Sessão de Esclarecimentos para a Georreferenciação de Processos de Obras Particulares Fevereiro de 2010

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sessão de Esclarecimentos para a Georreferenciação de Processos de Obras Particulares Fevereiro de 2010"

Transcrição

1 Sessão de Esclarecimentos para a Georreferenciação de Processos de Obras Particulares Fevereiro de 2010 Produzido por: DEP ()

2 Introdução O recurso a novas tecnologias de informação, nomeadamente no desenvolvimento de um Sistema de Informação Geográfica (SIG) à escala municipal é entendido como um instrumento que serve de forma eficaz e racional a gestão do território, potencializando a modernização funcional da administração local, que tem como fim, melhorar a qualidade de vida dos munícipes. 2 O Gabinete de SIG tem como objectivo recolher, estruturar e disponibilizar informação multidisciplinar de interesse dos diversos serviços municipais e da população local. O que é um SIG? É uma ferramenta que conjuga dois tipos de informação, a representação gráfica do território através de mapas, cartas e plantas e a informação alfanumérica constituída por uma base de dados numérica ou descritiva. A conjugação destes dois elementos permite ao utilizador obter respostas a perguntas colocadas à base de dados e a sua consequente representação espacial. Objectivos do SIG Municipal: Partilhar e divulgar informação de base digital e alfanumérica; Manipular e analisar essa informação, possibilitando a produção de nova informação; Desenvolver processos metodológicos mais profundos integrando os numa visão sistémica de informação; Criar cartas temáticas de análise espacial esclarecedoras e que facilitem uma melhor comunicação dos planos e das intervenções municipais à sociedade civil, aos técnicos e aos políticos.

3 Georreferenciação de Processos de Obras Particulares: Dando cumprimento à Lei n.º 60/2007, de 4 de Setembro, nomeadamente ao Artigo 8º referente a regras a adoptar na apresentação de projectos em formato digital, vem este município informar que a entrega de um ficheiro com o processo de pretensão de obra georreferenciado é essencial para que o Município seja capaz de disponibilizar um melhor serviço aos munícipes. 3 Com estes ficheiros georreferenciados seremos capazes de: Fornecer, em tempo real, informação ao munícipe, relacionada com o estado do seu processo de obras, bastando para isso um ponto de acesso à internet e um documento que o identifique, por exemplo número de BI ou NIF. Melhorar o tempo de análise dos processos por parte dos técnicos municipais, agilizando o processo; Controlar, geograficamente, a distribuição dos processos de obras pelo território do município; Responder de forma mais expedita aos inquéritos do INE; Acompanhar as dinâmicas de crescimento do edificado, o que ajuda a estabelecer e ajustar as áreas de expansão nos processos de revisão dos PMOTs Como deve chegar a informação à DOU Divisão de Obras e Urbanismo do Município de Ponte de Lima? 1 É ESSENCIAL QUE O LEVANTAMENTO TOPOGRÁFICO SEJA GEORREFERENCIADO 1.1 O TOPOGRAFO FAZ O LEVANTAMENTO DEVIDAMENTE GEORREFERENCIADO: a) Com equipamento de topografia usando como referência a georreferenciação, da Rede de Apoio Municipal existente no terreno, com 72 pontos (a rede encontra se em constante adensamento, em breve serão disponibilizados mais pontos georreferenciados) obtidos a partir do adensamento da Rede Geodésica Nacional do Instituto Geográfico Português (a Rede de Apoio Municipal é cedida gratuitamente em formato digital pelo Município: shp, dwg, txt). Consulte o site: Rede Geodésica Local (http://www.cmpontedelima.pt/ver.php?cod=0t0h0a) e faça o download da informação na opção < Descarregue aqui a Rede Geodésica Municipal > ou b) Quando a Rede de Apoio Municipal se mostrar insuficiente, pode ser solicitado, por requerimento remetido ao Sr. Presidente da Câmara Municipal, a colocação de duas ou mais marcas na zona envolvente ao terreno a levantar, devidamente georreferenciadas.

4 Para descarregar o requerimento, entre no site da Rede Geodésica Local (http://www.cm pontedelima.pt/ver.php?cod=0t0h0a) e faça o download da informação na opção < Descarregue aqui a Rede Geodésica Municipal >. Isto não só garantirá, que a implantação da pretensão chega ao Município realmente georreferenciada, como alargará a cobertura da Rede de Apoio Municipal. A colocação de duas ou mais marcas na zona envolvente ao terreno a levantar terá um custo associado (consulte norma própria) SISTEMAS DE COORDENADAS A UTILIZAR: > Obrigatoriamente: Datum Lisboa Hayford Gauss IPCC Projection: Transverse_Mercator False_Easting: 0, False_Northing: 0, Central_Meridian: 8, Scale_Factor: 1, Latitude_Of_Origin: 39, Linear Unit: Meter GCS_Datum_Lisboa_Hayford Datum: D_Datum_Lisboa_Hayford 2 IMPLANTAÇÃO DO EDIFÍCIO NO TERRENO Os trabalhos conducentes à implantação do(s) edifício(s) no terreno, jamais permitirão mover/rodar/escalar o desenho correspondente ao levantamento topográfico. Mover, rodar ou escalar o desenho implica, imediatamente, a perca de georreferenciação do levantamento topográfico e por conseguinte, tudo o que seja feito a partir desse momento, deixa de ter qualquer validade para o Município. O(s) edifício(s) deve(m) ser implantado(s) sobre o levantamento topográfico mantendo a posição original do mesmo, rodando/movendo o(s) edifício(s) de acordo com a planta de implantação original do projecto. 3 ENTREGA DE INFORMAÇÃO A informação deve ser entregue nas seguintes condições: CD contendo uma Pasta com as seguintes características: a) Nome da Pasta: Proc_00_09 (00 corresponde ao número de processo e 09 o ano do processo). Não utilize caracteres como: /()\.;:+*~^? b) Nome do Ficheiro: Proc_00_09 (00 corresponde ao número de processo e 09 o ano do processo). Não utilize caracteres como: /()\.;:+*~^? c) Formato do Ficheiro: Shapefile (shp), ficheiro nativo do ArcGis;

5 d) Composição do ficheiro shp (Shapefile): uma shapefile é composta, no mínimo, por 3 partes shp, shx, dbf (faltando uma destas partes a shapefile não funciona; uma shapefile completa engloba as seguintes partes: shp, shx, dbf, prj, sbn, sbx. e) Conteúdo do ficheiro: um polígono com o terreno e outro polígono com a edificação. f) Sistema de Coordenadas: Datum Lisboa Hayford Gauss IPCC Projection: Transverse_Mercator False_Easting: 0, False_Northing: 0, Central_Meridian: 8, Scale_Factor: 1, Latitude_Of_Origin: 39, Linear Unit: Meter GCS_Datum_Lisboa_Hayford Datum: D_Datum_Lisboa_Hayford 5 g) Indicação de Pontos da Rede de Apoio Municipal Utilizados: um ficheiro de extensão txt (Bloco de Notas) com indicação dos pontos da rede de apoio utilizados, que devem ser obrigatoriamente pontos da rede deste município, nunca obtidos por entidades externas a este. Exemplo da informação que deve conter o ficheiro: PL010 Coordenada X (DLx): 37023,662 Coordenada Y (DLx): ,748 PL011 Coordenada X (DLx): 37368,194 Coordenada Y (DLx): ,161 4 DICAS PARA CONVERTER FICHEIROS O ficheiro tipo shp (Shapefile) é um formato nativo do ArcGis, software que deve ser utilizado no manuseamento dos ficheiros exigidos para a entrega de processos georreferenciados. Outro Software, como por exemplo o Autodesk Land/Map/Civil, também trabalham com shapefile. Dado que a aquisição do software ArcGis ou Autodersk Map/Land/Civil é algo dispendiosa, tendo em conta o proveito que os diversos gabinetes podem retirar dele, neste momento, ficam aqui algumas sugestões mais acessíveis para trabalhar a informação que o município exige. a) Os topógrafos podem fazer os desenhos dos levantamentos em CAD desde que seja de acordo com o ponto 1 deste documento; b) Os gabinetes podem trabalhar os levantamentos em CAD e fazer a implantação da(s) edificação(ões), de acordo com o ponto 1 deste documento; c) Criar apenas um ficheiro dwg ou dxf (CAD) contendo um polígono do terreno e um ou mais polígono(s) da(s) edificação(ões). Neste ficheiro não podem existir objectos representados por linhas/polilinhas, pontos, blocos, arcos, texto. apenas são permitidos polígonos (polilinhas fechadas).

6 d) O terreno deve estar no layer Terreno, a(s) edificação(ões) deve estar no layer Edifício. e) Converter dwg/dxf (CAD) em shp (Shapefile), pode fazer se com ArcGis, Autodesk Map/Land/Civil ou com pequenos aplicativos, como: CAD2Shape 4.0, pode fazer o download em: ou no Site da Rede Geodésica Local em pontedelima.pt/ver.php?cod=0t0h0a e faça o download da aplicação na opção < Descarregue aqui a Rede Geodésica Municipal > (a versão Trial funciona durante 15 dias, depois disso apenas permite a conversão de ficheiros <50K, o que é suficiente para a maior parte das conversões). Caso pretendam adquirir a licença definitiva, podem no fazer em com o custo de apenas 130. f) Para visualizar os resultados podem fazê lo no ArcGis, Autodesk Map/Land/Civil ou com outros aplicativos como: ArcGIS Explorer, pode fazer o download em: ou no Site da Rede Geodésica Local em pontedelima.pt/ver.php?cod=0t0h0a entrando na opção < Descarregue aqui a Rede Geodésica Municipal > (software totalmente grátis que permite a visualização e consulta de dados. Instale a aplicação, depois vá ao Menu Home, Add Content e adicionar a shp que acaba de criar. Analise se o Terreno/Edificação estão devidamente georreferenciados, verificando as coordenadas dos vértices dos polígonos (este software utiliza o sistema de coordenadas WGS84). Saliente se que esta aplicação apenas funciona com shp que possuam as 6 partes: shp, shx, dbf, prj, sbn, sbx). Geomatica FreeView, pode fazer o download em: &id=97&itemid=12 ou no Site da Rede Geodésica Local em entrando na opção < Descarregue aqui a Rede Geodésica Municipal >. Software totalmente grátis que permite a visualização e consulta de dados; funciona com shp que possuam no mínimo 3 partes: shp, shx, dbf. 6 Se persistirem dúvidas entre em contacto com: DEP Sistemas de Informação Geográfica Praça da República Ponte de Lima Tel ext. 422 Fax pontedelima.pt pontedelima.pt Ponte de Lima, 5 de Fevereiro de 2010

Normas Técnicas. Georreferenciação de Processos de Urbanização e Edificação do Município de Ponte de Lima V.2.1-2012

Normas Técnicas. Georreferenciação de Processos de Urbanização e Edificação do Município de Ponte de Lima V.2.1-2012 Normas Técnicas Georreferenciação de Processos de Urbanização e Edificação do Município de Ponte de Lima V.2.1-2012 1. Introdução De acordo com o Regime Jurídico da Urbanização e Edificação, designadamente

Leia mais

4ª aba do cadastro: Mapa Orientações para upload de shapefiles

4ª aba do cadastro: Mapa Orientações para upload de shapefiles Conteúdo: 1. Como fazer upload de arquivos espaciais no SiCAR-SP? Formato dos arquivos Características do shapefile Sistema de Coordenadas requerido Como preparar o shapefile para o upload 2. O que fazer

Leia mais

MAPA - Orientações. Conteúdo desse documento:

MAPA - Orientações. Conteúdo desse documento: Conteúdo desse documento: 1. Como fazer upload de arquivos espaciais no CAR 1.a. Formato do arquivo 1.b. Características do shapefile 1.c. Sistema de coordenadas requerido 1.d. Como preparar o shapefile

Leia mais

O Município de Paredes tem vindo a implementar procedimentos e metodologias com o objetivo de facilitar o acesso do público em geral aos serviços

O Município de Paredes tem vindo a implementar procedimentos e metodologias com o objetivo de facilitar o acesso do público em geral aos serviços O Município de Paredes tem vindo a implementar procedimentos e metodologias com o objetivo de facilitar o acesso do público em geral aos serviços municipais, reduzindo-se os custos e os tempos associados.

Leia mais

NORMAS DE INSTRUÇÃO DE UM PROCESSO DE OPERAÇÃO URBANÍSTICA EM FORMATO DIGITAL. Pedidos de Licenciamento (PL) e Comunicações Prévias (CP)

NORMAS DE INSTRUÇÃO DE UM PROCESSO DE OPERAÇÃO URBANÍSTICA EM FORMATO DIGITAL. Pedidos de Licenciamento (PL) e Comunicações Prévias (CP) NORMAS DE INSTRUÇÃO DE UM PROCESSO DE OPERAÇÃO URBANÍSTICA EM FORMATO DIGITAL Pedidos de Licenciamento (PL) e Comunicações Prévias (CP) No cumprimento da Lei n.º 60/2007 de 4 de Setembro e nas alterações

Leia mais

O WebSig do Município de Guimarães

O WebSig do Município de Guimarães O WebSig do Município de Guimarães Pedro Pereira A Divisão SIG O SIG do Município de Guimarães Gabinete criado em 1998 (no âmbito do PROSIG) Nos 10 anos seguintes, o SIG serviu de apoio aos diversos serviços

Leia mais

TEMA: PDM Digital Uma metodologia para a conversão analógico-digital e integração em SIG

TEMA: PDM Digital Uma metodologia para a conversão analógico-digital e integração em SIG Autores: Fernando Cruz - E-mail: f2crux@clix.pt Rui Teixeira - E-mail: rtsf@clix.pt Instituição: Câmara Municipal de Salvaterra de Magos Palavras chave: Cartografia digital, PDM, integração em SIG. Sessão

Leia mais

Câmara Municipal de Mafra ArcGIS For AutoCAD. Integração ArcGIS e AutoCAD na Actualização Diária da BD de Processos de Obras

Câmara Municipal de Mafra ArcGIS For AutoCAD. Integração ArcGIS e AutoCAD na Actualização Diária da BD de Processos de Obras Câmara Municipal de Mafra ArcGIS For AutoCAD Integração ArcGIS e AutoCAD na Actualização Diária da BD de Processos de Obras Índice 3 Introdução Primeiros passos na Georreferenciação de Processos Início

Leia mais

Tarefas Geográficas. uma solução para atualização cartográfica num município. Alexandrina Meneses Engª Geógrafa

Tarefas Geográficas. uma solução para atualização cartográfica num município. Alexandrina Meneses Engª Geógrafa Tarefas Geográficas uma solução para atualização cartográfica num município Alexandrina Meneses Engª Geógrafa SUMÁRIO 1. GABINETE DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA 2. TAREFAS GEOGRÁFICAS 3. CONCLUSÕES 1. GABINETE

Leia mais

SIQuant GeoQuality DGNToShapefile Converter

SIQuant GeoQuality DGNToShapefile Converter SIQuant GeoQuality DGNToShapefile Converter v.1.2.1.0 Manual do Utilizador 2005-2007 Copyright SIQuant 2005, 2006, 2007. Todos os direitos reservados. O sistema SIQuant GeoQuality é licenciado pela empresa

Leia mais

1. Rede de Apoio Topográfico... 2. 1.1. Características da Rede... 2. 2. Acesso e Utilização... 2. 2.1. Visualizador de mapa... 3

1. Rede de Apoio Topográfico... 2. 1.1. Características da Rede... 2. 2. Acesso e Utilização... 2. 2.1. Visualizador de mapa... 3 MANUAL DE UTILIZAÇÃO... 2 1. Rede de Apoio Topográfico... 2 1.1. Características da Rede... 2 2. Acesso e Utilização... 2 2.1. Visualizador de mapa... 3 2.1.1. Elementos do mapa... 3 2.1.2. Tarefas...

Leia mais

Sistema de Informação Geográfica

Sistema de Informação Geográfica Sistema de Informação Geográfica Conteúdo Apresentação da Empresa Implementação do SIG na Prestiteca, porquê? SIG na Prestiteca Constituição do SIG Vantagens na implementação do SIG Principais dificuldades

Leia mais

IMPORTANDO ARQUIVOS SHAPEFILE PARA O POSTGIS VIA PROMPT DO DOS

IMPORTANDO ARQUIVOS SHAPEFILE PARA O POSTGIS VIA PROMPT DO DOS IMPORTANDO ARQUIVOS SHAPEFILE PARA O POSTGIS VIA PROMPT DO DOS INTRODUÇÃO Neste tutorial iremos tratar de uma situação comum durante os trabalhos de geoprocessamento que envolvam banco de dados geográficos,

Leia mais

FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO DE ABERTURA DE PROCESSO - FAP EMPREENDIMENTO: AQUISIÇÃO DE DADOS

FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO DE ABERTURA DE PROCESSO - FAP EMPREENDIMENTO: AQUISIÇÃO DE DADOS FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO DE ABERTURA DE PROCESSO - FAP EMPREENDIMENTO: AQUISIÇÃO DE DADOS Instruções para acesso ao sistema Acessar Serviços on line no site do Ibama e clicar e cadastro, abre a possibilidade

Leia mais

Panorama do Sistema de Automação Topográfica - POSIÇÃO

Panorama do Sistema de Automação Topográfica - POSIÇÃO Panorama do Sistema de Automação Topográfica - POSIÇÃO MundoGEO#Connect LatinAmerica 2013 18 a 20 de Junho São Paulo Brasil Apresentado por: Danilo Sidnei dos Santos Gerente e Desenvolvedor do Posição

Leia mais

OpenJUMP. Pontos fracos do OpenJUMP

OpenJUMP. Pontos fracos do OpenJUMP OpenJUMP No início foi chamado apenas de JUMP (JAVA Unified Mapping Platform), e se tornou popular no mundo livre de SIG(Sistema de informação Geográfica), desenhado por Vivid Solutions. Atualmente é desenvolvido

Leia mais

Formação para o terceiro trimestre

Formação para o terceiro trimestre Formação para o terceiro trimestre Desenho Assistido por Computador Cloud computing Blocos e atributos Numa era em que a informação tem de estar disponivel ao virar da esquina, a Autodesk desenvolveu um

Leia mais

Requisitos técnicos e número de exemplares de documentos a apresentar em suporte digital Avaliação de Impacte Ambiental

Requisitos técnicos e número de exemplares de documentos a apresentar em suporte digital Avaliação de Impacte Ambiental Requisitos técnicos e número de exemplares de documentos a apresentar em suporte digital Avaliação de Impacte Ambiental março de 2015 Título: Requisitos técnicos e número de exemplares de documentos a

Leia mais

Mapas. Visualização de informação geográfica; Consulta e edição (mediante permissões) de informação geográfica;

Mapas. Visualização de informação geográfica; Consulta e edição (mediante permissões) de informação geográfica; Mapas Destinado especialmente aos Utilizadores do GEOPORTAL, nele são descritas e explicadas as diferentes funcionalidades existentes no FrontOffice (GEOPORTAL). O GEOPORTAL é baseado em tecnologia Web,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS Laboratório de Ensino, Pesquisa e Projetos em Análise Espacial TUTORIAL DE SPRING Alexandro Medeiros

Leia mais

Etapas para Desenvolvimento de Base DevInfo 6.0

Etapas para Desenvolvimento de Base DevInfo 6.0 Etapas para Desenvolvimento de Base DevInfo 6.0 OBJETIVOS Orientar a criação de bases de dados para utilização no sistema DevInfo, semelhantes à encontrada no Portal ODM. (Disco I) Antes de iniciar o desenvolvimento

Leia mais

Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Cemitérios - Licença Prévia (LP) -

Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Cemitérios - Licença Prévia (LP) - Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Cemitérios - Licença Prévia (LP) - Avenida Nascimento de Castro,

Leia mais

GeoMafra SIG Municipal

GeoMafra SIG Municipal GeoMafra SIG Municipal Nova versão do site GeoMafra Toda a informação municipal... à distância de um clique! O projecto GeoMafra constitui uma ferramenta de trabalho que visa melhorar e homogeneizar a

Leia mais

CAPÍTULO 1. O QUE É O ArcGIS 8.3. O Sistema de Informações Geográficas ArcGIS é constituído de três partes:

CAPÍTULO 1. O QUE É O ArcGIS 8.3. O Sistema de Informações Geográficas ArcGIS é constituído de três partes: CAPÍTULO 1 O QUE É O ArcGIS 8.3 O Sistema de Informações Geográficas ArcGIS é constituído de três partes: O ArcGIS Desktop, uma parte integrada de aplicações avançadas de SIG; O gateway ArcSDE, uma interface

Leia mais

MANUAL DE ASSINATURA DIGITAL DE DOCUMENTOS EM FORMATO PDF E DWF. Assinatura Digital Qualificada de Documentos. 1. Requisitos necessários

MANUAL DE ASSINATURA DIGITAL DE DOCUMENTOS EM FORMATO PDF E DWF. Assinatura Digital Qualificada de Documentos. 1. Requisitos necessários MANUAL DE ASSINATURA DIGITAL DE DOCUMENTOS EM FORMATO PDF E DWF Assinatura Digital Qualificada de Documentos A Gaiurb tem como um dos seus objetivos primordiais a tramitação desmaterializada dos procedimentos

Leia mais

No âmbito do projecto para elaboração

No âmbito do projecto para elaboração >>Boletim do IGeoE N.º 72 Novembro 2010 Levantamento de dados de aeródromos, heliportos e rádio Introdução No âmbito do projecto para elaboração do Manual VFR (Visual Flight Rules), responsabilidade do

Leia mais

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO. SISTEMAS DE GESTÃO DE BASE DE DADOS Microsoft Access TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO. SISTEMAS DE GESTÃO DE BASE DE DADOS Microsoft Access TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Microsoft Access TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO CONCEITOS BÁSICOS 1 Necessidade das base de dados Permite guardar dados dos mais variados tipos; Permite

Leia mais

CADIEF. Software para georreferenciamento de propriedades, padrão IEF. 1- Desenvolvimento... 2. 2- Linguagem... 2 3- CADIEF... 2

CADIEF. Software para georreferenciamento de propriedades, padrão IEF. 1- Desenvolvimento... 2. 2- Linguagem... 2 3- CADIEF... 2 CADIEF Software para georreferenciamento de propriedades, padrão IEF. ÍNDICE 1- Desenvolvimento..................................... 2 2- Linguagem....................................... 2 3- CADIEF.........................................

Leia mais

COMUNICADO Nº 001/2010 ESTIMATIVA DE DEMANDA PARA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DE TREINAMENTO DE SOFTWARES AUTODESK TERMO DE REFERÊNCIA

COMUNICADO Nº 001/2010 ESTIMATIVA DE DEMANDA PARA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DE TREINAMENTO DE SOFTWARES AUTODESK TERMO DE REFERÊNCIA COMUNICADO Nº 001/2010 ESTIMATIVA DE DEMANDA PARA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DE TREINAMENTO DE SOFTWARES AUTODESK ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1. OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA Aquisição de CURSOS DE SOFTWARE AUTODESK,

Leia mais

Prof. Tiago Badre Marino Geoprocessamento Departamento de Geociências Instituto de Agronomia - UFRRJ. Aquisição de dados cartográficos a partir da Web

Prof. Tiago Badre Marino Geoprocessamento Departamento de Geociências Instituto de Agronomia - UFRRJ. Aquisição de dados cartográficos a partir da Web Exercício Objetivo Aplicativos Entrar nas diferentes fontes de dados cartográficos e imagens de sensoriamento remoto existentes no Brasil e executar os procedimentos para download destes dados disponíveis

Leia mais

1 - Crie um novo documento no ArcMap. Com o programa aberto, selecione o Dataframe Layers

1 - Crie um novo documento no ArcMap. Com o programa aberto, selecione o Dataframe Layers Conversão de Raster para Polígono usando o ArcMap Nos posts anteriores, conhecemos uma situação onde uma empresa solicita, além do produto esperado, imagens no canal alfa para geração de polígonos envolventes

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO PARA A EMISSÃO DE PARECERES DO CLAS

REGULAMENTO INTERNO PARA A EMISSÃO DE PARECERES DO CLAS REGULAMENTO INTERNO PARA A EMISSÃO DE PARECERES DO CLAS (Enquadramento) Conforme o disposto na Resolução do Conselho de Ministros nº. 197/97, de 18 de Novembro e no Despacho Normativo nº. 8/2, de 12 de

Leia mais

LANDSAT-8: Download de imagens através dos sites Earth Explorer e GLOVIS

LANDSAT-8: Download de imagens através dos sites Earth Explorer e GLOVIS LANDSAT-8: Download de imagens através dos sites Earth Explorer e GLOVIS 2013 LANDSAT-8: Informações para Novos Usuários de Imagens Licença: As imagens Landsat-8 são gratuitas; Download: Para baixar imagens

Leia mais

O USO DO SIG NA ADMINISTRAÇÃO E AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS DA COMPANHIA IMOBILIÁRIA DE BRASÍLIA TERRACAP

O USO DO SIG NA ADMINISTRAÇÃO E AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS DA COMPANHIA IMOBILIÁRIA DE BRASÍLIA TERRACAP O USO DO SIG NA ADMINISTRAÇÃO E AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS DA COMPANHIA IMOBILIÁRIA DE BRASÍLIA TERRACAP Thais Borges Sanches Lima e Bruno Tamm Rabello Setembro/2012 Introdução 1. Experiência de um grupo de

Leia mais

Aplicações SIG como Instrumento de Ordenamento e Gestão do Território

Aplicações SIG como Instrumento de Ordenamento e Gestão do Território Aplicações SIG como Instrumento de Ordenamento e Gestão do Território Evolução da última década Manuela Sampayo Martins (Eng.ª) Sistemas de Informação Sistemas de Geográfica, Informação Lda. Geográfica,

Leia mais

Documento sujeito a revisões periódicas Natal RN CEP 59056-450 Tel: (84) 3232-2102 / 3232-1975 / 3232-2118

Documento sujeito a revisões periódicas Natal RN CEP 59056-450 Tel: (84) 3232-2102 / 3232-1975 / 3232-2118 Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Bases de Apoio a Empresas Transportadoras de Cargas e Resíduos

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO CURSO ARCHICAD 15 EDIÇÃO Nº 01/2013

FICHA TÉCNICA DO CURSO ARCHICAD 15 EDIÇÃO Nº 01/2013 FICHA TÉCNICA DO CURSO ARCHICAD 15 EDIÇÃO Nº 01/2013 1. DESIGNAÇÃO DO CURSO Archicad 15. 2. COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER No final da formação o formando deverá ser capaz de criar a simulação de um edifício

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS Laboratório de Ensino, Pesquisa e Projetos em Análise Espacial TUTORIAL DE SPRING Alexandro Medeiros

Leia mais

Manual de utilização do Moodle

Manual de utilização do Moodle Manual de utilização do Moodle Iniciação para docentes Universidade Atlântica Versão: 1 Data: Fevereiro 2010 Última revisão: Fevereiro 2010 Autor: Ricardo Gusmão Índice Introdução... 1 Registo no Moodle...

Leia mais

ISA 2011/2012 Unidades curriculares Geomática e SIGDR Aula prática: Sistemas cartográficos, georreferenciação e mosaicos de imagem

ISA 2011/2012 Unidades curriculares Geomática e SIGDR Aula prática: Sistemas cartográficos, georreferenciação e mosaicos de imagem ISA 2011/2012 Unidades curriculares Geomática e SIGDR Aula prática: Sistemas cartográficos, georreferenciação e mosaicos de imagem Este exercício tem 2 partes. Parte 1 Objectivo: Definição da projecção

Leia mais

Relatório Fotográfico: Projeção da tela do ArcGIS durante o curso de capacitação.

Relatório Fotográfico: Projeção da tela do ArcGIS durante o curso de capacitação. Nos dias 01, 02, 07 e 08 de Dezembro de 2009, na Secretaria Municipal de Obras públicas e infra-estrutura (SEMOPI) foi ministrado o curso de capacitação da Equipe Técnica para utilização do Software ArcGIS,

Leia mais

Comunicação de Dados de Autenticação e Credenciais de Acesso para Resposta ao Inquérito

Comunicação de Dados de Autenticação e Credenciais de Acesso para Resposta ao Inquérito Mais informação Acesso ao Sistema de Transferência Electrónica de dados de Inquéritos (STEDI). Onde se acede ao sistema de entrega de Inquéritos? Deverá aceder ao sistema através do site do GEP www.gep.mtss.gov.pt

Leia mais

SIGRIA. sistema de informação geográfica dos municípios da ria. guião de exploração dos. serviços SIG na web AM RIA. Associação de Municípios da Ria

SIGRIA. sistema de informação geográfica dos municípios da ria. guião de exploração dos. serviços SIG na web AM RIA. Associação de Municípios da Ria SIGRIA. sistema de informação geográfica dos municípios da ria guião de exploração dos serviços SIG na web Associação de Municípios da Ria 02 GUIA WEB ÍNDICE Introdução O que é um SIG? 03 O que é SIGRia?

Leia mais

MANUAL DE ACESSO AO ATLAS DIGITAL GEOAMBIENTAL

MANUAL DE ACESSO AO ATLAS DIGITAL GEOAMBIENTAL MANUAL DE ACESSO AO ATLAS DIGITAL GEOAMBIENTAL Segunda versão: 29 de maio de 2015 Elaboração INSTITUTO PRISTINO institutopristino.org.br Apoio 1- SOBRE O MANUAL Este manual foi elaborado pela equipe técnica

Leia mais

WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET

WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET MANUAL DO UTILIZADOR WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET 1. 2. PÁGINA INICIAL... 3 CARACTERÍSTICAS... 3 2.1. 2.2. APRESENTAÇÃO E ESPECIFICAÇÕES... 3 TUTORIAIS... 4 3. DOWNLOADS... 5 3.1. 3.2. ENCOMENDAS (NOVOS

Leia mais

NORMAS TÉCNICAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJECTOS / ELEMENTOS EM FORMATO DIGITAL

NORMAS TÉCNICAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJECTOS / ELEMENTOS EM FORMATO DIGITAL NORMAS TÉCNICAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJECTOS / ELEMENTOS EM FORMATO DIGITAL No cumprimento do Regime Jurídico da Urbanização e Edificação (RJUE), consagrado no Decreto- Lei n.º 555/99, de 16 de dezembro,

Leia mais

Objetivo: desenvolver um Plano de Bacia Hidrográfica

Objetivo: desenvolver um Plano de Bacia Hidrográfica Tutorial de Aplicações do geoprocessamento em Sistema de Informação Geográfica livre Elaborado por: ¹Loide Angelini Sobrinha; ²Leandro Guimarães Bais Martins; ³João Luiz Boccia Brandão ¹ ²Engenheiro(a)

Leia mais

Exercício prático GPS Thales MobileMapper

Exercício prático GPS Thales MobileMapper Exercício prático GPS Thales MobileMapper Criar biblioteca: - Abrir o software Mobile Mapper Office e, no menu Tools, seleccionar a opção Feature Library Editor. - Para criar os ficheiros de pontos, linhas

Leia mais

Tutorial para Módulo de Georreferenciamento Posição. 3 Edição da Norma de Georreferenciamento do Incra

Tutorial para Módulo de Georreferenciamento Posição. 3 Edição da Norma de Georreferenciamento do Incra Tutorial para Módulo de Georreferenciamento Posição 3 Edição da Norma de Georreferenciamento do Incra Importante: Buscar sempre as últimas atualizações do sistema posição no site: www.posicao.com.br Em

Leia mais

OS SISTEMAS GEOGRÁFICA DE INFORMAÇÃO NOS NEGÓCIOS INFRA-ESTRUTURA DE INFORMAÇÃO PARA A TERCEIRA GERAÇÃO DE APLICAÇÕES NO INÍCIO DO TERCEIRO MILÉNIO

OS SISTEMAS GEOGRÁFICA DE INFORMAÇÃO NOS NEGÓCIOS INFRA-ESTRUTURA DE INFORMAÇÃO PARA A TERCEIRA GERAÇÃO DE APLICAÇÕES NO INÍCIO DO TERCEIRO MILÉNIO 22 B&S DOSSIER SIG Por Marco Painho, Professor Associado, Director do Instituto Superior de Estatística e Gestão de Informação da Universidade Nova de Lisboa. OS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA NOS NEGÓCIOS

Leia mais

1 - INTRODUÇÃO 2 - CONCEITOS BÁSICOS ARCPAD

1 - INTRODUÇÃO 2 - CONCEITOS BÁSICOS ARCPAD 1 - INTRODUÇÃO O ArcPad é um software de mapeamento e tratamento de Informações Geográficas desenvolvido pela ESRI cujo objetivo principal é a portabilidade e mobilidade dos dados. O ArcPad pode ser utilizado

Leia mais

Laboratório de Métricas da Paisagem (Mepa) Dep. de Geografia / UFRR. Coord. Prof. Thiago M Carvalho. http://ufrr.br/mepa.

Laboratório de Métricas da Paisagem (Mepa) Dep. de Geografia / UFRR. Coord. Prof. Thiago M Carvalho. http://ufrr.br/mepa. Laboratório de Métricas da Paisagem (Mepa) Dep. de Geografia / UFRR Coord. Prof. Thiago M Carvalho http://ufrr.br/mepa Aulas Quantum GIS Adicionar uma base cartográfica serviço web. Exemplo: malha de Boa

Leia mais

Sistema de Informação para Gestão do Cadastro Ambiental Rural MANUAL DE USO

Sistema de Informação para Gestão do Cadastro Ambiental Rural MANUAL DE USO Sistema de Informação para Gestão do Cadastro Ambiental Rural MANUAL DE USO ÍNDICE 2 ÍNDICE ÍNDICE 5... Sobre o SIG-CAR 6... Sobre o CAR 7... Sobre o Geo Catálogo 8... Cadastro de Usuários 9... Como se

Leia mais

Associação de dados cartográficos e alfanuméricos no TerraView

Associação de dados cartográficos e alfanuméricos no TerraView MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Departamento de Modernização e Programas da Educação Superior DEPEM MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Executiva Diretoria de Desenvolvimento

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO DE CONCEÇÃO PARA A CRIAÇÃO DE UMA LOGOMARCA SUBORDINADA AO TEMA GONDOMAR É D OURO TERMOS DE REFERÊNCIA

CONCURSO PÚBLICO DE CONCEÇÃO PARA A CRIAÇÃO DE UMA LOGOMARCA SUBORDINADA AO TEMA GONDOMAR É D OURO TERMOS DE REFERÊNCIA CONCURSO PÚBLICO DE CONCEÇÃO PARA A CRIAÇÃO DE UMA LOGOMARCA SUBORDINADA AO TEMA GONDOMAR É D OURO TERMOS DE REFERÊNCIA Artigo 1.º - Objeto e Modalidade do Concurso 1 O presente procedimento tem por objeto

Leia mais

PostgreSQL & PostGIS: Instalação do Banco de Dados Espacial no Windows 7

PostgreSQL & PostGIS: Instalação do Banco de Dados Espacial no Windows 7 PostgreSQL & PostGIS: Instalação do Banco de Dados Espacial no Windows 7 PostgreSQL & PostGIS: Instalação do Banco de Dados Espacial no Windows 7 Sobre o PostGIS PostGIS é um Add-on (complemento, extensão)

Leia mais

Objectivos Gerais da Aplicação 5 Requisitos Mínimos e Recomendados 5 Processo de Instalação 6

Objectivos Gerais da Aplicação 5 Requisitos Mínimos e Recomendados 5 Processo de Instalação 6 MANUAL DO UTILIZADOR A informação contida neste manual, pode ser alterada sem qualquer aviso prévio. A Estratega Software, apesar dos esforços constantes de actualização deste manual e do produto de software,

Leia mais

Análise espacial de servidão aeronáutica e servidão militar terrestre na Base Aérea de Sintra

Análise espacial de servidão aeronáutica e servidão militar terrestre na Base Aérea de Sintra Sessão UNL - ISEGI Análise espacial de servidão aeronáutica e servidão militar terrestre na Base Aérea de Sintra João Henrique Andrade Cardoso 22 de Maio 2014 CONTEÚDO Introdução e objetivos Servidão militar

Leia mais

Tópicos de Estatística Espacial Visualização de Dados

Tópicos de Estatística Espacial Visualização de Dados Tópicos de Estatística Espacial Visualização de Dados Anderson Castro Soares de Oliveira Visualização de Dados Espaciais Visualizar os dados é uma primeira ferramenta descritiva para gerar hipóteses ao

Leia mais

Manual do Usuário. Sumário. 1. Introdução...2. 2. Utilização do site...2. 2.1. Mapa de Vitória...3. 2.2. Aplicativos...14. 2.3. Downloads...

Manual do Usuário. Sumário. 1. Introdução...2. 2. Utilização do site...2. 2.1. Mapa de Vitória...3. 2.2. Aplicativos...14. 2.3. Downloads... GEOWEB VITÓRIA MANUAL DO USUÁRIO PREFEITURA MUNICIPAL DE VITÓRIA SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA SEMFA / SUBTI Manual do Usuário Projeto GeoWeb Vitória Analista Luiz Felipe de Lima Pinto Data 04/11/2013

Leia mais

Apresentação. Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares. Oliveira de Azeméis Novembro 2007

Apresentação. Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares. Oliveira de Azeméis Novembro 2007 Apresentação Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares Oliveira de Azeméis Novembro 2007 Apresentação SABE 12-11-2007 2 Apresentação O conceito de Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares (SABE) que se

Leia mais

MAPA - Orientações. Como fazer upload de arquivos espaciais no CAR?

MAPA - Orientações. Como fazer upload de arquivos espaciais no CAR? Como fazer upload de arquivos espaciais no CAR? O único formato de arquivo suportado pelo CAR é o shapefile. Existem três tipos de shapefiles: pontos, linhas ou polígonos, e você deve utilizar o tipo certo

Leia mais

TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ACCESS 2010 Conceitos Básicos Ficha Informativa Professor : Vanda Pereira módulo didáctico Conceitos Básicos Necessidade das base de dados Permite guardar dados

Leia mais

ZWCAD - a alternativa CAD no formato DWG

ZWCAD - a alternativa CAD no formato DWG ZwCAD Standard ZWCAD - a alternativa CAD no formato DWG A solução ideal para quem trabalha só a 2D. Inclui funcionalidades como a inserção de imagens raster, todos os EXPRESS TOOLS, comandos como ALIGN,

Leia mais

Utilização do QuantumGIS (QGIS)

Utilização do QuantumGIS (QGIS) Utilização do QuantumGIS (QGIS) Actividade Criação de mapas temáticos a partir de dados estatísticos Descrição do trabalho: Utilização do QGIS para a criação de mapas temáticos a partir de dados estatísticos

Leia mais

PRINCIPAIS FUNCIONALIDADES DO SOFTWARE GLOBAL MAPPER

PRINCIPAIS FUNCIONALIDADES DO SOFTWARE GLOBAL MAPPER PRINCIPAIS FUNCIONALIDADES DO SOFTWARE GLOBAL MAPPER Além das novas implementações na versão 15, ressaltamos a seguir as principais funções que fazem do Global Mapper um dos melhores softwares para a visualização

Leia mais

Sistema Informação Geográfico

Sistema Informação Geográfico Sistema Informação Geográfico Autoridade Tributária e Aduaneira Judas Gonçalves IT Project Manager Agenda Enquadramento; Sistema de Informação Geográfico da AT: - Base de Dados Geográfica Centralizada;

Leia mais

INSTRUÇÕES TÉCNICAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL - LICENÇA SIMPLIFICADA (LS)

INSTRUÇÕES TÉCNICAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL - LICENÇA SIMPLIFICADA (LS) INSTRUÇÕES TÉCNICAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL - LICENÇA SIMPLIFICADA (LS) 1. DEFINIÇÃO 1.1. Licença Simplificada (LS) - concedida para a localização, instalação, implantação e operação

Leia mais

GeoMafra SIG Municipal

GeoMafra SIG Municipal GeoMafra SIG Municipal O projecto GeoMafra constitui uma ferramenta de trabalho que visa melhorar e homogeneizar a qualidade dos serviços prestados pela autarquia. O seu novo ambiente de trabalho optimiza

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES PERGUNTAS MAIS FREQUENTES P: Que serviços são prestados pela DAG/RP? R: Um dos principais serviços que presta é a divulgação de eventos internos e externos, através de suportes e canais vários, prestando,

Leia mais

Documento sujeito a revisões periódicas Natal RN CEP 59056-450 Tel: (84) 3232-2102 / 3232-1975 / 3232-2118

Documento sujeito a revisões periódicas Natal RN CEP 59056-450 Tel: (84) 3232-2102 / 3232-1975 / 3232-2118 Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Postos (Revendedores e de Abastecimento) e Sistemas

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT Estudo sobre a integração de ferramentas digitais no currí culo da disciplina de Educação Visual e Tecnoló gica Google Sketchup Manual e Guia de exploração do Google Sketchup para utilização em contexto

Leia mais

Cadastro, Gestão e Manutenção do Património da REFER com recurso aos Sistemas de Informação Geográfica

Cadastro, Gestão e Manutenção do Património da REFER com recurso aos Sistemas de Informação Geográfica Cadastro, Gestão e Manutenção do Património da REFER com recurso aos Sistemas de Informação Geográfica 1. Introdução Ao longo de mais de 150 anos da existência do caminho de ferro em Portugal, foram muitos

Leia mais

Concurso de Design Mascote Eficiência Energética

Concurso de Design Mascote Eficiência Energética Concurso de Design Mascote Eficiência Energética Regulamento 1. Introdução O presente concurso destina-se à criação da Mascote da Eficiência Energética, que estará associada à COGEN Portugal, e que será

Leia mais

Aprendendo a Usar o ArcExplorer

Aprendendo a Usar o ArcExplorer Aprendendo a Usar o ArcExplorer O ArcExplorer é um software simples de visualização e consultas de arquivos utilizados em geoprocessamento. Muito embora seja um software livre e conseqüentemente, para

Leia mais

IMPACTOS NO MAPEAMENTO CADASTRAL

IMPACTOS NO MAPEAMENTO CADASTRAL IMPACTOS NO MAPEAMENTO CADASTRAL PMSP Prefeitura do Município de São Paulo SIURB Secretaria da Infra-Estrutura Urbana CONVIAS Departamento de Controle de Uso de Vias Públicas CONVIAS 3 - Divisão de Topografia

Leia mais

Guia Como Baixar e Usar Dados Geográficos do IBGE

Guia Como Baixar e Usar Dados Geográficos do IBGE Guia Como Baixar e Usar Dados Geográficos do IBGE Guia Como Baixar e Usar Dados Geográficos do IBGE Este guia vai ajudar você a pesquisar e encontrar dados geoespaciais no Portal de Mapas do Instituto

Leia mais

Como converter arquivos automaticamente

Como converter arquivos automaticamente Como converter arquivos automaticamente O Agendador de Tarefas do SolidWorks permite configurar tarefas a serem executadas em um momento futuro. Por exemplo, se você precisa executar uma tarefa com uso

Leia mais

Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa CURSO DE GPS. Módulo x. (Aula Prática) Reliance - Ashtech. Suas Aplicações Em SIG.

Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa CURSO DE GPS. Módulo x. (Aula Prática) Reliance - Ashtech. Suas Aplicações Em SIG. Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa CURSO DE GPS Módulo x (Aula Prática) Reliance - Ashtech e Suas Aplicações Em SIG (Carlos Antunes) INTODUÇÃO O Sistema Reliance baseia-se na utilização do

Leia mais

Objectivos Gerais da Aplicação 5 Requisitos Mínimos e Recomendados 5 Processo de Instalação 6

Objectivos Gerais da Aplicação 5 Requisitos Mínimos e Recomendados 5 Processo de Instalação 6 MANUAL DO UTILIZADOR A informação contida neste manual, pode ser alterada sem qualquer aviso prévio. A Estratega Software, apesar dos esforços constantes de actualização deste manual e do produto de software,

Leia mais

TUTORIAL PARA MÓDULO CAR SISTEMA POSIÇÃO

TUTORIAL PARA MÓDULO CAR SISTEMA POSIÇÃO TUTORIAL PARA MÓDULO CAR SISTEMA POSIÇÃO Página 1/20 1. Visão Geral do Módulo CAR O módulo CAR foi desenvolvido para auxiliar o usuário na criação das geometrias (áreas, linhas e pontos) que serão utilizadas

Leia mais

Universidade do Vale do Rio dos Sinos Programa de Pós-Graduação em Geologia Laboratório de Sensoriamento Remoto e Cartografia Digital

Universidade do Vale do Rio dos Sinos Programa de Pós-Graduação em Geologia Laboratório de Sensoriamento Remoto e Cartografia Digital Universidade do Vale do Rio dos Sinos Programa de Pós-Graduação em Geologia Laboratório de Sensoriamento Remoto e Cartografia Digital Diagnóstico Ambiental do Município de São Leopoldo (Relatório da Implantação

Leia mais

Assinar documentos digitalmente

Assinar documentos digitalmente Assinar documentos digitalmente Versão 1.0 Os documentos entregues através dos Serviços online devem ser, geralmente, em formato PDF/A e devem estar assinados digitalmente, por exemplo, com o cartão de

Leia mais

Procuração para utilização do novo sistema da Caixa Econômica Federal

Procuração para utilização do novo sistema da Caixa Econômica Federal CIRCULAR nº. 30/2011 São Paulo, 19 de Julho de 2011. Prezado Cliente, Procuração para utilização do novo sistema da Caixa Econômica Federal Em referência a circular de nº 12 enviada em 03/2011 o prazo

Leia mais

Guia de utilização. Gestão de Mensagens. Março 2009

Guia de utilização. Gestão de Mensagens. Março 2009 Guia de utilização Gestão de Mensagens Março 2009 Índice Índice... 2 Novo Serviço de Gestão de Mensagens... 3 Criar Mensagens... 4 Layout Criar Mensagens... 5 Processo Criar Mensagens... 7 Gestão das Mensagens...

Leia mais

REGULAMENTO DO CARTÃO JOVEM ConVida DO MUNICÍPIO DE SANTO TIRSO. Nota Justificativa

REGULAMENTO DO CARTÃO JOVEM ConVida DO MUNICÍPIO DE SANTO TIRSO. Nota Justificativa REGULAMENTO DO CARTÃO JOVEM ConVida DO MUNICÍPIO DE SANTO TIRSO Nota Justificativa O cartão Jovem ConVida do Município de Santo Tirso é uma iniciativa desta autarquia, que visa proporcionar aos jovens

Leia mais

Vantagem Garantida PHC

Vantagem Garantida PHC Vantagem Garantida PHC O Vantagem Garantida PHC é um aliado para tirar maior partido das aplicações PHC A solução que permite à empresa rentabilizar o seu investimento, obtendo software actualizado, formação

Leia mais

SISTEMA DE GERENCIAMENTO DO PROGRAMA NACIONAL DE DRAGAGEM META 03

SISTEMA DE GERENCIAMENTO DO PROGRAMA NACIONAL DE DRAGAGEM META 03 SISTEMA DE GERENCIAMENTO DO PROGRAMA NACIONAL DE DRAGAGEM META 03 Thiago Duarte Mota (Engenheiro, IVIG/COPPE/UFRJ, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação dos Programas de Pós-Graduação e Pesquisa

Leia mais

Utilizando Kosmo 2.0.1 (SIG livre) para criar arquivos shapefile do tipo POLÍGONO

Utilizando Kosmo 2.0.1 (SIG livre) para criar arquivos shapefile do tipo POLÍGONO Utilizando Kosmo 2.0.1 (SIG livre) para criar arquivos shapefile do tipo POLÍGONO Objetivo: Criar arquivos shapefile do tipo Polígono, diretamente em um Sistema de Informações Geográficas (Kosmo 2.0.1),

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO IA Departamento de Solos CPGA-CIÊNCIA DO SOLO IA 1328 - AGRICULTURA DE PRECISÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO IA Departamento de Solos CPGA-CIÊNCIA DO SOLO IA 1328 - AGRICULTURA DE PRECISÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO IA Departamento de Solos CPGA-CIÊNCIA DO SOLO IA 1328 - AGRICULTURA DE PRECISÃO GERAÇÃO DE MAPAS NO PROGRAMA ARCVIEW Carlos Alberto Alves Varella 1 André Luis

Leia mais

DANDO OS PRIMEIROS PASSOS COM O GVSIG 1.1.1

DANDO OS PRIMEIROS PASSOS COM O GVSIG 1.1.1 DANDO OS PRIMEIROS PASSOS COM O GVSIG 1.1.1 INTRODUÇÃO: O gvsig é mais um poderoso representante da recente safra de softwares de SIG livres, sendo um dos mais utilizados na atualidade. Semelhante ao Kosmo,

Leia mais

IT 190- Princípios em Agricultura de Precisão Mapeamento com o programa computacional ArcGis 9.2 Carlos Alberto Alves Varella - varella@ufrrj.

IT 190- Princípios em Agricultura de Precisão Mapeamento com o programa computacional ArcGis 9.2 Carlos Alberto Alves Varella - varella@ufrrj. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro IT- Departamento de Engenharia SEROPÉDICA-RIO DE JANEIRO MAIO-2008 IT 190- Princípios em Agricultura de Precisão Mapeamento com o programa computacional ArcGis

Leia mais

Manual de Utilizador. //Internet Banking. BNI Online. www.bni.ao

Manual de Utilizador. //Internet Banking. BNI Online. www.bni.ao ÍNDICE Introdução Informações Gerais Acesso ao Serviço Fazer Login Documentos Electrónicos Posição Integrada Agenda Vencimentos Contas à Ordem Transferências Personalizar Financiamentos Moeda Estrangeira

Leia mais

prodj Condições Gerais de Venda On-line

prodj Condições Gerais de Venda On-line Índice 1. Contactos da prodj... 2 2. Processo de compra na loja on line da prodj... 2 2.1. Registo introdução, correcção e eliminação de dados pessoais... 2 2.2. Segurança no registo... 2 2.2. Compra...

Leia mais

Versão 1.0. GEP Gabinete de Estratégia e Planeamento. aneamento. Rua Castilho, Nº 24 Lisboa 1250-069 Lisboa Homepage : http://www.gep.mtss.gov.

Versão 1.0. GEP Gabinete de Estratégia e Planeamento. aneamento. Rua Castilho, Nº 24 Lisboa 1250-069 Lisboa Homepage : http://www.gep.mtss.gov. Versão 1.0 GEP Gabinete de Estratégia e Planeamento aneamento. Rua Castilho, Nº 24 Lisboa 1250-069 Lisboa Homepage : http://www.gep.mtss.gov.pt Índice Folha 2 ÍNDICE Folha 1 - Requisitos -------------------------------------------------------------

Leia mais

Criação de Páginas Web - MS Word 2000

Criação de Páginas Web - MS Word 2000 Gestão Comercial e da Produção Informática I 2003/04 Ficha de Trabalho N.º 9 Criação de Páginas Web - MS Word 2000 1. Criação de uma página Web (HTML): Escreva o seu texto e introduza as imagens pretendidas

Leia mais

Tecnologias da Informação e Comunicação 7.º Ano

Tecnologias da Informação e Comunicação 7.º Ano ESCOLA SECUNDÁRIA/3 DA RAÍNHA SANTA ISABEL, ESTREMOZ Tecnologias da Informação e Comunicação 7.º Ano Planificação Anual Ano letivo 2015/2016 Professora: Maria dos Anjos Pataca Rosado Domínio: Informação

Leia mais

Importação de arquivos Raster e Vetorial no Terraview

Importação de arquivos Raster e Vetorial no Terraview MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Departamento de Modernização e Programas da Educação Superior DEPEM MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Executiva Diretoria de Desenvolvimento

Leia mais