

Leia mais

Contrato de Serviço de Transporte ;

Contrato de Serviço de Transporte ; ACORDO OPERACIONAL DE ALOCAÇÃO DE QUANTIDADES ENTREGUES EM ESTAÇÕES DE ENTREGAS COMPARTILHADAS AO CONTRATO E AO CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM, DE UM LADO, TRANSPORTADORA BRASILEIRA GASODUTO BOLÍVIA-BRASIL

Leia mais

INSTRUMENTO DE RESCISÃO DO ACORDO DE ACIONISTAS DA GAEC EDUCAÇÃO S.A.

INSTRUMENTO DE RESCISÃO DO ACORDO DE ACIONISTAS DA GAEC EDUCAÇÃO S.A. INSTRUMENTO DE RESCISÃO DO ACORDO DE ACIONISTAS DA GAEC EDUCAÇÃO S.A. Este Instrumento de Rescisão do Acordo de Acionistas da GAEC Educação S.A. datado de 03 de outubro de 2013 (o Instrumento de Rescisão

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires LEI Nº 5.520, DE 23 DE MAIO DE 2014 Autoriza o Poder Executivo a conceder repasse de recursos financeiros, constituído de auxílio financeiro, à Associação Telefônica Arroio Grande. AIRTON LUIZ ARTUS, PREFEITO

Leia mais

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO SECRETARIA DE CIDADANIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO SECRETARIA DE CIDADANIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO FIRMADO ENTRE O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO MENOR DE PASSO FUNDO SEPLAN 054/2007 O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, pessoa jurídica de direito público, inscrito

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA DE PENHOR DE TÍTULO DE CRÉDITO. Quadro Resumo

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA DE PENHOR DE TÍTULO DE CRÉDITO. Quadro Resumo INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA DE PENHOR DE TÍTULO DE CRÉDITO Quadro Resumo Banco CNPJ/MF Banco Bradesco S.A. 60.746.948/0001 12 Sede Cidade de Deus, Município e Comarca de Osasco,

Leia mais

IESUR / FAAR. Instituto de Ensino Superior de Ariquemes. Faculdades Associadas de Ariqueimes ACORDO DE COOPERAÇÃO. entre. xxxx

IESUR / FAAR. Instituto de Ensino Superior de Ariquemes. Faculdades Associadas de Ariqueimes ACORDO DE COOPERAÇÃO. entre. xxxx IESUR / FAAR Instituto de Ensino Superior de Ariquemes Faculdades Associadas de Ariqueimes ACORDO DE COOPERAÇÃO entre xxxx e IESUR, Rondônia, Brasil CLÁUSULA PRIMEIRA - Preâmbulo Em busca de interesses

Leia mais

Código de conduta de fornecedores

Código de conduta de fornecedores Código de conduta de fornecedores Código de Conduta de Fornecedores 1 Caro fornecedor: A Cargill atua no mercado de maneira ética e responsável. Ser confiável implica ter integridade em todas as relações

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA DE PENHOR DE DIREITOS. Quadro Resumo

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA DE PENHOR DE DIREITOS. Quadro Resumo INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA DE PENHOR DE DIREITOS Quadro Resumo BANCO CNPJ /MF Banco Bradesco S.A. 60.746.948/0001 12 Sede: Cidade de Deus, Município e Comarca de Osasco, Estado

Leia mais

Modelo de contrato pronto para impressão.

Modelo de contrato pronto para impressão. Modelo de contrato pronto para impressão. DELO DE CONTRATO ESCRITO DE REPRESENTAÇÃO COMERCIAL Pelo presente instrumento particular de contrato de representação comercial, impresso em duas vias, e devidamente

Leia mais

REGULAMENTO DA GERÊNCIA DE SERVIÇOS DO IMA/UFRJ

REGULAMENTO DA GERÊNCIA DE SERVIÇOS DO IMA/UFRJ REGULAMENTO DA GERÊNCIA DE SERVIÇOS DO IMA/UFRJ O presente regulamento visa estabelecer normas, procedimentos de funcionamento e atividades atribuídas à Gerência de Serviços, conforme estabelecido no Capítulo

Leia mais

TERMO DE ACORDO CRUZEIRO COSTA MÁGICA. Substituição - Temporada 2012/2013

TERMO DE ACORDO CRUZEIRO COSTA MÁGICA. Substituição - Temporada 2012/2013 TERMO DE ACORDO CRUZEIRO COSTA MÁGICA. Substituição - Temporada 2012/2013 De um lado, (1) Nome: (2) Nome: (3) Nome: (4) Nome: doravante denominado(s) como Hóspedes. E de outro, COSTA CRUZEIROS AGÊNCIA

Leia mais

ANEXO III MODELOS DE DECLARAÇÕES E COMPROMISSOS

ANEXO III MODELOS DE DECLARAÇÕES E COMPROMISSOS ANEXO III MODELOS DE DECLARAÇÕES E COMPROMISSOS MODELO 1 - CARTA DE ENCAMINHAMENTO DOS DOCUMENTOS DE HABILITAÇÃO Ref. Concorrência nº. / Campo O (Licitante), (qualificação), por meio de seu representante

Leia mais

Sujeito à implementação de condição

Sujeito à implementação de condição Sujeito à implementação de condição PARTICIPAÇÕES S.A. FIRMADO EM 19 DE FEVEREIRO DE 2014 ENTRE AG TELECOM PARTICIPAÇÕES S.A. ANDRADE GUTIERREZ S.A. BNDES PARTICIPAÇÕES S.A. BNDESPAR CAIXA DE PREVIDÊNCIA

Leia mais

MANUAL DE POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PILARESO GESTORA DE RECURSOS LTDA. 02 DE MARÇO DE 2016

MANUAL DE POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PILARESO GESTORA DE RECURSOS LTDA. 02 DE MARÇO DE 2016 MANUAL DE POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO DA PILARESO GESTORA DE RECURSOS LTDA. 02 DE MARÇO DE 2016 ÍNDICE GERAL 1. INTRODUÇÃO... 2 2. APLICAÇÃO... 2 3. DISPOSIÇÕES GERAIS... 2 3.1 DISPOSIÇÕES INICIAIS...

Leia mais

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA S.A. FÁBRICA DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS VIGOR PELA VIGOR ALIMENTOS S.A.

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA S.A. FÁBRICA DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS VIGOR PELA VIGOR ALIMENTOS S.A. PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA S.A. FÁBRICA DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS VIGOR PELA VIGOR ALIMENTOS S.A. Pelo presente instrumento particular, os administradores das partes abaixo qualificadas:

Leia mais

POL-006 Política de Investimentos Pessoais

POL-006 Política de Investimentos Pessoais POL-006 Política de Investimentos Pessoais POL-006 Política de Investimentos Pessoais (versão 01/2016) Sumário 1. Objetivo... 1 2. Âmbito de Aplicação... 1 3. Considerações Gerais... 1 4. Vínculos... 1

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética Dezembro 2015 2015 Delta Economics & Finance Índice 1 Introdução 1 2 Visão, Missão e Valores 1 3 Conduta Esperada dos Funcionários 2 4 Conflito de Interesse 2 5 Informações Sigilosas

Leia mais

CONTRATO PARA DESENVOLVIMENTO DO SOFTWARE DAS PARTES

CONTRATO PARA DESENVOLVIMENTO DO SOFTWARE DAS PARTES CONTRATO PARA DESENVOLVIMENTO DO SOFTWARE DAS PARTES CONTRATANTE: Empresa Faculdade Senac, inscrita no CNPJ número 1234-45678898877-00, localizada na Rua 1002, Setor Leste Universitário GO, CEP 74645-010,

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA. No relacionamento com colegas e outros Profissionais, cada Profissional deverá:

CÓDIGO DE CONDUTA. No relacionamento com colegas e outros Profissionais, cada Profissional deverá: CÓDIGO DE CONDUTA Introdução Este Código define as regras de conduta aos quais os Sócios, os Diretores, bem como todos os funcionários da AGROFEL Agro Comercial Ltda, e terceiros, que ajam em seu interesse

Leia mais

AC.1.PGP.EVENTOS PÁGINA: 1 / 7

AC.1.PGP.EVENTOS PÁGINA: 1 / 7 TÍTULO: PADRÃO GERENCIAL DE PROCESSO Nº: 1 / 7 PGP REALIZAÇÃO E APROVAÇÃO DE EVENTOS DATA DE APROVAÇÃO: 30.03.2016 1. INTRODUÇÃO Algumas atividades da Companhia envolvem o estabelecimento de atos, contratos,

Leia mais

ACORDO DE ACIONISTAS DE JULIO SIMÕES LOGÍSTICA S.A.

ACORDO DE ACIONISTAS DE JULIO SIMÕES LOGÍSTICA S.A. ACORDO DE ACIONISTAS DE JULIO SIMÕES LOGÍSTICA S.A. Pelo presente instrumento, (i) Fernando Antonio Simões, brasileiro, separado judicialmente, empresário, portador da cédula de identidade RG nº 11.100.313-1/SSP/SP,

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO E RESPONSABILIDADE DA REDE CREDENCIADA MARKETUP

TERMO DE COMPROMISSO E RESPONSABILIDADE DA REDE CREDENCIADA MARKETUP TERMO DE COMPROMISSO E RESPONSABILIDADE DA REDE CREDENCIADA MARKETUP Este Termo de Compromisso e Responsabilidade é um acordo legal entre, pessoa, inscrita no sob o nº, na, nº,,,,, doravante denominado

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TERMO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE FORNECIMENTO DE JORNAIS E REVISTAS. TERMO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº 03/2012, QUE FAZEM ENTRE SI O(A) SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO DEPARTAMENTO

Leia mais

BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A. POLÍTICA PARA TRANSAÇÕES COM PARTES RELACIONADAS

BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A. POLÍTICA PARA TRANSAÇÕES COM PARTES RELACIONADAS BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A. POLÍTICA PARA TRANSAÇÕES COM PARTES RELACIONADAS 1. Objetivo e aplicação. A presente Política visa estabelecer regras a fim de assegurar que todas as decisões, especialmente

Leia mais

REGULAMENTO DA PRIMEIRA EDIÇÃO DA PROMOÇÃO SÓ A HELBOR TEM OFFICES CONDOMÍNIO GRÁTIS

REGULAMENTO DA PRIMEIRA EDIÇÃO DA PROMOÇÃO SÓ A HELBOR TEM OFFICES CONDOMÍNIO GRÁTIS REGULAMENTO DA PRIMEIRA EDIÇÃO DA PROMOÇÃO SÓ A HELBOR TEM OFFICES CONDOMÍNIO GRÁTIS A primeira edição da PROMOÇÃO SÓ A HELBOR TEM OFFICES CONDOMÍNIO GRÁTIS, é realizada pelas sociedades Helbor Empreendimentos

Leia mais

CONTRATOS COM O MESMO GRUPO BB SEGURIDADE PARTICIPAÇÕES S/A

CONTRATOS COM O MESMO GRUPO BB SEGURIDADE PARTICIPAÇÕES S/A CONTRATOS COM O MESMO GRUPO BB SEGURIDADE PARTICIPAÇÕES S/A Conforme divulgado na cessão 16 Transações com Partes Relacionadas do Formulário de Referência - 2013 da BB Seguridade Participações S/A, os

Leia mais

Acordo de Confidencialidade

Acordo de Confidencialidade SISTEMA INTEGRADO DE RESERVA MSC PARCEIRO DE NEGÓCIOS Acordo de Confidencialidade Integração entre Empresas pelo Sistema B2B2C O sistema B2B2C é um modelo de integração que possibilita desenvolver relacionamentos

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL 1. A recuperação extrajudicial é uma modalidade prevista na Lei Nº 11.101/2005, e pode ser adotada pelo empresário em dificuldade e com

Leia mais

COLETA DE PREÇOS nº 01/2014

COLETA DE PREÇOS nº 01/2014 COLETA DE PREÇOS nº 01/2014 1. PREÂMBULO 1.1. A ASSOCIAÇÃO MUSEU AFRO BRASIL, torna pública a realização de Seleção de Fornecedores na modalidade Coleta de Preços, pelo critério de menor preço, objetivando

Leia mais

ANEXO I MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO

ANEXO I MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO ANEXO I MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO O MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DA URTIGA-RS, pessoa jurídica de direito público, inscrito no CNPJ sob nº 90.483.082/0001-65, com sede na Avenida Professor Zeferino, n.

Leia mais

REGULAMENTO DA TERCEIRA EDIÇÃO DA PROMOÇÃO SÓ A HELBOR TEM CONDOMÍNIO GRÁTIS

REGULAMENTO DA TERCEIRA EDIÇÃO DA PROMOÇÃO SÓ A HELBOR TEM CONDOMÍNIO GRÁTIS REGULAMENTO DA TERCEIRA EDIÇÃO DA PROMOÇÃO SÓ A HELBOR TEM CONDOMÍNIO GRÁTIS A terceira edição da PROMOÇÃO SÓ A HELBOR TEM CONDOMÍNIO GRÁTIS, é realizada pelas sociedades Helbor Empreendimentos S.A., CNPJ

Leia mais

RESOLUÇÃO ConsUni nº 791, de 05 de dezembro de 2014.

RESOLUÇÃO ConsUni nº 791, de 05 de dezembro de 2014. RESOLUÇÃO ConsUni nº 791, de 05 de dezembro de 2014. Dispõe sobre o exercício da Docência Voluntária na UFSCar. O Conselho Universitário da Universidade Federal de São Carlos, no exercício das atribuições

Leia mais

Termos de Uso. Acervo de Recursos Educacionais em Saúde - ARES

Termos de Uso. Acervo de Recursos Educacionais em Saúde - ARES Termos de Uso Acervo de Recursos Educacionais em Saúde - ARES Brasília Junho de 2015 SOBRE O ARES... 3 USO DO ARES... 3 PROTEÇÃO DOS DIREITOS AUTORAIS... 4 USOS PERMITIDOS... 4 USOS QUE NECESSISTAM DE

Leia mais

INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO SERVIDOR - IASS ANEXO II MODELOS MINUTA DO CONTRATO CONTRATO DE CREDENCIAMENTO N.º

INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO SERVIDOR - IASS ANEXO II MODELOS MINUTA DO CONTRATO CONTRATO DE CREDENCIAMENTO N.º ANEXO II MODELOS MINUTA DO CONTRATO CONTRATO DE CREDENCIAMENTO N.º CONTRATO DE CREDENCIAMENTO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS, QUE ENTRE SI CELEBRAM, DE UM LADO, O INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO

Leia mais

HOMOLOGAÇÃO DE MARCAS DE TUBOS E CONEXÕES DE PVC

HOMOLOGAÇÃO DE MARCAS DE TUBOS E CONEXÕES DE PVC PROCEDIMENTO GERÊNCIA DE LOGÍSTICA DIVISÃO DE SUPRIMENTOS Data de Aprovação: 11.10.2006 Doc. de Aprovação:Res. nº 4720/2006 HOMOLOGAÇÃO DE MARCAS DE TUBOS E CONEXÕES DE PVC SUMÁRIO 1- OBJETIVO...02 2-

Leia mais

TERMO DE CESSÃO DE ÁREA PARA DISTRIBUIÇÃO

TERMO DE CESSÃO DE ÁREA PARA DISTRIBUIÇÃO P á g i n a 1 TERMO DE CESSÃO DE ÁREA PARA DISTRIBUIÇÃO Pelo presente instrumento particular e da melhor forma de direito, V&V UCHÔA COSMETICOS E SERVIÇOS LTDA (INOUT COSMETIC), doravante denominada simplesmente

Leia mais

ANEXO À PORTARIA Nº 616/SAS, DE 16 DE MARÇO DE Formulário de Requerimento FORMULÁRIO DE REQUERIMENTO

ANEXO À PORTARIA Nº 616/SAS, DE 16 DE MARÇO DE Formulário de Requerimento FORMULÁRIO DE REQUERIMENTO ANEXO À PORTARIA Nº 616/SAS, DE 16 DE MARÇO DE 2016. Formulário de Requerimento FORMULÁRIO DE REQUERIMENTO Desejo receber comunicações da GEOS/SAS, via Correios, no endereço da sede social da empresa.

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE RELACIONAMENTO REDE SCB REDE DOS SERVIÇOS DE CRÉDITO DO BRASIL LTDA. PROGRAMA "De Olho no Ponto"

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE RELACIONAMENTO REDE SCB REDE DOS SERVIÇOS DE CRÉDITO DO BRASIL LTDA. PROGRAMA De Olho no Ponto REGULAMENTO DO PROGRAMA DE RELACIONAMENTO REDE SCB REDE DOS SERVIÇOS DE CRÉDITO DO BRASIL LTDA. PROGRAMA "De Olho no Ponto" 1º. Registro nº. 1.372.079, de 21 de setembro de 2012 5º Oficial de Registro

Leia mais

ESTADO DO PARANÁ MUNICÍPIO DE PORTO AMAZONAS SETOR DE LICITAÇÕES

ESTADO DO PARANÁ MUNICÍPIO DE PORTO AMAZONAS SETOR DE LICITAÇÕES CONTRATO DE FORNECIMENTO N 36/2015 Contrato de Fornecimento que entre si celebram de um lado a PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO AMAZONAS e MÓVEIS DOMBROSKI LTDA. Pelo presente instrumento, a PREFEITURA MUNICIPAL

Leia mais

Pelo presente instrumento particular, de um lado, como emissora:

Pelo presente instrumento particular, de um lado, como emissora: PRIMEIRO ADITAMENTO AO INSTRUMENTO PARTICULAR DE ESCRITURA DA 1ª EMISSÃO PRIVADA DE DEBÊNTURES CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, EM SÉRIE ÚNICA, DA ESPÉCIE SUBORDINADA, DA HRT PARTICIPAÇÕES EM PETRÓLEO S.A. Pelo

Leia mais

Código de Conduta Ética Profissional

Código de Conduta Ética Profissional Código de Conduta Ética Profissional 1. CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA DA BRASIL BROKERS A Brasil Brokers é uma empresa de intermediação e consultoria imobiliária que atua em todo território nacional e para nos

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E DE PARCERIA

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E DE PARCERIA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E DE PARCERIA CONTRATO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E DE PARCERIA que entre si celebram na melhor forma de direito, ABFMED ASSOCIAÇÃO XXXXXXXX XXXXXXXX XXXXX, inscrita no CNPJ/MF

Leia mais

DICAS PARA PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE RECLAMAÇÃO AO MRP

DICAS PARA PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE RECLAMAÇÃO AO MRP CABEÇALHO: Indicar a cidade e a data de assinatura do formulário. RECLAMANTE: Nome ou Razão Social do investidor RECLAMADA: Razão Social do Participante da BM&FBOVESPA que deu origem ao suposto prejuízo

Leia mais

- Termos sem assinatura ou parcialmente preenchidos não serão considerados como válidos;

- Termos sem assinatura ou parcialmente preenchidos não serão considerados como válidos; INFORMAÇÕES: - O presente Termo será firmado entre o SINDINFOR e a empresa que aderir ao Projeto; - O presente Termo deve ser assinado pelo Representante Legal da empresa, carimbado e rubricado em todas

Leia mais

TORPEDO INFO Termos e Condições de Uso

TORPEDO INFO Termos e Condições de Uso TORPEDO INFO Termos e Condições de Uso O presente documento tem por objetivo estabelecer os direitos e obrigações das partes contratantes na utilização pelo usuário, do serviço "TORPEDO INFO" via celular

Leia mais

INSTRUMENTO DE MANDATO DO PROCEDIMENTO DE VENDA FACILITADA

INSTRUMENTO DE MANDATO DO PROCEDIMENTO DE VENDA FACILITADA INSTRUMENTO DE MANDATO DO PROCEDIMENTO DE VENDA FACILITADA 1. Pelo presente instrumento particular de mandato, Nome Completo/Nome Empresarial Endereço (Rua, Av., Alameda, Praça, etc.) Númer o Complemento

Leia mais

REGULAMENTO DA QUARTA EDIÇÃO DA PROMOÇÃO SÓ A HELBOR TEM CONDOMÍNIO GRÁTIS

REGULAMENTO DA QUARTA EDIÇÃO DA PROMOÇÃO SÓ A HELBOR TEM CONDOMÍNIO GRÁTIS REGULAMENTO DA QUARTA EDIÇÃO DA PROMOÇÃO SÓ A HELBOR TEM CONDOMÍNIO GRÁTIS A quarta edição da PROMOÇÃO SÓ A HELBOR TEM CONDOMÍNIO GRÁTIS, é realizada pelas sociedades Hesa 43 Investimentos Imobiliários

Leia mais

CHECK-LIST TRANSFERÊNCIA DE COTA CONTEMPLADA COM O BEM IMÓVEL

CHECK-LIST TRANSFERÊNCIA DE COTA CONTEMPLADA COM O BEM IMÓVEL CHECK-LIST TRANSFERÊNCIA DE COTA CONTEMPLADA COM O BEM IMÓVEL Cedente: cliente atual que está vendendo a cota. Cessionário: cliente que está adquirindo a cota. A apresentação dos documentos solicitados

Leia mais

Contrato de Certificação Avançada SOAR Global Institute

Contrato de Certificação Avançada SOAR Global Institute Contrato de Certificação Avançada SOAR Global Institute O presente Contrato de Certificação Avançada SOAR Global Institute é firmado entre as partes: SOAR Global Institute, empresa com sede na Flórida

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DO BREJÃO CNPJ: 01.616.680/0001-35 SETOR DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DO BREJÃO CNPJ: 01.616.680/0001-35 SETOR DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS PREGÃO PRESENCIAL N. 015/2016 CONTRA TO DE FORNECIMENTO DE PRODUTOS SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E FINANÇAS Contrato N. 019.2016, que entre si celebram o Município de São Francisco do Brejão -

Leia mais

MUNICÍPIO DE PORTO FERREIRA Divisão de Compras e Licitações

MUNICÍPIO DE PORTO FERREIRA Divisão de Compras e Licitações ANEXO IX-A MODELO DE PROCURAÇÃO Pelo presente instrumento particular de mandato, [LICITANTE], sociedade localizada na [ ], Município de [ ], Estado de [ ], inscrita no CNPJ/MF sob o nº [ ], neste ato representada

Leia mais

PROJETO DE CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS

PROJETO DE CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS PROJETO DE CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS Concurso limitado por prévia qualificação para a seleção da empresa a designar para a prestação do serviço universal de disponibilização de uma lista telefónica

Leia mais

Protocolo de Atuação no Relacionamento com funcionários públicos e autoridades públicas. Endesa Brasil

Protocolo de Atuação no Relacionamento com funcionários públicos e autoridades públicas. Endesa Brasil Protocolo de Atuação no Relacionamento com funcionários públicos e autoridades públicas Endesa Brasil ÍNDICE 3 3 3 3 4 6 6 1. Objeto 2. Alcance 3. Aplicação 4. Conceitos 5. Conteúdo 6. Responsabilidades

Leia mais

HAMILTON LANE INVESTIMENTOS LTDA. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO PESSOAL. Rio de Janeiro, Junho de SP v1

HAMILTON LANE INVESTIMENTOS LTDA. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO PESSOAL. Rio de Janeiro, Junho de SP v1 HAMILTON LANE INVESTIMENTOS LTDA. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO PESSOAL Rio de Janeiro, Junho de 2016. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO PESSOAL 1.1. Introdução O objetivo desta política é descrever as normas e procedimentos

Leia mais

Prefeitura Municipal de Bom Jesus do Itabapoana Estado do Rio de Janeiro Coordenadoria de Compras e Licitações. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS n.

Prefeitura Municipal de Bom Jesus do Itabapoana Estado do Rio de Janeiro Coordenadoria de Compras e Licitações. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS n. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS n. 033/2013 PREGÃO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS n. 033/2013 PROCESSO n. 11.233/2012 Aos vinte e dois dias do mês de maio do ano de 2013, a Prefeitura Municipal de Bom Jesus

Leia mais

REFORMA OU CONSTRUÇÃO

REFORMA OU CONSTRUÇÃO Ficha Cadastral Cópia simples do Cartão de CNPJ Inscrição Estadual ou Municipal REFORMA OU CONSTRUÇÃO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA JURÍDICA Contrato Social e sua última alteração ou Estatuto

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA LEILÃO JUDICIAL

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA LEILÃO JUDICIAL CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA LEILÃO JUDICIAL Pelo presente contrato de prestação de serviços de Leilão Online, que entre si fazem (dados do credor), neste ato representado por seu advogado (dados

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO N 001/2012

PREGÃO ELETRÔNICO N 001/2012 PREGÃO ELETRÔNICO N 001/2012 CONTRATO ADMINISTRATIVO n.o 006/2012 Os signatários deste instrumento, por um lado, a UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE DO PARANÁ (UENP) - Reitoria, autarquia estadual de ensino

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ANALISE DE CRÉDITO IMÓVEL IMÓVEL URBANO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA JURÍDICA

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ANALISE DE CRÉDITO IMÓVEL IMÓVEL URBANO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA JURÍDICA do Cartão de CNPJ Inscrição Estadual ou Municipal IMÓVEL URBANO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA JURÍDICA Contrato Social e sua última alteração ou Estatuto de Constituição Comprovante de renda

Leia mais

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS MANUAL DE CONTROLES INTERNOS POLÍTICAS & NORMAS INTERNAS Versão: 1- Objetivo O objetivo desta Política de Investimento Pessoal (ou Política) é estabelecer procedimentos e regras para os investimentos pessoais

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SIAFI EDUCACIONAL

MINISTÉRIO DA FAZENDA SIAFI EDUCACIONAL MINISTÉRIO DA FAZENDA SIAFI EDUCACIONAL Outubro/2010 PROCEDIMENTOS PARA UTILIZAÇÃO DO SIAFI EDUCACIONAL 2 1 - APRESENTAÇÃO O SIAFI Educacional é a denominação atribuída ao ambiente de treinamento do Sistema

Leia mais

PQ /04/

PQ /04/ PQ.06 03 02/04/2013 1-5 1. OBJETIVO Estabelecer sistematica para o processo de solicitação, análise crítica e preparação para a avaliação da conformidade. 2. DEFINIÇÕES Modelo de Avaliação da Conformidade:

Leia mais

Acordo de Acionistas. da CPFL Energia S.A. de Assessoramento do. Conselho da de Draft Administração. Atual Denominação Social. II Participações S.A.

Acordo de Acionistas. da CPFL Energia S.A. de Assessoramento do. Conselho da de Draft Administração. Atual Denominação Social. II Participações S.A. Acordo de Acionistas Regimento da Interno CPFL dos Energia Comitês S.A. de Assessoramento do Atual Denominação Social Conselho da de Draft Administração II Participações S.A. da CPFL Energia S.A. 1 Sumário

Leia mais

EDITAL. EDITAL DIR N o 29/2015

EDITAL. EDITAL DIR N o 29/2015 EDITAL DIR N o 29/2015 INSCRIÇÃO DE VOLUNTÁRIOS PARA ATUAÇÃO JUNTO AO ESCRITÓRIO DE PRÁTICAS CONTÁBEIS DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DAS FACULADADES INTEGRADAS MACHADO DE ASSIS/FEMA. O Diretor Geral das

Leia mais

1. DO OBJETO: 2. ESPECIFICAÇÕES:

1. DO OBJETO: 2. ESPECIFICAÇÕES: Cotação Prévia de Preço n 28/2016 Convênio nº 792864/2012 MTE/CAMP. Projeto: Fortalecimento e Expansão das Iniciativas de Fundos Solidários na Região Sul Critério: Menor Preço e Melhor Técnica. Cotação

Leia mais

CHECK-LIST TRANSFERÊNCIA DE COTA CONTEMPLADA COM O BEM IMÓVEL

CHECK-LIST TRANSFERÊNCIA DE COTA CONTEMPLADA COM O BEM IMÓVEL CHECK-LIST TRANSFERÊNCIA DE COTA CONTEMPLADA COM O BEM IMÓVEL Cedente: cliente atual que está vendendo a cota. Cessionário: cliente que está adquirindo a cota. A apresentação dos documentos solicitados

Leia mais

A Diretriz FIDI CONTRA CORRUPÇÃO E CONTRA SUBORNO

A Diretriz FIDI CONTRA CORRUPÇÃO E CONTRA SUBORNO A Diretriz FIDI CONTRA CORRUPÇÃO E CONTRA SUBORNO (ANTI-BRIBERY & ANTI-CORRUPTION CHARTER) v. 1.2 JULHO DE 2015 Conduzindo a luta contra a corrupção A FIDI está determinada a liderar o setor de transferências

Leia mais

Cópia autenticada do Certificado de Registro do Veículo (CRV) devidamente preenchido, assinado e com firma reconhecida da assinatura do cliente X

Cópia autenticada do Certificado de Registro do Veículo (CRV) devidamente preenchido, assinado e com firma reconhecida da assinatura do cliente X CESSÃO DE DIREITOS E OBRIGAÇÕES PESSOA FÍSICA E JURÍDICA NOME: CONTRATO: DN: ORIENTAÇÕES IMPORTANTES: Informamos que para ceder e transferir a terceiros os direitos e as obrigações do contrato será necessária

Leia mais

ANEXO VII MODELOS DE DECLARAÇÕES

ANEXO VII MODELOS DE DECLARAÇÕES ANEXO VII MODELOS DE DECLARAÇÕES ANEXO VII-1 DECLARAÇÃO DE INEXISTÊNCIA DE FATOS IMPEDITIVOS Comissão Especial de Licitação do Município de Navegantes Prezado Senhores,, [inserir qualificação completa],

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÕES E CREDENCIAMENTO DE UMA REDE PARTICULAR DE SAÚDE E AFINS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÕES E CREDENCIAMENTO DE UMA REDE PARTICULAR DE SAÚDE E AFINS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÕES E CREDENCIAMENTO DE UMA REDE PARTICULAR DE SAÚDE E AFINS CONDIÇÕES GERAIS Pelo presente instrumento particular, estando de um lado o USUÁRIO CONTRATANTE,

Leia mais

REGULAMENTO DUX COWORKING E FREELANCER PARCERIA PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS São Paulo, 03 de dezembro de TÍTULO I GENERALIDADES

REGULAMENTO DUX COWORKING E FREELANCER PARCERIA PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS São Paulo, 03 de dezembro de TÍTULO I GENERALIDADES REGULAMENTO DUX COWORKING E FREELANCER PARCERIA PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS São Paulo, 03 de dezembro de 2012. TÍTULO I GENERALIDADES CONSIDERANDO a intenção de atender, com excelência, as demandas do

Leia mais

Adotada Total / Parcial. Fundamento da não adoção. Recomendação. Não adotada. 1. Princípios Gerais

Adotada Total / Parcial. Fundamento da não adoção. Recomendação. Não adotada. 1. Princípios Gerais / 1. Princípios Gerais As instituições devem adotar uma política de remuneração consistente com uma gestão e controlo de riscos eficaz que evite uma excessiva exposição ao risco, que evite potenciais conflitos

Leia mais

RDC 01/2015. PROCESSO Nº

RDC 01/2015. PROCESSO Nº MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CAMPUS GARANHUNS RDC 01/2015. PROCESSO Nº23359.015061.2015-11

Leia mais

Termos de serviço do XtraMath

Termos de serviço do XtraMath Em caso de conflito ou litígio entre o significado das versões em Inglês e Português, a versão em Inglês deverá prevalecer. Termos de serviço do XtraMath Leia atentamente os seguintes Termos de serviço.

Leia mais

POLÍTICAS QUANTO À COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR PARTE DE FUNCIONÁRIOS, DIRETORES E ADMINISTRADORES

POLÍTICAS QUANTO À COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR PARTE DE FUNCIONÁRIOS, DIRETORES E ADMINISTRADORES POLÍTICAS QUANTO À COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR PARTE DE FUNCIONÁRIOS, DIRETORES E ADMINISTRADORES ÍNDICE I - POLÍTICAS QUANTO À COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR PARTE DE FUNCIONÁRIOS,

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA - SAFRA

CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA - SAFRA CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA - SAFRA Pelo presente instrumento particular as partes abaixo identificadas celebram o contrato de compra e venda de energia elétrica (o Contrato ), de acordo

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCO

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCO POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCO Este material foi elaborado pela Gestão de Recursos Ltda. ( ), e não pode ser copiado, reproduzido ou distribuído sem sua prévia e expressa concordância. Página 1 de 6 Ficha

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE SERVIÇO Divulgação:

SOLICITAÇÃO DE SERVIÇO Divulgação: SOLICITAÇÃO DE SERVIÇO Divulgação: 304-16 Em conformidade com o Regulamento de Compras e Contratações de Obras e Serviços da Organização Social de Cultura Associação Amigos do Projeto Guri, decreto nº.

Leia mais

Política de Privacidade. A presente Política de Privacidade é aplicável ao presente a todos os sites e/ou aplicativos da Verga Corretora de Seguros.

Política de Privacidade. A presente Política de Privacidade é aplicável ao presente a todos os sites e/ou aplicativos da Verga Corretora de Seguros. Política de Privacidade Esta Política de Privacidade tem como objetivo informar você (doravante Usuário ), que acessa as páginas da Verga Corretora de Seguros na Internet, quais informações são coletadas,

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA OFERECIMENTO DE ESTÁGIOS A ESTUDANTES DA FOUSP Para empresa ou Cirurgião(ã)-Dentista 1. Carta de apresentação da empresa ou Cirurgião(ã)-Dentista com as seguintes informações: a) Dados

Leia mais

autoridades competentes do Brasil para os propósitos deste Memorando, doravante referidos como a "Parte brasileira",

autoridades competentes do Brasil para os propósitos deste Memorando, doravante referidos como a Parte brasileira, Memorando de Entendimento entre o Ministério da Ciência e Tecnologia e o Ministério do Meio Ambiente da República Federativa do Brasil e o Ministério do Meio Ambiente e Território da República da Itália

Leia mais

Regras de Arbitragem aplicáveis à Divisão Antidoping do CAS

Regras de Arbitragem aplicáveis à Divisão Antidoping do CAS Regras de Arbitragem aplicáveis à Divisão Antidoping do CAS Preâmbulo CONSIDERANDO que o Conselho Executivo do Comitê Olímpico Internacional (doravante COI ) delegou seu poder de decisão quanto a qualquer

Leia mais

PROCEDIMENTO DO SISTEMA DE QUALIDADE SETOR ADMINISTRATIVO

PROCEDIMENTO DO SISTEMA DE QUALIDADE SETOR ADMINISTRATIVO SETOR ADMINISTRATIVO PSQ 004-74-05 REVISÃO 00 DATA 01/08/13 REVISADO POR ELABORADO POR APROVADO POR PAG 2 de 6 1.0 - OBJETIVO Este manual tem como objetivo dar ciência sobre os processos, áreas responsáveis

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS NOME: ENDEREÇO: CIDADE: C.P.F.: PROFISSÃO: Cirurgião Dentista R.G.: C.R.O.: SERVIÇOS CONTRATADOS: Departamento Pessoal DURAÇÃO DO CONTRATO: INDETERMINADO R$ - VENCIMENTO:

Leia mais

Código de Conduta dos Fornecedores da TCS. Julho 2016

Código de Conduta dos Fornecedores da TCS. Julho 2016 Código de Conduta dos Fornecedores da TCS Julho 2016 Código de Conduta dos Fornecedores da TCS O Grupo Tata tem sido sempre um exemplo perfeito do verdadeiro espírito ético nos negócios em suas interações

Leia mais