LISTA DE EXERCÍCIOS 1 ESTATÍSTICA E PROBABILIDADES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LISTA DE EXERCÍCIOS 1 ESTATÍSTICA E PROBABILIDADES"

Transcrição

1 LISTA DE EXERCÍCIOS 1 ESTATÍSTICA E PROBABILIDADES 1- Ordene os dados indicando o 1º, 2º e 3º quartil 45, 56, 62, 67, 48, 51, 64, 71, 66, 52, 44, 58, 55, 61, 48, 50, 62, 51, 61, Faça a análise da distribuição de altura obtida a partir de uma amostra de 40 alunos de uma escola. Altura Frequência 3- Qual a reta ajustada que melhor representa a correlação entre a grandeza X e Y representada abaixo? Xi Yi Calcule a média, a mediana e a moda dos dados apresentados a seguir: 82, 86, 88, 84, 85, 85, 91, 93

2 5- Um professor está interessado em demonstrar que as notas de algumas disciplinas têm relação direta com as notas de outras. No caso foram analisados um conjunto de 12 alunos em duas disciplinas: Estatística e Cálculo. Analise se há uma correlação entre as notas das duas áreas. Aluno Nota em Matemática Nota em Estatística A 5 6 B 8 9 C 7 8 D E 6 5 F 7 7 G 9 8 H 3 4 I 8 6 J 5 3 K 4 7 L O quadro seguinte representa as alturas (em cm) de 40 alunos de uma classe. a) Construir uma tabela de freqüência das alturas dos alunos. b) Construir o histograma.

3 7- Meça os colegas de sua turma e pergunte a massa em kg. Construa uma correlação relacionando a altura e o peso dos colegas somente dos colegas. 8- Um fabricante pretende avaliar a correlação existente entre a temperatura do dia e o consumo de cerveja. Os dados foram inseridos na tabela a seguir. Avalie qual a correlação é mais adequada. 9- Calcule a correlação que relaciona a idade e a altura de uma criança.

4 10- Construa o histograma que represente a distribuição do peso dos estudantes de uma determinada escola.

5 Lista de Exercícios 2 Estatística e Probabilidades 1- Uma empresa precisa selecionar 1 novo colaborador entre 50 que realizaram 6 tipos de provas. 3 deles obtiveram as melhores notas: A, B e C, conforme a tabela. Considerando-se o critério de escolha o candidato com menor variância, qual deles deve ser escolhido? Candidato Prova 1 Prova 2 Prova 3 Prova 4 Prova 5 Prova 6 A 7 7, ,5 9 B C 7, ,5 σ 2 = ( Xi x) 2 ( n 1 ) 2- Cinco empregados coletados aleatoriamente de 3 empresas (A, B e C). Perguntou-se o salário deles (em salários mínimos) Em qual você trabalharia a partir dessa pesquisa? A B C 5, ,5 9 7

6 3- No exercício de correlação entre temperatura do dia ( o C) e consumo de cerveja (litros), calcule qual é o coeficiente R. T C Uma pesquisa com 100 pessoas mediu o tempo de reação para frear um carro em milisegundos. O valor médio obtido foi de 180ms com um desvio padrão de 50ms. Considerando que o tempo de reação obedece a lei da distribuição normal, qual é a probabilidade de encontrar uma pessoa com tempo de reação menor que 100ms? 5- Uma fabrica de cimentos necessita encher sacos com peso médio de 50kg. Mas em alguns casos o peso varia de acordo com a distribuição normal. Uma amostra de 20 sacos de cimento apresentou massa média de 50kg e desvio padrão de 2 kg. Se um saco de cimento for selecionado aleatoriamente no depósito para análise, qual a probabilidade de que ele tenha menos de 48kg?

7 Lista de exercícios 3 Estatística e probabilidades 1- Em um lançamento de duas moedas não viciadas (ao mesmo tempo), qual é a probabilidade de sair 2 coroas? 2- Uma caixa tem 3 bolas brancas e 2 bolas pretas. Selecionando-se aleatoriamente (por sorteio) 2 bolas sem reposição, qual a probabilidade de sair 2 bolas pretas? E se houvesse reposição? 3- Considere 3 lançamentos seguidos de uma moeda honesta. Qual a probabilidade de sair apenas 1 cara nesses 3 lançamentos? 4- Considere que dois dados honestos sejam lançados juntos. Em cada jogada, calcula-se a soma dos resultados. Qual a probabilidade de que a soma seja 6 ou 7? 5- Um piloto tem probabilidade de vencer uma corrida calculada em 1/5. Qual a probabilidade do piloto não vencer a corrida? 6- De um baralho de 52 cartas extraem-se 2 cartas sucessivamente e sem reposição. Qual a probabilidade de se obter um ás e um valete nessa ordem? 7- Lança-se dois dados não viciados. Se a soma dos pontos nos dois lados foi 8, calcule a probabilidade de ocorrer a face 5 em um deles? 8- Uma caixa tem 9 bolas, sendo 2 brancas, 3 vermelhas e 4 pretas. Qual a probabilidade de ser retirar uma bola que não seja preta? 9- Escolhe-se ao acaso um dos anagramas da palavra XADREZ. Qual a probabilidade da palavra escolhida começar por XA? 10- Uma urna contém bolas numeradas de 1 a 25. Uma bola é extraída ao acaso dessa urna. Qual a probabilidade de o número da bola sorteada ser múltiplo de 2 ou de 3?

8 Lista de exercícios número 4 1- Uma caixa contém 11 bolas numeradas de 1 a 11. Retirando-se uma delas ao acaso, observa-se que a mesma traz um número ímpar. Determinar a probabilidade de que esse número seja menor que Dois dados, um azul e um verde são lançados e cada uma das seis faces são equiprováveis nos dois dados. Qual a probabilidade do dado verde ter resultado 6 dado que a soma dos resultados foi 8? 3- Em uma comunidade, 15% das pessoas lêem o jornal A, 12% lêem o jornal B e 3% lêem ambos os jornais. Sorteando-se uma pessoa e sabendo que ela lê o jornal B, qual a probabilidade de que ela leia também o jornal A? 4- Em uma pesquisa realizada com consumidores sobre a preferência da marca de sabão em pó, verificou-se que utilizam a marca X, utilizam a marca Y, utilizam as duas marcas. Foi sorteada uma pessoa desse grupo e verificou-se que ela utiliza a marca X, Qual a probabilidade dessa pessoa também ser usuária da marca Y? 5- Uma caixa tem bolas numeradas de 1 a 10. Sorteamos 1 bola ao acaso. Qual a probabilidade da bola sorteada ser múltiplo de 2? E qual a probabilidade da bola ser múltiplo de 3?

9 Lista de exercícios 5- Estatística e Probabilidades 1-Qual a probabilidade de uma caixa de leite, escolhida aleatoriamente seja do tipo U, sabendo que ele está fora das especificações? Tipo B Tipo C Tipo U Total Dentro das especificações Fora das especificações Total Em uma rede de computadores, em 60% dos dias ocorre alguma falha. Construir a distribuição de probabilidades para a variável aleatória X = número de dias com falha na rede, considerando o período de observação de 3 dias. Suponha que os eventos são independentes. 3- Uma caixa tem 9 bolas, sendo 2 brancas, 3 vermelhas e 4 pretas. Qual a probabilidade de ser retirar uma bola que não seja preta? 4- Um casal pretende ter 3 filhos. Qual a probabilidade de nascerem dois meninos? 5- Dois aparelhos de alarme funcionam de forma independente, detectando presença com probabilidades de 0,95 e 0,90. Qual a probabilidade de que um dado problema seja detectado por apenas um dos aparelhos? 6- Em um lote de 12 peças, 4 são defeituosas. 2 peças são retiradas uma após a outra sem reposição e de forma aleatória. Qual a probabilidade de que ambas sejam boas? 7- Uma fábrica tem 3 máquinas A, B e C responsáveis por 40%, 50% e 10% da produção. Os percentuais de peças defeituosas produzidas pelas respectivas máquinas são: 3%, 5% e 2%. Uma peça é sorteada ao acaso e verifica-se que ela é defeituosa. Qual a probabilidade de que ela tenha vindo da máquina B?

10 8- Uma moeda viciada é lançada 8 vezes. A probabilidade de se obter cara em cada jogada é de 0,60. No total de lançamentos, qual a probabilidade de se obter 5 caras? 9- Uma central telefônica PABX recebe uma média de 5 chamadas por minuto. Qual a probabilidade de que a central não receber nenhuma chamada durante um intervalo de 1 minuto? 10- Um servidor HTTP recebe uma média de 3,5 acessos por minuto. Qual a probabilidade de observarmos apenas 2 acessos por minuto? 11- Considerando X como sendo uma variável aleatória discreta igual ao número de vezes em que ocorre a face CARA em 5 lançamentos de uma moeda honesta. Qual a probabilidade de ocorrer duas caras? Qual a probabilidade de ocorrer no máximo 2 caras? 12- Um banco de sangue catalogou doadores durante 5 dias. Os dados foram organizados na tabela. Analisando estas informações, calcule qual a probabilidade de um doador ter o sangue do tipo O ou do tipo A. Calcule também a probabilidade de um doador selecionado aleatoriamente ter o sangue tipo B ou que seu Rh seja negativo. Sangue tipo Sangue tipo Sangue tipo Sangue tipo Total O A B AB Fator Rh Fator Rh Total

11 13- Em uma amostra de 150 estudantes, 70 disseram que somente têm um aparelho de CD, 50 disseram que somente têm uma TV e 25 disseram que têm ambos. O Diagrama de Venn a seguir descreve esta situação. Se um estudante e selecionado ao acaso, qual e a probabilidade de que ele tenha somente um aparelho de CD? De que ele tenha somente uma TV? De que ele tenha tanto uma TV como um aparelho de CD? 14- Considerando um lote de peças. Admitamos que 10% delas sejam defeituosas. Duas peças são selecionadas aleatoriamente. Qual a probabilidade de que ambas sejam perfeitas? 15- Considere o circuito da figura. A probabilidade de que cada relé esteja fechado é de 12%. Todos os relés funcionam independentemente. Qual é a probabilidade de que o circuito permita a passagem de corrente entre A e B? 16 Uma multinacional produz circuitos integrados em 3 fábricas F1, F2 e F3 na proporção de 30%, 45% e 25% respectivamente. As probabilidades de que um circuito integrado produzido por essas fábricas não funcione são 1%, 2% e 3%. Escolhido ao acaso um circuito com defeito, qual a probabilidade de que ele seja fabricado na F1?

12 17- Um professor importante, residente no Rio de Janeiro, preocupado com um possível sequestro, adota a seguinte estratégia para se deslocar da sua casa até o escritório onde trabalha: duas vezes por semana usa um carro branco, duas vezes por semana usa um carro azul e uma vez por semana um carro cinza prateado; duas vezes por semana usa a rota A, duas vezes por semana a rota B e uma vez por semana a rota C; A decisão sobre qual rota e qual carro utilizar em uma dada semana é independente e é escolhida ao acaso no domingo à noite, porém sempre é mantida a proporção acima. Determine a probabilidade deste professor estar usando o carro azul na rota B em uma terça-feira durante uma semana sem feriados. 18- Suponha que numa linha de produção a probabilidade de se obter uma peça defeituosa (sucesso) é p=0,1. Toma-se uma amostra de 10 peças para serem inspecionadas. Qual a probabilidade de se obter: a) Uma peça defeituosa? b) Nenhuma peça defeituosa? c) Duas peças defeituosas? D) No mínimo duas peças defeituosas? E) No máximo duas peças defeituosas? 19- Um módulo eletrônico é formado por peças do tipo A, B e C. A taxa de defeitos em cada peça é de 50 por milhão, 80 por milhão e 120 por milhão respectivamente. Somente montando é possível perceber o defeito. Qual o número de módulos por milhão que darão o defeito? 20- Na Páscoa uma avó compra ovos para seus 8 netos. Ela comprou 1 chocolate Lacta e 2 chocolates Garotos para cada neto. Dentro do chocolate há brindes, sendo que a probabilidade de se encontrar um brinde no chocolate Lacta é de 1/8. Já para o chocolate Garoto a chance é de 1/16. Nesse caso, qual é a probabilidade do neto mais velho ser o único a ganhar um brinde no chocolate Lacta?

QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS ENVOLVENDO PROBABILIDADE

QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS ENVOLVENDO PROBABILIDADE QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS ENVOLVENDO PROBABILIDADE 1) Uma moeda não tendenciosa é lançada quatro vezes. A probabilidade de que sejam obtidas duas caras e duas coroas é: (A) 3/8 (B) ½ (C) 5/8 (D) 2/3

Leia mais

Disciplina de Estatística Prof. Msc Quintiliano Siqueira Schroden Nomelini LISTA DE PROBABILIDADES

Disciplina de Estatística Prof. Msc Quintiliano Siqueira Schroden Nomelini LISTA DE PROBABILIDADES Disciplina de Estatística Prof. Msc Quintiliano Siqueira Schroden Nomelini LISTA DE PROBABILIDADES 1) Determine a probabilidade de cada evento: a) Um nº par aparece no lançamento de um dado; b) Uma figura

Leia mais

Se A =, o evento é impossível, por exemplo, obter 7 no lançamento de um dado.

Se A =, o evento é impossível, por exemplo, obter 7 no lançamento de um dado. PROBABILIDADE Espaço amostral Espaço amostral é o conjunto universo U de todos os resultados possíveis de um experimento aleatório. O número de elementos desse conjunto é indicado por n(u). Exemplos: No

Leia mais

CAIXA ECONOMICA FEDERAL. Prof. Sérgio Altenfelder

CAIXA ECONOMICA FEDERAL. Prof. Sérgio Altenfelder 14.) (ICMS-MG/05) Um empréstimo contraído no início de abril, no valor de R$ 15.000,00 deve ser pago em dezoito prestações mensais iguais, a uma taxa de juros compostos de 2% ao mês, vencendo a primeira

Leia mais

PROBABILIDADE. Numero de Resultados Desejado Numero de Resultados Possiveis EXERCÍCIOS DE AULA

PROBABILIDADE. Numero de Resultados Desejado Numero de Resultados Possiveis EXERCÍCIOS DE AULA PROBABILIDADE São duas as questões pertinentes na resolução de um problema envolvendo probabilidades. Primeiro, é preciso quantificar o conjunto de todos os resultados possíveis, que será chamado de espaço

Leia mais

Prof. Luiz Alexandre Peternelli

Prof. Luiz Alexandre Peternelli Exercícios propostos 1. Numa prova há 7 questões do tipo verdadeiro-falso ( V ou F ). Calcule a probabilidade de acertarmos todas as 7 questões se: a) Escolhermos aleatoriamente as 7 respostas. b) Escolhermos

Leia mais

3. A probabilidade do evento de números pares. 4. O evento formado por número menor que três. 5. A probabilidade do evento número menor que três.

3. A probabilidade do evento de números pares. 4. O evento formado por número menor que três. 5. A probabilidade do evento número menor que três. 1 a Lista de Exercício - Estatística (Probabilidade) Profa. Ms. Ulcilea A. Severino Leal Algumas considerações importantes sobre a resolução dos exercícios. (i) Normas da língua culta, sequência lógica

Leia mais

Trabalho de Recuperação Final - 3 Ano - Ensino Médio

Trabalho de Recuperação Final - 3 Ano - Ensino Médio Trabalho de Recuperação Final - 3 Ano - Ensino Médio 1. (Fuvest) Considere o experimento que consiste no lançamento de um dado perfeito (todas as seis faces têm probabilidades iguais). Com relação a esse

Leia mais

Processos Estocásticos

Processos Estocásticos Processos Estocásticos Primeira Lista de Exercícios de junho de 0 Quantos códigos de quatro letras podem ser construídos usando-se as letras a, b, c, d, e, f se: a nenhuma letra puder ser repetida? b qualquer

Leia mais

6ª Lista de Probabilidade I Professor: Spencer

6ª Lista de Probabilidade I Professor: Spencer 6ª Lista de Probabilidade I Professor: Spencer 1) Em um determinado processo de fabricação, 10% das peças são consideradas defeituosas. As peças são acondicionadas em caixas com 5 unidades cada uma, Pergunta-se:

Leia mais

5) Qual a probabilidade de sair um ás de ouros quando retiramos uma carta de um baralho de 52 cartas?

5) Qual a probabilidade de sair um ás de ouros quando retiramos uma carta de um baralho de 52 cartas? TERCEIRA LISTA DE EXERCÍCIOS DE PROBABILIDADE CURSO: MATEMÁTICA PROF. LUIZ CELONI 1) Dê um espaço amostral para cada experimento abaixo. a) Uma urna contém bolas vermelhas (V), bolas brancas (B) e bolas

Leia mais

FICHA DE TRABALHO N. O 9

FICHA DE TRABALHO N. O 9 FICHA DE TRABALHO N. O 9 ASSUNTO: Modelos de probabilidade: probabilidade condicional 1. Sejam A e B dois acontecimentos tais que: P (A) = 0,3 e P (B ) = 0,7 Determine P (A B ), sabendo que: 1.1 Os acontecimentos

Leia mais

ESTATÍSTICA I LISTA DE EXERCÍCIOS 2 GABARITO

ESTATÍSTICA I LISTA DE EXERCÍCIOS 2 GABARITO ESTATÍSTICA I LISTA DE EXERCÍCIOS 2 GABARITO 1. (Magalhães e Lima, pg 40) Para cada um dos casos abaixo, escreva o espaço amostral correspondente e conte seus elementos: (a) Uma moeda é lançada duas vezes

Leia mais

MATEMÁTICA A - 12o Ano Probabilidades - Noções gerais

MATEMÁTICA A - 12o Ano Probabilidades - Noções gerais MATEMÁTICA A - 12o Ano Probabilidades - Noções gerais Exercícios de exames e testes intermédios 1. Considere um dado cúbico, com as faces numeradas de 1 a 6, e um saco que contém cinco bolas, indistinguíveis

Leia mais

Estatística para Cursos de Engenharia e Informática

Estatística para Cursos de Engenharia e Informática Estatística para Cursos de Engenharia e Informática BARBETTA, Pedro Alberto REIS, Marcelo Menezes BORNIA, Antonio Cezar MUDANÇAS E CORREÇOES DA ª EDIÇÃO p. 03, após expressão 4.9: P( A B) = P( B A) p.

Leia mais

Probabilidade. Evento (E) é o acontecimento que deve ser analisado.

Probabilidade. Evento (E) é o acontecimento que deve ser analisado. Probabilidade Definição: Probabilidade é uma razão(divisão) entre a quantidade de eventos e a quantidade de amostras. Amostra ou espaço amostral é o conjunto formado por todos os elementos que estão incluídos

Leia mais

Tópicos. Conjuntos Fatorial Combinações Permutações Probabilidade Binômio de Newton triângulo de Pascal

Tópicos. Conjuntos Fatorial Combinações Permutações Probabilidade Binômio de Newton triângulo de Pascal Probabilidade Tópicos Conjuntos Fatorial Combinações Permutações Probabilidade Binômio de Newton triângulo de Pascal Conjuntos Conjunto: Na matemática, um conjunto é uma coleção de elementos com características

Leia mais

Unidade 5 Estatística e probabilidade

Unidade 5 Estatística e probabilidade Sugestões de atividades Unidade 5 Estatística e probabilidade 9 MATEMÁTICA 1 Matemática 1. (Enem) Um apostador tem três opções para participar de certa modalidade de jogo, que consiste no sorteio aleatório

Leia mais

Noções sobre Probabilidade

Noções sobre Probabilidade Noções sobre Probabilidade Introdução Vimos anteriormente como apresentar dados em tabelas e gráficos, e também como calcular medidas que descrevem características específicas destes dados. Mas além de

Leia mais

Probabilidade e Estatística Preparação para P1

Probabilidade e Estatística Preparação para P1 robabilidade e Estatística reparação para rof.: Duarte ) Uma TV que valia R$ 00,00, entrou em promoção e sofreu uma redução de 0% em seu preço. Qual é o novo preço da TV? ) Um produto foi vendido por R$

Leia mais

Probabilidade e Estatística 2011/2

Probabilidade e Estatística 2011/2 Probabilidade e Estatística 2011/2 Prof. Fernando Deeke Sasse Exercícios resolvidos sobre distribuições discretas Distribuição Binomial 1. Lotes de 50 peças são examinados. O número médio de peças não-conformes

Leia mais

Universidade Federal de Goiás Instituto de Matemática e Estatística

Universidade Federal de Goiás Instituto de Matemática e Estatística Universidade Federal de Goiás Instituto de Matemática e Estatística Prova 1 de Probabilidade I Prof.: Fabiano F. T. dos Santos Goiânia, 15 de setembro de 2014 Aluno: Nota: Descreva seu raciocínio e desenvolva

Leia mais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL ESTATISTICA (exercícios) 1.) As alturas dos jogadores de basquete da Seleção Brasileira são 1,98 m; 2,04 m; 2,06 m; 2,02 m e 2,05 m. A média de altura dessa seleção, em m, é de: a.) 2,01 b.) 2,02 c.) 2,03

Leia mais

INTRODUÇÃO À PROBABILIDADE

INTRODUÇÃO À PROBABILIDADE INTRODUÇÃO À PROBABILIDADE Foto extraída em http://www.alea.pt Profª Maria Eliane Universidade Estadual de Santa Cruz USO DE PROBABILIDADES EM SITUAÇÕES DO COTIDIANO Escolhas pessoais Previsão do tempo

Leia mais

LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES

LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES Matemática e suas Tecnologias CÓDIGO DA PROVA / SIMULADO Aluno(a): POMA - Matemática Questões Professores: Neydiwan PC 0-0 - 4 ª Série º Bimestre - N 0 / 06 / 06 LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES Este caderno

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS 2 VARIÁVEIS ALEATÓRIAS

LISTA DE EXERCÍCIOS 2 VARIÁVEIS ALEATÓRIAS Universidade Federal de Ouro Preto Instituto de Ciências Exatas e Biológicas Departamento de Matemática MTM 5 Estatística Turma 22 Professor: Rodrigo Luiz Pereira Lara LISTA DE EXERCÍCIOS 2 VARIÁVEIS ALEATÓRIAS

Leia mais

Universidade Federal Fluminense INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA

Universidade Federal Fluminense INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA Universidade Federal Fluminense INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA Estatística Geral I Prof: Jony Arrais Pinto Junior Lista 08 1. Utilizando os dados da Tabela 01 da Lista

Leia mais

Universidade Federal de Goiás Instituto de Matemática e Estatística

Universidade Federal de Goiás Instituto de Matemática e Estatística Universidade Federal de Goiás Instituto de Matemática e Estatística Prova de Probabilidade Prof.: Fabiano F. T. dos Santos Goiânia, 31 de outubro de 014 Aluno: Nota: Descreva seu raciocínio e desenvolva

Leia mais

TEM ALTERNATIVA CORRETA!!!! CERTAMENTE A BANCA EXAMINADORA DARÁ COMO RESPOSTA CERTA LETRA (E). SERIA A MENOS ERRADA POR ELIMINAÇÃO.

TEM ALTERNATIVA CORRETA!!!! CERTAMENTE A BANCA EXAMINADORA DARÁ COMO RESPOSTA CERTA LETRA (E). SERIA A MENOS ERRADA POR ELIMINAÇÃO. Prezados concursandos!!! Muita paz e saúde para todos!!! Passemos aos comentários da prova de Raciocínio Lógico Quantitativo propostas pela CESGRANRIO no último concurso para o IBGE, no dia 10/01/010.

Leia mais

EST029 Cálculo de Probabilidade I Cap. 3: Probabilidade Condicional e Independência

EST029 Cálculo de Probabilidade I Cap. 3: Probabilidade Condicional e Independência EST029 Cálculo de Probabilidade I Cap. 3: Probabilidade Condicional e Independência Prof. Clécio da Silva Ferreira Depto Estatística - UFJF 1 Perguntas 1. Um novo aparelho para detectar um certo tipo de

Leia mais

Probabilidade Condicional e Independência

Probabilidade Condicional e Independência Meyer, P. L., Probabilidade: aplicações à Estatística, 2ª edição, Livros Técnicos e Científicos Editora, Rio de Janeiro, 1983. 1. A urna 1 contém x bolas brancas e y bolas vermelhas. A urna 2 contém z

Leia mais

PLANTÕES DE JULHO MATEMÁTICA

PLANTÕES DE JULHO MATEMÁTICA Página 1 PLANTÕES DE JULHO MATEMÁTICA Nome: Nº: Série: 9º ANO Profª CAROL MARTINS Data: JULHO 2016 Teorema de Pitágoras e Relações Métricas no Triângulo Retângulo 1) Determine o valor x da medida do lado

Leia mais

Cálculo das Probabilidades e Estatística I

Cálculo das Probabilidades e Estatística I Cálculo das Probabilidades e Estatística I Prof a. Juliana Freitas Pires Departamento de Estatística Universidade Federal da Paraíba - UFPB juliana@de.ufpb.br Modelos de distribuição Para utilizar a teoria

Leia mais

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA FACULDADE DE CIÊNCIAS NATURAIS E MATEMÁTICA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA Campus de Lhanguene, Av. de Moçambique, km 1, Tel: +258 21401078, Fax: +258 21401082, Maputo Cursos de Licenciatura em Ensino de Matemática

Leia mais

TEORIA DAS PROBABILIDADES

TEORIA DAS PROBABILIDADES TEORIA DAS PROBABILIDADES 1.1 Introdução Ao estudarmos um fenômeno coletivo, verificamos a necessidade de descrever o próprio fenômeno e o modelo matemático associado ao mesmo, que permita explicá-lo da

Leia mais

BANCO DE QUESTÕES TURMA PM-PE PROBABILIDADE

BANCO DE QUESTÕES TURMA PM-PE PROBABILIDADE 01. (UNICAMP 016) Uma moeda balanceada é lançada quatro vezes, obtendo-se cara exatamente três vezes. A probabilidade de que as caras tenham saído consecutivamente é igual a A) 1. B). 8 C) 1. D). 0. (UNESP

Leia mais

Mat1- Lista Probabilidade-2 série- 2013

Mat1- Lista Probabilidade-2 série- 2013 Mat1- Lista Probabilidade-2 série- 2013 1. (Unicamp simulado 2011) Uma empresa tem 5000 funcionários. Desses, 48% têm mais de 30 anos e 36% são especializados. Entre os especializados, 1400 têm mais de

Leia mais

Matemática 9.º ano PROBABILIDADES + ESTATÍSTICA

Matemática 9.º ano PROBABILIDADES + ESTATÍSTICA Matemática 9.º ano PROBABILIDADES + ESTATÍSTICA 01. Num saco estão 10 bolas indistinguíveis ao tato, das quais 6 são azuis e 4 são verdes. Retiram-se, sucessivamente e sem reposição duas bolas. Determine

Leia mais

3ª Lista de Exercícios de Programação I

3ª Lista de Exercícios de Programação I 3ª Lista de Exercícios de Programação I Instrução As questões devem ser implementadas em C, apoiadas por representação em algoritmo para planejamento. 1. Desenvolva um programa que leia dois valores a

Leia mais

Prova Escrita de MATEMÁTICA APLICADA ÀS CIÊNCIAS SOCIAIS

Prova Escrita de MATEMÁTICA APLICADA ÀS CIÊNCIAS SOCIAIS Prova Escrita de MATEMÁTICA APLICADA ÀS CIÊNCIAS SOCIAIS Identi que claramente os grupos e as questões a que responde. Utilize apenas caneta ou esferográ ca de tinta azul ou preta. É interdito o uso de

Leia mais

Coordenadoria de Matemática. Apostila de Probabilidade

Coordenadoria de Matemática. Apostila de Probabilidade Coordenadoria de Matemática Apostila de Probabilidade Vitória ES 1. INTRODUÇÃO CAPÍTULO 03 Quando investigamos algum fenômeno, verificamos a necessidade de descrevê-lo por um modelo matemático que permite

Leia mais

Unidade III ESTATÍSTICA. Prof. Fernando Rodrigues

Unidade III ESTATÍSTICA. Prof. Fernando Rodrigues Unidade III ESTATÍSTICA Prof. Fernando Rodrigues Medidas de dispersão Estudamos na unidade anterior as medidas de tendência central, que fornecem importantes informações sobre uma sequência numérica. Entretanto,

Leia mais

Variáveis Aleatórias. Prof. Tarciana Liberal Departamento de Estatística - UFPB

Variáveis Aleatórias. Prof. Tarciana Liberal Departamento de Estatística - UFPB Variáveis Aleatórias Prof. Tarciana Liberal Departamento de Estatística - UFPB Introdução Ao descrever o espaço amostral de um experimento aleatório, não especificamos que um resultado individual seja

Leia mais

Medidas de Dispersão 1

Medidas de Dispersão 1 Curso: Logística e Transportes Disciplina: Estatística Profa. Eliane Cabariti Medidas de Dispersão 1 Introdução Uma breve reflexão sobre as medidas de tendência central permite-nos concluir que elas não

Leia mais

Módulo VIII. Probabilidade: Espaço Amostral e Evento

Módulo VIII. Probabilidade: Espaço Amostral e Evento 1 Módulo VIII Probabilidade: Espaço Amostral e Evento Suponha que em uma urna existam cinco bolas vermelhas e uma branca. Extraindo-se, ao acaso, uma das bolas, é mais provável que esta seja vermelha.

Leia mais

1) Calcular a probabilidade de se obter 2 prêmios ao abrirem-se 2 círculos de uma mesa com 25 círculos dos quais 5 são premiados.

1) Calcular a probabilidade de se obter 2 prêmios ao abrirem-se 2 círculos de uma mesa com 25 círculos dos quais 5 são premiados. COLÉGIO SANTA MARIA Matemática I / II - Professor: Flávio Verdugo Ferreira Lista de exercícios: Probabilidades 1) Calcular a probabilidade de se obter 2 prêmios ao abrirem-se 2 círculos de uma mesa com

Leia mais

3º Ano do Ensino Médio. Aula nº06

3º Ano do Ensino Médio. Aula nº06 Nome: Ano: º Ano do E.M. Escola: Data: / / 3º Ano do Ensino Médio Aula nº06 Assunto: Noções de Estatística 1. Conceitos básicos Definição: A estatística é a ciência que recolhe, organiza, classifica, apresenta

Leia mais

Técnicas de Contagem I II III IV V VI

Técnicas de Contagem I II III IV V VI Técnicas de Contagem Exemplo Para a Copa do Mundo 24 países são divididos em seis grupos, com 4 países cada um. Supondo que a escolha do grupo de cada país é feita ao acaso, calcular a probabilidade de

Leia mais

População e Amostra. População: O conjunto de todas as coisas que se pretende estudar. Representada por tudo o que está no interior do desenho.

População e Amostra. População: O conjunto de todas as coisas que se pretende estudar. Representada por tudo o que está no interior do desenho. População e Amostra De importância fundamental para toda a análise estatística é a relação entre amostra e população. Praticamente todas as técnicas a serem discutidas neste curso consistem de métodos

Leia mais

1ª LISTA DE EXERCÍCIOS

1ª LISTA DE EXERCÍCIOS DISCIPLINA: CÁLCULO DAS PROBABILIDADES E ESTATÍSTICA I PROF. LUIZ MEDEIROS PERÍODO: 2013.2 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS 1) Classifique as seguintes variáveis (Nominal, Ordinal, Discreta e Continua): a) Número

Leia mais

Amostragem Objetivos - Identificar as situações em que se deve optar pela amostragem e pelo censo. - Compreender e relacionar AMOSTRA e POPULAÇÃO.

Amostragem Objetivos - Identificar as situações em que se deve optar pela amostragem e pelo censo. - Compreender e relacionar AMOSTRA e POPULAÇÃO. Amostragem Objetivos - Identificar as situações em que se deve optar pela amostragem e pelo censo. - Compreender e relacionar AMOSTRA e POPULAÇÃO. - Que é Amostragem Aleatória Simples. - Métodos para a

Leia mais

Estatística I Aula 8. Prof.: Patricia Maria Bortolon, D. Sc.

Estatística I Aula 8. Prof.: Patricia Maria Bortolon, D. Sc. Estatística I Aula 8 Prof.: Patricia Maria Bortolon, D. Sc. MODELOS PROBABILÍSTICOS MAIS COMUNS VARIÁVEIS ALEATÓRIAS CONTÍNUAS Lembram o que vimos sobre V.A. contínua na Aula 6? Definição: uma variável

Leia mais

Cap. II EVENTOS MUTUAMENTE EXCLUSIVOS E EVENTOS NÃO- EXCLUSIVOS

Cap. II EVENTOS MUTUAMENTE EXCLUSIVOS E EVENTOS NÃO- EXCLUSIVOS Cap. II EVENTOS MUTUAMENTE EXCLUSIVOS E EVENTOS NÃO- EXCLUSIVOS Dois ou mais eventos são mutuamente exclusivos, ou disjuntos, se os mesmos não podem ocorrer simultaneamente. Isto é, a ocorrência de um

Leia mais

MATEMÁTICA A - 12o Ano Probabilidades - Teoremas e operações com conjuntos

MATEMÁTICA A - 12o Ano Probabilidades - Teoremas e operações com conjuntos MATEMÁTICA A - 12o Ano Probabilidades - Teoremas e operações com conjuntos Exercícios de exames e testes intermédios 1. Seja Ω, conjunto finito, o espaço de resultados associado a uma certa experiência

Leia mais

Ficha de Avaliação. Matemática A. Duração do Teste: 90 minutos. 12.º Ano de Escolaridade. Teste de Matemática A 12.º Ano Página 1

Ficha de Avaliação. Matemática A. Duração do Teste: 90 minutos. 12.º Ano de Escolaridade. Teste de Matemática A 12.º Ano Página 1 Ficha de Avaliação Matemática A Duração do Teste: 90 minutos 12.º Ano de Escolaridade Teste de Matemática A 12.º Ano Página 1 1. Colocaram-se numa urna 12 bolas, indistinguíveis pelo tato, numeradas de

Leia mais

Estatística Descritiva (I)

Estatística Descritiva (I) Estatística Descritiva (I) 1 O que é Estatística Origem relacionada com a coleta e construção de tabelas de dados para o governo. A situação evoluiu: a coleta de dados representa somente um dos aspectos

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS SÃO JOSÉ CURSO DE ENGENHARIA DE TELECOMUNICAÇÕES

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS SÃO JOSÉ CURSO DE ENGENHARIA DE TELECOMUNICAÇÕES INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS SÃO JOSÉ CURSO DE ENGENHARIA DE TELECOMUNICAÇÕES CADERNO DE EXERCÍCIOS PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA PROF. JESUÉ GRACILIANO DA SILVA 1 Prezados

Leia mais

Análise Combinatória Intermediário

Análise Combinatória Intermediário Análise Combinatória Intermediário 1. (AFA) As senhas de acesso a um determinado arquivo de um microcomputador de uma empresa deverão ser formadas apenas por 6 dígitos pares, não nulos. Sr. José, um dos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA MEDIDAS DESCRITIVAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA MEDIDAS DESCRITIVAS UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA MEDIDAS DESCRITIVAS Departamento de Estatística Tarciana Liberal Vimos que é possível sintetizar os dados sob a forma de distribuições de freqüências e gráficos. Pode ser

Leia mais

Escola Secundária/2,3 da Sé-Lamego Ficha de Trabalho de Matemática A Ano Lectivo 2011/12 Distribuição de probabilidades 12.º Ano

Escola Secundária/2,3 da Sé-Lamego Ficha de Trabalho de Matemática A Ano Lectivo 2011/12 Distribuição de probabilidades 12.º Ano Escola Secundária/, da Sé-Lamego Ficha de Trabalho de Matemática A Ano Lectivo 0/ Distribuição de probabilidades.º Ano Nome: N.º: Turma:. Numa turma do.º ano, a distribuição dos alunos por idade e sexo

Leia mais

1- INTRODUÇÃO 2. CONCEITOS BÁSICOS

1- INTRODUÇÃO 2. CONCEITOS BÁSICOS 1 1- INTRODUÇÃO O termo probabilidade é usado de modo muito amplo na conversação diária para sugerir um certo grau de incerteza sobre o que ocorreu no passado, o que ocorrerá no futuro ou o que está ocorrendo

Leia mais

FATEC GT/ FATEC SJC ESTATÍSTICA I

FATEC GT/ FATEC SJC ESTATÍSTICA I 1. A urna 1 contém x bolas brancas e y bolas vermelhas. A urna 2 contém z bolas brancas e v bolas vermelhas. Uma bola é escolhida ao acaso da urna 1 e posta na urna 2. A seguir, uma bola é escolhida ao

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS VARIÁVEIS ALEATÓRIAS

LISTA DE EXERCÍCIOS VARIÁVEIS ALEATÓRIAS LISTA DE EXERCÍCIOS VARIÁVEIS ALEATÓRIAS 1. Construir um quadro e o gráfico de uma distribuição de probabilidade para a variável aleatória X: número de coroas obtidas no lançamento de duas moedas. 2. Fazer

Leia mais

Daniel Queiroz VARIÁVEIS ALEATÓRIAS DISCRETAS

Daniel Queiroz VARIÁVEIS ALEATÓRIAS DISCRETAS Daniel Queiroz VARIÁVEIS ALEATÓRIAS DISCRETAS INTRODUÇÃO O que é uma variável aleatória? Um tipo de variável que depende do resultado aleatório de um experimento aleatório. Diz-se que um experimento é

Leia mais

Introdução à Estatística Estatística Descritiva 22

Introdução à Estatística Estatística Descritiva 22 Introdução à Estatística Estatística Descritiva 22 As tabelas de frequências e os gráficos constituem processos de redução de dados, no entanto, é possível resumir de uma forma mais drástica esses dados

Leia mais

Variável Aleatória. Gilson Barbosa Dourado 6 de agosto de 2008

Variável Aleatória. Gilson Barbosa Dourado 6 de agosto de 2008 Variável Aleatória Gilson Barbosa Dourado gdourado@uneb.br 6 de agosto de 2008 Denição de Variável Aleatória Considere um experimento E e seu espaço amostral Ω = {a 1, a 2,..., a n }. Variável aleatória

Leia mais

Aula 2 Regressão e Correlação Linear

Aula 2 Regressão e Correlação Linear 1 ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE Aula Regressão e Correlação Linear Professor Luciano Nóbrega Regressão e Correlação Quando consideramos a observação de duas ou mais variáveis, surge um novo problema: -as

Leia mais

12.º Ano de Escolaridade

12.º Ano de Escolaridade gabinete de avaliação educacional T E S T E I N T E R M É D I O D E M A T E M Á T I C A 12.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto) (Dec.-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto, para alunos

Leia mais

Nessa situação, a média dessa distribuição Normal (X ) é igual à média populacional, ou seja:

Nessa situação, a média dessa distribuição Normal (X ) é igual à média populacional, ou seja: Pessoal, trago a vocês a resolução da prova de Estatística do concurso para Auditor Fiscal aplicada pela FCC. Foram 10 questões de estatística! Não identifiquei possibilidade para recursos. Considero a

Leia mais

Probabilidade: aula 2, 3 e 4

Probabilidade: aula 2, 3 e 4 Probabilidade: aula 2, 3 e 4 Regras de contagem e combinatória Permutação Simples: Exemplo: De quantas maneiras 5 pessoas podem viajar em um automóvel com 5 lugares, se apenas uma delas sabe dirigir? Atividade:

Leia mais

DISTRIBUIÇÕES DE PROBABILIDADE CONJUNTAS DISTRIBUIÇÕES CONJUNTAS ROTEIRO DISTRIBUIÇÃO CONJUNTA. Estatística Aplicada à Engenharia

DISTRIBUIÇÕES DE PROBABILIDADE CONJUNTAS DISTRIBUIÇÕES CONJUNTAS ROTEIRO DISTRIBUIÇÃO CONJUNTA. Estatística Aplicada à Engenharia ROTEIRO DISTRIBUIÇÕES DE PROBABILIDADE CONJUNTAS 1. Distribuições conjuntas 2. Independência 3. Confiabilidade 4. Combinações lineares de variáveis aleatórias 5. Referências Estatística Aplicada à Engenharia

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA CAMPUS DE JI-PARANÁ DEPARTAMENTO 3 ENGENHARIA AMBIENTAL LISTA DE EXERCÍCIOS 4

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA CAMPUS DE JI-PARANÁ DEPARTAMENTO 3 ENGENHARIA AMBIENTAL LISTA DE EXERCÍCIOS 4 UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA CAMPUS DE JI-PARANÁ DEPARTAMENTO 3 ENGENHARIA AMBIENTAL LISTA DE EXERCÍCIOS 4 Disciplina: Estatística I 1. Dado que z é uma variável aleatória normal padrão, calcule as

Leia mais

Bem Explicado Centro de Explicações Lda. Matemática 9º Ano Probabilidades

Bem Explicado Centro de Explicações Lda. Matemática 9º Ano Probabilidades Bem Explicado Centro de Explicações Lda. Matemática 9º Ano Probabilidades Nome: Data: / / 1. Das seguintes experiências diz, justificando, quais são as aleatórias: 1.1. Deitar um berlinde num copo de água

Leia mais

Prof. Sérgio Carvalho Estatística. I Jornada de Especialização em Concursos

Prof. Sérgio Carvalho Estatística. I Jornada de Especialização em Concursos DISTRIBUIÇÃO DE FREQÜÊNCIAS & INTERPOLAÇÃO LINEAR DA OGIVA 0. (AFRF-000) Utilize a tabela que se segue. Freqüências Acumuladas de Salários Anuais, em Milhares de Reais, da Cia. Alfa Classes de Salário

Leia mais

Probabilidade. Definições e Conceitos

Probabilidade. Definições e Conceitos Probabilidade Definições e Conceitos Definições Probabilidade Medida das incertezas relacionadas a um evento chances de ocorrência de um evento Exemplos: Probabilidade de jogar um dado e cair o número

Leia mais

AMEI Escolar Matemática 9º Ano Probabilidades e Estatística

AMEI Escolar Matemática 9º Ano Probabilidades e Estatística AMEI Escolar Matemática 9º Ano Probabilidades e Estatística A linguagem das probabilidades As experiências podem ser consideradas: - aleatórias ou casuais: quando é impossível calcular o resultado à partida;

Leia mais

Exercícios Obrigatórios

Exercícios Obrigatórios Exercícios Obrigatórios ) (UFRGS/20) Observe a figura abaixo. Na figura, um triângulo equilátero está inscrito em um círculo, e um hexágono regular está circunscrito ao mesmo círculo. Quando se lança um

Leia mais

ESTATÍSTICA Prof. Uanderson Rebula de Oliveira

ESTATÍSTICA Prof. Uanderson Rebula de Oliveira Universidade Estácio de Sá Engenharia de Produção PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA ESTATÍSTICA Prof. Uanderson Rebula de Oliveira uanderson@csn.com.br www.uandersonrebula.blogspot.com CADERNO DE EXERCÍCIOS

Leia mais

Lista de Exercícios 4

Lista de Exercícios 4 Introdução à Teoria de Probabilidade. Informática Biomédica. Departamento de Física e Matemática. USP-RP. Prof. Rafael A. Rosales 30 de maio de 2007. Lista de Exercícios 4 são difíceis, são bem mais difíceis.

Leia mais

PROBABILIDADE: DIAGRAMAS DE ÁRVORES

PROBABILIDADE: DIAGRAMAS DE ÁRVORES PROBABILIDADE: DIAGRAMAS DE ÁRVORES Enunciados dos problemas Ana Maria Lima de Farias Departamento de Estatística (GET/UFF) 1. Na gincana anual do Colégio Universitário, 60% dos alunos presentes são do

Leia mais

CE Estatística I

CE Estatística I CE 002 - Estatística I Agronomia - Turma B Professor Walmes Marques Zeviani Laboratório de Estatística e Geoinformação Departamento de Estatística Universidade Federal do Paraná 1º semestre de 2012 Zeviani,

Leia mais

Processos Estocásticos. Introdução. Probabilidade. Introdução. Espaço Amostral. Luiz Affonso Guedes. Fenômenos Determinísticos

Processos Estocásticos. Introdução. Probabilidade. Introdução. Espaço Amostral. Luiz Affonso Guedes. Fenômenos Determinísticos Processos Estocásticos Luiz ffonso Guedes Sumário Probabilidade Variáveis leatórias Funções de Uma Variável leatória Funções de Várias Variáveis leatórias Momentos e Estatística Condicional Teorema do

Leia mais

Variáveis Aleatórias. Prof. Luiz Medeiros Departamento de Estatística - UFPB

Variáveis Aleatórias. Prof. Luiz Medeiros Departamento de Estatística - UFPB Variáveis Aleatórias Prof. Luiz Medeiros Departamento de Estatística - UFPB Introdução Ao descrever o espaço amostral de um experimento aleatório, não especificamos que um resultado individual seja um

Leia mais

O conceito de probabilidade

O conceito de probabilidade A UA UL LA O conceito de probabilidade Introdução Nesta aula daremos início ao estudo da probabilidades. Quando usamos probabilidades? Ouvimos falar desse assunto em situações como: a probabilidade de

Leia mais

DISTRIBUIÇÕES ESPECIAIS DE PROBABILIDADE DISCRETAS

DISTRIBUIÇÕES ESPECIAIS DE PROBABILIDADE DISCRETAS VARIÁVEIS ALEATÓRIAS E DISTRIBUIÇÕES DE PROBABILIDADES 1 1. VARIÁVEIS ALEATÓRIAS Muitas situações cotidianas podem ser usadas como experimento que dão resultados correspondentes a algum valor, e tais situações

Leia mais

Boa prova! 05/12/2010

Boa prova! 05/12/2010 05/12/2010 matemática Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Matemática. Não abra o caderno antes de receber autorização. Instruções 1. Verifique

Leia mais

Lista de Exercícios Algoritmos Vetores. 10) Escreva um algoritmo em PORTUGOL que armazene em um vetor todos os números

Lista de Exercícios Algoritmos Vetores. 10) Escreva um algoritmo em PORTUGOL que armazene em um vetor todos os números Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG Instituto de Ciências Eatas - ICE Disciplina: Programação de Computadores Professor: David Menoti (menoti@dcc.ufmg.br) Monitor: João Felipe Kudo (joao.felipe.kudo@terra.com.br)

Leia mais

Estatística Descritiva

Estatística Descritiva C E N T R O D E M A T E M Á T I C A, C O M P U T A Ç Ã O E C O G N I Ç Ã O UFABC Estatística Descritiva Centro de Matemática, Computação e Cognição March 17, 2013 Slide 1/52 1 Definições Básicas Estatística

Leia mais

Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência PIBID. Subprojeto Matemática Campus Itaqui. RELATÓRIO I Data: 29/04/2015.

Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência PIBID. Subprojeto Matemática Campus Itaqui. RELATÓRIO I Data: 29/04/2015. RELATÓRIO I Data: 29/04/2015 Objetivo(s) Ampliar noções de Estatística; Analisar e generalizar gráficos e tabelas. Desenvolvimento da práxis pedagógica Moda:O elemento com maior frequência, ou seja, o

Leia mais

PROBABILIDADE PROFESSOR: ANDRÉ LUIS

PROBABILIDADE PROFESSOR: ANDRÉ LUIS PROBABILIDADE PROFESSOR: ANDRÉ LUIS 1. Experimentos Experimento determinístico: são aqueles em que o resultados são os mesmos, qualquer que seja o número de ocorrência dos mesmos. Exemplo: Um determinado

Leia mais

Aula 9 Teorema da probabilidade total e teorema de Bayes

Aula 9 Teorema da probabilidade total e teorema de Bayes Aula 9 Teorema da probabilidade total e teorema de Bayes Nesta aula você estudará dois importantes teoremas de probabilidade e verá suas aplicações em diversas situações envolvendo a tomada de decisão.

Leia mais

Probabilidade. Variáveis Aleatórias Distribuição de Probabilidade

Probabilidade. Variáveis Aleatórias Distribuição de Probabilidade Probabilidade Variáveis Aleatórias Distribuição de Probabilidade Variáveis Aleatórias Variável Aleatória Indica o valor correspondente ao resultado de um experimento A palavra aleatória indica que, em

Leia mais

Conceitos básicos: Variável Aleatória

Conceitos básicos: Variável Aleatória : Variável Aleatória Variável aleatória (v.a.) valor numérico que é resultado de uma eperiência aleatória. Podemos ter variáveis aleatórias contínuas ou discretas. Eemplo 1: Suponha que lança duas moedas

Leia mais

Exercícios de matemática - 3º ano - Ensino Médio - 4º bimestre

Exercícios de matemática - 3º ano - Ensino Médio - 4º bimestre Exercícios de matemática - 3º ano - Ensino Médio - 4º bimestre Pergunta 1 de 10 - Assunto: Estatística [2013 - ENEM] O índice de eficiência utilizado por um produtor de leite para qualificar suas vacas

Leia mais

Uma estatística é uma característica da amostra. Ou seja, se

Uma estatística é uma característica da amostra. Ou seja, se Estatística Uma estatística é uma característica da amostra. Ou seja, se X 1,..., X n é uma amostra, T = função(x 1,..., X n é uma estatística. Exemplos X n = 1 n n i=1 X i = X 1+...+X n : a média amostral

Leia mais

PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA. Profa. Dra. Yara de Souza Tadano

PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA. Profa. Dra. Yara de Souza Tadano PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA Profa. Dra. Yara de Souza Tadano yaratadano@utfpr.edu.br Aula 8 11/2014 Distribuição Normal Vamos apresentar distribuições de probabilidades para variáveis aleatórias contínuas.

Leia mais

Medidas Estatísticas NILO FERNANDES VARELA

Medidas Estatísticas NILO FERNANDES VARELA Medidas Estatísticas NILO FERNANDES VARELA Tendência Central Medidas que orientam quanto aos valores centrais. Representam os fenômenos pelos seus valores médios, em torno dos quais tendem a se concentrar

Leia mais

Estatística e Probabilidade

Estatística e Probabilidade Teste de hipóteses Objetivo: Testar uma alegação sobre um parâmetro: Média, proporção, variação e desvio padrão Exemplos: - Um hospital alega que o tempo de resposta de sua ambulância é inferior a dez

Leia mais

PROBLEMA 1 O retorno mensal de certo investimento de risco pode ser modelado pela variável aleatória R com função de probabilidade dada abaixo :

PROBLEMA 1 O retorno mensal de certo investimento de risco pode ser modelado pela variável aleatória R com função de probabilidade dada abaixo : Módulo básico - Tópicos de Estatística e obabilidade ONS 006/007 - ofa. Mônica Barros LISTA DE EXERCÍCIOS # PROBLEMA O retorno mensal de certo investimento de risco pode ser modelado pela variável aleatória

Leia mais

7. Testes de Hipóteses

7. Testes de Hipóteses 7. Testes de Hipóteses Suponha que você é o encarregado de regular o engarrafamento automatizado de leite numa determinada agroindústria. Sabe-se que as máquinas foram reguladas para engarrafar em média,

Leia mais