PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA EM ESPAÇOS CONFINADOS SITUAÇÕES IPVS MAURÍCIO TORLONI

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA EM ESPAÇOS CONFINADOS SITUAÇÕES IPVS MAURÍCIO TORLONI"

Transcrição

1 PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA EM ESPAÇOS CONFINADOS SITUAÇÕES IPVS MAURÍCIO TORLONI 2010

2 Manual de Proteção Respiratória Uma publicação da ABHO Maurício Torloni e Antonio Vladimir Vieira

3 PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA EM ESPAÇOS CONFINADOS Condições IPVS - Deficiência de Oxigênio - Contaminantes Respiradores adequados Vedação dos Respiradores PPR Indicação de uso e limitações

4 PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA EM ESPAÇOS CONFINADOS RISCOS RESPIRATÓRIOS E EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA

5 RISCOS RESPIRATÓRIOS R I S C O S DEFICIÊNCIA DE OXIGÊNIO IPVS ppo 2 < 95 mmhg, ou 12,5 %O 2,ao nível do mar NÃO IPVS 12,5 < %O 2 < 21 ao nível do mar POEIRAS R E S P I R A T Ó R I O S CONTAMINANTES (IPVS e Não IPVS) AERODISPER- SÓIDES MISTURA DE AERODISPER- SÓIDES, GASES E VAPORES GASES E VAPORES NÉVOAS FUMOS RADIONUCLÍDEOS ORGÂNICOS ÁCIDOS ALCALINOS INERTES ESPECIAIS

6 Definições IPVS (IDHL) Imediatamente Perigosa à Vida ou à Saúde Condição considerada imediatamente perigosa à vida ou à saúde. Refere-se à exposição aguda, que supões uma ameaça direta de morte ou consequências adversas irreversíveis à saúde, imediatas ou retardadas, ou exposição aguda aos olhos que impeça a fuga da atmosfera perigosa. A concentração IPVS é o nível máximo de exposição durante 30 minutos, na qual o trabalhador pode escapar na eventualidade de o respirador falhar, sem perda de vida ou a ocorrência de feito irreversível à saúde, imediato ou retardado. (Procurar valores em NIOSH IDHL) Alcool etílico: LT=780 ppm; IPVS=15000 ppm, Gás sulfídrico: (H 2 S) LT= 8 ppm; IPVS = 300 ppm Cádmio: (Cd) LT= 0,005 mg/m 3 ; IPVS = 9 mg/m 3 Cloro (Cl 2 ) LT=0,8 ppm; IPVS= 30 ppm

7 EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA DEPENDENTES DA ATMOSFERA AMBIENTE: RESPIRADORES PURIFICADORES DE AR INDEPENDENTES DA ATMOSFERA AMBIENTE: RESPIRADORES DE ADUÇÃO DE AR Não Motorizados Motorizados Respirador de Linha de Ar Comprimido Respirador de Linha de Ar Comprimido Com Cilindro Auxiliar Máscara Autônoma Respirador de Ar Natural Circuito Aberto Circuito Fechado PeçaFacial Filtrante e Fuga Com Filtro Químicoe Com Filtro Mecânico Com Filtro Combinado Fluxo contínuo De Demanda De Demanda com Pressão Positiva De Demanda De Demanda com Pressão Positiva Sem Ventoinha Com ventoinha manual Com ventoinha motorizada

8 Respiradores Para uso em atmosferas IPVS (PPR-4.3 e MPR ) Um local é considerado IPVS quando: 1. É desconhecido 2. A concentração do contaminante é superior a sua concentração IPVS ou suspeita-se de ser superior a IPVS. 3. É um espaço confinado com % O 2 menor 20,9 (a não ser que a causa da redução seja conhecida ou controlada). 4. % O 2 menor que 12,5 % ao nível do mar (ou pressão parcial de oxigênio menor que 95 mmhg). 5.Pressão atmosférica local menor que 450 mmhg (4240 m de altitude).

9 Respiradores para uso em atmosferas IPVS (PPR-4.3 e MPR ) Máscara autônoma de demanda com pressão positiva, com peça facial inteira, ou Respirador de linha de ar comprimido de demanda com pressão positiva, com peça facial inteira, combinado com cilindro auxiliar para escape

10 RESPIRADORES DE ADUÇÃO DE AR LINHA DE AR COMPRIMIDO DE DEMANDA COM PRESSÃO POSITIVA E CILINDRO AUXILIAR PARA ESCAPE Válvula de demanda Peça facial inteira com válvula de exalação especial Conexão tipo engate rápido com a mangueira de ar comprimido respirável Cilindro com ar comprimido respirável para aproximadamente 10 minutos (escape)

11 FPa = RESPIRADORES DE ADUÇÃO DE AR MÁSCARA AUTÔNOMA DE CIRCUITO ABERTO DE DEMANDA COM PRESSÃO POSITIVA

12 Deficiência de oxigênio e respiradores recomendados ( PPR 4.3 e MPR 347) PPO 2 = PRESSÃO PARCIAL DE O 2 = %O 2 x PRESSÃO LOCAL PPO 2 O (mmhg) % N Permitido o uso de EPR purificador de ar, Ã observada a máxima concentração de uso do O filtro e a compatibilidade com a peça facial (NR) I P V S Usar qualquer tipo de máscara autônoma ou de respirador de linha de ar comprimido com qualquer tipo de cobertura das vias respiratórias (ver PPR ) I Usar máscara autônoma de demanda com pressão P positiva, ou respirador de linha de ar comprimido com V cilindro auxiliar para fuga (ver PPR 4.3.2) S % O 2 válidas ao nível do mar (760 mmhg) Altitude em metros, com 21% O 2 PPO 2 válidas em qualquer localidade

13 BATERIA DE CILINDROS COM AR RESPIRÁVEL PARA RESPIRADORES DE LINHA DE AR COMPRIMIDO

14 Respiradores de Adução de Ar Qualidade do Ar Respirável (MPR cap.12) (De acordo com a Norma ANSI Z /CGA G-7.1, ar respirável grau D) Componentes Quantidade máxima para o ar gasoso (em ppm) - (v/v) (mol/mol), a menos que indicada de outro modo Oxigênio (% em volume) (o restante, com predominância de N2) (1) 19,5 a 23,5 atm Água (2) Ponto de orvalho (0C) (2) Óleo (condensado) (mg/m3 nas C.N.T.P) 5 (3) Monóxido de carbono 10 (4) e (5) Odor (6) Dióxido de carbono 1000 (5)

15 INSTRUMENTO COM TUBOS COLORIMÉTRICOS PARA VERIFICAÇÃO DA QUALIDADE DO AR COMPRIMIDO

16 UNIDADE PURIFICADORA DE AR COMPRIMIDO COM FILTRO DE COALESCÊNCIA O ar comprimido quase sempre está contaminado por água e óleo, na forma de emulsão, proveniente do compressor lubrificado à óleo. A água líquida provem da compressão do ar; o óleo provem da lubrificação do pistão. O sistema que utiliza filtro de coalescência para eliminar os componentes líquidos é muito eficiente. Unidade portátil purificadora de ar comprimido de média pressão para três usuários, com filtro de coalescência e de carvão ativo

17 Vedação dos Respiradores Maurício Torloni

18 ENSAIOS DE VEDAÇÃO QUALITATIVOS NÃO SÃO PERMITIDO

19 Ensaio de Vedação Quantitativo: Portacount

20 ENSAIO DE VEDAÇÃO (PPR Anexo 5 )

21 ENSAIO DE VEDAÇÃO REGISTRO DOS RESULTADOS Empresa Nome e assinatura do usuário Nome do condutor do ensaio Data do ensaio dd / mm // aaaa Ensaio utilizado: Sacarina ( ) Bitrex ( ) Portacount ( ) Resultado: Aprovado ( ) Reprovado ( ) Respirador: Purificador ( ) Adução ( ) Fabricante, modelo, tamanho, código ou ref., CA Sinais particulares: cicatriz,...

22 PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA O PPR contem: Indicação de um administrador Respiradores indicados para cada atividade Treinamento Manutenção, inspeção, guarda, higienização, Qualidade do ar comprimido Ensaio de vedação e política de barba Registros Auditoria

23 PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA EM ESPAÇOS CONFINADOS INDICAÇÕES e E LIMITAÇÕES DE USO DOS EPR M.Torloni

24 Respirador de fuga com bocal e pinça nasal

25 INDICAÇÕES E LIMITAÇÕES DE USO TIPO DE RESPIRADOR ENTRADA EM SITUAÇÃO ROTINEIRA, ENTRADA PARA RESGATE OU REALIZAÇÃO DE ATIVIDADE CORRETIVA NO AMBIENTE COM CONCENTRAÇÃO ESCAPE DE AMBIENTE COM CONCENTRAÇÃO Purificador de ar com bocal e pinça nasal e filtro classe 1 (*) Não adequado - de O2 > 19,5 %; - de contaminante não irritante aos olhos; - Menor que MCU do filtro; - Não IPVS. Das duas condições, o valor que for menor. Com tempo de escape menor que a vida útil do filtro

26 Seleção de Respiradores Fatores de Proteção Atribuídos TIPO DE RESPIRADOR A - PURIFICADOR DE AR - NÃO MOTORIZADO - MOTORIZADO B - DE ADUÇÃO DE AR B1 - LINHA DE AR COMPRIMIDO - DE DEMANDA S EM PRESSÃO POSITIVA - DE DEMANDA COM PRESSÃO POSITIVA - DE FLUXO CONTÍNUO B2 - MÁSCARA AUTÔNOMA (CIRCUITO ABERTO OU FECHADO) - DE DEMANDA S EM PRESSÃO POSITIVA(c) - DE DEMANDA COM PRESSÃO POSITIVA TIPO DE COBERTURAS DAS VIAS RESPIRATÓRIAS COM VEDAÇÃO FACIAL PEÇA SEMIFACIAL(b) PEÇA FACIL INTEIRA (d) (e) SEM VEDAÇÃO FACIAL (f) CAPUZ E CAPACETE OUTROS

27 RESPIRADORES PURIFICADORES DE AR NÃO MOTORIZADOS PEÇA SEMIFACIAL COM FILTROS PARA PARTICULADOS E/OU GASES VAPORES FPA = 10

28 INDICAÇÕES E LIMITAÇÕES DE USO TIPO DE RESPIRADOR ENTRADA EM SITUAÇÃO ROTINEIRA, ENTRADA PARA RESGATE OU REALIZAÇÃO DE ATIVIDADE CORRETIVA NO AMBIENTE COM CONCENTRAÇÃO ESCAPE DE AMBIENTE COM CONCENTRAÇÃO Purificador de ar com peça semifacial e filtro quimico classe 1 (*) - de O2 > 19,5 %; - de contaminante não irritante aos olhos; - < que l0 x Limite Exposição; - < que IPVS - < que MCU do filtro; Das três condições, o valor que for menor. - de O2 > 19,5 %; - de contaminante não irritante aos olhos; - < que MCU do filtro; - < que IPVS. Das duas condições, o valor menor. Com tempo de escape menor que a vida útil do filtro

29 Respiradores Purificadores de Ar Não Motorizados Peça Facial Inteira FPa = 100

30 INDICAÇÕES E LIMITAÇÕES DE USO TIPO DE RESPIRADOR ENTRADA EM SITUAÇÃO ROTINEIRA, ENTRADA PARA RESGATE OU REALIZAÇÃO DE ATIVIDADE CORRETIVA NO AMBIENTE COM CONCENTRAÇÃO ESCAPE DE AMBIENTE COM CONCENTRAÇÃO Purificador de ar com peça facial inteira e filtro quimico classe 1 (*), 2 ou 3 - de O2 > 19,5 %; - de contaminante irritante ou não aos olhos; - < que l00 x Limite Exposição; - < que IPVS - < que MCU do filtro; Das três condições, o valor que for menor. - de O2 > 19,5 %; - de contaminante irritante ou não aos olhos; - < que MCU do filtro; - > que IPVS (**) Com tempo de escape menor que a vida útil do filtro

31 RESPIRADORES DE ADUÇÃO DE AR DE LINHA DE AR COMPRIMIDO COM FLUXO CONTÍNUO FPa = 1000

32 INDICAÇÕES E LIMITAÇÕES DE USO TIPO DE RESPIRADOR ENTRADA EM SITUAÇÃO ROTINEIRA, ENTRADA PARA RESGATE OU REALIZAÇÃO DE ATIVIDADE CORRETIVA NO AMBIENTE COM CONCENTRAÇÃO ESCAPE DE AMBIENTE COM CONCENTRAÇÃO Respirador de linha de ar comprimido, de fluxo contínuo ou de demanda com pressão positiva, com peça facial inteira - de O2 > 12,5 %; - de contaminante irritante ou não aos olhos; - < que l000 x Limite Exposição; - < que IPVS Das duascondições, o valor que for menor. Não adequado

33 RESPIRADORES DE ADUÇÃO DE AR LINHA DE AR COMPRIMIDO DE DEMANDA COM PRESSÃO POSITIVA E CILINDRO AUXILIAR PARA ESCAPE Válvula de demanda Peça facial inteira com válvula de exalação especial Conexão tipo engate rápido com a mangueira de ar comprimido respirável Cilindro com ar comprimido respirável para aproximadamente 10 minutos (escape)

34 INDICAÇÕES E LIMITAÇÕES DE USO TIPO DE RESPIRADOR ENTRADA EM SITUAÇÃO ROTINEIRA, ENTRADA PARA RESGATE OU REALIZAÇÃO DE ATIVIDADE CORRETIVA NO AMBIENTE COM CONCENTRAÇÃO ESCAPE DE AMBIENTE COM CONCENTRAÇÃO Respirador de linha de ar comprimido, de demanda com pressão positiva, com peça facial inteira e cilindro auxiliar para escape de O2 ou de contaminante maior que IPVS de O2 ou de contaminante, IPVS ou não, sòmente quando estiver utilizando o cilindro auxiliar

35 RESPIRADORES DE ADUÇÃO DE AR CAPUZ PARA FUGA COM CILINDRO DE AUTONOMIA DE 5, 10 OU 15 MINUTOS

36 INDICAÇÕES E LIMITAÇÕES DE USO TIPO DE RESPIRADOR ENTRADA EM SITUAÇÃO ROTINEIRA, ENTRADA PARA RESGATE OU REALIZAÇÃO DE ATIVIDADE CORRETIVA NO AMBIENTE COM CONCENTRAÇÃO ESCAPE DE AMBIENTE COM CONCENTRAÇÃO Respirador de adução de ar com capuz e cilindro com autonomia de 5, 10 ou 15 minutos Não adequado de O2 ou de contaminante, IPVS ou não

37 RESPIRADORES DE ADUÇÃO DE AR MÁSCARA AUTÔNOMA DE CIRCUITO ABERTO DE DEMANDA COM PRESSÃO POSITIVA FPa =

38 RESPIRADORES DE ADUÇÃO DE AR MÁSCARA AUTÔNOMA DE CIRCUITO ABERTO DE DEMANDA COM PRESSÃO POSITIVA FPA =

39 INDICAÇÕES E LIMITAÇÕES DE USO TIPO DE RESPIRADOR ENTRADA EM SITUAÇÃO ROTINEIRA, ENTRADA PARA RESGATE OU REALIZAÇÃO DE ATIVIDADE CORRETIVA NO AMBIENTE COM CONCENTRAÇÃO ESCAPE DE AMBIENTE COM CONCENTRAÇÃO Máscara autônoma (SCBA) de demanda com pressão positiva e peça facial inteira de O2 ou de contaminante, IPVS ou não de O2 ou de contaminante, IPVS ou não

40 MUITO OBRIGADO Maurício Torloni

PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA EM ESPAÇOS CONFINADOS

PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA EM ESPAÇOS CONFINADOS PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA EM ESPAÇOS PROTEÇÃO CONFINADOS RESPIRATÓRIA EM ESPAÇOS CONFINADOS RISCOS RESPIRATÓRIOS E EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA RISCOS RESPIRATÓRIOS R I S C O S DEFICIÊNCIA DE OXIGÊNIO

Leia mais

PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA RECOMENDAÇÕES SELEÇÃO E USO DE RESPIRADORES

PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA RECOMENDAÇÕES SELEÇÃO E USO DE RESPIRADORES PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA RECOMENDAÇÕES SELEÇÃO E USO DE RESPIRADORES PRESIDENTE DA REPÚBLICA Fernando Henrique Cardoso MINISTRO DO TRABALHO E EMPREGO Paulo Jobim Filho FUNDACENTRO PRESIDENTE DA

Leia mais

NORMAS TÉCNICAS APLICÁVEIS AOS EPI

NORMAS TÉCNICAS APLICÁVEIS AOS EPI ANEXO II NORMAS TÉCNICAS APLICÁVEIS AOS EPI Equipamento de Proteção Individual EPI Enquadramento NR 06 Anexo I A PROTEÇÃO DA CABEÇA Proteção da cabeça contra: A.1.1. Impactos de objetos sobre o crânio;

Leia mais

ANEXO AO COMUNICADO: INCLUSÃO DE ITENS NA LISTA DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPI)

ANEXO AO COMUNICADO: INCLUSÃO DE ITENS NA LISTA DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPI) ANEXO AO COMUNICADO: INCLUSÃO DE ITENS NA LISTA DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPI) Abrangência: empresas obrigadas a fornecer EPI aos trabalhadores. Conteúdo: lista completa de EPI s. Vigência:

Leia mais

NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78

NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78 NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI Publicação D.O.U. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78 Alterações/Atualizações D.O.U. Portaria SSMT n.º 05, de 07 de maio de 1982 17/05/82

Leia mais

NR 6 A - EPI PARA PROTEÇÃO DA CABEÇA. A.1 - Capacete. a) capacete de segurança para proteção contra impactos de objetos sobre o crânio;

NR 6 A - EPI PARA PROTEÇÃO DA CABEÇA. A.1 - Capacete. a) capacete de segurança para proteção contra impactos de objetos sobre o crânio; NR 6 A - EPI PARA PROTEÇÃO DA CABEÇA A.1 - Capacete a) capacete de segurança para proteção contra impactos de objetos sobre o crânio; b) capacete de segurança para proteção contra choques elétricos; c)

Leia mais

PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA 3/7/2017

PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA 3/7/2017 Brasil: uma vocação natural para a indústria química País rico em petróleo, gás, biodiversidade, minerais e terras raras 1 ANTONIO VLADIMIR VIEIRA PROGRAMA 1 CONTEÚDO MÍNIMO DE UM (PPR) 2 FATOR DE PROTEÇÃO

Leia mais

PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA. Recomendações Seleção e uso de respiradores

PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA. Recomendações Seleção e uso de respiradores PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA Recomendações Seleção e uso de respiradores FUNDACENTRO Presidente José Carlos Seixas Superintendente Jorge da Rocha Gomes Coordenador de Publicações Agostinho Ferreira

Leia mais

1. Procedimentos para seleção dos respiradores. 4. Procedimentos para uso adequado de respiradores.

1. Procedimentos para seleção dos respiradores. 4. Procedimentos para uso adequado de respiradores. protrespsimples.doc Um guia para os usuários de respiradores, escrito de forma simples e de fácil entendimento. Mantenha este guia sempre à mão, releia-o periodicamente e conte sempre com a ajuda do seu

Leia mais

3M Proteção Respiratória

3M Proteção Respiratória 3M Proteção Respiratória Mais segurança. Mais conforto. Mais produtividade. 3Inovação 3M Respiradores de Pressão Positiva Tecnologia traduzida em proteção e conforto que você só conhece depois de experimentar

Leia mais

PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA

PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO M5 D2 HIGIENE DO TRABALHO IV GUIA DE ESTUDO PARTE II AULA 57 PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA PROFESSOR AUTOR: Engº Josevan Ursine Fudoli

Leia mais

FUJA DO ASSASSINO SILENCIOSO - COMO UMA BOA PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA PODE AJUDAR A EVITAR DOENÇAS

FUJA DO ASSASSINO SILENCIOSO - COMO UMA BOA PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA PODE AJUDAR A EVITAR DOENÇAS FUJA DO ASSASSINO SILENCIOSO - COMO UMA BOA PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA PODE AJUDAR A EVITAR DOENÇAS Por: David S. Luther, Q.S.S.P. - Gerente de apoio ao produto, North Safety Products Adaptado por: Daniela

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO PORTARIA N.º 194 DE 07 DE DEZEMBRO DE 2010 (DOU de 08/12/10 Seção 1 Pág. 85) Altera a Norma

Leia mais

PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA (PPR) SELEÇÃO E USO DE RESPIRADORES

PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA (PPR) SELEÇÃO E USO DE RESPIRADORES FORTALEZA -2015 PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA (PPR) SELEÇÃO E USO DE RESPIRADORES FORTALEZA -2015 PROGRAMA DO CURSO 1 LEGISLAÇÃO E O PPR 2 CONTEÚDO MÍNIMO DO PPR 3 EXEMPLO DE SELEÇÃO DE RESPIRADORES

Leia mais

ALTO POTENCIAL DE RISCOS DE ACIDENTES

ALTO POTENCIAL DE RISCOS DE ACIDENTES 1 O QUE É ESPAÇO CONFINADO? CARACTERÍSTICAS VOLUME CAPAZ DE PERMITIR A ENTRADA DE EMPREGADOS LIMITAÇÕES E RESTRIÇÕES PARA ENTRADA E SAIDA DE PESSOAL NÃO E PROJETADO PARA OCUPAÇÃO CONTÍNUA POSSUI, EM GERAL,

Leia mais

Máscaras Autônomas Princípios Básicos EVERY LIFE HAS A PURPOSE

Máscaras Autônomas Princípios Básicos EVERY LIFE HAS A PURPOSE Máscaras Autônomas Princípios Básicos EVERY LIFE HAS A PURPOSE QUANDO UTILIZAR Atmosfera IPVS Imediatamente Perigoso à Vida e à Saúde Aplicações Combate a Incêndio Resgate Operações em Refinarias Operações

Leia mais

NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPI)

NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPI) NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPI) Transcrito pela Nutri Safety * 6.1 Para os fins de aplicação desta Norma Regulamentadora - NR, considera-se Equipamento de Proteção Individual - EPI, todo

Leia mais

Sistemas Ar Comprimido. Aplicações medicinais e de respiração. www.fargon.com.br

Sistemas Ar Comprimido. Aplicações medicinais e de respiração. www.fargon.com.br Sistemas Ar Comprimido Aplicações medicinais e de respiração www.fargon.com.br Apresentação Sistemas personalizados de ar comprimido Fabricados para atender necessidades específicas de aplicação de ar

Leia mais

Portaria DSST n.º 05, de 28 de outubro de 1991 30/10/91. Portaria DSST n.º 03, de 20 de fevereiro de 1992 21/02/92

Portaria DSST n.º 05, de 28 de outubro de 1991 30/10/91. Portaria DSST n.º 03, de 20 de fevereiro de 1992 21/02/92 NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI Publicação D.O.U. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78 Alterações/Atualizações D.O.U. Portaria SSMT n.º 05, de 07 de maio de 1982 17/05/82

Leia mais

Curso de Proteção Respiratória PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA

Curso de Proteção Respiratória PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA 1 APRESENTAÇÃO FALICITADOR Julio César Gomes Técnico Segurança do Trabalho Membro do CB-32 - Proteção Respiratória Promotor Técnico - EPICON ADM de Empresas pela Faculdade Anhembi

Leia mais

RESPIRADOR 3M SÉRIE 7500 Peça Semi Facial C.A. 12011

RESPIRADOR 3M SÉRIE 7500 Peça Semi Facial C.A. 12011 RESPIRADOR 3M SÉRIE 7500 Peça Semi Facial C.A. 12011 COMPOSIÇÃO: Os respiradores da série 7500, são respiradores do tipo peça semifacial filtradora que operam com filtros duplos. O corpo do respirador

Leia mais

ANEXO II NORMAS TÉCNICAS APLICÁVEIS AOS EPI. objetos sobre o crânio; Choques elétricos. Proteção do crânio e pescoço contra: ISO 11612:2008

ANEXO II NORMAS TÉCNICAS APLICÁVEIS AOS EPI. objetos sobre o crânio; Choques elétricos. Proteção do crânio e pescoço contra: ISO 11612:2008 Equipamento de Proteção Individual EPI A PROTEÇÃO DA CABEÇA A.1. CAPACETE A.2. CAPUZ ou BALACLAVA ANEXO II NORMAS TÉCNICAS APLICÁVEIS AOS EPI Enquadramento NR 06 Anexo I Proteção da cabeça contra: A.1.1.

Leia mais

COMPROMISSO COM A SEGURANÇA

COMPROMISSO COM A SEGURANÇA COMPROMISSO COM A SEGURANÇA A IBR Brasil nasceu em 2006 com o intuito de oferecer ao mercado equipamentos de proteção respiratória o Máximo em qualidade, tecnologia e segurança para seus clientes. Com

Leia mais

RESPIRADOR 3M SÉRIE 6500QL Peça Semi Facial C.A. 33863

RESPIRADOR 3M SÉRIE 6500QL Peça Semi Facial C.A. 33863 RESPIRADOR 3M SÉRIE 6500QL Peça Semi Facial C.A. 33863 COMPOSIÇÃO: Os respiradores da série 6500QL são respiradores do tipo peça semifacial filtradora que operam com filtros duplos. O corpo do respirador

Leia mais

Ar de Alta Qualidade, da Geração à Utilização

Ar de Alta Qualidade, da Geração à Utilização Ar de Alta Qualidade, da Geração à Utilização A qualidade do ar em um sistema de ar comprimido tem variações e todas elas estão contempladas no leque de opções de produtos que a hb ar comprimido oferece.

Leia mais

SELEÇÃO DE RESPIRADORES USO ROTINEIRO EVERY LIFE HAS A PURPOSE

SELEÇÃO DE RESPIRADORES USO ROTINEIRO EVERY LIFE HAS A PURPOSE SELEÇÃO DE RESPIRADORES USO ROTINEIRO EVERY LIFE HAS A PURPOSE Seleção de Respiradores Quais os critérios que você usa para selecionar respiradores e filtros? Você está seguro que estes critérios são realmente

Leia mais

Exatamente o contrário do que sempre se ouviu...

Exatamente o contrário do que sempre se ouviu... O Lado Positivo dos Respiradores O Programa de Proteção Respiratória (PPR) pode ser uma excelente maneira de se conseguir redução de custos e aumentos de produtividade. Exatamente o contrário do que sempre

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ. Produto: SERICRYL SUPER MACIO Código do produto: SM Data: 20/1/2011 Página: 1 de 5

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ. Produto: SERICRYL SUPER MACIO Código do produto: SM Data: 20/1/2011 Página: 1 de 5 Data: 20/1/2011 Página: 1 de 5 1. Identificação do produto e da empresa Nome do produto - Código interno: SERICRYL SUPER MACIO SM Código das Cores: 001, 002, 003, 010, 014, 015, 016, 017, 020, 025, 030,

Leia mais

TRABALHOS EM ESPAÇOS CONFINADOS NA COMGAS AGOSTO/02

TRABALHOS EM ESPAÇOS CONFINADOS NA COMGAS AGOSTO/02 TRABALHOS EM ESPAÇOS CONFINADOS NA COMGAS AGOSTO/02 Sistema de Gerenciamento de SSM na Comgás Liderança e Comprometimento Política e Objetivos Estratégicos Organização, Responsabilidades, Recursos, Padrões

Leia mais

ECONOMIA DE ENERGIA ELETRICA COM USO RACIONAL DE AR COMPRIMIDO

ECONOMIA DE ENERGIA ELETRICA COM USO RACIONAL DE AR COMPRIMIDO ECONOMIA DE ENERGIA ELETRICA COM USO RACIONAL DE AR COMPRIMIDO CONSUMO DE ENERGIA E AR COMPRIMIDO NA INDÚSTRIA Consumo de Energia 20% 50% 30% Fornec.de ar Refrigeração Outros Consumo de Ar Comprimido 10%

Leia mais

Paula Scardino. Norma Regulamentadora de Segurança e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados

Paula Scardino. Norma Regulamentadora de Segurança e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados Norma Regulamentadora de Segurança e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados Paula Scardino Coordenação Nacional da Norma - ABNT NBR 14.787, publicada em Dezembro de 2001 Membro do GT Tripartite da NR-33,

Leia mais

BOOSTER BOOSTER? Benefícios e vantagens PORQUE COMPRAR UM

BOOSTER BOOSTER? Benefícios e vantagens PORQUE COMPRAR UM Linha BOOSTER Agilidade, confiabilidade e eficiência BOOSTER Os compressores Schulz modelo SB, possuem como função principal elevar a pressão da rede de baixa pressão para até 40 bar (580 psi). Benefícios

Leia mais

PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA

PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA 1 - OBJETIVO Criar e manter o presente programa de proteção respiratória no âmbito da CP SOLUÇÕES., estabelecendo mecanismos padronizados relacionados à prevenção e ao

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DO PRODUTO QUÍMICO NAFTALINA

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DO PRODUTO QUÍMICO NAFTALINA 1 de 5 I. IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA E DO PRODUTO BÚFALO INDÚSTRIA E COM. DE PROD. QUÍMICOS LTDA. Av. Hélio Ossamu Daikuara, Nº 3071 Vista Alegre Embu das Artes - SP Homepage: www.produtosbufalo.com.br E-mail:

Leia mais

TREINAMENTO INTEGRAÇÃO MODULO 3 1 EQUIPAMENTOS DE USO OBRIGATÓRIO 2 EQUIPAMENTO DE USO DE ACORDO COM A ATIVIDADE

TREINAMENTO INTEGRAÇÃO MODULO 3 1 EQUIPAMENTOS DE USO OBRIGATÓRIO 2 EQUIPAMENTO DE USO DE ACORDO COM A ATIVIDADE TREINAMENTO INTEGRAÇÃO MODULO 3 1 EQUIPAMENTOS DE USO OBRIGATÓRIO 2 EQUIPAMENTO DE USO DE ACORDO COM A ATIVIDADE 3 RESPONSABILIDADE DA CONTRATADA 3 ACIDENTE DO TRABALHO 4 RESPONSABILIDADE DOS FUNCIONÁRIOS

Leia mais

Manual de Instruções SATA 67595

Manual de Instruções SATA 67595 1. Conheça o produto...2 2. Âmbito do fornecimento...5 3. Dados técnicos...6 4. Modo de atuação da unidade de limpeza de ar com adsorvente de carvão ativo e do cinto sem adsorvente de carvão ativo...7

Leia mais

Protege. proteção : : saúde : : inovação. Respirador 3M Aura MR

Protege. proteção : : saúde : : inovação. Respirador 3M Aura MR Número 6 Novembro 2012 Protege proteção : : saúde : : inovação Respirador 3M Aura MR o novo perfil da proteção Com seu exclusivo sistema de três painéis, o respirador 3M Aura MR proporciona ajuste aos

Leia mais

EVOLUÇÃO DA PROTEÇÃO DO HOMEM NOS SERVIÇOS DE REPARO DE CAVITAÇÃO DE UNIDADES GERADORAS

EVOLUÇÃO DA PROTEÇÃO DO HOMEM NOS SERVIÇOS DE REPARO DE CAVITAÇÃO DE UNIDADES GERADORAS EVOLUÇÃO DA PROTEÇÃO DO HOMEM NOS SERVIÇOS DE REPARO DE CAVITAÇÃO DE UNIDADES GERADORAS Autores Luiz Antonio Bueno Gerente da Divisão de Segurança e Higiene Industrial Sueli Pereira Vissoto Técnica de

Leia mais

SEGURANÇA DO TRABALHO I

SEGURANÇA DO TRABALHO I CURSO TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO 11 SEGURANÇA DO TRABALHO I EPR Equipamento de Proteção Respiratória Seg_Trab_I_A11_RF_BBB_031109.indd Cp1 Cláudia Régia Gomes Tavares 03/11/09 11:53 Governo Federal

Leia mais

NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (206.000-0/I0)

NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (206.000-0/I0) NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (206.000-0/I0) 6.1 Para os fins de aplicação desta Norma Regulamentadora NR, considera-se Equipamento de Proteção Individual EPI, todo dispositivo ou produto, de

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICOS FISPQ 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E EMPRESA

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICOS FISPQ 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E EMPRESA Pág. 1/6 FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICOS FISPQ 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E EMPRESA Nome do produto: REVESTIMENTO FOSFATADO PÓ Cód. Interno de Identificação do Produto: Nome da Empresa:

Leia mais

Introdução. adsorção física, a adsorção química, a absorção e a catálise.

Introdução. adsorção física, a adsorção química, a absorção e a catálise. QUAL O CRITÉRIO QUE VOCÊ USA PARA TROCAR OS CARTUCHOS? Introdução Parte integrante do respirador que tem como função a retenção de gases e vapores. A retenção é feita através das reações com os contaminantes.

Leia mais

XXXXXX PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA PPR REVISÃO DE 15 DE MARÇO DE 2003 EMPRESA: XXXXXXXXX

XXXXXX PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA PPR REVISÃO DE 15 DE MARÇO DE 2003 EMPRESA: XXXXXXXXX REVISÃO DE 15 DE MARÇO DE 2003 EXERCÍCIO: NOV 2002 À OUT 2003 EMPRESA: XXX ELABORAÇÃO: PhD Thomas Eduard Stockmeier MEDICO DO TRABALHO CRM-SP 112490-S CRM-BA 12158-P CRM-MG 20542-S TITULO DE ESPECIALISTA

Leia mais

A legislação que trata de EPI no âmbito da segurança e saúde do trabalhador é estabelecida pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

A legislação que trata de EPI no âmbito da segurança e saúde do trabalhador é estabelecida pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Legislação sobre equipamentos de proteção individual (EPI) A legislação que trata de EPI no âmbito da segurança e saúde do trabalhador é estabelecida pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). A Lei

Leia mais

UM OLHAR SOBRE O COMPRESSOR NOS CONSULTÓRIOS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS

UM OLHAR SOBRE O COMPRESSOR NOS CONSULTÓRIOS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS UM OLHAR SOBRE O COMPRESSOR NOS CONSULTÓRIOS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS NAS INSPEÇÕES DE CONSULTÓRIOS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS ATÉ RECENTEMENTE NÃO ERA DADA A DEVIDA ATENÇÃO AO COMPRESSOR - TIPO - LOCAL

Leia mais

Coleção MONTICUCO Fascículo Nº 103. Engenharia de Segurança e Meio Ambiente do Trabalho. PALESTRA Parte 3

Coleção MONTICUCO Fascículo Nº 103. Engenharia de Segurança e Meio Ambiente do Trabalho. PALESTRA Parte 3 Coleção MONTICUCO Fascículo Nº 103 Engenharia de Segurança e Meio Ambiente do Trabalho PALESTRA Parte 3 Coleção MONTICUCO Fascículo Nº 103 Engenharia de Segurança e Meio Ambiente do Trabalho Colaborador

Leia mais

NÃO ESPECIALISTAS EM SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO. Embora muita gente ainda não tenha percebido muitas coisas vem mudando em nosso país.

NÃO ESPECIALISTAS EM SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO. Embora muita gente ainda não tenha percebido muitas coisas vem mudando em nosso país. NOÇÕES SOBRE EQUIPAMENTOS EM SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO Embora muita gente ainda não tenha percebido muitas coisas vem mudando em nosso país. Pode até ser que a conhecida morosidade de nossa justiça

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico - FISPQ

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico - FISPQ Produto: Antiderrapante para Correias Página 1 de 5 1 Informação do Produto e da Empresa Nome do Produto: Antiderrapante para Correias Fornecedor Nome: Ultralub Química Ltda. Endereço: Estrada dos Crisântemos,

Leia mais

PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA

PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA RIA PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA RIA Introdução O sistema respiratório é constituído por um conjunto de órgãos que tornam possível a respiração normal. Falando mais concretamente, é formado

Leia mais

Vale Fertilizantes DIRETRIZES PARA O PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA (PPR)

Vale Fertilizantes DIRETRIZES PARA O PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA (PPR) Vale Fertilizantes DIRETRIZES PARA O PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA (PPR) Responsável Técnico: Andrea Maria Cardoso Manarte Coordenação Técnica de Saúde e Higiene Ocupacional. Público-alvo: Empregados

Leia mais

PERIGOS DAS EMANAÇÕES DAS SOLDAGENS

PERIGOS DAS EMANAÇÕES DAS SOLDAGENS PERIGOS DAS EMANAÇÕES DAS SOLDAGENS Muitos soldadores e profissionais de corte de aço devem se preocupar com as emanações que encontram quando realizam suas atividades de soldagem e corte. A maioria dos

Leia mais

Novidades da 4 a edição do PPR

Novidades da 4 a edição do PPR Programa de Proteção Respiratória - atualização Novidades da 4 a edição do PPR Sílvia Helena de Araujo Nicolai Serviço de Equipamentos de Segurança - Fundacentro 209 páginas Mais informativo Alterações

Leia mais

Secador e filtros para ar e gases. Garantia de ar comprimido puro e seco, aumento de produtividade e melhora na qualidade do ar na linha de produção.

Secador e filtros para ar e gases. Garantia de ar comprimido puro e seco, aumento de produtividade e melhora na qualidade do ar na linha de produção. Secador e filtros para ar e gases Garantia de ar comprimido puro e seco, aumento de produtividade e melhora na qualidade do ar na linha de produção. Secador e filtros para ar e gases Garantia de ar comprimido

Leia mais

3M Segurança Pessoal. Catálogo de Proteção Respiratória. Proteção. para você. respirar aliviado. Protegendo o seu mundo.

3M Segurança Pessoal. Catálogo de Proteção Respiratória. Proteção. para você. respirar aliviado. Protegendo o seu mundo. 3M Segurança Pessoal Catálogo de Proteção Respiratória Proteção para você respirar aliviado. Protegendo o seu mundo. Protegendo o seu mundo. Bem-estar é ir além dos sorrisos. Trabalho é ir além de produtividade.

Leia mais

International Paper do Brasil Ltda

International Paper do Brasil Ltda International Paper do Brasil Ltda Autor do Doc.: Editores: Título: Tipo do Documento: SubTipo: Marco Antonio Codo / Wanderley Casarim Marco Antonio Codo / Wanderley Casarim Trabalho em espaços confinados

Leia mais

3M Saúde Ocupacional. Proteção Respiratória. Proteção. para você. respirar aliviado. Protegendo o seu mundo.

3M Saúde Ocupacional. Proteção Respiratória. Proteção. para você. respirar aliviado. Protegendo o seu mundo. 3M Saúde Ocupacional Proteção Respiratória Proteção para você respirar aliviado. Protegendo o seu mundo. PROTEGENDO O SEU MUNDO. Bem-estar é ir além dos sorrisos. Trabalho é ir além de produtividade. E

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos REVISÃO 03 DATA DA REVISÃO: 26/06/2011 ACABAMENTO EPÓXI PARTE B FISPQ - 061 ACABAMENTO

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos REVISÃO 03 DATA DA REVISÃO: 26/06/2011 ACABAMENTO EPÓXI PARTE B FISPQ - 061 ACABAMENTO FISPQ - 061 ACABAMENTO EPOXI - Parte B 1. IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA Fabricante: Aderência Pisos e Revestimentos Ltda. Endereço: Rua Dr. Sebastião Carlos Arantes, 35 São Paulo SP CEP 04624-130 Telefone:

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUIÍMICO ( FISPQ )

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUIÍMICO ( FISPQ ) 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Anti Ruído Tradicional Aplicação: Reparação e emborrachamento de veículos. Fornecedor: Nome: Mastiflex Indústria e Comércio Ltda Endereço : Rua

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico AMINA TERCIÁRIA C12 FISPQ 014 1 de 4 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: AMINA TERCIÁRIA C12 Fornecedor: Multichemie Indústria e Comércio de Produtos Químicos Ltda. R. Howard Archibald

Leia mais

RESPIRAÇÃO NOS ESPAÇOS CONFINADOS OS PROBLEMAS DA. Como trabalhar com segurança nos espaços confinados e evitar acidentes de consequências graves.

RESPIRAÇÃO NOS ESPAÇOS CONFINADOS OS PROBLEMAS DA. Como trabalhar com segurança nos espaços confinados e evitar acidentes de consequências graves. www.racconet.com.br n 32 seu informativo de segurança Infoseg n 32 OS PROBLEMAS DA RESPIRAÇÃO NOS ESPAÇOS CONFINADOS Como trabalhar com segurança nos espaços confinados e evitar acidentes de consequências

Leia mais

EXTRUTOP FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ 017 REVISÃO: 30/03/2014 PÁGINA 1/6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

EXTRUTOP FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ 017 REVISÃO: 30/03/2014 PÁGINA 1/6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA FISPQ 017 REVISÃO: 30/03/2014 PÁGINA 1/6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Extrutop Código interno: AGM215 e AGM216 Empresa: Indutil Indústria de Tintas Ltda. e-mail: indutil@indutil.com.br

Leia mais

Respirador de Adução de Ar tipo Linha de Ar Comprimido de Fluxo Contínuo Série-S Peça Semi Facial C.A. 27480

Respirador de Adução de Ar tipo Linha de Ar Comprimido de Fluxo Contínuo Série-S Peça Semi Facial C.A. 27480 Respirador de Adução de Ar tipo Linha de Ar Comprimido de Fluxo Contínuo Série-S Peça Semi Facial C.A. 27480 DESCRIÇÃO Respirador de adução de ar tipo linha de ar comprimido de fluxo contínuo, composto

Leia mais

FISPQ. Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico ACELERADOR DE VULCANIZAÇÃO MBTS-80 ACELERADOR DE VULCANIZAÇÃO MBTS-80

FISPQ. Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico ACELERADOR DE VULCANIZAÇÃO MBTS-80 ACELERADOR DE VULCANIZAÇÃO MBTS-80 Folha: 1 / 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Código Interno: Principais usos recomendados: Master de acelerador de vulcanização de borracha MBTS-80. Acelerador de vulcanização;

Leia mais

GASES PERIGOSOS NOS ESPAÇOS CONFINADOS

GASES PERIGOSOS NOS ESPAÇOS CONFINADOS GASES PERIGOSOS NOS ESPAÇOS CONFINADOS Nos diversos ambientes, muitos deles existentes no subsolo, como galerias, esgotos, os porões nas edificações, tanques etc., pela natureza de seus projetos e finalidades,

Leia mais

Coordenação Nacional da Norma - ABNT NBR 14.787, publicada em Dezembro de 2001; Membro do GT Tripartite da NR-33, publicada em 27/12/2006.

Coordenação Nacional da Norma - ABNT NBR 14.787, publicada em Dezembro de 2001; Membro do GT Tripartite da NR-33, publicada em 27/12/2006. Coordenação Nacional da Norma - ABNT NBR 14.787, publicada em Dezembro de 2001; Membro do GT Tripartite da NR-33, publicada em 27/12/2006. Al. Iraé, 620 conjunto 56 Indianópolis São Paulo SP Tel: (11)

Leia mais

Revisão 15 Abril/13 FISPQ N o 0002-13 Página 1 de 5

Revisão 15 Abril/13 FISPQ N o 0002-13 Página 1 de 5 FISPQ N o 0002-13 Página 1 de 5 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA NOME COMERCIAL Thinner 2750 NOME DO FABRICANTE ANJO QUIMICA DO BRASIL LTDA Rodovia SC, 447 Km 02 Criciúma Santa Catarina CEP: 88.817-440

Leia mais

Atlas Copco Brasil Ltda. Soluções em Ar Comprimido Medicinal

Atlas Copco Brasil Ltda. Soluções em Ar Comprimido Medicinal Atlas Copco Brasil Ltda Soluções em Ar Comprimido Medicinal Soluções Globais para Produtividade Sustentável Possuímos uma ampla gama de produtos e serviços para o setor medicinal, tais como: Sistemas completos

Leia mais

FICHA DE SEGURANÇA DO GÁS NATURAL

FICHA DE SEGURANÇA DO GÁS NATURAL 1. IDENTIFICAÇÃO E NOMENCLATURA Nome Comercial: Gás Natural Família Química: Mistura de Hidrocarbonetos Sinônimos: Gás Combustível Código Interno Petrobrás: Pb0027 Registro LABSAFE: LX0001 2. COMPOSIÇÃO

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico - FISPQ

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico - FISPQ PRODUTO: GÁS NATURAL Página 1 de 5 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: GÁS NATURAL Código interno de identificação: Pb0027. Nome da empresa: Petróleo Brasileiro S. A. Endereço: Avenida

Leia mais

DOCUMENTO BASE PPR PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA ANO DE [ ]

DOCUMENTO BASE PPR PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA ANO DE [ ] DOCUMENTO BASE DO PPR Anexo 11 do PGS-3209-46-47 Pág.: 1 de 19 DOCUMENTO BASE PPR PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA ANO DE [ ] Neste anexo está estruturado dados gerais constantes no PGS-3209-46-47 - DIRETRIZES

Leia mais

NOME DO PRODUTO: THINNER F-15

NOME DO PRODUTO: THINNER F-15 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA NOME DO PRODUTO: Thinner F-15 NOME COMERCIAL: Thinner F-15 Código Interno: PA.000001 NOME DO FABRICANTE EMPRESA: VELOZ QUÍMICA DERIVADOS DE PETRÓLEO E SOLVENTES

Leia mais

FISP Ficha de Informação sobre Segurança de Produto 1 IDENTIFICAÇÃO Dados Comerciais nome comercial

FISP Ficha de Informação sobre Segurança de Produto 1 IDENTIFICAÇÃO Dados Comerciais nome comercial PÁGI 1 de 7 FISP Ficha de Informação sobre Segurança de Produto 1 IDENTIFICAÇÃO Dados Comerciais nome comercial PELÍCULA PARA NIGHT AND DAY código do produto 841 fabricante Tec Screen Indústria de Produtos

Leia mais

LIMPA- PEDRAS. FISPQ-004 Pag. 1 de 6 1. IDENTIFICAÇÃO DOPRODUTO E DA EMPRESA. Nome Comercial do Produto :

LIMPA- PEDRAS. FISPQ-004 Pag. 1 de 6 1. IDENTIFICAÇÃO DOPRODUTO E DA EMPRESA. Nome Comercial do Produto : Pag. 1 de 6 1. IDENTIFICAÇÃO DOPRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial do Produto : LIMPA- PEDRAS Identificação da Empresa: VALÊNCIA IND. E COMÉRCIO DE MATERIAIS DE LIMPEZA LTDA. Telefone FAX: (11) 2632-7070

Leia mais

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR 14725-4:2009

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR 14725-4:2009 Nome do Produto: CYDEX Página 1 de 5 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do Produto: CYDEX Nome da empresa: FARMABASE SAÚDE ANIMAL LTDA. Av. Emílio Marconato, 1000 Galpão A3 Chácara Primavera.

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO E SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS MATERIAL SAFETY DATA SHEET (MSDS) Rescol 65

FICHA DE INFORMAÇÃO E SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS MATERIAL SAFETY DATA SHEET (MSDS) Rescol 65 Pag. 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial: Outros Nomes: Óleo de Pinho 65% Branco; Alfa Terpineol. Nome Químico: Alfa Terpineol Peso Molecular P. M. C 10 H 18 O (componente principal)

Leia mais

Ibo hydro-stop 1/5 REGISTO FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA MOD.QAS.033. Revisão 01 Data 28-11-06. Data da edição: 23-01-2008 Edição nº: 00

Ibo hydro-stop 1/5 REGISTO FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA MOD.QAS.033. Revisão 01 Data 28-11-06. Data da edição: 23-01-2008 Edição nº: 00 1/5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: 1.1. Nome: 1.2. Aplicações: Aditivo impermeabilizante para argamassas de cimento. 1.2. Entidade Responsável: 1.3. Telefone de Emergência: Saint-Gobain WEBER

Leia mais

ENDURIT PISO A.N. COMPONENTE A

ENDURIT PISO A.N. COMPONENTE A ENDURIT PISO A.N. COMPONENTE A 1 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA NOME DO PRODUTO: ENDURIT PISO AN COMPONENTE A FABRICANTE: POLIPISO DO BRASIL ENDEREÇO: AVENIDA GERALDO ANTÔNIO TRALDI, Nº 400. DISTRITO

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos (MSDS)

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos (MSDS) Página: 1/5 1 - Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: TEMED (N,N,N,N -Tetramethylenediamine) - Código de identificação do produto: 161-0800N - Nome da Empresa: BioAgency Biotecnologia

Leia mais

Nome do produto: Botatop DM FISPQ nº: 713 Data da última revisão: 02/04/2007. - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda

Nome do produto: Botatop DM FISPQ nº: 713 Data da última revisão: 02/04/2007. - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda Página 1 de 6 1. Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: Botatop DM - Código interno do produto: 713/ 714 - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda - Endereço: Av.

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO PORTARIA N.º 121, DE 30 DE SETEMBRO DE 2009 (D.O.U. de 02/10/09 Seção 1 Págs. 80 a 82) Estabelece as normas técnicas de ensaios e os

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ FISQP n o 24 15/11/10 Página 1 de 5 FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ Contato/emergência: Centro de Atendimento Toxicológico do Espírito Santo (Toxcen-ES) Telefone: 0800-283-9904

Leia mais

SEGURANÇA E SAÚDE NOS TRABALHOS EM ESPAÇOS CONFINADOS.

SEGURANÇA E SAÚDE NOS TRABALHOS EM ESPAÇOS CONFINADOS. NR-33 SEGURANÇA E SAÚDE NOS TRABALHOS EM ESPAÇOS CONFINADOS. 33.1 - Objetivo e Definição 33.1.1 - Esta Norma tem como objetivo estabelecer os requisitos mínimos para identificação de espaços confinados

Leia mais

PLASTOFLEX tintas e plásticos ltda. GUIA PARA CONSULTA

PLASTOFLEX tintas e plásticos ltda. GUIA PARA CONSULTA GUIA PARA CONSULTA VII SEGURANÇA E PROTEÇÃO PESSOAL SEGURANÇA NO TRABALHO INTRODUÇÃO Tintas, vernizes e solventes, são produtos químicos que, se manuseados sem as devidas precauções, podem oferecer riscos

Leia mais

de Segurança de Produtos Químicos

de Segurança de Produtos Químicos 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: Nome do Produto: Impermeabilizante acrílico a base d água. Fornecedor:. Av Eng Juarez de Siqueira Britto Wanderley, 380 Jd Vale do Sol CEP: 12.238-565 São José

Leia mais

INDUFIX FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ 014 REVISÃO: 30/03/2014 PÁGINA 1/6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

INDUFIX FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ 014 REVISÃO: 30/03/2014 PÁGINA 1/6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA FISPQ 014 REVISÃO: 30/03/2014 PÁGINA 1/6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Indufix Código interno: 2000 Empresa: Indutil Indústria de Tintas Ltda. e-mail: indutil@indutil.com.br

Leia mais

EPIS Segurança do Jatista

EPIS Segurança do Jatista EPIS Segurança do Jatista Capacete de Proteção do Jatista - Fibra Azul 200.370.00992 PC 28642 Branco 200.370.00107 PC Capacete de proteção do Jatista fabricado em fibra com visor de vidro temperado e saída

Leia mais

Apresentação comercial. REMAN Equipamentos. Linha de Instrumentação.

Apresentação comercial. REMAN Equipamentos. Linha de Instrumentação. Apresentação comercial REMAN Equipamentos Linha de Instrumentação. Índice Testes e calibração Mangueiras em aço inox 316 Cilindros de amostragem em aço inox 316 Kit de calibração Coletores de amostra liquida

Leia mais

Respiradores sem Manutenção 9920 Dobrável (PFF-2)

Respiradores sem Manutenção 9920 Dobrável (PFF-2) 3 Respiradores sem Manutenção 9920 Dobrável (PFF-2) Dados Técnicos Descrição Geral Julho/2006 Substitui: CA 16366 O respirador 3M 9920, tipo peça semifacial filtrante para partículas PFF-2, modelo dobrável,

Leia mais

MTE - PROJETO SERVIÇOS DE SAÚDE NR 32 RISCOS BIOLÓGICOS*

MTE - PROJETO SERVIÇOS DE SAÚDE NR 32 RISCOS BIOLÓGICOS* MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO TRABALHO NO ESTADO DE SÃO PAULO (SRTE/ SP) GERÊNCIA REGIONAL DO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO EM ARARAQUARA MTE - PROJETO SERVIÇOS DE SAÚDE

Leia mais

I Data: 24/07/03. II Grupo de Estudo:

I Data: 24/07/03. II Grupo de Estudo: Parecer do Grupo Técnico de Auditoria em Saúde 007/03 Tema: Luvas de Procedimento I Data: 24/07/03 II Grupo de Estudo: Adolfo Orsi Parenzi. Clemilda Alvarenga Coelho Elen Cristina Queiroz Rezende Pinto

Leia mais

c) vestimenta condutiva para proteção de todo o corpo contra choques elétricos.

c) vestimenta condutiva para proteção de todo o corpo contra choques elétricos. c) vestimenta condutiva para proteção de todo o corpo contra choques elétricos. I - EPI PARA PROTEÇÃO CONTRA QUEDAS COM DIFERENÇA DE NÍVEL (Alterado pela Portaria SIT n.º 292, de 08 de dezembro de 2011)

Leia mais

MULTI USO TRADICIONAL

MULTI USO TRADICIONAL Pag. 1 de 6 SEÇÃO 1.0 INFORMAÇÕES DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial do Produto : Identificação da Empresa: VALÊNCIA IND. E COMÉRCIO DE MATERIAIS DE LIMPEZA LTDA. ENDEREÇO: Rua Soldado Arlindo Sardanha,11.Parque

Leia mais

Nome do produto: MC Injekt 2300 Top (A) Data da última revisão: 22/07/2011. - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda

Nome do produto: MC Injekt 2300 Top (A) Data da última revisão: 22/07/2011. - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda Página 1 de 5 1. Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: MC Injekt 2300 TOP (Parte A) - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda - Endereço: Rua Henry Martin, 235

Leia mais

QUALIDADE DO AR INTERIOR

QUALIDADE DO AR INTERIOR QUALIDADE DO AR INTERIOR POR DIA OS NOSSOS PULMÕES FILTRAM CERCA DE 13. 000 LITROS DE AR! A POLUIÇÃO EM AMBIENTES FECHADOS É UMA DAS PRINCIPAIS CAUSAS DE DOENÇAS RESPIRATÓRIAS A maior parte das nossas

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico CHEMKLEEN 611L Código do produto: CK611L Página 1 de 5

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico CHEMKLEEN 611L Código do produto: CK611L Página 1 de 5 Código do produto: CK611L Página 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Código do produto: Aplicação: Fornecedor: CK611L Telefone de emergência: (19) 2103-6000 DESENGRAXANTE ALCALINO

Leia mais

Produto: DIPPING BASE DIPPING BASE (62) 3310-2700 (85) 3366-2350 (19) 3455-8900 (62) 3310-2700 (85) 3366-2350 (19) 3455-8900. emergencia@beraca.

Produto: DIPPING BASE DIPPING BASE (62) 3310-2700 (85) 3366-2350 (19) 3455-8900 (62) 3310-2700 (85) 3366-2350 (19) 3455-8900. emergencia@beraca. FISPQ-040 Revisão: 01 Data: 28/04/2009 Página: 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Empresa Distribuidora: DIPPING BASE Telefones para Emergências: (81) 3543-0571 (62) 3310-2700

Leia mais

Nome do produto: BIOCOMPOSTO BLF. Data da última revisão: 22/06/07 Pagina 1/5

Nome do produto: BIOCOMPOSTO BLF. Data da última revisão: 22/06/07 Pagina 1/5 Data da última revisão: 22/06/07 Pagina 1/5 1. Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: Biocomposto BLF - Código interno de identificação do produto: 020 - Nome da empresa: Biotecma Biotecnologia

Leia mais

Segurança de Produto 1 IDENTIFICAÇÃO Dados Comerciais nome comercial

Segurança de Produto 1 IDENTIFICAÇÃO Dados Comerciais nome comercial PÁGI 1 de 7 FISP Ficha de Segurança de Produto 1 IDENTIFICAÇÃO Dados Comerciais nome comercial TEC COAT BRILHANTE código do produto 701.000 fabricante Tec Screen Indústria de Produtos Técnicos para Serigrafia

Leia mais

de Segurança de Produtos Químicos

de Segurança de Produtos Químicos 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: Nome do Produto: CONCRECOR CIMENFLEX Fornecedor:. Av Eng Juarez de Siqueira Britto Wanderley, 380 Jd Vale do Sol CEP: 12.238-565 São José dos Campos - SP e-mail:

Leia mais

Atendimento a Emergência nas instalações das Faculdades de Química e Farmácia da Universidade Nacional Autônoma de Honduras - UNAH

Atendimento a Emergência nas instalações das Faculdades de Química e Farmácia da Universidade Nacional Autônoma de Honduras - UNAH Atendimento a Emergência nas instalações das Faculdades de Química e Farmácia da Universidade Nacional Autônoma de Honduras - UNAH 1. Introdução Desde 1978 a CETESB - Companhia de Tecnologia de Saneamento

Leia mais