CONCEITOS GRAMATICAIS PARA ESTUDO CARLA FRASE. FRASE VERBAL: é frase que apresenta verbo ou locução verbal.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONCEITOS GRAMATICAIS PARA ESTUDO CARLA FRASE. FRASE VERBAL: é frase que apresenta verbo ou locução verbal."

Transcrição

1 CONCEITOS GRAMATICAIS PARA ESTUDO CARLA FRASE É uma enunciado (uma mensagem) de sentido completo que estabelece comunicação. Toda frase deve ser pontuada. FRASE VERBAL: é frase que apresenta verbo ou locução verbal. A criança gosta de brincar. Toda criança precisa de atenção. FRASE NOMINAL: é frase que NÃO apresenta verbo ou locução verbal. Que dia lindo! Silêncio! ATENÇÃO! Desde que estabeleça comunicação (que tenha sentido completo), uma só palavra pode ser uma frase. A ORAÇÃO Todo enunciado que apresenta verbo ou locução verbal é uma oração. Oração é, portanto, tudo o que está em volta de um verbo ou de uma locução verbal. O número de orações corresponde ao número de verbos e de locuções verbais apresentados em um texto: se o texto apresentar 5 verbos, ele terá 5 orações; se apresentar 2 verbos e 4 locuções verbais, ele terá 6 orações. EXEMPLOS: Os auditores analisaram os balancetes. 1 verbo = 1 oração O fiscal está apurando as denúncias. 1 locução verbal = 1 oração ATENÇÃO: toda locução verbal é formada por mais de um verbo, mas tem valor de 1 só. No exemplo anterior, a locução verbal está apurando equivale à forma verbal simples apura. O garoto caiu e machucou-se. 2 verbos = 2 orações. PERÍODO É uma frase verbal, sendo, portanto, um enunciado de sentido completo que apresenta verbo(s) e/ou locução(ões) verbal (is). PREDICAÇÃO VERBAL O verbo, quanto à predicação, pode ser classificado em: Transitivos Intransitivos Ligação VERBO TRANSITIVO DIRETO É aquele que vem acompanhado de um objeto SEM preposição. O aluno comprou os livros. VTD OD

2 O exemplo traz um verbo transitivo direto, pois o verbo comprar exige complemento para que seu sentido fique completo. Quando se compra, compra-se obrigatoriamente algo, alguma coisa. O complemento do verbo é chamado de objeto. Quando esse objeto é ligado ao verbo SEM preposição é chamado de objeto direto, assim o verbo torna-se verbo transitivo direto. VERBO TRANSITIVO DIRETO Esse verbo vem acompanhado de um objeto COM preposição obrigatória. ( objeto indireto) Os filhos devem obedecer V T I aos pais. OI (preposição obrigatória) O exemplo traz um verbo que requer complemento para ter sentido, pois quem obedece, obedece a alguém ou algo. Esse complemento ligado ao verbo por meio de uma preposição é chamado de objeto indireto. VERBO TRANSITIVO DIRETO E INDIRETO É aquele que vem acompanhado de um objeto SEM preposição (objeto direto) e de um objeto COM preposição (objeto indireto). O jornal dedicou uma página ao episódio. VTDI OD OI INTRANSITIVO É o verbo considerado de sentido completo, que não exige complemento para completar- lhe o sentido, ou seja, são os que não trazem complementos verbais. CUIDADO! Existem verbos intransitivos que apresentam preposição, não para formar objeto indireto, mas para compor adjunto adverbial. Também pode aparecer junto a um verbo intransitivo um predicativo do sujeito. Observem os exemplos que seguem: A criança dorme. VI A polícia chegou ao morro. VI adj. adverbial de lugar Ela mora em Olinda. VI adj. adverbial de lugar A garota chegou alegre. VI predicativo do sujeito ATENÇÃO! VERBO INTRANSITIVO NÃO PODE TER OBJETO. O VERBO INTRANSITIVO NÃO TRANSITA (ANDA) PARA BUSCAR COMPLEMENTO (OBJETO DIRETO E OBJETO INDIRETO) PARA O VERBO, POR ISSO NÃO PODE TER OBJETO DIRETO NEM OBJETO INDIRETO. VERBO DE LIGAÇÃO

3 É aquele que, expressando estado, liga características (predicativos) ao sujeito. Sandra é alegre. VL PS Sandra vive alegre. VL PS Mamãe está doente. VL PS Júlia ficou VL brava. PS SUJEITO É o termo da oração de quem ou do qual falamos na oração CLASSIFICAÇÃO DO SUJEITO: SUJEITO SIMPLES: é aquele que apresenta apenas um núcleo (parte principal responsável pelo verbo). Os meninos caíram. Sujeito simples que tem como núcleo a palavra menino. SUJEITO COMPOSTO: é aquele que apresenta 2 ou + núcleos. O pai e a mãe saíram juntos. Sujeito composto que tem como núcleo as palavras pai e mãe. SUJEITO DESINENCIAL, IMPLÍCITO, OCULTO, ELÍPTICO OU SUBENTENDIDO: é aquele que não aparece na oração mas pode ser identificado. TEMOS SUJEITO OCULTO COM: 1. Verbos na 1ª pessoa do singular ou do plural; 2. Verbos no imperativo. 3. E quando o sujeito não aparece na oração que está sendo analisada, mas pode ser identificado porque já foi mencionado em oração (-ões) anterior (-res). Fui ao clube. Verbo na 1ª pessoa do singular sujeito oculto EU. Saímos muito cedo. Verbo na 1ª pessoa do plural sujeito oculto NÓS. Vá rápido! Verbo no imperativo sujeito oculto VOCÊ Pedro e Jorge são muito amigos, não se desgrudam nunca. Temos 2 (duas) orações ser e desgrudar. Sujeito da 1ª oração: PEDRO e JORGE; da 2ª é implícito PEDRO e JORGE. SUJEITO INDETERMINADO: Ele é indeterminado, e isso não significa que ele não exista na oração. Muitas vezes o enunciador não sabe de quem se trata ou simplesmente não quer ou não pode revelá-lo. Observe: 1. Oração com verbo na 3ª pessoa do plural:

4 Falaram que você foi demitida. Quem falou?? Levaram minha carteira ontem. Quem levou?? 2. Oração com VTI (na 3ª pessoa do singular) + SE (índice de indeterminação do sujeito) Precisa-se de balconistas. 3. Oração com VI (na 3ª pessoa do singular) + SE (índice de indeterminação do sujeito) Trabalha-se muito nesta empresa. 4. Oração com VL ( na terceira pessoa do singular) + SE (índice de indeterminação do sujeito) Hoje vive-se mais feliz aqui. SUJEITO INEXISTENTE OU ORAÇÃO SEM SUJEITO: Ocorre quando simplesmente não existe um elemento ao qual o predicado se refere. Especificamente neste caso, há regras mais complexas que o determina: 1. VERBOS QUE INDICAM FENÔMENOS DA NATUREZA (no sentido real, denotativo), como: nevar, chover, trovejar, relampejar. Está nevando muito na Suíça. Choveu à noite toda. ATENÇÃO: Se o verbos que exprimem fenômeno estiverem no sentido figurado, passarão a ter sujeito. Estão chovendo flores na minha cabeça. Sujeito Simples flores. 2. VERBO HAVER e ACONTECER NO SENTIDO DE EXISTIR: Há muita corrupção na política. Na casa havia locais aconchegantes para o inverno. Houve muitos problemas. 3. Verbos FAZER e HAVER indicando tempo decorrido: Faz dois meses que não o vejo. Há anos que ele se foi. 4. Verbos SER, ESTAR e FAZER indicando tempo ou clima. Fez noites frias no inverno passado. São 13 horas. Está frio. É meia-noite. PREDICADO

5 É tudo o que falamos do sujeito, ou seja, é toda a informação sobre o sujeito. ADJUNTO ADVERBIAL (SINTAXE) OU ADVÉRBIOS E LOCUÇÕES ADVERBIAIS (MORFOLOGIA) ADVÉRBIO é a palavra que indica as circunstâncias em que se dá a ação verbal. Apesar disso, os advérbios de intensidade também podem acompanhar, além dos verbos, substantivos, adjetivos e outros advérbios. Exemplos: Falava muito. Quase morto, andava a passos lentos pela rua. As crianças possuem uma curiosidade muito grande. Os seus pais passam muito bem. O conjunto de duas ou mais palavras que têm valor de advérbio denomina-se LOCUÇÃO ADVERBIAL. Os advérbios e as locuções adverbiais são classificados de acordo com o seu valor semântico, isto é, com o sentido que apresentam ou a circunstância que indicam. Alguns dos valores semânticos são: tempo, lugar, modo, dúvida, afirmação e negação. Além de ter esses valores semânticos, as locuções adverbiais podem indicar ainda outras circunstâncias como: assunto, companhia, fim, etc. Há muitos tipos de advérbios: de lugar: aqui, ali, lá, longe, perto, atrás, acima, abaixo, à direita, à esquerda, ao lado, para dentro etc. de tempo: hoje, amanhã, ontem, jamais, nunca, de vez em quando, de tempos em tempos etc. de modo: assim, bem, mal, devagar, silenciosamente, em silêncio, pausadamente etc. de dúvida: talvez, acaso, provavelmente, possivelmente etc. de negação: não, nunca, jamais, de jeito algum, de modo nenhum etc. de intensidade: muito, pouco, bastante, bem, mais, menos, demais, um bom tanto etc. de afirmação: sim, com certeza, sem dúvida, etc. Locução adverbial é um conjunto de duas ou mais palavras que, juntas, atuam como um advérbio, alterando o sentido de um verbo, de um adjetivo ou de um advérbio. A maior parte das locuções adverbiais são iniciadas por uma preposição. Exemplos: Eles virão com certeza. Eles virão em breve. Eles virão por ali. Antônio construiu seu arraial popular ali. Estradas tão ruins. Meu pai foi caminhar na praia pela manhã. Em silêncio, os alunos prosseguiram seus estudos. De modo algum, você poderá contar com minha participação. Ele comeu em excesso. Grande parte da população adulta lê muito mal. ADVÉRBIO MODIFICANDO SUBSTANTIVO ATENÇÃO! SE A PALAVRA QUE REFERE-SE AO SUBSTANTIVO ESTIVER "INTENSIFICANDO" O MESMO E FOR INVARIÁVEL, ESSA SERÁ ADVÉRBIO. SE A PALAVRA PUDER FLEXIONAR-SE, SERÁ PRONOME INDEFINIDO.

6 Maria traga mais cadeiras. Advérbio = não flexiona-se. Compramos muito(s) livro(s). Pronome indefinido indicando quantidade inexata, imprecisa. Flexiona-se. Menos palavras e mais ações. Advérbios = não flexiona-se. Você deve saber que os advérbios não sofrem variação quanto ao gênero nem quanto ao número, ou seja, não variam para o feminino nem para o plural. Apesar disso, há casos em que ALGUNS TERMOS podem ser confundidos com advérbios, mas precisam passar por UMA ANÁLISE IMPORTANTE relativa à possibilidade de variação; se NÃO variarem, SÃO ADVÉRBIOS. É o que acontece com a palavra MUITO. Há situações em que ela NÃO PODE VARIAR. Ex.: Ela está MUITO bem. / Veja que não seria cabível dizer ou escrever Ela está MUITA bem! Nesse caso, vê-se claramente que se trata do ADVÉRBIO DE INTENSIDADE: MUITO, que é INVARIÁVEL. Certinho? Diferente disso, existe a expressão MUITA, termo feminino, variável quanto ao gênero e quanto ao número [MUITO/MUITOS/MUITAS]. Essa possibilidade de variação indica que essa palavra não pode ser um advérbio, mas sim um PRONOME INDEFINIDO, empregado para designar uma GRANDE quantidade ou volume de alguma coisa. Ex.: Tenho MUITAS novidades. Não quero MUITA comida!/ Recebi MUITOS amigos. Resumindo: MUITO sem poder variar é ADVÉRBIO DE INTENSIDADE; e MUITA, que é variável quanto ao gênero e quanto ao número, é PRONOME INDEFINIDO. ATENÇÃO! QUANDO A ANÁLISE É MORFOLÓGICA, AS PALAVRAS INVARIÁVEIS MODIFICADORAS DE VERBO, ADJETIVO, ADVÉRBIO E SUBSTANTIVO SÃO CLASSIFICADAS COMO ADVÉRBIO OU LOCUÇÃO ADVERBIAL (CLASSE GRAMATICAL). SE FOR ANÁLISE SINTÁTICA, A CLASSIFICAÇÃO DAS PALAVRAS PASSA A SER ADJUNTO ADVERBIAL.

REVISÃO CONCEITOS GRAMATICAIS 9º ANO

REVISÃO CONCEITOS GRAMATICAIS 9º ANO REVISÃO CONCEITOS GRAMATICAIS 9º ANO Observe os exemplos... Marisa comprou um carro. São termos essenciais da oração: Sujeito É o termo da oração sobre quem se declara alguma coisa Predicado É tudo aquilo

Leia mais

Há dois sintagmas essenciais: o sintagma nominal (SN), cujo núcleo é um nome ou palavra que seja equivalente; e o sintagma verbal (SV) cujo núcleo é

Há dois sintagmas essenciais: o sintagma nominal (SN), cujo núcleo é um nome ou palavra que seja equivalente; e o sintagma verbal (SV) cujo núcleo é Há dois sintagmas essenciais: o sintagma nominal (SN), cujo núcleo é um nome ou palavra que seja equivalente; e o sintagma verbal (SV) cujo núcleo é uma forma verbal. Existem também o sintagma adjetival

Leia mais

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações Odilei França Graduado em Letras pela Fafipar. Graduado em Teologia pela Faculdade Batista. Professor de Língua Portuguesa para concursos públicos há 22 anos. Predicação verbal e sintaxe do período simples

Leia mais

Lista 3 - Língua Portuguesa 1

Lista 3 - Língua Portuguesa 1 Lista 3 - Língua Portuguesa 1 Frase, oração e período; sujeito e predicado LISTA 3 - LP 1 - FRASE, ORAÇÃO E PERÍODO; SUJEITO E PREDICADO Frase, oração e período; sujeito e predicado Na fala ou na escrita,

Leia mais

PREDICADO. Profª Fernanda Colcerniani

PREDICADO. Profª Fernanda Colcerniani PREDICADO Profª Fernanda Colcerniani PREDICADO É o termo que expressa aquilo que se afirma a respeito do sujeito: 1. Jardineiros diplomados regam flores [...] sujeito predicado 2. A luz da tua poesia é

Leia mais

Revisão:Tipos de sujeito

Revisão:Tipos de sujeito Revisão:Tipos de sujeito Sujeito Simples: possui apenas um núcleo. Exemplos: - Deus é perfeito! - A cegueira lhe torturava os últimos dias de vida. Sujeito Composto: possui dois ou mais núcleos. Exemplos:

Leia mais

Nº da aula 02. Estudo da Sintaxe

Nº da aula 02. Estudo da Sintaxe Página1 Curso/Disciplina: Português para Concurso. Aula: Estudo da Sintaxe: Sujeito. Conceito; Classificações: sujeito determinado e indeterminado - 02 Professor (a): Rafael Cunha Monitor (a): Amanda Ibiapina

Leia mais

REVISÃO DE ANÁLISE SINTÁTICA Período composto

REVISÃO DE ANÁLISE SINTÁTICA Período composto REVISÃO DE ANÁLISE SINTÁTICA Período composto Professora Melina 9º. Ano Relembrando... ORAÇÃO Enunciado organizado em torno de um verbo. Você abre a janela. PERÍODO SIMPLES frase formada por uma só oração.

Leia mais

: é o termo da oração que, através de um verbo, projeta alguma afirmação sobre o sujeito.

: é o termo da oração que, através de um verbo, projeta alguma afirmação sobre o sujeito. feita através do predicado. : é o termo da oração que funciona como suporte de uma afirmação : é o termo da oração que, através de um verbo, projeta alguma afirmação sobre o sujeito. A pequena criança

Leia mais

COLÉGIO DIOCESANO SERIDOENSE. Professora: Caliana Medeiros.

COLÉGIO DIOCESANO SERIDOENSE. Professora: Caliana Medeiros. COLÉGIO DIOCESANO SERIDOENSE Professora: Caliana Medeiros. PREDICAÇÃO VERBAL Em função da relação que os verbos estabelecem com outras palavras, podemos dividi-los de duas maneiras: verbos de ligação verbos

Leia mais

ATENÇÃO! Material retirado da Internet, que eu considero de fonte segura e confiável. Os endereços estão no fim de cada assunto. TERMOS ESSENCIAIS DA ORAÇÃO Sujeito e Predicado Para que a oração tenha

Leia mais

MATERIAL N. 1 AULA 01 SUJEITO: OS PRIMEIROS DIAS DE PAZ SINTAXE DO PERÍODO SIMPLES NÚCLEO DO SUJEITO: DIAS CONCEITOS FUNDAMENTAIS SUJEITO COMPOSTO

MATERIAL N. 1 AULA 01 SUJEITO: OS PRIMEIROS DIAS DE PAZ SINTAXE DO PERÍODO SIMPLES NÚCLEO DO SUJEITO: DIAS CONCEITOS FUNDAMENTAIS SUJEITO COMPOSTO AULA 01 SINTAXE DO PERÍODO SIMPLES CONCEITOS FUNDAMENTAIS FRASE Frase é todo enunciado capaz de transmitir nossas idéias. Uma lua clara iluminava o céu. Socorro! ORAÇÃO É toda frase construída em torno

Leia mais

Questão 01 Os hobbits

Questão 01 Os hobbits Educador: Angela Régia C. Curricular: Língua Portuguesa Data: / /2013 Estudante: 7º Ano Questão 01 Os hobbits Os hobbits são um povo discreto, mas muito antigo, que já foi mais numeroso do que é hoje.

Leia mais

ATENÇÃO! Material retirado da Internet, que eu considero de fonte segura e confiável. Os endereços estão no fim de cada assunto. Termos acessórios da oração Apesar de prescindíveis são necessários para

Leia mais

Transitividade Verbal

Transitividade Verbal Transitividade Verbal 1 Predicação Verbal Chama-se predicação verbal o resultado da ligação que se estabelece entre o sujeito e o verbo e entre os verbos e os complementos. Quanto à predicação, os verbos

Leia mais

1. ARTIGO É uma palavra que determina outra classe de palavra chamada de substantivo. Divide-se em: - Artigo definido: o, a, os, as.

1. ARTIGO É uma palavra que determina outra classe de palavra chamada de substantivo. Divide-se em: - Artigo definido: o, a, os, as. CURSO DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PARÁ DATA 11/08/2016 DISCIPLINA PORTUGUÊS PROFESSOR RICARDO ERSE MONITOR LUCIANA FREITAS AULA: 06 CLASSES GRAMATICAIS Ementa Na aula de hoje serão abordados

Leia mais

o erro: Vamos retomar o período simples do exemplo anterior e observar a classe gramatical e a função sintática da palavra

o erro: Vamos retomar o período simples do exemplo anterior e observar a classe gramatical e a função sintática da palavra Vamos retomar o período simples do exemplo anterior e observar a classe gramatical e a função sintática da palavra o erro: Neymar não admitiu o erro do juiz. suj VTD função: núcleo do direto classe: substantivo

Leia mais

Obs.: Essa regra de concordância é excessivamente cobrada por todas as bancas.

Obs.: Essa regra de concordância é excessivamente cobrada por todas as bancas. Obs.: Se o verbo haver, com o sentido de existir, for o principal de uma locução verbal, seu auxiliar também ficará no singular. Ex.: Deve haver reclamações. (Devem existir reclamações) Obs.: Essa regra

Leia mais

Português. Sintaxe da Oração (Análise Sintática) Professor Carlos Zambeli.

Português. Sintaxe da Oração (Análise Sintática) Professor Carlos Zambeli. Português Sintaxe da Oração (Análise Sintática) Professor Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br Português SINTAXE DA ORAÇÃO (ANÁLISE SINTÁTICA) Frase: é o enunciado com sentido completo, capaz

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 9 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROFª. SHIRLEY VASCONCELOS

LÍNGUA PORTUGUESA 9 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROFª. SHIRLEY VASCONCELOS LÍNGUA PORTUGUESA 9 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROFª. SHIRLEY VASCONCELOS CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade I Tecnologia: corpo, movimento e linguagem na era da informação. 2 CONTEÚDOS E

Leia mais

Língua Portuguesa. Professoras: Fernanda e Danúzia

Língua Portuguesa. Professoras: Fernanda e Danúzia Língua Portuguesa Professoras: Fernanda e Danúzia Nesta bimestral você aprendeu sobre diversos conceitos como Morfologia, Sintaxe e Morfossintaxe, e partir desses conceitos vamos revisar os principais

Leia mais

Português 3º ano João J. Concordância Verbal

Português 3º ano João J. Concordância Verbal Português 3º ano João J. Concordância Verbal Concordância Verbal Concordância do verbo com o sujeito composto I. Quando o sujeito composto estiver posicionado antes do verbo, este ficará no plural. Ex.:

Leia mais

TERMOS RELACIONADOS AO VERBO

TERMOS RELACIONADOS AO VERBO TERMOS RELACIONADOS AO VERBO objeto direto objeto indireto V E R B O agente da passiva adjunto adverbial ADJUNTO ADVERBIAL: é o termo da oração que indica as circunstâncias em que se dá a ação verbal (de

Leia mais

- Transitivo direto e indireto O garoto ofereceu. - Verbo intransitivo Ele morreu. A criança dormiu.

- Transitivo direto e indireto O garoto ofereceu. - Verbo intransitivo Ele morreu. A criança dormiu. - Transitivo direto e indireto O garoto ofereceu - Verbo intransitivo Ele morreu. A criança dormiu. COMPLEMENTO NOMINAL É o termo que completa o sentido de uma palavra que não seja verbo. Assim, pode referir-se

Leia mais

CURSO TJMG Nível Médio Oficial de Apoio Judiciário Nº

CURSO TJMG Nível Médio Oficial de Apoio Judiciário Nº CURSO TJMG Nível Médio Oficial de Apoio Judiciário Nº DATA 14/06/2016 DISCIPLINA Português - Gramática PROFESSOR Ricardo Erse MONITOR Paula Moura AULA 01/07 Ementa 1 Concordância... 2 a) Concordância nominal:...

Leia mais

Sujeitos. Siene Alves Moreira Lucilene Eidna Faria. Faculdade Iseib BH Letras, 2º semestre/2013

Sujeitos. Siene Alves Moreira Lucilene Eidna Faria. Faculdade Iseib BH Letras, 2º semestre/2013 Sujeitos Siene Alves Moreira Lucilene Eidna Faria Faculdade Iseib BH Letras, 2º semestre/2013 Sujeitos Tipos de sujeitos: Sujeito simples Sujeito composto Sujeito indeterminado Sujeito inexistente O que

Leia mais

CURSO DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PARÁ DATA 12/08/2016 DISCIPLINA PORTUGUÊS PROFESSOR RICARDO ERSE MONITOR LUCIANA FREITAS

CURSO DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PARÁ DATA 12/08/2016 DISCIPLINA PORTUGUÊS PROFESSOR RICARDO ERSE MONITOR LUCIANA FREITAS CURSO DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PARÁ DATA 12/08/2016 DISCIPLINA PORTUGUÊS PROFESSOR RICARDO ERSE MONITOR LUCIANA FREITAS AULA: 07 CONCORDÂNCIA Ementa Na aula de hoje serão abordados os seguintes

Leia mais

Exercícios sobre tipos de predicado

Exercícios sobre tipos de predicado Exercícios sobre tipos de predicado Exercício 1: Identifique a alternativa em que aparece um predicado verbo-nominal: Os viajantes chegaram cedo ao destino. Demitiram o secretário da instituição. Nomearam

Leia mais

Advérbios. Os advérbios modificam o sentido de um verbo, de um adjectivo, de outro advérbio ou de uma oração inteira.

Advérbios. Os advérbios modificam o sentido de um verbo, de um adjectivo, de outro advérbio ou de uma oração inteira. Advérbios Os advérbios modificam o sentido de um verbo, de um adjectivo, de outro advérbio ou de uma oração inteira. Advérbios de tempo: quando? agora, ainda, amanhã, antes, antigamente, cedo, dantes,

Leia mais

Classes de Palavras (Morfologia) Flexão Nominal e Verbal. Prof Carlos Zambeli

Classes de Palavras (Morfologia) Flexão Nominal e Verbal. Prof Carlos Zambeli Classes de Palavras (Morfologia) Flexão Nominal e Verbal Prof Carlos Zambeli A morfologia está agrupada em dez classes, denominadas classes de palavras ou classes gramaticais. São elas: Substantivo, Artigo,

Leia mais

EXERCÍCIOS DE ANÁLISE SINTÁTICA (PERÍODO SIMPLES) adnominal;

EXERCÍCIOS DE ANÁLISE SINTÁTICA (PERÍODO SIMPLES) adnominal; EXERCÍCIOS DE ANÁLISE SINTÁTICA (PERÍODO SIMPLES) 1. Considere a frase Ele andava triste porque não encontrava a companheira os verbos grifados são a) transitivo direto de ligação; b) de ligação intransitivo;

Leia mais

Emprego e Função Sintática dos Pronomes Relativos

Emprego e Função Sintática dos Pronomes Relativos Emprego e Função Sintática dos Pronomes Relativos Ensino Fundamental 9º ano Pronomes relativos São aqueles que retomam um substantivo (ou um pronome) anterior a eles, substituindo-o no início da oração

Leia mais

Cap. 5 Sujeito indeterminado e oração sem sujeito

Cap. 5 Sujeito indeterminado e oração sem sujeito Cap. 5 Sujeito indeterminado e oração sem sujeito Sujeito indeterminado Sujeito indeterminado é aquele que não é nomeado na oração, ou por não se querer nomeá-lo ou por se desconhecer quem pratica a ação.

Leia mais

MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL. SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais, irracionais a fim de identificação.

MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL. SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais, irracionais a fim de identificação. MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais, irracionais a fim de identificação. PREPOSIÇÃO É a classe de palavras que liga palavras entre si;

Leia mais

Sujeito. Estudo do sujeito. Como identificar o sujeito? 29/12/ É o elemento a respeito de quem se diz alguma coisa.

Sujeito. Estudo do sujeito. Como identificar o sujeito? 29/12/ É o elemento a respeito de quem se diz alguma coisa. Eu Palavra Cantada Estudo do Professor Jailton Gêiser Fountain Sujeito - É o elemento a respeito de quem se diz alguma coisa. - É o termo da oração sobre o qual incide a informação prestada pelo. Como

Leia mais

SUJEITO + PRONOME RELATIVO + VERBO + COMPLEMENTO. Ex.: Este é o assunto que fiz referência semana passada.

SUJEITO + PRONOME RELATIVO + VERBO + COMPLEMENTO. Ex.: Este é o assunto que fiz referência semana passada. PREPOSIÇÃO Ordem Direta da Oração: Sujeito + verbo + Complemento Ex.: Todos gostam de carnaval. Todos gostam carnaval. PREPOSIÇÃO QUEM ALGO ALGUÉM ALGUMA COISA SUJEITO + PRONOME RELATIVO + VERBO + COMPLEMENTO

Leia mais

13) As expressões perto de e cerca de levam o verbo a concordar com o numeral. Ex.: Cerca de vinte pessoas estavam na loja.

13) As expressões perto de e cerca de levam o verbo a concordar com o numeral. Ex.: Cerca de vinte pessoas estavam na loja. 13) As expressões perto de e cerca de levam o verbo a concordar com o numeral. Ex.: Cerca de vinte pessoas estavam na loja. 14) Concordância com mais de e menos de. * Com numeral um: verbo no singular.

Leia mais

Regra geral de concordância verbal

Regra geral de concordância verbal Regra geral de concordância verbal O verbo concorda em número e pessoa com o seu sujeito. Há, entretanto, uma série de regras e exceções relativas a casos de concordância verbal, que devem ser examinadas

Leia mais

Período simples: conceitos e exemplos

Período simples: conceitos e exemplos Período simples: conceitos e exemplos Frase é todo enunciado (palavra ou conjunto de palavras) que apresente sentido completo. Ei! Olá! Até logo. Oração é a frase ou fragmento de frase que contém um verbo

Leia mais

Os alunos fizeram uma visita ao zoológico, onde puderam observar várias espécies de animais.

Os alunos fizeram uma visita ao zoológico, onde puderam observar várias espécies de animais. Uso do onde e aonde O advérbio é uma classe de palavras cuja função gramatical é acompanhar e modificar um verbo, exprimindo a circunstância da ação verbal, por isso o nome ad-vérbio, ou seja, a palavra

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS

LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade IV Ciência- O homem na construção do conhecimento 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES

Leia mais

Noções de Morfossintaxe

Noções de Morfossintaxe Noções de Morfossintaxe Orações Substantivas É introduzida pelas conjunções QUE ou SE Aprenda a analisar a oração principal Oração Completiva Nominal Há a orientação de que Há a esperança de que Há o estudo

Leia mais

SEXTA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco

SEXTA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco SEXTA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET Professora: Sandra Franco 1. Aposto e a vírgula. 2. Adjunto Adverbial e a vírgula. 3. Vocativo e a vírgula. 4. Uso da Vírgula. Resumo. 5. Exercícios. 1. Aposto e a vírgula.

Leia mais

ORDEM DIRETA DOS TERMOS DA ORAÇÃO

ORDEM DIRETA DOS TERMOS DA ORAÇÃO ORDEM DIRETA DOS TERMOS DA ORAÇÃO S V C ADJ. ADV. Simples Composto Oculto Indeterm. * oração sem sujeito VI VTD VTI VTDI VL *LV (verbo ser/estar + verbo no particípio) Ø OD OI OD + OI PS AG. da PASSIVA

Leia mais

Sumário. Apresentação. Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3

Sumário. Apresentação. Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3 Sumário Prefácio Apresentação XIII XV Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3 1. Tipologia do sujeito 6 Método para identificar o sujeito 6 Sujeito simples

Leia mais

Termos ligados ao nome. adnominal e aposto) e o vocativo. Apostila 2, Capítulo 4 Unidades 21 a 24 (pág. 407 a 417) Professora Simone

Termos ligados ao nome. adnominal e aposto) e o vocativo. Apostila 2, Capítulo 4 Unidades 21 a 24 (pág. 407 a 417) Professora Simone Termos ligados ao nome (complemento nominal, adjunto adnominal e aposto) e o vocativo Apostila 2, Capítulo 4 Unidades 21 a 24 (pág. 407 a 417) Professora Simone 2 Regência Nominal Designa a relação existente

Leia mais

Professor Jailton.

Professor Jailton. Professor Jailton www.professorjailton.com.br Pronomes Possessivos São aqueles que se referem às pessoas do discurso, indicando ideia de posse. número pessoa Pronomes possessivos singular (um possuidor)

Leia mais

Futuro do presente a) expressar fato posterior ao momento em que se fala: No final do trabalho, acertaremos o pagamento.

Futuro do presente a) expressar fato posterior ao momento em que se fala: No final do trabalho, acertaremos o pagamento. Futuro do presente a) expressar fato posterior ao momento em que se fala: No final do trabalho, acertaremos o pagamento. b) indicar correlação com o futuro do subjuntivo: Se ele fizer isso, ficarei feliz.

Leia mais

Capítulo 2 - Acentuação gráfica Regras gerais...10 Casos especiais...10 Prosódia...12 Exercícios...14

Capítulo 2 - Acentuação gráfica Regras gerais...10 Casos especiais...10 Prosódia...12 Exercícios...14 Sumário Capítulo 1 - Noções de fonética... 2 Fonemas...2 Letra...2 Sílaba...2 Número de sílabas...3 Tonicidade...3 Posição da sílaba tônica...3 Dígrafos...3 Encontros consonantais...3 Encontros vocálicos...4

Leia mais

ATENÇÃO! Material retirado da Internet, que eu considero de fonte segura e confiável. Os endereços estão no fim de cada assunto. INTRODUÇÃO À SINTAXE Frase Frase é todo enunciado de sentido completo, podendo

Leia mais

Usa-se ainda, neste caso, sujeito antes do verbo ou a palavra interrogativa no fim da oração: De quem você falava? Ele comprou o quê?

Usa-se ainda, neste caso, sujeito antes do verbo ou a palavra interrogativa no fim da oração: De quem você falava? Ele comprou o quê? Usa-se ainda, neste caso, sujeito antes do verbo ou a palavra interrogativa no fim da oração: De quem você falava? Ele comprou o quê? 7. ) Nas orações exclamativas, de sentido optativo ou não, é frequente

Leia mais

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS GRAMÁTICA - Prof. CARLA CAMPOS De sonhos e conquistas Aluno (a): MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais,

Leia mais

Linguagem Língua portuguesa. Preposição e sua construção de sentido

Linguagem Língua portuguesa. Preposição e sua construção de sentido Linguagem Língua portuguesa Preposição e sua construção de sentido Conceito Preposições: ligam palavras e orações, isoladamente NÃO possuem função sintática, possuem na frase um valor semântico. A função

Leia mais

Concordância. 1

Concordância.  1 Sumário Concordância Visão Geral... 4 Concordância verbal - Visão Geral... 5 Verbo fazer haver e ser visão geral... 6 Visc - HFs - Haver e fazer indicando tempo... 7 Visc - Hfs - Verbo haver - existência

Leia mais

Crase é a fusão de duas vogais iguais: A + A. Para marcar sua ocorrência, usamos o acento grave (` ). Casos em que o acento aparece: a + as = às

Crase é a fusão de duas vogais iguais: A + A. Para marcar sua ocorrência, usamos o acento grave (` ). Casos em que o acento aparece: a + as = às Crase Crase é a fusão de duas vogais iguais: A + A. Para marcar sua ocorrência, usamos o acento grave (` ). Casos em que o acento aparece: a + as = às (preposição + artigo) a + aquela(s) = àquela(s) (preposição

Leia mais

Revisão sujeito e predicado. Prof.ª Lucimar

Revisão sujeito e predicado. Prof.ª Lucimar Revisão sujeito e predicado Prof.ª Lucimar Tipos de sujeito Sujeito Simples: possui apenas um núcleo e este vem escrito. Exemplos: - Deus é perfeito! Sujeito simples Deus Núcleo do sujeito simples Deus

Leia mais

Sujeito Simples. Sujeito Composto antes do verbo O verbo vai para o plural concordando com o sujeito. 18/12/2009. Ele chegou tarde.

Sujeito Simples. Sujeito Composto antes do verbo O verbo vai para o plural concordando com o sujeito. 18/12/2009. Ele chegou tarde. Sujeito Simples O verbo concorda em número e pessoa com o sujeito. Ele chegou tarde. Nós voltaremos logo. Sujeito Composto antes do verbo O verbo vai para o plural concordando com o sujeito. Rafa e Edu

Leia mais

FUNDAÇÃO EUCLIDES DA CUNHA CONCURSO PÚBLICO DE SÃO MATEUS RESPOSTA AO RECURSO DA PROVA OBJETIVA

FUNDAÇÃO EUCLIDES DA CUNHA CONCURSO PÚBLICO DE SÃO MATEUS RESPOSTA AO RECURSO DA PROVA OBJETIVA CONCURSO PÚBLICO DE SÃO MATEUS CARGO: Fonoaudiólogo S 43 QUESTÃO NÚMERO: 03 Embora a candidata não tenha apresentado fundamentação teórica, para dar origem ao presente recurso, esta Banca informa que a

Leia mais

Para casa: 1) Responder os exercícios do livro didático pp. 38 a 42 - formação do modo imperativo.

Para casa: 1) Responder os exercícios do livro didático pp. 38 a 42 - formação do modo imperativo. 1) Responder os exercícios do livro didático pp. 38 a 42 - formação do modo imperativo. Análise linguística formação do modo imperativo. Identificar e compreender a formação do modo imperativo do verbo.

Leia mais

CONCORDÂNCIA NOMINAL LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR EDUARDO BELMONTE

CONCORDÂNCIA NOMINAL LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR EDUARDO BELMONTE CONCORDÂNCIA NOMINAL LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR EDUARDO BELMONTE 1) REGRA GERAL Subdivisão de nossos estudos 2) CONCORDÂNCIA DO ADJETIVO COM VÁRIOS SUSTANTIVOS 3) Casos específicos No segundo jogo

Leia mais

Complemento nominal Adjunto adnominal Objeto indireto Predicativo do sujeito Predicativo do objeto Adjunto Adverbial Agente da passiva Aposto e

Complemento nominal Adjunto adnominal Objeto indireto Predicativo do sujeito Predicativo do objeto Adjunto Adverbial Agente da passiva Aposto e Complemento nominal Adjunto adnominal Objeto indireto Predicativo do sujeito Predicativo do objeto Adjunto Adverbial Agente da passiva Aposto e Vocativo Tipos de predicado COMPLEMENTO NOMINAL OU ADJUNTO

Leia mais

Língua Portuguesa Mara Rúbia

Língua Portuguesa Mara Rúbia Língua Portuguesa Mara Rúbia Regência nominal é o nome da relação existente entre um nome (substantivo, adjetivo ou advérbio) e os termos regidos por esse nome. Determina se os seus complementos são acompanhados

Leia mais

Funções sintáticas. Porto Editora

Funções sintáticas. Porto Editora Funções sintáticas Funções sintáticas ao nível da frase Sujeito Função sintática desempenhada por grupos nominais ou por alguns tipos de orações. O sujeito pode ser classificado como: sujeito simples sujeito

Leia mais

VERBO. Flávia Andrade

VERBO. Flávia Andrade VERBO Flávia Andrade DEFINIÇÃO Verbo é a palavra que exprime ação, estado, mudança de estado, fenômeno natural e outros processos, flexionando-se em pessoa, número, modo, tempo e voz. a. Ação: andar, causou,

Leia mais

ORDEM DIRETA DE ORAÇÕES E PERÍODOS E OS USOS DA VÍRGULA

ORDEM DIRETA DE ORAÇÕES E PERÍODOS E OS USOS DA VÍRGULA ORDEM DIRETA DE ORAÇÕES E PERÍODOS E OS USOS DA VÍRGULA O que é a ordem direta da oração Em língua portuguesa, na maioria das vezes, as orações são estruturadas na seguinte sequência: OU sujeito + verbo

Leia mais

Colégio Diocesano Seridoense Sistema Objetivo de Ensino. Pronome relativo. Prof.ª Caliana Medeiros. Caicó/RN 05/10/2015

Colégio Diocesano Seridoense Sistema Objetivo de Ensino. Pronome relativo. Prof.ª Caliana Medeiros. Caicó/RN 05/10/2015 Colégio Diocesano Seridoense Sistema Objetivo de Ensino Pronome relativo Prof.ª Caliana Medeiros Caicó/RN 05/10/2015 Tente Outra Vez Raul Seixas Veja! Não diga que a canção Está perdida Tenha fé em Deus

Leia mais

M O R F O L O G I A P R O N O M E S R E L A T I V O S

M O R F O L O G I A P R O N O M E S R E L A T I V O S P R O N O M E S R E L A T I V O S PRONOMES RELATIVOS: São pronomes que retomam um substantivo (ou outro pronome) anterior a eles, substituindo-o no início da oração seguinte. CARACTERÍSTICAS: Os pronomes

Leia mais

UDESC 2015/2 PORTUGUÊS. Gabarito do departamento de português sem resposta. Comentário

UDESC 2015/2 PORTUGUÊS. Gabarito do departamento de português sem resposta. Comentário PORTUGUÊS Gabarito do departamento de português sem resposta. a) Incorreta. As orações iniciadas pela partícula se são subordinadas substantivas objetivas diretas do verbo discutir. b) Correta. Todas as

Leia mais

Morfossintaxe Frase, Sujeito, Predicado

Morfossintaxe Frase, Sujeito, Predicado Morfossintaxe Frase, Sujeito, Predicado Frase É a unidade de texto que numa situação de comunicação é capaz de transmitir um pensamento completo. (Que susto!, Droga!, Socorro!!, Fora!) Tipos de frase:

Leia mais

PROFESSOR FELIPE OBERG

PROFESSOR FELIPE OBERG Conteúdo programático: 1 Compreensão e interpretação de textos. 2 Tipologia textual. 3 Ortografia oficial. 4 Acentuação gráfica. 5 Emprego das classes de palavras. 6 Emprego do sinal indicativo de crase.

Leia mais

COMENTÁRIOS E RESPOSTAS À PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DO CONCURSO PARA PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS RS CERTAME REALIZADO NO DIA 26 DE ABRIL DE 2015

COMENTÁRIOS E RESPOSTAS À PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DO CONCURSO PARA PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS RS CERTAME REALIZADO NO DIA 26 DE ABRIL DE 2015 E RESPOSTAS À PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DO Questão sobre ortografia e emprego de verbo HAVER. A lacuna da questão 17 deve ser preenchida com ATRÁS, que é advérbio. Na lacuna da linha 31, deve aparecer

Leia mais

Pronomes. Prof. Flaverlei A. Silva

Pronomes. Prof. Flaverlei A. Silva Pronomes Prof. Flaverlei A. Silva Pronomes São palavras que substituem ou acompanham outras palavras, principalmente os substantivos. Podem também remeter a palavras, orações e frases expressas anteriormente.

Leia mais

Mapa Mental de Português Concordância Nominal

Mapa Mental de Português Concordância Nominal Mapa Mental de Português Concordância Nominal Mapas mentais de Portugês sobre concordância nominal. Mapa Mental de Português Concordância Verbal Diversos mapas mentais de Português sobre concordância verbal.

Leia mais

@profdecioterror Décio Terror Filho (32)

@profdecioterror Décio Terror Filho (32) @profdecioterror Décio Terror Filho (32) 98447 5981 Concordância verbal Regência verbal 1. O candidato realizou a prova. VTD + OD 2. duvidou do gabarito. VTI + OI 3. enviou recursos à banca examinadora.

Leia mais

Gramática Morfologia CLASSES DE PALAVRAS. Vídeo aula 1 de Gramática Professora Carolina

Gramática Morfologia CLASSES DE PALAVRAS. Vídeo aula 1 de Gramática Professora Carolina Gramática Morfologia CLASSES DE PALAVRAS Vídeo aula 1 de Gramática Professora Carolina CLASSES DE PALAVRAS Toda vez que nós abrimos a boca para expressar pensamentos, opiniões, ideias, estamos usando os

Leia mais

1º BLOCO... 2 I. Níveis de Análise da Língua... 2 II. Morfologia - 10 Classes de Palavras... 2 Advérbio... 2 Conjunção... 3 Coordenativas...

1º BLOCO... 2 I. Níveis de Análise da Língua... 2 II. Morfologia - 10 Classes de Palavras... 2 Advérbio... 2 Conjunção... 3 Coordenativas... 1º BLOCO... 2 I. Níveis de Análise da Língua... 2 II. Morfologia - 10 Classes de Palavras... 2 Advérbio... 2 Conjunção... 3 Coordenativas... 4 I. NÍVEIS DE ANÁLISE DA LÍNGUA Vamos começar o nosso estudo

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA

LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA P1-1º BIMESTRE 8º ANO FUNDAMENTAL II Aluno (a): Turno: Turma: Unidade Data: / /2016 HABILIDADES E COMPETÊNCIAS Reconhecer e classificar os adjuntos adnominais e adverbiais

Leia mais

c) O complemento nominal também se confunde com o adjunto adnominal. As diferenças serão explicitadas quando falarmos de desse termo acessório.

c) O complemento nominal também se confunde com o adjunto adnominal. As diferenças serão explicitadas quando falarmos de desse termo acessório. b) Os estudantes inexperientes podem confundir o complemento nominal o objeto indireto. Essa dúvida é facilmente resolvida. O OI completa o sentido de um verbo e o CN, o de um nome. Ex.: Necessito de ajuda.

Leia mais

Concurso da EsSA. 10 dicas imbatíveis de Português para o IPR IPR. e-book. Análise Sintática INSTITUTO PADRE REUS

Concurso da EsSA. 10 dicas imbatíveis de Português para o IPR IPR.  e-book. Análise Sintática INSTITUTO PADRE REUS 10 dicas imbatíveis de Português para o INSTITUTO PADRE REUS Concurso da EsSA Análise Sintática e-book INSTITUTO PADRE REUS www.ipronline.com.br INSTITUTO PADRE REUS TRANSFORMANDO RMAN AND O PESSOAS SOA

Leia mais

PROFESSORA: VERBENE LIMA

PROFESSORA: VERBENE LIMA PROFESSORA: VERBENE LIMA É a fusão (junção) da preposição a exigida pela regência do verbo ou do nome mais o artigo definido a, os pronomes demonstrativos aquele(s), aquela(s), aquilo e o pronome demonstrativo

Leia mais

Concordância e Regência Verbais

Concordância e Regência Verbais Concordância e Regência Verbais Enem 15 semanas 1. Para que se respeite a concordância verbal, será preciso corrigir a frase: a) Têm havido dúvidas sobre a capacidade do sistema de saúde cubano. b) Têm

Leia mais

Orações Subordinadas d Adjetivas. Apostila 3, Capítulo 9 Unidades 39 e 40 (pág. 322 a 329)

Orações Subordinadas d Adjetivas. Apostila 3, Capítulo 9 Unidades 39 e 40 (pág. 322 a 329) Orações Subordinadas d Adjetivas Apostila 3, Capítulo 9 Unidades 39 e 40 (pág. 322 a 329) Professora Simone 2 Orações Subordinadas Adjetivas A sua história assustadora será contada para todos assustadora

Leia mais

USO DA CRASE. Bruna Camargo

USO DA CRASE. Bruna Camargo USO DA CRASE Bruna Camargo Conceito Fusão entre duas vogais idênticas. A + A = À Justificativa Sua correta utilização é, sobretudo, sinal de competência linguística em regência nominal e verbal, em se

Leia mais

Adjetivos. COMPOSTOS azul-claro, político-social, afrobrasileiro. DERIVADOS escadas rolantes, árvores frutíferas.

Adjetivos. COMPOSTOS azul-claro, político-social, afrobrasileiro. DERIVADOS escadas rolantes, árvores frutíferas. Classes Gramaticais Adjetivos SIMPLES grande, belo, manso, leal. COMPOSTOS azul-claro, político-social, afrobrasileiro. PRIMITIVOS bom, humano, fácil. DERIVADOS escadas rolantes, árvores frutíferas. Gêneros

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL II

ENSINO FUNDAMENTAL II ENSINO FUNDAMENTAL II CONTEÚDO 6 º ANO 1) Produção de texto: Narração. Foco narrativo: narrador-observador. Estrutura do texto narrativo. Elementos narrativos. Uso do diálogo. Paragrafação. 2) Texto: Leitura

Leia mais

ATENÇÃO! Material retirado da Internet, que eu considero de fonte segura e confiável. Os endereços estão no fim de cada assunto. Colocação pronominal A colocação dos pronomes pessoais oblíquos átonos na

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves ADJETIVO Ayrton Senna foi um excelente piloto. A moça do quadro é belíssima. O pitbull é um cão bravo. Excelente, belíssima e bravo estão expressando qualidades e características dos seres. Essas palavras

Leia mais

JOSÉ ALMIR FONTELLA DORNELLES

JOSÉ ALMIR FONTELLA DORNELLES JOSÉ ALMIR FONTELLA DORNELLES Edição comemorativa de 20 anos. Revista, ampliada, novos exercícios e questões. 20ª edição Brasília 2014 2014 Vestcon Editora Ltda. Todos os direitos autorais desta obra são

Leia mais

Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS APRESENTAÇÃO PARTE I FONÉTICA

Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS APRESENTAÇÃO PARTE I FONÉTICA Súmario Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 15 APRESENTAÇÃO... 17 PARTE I FONÉTICA CAPÍTULO 1 ORTOGRAFIA... 21 1. Introdução... 21 2. O alfabeto...21 3. Emprego das letras

Leia mais

PREDICATIVO DO OBJETO. A vitória tornou eleito o vereador.

PREDICATIVO DO OBJETO. A vitória tornou eleito o vereador. PREDICATIVO DO OBJETO A vitória tornou eleito o vereador. Façamos, pois, a análise sintática: SUJEITO = A vitória PREDICADO = tornou eleito o vereador OBJETO DIRETO = o vereador PREDICATIVO DO OBJETO=

Leia mais

Pronome é a palavra variável que substitui ou acompanha o substantivo.

Pronome é a palavra variável que substitui ou acompanha o substantivo. Pronome é a palavra variável que substitui ou acompanha o substantivo. PESSOAS GRAMATICAIS Numa situação comunicativa há sempre três elementos envolvidos, chamados pessoas do discurso ou pessoas gramaticais,

Leia mais

QUARTA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco

QUARTA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco QUARTA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET Professora: Sandra Franco 1. Predicativos: a)do sujeito; b)do objeto. 2. Predicado: a) verbal; b) nominal; c) verbo-nominal. 3. Resumos. 4. Exercícios. Apesar de não

Leia mais

Extensivo Aula 4 Apostila 1. Classes de Palavras 1: Artigo e Numeral

Extensivo Aula 4 Apostila 1. Classes de Palavras 1: Artigo e Numeral Extensivo Aula 4 Apostila 1 Classes de Palavras 1: Artigo e Numeral As Dez Classes Gramaticais Esquemas 1) Substantivo aula 2 2) Verbo aula 6 Determinantes nominais aula 4 3) Artigo 4) Adjetivo 5) Pronome

Leia mais

Português. Funções do Que e do Se. Professor Carlos Zambeli.

Português. Funções do Que e do Se. Professor Carlos Zambeli. Português Funções do Que e do Se Professor Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br Português FUNÇÕES DO QUE E DO SE A palavra QUE Pronome Relativo refere-se a um nome (substantivo, pronome pessoal,

Leia mais

MPU Português Crase Eli Castro Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

MPU Português Crase Eli Castro Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. MPU Português Crase Eli Castro 2013 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Crase O uso do acento grave é, às vezes, produto da contração de duas vogais idênticas; em outras,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ COORDENADORIA DE CONCURSOS CCV

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ COORDENADORIA DE CONCURSOS CCV Língua Portuguesa I Questão 15 A questão 15 aborda compreensão leitora. É correta a alternativa (A). O texto opõe o instinto da águia ao instinto da tartaruga, apresentando-os como ligados a esses animais

Leia mais

Integrado Aulas 38 e 39 Apostila 5; pág. 87 Sintaxe de Regência

Integrado Aulas 38 e 39 Apostila 5; pág. 87 Sintaxe de Regência Integrado Aulas 38 e 39 Apostila 5; pág. 87 Sintaxe de Regência Definições Mecanismo que regula as ligações entre um verbo ou um nome (termos regentes) e os seus complementos (termos regidos). Em termos

Leia mais

ADVÉRBIOS, UMA ABORDAGEM CRÍTICA Fernanda Cristina Saraiva (UERJ)

ADVÉRBIOS, UMA ABORDAGEM CRÍTICA Fernanda Cristina Saraiva (UERJ) FACULDADE DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES ADVÉRBIOS, UMA ABORDAGEM CRÍTICA Fernanda Cristina Saraiva (UERJ) INTRODUÇÃO Esse trabalho irá apresentar alguns questionamentos quanto à classificação dos advérbios

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: língua Apinayé, sintaxe, educação escolar indígena.

PALAVRAS-CHAVE: língua Apinayé, sintaxe, educação escolar indígena. ASPECTOS SINTÁTICOS DA LÍNGUA APINAYÉ Loureane Rocha de SOUZA 1 Francisco Edviges ALBUQUERQUE 2 1 Aluna do curso de Licenciatura em Letras; Universidade Federal do Tocantins, campus de Araguaína; e- mail:

Leia mais

Planificação Longo Prazo

Planificação Longo Prazo DEPARTAMENTO LÍNGUAS ANO LETIVO 2016 / 2017 DISCIPLINA Português ANO 7.ºANO Planificação Longo Prazo CONTEÚDOS TEXTOS DOS MEDIA E DO QUOTIDIANO 1.º período Notícia Frio arrasta centenas de corvos marinhos

Leia mais