De forma geral, a visão é o sentido mais valorizado pelas pessoas. Em uma sociedade

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "De forma geral, a visão é o sentido mais valorizado pelas pessoas. Em uma sociedade"

Transcrição

1

2 A importância da consulta oftalmológica De forma geral, a visão é o sentido mais valorizado pelas pessoas. Em uma sociedade cheia de apelos visuais, em que o contato com o mundo se faz inicialmente por meio dos olhos seja presencialmente ou alcançando distâncias enormes, que nos chegam por meio da internet é fácil entender isso. Ficar cego é apontado pelas pessoas como um dos maiores medos. Se outrora a cegueira era uma fatalidade, hoje, na maioria dos casos, ela pode ser evitada graças aos avanços científicos e tecnológicos da Oftalmologia a especialidade médica que se dedica aos cuidados com a visão. 2 Este folheto, que você tem em mãos, foi elaborado para que você possa conhecer um pouco mais sobre sua visão, e sobre a importância de manter seus o- lhos sob os cuidados de um médico, que dedicou pelo menos nove anos de sua formação entre os seis anos da faculdade de Medicina e os três da especialização para cuidar dos seus olhos: seu Oftalmologista.

3 Conhecendo o olho humano Nossos olhos são formados por estruturas bem pequenas e delicadas Na sua parte anterior, temos a córnea, que é um tecido transparente que recobre a porção colorida dos olhos (denominada íris). Pupila é o nome dado ao orifício da íris (conhecida como menina dos olhos ). O cristalino é uma lente natural que possuímos dentro dos nossos olhos, situado atrás da íris. Banhando estas estruturas, há um líquido denominado humor aquoso. A porção posterior do olho é constituída basicamente pela retina, que é um tecido que abriga as células responsáveis pela visão e o nervo óptico, que conduz as informações visuais para serem interpretadas no cérebro. Esta porção posterior é preenchida por outro líquido, gelatinoso, chamado humor vítreo. O tecido branco que envolve todo o globo ocular é chamado esclera. Retina Humor Aquoso Córnea Pupila Esclera Cristalino Nervo Óptico Humor Vítreo 3

4 Quando olhamos na direção de algum objeto, a imagem atravessa a córnea e chega à íris, que regula a quantidade de luz recebida por meio da pupila. Passada a pupila, a imagem chega ao cristalino e é focada sobre a retina. Na retina, mais de cem milhões de células transformam as ondas luminosas em impulsos elétricos, que são decodificados pelo cérebro. As pequenas dimensões dos olhos e de toda a estrutura responsável pela visão são inversamente proporcionais à sua complexidade. Uma série de problemas e doenças, que afetam não só os olhos como todo o corpo, pode interferir em nosso contato com o mundo por meio da visão. O Oftalmologista, antes de se especializar nos cuidados com os olhos, cursou Medicina. Por isso, é o único profissional da saúde capacitado a identificar se as causas de uma queixa comum, como a visão embaçada, estão em uma presbiopia (vista cansada), ou em uma doença sistêmica, como o diabetes. 4

5 Erros de Refração Os defeitos visuais mais conhecidos são: miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia. Quem tem miopia vê as imagens embaçadas (principalmente o que está longe), porque seu globo ocular é maior que o normal e as imagens são formadas antes da retina. Quem tem hipermetropia também vê as imagens desfocalizadas, mas, neste caso, porque seus olhos são menores que o normal e as imagens são formadas atrás da retina, e não sobre ela como seria o normal. Quem tem astigmatismo apresenta um defeito na curvatura da córnea, o que gera uma imagem distorcida. A presbiopia, também conhecida como vista cansada, é um defeito visual que surge com o envelhecimento e causa dificuldade para a visão de perto (leitura, trabalhos manuais, etc.). Todos estes defeitos visuais são facilmente corrigidos com lentes (óculos ou lentes de contato) ou em alguns casos com cirurgias. Mas, para estabelecer qual a melhor solução para cada paciente, é fundamental a avaliação criteriosa do médico oftalmologista. 5

6 Cuidados com a saúde ocular ao longo da vida Em cada fase da vida, os cuidados com a saúde ocular e o atendimento por um médico oftalmologista são importantes como forma de proteger a visão. Rubéola e toxoplasmose podem causar cegueira e problemas neurológicos na criança. O Teste do Olhinho é capaz de detectar, entre outros problemas, catarata congênita, glaucoma congênito e retinoblastoma. O bebê que lacrimejar muito, tiver mancha branca na menina dos olhos, olhos anormalmente grandes, ou ainda que não suportem claridade, deve ser levado ao oftalmologista. A visão se desenvolve até por volta dos cinco anos de idade. Por isso, é muito importante que problemas de visão sejam tratados o quanto antes. Com o início da vida escolar, também é possível perceber a presença de problemas refrativos que podem prejudicar o aprendizado. Durante a adolescência e a puberdade, com frequência são diagnosticados os problemas refrativos (miopia, astigmatismo e hipermetropia). 6

7 Queixas, como sensação de vista cansada, coceira nos olhos, dificuldade para focalizar imagens e lacrimejamento, são as mais comuns em adultos que procuram o atendimento oftalmológico. Os sintomas do glaucoma costumam aparecer em fase avançada. Se a doença não for tratada, pode levar à cegueira. Por isso, o exame oftalmológico anual, preventivo, é fundamental para detecção e tratamento precoce. Aproximadamente 85% das cataratas são classificadas como senis, com maior incidência na população acima de 50 anos. As pessoas, que têm diabetes, apresentam um risco de perder a visão 25 vezes maior do que as demais. Para manter a visão, diabéticos devem passar rotineiramente por uma consulta oftalmológica. A DMRI causa baixa visão central dificultando principalmente a leitura. Os danos à visão central são irreversíveis, mas a detecção precoce e os cuidados podem ajudar a controlar alguns dos efeitos da doença. 7

8 Seus olhos em boas mãos O Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) é a principal entidade que reúne e representa os oftalmologistas brasileiros. Zela pela qualidade na formação dos residentes em Oftalmologia, avalia nacionalmente aqueles que terão o seu Título de Especialista, estimula o aprimoramento técnico, científico e ético, que faz da Oftalmologia brasileira uma das mais avançadas internacionalmente. Ainda, como nesta publicação que lhe oferecemos, o CBO está preocupado com a saúde ocular de nossa população, conscientizando e promovendo a prevenção. Para conhecer mais sobre o Conselho Brasileiro de Oftalmologia e sobre cuidados com a visão, acesse: 8 Rua Casa do Ator, Cj. 21 São Paulo - SP - CEP: Fone: Fax:

A importância da visão

A importância da visão 1 A importância da visão A visão nos dá acesso à maioria das informações sobre o mundo a nossa volta. Por isso, preservar a saúde dos olhos é tão importante. Infelizmente, existem lesões e doenças que

Leia mais

Mini ebook CUIDADOS COM A VISÃO ALERTAS E

Mini ebook CUIDADOS COM A VISÃO ALERTAS E Mini ebook CUIDADOS COM A VISÃO ALERTAS E Conheça lesões e doenças que podem comprometer o sistema visual. São informações rápidas para melhor entendimento do que pode ser feito para preservar a sua visão.

Leia mais

www.fisicanaveia.com.br Prof. Dulcidio Braz Jr Óptica da V i s ã o Esclerótica Cristalino (lente transparente) Córnea (lente transparente) Anatomia Coróide Humor Vítreo (líquido) Pálpebra Íris Pupila Humor

Leia mais

VISÃO SISTEMA NERVOSO SENSORIAL. A visão é o processo pelo qual a luz refletida dos objetos no nosso meio é traduzida em uma imagem mental.

VISÃO SISTEMA NERVOSO SENSORIAL. A visão é o processo pelo qual a luz refletida dos objetos no nosso meio é traduzida em uma imagem mental. SISTEMA NERVOSO SENSORIAL Sunol Alvar A visão é o processo pelo qual a luz refletida dos objetos no nosso meio é traduzida em uma imagem mental. 1 OLHOS Os olhos são órgãos complexos dos sentidos. Cada

Leia mais

Mini ebook DOENÇAS OFTALMOLÓGICAS NA TERCEIRA IDADE ALERTAS E RECOMENDAÇÕES

Mini ebook DOENÇAS OFTALMOLÓGICAS NA TERCEIRA IDADE ALERTAS E RECOMENDAÇÕES Mini ebook DOENÇAS OFTALMOLÓGICAS NA TERCEIRA IDADE ALERTAS E RECOMENDAÇÕES A manutenção da saúde ocular está diretamente relacionada com os exames de rotina realizados por um médico oftalmologista, em

Leia mais

Projeto Olhar Brasil. Ministério da Saúde / Ministério da Educação

Projeto Olhar Brasil. Ministério da Saúde / Ministério da Educação Projeto Olhar Brasil Ministério da Saúde / Ministério da Educação Fevereiro 2007 Projeto Olhar Brasil Justificativa 30% das crianças em idade escolar e 100% dos adultos com mais de 40 anos apresentam problemas

Leia mais

S E N T I D O S H U M A N O S

S E N T I D O S H U M A N O S S E N T I D O S H U M A N O S Sentidos Conjunto de funções orgânicas responsáveis pela percepção do mundo Os sentidos são: Visão Audição Olfato Paladar Tato Visão Capacidade dos olhos em transformar o

Leia mais

OS ÓRGÃOS DOS SENTIDOS

OS ÓRGÃOS DOS SENTIDOS OS SENTIDOS OS ÓRGÃOS DOS SENTIDOS As terminações sensitivas do sistema nervoso periférico são encontradas nos órgãos dos sentidos: pele, ouvido, olhos, língua e fossas nasais. IMPORTÂNCIA DOS SENTIDOS

Leia mais

CATARATA. O olho funciona como uma máquina fotográfica

CATARATA. O olho funciona como uma máquina fotográfica CATARATA O Olho O olho funciona como uma câmera fotográfica. A retina corresponde ao filme que, ao ser sensibilizado por raios luminosos, forma a imagem que é interpretada pelo cérebro. Para que a visão

Leia mais

A Luz e o mundo que nos rodeia. A luz é fundamental para observarmos o que existe à nossa volta.

A Luz e o mundo que nos rodeia. A luz é fundamental para observarmos o que existe à nossa volta. LUZ A Luz e o mundo que nos rodeia A luz é fundamental para observarmos o que existe à nossa volta. A luz e os corpos Corpos luminosos corpos que produzem ou têm luz própria Corpos iluminados corpos que

Leia mais

SABER MAIS SOBRE HIPERMETROPIA

SABER MAIS SOBRE HIPERMETROPIA SABER MAIS SOBRE HIPERMETROPIA FICHA TÉCNICA EDIÇÃO Clínicas Leite, Lda Ver. 01 / Jan 2016 REDAÇÃO/DOCUMENTAÇÃO Mariana Coimbra (Marketing e Comunicação) 1 HIPERMETROPIA O que é a hipermetropia? É uma

Leia mais

Consciente de que para alcançar uma sociedade mais justa as empresas precisam contribuir socialmente, QUEM SOMOS O INSTITUTO DE OLHOS DR.

Consciente de que para alcançar uma sociedade mais justa as empresas precisam contribuir socialmente, QUEM SOMOS O INSTITUTO DE OLHOS DR. QUEM SOMOS A Clínica de Olhos Dr. João Eugenio é uma empresa tradicional em Brasília. Foi fundada em 1966 pelo renomado oftalmologista João Eugenio, especialista em Retina e Vítreo, Estrabismo e Neuro-oftamolmologia.

Leia mais

O Olho - Funcionamento e Deficiências

O Olho - Funcionamento e Deficiências O Olho - Funcionamento e Deficiências ANTONIO BORGES Noções de anatomia e fisiologia do sistema da visão O olho humano funciona como uma máquina fotográfica. Os raios de luz que o atingem são convergidos

Leia mais

Exercícios Visão Humana -3.

Exercícios Visão Humana -3. Exercícios Visão Humana -3. 1. (Acafe 2014) Um médico oftalmologista realizou uma cirurgia no globo ocular de dois pacientes (paciente A e paciente B), a fim de corrigir dois defeitos da visão. Para tanto,

Leia mais

Defeitos da visão. http://www.ideiasnacaixa.com/laboratoriovirtual/

Defeitos da visão. http://www.ideiasnacaixa.com/laboratoriovirtual/ Defeitos da visão http://www.ideiasnacaixa.com/laboratoriovirtual/ Olho Humano Formação da Imagem no Olho Humano CRISTALINO Como uma lente biconvexa no globo ocular. NERVO ÓTICO Leva as sensações luminosas

Leia mais

Assinale a alternativa que corresponde ao índice de refração n 2 dessa lente. a) 0,5 b) 1 c) 1,5 d) 2 e) 2,5

Assinale a alternativa que corresponde ao índice de refração n 2 dessa lente. a) 0,5 b) 1 c) 1,5 d) 2 e) 2,5 1. (Unicamp) Um objeto é disposto em frente a uma lente convergente, conforme a figura abaixo. Os focos principais da lente são indicados com a letra F. Pode-se afirmar que a imagem formada pela lente

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL - CIÊNCIAS 9º ano- UNIDADE 4 - CAPÍTULO 2. questão347. Um objeto verde absorve ou reflete a luz verde?

ENSINO FUNDAMENTAL - CIÊNCIAS 9º ano- UNIDADE 4 - CAPÍTULO 2. questão347. Um objeto verde absorve ou reflete a luz verde? ENSINO FUNDAMENTAL - CIÊNCIAS 9º ano- UNIDADE 4 - CAPÍTULO 2 questão346. Defina o que é a luz. questão347. Um objeto verde absorve ou reflete a luz verde? questão348. O que é isotropia? questão349. Em

Leia mais

Teoria tricromática de Young-Helmholtz

Teoria tricromática de Young-Helmholtz ESPECIALIZAÇAO EM CIÊNCIAS E TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Teoria tricromática de Young-Helmholtz Prof. Nelson Luiz Reyes Marques É um agente físico capaz de sensibilizar os nossos órgãos visuais. Dispersão

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 2 trimestre Ensino Médio 1º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Energia Óptica da Visão e M.H.S.

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 2 trimestre Ensino Médio 1º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Energia Óptica da Visão e M.H.S. Sala de Estudos FÍSICA Lucas 2 trimestre Ensino Médio 1º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Energia Óptica da Visão e M.H.S. 1. (Enem 2015) Entre os anos de 1028 e 1038, Alhazen (lbn al-haytham:

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Escola de Engenharia de Lorena EEL

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Escola de Engenharia de Lorena EEL UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Escola de Engenharia de Lorena EEL LOB1021 - FÍSICA IV Prof. Dr. Durval Rodrigues Junior Departamento de Engenharia de Materiais (DEMAR) Escola de Engenharia de Lorena (EEL) Universidade

Leia mais

Índice. 1. Definição de Deficiência Visual...3

Índice. 1. Definição de Deficiência Visual...3 GRUPO 5.2 MÓDULO 5 Índice 1. Definição de Deficiência Visual...3 1.1. Classificação... 3 1.2. Deficiências Totais... 3 1.3. Deficiências Parciais... 3 1.4. Distúrbios e Anomalias Visuais mais Comuns...

Leia mais

d) com duas lentes convergentes. 1 de 5

d) com duas lentes convergentes. 1 de 5 SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 2º TURMA(S):

Leia mais

Óptica da Visão APROFUNDAMENTO Profº. JB

Óptica da Visão APROFUNDAMENTO Profº. JB Óptica da Visão APROFUNDAMENTO Profº. JB 1. (Unesp 2005) Uma pessoa, com certa deficiência visual, utiliza óculos com lentes convergentes. Colocando-se um objeto de 0,6 cm de altura a 25,0 cm da lente,

Leia mais

SABER MAIS SOBRE ASTIGMATISMO

SABER MAIS SOBRE ASTIGMATISMO SABER MAIS SOBRE ASTIGMATISMO FICHA TÉCNICA EDIÇÃO Clínicas Leite, Lda Ver. 01 / Jan 2016 REDAÇÃO/DOCUMENTAÇÃO Mariana Coimbra (Marketing e Comunicação) 1 ASTIGMATISMO O que é o astigmatismo? É uma alteração

Leia mais

MAGNETISMO e ESPIRITISMO

MAGNETISMO e ESPIRITISMO Sociedade Espírita Os Mensageiros da Paz Departamento Doutrinário MAGNETISMO e ESPIRITISMO GRUPO de ESTUDO ANO 3 2016 AULA 30 NOVO SITE SEMP INTEGRA INFORMAÇÕES DO MAGNETISMO *Todas palestras - Incluído

Leia mais

LENTES DE CONTATO. Sua história e evolução

LENTES DE CONTATO. Sua história e evolução LENTES DE CONTATO Por Luiz Alberto Perez Alves Sua história e evolução A idéia de se corrigir problemas visuais através do sistema de lentes de contato, teve origem nos estudos e observações realizadas

Leia mais

6 MÉTODOS PARA RECUPERAR SUA VISÃO

6 MÉTODOS PARA RECUPERAR SUA VISÃO 6 MÉTODOS PARA RECUPERAR SUA VISÃO Sumário. Introdução. 02 Cirurgia de Miopia. 03 Cirurgia de Hipermetropia. 04 Cirurgia de Presbiopia ou vista cansada. 05 Cirurgia de Astigmatismo 06 Cirurgia refrativa

Leia mais

Lentes Esféricas. Prof.: Henrique Dantas

Lentes Esféricas. Prof.: Henrique Dantas Lentes Esféricas Prof.: Henrique Dantas LENTES ESFÉRICAS Chamamos de lente esférica, a associação de dois dioptros, sendo um necessariamente esférico e o outro plano ou esférico. Sendo transparentes, quando

Leia mais

Prefácio Nunca opere com dúvidas!

Prefácio Nunca opere com dúvidas! Índice Remissivo O que é a Catarata? 4 Quais os sintomas da Catarata? 5 Quais são os tipos de Catarata? 6 Qual o tratamento da Catarata? 7 Como é a anestesia na cirurgia de Catarata? 8 A importância na

Leia mais

Uma pessoa de visão normal pode enxergar objetos situados desde uma distância média convencional de 25 cm distância mínima convencional de visão

Uma pessoa de visão normal pode enxergar objetos situados desde uma distância média convencional de 25 cm distância mínima convencional de visão Uma pessoa de visão normal pode enxergar objetos situados desde uma distância média convencional de 25 cm distância mínima convencional de visão distinta até o infinito. Para que a imagem se forme sempre

Leia mais

LUZ. A luz é uma forma de energia, que tem origem nos corpos luminosos e que se propaga em todas as direções.

LUZ. A luz é uma forma de energia, que tem origem nos corpos luminosos e que se propaga em todas as direções. LUZ A luz é uma forma de energia, que tem origem nos corpos luminosos e que se propaga em todas as direções. CORPOS LUMINOSOS São corpos que emitem luz. CORPOS ILUMINADOS São corpos que recebem luz e a

Leia mais

INSTITUI A "CAMPANHA MUNICIPAL DE PREVENÇÃO DO GLAUCOMA" E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

INSTITUI A CAMPANHA MUNICIPAL DE PREVENÇÃO DO GLAUCOMA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Projeto de Lei Nº 38/2010 INSTITUI A "CAMPANHA MUNICIPAL DE PREVENÇÃO DO GLAUCOMA" E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A Câmara Municipal de Santa Bárbara d Oeste decreta: Art. 1 - Fica instituída a CAMPANHA MUNICIPAL

Leia mais

EVITANDO ACIDENTES. Como evitar acidentes com os olhos. Cozinhando. Produtos de limpeza. Objetos e crianças. Plantas

EVITANDO ACIDENTES. Como evitar acidentes com os olhos. Cozinhando. Produtos de limpeza. Objetos e crianças. Plantas EVITANDO ACIDENTES Como evitar acidentes com os olhos Quando se trata de acidentes com os olhos, o melhor remédio é a prevenção, pois algumas lesões podem causar desde a perda da qualidade da visão até

Leia mais

Sentidos São os meios através dos quais os seres vivos percebem e reconhecem outros organismos e as características do meio em que vivem.

Sentidos São os meios através dos quais os seres vivos percebem e reconhecem outros organismos e as características do meio em que vivem. Sentidos São os meios através dos quais os seres vivos percebem e reconhecem outros organismos e as características do meio em que vivem. 8 ano/profªelisete No ser humano O tato reside nos terminais nervosos

Leia mais

Visão Subnormal. Exergue bem durante toda a sua vida

Visão Subnormal. Exergue bem durante toda a sua vida Visão Subnormal Exergue bem durante toda a sua vida A perda da visão acontece em decorrência do envelhecimento? A visão de todos nós pode mudar com a idade. A perda da visão e a cegueira não são uma consequência

Leia mais

Saúde Ocular do Idoso

Saúde Ocular do Idoso Saúde Ocular do Idoso Norma Helen Medina Centro de Oftalmologia Sanitária CVE CCD/SES SP dvoftal@saude.sp.gov.br Classificação de deficiência visual Organização Mundial da Saúde CID 10 Cegueira Acuidade

Leia mais

Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa

Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa I Jornadas de Enfermagem e Ortóptica do Centro Hospitalar Lisboa Ocidental João Ferreira, Wilson Quintino, Carla Lança e Manuel Oliveira Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa É um problema de

Leia mais

glaucoma Informações essenciais para preservar sua visão Dr. Remo Susanna Jr.

glaucoma Informações essenciais para preservar sua visão Dr. Remo Susanna Jr. glaucoma Informações essenciais para preservar sua visão Dr. Remo Susanna Jr. GLAUCOMA Informações essenciais para preservar sua visão Copyright 2013 by Remo Susanna Jr. Direitos desta edição reservados

Leia mais

CEGUEIRA E CATARATA. Perguntas e respostas

CEGUEIRA E CATARATA. Perguntas e respostas CEGUEIRA E CATARATA Perguntas e respostas Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira 14. O que torna a pessoa cega? Somado aos acidentes e defeitos

Leia mais

NOSSA PERCEPÇÃO DO AMBIENTE

NOSSA PERCEPÇÃO DO AMBIENTE NOSSA PERCEPÇÃO DO AMBIENTE NOSSA PERCEPÇÃO DO AMBIENTE Os órgãos dos sentidos possibilitam a recepção de estímulos, os quais são interpretados pelo sistema nervoso, que elabora uma resposta; Todas as

Leia mais

08:00-10:30 CATARATA 1 - Cirurgia de catarata premium: de A a Z

08:00-10:30 CATARATA 1 - Cirurgia de catarata premium: de A a Z DIA 16/3/2017 - QUINTA-FEIRA AUDITÓRIO SÉRGIO BERNARDES 08:00-10:30 CATARATA 1 - Cirurgia de catarata premium: de A a Z 1º Bloco: LIOs Tóricas 08:00-08:10 Dispositivo para aferição do alinhamento intraoperatório

Leia mais

OS SENTIDOS AUDIÇÃO E VISÃO

OS SENTIDOS AUDIÇÃO E VISÃO OS SENTIDOS AUDIÇÃO E VISÃO Profª Ana Cláudia Reis Pedroso AUDIÇÃO O ÓRGÃO DA AUDIÇÃO: A ORELHA O órgão responsável pela audição é a orelha (antigamente denominado ouvido), também chamada órgão vestíbulo-coclear

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 3ª Etapa 2012 Disciplina:FÍSICA Ano: 2012 Professor:MARCOS VINICIUS Turma: 2º ano Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Como seu filho enxerga?

Como seu filho enxerga? Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira Como seu filho enxerga? Muitas mães não têm a menor idéia de como o filho vê o mundo. Quem não enxerga

Leia mais

SABER MAIS SOBRE MIOPIA

SABER MAIS SOBRE MIOPIA SABER MAIS SOBRE MIOPIA FICHA TÉCNICA EDIÇÃO Clínicas Leite, Lda Ver. 01 / Jan 2016 REDAÇÃO/DOCUMENTAÇÃO Mariana Coimbra (Marketing e Comunicação) 1 MIOPIA O que é a miopia? A miopia é a impossibilidade

Leia mais

intensidade 2,5A. Determine: a) a força contra-eletromotriz do motor b) a indicação de um voltímetro ligado aos terminais do motor

intensidade 2,5A. Determine: a) a força contra-eletromotriz do motor b) a indicação de um voltímetro ligado aos terminais do motor Atividades de Aprimoramento Física 2ª série do Ensino Médio 01 - (UFB) Aplica-se uma ddp de 50V a um motor de resistência interna 1Ω, o qual é percorrido por uma corrente elétrica de intensidade 2,5A.

Leia mais

Mini Glossário. B Blefarite Inflamação das pálpebras.

Mini Glossário. B Blefarite Inflamação das pálpebras. A Acomodação Capacidade do olho em focar a várias distâncias, desde o perto ao longe, por alteração da potência dióptrica do cristalino. Acuidade Visual Capacidade de discriminar dois pontos próximos como

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL Autarquia Federal - Lei nº 5.905/73

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL Autarquia Federal - Lei nº 5.905/73 Homologado na 401ª ROP, de 18/02/2016 CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL Câmara Técnica de Saúde e Atenção Básica Câmara Técnica de Urgência e Emergência PARECER TÉCNICO Nº 05/2016 Análise

Leia mais

Doenças e Condições Oculares Relacionadas ao Envelhecimento. Enxergue bem durante toda a sua vida

Doenças e Condições Oculares Relacionadas ao Envelhecimento. Enxergue bem durante toda a sua vida Doenças e Condições Oculares Relacionadas ao Envelhecimento Enxergue bem durante toda a sua vida Alterações da visão Talvez você perceba algumas alterações com o envelhecimento. Muitas alterações são comuns

Leia mais

Lentes de bordas finas: quando as bordas são mais finas que a região central.

Lentes de bordas finas: quando as bordas são mais finas que a região central. Lentes Esféricas Uma lente é um meio transparente que tem duas faces curvas ou uma face curva e outra plana. Na figura temos os tipos usuais de lentes,sendo as faces curvas esféricas. Lentes de bordas

Leia mais

S E N T I D O S H U M A N O S

S E N T I D O S H U M A N O S S E N T I D O S H U M A N O S Visão U m d o s m a i s importantes entre os cinco sentidos humanos é a visão. Ela nos permite a percepção do mundo com todas as suas formas e cores, que tanto impressionam

Leia mais

Atividade O olho humano e os defeitos da visão

Atividade O olho humano e os defeitos da visão Atividade O olho humano e os defeitos da visão A atividade proposta pode ser desenvolvida para aprimorar seus conhecimentos sobre o olho humano e os defeitos da visão. Sugere-se que seja desenvolvida em

Leia mais

Órgão da visão (olho e acessórios)

Órgão da visão (olho e acessórios) Órgão da visão (olho e acessórios) Órgão da visão (olho e acessórios) Túnicas do Olho 1) Túnica fibrosa= córnea+esclera 2) Túnica vascular (úvea)= coróide+corpo ciliar +íris) 3) Túnica Neural = retina

Leia mais

SABER MAIS SOBRE QUERATOCONE - ANÉIS INTRACORNEANOS

SABER MAIS SOBRE QUERATOCONE - ANÉIS INTRACORNEANOS SABER MAIS SOBRE QUERATOCONE - ANÉIS INTRACORNEANOS FICHA TÉCNICA EDIÇÃO Clínicas Leite, Lda Ver. 01 / Jan 2016 REDAÇÃO/DOCUMENTAÇÃO Mariana Coimbra (Marketing e Comunicação) 1 QUERATOCONE - ANÉIS INTRACORNEANOS

Leia mais

O ESTUDO DO FUNCIONAMENTO DA VISÃO HUMANA: UMA ANÁLISE DOS LIVROS DIDÁTICOS DE FÍSICA

O ESTUDO DO FUNCIONAMENTO DA VISÃO HUMANA: UMA ANÁLISE DOS LIVROS DIDÁTICOS DE FÍSICA O ESTUDO DO FUNCIONAMENTO DA VISÃO HUMANA: UMA ANÁLISE DOS LIVROS DIDÁTICOS DE FÍSICA Lineker Matheus Silva Avelino (1), Ruth Brito de Figueiredo Melo (2) (UEPB (1) Aluno do Curso de Licenciatura em Física

Leia mais

08:55-09:15 Debate - Tratamento do edema de macula - Anti-VEGF X Corticoide

08:55-09:15 Debate - Tratamento do edema de macula - Anti-VEGF X Corticoide DIA 17/3/2017 - SEXTA-FEIRA AUDITÓRIO SÉRGIO BERNARDES 08:30-10:00 RETINA - Encontro SBRV-SNNO 08:30-08:35 Abertura 08:35-08:55 A definir 08:55-09:15 Debate - Tratamento do edema de macula - Anti-VEGF

Leia mais

XVIII CURSO BÁSICO DE OFTALMOLOGIA DO PARANÁ 06 de Fevereiro a 17 de Março de 2017

XVIII CURSO BÁSICO DE OFTALMOLOGIA DO PARANÁ 06 de Fevereiro a 17 de Março de 2017 XVIII CURSO BÁSICO DE OFTALMOLOGIA DO PARANÁ 06 de Fevereiro a 17 de Março de 2017 A Comissão Organizadora do Curso Básico de Oftalmologia do Paraná agradece sua presença esperando que o curso seja de

Leia mais

Lista de Exercícios - 2ª Série

Lista de Exercícios - 2ª Série ENSINO MÉDIO Data: 11/07/2016 Estudante: Exercícios Série: 2ª Turma: Turno: Matutino 2 e 3º Trimestre Componente: Física Professor: Wellington Lista de Exercícios - 2ª Série 1) No mundo artístico as antigas

Leia mais

Física Ensino Médio LENTES ESFÉRICAS

Física Ensino Médio LENTES ESFÉRICAS ísica Ensino Médio LENTES ESÉRICS Chamamos de lente esférica, a associação de dois dioptros, sendo um necessariamente esférico e o outro plano ou esférico. Sendo transparentes, quando as superfícies são

Leia mais

CURSOS DE TRANSFERÊNCIA E HABILIDADES SANTA CASA DE SÃO PAULO Período: 22/06 e 23/06

CURSOS DE TRANSFERÊNCIA E HABILIDADES SANTA CASA DE SÃO PAULO Período: 22/06 e 23/06 22/06 (quarta-feira) Programa Preliminar *Sujeito a alterações CURSOS DE TRANSFERÊNCIA E HABILIDADES SANTA CASA DE SÃO PAULO Período: 22/06 e 23/06 Atualizado em 08/04/2016 às 12h00 RETINA DAY 22/06 (quarta-feira)

Leia mais

Lesões Oculares. Entretanto, aparecem com mais freqüência e intensidade no nosso ambiente de trabalho, principalmente em atividades industriais;

Lesões Oculares. Entretanto, aparecem com mais freqüência e intensidade no nosso ambiente de trabalho, principalmente em atividades industriais; Lesões Oculares Como outras lesões, elas ocorrem basicamente pela falta de percepção dos riscos e adoção de medidas que os eliminem e/ ou neutralizem. Principalmente na falta do uso de proteções adequadas,

Leia mais

DATA: / / 2014 VALOR: 20,0 pontos NOTA: NOME COMPLETO:

DATA: / / 2014 VALOR: 20,0 pontos NOTA: NOME COMPLETO: DISCIPLINA: Física PROFESSORES: Marcus Sant Ana / Fabiano Dias DATA: / / 2014 VALOR: 20,0 pontos NOTA: NOME COMPLETO: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2ª SÉRIE EM TURMA: Nº: I N S T R U Ç

Leia mais

FISIOLOGIA DA VISÃO E SEUS DISTÚRBIOS

FISIOLOGIA DA VISÃO E SEUS DISTÚRBIOS FISIOLOGIA DA VISÃO E SEUS DISTÚRBIOS SENTIDO DA VISÃO Tudo que vemos é de fato o que parece ser? Luz Radiação Eletromagnética Essas ondas são constituídas por campos elétricos e magnéticos que se alternam,

Leia mais

MÁRCIO FÍSICA REVISÃO PARA O P.A.S.

MÁRCIO FÍSICA REVISÃO PARA O P.A.S. Se alguém deseja transformar seus próprios sonhos em realidade, é preciso, primeiro, acordar (Corina Crawford) MÁRCIO FÍSICA REVISÃO PARA O P.A.S. INSTRUMENTOS ÓPTICOS E AMETROPIAS INSTRUMENTOS ÓPTICOS:

Leia mais

VISÃO COMPUTACIONAL. Nielsen Castelo Damasceno

VISÃO COMPUTACIONAL. Nielsen Castelo Damasceno VISÃO COMPUTACIONAL Nielsen Castelo Damasceno Visão Computacional A visão computacional lida com o desenvolvimento de bases teóricas e algorítmicas para as quais informações úteis do mundo real 3D podem

Leia mais

SABER MAIS SOBRE DEGENERESCÊNCIA MACULAR RELACIONADA COM A IDADE

SABER MAIS SOBRE DEGENERESCÊNCIA MACULAR RELACIONADA COM A IDADE SABER MAIS SOBRE DEGENERESCÊNCIA MACULAR RELACIONADA COM A IDADE FICHA TÉCNICA EDIÇÃO Clínicas Leite, Lda Ver. 01 / Jan 2016 REDAÇÃO/DOCUMENTAÇÃO Mariana Coimbra (Marketing e Comunicação) 1 DEGENERESCÊNCIA

Leia mais

SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A

SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A número 22 - maio/2016 DECISÃO FINAL RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS CROSSLINKING PARA O TRATAMENTO DO CERATOCONE RELATÓRIO

Leia mais

Luz II. Capítulo. Troca de ideias

Luz II. Capítulo. Troca de ideias Capítulo 3 Luz II Troca de ideias [1] [2] Ilusão de óptica Você já viu imagens que provocam ilusões de óptica? Observe as figuras desta página e tente entender o que está acontecendo. Repare que o cérebro

Leia mais

Biofísica da visão II. Ondas eletromagnéticas, o olho humano, Funcionamento da visão, Defeitos da visão.

Biofísica da visão II. Ondas eletromagnéticas, o olho humano, Funcionamento da visão, Defeitos da visão. Biofísica da visão II Ondas eletromagnéticas, o olho humano, Funcionamento da visão, Defeitos da visão. Sistema de líquidos do olho Glaucoma: aumento da pressão intra-ocular SIMULAÇÃO DE PERDA NO GLAUCOMA

Leia mais

Descubra. A lente PSA PRIME proporciona uma experiência visual totalmente personalizada. Progressão de design digital com Smooth Optics

Descubra. A lente PSA PRIME proporciona uma experiência visual totalmente personalizada. Progressão de design digital com Smooth Optics A lente PSA PRIME proporciona uma experiência visual totalmente personalizada. Descubra Especialmente concebida para presbitas que procuram a mais recente tecnologia e apreciam soluções personalizadas,

Leia mais

Procedimento é realizado no Hospital do Olho da Redentora, em Rio Preto Enxergar

Procedimento é realizado no Hospital do Olho da Redentora, em Rio Preto Enxergar Cirurgia inédita de miopia tecnologia de alta precisão A estimativa dos especialistas é de que, entre os brasileiros, existam cerca de 5,6 milhões de pessoas com mais de 6 graus de miopia Matéria publicada

Leia mais

Definição de uma Imagem Digital

Definição de uma Imagem Digital Definição de uma Imagem Digital Por que um objeto é visível? vel? http://www.luminous-landscape.com/tutorials/color_and_vision.shtml O olho humano o dispositivo de entrada da informação visual Funciona

Leia mais

É um agente físico capaz de sensibilizar os nossos órgãos visuais.

É um agente físico capaz de sensibilizar os nossos órgãos visuais. É um agente físico capaz de sensibilizar os nossos órgãos visuais. Dispersão da luz Luz Branca v Prisma Vermelho Laranja Amarelo Verde Azul Anil Violeta COR Luz: As Primárias São: Vermelho, Verde e Azul

Leia mais

TÍTULO: AVALIAÇÃO DA ACUIDADE VISUAL PELA ENFERMAGEM: UTILIZAÇÃO DA TABELA DE SNELLEN EM CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL I

TÍTULO: AVALIAÇÃO DA ACUIDADE VISUAL PELA ENFERMAGEM: UTILIZAÇÃO DA TABELA DE SNELLEN EM CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL I 16 TÍTULO: AVALIAÇÃO DA ACUIDADE VISUAL PELA ENFERMAGEM: UTILIZAÇÃO DA TABELA DE SNELLEN EM CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL I CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: ENFERMAGEM

Leia mais

COLÉGIO PREVEST ÓPTICA GEOMÉTRICA LENTES E ÓPTICA DA VISÃO DISCIPLINA FÍSICA PROFESSOR PAULO SÉRGIO

COLÉGIO PREVEST ÓPTICA GEOMÉTRICA LENTES E ÓPTICA DA VISÃO DISCIPLINA FÍSICA PROFESSOR PAULO SÉRGIO COLÉGIO PREVEST ÓPTICA GEOMÉTRICA LENTES E ÓPTICA DA VISÃO DISCIPLINA FÍSICA PROFESSOR PAULO SÉRGIO 01 - (ENEM/2015) Entre os anos de 1028 e 1038, Alhazen (Ibn al-haytham; 965-1040 d.c.) escreveu sua principal

Leia mais

Atividade 2. Como nossos olhos diferenciam as cores? Que mecanismos possuem para distinguílas?

Atividade 2. Como nossos olhos diferenciam as cores? Que mecanismos possuem para distinguílas? Atividade 2 1 1) Problematização Que melhor ponto de partida para uma discussão a respeito de Óptica do que tentarmos entender o funcionamento dos olhos, os instrumentos mais básicos com os quais enxergamos

Leia mais

Fisiologia Sentidos Especiais

Fisiologia Sentidos Especiais O Olho Fisiologia Sentidos Especiais Profa. Ana Maria Curado Lins, M.Sc Anatomia do Olho Esclerótica: membrana mais externa do olho, é branca, fibrosa e resistente; mantém a forma do globo ocular e protege-o;

Leia mais

Apresentação e Aplicações de Óptica Geométrica (ENEM/UERJ)

Apresentação e Aplicações de Óptica Geométrica (ENEM/UERJ) Apresentação e Aplicações de Óptica Geométrica (ENEM/UERJ) Sérgio Ferreira de Lima http://aprendendofisica.net/rede/blog/category/aprofundamento/ cp2@sergioflima.pro.br Óptica Geométrica: Estudo dos fenômenos

Leia mais

Deficiência Visual. A visão

Deficiência Visual. A visão Deficiência Visual Formadora: Elisa de Castro Carvalho 1 A visão Quando o bebé nasce ele já possui algumas competências visuais apesar da imaturidade do aparelho visual. Nos primeiros meses de vida são

Leia mais

OCULAR: FORMAÇÃO E DIFERENCIAÇÃO DA VESÍCULA

OCULAR: FORMAÇÃO E DIFERENCIAÇÃO DA VESÍCULA EMBRIOGÊNESE DO APARELHO OCULAR: FORMAÇÃO E DIFERENCIAÇÃO DA VESÍCULA ÓPTICA Profa. Dra. MARIA ANGÉLICA SPADELLA Disciplina Embriologia Humana FAMEMA Cronologia do Desenvolvimento: Início do desenvolvimento:

Leia mais

Deficiência Visual. Secretaria de Meio Ambiente Inclusão e Acessibilidade Profa.Maria Cecília Toledo

Deficiência Visual. Secretaria de Meio Ambiente Inclusão e Acessibilidade Profa.Maria Cecília Toledo Deficiência Visual Secretaria de Meio Ambiente Inclusão e Acessibilidade Profa.Maria Cecília Toledo Olhar. Ora não percebeis que com os olhos alcançais toda beleza do mundo?... O olho mede a distância

Leia mais

O PREDNIOCIL pomada oftálmica, possui na sua composição como única substância activa o Acetato de Prednisolona na concentração de 5 mg/g.

O PREDNIOCIL pomada oftálmica, possui na sua composição como única substância activa o Acetato de Prednisolona na concentração de 5 mg/g. PROJECTO DE FOLHETO INFORMATIVO PREDNIOCIL ACETATO DE PREDNISOLONA POMADA OFTÁLMICA Leia atentamente este folheto antes de utilizar o medicamento. - Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler.

Leia mais

ÓPTICA ONDAS - CALOR. Profº Wildson de Aragão

ÓPTICA ONDAS - CALOR. Profº Wildson de Aragão ÓPTICA ONDAS - CALOR Profº Wildson de Aragão Fenômenos Ópticos Reflexão Refração Absorção Refração da Luz O Olho Humano Formação de imagens no olho humano Lentes Esféricas Índice de refração do humor aquoso

Leia mais

Principais ametropias. Miopia. Anomalia: olho mais alongado forma imagem antes da retina. embaçada. divergentes

Principais ametropias. Miopia. Anomalia: olho mais alongado forma imagem antes da retina. embaçada. divergentes Introdução Milhares de trabalhadores precisam exercer suas atividades utilizando óculos com lentes corretivas ao mesmo tempo que precisam usar óculos de segurança para se proteger contra os riscos inerentes

Leia mais

Disciplina Corpo Humano e Saúde: Uma Visão Integrada - Módulo 1

Disciplina Corpo Humano e Saúde: Uma Visão Integrada - Módulo 1 9. A visão Estrutura do olho Numa visão frontal, a porção mais central do olho é a pupila, que pode regular a entrada da luz ao se contrair ou ao dilatar-se. A pupila nos parece preta, pois ela é um orifício

Leia mais

Prefácio Boa leitura!

Prefácio Boa leitura! Índice Remissivo Lente monofocal esférica 4 Lente monofocal asférica 4 Comparação entre lente esférica e asférica 5 Lente monofocal asférica tórica 7 Lente multifocal 8 Lente multifocal tórica 10 Lente

Leia mais

Professora Bruna FÍSICA B. Aula 17 Seus Óculos. Página 232

Professora Bruna FÍSICA B. Aula 17 Seus Óculos. Página 232 FÍSICA B Aula 17 Seus Óculos. Página 232 INTRODUÇÃO Na aula de hoje, estudaremos os defeitos da visão e os tipos de lentes indicadas para correção destes defeitos. Para isso, estudaremos primeiramente

Leia mais

Biofísica da Visão. Fotorrecepção. Formação da imagem

Biofísica da Visão. Fotorrecepção. Formação da imagem Biofísica da Visão Fotorrecepção Formação da imagem Visão - Sistema sensorial Estímulo energia Receptor Sistema nervoso interpreta LUZ maioria dos seres vivos respondem a ela FOTORRECEPÇÃO Visão - transdução

Leia mais

I) Introdução Pág. 3

I) Introdução Pág. 3 Índice: I) Introdução------------------------------------------------------------- Pág. 3 II) Retinopatia Diabética---------------------------------------------- Pág. 3 III) Catarata--------------------------------------------------------------

Leia mais

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data!

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! Use canetas coloridas ou escreva palavras destacadas, para facilitar na hora de estudar. E capriche! Não se esqueça

Leia mais

Catarata: evolução do tratamento cirúrgico

Catarata: evolução do tratamento cirúrgico 1 Catarata: evolução do tratamento cirúrgico FERREIRA, João Maria. Docente do Curso de Medicina Unifeso. CAVALCANTI, Manoel Lima Hollanda. Estudante do curso de Medicina na instituição UNIFESO Palavras-chave:

Leia mais

Unifesp Física 3: prova específica 2002 a 2013 Resolução

Unifesp Física 3: prova específica 2002 a 2013 Resolução Unifesp Física 3: prova específica 2002 a 2013 Resolução 1. Estender as roupas no varal e puxar a água com rodo em um piso molhado têm como intuito aumentar a área da superfície do líquido, facilitando,

Leia mais

ÓPTICA GEOMÉTRICA MENU DE NAVEGAÇÃO. LENTES ESFÉRICAS LENTES CONVERGENTES Elementos

ÓPTICA GEOMÉTRICA MENU DE NAVEGAÇÃO. LENTES ESFÉRICAS LENTES CONVERGENTES Elementos ÓPTICA GEOMÉTRICA MENU DE NAVEGAÇÃO Clique em um item abaixo para iniciar a apresentação LENTES ESFÉRICAS LENTES CONVERGENTES Elementos Propriedades Construção Geométrica de Imagens LENTES DIVERGENTES

Leia mais

HOSPITAL DE OLHOS RUI MARINHO PROMOVE PRIMEIRA BLITZ DA SAÚDE OCULAR EM BH

HOSPITAL DE OLHOS RUI MARINHO PROMOVE PRIMEIRA BLITZ DA SAÚDE OCULAR EM BH HOSPITAL DE OLHOS RUI MARINHO PROMOVE PRIMEIRA BLITZ DA SAÚDE OCULAR EM BH Enviado por ÁRVORE GESTÃO DE RELACIONAMENTO 26-Mai-2016 PQN - O Portal da Comunicação ÁRVORE GESTÃO DE RELACIONAMENTO - 26/05/2016

Leia mais

EXERCÍCIOS SOBRE REFRAÇÃO

EXERCÍCIOS SOBRE REFRAÇÃO EXERCÍCIOS SOBRE REFRAÇÃO TODOS SÃO BEM DIFÍCEIS FAÇA UM OU DOIS POR DIA CONSULTE A RESOLUÇÃO SOMENTE EM ÚLTIMO CASO LUTE E NÃO DESISTA FACILMENTE... BOM TRABALHO!!! 1. (UERJ/2013) Um raio luminoso monocromático,

Leia mais

Exercícios Visão Humana -1.

Exercícios Visão Humana -1. Exercícios Visão Humana -1. 1. Para que alguém, com o olho normal, possa distinguir um ponto separado de outro, é necessário que as imagens desses pontos, que são projetadas em sua retina, estejam separadas

Leia mais

Comissão de Ensino Conselho Brasileiro de Oftalmologia. Currículo Mínimo de Catarata e Implantes Intraoculares

Comissão de Ensino Conselho Brasileiro de Oftalmologia. Currículo Mínimo de Catarata e Implantes Intraoculares Comissão de Ensino Conselho Brasileiro de Oftalmologia Currículo Mínimo de Catarata e Implantes Intraoculares Patrick Tzelikis 1, Fernando Trindade 1-2 e Leonardo Akaishi 3 1 Diretor de Cursos da Sociedade

Leia mais

Atividades Para fixar a formação de imagens nas lentes convergentes e divergentes, clique no link abaixo e movimente o objeto que está posicionado dainte da lente. Observe o que acontece com a imagem à

Leia mais