Leão e Facoquero. Translators without Borders and Isabel Ferreira. Wiehan de Jager. Portuguese

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Leão e Facoquero. Translators without Borders and Isabel Ferreira. Wiehan de Jager. Portuguese"

Transcrição

1 Leão e Facoquero Translators without Borders and Isabel Ferreira Wiehan de Jager Portuguese

2 Era uma vez um Leão, que era o animal mais forte e temido. Caçava os outros animais e comia-os. Mas uma manhã em que estava à procura do pequeno-almoço ficou preso na armadilha de um caçador. 1

3 O Leão soltou um fortíssimo rugido de dor. Puxou e puxou para tentar libertar-se da armadilha. A armadilha apertava-se cada vez mais em redor da sua pata cada vez que ele puxava. O Leão ficou cansado e começou a sentir uma dor cada vez mais forte na sua pata. Por fim, desistiu. 2

4 Passaram-se alguns dias enquanto o Leão torrava sob o sol. Tinha fome e sede e não havia ninguém em redor que o pudesse salvar. Começou a enfraquecer cada vez mais. O Leão perdeu a esperança à medida que os dias passavam. "Vou morrer de fome e sede preso nesta armadilha", pensou ele. 3

5 Uma manhã, o Leão ouviu um som que saía de arbustos perto dele. Escutou e olhou com atenção redobrada. Viu o Facoquero a passear com a esposa e as crianças, a conversar e a rir. A família de Facoqueros estava a caminho do rio para beber água e brincar na lama antes que o sol aquecesse demasiado. 4

6 "Facoquero! Por favor, ajuda-me! Facoquero!", gritou o Leão. "Por favor, liberta-me desta armadilha", implorou o Leão. "Nunca", disse o Facoquero. "És um animal cruel. Se te libertar, comerás a mim e à minha família." "Prometo que nunca farei algo tão terrível. Seremos amigos se me conseguires libertar", disse o Leão. 5

7 O Facoquero teve pena do Leão. "Não gosto de te ver em tamanho sofrimento, cheio de sede e a morrer de fome." Então, puxou a armadilha com as suas fortes presas compridas e libertou o Leão. O Facoquero salvou o seu novo amigo. 6

8 "Muito obrigado, meu amigo, por salvares a minha vida", disse o Leão. "Tenho de regressar para junto da minha família. Adeus." "Bom regresso, meu amigo", disse o Facoquero. Estava feliz que o Leão fosse agora seu amigo. "A minha família nunca mais terá de fugir do Leão", pensou. 7

9 O Leão afastou-se fraco e a mancar. Também tinha muita fome. Então, viu os filhos do Facoquero a brincar na lama. "Hoje é o meu dia de sorte", disse o Leão com água na boca. 8

10 "Oh Facoquero, meu novo amigo", gritou o Leão. "Estive preso na armadilha durante vários dias sem comida. Mas estou demasiado fraco para caçar. Poderias dar-me um dos teus filhos para o meu pequenoalmoço?" O Facoquero estava chocado. "Salveite da armadilha e agora queres comer os meus filhos?" 9

11 "Tenho muita pena, meu amigo", disse o Leão "mas estou a morrer de fome. Posso estar fraco por enquanto, mas sou mais forte do que tu." O Leão abriu a boca e mostrou os seus fortes dentes amarelos. "Se não me deres um dos teus filhos, apanharei um deles de qualquer forma", rugiu. 10

12 O Facoquero sabia que não tinha a velocidade nem a força do Leão. Nunca conseguiria proteger os seus filhos caso tivesse de lutar. "Está bem", disse o Facoquero. "Darte-ei um dos meus filhos. Mas primeiro quero que me mostres como ficaste preso na armadilha. É para o caso de um dia ter de salvar outro leão desta armadilha." 11

13 O Leão imaginava já o sabor maravilhoso de um jovem facoquero na sua boca. Mal podia esperar. O Leão regressou à armadilha e colocou o pé no seu interior para mostrar ao seu amigo como tinha ficado preso. 12

14 "Au!", rugiu o Leão. O Facoquero tinha fechado a armadilha sobre o pé do Leão. "Ahã! Apanhei-te!", disse o Facoquero. "Ficarás novamente preso nessa armadilha, cheio de fome e de sede. Vê agora se os teus dentes fortes e as tuas garras afiadas te podem ajudar." 13

15 "Fujam! Fujam!", gritou a esposa do Facoquero com todas as suas forças. "Levantem as vossas caudas enquanto correm para que o vosso pai vos possa ver", acrescentou ela. As crianças correram o mais depressa possível por entre os arbustos. 14

16 "Facoquero, por favor, ajuda-me!", implorou novamente o Leão, cheio de dores devido aos dentes aguçados da armadilha do caçador. "Farei tudo o que quiseres se me salvares." "Nem penses, mentiroso! Nunca acreditarei novamente em ti", disse o Facoquero. "Avisarei também todos os outros animais para que não te salvem, porque és muito matreiro." 15

17 O Facoquero viu os seus filhos a correr em fila indiana com a mãe. As suas caudas estavam bem levantadas para que ele as conseguisse ver. Apressouse para junto da sua família e fugiram todos para um local seguro. Ainda hoje em dia, os Facoqueros e os seus filhos correm sempre com as caudas levantadas para mostrar que estão todos seguros. 16

18 You are free to download, copy, translate or adapt this story and use the illustrations as long as you attribute in the following way: Leão e Facoquero Author - South African Folktale Translation - Translators without Borders and Isabel Ferreira Illustration - Wiehan de Jager Language - Portuguese Level - Longer paragraphs African Storybook Initiative, 2014 Creative Commons: Attribution 3.0 Source

Juiz insensato. Translators without Borders and. Brian Wambi. Portuguese. Author - Magabi Eynew Gessesse and Elizabeth Laird. Language - Portuguese

Juiz insensato. Translators without Borders and. Brian Wambi. Portuguese. Author - Magabi Eynew Gessesse and Elizabeth Laird. Language - Portuguese You are free to download, copy, translate or adapt this story and use the illustrations as long as you attribute in the following way: Juiz insensato Author - Magabi Eynew Gessesse and Elizabeth Laird

Leia mais

O Meu Primeiro Dia No Mercado

O Meu Primeiro Dia No Mercado You are free to download, copy, translate or adapt this story and use the illustrations as long as you attribute in the following way: O Meu Primeiro Dia No Mercado Author - Timothy Kabare and Ursula Nafula

Leia mais

Magezi e a erva de milheto

Magezi e a erva de milheto You are free to download, copy, translate or adapt this story and use the illustrations as long as you attribute in the following way: Magezi e a erva de milheto Author - Cornelius Gulere Translation -

Leia mais

O Melhor presente de Natal

O Melhor presente de Natal O Melhor presente de Natal This ebook is distributed under Creative Common License 3.0 http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/ You are free to copy, distribute and transmit this work under the

Leia mais

O Tigre à Beira do Rio

O Tigre à Beira do Rio O Tigre à Beira do Rio --Baixe-se Moba! Muito bem Didi, o menino birmanês subiu no elefante e fez carinho em sua cabeça. Didi treinara Moba desde bebê. Como era um elefante asiático, Moba não era tão grande

Leia mais

Cristóbal nasceu num aquário. O mundo dele resumia-se a um pouco de água entre as quatro paredes de vidro. Isso, alguma areia, algas, pedras de divers

Cristóbal nasceu num aquário. O mundo dele resumia-se a um pouco de água entre as quatro paredes de vidro. Isso, alguma areia, algas, pedras de divers Cristóbal nasceu num aquário. O mundo dele resumia-se a um pouco de água entre as quatro paredes de vidro. Isso, alguma areia, algas, pedras de diversos tamanhos e a miniatura em madeira de uma caravela

Leia mais

Que Nevão! Teresa Dangerfield

Que Nevão! Teresa Dangerfield Que Nevão! Teresa Dangerfield Que Nevão! Teresa Dangerfield Mamã, Mamã, está tudo branquinho lá fora! gritou o Tomás muito contente assim que se levantou e espreitou pela janela. Mariana, vem ver depressa!

Leia mais

Textos e ilustrações dos alunos do 3º ano 1 de junho de 2017 Dia da Criança

Textos e ilustrações dos alunos do 3º ano 1 de junho de 2017 Dia da Criança Tempo para ser criança e ser feliz Textos e ilustrações dos alunos do 3º ano 1 de junho de 2017 Dia da Criança Ser criança e ser feliz Ser criança é uma das virtudes do homem Podem fazer-se coisas que

Leia mais

I HAVE A HOPE. Verse 1 Eu tenho uma esperança

I HAVE A HOPE. Verse 1 Eu tenho uma esperança I HAVE A HOPE Verse 1 Eu tenho uma esperança Tenho uma esperança, Tenho um futuro Tenho um destino que ainda está a me esperar Minha vida não acabou, um novo começo começou Tenho uma esperança, Tenho essa

Leia mais

A RAPOSA E O GALO Era uma vez uma raposa muito esperta. Um dia, passeando, viu uma capoeira cheia de galinhas. Entrou lá dentro e comeu uma.

A RAPOSA E O GALO Era uma vez uma raposa muito esperta. Um dia, passeando, viu uma capoeira cheia de galinhas. Entrou lá dentro e comeu uma. A RAPOSA E O GALO Era uma vez uma raposa muito esperta. Um dia, passeando, viu uma capoeira cheia de galinhas. Entrou lá dentro e comeu uma. Póh, poh poh poh, phóo... No dia seguinte a raposa construiu

Leia mais

Muitas Trombas Tornam o Trabalho Mais Leve

Muitas Trombas Tornam o Trabalho Mais Leve Muitas Trombas Tornam o Trabalho Mais Leve Era uma vez um elefantinho chamado Tolongo. Ele foi criado na savana com sua mãe e algumas outras famílias de elefantes. Eles percorriam os pastos à procura de

Leia mais

A rapariga e o homem da lua

A rapariga e o homem da lua A rapariga e o homem da lua (conto tradicional do povo tchuktchi) Viveu outrora, entre o povo Tchuktchi, um homem que só tinha uma filha. A filha era a melhor das ajudas que o pai podia ter. Passava o

Leia mais

O segredo do rio. Turma 4 3º/4º anos EB1/JI da Póvoa de Lanhoso. Trabalho realizado no âmbito do PNL. (Plano Nacional de Leitura)

O segredo do rio. Turma 4 3º/4º anos EB1/JI da Póvoa de Lanhoso. Trabalho realizado no âmbito do PNL. (Plano Nacional de Leitura) Turma 4 3º/4º anos EB1/JI da Póvoa de Lanhoso Ano Lectivo 2009/2010 O segredo do rio Trabalho realizado no âmbito do PNL (Plano Nacional de Leitura) Era uma vez um rapaz que morava numa casa no campo.

Leia mais

(Rodolfo Bracali,adaptado da obra dos Irmãos Grimm) Belo Horizonte

(Rodolfo Bracali,adaptado da obra dos Irmãos Grimm) Belo Horizonte João e Maria (Rodolfo Bracali,adaptado da obra dos Irmãos Grimm) Belo Horizonte 2016 As crianças foram com o pai e a madrasta cortar lenha na floresta e lá foram abandonadas. João havia marcado o caminho

Leia mais

Sistema de Ensino CNEC. ROTEIRO SEMANAL 2 o ANO ENSINO FUNDAMENTAL QUINTA-FEIRA 19/02/2015

Sistema de Ensino CNEC. ROTEIRO SEMANAL 2 o ANO ENSINO FUNDAMENTAL QUINTA-FEIRA 19/02/2015 ROTEIRO SEMANAL 2 o ANO ENSINO FUNDAMENTAL QUINTA-FEIRA 19/02/ Primeiro momento: Recepção às crianças Cartão dos aniversariantes Atividade para encontrar os sete erros Segundo momento: Intervalo do lanche

Leia mais

Escrita e ilustrada pelos alunos da Escola Básica do Primeiro Ciclo da Benquerença Ano Lectivo 2008/2009

Escrita e ilustrada pelos alunos da Escola Básica do Primeiro Ciclo da Benquerença Ano Lectivo 2008/2009 A Família Desaparecida Escrita e ilustrada pelos alunos da Escola Básica do Primeiro Ciclo da Benquerença Ano Lectivo 2008/2009 NUMA BELA MANHÃ DE PRIMAVERA, UM MENINO CAMI NHAVA JUNTO A UM RIO E OLHAVA

Leia mais

Jesus foi para uma cidade chamada Nain. Com ele iam os discípulos e uma grande multidão. Quando chegou à porta da cidade, eis que levavam um defunto

Jesus foi para uma cidade chamada Nain. Com ele iam os discípulos e uma grande multidão. Quando chegou à porta da cidade, eis que levavam um defunto Lc 7,11-17 Jesus foi para uma cidade chamada Nain. Com ele iam os discípulos e uma grande multidão. Quando chegou à porta da cidade, eis que levavam um defunto para enterrar. Era filho único e sua mãe

Leia mais

O Rapaz e a Guitarra Mágica

O Rapaz e a Guitarra Mágica O Rapaz e a Guitarra Mágica Conto linha-a-linha Autoria: todas as turmas da Escola E.B. 2,3 de Palmeira Data: 21 a 25 de Março de 2011 Local de realização: Biblioteca Escolar Era uma vez um menino chamado

Leia mais

Adaptação: Sueli Maria de Regino IRMÃO E IRMÃ

Adaptação: Sueli Maria de Regino IRMÃO E IRMÃ Adaptação: Sueli Maria de Regino IRMÃO E IRMÃ Era uma vez dois irmãos, um menino e uma menina, que tinham perdido a mãe e eram maltratados pela madrasta. O irmão, cansado de apanhar todos os dias, pegou

Leia mais

Uma Aventura Fantástica

Uma Aventura Fantástica Uma Aventura Fantástica Koziołek Matołek Salta-Pocinhas Platero Polónia, Portugal e Espanha Era uma vez um burro chamado Platero que vivia no sul de Espanha. Platero tinha um amigo chamado Salta-Pocinhas.

Leia mais

Teatro A História da Carochinha

Teatro A História da Carochinha Teatro A História da - O meu nome é, gosto muito de limpar. Arrumo a casa toda, sempre a cantar. Tenho uma vida pacata mas gostava de casar. Vestir um vestido branco e um marido arranjar. Mas preciso de

Leia mais

História de uma Baleia

História de uma Baleia SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 03 / / 0 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Tema Transversal: Cultivar e guardar a Criação Disciplina: Língua Portuguesa / ESTUDOS AUTÔNOMOS Ano: 2º - Ensino Fundamental Aluno(a): N o : Turma: Professora: Data: 14 / 3 / 2017

Leia mais

Os Perigos da Floresta

Os Perigos da Floresta Rubens de Almeida Oliveira Os Perigos da Floresta Editora BPA Biblioteca Popular de Afogados Texto e Pesquisa de Imagens RUBENS DE ALMEIDA OLIVEIRA Os Perigos da Floresta RECIFE -PE JAN/2007 Coordenação

Leia mais

HISTÓRIA DO IOGURTE TRABALHO COLETIVO. Professora: Batasina Colombari. Atividade desenvolvida: 4º e 5ª ano

HISTÓRIA DO IOGURTE TRABALHO COLETIVO. Professora: Batasina Colombari. Atividade desenvolvida: 4º e 5ª ano HISTÓRIA DO IOGURTE TRABALHO COLETIVO Professora: Batasina Colombari Atividade desenvolvida: 4º e 5ª ano Tudo começou numa fazenda no Sul da Turquia onde morava um menino chamado Vigor. Vigor era um menino

Leia mais

Nº 35 C Domingo XXX do Tempo Comum

Nº 35 C Domingo XXX do Tempo Comum Nº 35 C Domingo XXX do Tempo Comum-27.10.13 Se eu for como o fariseu, rezo só a falar em mim: EU...EU...EU... Eu, Senhor, sou o melhor de todos. Eu não sou mentiroso, como os meus colegas. Eu digo bom-dia

Leia mais

Sinceridade. Aquele que tem por hábito mentir acabará sozinho.

Sinceridade. Aquele que tem por hábito mentir acabará sozinho. Sinceridade 1 Sinceridade Aquele que tem por hábito mentir acabará sozinho. O caminho para a verdade A chuva que caía há dias, parou finalmente nessa tarde. Um suspiro de alívio percorreu a turma toda.

Leia mais

A MENINA QUE VIVEU DUAS VEZES

A MENINA QUE VIVEU DUAS VEZES Bíblia para crianças apresenta A MENINA QUE VIVEU DUAS VEZES Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia

Leia mais

O mar na gota de água

O mar na gota de água O mar na gota de água! O mar na gota de água, Página 1 Há uma pergunta que tem de ser feita: seja o que for que esteja a acontecer na minha vida, em qualquer altura, em tempos de alegria, em tempos de

Leia mais

HISTÓRIAS DE ENCANTAR E ALGUMAS LENDAS NO UNIVERSO

HISTÓRIAS DE ENCANTAR E ALGUMAS LENDAS NO UNIVERSO HISTÓRIAS DE ENCANTAR E ALGUMAS LENDAS NO UNIVERSO (CRIADO EM 2013, PELOS ALUNOS DO ASTRO-CLUBE) Coordenadora: professora Isabel Guerreiro de Almeida OS DEVERES E PODERES DA CIÊNCIA, NAS SUAS IMPLICAÇÕES

Leia mais

Era uma tarde quente de verão e todos obedeciam à rotina diária. O labrador Mozart, chefe da matilha e cão mais velho, descansa suas pernas

Era uma tarde quente de verão e todos obedeciam à rotina diária. O labrador Mozart, chefe da matilha e cão mais velho, descansa suas pernas Era uma tarde quente de verão e todos obedeciam à rotina diária. O labrador Mozart, chefe da matilha e cão mais velho, descansa suas pernas doloridas, mas permanece atento a tudo o que acontece: ele é

Leia mais

Deus ouve orações A História de Hagar e Ismael

Deus ouve orações A História de Hagar e Ismael Deus ouve orações A História de Hagar e Ismael Anésio Rodrigues Ora, Sarai, mulher de Abrão, não lhe dera nenhum filho. Como tinha uma serva egípcia, chamada Hagar, Gênesis 16:1-15 Disse a Abrão: Já que

Leia mais

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves A Menina Que Deixou De Sonhar Autora: Waleska Alves 1. Era uma vez uma linda menina que sonhava com o natal, todas as noites antes de dormi ela olhava pela janela de seu quarto e imaginava papai noel em

Leia mais

Pra você, o que é FELICIDADE?

Pra você, o que é FELICIDADE? Pra você, o que é FELICIDADE? UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE Bolsista: Patrick da Silva Dias E-mail: patrickdias@id.uff.br Curso: Letras Professora Supervisora: Profa. Lien Borges (IEPIC) Professora Coordenadora

Leia mais

QUANDO EU TINHA VOCÊ!

QUANDO EU TINHA VOCÊ! QUANDO EU TINHA VOCÊ! Local: Salvador(BA) Data: 02/02/1997 Estúdio:24/12/10 Estilo:Forró arrastapé Tom: C//(Dó sustenido) QUANDO EU TINHA VOCÊ A VIDA ERA TÃO BOA HOJE QUE TE PERDI VIVO COMO UM À TOA. VOCÊ

Leia mais

No princípio Deus criou o céu e a terra

No princípio Deus criou o céu e a terra No princípio Deus criou o céu e a terra No início Deus criou céu e terra. Ele sempre pensou em todos nós e impulsionado pelo seu grande amor, Deus quis criar o mundo. Como um pai e uma mãe que preparam

Leia mais

Como Ajudar o Mundo?

Como Ajudar o Mundo? Como Ajudar o Mundo? Todos dizem como salvar o mundo, mas será mesmo que fazem o que falam? André tem 8 anos. Certo dia estava em uma aula de ciências e sua professora disse que o mundo está sofrendo com

Leia mais

'' A historia esta narrada sobre um menino solitário '' esse menino vivia sozinho,o pai morto a,mãe largo ele guando tinha 03 anos de idade

'' A historia esta narrada sobre um menino solitário '' esse menino vivia sozinho,o pai morto a,mãe largo ele guando tinha 03 anos de idade amor proprio '' A historia esta narrada sobre um menino solitário '' esse menino vivia sozinho,o pai morto a,mãe largo ele guando tinha 03 anos de idade ele fica sozinho no meio da rua com fome e com sede,um

Leia mais

1 von :36

1 von :36 1 von 22 24.05.2006 16:36 2 von 22 24.05.2006 16:36 Era uma vez, numa aldeia pequenina, uma menininha linda como uma flor; sua mãe gostava muito dela, e sua vovozinha ainda mais. 3 von 22 24.05.2006 16:36

Leia mais

Uma lição de vida. Graziele Gonçalves Rodrigues

Uma lição de vida. Graziele Gonçalves Rodrigues Uma lição de vida Graziele Gonçalves Rodrigues Ele: Sente sua falta hoje na escola, por que você não foi? Ela: É, eu tive que ir ao médico. Ele: Ah, mesmo? Por que? Ela: Ah, nada. Consultas anuais, só

Leia mais

O menino Nicolau e os amigos

O menino Nicolau e os amigos Jean-Jacques Sempé René Goscinny O menino Nicolau e os amigos Índice O Clotário é caixa-de-óculos... A magnífica lufada de ar... Os lápis de cor... Os campistas... Falámos na rádio... Maria Edviges...

Leia mais

Texto 1 Meia Palavra Não Basta

Texto 1 Meia Palavra Não Basta PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 3 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 Meia Palavra Não Basta

Leia mais

HISTÓRIAS DA AJUDARIS 16. Agrupamento de Escolas de Sampaio

HISTÓRIAS DA AJUDARIS 16. Agrupamento de Escolas de Sampaio HISTÓRIAS DA AJUDARIS 16 Agrupamento de Escolas de Sampaio JOÃO FRAQUINHO Era uma vez um menino que estava muito fraquinho, não tinha força para nada nem para se pôr de pé. Estava deitado no chão da rua,

Leia mais

DEUS HONRA A JOSÉ, O ESCRAVO

DEUS HONRA A JOSÉ, O ESCRAVO Bíblia para crianças apresenta DEUS HONRA A JOSÉ, O ESCRAVO Escrito por: Edward Hughes Ilustrado por: M. Maillot; Lazarus O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem de

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta O FILHO PRÓDIGO

Bíblia para crianças. apresenta O FILHO PRÓDIGO Bíblia para crianças apresenta O FILHO PRÓDIGO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen; Sarah S. Traduzido por: Berenyce Brandão Produzido por: Bible for Children www.m1914.org

Leia mais

Atividades de Natal Textos para interpretação

Atividades de Natal Textos para interpretação Atividades de Natal Textos para interpretação foram criadas para serem aplicadas próximo ao natal nas salas de aula, são exercícios para o 1 ano, 2 ano, 3 ano e 4 ano do ensino fundamental. Estas atividades

Leia mais

Bíblia para crianças apresenta CÉU, A BELA CASA DE DEUS

Bíblia para crianças apresenta CÉU, A BELA CASA DE DEUS Bíblia para crianças apresenta CÉU, A BELA CASA DE DEUS Escrito por: Edward Hughes Ilustrado por: Lazarus Adaptado por: Sarah S. Traduzido por: Judith Menga Produzido por: Bible for Children www.m1914.org

Leia mais

CÉU, A BELA CASA DE DEUS

CÉU, A BELA CASA DE DEUS Bíblia para crianças apresenta CÉU, A BELA CASA DE DEUS Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Sarah S. Traduzido por: Judith Menga Produzido por: Bible for Children www.m1914.org

Leia mais

AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS LÍNGUA PORTUGUESA Classe

AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS LÍNGUA PORTUGUESA Classe AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS LÍNGUA PORTUGUESA Classe Nome: Data: / / Classificação: Prof.: Leia o texto com muita atenção. Vladimir recebeu muitos presentes no Natal, entre livros, discos, jogos de computador,

Leia mais

Bíblia para crianças apresenta A MENINA QUE VIVEU DUAS VEZES

Bíblia para crianças apresenta A MENINA QUE VIVEU DUAS VEZES Bíblia para crianças apresenta A MENINA QUE VIVEU DUAS VEZES Escrito por: Edward Hughes Ilustrado por: Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia

Leia mais

Português - Advérbios e preposições. 1. Copia dos teus apontamentos a definição de advérbio.

Português - Advérbios e preposições. 1. Copia dos teus apontamentos a definição de advérbio. A1 1. Copia dos teus apontamentos a definição de advérbio. 2. Dentro da classe dos advérbios, existe 3 subclasses. Identificaas e regista alguns exemplos. A1R 1. Os advérbios são palavras invariáveis em

Leia mais

Exercício Extra 31. Nome: Turma:

Exercício Extra 31. Nome: Turma: Exercício Extra 31 Nome: Turma: LÍNGUA PORTUGUESA 3º ano do Ensino Fundamental Data: 10/10/2016 Data de devolução: 17/10/2016 História meio ao contrário [...] Foi um alívio geral. Então, o rei completou,

Leia mais

Questionário. food perferido. Parte B: Responde sempre a pensar no teu restaurante de fast. Parte A: Fala-me de ti

Questionário. food perferido. Parte B: Responde sempre a pensar no teu restaurante de fast. Parte A: Fala-me de ti Questionário Parte A: Fala-me de ti 1. Sexo : Masculino / Feminino (coloca um círculo) 2. Idade : 3. Ano Escolar : 4. Tens mesada? 5. Se tiveres, quanto recebes por semana? : 6. Qual o emprego dos teus

Leia mais

Capítulo 1. O Cometa na Terra dos Mumins.indd 7 01/10/15 14:16

Capítulo 1. O Cometa na Terra dos Mumins.indd 7 01/10/15 14:16 Capítulo 1 No qual o Mumintroll e o Sniff seguem um caminho misterioso até ao mar; onde se fala da pesca de pérolas, da descoberta de uma gruta e de como o Rato Almiscarado evitou apanhar uma constipação.

Leia mais

Exercício Extra 35. Nome: Turma:

Exercício Extra 35. Nome: Turma: Exercício Extra 35 Nome: Turma: LINGUA PORTUGUESA 2º ano do Ensino Fundamental Data: 07/11/2016 Data de devolução: 16/11/16 TEXTO 1 O Pescador e o Gênio Havia uma vez um pescador muito velho e muito pobre

Leia mais

Agradecimento. Entidades que colaboraram no projeto:

Agradecimento. Entidades que colaboraram no projeto: Agradecimento Esta história foi enriquecida com os contributos de mais de 100 crianças que, com as suas palavras sábias, nos transmitiram o que era para elas uma Família. Chegámos até estas crianças com

Leia mais

A Galinha que criava um ratinho

A Galinha que criava um ratinho SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 03 / / 0 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

Bíblia para crianças apresenta.

Bíblia para crianças apresenta. Bíblia para crianças apresenta QUARENTA ANOS Escrito por: Edward Hughes Ilustrado por: Janie Forest O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem de Hoje 1998 - Sociedade

Leia mais

O melhor amigo Interpretação de Texto para 4º e 5º Ano

O melhor amigo Interpretação de Texto para 4º e 5º Ano O melhor amigo Interpretação de Texto para 4º e 5º Ano O melhor amigo Interpretação de Textos para 4º e 5º Ano O melhor amigo A mãe estava na sala, costurando. O menino abriu a porta da rua, meio ressabiado,

Leia mais

PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA

PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA A menina PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA menina alegre e muito curiosa. O que a diferenciava das outras crianças é que desde muito pequenina ela passava horas na Floresta do Sol conversando

Leia mais

Saudai o Nome de Jesus! 1.Saudai o nome de Jesus; Ó anjos, vos prostrai. O Filho do glorioso Deus, Com glória coroai!

Saudai o Nome de Jesus! 1.Saudai o nome de Jesus; Ó anjos, vos prostrai. O Filho do glorioso Deus, Com glória coroai! ALL HAIL KING JESUS Salve! Rei Jesus Salve! Emanuel Rei dos Reis, Senhor dos Senhores, A Brilhante Estrela da Manhã Por toda eternidade nós cantaremos Seus louvores E reinaremos com Ele por toda eternidade

Leia mais

Garoto extraordinário

Garoto extraordinário Garoto extraordinário (adequada para crianças de 6 a 8 anos) Texto: Lucas 2:40-52 Princípio: ser como Jesus Você vai precisar de um fantoche de cara engraçada, um adulto para manipular o fantoche atrás

Leia mais

Buscando o Propósito de Deus

Buscando o Propósito de Deus Buscando o Propósito de Deus Salmos 139:1-16 Ó Senhor Deus, tu me examinas e me conheces. 2 Sabes tudo o que eu faço e, de longe, conheces todos os meus pensamentos. 3 Tu me vês quando estou trabalhando

Leia mais

Nº 12 C 1º Domingo da Quaresma A escolha certa

Nº 12 C 1º Domingo da Quaresma A escolha certa Nº 12 C 1º Domingo da Quaresma-14.2.2016 A escolha certa Conforme dissemos nos Xavierinhos da semana passada, a Quaresma começou na passada quartafeira, quarta-feira de cinzas. Como a maior parte dos meninos

Leia mais

PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO TECNOLOGIA EM JOGOS DIGITAIS

PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO TECNOLOGIA EM JOGOS DIGITAIS PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO TECNOLOGIA EM JOGOS DIGITAIS FERNANDO CAETANO TAVOLARO - RA00147628 TRABALHO DE LINGUAGEM AUDIOVISUAL E GAMES STORYBOARD SÃO PAULO 2014 INTRODUÇÃO DA HISTÓRIA

Leia mais

As Filhós de Natal. CÃO Podes trepar àquela laranjeira e apanhar duas laranjas.

As Filhós de Natal. CÃO Podes trepar àquela laranjeira e apanhar duas laranjas. As Filhós de Natal NARRADOR O Natal está quase a chegar e Uma velhinha que morava na última casa da aldeia, lá muito ao fundo como as pessoas que moram sós costumava pensar alto. Lamentava a sua triste

Leia mais

Caravaggio, Sacrifício de Isaac

Caravaggio, Sacrifício de Isaac Caravaggio, Sacrifício de Isaac Caravaggio, Sacrifício de Isaac Caravaggio, Sacrifício de Isaac Caravaggio, Sacrifício de Isaac 6 Abraão apanhou a lenha destinada ao holocausto, entregou-a ao seu filho

Leia mais

Era uma vez uma galinha que todos os dias punha um ovo. E todos os dias vinha a dona, com uma cestinha, tirar-lho.

Era uma vez uma galinha que todos os dias punha um ovo. E todos os dias vinha a dona, com uma cestinha, tirar-lho. Era uma vez uma galinha que todos os dias punha um ovo. E todos os dias vinha a dona, com uma cestinha, tirar-lho. Já pus 1.000 ovos. Podia ser mãe de mil filhos. Mas não tenho nenhum por causa da gente

Leia mais

Você já ouviu a história de uma tal "garota legal"? Bem, se não, deixeme contar uma história:

Você já ouviu a história de uma tal garota legal? Bem, se não, deixeme contar uma história: Você já ouviu a história de uma tal "garota legal"? Bem, se não, deixeme contar uma história: Uma garota legal é alguém que se dedica de alma e coração em um relacionamento. Ela é alguém que poderia esperar

Leia mais

A cor dos olhos. Fati dormia deitada numa esteira, sempre de barriga para baixo. Durante esse tempo, Issa sonhava deitado de costas, na cabana da mãe.

A cor dos olhos. Fati dormia deitada numa esteira, sempre de barriga para baixo. Durante esse tempo, Issa sonhava deitado de costas, na cabana da mãe. A cor dos olhos Naquele tempo, que não era como o tempo de hoje, os leões já tinham quatro patas mas, tal como os elefantes, não podiam meter-se por dois caminhos ao mesmo tempo! Naquele tempo naquela

Leia mais

manhã a minha irmã Inês vai ter o seu primeiro dia de escola. Há mais de uma semana que anda muito irrequieta e não para de me fazer perguntas,

manhã a minha irmã Inês vai ter o seu primeiro dia de escola. Há mais de uma semana que anda muito irrequieta e não para de me fazer perguntas, 5 6 manhã a minha irmã Inês vai ter o seu primeiro dia de escola. Há mais de uma semana que anda muito irrequieta e não para de me fazer perguntas, sempre a incomodar-me. Por vezes, eu divirto-me a responder.

Leia mais

DATA: / / 2016 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA 2.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR: 8,0 MÉDIA: 4,8 RESULTADO: %

DATA: / / 2016 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA 2.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR: 8,0 MÉDIA: 4,8 RESULTADO: % SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: / / 206 UNIDADE: I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA 2.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

Bíblia para crianças apresenta ESTER, UMA LINDA RAINHA

Bíblia para crianças apresenta ESTER, UMA LINDA RAINHA Bíblia para crianças apresenta ESTER, UMA LINDA RAINHA Escrito por: Edward Hughes Ilustrado por: Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia

Leia mais

Nome: Dariane 4ª Série 2ª. Unidade: Bom Jesus Centro Cidade: Curitiba Estado: Paraná. O cachorro e o gato

Nome: Dariane 4ª Série 2ª. Unidade: Bom Jesus Centro Cidade: Curitiba Estado: Paraná. O cachorro e o gato Nome: Dariane 4ª Série 2ª O cachorro e o gato Era uma vez um gato e um cão. Um dia, o cachorro comentou com o gato que estava em apuros. O gato falou: O que houve? E o cachorro disse: Nada. Ha! ha! Porém,

Leia mais

Atividades Avaliativas

Atividades Avaliativas Atividades Avaliativas Língua Portuguesa 4 o ano 2 o bimestre Nome: data: 1 Leia atentamente o texto e responda as questões a seguir. Era um lobo muito bobo Que fome sentia aquele lobo! Então, resolveu

Leia mais

Aos Poetas. Que vem trazer esperança a um povo tristonho, Fazendo os acreditar que ainda existem os sonhos.

Aos Poetas. Que vem trazer esperança a um povo tristonho, Fazendo os acreditar que ainda existem os sonhos. Aos Poetas Venho prestar homenagem a uma grande nação, Que são os nossos poetas que escrevem com dedicação, Os poemas mais lindos e que por todos são bemvindos, Que vem trazer esperança a um povo tristonho,

Leia mais

Nas férias vamos fazer novos amigos

Nas férias vamos fazer novos amigos 2ª feira, dia 19 de junho de 2017 Nas férias vamos fazer novos amigos Bom dia. Começamos hoje a última semana de escola. Já cheira a férias e a vontade de viajar, de brincar e crescer mais; de estar com

Leia mais

Nº 15 C 4º Domingo da Quaresma Fico feliz quando faço a paz!

Nº 15 C 4º Domingo da Quaresma Fico feliz quando faço a paz! Nº 15 C 4º Domingo da Quaresma-6.3.2016 Fico feliz quando faço a paz! Senhor: Tinha o coração triste. Tinha-me zangado com o meu amigo. Tinha mesmo dado bofetadas e dito palavras más. Não me sentia bem

Leia mais

Não destrua teus valores comparando-os com os dos outros.

Não destrua teus valores comparando-os com os dos outros. Reflexões para 2010 Post (0186) Não destrua teus valores comparando-os com os dos outros. É por sermos diferentes uns dos outros que cada um de nós é especial. Não estabeleça teus objetivos por aquilo

Leia mais

ANEXO 03 O OPERÁRIO EM CONSTRUÇÃO

ANEXO 03 O OPERÁRIO EM CONSTRUÇÃO ANEXO 03 O OPERÁRIO EM CONSTRUÇÃO Vinícius de Moraes Era ele que erguia casas Onde antes só havia chão. Como um pássaro sem asas Ele subia com as casas Que lhe brotavam da mão. Mas tudo desconhecia De

Leia mais

A Rata Era uma vez uma rata que estava sozinha na toquinha. Ela morava com sua mãe e seu padrasto no castelo do rei, ela não tinha medo de nada.

A Rata Era uma vez uma rata que estava sozinha na toquinha. Ela morava com sua mãe e seu padrasto no castelo do rei, ela não tinha medo de nada. Era Uma Vez A Rata Era uma vez uma rata que estava sozinha na toquinha. Ela morava com sua mãe e seu padrasto no castelo do rei, ela não tinha medo de nada. A ratinha tinha uma felpa de ferro e pensava

Leia mais

Coisas De Pré- Adolescentes!

Coisas De Pré- Adolescentes! Coisas De Pré- Adolescentes! Um pouco sobre mim e a minha página! Oie Amores! Tudo bem? Meu nome é Kylianne, tenho 12 anos! Eu fiz essa página para poder falar tudo que nós adolescentes amamos! Coisas

Leia mais

ACREDITAR REZAR AMAR. com Maria Helena

ACREDITAR REZAR AMAR. com Maria Helena ACREDITAR REZAR AMAR com Maria Helena índice Introdução 9 Capítulo 1 Esperança e fé 10 Orações de abundância 14 Orações de alegria 19 Orações de coragem 24 Orações de esperança 31 Orações de fé 35 Orações

Leia mais

A MENINA QUE VIVEU DUAS VEZES

A MENINA QUE VIVEU DUAS VEZES Bíblia para crianças apresenta A MENINA QUE VIVEU DUAS VEZES Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia

Leia mais

PROYECTO. Centro Espirita León Denis - Celd

PROYECTO. Centro Espirita León Denis - Celd PROYECTO Centro Espirita León Denis - Celd Tema aula: Boas Maneiras - OBEDIENCIA Data: 26 de outubro de 2012 Educadores: Pilar y Elaine Objetivos: Estimular nas crianças a prática de bons hábitos. Atividade

Leia mais

Caderno 1. I. Compreensão do oral. Ficha de Avaliação trimestral de Português 2.º Ano 2.º Período

Caderno 1. I. Compreensão do oral. Ficha de Avaliação trimestral de Português 2.º Ano 2.º Período Ficha de Avaliação trimestral de Português 2.º Ano 2.º Período Nome: _ Data: / / Avaliação: Professor(a): Encarregado de educação: I. Compreensão do oral Caderno 1 1.1. Ir ao Jardim Zoológico Andar na

Leia mais

As Melhores 313 PIADAS. para rir sem parar

As Melhores 313 PIADAS. para rir sem parar As Melhores 313 PIADAS para rir sem parar Excesso de velocidade Depois de mandar parar uma condutora, o polícia de trânsito diz-lhe: Minha senhora, vou multá-la. Vinha a 200 quilómetros à hora! O quê???

Leia mais

Uma Aflição Imperial.

Uma Aflição Imperial. Uma Aflição Imperial. Amanda Silva C. Prefácio Uma aflição Imperial conta a história de uma garota chamada Anna que é diagnosticada com tipo raro de câncer leucemia sua mãe é paisagista e tem apenas um

Leia mais

1 QUEM IRÁ? Isaías 6 e 7

1 QUEM IRÁ? Isaías 6 e 7 TEMA CENTRAL Todos os direitos reservados por: MINISTÉRIO IGREJA EM CÉLULAS R. Ver. Antônio Carnasciali, 1661 CEP 81670-420 Curitiba-Paraná Fone/fax: (041) 3276-8655 trabalhoemconjunto@celulas.com.br edile@celulas.com.br

Leia mais

Como Zaqueu, quero acolher-te e mudar, Senhor

Como Zaqueu, quero acolher-te e mudar, Senhor Como Zaqueu, quero acolher-te e mudar, Senhor Escuta-me, Senhor. Como Zaqueu, quero procurar-te, nem que seja preciso deixar coisas que me enchem a casa e a carteira, mas não me dão a alegria que procuro.

Leia mais

Nº20A Domingo V da Quaresma Acreditai!

Nº20A Domingo V da Quaresma Acreditai! Nº20A Domingo V da Quaresma - 6.4.2014 Acreditai! Nos amigos confiamos plenamente! Sabemos que jamais nos enganarão e que estarão presentes sempre que deles precisarmos. Nos amigos nós acreditamos: temos

Leia mais

Claro que diziam isto em voz baixa, mas ela ouvia-os e ficava muito triste.

Claro que diziam isto em voz baixa, mas ela ouvia-os e ficava muito triste. Era uma vez uma princesa muito bonita mas que sofria imenso por ser baixinha Sempre que ia passear as outras crianças troçavam: É pequenina como um cogumelo, baixinha como a relva É baixinha demais para

Leia mais

Nº 11 A Domingo IV do Tempo Comum Sede felizes!

Nº 11 A Domingo IV do Tempo Comum Sede felizes! Nº 11 A Domingo IV do Tempo Comum-2.2.2014 Sede felizes! Combatei a miséria e reparti do que é vosso com os outros. Sede pacientes, tolerantes, dialogantes, humildes. Tende esperança no meio da escuridão,

Leia mais

O Senhor Vento queria organizar uma. festa. Uma festa que ficasse na. memória de todos.

O Senhor Vento queria organizar uma. festa. Uma festa que ficasse na. memória de todos. Um Pé de Vento O Senhor Vento queria organizar uma festa. Uma festa que ficasse na memória de todos. Sabia que não ia ser fácil surpreendê-los. Aquele lugar já não era como antigamente, muito tinha mudado.

Leia mais

Matthew Dicks. Memórias de Um Amigo Imaginário

Matthew Dicks. Memórias de Um Amigo Imaginário Matthew Dicks Memórias de Um Amigo Imaginário Tradução Victor Antunes Para a Clara Capítulo 1 Isto é o que eu sei: Chamo-me Budo. Existo há cinco anos. Cinco anos é muito tempo para alguém como eu. Foi

Leia mais

5 Pedras. Pr Arthur Costa

5 Pedras. Pr Arthur Costa Não sou eu filisteu, e vós, servos de Saul? Escolhei dentre vós um homem que desça contra mim. Se ele puder pelejar comigo e me ferir, seremos vossos servos; porém, se eu o vencer e o ferir, então, sereis

Leia mais

Gutemberg Lopes Macedo MENINA E A HARPA EDITORA BPA BIBLIOTECA POPULAR DE AFOGADOS

Gutemberg Lopes Macedo MENINA E A HARPA EDITORA BPA BIBLIOTECA POPULAR DE AFOGADOS Gutemberg Lopes Macedo A MENINA E A HARPA EDITORA BPA BIBLIOTECA POPULAR DE AFOGADOS Texto e Pesquisa de Imagens Gutemberg Lopes Macedo A MENINA E A HARPA RECIFE - PE NOV/2006 Coordenação e Realização

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

INSTITUTO DOS PUPILOS DO EXÉRCITO - CONCURSO DE ADMISSÃO - ANO LETIVO DE 2016/2017 2ª FASE

INSTITUTO DOS PUPILOS DO EXÉRCITO - CONCURSO DE ADMISSÃO - ANO LETIVO DE 2016/2017 2ª FASE INSTITUTO DOS PUPILOS DO EXÉRCITO - CONCURSO DE ADMISSÃO - ANO LETIVO DE 2016/2017 2ª FASE Candidato Nº Nº CONVENCIONAL Nome 5º ANO PROVA DE PORTUGUÊS (Duração da prova: 50 minutos) Classificação: ( )

Leia mais