DÚVIDAS E RESPOSTAS Treinamento Financeiro Projeto PLUG

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DÚVIDAS E RESPOSTAS Treinamento Financeiro Projeto PLUG"

Transcrição

1 DÚVIDAS E RESPOSTAS Treinamento Financeiro Projeto PLUG

2 DÚVIDAS MÓDULO FINANCEIRO 1. O cadastro dos fornecedores deverá ser preenchido em todos os módulos? O cadastro de fornecedores deverá ser preenchido no módulo Compras. 2. Caso já exista o cadastro em fornecedor, tenho como importar os dados para cliente? Não consegue, terá que cadastrar novamente os dados no cliente. 3. O cadastro de clientes é o cadastro do SIGSS? Sim, seria o cadastro do SIGSS. 4. Esse modulo irá substituir o SIGSS? Não, o modulo não substituirá o SIGSS. 5. O cadastro dos fornecedores e clientes aparecem na mesma planilha? Não, são cadastros diferentes, alocados em tabelas diferentes. 6. Os clientes seriam empresas públicas ou privadas que contratam serviços com a unidade? Os clientes serão todos os usuários dos serviços da unidade. 7. Precisaremos informar ao DEX que tem cadastro para ser analisado, ou eles veem automaticamente assim que salvarmos um novo fornecedor/cliente? Quando é cadastrado um cliente ou fornecedor novo automaticamente é disparado um para o responsável para verificar o cadastro. 8. Este campo de Naturezas será preenchido pelo DEX? Sim, a natureza será preenchida no cadastro do fornecedor pelo DEX, entretanto, é possível que seja necessário alterar a natureza no momento do lançamento de uma Nota Fiscal. Ex. Fornecedor cadastrado como prestador de um serviço específico, porém prestou outro serviço diferente do cadastrado. 9. Qual a diferença entre natureza analítica e sintética? Quando escolher cada uma? Sempre será utilizado a natureza analítica, pois a sintético é um totalizador de um grupo de naturezas. 10. Só será criado a natureza em caso de recolhimento? Não. A natureza financeira é criada para todo o tipo de movimentação. Ex.: aquisição de material, prestação de serviço, compra de imobilizado, etc. 11. Na natureza tenho que colocar todas as despesas e entradas? A Natureza financeira no Protheus funciona de forma parecida com os eventos no SICON. Desta forma, toda despesa terá que ser associada a uma natureza financeira, da mesma forma que as entradas. 12. O cadastro de clientes do SIGSS terá comunicação direta com o cadastro de clientes do Protheus? Ou como se dará o cadastro de clientes dentro do Protheus? O cadastro do SIGSS não terá comunicação com o Protheus. Teremos que cadastrar os clientes para dentro do Protheus. 13. Temos que cadastrar todas as contas que temos no banco? Sim, tem que ter todos os bancos cadastrados. 14. Porque não coloca como obrigatório o preenchimento da conta contábil já que vai precisar? Se for em relação ao lançamento de contas a pagar, a informação da conta contábil será utilizada de acordo com o cadastrado na natureza financeira, por isso não deverá será informado. 2

3 15. Os clientes são pessoas físicas também, tipo os usuários da odontologia, cursos, como está cadastrado no SIGSS? Vamos ter que recadastrar todo mundo ou vai ser exportado para o Protheus? No cadastro do cliente temos tipo de pessoa como física ou jurídica no momento do cadastro pode informar qual tipo de pessoa. Sim teremos que recadastrar os clientes. 16. Se a conta no banco funciona como corrente e ela própria é utilizada como fundo de investimento, devemos fazer dois cadastros com o mesmo nº da conta, uma conta corrente outro como fundo de investimento? Os cadastros dos bancos serão realizados pelo DEX, e sim, será necessário cadastrar conta corrente e fundo de investimento. 17. O que é CNAB? CNAB é Centro Nacional de Automação Bancária. É um arquivo digital que é gerado para comunicação direta com banco. 18. O fluxo de caixa não estará interligado com o lançamento do contas a pagar e com a receita? O fluxo de caixa é um relatório que trará as informações contidas no contas a pagar e a receber no período informado, não integração entre eles. 19. Ao inserir valores na simulação no Fluxo de Caixa, essas informações ficam gravadas no sistema? O fluxo de caixa é apenas informativo, e não ficará gravado no sistema. 20. Valores tanto do SEST como do SENAT saem no mesmo relatório? se positivo como mostrar por instituição? SEST e SENAT não saem no mesmo relatório. Os relatórios serão extraídos de acordo com a instituição que você estiver logado. 21. Referente ao cadastro de clientes, o que hoje lançamos como clientes no SIGSS, vamos lançar no Protheus? Sim, será um novo cliente no Protheus. 22. O sistema Protheus vai substituir o SICON? Sim, o Protheus substituirá o SICON. 23. Essa aglutinação para pagamento de IR é com títulos de um mesmo fornecedor ou é feito com fornecedores diferentes? A aglutinação de IR é feita pelo código de retenção. 24. O sistema irá gerar os títulos (DARF, GPS, DUA)? O sistema pode gerar DARF e GPS, porém sem o código de barra. Em relação ao DUA, favor acompanhar a parte de dúvidas no final da gravação. 25. Como temos várias assinaturas eletrônicas para realizar as operações bancárias, como vamos enviar o arquivo CNAB? Não é necessária assinatura eletrônica para o envio e recebimento do arquivo CNAB, apenas na hora de efetuar o pagamento. 26. Por que temos que gerar essa fatura? Pagaremos pelo Protheus, ou seja, o gerenciador financeiro estará interligado a ele? Todo documento a ser pego no Protheus é trato como fatura, e ela precisa ser gerada para podermos realizar o pagamento do título. O pagamento será realizado via CNAB via gerenciador financeiro. 27. Esse financeiro dispõe em agenda nossos títulos a pagar? O Protheus permite que seja listado todos os títulos a pagar por data de vencimento. 28. É obrigatória a aglutinação de impostos e de títulos ou será possível baixar individualmente? Existe algum impacto nos processos? Os títulos podem ser baixados individualmente, a aglutinação é uma forma de otimizar o processo, baixando de uma só vez vários títulos de um mesmo fornecedor. 3

4 29. Como vamos proceder com o pagamento de férias, rescisão de contrato, GRRF, etc. Vamos ter como lançar no Financeiro? Esses títulos deverão ser lançados no contas a pagar, mas quando a folha de pagamento estiver integrada, não haverá necessidade de incluir. 30. Com todos estes relatórios mostrados e gerados pelo sistema ainda assim devemos enviar todos aqueles anexos financeiros como controle de recebimento de receita, controle de impostos e mapa financeiro? Será necessário a utilização destes anexos? Os processos não mudarão com a implantação do Protheus. 31. O cadastro de clientes no SIGSS será importado? E as dívidas deles, pessoas físicas e jurídicas, também serão importadas (Ex.: matrículas em cursos, tratamentos odonto, etc)? O cadastro de clientes do SIGSS não será importado, ou seja, todos os clientes deverão ser cadastrados no Protheus. 32. Como serão lançadas as despesas com projetos sociais? Taxas da CNH? E as despesas com pessoal? Serão lançadas da mesma forma das demais despesas, porém alocadas de acordo com o programa de cada uma delas. 33. Emitindo a GPS no Protheus, não precisa mais imprimir no site da Previdência Social? ou precisa gerar nos dois locais? Sempre é bom conferir se os valores da GPS tanto no Protheus quanto o da GFIP conferem, porém ele terá a mesma validação para pagamento. 34. Esse sistema tem que ser alimentado em tempo real? O ideal é que seja alimentado em tempo real, como ele é um sistema integrado (ERP) vai otimizar o processo administrativo interno da empresa. 35. No contas a pagar a busca pelo fornecedor pode ser feita pelo CNPJ? Pode ser feita a busca pelo fornecedor pelo Código/Nome/CNPJ. 36. Porque temos que lançar valores no módulo do Contas a Pagar? Os valores não são lançados no módulo fiscal e exportados automaticamente para o Contas a Pagar? Os lançamentos das notas fiscais serão informados no módulo de compras, e consequentemente, serão gerados os títulos a pagar no módulo financeiro. Serão lançados no contas a pagar somente os títulos que não possuem documentos fiscais. Exemplo: diárias, taxas, contribuições sindicais. 37. O sistema aceita pagarmos antecipado determinado título a pagar? Como registramos o pagamento antecipado? O pagamento de um título pode ser realizado antes do vencimento apenas alterando a data para o dia do pagamento. 38. Quando for lançar o boleto de uma compra já lançada no sistema, os dados e o valor serão lançados automaticamente? Quando a NF de compra é lançada no Protheus, automaticamente já é criado um título a pagar no financeiro, não será preciso criar este título. 39. No SEST/SENAT em qual situação utilizaremos borderô? O borderô será utilizado em todas as situações. 40. Vamos precisar de leitor de códigos de barra para incluir o código de barras dos boletos no CNAB? Poderá utilizar o leitor do código de barras ou digitar o número do boleto. 41. No caso de devolução de receita para um aluno do SENAT, como vamos proceder se o cheque é para a data do dia? 4

5 Nos casos de devolução de receita o processo do cheque não muda. No Protheus os lançamentos do dia serão feitos no dia seguinte. Exemplo: os movimentos de hoje serão lançados amanhã. 42. Todos os títulos selecionados serão pagos com o mesmo cheque? O processo não muda. O cheque será utilizado para pagar o título que necessitou da emissão do cheque. 43. Atualmente utilizamos o gerenciador do BB para pagamentos eletrônicos. Com o Protheus mudará a forma de pagamento? Como o sistema entenderá que o pagamento foi efetuado para que seja realizada a "baixa"? Os pagamentos serão agendados no Protheus e gerados arquivos CNAB que serão enviados pelo Gerenciador Financeiro do Banco do Brasil. No dia seguinte, ao acessarmos o Gerenciador, baixaremos os arquivos de retorno do Banco do Brasil que deverão ser importados no Protheus. A partir dessa importação, será feita a baixa. 44. No caso não posso fazer um borderô do dia, com todas as contas (água, fornecedor e etc) tenho que fazer cada borderô para cada procedimento de pagamento, concessionaria, fornecedores, folha de pagamento e etc? O Bordero, se for para gerar CNAB, deverá ser feito separado por tipo de pagamento, ou seja, um para concessionário, um para tributos, um para credito em conta, etc. 45. Qual o objetivo do borderô? O objetivo do borderô é enviar a informação para o banco. 46. Como proceder nos pagamentos de funcionários que só tem conta salário? Não existe nenhum impedimento para este tipo de pagamento. 47. Uma vez aprovado, as unidades terão acesso para alterar os cadastros dos fornecedores/clientes ou só o DEX que faz isso? O cadastro de fornecedores/clientes cada unidade terá que fazer o seu. Os cadastros deverão ser feitos de forma correta para evitar as alterações. 48. Hoje fazemos pagamentos através do internet bank, no Protheus será através do envio de arquivo CNAB? O banco do Brasil aceita esse tipo de arquivo para pagamento de títulos? O Banco do Brasil está preparado para aceitar arquivos CNAB. 49. Como lançar devolução de receita ou outro pagamento quando a pessoa não tem conta bancária para depósito? Neste caso deverá ser formalizado ao DEX para análise. 50. Como faríamos os depósitos de valores gerados de receitas? (Ex.: valores recebidos em cartão de crédito pela odontologia? Em contas a receber? Visto que o recebimento se dá 30 dias após a receita ter sido gerada.) Quando você tiver receita de contas a receber: cartão de crédito por exemplo, deverá ser criado um contas a receber na unidade, e quando esse dinheiro for depositado na conta você terá que baixar o título criado no contas a receber. 51. Dentro do sistema Protheus teremos comunicação direta com o Banco do Brasil para realização de pagamentos, transferências, etc, ou esses registros no Protheus são apenas controle e contabilização, permanecendo uso do gerenciador financeiro dos bancos? O Protheus não tem ligação direta com o Banco do Brasil. É um sistema de controle. Serão gerados arquivos que deverão ser transmitidos para o Banco do Brasil. Recebidos retornos pelo BB e posteriormente alimentados no Protheus para as devidas baixas. 52. E os valores de receitas com cursos, consultas como serão lançadas no novo sistema? Deverá ser criado o título no Protheus para registrar o recebimento deste título. 53. Será possível acessar o extrato da conta corrente para efetuar pagamentos de títulos através do sistema Protheus? 5

6 O extrato da conta corrente deverá ser espelho dos lançamentos feitos no Protheus. Os títulos baixados, os títulos recebidos e etc devem corresponder com as movimentações do extrato bancário. 54. Como se distingue SEST ou SENAT? Ao efetuar o login no sistema você deverá selecionar se é SEST ou SENAT. Muito importante a unidade ficar atenta, pois se precisar mudar de SEST para SENAT ou vice versa deverá sair e logar novamente. 55. Todas estas despesas lançadas com as compras feitas no Fundo Fixo já são abatidas do saldo previsto no orçamentário? Em cada conta da natureza da despesa? Sim, todas as despesas independentemente se é via banco ou fundo fixo o orçamento será sensibilizado. 56. Será utilizado o CPF do detentor ou CNPJ das empresas para cadastrar as Notas fiscais do fundo fixo? Essa parte não muda ao criar o fundo fixo será usado o CPF do detentor. Para cadastrar as notas fiscais que utilizaram recursos do fundo fixo deverá ser utilizado o CNPJ de cada nota fiscal. 57. O sistema vai entender quando chegar no limite do fundo fixo, ou esse controle é feito a parte? O controle não vai mudar. Deverá ser feito pela unidade. 58. O fundo fixo, uma vez bloqueado, pode ser desbloqueado? (Férias do funcionário responsável) O fundo fixo uma vez encerrado, o procedimento não muda. Deverá ser aberto um novo. 59. Em relação ao lançamento das notas fiscais do fundo fixo, serão todas lançadas no Protheus com a data do fechamento do fundo, como é feito hoje no SICON? A medida que o gasto do fundo fixo for ocorrendo, o ideal é que se lance nota por nota no Protheus. 60. As notas fiscais do fundo fixo serão lançadas com o CPF do detentor ou com o CNPJ do fornecedor? As NF serão lançadas com o CNPJ do fornecedor. 61. Quando o Protheus entrar em prática as Unidades não utilizarão mais o gerenciador financeiro? As unidades não deixarão de usar o Gerenciador Financeiro. 6

DEPARTAMENTO FINANCEIRO PROCESSO

DEPARTAMENTO FINANCEIRO PROCESSO PAGAMENTO DE EMISSAO DE CHEQUES A FORNECEDORES PR/STE 06 Contabilidade Classifica NF e Recibos para pagamento. GERENCIADOR FINANCEIRO. São alimentados no gerenciador aqueles que tem Boletos ou dados para

Leia mais

Guia de Implantação Bluesoft ERP Tesouraria Menu Rápido

Guia de Implantação Bluesoft ERP Tesouraria Menu Rápido Guia de Implantação Bluesoft ERP Tesouraria Menu Rápido O objetivo deste guia é fornecer um roteiro para a implantação módulo Menu Rápido do sistema Bluesoft ERP. O que é Tesouraria Menu Rápido? Tesouraria

Leia mais

GUIA DE UTILIZAÇÃO SOFTWARE GESTÃO ESCOLAR WEB

GUIA DE UTILIZAÇÃO SOFTWARE GESTÃO ESCOLAR WEB GUIA DE UTILIZAÇÃO SOFTWARE GESTÃO ESCOLAR WEB 1. Apresentação... 1 2. Login no Sistema... 1 3. Tela Principal... 2 4. Dados de Alunos... 2 4.1. Cadastro de alunos... 3 4.2. Cursos Contratados... 3 5.

Leia mais

Financeiro Controle de Cheque

Financeiro Controle de Cheque Financeiro Controle de Cheque 1 Objetivo O controle de cheques é importante para o controle financeiro da empresa. É possível também visualizar todas as situações que envolvem os cheques (depositado, devolvido,

Leia mais

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão VERSÃO 008.017 NOVID AD ES E MELHORIAS E107A9 Jéssica Pinheiro 20/01/2016 2/24 NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION Versão 008.017 1. Envio de cópia de e-mail.... 3 2. Bloqueio de emissão de cupom fiscal com

Leia mais

Manual do Visual Practice

Manual do Visual Practice Manual do Visual Practice Integração de Valores com Visual Sucessor Para integrar os valores calculados na folha com a contabilidade é necessário fazer a configuração completa como segue e escolher um

Leia mais

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS Origem: ProUrbano Data de Criação: 22/03/2010 Ultima alteração: Versão: 1.3 Tipo de documento: PRO-V1. 0 Autor: Adriano

Leia mais

Manual. Sistema Venus 2.0. (Módulo Financeiro)

Manual. Sistema Venus 2.0. (Módulo Financeiro) Manual Do Sistema Venus 2.0 (Módulo Financeiro) 1 Tela Principal: Esta é a tela principal do módulo financeiro, aqui trabalhamos com: Contas a Receber, Contas a Pagar, Controle de cheques recebidos, vendas

Leia mais

Manual Programa 832 Cadastro de entrada de mercadoria sem ordem de compra

Manual Programa 832 Cadastro de entrada de mercadoria sem ordem de compra Manual Programa 832 Cadastro de entrada de mercadoria sem ordem de compra Guia Dados da Nota Quadro Nota Fiscal Código de aviso no momento que é gravado a nota de entrada o código do aviso é gerado automaticamente

Leia mais

O material a seguir foi preparado de forma a orientar os usuários quanto aos procedimentos para cadastro e utilização do Caixa.

O material a seguir foi preparado de forma a orientar os usuários quanto aos procedimentos para cadastro e utilização do Caixa. Apostila Caixa Índice Introdução... 3 Conceito... 3 Cadastro de Caixa... 3 Liberação de Caixa... 3 Abertura de Caixa... 4 Movimentação do Caixa... 4 1. Receber... 4 2. Estornar... 6 Emissão de 2ª Via...

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA MÓDULO FINANCEIRO PIRACICABA, 15 DE NOVEMBRO DE 2016 VERSÃO 1.1 BETA

MANUAL DO SISTEMA MÓDULO FINANCEIRO PIRACICABA, 15 DE NOVEMBRO DE 2016 VERSÃO 1.1 BETA MANUAL DO SISTEMA MÓDULO FINANCEIRO PIRACICABA, 15 DE NOVEMBRO DE 2016 VERSÃO 1.1 BETA 1 Índice Pág. Características Técnicas... 3 Atalho Módulo Financeiro... 4 Contas à Pagar... 5 Contas à Receber...

Leia mais

Manual de Usuário. Módulo Acerto Viagens

Manual de Usuário. Módulo Acerto Viagens Manual de Usuário Módulo Acerto Viagens MÓDULO DOS ACERTOS DE VIAGENS DOS MOTORISTAS. Este módulo permite registrar, acompanhar e calcular os valores envolvidos nas viagens dos motoristas ou agregados

Leia mais

Manual Gestor Financeiro

Manual Gestor Financeiro Manual Gestor Financeiro 1 2 Sub-módulo Consulta 2 - Digitar no campo Pesquisar texto ou número conforme a opção selecionada e dê um ENTER. EX1: Selecionado código > campo pesquisar 123. EX2:Selecionado

Leia mais

MANUAL SEFINNET / SEFINNET WEB FLORIANÓPOLIS SC VERSÃO 3.0 ( )

MANUAL SEFINNET / SEFINNET WEB FLORIANÓPOLIS SC VERSÃO 3.0 ( ) MANUAL SEFINNET / SEFINNET WEB FLORIANÓPOLIS SC VERSÃO 3.0 (3.00.0001) SERVIÇOS PRESTADOS - GIF PJ - DES CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA SUMÁRIO 2 Importação dos arquivos BGR 3 Cadastro de Talonários 5 Configuração

Leia mais

O sistema gestor já contem uma estrutura completa de categorias que são transferidas automaticamente para cada empresa nova cadastrada.

O sistema gestor já contem uma estrutura completa de categorias que são transferidas automaticamente para cada empresa nova cadastrada. Página2 Cadastro de Categorias O cadastro de categoria é utilizado dentro do gestor para o controle financeiro da empresa, por ela é possível saber a origem e a aplicação dos recursos, como por exemplo,

Leia mais

Procedimentos para a prestação de contas junto ao FUMPROARTE PESSOA FÍSICA

Procedimentos para a prestação de contas junto ao FUMPROARTE PESSOA FÍSICA Procedimentos para a prestação de contas junto ao FUMPROARTE PESSOA FÍSICA 1 Instrução Normativa 004/2014 A prestação de contas de cada projeto acontecerá conforme o estabelecido na INSTRUÇÃO NORMATIVA

Leia mais

Tutorial Financeiro Acessando o módulo Financeiro

Tutorial Financeiro Acessando o módulo Financeiro Sumário Acessando o módulo Financeiro... 2 Configuração de Categoria e Conta para Contrato... 4 Movimentações... 5 A confirmar... 7 Aprovar... 9 Extrato... 10 Recebimentos... 14 Pagamentos... 15 Agrupar...

Leia mais

Contas a Receber. Índice. 1. Adicionando uma Receita Manual

Contas a Receber. Índice. 1. Adicionando uma Receita Manual Contas a Receber Gerencie suas contas a receber com o VHSYS, sistema integrado e boletos, com registro, sem registro e duplicadas em apenas alguns cliques. Índice 1. Adicionando uma Receita Manual 2. Gerenciando

Leia mais

1. Controle de exercício

1. Controle de exercício 1 2 1. Controle de exercício Para realizar lançamentos e emitir relatório o módulo Contabil obriga a criação de exercícios, que na verdade representam os anos de atividade da empresa. Confira algumas dicas

Leia mais

Prazos Sistema Elotech já liberado para acesso. Notas e declarações serão pré-convertidas para conferência de dados até dia 26/06. Ideal é que todos e

Prazos Sistema Elotech já liberado para acesso. Notas e declarações serão pré-convertidas para conferência de dados até dia 26/06. Ideal é que todos e Nota Eletrônica Prazos Sistema Elotech já liberado para acesso. Notas e declarações serão pré-convertidas para conferência de dados até dia 26/06. Ideal é que todos estejam cadastrados (usuário e atualização

Leia mais

MIT041 - Especificação de Processos Padrão do Módulo Financeiro - Protheus Cliente: Caern - Companhia de Água e Esgoto do Rio Grande do Norte

MIT041 - Especificação de Processos Padrão do Módulo Financeiro - Protheus Cliente: Caern - Companhia de Água e Esgoto do Rio Grande do Norte 17. Miscelanea: Em Miscelânea, encontramos as seguintes rotinas: Página: 1 de 11 17.1. Cheques: O módulo Financeiro possibilita a emissão de cheques em formulário contínuo ou avulso para impressoas de

Leia mais

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO MANUAL VTWEB CLIENT URBANO Conteúdo... 2 1. Descrição... 3 2. Cadastro no sistema... 3 2.1. Pessoa Jurídica... 3 2.2. Pessoa Física... 5 2.3. Concluir o cadastro... 6 3. Acessar o sistema... 6 3.1. Autenticar

Leia mais

N O V I D AD E S E M E L HO RI AS E 9 4 A8

N O V I D AD E S E M E L HO RI AS E 9 4 A8 VERSÃO 008.014 NOVID AD ES E MELHORIAS E94A8 Jéssica Pinheiro 21/02/2015 2/26 NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION Versão 008.014 1. Parâmetro para configuração da forma de controle dos serviços.... 3 2. Parâmetro

Leia mais

ROTEIRO RESUMIDO DE INTEGRAÇÃO CONTROLLER / COBRANZA

ROTEIRO RESUMIDO DE INTEGRAÇÃO CONTROLLER / COBRANZA ROTEIRO RESUMIDO DE INTEGRAÇÃO CONTROLLER / COBRANZA O objetivo deste material é apresentar a contabilização das principais operações existentes nos sistemas Controller e Cobranza, de forma resumida. A

Leia mais

Neste bip. Como atualizar as tabelas no SEFIP? Você Sabia? Edição 71 Julho de 2016

Neste bip. Como atualizar as tabelas no SEFIP? Você Sabia? Edição 71 Julho de 2016 Neste bip Como atualizar as tabelas no SEFIP... 1 Depreciação... 2 Empresas Imunes e Isentas... 3 Notas explicativas... 3 Você Sabia? Como atualizar as tabelas no SEFIP? No nosso site de documentação on-line

Leia mais

DOF Documento de Origem Florestal

DOF Documento de Origem Florestal DOF Documento de Origem Florestal Oficina de Treinamento e Avaliaçã ção DECLARAÇÃ ÇÃO INICIAL 1º) ) Consultar a regularidade da empresa perante o IBAMA Se a empresa estiver irregular apareçerá a mensagem

Leia mais

O que é a Nota Fiscal Eletrônica?

O que é a Nota Fiscal Eletrônica? O que é a Nota Fiscal Eletrônica? A Nota Fiscal Eletrônica - NFS-e é um documento fiscal digital gerado e armazenado eletronicamente em tempo real, no site da própria Prefeitura, com o objetivo de registrar

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MÓDULO DE ENTRADA DE NOTAS FISCAIS VIA B2B ONLINE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MÓDULO DE ENTRADA DE NOTAS FISCAIS VIA B2B ONLINE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MÓDULO DE ENTRADA DE NOTAS FISCAIS VIA B2B ONLINE Versão 2.0 01/2006 ÍNDICE 1. Objetivo...3 2. Como acessar o Sistema...3 3. Cadastro de Notas...4 3.1. A digitação da Nota Fiscal

Leia mais

ÍNDICE. 1 -SIAT ONLINE Considerações Gerais Benefícios Pessoas Físicas Benefícios Pessoas Jurídicas Tela Inicial anônimos

ÍNDICE. 1 -SIAT ONLINE Considerações Gerais Benefícios Pessoas Físicas Benefícios Pessoas Jurídicas Tela Inicial anônimos ÍNDICE 1 -SIAT ONLINE Considerações Gerais 1.1 - Benefícios Pessoas Físicas. 1.2 - Benefícios Pessoas Jurídicas. 1.3 - Tela Inicial anônimos 1.4 Acesso Restrito Direcionado a Empresas 2 - Consulta Débito

Leia mais

Marketing Comercial. campanhas promocionais. marketing. mala direta. classificação de contatos. Menu

Marketing Comercial. campanhas promocionais.  marketing. mala direta. classificação de contatos. Menu Soluções Marketing Comercial Registro e classificação dos contatos com clientes e prospects. Possibilidade de geração de compromissos encadeados, além de acompanhamento das ações promovidas pelas equipes

Leia mais

Ao clicar no menu Cadastro, disponibilizará os seguintes módulos:

Ao clicar no menu Cadastro, disponibilizará os seguintes módulos: MANUAL CORRETORA Ao clicar no menu Cadastro, disponibilizará os seguintes módulos: Administradoras; Clientes/ Seguradoras; Entidades; Produtores/ Vendedores; Matriz/ Filiais; Produtos; Regiões; Usuários;

Leia mais

CARTILHA DE UTILIZAÇÃO DO SIGISS E DO SIGIPM

CARTILHA DE UTILIZAÇÃO DO SIGISS E DO SIGIPM CARTILHA DE UTILIZAÇÃO DO SIGISS E DO SIGIPM SISTEMA INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS.::Perguntas Mais Frequentes::..::Help Desk::..::Download::. Licenciado para Prefeitura Municipal

Leia mais

Boletim de Administração Pública Municipal

Boletim de Administração Pública Municipal Atualização: Junho 2005 Página: 3 SIAWeb Introdução: O SiaWeb é composto de três módulos Imobiliário, Mobiliário e Água e Esgoto. O uso do sistema pela Internet facilita e agiliza a troca de informações

Leia mais

CONVERJ Execução Folha de Pagamento

CONVERJ Execução Folha de Pagamento 1 CONVERJ Execução Folha de Pagamento Proponente Versão 1.4 Maio/2016 2 Sumário 1 Inclusão de Folha de Pagamento Via Remessa Eletrônica... 3 1.1 Gerenciar Processo de Compra de Folha de Pagamento... 3

Leia mais

MANUAL DE CONFIGURAÇÕES MÓDULO CONTABIL I

MANUAL DE CONFIGURAÇÕES MÓDULO CONTABIL I MANUAL DE CONFIGURAÇÕES MÓDULO CONTABIL I SUMÁRIO COMO CADASTRAR UM PLANO DE CONTAS... 3 COMO CADASTRAR CENTROS DE CUSTO... 7 CADASTRO DE HISTÓRICOS PADRÕES... 9 COMO CADASTRAR LANÇAMENTOS PADRÕES... 12

Leia mais

PASSO A PASSO PARA A COMPRA DO CERTIFICADO DIGITAL. Atenção: Este processo é de extrema importância para todas as Pessoas Jurídicas.

PASSO A PASSO PARA A COMPRA DO CERTIFICADO DIGITAL. Atenção: Este processo é de extrema importância para todas as Pessoas Jurídicas. PASSO A PASSO PARA A COMPRA DO CERTIFICADO DIGITAL Atenção: Este processo é de extrema importância para todas as Pessoas Jurídicas. O certificado digital será utilizado no envio das declarações junto à

Leia mais

Manual de Ativo Imobilizado

Manual de Ativo Imobilizado Manual de Ativo Imobilizado Este manual foi cuidadosamente elaborado pela ELPIS INFORMÁTICA, com a intenção de garantir ao usuário, todas as orientações necessárias para que possa usufruir ao máximo de

Leia mais

MANUAL DO ISS ONLINE

MANUAL DO ISS ONLINE MANUAL DO ISS ONLINE Contadores Índice 1 - Regularização Cadastral... 3 2 - Login... 5 3 - Acessos ao Sistema... 7 4 - Carteiras de Clientes...... 10 5 - Solicitações de AIDF e AIDF-e... 11 5 - Emissão

Leia mais

Inventario Saldo Inicial FS111

Inventario Saldo Inicial FS111 Inventario Saldo Inicial FS111 Sistema: Futura Server Caminho: Fiscal>Inventario>Inventario Saldo Inicial Referência: FS111 Versão: 2015.12.2 Como Funciona: Esta tela é utilizada para inserir o saldo e

Leia mais

BASCODE CLOUD BUSINESS APPLICATIONS

BASCODE CLOUD BUSINESS APPLICATIONS CLOUD BUSINESS APPLICATIONS Sistema de Gestão Empresarial Emissão Notas Fiscais Eletrônicas (Fornecedor/Consumidor) Controle de Estoque Emissão de Pedidos / Serviços Fluxo de Caixa / A Pagar e A Receber

Leia mais

Guia de Implantação Bluesoft ERP Tesouraria Cheques

Guia de Implantação Bluesoft ERP Tesouraria Cheques Guia de Implantação Bluesoft ERP Tesouraria Cheques Objetivo O objetivo deste documento é fornecer um roteiro para a implantação do módulo Cheques do sistema Bluesoft ERP. O que é Cheques? O Módulo é utilizado

Leia mais

Ressaltamos caso não esteja aberta no banco de dados da prefeitura a Unidade Câmara ou a Unidade Município os seguintes passos deverão ser seguidos:

Ressaltamos caso não esteja aberta no banco de dados da prefeitura a Unidade Câmara ou a Unidade Município os seguintes passos deverão ser seguidos: Manual da Prestação de Contas do SiaceLRF Primeiro Bimestre Dentro do Sistema da SH3 o primeiro passo é fazer a consolidação dos dados da prefeitura e da Câmara dentro do Município, para os municípios

Leia mais

ISSQN MANUAL DO USUÁRIO

ISSQN MANUAL DO USUÁRIO ISSQN MANUAL DO USUÁRIO Roteiro Prestador de Serviços 2013 Índice: 1. Geração da Senha na Prefeitura... 3 2. Acesso ao Sistema... 3 3. Declaração Eletrônica de Serviços Tomados... 4 4. Encerrando a apuração

Leia mais

Manual. - Sic Control -

Manual. - Sic Control - Manual Instruções básicas de uso - Sic Control - - 2016 - Introdução O Manual a seguir visa orientar o usuário do Sistema de Gestão Empresarial Sic Control, de forma detalhada; no que se refere a operação

Leia mais

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão VERSÃO 008.017 NOVID AD ES E MELHORIAS E104A8 Jéssica Pinheiro 28/10/2015 2/28 NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION Versão 008.017 1. Configuração para envio DDI AGCO.... 4 2. Configuração para definição da

Leia mais

Forma de Pagamento. Bematech Unidade de Software Jundiaí Fone/Fax: (11) R. Pedro Alexandrino, 95 Anhangabaú Jundiaí SP CEP:

Forma de Pagamento. Bematech Unidade de Software Jundiaí Fone/Fax: (11) R. Pedro Alexandrino, 95 Anhangabaú Jundiaí SP CEP: Forma de Pagamento O objetivo principal é cadastrar as diversas movimentações de retirada e recebimento existentes no caixa. É através da parametrização informada nessa tela, que o sistema identificará

Leia mais

Entrada de Mercadoria

Entrada de Mercadoria Entrada de Mercadoria Para cadastrar ou gerenciar uma Entrada de Mercadoria acesse o menu: Compras > Entrada de Mercadoria. Em seguida clique no botão 1 / 23 Dados da entrada No campo Fornecedor informe

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITUIUTABA

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITUIUTABA PREFEITURA MUNICIPAL DE ITUIUTABA ITUIUTABA MINAS GERAIS 2011 Manual do Sistema de Arrecadação Tributária SIAT Online ÍNDICE 1 - SIAT ONLINE Considerações Gerais 1.1 - Benefícios Pessoas Físicas. 1.2 -

Leia mais

MANUAL CONTABILIZAÇÃO DE FOLHA DE PAGAMENTO - COMPLETO

MANUAL CONTABILIZAÇÃO DE FOLHA DE PAGAMENTO - COMPLETO PARAMETRIZAÇÃO PARA CONTABILIZAÇÃO DE FOLHA DE PAGAMENTO A rotina de parametrização pode ser acessada através dos módulos: MÓDULO FOLHA MÓDULO CONTÁBIL Primeiramente é preciso definir como será feito a

Leia mais

SISTEMA CAÇA-TALENTOS MANUAL DE OPERAÇÃO PERFIL SECRETARIA

SISTEMA CAÇA-TALENTOS MANUAL DE OPERAÇÃO PERFIL SECRETARIA SISTEMA CAÇA-TALENTOS MANUAL DE OPERAÇÃO PERFIL SECRETARIA O Sistema Caça-Talentos tem o objetivo de aprimorar o negócio e fornecer um controle informatizado dos processos de captação dos alunos. Ele possui

Leia mais

INTEGRAÇÃO MÓDULO CONTÁBIL

INTEGRAÇÃO MÓDULO CONTÁBIL MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA INTEGRAÇÃO MÓDULO CONTÁBIL [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] Material Desenvolvido para a Célula Contábil Autor:

Leia mais

Como exportar os arquivos NFP via Web-Service - FS127

Como exportar os arquivos NFP via Web-Service - FS127 Como exportar os arquivos NFP via Web-Service - FS127 Sistema: Futura Server Caminho: Fiscal> NFP Web-service>Exportação de arquivos Referência: FS127 Versão: 2016.2.15 Como Funciona: Esta tela é utilizada

Leia mais

TUTORIAL ADIANTAMENTOS AO FORNECEDOR

TUTORIAL ADIANTAMENTOS AO FORNECEDOR Apresentação Este tutorial contém informações que orientam como proceder nos processos de: inclusão de adiantamentos que foram feitos para o fornecedor, baixa de adiantamento ao fornecedor com vários títulos,

Leia mais

MIT041 - Especificação de Processos Padrão do Módulo Financeiro - Protheus Cliente: Caern - Companhia de Água e Esgoto do Rio Grande do Norte

MIT041 - Especificação de Processos Padrão do Módulo Financeiro - Protheus Cliente: Caern - Companhia de Água e Esgoto do Rio Grande do Norte Página: 1 de 16 9. Movimentos Bancários: O controle bancário é um poderoso instrumento de gestão, pelo qual o empresário ou a diretoria de uma empresa pode verificar com rapidez e eficiência a disponibilidade

Leia mais

MANUAL. Objetivo. monitoramento das obrigações trabalhistas SUZANO PAPEL E CELULOSE S/A

MANUAL. Objetivo. monitoramento das obrigações trabalhistas SUZANO PAPEL E CELULOSE S/A MANUAL monitoramento das obrigações trabalhistas SUZANO PAPEL E CELULOSE S/A Objetivo Esse manual tem como objetivo esclarecer as dúvidas em relação ao processo do monitoramento de obrigações trabalhistas

Leia mais

Neste bip. Dicas para resolver erros do Seguro Desemprego. Você Sabia? Edição 68 Abril de 2016

Neste bip. Dicas para resolver erros do Seguro Desemprego. Você Sabia? Edição 68 Abril de 2016 Neste bip Dicas para resolver erros do Seguro Desemprego... 1 Geração dos recibos de vale transporte... 2 Horário de Trabalho... 3 Dicas para resolver erros do Seguro Desemprego O validador do arquivo

Leia mais

ERP BRASCOMM Sistema de Gestão Empresarial 100% Web. Manual do Usuário. Módulo de CRM Gestão de Relacionamento com o Cliente

ERP BRASCOMM Sistema de Gestão Empresarial 100% Web. Manual do Usuário. Módulo de CRM Gestão de Relacionamento com o Cliente ERP BRASCOMM Sistema de Gestão Empresarial 100% Web Manual do Usuário Módulo de CRM Gestão de Relacionamento com o Cliente O módulo de CRM possui ferramentas práticas para auxiliar no atendimento ao cliente

Leia mais

RECE7000 Emissão de recibos de Adiantamentos. RECE7000 Emissão de Recibos de Adiantamentos 1 / 12

RECE7000 Emissão de recibos de Adiantamentos. RECE7000 Emissão de Recibos de Adiantamentos 1 / 12 RECE7000 Emissão de recibos de Adiantamentos 1 / 12 Ao fechar um negócio, o cliente pode adiantar uma parte do pagamento combinado, mesmo antes da emissão da NF correspondente. O registro do recebimento

Leia mais

Plano de Saúde. Gestão de Pessoal

Plano de Saúde. Gestão de Pessoal Gestão de Pessoal Sumário 1. Introdução... 3 1.1. Objetivos do Treinamento... 3 2. Conceito... 3 3. Fornecedores de Plano de Saúde... 3 4. Cadastro de Plano de Saúde... 4 5. Planos Ativos... 6 6. Histórico

Leia mais

1º passo) Acesse o Portal Estrela Guia no caminho: Menu Completo > Consulta > Status do contrato.

1º passo) Acesse o Portal Estrela Guia no caminho: Menu Completo > Consulta > Status do contrato. 1. Como consultar o Status do Contrato 1º passo) Acesse o Portal Estrela Guia no caminho: Menu Completo > Consulta > Status do contrato. 2º passo) Inserir os dados para a pesquisa, podendo utilizar número

Leia mais

ATUALIZAÇÃO DA VERSAO Abaixo constam as alterações referentes aversão do dia 03/05/2013:

ATUALIZAÇÃO DA VERSAO Abaixo constam as alterações referentes aversão do dia 03/05/2013: ATUALIZAÇÃO DA VERSAO 06.01.00 Abaixo constam as alterações referentes aversão 06.01.00 do dia 03/05/2013: ATENÇÃO: Versões intermediarias não são de atualização obrigatório para todos os clientes, apenas

Leia mais

Neste bip. Novas Configurações de Plano de Saúde. Você Sabia? Edição 49 Setembro de 2014

Neste bip. Novas Configurações de Plano de Saúde. Você Sabia? Edição 49 Setembro de 2014 Neste bip Novas configurações de plano de saúde... 1 Alterações no Rumo para o CAGED... 2 Cuidado ao instalar o programa DAPI... 2 Data de entrada ao importar notas do site... 3 Importação de extrato bancário...

Leia mais

BEM-VINDO À REVOLUÇÃO!

BEM-VINDO À REVOLUÇÃO! PAGUE COM O SEU CELULAR! SEM CONTA BANCÁRIA! SEM CARTÃO DE CRÉDITO! SEM BUROCRACIA! BEM-VINDO À REVOLUÇÃO! Aqui você encontrará referências para uso do e-dinheiro no seu celular, mostrando como utilizar

Leia mais

Boletim Técnico. PIS - COFINS - CSLL Novas Regras de Retenção Lei /2015. Produto : RM TOTVS Gestão Financeira

Boletim Técnico. PIS - COFINS - CSLL Novas Regras de Retenção Lei /2015. Produto : RM TOTVS Gestão Financeira PIS - COFINS - CSLL Novas Regras de Retenção Lei 13.137/2015 Produto : RM TOTVS Gestão Financeira 11.82.39 Processo : Baixa do Lançamento Financeiro Subprocesso : Data da publicação : 08/07/15 Este documento

Leia mais

TOTVS Baixas a Pagar. Contas a Pagar - Financeiro

TOTVS Baixas a Pagar. Contas a Pagar - Financeiro TOTVS Baixas a Pagar Contas a Pagar - Financeiro Sumário Sumário... 2 1 Conceitos Básicos... 3 1.1 Objetivos Instrucionais... 3 2 Baixas a Pagar... 3 2.1 Principais Parâmetros... 4 3 Baixa Manual... 4

Leia mais

1. Acesso ao Agilis Elaborar Prestação de contas Inclusão do Material Permanente Inclusão do Material de Consumo...

1. Acesso ao Agilis Elaborar Prestação de contas Inclusão do Material Permanente Inclusão do Material de Consumo... TUTORIAL PRESTAÇÃO DE CONTAS DOCENTES SUMÁRIO 1. Acesso ao Agilis...2 2. Elaborar Prestação de contas...3 3. Inclusão do Material Permanente...5 4. Inclusão do Material de Consumo...7 5. Inclusão de Serviços

Leia mais

Volpe ERP Módulo Financeiro Versão 3.7. Sumário

Volpe ERP Módulo Financeiro Versão 3.7. Sumário Sumário 1. Introdução... 3 1.1 O que fazer primeiro?... 3 2. Lançamento de produto... 4 2.1 Gerando relatórios de lançamento por títulos... 4 3. Posição contábil... 7 3.1 Gerando relatório de reposição

Leia mais

REPORTE DE VENDA DE SEMENTES. Jun 2016

REPORTE DE VENDA DE SEMENTES. Jun 2016 REPORTE DE VENDA DE SEMENTES Jun 2016 Instruções Gerais As vendas de multiplicador para multiplicador deverão ser informadas para o time de Customer Care, para que seja feita a transferência de cota; O

Leia mais

Título: Como configurar o sistema para o cliente lançar rubricas da Folha via Domínio Atendimento?

Título: Como configurar o sistema para o cliente lançar rubricas da Folha via Domínio Atendimento? Título: Como configurar o sistema para o cliente lançar rubricas da Folha via Domínio Atendimento? Através desta opção, você poderá definir os seus clientes que terão acesso ao lançamento de rubricas via

Leia mais

Manual Pessoa Jurídica DATAPROM DATAPROM. Sistema de Bilhetagem Eletrônica. Revisão 01 / Março Manual de Pessoa Jurídica. Pág.

Manual Pessoa Jurídica DATAPROM DATAPROM. Sistema de Bilhetagem Eletrônica. Revisão 01 / Março Manual de Pessoa Jurídica. Pág. Manual de Pessoa Jurídica Sistema de Bilhetagem Eletrônica DATAPROM Manual Pessoa Jurídica DATAPROM Revisão 01 / Março 2015 www.dataprom.com Pág. 1 Índice Introdução... 3 1. Login, Senha e Cadastro...

Leia mais

MANUAL EPROC / TJTO. Endereço eletrônico:

MANUAL EPROC / TJTO. Endereço eletrônico: MANUAL EPROC / TJTO Endereço eletrônico: processoeletronico@tjto.jus.br As seguintes funcionalidades serão abordadas neste tutorial. Consulta Processual Consultar Processos Movimentação Processual Movimentação

Leia mais

Como realizar configuração para integração na Folha?

Como realizar configuração para integração na Folha? Como realizar configuração para integração na Folha? Os dados a seguir foram elaborados para explicar as configurações a serem realizadas para integração entre os módulos Folha e Contabilidade. 1 CONFIGURAR

Leia mais

Nota Fiscal Consumidor

Nota Fiscal Consumidor Nota Fiscal Consumidor Com o VHSYS a emissão de NFC-e ficou muito mais simples, rápida e integrada. Você pode enviar as NFC-e diretamente para o e-mail de seus clientes, imprimir o documento e acessar

Leia mais

Apresentação Procedimentos iniciais Desdobrar... 3

Apresentação Procedimentos iniciais Desdobrar... 3 Sumário Apresentação... 1 1. Procedimentos iniciais... 1 2. Desdobrar... 3 Apresentação Esta rotina tem como objetivo permitir o desdobramento por agrupamento de vários títulos em apenas um, que tenham

Leia mais

Manual do Usuário. 1) Acesse devphpsolucoes.com.br/bphp

Manual do Usuário. 1) Acesse devphpsolucoes.com.br/bphp Manual do Usuário 1) Acesse devphpsolucoes.com.br/bphp 2) Clique em Criar Usuário Caso já tenha um usuário criado, basta entrar com seu login e senha e ir para o item 5. 3) O próximo passo é criar suas

Leia mais

Guia de Implantação Bluesoft ERP Venda de Serviço

Guia de Implantação Bluesoft ERP Venda de Serviço Guia de Implantação Bluesoft ERP Venda de Serviço O objetivo deste documento é fornecer um roteiro para a implantação do módulo de Venda de Serviço do sistema Bluesoft ERP. O que é Venda de Serviço? Venda

Leia mais

Cordilheira Recursos Humanos 2.101b

Cordilheira Recursos Humanos 2.101b LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

1. Tela de Acesso pg Cadastro pg Abas de navegação pg Abas dados cadastrais pg Aba grupo de usuários pg.

1. Tela de Acesso pg Cadastro pg Abas de navegação pg Abas dados cadastrais pg Aba grupo de usuários pg. Sumário 1. Tela de Acesso pg. 2 2. Cadastro pg. 3 3. Abas de navegação pg. 5 4. Abas dados cadastrais pg. 5 5. Aba grupo de usuários pg. 6 6. Aba cadastro de funcionários pg. 7 7. Pedidos pg. 12 8. Cartões

Leia mais

Sistema de Controle Financeiro Visão Geral

Sistema de Controle Financeiro Visão Geral Sistema de Controle Financeiro Visão Geral O sistema Financeiro controla as Contas a Pagar e Receber da imobiliária através das diferentes Contas e Centros de Custos cadastrados, de acordo com a necessidade.

Leia mais

Cartilha do Cliente Financeiro / Controle de RPA. Cartilha do Cliente. Versão:

Cartilha do Cliente Financeiro / Controle de RPA. Cartilha do Cliente. Versão: Cartilha do Cliente Versão: 4.70 1 Apresentação... 3 A quem se destina... 3 Módulo Financeiro... 4 Global... 4 Tabelas Auxiliares IRRF... 4 Tabelas Auxiliares INSS... 5 Parâmetro Financeiro Agentes Especiais...

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Contas a Receber Sumário 1 CONCEITO... 4 2 REQUISITOS... 4 3 CONFIGURAÇÕES... 4 3.1 Permissões de Acesso... 4 3.2 Plano de Contas... 5 3.3 Motivos de Movimentação... 7 3.4

Leia mais

MANUAL COMPRA CRÉDITOS. Linhas Municipais Santos e Praia Grande/SP PELA INTERNET CARTÃO TRANSPORTE INFORMAÇÕES:

MANUAL COMPRA CRÉDITOS. Linhas Municipais Santos e Praia Grande/SP PELA INTERNET CARTÃO TRANSPORTE INFORMAÇÕES: MANUAL DE COMPRA CRÉDITOS PELA INTERNET Linhas Municipais Santos e Praia Grande/SP O MANUAL Este manual descreve as operações disponíveis no módulo VT WEB, cuja finalidade é gerenciar cadastros de funcionários,

Leia mais

Importação de Extrato Eletrônico EEFI Operadora de Cartão de Crédito REDECARD

Importação de Extrato Eletrônico EEFI Operadora de Cartão de Crédito REDECARD Importação de Extrato Eletrônico EEFI Operadora de Cartão de Crédito REDECARD Introdução Quando o pagamento é efetuado via cartão de crédito ou débito, é gerado um título financeiro em nome da operadora

Leia mais

Para mais informações, verifique o manual Tela para De/Para de ICMS CST nas Devoluções/Retorno.

Para mais informações, verifique o manual Tela para De/Para de ICMS CST nas Devoluções/Retorno. Release 3.133 Resumo das alterações Gerais Livros Fiscais ERP-29782 SPED Fiscal SPED Fiscal - Geração dos Registros D510 e D590 1. De acordo com o entendimento do departamento fiscal da Ti9 a geração dos

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando o sistema

Leia mais

N O V I D AD E S E M E L HO RI AS E 9 5 A8

N O V I D AD E S E M E L HO RI AS E 9 5 A8 VERSÃO 008.014 NOVID AD ES E MELHORIAS E95A8 Jéssica Pinheiro 23/03/2015 2/27 NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION Versão 008.014 1. Parâmetros para data de fechamento da folha de pagamento.... 3 2. Parâmetro

Leia mais

CRC-MG Central de Registro Civil de Minas Gerais Módulo - Conta Corrente Digital

CRC-MG Central de Registro Civil de Minas Gerais Módulo - Conta Corrente Digital CRC-MG Central de Registro Civil de Minas Gerais Módulo - Conta Corrente Digital Manual do usuário Data: 04/04/2017 Versão documento: 1.0 Prefácio 1. COMO ACESSAR O MÓDULO DA CONTA CORRENTE DIGITAL...

Leia mais

CONCEITO DE TOMADOR DE SERVIÇOS

CONCEITO DE TOMADOR DE SERVIÇOS CONCEITO DE TOMADOR DE SERVIÇOS CADASTRO DE EMPRESAS PALETA 2.COMPLEMENTO: deverá constar o código de recolhimento da GFIP 150 (Recolhimento ao FGTS e informações a Previdência Social de empresa prestadora

Leia mais

Regras e orientações da prestação de contas

Regras e orientações da prestação de contas Regras e orientações da prestação de contas Veja aqui como apresentar corretamente a prestação de contas dos recursos recebidos do programa Comunidade, presente! Como utilizar os recursos recebidos A organização

Leia mais

Manual DIMOF (Declaração de Informação sobre Movimentação Financeira)

Manual DIMOF (Declaração de Informação sobre Movimentação Financeira) Manual DIMOF (Declaração de Informação sobre Movimentação Financeira) JUNHO/2013 Sumário Sumário... 2 1. Introdução... 3 2. Funcionalidade... 4 3. Navegação no Sistema... 4 3.1. Autenticação de Usuário...

Leia mais

Como Fazer Renegociação de Parcelas (Contas a Pagar)? FS145

Como Fazer Renegociação de Parcelas (Contas a Pagar)? FS145 Como Fazer Renegociação de Parcelas (Contas a Pagar)? FS145 Sistema: Futura Server Caminho: Contas a Pagar>Renegociação de Parcelas Referência: FS145 Versão: 2016.03.15 Como Funciona: Esta tela é utilizada

Leia mais

Manual de Treinamento Documento de Entrada UNIDADES Cliente: SERVIÇO SOCIAL DO TRANSPORTE - SEST Projeto: PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DO PROTHEUS Contrato

Manual de Treinamento Documento de Entrada UNIDADES Cliente: SERVIÇO SOCIAL DO TRANSPORTE - SEST Projeto: PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DO PROTHEUS Contrato Manual de Treinamento Documento de Entrada UNIDADES Cliente: SERVIÇO SOCIAL DO TRANSPORTE - SEST Projeto: PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DO PROTHEUS Contrato No.: 00232/15 VERSÃO 01 Sumário 1 DADOS GERAIS...3

Leia mais

Apresentação Procedimentos iniciais Baixas de Títulos... 2

Apresentação Procedimentos iniciais Baixas de Títulos... 2 Sumário Apresentação... 1 1. Procedimentos iniciais... 1 2. Baixas de Títulos... 2 Apresentação Esta rotina tem como objetivo realizar a baixa de títulos em aberto, de forma manual individualmente ou vários

Leia mais

Manual de Cadastro de Instituições de Ensino. MPE Meia Passagem Estudantil

Manual de Cadastro de Instituições de Ensino. MPE Meia Passagem Estudantil Manual de Cadastro de Instituições de Ensino MPE 1. OBJETIVO......... 3 2. ETAPAS......... 3 3.1. Acesso ao Portal para cadastro...... 3 3.2. Alteração de d Senha......... 5 3.3. Envio dos documentos obrigatórios

Leia mais

Tutorial Conferência SEFIP

Tutorial Conferência SEFIP Tutorial Conferência SEFIP Antes da Conferência entre a SEFIP e a Folha, é importante observar as configurações básicas iniciais para geração correta do arquivo, inibindo a ocorrência de erros e inconsistências

Leia mais

Manual de Versão Sistema Condomínio21

Manual de Versão Sistema Condomínio21 Manual de Versão Sistema Condomínio21 Belo Horizonte, 2015. Group Software. Todos os direitos reservados. Sumário 1. Ajustes no processo de Homologação Carteira 112 Banco Itaú...3 2. Melhoria na alteração

Leia mais

WEB Manual Administrativo

WEB Manual Administrativo WEB Manual Administrativo http://www.flickr.com/photos/70419528@n08/show Crediário WEB Manual Administrativo Outubro 2014 Sumário 1 PARA USUFRUIR DA GARANTIA... 3 1.1 SOLICITAR GARANTIA... 3 1.2 ACOMPANHAMENTO

Leia mais

Por Percentual Fixo = preço de venda X (percentual de comissão para empresa)

Por Percentual Fixo = preço de venda X (percentual de comissão para empresa) 1 VENDAS DIRETAS É comum varejistas no seguimento de materiais de construção realizarem vendas com participação do fornecedor. Essas vendas são realizadas pela loja, no entanto a responsabilidade de entrega

Leia mais

MANUAL DE GARANTIA LOGÍSTICA REVERSA

MANUAL DE GARANTIA LOGÍSTICA REVERSA MANUAL DE GARANTIA LOGÍSTICA REVERSA Garantia digitada pelo Cliente Criado por: Michelle Gutierrez Revisado por: Cristina Gonçalves IDÉIA GERAL Visando melhorar o atendimento ao cliente referente a Garantia,

Leia mais