Ministério da Fazenda SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL. Instrução Normativa nº 632, de 17 de março de 2006

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ministério da Fazenda SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL. Instrução Normativa nº 632, de 17 de março de 2006"

Transcrição

1 Ministério da Fazenda SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL Instrução Normativa nº 632, de 17 de março de 2006 DOU de Aprova o Programa Gerador de Documentos do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica - CNPJ (PGD CNPJ) e dá outras providências. O SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL, SUBSTITUTO, no uso da atribuição que lhe confere o inciso III do art. 230 do Regimento Interno da Secretaria da Receita Federal, aprovado pela Portaria MF nº 30, de 25 de fevereiro de 2005, e tendo em vista o disposto no inciso XXII do art. 37 da Constituição Federal, alterado pela Emenda Constitucional nº 42, de 19 de dezembro de 2003, no art. 199 da Lei nº 5.172, de 25 de outubro de Código Tributário Nacional, e no inciso II do art. 37 da Lei nº 9.250, de 26 de dezembro de 1995, resolve: Art. 1º Fica aprovado o Programa Gerador de Documentos do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (PGD CNPJ, versão 1.2), destinado à prática de atos perante o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), mediante a utilização dos seguintes documentos: I - Ficha Cadastral da Pessoa Jurídica (FCPJ); II - Quadro de Sócios e Administradores (QSA); III - Ficha Específica, de interesse do órgão convenente; IV - Documento Básico de Entrada (DBE) ou Protocolo de Transmissão da FCPJ, conforme modelos constantes dos Anexos II e III desta Instrução Normativa. 1º O Programa a que se refere o caput é de reprodução livre e está disponível na página da Secretaria da Receita Federal (SRF) na Internet, no endereço 2º Para o preenchimento do PGD CNPJ deverão ser observadas as instruções constantes do Anexo I.

2 Art. 2º A solicitação dos atos cadastrais dar-se-á por meio de FCPJ, de QSA no caso de estabelecimento matriz de entidade, e de Ficha Específica, quando a requerente estiver localizada em unidade federada ou município conveniado, documentos estes gerados pelo PGD CNPJ. Art. 3º A comprovação da condição de inscrito no CNPJ e da situação cadastral será feita mediante a emissão de "Comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral" por meio da página da SRF na Internet, no endereço eletrônico referido no 1º do art. 1º. Art. 4º Ficam substituídos os seguintes anexos da Instrução Normativa RFB nº 568, de 8 de setembro de 2005: I - O anexo I, pelos Anexos II e III desta Instrução Normativa; II - O anexo VI, pelo Anexo V desta Instrução Normativa. Art. 5º Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação. RICARDO JOSE DE SOUZA PINHEIRO ANEXO I I - Solicitação de atos perante o CNPJ por meio da Internet Os pedidos de inscrição de matriz ou de filial, a alteração de dados cadastrais, a inclusão ou exclusão do SIMPLES e os eventos especiais devem ser efetuados por meio da Internet (ReceitaNet). II - Procedimentos do contribuinte - envio por meio do programa ReceitaNet Para efetuar a transmissão de sua solicitação via Internet, o contribuinte deverá adotar os seguintes procedimentos: a) o contribuinte deverá ter instalado em sua estação de trabalho o Programa Gerador de Documentos do CNPJ (PGD CNPJ) e o aplicativo ReceitaNet; b) o PGD do CNPJ deverá ser usado para preencher os dados relativos ao pedido;

3 c) após gravar no disquete do CNPJ, por meio da opção "Gravar Para Entrega à SRF" no menu "Documentos", ou gravar no disco rígido, o contribuinte deverá transmitir os dados, selecionando a opção "Transmitir via Internet", no mesmo menu, ou clicando no ícone respectivo na barra de ferramentas. Nesse momento aparecerá a tela principal do ReceitaNet. Acionar o botão "Enviar". A transmissão somente será possível se a estação de trabalho estiver conectada à Internet e estiver sido instalado o Programa ReceitaNet. Os dados enviados serão armazenados em um servidor da SRF que funcionará como uma base temporária; d) a transmissão efetuada com sucesso ensejará a gravação do Recibo de Entrega. O recibo de entrega deverá ser impresso, em uma via, por meio da opção "Imprimir" do PGD do CNPJ. e) o número constante do recibo de entrega (número do recibo / número de identificação) servirá como código de acesso, que permitirá ao contribuinte consultar o andamento do seu pedido na página da SRF na Internet, opção "Consulta da Situação do Pedido de CNPJ enviado pela Internet". Num primeiro momento o sistema realizará automaticamente pesquisa prévia que resultará em pendências ou não. Havendo pendências, estas serão disponibilizadas ao contribuinte na Internet para consulta, impressão e resolução. Não havendo pendências, disponibilizará para impressão o Documento Básico de Entrada no CNPJ (DBE) ou Protocolo de Transmissão, o qual conterá o número do recibo/número de identificação, e informará o endereço da unidade cadastradora para onde o contribuinte deverá encaminhar a documentação necessária (DBE com firma reconhecida ou Protocolo de Transmissão e, se for o caso, cópia autenticada do ato constitutivo / alterador / deliberativo). ATENÇÃO: DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA - No caso de ato constitutivo / alterador / deliberativo não envie documentos originais e sim cópias autenticadas. Os documentos não serão devolvidos. O DBE deverá ser assinado pela pessoa física responsável ou procurador, contendo firma reconhecida em cartório. O reconhecimento de firma da assinatura no DBE é dispensado no caso de solicitação de órgão público ou de utilização de convênio com órgão de registro.

4 Anexo II CADASTRO NACIONAL DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ) DOCUMENTO BÁSICO DE ENTRADA DO CNPJ CÓDIGO DE ACESSO 01. IDENTIFICAÇÃO NOME EMPRESARIAL (firma ou denominação) Nº DE INSCRIÇÃO NO CNPJ 02. MOTIVO DO PREENCHIMENTO RELAÇÃO DOS EVENTOS SOLICITADOS/DATA DO EVENTO 03. DOCUMENTOS APRESENTADOS FCPJ QSA 04. IDENTIFICAÇÃO DO PREPOSTO NOME DO PREPOSTO CPF DO PREPOSTO 05. IDENTIFICAÇÃO DO REPRESENTANTE DA PESSOA JURÍDICA Responsável Preposto NOME CPF LOCAL E DATA ASSINATURA (com firma reconhecida) 06. RECONHECIMENTO DE FIRMA 07. RECIBO DE ENTREGA

5 IDENTIFICAÇÃO DO CARTÓRIO CARIMBO COM DATA E ASSINATURA DO FUNCIONARIO DA UNIDADE CADASTRADORA Anexo III CADASTRO NACIONAL DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ) PROTOCOLO DE TRANSMISSÃO DA FCPJ CÓDIGO DE ACESSO 01. IDENTIFICAÇÃO NOME EMPRESARIAL (firma ou denominação) Nº DE INSCRIÇÃO NO CNPJ 02. MOTIVO DO PREENCHIMENTO RELAÇÃO DOS EVENTOS SOLICITADOS / DATA DO EVENTO 03. IDENTIFICAÇÃO DO REPRESENTANTE DA PESSOA JURÍDICA NOME CPF LOCAL DATA 04. CÓDIGO DE CONTROLE DO CERTIFICADO DIGITAL

6 Anexo IV CADASTRO NACIONAL DA PESSOA JURÍDICA NÚMERO DE INSCRIÇÃO COMPROVANTE DE INSCRIÇÃO E DE SITUAÇÃO CADASTRAL DATA DE ABERTURA NOME EMPRESARIAL TÍTULO DO ESTABELECIMENTO (NOME DE FANTASIA) CÓDIGO E DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE ECONÔMICA PRINCIPAL CÓDIGO E DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES ECONÔMICAS SECUNDÁRIAS CÓDIGO E DESCRIÇÃO DA NATUREZA JURÍDICA LOGRADOURO NÚMERO COMPLEMENTO CEP BAIRRO/DISTRITO MUNICÍPIO UF SITUAÇÃO CADASTRAL DATA DA SITUAÇÃO CADASTRAL SITUAÇÃO ESPECIAL DATA DA SITUAÇÃO ESPECIAL

7 Anexo V CADASTRO NACIONAL DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ) CERTIDÃO DE BAIXA DE INSCRIÇÃO NO CNPJ NÚMERO DO CNPJ DATA DA BAIXA DADOS DO CONTRIBUINTE NOME EMPRESARIAL ENDEREÇO LOGRADOURO NÚMERO COMPLEMENTO BAIRRO OU DISTRITO CEP MUNICÍPIO UF TELEFON E MOTIVO DA BAIXA Certifico a baixa da inscrição no CNPJ acima identificada, ressalvado aos órgãos convenentes o direito de cobrar quaisquer créditos tributários posteriormente apurados. Emitida para os efeitos da Instrução Normativa RFB nº 568, de 8 de setembro de Emitida às, horário de Brasília, do dia, via Internet. UNIDADE CADASTRADORA:

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 351, DE 5 DE AGOSTO DE 2003

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 351, DE 5 DE AGOSTO DE 2003 Ministério da Fazenda Secretaria da Receita Federal INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 351, DE 5 DE AGOSTO DE 2003 Dispõe sobre a prática de atos perante o Cadastro de Imóveis Rurais (Cafir) e dá outras providências

Leia mais

MANUAL. Pedido Eletrônico de Restituição MEI

MANUAL. Pedido Eletrônico de Restituição MEI MANUAL Pedido Eletrônico de Restituição MEI Versão junho/2017 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 03 1.1 APRESENTAÇÃO DO APLICATIVO... 03 1.2 OBJETIVOS DO APLICATIVO... 03 2 ACESSO AO APLICATIVO PEDIDO ELETRÔNICO DE

Leia mais

Atenciosamente, Tayla Marinho

Atenciosamente, Tayla Marinho imbra https://mail.tjam.jus.br/h/printmessage?id=c:-9259&tz=america/guyana 1 de 1 18/02/2014 08:35 Zimbra marcos.candido@tjam.jus.br Documentação do Pregão 052014 De : VEDAMAX

Leia mais

Diário Oficial da União Seção 1-Nº 116, segunda-feira, 18 de junho de 2012

Diário Oficial da União Seção 1-Nº 116, segunda-feira, 18 de junho de 2012 Secretaria da Receita Federal do Brasil revoga instrução normativa que tratava a respeito dos procedimentos para ratificação de erros no preenchimento de Guia da Previdência Social (GPS) Para conhecimento,

Leia mais

Portaria Conjunta RFB/PGFN Nº 1751 DE 02/10/2014

Portaria Conjunta RFB/PGFN Nº 1751 DE 02/10/2014 Portaria Conjunta RFB/PGFN Nº 1751 DE 02/10/2014 Dispõe sobre a prova de regularidade fiscal perante a Fazenda Nacional. O Secretário da Receita Federal do Brasil e a Procuradora-Geral da Fazenda Nacional,

Leia mais

PORTARIA RFB Nº 1384, DE 09 DE SETEMBRO DE 2016

PORTARIA RFB Nº 1384, DE 09 DE SETEMBRO DE 2016 PORTARIA RFB Nº 1384, DE 09 DE SETEMBRO DE 2016 (Publicado(a) no DOU de 12/09/2016, seção 1, pág. 21) Disciplina a disponibilização, pela Secretaria da Receita Federal do Brasil, de dados não protegidos

Leia mais

Normas - Sistema Gestão da Informação

Normas - Sistema Gestão da Informação Página 1 de 6 Normas - Sistema Gestão da Informação Visão Anotada PORTARIA RFB Nº 1384, DE 09 DE SETEMBRO DE 2016 (Publicado(a) no DOU de 14/09/2016, seção 1, pág. 17) Disciplina a disponibilização, pela

Leia mais

PORTARIA N 126, DE 30 DE JULHO DE 1999

PORTARIA N 126, DE 30 DE JULHO DE 1999 PORTARIA N 126, DE 30 DE JULHO DE 1999 Estabelece a regulamentação para a atividade de produção ou importação de óleo lubrificante acabado a ser exercida por pessoa jurídica sediada no País, organizada

Leia mais

Ministério da Fazenda

Ministério da Fazenda N.º 191 - Seção 1, sexta-feira, 3 de outubro de 2014 Ministério da Fazenda SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL PORTARIA Nº 1751, DE 2 DE OUTUBRO DE 2014. Dispõe sobre a prova de regularidade fiscal

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR

AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR MINISTÉRIO DA SAÚDE 1 AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR RESOLUÇÃO-RDC Nº 5, DE 18 DE FEVEREIRO DE 2000 (*) Aprova normas sobre os procedimentos administrativos para requerimento e concessão de registro

Leia mais

DSPJ INATIVA Regras para Apresentação. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 15/01/2013. Sumário:

DSPJ INATIVA Regras para Apresentação. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 15/01/2013. Sumário: DSPJ INATIVA 2013 - Regras para Apresentação Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 15/01/2013. Sumário: 1 - INTRODUÇÃO 2 - OBRIGATORIEDADE DE APRESENTAÇÃO 3 - ENTREGA DA DECLARAÇÃO 3.1 -

Leia mais

REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 34

REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 34 Requerimento Eletrônico Página 1 / 34 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 REQUERIMENTO ELETRÔNICO DE CONSTITUIÇÃO... 4 Novo Requerimento de Constituição... 5 Dados da Pessoa Jurídica... 7 Qualificação dos Sócios e

Leia mais

PORTARIA CONJUNTA PGFN/RFB Nº 3, DE 02 DE MAIO DE DOU DE 02/05/2007- EDIÇÃO EXTRA

PORTARIA CONJUNTA PGFN/RFB Nº 3, DE 02 DE MAIO DE DOU DE 02/05/2007- EDIÇÃO EXTRA PORTARIA CONJUNTA PGFN/RFB Nº 3, DE 02 DE MAIO DE 2007 - DOU DE 02/05/2007- EDIÇÃO EXTRA Alterado pela PORTARIA CONJUNTA PGFN/RFB Nº 1, DE 20 DE JANEIRO DE 2010 - DOU DE 22/01/2010 Dispõe sobre a prova

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRIBUTOS

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRIBUTOS TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRIBUTOS Orientador Empresarial Regularidade Fiscal Prova Alterações na Portaria Conjunta PGFN SRF nº 03/2005 PORTARIA CONJUNTA PGFN/SRF Nº

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA N o 7 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2007 Dispõe sobre o registro de empresas de trabalho temporário. O Secretário de Relações do Trabalho

INSTRUÇÃO NORMATIVA N o 7 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2007 Dispõe sobre o registro de empresas de trabalho temporário. O Secretário de Relações do Trabalho INSTRUÇÃO NORMATIVA N o 7 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2007 Dispõe sobre o registro de empresas de trabalho temporário. O Secretário de Relações do Trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego, no uso da atribuição

Leia mais

FICHA CADASTRAL DE POSTO REVENDEDOR

FICHA CADASTRAL DE POSTO REVENDEDOR RESOLUÇÃO ANP Nº41, DE 06/11/2013 Exclusiva para pedido de autorização 1/2 01 TIPO DE VAREJISTA 02 INSCRIÇÃO CNPJ COMBUSTÍVEL LÍQUIDO GNV AMBOS / - 04 IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA NOME ( firma, razão social

Leia mais

ALVARÁ/2016 DE LOCALIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO. Código de Certificação. Publicidade NÃO. Inscr. Estadual MANTER AFIXADO EM LOCAL VISÍVEL

ALVARÁ/2016 DE LOCALIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO. Código de Certificação. Publicidade NÃO. Inscr. Estadual MANTER AFIXADO EM LOCAL VISÍVEL CNPJ/CPF 01.657.467/0001-71 Razão Social VICTOR ADAUTO SALMAZO EPP ALVARÁ/2016 DE LOCALIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO Código de Certificação CM 108816 Identificador 175675 Nome Fantasia NTI SOLUCOES INTEGRADAS

Leia mais

Documentação necessária para alteração cadastral

Documentação necessária para alteração cadastral Documentação necessária para alteração cadastral Segunda via de cadastro Preencher requerimento de 2ª via de cadastro Cópia da taxa paga de 2ª via (requerer nas unidades dos rápidos) Alteração de sócio:

Leia mais

PORTARIA Nº. 20, DE 15 DE ABRIL DE 2016 (DOU DE )

PORTARIA Nº. 20, DE 15 DE ABRIL DE 2016 (DOU DE ) PORTARIA Nº. 20, DE 15 DE ABRIL DE 2016 (DOU DE 18.04.2016) Altera a Portaria nº 02, de 22 de fevereiro de 2013 e dá outras providências. O SECRETÁRIO DE RELAÇÕES DO TRABALHO, no uso das atribuições que

Leia mais

Rio de Janeiro, 18 de julho de Of. Circ. Nº 235/14

Rio de Janeiro, 18 de julho de Of. Circ. Nº 235/14 Rio de Janeiro, 18 de julho de 2014. Of. Circ. Nº 235/14 Referência: Instrução Normativa Receita Federal do Brasil/Procuradoria Geral da Fazenda Nacional - PGFN nº 1.482/14 - Parcelamento de débitos ou

Leia mais

CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO

CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO 29/02/2016 MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria da Receita Federal do Brasil Procuradoria Geral da Fazenda Nacional CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO Nome:

Leia mais

PEDIDO DE ISENÇÃO E IMUNIDADE IPVA. ROTEIRO RÁPIDO Usuário Externo. Março/ (versão 1.2)

PEDIDO DE ISENÇÃO E IMUNIDADE IPVA. ROTEIRO RÁPIDO Usuário Externo. Março/ (versão 1.2) PEDIDO DE ISENÇÃO E IMUNIDADE IPVA ROTEIRO RÁPIDO Usuário Externo Março/2009 - (versão 1.2) TTD PEDIDO DE ISENÇÃO E IMUNIDADE IPVA Usuário Externo O Sistema de Administração Tributária S@T está disponibilizando

Leia mais

ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACAJU SECRETARIA MUNICIPAL DE FINANÇAS

ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACAJU SECRETARIA MUNICIPAL DE FINANÇAS PORTARIA 02/2007 28 de junho de 2007 (republicação) Dispõe sobre a emissão, via internet, de CERTIDÃO NEGATIVA, CERTIDÃO POSITIVA COM EFEITO DE CERTIDÃO NEGATIVA, CERTIDÃO NEGATIVA DE TRIBUTOS VINCULADA

Leia mais

FAQ Perguntas Frequentes versão 01/12/2013

FAQ Perguntas Frequentes versão 01/12/2013 - Jucergs Deferimento de Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) pela Junta Comercial 1. Quais são as modalidades de cadastro disponíveis para solicitação de CNPJ? No site da Receita Federal do Brasil

Leia mais

Sobre o Cancelamento de Gravames. Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/RS

Sobre o Cancelamento de Gravames. Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/RS Sobre o Cancelamento de Gravames Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/RS Procedimentos para solicitação do desbloqueio de cancelamento de gravame. (Versão Atualizada 2015) De acordo com a portaria

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Acesso ao Sistema Pessoa Física Todos os dados e valores apresentados neste manual são ficticios. Qualquer dúvida consulte a legislação vigente. Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em

Leia mais

ALVARÁ DE LICENÇA E FUNCIONAMENTO FINALIDADE: FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTO

ALVARÁ DE LICENÇA E FUNCIONAMENTO FINALIDADE: FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTO PREFEITURA DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA 2016 ALVARÁ DE LICENÇA E FUNCIONAMENTO FINALIDADE: FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTO INSCRIÇÃO MUNICIPAL CPF/CNPJ 54125003 06.042.030/0001-47 RAZÃO

Leia mais

Diário Oficial da União Seção 1 - Nº 81, sexta-feira, 29 de abril de 2011 MINISTERIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL

Diário Oficial da União Seção 1 - Nº 81, sexta-feira, 29 de abril de 2011 MINISTERIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL Diário Oficial da União Seção 1 - Nº 81, sexta-feira, 29 de abril de 2011 MINISTERIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 1149 DE 28 DE ABRIL DE 2011 Aprova o programa

Leia mais

PORTARIA Nº 129/2016-SEFAZ

PORTARIA Nº 129/2016-SEFAZ PORTARIA Nº 129/2016-SEFAZ Altera a Portaria n 005/2014-SEFAZ, de 30/01/2014 (DOE 31/01/2014), que dispõe sobre o Cadastro de Contribuintes do ICMS do Estado de Mato Grosso e dá outras providências. O

Leia mais

MANUAL DO CADASTRO ELETRÔNICO SRF-SEFAZ/SP

MANUAL DO CADASTRO ELETRÔNICO SRF-SEFAZ/SP GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA FAZENDA MANUAL DO CADASTRO ELETRÔNICO SRF-SEFAZ/SP VERSÃO PARA PESSOA JURÍDICA Elaborado por: EDNA ALEXANDRE JOSÉ ROBERTO PEROZIM MARCO

Leia mais

C I R C U L A R C Ó D I G O N Ú M E R O D A T A 040/2012 MFZ /06/2012 SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL A S S U N T O

C I R C U L A R C Ó D I G O N Ú M E R O D A T A 040/2012 MFZ /06/2012 SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL A S S U N T O Sindicato Nacional das Empresas de Navegação Marítima Rua Visconde de Inhaúma, 134 Gr 1005 CEP 20094-900 - Centro - Rio de Janeiro RJ Brasil Tel.: (55 21) 3232-5600 Fax.: (55 21) 3232-5619 E-mail: syndarma@syndarma.org.br

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Acesso ao Sistema Pessoa Física Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br Página 2 de 23 Índice ÍNDICE... 2 1.

Leia mais

FAQ Perguntas Frequentes versão 01/09/2015

FAQ Perguntas Frequentes versão 01/09/2015 DÚVIDAS ADICIONAIS SOBRE DBE/CNPJ, PREVISTAS NESTE INFORMATIVO, DEVERÃO SER DIRIGIDAS À RECEITA FEDERAL, ATRAVÉS DE AGENDAMENTO DE HORÁRIO PELA INTERNET, PARA O SERVIÇO ORIENTAÇÕES CNPJ OU CONSULTADO A

Leia mais

ATENÇÃO Leia antes de imprimir Fornecedor, listamos algumas dicas para o bom funcionamento do livro de reclamações

ATENÇÃO Leia antes de imprimir Fornecedor, listamos algumas dicas para o bom funcionamento do livro de reclamações ATENÇÃO Leia antes de imprimir Fornecedor, listamos algumas dicas para o bom funcionamento do livro de reclamações 1 - A impressão do livro deve ser feita em tamanho A5 (14,8cmx21cm). Quando for imprimir,

Leia mais

Registro de Sociedade de Advogados

Registro de Sociedade de Advogados A OAB Minas está integrada à Rede Nacional para a Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios (REDESIM) e é a responsável pelo registro das sociedades de advogados, individual e plural,

Leia mais

POLÍCIA CIVIL DE MINAS GERAIS DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DE MINAS GERAIS

POLÍCIA CIVIL DE MINAS GERAIS DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DE MINAS GERAIS POLÍCIA CIVIL DE MINAS GERAIS DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DE MINAS GERAIS Av. João Pinheiro, 417 B. Centro-BH/MG CEP: 30130.180 PORTARIA N 92.147/2005 de 10 de dezembro de 2005 O Chefe do Departamento de

Leia mais

Manual do cliente Pessoa Jurídica

Manual do cliente Pessoa Jurídica Manual do cliente Pessoa Jurídica Emissão, Alteração ou Baixa de CNPJ (REDESIM) Realização O que é a REDESIM? A Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios, REDESIM,

Leia mais

Manual para emissão do CPF na CRC Nacional versão 1.0

Manual para emissão do CPF na CRC Nacional versão 1.0 Normatização: Manual para emissão do CPF na CRC Nacional versão 1.0 Instrução Normativa Receita Federal Brasileira nº 1548/2015 Art. 3º Estão obrigadas a inscrever-se no CPF as pessoas físicas: V - registradas

Leia mais

Onde se lê: Resolução nº 70/2009 Leia-se: Resolução nº 198/2014, e suas alterações

Onde se lê: Resolução nº 70/2009 Leia-se: Resolução nº 198/2014, e suas alterações EDITAL Nº 2/206 TRT 8ª REGIÃO, DE 6 DE JANEIRO DE 206 TRABALHO DA 8ª REGIÃO torna pública a retificação do conteúdo referente às Noções de Gestão Pública, constante dos subitens 5.2.2.2, 5.2.2.3, 5.2.2.4,

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 950, DE 25 DE JUNHO DE 2009

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 950, DE 25 DE JUNHO DE 2009 MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 950, DE 25 DE JUNHO DE 2009 Aprova aplicativo para opção pelo Regime Especial de Tributação das Bebidas Frias (Refri)

Leia mais

ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL DIGITAL

ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL DIGITAL CERTIFICAÇÃO DIGITAL Os livros Diário e Razão emitidos de forma eletrônica deverão ser assinados por no mínimo dois signatários: - pelo contabilista legalmente habilitado; - e pela(s) pessoa(s) física(s)

Leia mais

Manual de uso das funcionalidades do convênio da SEFAZ-ES (CADIN)

Manual de uso das funcionalidades do convênio da SEFAZ-ES (CADIN) Manual de uso das funcionalidades do convênio da SEFAZ-ES (CADIN) 1 Acessar o Sistema E-jud... 03 2 Informar à SEFAZ-ES, Pendência de Guia Vinculada a Processo Judicial... 05 3 Informar à SEFAZ-ES, Pendência

Leia mais

ALVARÁ DE LICENÇA E FUNCIONAMENTO FINALIDADE: FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTO

ALVARÁ DE LICENÇA E FUNCIONAMENTO FINALIDADE: FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTO PREFEITURA DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA 2015 ALVARÁ DE LICENÇA E FUNCIONAMENTO FINALIDADE: FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTO ATIVIDADE: 020128 - Taxa TLVLF Outras Atividades - Pequeno Porte

Leia mais

D.O.U. de 05/10/1992. INSTRUÇÃO NORMATIVA DpRF Nº 109, DE 2 DE OUTUBRO DE 1992

D.O.U. de 05/10/1992. INSTRUÇÃO NORMATIVA DpRF Nº 109, DE 2 DE OUTUBRO DE 1992 D.O.U. de 05/10/1992 INSTRUÇÃO NORMATIVA DpRF Nº 109, DE 2 DE OUTUBRO DE 1992 O Diretor do Departamento da Receita Federal, no uso de suas atribuições, e tendo em vista a necessidade de uniformizar os

Leia mais

Prefeitura do Município de Piracicaba Secretaria Municipal de Administração Departamento de Material e Patrimônio Divisão de Compras

Prefeitura do Município de Piracicaba Secretaria Municipal de Administração Departamento de Material e Patrimônio Divisão de Compras O, por intermédio da, comunica que, de acordo com o que dispõe a Lei Federal nº 8.666/93 e suas alterações, os Srs. Fornecedores da Prefeitura do Município de Piracicaba que desejarem se inscrever no CERTIFICADO

Leia mais

PROCEDIMENTO CADASTRAL

PROCEDIMENTO CADASTRAL PROCEDIMENTO CADASTRAL SERVIÇOS DE LIMPEZA CONTROLE DE PRAGAS COLETA, TRANSPORTE E DESTINAÇÃO DE RESÍDUOS COLETA, TRANSPORTE E DESTINAÇÃO DE PILHAS E BATERIAS COLETA, TRANSPORTE DESCONTAMINAÇÃO E DESTINAÇÃO

Leia mais

Brasília - DF, quarta-feira, 20 de agosto de 2014 página 26 MINISTÉRIO DA FAZENDA

Brasília - DF, quarta-feira, 20 de agosto de 2014 página 26 MINISTÉRIO DA FAZENDA Brasília - DF, quarta-feira, 20 de agosto de 2014 página 26 MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 1.491, DE 19 DE AGOSTO DE 2014 Dispõe sobre os débitos a

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO Nº 35/2013 ANO X (23 de agosto de 2013)

BOLETIM INFORMATIVO Nº 35/2013 ANO X (23 de agosto de 2013) BOLETIM INFORMATIVO Nº 35/2013 ANO X (23 de agosto de 2013) 01. IN SRF 1.387/2013 - PRORROGA OBRIGATORIEDADE DE APRESENTAÇÃO DA EFD CONTRIBUIÇÕES PARA PESSOAS JURÍDICAS REFERIDAS NOS 6º, 8º e 9º DO ART.

Leia mais

SERGIO RIBEIRO SILVA, Prefeito do Município de Carapicuíba, Estado de São Paulo, usando de suas atribuições legais, D E C R E T A:

SERGIO RIBEIRO SILVA, Prefeito do Município de Carapicuíba, Estado de São Paulo, usando de suas atribuições legais, D E C R E T A: DECRETO Nº 4.015, DE 19 DE OUTUBRO DE 2.010. Institui a Nota Fiscal Eletrônica de Serviço NFS-e, e dá outras providências SERGIO RIBEIRO SILVA, Prefeito do Município de Carapicuíba, Estado de São Paulo,

Leia mais

Instrução Normativa SRF Nº. 580, de 12 de dezembro de 2005

Instrução Normativa SRF Nº. 580, de 12 de dezembro de 2005 Instrução Normativa SRF Nº. 580, de 12 de dezembro de 2005 Institui o Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte da Secretaria da Receita Federal (e-cac). O SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL, no uso da

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 161, DE 30 DE ABRIL DE 2007

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 161, DE 30 DE ABRIL DE 2007 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 161, DE 30 DE ABRIL DE 2007 O PRESIDENTE DO INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS - IBAMA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 26 inciso

Leia mais

Índice O Que é ISS Digital?

Índice O Que é ISS Digital? Índice O Que é ISS Digital? 1.0 Cadastro de Empresas Contribuintes 1.1 Cadastro On-line de Prestadores 1.2 Consulta ao CEC (ConCEC) 1.3 Empresas de Fora do Município 1.4 Consulta ao CEF (ConCEF) 1.5 Tomadores:

Leia mais

PROCURADORIA GERAL DA FAZENDA NACIONAL PGFN

PROCURADORIA GERAL DA FAZENDA NACIONAL PGFN PROCURADORIA GERAL DA FAZENDA NACIONAL PGFN PORTARIA N.º 1 DE 19 /05 /2006 Altera a Portaria Conjunta PGFN/SRF nº 3, de 22 de novembro de 2005, que dispõe sobre a prova de regularidade fiscal perante a

Leia mais

Para fins de auditoria do Selo EJ 2017, deve constar no Estatuto:

Para fins de auditoria do Selo EJ 2017, deve constar no Estatuto: MANUAL DE AUDITORIA a. OBJETIVO Uniformizar a auditoria entre as Federações e Núcleos e apresentar às empresas juniores os itens auditados em cada um dos critérios do Selo EJ de forma complementar ao Edital

Leia mais

LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE

LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE 2016 PROCESSO DE BAIXA MÓDULO INTEGRADOR 1 Como já estudado anteriormente, o Módulo Integrador é o sistema disponibilizado e mantido pela JUCEMG com o objetivo de integrar

Leia mais

Instrução Normativa RFB nº 1.127, de 7 de fevereiro de 2011

Instrução Normativa RFB nº 1.127, de 7 de fevereiro de 2011 Instrução Normativa RFB nº 1.127, de 7 de fevereiro de 2011 DOU de 8.2.2011 Dispõe sobre a apuração e tributação de rendimentos recebidos acumuladamente de que trata o art. 12-A da Lei nº 7.713, de 22

Leia mais

Portal Webrecivil Módulo CPF

Portal Webrecivil Módulo CPF Portal Webrecivil Módulo CPF Manual do usuário Data: 21/12/2015 Versão documento: 1.0 Prefácio 1. COMO LOGAR NO SISTEMA WEBRECIVIL... 03 2. COMO ACESSAR O MÓDULO CPF... 03 3. ENTENDENDO A TELA DO CPF...

Leia mais

Instrução Normativa RFB nº 1.343, de 5 de abril de 2013

Instrução Normativa RFB nº 1.343, de 5 de abril de 2013 Instrução Normativa RFB nº 1.343, de 5 de abril de 2013 DOU de 8.4.2013 Dispõe sobre o tratamento tributário relativo à apuração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (IRPF) aplicável aos valores pagos

Leia mais

PUBLICADO NO DOM DE 19/06/09 ALTERADO PELOS DECRETOS Nº , de 18/09/2009, , de 11/03/2010 e , de 24/08/2010.

PUBLICADO NO DOM DE 19/06/09 ALTERADO PELOS DECRETOS Nº , de 18/09/2009, , de 11/03/2010 e , de 24/08/2010. PUBLICADO NO DOM DE 19/06/09 ALTERADO PELOS DECRETOS Nº 19.998, de 18/09/2009, 20.644, de 11/03/2010 e 21.088, de 24/08/2010. DECRETO N 19.682 de 18 de junho de 2009 Altera dispositivos do Decreto n 18.

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP N 25, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2000.

RESOLUÇÃO CNSP N 25, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2000. RESOLUÇÃO CNSP N 25, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2000. Dispõe sobre escritório de representação, no País, de ressegurador admitido, e dá outras providências. A SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP, no

Leia mais

FAQ Perguntas Frequentes versão 19/08/2014

FAQ Perguntas Frequentes versão 19/08/2014 DÚVIDAS ADICIONAIS SOBRE DBE/CNPJ, PREVISTAS NESTE INFORMATIVO, DEVERÃO SER DIRIGIDAS À RECEITA FEDERAL, ATRAVÉS DE AGENDAMENTO DE HORÁRIO PELA INTERNET, PARA O SERVIÇO ORIENTAÇÕES CNPJ OU CONSULTADO A

Leia mais

Prefeitura do Município de Lages Secretaria Municipal da Fazenda Diretoria de Fiscalização

Prefeitura do Município de Lages Secretaria Municipal da Fazenda Diretoria de Fiscalização INSTRUÇÃO NORMATIVA 007/2014 DISPÕE SOBRE O MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS DA DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO DA SECRETARIA DA FAZENDA DO MUNICÍPIO DE LAGES Considerando a necessidade de promover agilidade

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE COLONIZAÇÃO E REFORMA AGRÁRIA INSTRUÇÃO NORMATIVA No- 44, DE 18 DE FEVEREIRO DE 2008

INSTITUTO NACIONAL DE COLONIZAÇÃO E REFORMA AGRÁRIA <!ID > INSTRUÇÃO NORMATIVA No- 44, DE 18 DE FEVEREIRO DE 2008 INSTITUTO NACIONAL DE COLONIZAÇÃO E REFORMA AGRÁRIA INSTRUÇÃO NORMATIVA No- 44, DE 18 DE FEVEREIRO DE 2008 Estabelece diretrizes para recadastramento de imóveis rurais de que trata o Decreto

Leia mais

Solicitação de Cadastro de Instituição

Solicitação de Cadastro de Instituição Solicitação de Cadastro de Instituição Versão 1.2 Versão Autor Data Descrição 1.0 Equipe suporte 13/10/2011 Criação do Plataforma Brasil documento 1.1 Equipe suporte Plataforma Brasil 1.2 Equipe suporte

Leia mais

FACULDADE DE INHUMAS EDITAL Nº 05/2016 REINGRESSO, TRANSFERÊNCIA INTERNA, TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA

FACULDADE DE INHUMAS EDITAL Nº 05/2016 REINGRESSO, TRANSFERÊNCIA INTERNA, TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA EDITAL Nº 05/2016 REINGRESSO, TRANSFERÊNCIA INTERNA, TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA A Direção Acadêmica da Faculdade de Inhumas FacMais, no uso de suas atribuições regimentais e de acordo

Leia mais

REQUERIMENTO DE CADASTRO DE FORNECEDOR PESSOA JURÍDICA

REQUERIMENTO DE CADASTRO DE FORNECEDOR PESSOA JURÍDICA REQUERIMENTO DE CADASTRO DE FORNECEDOR PESSOA JURÍDICA Solicitamos o Cadastro de Fornecedores da UniRV - Universidade de Rio Verde, nos termos da Lei nº 8666/93 Art. 27,28 e 29 atualizada, conforme informações

Leia mais

Orientações para transferência de cota Contemplada com bem Bem Imóvel

Orientações para transferência de cota Contemplada com bem Bem Imóvel Orientações para transferência de cota Contemplada com bem Bem Imóvel Nesse documento você encontra todas as orientações para efetuar a transferência de titularidade de sua cota de maneira ágil e fácil.

Leia mais

Perguntas frequentes sobre o Via Rápida Empresa VRE. 1. O Cadastro WEB e o Sistema Integrado de Licenciamento - SIL não existem mais?

Perguntas frequentes sobre o Via Rápida Empresa VRE. 1. O Cadastro WEB e o Sistema Integrado de Licenciamento - SIL não existem mais? Perguntas frequentes sobre o Via Rápida Empresa VRE 1. O Cadastro WEB e o Sistema Integrado de Licenciamento - SIL não existem mais? Desde o dia 21/10/2013, esta em operação o Módulo Estadual de Licenciamento

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL RECIBO DE ENTREGA DA DECLARAÇÃO DE DÉBITOS E CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS FEDERAIS CNPJ: 11.545.086/0001-54 Mês/Ano: JAN 2012 Nome Empresarial: AL

Leia mais

Quinta-feira, 31 de Março de 2016 Edição N 913 Caderno I

Quinta-feira, 31 de Março de 2016 Edição N 913 Caderno I DECRETO N. 016 DE 16 DE MARÇO DE 2016. Institui e regulamenta o uso da Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE PARATINGA, no uso das suas atribuições

Leia mais

Construção Civil ADE N 25 da RFB dispõe sobre a Declaração e Informação Sobre Obra - DISO

Construção Civil ADE N 25 da RFB dispõe sobre a Declaração e Informação Sobre Obra - DISO Construção Civil ADE N 25 da RFB dispõe sobre a Declaração e Informação Sobre Obra - DISO Através do Ato Declaratório Executivo - ADE nº 25, publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira (29/7),

Leia mais

Instrução Normativa RFB nº 1.199, de 14 de outubro de 2011

Instrução Normativa RFB nº 1.199, de 14 de outubro de 2011 Instrução Normativa RFB nº 1.199, de 14 de outubro de 2011 DOU de 17.10.2011 Dispõe sobre procedimentos fiscais dispensados aos consórcios constituídos nos termos dos arts. 278 e 279 da Lei nº 6.404, de

Leia mais

Instrução Normativa nº 432 de

Instrução Normativa nº 432 de SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL - SRF Instrução Normativa nº 432 de 22.07.2004 Aprova o Programa Pedido Eletrônico de Ressarcimento ou Restituição e Declaração de Compensação, versão 1.4 (PER/DCOMP 1.4),

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação Junta Comercial do Estado de São Paulo

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação Junta Comercial do Estado de São Paulo FAQ Perguntas Frequentes Deferimento de Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) pela Junta Comercial 1. Quais são as modalidades de cadastro disponíveis para solicitação de CNPJ? No site da Receita

Leia mais

Manual do Parcelamento de Débitos do MEI

Manual do Parcelamento de Débitos do MEI Manual do Parcelamento de Débitos do MEI Versão Junho/2017 Instrução Normativa RFB nº 1.714, de 26 de maio de 2017 Sumário 1 - Acesso... 3 2 - Requisitos Tecnológicos... 6 3 - Funcionalidades do aplicativo...

Leia mais

SPED CONTÁBIL ECD (Geração e transmissão)

SPED CONTÁBIL ECD (Geração e transmissão) SPED CONTÁBIL ECD (Geração e transmissão) Conteúdo: 1. Dados do responsável e contabilista 2. Emissão de balancete para conferência 3. Gerando arquivo ECD no sistema JOTEC 4. Utilizando o programa validador

Leia mais

ANEXO À PORTARIA Nº 616/SAS, DE 16 DE MARÇO DE Formulário de Requerimento FORMULÁRIO DE REQUERIMENTO

ANEXO À PORTARIA Nº 616/SAS, DE 16 DE MARÇO DE Formulário de Requerimento FORMULÁRIO DE REQUERIMENTO ANEXO À PORTARIA Nº 616/SAS, DE 16 DE MARÇO DE 2016. Formulário de Requerimento FORMULÁRIO DE REQUERIMENTO Desejo receber comunicações da GEOS/SAS, via Correios, no endereço da sede social da empresa.

Leia mais

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS Origem: ProUrbano Data de Criação: 22/03/2010 Ultima alteração: Versão: 1.3 Tipo de documento: PRO-V1. 0 Autor: Adriano

Leia mais

EDITAL Nº 07-DE, de 01 de Agosto de 2016.

EDITAL Nº 07-DE, de 01 de Agosto de 2016. EDITAL Nº 07-DE, de 01 de Agosto de 2016. EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA SOLICITAÇÃO DE TRANSFERÊNCIA INTERNA E EXTERNA PARA OS CURSOS TÉCNICOS SUBSEQUENTES DO IFRS CAMPUS VIAMÃO O do Instituto

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 584, DE 3 DE DEZEMBRO DE 2014

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 584, DE 3 DE DEZEMBRO DE 2014 INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 584, DE 3 DE DEZEMBRO DE 2014 O PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA -

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA Cartório 24 Horas

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA Cartório 24 Horas MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA Cartório 24 Horas INTRODUÇÃO A Extranet Cartório 24 Horas permite a solicitação de qualquer tipo de Certidão junto aos Cartórios e outros órgãos de todos os estados Brasileiros.

Leia mais

PORTARIA Nº 077/2013-GS/SEMUT NATAL(RN), 25 DE NOVEMBRO DE 2013.

PORTARIA Nº 077/2013-GS/SEMUT NATAL(RN), 25 DE NOVEMBRO DE 2013. Publicado no DOM Nº 2655 de 27/11/2013 PORTARIA Nº 077/2013-GS/SEMUT NATAL(RN), 25 DE NOVEMBRO DE 2013. Disciplina o procedimento de indeferimento de opção e de exclusão de ofício ao Regime Especial Unificado

Leia mais

Manual do cartório Pessoa Jurídica

Manual do cartório Pessoa Jurídica Manual do cartório Pessoa Jurídica Emissão, Alteração ou Baixa de CNPJ (REDESIM) Realização O que é a REDESIM? A Rede Nacional para a Simplifi cação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios,

Leia mais

BitNota Eletrônica Gerenciador para Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Manual Versão 1.0

BitNota Eletrônica Gerenciador para Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Manual Versão 1.0 BitNota Eletrônica Gerenciador para Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Manual Versão 1.0 Conteúdo 1. A Quem se Destina o BitNota Eletrônica 2. Requisitos Mínimos para o funcionamento do programa 3. Como Funciona

Leia mais

MANUAL COTAÇÃO ELETRÔNICA SIASG

MANUAL COTAÇÃO ELETRÔNICA SIASG MANUAL COTAÇÃO ELETRÔNICA SIASG INCISO II ART. 24 DA LEI 8.666/93 MANUAL COTAÇÃO ELETRÔNICA SIASG INCISO II ART. 24 DA LEI 8.666/93 1ª Ed. de 16-07-2015 REUNIÃO DE INFORMAÇÕES E ILUSTRAÇÕES POR: Coordenadoria

Leia mais

ATO COTEPE ICMS 4, DE 11 DE MARÇO DE 2010

ATO COTEPE ICMS 4, DE 11 DE MARÇO DE 2010 Recapel apresenta ATO COTEPE ICMS 4, DE 11 DE MARÇO DE 2010 Publicado no DOU de 17.03.10. Retificação no DOU de 18.03.10. Alterado pelos Atos COTEPE/ICMS 19/10, 43/10, 24/11, 38/11, 45/11, 15/12, 27/12.

Leia mais

Disciplina os procedimentos referentes à remissão do Imposto sobre a Propriedade

Disciplina os procedimentos referentes à remissão do Imposto sobre a Propriedade RESOLUÇÃO SMF Nº 2677 DE 20 DE JULHO DE 2011 Disciplina os procedimentos referentes à remissão do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana IPTU instituída pelo art. 5º da Lei nº 5.128,

Leia mais

PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 584, DE 3 DE DEZEMBRO DE 2014

PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 584, DE 3 DE DEZEMBRO DE 2014 PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 584, DE 3 DE DEZEMBRO DE 2014 O PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA - INEP, no uso das atribuições que

Leia mais

Deferimento de Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) pela Junta Comercial

Deferimento de Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) pela Junta Comercial FAQ Perguntas Frequentes versão 19/3/13 Deferimento de Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) pela Junta Comercial 1. Quais são as modalidades de cadastro disponíveis para solicitação de CNPJ? No

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 003 DE 20 DE JANEIRO DE 2011.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 003 DE 20 DE JANEIRO DE 2011. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 003 DE 20 DE JANEIRO DE 2011. Estabelece os procedimentos técnicos e operacionais complementares à Portaria 2.220/2010, que trata dos prazos para inclusão, alteração e/ou cancelamento

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA GERAÇÃO E TRANSMISSÃO DA DIRF 2014 A DIRF2014 DEVERÁ SER GERADA NO SISTEMA DA FOLHA2015.

INSTRUÇÕES PARA GERAÇÃO E TRANSMISSÃO DA DIRF 2014 A DIRF2014 DEVERÁ SER GERADA NO SISTEMA DA FOLHA2015. Porto Feliz- 19 de Janeiro de 2015. INSTRUÇÕES PARA GERAÇÃO E TRANSMISSÃO DA DIRF 2014 A DIRF2014 DEVERÁ SER GERADA NO SISTEMA DA FOLHA2015. PARA FAZER A GERAÇÃO DA DIRF 2014 O SISTEMA DA FOLHA2015 DEVERÁ

Leia mais

Habilitação de Empresas para Importação e Exportação - RADAR

Habilitação de Empresas para Importação e Exportação - RADAR Habilitação de Empresas para Importação e Exportação - RADAR Apresentação do Professor Professor: Douglas Cândido. Administrador com ênfase em Comércio Exterior pela Estácio de Sá, MBA em Gestão de Negócios

Leia mais

Palestra. RAIS - Relação Anual de Informações Sociais Fevereiro Elaborado por: Valéria de Souza Telles

Palestra. RAIS - Relação Anual de Informações Sociais Fevereiro Elaborado por: Valéria de Souza Telles Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

EDITAL 21/2016 TRANSFERÊNCIA EXTERNA

EDITAL 21/2016 TRANSFERÊNCIA EXTERNA EDITAL 21/2016 TRANSFERÊNCIA EXTERNA Dispõe sobre a Transferência Externa para cursos de graduação da Faculdade Guanambi. A Direção Acadêmica e Administrativa da Faculdade Guanambi, no uso de suas atribuições

Leia mais

1.2 Os processos e os procedimentos adotados para aplicação das diretrizes contidas nesta política estão regulamentados em normativo específico.

1.2 Os processos e os procedimentos adotados para aplicação das diretrizes contidas nesta política estão regulamentados em normativo específico. 1. Apresentação Política de Gestão de Dados de Emitentes de Cheques Sem Fundos 1.1 Esta política contém as diretrizes definidas para propiciar a adequada administração de dados e de informações de devoluções

Leia mais

Kit de Faturamento Cota Quitada PF/PJ

Kit de Faturamento Cota Quitada PF/PJ Kit de Faturamento Cota Quitada PF/PJ O Consórcio Fiat tem satisfação em participar da realização do seu projeto. Agora que você foi contemplado, siga as instruções abaixo para concluir o processo de aquisição

Leia mais

Como Efetuar Vendas no Futura Mobile? - MOB02

Como Efetuar Vendas no Futura Mobile? - MOB02 Como Efetuar Vendas no Futura Mobile? - MOB02 Sistema: Futura Mobile Menu: Venda Referência: MOB02 Como funciona: É possível realizar vendas através do Futura Mobile. Acessando o menu Vendas o sistema

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 548, DE 4 DE DEZEMBRO DE 2015

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 548, DE 4 DE DEZEMBRO DE 2015 INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 548, DE 4 DE DEZEMBRO DE 2015 O PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA -

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA MOVIMENTAÇÃO CADASTRAL. Fevereiro/2011

ORIENTAÇÕES PARA MOVIMENTAÇÃO CADASTRAL. Fevereiro/2011 ORIENTAÇÕES PARA MOVIMENTAÇÃO CADASTRAL Fevereiro/2011 1. DOCUMENTOS EXIGIDOS POR TIPO DE MOVIMENTAÇÃO 1.1 INCLUSÃO DE TITULAR Ficha de movimentação preenchida, assinada, carimbada pela empresa e assinada

Leia mais

Assunto: Preenchimento das Vagas Remanescentes do Vestibular 2016 do Curso Técnico Integrado e Subsequente em Edificações

Assunto: Preenchimento das Vagas Remanescentes do Vestibular 2016 do Curso Técnico Integrado e Subsequente em Edificações Pesqueira, 12 de agosto de 2016. NOTA INFORMATIVA Nº 01/2016 - DIREÇÃO DE ENSINO Assunto: Preenchimento das Vagas Remanescentes do Vestibular 2016 do Curso Técnico Integrado e Subsequente em Edificações

Leia mais