Programa Amazônia Conectada sob a perspectiva de Engenharia. VI Semana de Infraestrutura da Internet no Brasil IX (PTT) Fórum 10

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programa Amazônia Conectada sob a perspectiva de Engenharia. VI Semana de Infraestrutura da Internet no Brasil IX (PTT) Fórum 10"

Transcrição

1 Programa Amazônia Conectada sob a perspectiva de Engenharia VI Semana de Infraestrutura da Internet no Brasil IX (PTT) Fórum 10

2 Sumário O caráter único da Amazônia Infraestrutura atual Motivação O Programa Amazônia Conectada Projeto Piloto Coari Tefé Infovia Solimões Problemas encontrados Rompimento do cabo Elaboração do Termo de Referência para manutenção 2

3 Características da Amazônia O Amazonas é o maior sistema fluvial do mundo: Rio mais caudaloso : km do Ucayali Apurimac no Peru (2o é o Nilo: km) Maior bacia fluvial: 7,05 M km2 compreendendo Brasil, Guiana, Venezuela, Colômbia, Equador, Perú, Bolívia (2o é o Congo (Zaire): 3,68 M km2) Maior volume de descarga: 219 M m3/s (2o é o Congo (Zaire): 41,8 M m3/s ) [https://en.wikipedia.org/wiki/list_of_rivers_by_length] Outas características da Amazônia Grandes áreas de baixo relevo: selvas, com enorme biodiversidade; Quase nenhuma rodovia; Baixa densidade populacional; Os rios são vitais para alimentação (pesca) e transportes, com navegação local e internacional (oceânica) Amazon x Mississippi No pontos mais profundos: Obidos, AM (2 km largura, 60 m profund.) Vicksburg, MS (1 km largura, 38 m profund.)

4 Infraestrutura atual As maiores empresas nacionais Vivo (Telefónica) Claro/Embratel (América Móvil) TIM (Telecom Italia) Oi Telebras + Regionais A maioria das grandes empresas tem presença semelhante, servindo as regiões mais populosas do país; Todos têm cobertura limitada na Amazônia; Em boa parte da Amazônia, a única solução é o uso de comunicações (caras) via satélite. 4

5 Infraestrutura RNP - Deve-se observar a menor densidade de cobertura na Amazônia Ocidental. 5

6 Infraestrutura - Desequilíbrios A rede da RNP reflete as diferenças regionais da população; O Noroeste do país (Amazônia) é bem menos servido pelas redes da RNP, como também pela infraestrutura geral das telecomunicações no Brasil. Map of population density in Brasil, according to the Census in 2000 (Source: IBGE) 6

7 Infraestrutura atual Existem poucas rotas de FO na Amazônia, e quase nenhuma na Amazônia Ocidental. OPGW: Belém Tucuruí Marabá Santarém Itaituba Tucuruí Macapá Manaus Porto Velho Rio Branco Boa Vista Venezuela Estrada: Manaus Boa Vista Porto Velho Manaus Macapá Guiana Francesa Gasoduto: Manaus Coari Urucu Construídas a partir de 2010, ainda existem apenas 3 travessias em cabo de FO no rio Amazonas/Solimões: 1. Manaus (subfluvial) 2. Jurupari (OPGW) 7 3. Coari (gasoduto)

8 Motivação - A primeira proposta dos Rios Amazônicos Um projeto para lançar cabos ópticos subfluviais na Amazônia Projeto completo: km 6 rotas: A: Rio Amazonas, B: Rio Negro, C: Rio Branco, D: Rio Solimões, E: Rio Madeira, F : (costa do Atlântico) Macapá Guiana Francesa Custo estimado: US$ 500M 8

9 Motivação - A primeira proposta dos Rios Amazônicos Primeiro estágio Rota A : km; custo estimado: US$ 200 M. Interconexão das capitais: Belém, Macapá e Manaus. Grizendi, E.; Stanton, M.A. Use of subfluvial optical cable in a region without land-based infrastructure - a project to deploy optical cable in the Amazon region. UbuntuNet-Connect 2013, Kigale, Rwanda. t/files/grizend.pdf Macapá Marzagão Belém Óbidos Manaus Breves Monte Alegre Parintins Itacoatiara Santarém 9

10 Motivação - População a ser beneficiada pelo projeto População e número de campi de universidades e instituições de pesquisa (clientes da RNP) que poderiam ser beneficiados por este projeto: Estado Pará Amazonas Amapá População total 3,198,418 2,997, ,919 perto das rotas População ao longo 2,947,076 2,872, ,219 das rotas Fração da população 92% 96% 89% servida nas rotas Cidades Número total de cidades ao longo das rotas Fração das cidades ao longo das rotas Número total de clientes da RNP ao longo das rotas Rondônia Roraima TOTAL 443, ,344 7,615, , ,344 7,167, % 100% 94% % 79% 71% 100% 100% 74%

11 Motivação - Necessidade de grande capacidade de transferência de informações (dados, voz e vídeo HD); - Necessidade de Internet de qualidade (capacidade e disponibilidade); - Interconexão entre Saúde, Segurança pública, Trânsito, Turismo etc.; - Infraestrutura de comunicação unificada e com capacidade e disponibilidade; - Menor agressão ao meio ambiente se comparado as alternativas convencionais (estradas, OPGW). 11

12 Programa Amazônia Conectada O Programa Amazônia Conectada caracteriza-se pela implementação de um backbone de fibra óptica com cerca de 8 mil km de extensão, lançado nos leitos dos afluentes da bacia amazônica, a partir do qual vários serviços serão disponibilizados para a população ribeirinha, incluindo ainda órgãos públicos, unidades de ensino, organizações militares, entre outros. 12

13 Programa Amazônia Conectada Um projeto colaborativo EXÉRCITO BRASILEIRO REDE NACIONAL DE ENSINO E PESQUISA GOVERNO DO AMAZONAS PRODAM TELEBRAS IPAAM UNIVERSIDADE ESTADUAL DO AMAZONAS ELETRONORTE TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO AMAZONAS 13

14 Programa Amazônia Conectada Infovias: Rio Solimões Rio Negro Rio Madeira Fase 1 Rio Solimões: Manaus Tabatinga km até 2017 Investimento: R$ ,00 Rio Juruá Rio Purús Rio Neg ro Juruá Tefé Coari ru u P s ira Tabatinga Manaus es M ad e So lim õ Porto Velho para infraestrutura nacional de FO para infraestrutura nacional de FO 14

15 Programa Amazônia Conectada Prova de Conceito m de cabo subfluvial lançado no Rio Negro em Manaus; Fibra usada como extensão da rede MetroMAO da RNP; Em uso desde abril de Trajeto da FO da rede MetroMAO FO Trajeto da FO da extensão pelo cabo subfluvial 15

16 Projeto Piloto: Coari-Tefé Infovia Solimões 240 km, Mar-Abr, 2016 Cabo de Nexans (Noruega) Lançado pela Aquamar (Manaus) Sistema Óptico Padtec (Campinas) Conexão provisória à rede existente em Manaus; Clientes da RNP em Tefé incluem o IMDS Instituto Mamirauá para Desenvolvimento Sustentável, atualmente atendido via satélite Tefé Coari 16

17 Lançamento do cabo óptico entre Coari e Tefé, Mar/2016

18 Vídeo ilustrativo do lançamento do cabo entre Coari e Tefé

19 Carregamento da balsa 19

20 Acomodação e manuseio dos cabos ópticos 20

21 Montagem da plataforma de lançamento do cabo 21

22 Equipe de lançamento e equipe de apoio do Exército 22

23 Vista aérea balsa montada 23

24 Balsa zarpando 24

25 Controle de lançamento do cabo óptico 25

26 Cabo óptico sendo lançado 26

27 Cabo óptico sendo lançado 27

28 Cabo óptico sendo lançado 28

29 Cabo sendo lançado plataforma de lançamento 29

30 Cabo sendo lançado plataforma de lançamento 30

31 Cabo sendo lançado plataforma de lançamento 31

32 Cabo sendo lançado plataforma de lançamento 32

33 Equipe de mergulhadores 33

34 Equipe de mergulhadores 34

35 Equipe de mergulhadores 35

36 Mergulhadores acomodando cabo óptico no fundo do rio 36

37 Cabo óptico sendo lançado 37

38 Cabo óptico sendo lançado 38

39 Exército fazendo a segurança da operação 39

40 Saída do ponto de ancoragem em Coari 40

41 Aproximação do ponto de ancoragem em Tefé 41

42 Preparação para ancoragem do cabo em Tefé 42

43 Preparação para ancoragem do cabo em Tefé 43

44 Ancoragem do cabo em Tefé 44

45 Ancoragem do cabo em Tefé 45

46 Ancoragem do cabo em Tefé 46

47 Ancoragem do cabo em Tefé 47

48 Alguns números aproximadamente 4 km de cabos lançados por hora 48

49 Alguns números 49

50 Alguns números 50

51 Problemas encontrados - DIFICULDADE DE RETIRADA DE OBSTÁCULOS GRANDES; - POTÊNCIA DO BARCO DE APOIO INSUFICIENTE; - OBSTÁCULOS PASSANDO PROXIMO DO CABO ÓPTICO; - UTILIZAÇÃO DE DOIS BARCOS E OU BARCO COM POTÊNCIA MAIOR. 51

52 Problemas encontrados - DIFICULDADE DE RETIRADA DE OBSTÁCULOS GRANDES; - POTÊNCIA DO BARCO DE APOIO INSUFICIENTE; - OBSTÁCULOS PASSANDO PROXIMO DO CABO ÓPTICO; - UTILIZAÇÃO DE DOIS BARCOS E OU BARCO COM POTÊNCIA MAIOR. 52

53 Problemas encontrados - ILUMINAÇÃO INSUFICIENTE; - IDENTIFICAÇÃO COMPROMETIDA DE OBSTÁCULOS QUE DESCEM O RIO; - OBSTÁCULOS PASSANDO PROXIMO AO CABO ÓPTICO; - MELHORAR A ILUMINAÇÃO NA BALSA DE LANÇAMENTO. 53

54 Problemas encontrados - TEMPESTADE; - BALSA DE LANÇAMENTO SAINDO DA ROTA ESTABELECIDA; - CABO ÓPTICO ACOMODADO EM SOLO NÃO PREVISTO / DESCONHECIDO ; - IMPLANTAR SISTEMA DE ANCORAGEM E CONTROLE DE POSICIONAMENTO NA BALSA DE LANÇAMENTO. 54

55 ROMPIMENTO DO CABO AGOSTO

56 ROMPIMENTO DO CABO - Imagem do cabo içado com ponto do rompimento; Embarcação a serviço da Petrobrás lançou âncora sobre o cabo óptico. 56

57 ROMPIMENTO DO CABO - O cabo óptico enroscou na âncora da embarcação; Movimento para soltar âncora do cabo danificou aproximadamente 800 metros do cabo. 57

58 ROMPIMENTO DO CABO - O cabo óptico enroscou na âncora da embarcação; Movimento para soltar âncora do cabo danificou aproximadamente 800 metros do cabo. 58

59 ROMPIMENTO DO CABO - O cabo óptico enroscou na âncora da embarcação; Movimento para soltar âncora do cabo danificou aproximadamente 800 metros do cabo. 59

60 ROMPIMENTO DO CABO - Emenda finalizada. Aguardando lançamento. 60

61 ROMPIMENTO DO CABO - Emenda finalizada. Aguardando lançamento. 61

62 Amazônia Conectada - Manutenção Elaboração do Termo de Referência para contratação dos serviços de manutenção do trecho Manaus Coari - Tefé 62

63 Marco Aurélio Montoro Filho Especialista em Operações - Infraestrutura RNP / DEO / DAERO / GER São Paulo, dezembro de 2016

Considerações e Ações em Curso

Considerações e Ações em Curso Programa Amazônia Conectada http://www.amazoniaconectada.eb.mil.br Considerações e Ações em Curso 1 Introdução Baixa conectividade na região 2 TORDESILHAS D IGITAL Introdução Principais rios navegáveis

Leia mais

Encontro Provedores Regionais Cuiabá PAINEL 1 - Políticas públicas, tecnologias e financiamento.

Encontro Provedores Regionais Cuiabá PAINEL 1 - Políticas públicas, tecnologias e financiamento. Encontro Provedores Regionais Cuiabá PAINEL 1 - Políticas públicas, tecnologias e financiamento. Tecnologias, tendências e possíveis parcerias com a RNP possíveis parcerias com a RNP Eduardo Grizendi -

Leia mais

Encontro Provedores Regionais Cuiabá PAINEL 1 - Políticas públicas, tecnologias e financiamento.

Encontro Provedores Regionais Cuiabá PAINEL 1 - Políticas públicas, tecnologias e financiamento. Encontro Provedores Regionais Cuiabá PAINEL 1 - Políticas públicas, tecnologias e financiamento. Tecnologias, tendências e possíveis parcerias com a RNP possíveis parcerias com a RNP Eduardo Grizendi -

Leia mais

GASODUTO COARI-MANAUS

GASODUTO COARI-MANAUS GASODUTO COARI-MANAUS LICENCIAMENTO AMBIENTAL 13 DE JUNHO DE 2006 Ronaldo Mannarino Coordenador de Gás e Energia - Manaus - AM GASODUTO JÁ EXISTENTE DESDE 1999 Oleoduto e Gasoduto Urucu Solimões (280

Leia mais

Infraestrutura da RNP para 2020 e a Bahia. Eduardo Grizendi DEO/RNP

Infraestrutura da RNP para 2020 e a Bahia. Eduardo Grizendi DEO/RNP Infraestrutura da RNP para 2020 e a Bahia Eduardo Grizendi DEO/RNP RNP Rede Acadêmica brasileira (NREN) Organização Social vinculada ao MCTI 27 PoPs, um em cada capital (+ Campina Grande) 3 PoAs (S Carlos,

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS AUDIÊNCIA PÚBLICA CINDRA 04/11/2015

CÂMARA DOS DEPUTADOS AUDIÊNCIA PÚBLICA CINDRA 04/11/2015 CÂMARA DOS DEPUTADOS AUDIÊNCIA PÚBLICA CINDRA 04/11/2015 A TELEFÔNICA ACREDITA NO BRASIL, INVESTIU R$ 226 BILHÕES DESDE 1998 Fortes Investimentos Orgânicos e Inorgânicos 2010 R$ 4,9 bi de Investimento

Leia mais

BRASIL NOSSO TERRITÓRIO E FRONTEIRAS MODULO 02 PALMAS - TO

BRASIL NOSSO TERRITÓRIO E FRONTEIRAS MODULO 02 PALMAS - TO BRASIL NOSSO TERRITÓRIO E FRONTEIRAS MODULO 02 PALMAS - TO ESPAÇO GEOGRÁFICO E A AÇÃO HUMANA É o espaço onde os homens vivem e fazem modificações, sendo o resultado do trabalho do homem sobre a natureza.

Leia mais

Encontro Provedores Regionais Recife PAINEL 1 - Políticas públicas, tecnologias e financiamento.

Encontro Provedores Regionais Recife PAINEL 1 - Políticas públicas, tecnologias e financiamento. Encontro Provedores Regionais Recife PAINEL 1 - Políticas públicas, tecnologias e financiamento. Tecnologias disponíveis e as possíveis parcerias com a RNP possíveis parcerias com a RNP Eduardo Grizendi

Leia mais

Status das redes metropolitanas e implantação de novas conexões em redes inauguradas"

Status das redes metropolitanas e implantação de novas conexões em redes inauguradas Status das redes metropolitanas e implantação de novas conexões em redes inauguradas" VII FÓRUM REDECOMEP Rio de Janeiro/RJ Outubro de 2011 Objetivo - Fornecer um panorama geral em relação ao andamento

Leia mais

Documento de Definição do Programa Amazônia Conectada

Documento de Definição do Programa Amazônia Conectada Documento de Definição do Programa Amazônia Conectada Desenvolvido por: Cap Luciano Sales Versão: 3.0 Aprovado por: Gen Decílio Data: 01/07/2015 1. Contexto do Programa Em muitas partes do mundo, ainda

Leia mais

Programa Amazônia Conectada Cap Luciano Sales

Programa Amazônia Conectada Cap Luciano Sales Programa Amazônia Conectada Cap Luciano Sales Centro Integrado de Telemática do Exército Sumário Por que? Problemas com a infraestrutura de TI na Região Amazônica; Possibilidades existentes; Visão do Programa.

Leia mais

HIDROGRAFIA (estudo das águas)

HIDROGRAFIA (estudo das águas) HIDROGRAFIA (estudo das águas) Consumo Real e Virtual 1 CONSUMO DE ÁGUA MUNDIAL CONSUMO DE ÁGUA MUNDIAL - comparativo CONSUMO DE ÁGUA BRASILEIRO 2 Ciclo da Água CONCEITOS e TERMINOLOGIAS 3 CONCEITOS e

Leia mais

HIDROGRAFIA (estudo das águas)

HIDROGRAFIA (estudo das águas) HIDROGRAFIA (estudo das águas) CONSUMO DE ÁGUA MUNDIAL CONSUMO DE ÁGUA MUNDIAL - comparativo CONSUMO DE ÁGUA BRASILEIRO Fase rápida Fase longa 2 Alto Médio Curso Curso Interflúvios Baixo Curso Interflúvios

Leia mais

BIOMAS BRASILEIROS BRASIL

BIOMAS BRASILEIROS BRASIL BIOMAS BRASILEIROS BRASIL BIOMAS BRASILEIROS Aziz Ab Sáber (1924) Floresta Tropical pluvial-úmida Tropical:próxima ao Equador, estabilidade climática Pluvial: chuvas intensas e regulares ao longo do ano

Leia mais

CONEXÃO HIDROVIÁRIA BRASIL COM AMÉRICA DO SUL

CONEXÃO HIDROVIÁRIA BRASIL COM AMÉRICA DO SUL CONEXÃO HIDROVIÁRIA BRASIL COM AMÉRICA DO SUL JOSÉ ALEX BOTÊLHO DE OLIVA,M.Sc. Superintendente de Navegação Interior Objetivo da Agência Exercer a ação de Estado na Regulação do Setor Aquaviário O Desenvolvimento

Leia mais

TELEFONIA FIXA E MÓVEL

TELEFONIA FIXA E MÓVEL DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TELEFONIA FIXA E MÓVEL NOVEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas

Leia mais

Explorando a visão do setor privado brasileiro sobre o potencial e possibilidades de projetos governamentais de Banda Larga no Brasil

Explorando a visão do setor privado brasileiro sobre o potencial e possibilidades de projetos governamentais de Banda Larga no Brasil TIM BRASIL Salvador, 22 de Fevereiro de 2016 Painel: Iniciativas de Projetos de Banda Larga: Experiências brasileiras e britânicas Explorando a visão do setor privado brasileiro sobre o potencial e possibilidades

Leia mais

Missão: Ajudar nossos clientes a fazerem melhores negócios agora!

Missão: Ajudar nossos clientes a fazerem melhores negócios agora! Missão: Ajudar nossos clientes a fazerem melhores negócios agora! iopera do better business now apresenta: Caso de estudo BUSINESS ANALYTICS CRIAÇÃO DA OFERTA DE PRODUTOS E SERVIÇOS GERAÇÃO DE LEADS ALTAMENTE

Leia mais

HIDROVIA SOLIMÕES - AMAZONAS

HIDROVIA SOLIMÕES - AMAZONAS HIDROVIA SOLIMÕES - AMAZONAS MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DNIT Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes CODOMAR Companhia Docas do Maranhão AHIMOC Administração das Hidrovias da Amazônia Ocidental

Leia mais

Audiência Pública CFFC - Comissão de Fiscalização Financeira e Controle

Audiência Pública CFFC - Comissão de Fiscalização Financeira e Controle Audiência Pública CFFC - Comissão de Fiscalização Financeira e Controle Brasília, 17 de abril de 2012 Visão Geral AC Rio Branco Venezuela Boa Vista Manaus AM Hub Satélite RR Porto Velho Rede de fibra ótica

Leia mais

Estatísticas básicas de turismo. Brasil. Brasília, novembro de 2007.

Estatísticas básicas de turismo. Brasil. Brasília, novembro de 2007. Brasil Brasília, novembro de 2007. Índice Páginas I Turismo no mundo 1. Fluxo receptivo internacional 1.1 - Chegadas de turistas no Mundo por Regiões e Sub-regiões - 2002/2006 03 1.2 - Chegada de turistas:

Leia mais

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES. ROAD SHOW LEILÃO 700MHz

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES. ROAD SHOW LEILÃO 700MHz MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES ROAD SHOW LEILÃO 700MHz INDICADORES DE AMBIENTE 2 POPULAÇÃO BRASILEIRA divisão demográfica Região Norte 16,9 milhões de habitantes Região Nordeste 55,8 milhões de habitantes

Leia mais

Biomas terrestres. Gabriela Ferreira 6º ano

Biomas terrestres. Gabriela Ferreira 6º ano Biomas terrestres Gabriela Ferreira 6º ano Tundra Tundra é um tipo de vegetação rasteira típica de regiões polares que ficam cobertas por gelo durante grande parte do ano. Na época do verão, este gelo

Leia mais

Programa Amazônia Conectada

Programa Amazônia Conectada Programa Amazônia Conectada Luciano Sales, PMP, PgMP lucianosales@citex.eb.mil.br Guilherme Moraes guilherme@prodam.am.gov.br Sumário Por que? Problemas com a infraestrutura de TI na Região Amazônica;

Leia mais

V WORKSHOP do POP-RS e Reunião da Rede Tchê 2014

V WORKSHOP do POP-RS e Reunião da Rede Tchê 2014 V WORKSHOP do POP-RS e Reunião da Rede Tchê 2014 Iniciativas e Soluções para interiorização da RNP no Rio Grande do Sul Eduardo Grizendi - DEO/RNP1 Porto Alegre, 31 de Outubro de 2014 1 www.rnp.br Componentes

Leia mais

AMAZÔNIA BRASIL CORRESPONDE A 59% DO PAÍS

AMAZÔNIA BRASIL CORRESPONDE A 59% DO PAÍS AMAZÔNIA BRASIL CORRESPONDE A 59% DO PAÍS 5,3 milhões de quilômetros quadrados 23, 596 milhões de pessoas 20.000 km de vias navegáveis Equivalente a 80% da Amazônia Sulamericana 1/5 das florestas clima

Leia mais

EVTEA - H Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental das Hidrovias

EVTEA - H Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental das Hidrovias EVTEA - H Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental das Hidrovias Descrição geral - Trabalho técnico de Economia, Engenharia, Ciências do Meio Ambiente, Estatística, Geografia, Ciências Sociais

Leia mais

ÍNDICE 3 BACIA AMAZÔNICA

ÍNDICE 3 BACIA AMAZÔNICA (Folheto nº 6/13) ÍNDICE 3 BACIA AMAZÔNICA 1 2 3 4 Corr. 2-13 (Folheto nº 6/13) 2 14 CATÁLOGO DE CARTAS E PUBLICAÇÕES CARTA N CHART NR TÍTULO TITLE ESCALA SCALE 1ª ED. 1 ST ED. ÚLT. ED. LAST ED. RIO AMAZONAS

Leia mais

Tecnologias disponíveis e as possíveis parcerias com a RNP

Tecnologias disponíveis e as possíveis parcerias com a RNP Tecnologias disponíveis e as possíveis parcerias com a RNP Encontro Provedores Regionais Rio de Janeiro Julho/2014 Agenda Tecnologias e tendências em redes ópticas; Oportunidades de negócio com a RNP.

Leia mais

A ESPACIALIZAÇÃO DA MIGRAÇÃO INTERNACIONAL NA AMAZÔNIA BRASILEIRA: DIFERENTES PROCESSOS, DIFERENTES SIGNIFICADOS

A ESPACIALIZAÇÃO DA MIGRAÇÃO INTERNACIONAL NA AMAZÔNIA BRASILEIRA: DIFERENTES PROCESSOS, DIFERENTES SIGNIFICADOS A ESPACIALIZAÇÃO DA MIGRAÇÃO INTERNACIONAL NA AMAZÔNIA BRASILEIRA: DIFERENTES PROCESSOS, DIFERENTES SIGNIFICADOS Jonatha Rodrigo de Oliveira Lira UNICAMP rodrrigao@hotmail.com INTRODUÇÃO Dentro de um contexto

Leia mais

Educação, Ciência e Tecnologia na Amazônia. Brasília, 28 de junho de 2012

Educação, Ciência e Tecnologia na Amazônia. Brasília, 28 de junho de 2012 Educação, Ciência e Tecnologia na Amazônia Brasília, 28 de junho de 2012 Agenda Amazonas e SEDUC-AM Programa Ciência na Escola Ensino Mediado por Tecnologia SAO 120628 Seminário Educação e Ciência na Camara

Leia mais

PROPOSTA PARA CRIAÇÃO DE UM SISTEMA DE EMBARCAÇÕES NA AMAZÔNIA Cel Inf Ajax Porto Pinheiro

PROPOSTA PARA CRIAÇÃO DE UM SISTEMA DE EMBARCAÇÕES NA AMAZÔNIA Cel Inf Ajax Porto Pinheiro PROPOSTA PARA CRIAÇÃO DE UM SISTEMA DE EMBARCAÇÕES NA AMAZÔNIA Cel Inf Ajax Porto Pinheiro 1 INTRODUÇÃO O presente artigo tem por finalidade apresentar uma proposta para a criação de um sistema de embarcações

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES COPA DO MUNDO COPA DO MUNDO 2014

TELECOMUNICAÇÕES COPA DO MUNDO COPA DO MUNDO 2014 TELECOMUNICAÇÕES COPA DO MUNDO COBERTURA ESTÁDIO NACIONAL INDOOR DE BRASÍLIA MANÉ NOS GARRINCHA ESTÁDIOS COPA DO MUNDO 2014 o Setor de Telecomunicações está entregando a cobertura indoor em todos os estádios

Leia mais

22ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA CATEGORIA 3 SOLUÇÃO DE REDE METROPOLITANA DE TRANSPORTE DE DADOS INFOVIA

22ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA CATEGORIA 3 SOLUÇÃO DE REDE METROPOLITANA DE TRANSPORTE DE DADOS INFOVIA 22ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA 3º PRÊMIO TECNOLOGIA E DESENVOLVIMENTO METROFERROVIÁRIOS CATEGORIA 3 SOLUÇÃO DE REDE METROPOLITANA DE TRANSPORTE DE DADOS INFOVIA METRONET, BASEADA EM TECNOLOGIA

Leia mais

Quantidade de água no planeta

Quantidade de água no planeta HIDROGRAFIA Quantidade de água no planeta O Brasil possui: 10% da água superficial disponível para consumo no mundo. No Brasil a distribuição é desigual. - 70% na Amazônia - 27% no Centro-Sul - 3% no

Leia mais

Dec nº 7.496, de 8 Jun 11

Dec nº 7.496, de 8 Jun 11 Dec nº 7.496, de 8 Jun 11 Redução dos índices de criminalidade; Coordenação do planejamento e execução de operações militares e policiais; Cooperação com os países fronteiriços; Apoio à população; e Intensificação

Leia mais

Nasceu para atendimento demanda interna comunicação de dados usinas e telefonia. Anos 70, 80 - comunicação por rádio. Anos 90 - Sistema UHF/microondas

Nasceu para atendimento demanda interna comunicação de dados usinas e telefonia. Anos 70, 80 - comunicação por rádio. Anos 90 - Sistema UHF/microondas Sobre a COPEL Telecom Nasceu para atendimento demanda interna comunicação de dados usinas e telefonia 1970 - inicialmente uma Divisão subordinada ao Departamento de Engenharia da Copel Anos 70, 80 - comunicação

Leia mais

Um vazio demográfico

Um vazio demográfico Uma área conservada Um vazio demográfico Ainda remota e de difícil acesso Malha viária Infraestrutura precária Grande diversidade de condições e respostas Existem Várias Amazônias dentro da AMAZÔNIA PROBLEMA

Leia mais

ANEXO I QUADRO DE VAGAS POR DSEI/UF/NÍVEL/ÁREA DE ATUAÇÃO/MUNICÍPIO DE LOTAÇÃO/VAGAS DE AMPLA CONCORRÊNCIA/VAGAS PARA PNE

ANEXO I QUADRO DE VAGAS POR DSEI/UF/NÍVEL/ÁREA DE ATUAÇÃO/MUNICÍPIO DE LOTAÇÃO/VAGAS DE AMPLA CONCORRÊNCIA/VAGAS PARA PNE ANEXO I QUADRO DE VAGAS POR DSEI/UF/NÍVEL/ÁREA DE ATUAÇÃO/MUNICÍPIO DE LOTAÇÃO/VAGAS DE PLA CONCOÊNCIA/VAGAS PARA PNE DSEI UF Área de Atuação/Área de Conhecimento Município de Lotação Vagas de Ampla Concorrência

Leia mais

Brasil Junho Mercado em números

Brasil Junho Mercado em números Junho 2016 Mercado em números Guiana Venezuela Suriname Columbia Guiana Francesa Designação oficial: República Federativa do Capital: Brasília Localização: Leste da América do Sul Peru Fronteiras terrestres:

Leia mais

PROJETO DE DRAGAGEM DOS PORTOS BRASILEIROS METAS E REALIZAÇÕES

PROJETO DE DRAGAGEM DOS PORTOS BRASILEIROS METAS E REALIZAÇÕES Presidência da República Secretaria Especial de Portos I CONFERÊNCIA HEMISFÉRICA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL PROJETO DE DRAGAGEM DOS PORTOS BRASILEIROS METAS E REALIZAÇÕES Eng MARCOS PAGNONCELLI Coordenador-Geral

Leia mais

As TIC como Motor para o Desenvolvimento

As TIC como Motor para o Desenvolvimento As TIC como Motor para o Desenvolvimento 7º Fórum Lusófono das Comunicações 18 fevereiro 2016 Agenda Overview do país As necessidades e desafios do mercado das telecomunicações em STP O papel da CST no

Leia mais

GEOGRAFIA REVISÃO 1 REVISÃO 2. Aula 25.1 REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE IV

GEOGRAFIA REVISÃO 1 REVISÃO 2. Aula 25.1 REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE IV Aula 25.1 REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE IV Complexos Regionais Amazônia: Baixa densidade demográfica e grande cobertura vegetal. 2 3 Complexos Regionais Nordeste: Mais baixos níveis de desenvolvimento

Leia mais

Clique para editar o título mestre

Clique para editar o título mestre I CONFERÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL DO ESTADO DO AMAZONAS O PLANEJAMENTO DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL NO ESTADO DO AMAZONAS Manaus, 17 de Setembro de 2012 AIRTON ÂNGELO CLAUDINO Secretário de Estado

Leia mais

Oportunidades de negócios com a RNP

Oportunidades de negócios com a RNP Oportunidades de negócios com a RNP 17º Encontro Provedores Regionais Porto Velho Douglas Brito Damalio Outubro/2015 Agenda A RNP Oportunidade de Negócio Outras oportunidades Modelo de Contratação Grandes

Leia mais

HIDROVIA AMAZÔNICA: Rios Maranhão e Amazonas, trecho Saramiriza-Iquitos-Santa Rosa; Rio Huallaga, trecho Yurimaguas-Confluência com o rio Maranhão;

HIDROVIA AMAZÔNICA: Rios Maranhão e Amazonas, trecho Saramiriza-Iquitos-Santa Rosa; Rio Huallaga, trecho Yurimaguas-Confluência com o rio Maranhão; HIDROVIA AMAZÔNICA: Rios Maranhão e Amazonas, trecho Saramiriza-Iquitos-Santa Rosa; Rio Huallaga, trecho Yurimaguas-Confluência com o rio Maranhão; Rio Ucayali, trecho Pucallpa- confluência com o rio Maranhão

Leia mais

GEOGRAFIA 7 0 ANO UNIDADE 4 REGIÃO NORTE. Slides X SAIR. Atividades integradas. Alfabetização cartográfica. Inforresumo CADERNO 2

GEOGRAFIA 7 0 ANO UNIDADE 4 REGIÃO NORTE. Slides X SAIR. Atividades integradas. Alfabetização cartográfica. Inforresumo CADERNO 2 GEOGRAFIA 7 0 ANO UNIDADE 4 REGIÃO NORTE LUIZ CLÁUDIO MARIGO/OPÇÃO BRASIL Slides Capítulo 1: Aspectos gerais e físicos Capítulo 2: Ocupação da região Norte Capítulo 3: Expansão urbana e população tradicional

Leia mais

APOIO: F á b io R. d e A. V a s c o n c e llo s E n g en h eiro N a v a l N a v a l E n g in eer 10/03/09

APOIO: F á b io R. d e A. V a s c o n c e llo s E n g en h eiro N a v a l N a v a l E n g in eer 10/03/09 F á b io R. d e A. V a s c o n c e llo s E n g en h eiro N a v a l N a v a l E n g in eer S I N C O N A P A S in d ic a t o d a s I n d u s t ria s d a C o n s t ru ç ã o N a v a l n o E s t a d o d o

Leia mais

POSIÇÃO ATUALIZADA ATÉ 25/06/2012 Classif Último Candidato Convocado procedimentos préadmissionais

POSIÇÃO ATUALIZADA ATÉ 25/06/2012 Classif Último Candidato Convocado procedimentos préadmissionais CONCURSO PÚBLICO 2010 TBN RJ e SP de de RJ Campos dos Goytacazes Técnico Bancário 106 2 105 2 RJ Centro Técnico Bancário 592 4 592 4 RJ Niteroi Técnico Bancário 130 3 130 3 RJ Nova Iguaçu Técnico Bancário

Leia mais

Instituto Mamirauá no AM seleciona bolsistas para programa científico

Instituto Mamirauá no AM seleciona bolsistas para programa científico Page 1 of 5 globo.com notícias esportes entretenimento vídeos e-mail Globomail Pro Globomail Free Criar um e-mail central globo.com assine já todos os sites Amazonas 05/07/2012 13h09 - Atualizado em 05/07/2012

Leia mais

Encontro Provedores Regionais de Feira de Santana PAINEL 1 - Políticas públicas, tecnologias e financiamento.

Encontro Provedores Regionais de Feira de Santana PAINEL 1 - Políticas públicas, tecnologias e financiamento. Encontro Provedores Regionais de Feira de Santana PAINEL 1 - Políticas públicas, tecnologias e financiamento. Tecnologias disponíveis e as possíveis parcerias com a RNP possíveis parcerias com a RNP Eduardo

Leia mais

PTT.br Atualizações e Planejamento. Rio de Janeiro

PTT.br Atualizações e Planejamento. Rio de Janeiro PTT.br Atualizações e Planejamento Rio de Janeiro 7 PTT Fórum Galvão Rezende Equipe PTT.br Dezembro / 2013 PTT.br Rio de Janeiro Tráfego Agregado - Diário PTT.br Rio de Janeiro

Leia mais

Demonstração Internacional da Plataforma de informações de tráfego e de trânsito

Demonstração Internacional da Plataforma de informações de tráfego e de trânsito Demonstração Internacional da Plataforma de informações de tráfego e de trânsito As grandes cidades e áreas metropolitanas encaram o aumento da demanda nos sistemas de transportes, especialmente nas regiões

Leia mais

IV FEIRA INTERNACIONAL DA AMAZÔNIA A AMAZÔNIA E AS INICIATIVAS NO MERCOSUL PARA A INTEGRAÇÃO DE ROTEIROS TURÍSTICOS

IV FEIRA INTERNACIONAL DA AMAZÔNIA A AMAZÔNIA E AS INICIATIVAS NO MERCOSUL PARA A INTEGRAÇÃO DE ROTEIROS TURÍSTICOS IV FEIRA INTERNACIONAL DA AMAZÔNIA A AMAZÔNIA E AS INICIATIVAS NO MERCOSUL PARA A INTEGRAÇÃO DE ROTEIROS TURÍSTICOS ORENI BRAGA PRESIDENTE DA EMPRESA ESTADUAL DE TURISMO DO AMAZONAS - AMAZONASTUR SETEMBRO

Leia mais

Boletim Informativo 2 anos 05 de maio de 2016

Boletim Informativo 2 anos 05 de maio de 2016 Boletim Informativo 2 anos 05 de maio de 2016 BRASIL Extrato Brasil Censo Agropecuário IBGE 2006 Área Passível de Cadastro¹ Área Total Cadastrada² Percentual de Área Cadastrada³ (hectares) (hectares) (%)

Leia mais

Pronunciamento do Excelentíssimo Senhor Deputado ANSELMO, na Sessão Plenária do dia 31/03/06. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados,

Pronunciamento do Excelentíssimo Senhor Deputado ANSELMO, na Sessão Plenária do dia 31/03/06. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, Pronunciamento do Excelentíssimo Senhor Deputado ANSELMO, na Sessão Plenária do dia 31/03/06 Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, Ocupo hoje a tribuna desta Casa para mostrar um panorama dos

Leia mais

Resultados Comitê Setorial de IND P&G. 23 de novembro de 2006

Resultados Comitê Setorial de IND P&G. 23 de novembro de 2006 Resultados Comitê Setorial de IND P&G 23 de novembro de 2006 Carteira de Projetos CARTEIRA 2004 CARTEIRA 2005 CARTEIRA 2006 PROPOSTA CARTEIRA 2007 IND PG 1 IND PG 2 16 projetos IND PG 6 IND PG 8 13 projetos

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA PESQUISADOR EM CONSERVAÇÃO E MANEJO DE QUELÔNIOS AMAZÔNICOS INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL- IDSM-OS/MCTI

EDITAL DE SELEÇÃO PARA PESQUISADOR EM CONSERVAÇÃO E MANEJO DE QUELÔNIOS AMAZÔNICOS INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL- IDSM-OS/MCTI EDITAL DE SELEÇÃO PARA PESQUISADOR EM CONSERVAÇÃO E MANEJO DE QUELÔNIOS AMAZÔNICOS INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL- IDSM-OS/MCTI O -IDSM está selecionando um(a) profissional da área de ciências

Leia mais

GEOGRAFIA 8 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE

GEOGRAFIA 8 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE GEOGRAFIA 8 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade I Tempo, espaço, fontes históricas e representações cartográficas 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES

Leia mais

COORDENAÇÃO REGIONAL NORDESTE I - MACEIÓ COORDENAÇÃO REGIONAL AMAPÁ E NORTE DO PARÁ - MACAPÁ COORDENAÇÃO TÉCNICA LOCAL DE OIAPOQUE

COORDENAÇÃO REGIONAL NORDESTE I - MACEIÓ COORDENAÇÃO REGIONAL AMAPÁ E NORTE DO PARÁ - MACAPÁ COORDENAÇÃO TÉCNICA LOCAL DE OIAPOQUE ANEXO I RELAÇÃO DE UNIDADES DA FUNAI COM POSTOS DE ESTÁGIO E DOS CURSOS DE NÍVEL MÉDIO E NÍVEL SUPERIOR REQUERIDOS ACRE ALTO PURUS - RIO BRANCO DO JURUÁ - CRUZEIRO DO SUL FRENTE DE PROTEÇÃO ETNOAMBIENTAL

Leia mais

ESTUDO DIRIGIDO 5º PERÍODO PROFº GUSTAVO BARCELOS

ESTUDO DIRIGIDO 5º PERÍODO PROFº GUSTAVO BARCELOS ESTUDO DIRIGIDO 5º PERÍODO PROFº GUSTAVO BARCELOS QUESTIONAMENTOS 1- Diferencie Amazônia Legal e Amazônia Internacional. 2- Caracterize o clima equatorial quanto a temperatura e umidade. 3- Explique o

Leia mais

Sistema Radioestrada FM

Sistema Radioestrada FM Sistema Radioestrada FM O que é o Serviço Radiovias.. Trata-se de Sistema inédito por apresentar características exclusivas. É o primeiro serviço em FM Sincronizado, via satélite, dedicado a uma única

Leia mais

A AMERICA LATINA SUA NATUREZA E REGIONALIZAÇÃO

A AMERICA LATINA SUA NATUREZA E REGIONALIZAÇÃO A AMERICA LATINA SUA NATUREZA E REGIONALIZAÇÃO O PROCESSO DE COLONIZAÇÃO PORTUGUESES E ESPANHÓIS, LANÇARAM-SE AO MAR E OCUPARAM O CONTINENTE AMERICANO PARA ATENDER OS INTERESSES DA METRÓPOLE; OUTROS POVOS

Leia mais

Oi Acre AC Mai/ 2011

Oi Acre AC Mai/ 2011 Oi Acre AC Mai/ 2011 INVESTIMENTOS NO ACRE 2008 a 2010 : AC R$ 53 Milhões AM R$ 178 Milhões 2011(Aprox.): AC R$ 20 Milhões AM R$ 80 Milhões Exemplos de investimentos realizados: Entroncamento óptico entre

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARA INSTITUTO DE CIENCIAS DA EDUCAÇÃO GRUPO DE ESTUDOS EM EDUCAÇÃO, CULTURA E MEIO AMBIENTE GEAM

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARA INSTITUTO DE CIENCIAS DA EDUCAÇÃO GRUPO DE ESTUDOS EM EDUCAÇÃO, CULTURA E MEIO AMBIENTE GEAM UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARA INSTITUTO DE CIENCIAS DA EDUCAÇÃO GRUPO DE ESTUDOS EM EDUCAÇÃO, CULTURA E MEIO AMBIENTE- GEAM PROJETO I ENCONTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA UFPA: OS DEZ ANOS DO GRUPO DE ESTUDOS

Leia mais

Propostas referentes ao incentivo do rio como caminho:

Propostas referentes ao incentivo do rio como caminho: Propostas referentes ao incentivo do rio como caminho: Remodelação das calçadas e ruas lindeiras. Propostas referentes à conservação da paisagem: Remoção das palafitas, melhoria das vias de pedestres incluindo

Leia mais

II Reunião Científica do Observatório rio Ambiental HYBAM

II Reunião Científica do Observatório rio Ambiental HYBAM II Reunião Científica do Observatório rio Ambiental HYBAM Manaus - Novembro de 2007 Organização e Apoio II Reunião Científica do Observatório rio Ambiental HYBAM Manaus - Novembro de 2007 Dedicada à memória

Leia mais

GEODIVERSIDADE DO AMAZONAS EXEMPLO EXITOSO DE UMA POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE AOS RECURSOS MINERAIS, HÍDRICOS E DE ÓLEO E GÁS DA AMAZÔNIA

GEODIVERSIDADE DO AMAZONAS EXEMPLO EXITOSO DE UMA POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE AOS RECURSOS MINERAIS, HÍDRICOS E DE ÓLEO E GÁS DA AMAZÔNIA GEODIVERSIDADE DO AMAZONAS EXEMPLO EXITOSO DE UMA POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE AOS RECURSOS MINERAIS, HÍDRICOS E DE ÓLEO E GÁS DA AMAZÔNIA Deputado Sinésio Campos Líder do Governo Estadual e do Governo

Leia mais

POLÍTICAS DE INFRA-ESTRUTURAS DE TRANSPORTES EM PAÍSES DA CPLP CASO DE MOÇAMBIQUE

POLÍTICAS DE INFRA-ESTRUTURAS DE TRANSPORTES EM PAÍSES DA CPLP CASO DE MOÇAMBIQUE POLÍTICAS DE INFRA-ESTRUTURAS DE TRANSPORTES EM PAÍSES DA CPLP CASO DE MOÇAMBIQUE Titulo da Comunicação, Título da Comunicação Nome do Orador Empresa/Instituição Rede de Estradas Classificadas (DM. 03/2005)

Leia mais

Sinval Zaidan Gama Superintendente de Operações no Exterior

Sinval Zaidan Gama Superintendente de Operações no Exterior Eletrobrás Centrais Elétricas Brasileiras S.A. Integração Energética na América Latina Sinval Zaidan Gama Superintendente de Operações no Exterior Fevereiro de 2010 O Sistema Eletrobrás O Sistema Eletrobrás

Leia mais

CCR MSVIA Novembro de IV Seminário A aplicação do SIG na Gestão Pública Municipal

CCR MSVIA Novembro de IV Seminário A aplicação do SIG na Gestão Pública Municipal CCR MSVIA Novembro de 2015 IV Seminário A aplicação do SIG na Gestão Pública Municipal O Negócio da CCR Viabilizar Soluções de Investimentos e Serviços em Infraestrutura, contribuindo para o Desenvolvimento

Leia mais

Informe Semanal de Investimentos Setoriais Anunciados 23 de julho de 2015

Informe Semanal de Investimentos Setoriais Anunciados 23 de julho de 2015 Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos Informe Semanal de Investimentos Setoriais Anunciados 23 de julho de A State Grid vai investir R$ 988 milhões em linhas de transmissão A State Grid investirá

Leia mais

Apostila de Geografia 16 Hidrografia Matheus Borges

Apostila de Geografia 16 Hidrografia Matheus Borges Apostila de Geografia 16 Hidrografia Matheus Borges 1.0 Distribuição das Águas 97% Águas salgadas: Oceano Pacífico (o maior). Oceano Atlântico (muito navegável). Oceano Índico. 3% Água doce: 2% Geleiras.

Leia mais

CAPÍTULO 02 Estrutura Geológica, Relevo e Hidrografia.

CAPÍTULO 02 Estrutura Geológica, Relevo e Hidrografia. 18/02/2016 7º Ano B CAPÍTULO 02 Estrutura Geológica, Relevo e Hidrografia. Profº Delsomar de Sousa Barbosa Páginas: 19 a 39 Itens 01 a 03. Estrutura Geológica Relevo Hidrografia Estrutura Temática Crátons

Leia mais

CABOS SUBMARINOS E SERVIÇOS DA ANTEL IX (PTT) FÓRUM 10. Eng. Fernando López

CABOS SUBMARINOS E SERVIÇOS DA ANTEL IX (PTT) FÓRUM 10. Eng. Fernando López CABOS SUBMARINOS E SERVIÇOS DA ANTEL IX (PTT) FÓRUM 10 Eng. Fernando López Agenda ANTEL CABOS SUBMARINOS SERVIÇOS DE CONECTIVIDADE ANTEL Uruguai Empresa lider em telecomunicações do país (53% da telefonia

Leia mais

de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia

de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia Anais do I Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia ÍNDICE DE CIDADANIA COMO INDICADOR SOCIAL DAS COMUNIDADES QUE CONSTITUEM A REDES DO TUPÉ Karla Almeida da Silva;

Leia mais

Geografia. A bacia hidrográfica do rio Amazonas, suas características e potencialidades. Professor Luciano Teixeira.

Geografia. A bacia hidrográfica do rio Amazonas, suas características e potencialidades. Professor Luciano Teixeira. Geografia A bacia hidrográfica do rio Amazonas, suas características e potencialidades Professor Luciano Teixeira www.acasadoconcurseiro.com.br Geografia A BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO AMAZONAS, SUAS CARACTERÍSTICAS

Leia mais

EXPERIÊNCIA DO CROAM EM FISCALIZAÇÃO NAS ÁREAS DE FRONTEIRAS

EXPERIÊNCIA DO CROAM EM FISCALIZAÇÃO NAS ÁREAS DE FRONTEIRAS EXPERIÊNCIA DO CROAM EM FISCALIZAÇÃO NAS ÁREAS DE FRONTEIRAS EXPERIÊNCIA DO CROAM EM FISCALIZAÇÃO NAS ÁREAS DE FRONTEIRAS. O Estado do Amazonas possui dimensões continentais e particularidades impressionantes

Leia mais

Desafios de Infraestrutura: Setor de Telecomunicações no Brasil

Desafios de Infraestrutura: Setor de Telecomunicações no Brasil Desafios de Infraestrutura: Setor de Telecomunicações no Brasil Audiência Pública Comissão de Infraestrutura do Senado Outubro de 2013 Um bom marco legal e regulatório incentiva investimentos Lei Mínima

Leia mais

PROJETO 9: Capacitação Floresta Amazônica. Responsável: Dra. Alessandra Rodrigues. Apresentação: Dra. Lúbia Vinhas Chefe DPI/INPE

PROJETO 9: Capacitação Floresta Amazônica. Responsável: Dra. Alessandra Rodrigues. Apresentação: Dra. Lúbia Vinhas Chefe DPI/INPE PROJETO 9: Capacitação Floresta Amazônica Responsável: Dra. Alessandra Rodrigues Apresentação: Dra. Lúbia Vinhas Chefe DPI/INPE Projetos de Monitoramento da Amazônia Satélites e Resolução Espacial PRODES

Leia mais

Guaraná: Período: 01 a 31/07/2013

Guaraná: Período: 01 a 31/07/2013 Guaraná: Período: 01 a 31/07/2013 Quadro I: Guaraná em Grãos - Preço Pago ao Produtor (em R$/kg) Média de Mercado 12 1 Estados Unidade (a) (b) Mês Atual (c) meses mês Preço Mínimo Var.% (c/a) Am azonas-am

Leia mais

REMANEJAMENTO DE REDE DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA

REMANEJAMENTO DE REDE DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA REMANEJAMENTO DE REDE DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA Redes de Distribuição de Baixa e Média Tensão CANOAS- RS MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO PROJETO EXECUTIVO 1. OBJETIVO: Fornecer informações necessárias sobre os

Leia mais

Oportunidades da Cana-de- Açúcar na região da Amazônia Legal. Biosol Agroindústria SA. Apresentação ao Congresso Nacional

Oportunidades da Cana-de- Açúcar na região da Amazônia Legal. Biosol Agroindústria SA. Apresentação ao Congresso Nacional Apresentação ao Congresso Nacional 1 Oportunidades da Cana-de- Açúcar na região da Amazônia Legal Biosol Agroindústria SA Álcool e Energia Elétrica Estado Roraima Maio de 2012 Índice 2 1. Setor Sucroalcoleiro

Leia mais

ANEXO I DOS CARGOS E DAS VAGAS, POLO E CAMPI DE LOTAÇÃO

ANEXO I DOS CARGOS E DAS VAGAS, POLO E CAMPI DE LOTAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTODE CARGO EFETIVO DA CARREIRA DE MAGISTÉRIODO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO EDITAL

Leia mais

História das Relações Internacionais BH1335 (4-0-4)

História das Relações Internacionais BH1335 (4-0-4) História das Relações Internacionais BH1335 (4-0-4) Professor Dr. Demétrio G. C. de Toledo BRI demetrio.toledo@ufabc.edu.br UFABC 2016.I Aula 17 2ª-feira, 11 de abril Módulo III: Sistema internacional

Leia mais

OS INVESTIMENTOS EM ÁGUA E SANEAMENTO EM CURSO NO SUMBE P/COORDENAÇÃO DO PROJECTO ENG.º CARLOS FONSECA

OS INVESTIMENTOS EM ÁGUA E SANEAMENTO EM CURSO NO SUMBE P/COORDENAÇÃO DO PROJECTO ENG.º CARLOS FONSECA OS INVESTIMENTOS EM ÁGUA E SANEAMENTO EM CURSO NO SUMBE WORKSHOP CONSULTA PÚBLICA SOBRE EIA DO PROJECTO SUMBE SUMBE, 22 DE MARÇO DE 2013 P/COORDENAÇÃO DO PROJECTO ENG.º CARLOS FONSECA 1 1. OBJECTIVOS DO

Leia mais

Qualidade dos Serviços de Telecomunicações

Qualidade dos Serviços de Telecomunicações Qualidade dos Serviços de Telecomunicações Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática 24 de setembro de 2013 Agenda Contextualização do Setor Qualidade Indicadores

Leia mais

Integração Petrobras Comunidades 2013 Norte, Centro-Oeste e Minas Gerais. Resultado MINAS GERAIS. Projeto: Tecendo e Somando Sonhos

Integração Petrobras Comunidades 2013 Norte, Centro-Oeste e Minas Gerais. Resultado MINAS GERAIS. Projeto: Tecendo e Somando Sonhos Integração Petrobras Comunidades 2013 Norte, Centro-Oeste e Minas Gerais Resultado MINAS GERAIS Projeto: Tecendo e Somando Sonhos Nome da instituição: Grupo Espírita Irmão Lázaro Projeto: Plantando o Futuro

Leia mais

Flotilha do Amazonas recebe lanchas colombianas LPR-40

Flotilha do Amazonas recebe lanchas colombianas LPR-40 Flotilha do Amazonas recebe lanchas colombianas LPR-40 A Marinha do Brasil, por intermédio do Comando do 9º Distrito Naval, realizou, no dia 11 de março, a Cerimônia de Entrega de duas Lanchas-Patrulha

Leia mais

Ministério das Comunicações

Ministério das Comunicações Ministério das Comunicações Política de Comunicação M2M/IoT GUGST São Paulo, 18 de agosto de 2015 INTERNET DAS COISAS (IoT): REDE DE OBJETOS INCORPORADOS A DISPOSITIVOS E APLICATIVOS, CONECTADOS À INTERNET.

Leia mais

Compartilhamento de Infraestrutura

Compartilhamento de Infraestrutura Compartilhamento de Infraestrutura Telefônica do Brasil S/A. 11.2012 1 Os benefícios do compartilhamento geram cada vez mais acordos,com maior nível de integração Economia em custos e investimentos Infra

Leia mais

Região Norte P1 4 Bimestre. Geografia 7 ano manhã e tarde

Região Norte P1 4 Bimestre. Geografia 7 ano manhã e tarde Região Norte P1 4 Bimestre Geografia 7 ano manhã e tarde A Região Norte é a maior região brasileira em área. Apresenta população relativamente pequena, é a região com a menor densidade demográfica. Um

Leia mais

ESTRUTURA ESCRITORIO SEDE CURITIBA, PR. Matriz

ESTRUTURA ESCRITORIO SEDE CURITIBA, PR. Matriz ESTRUTURA ESCRITORIO SEDE CURITIBA, PR. Matriz ESTRUTURA ESCRITÓRIOS OPERACIONAIS Porto Trombetas Belém Porto Franco Altamira São Luís Parauapebas Floriano Posto da Mata Cofins e Sabará Guarapuava Florianópolis

Leia mais

ANEXO I DOS CARGOS E DAS VAGAS, POLO E CAMPI DE LOTAÇÃO

ANEXO I DOS CARGOS E DAS VAGAS, POLO E CAMPI DE LOTAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTODE CARGO EFETIVO DA CARREIRA DE MAGISTÉRIODO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO EDITAL

Leia mais

CENSO BRASILEIRO DE SHOPPING CENTERS 2015/2016 CENSO BRASILEIRO DE SHOPPING CENTERS 2015/2016

CENSO BRASILEIRO DE SHOPPING CENTERS 2015/2016 CENSO BRASILEIRO DE SHOPPING CENTERS 2015/2016 CENSO BRASILEIRO DE SHOPPING CENTERS 2015/2016 V2 1 1. SETOR 2 UNIVERSO DISTRIBUIÇÃO MACRO REGIÕES SHOPPINGS EM OPERAÇÃO - UNIDADES 26 NORTE 80 NORDESTE 50 CENTRO OESTE 292 SUDESTE 520 +3,5% 538 SHOPPINGS

Leia mais

DESMATAMENTO EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO ATRAVÉS DO PRODES NO ESTADO DO PARÁ

DESMATAMENTO EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO ATRAVÉS DO PRODES NO ESTADO DO PARÁ DESMATAMENTO EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO ATRAVÉS DO PRODES NO ESTADO DO PARÁ Andrea de Souza Fagundes(*), Bruna Larissa Rosendo Pereira, Mauricio Castro Da Costa *Instituto de Estudos Superiore da Amazônia

Leia mais

Estado de São Paulo tem a maior quantidade de POS a cada mil habitantes; Maranhão, a menor

Estado de São Paulo tem a maior quantidade de POS a cada mil habitantes; Maranhão, a menor INFORMATIVO PARA A IMPRENSA ML&A Comunicações Fernanda Elen fernanda@mla.com.br (11) 3811-2820 ramal 833 Cresce a aceitação de cartões em 2015, aponta a Boanerges & Cia. Estado de São Paulo tem a maior

Leia mais

SCN Quadra 6 Conjunto A Bloco C Sala 303 / CEP BRASÍLIA-DF fone: (61) ; fax: (61) ;

SCN Quadra 6 Conjunto A Bloco C Sala 303 / CEP BRASÍLIA-DF fone: (61) ; fax: (61) ; GLT/026 21 a 26 de Outubro de 2001 Campinas - São Paulo - Brasil GRUPO III GRUPO DE ESTUDO DE LINHAS DE TRANSMISSÃO - ESTUDO COMPARATIVO PARA IMPLANTAÇÃO DE CABOS ÓPTICOS EM LINHAS DE TRANSMISSÃO EM OPERAÇÃO

Leia mais

UNIVERSALIZAÇÃO DA BANDA LARGA E OS PROVEDORES REGIONAIS ERICH RODRIGUES

UNIVERSALIZAÇÃO DA BANDA LARGA E OS PROVEDORES REGIONAIS ERICH RODRIGUES UNIVERSALIZAÇÃO DA BANDA LARGA E OS PROVEDORES REGIONAIS ERICH RODRIGUES Introdução 1 Abrint 2 4 3 Onde atuamos Qual taxa de crescimento Financiamento 5 PGMC ABRINT QUEM SOMOS Entidade sem fins lucrativos

Leia mais

A importância do Licenciamento ambiental prévio para pavimentação de estradas na Amazônia

A importância do Licenciamento ambiental prévio para pavimentação de estradas na Amazônia A importância do Licenciamento ambiental prévio para pavimentação de estradas na Amazônia André Lima Coordenador Políticas Públicas Programa de Mudanças Climáticas Senado, Brasília 06 de maio de 2009 Plano

Leia mais