Princípios de Eletricidade e Magnetismo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Princípios de Eletricidade e Magnetismo"

Transcrição

1 Princípios de Eletricidade e Magnetismo Engenharias 1

2 Ementa Eletrostática Carga Elétrica Condutores e Isolantes Processos de Eletrização Lei de Coulomb Campo Elétrico Potencial Elétrico Circuitos I Tensão Corrente elétrica Resistência Efeito Joule Lei de Ohm Equipamentos de bancada Circuitos elétricos Circuitos II Associação de Resistores; Leis das Malhas; Leis dos Nós Eletromagnetismo Imã/Bússola Lei de Faraday Lei de Lenz Força magnética Campo magnético Transformador 2

3 Bibliografia PAUL, Tipler A.; MOSCA, Gene. FÍSICA PARA CIENTISTAS E ENGENHEIROS: Eletricidade e Magnetismo, Ótica. 5. ed. Rio de Janeiro: LTC, v. WALKER, Jearl; HALLIDAY, David; RESNICK, Robert. Fundamentos de física: volume 3: eletromagnetismo. LTC, TIPLER, Paul A. Física: volume 2. LTC, GUSSOW, Milton. Eletricidade Básica. 2ª Edição

4 Calendário de Atividades CALENDÁRIO DE ATIVIDADES Atividade Pontuação Data Atividades Av. Casa 01/02 2 pontos 29/08; 19/09 Relatório Primeiro Laboratório 1 ponto 19/09/16 Primeira Avaliação 7 pontos 26/09/16 Atividades Av. Casa 03/04 2 pontos 17/10;21/11 Relatório Segundo Laboratório 1 ponto 17/10/16 Relatório Terceiro Laboratório 1 ponto 21/11/16 Segunda Avaliação 6 pontos 28/11/16 Avaliação Segunda Chamada 12/12 a 14/12 Exame Especial 19/12 a 22/12 4

5 Eletricidade Eletrostática: Aula 1 5

6 Átomos Toda matéria é constituída por átomos. Estrutura atômica Prótons (carga positiva) Nêutrons Elétrons (carga negativa) Átomo no estado natural: Número de prótons é igual ao número de elétrons. Equilíbrio elétrico 6

7 Átomos Número atômico (Z) É o número de prótons de um átomo. Número de massa (A) Número de prótons e nêutrons existentes no núcleo de um átomo Massa atômica Massa cuja unidade representa 1/12 da massa de um átomo de Carbono-12. Representação: Exemplos: 7

8

9 Átomos Núcleo atômico Os nêutrons e os prótons compõem o núcleo atômico e os elétrons se localizam na eletrosfera. Os prótons e os nêutrons possuem massa 2000 vezes maior que os elétrons. 9

10 Átomos Eletrosfera A eletrosfera é formada por camadas ou orbitas A última camada da eletrosfera é denominada camada de valência 10

11 Distribuição dos elétrons na eletrosfera Cada camada ou órbita de um átomo pode conter no máximo um determinado número de elétrons 11

12 Distribuição dos elétrons na eletrosfera 12

13 Eletrosfera Deslocamento de elétrons Quando aplicada energia externa, os elétrons presentes nas últimas camadas a absorvem e assumem um estado de excitação. Quando excitados, os elétrons se deslocam para camadas mais externas. Quando não existem camadas mais externas para se deslocarem, os elétrons se desprendem da eletrosfera. Dão origem aos elétrons livres. 13

14 Eletrosfera Deslocamento de elétrons 14

15 Materiais condutores e isolantes CONDUTORES Materiais que apresentam maior facilidade em perder elétrons Apresentam uma maior concentração de elétrons livres Exemplos: Cobre, ouro, prata, alumínio ISOLANTES Materiais que apresentam menor facilidade em perder elétrons Apresentam uma menor concentração de elétrons livres Exemplos: Borracha, vidro, cerâmica 15

16 Ionização dos corpos Como certos átomos são capazes de ceder elétrons e outros são capazes de receber, é possível produzir uma transferência de elétrons de um corpo à outro. Quando isso ocorre, um corpo apresentará excesso de prótons e o outro apresentará excesso de elétrons. Esse processo é denominado: Ionização dos corpos 16

17 Conservação da carga Após o processo de ionização, a soma da carga elétrica dos dois corpos permanece constante Lei da Conservação da Carga Elétrica É o principio em física que estipula que a carga elétrica não pode ser criada ou destruída. 17

18 Quantização da carga A carga elétrica em um corpo é dada pelo número de prótons ou número de elétrons em excesso A quantidade de carga elétrica de um corpo é dada por: Q = ± n e onde: Q é a quantidade de carga elétrica de um corpo n é o número de prótons ou elétrons em excesso e é a Carga Elementar Carga Elementar Carga, em Coulombs, de um elétron ou um próton: e = 1, C ou e + = +1, C Unidade SI é em Coulombs (C) 18

19 Exemplos Sabendo que um átomo no seu estado natural apresenta: nº prótons = nº elétrons Qual é a carga elétrica desse átomo? Um certo corpo apresenta uma carga de +50nC. Quantos elétrons foram transferidos (perdidos) para produzir esta carga, isto é, quantos prótons existem a mais que elétrons nesse corpo? 19

20 Lei das cargas elétricas Cargas iguais se repelem e cargas opostas se atraem. 20

21 Lei das cargas elétricas O que está acontecendo na situação ao lado? 21

22 Eletrização Processo capaz de provocar a ionização dos corpos Surgimento de cargas devida a diferença entre o número de prótons e elétrons em um corpo. Tipos de eletrização: Eletrização por atrito Eletrização por contato Eletrização por indução 22

23 Eletrização Eletrização por atrito Dois corpos de matérias diferentes. Um dos corpos perde elétrons e o outro os recebe. Surgimento de cargas opostas. 23

24 Eletrização Eletrização por atrito 24

25 Eletrização Eletrização por contato Troca de cargas devido o contato. Procuram se equilibrar. Surgimento de cargas com sinais iguais. 25

26 Eletrização Eletrização por contato 26

27 Eletrização Eletrização por indução Aproximação de um corpo carregado (indutor) de um corpo neutro (induzido). A formação de cargas depende do aterramento do corpo induzido. 27

28 Eletrização Eletrização por indução 28

29 Eletrização por Contato, Atrito e Indução Eletrização por Indução Ao se aproximar um objeto carregado negativa ou positivamente de uma superfície condutora, pode-se observar que as cargas de natureza oposta ao da barra serão atraídas e as iguais repelidas, conforme a animação abaixo: Exemplo: Eletrização de dois corpos carregados, gerando corpos com cargas distintas 2 o ) 4 o ) Agora os corpos foram colocados em contato um com o outro, 3 o formando ) um único corpo carregado. Os corpos foram afastados um dos outros, de maneira que volta- se a ter dois corpos com cargas distintos, ainda sobre efeito da barra. Uma barra negativamente carregada(com valor de carga superior ao dos corpos) é aproximada. Com isto, há a repulsão das cargas de mesma natureza e a atração com a natureza oposta 1 o ) 5 o ) Dois corpos carregados(neutros) equidistantes entre sim. Eles estão isolados do apoio pois, a base é de acrílico. Por fim, o bastão é removido, cessando a força de indução sobre as cargas, que novamente se distribuem na superfícies, gerando dois corpos com naturezas de cargas distintas

30 Exercício Considere quatro corpos inicialmente neutros: A, B, C e D. O corpo A tratase de um pedaço de seda, o corpo B é um bastão de vidro e os corpos C e D são compostos por um material desconhecido. Os corpos acima foram eletrizados da seguinte forma: 1. Os corpos A e B foram atritados; 2. O corpo B foi colocado em contato com o corpo C 3. O corpo C foi colocado próximo ao corpo D, que por sua vez foi aterrado. Qual a carga de cada um dos corpos no final do processo de eletrização? 30

ELETRICIDADE. Professor Paulo Christakis, M.Sc. 20/10/2016 1

ELETRICIDADE. Professor Paulo Christakis, M.Sc. 20/10/2016 1 ELETRICIDADE 20/10/2016 1 Eletricidade é dividida em: Eletrostática: parte da Eletricidade que estuda as cargas elétricas em repouso. Eletrodinâmica: parte da Eletricidade que estuda as cargas elétricas

Leia mais

ELETRICIDADE. Introdução 1: A palavra eletricidade provem do grego, da palavra eléktron, que significa âmbar.

ELETRICIDADE. Introdução 1: A palavra eletricidade provem do grego, da palavra eléktron, que significa âmbar. ELETRICIDADE Introdução 1: A palavra eletricidade provem do grego, da palavra eléktron, que significa âmbar. O âmbar é um tipo de resina fóssil, de origem vegetal, utilizado na fabricação de utensílios.

Leia mais

Cap. 1 Princípios da Eletrostática

Cap. 1 Princípios da Eletrostática Cap. 1 Princípios da Eletrostática Instituto Federal Sul-rio-grandense Curso Técnico em Eletromecânica Disciplina de Eletricidade Básica Prof. Rodrigo Souza Sumário 1 - Princípios da Eletrostática 1.1

Leia mais

Capítulo 21: Cargas Elétricas

Capítulo 21: Cargas Elétricas 1 Carga Elétrica Capítulo 21: Cargas Elétricas Carga Elétrica: propriedade intrínseca das partículas fundamentais que compõem a matéria. As cargas elétricas podem ser positivas ou negativas. Corpos que

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE LINHAS DE TRANSMISSÃO

CONSTRUÇÃO DE LINHAS DE TRANSMISSÃO CONSTRUÇÃO DE LINHAS DE TRANSMISSÃO NOÇÕES DE PROJETO E CONSTRUÇÃO DACQ.C Revisão: Mai/2007 Direitos autorais reservados a Furnas Centrais Elétricas S.A. DACQ.C Divisão de Apoio e Controle de Qualidade

Leia mais

FÍSICA III FÍSICA III BIBLIOGRAFIA BÁSICA

FÍSICA III FÍSICA III BIBLIOGRAFIA BÁSICA 04/02/2015 FÍSICA III FÍSICA III Estuda a natureza e seus fenômenos em seus aspectos mais gerais. Analisa suas relações e propriedades, além de descrever e explicar a maior parte de suas consequências.

Leia mais

Unidade 8. Eletricidade e Magnetismo

Unidade 8. Eletricidade e Magnetismo Unidade 8 Eletricidade e Magnetismo Eletrostática e Eletrodinâmica Os fenômenos elétricos estão associados aos elétrons. Cargas Elétricas As cargas elétricas podem ser positivas ou negativas Cargas opostas

Leia mais

Bacharelado em Engenharia Civil

Bacharelado em Engenharia Civil Bacharelado em Engenharia Civil Disciplina: Física III Prof a.: D rd. Mariana de F. Gardingo Diniz mariana_gardingo@yahoo.com.br EMENTA Carga elétrica. Campo elétrico. Lei de Gauss. Potencial elétrico.

Leia mais

Cargas Elétricas: ELETROSTÁTICA

Cargas Elétricas: ELETROSTÁTICA Cargas Elétricas: ELETROSTÁTICA Capítulo 10 4º bimestre Colégio Contato Unidade Farol Professora Thaís Freitas 9º ano - 2015 A eletrostática, basicamente, é a parte da eletricidade que estuda as cargas

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETROTÉCNICA ELETRICIDADE E MAGNESTISMO - ET72F Profª Elisabete N Moraes

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETROTÉCNICA ELETRICIDADE E MAGNESTISMO - ET72F Profª Elisabete N Moraes UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETROTÉCNICA ELETRICIDADE E MAGNESTISMO - ET72F Profª Elisabete N Moraes ELETRIZAÇÃO Eletrostática Estuda os fenômenos elétricos em

Leia mais

ELETRIZAÇÃO E FORÇA DE COULOMB

ELETRIZAÇÃO E FORÇA DE COULOMB ELETRIZAÇÃO E FORÇA DE COULOMB 1. (FUVEST 2008) Três esferas metálicas, M 1, M 2 e M 3, de mesmo diâmetro e montadas em suportes isolantes, estão bem afastadas entre si e longe de outros objetos. Inicialmente

Leia mais

ELETRICIDADE 1 ELETROSTÁTICA. Estrutura atômica, Carga Elétrica e Eletrização

ELETRICIDADE 1 ELETROSTÁTICA. Estrutura atômica, Carga Elétrica e Eletrização ELETRICIDADE 1 ELETROSTÁTICA Estrutura atômica, Carga Elétrica e Eletrização Professor: Danilo Carvalho de Gouveia Slides elaborados a partir da aula do prof. Amaury Menezes e referências complementares

Leia mais

Eletricidade. Profa. Ana Barros. Curso Eletricista -Montador

Eletricidade. Profa. Ana Barros. Curso Eletricista -Montador Eletricidade Profa. Ana Barros Curso Eletricista -Montador Janeiro 2009 Plano de Curso 1) Carga Elétrica 1.1 Propriedades 1.2 Estrutura atômica 2) Isolantes e condutores 3) Processos de Eletrização 3.1

Leia mais

01- (UPF-RS) Um corpo que tenha sido eletrizado com uma carga de 10μC deverá ter recebido, aproximadamente, em elétrons:

01- (UPF-RS) Um corpo que tenha sido eletrizado com uma carga de 10μC deverá ter recebido, aproximadamente, em elétrons: Arrastão 2 o EM sem resolução 01- (UPF-RS) Um corpo que tenha sido eletrizado com uma carga de 10μC deverá ter recebido, aproximadamente, em elétrons: 02-(UEPG-PR) Considere quatro esferas metálicas idênticas

Leia mais

Linha do Tempo. 400 a.c. Radioatividade. Demócrito. Dalton. Thomson. Rutherford Rutherford-Bohr Rutherford-Bohr (Chadwick)

Linha do Tempo. 400 a.c. Radioatividade. Demócrito. Dalton. Thomson. Rutherford Rutherford-Bohr Rutherford-Bohr (Chadwick) Linha do Tempo 400 a.c. 1808 1897 1911 1913 1932 Demócrito Dalton Radioatividade Thomson Rutherford Rutherford-Bohr Rutherford-Bohr (Chadwick) Evolução dos Modelos Atômicos Teoria dos quatro elementos

Leia mais

Cargas elétricas de mesmo sinal se repelem; cargas elétricas de sinais opostos se atraem

Cargas elétricas de mesmo sinal se repelem; cargas elétricas de sinais opostos se atraem Os dois tipos de eletricidade Eletrização Estudos realizados por William Gilbert no início do século XVII evidenciou a existência de dois tipos de eletricidade: a atrativa e a repulsiva, possibilitando

Leia mais

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM. Ementa. Objetivos. Conteúdo Programático

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM. Ementa. Objetivos. Conteúdo Programático Disciplina: Física III C.H. Teórica: 60 Período Letivo: 2 sem/2015 PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM Série: 3ª Série CURSO: Engenharia Mecânica Periodo: Noturno C.H. Prática: Semestre de Ingresso: 2º C.H.

Leia mais

Disciplina Física 3. Prof. Rudson R. Alves Bacharel em Física pela UFES Mestrado IFGW UNICAMP. Prof. da UVV desde 1998 Engenharias desde 2000

Disciplina Física 3. Prof. Rudson R. Alves Bacharel em Física pela UFES Mestrado IFGW UNICAMP. Prof. da UVV desde 1998 Engenharias desde 2000 Disciplina Física 3 Prof. Rudson R. Alves Bacharel em Física pela UFES Mestrado IFGW UNICAMP Prof. da UVV desde 1998 Engenharias desde 2000 Sobre a Apresentação Todas as gravuras, senão a maioria, são

Leia mais

1 - Na eletrosfera de um átomo de magnésio temos 12 elétrons. Qual a carga elétrica de sua eletrosfera?

1 - Na eletrosfera de um átomo de magnésio temos 12 elétrons. Qual a carga elétrica de sua eletrosfera? 1 - Na eletrosfera de um átomo de magnésio temos 12 elétrons. Qual a carga elétrica de sua eletrosfera? 2 - Na eletrosfera de um átomo de carbono temos 6 elétrons. Qual a carga elétrica de sua eletrosfera?

Leia mais

PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA

PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA 1 PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Curso: SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS DE TELECOMUNICAÇÔES Nome da disciplina: ELETRICIDADE E MAGNETISMO Código: 54155 Carga horária: 83 horas Semestre

Leia mais

Fundamentos de Eletromagnetismo (098116B)

Fundamentos de Eletromagnetismo (098116B) Grupo de Supercondutividade e Magnetismo Fundamentos de Eletromagnetismo (098116B) Prof. Dr. Maycon Motta São Carlos-SP, Brasil, 2016 Turma B Prof. Dr. Maycon Motta E-mail: m.motta@df.ufscar.br Site: www.gsm.ufscar.br/mmotta

Leia mais

Do que somos feitos? >>Vídeo: Física- Química- Os Primeiros Modelos Atômicos (Dalton, Thomson, Rutherford, Bohr)<<

Do que somos feitos? >>Vídeo: Física- Química- Os Primeiros Modelos Atômicos (Dalton, Thomson, Rutherford, Bohr)<< Prof. Gabriel Aká Do que somos feitos? >>Vídeo: Física Química Os Primeiros Modelos Atômicos (Dalton, Thomson, Rutherford, Bohr)>Átomo

Leia mais

Prof. Guilherme Neves 1

Prof. Guilherme Neves 1 Aula 00 Física Professor: Guilherme Neves www.pontodosconcursos.com.br 1 Apresentação Olá, pessoal! Saiu o edital da Polícia Civil do Distrito Federal. A banca organizadora será o IADES. São 20 vagas e

Leia mais

Roteiro para aula experimental

Roteiro para aula experimental 1. Introdução à eletrostática Resumo Roteiro para aula experimental Nesta aula prática vamos estudar os princípios básicos da eletrostática: carga elétrica, eletrização, o poder das pontas e a gaiola de

Leia mais

RESPOSTAS DAS TAREFAS 2ª SÉRIE9. Física Setor A Aulas 1 e 2 ENSINO MÉDIO. 1. Forças Velocidade. F res. MRU P V. Resultante. Aceleração. a c.

RESPOSTAS DAS TAREFAS 2ª SÉRIE9. Física Setor A Aulas 1 e 2 ENSINO MÉDIO. 1. Forças Velocidade. F res. MRU P V. Resultante. Aceleração. a c. ESIO MÉDIO ESOSTAS DAS TAEFAS ª SÉIE9 Física Setor A Aulas 1 e 1. elocidade 3. elocidade F res. MU MU a c a t 0 a c a t 0 0. elocidade 0 4. elocidade MA MU a c a t SISTEMA AGLO DE ESIO 1 Ensino Médio zeta

Leia mais

NOME: Nº: 9º ano ENSINO FUNDAMENTAL II DATA: 04/09/2012

NOME: Nº: 9º ano ENSINO FUNDAMENTAL II DATA: 04/09/2012 NOME: Nº: 9º ano ENSINO FUNDAMENTAL II DATA: 04/09/2012 Observações: Nome completo. Evite rasuras. Permitido apenas caneta azul ou preta. VALOR: 10 pontos NOTA: Profª Ana Bell ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO

Leia mais

CARGAS EL E ÉT É R T I R CA C S A

CARGAS EL E ÉT É R T I R CA C S A CARGAS ELÉTRICAS Tales de Mileto VI a.c Atritou âmbar com peles de animais Percebe atração de pequenas partículas por tais materiais. Percebe que 2 pedaços de âmbar se repeliam mutuamente. Âmbar = elektron,

Leia mais

PAZ E BEM. C) Isolante, passa a ser um condutor, e o corpo se descarrega.

PAZ E BEM. C) Isolante, passa a ser um condutor, e o corpo se descarrega. Exercícios de Física 3 ano ensino médio Março 2016 Professor Arnon Rihs PAZ E BEM QUESTÃO 1. Em dias em que a umidade do ar é baixa, é comum observarmos faíscas elétricas saltarem do nosso corpo para o

Leia mais

Prof. Renato. ETEC de Vila Formosa ETEC Prof. Camargo Aranha SESI Carrão. Física 1ª. Série. Aula 1

Prof. Renato. ETEC de Vila Formosa ETEC Prof. Camargo Aranha SESI Carrão. Física 1ª. Série. Aula 1 Aula 1 1. Apresentação (Conhecimento / Reconhecimento) 1.1 Pessoal Nome, Formação, Profissão, Residência... 1.2 Disciplina (Levantamento / Classificação) Física 1ª. Série 2ª. Série 3ª. Série Mecânica /

Leia mais

ELETRICIDADE. Eletrodinâmica. Eletrostática. Eletromagnetismo

ELETRICIDADE. Eletrodinâmica. Eletrostática. Eletromagnetismo ELETRICIDADE Eletrodinâmica Eletrostática Eletromagnetismo Átomo Núcleo Prótons carga positiva (+e). Nêutrons carga neutra. Eletrosfera Eletrons carga negativa (-e). Carga Elétrica Elementar e = 1,6 x

Leia mais

Carga elétrica. Carga elétrica é a propriedade física dos corpos caracterizada pelas atrações e repulsões.

Carga elétrica. Carga elétrica é a propriedade física dos corpos caracterizada pelas atrações e repulsões. Sumário Unidade II Eletricidade e Magnetismo 1- - Carga elétrica e sua conservação. - Condutores e isoladores. - Processos de eletrização. - Polarização de um isolador. APSA 19 Processos de eletrização

Leia mais

Projeto Apoio Eter 2012

Projeto Apoio Eter 2012 Projeto Apoio Eter 2012 Disciplina: Física Ano: Ano: 3º 1º Ano Ano Comum Assunto: Processos de Eletrização 1) Dispomos de três esferas metálicas idênticas e isoladas uma das outras. A e B estão inicialmente

Leia mais

PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO

PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO 7aula Processos de Eletrização 35 7aula PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO Objetivo Estudar os processos de eletrização por atrito, indução e contato. 7.1 Introdução A primeira observação da eletrização 1 de objetos

Leia mais

ÁTOMO: núcleo muito pequeno composto por prótons e nêutrons, que é circundado por elétrons em movimento;

ÁTOMO: núcleo muito pequeno composto por prótons e nêutrons, que é circundado por elétrons em movimento; 1.1 CONCEITOS FUNDAMENTAIS ÁTOMO: núcleo muito pequeno composto por prótons e nêutrons, que é circundado por elétrons em movimento; Elétrons e prótons são eletricamente carregados: 1,60 x 10-19 C; Elétrons:

Leia mais

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE IV

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE IV E HABILIDADES REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3 REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE IV 2 Vídeo - Primeira Lei de Newton - Lei da Inércia 3 As três leis de Newton do movimento Sir Isaac Newton desenvolveu as três

Leia mais

Aula 01 Propriedades Gerais dos Materiais

Aula 01 Propriedades Gerais dos Materiais Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Engenharia Elétrica Materiais Elétricos - Teoria Aula 01 Propriedades Gerais dos Materiais Clóvis Antônio Petry, professor. Florianópolis, setembro

Leia mais

Aluno turma ELETRÔNICA ANALÓGICA AULA 01

Aluno turma ELETRÔNICA ANALÓGICA AULA 01 Aluno turma ELETRÔNICA ANALÓGICA AULA 01 Capítulo 1 Semicondutores A área de estudo que chamamos de eletrônica abrange uma grande área, sistemas analógicos, sistemas digitais, sistemas de comunicação,

Leia mais

Nome do Aluno: Nº Ensino Médio 2º ano.

Nome do Aluno: Nº Ensino Médio 2º ano. Valor do trabalho: 10 pontos NOTA: Nome do Aluno: Nº Ensino Médio 2º ano. Trabalho de recuperação paralela de Física Setor A Prof. Douglas Rizzi Data: / / INSTRUÇÕES GERAIS: Responda os testes com atenção

Leia mais

Figura 1: Fotos dos cogumelos formados após a explosão das bombas nucleares Little Boy (à esquerda Hiroshima) e Fat Man (à direita Nagasaki).

Figura 1: Fotos dos cogumelos formados após a explosão das bombas nucleares Little Boy (à esquerda Hiroshima) e Fat Man (à direita Nagasaki). O Núcleo Atômico É do conhecimento de todos o enorme poder energético contido no núcleo dos átomos! Quem nunca ouviu falar sobre as bombas nucleares que foram lançadas, no final da II Guerra Mundial, nas

Leia mais

Princípios de Circuitos Elétricos. Prof. Me. Luciane Agnoletti dos Santos Pedotti

Princípios de Circuitos Elétricos. Prof. Me. Luciane Agnoletti dos Santos Pedotti Princípios de Circuitos Elétricos Prof. Me. Luciane Agnoletti dos Santos Pedotti Resistência, Indutância e Capacitância Resistor: permite variações bruscas de corrente e tensão Dissipa energia Capacitor:

Leia mais

A Natureza Elétrica dos Materiais

A Natureza Elétrica dos Materiais A Natureza Elétrica dos Materiais As primeiras ideias sobre a constituição da matéria Demócrito Gregos ÁTOMOS - A matéria possuia espaço vazio; - Indestrutíveis; - Dotadas de movimento; - Diversos formatos.

Leia mais

Eletrostática. (Ufmg 2005) Em uma aula, o Prof. Antônio apresenta uma montagem com dois anéis dependurados, como representado na figura.

Eletrostática. (Ufmg 2005) Em uma aula, o Prof. Antônio apresenta uma montagem com dois anéis dependurados, como representado na figura. Eletrostática Prof: Diler Lanza TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufmg 2005) Em uma aula, o Prof. Antônio apresenta uma montagem com dois anéis dependurados, como representado na figura. Um dos anéis é de

Leia mais

Física 2 - MIEIC - Apontamentos

Física 2 - MIEIC - Apontamentos Física 2 - MIEIC - Apontamentos Jaime Villate Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto 2007-11-21 Capítulo 1 Carga e força eléctrica A fotografia mostra a máquina de Wimshurst, inventada na década

Leia mais

CURSO E COLÉGIO OBJETIVO

CURSO E COLÉGIO OBJETIVO 1. (Ufpe 96) Duas cargas elétricas - Q e + q são mantidas nos pontos A e B, que distam 82 cm um do outro (ver figura). Ao se medir o potencial elétrico no ponto C, à direta de B e situado sobre a reta

Leia mais

Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do enunciado abaixo, na ordem em que aparecem.

Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do enunciado abaixo, na ordem em que aparecem. MÓD. 1 ELETRIZAÇÃO 1. (G1 - cftmg 2014) Um corpo A fica eletrizado positivamente quando atritado em um corpo B e, em seguida, são colocados em suportes isolantes. Quando as barras metálicas C e D tocam,

Leia mais

PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO

PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO 1. Uma partícula está eletrizada positivamente com uma carga elétrica de 8,0x10-15 C. Como o módulo da carga do elétron é 1,6 x 10-19 C, essa partícula: a) ganhou 5,0 x 10 4 elétrons.

Leia mais

RESOLUÇÃO DO TC DO CLICK PROFESSOR

RESOLUÇÃO DO TC DO CLICK PROFESSOR Resposta da questão 1: Podemos garantir apenas que o feixe de radiação gama (sem carga) não é desviado pelo campo magnético, atingindo o ponto 3. Usando as regras práticas do eletromagnetismo para determinação

Leia mais

Carga elétrica e campo elétrico

Carga elétrica e campo elétrico Carga elétrica e campo elétrico Introduçaõ ao eletromagnetismo. Carga elétrica. Quantização e conservação da carga. Força elétrica lei de Coulomb. Campo elétrico. Dipolos elétricos. Eletromagnetismo Eletrostática:

Leia mais

Princípios da Eletrostática

Princípios da Eletrostática Capítulo 1 Princípios da Eletrostática 1.1 Introdução Para o estudo da Eletricidade são indispensáveis certas noções mínimas a respeito da estrutura da matéria. Assim, devemos recorrer a uma análise das

Leia mais

CARGA ELÉTRICA E CORRENTE ELÉTRICA

CARGA ELÉTRICA E CORRENTE ELÉTRICA CARGA ELÉTRICA E CORRENTE ELÉTRICA 1- CARGA ELÉTRICA AULA 20 Como sabemos, os átomos são constituídos por várias partículas elementares e, para o nosso estudo, interessa o elétron o próton e o nêutron.

Leia mais

EJA E. Médio - Modalidade E.a.D Disciplina - Química. Aula I: O átomo. Professora: Márcia Elizabeth de Mattos Pintos

EJA E. Médio - Modalidade E.a.D Disciplina - Química. Aula I: O átomo. Professora: Márcia Elizabeth de Mattos Pintos EJA E. Médio - Modalidade E.a.D Disciplina - Química Aula I: O átomo Professora: Márcia Elizabeth de Mattos Pintos Email: marciaemp@hotmail.com Rio Grande, 31 de maio de 2014. Apresentação Conteúdo Programático

Leia mais

Eletrostática. Princípio da Interação entre Cargas Elétricas. Cargas de mesmo sinal se repelem; cargas de sinais contrários se atraem.

Eletrostática. Princípio da Interação entre Cargas Elétricas. Cargas de mesmo sinal se repelem; cargas de sinais contrários se atraem. Conceitos Iniciais Eletrostática Carga elétrica é uma propriedade inerente às partículas constituintes da matéria. Convencionalmente, temos: próton carga elétrica positiva elétron carga elétrica negativa

Leia mais

ROTEIRO DE EXPERIMENTO ELETROSCÓPIO

ROTEIRO DE EXPERIMENTO ELETROSCÓPIO ROTEIRO DE EXPERIMENTO ELETROSCÓPIO MATERIAS UTILIZADOS (Ver figura 1) 1 pote de vidro com tampa (pote de conserva); 40 cm de fio de cobre (1,5mm de diâmetro); 1 alicate; 1 pistola de cola quente; 1 bastão

Leia mais

Química Orgânica Ambiental

Química Orgânica Ambiental Química Orgânica Ambiental Aula 1 Estrutura Eletrônica e ligação química Prof. Dr. Leandro Vinícius Alves Gurgel 1. Introdução: O átomo Os átomos são formados por nêutrons, prótons e elétrons: Prótons

Leia mais

GOIÂNIA, 25_ / 02 / PROFESSOR: Jonas Tavares. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, 25_ / 02 / PROFESSOR: Jonas Tavares. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, 25_ / 02 / 2016 PROFESSOR: Jonas Tavares DISCIPLINA: Física SÉRIE: 3º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: -

Leia mais

FÍSICA (ELETROMAGNETISMO) CORRENTE ELÉTRICA E RESISTÊNCIA

FÍSICA (ELETROMAGNETISMO) CORRENTE ELÉTRICA E RESISTÊNCIA FÍSICA (ELETROMAGNETISMO) CORRENTE ELÉTRICA E RESISTÊNCIA FÍSICA (Eletromagnetismo) Nos capítulos anteriores estudamos as propriedades de cargas em repouso, assunto da eletrostática. A partir deste capítulo

Leia mais

Notas de Aula ELETRICIDADE BÁSICA

Notas de Aula ELETRICIDADE BÁSICA Notas de ula ELETICIDDE ÁSIC Salvador, gosto de 2005. . Conceitos ásicos Fundamentais Estrutura tômica figura.0 é a representação esquemática de um átomo de ohr. Elétron () Núcleo( ou 0) Este átomo é composto

Leia mais

Processos de eletrização. Ligação à Terra

Processos de eletrização. Ligação à Terra Processos de eletrização. Ligação à Terra 1 3.1. Para carregar negativamente um corpo, inicialmente neutro, podemos: I. Colocá-lo em contato com outro corpo carregado negativamente. II. Colocá-lo em contato

Leia mais

MÓDULO 1 Noções Básicas de Eletricidade

MÓDULO 1 Noções Básicas de Eletricidade Técnico de Gestão de Equipamentos Informáticos ESCOLA SECUNDÁRIA DE TOMAZ PELAYO SANTO TIRSO 402916 MÓDULO 1 Noções Básicas de Eletricidade Eletrónica Fundamental Prof.: Erika Costa Estrutura da Matéria

Leia mais

Exercício 3) A formação de cargas elétrica em objetos quotidianos é mais comum em dias secos ou úmidos? Justifique a sua resposta.

Exercício 3) A formação de cargas elétrica em objetos quotidianos é mais comum em dias secos ou úmidos? Justifique a sua resposta. Exercícios Parte teórica Exercício 1) Uma esfera carregada, chamada A, com uma carga 1q, toca sequencialmente em outras 4 esferas (B, C, D e E) carregadas conforme a figura abaixo. Qual será a carga final

Leia mais

Lei de Coulomb. Página 1 de 9

Lei de Coulomb. Página 1 de 9 1. (Unesp 2015) Em um experimento de eletrostática, um estudante dispunha de três esferas metálicas idênticas, A, B e C, eletrizadas, no ar, com cargas elétricas 5Q, 3Q e 2Q, respectivamente. Utilizando

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 3ª Etapa 2012 Disciplina:FÍSICA Ano: 2012 Professor (a):marcos VINICIUS Turma: 3º ano Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Segunda aula de Fundamentos de Eletromagnetismo

Segunda aula de Fundamentos de Eletromagnetismo Segunda aula de Fundamentos de Eletromagnetismo Prof. Vicente Barros 1- Revisão de vetores. 2- Revisão sobre carga elétrica. 3- Revisão condutores e isolantes 4- Revisão sobre Lei de Coulomb. Revisão de

Leia mais

AULA DE RECUPERAÇÃO PROF. NEIF NAGIB

AULA DE RECUPERAÇÃO PROF. NEIF NAGIB AULA DE RECUPERAÇÃO PROF. NEIF NAGIB CONCEITOS SOBRE O ÁTOMO Número Atômico (Z): quantidades de prótons. Z = p = e Número de Massa (A): a soma das partículas que constitui o átomo. A = Z + N REPRESENTAÇÃO

Leia mais

Estrutura Atômica. encontrada na natureza das ligações químicas. 2-0

Estrutura Atômica. encontrada na natureza das ligações químicas. 2-0 Estrutura Atômica A base para a classificação dos materiais é encontrada na natureza das ligações químicas. 2-0 As ligações tem duas categorias gerais a) Ligações Primárias Envolvem a transferência e/ou

Leia mais

Materiais Elétricos - Teoria. Aula 04 Materiais Magnéticos

Materiais Elétricos - Teoria. Aula 04 Materiais Magnéticos Materiais Elétricos - Teoria Aula 04 Materiais Magnéticos Bibliografia Nesta aula Cronograma: 1. Propriedades gerais dos materiais; 2. ; 3. Materiais condutores; 4. Materiais semicondutores; 5. Materiais

Leia mais

ELETRIZAÇÃO E FORÇA ELÉTRICA

ELETRIZAÇÃO E FORÇA ELÉTRICA CIENCIAS DA NATUREZA LISTA: FÍSICA 07 3ª série Ensino Médio Professor: SANDRO SANTANA Turma: A ( ) / B ( ) Aluno(a): Segmento temático: 01 - (UFTM/01) Em uma festa infantil, o mágico resolve fazer uma

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física - RECUPERAÇÃO DE FÍSICA 1 o TRI 3 o ano

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física - RECUPERAÇÃO DE FÍSICA 1 o TRI 3 o ano Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física - RECUPERAÇÃO DE FÍSICA 1 o TRI 3 o ano 01 - (UFPE) Duas esferas metálicas

Leia mais

PROPRIEDADES ATÔMICAS E TENDÊNCIAS PERIÓDICAS

PROPRIEDADES ATÔMICAS E TENDÊNCIAS PERIÓDICAS PROPRIEDADES ATÔMICAS E TENDÊNCIAS PERIÓDICAS TAMANHO ATÔMICO Pode ser definido como a distância entre os átomos em uma amostra do elemento. Cl Cl (Cl 2 ): 198 pm Raio covalente: 198/2 = 99 pm C-C no diamante

Leia mais

Lei de Coulomb. Interação entre Duas Cargas Elétricas Puntiformes

Lei de Coulomb. Interação entre Duas Cargas Elétricas Puntiformes Lei de Coulomb Interação entre Duas Cargas Elétricas Puntiformes A intensidade F da força de interação eletrostática entre duas cargas elétricas puntiformes q 1 e q 2, é diretamente proporcional ao produto

Leia mais

Capacitores e Indutores (Aula 7) Prof. Daniel Dotta

Capacitores e Indutores (Aula 7) Prof. Daniel Dotta Capacitores e Indutores (Aula 7) Prof. Daniel Dotta 1 Sumário Capacitor Indutor 2 Capacitor Componente passivo de circuito. Consiste de duas superfícies condutoras separadas por um material não condutor

Leia mais

DISCIPLINA: FISICA II - Eletricidade e Magnetismo. INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

DISCIPLINA: FISICA II - Eletricidade e Magnetismo.  INFORMAÇÕES IMPORTANTES: DISCIPLINA: FISICA II - Eletricidade e Magnetismo http://cursos.if.uff.br/fisica2 INFORMAÇÕES IMPORTANTES: 1. Plano do curso: o que será visto em cada aula 2. As datas de todos exames 3. Os critérios de

Leia mais

3. RECURSOS PEDAGÓGICOS PREVISTOS (Trabalhos, atividades, prova escrita) - Atendimento Individual

3. RECURSOS PEDAGÓGICOS PREVISTOS (Trabalhos, atividades, prova escrita) - Atendimento Individual ESCOLA ESTADUAL DR JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA PLANO INDIVIDUAL DE ESTUDO ESTUDOS INDEPENDENTES DE RECUPERAÇÃO RESOLUÇÃO SEE Nº 2.197, DE 26 DE OUTUBRO DE 2012 ANO 2014/2015 PROFESSOR (a) Tadeu Samuel Pereira

Leia mais

OS FUNDAMENTOS DA ELETRICIDADE PARTE 1. c =, (1.1)

OS FUNDAMENTOS DA ELETRICIDADE PARTE 1. c =, (1.1) ELETRICIDADE 1 CAPÍTULO 1 OS FUNDAMENTOS DA ELETRICIDADE PARTE 1 Eletromagnetismo Sem dúvida, o desenvolvimento dos aparelhos eletro-eletrônicos, com base no Eletromagnetismo, foi um dos acontecimentos

Leia mais

Teoria dos Semicondutores e o Diodo Semicondutor. Prof. Jonathan Pereira

Teoria dos Semicondutores e o Diodo Semicondutor. Prof. Jonathan Pereira Teoria dos Semicondutores e o Diodo Semicondutor Prof. Jonathan Pereira Bandas de Energia Figura 1 - Modelo atômico de Niels Bohr 2 Bandas de Energia A quantidade de elétrons

Leia mais

O símbolo usado em diagramas de circuito para fontes de tensão é:

O símbolo usado em diagramas de circuito para fontes de tensão é: Circuitos Elétricos Para fazer passar cargas elétricas por um resistor, precisamos estabelecer uma diferença de potencial entre as extremidades do dispositivo. Para produzir uma corrente estável é preciso

Leia mais

REFRIGERAÇÃO E AR CONDICIONADO

REFRIGERAÇÃO E AR CONDICIONADO REFRIGERAÇÃO E AR CONDICIONADO REFRIGERAÇÃO E AR CONDICIONADO ÍNDICE: PARTE I - O PROFISSIONAL DE REFRIGERAÇÃO E AR CONDICIONADO... PARTE II - FUNDAMENTOS... TIPOS DE CORRENTES ELÉTRICAS... CIRCUITOS ELÉTRICOS

Leia mais

TABELA PERIÓDICA PARTE 1

TABELA PERIÓDICA PARTE 1 PROJETO KAL - 2016 QUÍMCA AULA 06 TABELA PERÓDCA PARTE 1 Recordar é viver: Modelo Atômico de Rutherford-Bohr: Também conhecido como modelo atômico planetário, ele mostra como os elétrons se comportam ao

Leia mais

FEIRA DE CIÊNCIA DETECTOR DE CARGAS PÊNDULO ELETROSTÁTICO

FEIRA DE CIÊNCIA DETECTOR DE CARGAS PÊNDULO ELETROSTÁTICO 1 de 13 03/12/2013 10:18 FEIRA DE CIÊNCIA DETECTOR DE CARGAS PÊNDULO ELETROSTÁTICO Acesse também: Seção Aprenda Física: Página do Curso de Física da UEMS Eletrização por Atrito Eletroscópio de Folhas Eletrização

Leia mais

(definição de corrente)

(definição de corrente) 26-1 O que é física? Nos últimos capítulos discutimos eletrostática, ou seja, a física das cargas estacionárias. Neste capítulo e no que se segue vamos discutir correntes elétricas, isto é as cargas em

Leia mais

Modelos Atômicos PROF. JACKSON ALVES

Modelos Atômicos PROF. JACKSON ALVES Modelos Atômicos PROF. JACKSON ALVES O que é Modelo Atômico? Um modelo atômico é, de uma forma simples, uma maneira de supor como a matéria é formada, ou como os átomos que constituem um material é formado.

Leia mais

ESTRUTURA ATÔMICA (PARTE 1)

ESTRUTURA ATÔMICA (PARTE 1) ESTRUTURA ATÔMICA (PARTE 1) 1.01. A experiência de Rutherford permitiu: a) a descoberta do próton; b) a descoberta do nêutron; c) a descoberta do elétron; d) caracterizar que, na maior parte do átomo,

Leia mais

Capítulo 23: Lei de Gauss

Capítulo 23: Lei de Gauss Capítulo 23: Lei de Gauss O Fluxo de um Campo Elétrico A Lei de Gauss A Lei de Gauss e a Lei de Coulomb Um Condutor Carregado A Lei de Gauss: Simetria Cilíndrica A Lei de Gauss: Simetria Plana A Lei de

Leia mais

Exercícios. setor Aulas 31 e 32 ÓRBITA CIRCULAR. m s 2. a) g h = = g sup = = 0,625. b) v h = rg = (R + 3R) g h v h = 4R g h = 4000 m/s

Exercícios. setor Aulas 31 e 32 ÓRBITA CIRCULAR. m s 2. a) g h = = g sup = = 0,625. b) v h = rg = (R + 3R) g h v h = 4R g h = 4000 m/s setor 10 100408 Aulas 31 e 3 ÓBITA CICULA Se um corpo de massa m está em órbita circular em torno de um corpo de massa M (M m), então: a c = g sendo a c a aceleração centrípeta do corpo de massa m e g

Leia mais

LIGAÇÕES QUÍMICAS. Ocorre entre elétrons da CAMADA DE VALÊNCIA Portanto não ocorrem mudanças no núcleo dos átomos. Não altera a massa dos átomos.

LIGAÇÕES QUÍMICAS. Ocorre entre elétrons da CAMADA DE VALÊNCIA Portanto não ocorrem mudanças no núcleo dos átomos. Não altera a massa dos átomos. LIGAÇÕES QUÍMICAS 1 Ocorre entre elétrons da CAMADA DE VALÊNCIA Portanto não ocorrem mudanças no núcleo dos átomos. Não altera a massa dos átomos. Os átomos se ligam uns aos outros com a finalidade de

Leia mais

Aula 08 - Níveis e subníveis eletrônicos e a Distribuição Eletrônica

Aula 08 - Níveis e subníveis eletrônicos e a Distribuição Eletrônica Aula 08 - Níveis e subníveis eletrônicos e a Distribuição Eletrônica Nas nossas aulas passadas nós vimos que cada elemento químico é caracterizado pelo seu número atômico (Z). Vimos também que um átomo

Leia mais

0.1 Introdução Conceitos básicos

0.1 Introdução Conceitos básicos Laboratório de Eletricidade S.J.Troise Exp. 0 - Laboratório de eletricidade 0.1 Introdução Conceitos básicos O modelo aceito modernamente para o átomo apresenta o aspecto de uma esfera central chamada

Leia mais

AULA 05 Magnetismo Transformadores

AULA 05 Magnetismo Transformadores AULA 05 Magnetismo Transformadores MAGNETISMO As primeiras observações de fenômenos magnéticos são muito antigas. Acredita-se que estas observações foram realizadas pelos gregos, em uma cidade denominada

Leia mais

Fundamentos do Eletromagnetismo - Aula IX

Fundamentos do Eletromagnetismo - Aula IX Fundamentos do Eletromagnetismo - Aula IX Prof. Dr. Vicente Barros Conteúdo 11 - Energia eletrostática e capacitância. Conteúdo 12- Capacitores. Antes uma revisão Existe o famoso triângulo das equações

Leia mais

Prof. Marcelo França

Prof. Marcelo França Prof. Marcelo França CARGA ELÉTRICA O estudo da Eletricidade remonta à antiga Grécia com as observações de Thales de Mileto (580 a.c. - 546 a.c.). Thales descreve a atração de pequenas sementes pelo (

Leia mais

Avaliação sobre Corrente Elétrica

Avaliação sobre Corrente Elétrica Avaliação sobre Corrente Elétrica Maria Christina O conceito de corrente elétrica em meios diferentes foi construído pelos alunos? O que falta? Objetivo da avaliação: Avaliar o progresso dos alunos na

Leia mais

Corrente elétricas. i= Δ Q Δ t [ A ]

Corrente elétricas. i= Δ Q Δ t [ A ] Corrente elétricas A partir do modelo atômico de Bohr, que o define pela junção de prótons, nêutrons e elétrons, é possível explicar a alta condutividade dos metais, devida à presença dos elétrons livres.

Leia mais

Demócrito. Demócrito a.c. Filósofo grego. A matéria é formada por partículas indivisíveis chamadas átomos.

Demócrito. Demócrito a.c. Filósofo grego. A matéria é formada por partículas indivisíveis chamadas átomos. Atomística Demócrito Demócrito 460-370 a.c. Filósofo grego. A matéria é formada por partículas indivisíveis chamadas átomos. Lavoisier NADA SE PERDE NADA SE CRIA TUDO SE TRANSFORMA Dalton BASEADO NA LEI

Leia mais

1. ESTRUTURA DO ÁTOMO

1. ESTRUTURA DO ÁTOMO Química Profª SIMONE MORGADO Aula 2 Estrutura do átomo, nº atômico, nº de massa e isoátomos. 1. ESTRUTURA DO ÁTOMO Como nós já vimos a Química é essa ciência que busca compreender os mistérios da matéria,

Leia mais

FÍSICA 9ºano 3º Trimestre / 2016 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

FÍSICA 9ºano 3º Trimestre / 2016 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES FÍSICA 9ºano 3º Trimestre / 2016 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES TRABALHO E ENERGIA 1. Uma empilhadeira elétrica transporta do chão até uma prateleira, a uma altura de 6 m do chão, um pacote de 60

Leia mais

Átomo. (Indivisível) Histórico. Demócrito. Leucipo. Tales de Mileto. Alquimia : Âmbar 09/02/2011. Aristóteles. Símbolos: Eléktron A HISTÓRIA DO ÁTOMO

Átomo. (Indivisível) Histórico. Demócrito. Leucipo. Tales de Mileto. Alquimia : Âmbar 09/02/2011. Aristóteles. Símbolos: Eléktron A HISTÓRIA DO ÁTOMO A HISTÓRIA DO ÁTOMO Evolução dos Modelos Atômicos Profs: Renato Acconcia Cláudio de Freitas Aristóteles Histórico Demócrito Átomo (Indivisível) Empédocles Leucipo Tales de Mileto Alquimia : Âmbar Símbolos:

Leia mais

- Evolução dos modelos atômicos; - Estudo da eletrosfera; Prof. Kemil.

- Evolução dos modelos atômicos; - Estudo da eletrosfera; Prof. Kemil. - Evolução dos modelos atômicos; - Estudo da eletrosfera; Prof. Kemil www.profkemil.ning.com EVOLUÇÃO DOS MODELOS ATÔMICOS Durante algum tempo a curiosidade sobre do que era constituída a matéria parecia

Leia mais

APOSTILA DE QUÍMICA 2º BIMESTRE

APOSTILA DE QUÍMICA 2º BIMESTRE Nome: nº: Bimestre: 2º Ano/série: 9º ano Ensino: Fundamental Componente Curricular: Química Professor: Ricardo Honda Data: / / APOSTILA DE QUÍMICA 2º BIMESTRE TEORIA 1 EVOLUÇÃO DOS MODELOS ATÔMICOS 1.

Leia mais

Introdução à Nanotecnologia

Introdução à Nanotecnologia Introdução à Nanotecnologia Ele 1060 Aula 4 2010-01 Fundamentos Aula Anterior Classificação dos Materiais; Átomos; Elétrons nos Átomos. Ligação Atômica no Sólidos Para compreender as propriedades físicas

Leia mais

Química Geral prof. Eduardo. Modelos Atômicos. Módulo QG 04 Apst. 1

Química Geral prof. Eduardo. Modelos Atômicos. Módulo QG 04 Apst. 1 Química Geral prof. Eduardo Modelos Atômicos Módulo QG 04 Apst. 1 Empédocles (492 432 a.c.) Existem quatro elementos básicos na natureza. Aristóteles teles (384 322 a.c.) Frio, quente, úmido, seco. Ar,

Leia mais