PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA AÇÃO DE ALIMENTOS COM MODELO DE PETIÇÃO INICIAL E A CONSTRUÇÃO DO PARÁGRAFO JURÍDICO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA AÇÃO DE ALIMENTOS COM MODELO DE PETIÇÃO INICIAL E A CONSTRUÇÃO DO PARÁGRAFO JURÍDICO"

Transcrição

1 AÇÃO DE ALIMENTOS COM MODELO DE PETIÇÃO INICIAL E A CONSTRUÇÃO DO PARÁGRAFO JURÍDICO

2 A ação de alimentos é proposta, quando o autor precisa de pensão alimentícia com o objetivo de prover suas necessidades básicas.

3 ATENÇÃO A ação pode ser proposta por aquele que precise de pensão alimentícia em face de quem tem a obrigação de prestá-la.

4 BASE LEGAL O direito de pedir alimentos aos parentes, cônjuge e companheiro encontra-se nos artigos a do Código Civil e a ação de alimentos está disciplinada na Lei n /68-A.

5 PROCEDIMENTO A ação de alimentos tem rito especial. Esse rito está previsto na Lei n /68-LA

6 PETIÇÃO INICIAL Artigos 3º da Lei n /68-A, 319 e 320 do CPC. Na inicial, o peticionário deverá expor suas necessidades e as possibilidades financeiras do alimentante, pleiteando a fixação de alimentos provisórios.

7 Atenção O autor deverá fazer prova do parentesco.

8 Ao receber a inicial, o juiz de direito poderá: a) determinar que o autor emende ou complete a inicial no prazo de 15 dias; b) recebê-la, fixando imediatamente os alimentos provisórios e designando audiência de conciliação, instrução e julgamento.

9 Artigo 5º, 2º, da Lei n /68-LA O réu será citado para comparecer na audiência de conciliação, instrução e julgamento. Tendo havido fixação dos alimentos provisórios, será também intimado para efetuar o pagamento nos termos requeridos na exordial e apresentar contestação em prazo fixado pelo juiz de direito.

10 Audiência de conciliação, instrução e julgamento O não comparecimento do autor implica arquivamento do pedido, e a ausência do réu importa revelia, além de confissão quanto à matéria de fato (artigo 7º, da Lei n /68-LA).

11 Autor e réu comparecerão à audiência acompanhados de suas testemunhas (três no máximo), apresentando, nessa ocasião, as demais provas (art. 8º, da Lei n /68-LA)

12 Comparecendo as partes o juiz tentará conciliá-las. Se a conciliação for frutífera, será reduzida a termo e homologada por sentença.

13 Se a conciliação for infrutífera, o juiz tomará o depoimento pessoal das partes e das testemunhas, passando em seguida a palavra para os advogados das partes e para o representante do Ministério Público para as razões finais. Depois disso, o juiz renovará a proposta de conciliação, proferindo em seguida sua decisão.

14 SENTENÇA A sentença proferida nesta ação não transita em julgado e pode a qualquer tempo ser revista, em face da modificação da situação financeira dos interessados. (art. 15, Lei n /68)

15 FORO COMPETENTE A ação será distribuída no domicílio ou residência do alimentando, segundo o art. 53, II, do CPC. Por conveniência, o requerente pode distribuir a ação no domicílio do réu (art. 46 do CPC).

16 ENTREVISTA COM O CLIENTE Qual o motivo do pedido? Quais as necessidades do autor? O autor possui conta-corrente onde pode ser depositada a pensão? Quais são as condições financeiras do alimentante? Qual a renda aproximada do alimentante? O alimentante trabalha? Onde?

17 DOCUMENTOS Certidão de casamento/nascimento do representante do menor, quando for o caso. Certidão de nascimento ou casamento do autor. Cédula de identidade. Requer, quando possível, cópia da carteira de trabalho ou holerite do alimentante. Documentos que comprovem as despesas do requerente

18 PROVAS Relação de parentesco. Necessidades do autor. Possibilidades do réu.

19 VALOR DA CAUSA De acordo com o artigo 292, inciso III, do CPC, o valor da causa deve equivaler à soma de 12 (doze) prestações mensais pleiteadas pelo autor.

20 Vamos analisar o modelo e estudar a construção do parágrafo jurídico.

Novo CPC Petição Inicial Modelo

Novo CPC Petição Inicial Modelo Novo CPC Petição Inicial Modelo Novo CPC Petição Inicial Modelo Novo CPC Petição Inicial Modelo EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA (Ex. CIVIL, ou DE FAMÍLIA, ETC) DA COMARCA.. / UF (Conforme

Leia mais

AULA 11 AUDIÊNCIAS TRABALHSITAS DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO

AULA 11 AUDIÊNCIAS TRABALHSITAS DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO AULA 11 AUDIÊNCIAS TRABALHSITAS DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO AUDIÊNCIAS Públicas; Realizadas em dias úteis; Das 8 às 18h; Duração de no máximo 5 horas seguidas,

Leia mais

CALÚNIA (art. 138, CP) DIFAMAÇÃO (art. 139, CP) INJÚRIA (art. 140, CP)

CALÚNIA (art. 138, CP) DIFAMAÇÃO (art. 139, CP) INJÚRIA (art. 140, CP) CALÚNIA (art. 138, CP) DIFAMAÇÃO (art. 139, CP) INJÚRIA (art. 140, CP) 1 PEDIDO DE EXPLICAÇÕES - não está disciplinado no CPP - art. 144, CP Se, de referências, alusões ou frases, se infere calúnia, difamação

Leia mais

https://youtu.be/tjdwx0oqbrg Novo CPC Contestação Modelo

https://youtu.be/tjdwx0oqbrg Novo CPC Contestação Modelo Novo CPC Contestação Modelo https://youtu.be/tjdwx0oqbrg Novo CPC Contestação Modelo EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA DA COMARCA.. / UF Pular 3 linhas Processo nº Pular 10 linhas (NOME

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA. ªVARA... DO FORO...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA. ªVARA... DO FORO... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA. ªVARA... DO FORO...... (nome completo),...(nacionalidade),...(estado civil),...(profissão), portador da cédula de identidade RG nº..., inscrito no CPF/MF

Leia mais

Procedimentos no Novo CPC e Julgamento Conforme. Professor Zulmar Duarte

Procedimentos no Novo CPC e Julgamento Conforme. Professor Zulmar Duarte Procedimentos no Novo CPC e Julgamento Conforme Professor Zulmar Duarte Procedimentos no Novo CPC Processo Relação Processual Art. 238. Citação é o ato pelo qual são convocados o réu, o executado ou o

Leia mais

Olá, pessoal! Chegamos ao nosso sétimo módulo. Falaremos da petição inicial, da(s) resposta(s) do réu e do fenômeno da revelia.

Olá, pessoal! Chegamos ao nosso sétimo módulo. Falaremos da petição inicial, da(s) resposta(s) do réu e do fenômeno da revelia. CURSO DE RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DE PROCESSO CIVIL PONTO A PONTO PARA TRIBUNAIS MÓDULO 7 PETIÇÃO INICIAL. RESPOSTA DO RÉU. REVELIA. Professora: Janaína Noleto Curso Agora Eu Passo () Olá, pessoal! Chegamos

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Tutela provisória II. Prof. Luiz Dellore

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Tutela provisória II. Prof. Luiz Dellore DIREITO PROCESSUAL CIVIL Tutela provisória II Prof. Luiz Dellore Gênero Espécies Subespécies Tutela Provisória Tutela de urgência - Tutela cautelar - Tutela antecipada Tutela de evidência -- Art. 294.

Leia mais

Ações judiciais na locação de imóveis urbanos

Ações judiciais na locação de imóveis urbanos Ações judiciais na locação de imóveis urbanos Ação revisional de aluguel Ação de consignação de aluguel e acessórios da locação Prof. Denis Donoso Denis Donoso blogspot.denisdonoso.com.br Apresentação

Leia mais

AULA 9 AÇÃO TRABALHISTA Elementos da Resposta do Réu DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO

AULA 9 AÇÃO TRABALHISTA Elementos da Resposta do Réu DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO AULA 9 AÇÃO TRABALHISTA Elementos da Resposta do Réu DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO RESPOSTAS DO RÉU CONTESTAÇÃO; EXCEÇÃO (Incompetência relativa, suspeição

Leia mais

PROCEDIMENTOS ESPECIAIS

PROCEDIMENTOS ESPECIAIS PROCEDIMENTOS ESPECIAIS SEPARAÇÃO E DIVÓRCIO CONSENSUAL DPC III - Prof. ANA PAULA L. SAKAUIE 1 SEPARAÇÃO/DIVÓRCIO CONSENSUAL CONSIDERAÇÕES INICIAIS REFERÊNCIA LEGISLATIVA: ARTS. 731/734, NCPC HAVENDO LITÍGIO

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS ADVOGADOS DE SÃO PAULO. SEPARAÇÃO E DIVÓRCIO DO NOVO CPC.

ASSOCIAÇÃO DOS ADVOGADOS DE SÃO PAULO. SEPARAÇÃO E DIVÓRCIO DO NOVO CPC. ASSOCIAÇÃO DOS ADVOGADOS DE SÃO PAULO. SEPARAÇÃO E DIVÓRCIO DO NOVO CPC. Flávio Tartuce Doutor em Direito Civil e graduado pela Faculdade de Direito da USP. Mestre em Direito Civil Comparado pela PUC/SP.

Leia mais

Provimento nº 04/07-CGJ - Corregedoria Regulamenta Escrituras de Partilha, Separação e Divórcio Qui, 08 de Fevereiro de :51

Provimento nº 04/07-CGJ - Corregedoria Regulamenta Escrituras de Partilha, Separação e Divórcio Qui, 08 de Fevereiro de :51 Processo nº 0010-07/000091-0 Parecer nº 08/2007-SLA O desembargador Jorge Luís Dall Agnol, Corregedor-Geral da Justiça, no uso de suas atribuições, considerando a publicação da Lei nº 11.441/07, que alterou

Leia mais

Petição Inicial I. Professor Zulmar Duarte

Petição Inicial I. Professor Zulmar Duarte I Professor Zulmar Duarte Instaura a relação processual (linear) Apresenta a Demanda (causa de pedir e pedido) Litispendência (art. 312) Fixação da competência (art. 43) Requisitos Art. 319 Competência

Leia mais

REFLEXOS DO NOVO CPC NO DIREITO DE FAMÍLIA

REFLEXOS DO NOVO CPC NO DIREITO DE FAMÍLIA REFLEXOS DO NOVO CPC NO DIREITO DE FAMÍLIA JOÃO RICARDO BRANDÃO AGUIRRE Advogado; Doutor em Direito Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo USP; Mestre em Direito Civil pela faculdade

Leia mais

Por iniciativa das partes (art. 262 Regra Geral). Princípio da Inércia. Princípio Dispositivo. Desenvolvimento por impulso oficial.

Por iniciativa das partes (art. 262 Regra Geral). Princípio da Inércia. Princípio Dispositivo. Desenvolvimento por impulso oficial. Direito Processual Civil I EXERCÍCIOS - 2º BIMESTRE Professor: Francisco Henrique J. M. Bomfim 1. a) Explique como ocorre a formação da relação jurídica processual: R. Início do Processo: Por iniciativa

Leia mais

DA FORMAÇÃO, SUSPENSÃO E EXTINÇÃO DO PROCESSO. Des. ANA MARIA DUARTE AMARANTE BRITO

DA FORMAÇÃO, SUSPENSÃO E EXTINÇÃO DO PROCESSO. Des. ANA MARIA DUARTE AMARANTE BRITO DA FORMAÇÃO, SUSPENSÃO E EXTINÇÃO DO PROCESSO Des. ANA MARIA DUARTE AMARANTE BRITO Formação do processo ETAPAS DA ESTABILIZAÇÃO DO PROCESSO DA FORMAÇÃO DO PROCESSO Art. 262. O processo civil começa por

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Divórcio Direto Juliana Fernandes Altieri* 1.Conceito Segundo Maria Helena Diniz 1, o divórcio é a dissolução de um casamento válido, ou seja, a extinção do vínculo matrimonial,

Leia mais

Petição Inicial II. Professor Zulmar Duarte

Petição Inicial II. Professor Zulmar Duarte Petição Inicial II Professor Zulmar Duarte Petição Inicial Controle de Admissibilidade pelo Juiz (arts. 321, 330, 332 e 334) Petição Inicial Emenda da Inicial Juízo de Admissibilidade Improcedência Liminar

Leia mais

índice INTRODUÇÃO Abreviaturas... 9 Nota à 5ª edição Nota à 4" edição Nota à 3" edição Nota à 2" edição e sumário)...

índice INTRODUÇÃO Abreviaturas... 9 Nota à 5ª edição Nota à 4 edição Nota à 3 edição Nota à 2 edição e sumário)... índice Abreviaturas... 9 Nota à 5ª edição...... 25 Nota à 4" edição... 27 Nota à 3" edição......... 31 Nota à 2" edição... 33 INTRODUÇÃO 1. O chamado "processo de conhecimento"... 35 2. Do "processo de

Leia mais

Preparo efetuado. 1. Data e assinatura.

Preparo efetuado. 1. Data e assinatura. 1. RECEBIMENTO DE PETIÇÃO INICIAL (Rito ordinário) Autos n. Comarca de Preparo efetuado. 1 282). Recebo a petição inicial, por ser a mesma apta (CPC, art. Cite-se o requerido para que, caso queira, apresente

Leia mais

Textos, filmes e outros materiais. Habilidades e Competências. Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Tipo de aula. Semana

Textos, filmes e outros materiais. Habilidades e Competências. Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Tipo de aula. Semana PLANO DE CURSO DISCIPLINA: PROCESSO DE CONHECIMENTO (CÓD. ENEX 60123) ETAPA: 4ª TOTAL DE ENCONTROS: 15 SEMANAS Semana Conteúdos/ Matéria Categorias/ Questões Tipo de aula Habilidades e Competências Textos,

Leia mais

SEGUNDA PROVA ESCRITA SENTENÇA CÍVEL

SEGUNDA PROVA ESCRITA SENTENÇA CÍVEL SEGUNDA PROVA ESCRITA SENTENÇA CÍVEL Nesta prova, faça o que se pede, utilizando, caso deseje, os espaços para rascunho indicados no presente caderno. Em seguida, transcreva o texto para o CADERNO DE TEXTO

Leia mais

Parte Especial CURSOS. Código Processo Civil Parte Especial. VIZAM CONSULTORIA ASSESSORIA E PESQUISA Rua México, 21 8º Andar, Centro - RJ

Parte Especial CURSOS. Código Processo Civil Parte Especial. VIZAM CONSULTORIA ASSESSORIA E PESQUISA Rua México, 21 8º Andar, Centro - RJ CURSOS VIZAM CONSULTORIA ASSESSORIA E PESQUISA Rua México, 21 8º Andar, Centro - RJ A VIZAM Consultoria [www.vizam.com.br], empresa de consultoria em relações institucionais, vai promover um curso exclusivo,

Leia mais

REQUERIMENTO DE PENSÃO

REQUERIMENTO DE PENSÃO Versão 14 REQUERIMENTO DE PENSÃO SEGURADO (A) Segurado(a): CPF nº: Cargo: Órgão de origem: DATA DO ÓBITO: / / Ativo: ( ) Inativo: ( ) Falecimento motivado por acidente de qualquer natureza ou doença profissional

Leia mais

I CONCEITOS PROCESSUAIS BÁSICOS

I CONCEITOS PROCESSUAIS BÁSICOS I CONCEITOS PROCESSUAIS BÁSICOS 1) Pretensão: A pretensão é o desejo de uma pessoa de submeter ao seu o interesse de terceiro, de obter certo benefício, como o recebimento de alguma importância ou a imposição

Leia mais

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Governador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site:

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Governador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Governador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: www.sei-cesucol.edu.br e-mail: sei-cesucol@vsp.com.br FACULDADE

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL

DIREITO PROCESSUAL CIVIL DIREITO PROCESSUAL CIVIL FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS (FCC) TÉCNICO TRT s 07 PROVAS 34 QUESTÕES (2012 2010) A apostila contém provas de Direito Processual Civil de concursos da Fundação Carlos Chagas (FCC),

Leia mais

Bom dia, hoje trago um modelo de petição de auxílio reclusão previdenciário com pedido de tutela antecipada em face do INSS perante a Justiça Federal.

Bom dia, hoje trago um modelo de petição de auxílio reclusão previdenciário com pedido de tutela antecipada em face do INSS perante a Justiça Federal. Bom dia, hoje trago um modelo de petição de auxílio reclusão previdenciário com pedido de tutela antecipada em face do INSS perante a Justiça Federal. Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Direito da Vara

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA A NOVA PETIÇÃO INICIAL DO NOVO CPC

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA A NOVA PETIÇÃO INICIAL DO NOVO CPC A NOVA PETIÇÃO INICIAL DO NOVO CPC 1. Conceito Art. 319 do CPC A petição inicial é o ato formal do autor que dá início à causa. É um requerimento que contém a exposição do fato e dos fundamentos jurídicos

Leia mais

REVELIA (ART. 319 A 322)

REVELIA (ART. 319 A 322) REVELIA (ART. 319 A 322) Ocorre quando o réu, regularmente citado, deixa de responder à demanda. O CPC regulou esse instituto, considerando revel o réu que deixa de oferecer contestação após regularmente

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO IV PRÁTICA TRABALHISTA. Respostas do Réu - Contestação

ESTÁGIO SUPERVISIONADO IV PRÁTICA TRABALHISTA. Respostas do Réu - Contestação ESTÁGIO SUPERVISIONADO IV PRÁTICA TRABALHISTA 1 Respostas do Réu - Contestação INTRODUÇÃO - Princípio da bilateralidade: AÇÃO E REAÇÃO - juiz só pode decidir nos autos após ter ouvido as duas partes, a

Leia mais

Inscrição Bolsa de Estudo - Lei /09

Inscrição Bolsa de Estudo - Lei /09 Inscrição Bolsa de Estudo - Lei 12.101/09 Nome do Aluno Nome do Pai Nome da Mãe Turma/Série Data Nascimento Data Nascimento Data Nascimento Endereço N Bairro Telefones INFORMAÇÕES GERAIS Você recebeu Bolsa

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO ESTUDO PROVA OAB FGV QUESTIONAMENTOS E REFLEXÕES PARA A PROVA

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO ESTUDO PROVA OAB FGV QUESTIONAMENTOS E REFLEXÕES PARA A PROVA

Leia mais

DOS PROCEDIMENTOS ESPECIAIS DE JURISDIÇÃO CONTENCIOSA. DA AÇÃO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS CPC artigos 914 / Introdução

DOS PROCEDIMENTOS ESPECIAIS DE JURISDIÇÃO CONTENCIOSA. DA AÇÃO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS CPC artigos 914 / Introdução DOS PROCEDIMENTOS ESPECIAIS DE JURISDIÇÃO CONTENCIOSA DA AÇÃO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS CPC artigos 914 / 919 Prestação de contas: 1 - Introdução em sentido comum, prestar contas ou dar conta de alguma coisa

Leia mais

AULA ) PROCEDIMENTO COMUM (art. 270 e seguintes do CPC a 318 e

AULA ) PROCEDIMENTO COMUM (art. 270 e seguintes do CPC a 318 e Turma e Ano: Master A (2015) 08/06/2015 Matéria / Aula: Direito Processual Civil / Aula 18 Professor: Edward Carlyle Silva Monitor: Alexandre Paiol AULA 18 CONTEÚDO DA AULA: Procedimento, contestação 10)

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense Reitoria PENSÃO POR MORTE DO SERVIDOR

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense Reitoria PENSÃO POR MORTE DO SERVIDOR CÓD. CONARQ 026.132 PENSÃO POR MORTE DO SERVIDOR À Diretoria de Gestão de Pessoas: O(a) requerente abaixo assinado(a), dependente do(a) servidor(a): Nome do servidor(a): Falecido em: / / Vem mui respeitosamente

Leia mais

Plano de Ensino 1. Petição inicial. Requisitos.

Plano de Ensino 1. Petição inicial. Requisitos. Plano de Ensino 1. Petição inicial. Requisitos. (CPC, arts. 282 a 285-A) Petição Inicial Conceito: petição inicial é o ato formal do autor que introduz a causa em juízo (Vicente, 135). Características:

Leia mais

PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS GEAPREV

PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS GEAPREV REQUERIMENTO DE INSCRIÇÃO DE PARTICIPANTE Nome Completo: Escolaridade: Concluído 1º Grau 2º Grau Superior Pós-Graduação Mestrado Doutorado Não concluído Endereço: Complemento: Celular: Email: Patrocinador:

Leia mais

ATOS, TERMOS, PRAZOS E NULIDADES PROCESSUAIS. Prof. Renato Gama

ATOS, TERMOS, PRAZOS E NULIDADES PROCESSUAIS. Prof. Renato Gama ATOS, TERMOS, PRAZOS E NULIDADES PROCESSUAIS Prof. Renato Gama Classificação: Atos processuais Atos processuais postulatórios, de desenvolvimento, de instrução e de provimento. Atos da parte (art. 200

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... VARA CÍVEL DO FORO...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... VARA CÍVEL DO FORO... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... VARA CÍVEL DO FORO...... (nome completo),... (nacionalidade),... (profissão), portador da cédula de identidade RG nº..., inscrito no CPF/MF sob nº...,

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Fase Ordinatória. Professor Rafael Menezes

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Fase Ordinatória. Professor Rafael Menezes DIREITO PROCESSUAL CIVIL Fase Ordinatória Professor Rafael Menezes Fase Ordinatória Providências Preliminares Julgamento Confome o Estado do Processo Audiência Preliminar / Saneamento do Feito Providências

Leia mais

EXECUÇÃO DEFINITIVA DE SENTENÇA

EXECUÇÃO DEFINITIVA DE SENTENÇA EXMO. SENHOR, DR. JUIZ DE DIREITO DA 2ª. VARA CÍVEL DA COMARCA DE IRATI - PR AUTOS : N. 0001882-31.2013.8.16.0095 AUTORAS : MARIA TAIOKI DZIADZIO e LINDONEIA APARECIDA DZIADZIO RÉU : MUNICIPIO DE IRATI

Leia mais

A citação por carta é o padrão exigido pelo legislador, quando o réu for pessoa natural, Me e empresa de pequeno porte.

A citação por carta é o padrão exigido pelo legislador, quando o réu for pessoa natural, Me e empresa de pequeno porte. Processo Civil de Conhecimento Aula III 02/03/17 A citação por carta é o padrão exigido pelo legislador, quando o réu for pessoa natural, Me e empresa de pequeno porte. Quando for empresas de grande porte

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO RECORRENTES: CLÁUDIA MÁRCIA VARGAS DA COSTA (1) BANCO CITIBANK S/A (2) RECORRIDOS : OS MESMOS EMENTA: DEVOLUÇÃO TARDIA DOS AUTOS. NÃO CONHECIMENTO DA IMPUGNAÇÃO À DEFESA. CERCEAMENTO DE DEFESA. CONFIGURAÇÃO.

Leia mais

Quebrando a Banca Processo Civil Damião Soares

Quebrando a Banca Processo Civil Damião Soares Quebrando a Banca Processo Civil Damião Soares 2014 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. 2014 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE REDAÇÃO PROJETO DE LEI Nº 63, DE 1999

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE REDAÇÃO PROJETO DE LEI Nº 63, DE 1999 COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE REDAÇÃO PROJETO DE LEI Nº 63, DE 1999 Dispõe sobre o pagamento de alimentos provisórios nas ações de investigação de paternidade e dá outras providências. Autor:

Leia mais

Sumário PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS

Sumário PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS Sumário PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS 1 Jurisdição 1.1 Introdução 1.2 Conceito e características 1.3 Divisão da jurisdição 1.4 Organização judiciária 2 Direito Processual Civil 2.1 Conceito e delimitação

Leia mais

Pratica Civil Especial 10º semestre. Aula 02 PETIÇÃO INICIAL RITO SUMÁRIO (ART. 275, I E II, do CPC) e RITO ORDINÁRIO ( 282 E SGS DO cpc)

Pratica Civil Especial 10º semestre. Aula 02 PETIÇÃO INICIAL RITO SUMÁRIO (ART. 275, I E II, do CPC) e RITO ORDINÁRIO ( 282 E SGS DO cpc) Aula 02 PETIÇÃO INICIAL RITO SUMÁRIO (ART. 275, I E II, do CPC) e RITO ORDINÁRIO ( 282 E SGS DO cpc) ESTRUTURA DA PETIÇÃO INICIAL DE RITO SUMÁRIO - REQUISITOS: CPC, art. 282 + 276. - COMPETÊNCIA: CPC,

Leia mais

DA RESPOSTA DO RÉU. ESPÉCIES Contestação (Art. 300 a 303 do CPC); Reconvenção (Art. 315 a 318 do CPC); Exceção (Art. 304 a 314 do CPC).

DA RESPOSTA DO RÉU. ESPÉCIES Contestação (Art. 300 a 303 do CPC); Reconvenção (Art. 315 a 318 do CPC); Exceção (Art. 304 a 314 do CPC). DA RESPOSTA DO RÉU DISPOSIÇÕES GERAIS Uma vez efetuada a citação válida, a relação jurídica processual está completa, surgindo o ônus do réu de oferecer a defesa contra fatos e direitos sustentados pelo

Leia mais

SUMÁRIO. Direito do Trabalho Direito Processual Civil Direito Processual do Trabalho

SUMÁRIO. Direito do Trabalho Direito Processual Civil Direito Processual do Trabalho SUMÁRIO Direito do Trabalho... 05 Direito Processual Civil... 139 Direito Processual do Trabalho... 195 DIREITO DO TRABALHO ÍNDICE CAPÍTULO 01... 7 Fontes e Princípios de Direito do Trabalho... 7 Surgimento

Leia mais

DPRCIV3 Direito Processual Civil III. Plano de Ensino - 3. Do Indeferimento da Petição inicial. (arts. 295 a 285-A)

DPRCIV3 Direito Processual Civil III. Plano de Ensino - 3. Do Indeferimento da Petição inicial. (arts. 295 a 285-A) DPRCIV3 Direito Processual Civil III Plano de Ensino - 3. Do Indeferimento da Petição inicial. (arts. 295 a 285-A) Questões para Fixação da Aula Indeferimento da Inicial (arts. 295 a 296) 1. O art. 295,

Leia mais

Pedro, na qualidade de locatário, contratou com Antônio, locador, menor púbere, assistido por seu genitor, Fernando, a locação do imóvel residencial

Pedro, na qualidade de locatário, contratou com Antônio, locador, menor púbere, assistido por seu genitor, Fernando, a locação do imóvel residencial Pedro, na qualidade de locatário, contratou com Antônio, locador, menor púbere, assistido por seu genitor, Fernando, a locação do imóvel residencial de sua propriedade, unidade autônoma e integrante do

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL

MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL Coordenador: Leonardo Barreto Moreira Alves MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL Promotor de Justiça Estadual 2ª edição 2016 DIREITO PROCESSUAL CIVIL Renato Bretz Pereira 1. DO PROCESSO DE CONHECIMENTO (MPE/SP/Promotor/2015)

Leia mais

LIVRO I Do Processo de Conhecimento...1

LIVRO I Do Processo de Conhecimento...1 Sumário LIVRO I Do Processo de Conhecimento...1 Capítulo 1 Da Jurisdição...3 1.1. Conceito de Jurisdição... 5 1.2. Exercício da Jurisdição Quem Exerce a Jurisdição?...15 1.3. Características da Jurisdição...17

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS FACULDADE DE DIREITO Direito Processual do Trabalho Profª. Ms. Tatiana Riemann DISSÍDIO COLETIVO

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS FACULDADE DE DIREITO Direito Processual do Trabalho Profª. Ms. Tatiana Riemann DISSÍDIO COLETIVO DISSÍDIO COLETIVO 1. Conceito - Dissídio coletivo é o processo que vai dirimir os conflitos coletivos do trabalho, por meio do pronunciamento do Poder Judiciário, criando ou modificando condições de trabalho

Leia mais

6. AÇÕES POSSESSÓRIAS 6.1 A

6. AÇÕES POSSESSÓRIAS 6.1 A 6. AÇÕES POSSESSÓRIAS 6.1 A posse e seus efeitos - O que é a posse? - Quais os efeitos oriundos da posse? > Direito à tutela possessória > Percepção dos frutos > Indenização pelas benfeitorias > Direito

Leia mais

CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. Prof. Eduardo

CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. Prof. Eduardo CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Prof. Eduardo A que se presta o Código de Processo Civil? FACULDADE ASSIS GURGACZ CÓDIGO CIVIL DE 2002 Parte Geral Livro I Das pessoas Livro II Dos bens Livro III Dos fatos jurídicos

Leia mais

Processo Civil Prof. Darlan Barroso Aula de Respostas do Réu 2ª Fase Civil XXIII Exame de Ordem

Processo Civil Prof. Darlan Barroso Aula de Respostas do Réu 2ª Fase Civil XXIII Exame de Ordem Enunciado aula de defesa Processo Civil Lupicínio, em 2000, realizou doação de um de seus imóveis ao sobrinho Ticio com a finalidade de permitir que ele pudesse realizar casamento com Aurélia, constando

Leia mais

AULA 24. Os pressupostos genéricos são a probabilidade do direito, perigo de dano ou risco ao resultado útil do processo.

AULA 24. Os pressupostos genéricos são a probabilidade do direito, perigo de dano ou risco ao resultado útil do processo. Turma e Ano: Master A (2015) 06/07/2015 Matéria / Aula: Direito Processual Civil / Aula 24 Professor: Edward Carlyle Silva Monitor: Alexandre Paiol AULA 24 CONTEÚDO DA AULA: Tutela provisória : tutela

Leia mais

Estágio Supervisionado I

Estágio Supervisionado I Estágio Supervisionado I 5ª etapa TRABALHO Nº 01 Ativ. Acomp. e Obs. em Órgãos Públicos Ministério Público Estadual ou Federal TRABALHO Nº 02 Ativ. Acomp. e Obs. em Órgãos Públicos Advocacia Geral da União

Leia mais

JUIZADOS ESPECIAIS CÍVEIS ESTADUAIS

JUIZADOS ESPECIAIS CÍVEIS ESTADUAIS 1 Paula Junqueira Ematné* JUIZADOS ESPECIAIS CÍVEIS ESTADUAIS RESUMO: Este texto trata sobre os Juizados Especiais Cíveis Estaduais, visando dar um esclarecimento maior sobre a lei 9.099/95, qual sua finalidade,

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 14 13 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 15 - Data 29 de fevereiro de 2016 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: IMPOSTO SOBRE A RENDA DE PESSOA FÍSICA - IRPF PENSÃO ALIMENTÍCIA

Leia mais

Temos ainda um Juízo de admissibilidade (a quo) e um Juízo de julgamento (ad quem).

Temos ainda um Juízo de admissibilidade (a quo) e um Juízo de julgamento (ad quem). PARTE II TEORIA GERAL DOS RECURSOS Conceito: Recurso é o direito que a parte vencida ou o terceiro prejudicado possui de, uma vez atendidos os pressupostos de admissibilidade, submeter a matéria contida

Leia mais

Aula 1. Sumário. Do impedimento do juiz 2. Da suspeição do juiz 4. Do escrivão 8. Do oficial de justiça 9. Questões 11

Aula 1. Sumário. Do impedimento do juiz 2. Da suspeição do juiz 4. Do escrivão 8. Do oficial de justiça 9. Questões 11 Aula 1 Sumário Conteúdo Página Do impedimento do juiz 2 Da suspeição do juiz 4 Arguição de impedimento e suspeição 7 Do escrivão 8 Do oficial de justiça 9 Questões 11 Dos Impedimentos do Juiz São situações

Leia mais

O NOVO CPC E O DIREITO CIVIL: DESAFIOS INICIAIS

O NOVO CPC E O DIREITO CIVIL: DESAFIOS INICIAIS O NOVO CPC E O DIREITO CIVIL: DESAFIOS INICIAIS MARCELO TRUZZI OTERO marcelotruzzi@uol.com.br marcelotruzzi@aasp.org.br Advogado militante; Mestre e Doutor em Direito pela PUC/SP; Professor da Escola Paulista

Leia mais

D A N I E L L E T O S T E 3 A N W W W. D A N I T O S T E. C O M

D A N I E L L E T O S T E 3 A N W W W. D A N I T O S T E. C O M 1. Quando se considera inepta a petição inicial? A petição é considerada inepta quando: A) Lhe faltar pedido ou causa de pedir; B) Da narração dos fatos não decorrer logicamente a conclusão; C) O pedido

Leia mais

REQUERIMENTO DE PENSÃO: Relação dos documentos necessários

REQUERIMENTO DE PENSÃO: Relação dos documentos necessários 1 /13 1. Documentação necessária, comum a todos os processos: 1.1. Documentação do(a) Segurado(a) Requerimento em formulário próprio, com firma reconhecida do requerente em cartório ou na presença de funcionário

Leia mais

Aula Demonstrativa DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Prof. Aloizio Medeiros

Aula Demonstrativa DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Prof. Aloizio Medeiros Aula Demonstrativa DIREITO PROCESSUAL CIVIL Prof. Aloizio Medeiros CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ATOS DE OFÍCIO TJ MG DIREITO PROCESSUAL CIVIL 1. Processos: conceito, espécies, =pos de procedimento; distribuição,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 15ª REGIÃO 02ª Vara do Trabalho de Bauru Processo nº:

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 15ª REGIÃO 02ª Vara do Trabalho de Bauru Processo nº: SENTENÇA Página: 1 Vistos etc. I. Relatório SINDICATO DOS TRABALHADORES, INSTRUTORES, DIRETORES EM AUTO ESCOLAS, CENTROS DE FORMAÇÃO DE CONDUTORES A E B, DESPACHANTES, ASSOCIAÇÃO DE AUTO ESCOLAS E DESPACHANTES

Leia mais

Inovações legislativas e aspectos práticos no uso da Mediação em Propriedade Intelectual. Daniela Monteiro Gabbay

Inovações legislativas e aspectos práticos no uso da Mediação em Propriedade Intelectual. Daniela Monteiro Gabbay Inovações legislativas e aspectos práticos no uso da Mediação em Propriedade Intelectual Daniela Monteiro Gabbay 30.08.2016 Escolha da mediação: arte ou ciência? Como escolher a porta mais adequada de

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 792/2015

RESOLUÇÃO Nº 792/2015 Publicação: 24/04/15 DJE: 23/04/15 RESOLUÇÃO Nº 792/2015 Dispõe sobre a função de juiz leigo, de que trata a Lei federal nº 9.099, de 26 de setembro de 1995, no âmbito dos Juizados Especiais do Estado

Leia mais

Direito Processual Penal

Direito Processual Penal Direito Processual Penal Citação e Intimação Professor Joerberth Nunes www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual Penal CITAÇÃO E INTIMAÇÃO TÍTULO X Das Citações e Intimações CAPÍTULO I DAS CITAÇÕES

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA / IPG N.º 02/2013

INSTRUÇÃO NORMATIVA / IPG N.º 02/2013 INSTRUÇÃO NORMATIVA / IPG N.º 02/2013 DEFINE OS MODELOS E FORMAS DE REQUERIMENTOS DOS BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS. Considerando que a Controladoria Geral do Município aprovou a edição desta Instrução Normativa.

Leia mais

Pratica Jurídica Civil II 8 semestre Profa. Ana Luísa Reale confecção do conteúdo

Pratica Jurídica Civil II 8 semestre Profa. Ana Luísa Reale confecção do conteúdo AULA 3, segundo nosso plano de ensino Tutela Antecipada requerida em caráter antecedente Esta ação não possui regulamentação no CPC de 73. Trata-se de previsão inovadora em nosso sistema, regulamentada

Leia mais

PRINCIPAIS CLASSIFICAÇÕES DOS ALIMENTOS

PRINCIPAIS CLASSIFICAÇÕES DOS ALIMENTOS PRINCIPAIS CLASSIFICAÇÕES DOS ALIMENTOS 1. Quanto à fonte: a) Alimentos legais: fixados pela lei, fundamentados no direito de família, decorrentes do casamento, ou união estável ou da relação de parentesco

Leia mais

Direito Civil Direito Civil

Direito Civil Direito Civil DIREITO CIVIL PEÇA PROFISSIONAL Ercília, ao parar diante de faixa de pedestre, na cidade de Patos de Minas MG, teve seu veículo abalroado pelo automóvel conduzido por Otávio e, em razão do acidente, teve

Leia mais

NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL E A CLT (DA CONTESTAÇÃO)

NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL E A CLT (DA CONTESTAÇÃO) NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL E A CLT (DA CONTESTAÇÃO) I DA CONTESTAÇÃO OS DISPOSITIVOS CLASSICOS DA CLT: O artigo 769 da CLT (SUBSIDIÁRIA), será aplicada no processo de fase conhecimento observando todas

Leia mais

Direito Processual Civil III

Direito Processual Civil III Direito Processual Civil III»Aula 19 Providências preliminares: Providências Preliminares Ação Declaratória Incidental X Providências Preliminares 1 Conceito - art. 323 do CPC - providências preliminares

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO E www.questoesdeconcursos.com.br DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PEÇA PROFISSIONAL Antônio, engenheiro civil, trabalhava para a Construtora Alfa Ltda., onde exercia a função de supervisor

Leia mais

Profº. Jonathas Barbosa PL Silva

Profº. Jonathas Barbosa PL Silva Profº. Jonathas Barbosa PL Silva barbosa.adv.jur@gmail.com JURISDIÇÃO AÇÃO E PROCESSO É a função estatal de compor ou prevenir conflitos de interesses tendo como base o ordenamento jurídico material vigente,

Leia mais

CONTESTAÇAo NO PROCESSO CIVIL

CONTESTAÇAo NO PROCESSO CIVIL Gediel Claudino de Araujo Júnior PRÁTICA DE CONTESTAÇAo NO PROCESSO CIVIL CONTESTAÇÃO I RECONVENÇÃO EXCEÇÓES { IMPUGNAÇÓES 3!L Edição Revista, ampliada e atualizada Sumário 1 Jurisdição... 1.1 Introdução...

Leia mais

REFLEXOS DO NOVO CPC NO DIREITO DE FAMÍLIA

REFLEXOS DO NOVO CPC NO DIREITO DE FAMÍLIA REFLEXOS DO NOVO CPC NO DIREITO DE FAMÍLIA FERNANDA TARTUCE Advogada orientadora do Departamento Jurídico XI de Agosto (USP); Mediadora; Mestre e Doutora em Direito Processual Civil pela USP; Professora

Leia mais

FASE DE FORMAÇÃO INICIAL - PROGRAMA DE PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL I I - ACESSO AO DIREITO II - ACTOS PROCESSUAIS DAS PARTES

FASE DE FORMAÇÃO INICIAL - PROGRAMA DE PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL I I - ACESSO AO DIREITO II - ACTOS PROCESSUAIS DAS PARTES Prática Processual Civil I FASE DE FORMAÇÃO INICIAL - PROGRAMA DE PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL I I - ACESSO AO DIREITO Modalidades do acesso ao direito e à justiça. O conceito de insuficiência económica. Revogação

Leia mais

Critérios para os candidatos participantes da Lista de Espera ProUni

Critérios para os candidatos participantes da Lista de Espera ProUni Critérios para os candidatos participantes da Lista de Espera ProUni 2016.2 Os candidatos participantes da lista de espera do ProUni, na Unidade de Ensino Superior do Sul do Maranhão UNISULMA deverão comparecer

Leia mais

Prática Processual Civil. Programa

Prática Processual Civil. Programa ORDEM DOS ADVOGADOS COMISSÃO NACIONAL DE ESTÁGIO E FORMAÇÃO Prática Processual Civil Programa I - A CONSULTA JURÍDICA 1.1 - A consulta ao cliente 1.2 - Tentativa de resolução amigável 1.3 - A gestão do

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA... VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA... VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO Hermes Cramacon @hermescramacon OAB - 2ª fase - Prática Trabalhista PEÇA 01 Mauro, residente e domiciliado na cidade de Barueri, foi contratado na função de auxiliar de serviços gerais pela empresa ABC

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Das Provas No Processo Trabalhista Suelene Cock Corrêa Carraro* Provar significa formar a convicção do juiz sobre a existência ou não de fatos relevantes no processo. É o conjunto

Leia mais

LEI Nº , DE 16 DE MARÇO DE 2015

LEI Nº , DE 16 DE MARÇO DE 2015 LEI Nº 13.105, DE 16 DE MARÇO DE 2015 Código de Processo Civil. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: PARTE GERAL LIVRO V DA TUTELA PROVISÓRIA

Leia mais

GUIA PRÁTICO CONDIÇÃO DE RECURSOS NOTA: EM VIGOR A PARTIR DE 01 DE AGOSTO DE 2010 INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P. Manual de

GUIA PRÁTICO CONDIÇÃO DE RECURSOS NOTA: EM VIGOR A PARTIR DE 01 DE AGOSTO DE 2010 INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P. Manual de Manual de GUIA PRÁTICO CONDIÇÃO DE RECURSOS NOTA: EM VIGOR A PARTIR DE 01 DE AGOSTO DE 2010 INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/8 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático

Leia mais

GEORGIOS ALEXANDRIDIS

GEORGIOS ALEXANDRIDIS GEORGIOS ALEXANDRIDIS Leiloeiro Oficial do Estado de São Paulo e Advogado Doutor em Direito das Relações Sociais pela PUC/SP (2016) Mestre em Direito das Relações Sociais pela PUC/SP (2008) Especialista

Leia mais

XVII EXAME UNIFICADO 2ª Fase Civil #ProfessorAoVivo em 12/1/2016 PROFESSOR AO VIVO. Revisão Prof. Darlan Barroso Estudo Dirigido Execução GABARITO

XVII EXAME UNIFICADO 2ª Fase Civil #ProfessorAoVivo em 12/1/2016 PROFESSOR AO VIVO. Revisão Prof. Darlan Barroso Estudo Dirigido Execução GABARITO PROFESSOR AO VIVO Revisão Prof. Darlan Barroso Estudo Dirigido Execução GABARITO 1) Após tramitar perante juízo criminal competente, Maria foi condenada pela prática de crime de dano. A sentença penal

Leia mais

ANEXO I. Relação de documentos comprobatórios para análise socioeconômica

ANEXO I. Relação de documentos comprobatórios para análise socioeconômica ANEXO I Relação de documentos comprobatórios para análise socioeconômica 1 Relação de documentos do Candidato: - Carteira de Identidade; - CPF; - Carteira profissional: apresentar fotocópia das páginas:

Leia mais

PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº SALVADOR APELANTE: RAFAEL ALVES DOS SANTOS, REP. 333, INCISO I, DO CPC.

PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº SALVADOR APELANTE: RAFAEL ALVES DOS SANTOS, REP. 333, INCISO I, DO CPC. PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº 019623-14.1995.805.0001-0-SALVADOR APELANTE: RAFAEL ALVES DOS SANTOS, REP. POR JUCILENE DE ALMEIDA ALVES ADVOGADA: MARCIA MIGUEZ GONZALEZ APELADO: ADILTON CELESTINO

Leia mais

REPRESENTAÇÃO PROCESSUAL DO EMPREGADOR DOMÉSTICO EM AUDIENCIA TRABALHISTA

REPRESENTAÇÃO PROCESSUAL DO EMPREGADOR DOMÉSTICO EM AUDIENCIA TRABALHISTA REPRESENTAÇÃO PROCESSUAL DO EMPREGADOR DOMÉSTICO EM AUDIENCIA TRABALHISTA Este trabalho tem por finalidade estudar os aspectos da representação processual trabalhista em foco da representação do empregador

Leia mais

03- (TRT-MG 2005 FCC Téc. Adm.) Em audiência trabalhista, não comparecendo a reclamada nem seu representante,

03- (TRT-MG 2005 FCC Téc. Adm.) Em audiência trabalhista, não comparecendo a reclamada nem seu representante, DO JUIZ - É o Diretor/condutor do processo: CLT - Art. 765 - Os Juízos e Tribunais do Trabalho terão ampla liberdade na direção do processo e velarão pelo andamento rápido das causas, PODENDO determinar

Leia mais

Conflitos entre o Processo do

Conflitos entre o Processo do Conflitos entre o Processo do Trabalho e o Novo CPC Jordão Medeiros Jurídico Ambev AmBev Conflito x Impactos CLT Art. 769 - Nos casos omissos, o direito processual comum será fonte subsidiária do direito

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA AÇÃO ESTIMATÓRIA OU QUANTI MINORIS COM MODELO DE PETIÇÃO INICIAL E A TEORIA DA COMUNICAÇÃO JURÍDICA

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA AÇÃO ESTIMATÓRIA OU QUANTI MINORIS COM MODELO DE PETIÇÃO INICIAL E A TEORIA DA COMUNICAÇÃO JURÍDICA AÇÃO ESTIMATÓRIA OU QUANTI MINORIS COM MODELO DE PETIÇÃO INICIAL E A TEORIA DA COMUNICAÇÃO JURÍDICA Sabemos que o vício redibitório é o defeito oculto da coisa que pode torná-la imprópria para o fim a

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 A Situação Concreta Exposição da Situação Concreta e de suas mais de 50 Petições Vinculadas...1

Sumário. Capítulo 1 A Situação Concreta Exposição da Situação Concreta e de suas mais de 50 Petições Vinculadas...1 Sumário Capítulo 1 A Situação Concreta... 1 1.1. Exposição da Situação Concreta e de suas mais de 50 Petições Vinculadas...1 Capítulo 2 Petições Cíveis: Procedimento Comum... 7 2.1. Petição Inicial...7

Leia mais