VI Semana de Infraestrutura da Internet no Brasil São Paulo, SP 07/12/16

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VI Semana de Infraestrutura da Internet no Brasil São Paulo, SP 07/12/16"

Transcrição

1

2

3

4 VI Semana de Infraestrutura da Internet no Brasil São Paulo, SP 07/12/16

5 Serviços IPv6 Eduardo Barasal Morales Tiago Jun Nakamura

6 Agenda Autoconfiguração de Endereços Stateless DHCPv6 Prefix Delegation DNS NTP Firewall

7 Motivação

8 Autoconfiguração de Endereços Stateless

9 Autoconfiguração de Endereços Stateless

10 Autoconfiguração de Endereços Stateless Mecanismo que permite a atribuição de endereços unicast aos nós... o sem a necessidade de configurações manuais. o sem servidores adicionais. o apenas com configurações mínimas dos roteadores. Gera endereços IP a partir de informações enviadas pelos roteadores e de dados locais como o endereço MAC. Gera um endereço para cada prefixo informado nas mensagens RA Se não houver roteadores presentes na rede, é gerado apenas um endereço link-local. Roteadores utilizam apenas para gerar endereços linklocal.

11 Autoconfiguração de Endereços Stateless Um endereço link-local é gerado. o Prefixo FE80::/64 + identificador da interface. Endereço adicionado aos grupos multicast solicitednode e all-node. Verifica-se a unicidade do endereço. o Se já estiver sendo utilizado, o processo é interrompido, exigindo uma configuração manual. o Se for considerado único e válido, ele será atribuído à interface. Host envia uma mensagem RS para o grupo multicast all-routers. Todos os roteadores do enlace respondem com mensagem RA.

12 Autoconfiguração de Endereços Stateless

13 Autoconfiguração de Endereços Stateless

14 Laboratório Autoconfiguração de Endereços Stateless Experiência 1.6. Autoconfiguração stateless de endereço: Router Advertisement utilizando radvd Pg. 41

15 DHCPv6

16 DHCPv6

17 DHCPv6 Autoconfiguração de Endereços Stateful o Usado pelo sistema quando nenhum roteador é encontrado. o Usado pelo sistema quando indicado nas mensagens RA. o Fornece: Endereços IPv6 Outros parâmetros (servidores DNS, NTP...) o Clientes utilizam um endereço link-local para transmitir ou receber mensagens DHCP. o Servidores utilizam endereços multicast para receber mensagens dos clientes (FF02::1:2 ou FF05::1:3). o Clientes enviam mensagens a servidores fora de seu enlace utilizando um Relay DHCP.

18 DHCPv6 Autoconfiguração de Endereços Stateful o Permite um controle maior na atribuição de endereços aos host. o Os mecanismos de autoconfiguração de endereços stateful e stateless podem ser utilizados simultaneamente. Por exemplo: utilizar autoconfiguração stateless para atribuir os endereços e DHCPv6 para informar o endereço do servidor DNS. o DHCPv6 e DHCPv4 são independentes. Redes com Pilha Dupla precisam de serviços DHCP separados.

19 DHCPv6 Prefix Delegation

20 DHCPv6 Prefix Delegation

21 DHCPv6 Prefix Delegation

22 DHCPv6 Prefix Delegation Não existente no DHCPv4 Utilizada para distribuir prefixos de rede a roteadores 1. Roteador envia uma requisição de prefixo enviada para rede com destino a todos os servidores DHCPv6 2. Os servidores pré-configurados com um pool de prefixos respondem a este pedido feito pelo roteador enviando um prefixo IPv6 3. Ao receber esta resposta, o roteador fica encarregado de dividir o prefixo e redistribui-lo por suas interfaces 4. Os novos prefixos possuirão o tamanho /64 para que ao serem distribuídos aos hosts via Router Advertisement o procedimento de autoconfiguração stateless seja realizado

23 Laboratório DHCPv6 Prefix Delegation Experiência 1.9. DHCPv6 Prefix Delegation Pg. 81

24 Domain Name System (DNS) Informações de nomes e endereços

25 DNS

26 DNS Imensa base de dados distribuída utilizada para a resolução de nomes de domínios em endereços IP e vice-versa Arquitetura hierárquica, com dados dispostos em uma árvore invertida, distribuída eficientemente em um sistema descentralizado e com cache Registros: o A ( IPv4 ): Traduz nomes para endereços IPv4. o AAAA [ quad-a ] ( IPv6 ): Traduz nomes para endereços IPv6 Exemplo: IN A IN AAAA :12ff:0:4::9

27 DNS Registros PTR Resolução de Reverso o in-addr.arpa. ( IPv4 ): Traduz endereços IPv4 em nomes o ip6.arpa. ( IPv6 ): Traduz endereços IPv6 em nomes Exemplo: in-addr.arpa f.f ip6.arpa. Obsoletos o Registros A6 DNAME o Domínio para a resolução de reverso ip6.int PTR ipv6.br. PTR ipv6.br.

28 DNS A base de dados de um servidor DNS pode armazenar tanto registros IPv6 quanto IPv4 Esses dados são independentes da versão de IP em que o servidor DNS opera o Um servidor com conexão apenas IPv4 pode responder consultas AAAA ou A o As informações obtidas na consulta IPv6 devem ser iguais às obtidas na consulta IPv4

29 Laboratório DNS Experiência 2.2. DNS: configurando um servidor autoritativo Pg. 117

30 NTP.br

31 NTP.br

32 NTP (Network Time Protocol) Fornece hora em UTC, não considera horário de verão ou fuso horário Importante para: o o o o sincronização de logs validação de certificados tratamento de incidentes perícia

33 NTP (Network Time Protocol) Pontos de atenção o Para ser confiável, o NTP precisa de várias referências de tempo, de 4 a 7 o As consultas aos servidores são realizadas Inicialmente a cada 64s Em regime, a cada 16min o Pacotes UDP, porta 123 o Sensível à assimetria na rede o Melhor usar NTP que SNTP

34 Firewall

35 Firewall

36 Firewall

37 Firewall Numa rede IPv4, onde normalmente se utiliza NAT, este funciona como um firewall stateful, permitindo apenas comunicações originadas de dentro da rede. Numa rede IPv6 não há NAT, então, se o administrador de rede decidir manter uma política de segurança similar a que utilizava com o IPv4, é necessário um cuidado redobrado na implantação de firewalls, a fim de forçar essa política. Com a adoção do protocolo IPv6 todos os hosts podem utilizar endereços válidos com conectividade direta a Internet e alcance a todos os hosts da rede interna que tenham IPv6 habilitado

38 Firewall ICMPv6 faz funções que no IPv4 eram realizadas pelo ARP, logo o ICMPv6 não pode ser completamente bloqueado no firewall de borda como ocorria no IPv4 O firewall pode conter regras: o Stateful: solicitações da rede interna para a rede externa são gravadas para permitir o recebimento somente de solicitações feitas, mas necessita maior processamento e memória o Stateless: conjunto de regras fixas, pode permitir mensagens não solicitadas de tráfego permitido

39 Firewall A RFC 4942 detalha a segurança com relação as técnicas de transição: o mesmo que sua rede não tenha IPv6, não o ignore o se você não deseja utilizar técnicas de tunelamento automático na sua rede, elas devem ser bloqueadas no firewall o técnicas de transição podem depender de servidores públicos não confiáveis Técnica de Transição Regra de Filtragem Túnel manual 6in4 IPv4.Protocol == 41 Túnel manual GRE IPv4.Protocol == 47 Túneis automáticos 6to4 IPv4.Protocol == 41 IPv4.{src,dst} == /24 Túneis automáticos Teredo IPv4.dst == servidores_teredo UDP.DstPort == 3544

40 Laboratório Firewall Experiência 3.2. Firewall stateful Pg. 185

41 Obrigado Eduardo Barasal Morales Tiago Jun Nakamura 07 de dezembro de 2016

Capacitação IPv6.br. Serviços em IPv6. Serviços rev 2012.08.07-01

Capacitação IPv6.br. Serviços em IPv6. Serviços rev 2012.08.07-01 Capacitação IPv6.br Serviços em IPv6 Serviços DHCPv6 Firewall DNS NTP HTTP Proxy Proxy Reverso SMB CIFS SSH... Implementações BIND Squid IPv6 desde Julho/2001 IPv6 nativo desde Outubro/2008 BIND 9.1.3

Leia mais

Paulo César de Oliveira Barroso de Carvalho GTS 17 São Paulo SP 14 de Maio de 2011

Paulo César de Oliveira Barroso de Carvalho GTS 17 São Paulo SP 14 de Maio de 2011 Paulo César de Oliveira Barroso de Carvalho GTS 17 São Paulo SP 14 de Maio de 2011 Fonte: Es duro ser administrador de Red http://www.terra.es/tecnologia/articulo/ht ml/tec18312.htm

Leia mais

IPv6! Por que? Quando? Como?

IPv6! Por que? Quando? Como? IPv6! Por que? Quando? Como? Introdução Nome: Francisco Neto Localidade: Goiânia,Goiás - Técnico em telecomunicações desde 2005 - Ex-administrador de redes OI - Consultor e trainer oficial Mikrotik Francisco

Leia mais

DHCP. Prof. Hederson Velasco Ramos REDES

DHCP. Prof. Hederson Velasco Ramos REDES Prof. Hederson Velasco Ramos REDES DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol) É um protocolo, parte da pilha de serviços TCP/IP, que disponibiliza endereços ip por concessão e as configurações a dispositivos

Leia mais

IPv6. César Loureiro. V Workshop do PoP-RS/RNP e Reunião da Rede Tchê

IPv6. César Loureiro. V Workshop do PoP-RS/RNP e Reunião da Rede Tchê IPv6 César Loureiro V Workshop do PoP-RS/RNP e Reunião da Rede Tchê Outubro de 2014 Agenda Esgotamento IPv4 Endereçamento e Funcionalidades do IPv6 Implantação IPv6 IPv6 na Rede Tchê Dicas de Implantação

Leia mais

Cap. 4 Roteamento e Mobilidade

Cap. 4 Roteamento e Mobilidade Redes sem Fio e Slide 1 Sistemas Móveis de Redes sem Fio e Sistemas Móveis de Cap. 4 Roteamento e Mobilidade Prof. Marcelo Moreno moreno@ice.ufjf.br Slide 2 Redes sem Fio e Sistemas Móveis de IETF RFC

Leia mais

IPv6: Um novo, não tão novo, protocolo de Internet

IPv6: Um novo, não tão novo, protocolo de Internet IPv6: Um novo, não tão novo, protocolo de Internet V WTR do PoP-BA/RNP Thiago Bomfim Jundaí Adbon PoP-BA/RNP: Ponto de Presença da RNP na Bahia 1 Todo

Leia mais

Protocolo e Endereços Internet

Protocolo e Endereços Internet Protocolo e Endereços Internet Licença de uso do material Esta apresentação está disponível sob a licença Creative Commons Atribuição Não a Obras Derivadas (by-nd) http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/legalcode

Leia mais

Exercícios de Revisão Edgard Jamhour. Quarto Bimestre: IPv6 e Mecanismos de Transiçao

Exercícios de Revisão Edgard Jamhour. Quarto Bimestre: IPv6 e Mecanismos de Transiçao Exercícios de Revisão Edgard Jamhour Quarto Bimestre: IPv6 e Mecanismos de Transiçao Questão 1: Indique a qual versão do IP pertence cada uma das características abaixo: ( ) Verifica erros no cabeçalho

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO DNS, DHCP, Endereços Privados, Proxy e NAT EDGARD JAMHOUR. Segundo Bimestre

EXERCÍCIOS DE REVISÃO DNS, DHCP, Endereços Privados, Proxy e NAT EDGARD JAMHOUR. Segundo Bimestre EXERCÍCIOS DE REVISÃO DNS, DHCP, Endereços Privados, Proxy e NAT EDGARD JAMHOUR Segundo Bimestre Exercício 1: Considere a seguinte configuração de árvore de nomes DNS. ZONA.br dns (200.0.0.1) SOA br dns2

Leia mais

IPv6 (Parte 2: Mecanismos de Transição)

IPv6 (Parte 2: Mecanismos de Transição) (Parte 2: Mecanismos de Transição) Edgard Jamhour Problemas de Transição Como evitar reescrever aplicações? Como permitir um cliente conectar-se com um servidor? Como permitir um cliente conectar-se com

Leia mais

FormaçãoIPv6-Maputo. Autoconfiguração Maputo 26 de Agosto de 2008 Carlos Friaças e Pedro Lorga

FormaçãoIPv6-Maputo. Autoconfiguração Maputo 26 de Agosto de 2008 Carlos Friaças e Pedro Lorga FormaçãoIPv6-Maputo Autoconfiguração Maputo 26 de Agosto de 2008 Carlos Friaças e Pedro Lorga Autoconfiguração Agenda/Índice Autoconfiguração sem estados Autoconfiguração com estados Autoconfiguração sem

Leia mais

Endereçamento. Um endereço IPv4 é formado por 32 bits. 2 32 = 4.294.967.296. Um endereço IPv6 é formado por 128 bits.

Endereçamento. Um endereço IPv4 é formado por 32 bits. 2 32 = 4.294.967.296. Um endereço IPv6 é formado por 128 bits. Um endereço IPv4 é formado por 32 bits. 2 32 = 4.294.967.296 Um endereço IPv6 é formado por 128 bits. 2 128 = 340.282.366.920.938.463.463.374.607.431.768.211.456 ~ 48 octilhões (5,6x10 28 ) de endereços

Leia mais

GESTÃO DE SISTEMAS E REDES INTERNET PROTOCOLO VERSION 6

GESTÃO DE SISTEMAS E REDES INTERNET PROTOCOLO VERSION 6 GESTÃO DE SISTEMAS E REDES INTERNET PROTOCOLO VERSION 6 OUTLINE INTERNET PROTOCOL V6 NEIGHBOR DISCOVERY PROTOCOL DYNAMIC HOST CONFIGURATION PROTOCOL V6 INTERNET PROTOCOLO O rápido crescimento da Internet

Leia mais

Situação Atual do IPv6. Utilizando o novo protocolo Internet

Situação Atual do IPv6. Utilizando o novo protocolo Internet Situação Atual do IPv6 Utilizando o novo protocolo Internet Agenda O que é IP? Quem distribui endereços IPs? Porque implantar IPv6? Como está a implantação do IPv6? IETF Como ficar por dentro do assunto?

Leia mais

IPv6@ESTG-Leiria Mecanismos de transição IPv6

IPv6@ESTG-Leiria Mecanismos de transição IPv6 IPv6@ESTG-Leiria Mecanismos de transição IPv6 Luís Diogo, Óscar Brilha, Nuno Veiga Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Leiria Instituto Politécnico de Leiria Morro da Lena Alto Vieiro 2401-951 Leiria

Leia mais

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Licença Este livro está sob a licença Creative Commons Atribuição Uso não Comercial Com compartilhamento pela mesma licença 4.0 Internacional (CC BY-NC-SA 4.0), que está aqui resumida e pode ser lida em

Leia mais

IPv6 A nova versão do Protocolo IP

IPv6 A nova versão do Protocolo IP IPv6 A nova versão do Protocolo IP A internet precisa continuar crescendo... Agenda A Internet e o TCP/IP Entendendo o esgotamento do IPv4 Por que IPv6? O que melhorou? Nova estrutura do IPv6 Técnicas

Leia mais

Capacitação IPv6.br. Segurança em redes sem NAT

Capacitação IPv6.br. Segurança em redes sem NAT Capacitação IPv6.br Segurança em redes sem NAT Agenda O emulador de redes CORE Introdução ao IPv6 Endereços IPv6 Plano de endereçamento Importância do ICMPv6 Neighbor Discovery Protocol Autoconfiguração

Leia mais

Fundamentos de Redes de Computadores. IPv6. Prof. Claudemir

Fundamentos de Redes de Computadores. IPv6. Prof. Claudemir Fundamentos de Redes de Computadores IPv6 Prof. Claudemir Implantação do IPv6 Implantação do IPv6 Implantação do IPv6 Implantação do IPv6 RIR Regional Internet Registries (Registrador Regional de Internet)

Leia mais

Arquitectura de Redes

Arquitectura de Redes Arquitectura de Redes Dynamic Host Configuration Protocol DHCP Arq. de Redes - Pedro Brandão - 2004 1 Objectivo Configuração automática de endereço (e outros parâmetros de rede) de uma máquina. Sucessor

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Introdução Inst tituto de Info ormátic ca - UF FRGS Redes de Computadores Internet Protocol version 6 (IPv6) Aula 19 Com crescimento da Internet IPv4 apresenta alguns problemas Esgotamento de endereços

Leia mais

Cássio Geraldo Freitas. Teste prático com acesso a câmera IP, pela Internet, usando exclusivamente IPv6.

Cássio Geraldo Freitas. Teste prático com acesso a câmera IP, pela Internet, usando exclusivamente IPv6. Cássio Geraldo Freitas Trabalho de Conclusão de Curso, apresentado no Curso de IPv6 a Distância - Turma 3, ministrado pela equipe do IPv6.br. Teste prático com acesso a câmera IP, pela Internet, usando

Leia mais

Experiência 04: Comandos para testes e identificação do computador na rede.

Experiência 04: Comandos para testes e identificação do computador na rede. ( ) Prova ( ) Prova Semestral ( ) Exercícios ( ) Prova Modular ( ) Segunda Chamada ( ) Exame Final ( ) Prática de Laboratório ( ) Aproveitamento Extraordinário de Estudos Nota: Disciplina: Turma: Aluno

Leia mais

Arquitetura da Internet TCP/IP

Arquitetura da Internet TCP/IP Arquitetura da Internet TCP/IP A Internet Internet é a rede mundial de computadores, à qual estão conectados milhões de computadores do mundo todo; A idéia de concepção de uma rede mundial surgiu nos Estados

Leia mais

A Internet e o TCP/IP

A Internet e o TCP/IP Agenda 09:00-10:45 Introdução / Cabeçalho IPv6 / Endereçamento 10:45-11:15 Coffee Break 11:15-13:00 Exercícios de Endereçamento 13:00-14:00 Almoço 14:00-15:45 ICMPv6 / Neighbor Discovery / Laboratório

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO http:// www.cefetrn.br/datinf ARQUITETURA TCP/IP Nome: Curso: Turma: LISTA DE EXERCÍCIO

Leia mais

Prof. Marcelo Cunha Parte 6

Prof. Marcelo Cunha Parte 6 Prof. Marcelo Cunha Parte 6 www.marcelomachado.com ARP (Address Resolution Protocol) Protocolo responsável por fazer a conversão entre os endereços IPs e os endereços MAC da rede; Exemplo: Em uma rede

Leia mais

Firewall. Andrei Jean Fabio Garzarella William Passig

Firewall. Andrei Jean Fabio Garzarella William Passig Firewall Andrei Jean Fabio Garzarella William Passig O que é? Firewall por Hardware Firewall por Software Camadas OSI Como funciona? Regras e Ações Tipo de Firewall Agenda O que é? Firewall é uma solução

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Introdução Inst tituto de Info ormátic ca - UF FRGS Redes de Computadores Internet Protocol version 6 (IPv6) Aula 21 Com crescimento da Internet IPv4 apresenta alguns problemas Esgotamento de endereços

Leia mais

Capítulo 2 - Sumário. Endereçamento em Sub-redes, Super-Redes (CIDR) e VLSM

Capítulo 2 - Sumário. Endereçamento em Sub-redes, Super-Redes (CIDR) e VLSM 1 Endereço IP Classe de Endereços IP Endereços IP Especiais Endereços IP Privativos Capítulo 2 - Sumário Endereçamento em Sub-redes, Super-Redes (CIDR) e VLSM Endereçamento Dinâmico (DHCP) Mapeamento IP

Leia mais

Execícios de Revisão Redes de Computadores Edgard Jamhour. Proxy, NAT Filtros de Pacotes

Execícios de Revisão Redes de Computadores Edgard Jamhour. Proxy, NAT Filtros de Pacotes Execícios de Revisão Redes de Computadores Edgard Jamhour Proxy, NAT Filtros de Pacotes Exercício 1 Configure as regras do filtro de pacotes "E" para permitir que os computadores da rede interna tenham

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores CAMADA DE REDE DHCP NAT IPv6 Slide 1 Protocolo DHCP Protocolo de Configuração Dinâmica de Hospedeiros (Dynamic Host Configuration Protocol DHCP), RFC 2131; Obtenção de endereço de

Leia mais

Aula 4. Pilha de Protocolos TCP/IP:

Aula 4. Pilha de Protocolos TCP/IP: Aula 4 Pilha de Protocolos TCP/IP: Comutação: por circuito / por pacotes Pilha de Protocolos TCP/IP; Endereçamento lógico; Encapsulamento; Camada Internet; Roteamento; Protocolo IP; Classes de endereços

Leia mais

IPv6: Tire Aqui uma Certificação Profissional e Ganhe Brindes

IPv6: Tire Aqui uma Certificação Profissional e Ganhe Brindes IPv6: Tire Aqui uma Certificação Profissional e Ganhe Brindes Edwin Cordeiro ecordeiro@nic.br Rodrigo Regis rsantos@nic.br Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR NIC.br Conceitos Importantes Internet

Leia mais

O que é o NTP e como utilizar o NTP.br

O que é o NTP e como utilizar o NTP.br O que é o NTP e como utilizar o NTP.br Licença de uso do material Esta apresentação está disponível sob a licença Creative Commons Atribuição Não a Obras Derivadas (by-nd) http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/legalcode

Leia mais

Laboratório. Assunto: mapeamento de endereços IP em endereços físicos (ARP).

Laboratório. Assunto: mapeamento de endereços IP em endereços físicos (ARP). Laboratório Assunto: mapeamento de endereços IP em endereços físicos (ARP). Objetivo: observar o mecanismo de associação dinâmica de endereços oferecido pelo ARP. Ferramentas a serem utilizadas: ifconfig

Leia mais

** Distance Vector - Trabalha com a métrica de Salto(HOP),. O protocolo que implementa o Distance Vector é o RIP.!

** Distance Vector - Trabalha com a métrica de Salto(HOP),. O protocolo que implementa o Distance Vector é o RIP.! Laboratório wireshark Número de sequencia: syn syn ack ack Cisco Packet Tracer Roteador trabalha em dois modos de operação: - Modo Normal - símbolo > - Modo Root - símbolo # ##################################################################

Leia mais

Interconexão de Redes de Comutadores

Interconexão de Redes de Comutadores IPv6 - Introdução Interconexão de Redes de Comutadores Parte 3.5: TCP / IPv6 Em 1992 uma Internet Engineering Task Force (IETF) cria o grupo IPng (IP next generation) para a criação de um novo protocolo

Leia mais

Protocolos de Rede. Protocolos em camadas

Protocolos de Rede. Protocolos em camadas Protocolos de Rede Prof. Alexandre Beletti Protocolos em camadas Existem protocolos em diferentes camadas dos modelos de estudo (OSI e TCP/IP) Lembre-se de diferencias tipos de programas de tipos de protocolos

Leia mais

IPv6 em rede de Campus Case UFSC & PoP-SC

IPv6 em rede de Campus Case UFSC & PoP-SC I WORKSHOP DE TECNOLOGIA DE REDES Ponto de Presença da RNP em Santa Catarina Rede Metropolitana de Educação e Pesquisa da Região de Florianópolis 04 e 05 Outubro/2012 IPv6 em rede de Campus Case UFSC &

Leia mais

Redes de Computadores. Protocolo IP

Redes de Computadores. Protocolo IP Redes de Computadores Protocolo IP Sumário! Endereços IP Classes de endereços Tipos de endereços Endereços especiais Máscaras Redes privadas Endereçamento IP dinâmico 2 Esquema de endereçamento IPv4! Endereços

Leia mais

Endereço de Rede. Comumente conhecido como endereço IP Composto de 32 bits comumente divididos em 4 bytes e exibidos em formato decimal

Endereço de Rede. Comumente conhecido como endereço IP Composto de 32 bits comumente divididos em 4 bytes e exibidos em formato decimal IP e DNS O protocolo IP Definir um endereço de rede e um formato de pacote Transferir dados entre a camada de rede e a camada de enlace Identificar a rota entre hosts remotos Não garante entrega confiável

Leia mais

Aula 13 Roteamento Dinâmico com Protocolos Link-State (Protocolo OSPF)

Aula 13 Roteamento Dinâmico com Protocolos Link-State (Protocolo OSPF) Disciplina: Dispositivos de Rede I Professor: Jéferson Mendonça de Limas 3º Semestre Aula 13 Roteamento Dinâmico com Protocolos Link-State (Protocolo OSPF) 2014/1 Roteiro de Aula Introdução Funcionamento

Leia mais

FormaçãoIPv6-Maputo. DNS Maputo 27 de Agosto de 2008 Carlos Friaças e Pedro Lorga

FormaçãoIPv6-Maputo. DNS Maputo 27 de Agosto de 2008 Carlos Friaças e Pedro Lorga FormaçãoIPv6-Maputo DNS Maputo 27 de Agosto de 2008 Carlos Friaças e Pedro Lorga DNS Agenda/Índice Registos IPv6 Queries de DNS Delegações Funcionamento Questões Operacionais e Recomendações Software Registos

Leia mais

Técnicas de Transição

Técnicas de Transição Capacitação IPv6.br Técnicas de Transição Agenda Introdução 464XLAT Cenários 4rd Classificação das Técnicas 6PE e 6VPE Pilha Dupla 6rd 6in4 e 6over4 6to4 GRE Teredo Tunnel Brokers ISATAP DS-Lite e DS-Lite

Leia mais

IPv6 - Introdução Internet Protocol versão 6

IPv6 - Introdução Internet Protocol versão 6 Leonardo Jalkauskas IPv6 - Introdução Internet Protocol versão 6 Agosto 2010 Redes de Computadores e Telecomunicações 2 IPv6 Internet Protocol versão 6 Características e Limitações do IPv4 Objetivos e

Leia mais

Mudança entre redes WiFi-GSM baseada em SIP. Paulo Cesar Siécola

Mudança entre redes WiFi-GSM baseada em SIP. Paulo Cesar Siécola Mudança entre redes WiFi-GSM baseada em SIP Paulo Cesar Siécola siecola@ime.usp.br Introdução: Muitos dispositivos móveis, como telefones celulares e PDA, estão sendo equipados com outras interfaces sem

Leia mais

TECNOLOGIA GRATUITA: DNS - A HIERARQUIA DE NOMES DA INTERNET TÓPICO: ATRIBUTOS MX, SPF e DKIM DE UM NS

TECNOLOGIA GRATUITA: DNS - A HIERARQUIA DE NOMES DA INTERNET TÓPICO: ATRIBUTOS MX, SPF e DKIM DE UM NS TECNOLOGIA GRATUITA: DNS - A HIERARQUIA DE NOMES DA INTERNET TÓPICO: ATRIBUTOS MX, SPF e DKIM DE UM NS 2012 Conteúdo 1. ATRIBUTO MX...3 1.1. IPv4...3 1.1.1. Exemplo-1:...3 1.1.2. Exemplo-2:...4 1.1.3.

Leia mais

A Internet e o TCP/IP

A Internet e o TCP/IP A Internet e o TCP/IP 1969 Início da ARPANET 1981 Definição do IPv4 na RFC 791 1983 ARPANET adota o TCP/IP 1990 Primeiros estudos sobre o esgotamento dos endereços 1993 Internet passa a ser explorada comercialmente

Leia mais

Camada de Rede. Endereçamento de Rede Protocolo IP

Camada de Rede. Endereçamento de Rede Protocolo IP Camada de Rede Endereçamento de Rede Protocolo IP Camada de Rede Protocolo mais importante: IP IPv4 (mais utilizada) IPv6 (atender ao crescimento das redes e a necessidade de novos endereços). PDU: Pacote

Leia mais

Capacitação IPv6.br. Segurança em IPv6. Segurança rev

Capacitação IPv6.br. Segurança em IPv6. Segurança rev Capacitação IPv6.br Segurança em IPv6 Agenda Objetivos Lendas Ferramentas Neighbor Discovery Protocol SEND, NDPmon e RA Guard Endereçamento IPv6 Varredura de endereços em IPv6 Firewall Transição de IPv4

Leia mais

DOUGLAS HENRIQUE SIQUEIRA ABREU PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO DO PROTOCOLO IPV6 NA REDE DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS

DOUGLAS HENRIQUE SIQUEIRA ABREU PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO DO PROTOCOLO IPV6 NA REDE DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS DOUGLAS HENRIQUE SIQUEIRA ABREU PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO DO PROTOCOLO IPV6 NA REDE DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS LAVRAS - MG 2014 DOUGLAS HENRIQUE SIQUEIRA ABREU PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO DO PROTOCOLO

Leia mais

Arquitetura TCP/IP. Parte VII Mensagens de controle e erro (ICMP) Fabrízzio Alphonsus A. M. N. Soares

Arquitetura TCP/IP. Parte VII Mensagens de controle e erro (ICMP) Fabrízzio Alphonsus A. M. N. Soares Arquitetura TCP/IP Parte VII Mensagens de controle e erro (ICMP) Fabrízzio Alphonsus A. M. N. Soares Tópicos Erros em redes de pacotes ICMP (Internet Control Message Protocol) Características Encapsulação

Leia mais

Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus: Campo Mourão

Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus: Campo Mourão Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus: Campo Mourão Professor Rafael Henrique Dalegrave Zottesso E-mail rafaelzottesso@utfpr.edu.br Site http://www.zottesso.com/disciplinas/rc24b0/ Disciplina

Leia mais

Guia de implantação de IPv6 para empresas. Edwin Cordeiro NIC.br ecordeiro@nic.br

Guia de implantação de IPv6 para empresas. Edwin Cordeiro NIC.br ecordeiro@nic.br Guia de implantação de IPv6 para empresas Edwin Cordeiro NIC.br ecordeiro@nic.br O grupo v6ops do IETF O IETF é o local onde os protocolos e recomendações para a Internet são desenvolvidos O grupo v6ops

Leia mais

Identificação e Caracterização de Comportamentos Suspeitos Através da Análise do Tráfego DNS

Identificação e Caracterização de Comportamentos Suspeitos Através da Análise do Tráfego DNS Identificação e Caracterização de Comportamentos Suspeitos Através da Análise do Tráfego DNS Kaio R. S. Barbosa, Eduardo Souto, Eduardo Feitosa, Gilbert B. Martins ALUNO: WEVERTON BUENO DA SILVA Motivação

Leia mais

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross Redes Pablo Rodriguez de Almeida Gross Conceitos A seguir serão vistos conceitos básicos relacionados a redes de computadores. O que é uma rede? Uma rede é um conjunto de computadores interligados permitindo

Leia mais

Redes de Computadores e Aplicações. Aula 37 Roteamento IP Unicast Dinâmico RIP

Redes de Computadores e Aplicações. Aula 37 Roteamento IP Unicast Dinâmico RIP Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do N Campus Currais Novos Redes de Computadores e Aplicações Aula 37 Roteamento IP Unicast Dinâmico RIP Prof. Diego Pereira

Leia mais

Endereçamento IP. Departamento Engª Electrotécnica ISEC

Endereçamento IP. Departamento Engª Electrotécnica ISEC Endereçamento IP Departamento Engª Electrotécnica ISEC Objectivos Visão geral sobre o endereçamento IPv4 e IPv6 Administração do espaço de endereçamento Obtenção de endereços Atribuição de endereços (manual

Leia mais

Nome: Nº de aluno: 3ª Ficha de Avaliação 20/5/2014

Nome: Nº de aluno: 3ª Ficha de Avaliação 20/5/2014 Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Redes de Computadores (LEIC/LEETC/LERCM) Nome: Nº de aluno: 3ª Ficha de Avaliação

Leia mais

Gerenciamento de Redes: Protocolo SNMP

Gerenciamento de Redes: Protocolo SNMP Gerenciamento de Redes: Protocolo SNMP Protocolo SNMP (do inglês Simple Network Management Protocol Protocolo Simples de Gerência de Rede) é um protocolo usado para gerenciar redes TCP/IP complexas. Com

Leia mais

Geralmente, o firewall também é configurado para não bloquear o tráfego de saída. Por exemplo, um banco pode querer isolar a rede da tesouraria do res

Geralmente, o firewall também é configurado para não bloquear o tráfego de saída. Por exemplo, um banco pode querer isolar a rede da tesouraria do res FIREWALL A conexão com a Internet traz às corporações os seguintes riscos: Relacionados a dados: confidencialidade, integridade e disponibilidade; Relacionados aos recursos e ativos da empresa; Relacionados

Leia mais

IMPLEMENTANDO UM MECANISMO DE TRANSIÇÃO IPv4-IPv6

IMPLEMENTANDO UM MECANISMO DE TRANSIÇÃO IPv4-IPv6 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANA DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETRÔNICA CURSO DE ESPECIALIZACÃO EM CONFIGURAÇÃO E GERENCIAMENTO DE SERVIDORES E EQUIPAMENTOS DE REDES ANDRÉ HEIDRICH IMPLEMENTANDO

Leia mais

NIC.BR CURSO DE IPV6 A DISTÂNCIA

NIC.BR CURSO DE IPV6 A DISTÂNCIA NIC.BR CURSO DE IPV6 A DISTÂNCIA MIKROTIK ROUTEROS V5.20 E O SUPORTE AO IPV6 BOM JARDIM RJ 2013 LUIZ NOGUEIRA LEMOS MIKROTIK ROUTEROS V5.20 E O SUPORTE AO IPV6 Trabalho de conclusão de curso da instituição

Leia mais

O DHCP pode atribuir endereço IP para um equipamento de rede de três formas:

O DHCP pode atribuir endereço IP para um equipamento de rede de três formas: O DHCP pode atribuir endereço IP para um equipamento de rede de três formas: Configuração manual; Configuração automática; Configuração dinâmica. 1 Neste caso, é possível atribuir um endereço IP a uma

Leia mais

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Criado em 1974 Protocolo mais utilizado em redes locais Protocolo utilizado na Internet Possui arquitetura aberta Qualquer fabricante pode adotar a sua

Leia mais

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP Arquitetura TCP/IP Arquitetura TCP/IP INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP gatewa y internet internet REDE REDE REDE REDE Arquitetura TCP/IP (Resumo) É útil conhecer os dois modelos de rede TCP/IP e OSI. Cada

Leia mais

Laboratório - Identificação de Endereços IPv6

Laboratório - Identificação de Endereços IPv6 Laboratório - Identificação de Endereços IPv6 Topologia Objetivos Parte 1: Identificar os diferentes tipos de endereços IPv6 Analisar os diferentes tipos de endereço IPv6. Corresponder o endereço IPv6

Leia mais

CGI.br. Comitê Gestor da Internet no Brasil

CGI.br. Comitê Gestor da Internet no Brasil CGI.br Comitê Gestor da Internet no Brasil O CGI.br - Comitê Gestor da Internet no Brasil - é a principal entidade relacionada à Governança da Internet no país e tem como objetivos: fomentar o desenvolvimento

Leia mais

Técnicas de Transição em 45 minutos

Técnicas de Transição em 45 minutos Capacitação IPv6.br Técnicas de Transição em 45 minutos Agenda Introdução Classificação das Técnicas Pilha Dupla DS-Lite e DS-Lite + A+P 6rd 6PE e 6VPE NAT64 e DNS64 464XLAT IVI, divi e divi-pd Considerações

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Camada de Transporte Antonio Alfredo Ferreira Loureiro loureiro@dcc.ufmg.br Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal de Minas Gerais UFMG/DCC Redes de Computadores

Leia mais

UNINGÁ UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ERINALDO SANCHES NASCIMENTO O MODELO TCP/IP

UNINGÁ UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ERINALDO SANCHES NASCIMENTO O MODELO TCP/IP UNINGÁ UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ERINALDO SANCHES NASCIMENTO O MODELO TCP/IP MARINGÁ 2014 SUMÁRIO 2 O MODELO TCP/IP...2 2.1 A CAMADA DE ENLACE...2

Leia mais

Redes de Computadores I - Protocolos de Controle: BOOTP/DHCP. por Helcio Wagner da Silva

Redes de Computadores I - Protocolos de Controle: BOOTP/DHCP. por Helcio Wagner da Silva Redes de Computadores I - Protocolos de Controle: BOOTP/DHCP por Helcio Wagner da Silva Introdução Deficiências percebidas no RARP Servidores RARP precisam estar na mesma rede local que seus clientes Por

Leia mais

FormaçãoIPv6-RCTS. Introdução, Endereçamento, Autoconfiguração e DNS 12 de Junho de 2008

FormaçãoIPv6-RCTS. Introdução, Endereçamento, Autoconfiguração e DNS 12 de Junho de 2008 FormaçãoIPv6-RCTS Introdução, Endereçamento, Autoconfiguração e DNS 12 de Junho de 2008 Agenda/Índice Introdução 3-22 Endereçamento 23-39 Autoconfiguração 40-52 DNS 53-70 Introdução Motivação Ter sempre

Leia mais

Auditoria e Segurança de Sistemas -VPN (Virtual Private Network)

Auditoria e Segurança de Sistemas -VPN (Virtual Private Network) Auditoria e Segurança de Sistemas -VPN (Virtual Private Network) Adriano J. Holanda 2/9/2016 VPN (Virtual Private Network) É a extensão de uma rede privativa que passa por compartilhamentos ou rede pública

Leia mais

Instalação e Configuração de Servidores Linux Server Configuração de Rede. Prof. Alex Furtunato

Instalação e Configuração de Servidores Linux Server Configuração de Rede. Prof. Alex Furtunato Instalação e Configuração de Servidores Linux Server Configuração de Rede Prof. Alex Furtunato alex.furtunato@academico.ifrn.edu.br Roteiro Introdução Números IPs Interfaces de rede Interface de loopback

Leia mais

Capítulo 11: NAT para IPv4

Capítulo 11: NAT para IPv4 Unisul Sistemas de Informação Redes de Computadores Capítulo 11: NAT para IPv4 Roteamento e Switching Academia Local Cisco UNISUL Instrutora Ana Lúcia Rodrigues Wiggers Presentation_ID 1 Capítulo 11 11.0

Leia mais

Exemplo de configuração da opção de DHCP 82 do controlador do Wireless LAN

Exemplo de configuração da opção de DHCP 82 do controlador do Wireless LAN Exemplo de configuração da opção de DHCP 82 do controlador do Wireless LAN Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Opção de DHCP 82 Configurar Configurar o controlador

Leia mais

Tecnologia de Redes de Computadores - aula 2

Tecnologia de Redes de Computadores - aula 2 Tecnologia de Redes de Computadores - aula 2 Prof. Celso Rabelo Centro Universitário da Cidade 1 Objetivo 2 3 O cabeçalho O CABEÇALHO Os campos 4 Conceitos Gerais Clássico Classe A Classe B Classe C Classe

Leia mais

Redes de Computadores. Disciplina: Informática Prof. Higor Morais

Redes de Computadores. Disciplina: Informática Prof. Higor Morais Redes de Computadores Disciplina: Informática Prof. Higor Morais 1 Agenda Sistemas de Comunicação Histórico das Redes de Comunicação de Dados Mídias de Comunicação Meios de Transmissão Padrões e Protocolos

Leia mais

GESTÃO DE SISTEMAS E REDES YNAMIC HOST CONFIGURATION PROTOCOL

GESTÃO DE SISTEMAS E REDES YNAMIC HOST CONFIGURATION PROTOCOL GESTÃO DE SISTEMAS E REDES YNAMIC HOST CONFIGURATION PROTOCOL OUTLINE DHCP PROTOCOLO RELAY AGENT EXEMPLO LINUX EXEMPLO IOS DHCP Dynamic Host Configuration Protocol, ou DHCP, é um dos protocolos de suporte

Leia mais

O Que É VRRP? Índice. Introdução. Pré-requisitos. Como o VPN 3000 Concentrator Implementa o VRRP? Configuração do VRRP. Requisitos

O Que É VRRP? Índice. Introdução. Pré-requisitos. Como o VPN 3000 Concentrator Implementa o VRRP? Configuração do VRRP. Requisitos O Que É VRRP? Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Como o VPN 3000 Concentrator Implementa o VRRP? Configuração do VRRP Sincronização das Configurações Introdução

Leia mais

Laboratório - Visualização das tabelas de roteamento do host

Laboratório - Visualização das tabelas de roteamento do host Laboratório - Visualização das tabelas de roteamento do host Topologia Objetivos Parte 1: Acessar a tabela de roteamento de host Parte 2: Examinar as entradas da tabela de roteamento de host IPv4 Parte

Leia mais

IPv6 - Características do IP Next Generation

IPv6 - Características do IP Next Generation IPv6 - Características do IP Next Generation 1 - Introdução As três das principais motivações que conduziram à necessidade de superar as limitações de crescimento da versão atual do protocolo IP (Internet

Leia mais

Switch de borda L3 com 48 portas, sendo 2 portas de 10Gbps

Switch de borda L3 com 48 portas, sendo 2 portas de 10Gbps Switch de borda L3 com 48 portas, sendo 2 portas de 10Gbps ARQUITETURA 1. Permitir instalação em gabinete de 19" (dezenove polegadas). 2. LEDs de identificação de atividades de status do sistema, de cada

Leia mais

Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet. Edgard Jamhour

Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet. Edgard Jamhour Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet Edgard Jamhour Ethernet não-comutada (CSMA-CD) A Ethernet não-comutada baseia-se no princípio de comunicação com broadcast físico. a b TIPO DADOS (até 1500

Leia mais

Rafael Dantas Justo. Engenheiro de Software

Rafael Dantas Justo. Engenheiro de Software Rafael Dantas Justo Engenheiro de Software DNS Reverso NIC.br DNS? John John Paul John (1) Paul (2) George (3) John (1) Paul (2) George (3) Ringo (4) (8) John (1) Paul (2) (5) (7) (6) George (3) Ringo

Leia mais

Introdução a DNS & DNSSEC 1

Introdução a DNS & DNSSEC 1 Introdução a DNS & DNSSEC 1 David Robert Camargo de Campos Rafael Dantas Justo Registro.br 1 versão 1.0.0 (Revision: ) 1/28 DNS - Domain Name System O Sistema de Nomes de

Leia mais

Capítulo 9 - Conjunto de Protocolos TCP/IP e Endereçamento. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página

Capítulo 9 - Conjunto de Protocolos TCP/IP e Endereçamento. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página Capítulo 9 - Conjunto de Protocolos TCP/IP e Endereçamento IP 1 História e Futuro do TCP/IP O modelo de referência TCP/IP foi desenvolvido pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos (DoD). O DoD exigia

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA FUNDAMENTOS DE REDES REDES DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Material elaborado com base nas apresentações

Leia mais

Capítulo 10: DHCP. Conceitos Essenciais de Roteamento e Switching. Unisul Sistemas de Informação Redes de Computadores

Capítulo 10: DHCP. Conceitos Essenciais de Roteamento e Switching. Unisul Sistemas de Informação Redes de Computadores Unisul Sistemas de Informação Redes de Computadores Capítulo 10: DHCP Conceitos Essenciais de Roteamento e Switching Academia Local Cisco UNISUL Instrutora Ana Lúcia Rodrigues Wiggers Presentation_ID 1

Leia mais

IPv6 em Redes Wireless IPv6@IPLeiria

IPv6 em Redes Wireless IPv6@IPLeiria Projeto Informático 2011 IPv6 em Redes Wireless IPv6@IPLeiria Bruno Silvestre, Carlos Silva Orientador : Nuno Veiga 26 de Julho 2011 Sumário Objetivos e Motivação Vantagens do IPv6 Tipos de Endereços Autenticação

Leia mais

Princípios de desenho do nível IP na Internet

Princípios de desenho do nível IP na Internet Princípios de desenho do nível IP na Internet 1. Ter a certeza que funciona. 2. Manter os protocolos simples. 3. Fazer escolhas claras. 4. Tirar proveito da modularidade. 5. Esperar heterogeneidade. 6.

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA FUNDAMENTOS DE REDES REDES DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Material elaborado com base nas apresentações

Leia mais

Redes de Computadores. Funcionamento do Protocolo DNS. Consulta DNS. Consulta DNS. Introdução. Introdução DNS. DNS Domain Name System Módulo 9

Redes de Computadores. Funcionamento do Protocolo DNS. Consulta DNS. Consulta DNS. Introdução. Introdução DNS. DNS Domain Name System Módulo 9 Slide 1 Slide 2 Redes de Computadores Introdução DNS Domain Name System Módulo 9 EAGS SIN / CAP PD PROF. FILIPE ESTRELA filipe80@gmail.com Ninguém manda uma e-mail para fulano@190.245.123.50 e sim para

Leia mais

Rede IP I:Melhores Práticas de Migração de Rede IPv4 para IPv6

Rede IP I:Melhores Práticas de Migração de Rede IPv4 para IPv6 Rede IP I:Melhores Práticas de Migração de Rede IPv4 para IPv6 Com o crescimento de aplicações como Ponto a Ponto e videoconferência, e com a necessidade de computadores sempre conectados e disponíveis,

Leia mais

IPv6: Introdução. Escrito por Paul Stalvig Gerente Técnico de Marketing

IPv6: Introdução. Escrito por Paul Stalvig Gerente Técnico de Marketing IPv6: Introdução Assim como outras pessoas, eu acredito que algumas complicam demais a vida. Talvez seja a segurança do emprego, o efeito "Chicken Little" ou o fato de que isso dá ao mundo de TI uma plataforma

Leia mais

Recursos de transição para IPv6

Recursos de transição para IPv6 Recursos de transição para IPv6 Andrey Vedana Andreoli, Leandro Márcio Bertholdo, Liane M. R. Tarouco POP-RS / UFRGS Rua Ramiro Barcelos, 2574 - Porto Alegre RS {andrey, berthold, liane}@penta.ufrgs.br,

Leia mais