CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 15/SI/2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 15/SI/2015"

Transcrição

1 CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 15/SI/2015 SISTEMA DE INCENTIVOS QUALIFICAÇÃO DAS PME VALE INOVAÇÃO 15 DE MAIO DE 2015 Págin 1 d 17

2 Índic Prâmbulo Objivo prioridd vid Tipologi d oprçõ modlidd d Nurz do bnficiário Ár gográfic d plicção Âmbio Soril Condiçõ pcífic d co d Avio Rgr limi à lgibilidd d dp Criério d lção d Limi o númro d Tx d finncimno d dp lgívi Form limi do poio Modlidd procdimno pr prnção d Procdimno d náli dcião d Acição d dcião Doção indiciv do fundo concdr Idnificção do indicdor d ruldo lcnçr Progrm Oprcioni Finncidor Orgnimo Inrmédio rponávi pl náli Divulgção d ruldo pono d cono FASE I - Anxo A - Digrm obr o procdimno d náli dcião d FASE II - Anxo A - Digrm obr o procdimno d náli dcião d FASE III - Anxo A - Digrm obr o procdimno d náli dcião d FASE IV - Anxo A - Digrm obr o procdimno d náli dcião d FASE V - Anxo A - Digrm obr o procdimno d náli dcião d Págin 2 d 17

3 Prâmbulo No rmo do rigo 8.º do Rgulmno Epcífico do Domínio d Compiividd Inrncionlizção, dorvn digndo por RECI, publicdo rvé d Porri n.º 57- A/2015, d 27 d fvriro, ão prnd no âmbio d um procdimno concurl, cujo Avio d concuro ão divulgdo rvé do Porl Porugl 2020 (www.porugl2020.p). O prn Avio d concuro pr prnção d foi lbordo no rmo do prvio no n.º 6 do rigo 16.º do Rgulmno Grl do Fundo Europu Eruuri d Invimno (FEEI), provdo plo Dcro-Li n.º 159/2014, d 27 d ouubro do rigo 9.º do RECI ipul o guin: 1. Objivo prioridd vid O objivo d concuro coni m lcionr projo qu conium m pqun iniciiv mprrii d PME, ruln d um primiro conco com o SI&I (Sim d Invigção Inovção), brngndo ividd d conulori d gão, iênci cnológic, conulori n ár d conomi digil, conulori pr quiição, proção comrcilizção d dirio d propridd inlcul induril pr cordo d licncimno, conulori rliv à uilizção d norm rviço d nio crificção. N nido, ão ucívi d poio o projo rlivo à quiição d rviço d conulori d inovção (Prioridd d Invimno (PI) 3.3 mnciond n lín b) do n.º 1 do rigo 40.º do RECI). O prn Avio d concuro nqudr- n Tipologi d Invimno dignd por Qulificção Inrncionlizção d PME, no rmo do rigo 3.º do RECI. Págin 3 d 17

4 2. Tipologi d oprçõ modlidd d São ucívi d poio o projo individui qu vim o poio à quiição d rviço d conulori d inovção, no guin domínio: ) Trnfrênci d conhcimno - rviço d conulori iênci écnic, no domínio d rnfrênci d conhcimno crificção d im d gão d invigção, dnvolvimno inovção; b) Inovção orgnizcionl gão - iênci cnológic pr inrodução d novo méodo ou nov filoofi d orgnizção do rblho, rforço d cpcidd d gão, rdnho mlhori d lyou, çõ d bnchmrking, dignóico plnmno; c) Economi digil cnologi d informção comunicção (TIC) rviço pr implmnção d modlo d ngócio com vi à inrção d PME n conomi digil qu prmim concrizção d proco dmrilizdo com clin forncdor rvé d uilizção d TIC (uilizção d frrmn ofiicd d mrking pl mpr inbound oubound); d) Crição d mrc dign quiição d rviço pr concção d mrc própri o nívl do produo d mpr; ) Proção d propridd induril - conulori pr quiição, proção comrcilizção d dirio d propridd inlcul induril pr cordo d licncimno, f) Qulidd Eco-inovção conulori rliv à uilizção d norm rviço d nio crificção; No formulário dv r indicdo juificdo o domínio ou domínio, plicávi o projo. A gum um rgim implificdo no qu rpi criério d lção przo d dcião. 3. Nurz do bnficiário O bnficiário do poio prvio no prn Avio d concuro ão mpr PME d qulqur nurz ob qulqur form jurídic, qu cumprm com o criério d co d lgibilidd guir nuncido. Págin 4 d 17

5 4. Ár gográfic d plicção O Avio d concuro m plicção m od rgiõ NUTS II do Coninn (Nor, Cnro, Libo, Alnjo Algrv). A loclizção do projo corrpond à rgião ond locliz o blcimno do bnficiário no qul irá r rlizdo o invimno. 5. Âmbio Soril São lgívi o projo inrido m od ividd conómic, m prjuízo d rriçõ prvi no rigo 4.º do RECI. 6. Condiçõ pcífic d co d Avio Pr lém do criério pcífico d lgibilidd do bnficiário do projo, prvio no Dcro-Li n.º 159/2014 no RECI, o projo lcionr no prn concuro êm ind d ifzr guin condiçõ pcífic d co: ) Corrpondr um mpr com plo mno 3 poo rblho xin à d d ; b) Efur conul plo mno du nidd crdid pr domínio d inrvnção ( Inovção ), dvndo quiição d rviço prnchr cumulivmn guin condiçõ: i. Srm xcluivmn impuávi o blcimno do bnficiário ond dnvolv o projo; ii. Rulrm d quiiçõ m condiçõ d mrcdo rciro não rlciondo com o dquirn; iii. Rulrm d quiiçõ nidd crdid pr prção do rviço m cu, não ndo dmiid ubconrção d our nidd. c) r our provd ou m f d dcião n ipologi d invimno Qulificção d PME idnificd n lín b) do n.º 1 do rigo 40.º do RECI; d) Compromr- prnr informção, vlindo o rviço prdo pl rpiv nidd crdid. Págin 5 d 17

6 Qundo à d d prnção d não ivr ind diponívl Informção Emprril plificd (IES), rliv o no 2014, pr fio d dfinição do no préprojo rá conidrdo o no d Rgr limi à lgibilidd d dp Tndo m conidrção o limi máximo d incnivo prmiido por, no rmo do n.º 3 do 49.º do RECI, o limi máximo d dp lgívl é d 20 mil uro. 8. Criério d lção d A ão vlid com b no criério d lgibilidd prvio no rigo 5.º, no n.º 4 do rigo 45.º no n.º 3 do rigo 48.º do RECI no prn Avio m méri d nqudrmno lgibilidd do bnficiário do projo. O projo qu cumprm com o criério d lgibilidd rfrido ão ordndo por d (di/hor/minuo/gundo) d nrd d lciondo é o limi orçmnl dfinido no Pono 15 d Avio, m prjuízo do rfrido limi podr r rforçdo por dcião d Auoridd d Gão (AG). Em co d iguldd, lção d é fud com b n crição líquid d poo d rblho. 9. Limi o númro d Ao brigo do prn Avio d concuro cd cndido pn pod prnr um. 10. Tx d finncimno d dp lgívi Tndo m conidrção o prvio no n.º 2 do rigo 50.º do RECI, o incnivo concdr no âmbio d Avio ão clculdo rvé d plicção à dp conidrd lgívi d um x d 75%. Págin 6 d 17

7 11. Form limi do poio O poio concdr no âmbio d Avio rvm form d incnivo não rmbolávl, n condiçõ blcid no rigo 49.º do RECI. 12. Modlidd procdimno pr prnção d A prnção d é fud rvé d formulário lrónico no Blcão 2020 (hp://www.porugl2020.p/blco2020/). Pr prnr é indipnávl qu o bnficiário nh fudo rgio unicção no Blcão Com unicção é crid um ár rrvd n qul o bnficiário podrá conr com um conjuno d funcionlidd, indpndnmn d nurz do projo, d Rgião ou do Progrm Oprcionl qu prnd cndidr. N ár rrvd o bnficiário dv confirmr complr o u ddo d crcrizção d nidd qu rão udo n u o Porugl Com o objivo d implificr o proco d dcião inroduzir um mior plnmno no co o poio diponívi à PME, blcu- n Avio d concuro um modologi d rcção d d form conínu, com dciõ fd num b bimrl. D form, no âmbio do prn Avio d concuro, fic blcido o guin plno por f pr prnção d rpiv d d comunicção d dcião o bnficiário: DATAS F Início Rcção d Cndidur Fim Rcção d Cndidur (*) Comunicção Dcião o Bnficiário F I 15-Mi Jun Ago-15 F II 15-Jun Ago Nov-15 F III 31-Ago Ou Jn-16 F IV 31-Ou Dz Mr-16 F V 31-Dz Mr Jun-16 No: (*) A rcção d m cd f ncrr à 19 hor do di dfinido no qudro como Fim d Rcção d. A prir d hor ão incluíd n f guin. Págin 7 d 17

8 A Auoridd d Gão do Progrm Oprcioni podrão upndr rcção d qulqur momno, rvé d comunicção prévi publicr no loci dfinido no pono 19. com um ncdênci mínim d 3 di úi m rlção à d blcid pr upnão. Evnui jumno, julgdo prinn, o rmo condiçõ gor blcido pr Avio d concuro, rão divulgdo no loci dfinido no pono 19., ncipdmn fc o início d cd f pr prnção d. Ao brigo d Avio d concuro o przo pr prnção d dcorr nr o di 15 d mio d 2015 o di 31 d mrço d 2016 (19 hor). 13. Procdimno d náli dcião d A ão nlid lciond d cordo com o criério d lgibilidd prvio n Avio d concuro. A dcião fundmnd obr o finncimno ribuir à é profrid pl Auoridd d Gão (AG) nvolvid no finncimno do projo no przo d 20 di úi, conr d d d ncrrmno d cd f do Avio. O przo rfrido upnd- qundo jm olicido o cndido quiqur clrcimno, informçõ ou documno, o qu ó pod ocorrr por um vz. A não prnção plo cndido, no przo d 10 di úi, do clrcimno, informçõ ou documno olicido ignificrá diênci d. No âmbio do proco d prcição d lgibilidd d é miido, no przo máximo d 10 di úi conr d d d ncrrmno d cd f, um prcr d náli d por pr do Orgnimo Inrmédio (OI) idnificdo no pono 18 d Avio. O prcr d náli obr ão prcido no âmbio d rd d im d incnivo prvi n lín f) do n.º 2 do rigo n.º 61.º do Dcro-Li n.º 137/2014, d 12 d mbro. O cndido ão ouvido no procdimno d udiênci prévi, no rmo lgi, ndo concdido um przo máximo d 10 di úi pr prnr vnui lgçõ m Págin 8 d 17

9 conrário, condo prir d d d noificção d propo d dcião, digndmn quno à vnul innção d indfrimno o rpivo fundmno. No rmo do n.º 3 do rigo 121.º do Código do Procdimno Adminirivo rlizção d udiênci prévi rfrid no númro nrior upnd congm do przo fixdo d 20 di úi pr doção d dcião. A propo d dcião d, rlivmn à qui nhm ido prnd lgçõ m conrário, ão rprcid ndo profrid rpiv dcião finl no przo máximo d 20 di úi, conr d d d prnção d lgção ( rfrid rprcição inclui náli, dcião nov udiênci prévi, plicávl). O projo não poido qu, m ruldo d proco d rprcição prmim u incluão no conjuno do projo lciondo, rão conidrdo lciondo poido no âmbio do prn concuro. A dcião é noificd pl AG o bnficiário no przo d 5 di úi, conr d d d u mião. Com unicção no Blcão 2020 pó ubmião do formulário d é concdido o cndido prmião pr co à Plform d Aco plificdo (PAS) rvé d qul inrg pr fio d: ) Rpo pdido d clrcimno; b) Comunicção d diênci d, nomdmn n uênci d rpo o pdido d clrcimno, d informção ou lmno dicioni, qundo olicido; c) Audiênci prévi rliv à propo d dcião obr, digndmn comunicção d propo d dcião prnção d vnul lgção m conrário; d) Comunicção d dcião finl d AG obr ; ) Conul obr iução do projo hiórico do bnficiário. A d limi pr noificção d dcião ão indicd no qudro do pono 12 n qui inclui o przo d 10 di úi uilizdo pr rpo pdido d clrcimno o przo d 10 di úi pr udiênci d inrdo. No Anxo A prn- por f, o digrm ilurivo obr o procdimno d náli dcião d. Págin 9 d 17

10 14. Acição d dcião A cição d dcião d concão do incnivo é fi mdin inur do rmo d cição qul é ubmid lronicmn unicd no rmo do rigo 11.º do Dcro-Li n.º 159/2014, d 27 d ouubro. No rmo do n.º 2 do rigo 21.º do Dcro-Li n.º 159/2014, dcião d provção cduc co não j indo o rmo d cição no przo máximo d 30 di úi, conr d d d noificção d dcião, lvo moivo juificdo, não impuávl o cndido. 15. Doção indiciv do fundo concdr A doção do Fundo FEDER f o prn concuro é d 9,2 milhõ d uro, corrpondndo à guin doção indiciv por Progrm Oprcionl (PO): Progrm Oprcionl Doção Orçmnl (milhr d uro) Compiividd Inrncionlizção Rgionl do Nor Rgionl do Cnro Rgionl d Libo 500 Rgionl do Alnjo 500 Rgionl do Algrv Tol Idnificção do indicdor d ruldo lcnçr A lção do projo m ividd d inovção grn o linhmno do projo poir com o indicdor d ruldo do PO ( PME com ividd d inovção no ol d PME ). Proguindo orinção pr ruldo, ão objo d conrulizção moniorizção o objivo prvio plo bnficiário qundo d provção do projo. Págin 10 d 17

11 17. Progrm Oprcioni Finncidor A dlimição d inrvnção do Progrm Oprcioni finncidor do projo inrido n concuro é drmind d guin form: ) A AG do POCI (COMPETE 2020) finnci o projo d médi mpr com invimno loclizdo n rgiõ NUTS II Nor, Cnro Alnjo; b) O projo d micro pqun mpr loclizdo n rgiõ NUTS II Nor, Cnro Alnjo ão poido plo rpivo Progrm Oprcioni Rgioni; c) O projo com invimno loclizdo n rgiõ NUTS II d Libo do Algrv ão finncido plo rpivo Progrm Oprcioni Rgioni. 18. Orgnimo Inrmédio rponávi pl náli No rmo do rigo n.º 36.º 37.º do Dcro-Li n.º 137/2014, d 12 d mbro rlivo o modlo d govrnção do FEEI, nidd dignd por conro d dlgção d compênci qu gurm náli d no âmbio d Avio d concuro ão: ) O Iniuo do Turimo d Porugl, I. P. (Turimo d Porugl, I. P.) - pr o projo do or do urimo; b) A Agênci pr Compiividd Inovção, I. P. (IAPMEI, I. P.), pr o rn projo. 19. Divulgção d ruldo pono d cono No porl Porugl 2020 (www.porugl2020.p) n Plform d Aco plificdo (PAS), o cndido, êm co: ) A our pç informçõ rlvn, nomdmn lgilção nqudrdor; b) Supor écnico jud o clrcimno d dúvid no príodo m qu dcorr o concuro; c) A pono d cono pr obr informçõ dicioni; d) Ao ruldo d concuro. Págin 11 d 17

12 15 d mio d 2015 Pridn Comião Diriv do PO Compiividd Inrncionlizção Pridn Comião Diriv do PO Rgionl do Nor Pridn Comião Diriv do PO Rgionl do Cnro Pridn Comião Diriv do PO Rgionl d Libo Pridn Comião Diriv do PO Rgionl do Alnjo Pridn Comião Diriv do PO Rgionl do Algrv Rui Vinh d Silv Emídio Gom An Abrunho João Tixir Anónio Co Dib Dvid Sno Págin 12 d 17

13 FASE I - Anxo A - Digrm obr o procdimno d náli dcião d Formulário Cndidur D ncrrmno AAC: 15/06/2015 Pdido Eclrcimno Solicido clrcimno -przo d 10 di pr rpo. Diênci Rcbido rgindo rpo - diênci. OI mi prcr Aprcição prcr Rd SI AG prpr propo d dcião Noificção Audiênci prévi D R l v n D limi pr mião d prcr do OI:29/06/2015 m pdido clrcimno 13/07/2015 com pdido clrcimno O prcr obr ão prcido n rd d im d incnivo d 12 d mbro O cndido ão ouvido no procdimno, ndo concdido um przo máximo d 10 di úi pr prnr vnui lgçõ m conrário, condo prir d d d noificção d propo d dcião. Rprcição (dcião 20 di úi) Algçõ AG Dcião Finl Auoridd d Gão Dcião finl d limi: 10/08/2015 D limi noificção d dcião finl: 17/08/2015 Págin 13 d 17

14 FASE II - Anxo A - Digrm obr o procdimno d náli dcião d Formulário Cndidur D ncrrmno AAC: 31/08/2015 Pdido Eclrcimno Solicido clrcimno -przo d 10 di pr rpo. Diênci Rcbido rgindo rpo - diênci. OI mi prcr Aprcição prcr Rd SI AG prpr propo d dcião Noificção Audiênci prévi D R l v n D limi pr mião d prcr do OI:14/09/2015 m pdido clrcimno 28/09/2015 com pdido clrcimno O prcr obr ão prcido n rd d im d incnivo d 12 d mbro O cndido ão ouvido no procdimno, ndo concdido um przo máximo d 10 di úi pr prnr vnui lgçõ m conrário, condo prir d d d noificção d propo d dcião. Rprcição (dcião 20 di úi) Algçõ AG Dcião Finl Auoridd d Gão Dcião finl d limi: 26/10/2015 D limi noificção d dcião finl: 02/11/2015 Págin 14 d 17

15 FASE III - Anxo A - Digrm obr o procdimno d náli dcião d Formulário Cndidur D ncrrmno AAC: 31/10/2015 Pdido Eclrcimno Solicido clrcimno -przo d 10 di pr rpo. Diênci Rcbido rgindo rpo - diênci. OI mi prcr Aprcição prcr Rd SI AG prpr propo d dcião Noificção Audiênci prévi D R l v n D limi pr mião d prcr do OI:13/11/2015 m pdido clrcimno 27/11/2015 com pdido clrcimno O prcr obr ão prcido n rd d im d incnivo d 12 d mbro O cndido ão ouvido no procdimno, ndo concdido um przo máximo d 10 di úi pr prnr vnui lgçõ m conrário, condo prir d d d noificção d propo d dcião. Rprcição (dcião 20 di úi) Algçõ AG Dcião Finl Auoridd d Gão Dcião finl d limi: 29/12/2015 D limi noificção d dcião finl: 06/01/2016 Págin 15 d 17

16 FASE IV - Anxo A - Digrm obr o procdimno d náli dcião d Formulário Cndidur D ncrrmno AAC: 31/12/2015 Pdido Eclrcimno Solicido clrcimno -przo d 10 di pr rpo. Diênci Rcbido rgindo rpo - diênci. OI mi prcr Aprcição prcr Rd SI AG prpr propo d dcião Noificção Audiênci prévi D R l v n D limi pr mião d prcr do OI:15/01/2016 m pdido clrcimno 29/01/2016 com pdido clrcimno O prcr obr ão prcido n rd d im d incnivo d 12 d mbro O cndido ão ouvido no procdimno, ndo concdido um przo máximo d 10 di úi pr prnr vnui lgçõ m conrário, condo prir d d d noificção d propo d dcião. Rprcição (dcião 20 di úi) Algçõ AG Dcião Finl Auoridd d Gão Dcião finl d limi: 26/02/2016 D limi noificção d dcião finl: 04/03/2016 Págin 16 d 17

17 FASE V - Anxo A - Digrm obr o procdimno d náli dcião d Formulário Cndidur D ncrrmno AAC: 31/03/2016 Pdido Eclrcimno Solicido clrcimno -przo d 10 di pr rpo. Diênci Rcbido rgindo rpo - diênci. OI mi prcr Aprcição prcr Rd SI AG prpr propo d dcião Noificção Audiênci prévi D R l v n D limi pr mião d prcr do OI:14/04/2016 m pdido clrcimno 29/04/2016 com pdido clrcimno O prcr obr ão prcido n rd d im d incnivo d 12 d mbro O cndido ão ouvido no procdimno, ndo concdido um przo máximo d 10 di úi pr prnr vnui lgçõ m conrário, condo prir d d d noificção d propo d dcião. Rprcição (dcião 20 di úi) Algçõ AG Dcião Finl Auoridd d Gão Dcião finl d limi: 27/05/2016 D limi noificção d dcião finl: 03/06/2016 Págin 17 d 17

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 13/SI/2015

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 13/SI/2015 CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 13/SI/2015 SISTEMA DE INCENTIVOS EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO E CRIATIVO VALE EMPREENDEDORISMO 15 DE MAIO DE 2015 Págin 1 d 16 Índic Prâmbulo... 3 1.

Leia mais

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 14/SI/2015

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 14/SI/2015 CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 14/SI/2015 SISTEMA DE INCENTIVOS INTERNACIONALIZAÇÃO DAS PME VALE INTERNACIONALIZAÇÃO 15 DE MAIO DE 2015 Págin 1 d 17 Índic Prâmbulo... 3 1. Objivo

Leia mais

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 12/SI/2015

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 12/SI/2015 CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 12/SI/2015 SISTEMA DE INCENTIVOS INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO VALE I&D 15 DE MAIO DE 2015 Págin 1 d 16 Índic Prâmbulo... 3 1. Objivo prioridd

Leia mais

ALTERAÇÃO Nº1 CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 15/SI/2015

ALTERAÇÃO Nº1 CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 15/SI/2015 ALTERAÇÃO Nº1 CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 15/SI/2015 SISTEMA DE INCENTIVOS QUALIFICAÇÃO DAS PME VALE INOVAÇÃO 30 DE JULHO DE 2015 Págin 1 d 3 Altrção o Aviso d Concurso 1. Fc à

Leia mais

ALTERAÇÃO Nº1 CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 12/SI/2015

ALTERAÇÃO Nº1 CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 12/SI/2015 ALTERAÇÃO Nº1 CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 12/SI/2015 SISTEMA DE INCENTIVOS INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO VALE I&D 30 DE JULHO DE 2015 Págin 1 d 3 Altrção o Aviso d

Leia mais

Análises de sistemas no domínio da frequência

Análises de sistemas no domínio da frequência prmno d Engnhri Químic d Prólo UFF iciplin: TEQ0- COTROLE E PROCESSOS náli d im no domínio d frquênci Prof inok Boorg Rpo d Frquênci Cliqu pr dir o ilo do xo mr COCEITO: Coni d um méodo gráfico-nlíico

Leia mais

GRAVITAÇÃO UNIVERSAL

GRAVITAÇÃO UNIVERSAL GVIÇÃO UNIVESL z- u ci féric u fr chubo rio, l qu u uprfíci ngnci uprfíci xrn fr chubo p plo cnro priii fr chubo r D coro co Li Grição Unirl, qul rá forç co qu fr chubo rirá u pqun fr locliz à iânci, o

Leia mais

+ = x + 3y = x 1. x + 2y z = Sistemas de equações Lineares

+ = x + 3y = x 1. x + 2y z = Sistemas de equações Lineares Sisms d quçõs Linrs Equção Linr Tod qução do ipo:.. n n Ond:,,., n são os ofiins;,,, n são s inógnis; é o rmo indpndn. E.: d - Equção Linr homogên qundo o rmo indpndn é nulo ( ) - Um qução linr não prsn

Leia mais

ESCOLA DE LÍDERES BRASIL

ESCOLA DE LÍDERES BRASIL ESCOLA DE LÍDERES BRASIL CURSO DE MARKETING MÓDULO I LEITURA COMPLEMENTAR (LC) [ D i g i o c o n ú d o d b r r l r l. T r - s d u m s u p l m n o O MERCADO 1. O Circuio Econômico Sgundo Armndo Krmr, produção

Leia mais

MATRIZES E DETERMINANTES LISTA 5

MATRIZES E DETERMINANTES LISTA 5 RACIOCÍNIO LÓGICO - Zé Crlos MATRIZES E DETERMINANTES LISTA 5 RESUMO TEÓRICO Mriz rl Sjm m n dois númros iniros. Um mriz rl d ordm m n é um conjuno d mn númros ris, disribuídos m m linhs n coluns, formndo

Leia mais

Uniforme Exponencial Normal Gama Weibull Lognormal. t (Student) χ 2 (Qui-quadrado) F (Snedekor)

Uniforme Exponencial Normal Gama Weibull Lognormal. t (Student) χ 2 (Qui-quadrado) F (Snedekor) Prof. Lorí Vili, Dr. vili@pucrs.br vili@m.ufrgs.br hp://www.pucrs.br/fm/vili/ hp://www.m.ufrgs.br/~vili/ Uniform Exponncil Norml Gm Wibull Lognorml (Sudn) χ (Qui-qudrdo) F (Sndkor) Um VAC X é uniform no

Leia mais

Programa Compete Balanço e meios disponíveis até final do QREN

Programa Compete Balanço e meios disponíveis até final do QREN Programa Compete Balanço e meios disponíveis até final do QREN Franquelim Alves XIV Fórum da Indústria Têxtil Vila Nova de Famalicão 28 Novembro 2012 COMPETE Instrumentos e Sistemas de Apoio AGENDA DA

Leia mais

tgs Resumo do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização think global. think tgs Qualificação e Internacionalização das PME

tgs Resumo do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização think global. think tgs Qualificação e Internacionalização das PME think global. think Resumo do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização Qualificação e Internacionalização das PME TGS Março 2015 O que é? O Regulamento Específico do Domínio da Competitividade

Leia mais

LINHA DE CRÉDITO DE CURTO PRAZO, AGRICULTURA, SILVICULTURA E PECUÁRIA

LINHA DE CRÉDITO DE CURTO PRAZO, AGRICULTURA, SILVICULTURA E PECUÁRIA Dsignção Dsignção Unidd 1º Priodo 2º Príodo GLOBAL Príodos Nº Máximo Trigo Euros/h 296,81 296,81 593,62 0 Cris Outono- Invrno 50 Cvd dístic Triticl 04 Avi Euros/h 263,83 230,86 494,69 1 d Stmbro 31 d Julho

Leia mais

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 04/SI/2015

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 04/SI/2015 CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 04/SI/2015 SISTEMA DE INCENTIVOS EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO E CRIATIVO 20 DE MARÇO DE 2015 Página 1 de 17 Índice Preâmbulo... 3 1. Objetivos e prioridades

Leia mais

ALTERAÇÃO CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 18/SI/2015

ALTERAÇÃO CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 18/SI/2015 ALTERAÇÃO CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 18/SI/2015 SISTEMA DE INCENTIVOS QUALIFICAÇÃO DAS PME 23 DE JULHO DE 2015 Página 1 de 17 Índice Preâmbulo... 3 1. Objetivos e prioridades

Leia mais

AVISO DE CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO Nº ALT20-53-2015-03

AVISO DE CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO Nº ALT20-53-2015-03 AVISO DE CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO Nº ALT20-53-2015-03 SISTEMA DE APOIO A AÇÕES COLETIVAS QUALIFICAÇÃO Nos termos do artigo 8.º do Regulamento Específico do Domínio da Competitividade

Leia mais

BULLETIN NO. CBLBKDB1203-03. Melhor projeto, maior eficiência e confiabilidade. Talhas Manuais KITO

BULLETIN NO. CBLBKDB1203-03. Melhor projeto, maior eficiência e confiabilidade. Talhas Manuais KITO BULLETIN NO. BLBKB120-0 Mlhor projo, mior ficiênci confiilidd Tlh Mnui KITO Vindo ornr- O Mior Mlhor Fricn Mundil d Tlh d u fundção, m 192, KITO vm nhndo confinç d u clin por r um d lídr d mrcdo n fricção

Leia mais

Inovação empresarial e empreendedorismo. Qualificação e internacionalização das PME. Investigação e desenvolvimento tecnológico

Inovação empresarial e empreendedorismo. Qualificação e internacionalização das PME. Investigação e desenvolvimento tecnológico Mostra das empresas + Iniciativa Domínio Competitividade e Internacionalização Região Competitiva, Resiliente, Empreendedora e Sustentável com base na valorização do Conhecimento Loulé 8 Maio de 2015 Sistemas

Leia mais

O investimento empresarial apoiado pelo Portugal 2020 na Região Centro

O investimento empresarial apoiado pelo Portugal 2020 na Região Centro Comemoração do Dia da Europa 9 de maio de 2016 O investimento empresarial apoiado pelo Portugal 2020 na Região Centro Jorge Brandão Vogal Executivo da Comissão Diretiva do CENTRO 2020 MAIS CENTRO 2007-2013

Leia mais

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini - Novembro 2013

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini - Novembro 2013 Txto para Coluna do NRE-POLI na Rvita Contrução Mrcado Pini - Novmbro 2013 Rico do Tomador do Agnt Financiro no Uo do Sitma Pric m rlação ao Sitma SAC no Financiamnto d Imóvi Ridnciai Prof. Dr. Claudio

Leia mais

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 19/SI/2015

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 19/SI/2015 CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 19/SI/2015 SISTEMA DE INCENTIVOS INTERNACIONALIZAÇÃO DAS PME 02 DE JULHO DE 2015 Página 1 de 15 Índice Preâmbulo... 3 1. Objetivos e prioridades visadas...

Leia mais

INFORMATIVO 02 / 2009 LEI COMPLEMENTAR 128/08 - SIMPLES NACIONAL - CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA PARA CERTOS PRESTADORES DE SERVIÇO

INFORMATIVO 02 / 2009 LEI COMPLEMENTAR 128/08 - SIMPLES NACIONAL - CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA PARA CERTOS PRESTADORES DE SERVIÇO 2inf08 HMF (23.01.29) INFORMATIVO 02 / 29 LEI COMPLEMENTAR 128/08 - SIMPLES NACIONAL - CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA PARA CERTOS PRESTADORES DE SERVIÇO Em 22.12.28 foi publicd Li Complmntr 128. El ltrou

Leia mais

TABELA V-A. 0,10=< (r) 0,15=< (r) (r) < 0,20. Até 120.000,00 17,50% 15,70% 13,70% 11,82% 10,47% 9,97% 8,80% 8,00%

TABELA V-A. 0,10=< (r) 0,15=< (r) (r) < 0,20. Até 120.000,00 17,50% 15,70% 13,70% 11,82% 10,47% 9,97% 8,80% 8,00% Anxo V 1) Srá purd rlção conform bixo: = Folh d Slários incluídos ncrgos (m 12 mss) Rcit Brut (m 12 mss) 2) Ns hipótss m qu corrspond os intrvlos cntsimis d Tbl V-A, ond < signific mnor qu, > signific

Leia mais

PROCESSO DE ACREDITAÇÃO DE ENTIDADES PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROJETO SIMPLIFICADO VALE

PROCESSO DE ACREDITAÇÃO DE ENTIDADES PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROJETO SIMPLIFICADO VALE PROCESSO DE ACREDITAÇÃO DE ENTIDADES PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROJETO SIMPLIFICADO VALE 07 DE MAIO DE 2015 Página 1 de 6 Índice Preâmbulo... 3 1. Objetivos... 3 2. Natureza das entidades... 3 3. Processo

Leia mais

MOVIMENTOS SOB A AÇÃO DE UMA FORÇA RESULTANTE DE INTENSIDADE CONSTANTE

MOVIMENTOS SOB A AÇÃO DE UMA FORÇA RESULTANTE DE INTENSIDADE CONSTANTE MOVIMENTOS SOB A AÇÃO DE UMA ORÇA RESULTANTE DE INTENSIDADE CONSTANTE Trjóris Tmos os sguins csos: 1º) S forç rsuln ivr dirção d vlocidd só vrirá o módulo ds rjóri srá rilín. v R Ou R v º) S forç rsuln

Leia mais

Oferta n.º 1260. Praça do Doutor José Vieira de Carvalho 4474-006 Maia Tel. 229 408 600 Fax 229 412 047 educacao@cm-maia.pt www.cm-maia.

Oferta n.º 1260. Praça do Doutor José Vieira de Carvalho 4474-006 Maia Tel. 229 408 600 Fax 229 412 047 educacao@cm-maia.pt www.cm-maia. Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Inglês Ofert n.º 1260 A Câmr Municipl Mi procede à bertur do

Leia mais

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 20/SI/2015

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 20/SI/2015 CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 20/SI/2015 SISTEMA DE INCENTIVOS INOVAÇÃO PRODUTIVA 02 DE JULHO DE 2015 Página 1 de 19 Índice Preâmbulo... 3 1. Objetivos e prioridades visadas... 3

Leia mais

ANO LECTIVO 2001/2002

ANO LECTIVO 2001/2002 ANO LECTIVO 00/00 ª Fas, ª Chamada 00 Doss rapêuicas iguais d um cro anibióico são adminisradas, pla primira vz, a duas pssoa: a Ana o Carlos Admia qu, duran as doz primiras horas após a omada simulâna

Leia mais

J, o termo de tendência é positivo, ( J - J

J, o termo de tendência é positivo, ( J - J 6. Anxo 6.. Dinâmica da Economia A axa d juros (axa SEL LBO) sgu um modlo. Ou sja, o procsso da axa d juros (nuro ao risco) é dscrio por: dj ( J J ) d J ond: J : axa d juros (SEL ou LBO) no insan : vlocidad

Leia mais

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 25/SI/2015

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 25/SI/2015 CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 25/SI/2015 SISTEMA DE INCENTIVOS INOVAÇÃO PRODUTIVA PARA PROJETOS LOCALIZADOS EM TERRITÓRIOS DE BAIXA DENSIDADE 14 DE JULHO DE 2015 Página 1 de 18 Índice

Leia mais

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 30/SI/2015

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 30/SI/2015 CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 30/SI/2015 SISTEMA DE INCENTIVOS QUALIFICAÇÃO DAS PME PROJETOS CONJUNTOS 13 DE OUTUBRO DE 2015 Página 1 de 16 Índice Preâmbulo... 3 1. Objetivos e prioridades

Leia mais

3. TRANSFORMADA DE LAPLACE. Prof. JOSÉ RODRIGO DE OLIVEIRA

3. TRANSFORMADA DE LAPLACE. Prof. JOSÉ RODRIGO DE OLIVEIRA 3 TRNSFORMD DE LPLCE Prof JOSÉ RODRIGO DE OLIVEIR CONCEITOS BÁSICOS Númro complxo: ond α β prncm ao nº rai Módulo fa d um númro complxo Torma d Eulr: b a an a co co n n Prof Joé Rodrigo CONCEITOS BÁSICOS

Leia mais

Programa Operacional Competitividade e Internacionalização

Programa Operacional Competitividade e Internacionalização Programa Operacional Competitividade e Internacionalização Qualificação das PME Vale Inovação Intene Consultoria de Gestão, Lda. Maio 2015 Rua Dr. Augusto Martins, n.º 90, 1.º andar Sala 4 4470-145 Maia

Leia mais

Investir no Atlântico

Investir no Atlântico Investir no Atlântico Domínio Competitividade e Internacionalização Região Competitiva, Resiliente, Empreendedora e Sustentável com base na valorização do Conhecimento UALG 17 novembro de 2015 Sistemas

Leia mais

Workshop Abertura de candidaturas SAMA2020 Francisco Nunes

Workshop Abertura de candidaturas SAMA2020 Francisco Nunes Workshop Abertura de candidaturas SAMA2020 Francisco Nunes Gestor de Eixo Lisboa 1 de julho de 2015 DOMÍNIOS TRASNVERSAIS DOMÍNIOS TEMÁTICOS Portugal 2020 COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO INCLUSÃO

Leia mais

AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 06 / SI / 2012

AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 06 / SI / 2012 AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 06 / SI / 2012 SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO DE PME) PROGRAMA ESTRATÉGICO +E+I VALE PROJETO SIMPLIFICADO

Leia mais

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 02/SI/2016

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 02/SI/2016 CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 02/SI/2016 SISTEMA DE INCENTIVOS EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO E CRIATIVO 15 DE JANEIRO DE 2016 Página 1 de 17 Índice Preâmbulo... 3 1. Objetivos e prioridades

Leia mais

CALENDÁRIO COMUM DE LANÇAMENTO DE CONCURSOS

CALENDÁRIO COMUM DE LANÇAMENTO DE CONCURSOS 1 DOMÍNIO COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO PORTUGAL 2020 CALENDÁRIO COMUM DE LANÇAMENTO DE CONCURSOS março 2015 / março 2016 SISTEMAS DE INCENTIVOS MODERNIZAÇÃO E CAPACITAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Leia mais

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 29/SI/2015

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 29/SI/2015 CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 29/SI/2015 SISTEMA DE INCENTIVOS INTERNACIONALIZAÇÃO DAS PME PROJETOS CONJUNTOS 13 DE OUTUBRO DE 2015 Página 1 de 15 Índice Preâmbulo... 3 1. Objetivos

Leia mais

Capítulo IV TRANSFORMADAS DE LAPLACE

Capítulo IV TRANSFORMADAS DE LAPLACE Cpíulo IV TRANSFORMADAS DE LAPLACE Cpíulo IV Trnormd d Lplc Cpíulo IV O méodo d rnormd d Lplc rolv quçõ dirncii corrpondn problm d vlor inicil problm d vlor ronir O proco d olução coni m rê po principi:

Leia mais

Portugal 2020 Oportunidades de financiamento para a Inovação Tecnológica na AP Francisco Nunes

Portugal 2020 Oportunidades de financiamento para a Inovação Tecnológica na AP Francisco Nunes Portugal 2020 Oportunidades de financiamento para a Inovação Tecnológica na AP Francisco Nunes Gestor de Eixo Pavilhão do Conhecimento 5 de maio de 2015 Inovação na AP INOVAÇÃO exploração com sucesso de

Leia mais

SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO DE PME) VALE INOVAÇÃO

SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO DE PME) VALE INOVAÇÃO AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 07 / SI / 2009 SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO DE PME) VALE INOVAÇÃO Nos termos do Regulamento do SI Qualificação

Leia mais

Capítulo 3. Análise de Sinais Dep. Armas e Electronica, Escola Naval V1.1 - Victor Lobo 2004. Page 1. Domínio da frequência

Capítulo 3. Análise de Sinais Dep. Armas e Electronica, Escola Naval V1.1 - Victor Lobo 2004. Page 1. Domínio da frequência Dp. Armas Elcronica, Escola Naval V. - Vicor Lobo 004 Capíulo 3 Transformadas ourir ourir Discra Bibliografia Domínio da frquência Qualqur sinal () po sr composo numa soma xponnciais complxas Uma xponncial

Leia mais

PROJECTOS INDIVIDUAIS E DE COOPERAÇÃO

PROJECTOS INDIVIDUAIS E DE COOPERAÇÃO AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 03 / SI / 2009 SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO DE PME) PROJECTOS INDIVIDUAIS E DE COOPERAÇÃO Nos termos do

Leia mais

Um Programa dirigido às Empresas Francisco Nunes

Um Programa dirigido às Empresas Francisco Nunes Um Programa dirigido às Empresas Francisco Nunes Gestor de Eixo Aveiro 2 de dezembro de 2015 Fonte: Comissão Europeia Contexto competitivo global Melhoria dos fatores domésticos de competitividade Ambiente

Leia mais

Oferta n.º As funções serão exercidas nos Estabelecimentos de Ensino de 1º Ciclo Ensino Básico da rede pública do Concelho da Maia.

Oferta n.º As funções serão exercidas nos Estabelecimentos de Ensino de 1º Ciclo Ensino Básico da rede pública do Concelho da Maia. Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Atividde Físic e Desportiv Ofert n.º 1257 A Câmr Municipl Mi

Leia mais

ROUPEIRO JERIBÁ / VERITÀ

ROUPEIRO JERIBÁ / VERITÀ PX () 59-5050 v. Jesus Candian, -. angueira Rural - CP 500-000 - Ubá - G -mail: qualidade@moveisnovohorizonte.com.br ROUPIRO JRIÁ / VRIÀ L.: 0mm LRG.: 900mm PROF.: 555 mm CUR NO PÁGIN NO FCOOK LINK O LDO

Leia mais

Ofertas n.º 1187; 1188; 1189; 1190 e 1191

Ofertas n.º 1187; 1188; 1189; 1190 e 1191 Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Atividdes Lúdico Expressivs Ligção d Escol o Meio Oferts n.º

Leia mais

Oferta n.º Praça do Doutor José Vieira de Carvalho Maia Tel Fax

Oferta n.º Praça do Doutor José Vieira de Carvalho Maia Tel Fax Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Atividdes Lúdico Expressivs Expressão Musicl Ofert n.º 3237

Leia mais

Plano de Gestão 2012-2015

Plano de Gestão 2012-2015 Plno de Gestão 202-205 - Cmpus UFV - Florestl - Grdução Missão: Promover polítics de incentivo à pesquis, pós-grdução, inicição científic e cpcitção de recursos humnos, objetivndo excelênci do Cmpus Florestl

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA Editl PPGEA 04/2016: http://portl.ufgd.edu.br/pos-grduco/mestrdo-engenhrigricol 1.1 Conttos: Horário de tendimento d secretri: d 8 s 11 h e ds 13 s 16 h;

Leia mais

Exemplos de pilares mistos

Exemplos de pilares mistos Pilre Mio Exemplo de pilre mio Peri meálio reveido om beão Peri ubulre irulre heio om beão Peri meálio prilmene reveido om beão Peri ubulre heio om beão reveindo um peril bero Peri ubulre rengulre heio

Leia mais

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e :

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ 13 DE JULH DE 2015! Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : Caso vo cê nunca t e nh a pa

Leia mais

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 06/SI/2015

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 06/SI/2015 CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 06/SI/2015 SISTEMA DE INCENTIVOS INTERNACIONALIZAÇÃO DAS PME 30 DE MARÇO DE 2015 Página 1 de 18 Índice Preâmbulo... 3 1. Objetivos e prioridades visadas...

Leia mais

Oferta n.º 1274; 1275 e 1276

Oferta n.º 1274; 1275 e 1276 Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Inglês Ofert n.º 1274; 1275 e 1276 A Câmr Municipl Mi procede

Leia mais

1 Capítulo 2 Cálc l u c lo l I ntegra r l l em m R

1 Capítulo 2 Cálc l u c lo l I ntegra r l l em m R píulo álculo Ingrl m R píulo - álculo Ingrl SUMÁRIO rimiivs imdis ou qus-imdis rimiivção por prs por subsiuição rimiivção d unçõs rcionis Ingris órmul d Brrow ropridds do ingrl dinido Ingris prméricos

Leia mais

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 03/SI/2015

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 03/SI/2015 CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º 03/SI/2015 SISTEMA DE INCENTIVOS INOVAÇÃO PRODUTIVA 20 DE MARÇO DE 2015 Página 1 de 24 Índice Preâmbulo... 3 1. Objetivos e prioridades visadas... 3

Leia mais

Prgrmçã O Mu s u Év r, p r l ém f rcr s s i g ns «vi s i t s cl áss i cs» qu cri m s p nt s c nt ct nt r s di v rs s p úb l ic s qu vi s it m s c nt ú d s d s u ri c s p ó l i, p r cu r, c nc m i t nt

Leia mais

MEEC Mestrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores. MCSDI Modelação e Controlo de Sistemas Dinâmicos. Exercícios de.

MEEC Mestrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores. MCSDI Modelação e Controlo de Sistemas Dinâmicos. Exercícios de. EEC rado Engnharia Elroénia d Copuador CDI odlação Conrolo d ia Dinâio Exríio d Função Driiva Conuno d xríio laborado plo don Joé Tnriro ahado JT, anul ano ilva, Víor Rodrigu da Cunha VRC Jorg Erla da

Leia mais

Sistemas de Incentivos Q R E N

Sistemas de Incentivos Q R E N SOLUÇÕES DE FINANCIAMENTO ÀS EMPRESAS Sistemas de Incentivos Q R E N TURISMO [Regiões NUT II Continente] Funchal 13 novembro 2012 Miguel Mendes SOLUÇÕES DE FINANCIAMENTO ÀS EMPRESAS 1 QREN - SISTEMA DE

Leia mais

Associação de Resistores e Resistência Equivalente

Associação de Resistores e Resistência Equivalente Associção d sistors sistêci Equivlt. Itrodução A ális projto d circuitos rqurm m muitos csos dtrmição d rsistêci quivlt prtir d dois trmiis quisqur do circuito. Além disso, pod-s um séri d csos práticos

Leia mais

Qualificação das PME. Internacionalização das PME

Qualificação das PME. Internacionalização das PME Qualificação das PME Internacionalização das PME Sistema de Incentivos Qualificação das PME Candidaturas 30 Março a 22 Maio 2015 Para projectos que visem acções de qualificação de PME com o objectivo de

Leia mais

A Função Densidade de Probabilidade

A Função Densidade de Probabilidade Prof. Lorí Vili, Dr. vili@mt.ufrgs.r http://www.mt.ufrgs.r/~vili/ Sj X um vriávl ltóri com conjunto d vlors X(S). S o conjunto d vlors for infinito não numrávl ntão vriávl é dit contínu. A Função Dnsidd

Leia mais

f(x) é crescente e Im = R + Ex: 1) 3 > 81 x > 4; 2) 2 x 5 = 16 x = 9; 3) 16 x - 4 2x 1 10 = 2 2x - 1 x = 1;

f(x) é crescente e Im = R + Ex: 1) 3 > 81 x > 4; 2) 2 x 5 = 16 x = 9; 3) 16 x - 4 2x 1 10 = 2 2x - 1 x = 1; Curso Teste - Eponencil e Logritmos Apostil de Mtemátic - TOP ADP Curso Teste (ii) cso qundo 0 < < 1 EXPONENCIAL E LOGARITMO f() é decrescente e Im = R + 1. FUNÇÃO EXPONENCIAL A função f: R R + definid

Leia mais

Programa Operacional Competitividade e Internacionalização

Programa Operacional Competitividade e Internacionalização Programa Operacional Competitividade e Internacionalização Vale Inovação PSZ CONSULTING Maio 2015 Índice 1 O que é?... 2 1.1 Enquadramento... 2 1.2 Objetivos Específicos... 2 1.3 Âmbito Setorial... 2 1.4

Leia mais

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil EoS v Cíf ISSN: 1517-1949 o@uov.br Uvrdd Nov d Julho Brl Slv oz, Dogo d ñ d "A pdgog o Brl. Hór or" d Drmvl Sv EoS v Cíf, vol. 12, úm. 2, julo-dmbr, 2010, pp. 511-519 Uvrdd Nov d Julho São Pulo, Brl Dpoívl

Leia mais

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO Nº 04/SIAC/2015 QUALIFICAÇÃO

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO Nº 04/SIAC/2015 QUALIFICAÇÃO CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO Nº 04/SIAC/2015 SISTEMA DE APOIO A AÇÕES COLETIVAS QUALIFICAÇÃO 24 de julho de 2015 Página 1 de 16 Índice Preâmbulo... 3 1. Enquadramento do AAC e identificação

Leia mais

DIAGRAMA DE INTERLIGAÇÃO DE AUTOMAÇÃO NESS LRC MULTILINHAS C/ IHM

DIAGRAMA DE INTERLIGAÇÃO DE AUTOMAÇÃO NESS LRC MULTILINHAS C/ IHM 4 5 6 7 8 9 0 QUIPNOS ONROLOS 5 LINS RSRIOS OU LINS ONLOS LIN RSRIOS IR INRLIÇÃO UOÇÃO NSS LR ULILINS O I 8 0/0/5 URÇÃO LRÇÃO OS UNIUS, RPOSIIONNO O POLI LRÇÂO N LIS RIIS LOUV 7 7 0/0/5 LRO O LYOU, SUSIUIO

Leia mais

ORIENTAÇÃO DE GESTÃO N.º 05.REV3/2014

ORIENTAÇÃO DE GESTÃO N.º 05.REV3/2014 ORIENTAÇÃO DE GESTÃO N.º 05.REV3/2014 NORMA DE PAGAMENTOS SISTEMAS DE INCENTIVOS QREN VALE I&DT E VALE INOVAÇÃO Nos termos do previsto nos Contratos de Concessão de Incentivos e nos Termos de Aceitação

Leia mais

PROJECTOS DE EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO

PROJECTOS DE EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 12 / SI / 2009 SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO (SI INOVAÇÃO) PROJECTOS DE EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO Nos termos do Regulamento do SI Inovação, a apresentação

Leia mais

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10 QUESTÃO 1 VESTIBULAR FGV 010 JUNHO/010 RESOLUÇÃO DAS 15 QUESTÕES DE MATEMÁTICA DA PROVA DA MANHÃ MÓDULO OBJETIVO PROVA TIPO A O mon i tor de um note book tem formato retangular com a di ag o nal medindo

Leia mais

ORIENTAÇÃO DE GESTÃO N.º15/2014

ORIENTAÇÃO DE GESTÃO N.º15/2014 ORIENTAÇÃO DE GESTÃO N.º15/2014 SISTEMAS DE INCENTIVOS QREN VALIDAÇÃO NO PÓS-PROJETO DO MÉRITO DO PROJETO No âmbito dos Avisos de Concurso relativos aos SI QREN, com exceção da modalidade Projetos Simplificados

Leia mais

INSTABILIDADE DE CHAPAS INSTABILIDADE DE CHAPAS MÉTODO DAS LARGURAS EFETIVAS APLICAÇÃO A PERFIS FORMADOS A FRIO APLICAÇÃO A PERFIS SOLDADOS

INSTABILIDADE DE CHAPAS INSTABILIDADE DE CHAPAS MÉTODO DAS LARGURAS EFETIVAS APLICAÇÃO A PERFIS FORMADOS A FRIO APLICAÇÃO A PERFIS SOLDADOS INSTABILIDADE DE CHAPAS INSTABILIDADE DE CHAPAS MÉTODO DAS LARGURAS EFETIVAS APLICAÇÃO A PERFIS FORMADOS A FRIO FLAMBAGEM POR FLEXÃO FLAMBAGEM POR TORÇÃO FLAMBAGEM POR FLEXO-TORÇÃO FLAMBAGEM LATERAL FLAMBAGEM

Leia mais

que representa uma sinusoide com a amplitude modulada por uma exponencial. Com s real, tem-se,

que representa uma sinusoide com a amplitude modulada por uma exponencial. Com s real, tem-se, Curo d Engnharia Elcrónica d Compuador - Elcrónica III Frquência Complxa rvião n Conidr- a xprão, σ v V co qu rprna uma inuoid com a ampliud modulada por uma xponncial. Com ral, m-, n σ>0 a ampliud d v

Leia mais

AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO Nº 01/SI/2015

AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO Nº 01/SI/2015 AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO Nº 01/SI/2015 SISTEMA DE INCENTIVOS INOVAÇÃO PRODUTIVA REGIME CONTRATUAL DE INVESTIMENTO (RCI) 17 DE MARÇO DE 2015 Página 1 de 24 Índice Preâmbulo... 3 1.

Leia mais

ANEXO I DA LEI COMPLEMENTAR Nº123, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2006 (vigência: 01/01/2012)

ANEXO I DA LEI COMPLEMENTAR Nº123, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2006 (vigência: 01/01/2012) ANEO I DA LEI COMPLEMENTAR Nº123, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2006 (vigênci: 01/01/2012) (Rdção dd pl Li Complmntr nº 139, d 10 d novmbro d 2011) Alíquots Prtilh do Simpls Ncionl - Comércio Rcit Brut m 12 mss

Leia mais

TEMA CENTRAL: A interface do cuidado de enfermagem com as políticas de atenção ao idoso.

TEMA CENTRAL: A interface do cuidado de enfermagem com as políticas de atenção ao idoso. TERMO DE ADESÃO A POLITICA DE INSCRIÇÃO NOS EVENTOS DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENFERMAGEM 9ª. JORNADA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM GERIÁTRICA E GERONTOLÓGICA TEMA CENTRAL: A interfce do cuiddo de enfermgem

Leia mais

Vale Projecto - Simplificado

Vale Projecto - Simplificado IDIT Instituto de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica Vale Projecto - Simplificado VALES Empreendedorismo e Inovação Associados Parceiros / Protocolos IDIT Enquadramento Vale Projecto - Simplificado

Leia mais

CIRCULAR. Assunto: SISTEMA DE INCENTIVOS INOVAÇÃO PRODUTIVA SISTEMA DE INCENTIVOS EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO E CRIATIVO

CIRCULAR. Assunto: SISTEMA DE INCENTIVOS INOVAÇÃO PRODUTIVA SISTEMA DE INCENTIVOS EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO E CRIATIVO CIRCULAR N/ REFª: 29 DATA: 23/03/2015 Assunto: SISTEMA DE INCENTIVOS INOVAÇÃO PRODUTIVA SISTEMA DE INCENTIVOS EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO E CRIATIVO Data de início: 20 03-2015 Data de encerramento: 24-04-2015

Leia mais

PROCESSO DE ACREDITAÇÃO DE ENTIDADES PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROJETO SIMPLIFICADO VALE

PROCESSO DE ACREDITAÇÃO DE ENTIDADES PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROJETO SIMPLIFICADO VALE PROCESSO DE ACREDITAÇÃO DE ENTIDADES PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROJETO SIMPLIFICADO VALE [As alterações agora introduzidas a este Processo de Acreditação aplicam-se aos pedidos de registo (ou de alteração)

Leia mais

LEI n 45712002 De 29 de abril de 2002.

LEI n 45712002 De 29 de abril de 2002. PREFEITURA i1 UN ICLPL I)I (;ARRI Prç Mrchl Dodoro d Fonsc s/ny Cntro. CEP: 49.830-0()0 CGC 13 112669/0001-17 * Tlfon (0'x79)354 1240 1 E-Mil: LEI n 45712002 D 29 d bril d 2002. Autoriz o Podr Excutivo

Leia mais

AVISO DE CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO Nº ALT20-45-2015-08

AVISO DE CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO Nº ALT20-45-2015-08 AVISO DE CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO Nº ALT20-45-2015-08 SISTEMA DE APOIO À INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA PROJETOS DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO

Leia mais

Eixo Prioritário V Assistência Técnica

Eixo Prioritário V Assistência Técnica Eixo Prioritário V Assistência Técnica Convite Público à Apresentação de Candidatura no Domínio da Assistência Técnica no Âmbito da Delegação de Competências com os Organismos Intermédios na gestão dos

Leia mais

POCI Aviso n.º3/si/2015 Programa Operacional Fatores de Competitividade INOVAÇÃO PRODUTIVA ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS BENEFICIÁRIOS

POCI Aviso n.º3/si/2015 Programa Operacional Fatores de Competitividade INOVAÇÃO PRODUTIVA ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS BENEFICIÁRIOS ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS POCI Aviso n.º3/si/2015 Programa Operacional Fatores de Competitividade INOVAÇÃO PRODUTIVA O objetivo específico deste concurso consiste em conceder apoios financeiros a projetos

Leia mais

log 2, qual o valor aproximado de 0, 70

log 2, qual o valor aproximado de 0, 70 UNIERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ GABARITO DE FUNDAMENTOS DA MATEMÁTICA PROA DE TRANSFERÊNCIA INTERNA, EXTERNA E PARA PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR // CANDIDATO: CURSO PRETENDIDO: OBSERAÇÕES: Prova

Leia mais

Atendimento por marcação Atualizado em:

Atendimento por marcação Atualizado em: SEGURANÇA SOCIAL pr rcçã Atulizd : 23-01-2017 O qu é O tn pr rcçã é u rvi qu prit gn d tn di hr prvint finid. C t rvi cidã é tndid n di hr qu i qu à u dipnibili, tr prncr fil pr. O tn pr rcçã p r fit n-lin

Leia mais

AVISO DE CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO Nº ALT20-46-2015-05

AVISO DE CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO Nº ALT20-46-2015-05 AVISO DE CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO Nº ALT20-46-2015-05 SISTEMA DE APOIO A AÇÕES COLETIVAS TRANSFERÊNCIA DO CONHECIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO Nos termos do artigo 8.º do Regulamento

Leia mais

Conferência "12 anos depois de Porter. E agora? Como retomar a estratégia de crescimento para os vinhos portugueses?"

Conferência 12 anos depois de Porter. E agora? Como retomar a estratégia de crescimento para os vinhos portugueses? Conferência "12 anos depois de Porter. E agora? Como retomar a estratégia de crescimento para os vinhos portugueses?" Rui Vinhas da Silva Presidente da Comissão Diretiva Porto 14 julho 2015 Estrutura

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Identidade, Competitividade, Responsabilidade Acordo de Parceria Consagra a política de desenvolvimento económico, social, ambiental e territorial Define

Leia mais

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS SISTEMA DE APOIO ÀS AÇÕES COLETIVAS INTERNACIONALIZAÇÃO Índice 1. Objetivo temático, prioridade de investimento e objetivo específico... 3 2. A área geográfica

Leia mais

QREN. 2007-2013 Agenda de Competitividade

QREN. 2007-2013 Agenda de Competitividade 1 QREN. 2007-2013 Conhecimento e inovação Produção transaccionável QREN 2007-2013 Competitividade Financiamento Empresarial Eficiência da Administração Pública Convergência com a UE Perfil de especialização

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE FERREIRA DO ZÊZERE

CÂMARA MUNICIPAL DE FERREIRA DO ZÊZERE CAPITULO I VENDA DE LOTES DE TERRENO PARA FINS INDUSTRIAIS ARTIGO l. A lienção, trvés de vend, reliz-se por negocição direct com os concorrentes sendo o preço d vend fixo, por metro qudrdo, pr um ou mis

Leia mais

EDITAL 001/2017 SELEÇÃO DE BOLSISTAS

EDITAL 001/2017 SELEÇÃO DE BOLSISTAS EDITAL 001/2017 SELEÇÃO DE BOLSISTAS O coordendor dos projetos de pesquis e desenvolvimento institucionl nº 034280, 042571, 042576, torn públic bertur de inscrições pr seleção de lunos dos cursos de grdução

Leia mais

MECANISMOS DE REAÇÕES

MECANISMOS DE REAÇÕES /4/7 MECSMS DE REÇÕES rof. Hrly. Mrins Filho Rçõs lmnrs Rçõs qu concm m pns um p são rçõs lmnrs. molculri rção lmnr é o númro moléculs qu rgm. Rção lmnr unimolculr: C molécul m um proili inrínsc s compor

Leia mais

(Às Co missões de Re la ções Exteriores e Defesa Na ci o nal e Comissão Diretora.)

(Às Co missões de Re la ções Exteriores e Defesa Na ci o nal e Comissão Diretora.) 32988 Quarta-feira 22 DIÁRIO DO SENADO FEDERAL Ou tu bro de 2003 Art. 3º O Gru po Parlamentar reger-se-á pelo seu regulamento in ter no ou, na falta deste, pela decisão da ma i o ria absoluta de seus mem

Leia mais

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS SISTEMA DE APOIO ÀS AÇÕES COLETIVAS PROMOÇÃO DO ESPÍRITO EMPRESARIAL Índice 1. Objetivo temático, prioridade de investimento e objetivo específico... 3 2. A área

Leia mais

VALES O SEU PROJECTO É ELEGÍVEL?

VALES O SEU PROJECTO É ELEGÍVEL? O SEU PROJECTO É ELEGÍVEL? VALES AC CC CO ONS SULT TORE ES ASS SOCI IADO OS A ACC Consultores Associados, Lda. ajuda empreendedores e empresários na procura de financiamentos na obtenção de apoios de que

Leia mais

Candidaturas 20 Março a 24 Abril 2015

Candidaturas 20 Março a 24 Abril 2015 Inovação Produtiva Sistema de Incentivos Inovação Produtiva Candidaturas 20 Março a 24 Abril 2015 Para projectos que contribuam para o aumento do investimento empresarial em actividades inovadoras (produto,

Leia mais

Análise de Sistemas no Espaço de Estados

Análise de Sistemas no Espaço de Estados MEE Mrdo m Engnhr Elcroécnc d ompdor MSD Modlção onrolo d Sm Dnâmco Ercíco d nál d Sm no Epço d Edo onjno d rcíco lordo plo docn Joé Tnrro Mchdo JTM, Mnl Sno Sl MSS, Víor odrg d nh V Jorg Erl d Sl JES.

Leia mais