AS REVOLUÇÕES NA AMÉRICA LATINA_M6_Unid. 3. Profª. Viviane Jordão

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AS REVOLUÇÕES NA AMÉRICA LATINA_M6_Unid. 3. Profª. Viviane Jordão"

Transcrição

1 AS REVOLUÇÕES NA AMÉRICA LATINA_M6_Unid. 3 Profª. Viviane Jordão

2 INTRODUÇÃO Abordaremos os movimentos pela independência das colônias europeias na América. Esse processo pode ser entendido como mais uma parte da crise que assolava o Antigo Regime na Europa. Como um sintoma da crise do sistema colonial que havia sofrido seu primeiro baque com a emancipação das Treze Colônias Inglesas da América do Norte, os recém-formados Estados Unidos da América.

3 ANTECEDENTES Fatores externos: Crise geral do Antigo Regime (enfraquecimento das potências coloniais). Iluminismo (ideias antiabsolutistas e liberais). Independência dos EUA (exemplo). Guerras napoleônicas (ESPANHA invadida sem condições de controlar as colônias).

4 Revolução Industrial (pressão inglesa para abertura de mercados, defendia a destruição de monopólios). Doutrina Monroe: A América para os Americanos (auxílio dos EUA) Fatores internos: Pacto colonial retardando desenvolvimento das colônias. Desigualdades sociais.

5 HAITI O primeiro movimento de independência do século XIX na América ocorreu na então ilha de São Domingos, hoje Haiti, uma colônia francesa nas Antilhas. A revolta tomou forma como uma rebelião de escravos. Negros de origem africana e comandados por Boukman e François Dominique Touissant L Ouverture, os haitianos lançaram mão das ideias iluministas e republicanas e começaram a rebelião.

6 Início: agosto de Exigência: que os franceses, cumprissem as promessas de igualdade e fraternidade entre todos os homens também na colônia. Em 1801, L Ouverture assumiu o governo da ilha. Visando reprimir a independência, as tropas de Napoleão invadiram o país e aprisionaram o presidente. Levado a Paris, L Ouverture morreu dois anos depois na França. No entanto, a revolta dos escravos continuou até a retirada dos franceses.

7 Em 1789 colônia francesa mais rentável produzia 40% do açúcar do mundo. Mais rica colônia de escravos do Caribe. Sistemas de castas: 1º colonos brancos blancs 2º negros livres mestiços ou mulatos 3º escravos nascidos na África Colonos brancos e escravos negros tinham com grande frequência violentos conflitos.

8 CONCLUSÃO: O país foi prejudicado por anos de guerra em uma luta em que se opuseram senhores de terras e tropas francesas contra os escravos. Com a abolição da escravidão, os ex-escravos demonstraram que, por meio da independência, buscavam a liberdade social. O fim da Revolução Haitiana, e em 1804, marcou o fim do colonialismo no Haiti, que teria sua independência reconhecida em 1825.

9

10 Toussaint Louverture François-Dominique Toussaint Louverture foi o maior líder da Revolução haitiana e, em seguida, governador de São Domingos, o nome do Haiti na época. Nasceu escravo, mas tornou-se um grande líder militar. Nascimento: 20 de maio de 1743, Saint-Domingue. Falecimento: 7 de abril de 1803.

11 A SOCIEDADE COLONIAL ESPANHOLA 1% 13,5% 27,5% 58% CHAPETONES : Espanhóis, altos cargos, privilégios. CRIOLLOS: Descendentes de espanhóis nascidos na América. Elite colonial, grandes proprietários e comerciantes. Integrantes dos Cabildos (Câmaras Municipais) MESTIÇOS: capatazes e artesãos que serviam aos criollos. ÍNDIOS e NEGROS: explorados como escravos ou semi-escravos (Mita ou Repartimiento trabalho forçado nas minas/ Encomienda trabalho servil nos latifúndios agroexportadores, também chamados de haciendas ou plantations)

12 JÁ NAS COLÔNIAS ESPANHOLAS... Baseada no mercantilismo, ou seja, buscava desenvolver a economia da metrópole através da exploração das riquezas produzidas nas colônias. Pacto Colonial garantia que o comércio colonial fosse exclusividade da metrópole. As colônias espanholas estimularam um maior desenvolvimento social e intelectual de suas elites locais, os criollos.

13 Carlos III, rei da Espanha entre 1759 e 1788, criou universidades e liberou o comércio nas colônias, o que estimulou o desenvolvimento dos vice-reinados. Contudo, junto com as mudanças, veio também o anseio por libertação. As elites locais, os criollos (descendentes de espanhóis nascidos na América), aos poucos, tomaram consciência de que os laços com a metrópole dificultavam seu domínio sobre os locais em que viviam.

14

15 Dentre as várias medidas adotadas pela coroa espanhola, e que se tornaram alvo de crítica das elites coloniais, estavam: - os altos cargos do governo colonial, ocupados pelos chapetones (brancos nascidos na Espanha), dificultanto o acesso aos criollos. - a cobrança de elevados tributos sobre produtos de exportação. - a proibição do desenvolvimento de produtos manufaturados nas colônias (Pacto Colonial).

16 Foi quando os exércitos napoleônicos intervieram na península ibérica, e a Família Real lusitana deslocou-se para o Brasil e o rei espanhol foi substituído pelo irmão de Napoleão, que se tornou decisivo o processo de libertação das colônias espanholas e portuguesas. Na América espanhola, a ocupação da Espanha pelos franceses enfraqueceu o controle da metrópole sobre as colônias. A rebelião geral teve início em Os espanhóis recusavam-se a obedecer ao rei Bonaparte e as colônias agiam da mesma maneira.

17 Foi fundamental para a libertação das colônias espanholas o auxílio inglês. Criollos e ingleses tinham um objetivo comum: acabar com a exclusividade comercial da Espanha na América. Assim, entre 1817 e 1825, diversas guerras de independência eclodiram na América espanhola e levaram à independência de diferentes países.

18 Precursores: TUPAC AMARU (PERU 1780): rebelião indígena. Massacre de aproximadamente 80 mil pessoas. FRANCISCO MIRANDA (VENEZUELA 1811): criollo que liderou libertação provisória da Venezuela. Foi preso e morreu na ESPANHA. Guerras de Independência: Intervenção napoleônica na ESPANHA. Deposição do rei Fernando VII. TUPAC AMARU

19 AS GUERRAS DE INDEPENDÊNCIA O rei Fernando VII, apelou para as potências europeias, membros da Santa Aliança, no sentido de intervirem na América. Mediante a oposição dos Estados Unidos, tal ação não se realizou. Os EUA já haviam reconhecido a independência de algumas colônias, proclamando, então, a Doutrina Monroe, cujo lema era A América para os americanos.

20 Doutrina Monroe A América para os Americanos.

21 MÉXICO Na região do México, desde 1810, os padres Miguel Hidalgo e, posteriormente, José Morelos lideraram tropas formadas por muitos camponeses pobres índios, brancos e mestiços, contra os espanhóis abastados, os fazendeiros e os aristocratas. Em 1813, Hidalgo tentou novamente libertar a região dos espanhóis, mas acabou executado.

22 A conquista da independência do México veio em 1821 com o General Augustín Itúrbide. Entretanto, a independência mexicana só foi oficialmente reconhecida em 1824, após inúmeras rebeliões e conflitos. O México tornou-se, então, uma república federal independente. Estátua de Miguel Hidalgo no México

23 Outras regiões da América espanhola seguiram o exemplo mexicano. Do Vice-Reino de Nova Granada surgiram a Venezuela, a Colômbia e o Equador, libertados por Simon Bolívar respectivamente em 1817, 1819 e O Vice-Reino do Peru deu origem ao Chile, à Bolívia e ao Peru.

24 AMÉRICA DO SUL Na América do Sul, as lutas pela independência contaram com a liderança de homens como José San Martín e Simón Bolívar. San Martín ( ) Nascido na região do Rio do Prata Província de Corrientes, que hoje pertence à Argentina foi o militar que comandou um exército contra as forças espanholas nas partes Sul e Central da América do Sul e obteve importantes vitórias. É considerado o libertador da Argentina, do Chile e do Peru.

25 Simón Bolívar ( ) Nascido na Capitania da Venezuela, destacou-se como Líder Militar e Político nas lutas pela independência travadas na parte norte da América do Sul. É considerado o Libertador da Venezuela, da Colômbia, do Equador, da Bolívia e também do Peru junto com San Martín. Após a independência, o projeto político de Simón Bolívar era construir na América um grande país, unificando politicamente as ex-colônias espanholas. Mas esse plano fracassou: Havia muitas divergências entre as Elites Locais, que preferiram garantir seus poderes nas regiões onde já atuavam.

26 San Martín Simón Bolívar

27 TUPAC AMARU José Gabriel, tido como descendente dos antigos Chefes Incas, era mais conhecido pelo nome quíchua língua Inca de Tupac Amaru. Tupac Amaru II liderou uma revolta de povos indígenas contra as injustiças metropolitanas em O levante armado teve como resposta uma truculenta repressão espanhola. Tupac foi capturado, sua língua foi cortada e depois ele foi atrelado a quatro cavalos e arrastado nas ruas até morrer.

28 TUPAC AMARU

29 CHILE No Chile, o movimento de independência teve início em 1808, liderado por Bernard O Higgins que, juntamente com José de San Martín, preparou o Exército dos Andes para lutar contra os espanhóis. Em 1818, o Chile foi libertado e O Higgins tornou-se presidente.

30 Do Vice-Reino do Prata, por sua vez, surgiram a Argentina e o Paraguai. Na Argentina, o vice-reinado foi deposto em A partir de então, seguiram-se diversas lutas entre monarquistas e republicanos, até que, em 1816, foi proclamada a República. Já o Paraguai libertou-se sem guerras a partir de um movimento político. O Uruguai, inicialmente anexado ao Brasil com o nome de Província Cisplatina, só se tornou independente em 1828.

31 A América Central, inicialmente unida ao México,, proclamou sua independência em 1824, formando as Províncias Unidas da América Central. Contudo a unidade pouco durou. Pressionada pelos ingleses e americanos, temerosos do poder dessa união, logo a região fragmentou-se em diferentes repúblicas autônomas: Guatemala, Honduras, El Salvador, Nicarágua e Costa Rica.

32

33

IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA NO SÉCULO XIX

IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA NO SÉCULO XIX 1 - Independências das nações latino-americanas: Processo de libertação das colônias espanholas. Quando: Aproximadamente entre 1810 e 1830. Fatores externos: Crise geral do Antigo Regime (enfraquecimento

Leia mais

9. América Latina: lutas pela emancipação política. Páginas 04 à 17.

9. América Latina: lutas pela emancipação política. Páginas 04 à 17. 9. América Latina: lutas pela emancipação política Páginas 04 à 17. Mas por que essa parte da América é denominada latina? TROCA DE IDEIAS LEITURA DO TEXTO PÁGINA 04. QUESTÕES 1 e 2 PÁGINA 05. América

Leia mais

7 - INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA ESPANHOLA

7 - INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA ESPANHOLA 7 - INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA ESPANHOLA Movimentos pela independência Influenciados pela Independência dos Estados Unidos Facilitados pela ocupação da Espanha por Napoleão Afrouxou o controle do país sobre

Leia mais

O vasto império colonial Espanhol em 1800

O vasto império colonial Espanhol em 1800 O vasto império colonial Espanhol em 1800 FATORES DA INDEPENDÊNCIA CHAPETONES X CRIOLLOS ESPANHÓIS NASCIDOS NA ESPANHA DETINHAM OS PRINCIPAIS CARGOS DA ADMINISTRAÇÃO COLONIAL GOZAVAM DA CONFIANÇA DA COROA

Leia mais

1 - Independências das nações latinoamericanas: Império Espanhol em 1800

1 - Independências das nações latinoamericanas: Império Espanhol em 1800 1 - Independências das nações latinoamericanas: Processo de libertação das colônias espanholas. Quando: Aproximadamente entre 1810 e 1830. Império Espanhol em 1800 Fatores externos: Crise geral do Antigo

Leia mais

INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA

INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA História INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA PROFº OTÁVIO Independência da América Espanhola Europa: Formação da América # Formação do Estado Moderno e Antigo Regime # Necessidade de Mercados Consumidores

Leia mais

Colonização espanhola na América

Colonização espanhola na América Colonização espanhola na América Conquista espanhola O processo de conquista foi extremamente violento, contribuindo para a dizimação das populações nativas. O uso da violência deveu-se à ânsia da descoberta

Leia mais

A América Espanhola.

A América Espanhola. Aula 14 A América Espanhola. Nesta aula, trataremos da colonização espanhola na América, do processo de independência e da formação dos Estados Nacionais. Colonização espanhola na América. A conquista

Leia mais

O PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DO BRASIL COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS

O PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DO BRASIL COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS O PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DO BRASIL 1820-1822 COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS O 7 DE SETEMBRO: A INDEPENDÊNCIA FOI SOMENTE O GRITO DO IPIRANGA? OS SIGNIFICADOS DA INDEPENDÊNCIA Emancipação ou

Leia mais

CRISE DO ANTIGO SISTEMA COLONIAL

CRISE DO ANTIGO SISTEMA COLONIAL CRISE DO ANTIGO SISTEMA COLONIAL BASES COMUNS DO SISTEMA COLONIAL PACTO-COLONIAL Dominação Política Monopólio Comercial Sistema de Produção Escravista ESTRUTURA SOCIAL DAS COLONIAS ESPANHOLAS Chapetones

Leia mais

Orientação de estudo 3º bimestre

Orientação de estudo 3º bimestre Nome: Ano: 8 ano Disciplina: História Professor: Eder Nº: Data: Orientação de estudo 3º bimestre Para a realização da regulação o aluno deverá: - Estudar a Unidade 4 sobre As lutas pela independência na

Leia mais

INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA LATINA (1808-1826) Profª Adriana Moraes

INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA LATINA (1808-1826) Profª Adriana Moraes INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA LATINA (1808-1826) Profª Adriana Moraes A independência foi o processo político e militar que afetou todas as regiões situadas entre os vicereinados da Nova Espanha e do Rio da

Leia mais

HISTÓRIA - MATERIAL COMPLEMENTAR OITAVO ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROF. ROSE LIMA

HISTÓRIA - MATERIAL COMPLEMENTAR OITAVO ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROF. ROSE LIMA HISTÓRIA - MATERIAL COMPLEMENTAR OITAVO ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROF. ROSE LIMA INDEPENDÊNCIA DO Colonização: espanhola até 1697, posteriormente francesa. Produção açucareira. Maioria da população:

Leia mais

Aula 08 Movimentos de Pré- Independência e Vinda da Família Real.

Aula 08 Movimentos de Pré- Independência e Vinda da Família Real. Aula 08 Movimentos de Pré- Independência e Vinda da Família Real. O que foram os movimentos de pré-independência? Séculos XVIII e XIX grandes mudanças afetaram o Brasil... MUNDO... Hegemonia das ideias

Leia mais

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Profª. Maria Auxiliadora 3º Ano

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Profª. Maria Auxiliadora 3º Ano Profª. Maria Auxiliadora 3º Ano Contradições entre o sistema colonial e as propostas liberais a partir do século XVIII Guerra de sucessão do trono espanhol (1702-1713) Luís XIV conseguiu impor seu neto

Leia mais

MOD. 13 CRISE DO IMPÉRIO COLONIAL ESPANHOL

MOD. 13 CRISE DO IMPÉRIO COLONIAL ESPANHOL MOD. 13 CRISE DO IMPÉRIO COLONIAL ESPANHOL A MUDANÇA DA POLÍTICA COLONIAL ESPANHOLA SE DEU EM FUNÇÃO: DO ENVOLVIMENTO DA ESPANHA NAS GUERRAS EUROPEIAS; DA DECADÊNCIA DA MINERAÇÃO; DAS DIFICULDADES QUE

Leia mais

BRASIL COLÔNIA ( )

BRASIL COLÔNIA ( ) 2 - REVOLTAS EMANCIPACIONISTAS: Século XVIII (final) e XIX (início). Objetivo: separação de Portugal (independência). Nacionalistas. Influenciadas pelo iluminismo, independência dos EUA e Revolução Francesa.

Leia mais

Revoltas Coloniais / Nativistas. História do Brasil

Revoltas Coloniais / Nativistas. História do Brasil Revoltas Coloniais / Nativistas História do Brasil Principais Revoltas Coloniais Fim da União Ibérica INSATISFAÇÃO COM A ADMINISTRAÇÃO As revoltas Coloniais Revelavam a insatisfação dos colonos; Dificuldade

Leia mais

CONTINENTE AMERICANO FÍSICO, HUMANO E ECONÔMICO

CONTINENTE AMERICANO FÍSICO, HUMANO E ECONÔMICO CONTINENTE AMERICANO FÍSICO, HUMANO E ECONÔMICO CONHECENDO O CONTINENTE MAIOR EXTENSÃO NO SENTIDO NORTE/SUL SÃO CERCA DE 35 PAÍSES. VARIEDADE DE CULTURAS EM FUNÇÃO DA COLONIZAÇÃO ESTRANGEIRA. FORMAS DE

Leia mais

Colonização da América Espanhola

Colonização da América Espanhola Colonização da América Espanhola A Conquista dos Astecas Conquistador: Hernán Cortéz Aliou-se a La Malinche. Aliou-se a povos dominados pelos Astecas. Imperador Asteca: Montezuma. 1519: início da conquista.

Leia mais

CONQUISTA E COLONIZAÇÃO DA AMÉRICA ESPANHOLA

CONQUISTA E COLONIZAÇÃO DA AMÉRICA ESPANHOLA CONQUISTA E COLONIZAÇÃO DA AMÉRICA ESPANHOLA 1519 -Hernán Cortez (esposa Malitizin) Império Asteca 500 homens Francisco Pizzaro x Atarruaupa (garroteado) Incas 180 homens e 27 cavalos a superioridade

Leia mais

Independência da América Espanhola

Independência da América Espanhola Independência da América Espanhola Nossa América No início do século XIX a América hispânica, inspirada nas idéias liberais do Iluminismo, travou sua guerra de independência vitoriosa contra o colonialismo

Leia mais

Crise do Sistema Colonial: Rebeliões Coloniais e Tentativas de Emancipação

Crise do Sistema Colonial: Rebeliões Coloniais e Tentativas de Emancipação Aula 6 Crise do Sistema Colonial: Rebeliões Coloniais e Tentativas de Emancipação 1 O declínio colonial Setor 1605 2 A crise do Sistema Colonial ealvespr@gmail.com Contexto 1.1 O Declínio Colonial no Brasil

Leia mais

Profª Adriana Moraes

Profª Adriana Moraes Profª Adriana Moraes Definição: um conjunto de atitudes políticas, econômicas e militares que visam a aquisição de territórios coloniais através da conquista e estabelecimento de colonos. Período: séculos

Leia mais

Ideais revolucionários do século XVIII

Ideais revolucionários do século XVIII Ideais revolucionários do século XVIII O que é Liberdade? Simón Bolívar Venezuela? livro pg. 158. Toussanint-L Overture Haiti livro pg.158. Camponeses mexicanos? livro pg. 158. Indígenas do Peru? livro

Leia mais

PRIMEIRO GRANDE ATO DAS COLÔNIAS CONTRA SUAS METRÓPOLES INFLUÊNCIA DAS IDEIAS LIBERAIS

PRIMEIRO GRANDE ATO DAS COLÔNIAS CONTRA SUAS METRÓPOLES INFLUÊNCIA DAS IDEIAS LIBERAIS A importância da independência das colônias inglesas na América é incontestável, pois foi o primeiro grande ato de colônias contra suas metrópole. Elas se colocaram contra a submissão econômica e política

Leia mais

Repúblicas americanas

Repúblicas americanas Repúblicas americanas Herança colonial; Construção dos Estados Nacionais; Grupos políticos: Conservadores: Exército e Igreja; Liberais: Iluministas e Estado laico. Prof. Manoel dos Passos da Silva Costa

Leia mais

Movimentos de Pré- Independência e Vinda da Família Real. Aula 08 Prof. Thiago

Movimentos de Pré- Independência e Vinda da Família Real. Aula 08 Prof. Thiago Movimentos de Pré- Independência e Vinda da Família Real Aula 08 Prof. Thiago Movimentos de Pré- Independência Século XVIII e XIX Crise do mercantilismo e do Estado Absolutista Hegemonia de ideias liberais

Leia mais

Colonização Espanhola na América. Módulo 3

Colonização Espanhola na América. Módulo 3 Colonização Espanhola na América Módulo 3 Século XVI: América inserida no contexto mundial de europeização. Racionalização da exploração das terras, organizando-a politicamente e administrativamente. Os

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO educação do jeito que deve ser

COLÉGIO XIX DE MARÇO educação do jeito que deve ser COLÉGIO XIX DE MARÇO educação do jeito que deve ser 2016 2 a PROVA PARCIAL DE HISTÓRIA Aluno(a): Nº Ano: 8º Turma: Data: 06/08/2016 Nota: Professor(a): Ivana Cavalcanti Riolino Valor da Prova: 40 pontos

Leia mais

AS VÉSPERAS DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

AS VÉSPERAS DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL AS VÉSPERAS DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL CRISE DO SISTEMA COLONIAL Portugal perde colônias no Oriente e o monopólio da Produção de açúcar na América. Pressão da Metrópole x Enriquecimento de da elite Brasileira

Leia mais

Nome Nº Ano Ensino Turma 8º Fund

Nome Nº Ano Ensino Turma 8º Fund Nome Nº Ano Ensino Turma 8º Fund Disciplina Professor Natureza Código / Tipo Trimestre / Ano Data História Valéria Roteiro I 2º / 2016 24/06/2016 Tema Roteiro de Estudos - 2º trimestre 5,0 Caro aluno,

Leia mais

. a d iza r to u a ia p ó C II

. a d iza r to u a ia p ó C II II Sugestões de avaliação História 8 o ano Unidade 5 5 Unidade 5 Nome: Data: 1. Leia o trecho a seguir e faça o que se pede. Admirado como um dos maiores estrategistas militares dos tempos modernos, Napoleão

Leia mais

Espanhóis encontraram comunidades altamente desenvolvidas; monumentos gigantescos em pedra, \escrita, os sistemas matemáticos e a astronomia;

Espanhóis encontraram comunidades altamente desenvolvidas; monumentos gigantescos em pedra, \escrita, os sistemas matemáticos e a astronomia; Espanhóis encontraram comunidades altamente desenvolvidas; monumentos gigantescos em pedra, \escrita, os sistemas matemáticos e a astronomia; calendários mais precisos que o europeu; centros urbanos magníficos;

Leia mais

Revoltas Nativistas e Anticoloniais. Alan

Revoltas Nativistas e Anticoloniais. Alan Revoltas Nativistas e Anticoloniais Alan Fatores iniciais para as revoltas Descontentamentos com o governo metropolitano Choque entre os interesses dos colonos e da Coroa Pressão do Pacto Colonial sobre

Leia mais

A CRISE DO ANTIGO REGIME A INDEPENDÊNCIA DOS EUA

A CRISE DO ANTIGO REGIME A INDEPENDÊNCIA DOS EUA Definição: movimento que inspirado nos princípios iluministas determinou o fim do domínio da Inglaterra sobre as chamadas 13 colônias americanas (atualmente EUA); Quando: 1776; Antecedentes/causas: EUA

Leia mais

1640 > Fim da União Ibérica Comércio com Buenos Aires e contrabando Rei de São Paulo: Amador Bueno da Ribeira. Amador Bueno recusou o título de rei e

1640 > Fim da União Ibérica Comércio com Buenos Aires e contrabando Rei de São Paulo: Amador Bueno da Ribeira. Amador Bueno recusou o título de rei e REVOLTAS COLONIAIS REVOLTAS NATIVISTAS 1640 > Fim da União Ibérica Comércio com Buenos Aires e contrabando Rei de São Paulo: Amador Bueno da Ribeira. Amador Bueno recusou o título de rei e saiu às ruas

Leia mais

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Conteúdo: A Crise Colonial Espanhola

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Conteúdo: A Crise Colonial Espanhola Conteúdo: A Crise Colonial Espanhola Habilidades: Relacionar as consequências da Revolução Francesa no processo de independência da América Latina Quem foram os Libertadores da América? Influência das

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação História 8 o ano Unidade 5 5 Unidade 5 Nome: Data: 1. Elabore um texto utilizando as palavras do quadro. França Napoleão Bonaparte Egito 18 Brumário guerra Constituição 2. Sobre

Leia mais

Prof David Alexandre

Prof David Alexandre Prof David Alexandre Origens Hipótese 1 : Estreito de Bering Hipótese 2 : Via Marítima Civilizações Astecas Maias Incas Quadro Comparativo Brasil Antes de Cabral Grupos Indígenas Brasil Antes de Cabral

Leia mais

REVISÃO I Prof. Fernando.

REVISÃO I Prof. Fernando. REVISÃO I Prof. Fernando Brasil Colônia 1500: Descobrimento ou Conquista? Comunidades indígenas do Brasil Características: heterogeneidade e subsistência. Contato: a partir da colonização efetiva, ocorreu

Leia mais

Revoltas provinciais no período Regencial Brasil século XIX. Colégio Ser! História 8º ano Profª Marilia Coltri

Revoltas provinciais no período Regencial Brasil século XIX. Colégio Ser! História 8º ano Profª Marilia Coltri Revoltas provinciais no período Regencial Brasil século XIX Colégio Ser! História 8º ano Profª Marilia Coltri Revoltas provinciais do período regencial Devido a excessiva centralização do poder político

Leia mais

UDESC 2017/2 HISTÓRIA. Comentário

UDESC 2017/2 HISTÓRIA. Comentário HISTÓRIA Essa questão apresenta no enunciado a data incorreta (1931) da abdicação de Dom Pedro I, que ocorreu em 1831. Dessa forma, aguardamos o parecer da banca. Erros das demais: Revoltas no período

Leia mais

Cipriano Barata,Pe. Agostinho Gomes, Luís Gonzaga das Virgens,João de Deus Lucas Dantas

Cipriano Barata,Pe. Agostinho Gomes, Luís Gonzaga das Virgens,João de Deus Lucas Dantas Inconfidência Mineira Minas Gerais, área principal da mineração aurífera 1789. Elitista Predomínio de mineradores, comerciantes, profissionais liberais, intelectuais e a alta burocracia; (maçonaria) Cláudio

Leia mais

OS POVOS PRÉ-COLOMBIANOS A Independência da América Espanhola

OS POVOS PRÉ-COLOMBIANOS A Independência da América Espanhola OS POVOS PRÉ-COLOMBIANOS A Independência da América Espanhola A origem do homem americano OS POVOS PRÉ-COLOMBIANOS América Pré-Colombiana Os Maias MAIAS Localização Península de Yucatã (México, Belize

Leia mais

A terra antes habitada por indígenas, Paraguai, foi descoberto em 1524, por Aleixo Garcia e Sebastião Caboto, e permaneceu como colônia espanhola de

A terra antes habitada por indígenas, Paraguai, foi descoberto em 1524, por Aleixo Garcia e Sebastião Caboto, e permaneceu como colônia espanhola de A terra antes habitada por indígenas, Paraguai, foi descoberto em 1524, por Aleixo Garcia e Sebastião Caboto, e permaneceu como colônia espanhola de 1530 até 1811, quando conquistou sua independência.

Leia mais

3º ANO / PRÉVEST PROF. Abdulah

3º ANO / PRÉVEST PROF. Abdulah PERÍODO JOANINO (1808-1821) Livro 3 / Módulo 12 (Extensivo Mega) 3º ANO / PRÉVEST PROF. Abdulah TRANSFERÊNCIA DA FAMÍLIA REAL O PROJETO BRAGANTINO (século XVII) de transmigração RAZÕES: - Proximidade com

Leia mais

BRASIL IMPÉRIO REVOLTAS REGENCIAIS. Professor: Edson Martins

BRASIL IMPÉRIO REVOLTAS REGENCIAIS. Professor: Edson Martins BRASIL IMPÉRIO REVOLTAS REGENCIAIS Professor: Edson Martins Cabanagem (1835 1840) A rebelião explodiu no Pará Causas: revolta dos liberais contra o presidente nomeado pelo governo regencial situação de

Leia mais

América Pré-Colombiana (aula 25) Maias Astecas Incas

América Pré-Colombiana (aula 25) Maias Astecas Incas América Pré-Colombiana América Pré-Colombiana (aula 25) Maias Astecas Incas O império Maia Desenvolveu-se entre séc III e XII. Península de Iucatã (sul do México), atualmente territórios da Guatemala,

Leia mais

A INDEPENDÊNCIA DOS EUA. Prof.ª Viviane Jordão

A INDEPENDÊNCIA DOS EUA. Prof.ª Viviane Jordão A INDEPENDÊNCIA DOS EUA Prof.ª Viviane Jordão INTRODUÇÃO A segunda metade do século XVIII está ligada ao surgimento dos ideais iluministas e a crise do Antigo Regime na Europa. Extremamente atrelado ao

Leia mais

Transição da condição colonial para o país livre

Transição da condição colonial para o país livre CUBA Transição da condição colonial para o país livre Cuba era uma ilha habitada por povos indígenas quando tornou-se uma colônia da Espanha em 1509. Após o esgotamento dos metais preciosos, a exploração

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências Humanas Disciplina: História Série: 8ª Ensino Fundamental Professora: Letícia História Atividades para Estudos Autônomos Data: 03 / 10 / 2016 Aluno(a): Nº: Turma:

Leia mais

Independência da América Espanhola

Independência da América Espanhola Independência da América Espanhola Colônias espanholas na América Contexto Século XVIII: mudanças importantes iniciadas e ganhando força: Europa: Espanha e Portugal não dominavam mais o comércio colonial;

Leia mais

CP/ECEME/2007 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

CP/ECEME/2007 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) CP/ECEME/07 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Analisar os fatos históricos, ocorridos durante as crises política, econômica e militar portuguesa/européia

Leia mais

GUERRA DO PARAGUAI. Maior conflito armado da América do Sul

GUERRA DO PARAGUAI. Maior conflito armado da América do Sul GUERRA DO PARAGUAI Maior conflito armado da América do Sul Informações Gerais FICHA TÉCNICA Período: 1864-1870 Duração: quase 6 anos Local: América do Sul Países Envolvidos: Argentina, Brasil, Uruguai

Leia mais

A colonização da América Espanhola

A colonização da América Espanhola A colonização da América Espanhola O que os Espanhóis encontraram aqui na América... Três grandes impérios, além de dezenas de outros povos, que encontravam-se subjugados aos grandes centros populacionais,

Leia mais

1) Com relação ao período colonial, tanto na América Portuguesa quanto na América Espanhola, considere as seguintes afirmações:

1) Com relação ao período colonial, tanto na América Portuguesa quanto na América Espanhola, considere as seguintes afirmações: 1) Com relação ao período colonial, tanto na América Portuguesa quanto na América Espanhola, considere as seguintes afirmações: 1. a mão-de-obra escrava africana, empregada nas atividades econômicas, era

Leia mais

6 - INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA INGLESA

6 - INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA INGLESA 6 - INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA INGLESA Antecedentes históricos Inglaterra durante os séculos XVI e XVII Disputas religiosas (anglicanos x puritanos) e cercamentos de terras (enclosures) Motivaram as minorias

Leia mais

REVOLUÇÃO AMERICANA

REVOLUÇÃO AMERICANA REVOLUÇÃO AMERICANA 1776-1781 CONTEXTO Crise do Antigo Regime na América. Expansão dos ideais Iluministas. Liberalismo político e econômico. Crítica ao Sistema Colonial Consolidação do Estado Burguês na

Leia mais

Movimentos nativistas e emancipacionistas

Movimentos nativistas e emancipacionistas Movimentos nativistas e emancipacionistas Crise do sistema colonial A Revolta de Beckman (1684) Conflito entre os proprietários de terras, a Companhia de Comércio e a missão jesuítica na região. Atividades

Leia mais

ROF.º OTTO TERRA BRASIL: 1º REINADO ( )

ROF.º OTTO TERRA BRASIL: 1º REINADO ( ) ROF.º OTTO TERRA BRASIL: 1º REINADO (1822-1831) Jean Baptiste Debret O RECONHECIMENTO INTERNACIONAL DO BRASIL INDEPENDENTE Estados Unidos da América A Doutrina Monroe (A América para os americanos )

Leia mais

PRIMEIRO REINADO A formação do Estado nacional brasileiro

PRIMEIRO REINADO A formação do Estado nacional brasileiro PRIMEIRO REINADO 1822-1831 A formação do Estado nacional brasileiro 1. A Confederação do Equador A Confederação do Equador foi um movimento político e revolucionário ocorrido na região Nordeste do Brasil

Leia mais

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA ERA NAPOLEÔNICA (1799 1815) Prof. João Gabriel da Fonseca joaogabriel_fonseca@hotmail.com 1 - O CONSULADO (1799 1804): Pacificação interna e externa. Acordos de paz com países vizinhos. Acordo com a Igreja

Leia mais

INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA

INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA CRISE DO SISTEMA COLONIAL E DO ANTIGO REGIME NO CONTINENTE AMERICANO CONTEXTO Crise do Absolutismo (Antigo Regime). Expansão dos ideais Iluministas Liberalismo econômico

Leia mais

14. Brasil: Período Regencial PÁGINAS 18 À 29.

14. Brasil: Período Regencial PÁGINAS 18 À 29. 14. Brasil: Período Regencial PÁGINAS 18 À 29. Política e economia Regência Trina Provisória: Formada pelos senadores Nicolau Vergueiro, José Joaquim de Campos e pelo brigadeiro Francisco de Lima e Silva

Leia mais

Transição da condição colonial para o país livre

Transição da condição colonial para o país livre Transição da condição colonial para o país livre ERA COLONIAL (1521-1810): Conhecido como Nova Espanha, a maior parte das terras era comandada por proprietários espanhóis. Economia e política mexicanas

Leia mais

DA CONQUISTA A COLONIZAÇÃO DAS AMÉRICAS DA CONQUISTA A COLONIZAÇÃO DAS AMÉRICAS. -Atinge as Índias contornando a costa da África

DA CONQUISTA A COLONIZAÇÃO DAS AMÉRICAS DA CONQUISTA A COLONIZAÇÃO DAS AMÉRICAS. -Atinge as Índias contornando a costa da África DA CONQUISTA A COLONIZAÇÃO DAS AMÉRICAS EXPANSÃO MARÍTIMA início século XV ( 1415 ) DA CONQUISTA A COLONIZAÇÃO DAS AMÉRICAS EXPANSÃO MARÍTIMA início século XV ( 1415 ) PORTUGAL -Atinge as Índias contornando

Leia mais

Imperialismo dos EUA na América latina

Imperialismo dos EUA na América latina Imperialismo dos EUA na América latina 1) Histórico EUA: A. As treze colônias, colonizadas efetivamente a partir do século XVII, ficaram independentes em 1776 formando um só país. B. Foram fatores a emancipação

Leia mais

Revisão ª série. Roberson de Oliveira

Revisão ª série. Roberson de Oliveira Revisão 2011 3ª série Roberson de Oliveira Iluminismo - séc. XVIII 1. Definição 2. caracterização: valorização da razão oposição/superioridade em relação à fé promotora do bem-estar, do progresso e da

Leia mais

Século XVIII. Revolução francesa: o fim da Idade Moderna

Século XVIII. Revolução francesa: o fim da Idade Moderna Século XVIII Revolução francesa: o fim da Idade Moderna Marco inicial: tomada da Bastilha Assembleia Nacional Consituinte 1789-1792 Nova Constituição (liberal) para a França; Alta burguesia assume o comando

Leia mais

OS POVOS PRÉ-COLOMBIANOS A Independência da América Espanhola

OS POVOS PRÉ-COLOMBIANOS A Independência da América Espanhola OS POVOS PRÉ-COLOMBIANOS A Independência da América Espanhola A origem do homem americano OS POVOS PRÉ-COLOMBIANOS América Pré-Colombiana Os Maias MAIAS Localização Península de Yucatã (México, Belize

Leia mais

AMÉRICA PRÉ-COLOMBIANA

AMÉRICA PRÉ-COLOMBIANA AMÉRICA COLONIAL AMÉRICA PRÉ-COLOMBIANA A América foi habitada por grupos de caçadores coletores de origem siberiana, que migraram pelo Estreito de Bering durante a última era glacial. Índio, ameríndio

Leia mais

A Exploração do Ouro

A Exploração do Ouro A Mineração A Exploração do Ouro Dois tipos de empreendimentos, que visavam a exploração do ouro, foram organizados: as lavras e as faiscações. As lavras, unidades produtoras relativamente grandes, chegavam

Leia mais

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 25 PRIMEIRO REINADO: RESISTÊNCIAS E RECONHECIMENTO DA INDEPENDÊNCIA

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 25 PRIMEIRO REINADO: RESISTÊNCIAS E RECONHECIMENTO DA INDEPENDÊNCIA HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 25 PRIMEIRO REINADO: RESISTÊNCIAS E RECONHECIMENTO DA INDEPENDÊNCIA Fixação 1) (UNIRIO) Ao compararmos os processos de formação dos Estados Nacionais no Brasil e na América Hispânica,

Leia mais

Independência ou Revolução Americana??

Independência ou Revolução Americana?? Independência ou Revolução Americana?? As Treze Colônias _ As colônias do Norte (Nova Inglaterra): Representou uma região colonial atípica, apresentando características que não se enquadravam nos princípios

Leia mais

SIMON BOLÍVAR E SUA INFLUÊNCIA NA AMÉRICA LATINA

SIMON BOLÍVAR E SUA INFLUÊNCIA NA AMÉRICA LATINA SIMON BOLÍVAR E SUA INFLUÊNCIA NA AMÉRICA LATINA Sergio Fedato BATALHA 1 Orientador: Cláudio José Palma SANCHEZ 2 Resumo: O presente artigo tem como finalidade analisar a importância histórica de Simon

Leia mais

História do Brasil (C) Apostila 2. Prof.ª Celiane

História do Brasil (C) Apostila 2. Prof.ª Celiane História do Brasil (C) Apostila 2 Prof.ª Celiane A mineração A descoberta de ouro na região das Minas Gerais aconteceu no final do século XVII (em 1693). Além das MG muito ouro foi encontrado em GO, MG

Leia mais

AMÉRICA PRÉ-COLOMBIANA E COLONIAL

AMÉRICA PRÉ-COLOMBIANA E COLONIAL AMÉRICA PRÉ-COLOMBIANA E COLONIAL 1 A AMÉRICA PRÉ - COLOMBIANA A) A CIVILIZAÇÃO MAIA: Os gregos da América. Atual sul do México, Guatemala e Honduras (península de Yucatán). Auge séculos IX e X (15 milhões

Leia mais

Conquista e Colonização da América

Conquista e Colonização da América Conquista e Colonização da América Espanhóis, Ingleses, Franceses e Holandeses Séculos XV, XVI e XVII Prof. Me. Diego Fernandes Custódio A Conquista Espanhola O ouro é maravilhoso! Quem o possui tem tudo

Leia mais

PEP/2006 3ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 4,0)

PEP/2006 3ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 4,0) PEP/2006 3ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUESTÃO (Valor 4,0) Examinar as conseqüências dos conflitos ocorridos entre os paises da América do Sul, no período de 1825 a

Leia mais

UNIDADE: DATA: 02 / 12 / 2016 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE HISTÓRIA 8.º ANO/EF

UNIDADE: DATA: 02 / 12 / 2016 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE HISTÓRIA 8.º ANO/EF SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 02 / 2 / 206 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE HISTÓRIA 8.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

AMÉRICA: INDEPENDÊNCIA DA ESPANHA E REPÚBLICAS CAUDILHISTAS

AMÉRICA: INDEPENDÊNCIA DA ESPANHA E REPÚBLICAS CAUDILHISTAS AMÉRICA: INDEPENDÊNCIA DA ESPANHA E REPÚBLICAS CAUDILHISTAS CONTEÚDOS O processo de independência O projeto de Simon Bolívar As repúblicas caudilhistas AMPLIANDO SEUS CONHECIMENTOS A colonização da América

Leia mais

Atividade de Classe 2 os anos Lucas ago /13. Nome: Nº: Turma:

Atividade de Classe 2 os anos Lucas ago /13. Nome: Nº: Turma: História Atividade de Classe 2 os anos Lucas ago /13 Nome: Nº: Turma: Resolver questões de múltipla escolha requer algumas habilidades específicas do aluno. Não basta apenas dominar o conteúdo, é preciso

Leia mais

A colonização da América

A colonização da América A colonização da América As capitulações eram contratos em que a Coroa concedia permissão para explorar, conquistar e povoar terras, fixando direitos e deveres recíprocos Os adelantados eram colonizadores

Leia mais

UNIÃO IBÉRICA E INVASÕES HOLANDESAS. Prof. Victor Creti Bruzadelli

UNIÃO IBÉRICA E INVASÕES HOLANDESAS. Prof. Victor Creti Bruzadelli UNIÃO IBÉRICA E INVASÕES HOLANDESAS Prof. Victor Creti Bruzadelli A união Ibérica (1580-1640) Morte do rei D. João III (1557); Ascensão de D. Sebastião ao poder; Crises sucessórias: D. Sebastião (1578);

Leia mais

BRASIL IMPÉRIO PRIMEIRO REINADO

BRASIL IMPÉRIO PRIMEIRO REINADO BRASIL IMPÉRIO PRIMEIRO REINADO PRIMEIRO REINADO Portugueses em várias províncias tentaram resistir à independência: Bahia Pará Cisplatina apareceram camadas populares para derrotar resistências portuguesas

Leia mais

Colonização Espanhola

Colonização Espanhola Colonização Espanhola COLONIZAÇÃO ESPANHOLA Processo de ocupação territorial, povoamento e exploração comercial do continente americano pelos europeus iniciado logo após o descobrimento da América. Na

Leia mais

EUA: A CONQUISTA DA HEGEMONIA POLITICA E ECONOMICA PROF. NENO

EUA: A CONQUISTA DA HEGEMONIA POLITICA E ECONOMICA PROF. NENO EUA: A CONQUISTA DA HEGEMONIA POLITICA E ECONOMICA PROF. NENO - 2011 Os primeiros colonizadores chegaram à costa atlântica da América do Norte no século XVI. No nordeste, foi introduzida a policultura

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação História 8 o ano Unidade 6 5 Unidade 6 Nome: Data: 1. Observe o esquema e responda às questões. Matérias- -primas Gêneros tropicais Colônia Pacto colonial Metrópole Escravos Produtos

Leia mais

A EXPANSÃO TERRITORIAL, O CICLO DA MINERAÇÃO E AS REVOLTAS COLONIAIS Prof. Maurício Ghedin Corrêa

A EXPANSÃO TERRITORIAL, O CICLO DA MINERAÇÃO E AS REVOLTAS COLONIAIS Prof. Maurício Ghedin Corrêa A EXPANSÃO TERRITORIAL, O CICLO DA MINERAÇÃO E AS REVOLTAS COLONIAIS Prof. Maurício Ghedin Corrêa 1. A EXPANSÃO TERRITORIAL E O BANDEIRISMO Durante a União Ibérica houve um momento de expansão a Oeste.

Leia mais

História B aula 15 História da URSS e a Revolução Mexicana.

História B aula 15 História da URSS e a Revolução Mexicana. História B aula 15 História da URSS e a Revolução Mexicana. Para sair da crise: NEP Nova Política Econômica (1921) recuar nas propostas socialistas e adotar algumas medidas capitalistas (estimular novamente

Leia mais

Planejamento das Aulas de História º ano (Prof. Leandro)

Planejamento das Aulas de História º ano (Prof. Leandro) Planejamento das Aulas de História 2016 7º ano (Prof. Leandro) Fevereiro Aula Programada (As Monarquias Absolutistas) Páginas Tarefa 1 A Formação do Estado Moderno 10 e 11 Mapa Mental 3 Teorias em defesa

Leia mais

2- POR QUE a família real portuguesa se mudou, em 1808, para sua colônia na

2- POR QUE a família real portuguesa se mudou, em 1808, para sua colônia na Atividade de Estudo Geo/História 5º ano Nome: 1- LIGUE os itens abaixo corretamente. 2- POR QUE a família real portuguesa se mudou, em 1808, para sua colônia na América? 3- ASSINALE as afirmativas erradas

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO. Do 3º trimestre - Disciplina: HISTÓRIA

LISTA DE RECUPERAÇÃO. Do 3º trimestre - Disciplina: HISTÓRIA Centro Educacional Sesc Cidadania Ensino Fundamental II Goiânia, / /2017. 7º ano Turma: Nome do (a) Aluno (a): Professor(a): GUILHERME PORTO LISTA DE RECUPERAÇÃO Do 3º trimestre - Disciplina: HISTÓRIA

Leia mais

UD II - ASSUNTO 6 O CONGRESSO DE VIENA E A SANTA ALIANÇA 02 TEMPOS OBJETIVOS:

UD II - ASSUNTO 6 O CONGRESSO DE VIENA E A SANTA ALIANÇA 02 TEMPOS OBJETIVOS: UD II - ASSUNTO 6 O CONGRESSO DE VIENA E A SANTA ALIANÇA 02 TEMPOS OBJETIVOS: -IDENTIFICAR OS OBJETIVOS E OS PRINCÍPIOS DO CONGRESSO. - DEFINIR OS OBJETIVOS E A ATUAÇÃO DA SANTA ALIANÇA. SUMÁRIO: 1.CONCEITUAÇÃO.

Leia mais

BRASIL NO SÉCULO XIX SEGUNDO REINADO

BRASIL NO SÉCULO XIX SEGUNDO REINADO BRASIL NO SÉCULO XIX SEGUNDO REINADO 1840-1889 POLÍTICA INTERNA PODER MODERADOR e CONSELHO DE ESTADO PARLAMENTARISMO ÀS AVESSAS (1847) LIBERAIS E CONSERVADORES NO GABINETE DE MINISTROS PARTIDO LIBERAL

Leia mais

Aula 03 1B REVOLUÇÃO FRANCESA I

Aula 03 1B REVOLUÇÃO FRANCESA I APRESENTAÇÃO Aula 03 1B REVOLUÇÃO FRANCESA I Prof. Alexandre Cardoso REVOLUÇÃO FRANCESA Marco inicial da Idade Contemporânea ( de 1789 até os dias atuais) 1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA

Leia mais

Século XVIII no Brasil. Primeiras rebeliões separatistas

Século XVIII no Brasil. Primeiras rebeliões separatistas Século XVIII no Brasil Primeiras rebeliões separatistas 1789- Inconfidência Mineira Inspiração iluminista liberal Influência da Independência dos Estados Unidos Projeto liberal: capitalismo, desenvolver

Leia mais

ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO

ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO Estudante: 8 Ano/Turma: Educador: Débora Costa C. Curricular: História ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO - Capítulos (2, 3, 4, 5,6, 7, 8, 9,10, 11, 12,13 e 14) Questão 01 A atividade bandeirante marcou a atuação

Leia mais

O IMPÉRIO ULTRAMARINO PORTUGUÊS PROF. FELIPE KLOVAN COLÉGIO JOÃO PAULO I

O IMPÉRIO ULTRAMARINO PORTUGUÊS PROF. FELIPE KLOVAN COLÉGIO JOÃO PAULO I O IMPÉRIO ULTRAMARINO PORTUGUÊS PROF. FELIPE KLOVAN COLÉGIO JOÃO PAULO I AS CONQUISTAS PORTUGUESAS Prof. Felipe Klovan Maior império colonial europeu entre 1415 1557 Várias formas de relação colonial Relações

Leia mais