Síntese e caracterização da Peneira molecular SBA-15 sintetizada a partir da casca de arroz

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Síntese e caracterização da Peneira molecular SBA-15 sintetizada a partir da casca de arroz"

Transcrição

1 Síntese e caracterização da Peneira molecular SBA-15 sintetizada a partir da casca de arroz Liliane Andrade Lima*, Ângela da Costa Nogueira, Meiry Gláucia Freire Rodrigues*. UFCG/CCT/UAEQ/LABNOV. Av. Aprígio Veloso, 882, Bodocongó, CEP , Campina Grande - Paraíba, Brasil. s: INTRODUÇÃO Materiais mesoporosos ordenados apresentam uma série de promissoras de aplicações nos mais diversos campos da alta tecnologia como eletrônica, catálise, materiais nanoestruturados. Esses materiais podem ser sintetizados com diferentes tamanhos e geometrias de poros, exibem elevada área superficial e volume de poros, podem ser modificados superficialmente e normalmente são estáveis termicamente. Dentre as sílicas mesoporosas, a SBA-15, adquiriu importância nas áreas de nanotecnologia. Este material apresenta estrutura hexagonal com poros altamente ordenados e interligados, paredes relativamente espessas [3,1 6,4nm] e notável estabilidade térmica, hidrotérmica e mecânica (ZHAO et al., 1998; MATOS et al., 2001). SBA-15 é sintetizado usando o Tetraetilortosilicato (TEOS) como fonte de sílica e o copolímero tribloco, poli-(oxido etileno)-poli-(oxido propileno)-poli-(oxido etileno) PEO- PPO-PEO como agente direcionador de estrutura (molde). (YOU, 2007). Diante da necessidade de novas rotas de produção de peneiras moleculares cuja importância tecnológica é crescente, neste trabalho vislumbra-se o desenvolvimento de peneiras moleculares do tipo SBA-15 utilizando cinzas de casca de arroz como fonte de cinza. Os materiais obtidos foram caracterizados através das técnicas de difração de raios X (DRX), análise química por espectrometria de raios-x por energia dispersiva (EDX) e Adsorção Física de Nitrogênio (BET).

2 EXPERIMENTAL A síntese da peneira molecular SBA-15 consistiu em duas etapas: tratamento da casca de arroz e a síntese da SBA-15. O tratamento de casca de arroz consistiu em calcinar a casca de arroz a uma temperatura de 600 C, na qual permaneceu por 4 horas. Depois se utilizou um processo de lixiviação no qual consistiu em agitar a casca de arroz em solução de HCl (1 mol/l) à 100 C, por 2 horas. Após a lixiviação a casca residual foi calcinada com as mesma condições submetida ao tratamento térmico descrito anteriormente. A síntese da peneira molecular SBA-15 foi preparada seguindo o procedimento descrito por (CHAREONPANICH et al., 2007), dissolveu-se Plurionic (P123) em água deionizada e HCl (2M), sob agitação mecânica. Em seguida adicionou-se as cinzas de casca de arroz e permaneceu com a agitação durante 24 horas à 40 C. Em seguida o material foi levado à estufa para tratamento hidrotérmico à 95 C por 48 horas. RESULTADOS E DISCUSSÃO Análise química através do espectrômetro de raios-x por energia dispersiva (EDX) A Tabela 1 apresenta os resultados da análise química da casca de arroz, após o tratamento químico. Tabela 1. Composição química da casca de arroz. Amostra SiO 2 (%) Outras substâncias(%) Cinzas de casca de arroz 96,16 3,83 Fonte: Dados da Pesquisa. A partir dos dados apresentados na Tabela 1 verificou-se que a porcentagem de sílica na casca de arroz é bastante elevada, podendo ser utilizada como fonte de sílica na preparação da peneira molecular do tipo SBA-15. Os resultados da composição da amostra de SBA-15 estão mostrados na Tabela 2. Tabela 2. Composição química da amostra SBA-15. Amostra SiO 2 (%) Impurezas (%) SBA-15 95,69 4,31

3 É possível observar a partir do resultado da Tabela 2, que a amostra apresenta alto teor de sílica (SiO 2 ), visto que a peneira molecular SBA-15 possui em sua estrutura composta basicamente por sílica. Difração de Raios X (DRX) A Figura 1 mostra o difratograma de Raios X da amostra SBA-15 sintetizada a partir das cinzas de casca de arroz. Figura 1: Difratograma da amostra SBA-15 sintetizada com cinzade casca de arroz. A partir do difratograma apresentado na Figura 1, verifica-se a presença dos picos formados em 2θ: 0,86, 1,59 e 1,80, referentes aos planos cristalinos, cujos índices de Miller são (1 0 0),(1 1 0) e (2 0 0) respectivamente, segundo a literatura (KUMARAN et al., 2006), são característicos de uma simetria hexagonal bidimensional p6mm, comum a materiais do tipo SBA-15. A Tabela 3 apresenta os valores dos ângulos 2θ, suas respectivas distâncias interplanares no plano (hkl), (d (hkl) ) e o parâmetro mesoporoso a 0 para o plano (1 0 0).

4 Tabela 3. Valores dos ângulos 2θ, suas respectivas distâncias interplanares e o parâmetro mesoporoso a 0 para o plano (1 0 0) para a amostra SBA-15. Amostra 2θ hkl d (hkl) (Å) a 0 (nm) 0, ,9 SBA-15 1, ,63 1, ,35 Adsorção Física de N 2 (BET) A Figura 2 apresenta a isoterma de adsorção-dessorção de N2 a -196 ºC referente à amostra SBA-15. Volume Adsorvido (cm 3 /g) SBA-15 método alternativo(adsorção) SBA-15 método alternativo(dessorção) 0 0,0 0,2 0,4 0,6 0,8 1,0 Pressão Relativa, P/P 0 Figura 2. Isotermas de adsorção-dessorção de N 2 a -196ºC da amostra SBA-15. A isoterma de adsorção/dessorção de N 2 representada na Figura 2 apresenta distribuição de poros na faixa dos mesoporos, do Tipo IV. Duas regiões podem ser distinguidas: a primeira, dada a baixas pressões relativas (P/P0 < 0,2) corresponde à

5 adsorção de N 2 na monocamada; a segunda inflexão dada entre P/P0 = 0,4 1,0 ocorre a condensação capilar característico de materiais mesoporosos (SELVAM et al, 2001; KHODAKOV et al., 2005). A Tabela 4 apresenta os resultados, calculados a partir das isotermas, diâmetro e volume de poros, usando o método de BJH e a área específica, usando o método de BET, das amostras: SBA-15 método convencional e SBA-15 método alternativo. Tabela 4. Análise textural das amostras SBA-15 método convencional e SBA-15 método alternativo. Componentes S BET (m 2 /g) V P total (cm 3 /g) Dp(nm) SBA ,18 5,1 CONCLUSÃO Diante dos resultados da difração de raios-x, verificou-se que a síntese da peneira molecular mesoporosa SBA-15 foi efetiva na obtenção do material desejado, que apresentou picos característicos da peneira molecular SBA-15. Pelo EDX, foi constatado que a peneira molecular SBA-15 apresentou alto teor de sílica, visto que sua estrutura apresenta apenas sílica. Através dos resultados de adsorção física de N 2, as isotermas de adsorção dessorção para as peneiras moleculares SBA-15 foi do tipo IV com histerese do tipo H2 correspondente a materiais mesoporosos. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS CHAREONPANICH M. et al. Short-period synthesis of ordered mesoporous silica SBA-15 using ultrasonic technique. Materials Letters, V.61, p ,2007. KHODAKOV, A. Y. et al. Impact of aqueous impregnation on the long-range ordering mesoporous structure of cobalt containing MCM-41 and SBA-15 materials. Microporous and Mesoporous Materials. v. 79, p , KUMARAN, G. M. et al. Effect of Al-SBA-15 support on catalytic functionalities of hydrotreating catalysts I. Effect of variation of Si/Al ratio on catalytic functionalities. Appl. Catal. V.305, p , 2006

6 MATOS, J. R.; MERCURI, L. P.; KRUK, M.; JARONIEC, M. Toward the Synthesis of Extra-Large-Pore MCM-41 Analogues. Chem. Mater., v. 13, p , SELVAM, P. et al. Recent advances in processing and characterization of periodic mesoporous MCM-41 silicate molecular sieves. Industrial & Engineering Chemistry Research, v. 40, p , YOU, E. Synthesis and Adsorption Studies of the Micro-Mesoporous Material SBA-15. UNIVERSITY OF MASSACHUSETTS AMHERST Tese de Doutorado ZHAO, D., FENG, J., HUO,Q; MELOSH,N; FREDRICKSON.G.H, CHMELKA, B.F., STUCKY, G.D.Triblock copolymer Syntheses of mesoporous silica with periodic 50 to 300 angstrom pores. Science. V.279 p ,1998.

OTIMIZAÇÃO DO TEMPO DE SÍNTESE DA SBA-15 NA PRESENÇA DE CO-SOLVENTE

OTIMIZAÇÃO DO TEMPO DE SÍNTESE DA SBA-15 NA PRESENÇA DE CO-SOLVENTE OTIMIZAÇÃO DO TEMPO DE SÍNTESE DA SBA-15 NA PRESENÇA DE CO-SOLVENTE C. G. A. MISAEL 1, J. S. B. SANTOS 1, COSTA, F. O. 1 e B. V. SOUSA 1 1 Universidade Federal de Campina Grande, Departamento de Engenharia

Leia mais

ESTUDO DA PENEIRA MOLECULAR SBA-15 E DO CATALISADOR 10%CO/SBA-15 PREPARADO VIA MICROONDAS.

ESTUDO DA PENEIRA MOLECULAR SBA-15 E DO CATALISADOR 10%CO/SBA-15 PREPARADO VIA MICROONDAS. ESTUDO DA PENEIRA MOLECULAR SBA-15 E DO CATALISADOR 10%CO/SBA-15 PREPARADO VIA MICROONDAS. J. J. RODRIGUES e M. G. F. RODRIGUES Universidade Federal de Campina Grande, Unidade Acadêmica de Engenharia Química

Leia mais

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DA ZEÓLITA MCM-22

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DA ZEÓLITA MCM-22 SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DA ZEÓLITA MCM-22 1 Pedro dos Santos Dias de Pinho, 2 Maria Isabel Pais da Silva 1 Química Aluno de Engenharia Química, PUC-Rio, Departamento de Química 2 Professora, Doutora do

Leia mais

PREPARAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE MATERIAIS MESOPOROSOS TIPO Si-MCM-41 E AL-MCM-41

PREPARAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE MATERIAIS MESOPOROSOS TIPO Si-MCM-41 E AL-MCM-41 PREPARAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE MATERIAIS MESOPOROSOS TIPO Si-MCM-41 E AL-MCM-41 PREPARAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE MATERIAIS MESOPOROSOS TIPO Si-MCM-41 E AL-MCM-41 Preparation and characterization of Si-MCM-41

Leia mais

MODIFICAÇÃO DE SÍLICA MESOPOROSA APLICADA COMO SISTEMA DE LIBERAÇÃO DE DROGA

MODIFICAÇÃO DE SÍLICA MESOPOROSA APLICADA COMO SISTEMA DE LIBERAÇÃO DE DROGA MODIFICAÇÃO DE SÍLICA MESOPOROSA APLICADA COMO SISTEMA DE LIBERAÇÃO DE DROGA G.F.Andrade, A. Sousa, E.M.B.Sousa R. Prof. Mário Werneck, s/ nº, Campus Universitário- Belo Horizonte- MG, CEP 30.123-970-

Leia mais

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DA PENEIRA MOLECULAR SBA-15: INFLUÊNCIA DA TEMPERATURA

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DA PENEIRA MOLECULAR SBA-15: INFLUÊNCIA DA TEMPERATURA SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DA PENEIRA MOLECULAR SBA-15: INFLUÊNCIA DA TEMPERATURA G. M. de PAULA 1, L. A. LIMA 1 e M. G. F. RODRIGUES 1 1 Universidade Federal de Campina Grande, Unidade Acadêmica de Engenharia

Leia mais

INFLUÊNCIA DA INTRODUÇÃO DE Al E Ti NAS CARACTERÍSTICAS DO SUPORTE MESOPOROSO HMS

INFLUÊNCIA DA INTRODUÇÃO DE Al E Ti NAS CARACTERÍSTICAS DO SUPORTE MESOPOROSO HMS INFLUÊNCIA DA INTRODUÇÃO DE Al E Ti NAS CARACTERÍSTICAS DO SUPORTE MESOPOROSO Aluna: Renata Vidal Martins Orientadora: Maria Isabel Pais Co-Orientador: Jhonny Huertas Flores 1. Introdução Atualmente, uma

Leia mais

REMOÇÃO DE ENXOFRE EM COMBUSTÍVEIS POR ADSORÇÃO EM MATERIAIS MESOPOROSOS ORDENADOS

REMOÇÃO DE ENXOFRE EM COMBUSTÍVEIS POR ADSORÇÃO EM MATERIAIS MESOPOROSOS ORDENADOS Departamento de Química REMOÇÃO DE ENXOFRE EM COMBUSTÍVEIS POR ADSORÇÃO EM MATERIAIS MESOPOROSOS ORDENADOS Maria Luiza de Melo Moreira E-mail: ml.moreira@ymail.com Maria Isabel Pais E-mail: isapais@puc-rio.br

Leia mais

EFEITO DA TEMPERATURA DE CALCINAÇÃO NAS PROPRIEDADES TEXTURAIS DE ÓXIDO DE NIÓBIO

EFEITO DA TEMPERATURA DE CALCINAÇÃO NAS PROPRIEDADES TEXTURAIS DE ÓXIDO DE NIÓBIO EFEITO DA TEMPERATURA DE CALCINAÇÃO NAS PROPRIEDADES TEXTURAIS DE ÓXIDO DE NIÓBIO Cristine Munari Steffens 1, Simoní Da Ros 2, Elisa Barbosa-Coutinho 2, Marcio Schwaab 3 1 Apresentador; 2 Co-autor; 3 Orientador.

Leia mais

EFEITO DA CONCENTRAÇÃO DO ÁCIDO CLORÍDRICO NA ATIVAÇÃO ÁCIDA DA ARGILA BENTONÍTICA BRASGEL

EFEITO DA CONCENTRAÇÃO DO ÁCIDO CLORÍDRICO NA ATIVAÇÃO ÁCIDA DA ARGILA BENTONÍTICA BRASGEL EFEITO DA CONCENTRAÇÃO DO ÁCIDO CLORÍDRICO NA ATIVAÇÃO ÁCIDA DA ARGILA BENTONÍTICA BRASGEL Guilherme C. de Oliveira¹*, Caio H. F. de Andrade¹, Marcílio Máximo Silva¹, Herve M. Laborde¹, Meiry G. F. Rodrigues¹

Leia mais

5. Conclusões e Sugestões

5. Conclusões e Sugestões 185 5. Conclusões e Sugestões 5.1. Conclusões Os resultados obtidos através das diversas técnicas de caracterização dos suportes HMS (DDA), HMS (TDA) e SBA-15, assim como das diversas amostras de cobalto

Leia mais

REMOÇÃO DE ENXOFRE EM COMBUSTÍVEIS POR ADSORÇÃO EM MATERIAIS MESOPOROS ORDENADOS

REMOÇÃO DE ENXOFRE EM COMBUSTÍVEIS POR ADSORÇÃO EM MATERIAIS MESOPOROS ORDENADOS REMOÇÃO DE ENXOFRE EM COMBUSTÍVEIS POR ADSORÇÃO EM MATERIAIS MESOPOROS ORDENADOS Aluna: Marianna Rangel Antunes Orientadora: Maria Isabel Pais Introdução A queima de combustíveis que possuem enxofre em

Leia mais

ESTUDO DO PROCESSO DE ADSORÇÃO DE AZUL DE METILENO EM MEIO AQUOSO EMPREGANDO SILICA SBA-15 COMO ADSORVENTE RESUMO

ESTUDO DO PROCESSO DE ADSORÇÃO DE AZUL DE METILENO EM MEIO AQUOSO EMPREGANDO SILICA SBA-15 COMO ADSORVENTE RESUMO ESTUDO DO PROCESSO DE ADSORÇÃO DE AZUL DE METILENO EM MEIO AQUOSO EMPREGANDO SILICA SBA-15 COMO ADSORVENTE G. R. F. GONÇALVES 1*, O. R. R GANDOLFI 1, J. G. PIMENTEL², C. M. VELOSO³, R. C. I. FONTAN 4,

Leia mais

AVALIAÇÃO ESTRUTURAL DO SUPORTE SILICOALUMINOFOSFÁTICO ATRAVÉS DA DIFRAÇÃO DE RAIOS-X OBTIDO COM DIFERENTES TEMPOS DE SÍNTESE

AVALIAÇÃO ESTRUTURAL DO SUPORTE SILICOALUMINOFOSFÁTICO ATRAVÉS DA DIFRAÇÃO DE RAIOS-X OBTIDO COM DIFERENTES TEMPOS DE SÍNTESE AVALIAÇÃO ESTRUTURAL DO SUPORTE SILICOALUMINOFOSFÁTICO ATRAVÉS DA DIFRAÇÃO DE RAIOS-X OBTIDO COM DIFERENTES TEMPOS DE SÍNTESE Henryli Alecrim Sobreira¹, Thaise Gomes Pereira¹, Pedro Augusto de Silva Freitas¹,

Leia mais

Síntese de Peneiras Moleculares Mesoporosas do tipo SBA-15 e MCM-41

Síntese de Peneiras Moleculares Mesoporosas do tipo SBA-15 e MCM-41 Síntese de Peneiras Moleculares Mesoporosas do tipo SBA-15 e MCM-41 Liliane Andrade Lima*, Bianca Viana de Sousa, Meiry Gláucia Freire Rodrigues*. UFCG/CCT/UAEQ/LABNOV. Av. Aprígio Veloso, 882, Bodocongó,

Leia mais

CATALISADORES NiMo SUPORTADOS EM ZEÓLITA BETA PREPARADOS VIA IMPREGNAÇÃO SECA

CATALISADORES NiMo SUPORTADOS EM ZEÓLITA BETA PREPARADOS VIA IMPREGNAÇÃO SECA CATALISADORES NiMo SUPORTADOS EM ZEÓLITA BETA PREPARADOS VIA IMPREGNAÇÃO SECA Danielle de Lima Vieira 1 ; Maria Wilma Nunes Cordeiro Carvalho² ; Rucilana Patrícia Bezerra Cabral 3 1 Universidade Federal

Leia mais

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE CATALISADORES DE Co E Fe PARA REAÇÃO DE FISCHER-TROPSCH

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE CATALISADORES DE Co E Fe PARA REAÇÃO DE FISCHER-TROPSCH SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE CATALISADORES DE Co E Fe PARA REAÇÃO DE FISCHER-TROPSCH Aluna: Bárbara Carlos Bassane Orientadora: Maria Isabel Pais Introdução Desde a Revolução Industrial, o crescimento da

Leia mais

PRODUÇÃO DE ZEÓLITAS A PARTIR DE CAULIM PARA ADSORÇÃO DE COBRE

PRODUÇÃO DE ZEÓLITAS A PARTIR DE CAULIM PARA ADSORÇÃO DE COBRE PRODUÇÃO DE ZEÓLITAS A PARTIR DE CAULIM PARA ADSORÇÃO DE COBRE E. C. RODRIGUES¹, H. S. ALMEIDA², J. C. F. REIS JR 1, A. C. P. A. SANTOS 1, P. R. O. BRITO 1 e J. A. S. SOUZA 1 1 Universidade Federal do

Leia mais

UFRRJ INSTITUTO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA QUÍMICA DISSERTAÇÃO

UFRRJ INSTITUTO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA QUÍMICA DISSERTAÇÃO UFRRJ INSTITUTO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA QUÍMICA DISSERTAÇÃO Peneiras Moleculares MCM-41 Apresentando Propriedades Ácidas Obtidas Por Várias

Leia mais

Efeito da temperatura de calcinação na atividade fotocatalítica do TiO 2 na degradação do fenol.

Efeito da temperatura de calcinação na atividade fotocatalítica do TiO 2 na degradação do fenol. Efeito da temperatura de calcinação na atividade fotocatalítica do TiO 2 na degradação do fenol. Gislaine Cristina Alves, (FATEB) E-mail: gislainecristina.90@hotmail.com PallomaAmaressa, (FATEB) E-mail:amaressa@msn.com

Leia mais

Síntese e caracterização de catalisadores zeolíticos do tipo ZSM-12 utilizando diferentes fontes de alumínio

Síntese e caracterização de catalisadores zeolíticos do tipo ZSM-12 utilizando diferentes fontes de alumínio SCIENTIA PLENA VOL. 6, NUM. 12 2010 www.scientiaplena.org.br Síntese e caracterização de catalisadores zeolíticos do tipo ZSM-12 utilizando diferentes fontes de alumínio Marília R. F. S. Moraes 1, Daniela

Leia mais

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE NANOPARTICULAS DE NIO PELO MÉTODO PECHINI

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE NANOPARTICULAS DE NIO PELO MÉTODO PECHINI SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE NANOPARTICULAS DE NIO PELO MÉTODO PECHINI A. Nascimento 1, M. A. Ribeiro 1, M. I. B. Bernardi 2, A. C.F.M. Costa 1, L. Gama 1 Autor Correspondente: alluskynha@hotmail.com 1

Leia mais

DRIFRAÇÃO DE RAIOS-X

DRIFRAÇÃO DE RAIOS-X DRIFRAÇÃO DE RAIOS-X Prof. Márcio Antônio Fiori Prof. Jacir Dal Magro O espectro eletromagnético luz visível raios-x microondas raios gama UV infravermelho ondas de rádio Comprimento de onda (nm) Absorção,

Leia mais

OBTENÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE CATALISADORES NiMo- SAPO-5 COM DIFERENTES RAZÕES SiO 2 /Al 2 O 3.

OBTENÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE CATALISADORES NiMo- SAPO-5 COM DIFERENTES RAZÕES SiO 2 /Al 2 O 3. OBTENÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE CATALISADORES NiMo- SAPO-5 COM DIFERENTES RAZÕES SiO 2 /Al 2 O 3. A. U. Antunes Júnior 1 ; C. E. T. Leite 1 ; K. R. O. Pereira 2 ; M. W. N. C. Carvalho 1 ; T. G. PEREIRA 1

Leia mais

Obtenção de benzeno a partir do gás natural utilizando catalisadores Fe-Mo/ZSM-5

Obtenção de benzeno a partir do gás natural utilizando catalisadores Fe-Mo/ZSM-5 Obtenção de benzeno a partir do gás natural utilizando catalisadores Fe-Mo/ZSM-5 L. P. MALLMANN 1 e O. W. P. LOPEZ 1 1 Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Departamento de Engenharia Química E-mail

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS FACULDADE DE QUÍMICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS FACULDADE DE QUÍMICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS FACULDADE DE QUÍMICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA Cristiane Teixeira Diniz SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO

Leia mais

UFRRJ INSTITUTO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA QUÍMICA DISSERTAÇÃO

UFRRJ INSTITUTO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA QUÍMICA DISSERTAÇÃO UFRRJ INSTITUTO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA QUÍMICA DISSERTAÇÃO OBTENÇÃO DE ZEÓLITA β MESOPOROSA POR SÍNTESE DIRETA CARLOS RAYMUNDO FILHO 2011

Leia mais

DIFRAÇÃO DE RAIOS X DRX

DIFRAÇÃO DE RAIOS X DRX DIFRAÇÃO DE RAIOS X DRX O espectro eletromagnético luz visível raios-x microondas raios gama UV infravermelho ondas de rádio Comprimento de onda (nm) Raios Absorção, um fóton de energia é absorvido promovendo

Leia mais

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE ÓXIDOS SIMPLES E MISTOS DE NÍQUEL E ZINCO

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE ÓXIDOS SIMPLES E MISTOS DE NÍQUEL E ZINCO SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE ÓXIDOS SIMPLES E MISTOS DE NÍQUEL E ZINCO Pinheiro, M. D. B. ; Lira, W. M. P. ; Zamian, J. R. ; Costa, E. F. ; Filho, G. N. R. Departamento de Química, Universidade Federal

Leia mais

PREPARAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE MATERIAIS HÍBRIDOS A PARTIR DA CRISOTILA NATURAL.

PREPARAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE MATERIAIS HÍBRIDOS A PARTIR DA CRISOTILA NATURAL. PREPARAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE MATERIAIS HÍBRIDOS A PARTIR DA CRISOTILA NATURAL. Giraldelli, M.G.; Silva, M.L.C.P. Estrada do campinho s/n,lorena,são Paulo,Brasil.CP-116, CEP 12600-000 marciogiraldelli@hotmail.com

Leia mais

Solange Assunção Quintella SÍNTESE, CARACTERIZAÇAO E PROPRIEDADES CATALICAS DA PENEIRA MOLECULAR NANOESTRUTURADA MODIFICADA COM LANTANIO

Solange Assunção Quintella SÍNTESE, CARACTERIZAÇAO E PROPRIEDADES CATALICAS DA PENEIRA MOLECULAR NANOESTRUTURADA MODIFICADA COM LANTANIO Solange Assunção Quintella SÍNTESE, CARACTERIZAÇAO E PROPRIEDADES CATALICAS DA PENEIRA MOLECULAR NANOESTRUTURADA MODIFICADA COM LANTANIO Tese de Doutorado apresentada ao Programa de Pós-graduação em Química

Leia mais

UTILIZAÇÃO DA PENEIRA MOLECULAR SBA-15 NA REMOÇÃO DO CORANTE AZUL REATIVO BF-5G

UTILIZAÇÃO DA PENEIRA MOLECULAR SBA-15 NA REMOÇÃO DO CORANTE AZUL REATIVO BF-5G UTILIZAÇÃO DA PENEIRA MOLECULAR SBA-15 NA REMOÇÃO DO CORANTE AZUL REATIVO BF-5G G. M. Paula 1 ; L. A. Lima 1 ; M. F. Mota 1 ; M. G. F. Rodrigues 1 1-Departamento de Engenharia Química Universidade Federal

Leia mais

Difração. Espectrometria por Raios X 28/10/2009. Walmor Cardoso Godoi, M.Sc. http://ww.walmorgodoi.com

Difração. Espectrometria por Raios X 28/10/2009. Walmor Cardoso Godoi, M.Sc. http://ww.walmorgodoi.com Difração Espectrometria por Raios X Fenômeno encontrado enquanto ondas (sísmicas, acústicas, ondas de água, ondas eletromagnéticos, luz visível, ondas de rádio, raios X) encontram um obstáculo teia de

Leia mais

Síntese e Caracterização de Peneiras Moleculares Mesoporosas do Tipo SBA-15 Impregnadas com Níquel e Molibdênio

Síntese e Caracterização de Peneiras Moleculares Mesoporosas do Tipo SBA-15 Impregnadas com Níquel e Molibdênio Síntese e Caracterização de Peneiras Moleculares Mesoporosas do Tipo SBA-15 Impregnadas com Níquel e Molibdênio FROTA, Ronaldo Oliveira da. Aluno de Graduação da UERN, ronaldodeboer_89@hotmail.com; YUSEF,

Leia mais

IMOBILIZAÇÃO DE LIPASE EM SBA-15 POR ADSORÇÃO E LIGAÇÃO COVALENTE: ESTUDO COMPARATIVO NA REAÇÃO DE HIDRÓLISE DO AZEITE DE OLIVA

IMOBILIZAÇÃO DE LIPASE EM SBA-15 POR ADSORÇÃO E LIGAÇÃO COVALENTE: ESTUDO COMPARATIVO NA REAÇÃO DE HIDRÓLISE DO AZEITE DE OLIVA IMOBILIZAÇÃO DE LIPASE EM SBA-15 POR ADSORÇÃO E LIGAÇÃO COVALENTE: ESTUDO COMPARATIVO NA REAÇÃO DE HIDRÓLISE DO AZEITE DE OLIVA S. M. P. MARCUCCI 1, E. R. ZANATTA 2, L. S. da SILVA 1, R. Z. RAIA 1 G. M.

Leia mais

ESTUDO DA ATIVAÇÃO ÁCIDA DE UMA ARGILA BENTONITA

ESTUDO DA ATIVAÇÃO ÁCIDA DE UMA ARGILA BENTONITA ESTUDO DA ATIVAÇÃO ÁCIDA DE UMA ARGILA BENTONITA ESTUDO DA ATIVAÇÃO ÁCIDA DE UMA ARGILA BENTONITA Study on the acid activation of a bentonite clay Recebimento: 12/08/2010 - Aceite: 27/10/2010 BERTELLA,

Leia mais

Cristalização da zeólita ZSM-5 através do método de conversão de gel seco

Cristalização da zeólita ZSM-5 através do método de conversão de gel seco Cristalização da zeólita ZSM-5 através do método de conversão de gel seco J. R. SANTOS 1, F. L. dos SANTOS 1, A.O.S. da SILVA 1, S. L. ALENCAR 1, B. J. B. da SILVA 1 1 Universidade Federal de Alagoas,

Leia mais

OBTENÇÃO DE ÓXIDO DE ESTANHO ATRAVÉS DE HIDRÓLISE CONTROLADA SnCl 2 A.G. RAMALHÃO (1), E.R. LEITE (1), E. LONGO (1), J.A.

OBTENÇÃO DE ÓXIDO DE ESTANHO ATRAVÉS DE HIDRÓLISE CONTROLADA SnCl 2 A.G. RAMALHÃO (1), E.R. LEITE (1), E. LONGO (1), J.A. OBTENÇÃO DE ÓXIDO DE ESTANHO ATRAVÉS DE HIDRÓLISE CONTROLADA SnCl 2 A.G. RAMALHÃO (1), E.R. LEITE (1), E. LONGO (1), J.A. VARELA (2) (1) UFSCar CMDMC-LIEC-DQ, (2) UNESP CMDMC-LIEC-IQ RESUMO Os estudos

Leia mais

Desenvolvimento e Caracterização de Filme Zeolítico Y Sobre α-alumina

Desenvolvimento e Caracterização de Filme Zeolítico Y Sobre α-alumina Desenvolvimento e Caracterização de Filme Zeolítico Y Sobre α-alumina Ana Paula Araújo a*, Valmir José da Silva a, Aline Cadígena Lima Patricio a, Savana Barbosa de Brito Lélis Villar a, Meiry Glaúcia

Leia mais

ARRANJOS ATÔMICOS. Química Aplicada

ARRANJOS ATÔMICOS. Química Aplicada ARRANJOS ATÔMICOS Química Aplicada Sólidos Sólidos 1. Arranjo Periódico de Átomos SÓLIDO: Constituído por átomos (ou grupo de átomos) que se distribuem de acordo com um ordenamento bem definido; Esta regularidade:

Leia mais

DIFERENÇAS NAS CARACTERÍSTICAS FÍSICA E TEXTURAL DO ÓXIDO DE GRAFITE EM FUNÇÃO DA VARIAÇÃO DA TEMPERATURA DE OXIDAÇÃO.

DIFERENÇAS NAS CARACTERÍSTICAS FÍSICA E TEXTURAL DO ÓXIDO DE GRAFITE EM FUNÇÃO DA VARIAÇÃO DA TEMPERATURA DE OXIDAÇÃO. DIFERENÇAS NAS CARACTERÍSTICAS FÍSICA E TEXTURAL DO ÓXIDO DE GRAFITE EM FUNÇÃO DA VARIAÇÃO DA TEMPERATURA DE OXIDAÇÃO. V.S.S.A. Ferreira 1 ; F. Vieira 1 ; H. A.Vespúcio 1 ; N. G. Rosa 1 ; G. M. Trindade

Leia mais

ESTUDO DA REMOÇÃO DE ENXOFRE DA MISTURA PROPANOTIOL EM CICLOHEXENO UTILIZANDO A ZnBETA-0,5% COMO ADSORVENTE

ESTUDO DA REMOÇÃO DE ENXOFRE DA MISTURA PROPANOTIOL EM CICLOHEXENO UTILIZANDO A ZnBETA-0,5% COMO ADSORVENTE ESTUDO DA REMOÇÃO DE ENXOFRE DA MISTURA PROPANOTIOL EM CICLOHEXENO UTILIZANDO A ZnBETA-0,5% COMO ADSORVENTE Cleide A. Melo 1, Rucilana P. B. Cabral 2, Maria Wilma N. C. Carvalho 3, Celmy Maria B. M. Barbosa

Leia mais

nome de Química do C1. De uma maneira geral é possível dividir estes produtos em três categorias:

nome de Química do C1. De uma maneira geral é possível dividir estes produtos em três categorias: ,1752'8d 2 O gás natural é composto, principalmente, de metano (até 98%) e por alguns hidrocarbonetos de maior peso molecular (de C 2 a C 6 ) além dos diluentes N 2 e CO 2. Com o uso crescente de petróleo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA OBTENÇÃO DE SÍLICAS MESOPOROSAS SBA-15 E SBA-16 COM POROS GRANDES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA OBTENÇÃO DE SÍLICAS MESOPOROSAS SBA-15 E SBA-16 COM POROS GRANDES UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA OBTENÇÃO DE SÍLICAS MESOPOROSAS SBA-15 E SBA-16 COM POROS GRANDES Jeann Diniz Ferreira Lima Orientador: Prof. Dr. Luiz Constantino Grombone

Leia mais

INFLUÊNCIA DO CROMO E NIÓBIO NO CATALISADOR NA REAÇÃO DE DECOMPOSIÇÃO DO ISOPROPANOL

INFLUÊNCIA DO CROMO E NIÓBIO NO CATALISADOR NA REAÇÃO DE DECOMPOSIÇÃO DO ISOPROPANOL INFLUÊNCIA DO CROMO E NIÓBIO NO CATALISADOR NA REAÇÃO DE DECOMPOSIÇÃO DO ISOPROPANOL M. C. de ALMEIDA MONTEIRO 1, J. A. J. RODRIGUES 2, G. G. CORTEZ 1 1 Departamento de Engenharia Química, Laboratório

Leia mais

PREPARAÇÃO DA PENEIRA MOLECULAR Al-SBA-15 COMO CATALISADOR E TESTES NA REAÇÃO DE BIODIESEL

PREPARAÇÃO DA PENEIRA MOLECULAR Al-SBA-15 COMO CATALISADOR E TESTES NA REAÇÃO DE BIODIESEL PREPARAÇÃO DA PENEIRA MOLECULAR Al-SBA-15 COMO CATALISADOR E TESTES NA REAÇÃO DE BIODIESEL J. C. Marinho 1, T. L. A. Barbosa 1, M. G. F. Rodrigues 1 1 Universidade Federal de Campina Grande UFCG, Campus

Leia mais

REMOÇÃO DE COBRE UTILIZANDO ALUMINOFOSFATOS (AlPOs) OBTIDOS VIA SÍNTESE IONOTÉRMICA

REMOÇÃO DE COBRE UTILIZANDO ALUMINOFOSFATOS (AlPOs) OBTIDOS VIA SÍNTESE IONOTÉRMICA REMOÇÃO DE COBRE UTILIZANDO ALUMINOFOSFATOS (AlPOs) OBTIDOS VIA SÍNTESE IONOTÉRMICA A. C. MARTINS 1, R. F. FELISBINO 2 e L. A. M. RUOTOLO 1 1 Universidade Federal de São Carlos, Departamento de Engenharia

Leia mais

INFLUÊNCIA DA AGITAÇÃO NO MÉTODO HIDROTÉRMICO DA PENEIRA MOLECULAR MCM-41

INFLUÊNCIA DA AGITAÇÃO NO MÉTODO HIDROTÉRMICO DA PENEIRA MOLECULAR MCM-41 INFLUÊNCIA DA AGITAÇÃO NO MÉTODO HIDROTÉRMICO DA PENEIRA MOLECULAR MCM-41 Josiele Souza Batista Santos 1 ; Carlos Eduardo Pereira 2 ; Bianca Viana de Sousa 3 1 Universidade Federal de Campina Grande, Unidade

Leia mais

Prof. João Maria Soares UERN/DF/Mossoró E-mail: joaomsoares@gmail.com

Prof. João Maria Soares UERN/DF/Mossoró E-mail: joaomsoares@gmail.com Prof. João Maria Soares UERN/DF/Mossoró E-mail: joaomsoares@gmail.com 1. Estrutura cristalina redes de Bravais 2. Principais estruturas cristalinas 3. Sistemas cristalinos 4. Simetria e grupos de simetria

Leia mais

COMPARAÇÃO DE DIFERENTES TÉCNICAS DE INCORPORAÇÃO DO ÓXIDO DE COBALTO NA PENEIRA MOLECULAR SBA-15

COMPARAÇÃO DE DIFERENTES TÉCNICAS DE INCORPORAÇÃO DO ÓXIDO DE COBALTO NA PENEIRA MOLECULAR SBA-15 COMPARAÇÃO DE DIFERENTES TÉCNICAS DE INCORPORAÇÃO DO ÓXIDO DE COBALTO NA PENEIRA MOLECULAR SBA-15 F.O. COSTA 1, J.S. ALBUQUERQUE 1, B. V. de SOUSA 1 1 Universidade Federal de Campina Grande, Unidade Acadêmica

Leia mais

ARGILA VERDE-CLARO, EFEITO DA TEMPERATURA NA ESTRUTURA: CARACTERIZAÇÃO POR DRX

ARGILA VERDE-CLARO, EFEITO DA TEMPERATURA NA ESTRUTURA: CARACTERIZAÇÃO POR DRX 1 ARGILA VERDE-CLARO, EFEITO DA TEMPERATURA NA ESTRUTURA: CARACTERIZAÇÃO POR DRX Silva, M.L.P. da (1*) ; Sousa, B. V. (1**) Rodrigues, M.G.F. (2) Rua Lino Gomes da Silva, 154 Bairro São José Campina Grande

Leia mais

PREPARAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DO CATALISADOR COM ÓXIDO DE CÉRIO E MOLIBDÊNIO (CeO2 MoO3) SUPORTADO NA MCM-41.

PREPARAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DO CATALISADOR COM ÓXIDO DE CÉRIO E MOLIBDÊNIO (CeO2 MoO3) SUPORTADO NA MCM-41. PREPARAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DO CATALISADOR COM ÓXIDO DE CÉRIO E MOLIBDÊNIO (CeO2 MoO3) SUPORTADO NA MCM-41. T. R. B. Barros 1 ; E. L. S. Souza 1 ; B. V. de Sousa 1 1 Departamento de Engenharia Química

Leia mais

SÍNTESE DE REDES INTERPENETRANTES DE GEL POLIMÉRICO EM SÍLICA NANOPOROSA ESTRUTURALMENTE ORDENADA PARA BIOAPLICAÇÃO

SÍNTESE DE REDES INTERPENETRANTES DE GEL POLIMÉRICO EM SÍLICA NANOPOROSA ESTRUTURALMENTE ORDENADA PARA BIOAPLICAÇÃO Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear - CDTN-CNEN SÍNTESE DE REDES INTERPENETRANTES DE GEL POLIMÉRICO EM SÍLICA NANOPOROSA ESTRUTURALMENTE ORDENADA PARA BIOAPLICAÇÃO Bolsista: Izabella Antunes

Leia mais

Palavras-chave: Cinza de casca de arroz, Argamassa, Pozonanicidade, Resíduo. 1 Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Brasil

Palavras-chave: Cinza de casca de arroz, Argamassa, Pozonanicidade, Resíduo. 1 Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Brasil Caracterização de Cinza de Casca de Arroz Com e Sem Queima Controlada Utilizadas em Argamassas RIGHI Débora P. 1, a, NAKANISHI Elizabete Y.B. 2, b e MOHAMAD Gihad 3, c 1 Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE MATERIAL MICRO- MESOESTRUTURADO A PARTIR DE PRECURSORES MICROPOROSOS.

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE MATERIAL MICRO- MESOESTRUTURADO A PARTIR DE PRECURSORES MICROPOROSOS. Universidade de Brasília Instituto de Química Programa de Pós-Graduação em Química SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE MATERIAL MICRO- MESOESTRUTURADO A PARTIR DE PRECURSORES MICROPOROSOS. Dissertação de Mestrado

Leia mais

DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

DISSERTAÇÃO DE MESTRADO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E ENGENHARIA DE MATERIAIS DISSERTAÇÃO DE MESTRADO Síntese e Impregnação de Peneiras

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PIBIC/CNPq/INPE)

RELATÓRIO FINAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PIBIC/CNPq/INPE) SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE ÓXIDO DE GRAFENO E/OU GRAFENO PELO MÉTODO DE OXIDAÇÃO QUÍMICA DA GRAFITE VISANDO SUAS APLICAÇÕES COMO MATERIAIS NANOESTRUTURADOS EM CAPACITORES ELETROQUÍMICOS RELATÓRIO FINAL

Leia mais

SÍNTESE QUÍMICA DE NANOCERÂMICAS VISANDO APLICAÇÕES EM ODONTOLOGIA

SÍNTESE QUÍMICA DE NANOCERÂMICAS VISANDO APLICAÇÕES EM ODONTOLOGIA Ciências da Vida - Odontologia SÍNTESE QUÍMICA DE NANOCERÂMICAS VISANDO APLICAÇÕES EM ODONTOLOGIA Moysés Barbosa de Araújo Junior 1 Alejandra Hortencia Miranda González 2 Palavras-chaves Nanocerâmicas;

Leia mais

Aula Prática 1. Análise de Difração de Raios X (DRX) Centro de Engenharia Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas

Aula Prática 1. Análise de Difração de Raios X (DRX) Centro de Engenharia Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas Aula Prática 1 Análise de Difração de Raios X (DRX) Centro de Engenharia Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas Raios-X Raios-X são uma forma de radiação eletromagnética com alta energia e pequeno comprimento

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA TÉCNICAS DE ANÁLISE

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA TÉCNICAS DE ANÁLISE UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA TÉCNICAS DE ANÁLISE CMA CIÊNCIA DOS MATERIAIS 2º Semestre de 2014 Prof. Júlio César Giubilei

Leia mais

IX Congresso Brasileiro de Análise Térmica e Calorimetria 09 a 12 de novembro de 2014 Serra Negra SP - Brasil

IX Congresso Brasileiro de Análise Térmica e Calorimetria 09 a 12 de novembro de 2014 Serra Negra SP - Brasil ESTUDO TERMOANALÍTICO DE COMPÓSITOS DE POLI(ETILENO-CO-ACETATO DE VINILA) COM BAGAÇO DE CANA-DE-AÇÚCAR Carla R. de Araujo, Igor B. de O. Lima, Cheila G. Mothé Departamento de Processos Orgânicos - Escola

Leia mais

Estrutura de Sólidos Cristalinos. Profa. Dra Daniela Becker

Estrutura de Sólidos Cristalinos. Profa. Dra Daniela Becker Estrutura de Sólidos Cristalinos Profa. Dra Daniela Becker Bibliografia Callister Jr., W. D. Ciência e engenharia de materiais: Uma introdução. LTC, 5ed., cap 3, 2002. Shackelford, J.F. Ciências dos Materiais,

Leia mais

Contribuição ao Estudo da Pelotização de Minério de Manganês

Contribuição ao Estudo da Pelotização de Minério de Manganês Contribuição ao Estudo da Pelotização de Minério de Manganês Fernando Freitas Lins x João Battista Bruno 1. Introdução A pelotização é um dos processos de aglomeração de finos mais atraente devido principalmente

Leia mais

Catalisador NiMoP suportado em Alumina para o Refino de Petróleo

Catalisador NiMoP suportado em Alumina para o Refino de Petróleo Catalisador NiMoP suportado em Alumina para o Refino de Petróleo Caio Henrique Pinheiro, Camila Rocha Lima, Jorge D. de Souza, Amanda C. de Souza e Daniela C. S. Duarte Universidade do Vale do Paraíba/Laboratório

Leia mais

Escola de Engenharia de Lorena USP - Cinética Química Capítulo 05 Reações Irreversiveis a Volume Varíavel

Escola de Engenharia de Lorena USP - Cinética Química Capítulo 05 Reações Irreversiveis a Volume Varíavel 1 - Calcule a fração de conversão volumétrica (ε A) para as condições apresentadas: Item Reação Condição da Alimentação R: (ε A ) A A 3R 5% molar de inertes 1,5 B (CH 3 ) O CH 4 + H + CO 30% em peso de

Leia mais

Estudo do Tratamento Mecanoquímico da Bauxita do Nordeste do Pará

Estudo do Tratamento Mecanoquímico da Bauxita do Nordeste do Pará Estudo do Tratamento Mecanoquímico da Bauxita do Nordeste do Pará Rachel Dias dos Santos Estagiária de Nível Superior, Instituto de Química, UFRJ. João Alves Sampaio Orientador, Eng. Minas, D. Sc. Fernanda

Leia mais

DESENVOLVIMENTO E CARACTERIZAÇÃO DE COMPÓSITO COM PROPRIEDADES PIEZOMAGNÉTICAS PARA POSSÍVEL APLICAÇÃO COMO BIOMATERIAL

DESENVOLVIMENTO E CARACTERIZAÇÃO DE COMPÓSITO COM PROPRIEDADES PIEZOMAGNÉTICAS PARA POSSÍVEL APLICAÇÃO COMO BIOMATERIAL DESENVOLVIMENTO E CARACTERIZAÇÃO DE COMPÓSITO COM PROPRIEDADES PIEZOMAGNÉTICAS PARA POSSÍVEL APLICAÇÃO COMO BIOMATERIAL Paulo Adolfo Barboza FREITAS 1, Rossemberg Cardoso BARBOSA 2, Rodrigo Azevedo OLIVEIRA

Leia mais

MATERIAIS MESOPOROSOS ORDENADOS APLICADOS COMO SISTEMAS PARA LIBERAÇÃO CONTROLADA DE DROGAS. Andreza de Sousa

MATERIAIS MESOPOROSOS ORDENADOS APLICADOS COMO SISTEMAS PARA LIBERAÇÃO CONTROLADA DE DROGAS. Andreza de Sousa Comissão Nacional de Energia Nuclear CENTRO DE DESENVOLVIMENTO DA TECNOLOGIA NUCLEAR Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia das Radiações, Minerais e Materiais. MATERIAIS MESOPOROSOS ORDENADOS

Leia mais

Síntese e caracterização de materiais mesoporosos modificados com níquel para a captura de CO 2

Síntese e caracterização de materiais mesoporosos modificados com níquel para a captura de CO 2 Cerâmica 60 (2014) 482-489 482 Síntese e caracterização de materiais mesoporosos modificados com níquel para a captura de (Synthesis and characterization of mesoporous materials modified by nickel for

Leia mais

PRODUÇÃO DE ALUMINOSSILICATOS A PARTIR DE CINZAS DE BAGAÇO DE CANA-DE-AÇÚCAR E SUA UTILIZAÇÃO PARA REMOÇÃO DE ÍONS COBRE DE SOLUÇÕES AQUOSAS

PRODUÇÃO DE ALUMINOSSILICATOS A PARTIR DE CINZAS DE BAGAÇO DE CANA-DE-AÇÚCAR E SUA UTILIZAÇÃO PARA REMOÇÃO DE ÍONS COBRE DE SOLUÇÕES AQUOSAS PRODUÇÃO DE ALUMINOSSILICATOS A PARTIR DE CINZAS DE BAGAÇO DE CANA-DE-AÇÚCAR E SUA UTILIZAÇÃO PARA REMOÇÃO DE ÍONS COBRE DE SOLUÇÕES AQUOSAS F. A. Cunha 1 ; P. H. Britto-Costa 1 ; L. A. M. Ruotolo 1 1-Departamento

Leia mais

V 2 O 5 /TiO 2, especificamente, o vanádio encontra-se altamente disperso. Os resultados de XPS indicaram a presença de íons V 4+ e V 5+ nos

V 2 O 5 /TiO 2, especificamente, o vanádio encontra-se altamente disperso. Os resultados de XPS indicaram a presença de íons V 4+ e V 5+ nos Resumo Os óxidos mistos V 2 O 5 /SiO 2, V 2 O 5 /TiO 2 e V 2 O 5 /Al 2 O 3 foram sintetizados pelo método sol-gel, bem como seus correspondentes óxidos puros, SiO 2, TiO 2 e Al 2 O 3. Os óxidos mistos

Leia mais

6º CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM PETRÓLEO E GÁS

6º CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM PETRÓLEO E GÁS 6º CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM PETRÓLEO E GÁS TÍTULO DO TRABALHO: Produção de biocombustível a partir do óleo de Girassol através do craqueamento termocatalítico utilizando o

Leia mais

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE CATALISADORES DE CO E FE PARA REAÇÃO DE FISCHER-TROPSCH.

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE CATALISADORES DE CO E FE PARA REAÇÃO DE FISCHER-TROPSCH. SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE CATALISADORES DE CO E FE PARA REAÇÃO DE FISCHER-TROPSCH. Aluna: Marcelle Tainara Vilela Martins Lipman Orientadora: Maria Isabel Pais Introdução Os catalisadores são amplamente

Leia mais

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE NANOTUBOS DE NITRETO DE BORO. 30123-901, Belo Horizonte, MG, Brazil, email: tiago.hilario@hotmail.

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE NANOTUBOS DE NITRETO DE BORO. 30123-901, Belo Horizonte, MG, Brazil, email: tiago.hilario@hotmail. SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE NANOTUBOS DE NITRETO DE BORO T. H. Ferreira 1 e E. M. B. Sousa 1 1 Serviço de Nanotecnologia, Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear, 30123-901, Belo Horizonte, MG,

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DE MATERIAIS CATALÍTICOS

CARACTERIZAÇÃO DE MATERIAIS CATALÍTICOS INPE-15252-PUD/198 CARACTERIZAÇÃO DE MATERIAIS CATALÍTICOS Janiciara Botelho Silva José Augusto Jorge Rodrigues Maria do Carmo de Andrade Nono Qualificação de Doutorado do Curso de Pós-Graduação em Engenharia

Leia mais

Departamento de Física - ICE/UFJF Laboratório de Física II

Departamento de Física - ICE/UFJF Laboratório de Física II CALORIMETRIA 1 Objetivos Gerais: Determinação da capacidade térmica C c de um calorímetro; Determinação do calor específico de um corpo de prova; *Anote a incerteza dos instrumentos de medida utilizados:

Leia mais

SÍNTESE DE MATERIAL ADSORVENTE UTILIZANDO REJEITO DE CAULIM, LAMA VERMELHA E CASCA DE ARROZ COMO FONTE DE SÍLICA E ALUMINA

SÍNTESE DE MATERIAL ADSORVENTE UTILIZANDO REJEITO DE CAULIM, LAMA VERMELHA E CASCA DE ARROZ COMO FONTE DE SÍLICA E ALUMINA 1 SÍNTESE DE MATERIAL ADSORVENTE UTILIZANDO REJEITO DE CAULIM, LAMA VERMELHA E CASCA DE ARROZ COMO FONTE DE SÍLICA E ALUMINA Edileide Alves dos Santos 1 - Unifesspa Silvio Alex Pereira da Mota 2 - Unifesspa

Leia mais

DESEMPENHO DO CATALISADOR KF-SiO2 NA SÍNTESE DE BIODIESEL¹

DESEMPENHO DO CATALISADOR KF-SiO2 NA SÍNTESE DE BIODIESEL¹ Revista Brasileira de Energias Renováveis DESEMPENHO DO CATALISADOR KF-SiO2 NA SÍNTESE DE BIODIESEL¹ Carolline Rodrigues Ranucci², Helton José Alves³, Cristie Luis Kugelmeier 4, Kenia Gabriela dos Santos

Leia mais

MÉTODOS CROMATOGRÁFICOS

MÉTODOS CROMATOGRÁFICOS MÉTODOS CROMATOGRÁFICOS Aula 5 Cromatografia a Gás Profa. Daniele Adão CROMATÓGRAFO CROMATOGRAMA Condição para utilização da CG Misturas cujos constituintes sejam VOLÁTEIS Para assim dissolverem-se, pelo

Leia mais

SÍLICAS MESOPOROSAS SBA-15 MODIFICADAS COM AMINAS CÍCLICAS SÍNTESE, CARACTERIZAÇÃO E ADSORÇÃO DE CÁTIONS.

SÍLICAS MESOPOROSAS SBA-15 MODIFICADAS COM AMINAS CÍCLICAS SÍNTESE, CARACTERIZAÇÃO E ADSORÇÃO DE CÁTIONS. UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE QUIMICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA Laboratório de Compostos de Coordenação e Química de Superfície TESE

Leia mais

EMPREGO DE ETANOL COMO ALTERNATIVA PARA A SÍNTESE DE ZSM-5

EMPREGO DE ETANOL COMO ALTERNATIVA PARA A SÍNTESE DE ZSM-5 EMPREGO DE ETANOL COMO ALTERNATIVA PARA A SÍNTESE DE ZSM-5 J. K. ALBIERO 1, M. SCHWAAB 1, E. BARBOSA-COUTINHO 2 e F. de CASTILHOS 1 1 Universidade Federal de Santa Maria, Departamento de Engenharia Química,

Leia mais

Anais. Naviraí/MS - Brasil. Organização. Coordenação. Comitê Científico

Anais. Naviraí/MS - Brasil. Organização. Coordenação. Comitê Científico Organização Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul Gerência da Unidade de Naviraí Coordenação do Curso de Química Coordenação do Curso de Tecnologia em Alimentos Coordenação Prof. Dr. Alberto Adriano

Leia mais

Recuperação de Metais Contidos em Catalisadores Exauridos.

Recuperação de Metais Contidos em Catalisadores Exauridos. Recuperação de Metais Contidos em Catalisadores Exauridos. Flávio de Almeida Lemos Bolsista Capacitação Institucional, D.Sc. Ivan Ondino de Carvalho Masson Orientador, Engenheiro Químico, D. Sc. Resumo

Leia mais

EFICIÊNCIA DE DIFERENTES REAGENTES NA DEGRADAÇÃO DE MATÉRIA ORGÂNICA DE EFLUENTES LÍQUIDOS

EFICIÊNCIA DE DIFERENTES REAGENTES NA DEGRADAÇÃO DE MATÉRIA ORGÂNICA DE EFLUENTES LÍQUIDOS Eixo Temático: Ciências Ambientais e da Terra EFICIÊNCIA DE DIFERENTES REAGENTES NA DEGRADAÇÃO DE MATÉRIA ORGÂNICA DE EFLUENTES LÍQUIDOS Tiago José da Silva 1 Ana Clara de Barros 2 Daiane de Moura Costa

Leia mais

Avaliação da degradação de fenol via fotocatálise direta e sensibilizada

Avaliação da degradação de fenol via fotocatálise direta e sensibilizada Avaliação da degradação de fenol via fotocatálise direta e sensibilizada Veronice Slusarski Santana e Nádia Regina Camargo Fernandes Machado * Departamento de Engenharia Química, Universidade Estadual

Leia mais

CAPACIDADE TÉRMICA E CALOR ESPECÍFICO 612EE T E O R I A 1 O QUE É TEMPERATURA?

CAPACIDADE TÉRMICA E CALOR ESPECÍFICO 612EE T E O R I A 1 O QUE É TEMPERATURA? 1 T E O R I A 1 O QUE É TEMPERATURA? A temperatura é a grandeza física que mede o estado de agitação das partículas de um corpo. Ela caracteriza, portanto, o estado térmico de um corpo.. Podemos medi la

Leia mais

SÍNTESE DE CATALISADORES DE ÓXIDO DE CÉRIO SUPORTADOS NA PENEIRA MOLECULAR MCM-41

SÍNTESE DE CATALISADORES DE ÓXIDO DE CÉRIO SUPORTADOS NA PENEIRA MOLECULAR MCM-41 SÍNTESE DE CATALISADORES DE ÓXIDO DE CÉRIO SUPORTADOS NA PENEIRA MOLECULAR MCM-41 E. L. S. SOUZA 1, T. R. B. BARROS 1, B. V. de SOUSA 1 1 Universidade Federal de Campina Grande, Unidade Acadêmica de Engenharia

Leia mais

Create PDF with GO2PDF for free, if you wish to remove this line, click here to buy Virtual PDF Printer

Create PDF with GO2PDF for free, if you wish to remove this line, click here to buy Virtual PDF Printer MODIFICAÇÃO SUPERFICIAL DE CERÂMICAS ZrO 2(1-X) -MgO (x) (0 X Mg 1) SINTETIZADAS PELO MÉTODO PECHINI P. J. B. Marcos * e D. Gouvêa ** * Mestre em Engenharia de Materiais pelo Departamento de Engenharia

Leia mais

AVALIAÇÃO DE DIFERENTES SISTEMAS DE REMOÇÃO DE SURFACTANTE EM PENEIRAS MOLECULARES MESOPOROSAS TIPO SiMCM-41 e AlMCM-41.

AVALIAÇÃO DE DIFERENTES SISTEMAS DE REMOÇÃO DE SURFACTANTE EM PENEIRAS MOLECULARES MESOPOROSAS TIPO SiMCM-41 e AlMCM-41. AVALIAÇÃO DE DIFERENTES SISTEMAS DE REMOÇÃO DE SURFACTANTE EM PENEIRAS MOLECULARES MESOPOROSAS TIPO SiMCM-41 e AlMCM-41. A. J. Schwanke 1* ; M. Costa 2 ; S. B. C Pergher 2 1-Programa de Pós Graduação em

Leia mais

Desenvolvimento de catalisadores de cobalto e molibdênio suportados em materiais tipo MCM-41 para a hidrodessulfurização de frações de petróleo

Desenvolvimento de catalisadores de cobalto e molibdênio suportados em materiais tipo MCM-41 para a hidrodessulfurização de frações de petróleo UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA QUÍMICA Tese de Doutorado Desenvolvimento de catalisadores de

Leia mais

Capítulo 2. A 1ª Lei da Termodinâmica

Capítulo 2. A 1ª Lei da Termodinâmica Capítulo 2. A 1ª Lei da Termodinâmica Parte 1: trabalho, calor e energia; energia interna; trabalho de expansão; calor; entalpia Baseado no livro: Atkins Physical Chemistry Eighth Edition Peter Atkins

Leia mais

SÍNTESE DE PIGMENTOS ENCAPSULADOS À BASE DE Fe, Co E Si PELA ROTA DOS PRECURSORES POLIMÉRICOS. Grande do Norte IFRN

SÍNTESE DE PIGMENTOS ENCAPSULADOS À BASE DE Fe, Co E Si PELA ROTA DOS PRECURSORES POLIMÉRICOS. Grande do Norte IFRN SÍNTESE DE PIGMENTOS ENCAPSULADOS À BASE DE Fe, Co E Si PELA ROTA DOS PRECURSORES POLIMÉRICOS D. S. S. M. Macêdo 1 ; O. C. Macêdo Neto 1 ; M. L. N. Varela 2 ; C. A. Paskocimas 1 1 Universidade Federal

Leia mais

Ciência de Materiais. LEGI. ESTRUTURA CRISTALINA. 1. I) Desenhe em cubos unitários os planos com os seguintes índices de Miller:

Ciência de Materiais. LEGI. ESTRUTURA CRISTALINA. 1. I) Desenhe em cubos unitários os planos com os seguintes índices de Miller: 1. I) Desenhe em cubos unitários os planos com os seguintes índices de Miller: a) ( 1 0 1) b) ( 0 3 1) c) ( 1 2 3) II) Desenhe em cubos unitários as direcções com os seguintes índices: a) [ 1 0 1] b) [

Leia mais

ESTUDO DA ADSORÇÃO DE CO2/N2 EM MCM-41 PREVISTO POR SIMULAÇÃO MOLECULAR

ESTUDO DA ADSORÇÃO DE CO2/N2 EM MCM-41 PREVISTO POR SIMULAÇÃO MOLECULAR ESTUDO DA ADSORÇÃO DE CO2/N2 EM MCM-41 PREVISTO POR SIMULAÇÃO MOLECULAR A. E. O. Lima 1 ; D. V. Gonçalves 1 ; S. M. P. Lucena 1 1 - Grupo de Pesquisa em Separação por Adsorção (GPSA) - Departamento de

Leia mais

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO TÉRMICO DA QUADRA MULTIFUNCIONAL DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO CEARÁ, BRASIL.

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO TÉRMICO DA QUADRA MULTIFUNCIONAL DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO CEARÁ, BRASIL. AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO TÉRMICO DA QUADRA MULTIFUNCIONAL DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO CEARÁ, BRASIL. Adeildo Cabral da Silva, Professor-Pesquisador, Construção Civil, Centro Federal de

Leia mais

ANÁLISE TERMOGRAVIMÉTRICA NA CARACTERIZAÇÃO DE CARBONO HIDROTÉRMICO

ANÁLISE TERMOGRAVIMÉTRICA NA CARACTERIZAÇÃO DE CARBONO HIDROTÉRMICO ANÁLISE TERMOGRAVIMÉTRICA NA CARACTERIZAÇÃO DE CARBONO HIDROTÉRMICO Laís G. Fregolente ¹, Márcia C. Bisinoti 1, Altair B. Moreira 1, Odair P. Ferreira 2 ¹ Departamento de Química, IBILCE/UNESP, São José

Leia mais

TRATAMENTO DE EFLUENTES (CORANTE REATIVO AZUL BF-5G) UTILIZANDO ARGILA BRASGEL COMO ADSORVENTE

TRATAMENTO DE EFLUENTES (CORANTE REATIVO AZUL BF-5G) UTILIZANDO ARGILA BRASGEL COMO ADSORVENTE TRATAMENTO DE EFLUENTES (CORANTE REATIVO AZUL BF-5G) UTILIZANDO ARGILA BRASGEL COMO ADSORVENTE Fernanda Siqueira Lima; Antonielly dos Santos Barbosa; Meiry Gláucia Freire Rodrigues Universidade Federal

Leia mais

Reforma catalítica do metano sobre 1,5%Ni/α-Al 2. O 3 dopado com elementos metálicos diferentes

Reforma catalítica do metano sobre 1,5%Ni/α-Al 2. O 3 dopado com elementos metálicos diferentes Cerâmica 8 (12) 186-194 186 Reforma catalítica do metano sobre 1,%Ni/α-Al 2 dopado com elementos metálicos diferentes (Catalytic reforming of methane over 1.%Ni/α-Al 2 doped with different metallic elements)

Leia mais

2015 Dr. Walter F. de Azevedo Jr. Lei de Bragg e Espaço Recíproco

2015 Dr. Walter F. de Azevedo Jr. Lei de Bragg e Espaço Recíproco 2015 Dr. Walter F. de Azevedo Jr. 000000000000000000000000000000000000000 000000000000000000000000000000000000000 000000000000111111111110001100000000000 000000000001111111111111111111000000001 000000000111111111111111111111111000000

Leia mais

Testando Nanotubos de Carbono : Sensores de Gás

Testando Nanotubos de Carbono : Sensores de Gás 5 Testando Nanotubos de Carbono : Sensores de Gás Nos últimos anos a investigação da estrutura eletrônica de nanotubos de carbono têm atraído crescente interesse, e recentemente a síntese de nanotubos

Leia mais