LICENCIATURA EM QUÍMICA QUÍMICA ORGÂNICA I SEGUNDO SEMESTRE 2014 PLANO DE CURSO Professora: Ana Júlia Silveira

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LICENCIATURA EM QUÍMICA QUÍMICA ORGÂNICA I SEGUNDO SEMESTRE 2014 PLANO DE CURSO Professora: Ana Júlia Silveira"

Transcrição

1 LICENCIATURA EM QUÍMICA QUÍMICA ORGÂNICA I SEGUNDO SEMESTRE 2014 PLANO DE CURSO Professora: Ana Júlia Silveira EMENTA QUÍMICA ORGÂNICA I Introdução a química orgânica: teoria estrutural e o átomo de carbono Principais funções orgânicas: nomenclatura, propriedades físico-químicas e reacionais, Estereoquímica, Alcenos e alcinos, Grupos funcionais que contem átomo de oxigênio ligado duplamente ao átomo de carbono: grupo carbonila, Outros grupos funcionais que contem heteroátomos: nitrila, nitro e azo, Benzeno e aromaticidade, Intermediários de reações, Métodos físicos: espectroscopia na região do infravermelho, espectroscopia na região do ultravioleta e do visível, Ressonância magnética nuclear 1 INTRODUÇÃO A QUÍMICA ORGÂNICA / 04 / 11 DE AGOSTO 1.1 Desenvolvimento da Química Orgânica 1.2 Postulados de Kekulé e Couper Regra do Octeto Ligação Iônica Ligação Covalente 1.3 Ligação covalente: visão quântica Teoria da Ligação de Valência Teoria do Orbital Molecular Orbital Molecular Ligante e Antiligante 1.4 Ligação covalente: sítio reacional 1.5 Estruturas de Lewis 1.6 Carga formal 2 TEORIA ESTRUTURAL E O ÁTOMO DE CARBONO / 18 / 25 DE AGOST 2.1 Orbitais atômicos 2.2 Hibridização dos orbitais atômicos Hibridização sp 3 no Átomo de Carbono Hibridização sp 3 no Átomo de Nitrogênio e Oxigênio Hibridização sp 2

2 2.2.4 Hibridização sp 2 nos Átomos: Boro, Oxigênio e Nitrogênio Hibridização sp nos Átomos de Carbono e Berílio 2.3 O carbono e o colorido do meio ambiente 2.4 O carbono na medicina popular 2.5 Reatividade e o comportamento ácido-base 2.6 Substrato Básico 2.7 Substrato Ácido 2.8 Compostos carbonilados como ácido de Lewis 2.9 Compostos carbonilados como base de Lewis 2.10 Tautomeria ceto-enólica 3 PROPRIEDADES FÍSICAS E QUÍMICAS / 01 / 08 DE SETEMBRO 3.1 Polaridade das ligações 3.2 Polaridade das moléculas 3.3 Estruturas e propriedades físicas 3.4 Ponto de Fusão e Ponto de Ebulição 3.5 Forças intermoleculares Interação Dipolo-Dipolo Interação Íon-Íon Forças de Van der Waals Ligação hidrogênio Influência da Ligação Hidrogênio no Ponto de Ebulição Relação entre Força Intermolecular e Solubilidade 3.6 Propriedades químicas: Substratos e reagentes 3.7 Principais reações orgânicas Reação de Adição Eletrofílica Reação de Adição Nucleofílica Reação de Substituição Nucleofílica Substituição Eletrofílica Reação de Eliminação 4 ALCANOS E CICLOALCANOS / 15 / 22 DE SETEMBRO 4.1 Alcanos no uso diário 4.2 Formas espaciais dos alcanos 4.3 Isomerismo 4.4 Grupos alquilas acíclicos e cíclicos 4.5 Sistema formal IUPAC Nomenclatura dos Alcanos com Cadeia Ramificada Nomenclatura dos Grupos Alquilas Ramificados Nomenclatura de Cicloalcanos Nomenclatura de Compostos Bicíclicos 4.6 Torção na ligação sigma carbono-carbono 4.7 Conformações de alcanos cíclicos Cicloexanos Derivados do cicloexano 4.8 Reatividade dos alcanos

3 4.8.1 Reação de Combustão DINÂMICA DE GRUPO 29 DE SETEMBRO PRIMEIRA AVALIAÇÃO PARCIAL 06 DE OUT SEGUNDA CHAMADA DA 1 A AP / PRIMEIRO HORÁRIO 5 FUNÇÕES ORGÂNICAS / 06 / 13 DE OUTUBRO 5.1 Estruturas com ligações sigmas Compostos Oxigenados Compostos nitrogenados Halogenetos de Alquila 5.2 Estruturas com ligação pi Alcenos Nomenclatura E, Z para Alcenos Alcinos Compostos Carbonilados 5.3 Nomenclatura dos compostos carbonilados Nomenclatura de Aldeídos e Cetonas Nomenclatura de Ácidos Carboxílicos Nomenclatura de Derivados do Ácido Carboxílico Pesquisa: utilização das funções orgânicas na sociedade 6 ESTEREOQUÍMICA / 20 DE OUTUBRO 6.1 Isômeros 6.2 Estereoisômeros 6.3 Isômeros constitucionais 6.4 Enanciômeros 6.5 Diasteroisômeros 6.6 Projeções de moléculas orgânicas 6.7 Estruturas com dois centros quirais 6.8 Configurações R/S 6.9 Os prefixos eritro e treo 6.10 Centro proquiral 6.11 Outras estruturas oticamente ativas Resolução de exercícios / Resenha do artigo: quiralidade dos fármacos 7 INTERMEDIÁRIOS DAS REAÇÕES ORGÂNICAS / 27 DE OUTUBRO 7.1 Cisão e formação de ligação no mecanismo polar 7.2 Cisão Homolítica Estabilidade dos Radicais Livres 7.3 Cisão Heterolítica Estabilidade dos carbocátions Propriedades dos carbocátions 7.4 Reagentes nucleofílicos e eletrofílico 7.5 Cisão heterolítica e a formação de carbânion Estabilidade dos carbânions

4 DINÂMICA DE GRUPO REALIZAÇÃO DE SEMINÁRIOS / 03 DE NOVEMBRO 8 BENZENO E AROMATICIDADE / 10 DE NOVEMBRO 8.1 Kekulé e a estrutura do benzeno 8.2 Estabilidade do benzeno 8.3 Orbitais moleculares π do benzeno Ressonância em derivados do benzeno 8.4 Derivados substituídos do benzeno e sua nomenclatura 8.5 Hidrocarbonetos aromáticos policíclicos 8.6 Reações SN 1 de haletos benzílicos 8.7 Reações SN 2 de haletos benzílicos 8.8 Regra de Huckel 8.9 Compostos aromáticos heterocíclicos e a regra de Huckel 2 A AVALIAÇÃO PARCIAL / 17 DE NOVEMBRO PRIMEIRO HORÁRIO 9 ESPECTROSCOPIA NA REGIÃO DO INFRAVERMELHO / 17 DE NOVEMBRO 9.1 Espectro eletromagnético e a excitação molecular 9.2 Espectrômetro 9.3 Modos de vibração molecular Forma do espectro Estimativa matemática para frequência de absorção 9.4 Modos de vibração de algumas ligações 9.5 Espectros de algumas funções orgânicas 2 a CHAMADA DA SEGUNDA AP 24 DE NOV PRIMEIRO HORÁRIO 10 ESPECTROSCOPIA NA REGIÃO DO ULTRAVIOLETA E DO VISÍVEL / 24 NOV 10.1 Introdução 10.2 Energia e excitação molecular 10.3 Espectrofotômetro 10.4 Excitação eletrônica em estruturas orgânicas 10.5 Feição espectral: cromóforos 10.6 Efeitos que ocasionam variações nas bandas de absorção 10.7 Espectros de compostos carbonilados 10.8 Espectros de sistemas conjugados 10.9 Método empírico de Woodward Espectros de algumas funções orgânicas : interpretação de espectros 11 RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NUCLEAR / 01 DE DEZ 11.1 Introdução a espectroscopia de RMN 11.2 RMN com transformada de Fourier 11.3 Blindagem 11.4 Número de sinais no espectro de RMN 1 H 11.4 Deslocamento químico 11.5 Posições relativas dos sinais 11.6 Valores característicos de deslocamentos químicos 11.7 Integração dos sinais de RMN 11.8 Anisotropia diamagnética 11.9 Desdobramento dos sinais

5 11.10 Exemplo de espectros de RMN 1 H : interpretação de espectros AF / 08 DEZ ENTREGA DOS RESULTADOS 15 DE DEZ BIBLIOGRAFIA SOLOMONS, T. W. G. Química Orgânica. V.1, 10 a Rio de Janeiro: LTC, SOLOMONS, T.W.G; FRYLE. Química Orgânica. V.1, 10 a Rio de Janeiro: LTC, ALLINGER, L. N. Química orgânica, 2. ed, Editora Guanabara Dois, São Paulo, MCMURRY J. Química Orgânica, V.1, 4ª edição, LTC - Livros Técnicos e Científicos Editora, Rio de Janeiro, MCMURRY J. Química Orgânica, V.2, 4ª edição, LTC - Livros Técnicos e Científicos Editora, Rio de Janeiro, 1997.Referências Complementares

ENGENHARIA AMBIENTAL QUÍMICA ORGÂNICA SEGUNDO SEMESTRE 2014 PLANO DE CURSO Professora: Ana Júlia Silveira

ENGENHARIA AMBIENTAL QUÍMICA ORGÂNICA SEGUNDO SEMESTRE 2014 PLANO DE CURSO Professora: Ana Júlia Silveira ENGENHARIA AMBIENTAL QUÍMICA ORGÂNICA SEGUNDO SEMESTRE 2014 PLANO DE CURSO Professora: Ana Júlia Silveira EMENTA QUÍMICA ORGÂNICA I Introdução a química orgânica aplicada a engenharia ambiental. Principais

Leia mais

ESTRUTURA E REATIVIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS ENGENHARIA QUÍMICA/ SEGUNDO SEMESTRE 2014 PLANO DE CURSO. Professora: Ana Júlia Silveira

ESTRUTURA E REATIVIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS ENGENHARIA QUÍMICA/ SEGUNDO SEMESTRE 2014 PLANO DE CURSO. Professora: Ana Júlia Silveira ESTRUTURA E REATIVIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS ENGENHARIA QUÍMICA/ SEGUNDO SEMESTRE 2014 PLANO DE CURSO Professora: Ana Júlia Silveira EMENTA: Introdução a Química Orgânica. Nomenclatura das Funções Orgânicas.

Leia mais

CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AGROALIMENTAR UNIDADE ACADÊMICA DE TECNOLOGIA DE ALIMENTOS CAMPUS POMBAL - PB

CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AGROALIMENTAR UNIDADE ACADÊMICA DE TECNOLOGIA DE ALIMENTOS CAMPUS POMBAL - PB CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AGROALIMENTAR UNIDADE ACADÊMICA DE TECNOLOGIA DE ALIMENTOS CAMPUS POMBAL - PB DISCIPLINA: Química Orgânica PRÉ-REQUISITO: Química Geral CRÉDITOS: 04 CARGA HORÁRIA: 60 horas

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina QUI131 Química Orgânica I

Programa Analítico de Disciplina QUI131 Química Orgânica I 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Química - Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Número de créditos: 4 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal 4 0 4 Períodos

Leia mais

Universidade Federal do Ceará Centro de Ciências Departamento de Química Orgânica e Inorgânica

Universidade Federal do Ceará Centro de Ciências Departamento de Química Orgânica e Inorgânica Universidade Federal do Ceará Centro de Ciências Departamento de Química Orgânica e Inorgânica PLANO DE ENSINO DE DISCIPLINA Ano/Semestre 2015.1 1. Identificação 1.1. Unidade Acadêmica: Centro de Ciências

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRO-REITORIA DE GRADUAÇÃO IDENTIFICAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRO-REITORIA DE GRADUAÇÃO IDENTIFICAÇÃO CURSO(S) AGRONOMIA ENGENHARIA DE PESCA BIOTECNOLOGIA ECOLOGIA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRO-REITORIA DE GRADUAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DEPARTAMENTO

Leia mais

DESCRITOR. Curso: BIOLOGIA Designação da Unidade Curricular: Química Orgânica Ano: 2º Semestre: 1º ECTS: 6 Área CNAEF: 442

DESCRITOR. Curso: BIOLOGIA Designação da Unidade Curricular: Química Orgânica Ano: 2º Semestre: 1º ECTS: 6 Área CNAEF: 442 DESCRITOR Curso: BIOLOGIA Designação da Unidade Curricular: Química Orgânica Ano: 2º Semestre: 1º ECTS: 6 Área CNAEF: 442 Tempo de trabalho do estudante em horas Contacto Total Autónomo Teórico Teóricoprático

Leia mais

Fundamentos de Química Orgânica. Prof. Dr. Fábio Herbst Florenzano

Fundamentos de Química Orgânica. Prof. Dr. Fábio Herbst Florenzano Fundamentos de Química Orgânica Prof. Dr. Fábio Herbst Florenzano Informações gerais Prof. Fábio Sala A-08, campus II Email: fhfloren@usp.br Estrutura da disciplina Aulas Expositivas Estudos Dirigidos

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Londrina PLANO DE ENSINO. CURSO Licenciatura em Química MATRIZ 1

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Londrina PLANO DE ENSINO. CURSO Licenciatura em Química MATRIZ 1 Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Londrina PLANO DE ENSINO CURSO Licenciatura em Química MATRIZ 1 FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Resolução n. 180/10-COEPP de 09 de dezembro

Leia mais

Componente Curricular: Química Orgânica Farmacêutica II PLANO DE CURSO

Componente Curricular: Química Orgânica Farmacêutica II PLANO DE CURSO CURSO DE FARMÁCIA Reconhecido pela Portaria MEC nº 220 de 01.11.12, DOU de 06.11.12 Componente Curricular: Química Orgânica Farmacêutica II Código: FAR 204 Pré-requisito: Química Orgânica Farmacêutica

Leia mais

HIDROCARBONETOS FUNÇÕES ORGÂNICAS

HIDROCARBONETOS FUNÇÕES ORGÂNICAS HIDROCARBONETOS FUNÇÕES ORGÂNICAS FUNÇÕES ORGÂNICAS O átomo de carbono: Apresenta capacidade singular de compartilhar elétrons com outros átomos de carbono formando ligações carbono-carbono estáveis. Permite

Leia mais

6.1 CLASSIFICAÇÃO DAS REAÇÕES ORGÂNICAS

6.1 CLASSIFICAÇÃO DAS REAÇÕES ORGÂNICAS 131 6.1 CLASSIFICAÇÃO DAS REAÇÕES ORGÂNICAS Quando a ligação pi estiver entre dois carbonos, formando alcenos, a reação será de adição eletrofílica. Substratos que apresentam a ligação pi formada entre

Leia mais

Cronograma de Aulas 1º SEMESTRE. Data Frente Aula Professor 05/03 e 12/03

Cronograma de Aulas 1º SEMESTRE. Data Frente Aula Professor 05/03 e 12/03 Faculdade de Odontologia de Araçatuba Cursinho Daca Cronograma de Aulas 1º SEMESTRE Área de Conhecimento: Ciências da Natureza e Suas Tecnologias Curso: Extensivo Disciplina: Química Data Frente Aula Professor

Leia mais

Química Orgânica I. Ácidos e Bases, tipos de reações, intermediários de reações e termodinâmica e cinética de reações orgânicas.

Química Orgânica I. Ácidos e Bases, tipos de reações, intermediários de reações e termodinâmica e cinética de reações orgânicas. Química Orgânica I Ácidos e Bases, tipos de reações, intermediários de reações e termodinâmica e cinética de reações orgânicas Aula 4 (Parte II) Profa. Alceni Augusta Werle Profa Tânia Márcia Sacramento

Leia mais

7.1 CISÃO E FORMAÇÃO DE LIGAÇÃO NO MECANISMO POLAR

7.1 CISÃO E FORMAÇÃO DE LIGAÇÃO NO MECANISMO POLAR 163 7.1 CISÃO E FORMAÇÃO DE LIGAÇÃO NO MECANISMO POLAR Para que uma reação orgânica ocorra, é necessário que haja rompimento nas ligações químicas envolvidas na estrutura das moléculas do substrato e do

Leia mais

NORMAL: RAMIFICADA: H H H C C

NORMAL: RAMIFICADA: H H H C C C4 OBS.: C Carbono primário: Se o átomo de carbono estiver ligado a um átomo de carbono. Carbono secundário: se um átomo de carbono estiver ligado a dois átomos de carbono. Carbono terciário: se estiver

Leia mais

1. Reconhecer o átomo de hidrogénio como o Átomo mais simples.

1. Reconhecer o átomo de hidrogénio como o Átomo mais simples. PROVA DE INGRESSO ANO LECTIVO 2016/2017 QUÍMICA 1. Reconhecer o átomo de hidrogénio como o Átomo mais simples. 2. Conhecer o espectro de emissão de hidrogénio. 3. Compreender como os resultados do estudo

Leia mais

Princípios fisico-químicos laboratoriais. Aula 08 Profº Ricardo Dalla Zanna

Princípios fisico-químicos laboratoriais. Aula 08 Profº Ricardo Dalla Zanna Princípios fisico-químicos laboratoriais Aula 08 Profº Ricardo Dalla Zanna Conteúdo Programático Unidade 3 Química orgânica o Seção 3.1 Ligação e estrutura molecular o Seção 3.2 Funções orgânicas - Hidrocarbonetos

Leia mais

Química Orgânica. Química orgânica: Estrutura das moléculas. Grupos funcionais. Estereoquímica. Reatividade..

Química Orgânica. Química orgânica: Estrutura das moléculas. Grupos funcionais. Estereoquímica. Reatividade.. Química Orgânica X Química orgânica: Estrutura das moléculas. Grupos funcionais. Estereoquímica. Reatividade.. Química Orgânica Os compostos orgânicos são as substâncias químicas que contêm carbono e hidrogénio,

Leia mais

2012 PROGRAMA DE ENSINO

2012 PROGRAMA DE ENSINO 2012 PROGRAMA DE ENSINO UNIDADE UNIVERSITÁRIA: FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMCÊUTICAS CURSO: ENGENHARIA DE BIOPROCESSOS E BIOTECNOLOGIA DEPARTAMENTO: INSTITUTO DE QUÍMICA DISCIPLINA: QUÍMICA ORGÂNICA DOCENTE

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Unidade Universitária: Escola de Engenharia Curso: Química Núcleo Temático: Química Teórica e Experimental Disciplina: Química Orgânica I Código da Disciplina: 060.1306.6 Professor: Marcelo José Pena Ferreira

Leia mais

Introdução ao curso, Ligação química e TOM. Aula 1

Introdução ao curso, Ligação química e TOM. Aula 1 Universidade Federal de Ouro Preto Introdução ao curso, Ligação química e TOM Aula 1 Flaviane Francisco Hilário 1 CRONOGRAMA DA DISCIPLINA QUÍMICA ORGÂNICA I - QUI225 ICEB - UFOP I - CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Leia mais

PPGQTA. Prof. MGM D Oca

PPGQTA. Prof. MGM D Oca PPGQTA Prof. REGRA 1 Formas de Ressonância Não-equivalentes em Energia Qual das formas de ressonância contribui mais para o híbrido? As estruturas que possuem o maior número de átomos com octetos completos

Leia mais

Sumário. 1 Introdução: matéria e medidas 1. 2 Átomos, moléculas e íons Estequiometria: cálculos com fórmulas e equações químicas 67

Sumário. 1 Introdução: matéria e medidas 1. 2 Átomos, moléculas e íons Estequiometria: cálculos com fórmulas e equações químicas 67 Prefácio 1 Introdução: matéria e medidas 1 1.1 O estudo da química 1 1.2 Classificações da matéria 3 1.3 Propriedades da matéria 8 1.4 Unidades de medida 12 1.5 Incerteza na medida 18 1.6 Análise dimensional

Leia mais

Estrutura Molecular, Ligações Químicas e Propriedades dos Compostos Orgânicos

Estrutura Molecular, Ligações Químicas e Propriedades dos Compostos Orgânicos Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar Profa. Roberlucia A. Candeia Disciplina: Química Orgânica Estrutura Molecular, Ligações Químicas e Propriedades dos

Leia mais

Química Orgânica. Aula 7. Prof. Davyson Moreira

Química Orgânica. Aula 7. Prof. Davyson Moreira Química Orgânica Aula 7 - Reações em Aromáticos: Substituição Nucleofílica SNAr - Reações de Álcoois: Eliminação - Reações de Alcenos: Adição - Exercícios Prof. Davyson Moreira (davysonmoreira@hotmail.com)

Leia mais

Conteúdo Geral. Volume 1. Volume 2

Conteúdo Geral. Volume 1. Volume 2 Conteúdo Geral Volume 1 1 Estrutura e Ligação 2 Ligações Covalentes Polares; Ácidos e Bases 3 Compostos Orgânicos: Alcanos e Cicloalcanos 4 Estereoquímica de Alcanos e Cicloalcanos 5 Uma Revisão Sobre

Leia mais

Curso Preparatório para o Ingresso no Ensino Superior (Pré-Vestibular)

Curso Preparatório para o Ingresso no Ensino Superior (Pré-Vestibular) Curso Preparatório para o Ingresso no Ensino Superior (Pré-Vestibular) Os conteúdos conceituais de Química estão distribuídos em 5 frentes. Química Extensivo A)Meio ambiente; estrutura atômica; Classificação

Leia mais

7.1 REAÇÃO DE ELIMINAÇÃO

7.1 REAÇÃO DE ELIMINAÇÃO 179 7.1 REAÇÃO DE ELIMINAÇÃO As reações de eliminação promovem a eliminação de átomos do substrato haloalcano, levando a formação de um alceno ou olefina. Este processo pode ocorrer em uma única etapa,

Leia mais

Química E Extensivo V. 4

Química E Extensivo V. 4 Química E Extensivo V. 4 Exercícios 01) D 02) A Exemplo de obtenção de benzoato de sódio: O O COH + NaHCO 3(aq) + CO Na + HO l + CO 2 () 2(g) Ácido benzoico + bicarbonato de sódio Benzoato de sódio 03)

Leia mais

Gabaritos Resolvidos Energia Química Semiextensivo V3 Frente D

Gabaritos Resolvidos Energia Química Semiextensivo V3 Frente D 01) B Composto A: éter Composto B: fenol Composto C: álcool Fórmula molecular dos 3 compostos: C 7 H 8 O Compostos de mesma fórmula molecular e função química diferente isomeria de função. 02) B I. Álcool

Leia mais

Química D Extensivo V. 5

Química D Extensivo V. 5 Química D Extensivo V. 5 Exercícios 01) D H 3 C O 02) D éter H 3 C OH álcool C 2 H 6 O (isômeros) Funções diferentes isomeria de função. 06) D I. C 3 O P III. C 3 H 6 O O II. C 3 O P IV. C 3 O P Isômeros

Leia mais

Hidrocarbonetos. Alcanos contém somente C e H em ligações simples na sua estrutura. O alcano mais simples e mais abundante é o metano (CH 4 ).

Hidrocarbonetos. Alcanos contém somente C e H em ligações simples na sua estrutura. O alcano mais simples e mais abundante é o metano (CH 4 ). Hidrocarbonetos Quando uma molécula orgânica contém somente átomos de C e H, esta molécula é um HIDROCABONETO. Os hidrocarbonetos podem ser divididos em. Alifáticos: Alcanos Alquenos Alquinos Aromáticos

Leia mais

Exercícios de Introdução a Química Orgânica e Hidrocarbonetos

Exercícios de Introdução a Química Orgânica e Hidrocarbonetos Exercícios de Introdução a Orgânica e Hidrocarbonetos 1. A sibutramina (representada a seguir) é um fármaco controlado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária que tem por finalidade agir como moderador

Leia mais

5.1 REAÇÕES DE SUBSTITUIÇÃO

5.1 REAÇÕES DE SUBSTITUIÇÃO 126 5.1 REAÇÕES DE SUBSTITUIÇÃO Neste tipo de reação, o reagente tem a função de promover no substrato, a substituição de um átomo ou de um grupo de átomos, por um nucleófilo (bases de Lewis) ou por um

Leia mais

2.1 COMPOSTOS AROMÁTICOS: LEI DE HUCKEL

2.1 COMPOSTOS AROMÁTICOS: LEI DE HUCKEL 47 2.1 COMPOSTOS AROMÁTICOS: LEI DE HUCKEL O anel aromático (benzeno) é formado pela conexão de seis carbonos sp 2. No interior do anel aromático, existem seis elétrons pi, ocupando seis orbitais p, e

Leia mais

Benzeno e Aromaticidade

Benzeno e Aromaticidade 177 O anel aromático (benzeno) é formado pela conexão de seis carbonos sp 2. No interior do anel aromático, existem seis elétrons pi, ocupando seis orbitais p, e formando três ligações duplas alternadas

Leia mais

Prof. Luiz F. Silva Jr - IQ-USP

Prof. Luiz F. Silva Jr - IQ-USP 3.1. Ressonância 3.2. Ligações Duplas em Conjugação 3.3. Ligação dupla em conjugação com um orbital p em um átomo adjacente 3.4. Hiperconjugação 3.5. Aromaticidade 3.6. Tautomerismo Leitura Recomendada:

Leia mais

QUÍMICA A 2015/2016 Organização, Avaliação, Programa e Calendário, Bibliografia

QUÍMICA A 2015/2016 Organização, Avaliação, Programa e Calendário, Bibliografia QUÍMICA A 2015/2016 Organização, Avaliação, Programa e Calendário, Bibliografia A. Organização A disciplina de Química A utiliza a metodologia de Aprendizagem Baseada em Equipas (Team-Based Learning, TBL,

Leia mais

Adição Eletrofílica à Alquenos

Adição Eletrofílica à Alquenos Instituto de Química USP Reatividade de Compostos Orgânicos Capítulo 01: Adição Eletrofílica 1 Adição Eletrofílica à Alquenos 2 Energética das Reações de Adição Bromação: Adição de HCl: Hidratação: 3 Cinética

Leia mais

Química Orgânica Ambiental

Química Orgânica Ambiental Química Orgânica Ambiental Aula 8 Estudo dos compostos aromáticos Prof. Dr. Leandro Vinícius Alves Gurgel 1. Introdução O Estudo do Benzeno Durante o século XIX foram isolados uma série de compostos que

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO. 1º Fase

CURRÍCULO DO CURSO. 1º Fase Documentação: Resolução Nº 14/2013/CGRAD, de 21/08/2013, publicado boletim oficial da UFSC 23/08/2013. Objetivo: Titulação: Diplomado em: Licencido em Química Química Período de Conclusão do Curso: Carga

Leia mais

DISCIPLINA DE QUÍMICA

DISCIPLINA DE QUÍMICA DISCIPLINA DE QUÍMICA OBJETIVOS: 1ª série Traduzir linguagens químicas em linguagens discursivas e linguagem discursiva em outras linguagens usadas em Química tais como gráficos, tabelas e relações matemáticas,

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Biomedicina Disciplina: Química Geral e Orgânica Professor: Ricardo Marques Nogueira Filho e-mail: ricardo.filho@fasete.edu.br Código: Carga

Leia mais

Química E Extensivo V. 1

Química E Extensivo V. 1 Química E Extensivo V. 1 Exercícios 01) B 02) D 03) C 04) D 05) C 06) E a) Errada. Cada ligação dupla possui dois elétrons pi. Como existem 11 ligações duplas, segue que o número de elétrons pi é 22. b)

Leia mais

3.1-POLARIDADE DAS LIGAÇÕES

3.1-POLARIDADE DAS LIGAÇÕES 55 3.1-POLARIDADE DAS LIGAÇÕES As ligações químicas são consideradas forças internas por serem utilizadas na conexão dos átomos para a formação das moléculas. As forças internas covalentes acontecem quando

Leia mais

Solução Comentada Prova de Química

Solução Comentada Prova de Química 34. A histamina, estrutura mostrada abaixo, é uma substância orgânica que provoca inchaço e coceira, e que é liberada pelas células de defesa, quando somos picados por insetos. N NH 2 N H Se quisermos

Leia mais

Reações de Oxidação e Substituição. Karla Gomes Diamantina-MG

Reações de Oxidação e Substituição. Karla Gomes Diamantina-MG Reações de Oxidação e Substituição Karla Gomes Diamantina-MG Reações de oxidação Envolvem aumento no estado de oxidação (Nox) dos átomos presentes em uma molécula. De forma geral: Substância orgânica (redutora)

Leia mais

Alcanos Aula 4 Flaviane Francisco Hilário

Alcanos Aula 4 Flaviane Francisco Hilário Universidade Federal de Ouro Preto Alcanos Aula 4 Flaviane Francisco ilário 1 1 - Principais Características Compostos orgânicos constituídos apenas por átomos de carbono e hidrogênio, desprovidos de insaturação.

Leia mais

ANEXO 1 PROVA DE SELEÇÃO PARA O PPGQ-DOUTORADO UFPel 2011

ANEXO 1 PROVA DE SELEÇÃO PARA O PPGQ-DOUTORADO UFPel 2011 ANEXO 1 PROVA DE SELEÇÃO PARA O PPGQ-DOUTORADO UFPel 2011 A prova escrita consistirá de 6 (seis) questões, sendo 1 (uma) de QUÍMICA ANALÍTICA, 1 (uma) de FÍSICO-QUÍMICA, 1 (uma) de QUÍMICA ORGÂNICA, 1

Leia mais

3. Misturas, Substâncias Simples e Compostas e Processos de Separação de Misturas.

3. Misturas, Substâncias Simples e Compostas e Processos de Separação de Misturas. Conteúdo 1. Elementos, modelos atômicos e representações: modelos atômicos de Dalton, Tomson, Rutherford-Bohr. Elemento químico. Número atômico e número de massa. Prótons, elétrons e nêutrons. Distribuição

Leia mais

QFL 2308-Introdução à Química Orgânica

QFL 2308-Introdução à Química Orgânica QFL 2308-Introdução à Química Orgânica Claudio Di Vitta IQUSP-bloco 5, sl 552 cldvitta@iq.usp.br Critério de Aprovação: A 5,0; A = (3P + 1p) / 4 P = média de 3 provas (13/9; 25/10 e 6/12) Substitutiva

Leia mais

Química Orgânica. Profª Drª Cristiane de Abreu Dias

Química Orgânica. Profª Drª Cristiane de Abreu Dias Química Orgânica Profª Drª Cristiane de Abreu Dias Composição dos Compostos Orgânicos Características Gerais dos Compostos Orgânicos Capacidade de formar Cadeias Representação usual das Cadeias Carbônicas

Leia mais

Profº André Montillo

Profº André Montillo Profº André Montillo www.montillo.com.br Definição: É o ramo da química que estuda os composto formados pelo arbono. São os compostos encontrados nos organismos vivos e representam 60% da massa do organismo:

Leia mais

C o l é g i o R i c a r d o R o d r i g u e s A l v e s

C o l é g i o R i c a r d o R o d r i g u e s A l v e s C o l é g i o R i c a r d o R o d r i g u e s A l v e s Educação Infantil - Ensino Fundamental I - Ensino Médio 1º TRIMESTRE Química 3ª Série do Ensino Médio Conteúdo Introdução a Química Orgânica Características

Leia mais

Introdução à Química Orgânica. Ana Clara Vasconcelos Helber Cardoso Heloísa Miranda Edirley Maruzo Costa Michelle Rodrigues Thaís Andrade

Introdução à Química Orgânica. Ana Clara Vasconcelos Helber Cardoso Heloísa Miranda Edirley Maruzo Costa Michelle Rodrigues Thaís Andrade Introdução à Química Orgânica Ana Clara Vasconcelos Helber Cardoso Heloísa Miranda Edirley Maruzo Costa Michelle Rodrigues Thaís Andrade Química Orgânica é o ramo da Química que estuda os compostos de

Leia mais

Química Orgânica Ambiental

Química Orgânica Ambiental Química Orgânica Ambiental Aula 7 Alcinos propriedades e síntese Prof. Dr. Leandro Vinícius Alves Gurgel 1. Introdução Os alcinos são hidrocarbonetos que apresentam pelo menos uma ligação tripla entre

Leia mais

Colégio Ressurreição Nossa Senhora

Colégio Ressurreição Nossa Senhora Colégio Ressurreição Nossa Senhora 3º ano do Ensino Médio Isomeria: plana, geométrica e óptica Prof. Enio S. Santos Isomeria vem do grego e significa "mesma composição" (iso = mesma(s); meros = partes).

Leia mais

Química Orgânica I. ESTUDO DOS ALCANOS e CICLOALCANOS. Profa. Alceni Augusta Werle ProfaTânia Márcia Sacramento Melo

Química Orgânica I. ESTUDO DOS ALCANOS e CICLOALCANOS. Profa. Alceni Augusta Werle ProfaTânia Márcia Sacramento Melo Química Orgânica I ESTUDO DOS ALCANOS e CICLOALCANOS Profa. Alceni Augusta Werle ProfaTânia Márcia Sacramento Melo 1-Definição 2 2-Fórmula geral e ocorrência natural 3 Petróleo 4 Tabela 1: Frações constituintes

Leia mais

Programa de Disciplina CARACTERÍSTICAS OBRIGATÓRIA 4 (TEÓRICA) NENHUM

Programa de Disciplina CARACTERÍSTICAS OBRIGATÓRIA 4 (TEÓRICA) NENHUM Programa de Disciplina Nome: Química Geral I Código: IQG 114 Categoria: Carga Horária Semanal: CARACTERÍSTICAS Número de Semanas Previstas para a Disciplina: 15 Número de Créditos da Disciplina: 4 OBRIGATÓRIA

Leia mais

LISTA DAS FUNÇÕES ORGÂNICAS

LISTA DAS FUNÇÕES ORGÂNICAS Orgânica Na pré-história, o ser humano se limitava a usar materiais que encontrava na natureza, sem provocar neles grandes modificações. A descoberta do fogo trouxe ao ser humano a primeira maneira efetiva

Leia mais

1.1. Tipos de ligações químicas. Tipos de ligações químicas

1.1. Tipos de ligações químicas. Tipos de ligações químicas 1.1. Tipos de ligações químicas Tipos de ligações químicas LIGAÇÃO QUÍMICA Tipos de ligações químicas As ligações covalentes, iónicas e metálicas caraterizam-se por uma partilha significativa de eletrões

Leia mais

Classificação das cadeias orgânicas e hibridação

Classificação das cadeias orgânicas e hibridação Classificação das cadeias orgânicas e hibridação Gabarito: Resposta da questão 1: [E] [Resposta do ponto de vista da disciplina de Química] As cenouras de coloração laranja podem ter sido trazidas a Pernambuco

Leia mais

Ressonância, Formas de respresentação de moléculas orgânicas, Forças intermoleculares. Aula 3

Ressonância, Formas de respresentação de moléculas orgânicas, Forças intermoleculares. Aula 3 Universidade Federal de uro Preto Ressonância, Formas de respresentação de moléculas orgânicas, Forças intermoleculares Aula 3 Flaviane Francisco ilário 1 1 Ressonância ESTRUTURA DE LEWIS Explica de maneira

Leia mais

FUNÇÕES ORGÂNICAS NITROGENADAS e HALETOS Os compostos orgânicos nitrogenados são moléculas orgânicas que apresentam em sua constituição o heteroátomo

FUNÇÕES ORGÂNICAS NITROGENADAS e HALETOS Os compostos orgânicos nitrogenados são moléculas orgânicas que apresentam em sua constituição o heteroátomo NITROGENADAS e HALETOS Os compostos orgânicos nitrogenados são moléculas orgânicas que apresentam em sua constituição o heteroátomo nitrogênio. O conjunto de átomos que possui o nitrogênio como heteroátomo

Leia mais

6.1 REATIVIDADE DOS ALCENOS

6.1 REATIVIDADE DOS ALCENOS 146 6.1 REATIVIDADE DOS ALCENOS Os alcenos são compostos orgânicos, que apresentam em suas estruturas carbonos sp 2 responsáveis pela formação da ligação pi. Uma das características da ligação π é o fenômeno

Leia mais

BIOLOGIA TEMAS. GENÉTICA E HEREDITARIEDADE O DNA, constituição, replicação e transcrição. Síntese de proteínas Regulação da expressão génica

BIOLOGIA TEMAS. GENÉTICA E HEREDITARIEDADE O DNA, constituição, replicação e transcrição. Síntese de proteínas Regulação da expressão génica BIOLOGIA TEMAS NOÇÕES DE BIOLOGIA CELULAR A célula, unidade de estrutura e função Constituição das células animais e vegetais Os diferentes organelos e sua função REPRODUÇÃO E DESENVOLVIMENTO Reprodução

Leia mais

APOSTILA DE QUÍMICA ORGÂNICA 1º BIMESTRE

APOSTILA DE QUÍMICA ORGÂNICA 1º BIMESTRE Nome: nº: Bimestre: 1º Ano/série: 3ª série Ensino: Médio Componente Curricular: Química Professor: Ricardo Honda Data: / / APOSTILA DE QUÍMICA ORGÂNICA 1º BIMESTRE TEORIA 16 ISOMERIA GEOMÉTRICA (CIS-TRANS)

Leia mais

Alcenos e Alcinos. Aula 5

Alcenos e Alcinos. Aula 5 Universidade Federal de Ouro Preto Alcenos e Alcinos Aula 5 Flaviane Francisco Hilário 1 1 Alcenos 1.1 - Estrutura Hidrocarbonetos cujas moléculas contêm ligação dupla carbono-carbono. (olefinas) Hidrocarbonetos

Leia mais

PRÉ VESTIBULAR UFU Prof.Lourival/COLÉGIO INTEGRAÇÃO/ ANGLO

PRÉ VESTIBULAR UFU Prof.Lourival/COLÉGIO INTEGRAÇÃO/ ANGLO PRÉ VESTIBULAR UFU 2015 Prof.Lourival/COLÉGIO INTEGRAÇÃO/ ANGLO 1. QUÍMICA DOS COMPOSTOS DE CARBONO DEFINIÇÃO: 2 HIDROCARBONETOS - OBTENÇÃO (DESTILAÇÃO FRACIONADA DO PETRÓLEO) - ESTRUTURA - NOMENCLATURA

Leia mais

FCAV/UNESP. DISCIPLINA: Química Orgânica. ASSUNTO: Hidrocarbonetos

FCAV/UNESP. DISCIPLINA: Química Orgânica. ASSUNTO: Hidrocarbonetos FCAV/UNESP DISCIPLINA: Química Orgânica ASSUNTO: Hidrocarbonetos 1 HIDROCARBONETOS São compostos orgânicos formados exclusivamente por átomos de carbono e de hidrogênio. Subdivisões: Fonte: PERUZZO, 2006.

Leia mais

formação de grupos intermediários instáveis

formação de grupos intermediários instáveis RUPTURA DE LIGAÇÃO Nas reações orgânicas é muito comum a formação de grupos intermediários instáveis, sendo, portanto, de existência transitória, nos quais o carbono não tem efetuadas suas quatro ligações.

Leia mais

3.1 REAÇÕES DE SUBSTITUIÇÃO

3.1 REAÇÕES DE SUBSTITUIÇÃO 65 3.1 REAÇÕES DE SUBSTITUIÇÃO Neste tipo de reação, o reagente tem a função de promover no substrato, a substituição de um átomo ou de um grupo de átomos, por um nucleófilo (bases de Lewis) ou por um

Leia mais

Química Orgânica. Compostos orgânicos contêm carbono. O carbono não ganha nem cede elétrons

Química Orgânica. Compostos orgânicos contêm carbono. O carbono não ganha nem cede elétrons Organic Chemistry 4 th Edition Paula Yurkanis Bruice Aula 1 Estrutura Eletrônica e Ligação Química Ácidos e Bases Irene Lee Case Western Reserve University Cleveland, OH 2004, Prentice Hall Química Orgânica

Leia mais

QUÍMICA ORGÂNICA I. Química Orgânica é a parte da química que estuda praticamente todos os compostos do elemento carbono.

QUÍMICA ORGÂNICA I. Química Orgânica é a parte da química que estuda praticamente todos os compostos do elemento carbono. QUÍMICA ORGÂNICA I Química Orgânica é a parte da química que estuda praticamente todos os compostos do elemento carbono. Há um pequeno grupo de compostos,chamados de transição, que possui o carbono mas

Leia mais

X X. Calor ou Luz. Calor R O O R. Exemplo 1: Peróxidos. Exemplo 2: Halogênios. Universidade Federal Rural do Semi Árido UFERSA. 1. Reações de Alcanos

X X. Calor ou Luz. Calor R O O R. Exemplo 1: Peróxidos. Exemplo 2: Halogênios. Universidade Federal Rural do Semi Árido UFERSA. 1. Reações de Alcanos 1. Reações de Alcanos Os alcanos são caracterizados por apresentar pouca reatividade a muitos reagentes químicos. As ligações carbono carbono e hidrogênio hidrogênio são bastante fortes; elas não quebram,

Leia mais

Alcenos e Alcinos. Aula 14

Alcenos e Alcinos. Aula 14 Universidade Federal de Ouro Preto Alcenos e Alcinos Aula 14 Flaviane Francisco Hilário 1 1 Alcenos 1.1 - Estrutura Hidrocarbonetos cujas moléculas contêm ligação dupla carbono-carbono. (olefinas) Hidrocarbonetos

Leia mais

Apostila de Química 04 Compostos Orgânicos

Apostila de Química 04 Compostos Orgânicos 1.0 Introdução Apostila de Química 04 Compostos Orgânicos Composto orgânico Todo elemento que possui carbono na sua composição. Existem exceções grafite, monóxido de carbono, carboidratos... Química orgânica

Leia mais

Química Orgânica Aplicada a Engenharia Geológica

Química Orgânica Aplicada a Engenharia Geológica Química Orgânica Aplicada a Engenharia Geológica Aula 10 Estudo dos alcoóis Prof. Dr. Leandro Vinícius Alves Gurgel 1. Introdução Os alcoóis são compostos que possuem um ou mais grupos hidroxila ligados

Leia mais

QUÍMICA ORGÂNICA parte 1

QUÍMICA ORGÂNICA parte 1 QUÍMICA ORGÂNICA parte 1 1 QUÍMICA ORGÂNICA Cafeína Vinagre Glicose (É o ramo da Química que estuda os compostos do CARBONO) 2 CLASSIFICAÇÃO DO CARBONO Carbono primário Ligado diretamente, no máximo, a

Leia mais

Estudo do átomo de carbono (Hibridização), Estrutura de Lewis, Carga formal. Aula 2

Estudo do átomo de carbono (Hibridização), Estrutura de Lewis, Carga formal. Aula 2 Universidade Federal de Ouro Preto Estudo do átomo de carbono (Hibridização), Estrutura de Lewis, Carga formal Aula 2 Flaviane Francisco Hilário 1 1 Estudo do átomo de carbono 1.1 - Configuração eletrônica

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ QUIMICA PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ QUIMICA PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ QUIMICA PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA EIXO-TEMÁTICO: MATÉRIA, TRASFORMAÇÕES QUÍMICAS E AMBIENTE COMPETÊNCIAS HABILIDADES CONTEÚDO Descrever as transformações químicas em linguagem

Leia mais

DISCIPLINA DE QUÍMICA OBJETIVOS: 1ª Série

DISCIPLINA DE QUÍMICA OBJETIVOS: 1ª Série DISCIPLINA DE QUÍMICA OBJETIVOS: 1ª Série Traduzir linguagens químicas em linguagens discursivas e linguagem discursiva em outras linguagens usadas em Química tais como gráficos, tabelas e relações matemáticas,

Leia mais

Teoria Estrutural e o Átomo de Carbono

Teoria Estrutural e o Átomo de Carbono 34 2.1ORBITAIS ATÔMICOS Kekulé, Couper e Butlerov, trabalhando independentemente lançaram os postulados básicos da química orgânica, onde propuseram que o carbono é tetravalente, forma quatro ligações

Leia mais

Fala Gás Nobre! Preparado para reagir? O tema dessa semana é isomeria! Mas o que é isso? Você sabe?

Fala Gás Nobre! Preparado para reagir? O tema dessa semana é isomeria! Mas o que é isso? Você sabe? ISOMERIA Fala Gás Nobre! Preparado para reagir? O tema dessa semana é isomeria! Mas o que é isso? Você sabe? Bem, a isomeria é um fenômeno em que duas ou mais substâncias diferentes, apresentam a mesma

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE QUÍMICA-LICENCIATURA (Currículo de início em 2016)

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE QUÍMICA-LICENCIATURA (Currículo de início em 2016) EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE QUÍMICA-LICENCIATURA (Currículo de início em 2016) A PESQUISA NO ENSINO DE QUÍMICA 34 h/a 2552 A pesquisa como princípio científico e educativo; A pesquisa na formação

Leia mais

QUÍMICA Prof. Alison Cosme Souza Gomes. Funções Orgânicas Resumo UERJ

QUÍMICA Prof. Alison Cosme Souza Gomes. Funções Orgânicas Resumo UERJ QUÍMICA Prof. Alison Cosme Souza Gomes Funções Orgânicas Resumo UERJ A Química Orgânica é a parte da química que estuda os diversos compostos de carbonos existentes. São compostos com sua base nos átomos

Leia mais

Propriedades Físicas e Químicas dos Compostos Orgânicos

Propriedades Físicas e Químicas dos Compostos Orgânicos Aumenta Propriedades das Moléculas Orgânicas Propriedades Físicas e Químicas dos Compostos Orgânicos A partir das ligações químicas que unem os átomos de suas moléculas, e das forças que agem entre elas

Leia mais

Química Orgânica Ambiental

Química Orgânica Ambiental Química Orgânica Ambiental Aula 12 Estudo dos éteres Prof. Dr. Leandro Vinícius Alves Gurgel 1. Introdução Os éteres são compostos que possuem um átomo de oxigênio ligado a dois átomos de carbono, independentemente

Leia mais

Compostos heterocíclicos: estrutura, síntese e reatividade. Aula 6

Compostos heterocíclicos: estrutura, síntese e reatividade. Aula 6 Universidade Federal de Ouro Preto Compostos heterocíclicos: estrutura, síntese e reatividade Aula 6 Flaviane Francisco Hilário 1 1 - Estrutura Um heterociclo é um anel que contém um heteroátomo (, O,

Leia mais

Química Orgânica I QFL Definição e Importância da Química Orgânica

Química Orgânica I QFL Definição e Importância da Química Orgânica 1. Introdução Química rgânica I QFL-305 1.1. Definição e Importância da Química rgânica 1.2. Alguns Eventos da istória da Química rgânica (Bibliografia principal: Solomons, 7ed) 1.3. Ligações Químicas

Leia mais

Disciplina de Química Orgânica

Disciplina de Química Orgânica Disciplina de Química Orgânica 2004/2005 Licenciatura em Biologia e Geologia 1º Ano 2º Semestre Responsável pela Cadeira: Prof. Pedro Rodrigues 1 Química Orgânica Biologia e Geologia 04/05 Programa Teórico

Leia mais

Química Orgânica Aplicada a Engenharia Geológica

Química Orgânica Aplicada a Engenharia Geológica Química Orgânica Aplicada a Engenharia Geológica Aula 5 Alcanos uma introdução à síntese Alcenos propriedades e síntese Prof. Dr. Leandro Vinícius Alves Gurgel 1. Introdução As misturas dos alcanos obtidas

Leia mais

ALCANOS E CICLO ALCANOS

ALCANOS E CICLO ALCANOS ALCANOS E CICLO ALCANOS INTRODUÇÃO Um grupo funcional é um grupo de átomos que tem um compostamento químico caracteristico em todas as moléculas que aparece. 30 milhões de compostos orgânicos A química

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Controle e Processos Industriais CURSO: Curso Técnico em Química Integrado ao Ensino Médio FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( )

Leia mais

ALCANOS E CICLO ALCANOS

ALCANOS E CICLO ALCANOS ALCANOS E CICLO ALCANOS INTRODUÇÃO Um grupo funcional é um grupo de átomos que tem um compostamento químico caracteristico em todas as moléculas que aparece. 30 milhões de compostos orgânicos A química

Leia mais

Química II MESTRADO INTEGRADO EM ENGENHARIA DO AMBIENTE. 2º Semestre /2012. Doutor João Paulo Noronha.

Química II MESTRADO INTEGRADO EM ENGENHARIA DO AMBIENTE. 2º Semestre /2012. Doutor João Paulo Noronha. Química II MESTRAD INTEGRAD EM ENGENARIA D AMBIENTE 2º Semestre - 2011/2012 Doutor João Paulo Noronha jpnoronha@fct.unl.pt Aromáticos UNIVERSIDADE NVA DE LISBA Faculdade de Ciências e Tecnologia Compostos

Leia mais

Ciências Físico-Químicas 9ºAno Prof. Carla Bastos

Ciências Físico-Químicas 9ºAno Prof. Carla Bastos Ciências Físico-Químicas 9ºAno Prof. Carla Bastos O que são? Compostos orgânicos Compostos que contêm carbono e hidrogénio, podendo ainda conter outros elementos. Isómeros Compostos com a mesma fórmula

Leia mais

1 de 6 01/11/12 11:08

1 de 6 01/11/12 11:08 OLIMPÍADA BRASILEIRA DE QUÍMICA 2001 - FASE III (nacional) Seletiva para escolha dos 4 estudantes da equipe nacional PROBLEMA 1 Modelo atômico de Bohr As teorias são construções nascidas da especulação

Leia mais

QUÍMICA. Qual a fórmula molecular do menor alcadieno halênico com carbono quiral?

QUÍMICA. Qual a fórmula molecular do menor alcadieno halênico com carbono quiral? QUÍMICA Qual a fórmula molecular do menor alcadieno halênico com carbono quiral? C 6 H 10 ; C 7 H 10 ; C 7 H 12 ; C 6 H 8. C 6 H 12 ; O mirceno, composto responsável pelo gosto amargo da cerveja, possui

Leia mais