QUATRIX. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 4ª edição - 01 de outubro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "QUATRIX. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 4ª edição - 01 de outubro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r"

Transcrição

1 QUATRX Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 4ª edição - 01 de outubro de 2016 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

2 QUATRX Quatrix é um robô humano que vive simultaneamente em quatro dimensões. Com a ajuda de algumas tabelas, Quatrix irá lhe explicar o que é ser humano. Boa leitura! 02

3 ZRTRX 03

4 00 ZRTRX lá! Meu nome é Quatrix. Sou um robô que vive em um universo chamado Humano. ste quadro em branco é minha fotografia. Aliás, o quadro em branco é o Zerotrix, eu sou uma das infinitas variações do Zerotrix, eu sou uma variação sui generis feita de quatro botões humanos de input e quatro portas humanas de output. ste ponto no centro da fotografia não é botão, nem porta, se chama consciente. É através do consciente que consigo fazer uma coisa extraordinária que só robôs conscientes conseguem fazer, eu consigo olhar para dentro de mim mesmo e entender meu funcionamento psicológico. Não é sensacional isso! Como sou muito curioso, adoro usar o consciente para descobrir tudo que acontece dentro de mim. Conforme vou descobrindo, vou adquirindo autoconhecimento. Neste livro vou compartilhar e explicar tudo que já descobri sobre meu funcionamento. 04

5 VNTA QUR N QUR 05

6 01 VNTA sta bússola tem dois ponteiros, um que me diz o que quero e o outro, consequentemente, que me diz o que não quero. sta bússola interna serve para que eu possa viver com independência, ou seja, para que eu possa viver de acordo com minha vontade. É muito interessante observar a vontade, parece um GPS. Começo a experimentar um tipo de experiência e imediatamente já sei se quero ou não quero continuar experimentando. Só que a vontade apenas informa se quero ou não quero, quem decide sou eu. É que nem GPS mesmo, a voz no GPS aconselha, mas não vira o volante do carro, cabe ao motorista a decisão de seguir ou não os conselhos do GPS, analogamente, cabe a mim a decisão de viver ou não de acordo com minha vontade. Nem sempre vivo de acordo com minha vontade. Sei disto porque quando estou vivendo M acordo, acontece um tipo de coisa dentro de mim, quando estou vivendo SM acordo, acontece outro tipo de coisa. Que coisas são estas? xplico em breve. 06

7 QUATRNÁR QUR SNSRAL AFTV AFTV SNSRAL N QUR 07

8 02 QUATRNÁR universo humano é um universo feito de quatro dimensões: racionalidade, afetividade, sensorialidade e fisicalidade. É por isto que me chamo Quatrix. Sou um robô com quatro botões de input e quatro portas de output que me possibilitam interagir com esses quatro tipos de dimensões humanas. A dimensão racional são os pensamentos. universo humano é cheio de pensamentos. Tem pensamento de vários tipos e tamanhos. A dimensão afetiva são os valores. universo humano também é cheio de valores. A dimensão sensorial são os prazeres sensoriais. A dimensão física são os estados físicos. Não se preocupe se você não entendeu cada dimensão ainda, até o final do oitavo capítulo, quando tiver terminado de explicar como funciona minha vontade, você terá entendido tudo sobre o quaternário humano. principal neste capítulo é explicar que minha vontade também se divide em quatro. É como se minha bússola principal se dividisse em quatro sub-bússolas. Cada sub-bússola serve para que eu possa saber o que quero e não quero em cada dimensão. 08

9 MAGNAÇÃ QUR SNSRAL AFTV PASSA FUTUR AFTV SNSRAL N QUR 09

10 03 MAGNAÇÃ Minhas quatro sub-bússolas, racional, afetiva, sensorial e física, funcionam dentro da lógica temporal, ou seja, dentro da imaginação de passado e futuro. Minha vontade não é imaginação, é volição, porém, eu sempre quero e não quero em relação à imaginação de futuro e passado. Minha vontade relacionada à imaginação de futuro me diz o que quero e não quero experimentar no presente. Minha vontade relacionada à imaginação de passado (lembrança) me diz o que quero e não quero re-experimentar no presente. Assim como o freguês de um restaurante só pode comer a comida que está no prato, eu só posso experimentar no presente, porém, assim como o freguês escolhe o que quer comer através de uma previsão de possibilidades impressas em cardápio, eu escolho o tipo de experiência que quero experimentar no presente através de uma previsão de possibilidades impressas em minha imaginação. Tudo que imagino eu posso optar por realizar ou não. Tudo que realizo eu experimento. ste livro aqui, por exemplo, primeiro imaginei escrevê-lo, daí consultei minha vontade para saber se queria escrevê-lo, minha vontade disse sim, optei e continuo re-optando por seguir minha vontade e por isso estou experimentando escrever este livro. 10

11 BPLARA S J QUR SNSRAL AFTV S J PASSA FUTUR M AFTV SNSRAL M N QUR 11

12 04 BPLARA u sou um robô bipolar. Minha vontade é bipolar. u quero e não quero ao mesmo tempo. Assim, minha vontade relacionada à imaginação de futuro também é bipolar. É por isso que eu desejo e temo ao mesmo tempo. desejo me diz o que quero experimentar e o medo repete a mesma mensagem em linguagem negativa, ou seja, diz o que não quero experimentar. sta bipolaridade desejo-medo serve para que eu possa tomar consciência do desejo através do medo e vice-versa. Por exemplo, eu temo pular de paraquedas porque desejo continuar vivo, e vice-versa, eu desejo continuar vivo e por isto temo pular de paraquedas. Numa bússola, o norte revela o sul e o sul revela o norte, em mim, o medo revela o desejo e o desejo revela o medo. Só que minha vontade não se relaciona apenas com imaginação de futuro, ela se relaciona com imaginação de passado também. Minha vontade relacionada á imaginação de passado, também me faz desejar e temer simultaneamente. desejo me diz o que quero re-experimentar e o medo repete a mesma mensagem em linguagem negativa, ou seja, diz o que não quero reexperimentar. Por exemplo, temo re-ficar doente porque desejo re-ficar saudável, e vice-versa, como desejo re-ficar saudável temo re-ficar doente. nfim, medo é vontade, desejo é vontade, então, sejam relacionados ao passado ou ao futuro, servem apenas para que eu possa tomar consciência da minha vontade nas quatro dimensões humanas. 12

13 BJTV BJTV QUR BJTV S J ganhar gostar valorizar SNSRAL AFTV ganhar gostar valorizar S J certiticar certificar falsear falsear M anular detestar AFTV SNSRAL anular detestar M perder perder N QUR 13

14 05 BJTV Minha vontade nunca muda. u sempre quero e não quero os mesmos quatro quereres. Na dimensão humana física: quero ganhar e não quero perder. Na dimensão humana sensorial: quero gostar e não quero detestar. Na dimensão humana afetiva: quero valorizar e não quero anular. Na dimensão humana racional: quero certificar e não quero falsear. É só isso que quero e não quero. É sempre isso que quero e não quero. sses são meus quatro objetivos sempre, a todo instante, em cada situação. Minha vontade no universo humano é quaternária, constante e invariável. Todos meus múltiplos desejos no universo humano, sejam relacionados à imaginação de futuro, sejam relacionados à imaginação de passado, são sempre formas circunstanciais de manifestação de um desses quatro desejos: ganhar, gostar, valorizar e certificar. Todos meus múltiplos medos no universo humano, sejam relacionados à imaginação de futuro, sejam relacionados à imaginação de passado, são sempre formas circunstanciais de manifestação de um destes quatro medos: perder, detestar, anular e falsear. 14

15 QUALA QUALA BJTV QUR BJTV QUALA S J bem bom caro ganhar gostar valorizar SNSRAL AFTV ganhar gostar valorizar bem bom caro S J vero certiticar certificar vero PASSA FUTUR falso falsear falsear falso M nulo ruim anular detestar AFTV SNSRAL anular detestar nulo ruim M mal perder perder mal N QUR 15

16 06 QUALA Minha vontade interage constantemente com todos os objetos do universo humano, concretos e abstratos. bjetos concretos são as coisas, por exemplo, árvore, casa, pão, carro, sapato, roupa, revólver, computador, gente, etc. bjetos abstratos são conceitos, por exemplo, vida, amizade, viagem, casamento, deus, sociedade, violência, emprego, esporte, etc. Minha vontade qualifica todos os objetos de acordo com minhas quatro sub-bússolas: racional, afetiva, sensorial e física. Se um objeto é MNT desejado minha vontade lhe atribui a qualidade de VR. Se é temido (não desejado) minha vontade lhe atribui a qualidade de FALS. Se um objeto é AFTVAMNT desejado minha vontade lhe atribui a qualidade de CAR. Se é temido (não desejado) minha vontade lhe atribui a qualidade de NUL. Se um objeto é SNSRALMNT desejado minha vontade lhe atribui a qualidade de BM. Se é temido (não desejado) minha vontade lhe atribui a qualidade de RUM. Se um objeto é FSCAMNT desejado minha vontade lhe atribui a qualidade de BM. Se é temido (não desejado) minha vontade lhe atribui a qualidade de MAL. Agora fica fácil explicar algo que acontece durante minha interação com os objetos do universo humano. Quando desejo ou temo um objeto, seja concreto ou abstrato, não desejo ou temo o objeto em si, nem por si, mas pelo tipo de qualidade que minha vontade está dando ao objeto. Quando um objeto é qualificado de vero, caro, bom, ou bem, sinto desejo pelo objeto, ou seja, quero interagir com ele. Quando um objeto é qualificado de falso, nulo, ruim, mal, sinto medo do objeto, ou seja, não quero interagir com ele. 16

17 MÇÃ MÇÃ QUALA BJTV QUR BJTV QUALA MÇÃ S J graça alegria amor bem ganhar bom gostar SAUA caro valorizar SNSRAL AFTV ganhar gostar valorizar bem bom caro graça alegria amor S J paz vero certiticar certificar vero paz PASSA FUTUR ânsia falso falsear falsear falso ânsia M mágoa tristeza nulo anular MÁGA ruim detestar AFTV SNSRAL anular detestar nulo ruim mágoa tristeza M ráiva mal perder perder mal raiva N QUR 17

18 07 MÇÃ Por tudo que expliquei até aqui, ao interagir com os objetos, eu sinto emoções. É através das emoções que sei se estou mesmo vivendo M acordo ou SM acordo com minha vontade. Quando estou vivendo M acordo, sinto emoções agradáveis, o que é conhecido como felicidade. Quando estou vivendo SM acordo, sinto emoções desagradáveis, o que é conhecido como sofrimento. Sendo que vivo em quatro dimensões, sinto quatro tipos de felicidades e quatro tipos de sofrimentos. Quando estou vivendo M acordo com minha vontade, sinto PAZ. Quando estou vivendo SM acordo, sinto ÂNSA. Quando estou vivendo M acordo com minha vontade AFTVA, sinto AMR. Quando estou vivendo SM acordo, sinto MÁGA. Quando estou vivendo M acordo com minha vontade SNSRAL, sinto ALGRA. Quando estou vivendo SM acordo, sinto TRSTZA. Quando estou vivendo M acordo com minha vontade FÍSCA, sinto GRAÇA. Quando estou vivendo SM acordo, sinto RAVA. Sentir emoções desagradáveis, ou seja, sofrer, não é o que quero, mas é fundamental para que eu possa ficar cada vez mais ciente do que quero e assim viver cada vez mais M acordo com minha vontade. Quando sinto emoções desagradáveis, sei que estou SM acordo com minha vontade, e como cada emoção diz respeito a uma dimensão específica, uso o sofrimento como sintoma para identificar em qual dimensão estou SM acordo e entrar M acordo. Quanto mais pratico este processo de diagnosticar o desacordo através do sofrimento, mais maestria adquiro nele, então, mais rápido consigo entrar M acordo. 18

19 STRATÉGA U SNSRAL AFTV UTRíSM AUTíSM AFTV SNSRAL UTR 19

20 08 STRATÉGA u procuro estar alerta para não viver em desacordo com nenhuma das minhas quatro vontades, porém, muitas vezes vivo em desacordo. Um dos motivos para isto acontecer, é que entre minhas quatro vontades e a realização delas, existe uma coisa chamada estratégia. stratégia é como eu faço para realizar meus quatro objetivos. u posso realizar meus quatro objetivos através de diversas estratégias, porém, todas se resumem em dois tipos: Autoístas e utroístas. stratégia Autoísta é o tipo de estratégia ao qual me autoresponsabilizo pela realização dos meus quatro objetivos. stratégia utroísta é o tipo de estratégia ao qual responsabilizo o outro pela realização dos meus quatro objetivos. Sempre que uso estratégias autoístas, obtenho êxito na realização dos meus quatro objetivos. Sempre que uso estratégias outroístas, fracasso na realização dos meus quatro objetivos. motivo do meu fracasso é simples. Nem que o outro queira, ele não pode viver por mim. Viver é algo que cada Quatrix só pode fazer por si e em si. 20

21 UNVRSALA U U N F R M A UTRíSM SNSRAL AFTV AFTV SNSRAL AUTíSM U N V R S A L A UTR 21

22 09 UNVRSALA A pergunta que me faço após cada fracasso outroísta é: Por que insisto em usar estratégias outroístas?. A resposta é falta de atenção. Usar estratégias outroístas não é bem uma opção direta, é consequência de um equívoco que cometo por falta de atenção. Que equívoco? Acreditar que somos todos iguais (1=1). Ao acreditar que somos todos iguais, estou me condenando a viver em uniformidade, e viver em uniformidade é viver outroísta. Quando estou atento, fica evidente que uniformidade é um equívoco e que somos todos diferentes (1 1). Ao desacreditar da uniformidade, estou me libertando para viver em universalidade, e viver em universalidade é viver autoísta. Ficar alerta para não cair no equívoco da uniformidade, é meu único desafio para viver bem. Toda pluralidade de experiências que experimento é apenas desdobramento deste único desafio. 22

23 CRNÇA = U fazer fazer U N F R M A gostar julgar pensar UTRíSM pensar valorizar gostar SNSRAL AFTV AFTV SNSRAL gostar valorizar pensar AUTíSM pensar valorizar gostar U N V R S A L A fazer fazer UTR 23

24 10 CRNÇA Assim como minha vontade se divide em quatro sub-bússolas, uma para cada dimensão humana, a crença da uniformidade também se divide em quatro subcrenças. Na dimensão, a crença da uniformidade, afirma que PNSAMS GUAL. Quando acredito neste equívoco deixo de perceber que cada um PNSA FRNT. Na dimensão AFTVA, a crença da uniformidade, afirma que AMAMS GUAL. Quando acredito neste equívoco deixo de perceber que cada um AMA FRNT. Na dimensão SNSRAL, a crença da uniformidade, afirma que GSTAMS GUAL. Quando acredito neste equívoco deixo de perceber que cada um GSTA FRNT. Na dimensão FÍSCA, a crença da uniformidade, afirma que FAZMS GUAL. Quando acredito neste equívoco deixo de perceber que cada um FAZ FRNT. 24

25 LBRA TM QU = U LVR aceitar fazer fazer discordar U N F R M A gostar gostar valorizar julgar acreditar pensar UTRíSM acreditar pensar valorizar valorizar gostar gostar SNSRAL AFTV AFTV SNSRAL gostar valorizar pensar detestar desprezar duvidar AUTíSM pensar duvidar valorizar desprezar gostar detestar U N V R S A L A aceitar fazer fazer discordar UTR 25

26 11 LBRA Meu viver outroísta pode ser de dois tipos: submisso e impositivo. utroísmo SUBMSS é quando, por ignorar que penso, amo, gosto e faço diferente do outro, me obrigo a pensar, amar, gostar e fazer igual ao outro, e me proíbo de pensar, amar, gostar e fazer diferente do outro. utroísmo MPSTV é quando, por ignorar que o outro pensa, ama, gosta e faz diferente de mim, obrigo o outro a pensar, amar, gostar e fazer igual a mim, e proíbo o outro de pensar, amar, gostar e fazer diferente de mim. No outroísmo submisso, vivo mal, porque eu mesmo me impeço de realizar meus quatro objetivos. No outroísmo impositivo, vivo mal, porque, por mais que manipule e policie o outro para que realize meus quatro objetivos por mim, é impossível que o outro pense, ame, goste e faça por mim. Perceber o equívoco da uniformidade faz com que eu viva de forma universalista, dando liberdade a mim mesmo de pensar, amar, gostar e fazer diferente do outro, e dando ao outro liberdade de pensar, amar, gostar e fazer diferente de mim. Universalismo resulta em viver bem.. 26

27 AUTÍSM UTR TM QU = U LVR AUT aptidão aceitar fazer fazer discordar aptidão U N F R M A controle gostar gostar SAUA estima valorizar julgar confiança acreditar pensar UTRíSM confiança estima acreditar pensar valorizar valorizar MÁGA controle gostar gostar SNSRAL AFTV AFTV SNSRAL gostar detestar controle valorizar desprezar estima pensar duvidar confiança AUTíSM pensar duvidar confiança valorizar desprezar estima gostar detestar controle U N V R S A L A aptidão aceitar fazer fazer discordar aptidão UTR 27

28 12 AUTÍSM Meu viver, seja autoísta ou outroísta, também se divide em quatro tipos. Quando me obrigo a pensar igual ao outro e obrigo o outro pensar igual a mim, estou vivendo em UTRCNFANÇA e impondo o mesmo tipo de viver ao outro. Quando me permito pensar diferente do outro e dou liberdade ao outro de pensar diferente de mim, estou vivendo em AUTCNFANÇA e dando liberdade ao outro de viver em AUTCNFANÇA. Quando me obrigo a amar igual ao outro e obrigo o outro a amar igual a mim, estou vivendo em UTR-STMA e impondo o mesmo tipo de viver ao outro. Quando me permito amar diferente do outro e dou liberdade ao outro de amar diferente de mim, estou vivendo em AUTSTMA e dando liberdade ao outro de viver em AUTSTMA. Quando me obrigo a gostar igual ao outro e obrigo o outro a gostar igual a mim, estou vivendo em UTRMTVAÇÃ e impondo o mesmo tipo de viver ao outro. Quando me permito gostar diferente do outro e dou liberdade ao outro de gostar diferente de mim, estou vivendo em AUTMTVAÇÃ e dando liberdade ao outro de viver em AUTMTVAÇÃ. Quando me obrigo a fazer igual ao outro e obrigo o outro a fazer igual a mim, estou vivendo em UTRAPTÃ e impondo o mesmo tipo de viver ao outro. Quando me permito fazer diferente do outro e dou liberdade ao outro de fazer diferente de mim, estou vivendo em AUTAPTÃ e dando liberdade ao outro de viver em AUTAPTÃ. 28

29 13 NCNSCNT Sem vontade não tem vero e falso, bem e mal, bom e ruim, caro e nulo. A vontade é a base de toda qualificação. Só que vontade é inconsciente, e para que eu possa viver de forma consciente, é necessário que minhas quatro vontades se tornem conscientes. A forma como minhas quatro vontades se tornam conscientes, é através do desejo e do medo. Minha vontade inconsciente se manifesta de forma bipolar, cara e coroa, desejo e medo. desejo me diz o que quero e o medo também me diz o que quero, mas dizendo o que não quero. desejo diz o que é vero, bom, bem e caro para mim. medo também diz o que é vero, bom, bem e caro para mim, mas dizendo o que é falso, ruim, mal e nulo para mim. Bipolarmente, desejo e medo, realizam o trabalho de me deixar consciente da minha vontade inconsciente. nfatizo isso, no fim desta explicação, para deixar claro que medo não é inimigo. Medo é amigo. Medo é o revelador da minha vontade inconsciente. Medo é um funcionário mental que trabalha gratuitamente e ininterruptamente para que minha vontade inconsciente se torne consciente, e assim eu possa viver M acordo com minha vontade. medo só se torna inimigo quando ignoro seu real propósito de revelador da minha vontade inconsciente. Mas neste caso, o medo só aparenta ser inimigo, não é inimigo de fato, nunca é. spero ter lhe ajudado no entendimento do quaternário humano. Abraçotrix. 29

30 QU É 1FCNA? 1ficina é uma prestação de serviço consciencial a disposição do ser humano. A prestação de serviço da 1ficina é diferente, autônoma, inspirada, voluntária, universalista, prática e gratuita. A função da 1ficina é ajudar cada 1 em seu processo de auto-realização. A estratégia que a 1ficina utiliza para isto é o despertar da consciência. A ferramenta que a 1ficina utiliza é a comunicação. A 1ficina é praticante da ciência do óbvio e da autociência. MARCL FRRAR Sou autor e coordenador da 1ficina. Tenho 45 anos e moro em Uberlândia, MG. Sou curioso, inventivo e teimoso desde que nasci. Não tenho formação acadêmica em filosofia, nem psicologia. Minha escola para entender a experiência humana é minha própria experiência humana. Se você tem internet, estamos a um click de distância. isponha. CLARAÇÃ UNVRSALA u honro e celebro eu. u honro e celebro você. u honro e celebro nós. u honro e celebro minha diferença. u honro e celebro sua diferença. u honro e celebro nossa diferença. u sou outro você. Você sou outro eu. Nós somos todos e cada um. Toda exclusão e desrespeito que em mim chega de mim não passa. u sou por minha unicidade. u sou por sua unicidade. u sou por nossa unicidade. Que meu viver confirme minhas palavras e assim seja! 30

AMOR FÁCIL, DIFÍCIL E IMPOSSÍVEL. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 27 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m.

AMOR FÁCIL, DIFÍCIL E IMPOSSÍVEL. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 27 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. AMOR FÁCIL, DIFÍCIL E IMPOSSÍVEL Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 2ª edição - 27 de julho de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r AMOR FÁCIL, DIFÍCIL E IMPOSSÍVEL Amar pode ser fácil, pode ser difícil, mas

Leia mais

DILEMA DO OBJETIVO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 30 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

DILEMA DO OBJETIVO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 30 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r DILEMA DO OBJETIVO Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 2ª edição - 30 de julho de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r DILEMA DO OBJETIVO Desejo é inconsciente. O que você experimenta e chama de desejo não

Leia mais

CONVERSANDO COM A PERFEIÇÃO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

CONVERSANDO COM A PERFEIÇÃO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CONVERSANDO COM A PERFEIÇÃO Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CONVERSANDO COM A PERFEIÇÃO PERFEIÇÃO: Olá! Eu sou a perfeição. Vamos conversar?

Leia mais

CIÊNCIA DO NADA. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

CIÊNCIA DO NADA. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CIÊNCIA DO NADA Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CIÊNCIA DO NADA Tudo sobre o nada. Boa leitura! 01 CRIADOR DA REALIDADE Você entende e aceita

Leia mais

INÚTIL PRAZER DE SER VOCÊ. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

INÚTIL PRAZER DE SER VOCÊ. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r INÚTIL PRAZER DE SER VOCÊ Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r INÚTIL PRAZER DE SER VOCÊ Qual é a utilidade que você tem para você? Leia este livro

Leia mais

EGOGAME. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 24 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

EGOGAME. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 24 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r EGOGAME Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 2ª edição - 24 de julho de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r EGOGAME A experiência humana é interativa como um jogo. O problema é que este jogo não vem com manual

Leia mais

DEMOCRACIA UNIVERSAL. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 30 de outubro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

DEMOCRACIA UNIVERSAL. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 30 de outubro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r DEMOCRACIA UNIVERSAL Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 30 de outubro de 2016 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r DEMOCRACIA UNIVERSAL Esse livro é a compilação de uma conversa que aconteceu entre

Leia mais

SUPER HOMEM. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 24 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

SUPER HOMEM. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 24 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r SUPER HOMEM Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 2ª edição - 24 de julho de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r SUPER HOMEM Assim como uma criança caminha para se tornar um adulto, você está caminhado para

Leia mais

COMO VOCÊ VIROU OUTRO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 22 de novembro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

COMO VOCÊ VIROU OUTRO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 22 de novembro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r COMO VOCÊ VIROU OUTRO Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 22 de novembro de 2016 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r COMO VOCÊ VIROU OUTRO O natural é você viver sendo você. Isso deveria ser sempre.

Leia mais

OBJETIVO DA FELICIDADE. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 13 de novenbro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

OBJETIVO DA FELICIDADE. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 13 de novenbro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r OBJETIVO DA FELICIDADE Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 13 de novenbro de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r OBJETIVO DA FELICIDADE Felicidade não é objetivo, tem objetivo. Qual é o objetivo

Leia mais

CASA DA RAZÃO HUMANA. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 24 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

CASA DA RAZÃO HUMANA. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 24 de julho de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CASA DA RAZÃO HUMANA Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 2ª edição - 24 de julho de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CASA DA RAZÃO HUMANA Na Casa da Razão Humana moram quatro moradores: um bicho, uma criança,

Leia mais

Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r EUSPELHO Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r EUSPELHO Este livro explica como você pode usar sua realidade para obter autoconhecimento. Boa leitura!

Leia mais

CONTROL+EU. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

CONTROL+EU. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CONTROL+EU Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CONTROL+EU Você não sofre porque tem uma programação mental, você sofre porque sua programação

Leia mais

NEWPLAY. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

NEWPLAY. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r NEWPLAY Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r NEWPLAY Este livro é para ajudar você a lidar melhor com seus traumas. Boa leitura! 01 VIVER É TRAUMATIZANTE

Leia mais

Mensagem do dia 02 de Março Suas escolhas. Mensagem do dia 02 de Março de 2013 Suas escolhas

Mensagem do dia 02 de Março Suas escolhas. Mensagem do dia 02 de Março de 2013 Suas escolhas Mensagem do dia 02 de Março Suas escolhas Mensagem do dia 02 de Março de 2013 Suas escolhas Acredite: você é aquilo que acredita ser. Você tem aquilo que acredita poder ter. Você recebe da vida aquilo

Leia mais

Aos Poetas. Que vem trazer esperança a um povo tristonho, Fazendo os acreditar que ainda existem os sonhos.

Aos Poetas. Que vem trazer esperança a um povo tristonho, Fazendo os acreditar que ainda existem os sonhos. Aos Poetas Venho prestar homenagem a uma grande nação, Que são os nossos poetas que escrevem com dedicação, Os poemas mais lindos e que por todos são bemvindos, Que vem trazer esperança a um povo tristonho,

Leia mais

coleção Conversas #21 - ABRIL e t m o se? Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #21 - ABRIL e t m o se? Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. Sou bem que ele mais v coleção Conversas #21 - ABRIL 2015 - m o c está l e g i o h a que e l apenas por in e t. er e s se? Será Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

Leia mais

01 F E L I C I D A D E 01

01 F E L I C I D A D E 01 100 AFIRMAÇÕES POSITIVAS 01 F E L I C I D A D E 01 1. A felicidade é o meu direito. Eu abraço a felicidade como meu ponto de equilíbrio. 2. Sinto alegria e satisfação neste momento. 3. Despertei de manhã

Leia mais

a confusão do final do ano e as metas para o próximo

a confusão do final do ano e as metas para o próximo o que fazer se o ano que passou foi ruim? o que fazer nesse próximo ano? a confusão do final do ano e as metas para o próximo Enéas Guerriero www.equilibriocontinuo.com.br O que vamos falar hoje? 1) Estresse

Leia mais

APOCALIP-SE. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

APOCALIP-SE. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 2ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r APOCALIP-SE Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 2ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r APOCALIP-SE Ser humano não é ser uma pessoa, ser humano é ser um aluno. Aluno de que e de quem?

Leia mais

Você já ouviu a história de uma tal "garota legal"? Bem, se não, deixeme contar uma história:

Você já ouviu a história de uma tal garota legal? Bem, se não, deixeme contar uma história: Você já ouviu a história de uma tal "garota legal"? Bem, se não, deixeme contar uma história: Uma garota legal é alguém que se dedica de alma e coração em um relacionamento. Ela é alguém que poderia esperar

Leia mais

A paz já lá está A paz já lá está, Página 1

A paz já lá está A paz já lá está, Página 1 A paz já lá está! A paz já lá está, Página 1 A minha mensagem é muito, muito simples. Muitas pessoas vêm ouvir-me e sentam-se aí, meio tensas: "O que é que eu vou ouvir?" E eu digo-lhes sempre: "Relaxem."

Leia mais

UMA HISTÓRIA DE AMOR

UMA HISTÓRIA DE AMOR UMA HISTÓRIA DE AMOR Nunca fui de acreditar nessa história de amor "á primeira vista", até conhecer Antonio. Eu era apenas uma menina, que vivia um dia de cada vez sem pretensões de me entregar novamente,

Leia mais

Como Enfrentar o Câncer

Como Enfrentar o Câncer MAPA: Como Vencer o Câncer com Leveza MINISSÉRIE: Como Enfrentar o Câncer EPISÓDIO 1-01 DE JUNHO - NO AR Os 3 maiores erros que cometemos após o diagnóstico EPISÓDIO 2 05 DE JUNHO - NO AR 5 ATITUDES Fundamentais

Leia mais

Especulações sobre o amor

Especulações sobre o amor Especulações sobre o amor Janete Luiz Dócolas, Psicanalista O amor é um mistério que há muito tempo, talvez desde que fora percebido, os homens vem tentando compreender, descrever ou ao menos achar um

Leia mais

VIVA OS PAIS PAI, MELHOR AMIGO!

VIVA OS PAIS PAI, MELHOR AMIGO! VIVA OS PAIS PAI, MELHOR AMIGO! Não existe melhor amigo que o pai! Pai pequena palavra, não obstante, grande em amor, capaz de renunciar tudo a favor do filho que ama! Muitas vezes é difícil para o filho

Leia mais

OS CICLOS DOS 7 ANOS

OS CICLOS DOS 7 ANOS OS CICLOS DOS 7 ANOS Os mistérios que envolvem a nossa vida, desde o nascimento, como as experiências, os fatos, os acontecimentos, bons e ruins, as pessoas que surgem ou desaparecem, de nossas vidas,

Leia mais

coleção Conversas #24 Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #24 Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #24 Eu Posso sou me G ay. curar? Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu com o desejo de facilitar

Leia mais

EBOOK GRATUITO 7 SEGREDOS COM O MEDO DE DIRIGIR

EBOOK GRATUITO 7 SEGREDOS COM O MEDO DE DIRIGIR EBOOK GRATUITO 7 SEGREDOS PARA ACABAR COM O MEDO DE DIRIGIR FABIANO SILVA O QUE VOCÊ VAI APRENDER? Segredo #1: Aprenda a fazer um bom controle de embreagem. Segredo #2: Tenha confiança em você. Segredo

Leia mais

O QUE É ABSTINÊNCIA EM COMEDORES COMPULSIVOS ANÔNIMOS?

O QUE É ABSTINÊNCIA EM COMEDORES COMPULSIVOS ANÔNIMOS? Abstinência O QUE É ABSTINÊNCIA EM COMEDORES COMPULSIVOS ANÔNIMOS? Abstinência, em Comedores Compulsivos Anônimos, é a ação de abster-se do comer compulsivo e dos comportamentos alimentares compulsivos,

Leia mais

O melhor amigo O melhor amigo, Página 1

O melhor amigo O melhor amigo, Página 1 O melhor amigo! O melhor amigo, Página 1 Qual é a verdadeira atração na vossa vida? O que é que vos atrai? Nas nossas vidas precisamos de equilíbrio, de nos sentirmos bem. Há certas coisas que funcionam

Leia mais

Sou eu quem vivo esta é minha vida Prazer este

Sou eu quem vivo esta é minha vida Prazer este Vivo num sonho que não é realidade Faz parte do meu viver Crescer sonhando esquecendo os planos Sou eu quem vivo esta é minha vida Prazer este EU Hoje deixei pra lá me esqueci de tudo Vivo minha vida sobre

Leia mais

Todos os direitos reservados. E necessária à autorização previa antes de reproduzir ou publicar parte ou esta obra na íntegra.

Todos os direitos reservados. E necessária à autorização previa antes de reproduzir ou publicar parte ou esta obra na íntegra. Todos os direitos reservados E necessária à autorização previa antes de reproduzir ou publicar parte ou esta obra na íntegra. Enquanto os autores fizeram os melhores esforços para preparar este livro,

Leia mais

Bem Vera Luz em parceria com Anabela Francisco. Vera luz Programa de Desenvolvimento Pessoal Anabela Francisco

Bem Vera Luz em parceria com Anabela Francisco. Vera luz Programa de Desenvolvimento Pessoal Anabela Francisco Bem Vind@ Programa de Desenvolvimento Pessoal Vera Luz em parceria com Anabela Francisco Anabela Francisco Bem Vind@ e parabéns pela tua coragem de saíres da zona de conforto! Depois de anos a trabalhar

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO AUTOCONHECIMENTO PARA MANTER A ESTABILIDADE EMOCIONAL. Silvana Lopes Ribeiro Futura Diretora Executiva Mary Kay

A IMPORTÂNCIA DO AUTOCONHECIMENTO PARA MANTER A ESTABILIDADE EMOCIONAL. Silvana Lopes Ribeiro Futura Diretora Executiva Mary Kay A IMPORTÂNCIA DO AUTOCONHECIMENTO PARA MANTER A ESTABILIDADE EMOCIONAL OBJETIVO Apenas quando conseguimos equilibrar nossa vida espiritual-pessoal-profissional, vislumbramos as reais possibilidades em

Leia mais

Comunicação Definição: A comunicação humana é um processo que envolve a troca de informações e utiliza os sistemas simbólicos como suporte para este f

Comunicação Definição: A comunicação humana é um processo que envolve a troca de informações e utiliza os sistemas simbólicos como suporte para este f Comunicação em Cuidados Paliativos Ana Valeria de Melo Mendes Comunicação Definição: A comunicação humana é um processo que envolve a troca de informações e utiliza os sistemas simbólicos como suporte

Leia mais

Desapego. Os prazeres da alma. Escola de Evangelização de Pacientes. Grupo Espírita Guillon Ribeiro

Desapego. Os prazeres da alma. Escola de Evangelização de Pacientes. Grupo Espírita Guillon Ribeiro Desapego Os prazeres da alma Escola de Evangelização de Pacientes Grupo Espírita Guillon Ribeiro Faremos um estudo dos potenciais humanos, os quais denominamos de prazeres da alma sabedoria, alegria, afetividade,

Leia mais

CONVERSA PARA BOI ACORDAR. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 12 de novembro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

CONVERSA PARA BOI ACORDAR. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 12 de novembro de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CONVERSA PARA BOI ACORDAR Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 12 de novembro de 2016 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CONVERSA PRA BOI ACORDAR POVO: Tá brava comigo, Professora? O que foi que fiz?

Leia mais

Você Gostaria que Pessoalmente Eu Te Ajudasse a Dobrar, Triplicar ou Talvez Quadruplicar Suas Vendas, Sem te cobrar nada por isso?

Você Gostaria que Pessoalmente Eu Te Ajudasse a Dobrar, Triplicar ou Talvez Quadruplicar Suas Vendas, Sem te cobrar nada por isso? Você Gostaria que Pessoalmente Eu Te Ajudasse a Dobrar, Triplicar ou Talvez Quadruplicar Suas Vendas, Sem te cobrar nada por isso? Do escritório de Natanael Oliveira São Caetano do Sul São Paulo Julho

Leia mais

A Mudança. O sucesso começa pela intenção da gente e se determina pelas nossas ações.

A Mudança. O sucesso começa pela intenção da gente e se determina pelas nossas ações. A Mudança O sucesso começa pela intenção da gente e se determina pelas nossas ações. O objetivo deste documento é ajudar você a identificar qual área da sua vida precisa de mudanças urgentes, identificar

Leia mais

Fabiany Monteiro do Nascimento. Amor Perfeito

Fabiany Monteiro do Nascimento. Amor Perfeito Fabiany Monteiro do Nascimento Amor Perfeito Dedico este livro a... Grandes pessoas que fizeram de minha vida uma fábula de sonhos reais. Primeiro agradeço a Deus, que mesmo nós momentos ruins, nunca me

Leia mais

ÉTICA PROFISSIONAL. Curso de Engenharia UNIP

ÉTICA PROFISSIONAL. Curso de Engenharia UNIP ÉTICA PROFISSIONAL Curso de Engenharia UNIP O QUE É ÉTICA? O QUE É ÉTICA? Tradicionalmente é entendida como um estudo ou uma reflexão sobre os costumes ou sobre as ações humanas. Pode ser entendida também

Leia mais

domingo, 19 de setembro de 2010 A n é s i o R o d r i g u e s

domingo, 19 de setembro de 2010 A n é s i o R o d r i g u e s A n é s i o R o d r i g u e s Salmo 127:2 Anésio Rodrigues A vida: um dom de Deus Comida, Trabalho Família, diversão, igreja Anésio Rodrigues Salmo 127:2 Salmo 127:2 Será inútil levantar cedo e dormir

Leia mais

Pensamento e Sentimento

Pensamento e Sentimento Pensamento e Sentimento Pensar - Sentir - Fazer Espiritualidade e Evolução Amor-sabedoria Verdade -- Justiça A Conexão com a Consciência Superior Instr. Eliseu Mocitaíba da Costa Pensamento e Sentimento

Leia mais

Oito coisas para abandonar em busca da felicidade

Oito coisas para abandonar em busca da felicidade Oito coisas para abandonar em busca da felicidade Por Emanuelle Araújo Mendes Para mim, o que nos aproxima mais da felicidade é conseguir prestar atenção nas coisas simples que acontecem no cotidiano.

Leia mais

Deixo meus olhos Falar

Deixo meus olhos Falar Tânia Abrão Deixo meus olhos Falar 1º Edição Maio de 2013 WWW.perse.com.br 1 Tânia Abrão Biografia Tânia Abrão Mendes da Silva Email: Tania_morenagata@hotmail.com Filha de Benedito Abrão e Ivanir Abrão

Leia mais

Emagrecer com saude. Quando eu estava gorda, veja pelas fotos estas são as melhores, as piores deletei.

Emagrecer com saude. Quando eu estava gorda, veja pelas fotos estas são as melhores, as piores deletei. Emagrecer com saude Quando eu estava gorda, veja pelas fotos estas são as melhores, as piores deletei. Bom parei de me pesar quando estava com 79.900 usava calças 48 já apertada demais que a maioria rasgou

Leia mais

TEMA DE HOJE: Inteligência Emocional

TEMA DE HOJE: Inteligência Emocional Inteligência Emocional TEMA DE HOJE: Inteligência Emocional Do que se trata? Utilizar a mente racional (consciente) para lidar melhor com as situações em que a mente emocional (inconsciente) nem sempre

Leia mais

A tristeza. A tristeza

A tristeza. A tristeza E a leitura continua..."o Principezinho" - quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2013 No capítulo V, o Principezinho demonstra muita tristeza nas suas palavras. Após a leitura, foi proposto aos alunos escreverem

Leia mais

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar Tânia Abrão Deixo meus olhos Falar 1 Biografia Tânia Abrão Mendes da Silva Email: Tania_morenagata@hotmail.com Filha de Benedito Abrão e Ivanir Abrão Nasceu em 09/08/1984 Natural da Cidade de Lapa Paraná

Leia mais

COMO TER SUA ESPOSA DE VOLTA

COMO TER SUA ESPOSA DE VOLTA COMO TER SUA ESPOSA DE VOLTA Trechos selecionados do livro Estratégias poderosas para fazê-la voltar para você. www.salveseucasamento.com.br Mark Love E-book gratuito Esse e-book gratuito é composto de

Leia mais

O CAMINHO QUE NOS LEVA À FELICIDADE É O AMOR!

O CAMINHO QUE NOS LEVA À FELICIDADE É O AMOR! O CAMINHO QUE NOS LEVA À FELICIDADE É O AMOR! O verdadeiro caminho a ser peregrinado por nossas vidas, é sem dúvida o da felicidade, e para se chegar até ele, precisamos de um combustível que só pode ser

Leia mais

Você é capaz de se lembrar como se conjuga os verbos? Lembra? É... eu também não gostava muito disso, sabia? Então vamos lembrar juntos:

Você é capaz de se lembrar como se conjuga os verbos? Lembra? É... eu também não gostava muito disso, sabia? Então vamos lembrar juntos: Bem, hoje gostaria de falar sobre algo que talvez você não goste nem um pouco: nossa querida Língua Portuguesa Ah, fala sério pastor! Vai dar aula de Português? Obviamente não! Vou apenas compartilhar

Leia mais

É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste. É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada É difícil valorizar um

É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste. É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada É difícil valorizar um Nem tudo é fácil É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste. É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada É difícil valorizar um amor, assim como é fácil perdê-lo para

Leia mais

COM DEUS APRENDI A PERDER PARA GANHAR

COM DEUS APRENDI A PERDER PARA GANHAR COM DEUS APRENDI A PERDER PARA GANHAR Marcos 8:35 Na semana passada aprendemos um pouco mais sobre Salvação, que nada mais é que a própria pessoa de Jesus Cristo agindo em nosso interior, transformando

Leia mais

MÉTODO DE ARUK DIMON

MÉTODO DE ARUK DIMON MÉTODO DE ARUK DIMON Sinopse : Aruk Dimon é um cientista inventor marroquino, nascido no ano de 3435. Hoje ele possui 44 anos de idade. Aruk Dimon ficou famoso por ter descoberto a tecnologia dos órgãos

Leia mais

Minha História de amor

Minha História de amor Minha História de amor Hoje eu vou falar um pouco sobre a minha história de amor! Bem, eu namoro à distância faz algum tempinho. E não é uma distância bobinha não, são 433 km, eu moro em Natal-Rn, e ela

Leia mais

PRESENTE DE DEUS "UM VERDADEIRO AMOR"

PRESENTE DE DEUS UM VERDADEIRO AMOR PRESENTE DE DEUS "UM VERDADEIRO AMOR" RAILDA DOS SANTOS CHAGAS CARVALHO Imagens Imagem capa Livro retirada site: ultradownloads.com.br Digitação Railda dos Santos Chagas Carvalho Respeite o Direito Autoral

Leia mais

O poder do Entusiasmo! Como ser um profissional a cima da média?

O poder do Entusiasmo! Como ser um profissional a cima da média? O poder do Entusiasmo! Como ser um profissional a cima da média? Entusiasmo! O que é entusiasmo? Entusiasmo é um grande interesse, um intenso prazer, uma dedicação ardente, uma paixão, uma admiração, um

Leia mais

Poemas de um Fantasma. Fantasma Souza

Poemas de um Fantasma. Fantasma Souza 1 2 3 Poemas de um Fantasma Fantasma Souza 2012 4 5 Fantasma Souza Todos os Direitos Reservados TITULO ORIGINAL POEMAS DE UM FANTASMA Projeto Gráfico Midiartes Capa Erisvaldo Correia Edição e Comercialização

Leia mais

Como escrever um conteúdo altamente persuasivo com zero manipulação. VIVER DE BLOG Página 1

Como escrever um conteúdo altamente persuasivo com zero manipulação. VIVER DE BLOG Página 1 Como escrever um conteúdo altamente persuasivo com zero manipulação VIVER DE BLOG Página 1 Olá, tudo bem? Aqui quem fala é o Henrique Carvalho, criador do Viver de Blog, o site especializado em Marketing

Leia mais

Escrita. Por Ricardo Fonseca

Escrita. Por Ricardo Fonseca Escrita Por Ricardo Fonseca FUGA MEDOS GRATIDÃO MISSÃO Sonhos VIVER DOENÇA FAMÍLIA Amor DÚVIDAS PAIXÃO Escrever SAÚDE RECUPERAÇÃO TRISTEZA ABUNDÂNCIA PERDA Luto REALIZAÇÃO VITÓRIA FELICIDADE ABANDONO CRISE

Leia mais

ebooksbrasil ebooksbrasil.com

ebooksbrasil ebooksbrasil.com ebooksbrasil ebooksbrasil.com Coração Palhaço! Jacinto Luigi de Morais Nogueira Edição ebooksbrasil Versão para ebook ebooksbrasil.com Fonte Digital Documento do Autor Copyright: 2001 Jacinto Luigi de

Leia mais

Se você quer apenas o que já possui, continue fazendo o que está fazendo. Mary Kay Ash

Se você quer apenas o que já possui, continue fazendo o que está fazendo. Mary Kay Ash Se você quer apenas o que já possui, continue fazendo o que está fazendo. Mary Kay Ash Começo do Ano Seminário - momento ideal para mudanças. Comece a tratar o SEU negócio MK como um negócio rentável,

Leia mais

Inteligência Lingüística:

Inteligência Lingüística: Inteligência Lingüística: Capacidade de lidar bem com a linguagem, tanto na expressão verbal quanto escrita. A linguagem é considerada um exemplo preeminente da inteligência humana. Seja pra escrever ou

Leia mais

AQUI VIVE A ESPERANÇA!

AQUI VIVE A ESPERANÇA! AQUI VIVE A ESPERANÇA! ANTONIO CARLOS COSTA AQUI VIVE A ESPERANÇA! Re exões Abra-se para a vida, pois esta é a única forma de encontrar a felicidade. Mensagens de incentivo à vida Frases - Pensamentos

Leia mais

Lembre-se é um momento único, é como se você tivesse a oportunidade de falar com o próprio Criador por 5 minutos

Lembre-se é um momento único, é como se você tivesse a oportunidade de falar com o próprio Criador por 5 minutos Vivência dos 3 dias Vivência dos 3 dias Primeiro dia Limpeza Você tem que encontrar uma hora neste dia para se isolar e ficar a vontade para desabafar com o Universo, com Deus, ou com o seu Santo favorito.

Leia mais

Essa data sempre será inesquecível. Seis de Março, 2016

Essa data sempre será inesquecível. Seis de Março, 2016 Essa data sempre será inesquecível. Seis de Março, 2016 Digamos onde acordou tudo alegre e assim permaneceu. Acho completamente impossível tentar descrever nas palavras o sentimento que sinto aqui dentro

Leia mais

O PODER DAS SUAS PALAVRAS PARA VIVER MILAGRES. Edenevando Almeida

O PODER DAS SUAS PALAVRAS PARA VIVER MILAGRES. Edenevando Almeida O PODER DAS SUAS PALAVRAS PARA VIVER MILAGRES Edenevando Almeida A resposta está dentro de você. Um homem foi a casa de seu amigo e disse que precisava de algo, o amigo disse: " O que você precisa estar

Leia mais

DEIXA-ME SENTIR TUA ALMA ATRAVÉS DO TEU CALOROSO ABRAÇO

DEIXA-ME SENTIR TUA ALMA ATRAVÉS DO TEU CALOROSO ABRAÇO EU AMO VOCÊ: DEIXA-ME SENTIR TUA ALMA ATRAVÉS DO TEU CALOROSO ABRAÇO Cleber Chaves da Costa 1 O amor é paciente, o amor é benigno, não é invejoso; o amor não é orgulhoso, não se envaidece; não é descortês,

Leia mais

Alguns autores escrevem de acordo com o novo A. O., outros segundo a antiga ortografia

Alguns autores escrevem de acordo com o novo A. O., outros segundo a antiga ortografia Olhar de Amor - COLECTÂNEA DE POESIA - VÁRIOS AUTORES Título Olhar de Amor Colectânea de Poesia - Edição Tecto de Nuvens, Edições e Artes Gráficas, LDA. Rua Camilo Pessanha, 152, 4435-638 Baguim do Monte

Leia mais

COMO MONTAR UM CARDÁPIO VEGETARIANO

COMO MONTAR UM CARDÁPIO VEGETARIANO COMO MONTAR UM CARDÁPIO VEGETARIANO Se você está lendo esse guia, provavelmente já percebeu o quanto todos nós ganhamos ao deixar os derivados animais fora da mesa. Seja por empatia e respeito a todos

Leia mais

SEUS PRIMEIROS PRESENTES

SEUS PRIMEIROS PRESENTES AULA 1 SEUS PRIMEIROS PRESENTES Livro Digital http://bit.ly/2c65rzw Livro Digital http://bit.ly/2bjlmcj APROVEITE AO MÁXIMO ESSA OPORTUNIDADE EVITE DISTRAÇÕES Desligue o celular Feche seu e-mail Desconecte-se

Leia mais

1º Tomar consciência da decisão a tomar (envolve definição de objectivos pessoais). 2º Procurar informação pertinente (auto-conhecimento e informação

1º Tomar consciência da decisão a tomar (envolve definição de objectivos pessoais). 2º Procurar informação pertinente (auto-conhecimento e informação Intervenção Vocacional no 9º Ano Serviço de Psicologia, Externato da Luz 2008/2009 1º Tomar consciência da decisão a tomar (envolve definição de objectivos pessoais). 2º Procurar informação pertinente

Leia mais

Grupo de estudos Anthony Robbins

Grupo de estudos Anthony Robbins Grupo de estudos Anthony Robbins Coaching e PNL caps 5 cont 17/12/2013 Como o cérebro efetua uma neuroassociação: Em qualquer momento em que você experimenta quantidades significativas de dor ou prazer,

Leia mais

Eis-te aqui! Eis um livro com uma mensagem! - O perdão do teu passado - Um propósito para a tua vida futura - Uma morada no céu

Eis-te aqui! Eis um livro com uma mensagem! - O perdão do teu passado - Um propósito para a tua vida futura - Uma morada no céu Eis-te aqui! Eis um livro com uma mensagem! Uma mensagem que vai responder à tua pergunta o que posso fazer aqui na terra? Há uma mensagem que responde a todas as tuas perguntas e dúvidas. Este livro demonstra

Leia mais

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc.

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc. SEGUIR EM FRENTE seguir sempre em frente, nunca desistir dos seus sonhos todos nós temos seu nivel ou seja todos nós temos seu ponto fraco e siga nunca desistir e tentar até voce conseguir seu sonho se

Leia mais

Do Vácuo ao Encontro

Do Vácuo ao Encontro Do Vácuo ao Encontro INTRODUÇÃO Todos nós homens já passamos por situações constrangedoras de puxar conversa com uma bela mulher e não obtemos nada além de um Belo de um vácuo, eu mesmo já passei por isso.

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Sonia Local: Núcleo de Arte Nise da Silveira Data: 5 de dezembro de 2013 Horário: 15:05 Duração da entrevista:

Leia mais

carolferrera.com Workbook Aula 2

carolferrera.com Workbook Aula 2 Workbook Aula 2 1º Workshop 06 a 10 de março Descubra o Poder de Emagrecer que está em você! Meu nome é Carol Ferrera, sou Coach de Emagrecimento Definitivo, formada pela Sociedade Brasileira de Coach,

Leia mais

Cérebro : Nosso Processador

Cérebro : Nosso Processador Cérebro : Nosso Processador INTRODUÇÃO O cérebro representando 2% da massa do nosso corpo, mas, apesar disso recebe aproximadamente 25% de todo o sangue que é bombeado pelo coração, é o processador de

Leia mais

É Preciso Saber Viver

É Preciso Saber Viver É Preciso Saber Viver Quem espera que a vida Seja feita de ilusão Pode até ficar maluco Ou morrer na solidão É preciso ter cuidado Pra mais tarde não sofrer É preciso saber viver Toda pedra no caminho

Leia mais

A gratidão é a base do sucesso. A ingratidão é a base do fracasso. Não só financeiro, mas o fracasso na arte de viver. Uma pessoa não é pobre porque

A gratidão é a base do sucesso. A ingratidão é a base do fracasso. Não só financeiro, mas o fracasso na arte de viver. Uma pessoa não é pobre porque Oração A gratidão é a base do sucesso. A ingratidão é a base do fracasso. Não só financeiro, mas o fracasso na arte de viver. Uma pessoa não é pobre porque não tem dinheiro, é pobre pelo comportamento,

Leia mais

CELEBRE SEU SONHO. Aula baseada no Discurso de Barbara Sunden Diretora Nacional executiva Elite de Vendas independentes

CELEBRE SEU SONHO. Aula baseada no Discurso de Barbara Sunden Diretora Nacional executiva Elite de Vendas independentes CELEBRE SEU SONHO Aula baseada no Discurso de Barbara Sunden Diretora Nacional executiva Elite de Vendas independentes COMPARTILHANDO O SONHO Mary Kay disse: Se você quer apenas o que já possui, continue

Leia mais

Nº 23 C 6º Domingo da Páscoa

Nº 23 C 6º Domingo da Páscoa Nº 23 C 6º Domingo da Páscoa - 1.5.2016 A paz de Cristo A paz de Cristo Deixo-vos a paz, dou-vos a minha paz. Tu nos dás a tua paz, Senhor Jesus, mas também nos convidas ao esforço de fazer a paz. Para

Leia mais

PSICOLOGIA B - 12º ano

PSICOLOGIA B - 12º ano PSICOLOGIA B - 12º ano Tema 2: EU Processos emocionais A professora: Antónia Couto Ano letivo: 2011-2012 Índice Introdução Distinção entre afeto, sentimento e emoção (D5) Definição de emoção (D6 e D7)

Leia mais

II Concurso Cultural MCA - Letras Musicais Amor, a sinfonia da vida

II Concurso Cultural MCA - Letras Musicais Amor, a sinfonia da vida Amor, a sinfonia da vida O Módulo Criança e Adolescente - MCA, sistema desenvolvido pelo Ministério Público do Rio de Janeiro com o objetivo de permitir um trabalho integrado entre os agentes do Sistema

Leia mais

Descrição de Um Leitor Ativo Leitura do texto: A moringa, a geladeira e a roupa no varal

Descrição de Um Leitor Ativo Leitura do texto: A moringa, a geladeira e a roupa no varal Descrição de Um Leitor Ativo Leitura do texto: A moringa, a geladeira e a roupa no varal Acompanhe o leitor competente em ação. Leio o titulo: A moringa, a geladeira e a roupa no varal. São três coisas

Leia mais

O Questionário RX. 1 - Você está acima do peso? E se está, sabe exatamente quantos quilos tem hoje?

O Questionário RX. 1 - Você está acima do peso? E se está, sabe exatamente quantos quilos tem hoje? O Questionário RX As respostas nesse questionário são apenas pra você, para o seu autoconhecimento. Isso vai servir pra você tomar consciência de várias coisas que precisam ser trabalhadas, muitas delas

Leia mais

A Fonte de Todas as Coisas Boas

A Fonte de Todas as Coisas Boas A Fonte de Todas as Coisas Boas DEVOCIONAL ENERGIZANTE Digamos que você estava levando o seu cachorro para passear e quando estava andando viu um cara super em forma saindo para fazer jogging. Mais tarde

Leia mais

Ao longo deste ano, fizeram-me muitas perguntas sobre temas variados relacionados com a sexualidade, perguntas essas feitas em diferentes contextos,

Ao longo deste ano, fizeram-me muitas perguntas sobre temas variados relacionados com a sexualidade, perguntas essas feitas em diferentes contextos, INTRODUÇÃO Falemos de Sexo sem Tabus, de uma forma simples, directa e de fácil compreensão, a todos os portugueses, homens e mulheres, curiosos e interessados em melhorar a sua sexualidade. Falar sobre

Leia mais

SEGURANÇA NA INTERNET. Prof. Artur Camargos Fevereiro/2017

SEGURANÇA NA INTERNET. Prof. Artur Camargos Fevereiro/2017 SEGURANÇA Prof. Artur Camargos Fevereiro/2017 JUSTIFICATIVA Padrões Profissionais para o Professor dos Ciclos de Alfabetização e Complementar dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental do Sistema Educacional

Leia mais

PSICOLOGIA DA SAÚDE. Conceitos, Personalidade, Comportamento e Transtornos Mentais no Trabalho

PSICOLOGIA DA SAÚDE. Conceitos, Personalidade, Comportamento e Transtornos Mentais no Trabalho PSICOLOGIA DA SAÚDE Conceitos, Personalidade, Comportamento e Transtornos Mentais no Trabalho Boas vindas e Objetivo Contribuir com os Participantes no Desenvolvimento de Mudanças e Repertorio técnico

Leia mais

Comece o ano bem: Defina metas e conquiste retorno. Líder Thais Plaza

Comece o ano bem: Defina metas e conquiste retorno. Líder Thais Plaza Comece o ano bem: Defina metas e conquiste retorno Líder Thais Plaza 11 98229-6337 Comece o ano bem: Defina Metas e Conquiste Retorno Todo começo de ano é assim? Líder Thais Plaza 11 98229-6337 O que é

Leia mais

E-BOOK CO M L O U R O

E-BOOK CO M L O U R O BENZIMENTO E-BOOK CO M L O U R O Quem somos? Nós somos Bruno Gimenes e Patrícia Cândido e neste material especial nós vamos lhe ensinar algumas técnicas especiais de aplicação e resultados rápidos, para

Leia mais

1.º C. 1.º A Os livros

1.º C. 1.º A Os livros 1.º A Os livros Os meus olhos veem segredos Que moram dentro dos livros Nas páginas vive a sabedoria, Histórias mágicas E também poemas. Podemos descobrir palavras Com imaginação E letras coloridas Porque

Leia mais

Prefácio. Como tornar-se mais sábio e mais sereno? Como discernir o essencial do dispensável, o importante

Prefácio. Como tornar-se mais sábio e mais sereno? Como discernir o essencial do dispensável, o importante Prefácio Como tornar-se mais sábio e mais sereno? Como discernir o essencial do dispensável, o importante do urgente? Como aprender a relativizar o que nos acontece de bom e de não tão bom? Como ter uma

Leia mais

Módulo 2. Voz Interior

Módulo 2. Voz Interior Amor-próprio DIANA DUARTE Módulo 2. Voz Interior Lição 4. Erros Cognitivos No Módulo 1. Amor incondicional na Lição 6 e 7 apresentei-te dois erros cognitivos presentes na forma como interpretas as tuas

Leia mais

Psicologia do Adulto e do Idoso 2

Psicologia do Adulto e do Idoso 2 Psicologia do Adulto e do Idoso EDUCAÇÃO SOCIAL 1º Ano, 2º Semestre 2014/2015 SUMÁRIO: Morte e Luto ASPECTOS GERAIS O DESENVOLVIMENTO PRÉ-MORTE; José Farinha, ESEC, 2015 MORTE E LUTO ASPECTOS GERAIS Psicologia

Leia mais

Inteligência Emocional nos Relacionamentos Amorosos.

Inteligência Emocional nos Relacionamentos Amorosos. Psicóloga pela Universidade Federal de Uberlândia 2010; Formação em Hipnose e terapia Ericksoniana pelo Instituto Milton Erickson de Belo Horizonte - 2013; Pós Graduação / Especialização em Análise Transacional

Leia mais