Telemar Norte Leste S.A.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Telemar Norte Leste S.A."

Transcrição

1 Telemar Norte Leste S.A. Laudo de relação entre o preço da ação ordinária da Brasil Telecom Participações S.A. (BRTP3), acordado no Contrato de Compra e Venda do controle acionário indireto pela Telemar Norte Leste S.A., e a cotação média das ações BRTP3 na Bovespa, durante os noventa dias anteriores à data de assinatura do Contrato de Compra e Venda de Ações, para fins do art. 256, inciso II, alínea a da Lei 6.404/ de dezembro de 2010 / KPMG Corporate Finance

2 ABCD KPMG Corporate Finance Ltda. Av. Almirante Barroso, 52 4º Andar - Centro Rio de Janeiro, RJ - Brasil Tel Central 55 (21) Fax 55 (21) Internet À Diretoria da Telemar Norte Leste S.A. Rio de Janeiro RJ 28 de dezembro de 2010 Atenção: Sr. Marco Norci Schroeder Prezados Senhores: Nos termos do contrato de prestação de serviços profissionais, datado de 22 de dezembro de 2010, calculamos a relação entre o preço da ação ordinária (BRTP3) da Brasil Telecom Participações S.A. ( BrT Part ), acordado no Contrato de Compra e Venda do controle acionário indireto da BrT Part pela Telemar Norte Leste S.A. ( Telemar ou Empresa ), e a cotação média das ações BRTP3 na Bovespa, durante os noventa dias anteriores à data de assinatura do Contrato de Compra e Venda de Ações ( Transação ), para fins do art. 256, inciso II, alínea a da Lei 6.404/76. As informações apresentadas neste Laudo foram disponibilizadas por V.Sas. até 27 de dezembro de Não temos nenhuma obrigação de atualizar nosso Laudo ou rever as informações nele contidas a fim de refletir eventos e transações ocorridos posteriormente a sua data de emissão. Para eventuais esclarecimentos contate Paulo Guilherme Coimbra no telefone Agradecemos a oportunidade de trabalhar com a Telemar Norte Leste S.A. Atenciosamente, Paulo Guilherme Coimbra Augusto Sales Amarilio Damasceno da Conceição Sócio Sócio Gerente KPMG Corporate Finance Ltda., uma sociedade simples brasileira, de responsabilidade limitada, e firma-membro da rede KPMG de firmas-membro independentes e afiliadas à KPMG International Cooperative ( KPMG International ), uma entidade suíça. KPMG Corporate Finance Ltda., a Brazilian limited liability company and a member firm of the KPMG network of independent member firms affiliated with KPMG International Cooperative ( KPMG International ), a Swiss entity.

3 Notas Relevantes Este documento é destinado, exclusivamente, a V.Sas. e foi preparado de acordo com os entendimentos entre V.Sas. e a KPMG Corporate Finance Ltda. Tendo em vista a natureza dos serviços, a KPMG autoriza a Telemar Norte Leste S.A. a divulgar para CVM, no site de Relações com Investidores da Empresa e para ANATEL o Laudo final emitido pela KPMG. A KPMG Corporate Finance ressalta que seus serviços não incluem aconselhamentos de qualquer natureza, como legal ou contábil. O conteúdo do presente material não é e nem deve ser considerado como promessa ou garantia com relação ao passado ou ao futuro, nem como recomendação para o preço da Oferta. As informações obtidas pela KPMG Corporate Finance em fontes públicas incluíram os Fatos Relevantes publicados pela Telemar em 25 de abril de 2008 e 8 de janeiro de 2009, bem como cotações históricas das ações ordinárias (classe nominal) da BrT Part (BRTP3), obtidas na Bloomberg. A Telemar, por meio de profissionais designados, forneceu informações referentes a dados, projeções, premissas e estimativas relacionadas à Empresa e aos mercados em que opera, utilizados neste Laudo. Durante o curso de nossos trabalhos, desempenhamos procedimentos de análise sempre que necessário. Entretanto, ressaltamos que nosso trabalho de avaliação não constituiu uma auditoria das demonstrações financeiras ou quaisquer outras informações a nós apresentadas pela Telemar, não devendo ser considerado como tal. Consideramos que a apresentação deste Laudo conclui definitivamente os serviços que foram objeto de nossa proposta, de acordo com os prazos ali definidos. 28/12/2010 3

4 Sumário 1. Objetivo do Trabalho 2. Breve Descrição da Transação 3. Procedimentos Efetuados 4. Conclusão 5. Anexo 28/12/2010 4

5 1. Objetivo do Trabalho Objetivo O objetivo dos nossos serviços foi calcular a relação entre o preço da ação ordinária (BRTP3) da BrT Part de R$ 72,31, acordado no Contrato de Compra e Venda do controle acionário indireto da BrT Part pela Telemar, de acordo com o Fato Relevante publicado no website da Empresa em 25 de abril de 2008 ( Fato Relevante de 25/04/2008 ), com a cotação média das ações BRTP3 na Bovespa, durante os noventa dias anteriores à data de assinatura do Contrato de Compra e Venda de Ações, para fins do art. 256, inciso II alínea a, da Lei 6.404/76. Vale ressaltar que a Transação envolveu a venda pelos antigos acionistas controladores da totalidade das ações de emissão da Invitel S.A. ( Invitel ), sociedade titular da totalidade das ações de emissão de Solpart S.A. (esta, por sua vez, controladora direta da BrT Part), e a pedido da Administração da Telemar calculamos a relação descrita acima, especialmente por que a precificação da Invitel considerou as ações da BrT Part detidas por ela. 28/12/2010 5

6 2. Breve Descrição da Transação Breve Descrição da Transação De acordo com o Fato Relevante de 25/04/2008, naquela data foi concluída a negociação para aquisição pela Telemar do controle acionário indireto da BrT Part, com a assinatura do Contrato de Compra e Venda de Ações. A Transação envolveu a venda pelos antigos acionistas controladores: i.da totalidade das ações de emissão da Invitel, sociedade titular da totalidade das ações de emissão de Solpart S.A. (esta, por sua vez, controladora direta da BrT Part); e ii.de ações de emissão da BrT Part detidas diretamente por alguns vendedores vinculados a Acordos de Acionistas. A aquisição acordada no Contrato de Compra e Venda de Ações envolveu a transferência, de forma direta e indireta, para a Telemar, de ações ordinárias de emissão da BrT Part (BRTP3) representativas de 60,5% do capital votante, e de 22,28% do capital total da BrT Part ( Ações BrT Part ). O preço acordado, em 25 de abril de 2008, no Contrato de Compra e Venda pelas Ações foi de R$ ,40, equivalente a um valor por ação da BrT Part de R$ 72, , o qual seria pago da seguinte maneira: a.r$ ,42 pelo equivalente valor da firma (enterprise value) da Invitel, valor esse que foi baseado num valor de R$ 72, por ação de BrT Part detida direta ou indiretamente pela Invitel, e do qual foi deduzida a dívida líquida da Invitel, nos termos do Contrato de Compra e Venda, apurada no 3º dia útil anterior à Data do Fechamento*; e b.r$ ,98, equivalente a um preço por ação de R$ 72, pelas ações de emissão de BrT Part detidas diretamente por alguns dos Vendedores, vinculadas a acordos de acionistas que regulavam o controle acionário da BrT Part. Na liquidação da Transação o preço foi ajustado conforme acordado no Contrato de Compra e Venda de Ações, que previa atualização monetária e pagamento de juros sobre o capital próprio e dividendos. Após a Data do Fechamento da aquisição de controle da BrT Part e da Brasil Telecom S.A. ( BrT ) pela Telemar, ocorrida em 8 de janeiro de 2009, a Telemar, diretamente ou através de sociedades por ela controladas, realizou ofertas públicas obrigatórias para aquisição de ações, nos termos do art. 254-A da Lei nº /76 e da Instrução CVM nº. 361/02 ( OPAs Obrigatórias ) destinadas a todos os acionistas titulares de ações ordinárias em circulação de emissão da BrT Part e da BrT. Adicionalmente às OPAs Obrigatórias, a Telemar, diretamente ou através de sociedades controladas, realizou ofertas públicas voluntárias de aquisição de até 1/3 das ações preferenciais em circulação de emissão da BrT Part e da BrT, não sujeitas a registro na CVM, nos termos da Instrução CVM nº. 361/02 ( OPAs Voluntárias ). É importante ressaltar que a análise das OPAs Obrigatórias e das OPAs Voluntárias não fizeram parte do escopo deste trabalho. * A Data de Fechamento ocorreu em 8 de janeiro de 2009, conforme Fato Relevante divulgado no website da Telemar. Fonte: Fato Relevante Telemar 25/04/2008 Fato Relevante Telemar 08/01/ /12/2010 6

7 3. Procedimentos Efetuados Procedimentos Efetuados Leitura e análise dos Fatos Relevantes divulgados pela Telemar em 25 de abril de 2008 e em 8 de janeiro de 2009, e de notícias públicas referentes à Transação. Discussões com a Administração da Empresa para ampliar nosso entendimento do background da Transação. Coleta de dados em fontes externas (Bloomberg) referentes à negociação das ações ordinárias (classe nominal) da BrT Part (BRTP3) na Bovespa durante os noventa dias anteriores à data de assinatura do Contrato de Compra e Venda de Ações, ou seja, de 26 de janeiro de 2008 a 24 de abril de Os dados coletados foram: volume negociado (em R$), quantidade de títulos negociada e preços (abertura, mínimo, máximo e fechamento). As informações são apresentadas no Anexo I. Cálculo do valor médio (ponderado) das cotações diárias das ações BRTP3 negociadas na Bovespa nos 90 dias anteriores à data de assinatura do Contrato de Compra e Venda de Ações (26 de janeiro de 2008 a 24 de abril de 2008). As cotações diárias ponderadas foram calculadas pela divisão do volume financeiro transacionado na Bovespa pela quantidade de ações negociadas. Coleta de dados referentes ao preço acordado em 25 de abril de 2008 no Contrato de Compra e Venda das ações da BrT Part pela Telemar, divulgado em Fato Relevante. O preço acordado por ações ordinárias de emissão da BrT Part (BRTP3) foi de R$ ,40, equivalente a um valor por ação da BrT Part de R$ 72, Cálculo da relação entre o preço da ação ordinária da BrT Part (BRTP3), acordado no Contrato de Compra e Venda do controle acionário indireto da BrT Part pela Telemar, com a cotação média ponderada das ações BRTP3 na Bovespa, durante os noventa dias anteriores à data de assinatura do Contrato de Compra e Venda de Ações. 28/12/2010 7

8 5. Conclusão Conclusão Nos termos do contrato de prestação de serviços profissionais, datado de 22 de dezembro de 2010, calculamos a relação entre o preço da ação ordinária da BrT Part (BRTP3), acordado no Contrato de Compra e Venda do controle acionário indireto da BrT Part pela Telemar, com a cotação média das ações BRTP3 na Bovespa, durante os noventa dias anteriores à data de assinatura do Contrato de Compra e Venda de Ações, para fins do art. 256, inciso II, alínea a da Lei 6.404/76. Conforme apresentado na tabela abaixo, a cotação média ponderada das ações BRTP3 na Bovespa durante os noventa dias anteriores à Transação foi de R$ 49,69/ação, e o preço por ação ordinária da BrT Part (BRTP3), acordado no Contrato de Compra e Venda, foi de R$ 72,31. Isso resultou em uma relação dos preços por ação de 1,455.. Relação dos Preços por Ação BRTP3 R$/ação Media 90 dias (26/01/08-24/04/08) [a] 49,69 Valor Acordado no Contrato de Compra e Venda [b] 72,31 Relação dos Preços por Ação [c] = [b] / [a] 1,455 28/12/2010 8

9 6. Anexo Anexo I - Cotação Média das Ações da BrT Part (BRTP3) Análise da Cotação Média das Ações da Brasil Telecom (BRTP3) Data Volume (R$) Quantidade de Títulos Preço por Ação Abertura Mínim o Máximo Fechamento Médio* 1 26/01/2008 sábado n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. 2 27/01/2008 domingo n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. 3 28/01/2008 segunda-feira ,00 49,12 52,15 50,00 50, /01/2008 terça-feira ,00 47,20 51,00 50,01 49, /01/2008 quarta-feira ,00 49,50 50,96 50,60 50, /01/2008 quinta-feira ,10 49,10 52,15 51,00 51, /02/2008 sexta-feira ,10 50,92 52,51 51,93 51, /02/2008 sábado n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. 9 03/02/2008 domingo n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /02/2008 segunda-feira n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /02/2008 terça-feira n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /02/2008 quarta-feira ,00 48,91 50,96 50,90 50, /02/2008 quinta-feira ,23 49,29 53,00 52,00 51, /02/2008 sexta-feira ,97 51,40 52,97 52,65 51, /02/2008 sábado n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /02/2008 domingo n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /02/2008 segunda-feira ,29 51,40 52,65 52,50 52, /02/2008 terça-feira ,60 51,75 53,05 52,76 52, /02/2008 quarta-feira ,00 50,66 53,41 51,50 51, /02/2008 quinta-feira ,39 49,80 52,39 51,00 50, /02/2008 sexta-feira ,62 48,70 50,95 50,19 49, /02/2008 sábado n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /02/2008 domingo n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /02/2008 segunda-feira ,40 49,57 51,47 51,39 51, /02/2008 terça-feira ,59 49,21 51,59 50,05 49, /02/2008 quarta-feira ,50 49,02 50,95 50,50 49, /02/2008 quinta-feira ,50 49,00 51,26 49,00 49, /02/2008 sexta-feira ,06 49,06 50,99 50,48 50, /02/2008 sábado n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /02/2008 domingo n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. Preço Médio = Volume (R$) / Quantidade de títulos negociada Fonte: Bloomberg 28/12/2010 9

10 6. Anexo Anexo I - Cotação Média das Ações da BrT Part (BRTP3) Análise da Cotação Média das Ações da Brasil Telecom (BRTP3) Data Volume (R$) Quantidade de Títulos Preço por Ação Abertura Mínim o Máxim o Fechamento Médio* 31 25/02/2008 segunda-feira ,00 48,23 50,00 49,23 48, /02/2008 terça-feira ,00 48,13 49,99 49,80 49, /02/2008 quarta-feira ,81 49,00 51,45 50,40 50, /02/2008 quinta-feira ,17 49,17 51,78 51,40 50, /02/2008 sexta-feira ,90 49,55 51,00 49,75 50, /03/2008 sábado n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /03/2008 domingo n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /03/2008 segunda-feira ,56 49,50 51,49 50,39 50, /03/2008 terça-feira ,39 49,50 50,60 49,70 49, /03/2008 quarta-feira ,99 49,01 50,88 50,56 49, /03/2008 quinta-feira ,00 49,05 50,92 49,50 50, /03/2008 sexta-feira ,10 47,71 49,26 48,60 48, /03/2008 sábado n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /03/2008 domingo n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /03/2008 segunda-feira ,12 47,85 48,90 47,85 48, /03/2008 terça-feira ,20 46,74 49,49 48,97 48, /03/2008 quarta-feira ,92 48,00 49,25 49,00 48, /03/2008 quinta-feira ,20 46,59 49,20 47,00 47, /03/2008 sexta-feira ,22 45,00 49,58 49,47 46, /03/2008 sábado n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /03/2008 domingo n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /03/2008 segunda-feira ,18 45,60 49,85 46,86 46, /03/2008 terça-feira ,19 46,90 49,00 48,10 48, /03/2008 quarta-feira ,68 45,01 48,20 45,70 46, /03/2008 quinta-feira ,59 44,04 45,97 45,30 45, /03/2008 sexta-feira n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /03/2008 sábado n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /03/2008 domingo n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /03/2008 segunda-feira ,11 45,98 50,14 47,12 47, /03/2008 terça-feira ,12 46,26 48,09 47,88 47,25 Preço Médio = Volume (R$) / Quantidade de títulos negociada Fonte: Bloomberg 28/12/

11 6. Anexo Anexo I - Cotação Média das Ações da BrT Part (BRTP3) Análise da Cotação Média das Ações da Brasil Telecom (BRTP3) Data Volume (R$) Quantidade de Títulos Preço por Ação Abertura Mínim o Máximo Fechamento Médio* 61 26/03/2008 quarta-feira ,02 46,66 49,04 47,88 47, /03/2008 quinta-feira ,97 46,33 48,97 47,29 47, /03/2008 sexta-feira ,38 48,38 50,60 49,75 49, /03/2008 sábado n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /03/2008 domingo n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /03/2008 segunda-feira ,82 47,50 49,99 49,35 49, /04/2008 terça-feira ,05 49,05 49,99 49,50 49, /04/2008 quarta-feira ,77 49,12 50,77 49,56 49, /04/2008 quinta-feira ,79 48,52 51,49 50,00 50, /04/2008 sexta-feira ,42 49,20 50,42 49,80 49, /04/2008 sábado n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /04/2008 domingo n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /04/2008 segunda-feira ,34 49,10 50,34 49,49 49, /04/2008 terça-feira ,97 49,64 50,18 50,00 50, /04/2008 quarta-feira ,66 48,20 49,89 48,50 48, /04/2008 quinta-feira ,00 48,52 50,56 50,56 49, /04/2008 sexta-feira ,71 50,61 51,60 51,50 51, /04/2008 sábado n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /04/2008 domingo n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /04/2008 segunda-feira ,85 49,41 51,00 50,52 50, /04/2008 terça-feira ,31 49,90 50,59 50,59 50, /04/2008 quarta-feira ,65 50,00 51,67 50,50 50, /04/2008 quinta-feira ,02 50,02 52,59 51,90 51, /04/2008 sexta-feira ,24 51,40 52,45 51,75 52, /04/2008 sábado n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /04/2008 domingo n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /04/2008 segunda-feira n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a /04/2008 terça-feira ,73 50,00 51,75 51,70 50, /04/2008 quarta-feira ,76 49,50 51,67 50,50 50, /04/2008 quinta-feira ,53 49,62 50,98 50,12 50,14 Média das cotações médias diárias entre 26/01/08 e 24/04/ ,69 Preço Médio = Volume (R$) / Quantidade de títulos negociada Fonte: Bloomberg 28/12/

12 2010 KPMG International Cooperative ( KPMG International ), a Swiss entity. Member firms of the KPMG network of independent firms are affiliated with KPMG International. KPMG International provides no client services. The information contained herein is of a general nature and is not intended to address the circumstances of any particular individual or entity. Although we endeavour to provide accurate and timely information, there can be no guarantee that such information is accurate as of the date it is received or that it will continue to be accurate in the future. No one should act on such information without appropriate professional advice after a thorough examination of the particular situation. 28/12/

IPLF Holding S.A. Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil apurado por meio dos livros contábeis

IPLF Holding S.A. Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil apurado por meio dos livros contábeis IPLF Holding S.A Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil apurado por meio dos livros contábeis KPMG Assurance Services Ltda. Agosto de 2016 KPDS 159478 KPMG Assurance Services Ltda. Rua Arquiteto

Leia mais

MMX Mineração e Metálicos S.A. (Controladora) Laudo de avaliação do Patrimônio Líquido Contábil em 31 de dezembro de 2007

MMX Mineração e Metálicos S.A. (Controladora) Laudo de avaliação do Patrimônio Líquido Contábil em 31 de dezembro de 2007 MMX Mineração e Metálicos S.A. (Controladora) Laudo de avaliação do Patrimônio Líquido Contábil KPMG Auditores Independentes Av. Almirante Barroso, 52-4º 20031-000 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil Caixa Postal

Leia mais

Laboratório Atalaia Ltda.

Laboratório Atalaia Ltda. Laboratório Atalaia Ltda. Laudo de avaliação (Inclui balanço patrimonial) KPMG Auditores Independentes R. Dr. Renato Paes de Barros, 33 04530-904 - São Paulo, SP - Brasil Caixa Postal 2467 01060-970 -

Leia mais

Avaliação do Patrimônio Líquido Contábil Apurado por Meio dos Livros Contábeis em 28 de fevereiro de 2014

Avaliação do Patrimônio Líquido Contábil Apurado por Meio dos Livros Contábeis em 28 de fevereiro de 2014 Companhia Providência Indústria e Comércio S.A. Avaliação do Patrimônio Líquido Contábil Apurado por Meio dos Livros Contábeis em KPMG Auditores Independentes Março de 2014 KPDS 82952 Companhia Providência

Leia mais

Informações Financeiras Pro Forma Exercício findo em 31 de dezembro de 2015

Informações Financeiras Pro Forma Exercício findo em 31 de dezembro de 2015 Informações Financeiras Pro Forma Exercício findo em 31 de dezembro de 2015 KPDS 144575 Conteudo Relatório de asseguração sobre a compilação de informações financeiras pro forma para atendimento à instrução

Leia mais

Avaliação do patrimônio líquido contábil apurado por meio dos livros 31 de Dezembro de 2013

Avaliação do patrimônio líquido contábil apurado por meio dos livros 31 de Dezembro de 2013 Marck Holdings S.A. contábil apurado por meio dos livros 31 de Dezembro de 2013 KPDS 80638 KPMG Auditores Independentes Rua Sete de Setembro, 1.950 13560-180 - São Carlos, SP - Brasil Caixa Postal 708

Leia mais

KEPLER WEBER S/A. Fato Relevante

KEPLER WEBER S/A. Fato Relevante KEPLER WEBER S/A COMPANHIA ABERTA CNPJ nº 91.983.056/0001-69 NIRE nº 3530045422-7 Fato Relevante A KEPLER WEBER S/A ( Kepler Weber ou Companhia ), em atendimento às disposições da Instrução CVM nº. 358,

Leia mais

Comunicado ao Mercado divulgado pela Oi

Comunicado ao Mercado divulgado pela Oi Comunicado Lisboa 25 de maio de 2016 Comunicado ao Mercado divulgado pela Oi A PHAROL, SGPS S.A. (PHAROL) informa sobre o Comunicado ao Mercado divulgado pela Oi, S.A., conforme documento da empresa em

Leia mais

ALL - América Latina Logística S.A. Relatório de procedimentos previamente acordados

ALL - América Latina Logística S.A. Relatório de procedimentos previamente acordados ALL - América Latina Logística S.A. Relatório de procedimentos previamente acordados KPMG Auditores Independentes Maio de 2016 KPMG Auditores Independentes Rua Arquiteto Olavo Redig de Campos, 105, 6º

Leia mais

Rio de Janeiro, 31 de janeiro de 2017.

Rio de Janeiro, 31 de janeiro de 2017. Rio de Janeiro, 31 de janeiro de 2017. Comissão de Valores Mobiliários At.: Sr. Fernando Soares Vieira Superintendente de Relações com Empresas Sr. Guilherme Rocha Lopes Gerente de Acompanhamento de Empresas

Leia mais

A estruturação de PPP no sector das águas em Angola. 15 de Setembro de 2011

A estruturação de PPP no sector das águas em Angola. 15 de Setembro de 2011 A estruturação de PPP no sector das águas em Angola 15 de Setembro de 2011 2050 2050 42 M 2010 19 M 1950 4 M Desafios 2050 80% Urbanização 2010 59% 1950 8% Desafios Angola e o Crescimento Energético Urbanização

Leia mais

PÁTRIA COMPANHIA SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS. 2ª SÉRIE da 3ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS

PÁTRIA COMPANHIA SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS. 2ª SÉRIE da 3ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS PÁTRIA COMPANHIA SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS 2ª SÉRIE da 3ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de

Leia mais

Demonstrações financeiras em 30 de setembro e 31 de março de 2015

Demonstrações financeiras em 30 de setembro e 31 de março de 2015 Alfa I - Fundo Mútuo de Privatização - CNPJ nº 04.892.370/0001-31 (Administrado pelo Banco Alfa de Investimento S.A.) KPDS 129940 Conteúdo Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações Financeiras.

Leia mais

Yara Brasil Agronegócios Ltda. Laudo de Avaliação do Patrimônio Líquido Contábil Ajustado a Valor de Mercado em 31 de maio de 2007

Yara Brasil Agronegócios Ltda. Laudo de Avaliação do Patrimônio Líquido Contábil Ajustado a Valor de Mercado em 31 de maio de 2007 Yara Brasil Agronegócios Ltda. Laudo de Avaliação do Patrimônio Líquido Contábil Ajustado a Valor de Mercado em 31 de maio de 2007 Laudo de Avaliação do Patrimônio Líquido Contábil Ajustado a Valor de

Leia mais

Demonstrações financeiras em 30 de setembro de 2012 e 31 de março de 2012

Demonstrações financeiras em 30 de setembro de 2012 e 31 de março de 2012 BRB - Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Vale do Rio Doce CNPJ nº 04.895.888/0001-29 (Administrado pela BRB - Distribuidorade Títulos e Valores Mobiliários S.A.) (CNPJ nº 33.850.686/0001-69) KPMG Auditores

Leia mais

TOTVS S/A 1ª Emissão de Debêntures. 1ª e 2ª Séries. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015

TOTVS S/A 1ª Emissão de Debêntures. 1ª e 2ª Séries. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 TOTVS S/A 1ª Emissão de Debêntures 1ª e 2ª Séries Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE TOTVS S/A Banco

Leia mais

TPI TRIUNFO PARTICIPAÇÕES E INVESTIMENTOS S.A. 3ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015

TPI TRIUNFO PARTICIPAÇÕES E INVESTIMENTOS S.A. 3ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 TPI TRIUNFO PARTICIPAÇÕES E INVESTIMENTOS S.A. 3ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 Rio de Janeiro, 29 de Abril de 2016. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade

Leia mais

Rio de Janeiro, 21 de junho de 2016.

Rio de Janeiro, 21 de junho de 2016. Rio de Janeiro, 21 de junho de 2016. À Comissão de Valores Mobiliários CVM Superintendência de Relações com Empresas (SEP) Rua Sete de Setembro, nº 111, 2º andar Centro Rio de Janeiro, RJ CEP: 20050-901

Leia mais

Ref.: Resposta ao Ofício/CVM/SRE/GEA-2/N.º 321/2009

Ref.: Resposta ao Ofício/CVM/SRE/GEA-2/N.º 321/2009 São Paulo, 28 de outubro de 2009. Comissão de Valores Mobiliários CVM Superintendência de Relações com Empresas SRE Gerência de Acompanhamento de Empresas GEA 2 Rua Sete de Setembro 111, 33º andar Rio

Leia mais

Demonstrações financeiras em 30 de setembro e 31 de março de 2015

Demonstrações financeiras em 30 de setembro e 31 de março de 2015 Alfa VII Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Petrobras CNPJ nº 03.925.702/0001-74 (Administrado pelo Banco Alfa de Investimento S.A.) KPDS 129943 Conteúdo Relatório dos auditores independentes sobre as

Leia mais

JUSTIFICAÇÃO DE CISÃO PARCIAL DA SÃO CARLOS EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES S.A. COM VERSÃO DE PARCELA CINDIDA PARA NOVA SOCIEDADE.

JUSTIFICAÇÃO DE CISÃO PARCIAL DA SÃO CARLOS EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES S.A. COM VERSÃO DE PARCELA CINDIDA PARA NOVA SOCIEDADE. JUSTIFICAÇÃO DE CISÃO PARCIAL DA SÃO CARLOS EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES S.A. COM VERSÃO DE PARCELA CINDIDA PARA NOVA SOCIEDADE Que celebra SÃO CARLOS EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES S.A., companhia

Leia mais

Rio de Janeiro, 08 de julho de 2016.

Rio de Janeiro, 08 de julho de 2016. Rio de Janeiro, 08 de julho de 2016. Comissão de Valores Mobiliários Superintendência de Relações com Empresas - SEP Gerência de Acompanhamento de Empresas GEA 2 Ref.: Ofício nº 244/2016-CVM/SEP/GEA-2

Leia mais

VOTORANTIM CIMENTOS S.A. 8ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016

VOTORANTIM CIMENTOS S.A. 8ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 VOTORANTIM CIMENTOS S.A. 8ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE VOTORANTIM CIMENTOS

Leia mais

TELEMAR NORTE LESTE S.A. CNPJ/MF Nº / NIRE Companhia Aberta FATO RELEVANTE

TELEMAR NORTE LESTE S.A. CNPJ/MF Nº / NIRE Companhia Aberta FATO RELEVANTE TELEMAR PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF Nº 02.107.946/0001-87 NIRE 3330016601-7 Companhia Aberta TELE NORTE LESTE PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF Nº 02.558.134/0001-58 NIRE 3330026253 9 Companhia Aberta TELEMAR

Leia mais

FLEURY S.A. EXERCÍCIO DE 2013

FLEURY S.A. EXERCÍCIO DE 2013 FLEURY S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2014. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade de Agente Fiduciário

Leia mais

31 de dezembro de 2014 e 2013 com Relatório dos Auditores Independentes sobre as Demonstrações Financeiras

31 de dezembro de 2014 e 2013 com Relatório dos Auditores Independentes sobre as Demonstrações Financeiras Demonstrações Financeiras Geração Futuro Fundo de Investimento em Ações Investpost (Administrado pela Geração Futuro Corretora de Valores S.A. 31 de dezembro de 2014 e 2013 com Relatório dos Auditores

Leia mais

Rio de Janeiro, 17 de outubro de 2016.

Rio de Janeiro, 17 de outubro de 2016. Rio de Janeiro, 17 de outubro de 2016. Comissão de Valores Mobiliários At.: Sr. Fernando Soares Vieira Superintendente de Relações com Empresas Sr. Guilherme Rocha Lopes Gerente de Acompanhamento de Empresas

Leia mais

Randon Brantech Implementos para o Transporte Ltda. Laudo de avaliação a valor contábil do Patrimônio Líquido em 31 de março de 2014

Randon Brantech Implementos para o Transporte Ltda. Laudo de avaliação a valor contábil do Patrimônio Líquido em 31 de março de 2014 Randon Brantech Implementos para o Transporte Ltda. Laudo de avaliação a valor contábil do Patrimônio Líquido em 31 de março de 2014 KPMG Auditores Independentes Av. Borges de Medeiros, 2.233-8º andar

Leia mais

SCCI SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS S.A. 2ª SÉRIE da 1ª EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS

SCCI SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS S.A. 2ª SÉRIE da 1ª EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS SCCI SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS S.A. 2ª SÉRIE da 1ª EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 Rio de Janeiro, 29 de Abril de

Leia mais

ALOG DATA CENTERS DO BRASIL S.A. (antiga ALOG DATA CENTERS DO BRASIL S.A.) 1ª Emissão de Debêntures. Série Única

ALOG DATA CENTERS DO BRASIL S.A. (antiga ALOG DATA CENTERS DO BRASIL S.A.) 1ª Emissão de Debêntures. Série Única ALOG DATA CENTERS DO BRASIL S.A. (antiga ALOG DATA CENTERS DO BRASIL S.A.) 1ª Emissão de Debêntures Série Única Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES

Leia mais

ÉVORA SA CNPJ nº / NIRE Capital Aberto. Ata de Reunião do Conselho de Administração

ÉVORA SA CNPJ nº / NIRE Capital Aberto. Ata de Reunião do Conselho de Administração ÉVORA SA CNPJ nº 91.820.068/0001-72 NIRE 43.300.028.593 Capital Aberto Ata de Reunião do Conselho de Administração Data, hora e local: aos 3 dias do mês de fevereiro do ano de 2016, às 17:00 horas, na

Leia mais

FLEURY S.A. EXERCÍCIO DE 2014

FLEURY S.A. EXERCÍCIO DE 2014 FLEURY S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade de Agente Fiduciário

Leia mais

Assunto: Solicitação de esclarecimentos sobre notícia veiculada na mídia

Assunto: Solicitação de esclarecimentos sobre notícia veiculada na mídia Rio de Janeiro, 31 de maio de 2016. À Comissão de Valores Mobiliários CVM Superintendência de Relações com Empresas (SEP) Rua Sete de Setembro, nº 111, 2º andar Centro Rio de Janeiro, RJ CEP: 20050-901

Leia mais

CONE S.A. EXERCÍCIO DE 2015

CONE S.A. EXERCÍCIO DE 2015 CONE S.A. 1ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 Rio de Janeiro, 29 de Abril de 2016. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade de Agente Fiduciário da 1ª Emissão

Leia mais

RB CAPITAL COMPANHIA DE SECURITIZAÇÃO EXERCÍCIO DE 2015

RB CAPITAL COMPANHIA DE SECURITIZAÇÃO EXERCÍCIO DE 2015 RB CAPITAL COMPANHIA DE SECURITIZAÇÃO (atual denominação da RB CAPITAL SECURITIZADORA RESIDENCIAL S.A.) 62ª SÉRIE da 1ª EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO

Leia mais

AES TIETÊ ENERGIA S.A. 4ª Emissão de Debêntures. 1ª, 2ª e 3ª Séries. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015

AES TIETÊ ENERGIA S.A. 4ª Emissão de Debêntures. 1ª, 2ª e 3ª Séries. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 AES TIETÊ ENERGIA S.A. 4ª Emissão de Debêntures 1ª, 2ª e 3ª Séries Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE

Leia mais

ÁPICE SECURITIZADORA IMOBILIÁRIA S.A. 13ª. SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO

ÁPICE SECURITIZADORA IMOBILIÁRIA S.A. 13ª. SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO ÁPICE SECURITIZADORA IMOBILIÁRIA S.A. 13ª. SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2014. Prezados

Leia mais

Uma Corretora que tenha firmado um Contrato de Agente Autorizado com a Administradora.

Uma Corretora que tenha firmado um Contrato de Agente Autorizado com a Administradora. GLOSSÁRIO Administradora Citibank Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. Agente Autorizado Uma Corretora que tenha firmado um Contrato de Agente Autorizado com a Administradora. Ativos do

Leia mais

EDP ENERGIAS DO BRASIL S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013

EDP ENERGIAS DO BRASIL S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 EDP ENERGIAS DO BRASIL S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2014. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade de

Leia mais

ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A. CNPJ / Companhia Aberta NIRE FATO RELEVANTE

ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A. CNPJ / Companhia Aberta NIRE FATO RELEVANTE ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A. CNPJ 60.872.504/0001-23 Companhia Aberta NIRE 35300010230 FATO RELEVANTE ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A. ( Companhia ) comunica aos seus acionistas que o Conselho de Administração,

Leia mais

Safra Plus DI - Fundo de Aplicação em Quotas de Fundos de Investimento Financeiro (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações financeiras em

Safra Plus DI - Fundo de Aplicação em Quotas de Fundos de Investimento Financeiro (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações financeiras em Safra Plus DI - Fundo de Aplicação em Quotas de Fundos de Investimento Financeiro Demonstrações financeiras em 31 de março de 2004 e de 2003 e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores

Leia mais

PROPOSTA DA DIRETORIA

PROPOSTA DA DIRETORIA PROPOSTA DA DIRETORIA Senhores Acionistas: A Diretoria da COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO ( Companhia ) vem propor à Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária o Plano de Investimentos para o ano

Leia mais

IGUATEMI EMPRESA DE SHOPPING CENTERS S.A. 4ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015

IGUATEMI EMPRESA DE SHOPPING CENTERS S.A. 4ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 IGUATEMI EMPRESA DE SHOPPING CENTERS S.A. 4ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 Rio de Janeiro, 29 de Abril de 2016. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade

Leia mais

BB Ações Dividendos Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento

BB Ações Dividendos Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento BB Ações Dividendos Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento (Administrado pela BB Gestão de Recursos - Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. - BB DTVM) Demonstrações contábeis

Leia mais

BRINOX METALÚRGICA S/A 1ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015

BRINOX METALÚRGICA S/A 1ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 BRINOX METALÚRGICA S/A 1ª Emissão de Debêntures Série Única Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE BRINOX

Leia mais

Demonstrações financeiras em 30 de setembro e 31 de março de 2015

Demonstrações financeiras em 30 de setembro e 31 de março de 2015 Privatização - FGTS Petrobras CNPJ nº 03.925.836/0001-95 (Administrado pelo Banco Alfa de Investimento S.A.) KPDS 129945 Conteúdo Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras

Leia mais

CONSTRUTORA ATERPA M. MARTINS S.A. 4ª Emissão Pública de Debêntures

CONSTRUTORA ATERPA M. MARTINS S.A. 4ª Emissão Pública de Debêntures CONSTRUTORA ATERPA M. MARTINS S.A. 4ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2014 Construtora Aterpa M. Martins S.A. 4ª Emissão Pública de Debêntures Relatório

Leia mais

OI S.A. EXERCÍCIO DE 2014

OI S.A. EXERCÍCIO DE 2014 OI S.A. (atual denominação da BRASIL TELECOM S.A.) 7ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados Senhores Debenturistas,

Leia mais

CONCESSIONÁRIA DO AEROPORTO INTERNACIONAL DE GUARULHOS S.A. 2ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015

CONCESSIONÁRIA DO AEROPORTO INTERNACIONAL DE GUARULHOS S.A. 2ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 CONCESSIONÁRIA DO AEROPORTO INTERNACIONAL DE GUARULHOS S.A. 2ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 Rio de Janeiro, 29 de Abril de 2016. Prezados Senhores Debenturistas,

Leia mais

ISEC SECURITIZADORA S.A. 2ª. SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013

ISEC SECURITIZADORA S.A. 2ª. SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 ISEC SECURITIZADORA S.A. 2ª. SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2014. Prezados Senhores

Leia mais

CSHG Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Petrobrás

CSHG Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Petrobrás CSHG Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Petrobrás (Administrado pela Credit Suisse Hedging- Griffo Corretora de Valores S.A.) Demonstrações financeiras em 30 de setembro e 31 de março de 2016 KPDS 166435

Leia mais

CIA DE ELETRICIDADE DO ESTADO DA BAHIA - COELBA 6ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013

CIA DE ELETRICIDADE DO ESTADO DA BAHIA - COELBA 6ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 CIA DE ELETRICIDADE DO ESTADO DA BAHIA - COELBA 6ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2014. Prezados Senhores Debenturistas,

Leia mais

Safra Fundo de Investimento em Ações Vale do Rio Doce (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30

Safra Fundo de Investimento em Ações Vale do Rio Doce (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 Safra Fundo de Investimento em Ações Vale do Rio Doce Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 de setembro de 2003 e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores independentes

Leia mais

BANCO PINE S.A. EXERCÍCIO DE 2013

BANCO PINE S.A. EXERCÍCIO DE 2013 BANCO PINE S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DAS LETRAS FINANCEIRAS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2014. Prezados Senhores Credores das Letras Financeiras, Na qualidade

Leia mais

ANEXO 20 (Instrução CVM nº 481/09) DIREITO DE RECESSO

ANEXO 20 (Instrução CVM nº 481/09) DIREITO DE RECESSO ANEXO 20 (Instrução CVM nº 481/09) DIREITO DE RECESSO 1. Descrever o evento que deu ou dará ensejo ao recesso e seu fundamento jurídico Resposta: A incorporação pela Braskem S.A. ( Braskem ) de ações da

Leia mais

Considerações sobre a CFEM no Projeto do Novo Código de Mineração e a competitividade das empresas de exploração mineral brasileiras.

Considerações sobre a CFEM no Projeto do Novo Código de Mineração e a competitividade das empresas de exploração mineral brasileiras. Considerações sobre a CFEM no Projeto do Novo Código de Mineração e a competitividade das empresas de exploração mineral brasileiras Ouro Preto - MG 13 de maio de 2014 ANY TAX ADVICE IN THIS COMMUNICATION

Leia mais

DIMENSÃO GOVERNANÇA CORPORATIVA CRITÉRIO I - PROPRIEDADE

DIMENSÃO GOVERNANÇA CORPORATIVA CRITÉRIO I - PROPRIEDADE CRITÉRIO I - PROPRIEDADE INDICADOR 1. PROTEÇÃO AOS MINORITÁRIOS PERGUNTA 1 - A companhia tem ações preferenciais? 1.1 - Se SIM, a razão dada pelo número de ações preferenciais da companhia sobre o total

Leia mais

BRINOX METALÚRGICA S.A. (SUCESSORA POR INCORPORAÇÃO DE CELLE SP PARTICIPAÇÕES S.A.) 1ª Emissão Pública de Debêntures

BRINOX METALÚRGICA S.A. (SUCESSORA POR INCORPORAÇÃO DE CELLE SP PARTICIPAÇÕES S.A.) 1ª Emissão Pública de Debêntures BRINOX METALÚRGICA S.A. (SUCESSORA POR INCORPORAÇÃO DE CELLE SP PARTICIPAÇÕES S.A.) 1ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2014 Brinox Metalúrgica S.A., sucessora

Leia mais

Perdigão Agroindustrial S.A.

Perdigão Agroindustrial S.A. Perdigão Agroindustrial S.A. Laudo de avaliação (Inclui balanço patrimonial) KPMG Auditores Independentes R. Dr. Renato Paes de Barros, 33 04530-904 - São Paulo, SP - Brasil Caixa Postal 2467 01060-970

Leia mais

COMPANHIA ENERGÉTICA DE PERNAMBUCO - CELPE. 4ª Emissão Pública de Debêntures

COMPANHIA ENERGÉTICA DE PERNAMBUCO - CELPE. 4ª Emissão Pública de Debêntures COMPANHIA ENERGÉTICA DE PERNAMBUCO - CELPE 4ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2014 Companhia Energética de Pernambuco - CELPE 4ª Emissão Pública de Debêntures

Leia mais

SUPERVIA CONCESSIONÁRIA DE TRANSPORTE FERROVIÁRIO S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013

SUPERVIA CONCESSIONÁRIA DE TRANSPORTE FERROVIÁRIO S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 SUPERVIA CONCESSIONÁRIA DE TRANSPORTE FERROVIÁRIO S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2014. Prezados Senhores Debenturistas,

Leia mais

OSX BRASIL S.A. CNPJ/MF n / Companhia Aberta em Recuperação Judicial BM&FBOVESPA: OSXB3 COMUNICADO AO MERCADO

OSX BRASIL S.A. CNPJ/MF n / Companhia Aberta em Recuperação Judicial BM&FBOVESPA: OSXB3 COMUNICADO AO MERCADO OSX BRASIL S.A. CNPJ/MF n 09.112.685/0001-32 Companhia Aberta em Recuperação Judicial BM&FBOVESPA: OSXB3 COMUNICADO AO MERCADO ESCLARECIMENTOS SOBRE CONSULTA CVM Rio de Janeiro, 27 de janeiro de 2017 A

Leia mais

Batávia S.A. Indústria de Alimentos

Batávia S.A. Indústria de Alimentos Batávia S.A. Indústria de Alimentos Laudo de avaliação (inclui balanço patrimonial) KPMG Auditores Independentes R. Dr. Renato Paes de Barros, 33 04530-904 - São Paulo, SP - Brasil Caixa Postal 2467 01060-970

Leia mais

ALLPARK EMPREENDIMENTOS, PARTICIPAÇÕES E SERVIÇOS S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2010.

ALLPARK EMPREENDIMENTOS, PARTICIPAÇÕES E SERVIÇOS S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2010. ALLPARK EMPREENDIMENTOS, PARTICIPAÇÕES E SERVIÇOS S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2010. Rio de janeiro, 29 de Abril, 2011. Prezados Senhores Debenturistas,

Leia mais

CIELO S.A. EXERCÍCIO DE 2016

CIELO S.A. EXERCÍCIO DE 2016 CIELO S.A. 4ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2016 Rio de Janeiro, 28 de Abril de 2017. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade de Agente Fiduciário da 4ª

Leia mais

Reestruturação Societária da Companhia Brasiliana de Energia e controladas 12 de Junho de 2015

Reestruturação Societária da Companhia Brasiliana de Energia e controladas 12 de Junho de 2015 Reestruturação Societária da Companhia Brasiliana de Energia e controladas 12 de Junho de ESTA COMUNICAÇÃO NÃO CONSTITUI UMA OFERTA DE VENDA OU PEDIDO DE UMA OFERTA PARA AQUISIÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

Leia mais

BK BRASIL OPERAÇÃO E ASSESSORIA A RESTAURANTES S.A. 3ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015

BK BRASIL OPERAÇÃO E ASSESSORIA A RESTAURANTES S.A. 3ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 BK BRASIL OPERAÇÃO E ASSESSORIA A RESTAURANTES S.A. 3ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 Rio de Janeiro, 29 de Abril de 2016. Prezados Senhores Debenturistas,

Leia mais

ECORODOVIAS INFRAESTRUTURA E LOGÍSTICA S.A. 1ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015

ECORODOVIAS INFRAESTRUTURA E LOGÍSTICA S.A. 1ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 ECORODOVIAS INFRAESTRUTURA E LOGÍSTICA S.A. 1ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 Rio de Janeiro, 29 de Abril de 2016. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade

Leia mais

NORMAS SOBRE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES DA COMPANHIA DISTRIBUIDORA DE GÁS DO RIO DE JANEIRO - CEG

NORMAS SOBRE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES DA COMPANHIA DISTRIBUIDORA DE GÁS DO RIO DE JANEIRO - CEG NORMAS SOBRE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES DA COMPANHIA DISTRIBUIDORA DE GÁS DO RIO DE JANEIRO - CEG I. DO OBJETIVO 1.1. O objetivo destas normas é estabelecer uma política de divulgação de ato ou fato relevante

Leia mais

Laudo de Avaliação do Patrimônio Líquido Contábil da AES Brazilian Energy Holdings Ltda. Companhia Brasiliana de Energia. 30 de junho de 2015

Laudo de Avaliação do Patrimônio Líquido Contábil da AES Brazilian Energy Holdings Ltda. Companhia Brasiliana de Energia. 30 de junho de 2015 Laudo de Avaliação do Patrimônio Líquido Contábil da AES Brazilian Energy Holdings Ltda. Companhia Brasiliana de Energia Condomínio São Luiz Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 1830 Torre I - 8º Andar

Leia mais

PDG REALTY S.A. EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES CNPJ nº / NIRE

PDG REALTY S.A. EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES CNPJ nº / NIRE PDG REALTY S.A. EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES CNPJ nº 02.950.811/0001-89 NIRE 33.3.0028519-9 FATO RELEVANTE (resumido conforme disposto no 4º do Art. 3º da Instrução CVM nº 358/02) Em atendimento às

Leia mais

BB Ações Vale Fundo de Investimento

BB Ações Vale Fundo de Investimento BB Ações Vale Fundo de Investimento (Administrado pela BB Gestão de Recursos - Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. - BB DTVM) Demonstrações contábeis Exercícios findos em 30 de setembro

Leia mais

COMUNICADO AO MERCADO

COMUNICADO AO MERCADO COMUNICADO AO MERCADO Em atenção ao OFÍCIO/CVM/SEP/GEA-4/Nº337/12 RESPOSTA 1 Em resposta a sua solicitação vem confirmar que em 30.5.2012, o Conselho de Administração se reuniu e aprovou a homologação

Leia mais

VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2011.

VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2011. VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. (atual denominação da INPAR S.A.) 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2011. Rio de Janeiro, 30 de Abril, 2012. Prezados

Leia mais

Assembleia Geral Extraordinária. Seiva S.A. Florestas e Indústrias

Assembleia Geral Extraordinária. Seiva S.A. Florestas e Indústrias Assembleia Geral Extraordinária Seiva S.A. Florestas e Indústrias ÍNDICE Proposta da Administração 2 Informações sobre a operação a ser realizada com Parte Relacionada (Art. 8º - Instrução CVM nº 481)

Leia mais

METALÚRGICA GERDAU S.A.

METALÚRGICA GERDAU S.A. METALÚRGICA GERDAU S.A. Companhia Aberta de Capital Autorizado (Categoria A ) CNPJ/MF nº 92.690.783/0001-09 Código CVM 8656 Avenida Farrapos, nº 1811 90220-005, Porto Alegre, RS FATO RELEVANTE METALÚRGICA

Leia mais

d) observar o Regulamento do Emissor de BDR Nível I Não Patrocinado; e

d) observar o Regulamento do Emissor de BDR Nível I Não Patrocinado; e Anexo I ao Oficio Circular 016/2010-DP O Conselho de Administração da BM&FBOVESPA S.A Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 30, alíneas a, b e c do Estatuto

Leia mais

BB Ações Cielo Fundo de Investimento

BB Ações Cielo Fundo de Investimento BB Ações Cielo Fundo de Investimento (Administrado pela BB Gestão de Recursos - Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. - BB DTVM) Demonstrações contábeis Exercícios findos em 30 de setembro

Leia mais

MÁQUINA DE VENDAS BRASIL PARTICIPAÇÕES S.A. EXERCÍCIO DE 2016

MÁQUINA DE VENDAS BRASIL PARTICIPAÇÕES S.A. EXERCÍCIO DE 2016 MÁQUINA DE VENDAS BRASIL PARTICIPAÇÕES S.A. 1ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2016 Rio de Janeiro, 28 de Abril de 2017. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade

Leia mais

CONCESSIONÁRIA DA RODOVIA OSÓRIO- PORTO ALEGRE S.A. CONCEPA 5ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014

CONCESSIONÁRIA DA RODOVIA OSÓRIO- PORTO ALEGRE S.A. CONCEPA 5ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 CONCESSIONÁRIA DA RODOVIA OSÓRIO- PORTO ALEGRE S.A. CONCEPA 5ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados Senhores

Leia mais

BB Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Vale do Rio Doce

BB Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Vale do Rio Doce BB Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Vale do Rio Doce (Administrado pela BB Gestão de Recursos - Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. - BB DTVM) Demonstrações contábeis referentes aos semestres

Leia mais

Demonstrações financeiras em 30 de setembro de 2015 e de 2014

Demonstrações financeiras em 30 de setembro de 2015 e de 2014 Alfa V - Fundo de Investimento em Ações Vale do Rio Doce CNPJ nº 04.897.367/0001-00 (Administrado pelo Banco Alfa de Investimento S.A.) KPDS 134433 Alfa V - Fundo de Investimento em Ações Vale do Rio Doce

Leia mais

LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S.A. 10ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015

LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S.A. 10ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S.A. 10ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 Rio de Janeiro, 29 de Abril de 2016. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade de

Leia mais

MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013

MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2014. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO BÁSICO DO ESTADO DE SÃO PAULO. 20ª Emissão de Debêntures. Série Única

COMPANHIA DE SANEAMENTO BÁSICO DO ESTADO DE SÃO PAULO. 20ª Emissão de Debêntures. Série Única COMPANHIA DE SANEAMENTO BÁSICO DO ESTADO DE SÃO PAULO 20ª Emissão de Debêntures Série Única Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES)

Leia mais

LOJAS AMERICANAS S.A. EXERCÍCIO DE 2013

LOJAS AMERICANAS S.A. EXERCÍCIO DE 2013 LOJAS AMERICANAS S.A. 3ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2014. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade de Agente

Leia mais

POLO CAPITAL SECURITIZADORA S.A. 14ª e 15ª SÉRIES da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO

POLO CAPITAL SECURITIZADORA S.A. 14ª e 15ª SÉRIES da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO POLO CAPITAL SECURITIZADORA S.A. 14ª e 15ª SÉRIES da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados

Leia mais

AGEO TERMINAIS E ARMAZÉNS GERAIS S.A. 1ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015

AGEO TERMINAIS E ARMAZÉNS GERAIS S.A. 1ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 AGEO TERMINAIS E ARMAZÉNS GERAIS S.A. 1ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 Rio de Janeiro, 29 de Abril de 2016. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade

Leia mais

A transação. Preço. Estrutura do Pagamento. Fonte de Recursos. Múltiplo Implícito

A transação. Preço. Estrutura do Pagamento. Fonte de Recursos. Múltiplo Implícito A transação Preço Aquisição de 95,8% do Grupo Dumont Saab ( Dumont ) pela subsidiária integral Technos da Amazônia Indústria e Comércio S.A. ( TASA ) Desembolso de R$182,1 milhões, valor implícito de 100%

Leia mais

BAESA-ENERGETICA BARRA GRANDE S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013

BAESA-ENERGETICA BARRA GRANDE S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 BAESA-ENERGETICA BARRA GRANDE S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2014. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade

Leia mais

PDG REALTY S.A. EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES CNPJ nº / NIRE

PDG REALTY S.A. EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES CNPJ nº / NIRE PDG REALTY S.A. EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES CNPJ nº 02.950.811/0001-89 NIRE 33.3.0028519-9 FATO RELEVANTE (resumido conforme disposto no 4º do Art. 3º da Instrução CVM nº 358/02) Em atendimento às

Leia mais

Sendo o que nos cabia informar, subscrevemo-nos, permanecendo à inteira disposição desta d. Comissão de Valores Mobiliários.

Sendo o que nos cabia informar, subscrevemo-nos, permanecendo à inteira disposição desta d. Comissão de Valores Mobiliários. São Paulo, 28 de março de 2017. Comissão de Valores Mobiliários Gerência de Acompanhamento de Empresas 2 Superintendência de Relações com Empresas Rua Sete de Setembro, 111 27º andar Centro Rio de Janeiro

Leia mais

ASCENTY DATA CENTERS E TELECOMUNICAÇÕES S.A.

ASCENTY DATA CENTERS E TELECOMUNICAÇÕES S.A. ASCENTY DATA CENTERS E TELECOMUNICAÇÕES S.A. (atual denominação social da ASCENTY DATA CENTERS LOCAÇÃO E SERVIÇOS S.A.) 2ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 Rio

Leia mais

Comissão de Valores Mobiliários CVM At.: Gerente de Acompanhamento de Empresas-1 - Sra. Nilza Maria Silva de Oliveira Cópia para:

Comissão de Valores Mobiliários CVM At.: Gerente de Acompanhamento de Empresas-1 - Sra. Nilza Maria Silva de Oliveira Cópia para: 5 de janeiro de 2016 À Comissão de Valores Mobiliários CVM At.: Gerente de Acompanhamento de Empresas-1 - Sra. Nilza Maria Silva de Oliveira Cópia para: gre@bvmf.com.br BM&FBOVESPA S.A. Bolsa de Valores,

Leia mais

M. DIAS BRANCO S.A. INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE ALIMENTOS 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013

M. DIAS BRANCO S.A. INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE ALIMENTOS 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 M. DIAS BRANCO S.A. INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE ALIMENTOS 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2014. Prezados Senhores Debenturistas,

Leia mais

COMIL ÔNIBUS S.A. EXERCÍCIO DE 2014

COMIL ÔNIBUS S.A. EXERCÍCIO DE 2014 COMIL ÔNIBUS S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade de Agente Fiduciário

Leia mais

BK BRASIL OPERAÇÃO E ASSESSORIA A RESTAURANTES S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014

BK BRASIL OPERAÇÃO E ASSESSORIA A RESTAURANTES S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 BK BRASIL OPERAÇÃO E ASSESSORIA A RESTAURANTES S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados Senhores Debenturistas,

Leia mais

Safra Exportação - Fundo de Investimento em Ações (Administrado pelo Banco Safra S.A.)

Safra Exportação - Fundo de Investimento em Ações (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Safra Exportação - Fundo de Investimento em Ações Demonstrações financeiras em 30 de setembro de 2004 e parecer de auditores independentes Parecer dos auditores independentes Aos Quotistas e ao Administrador

Leia mais

ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015

ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª Emissão de Debêntures Série Única Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE

Leia mais

Itaucard Financeira S.A. Crédito, Financiamento e Investimento Administrador

Itaucard Financeira S.A. Crédito, Financiamento e Investimento Administrador ITAÚ ÍNDICE AÇÕES IBOVESPA CNPJ: 01.135.345/0001-15 Poá - SP, julho de 2005 Prezado Cotista, Estamos disponibilizado o balanço do fundo ITAÚ ÍNDICE AÇÕES IBOVESPA - Fundo de Investimento em Cotas de Fundos

Leia mais