PERCURSO 14 Região Norte: a construção de espaços geográficos. Prof. Gabriel Rocha 7º ano - EBS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PERCURSO 14 Região Norte: a construção de espaços geográficos. Prof. Gabriel Rocha 7º ano - EBS"

Transcrição

1 PERCURSO 14 Região Norte: a construção de espaços geográficos. Prof. Gabriel Rocha 7º ano - EBS

2 1 A construção do espaço geográfico de 1500 a 1930 A ocupação da Amazônia não despertava tanto interesse aos colonizadores portugueses como o lucrativo Nordeste açucareiro e as Minas Gerais com a sua produção de ouro. Além disso, a ocupação foi marcada por vários conflitos com indígenas.

3

4 O extrativismo do látex Por volta de 1870, a Região Amazônica passou a receber grande número de migrantes principalmente da Região Nordeste, por causa da seca e do desenvolvimento das atividades extrativas (castanha-do-pará, madeira e látex). A partir de 1888, após a invenção do pneu e da popularização do automóvel, a borracha transformou-se num produto de grande valor e de grande procura pelas indústrias.

5 O extrativismo do látex e da castanha-do-pará foi o motor do processo de produção e organização do espaço regional, estimulando: a atração de migrantes brasileiros e imigrantes estrangeiros. a construção de portos de Belém e de Manaus. a incorporação do Acre ao território brasileiro. a expansão da rede urbana. A industrialização. A atração de capitais estrangeiros.

6 Extração de borracha em seringal do Acre, 1921.

7 Uma etapa do processo de extração da borracha na Amazônia.

8 O declínio da produção de borracha Em 1910, o Brasil perdeu a liderança da produção de borracha em razão da concorrência com as colônias inglesas da Ásia. Com a perda do mercado, a Região Norte deixou de receber investimentos e fluxos migratórios, desacelerando o processo de construção espacial.

9 2 A construção do espaço geográfico após a) Produtos agrícolas e exploração de alguns minérios (Contribuíram para o povoamento da região) b) Superintendência do Plano de Valorização Econômica da Amazônia SPVEA (Criada pelo Governo Federal, em 1953, com o objetivo de planejar e de promover o desenvolvimento econômico regional)

10 SPVEA - criada por Getúlio Vargas em 1953, cujo objetivo era o desenvolvimento da Região Amazônica, fortalecendo a produção agropecuária e promovendo a integração da Região à economia nacional.

11 3 Os governos militares e os novos rumos da colonização da Amazônia. Em vista da cobiça internacional sobre a região, os governos militares entendiam que havia a necessidade de promover a ocupação humana e dinamizar a economia da Amazônia. Com esse objetivo, foram criadas iniciativas para a ocupação da Amazônia, estimulando fluxos migratórios internos para a região.

12 A Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (SUDAM) Foi criada em 1966, substituindo a SPVEA, com o objetivo de planejar, inspecionar e conduzir o desenvolvimento da Amazônia. Para que as empresas se instalassem na região, a SUDAM fornecia empréstimos em dinheiro e concedia incentivos fiscais. Essa iniciativa atraiu várias empresas agropecuárias, minerais, industriais e de serviços.

13

14 Rodovias de integração nacional No início da década de 1970, o governo federal criou o Plano de Integração Nacional, baseado na construção de rodovias.

15

16 Rodovia Transamazônica em péssimas condições de tráfego

17 Núcleos ou projetos de colonização O Instituto de Colonização e Reforma Agrária, criou após 1964, os núcleos ou projetos de colonização. A área pública foi dividida em lotes e distribuída a famílias cadastradas interessadas em cultivá-la. Nem todos os núcleos tiveram êxito. A falta de assistência médica e escolar, a grande distância dos centros urbanos, a falta de técnicas adequadas para cultivar o solo, a falta de recursos financeiros, contribuíram para o fracasso de vários desses núcleos.

18 A Zona Franca de Manaus Para incentivar a industrialização de Manaus, o governo federal criou, em 1967, a Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), com o objetivo de disponibilizar infraestrutura e vantagens financeiras para atrair as indústrias para a região. A SUFRAMA criou o Distrito Industrial de Manaus e ofereceu isenção de impostos para a importação de matérias-primas e de componentes industriais, além de empréstimos e incentivos fiscais para as empresas nacionais e estrangeiras que ali se instalaram.

19

20

21

22 Zona Franca de Manaus

23 O Projeto Grande Carajás Em 1967, o governo federal criou o Projeto Grande Carajás, no Pará, que envolvia a exploração dos recursos minerais e da floresta, além do aproveitamento dos rios para a produção de energia elétrica e a construção da Estrada de Ferro Carajás para o transporte de minerais até o Porto de Itaqui, no Maranhão.

24

25 Usina Hidrelétrica de Tucuruí

26 Estrada de Ferro Carajás

27

Características Gerais

Características Gerais Características Gerais Área: 3.8 milhões de km², (cerca de 45,25% do território nacional); População: 17,2 milhões de habitantes (2014); Estados formadores: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima

Leia mais

Industrialização Brasileira

Industrialização Brasileira Industrialização Brasileira Aula 26 LEMBRAR QUE A URBANIZAÇÃO SEMPRE FOI INFLUENCIADA PELA ECONOMIA. Algodão Maranhão. Açúcar Nordeste Brasileiro. Borracha Acre. Café- Sudeste. Minério- Minas Gerais. A

Leia mais

Clima equatorial quente e úmido o ano todo com baixa variação térmica ( 24e 26 graus). Vegetação composta principalmente da floresta Amazônica e

Clima equatorial quente e úmido o ano todo com baixa variação térmica ( 24e 26 graus). Vegetação composta principalmente da floresta Amazônica e Clima equatorial quente e úmido o ano todo com baixa variação térmica ( 24e 26 graus). Vegetação composta principalmente da floresta Amazônica e alguns trechos de cerrado. O relevo nortista constitui-se

Leia mais

Órgãos de desenvolvimento regional: Nordeste: SUDENE (1959); Norte: SUDAM (1966); Centro-Oeste: SUDECO (1967); Sul: SUDESUL (1967).

Órgãos de desenvolvimento regional: Nordeste: SUDENE (1959); Norte: SUDAM (1966); Centro-Oeste: SUDECO (1967); Sul: SUDESUL (1967). Prof. Clésio Revolução de 1930 implementação das indústrias de base e fortalecimento das indústrias de bens de consumo (Sudeste); Governo JK (1956-1961) concentração espacial da indústria no Sudeste

Leia mais

GEOGRAFIA 7 0 ANO UNIDADE 4 REGIÃO NORTE. Slides X SAIR. Atividades integradas. Alfabetização cartográfica. Inforresumo CADERNO 2

GEOGRAFIA 7 0 ANO UNIDADE 4 REGIÃO NORTE. Slides X SAIR. Atividades integradas. Alfabetização cartográfica. Inforresumo CADERNO 2 GEOGRAFIA 7 0 ANO UNIDADE 4 REGIÃO NORTE LUIZ CLÁUDIO MARIGO/OPÇÃO BRASIL Slides Capítulo 1: Aspectos gerais e físicos Capítulo 2: Ocupação da região Norte Capítulo 3: Expansão urbana e população tradicional

Leia mais

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 15 A MINERAÇÃO: ECONOMIA

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 15 A MINERAÇÃO: ECONOMIA HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 15 A MINERAÇÃO: ECONOMIA Fixação 1) (UFRN) No século XVIII, teve início a exploração da região mineradora no Brasil, provocando transformações importantes na economia colonial,

Leia mais

ZONA DA MATA AGRESTE SERTÃO SEMIÁRIDO INDÚSTRIA DA SECA; MEIO-NORTE

ZONA DA MATA AGRESTE SERTÃO SEMIÁRIDO INDÚSTRIA DA SECA; MEIO-NORTE REGIÃO NORTE Possui 7 estados ( Acre, Amazonas, Pará, Roraima, Amapá, Rondônia e Tocantins); Possui mais de 15 milhões de habitantes; No período colonial não despertou o interesse do colonizador, pois

Leia mais

ESTUDO DIRIGIDO 5º PERÍODO PROFº GUSTAVO BARCELOS

ESTUDO DIRIGIDO 5º PERÍODO PROFº GUSTAVO BARCELOS ESTUDO DIRIGIDO 5º PERÍODO PROFº GUSTAVO BARCELOS QUESTIONAMENTOS 1- Diferencie Amazônia Legal e Amazônia Internacional. 2- Caracterize o clima equatorial quanto a temperatura e umidade. 3- Explique o

Leia mais

Conteúdo Onde selecionar os materiais para o estudo? Como estudar? Centro-oeste: do ouro ao agronegócio

Conteúdo Onde selecionar os materiais para o estudo? Como estudar? Centro-oeste: do ouro ao agronegócio Olá, Chegamos na reta final e agora é o momento que a concentração deve ser redobrada. Por isso, não se esqueçam: Interprete cuidadosamente os mapas, tabelas, textos (poemas, letras de músicas, notícias

Leia mais

a) b) c) d) e) 3 2 1

a) b) c) d) e) 3 2 1 SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 7 ª TURMA(S):

Leia mais

Organização do Território

Organização do Território Organização do Território 1. No século XXI, a participação do Produto Interno Bruto (PIB) do Nordeste no PIB brasileiro vem aumentando paulatinamente, o que indica que a região passa por um ciclo de crescimento

Leia mais

Conteúdo Onde selecionar os materiais para o estudo? Como estudar?

Conteúdo Onde selecionar os materiais para o estudo? Como estudar? Olá, Tenho conversado com você nas aulas sobre alguns cuidados importantes durante a resolução da prova para que você seja clara, objetiva e não perca a concentração. Portanto, lembre-se: Siga atentamente

Leia mais

Divisão Geoeconômica

Divisão Geoeconômica Divisão Geoeconômica Essa divisão (ou regionalização) foi proposta pelo geógrafo em 1967 (a do IBGE atual se baseia na de 1969). Nela o Brasil é dividido em três regiões econômicas: Amazônia, Nordeste

Leia mais

Concentração fundiária brasileira Passado histórico colonial. Lei de terras de 1850 (estabelecia a compra como a única forma de acesso à terra). Forte

Concentração fundiária brasileira Passado histórico colonial. Lei de terras de 1850 (estabelecia a compra como a única forma de acesso à terra). Forte AGRICULTURA BRASILEIRA Concentração fundiária Relações de trabalho no campo A fronteira agrícola Principais produtos agrícolas Concentração fundiária brasileira Passado histórico colonial. Lei de terras

Leia mais

REVOLUÇÕES INDUSTRIAIS E DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO

REVOLUÇÕES INDUSTRIAIS E DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO REVOLUÇÕES INDUSTRIAIS E DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO www.infoescola.com Revolução da técnica Introduz Forma eficiente de padronizar a mercadoria Menor tempo Menor custo Agrupamento de trabalhadores

Leia mais

Geografia. As Regiões Geoeconômicas do Brasil. Professor Luciano Teixeira.

Geografia. As Regiões Geoeconômicas do Brasil. Professor Luciano Teixeira. Geografia As Regiões Geoeconômicas do Brasil Professor Luciano Teixeira www.acasadoconcurseiro.com.br Geografia Aula XX AS REGIÕES GEOECONÔMICAS DO BRASIL A divisão regional oficial do Brasil é aquela

Leia mais

População Brasileira

População Brasileira População Brasileira O mais completo levantamento de dados referentes a população brasileira é feito pelo IBGE através do Censo demográfico, de dez em dez anos. Programas de saúde, educação, construção

Leia mais

A expansão cafeeira no Brasil.

A expansão cafeeira no Brasil. A expansão cafeeira no Brasil. - A expansão cafeeira reforçou a importação de escravos africanos no Brasil e gerou capitais para investir na indústria e transporte. - O café chegou ao Brasil, na segunda

Leia mais

GEOGRAFIA REVISÃO 1 REVISÃO 2. Aula 25.1 REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE IV

GEOGRAFIA REVISÃO 1 REVISÃO 2. Aula 25.1 REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE IV Aula 25.1 REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE IV Complexos Regionais Amazônia: Baixa densidade demográfica e grande cobertura vegetal. 2 3 Complexos Regionais Nordeste: Mais baixos níveis de desenvolvimento

Leia mais

Segunda Revolução Industrial. Um mundo cheio de mudanças

Segunda Revolução Industrial. Um mundo cheio de mudanças Segunda Revolução Industrial Um mundo cheio de mudanças Nas relações humanas da contemporaneidade, a informação circula com muita rapidez. A globalização envolve diferentes esferas sociais tais como a

Leia mais

- A Petrobrás aumentou a produção de 75 mil para 750 mil barris/dia de petróleo;

- A Petrobrás aumentou a produção de 75 mil para 750 mil barris/dia de petróleo; Fonte: Governo e Política BENEFÍCIOS : - Restabelecimento da autoridade e da ordem pública; - Criação de 13 milhões de empregos; - A Petrobrás aumentou a produção de 75 mil para 750 mil barris/dia de petróleo;

Leia mais

A INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA

A INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA A INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA PERÍODO COLONIAL Portugal proibia a criação de fábricas no Brasil para que os brasileiros consumissem os produtos manufaturados pela metrópole. PÓS COLÔNIA A industrialização

Leia mais

Complexos Regionais do Brasil. Amazônia Nordeste Centro Sul

Complexos Regionais do Brasil. Amazônia Nordeste Centro Sul Complexos Regionais do Brasil Amazônia Nordeste Centro Sul Nordeste Sub-regiões Meio Norte: É uma faixa de transição entre a Amazônia e o Sertão nordestino. Engloba o estado do Maranhão e o oeste do estado

Leia mais

Programa de Retomada de Conteúdo 2º bimestre 1º ano Geografia

Programa de Retomada de Conteúdo 2º bimestre 1º ano Geografia Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio Regular. Rua Cantagalo 313, 325, 337 e 339 Tatuapé Fones: 2293-9393 e 2293-9166 Diretoria de Ensino Região LESTE 5 Programa de Retomada de Conteúdo

Leia mais

SUPERVISOR: Fátima Edília BOLSISTAS: Jusciana do Carmo Marta Claudino

SUPERVISOR: Fátima Edília BOLSISTAS: Jusciana do Carmo Marta Claudino UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES. DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) ESCOLA ESTADUAL MASCARENHAS

Leia mais

REGIONALIZAÇÕES DO ESPAÇO BRASILEIRO

REGIONALIZAÇÕES DO ESPAÇO BRASILEIRO REGIONALIZAÇÕES DO ESPAÇO BRASILEIRO O que é regionalizar? É dividir o espaço em regiões. É uma parte do espaço que tem traços comuns e é relativamente diferente das áreas vizinhas. Para que regionalizar?

Leia mais

CAPÍTULO 7 - BRASIL - DINÂMICAS TERRITORIAIS E ECONÔMICAS

CAPÍTULO 7 - BRASIL - DINÂMICAS TERRITORIAIS E ECONÔMICAS Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio CAPÍTULO 7 - BRASIL - DINÂMICAS TERRITORIAIS E ECONÔMICAS Professor: Gelson Alves Pereira 1- O QUE É REGIONALIZAÇÃO É a divisão de um espaço ou território

Leia mais

O que é migração? migrações internas nacionais migrações externas internacionais

O que é migração? migrações internas nacionais migrações externas internacionais O que é migração? É o deslocamento de pessoas de uma região para outra ou de um país para outro. Quando ocorrem no interior do país, são as migrações internas ou nacionais. Quando ocorrem entre países,

Leia mais

Desenvolvimento Industrial em. Moçambique. African Iron&Steel Conference, de 23 de Juhno de 2015, Hotel Avenida, Maputo, Moçambique

Desenvolvimento Industrial em. Moçambique. African Iron&Steel Conference, de 23 de Juhno de 2015, Hotel Avenida, Maputo, Moçambique República de Moçambique African Iron&Steel Conference, de 23 de Juhno de 2015, Hotel Avenida, Maputo, Moçambique Direcção Nacional da Industria Desenvolvimento Industrial em Moçambique Eng. Mateus Matusse

Leia mais

Organização do Território e Industrialização Brasileira

Organização do Território e Industrialização Brasileira Organização do Território e Industrialização Brasileira 1. (UEPA) A organização do espaço está intimamente ligada ao tempo histórico e ao tipo de sociedade que a constitui. Analisando a relação entre os

Leia mais

INDICADORES ECONÔMICOS

INDICADORES ECONÔMICOS INDICADORES ECONÔMICOS PRODUTO INTERNO BRUTO PIB Centro de Ensino Superior do Amapá - CEAP José Reinaldo Picanço Evolucao do Produto Interno Bruto - PIB (2005/2010) TAXA DE CRESCIMENTO MEDIA DE 13,7% Fonte:

Leia mais

Brasil: características naturais - litosfera. Páginas 12 à 27

Brasil: características naturais - litosfera. Páginas 12 à 27 Brasil: características naturais - litosfera Páginas 12 à 27 Refúgio Ecológico Caiman Miranda - MS Parque Nacional do Monte Roraima - RR Serra dos Órgãos Teresópolis - RJ Parque Nacional dos Aparados da

Leia mais

Sistema FIEAM A IMPORTÂNCIA DO MODELO DE DESENVOLVIMENTO ZFM PARA A AMAZÔNIA OCIDENTAL.

Sistema FIEAM A IMPORTÂNCIA DO MODELO DE DESENVOLVIMENTO ZFM PARA A AMAZÔNIA OCIDENTAL. Sistema FIEAM A IMPORTÂNCIA DO MODELO DE DESENVOLVIMENTO ZFM PARA A AMAZÔNIA OCIDENTAL. Criação da Zona Franca de Manaus (1957) Em 6 de junho de 1957 a lei nº 3.173, foi sancionada pelo presidente Juscelino

Leia mais

ESPAÇO RURAL E MODERNIZAÇÃO DO CAMPO

ESPAÇO RURAL E MODERNIZAÇÃO DO CAMPO ESPAÇO RURAL E MODERNIZAÇÃO DO CAMPO COMO ENTENDER A SITUAÇÃO DO CAMPO NO BRASIL? COMO ENTENDER A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS NO BRASIL E NO MUNDO? Tipos de agropecuária: intensiva e extensiva Principais modelos

Leia mais

Contas Regionais do Brasil 2011

Contas Regionais do Brasil 2011 Diretoria de Pesquisas Contas Regionais do Brasil 2011 Coordenação de Contas Nacionais frederico.cunha@ibge.gov.br alessandra.poca@ibge.gov.br Rio, 22/11/2013 Contas Regionais do Brasil Projeto de Contas

Leia mais

O BRASIL PODE SER ECONOMICAMENTE PRÓSPERO, CULTURALMENTE DIVERSO E AMBIENTALMENTE SUSTENTÁVEL. Rui Mangieri

O BRASIL PODE SER ECONOMICAMENTE PRÓSPERO, CULTURALMENTE DIVERSO E AMBIENTALMENTE SUSTENTÁVEL. Rui Mangieri O BRASIL PODE SER ECONOMICAMENTE PRÓSPERO, CULTURALMENTE DIVERSO E AMBIENTALMENTE SUSTENTÁVEL. Rui Mangieri 1º)1500 A 1930 ATÉ 1808 Indústrias débil, fraca e de pouca monta (valor). Principais atividades

Leia mais

Centro-Sul Brasileiro

Centro-Sul Brasileiro Centro-Sul Brasileiro 1. Analise o mapa, que representa as concentrações industriais no Brasil. Concentrações Industriais no Brasil A partir da análise do mapa e de seus conhecimentos, assinale a alternativa

Leia mais

01- Analise a figura abaixo e aponte as capitais dos 3 estados que compõem a Região Sul.

01- Analise a figura abaixo e aponte as capitais dos 3 estados que compõem a Região Sul. PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 7º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - PARTE 1 ============================================================================================= 01- Analise

Leia mais

INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA 1º FASE

INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA 1º FASE INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA 1º FASE Até 1822- Era praticamente proibido a instalação de qualquer tipo de estabelecimentos industriais na colônia, pois tudo vinha da metrópole. Até 1930 a indústria brasileira

Leia mais

A função de ligar a produção ao consumo; A evolução do sistema de transporte está associada às mudanças econômicas do Brasil;

A função de ligar a produção ao consumo; A evolução do sistema de transporte está associada às mudanças econômicas do Brasil; Geografia A dimensão territorial do país; A função de ligar a produção ao consumo; A evolução do sistema de transporte está associada às mudanças econômicas do Brasil; Segunda metade do século XX: contradição

Leia mais

2º ano do Ensino Médio. Ciências Humanas e suas Tecnologias Geografia

2º ano do Ensino Médio. Ciências Humanas e suas Tecnologias Geografia 2º ano do Ensino Médio Ciências Humanas e suas Tecnologias Geografia Características gerais O Centro-Sul caracteriza-se por ser o centro articulador do território brasileiro, com maior dinamismo industrial,

Leia mais

OBJETIVO º ANO E.M. MÓDULO 31 OS TIGRES ASIÁTICOS

OBJETIVO º ANO E.M. MÓDULO 31 OS TIGRES ASIÁTICOS OBJETIVO 2016 1º ANO E.M. MÓDULO 31 OS TIGRES ASIÁTICOS INTRODUÇÃO TIGRES ASIÁTICOS (Vídeo) Na década de 1970, os novos países industrializados, fortemente apoiados pelos investimentos japoneses, voltaram-se

Leia mais

Expedição 5. A Região Sudeste do Brasil. Geografia Profª Bruna Andrade 7º ano

Expedição 5. A Região Sudeste do Brasil. Geografia Profª Bruna Andrade 7º ano Expedição 5. A Região Sudeste do Brasil Geografia Profª Bruna Andrade 7º ano Introdução. Desde o século XVIII é a principal região econômica do Brasil, a que mais atraiu população de outras regiões do

Leia mais

DECRETO N 1.357, DE 30 DE DEZEMBRO DE 1994 REGULAMENTA

DECRETO N 1.357, DE 30 DE DEZEMBRO DE 1994 REGULAMENTA DECRETO N 1.357, DE 30 DE DEZEMBRO DE 1994 REGULAMENTA a Lei nº 8.857, de 08 de março de 1994, que criou as Áreas de Livre Comércio de Brasiléia e de Cruzeiro do Sul, no Estado do Acre e dá outras providências.

Leia mais

REGIÃO NORTE DO BRASIL (quadro humano e econômico) (Módulo 69 Livro 04 página 101

REGIÃO NORTE DO BRASIL (quadro humano e econômico) (Módulo 69 Livro 04 página 101 REGIÃO NORTE DO BRASIL (quadro humano e econômico) (Módulo 69 Livro 04 página 101 Introdução Com 3.853.676,948 km² a região norte do Brasil é a mais extensa das regiões brasileiras, correspondendo a pouco

Leia mais

02) No Maranhão, há uma área produtora de soja, no

02) No Maranhão, há uma área produtora de soja, no 01- Um turista saindo da ilha de São Luís, seguindo para a direção Oeste, pretendia fazer uma viagem em torno das ilhas divisórias, em ordem, percorridas? a) Rio Gurupi, Rio Tocantins, Serra do Gurupi,

Leia mais

A ECONOMIA MINERAL BRASILEIRA E AS PERSPECTIVAS DE CARAJÁS

A ECONOMIA MINERAL BRASILEIRA E AS PERSPECTIVAS DE CARAJÁS A ECONOMIA MINERAL BRASILEIRA E AS PERSPECTIVAS DE CARAJÁS Marcelo Ling Tosta A descoberta do ferro na região da Província Mineral de Carajás foi anunciada pela empresa americana United State Steel (US

Leia mais

Blocos econômicos. Bloco Econômico é uma integração de países nos. desenvolvimento e maior poder de competição.

Blocos econômicos. Bloco Econômico é uma integração de países nos. desenvolvimento e maior poder de competição. Blocos econômicos Bloco Econômico é uma integração de países nos aspectos, visando seu desenvolvimento e maior poder de competição. Eles constituem expressivos espaços integrados de livre comércio. Esses

Leia mais

Rede Salesiana de Escolas Colégio Salesiano DOM BOSCO Natal RN 7 ano INDUSTRIA E ENERGIA NO BRASIL

Rede Salesiana de Escolas Colégio Salesiano DOM BOSCO Natal RN 7 ano INDUSTRIA E ENERGIA NO BRASIL Rede Salesiana de Escolas Colégio Salesiano DOM BOSCO Natal RN 7 ano INDUSTRIA E ENERGIA NO BRASIL NATAL- RN 2015 INTRODUÇÃO Companhia Siderúrgica Nacional, construída entre os anos de 1942 e 1947, empresa

Leia mais

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 21 A AMAZÔNIA

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 21 A AMAZÔNIA GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 21 A AMAZÔNIA Como pode cair no enem? (ENEM) A Floresta Amazônica, com toda a sua imensidão, não vai estar aí para sempre. Foi preciso alcançar toda essa taxa de desmatamento

Leia mais

ESTADOS UNIDOS: superpotência mundial. Capítulo 9 Educador: Franco Augusto

ESTADOS UNIDOS: superpotência mundial. Capítulo 9 Educador: Franco Augusto ESTADOS UNIDOS: superpotência mundial Capítulo 9 Educador: Franco Augusto Alguns significados: fonte: http://www.significados.com.br Hegemonia significa preponderância de alguma coisa sobre outra. É a

Leia mais

C A N A D Á. CANADÁ DIVISÃO POLÍTICA E REGIONAL O país é dividido em 10 províncias e 3 territórios, sendo o de NUNAVUT O mais recente

C A N A D Á. CANADÁ DIVISÃO POLÍTICA E REGIONAL O país é dividido em 10 províncias e 3 territórios, sendo o de NUNAVUT O mais recente C A N A D Á CANADÁ DIVISÃO POLÍTICA E REGIONAL O país é dividido em 10 províncias e 3 territórios, sendo o de NUNAVUT O mais recente 1 GRUPOS ÉTNICOS DO CANADÁ BRITÂNICOS (ingleses, escoceses, irlandeses)

Leia mais

Regionalização. entende-se a divisão de um. espaço ou território maior, em unidades com áreas. menores que apresentam características em

Regionalização. entende-se a divisão de um. espaço ou território maior, em unidades com áreas. menores que apresentam características em Regionalização Por entende-se a divisão de um espaço ou território maior, em unidades com áreas menores que apresentam características em comum que as individualizam. Pode-se exemplificar a divisão regional

Leia mais

Plano Didático Pedagógico Unidade I Conteúdos

Plano Didático Pedagógico Unidade I Conteúdos CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA I Plano Didático Pedagógico Unidade I Conteúdos Industrialização e Imperialismo Heranças africanas A Primeira Guerra Mundial A Revolução Russa

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL SIGMA

CENTRO EDUCACIONAL SIGMA 5ºAno 1.5 GOGRAFIA 3º período 1 de outubro de 2015 Cuide da organização da sua avaliação. screva de forma legível. Fique atento à ortografia e elabore respostas claras. Tudo isso será considerado na correção.

Leia mais

Unidade 1. Respostas das sugestões de avaliação

Unidade 1. Respostas das sugestões de avaliação Respostas das sugestões de avaliação Unidade 1 1. Não, pois a tabela revela que, nesse período, a maior produtividade industrial cabia aos Estados Unidos, tanto de carvão como de ferro e aço. Na tabela,

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL LUIZ AUGUSTO MORAS REGO- ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL - PTD

COLÉGIO ESTADUAL LUIZ AUGUSTO MORAS REGO- ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL - PTD COLÉGIO ESTADUAL LUIZ AUGUSTO MORAS REGO- ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL - PTD Professor (a):rosi Magda Guimarães Disciplina:Geografia Ano:2015 Bimestre: 2º ano A 1º bimestre ESTRUTURANTES: :

Leia mais

DIFERENCIAL SISTEMA DE ENSINO HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE GOIÁS PROF. RICARDO ARRUDA

DIFERENCIAL SISTEMA DE ENSINO HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE GOIÁS PROF. RICARDO ARRUDA DIFERENCIAL SISTEMA DE ENSINO HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE GOIÁS PROF. RICARDO ARRUDA As afirmativas abaixo correspondes a diversos aspectos e dimensões/fases da História e Geografia de Goiás. Assinale V ou

Leia mais

A EVOLUÇÃO ESPACIAL DA POPULAÇÃO DA MICRORREGIÃO DE ALTAMIRA, NO ESTADO DO PARÁ

A EVOLUÇÃO ESPACIAL DA POPULAÇÃO DA MICRORREGIÃO DE ALTAMIRA, NO ESTADO DO PARÁ A EVOLUÇÃO ESPACIAL DA POPULAÇÃO DA MICRORREGIÃO DE ALTAMIRA, NO ESTADO DO PARÁ Suzane Christine Luz Fernandes 1, Maria Suely Margalho do Vale 2, Edson Aparecida de Araujo Querido Oliveira 3, Nelson Wellausen

Leia mais

Desafogando as grandes cidades brasileira Seminário Transporte Interurbano de Passageiros AD=TREM

Desafogando as grandes cidades brasileira Seminário Transporte Interurbano de Passageiros AD=TREM Desafogando as grandes cidades brasileira Seminário Transporte Interurbano de Passageiros Agência de Desenvolvimento do Trem Rápido de Passageiros Entre Municípios Indústria Ferroviária Nacional A malha

Leia mais

CAPÍTULO 6 O TERRITÓRIO BRASILEIRO EM CONSTRUÇÃO. Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio Professor: Gelson Alves Pereira

CAPÍTULO 6 O TERRITÓRIO BRASILEIRO EM CONSTRUÇÃO. Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio Professor: Gelson Alves Pereira CAPÍTULO 6 O TERRITÓRIO BRASILEIRO EM CONSTRUÇÃO Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio Professor: Gelson Alves Pereira 1- O país dos contrastes Imensas riquezas naturais, culturais e econômicas.

Leia mais

População em Brasil ,33% Região Norte ,98% Região Nordeste ,18%

População em Brasil ,33% Região Norte ,98% Região Nordeste ,18% 1 O Brasil é o quinto país mais populoso do mundo. De acordo com o Censo Demográfico de 2010, a população brasileira é de 190 732 694 pessoas. Veja os dados da população para cada região e responda: População

Leia mais

NEGÓCIOS INTERNACIONAIS

NEGÓCIOS INTERNACIONAIS NEGÓCIOS INTERNACIONAIS Aula 01 - Fundamentos teóricos, parte I. Economia internacional Vs Comércio exterior. Teorias do Comércio Internacional (liberalismo vs protecionismo) COMÉRCIO INTERNACIONAL Onde

Leia mais

Estudo de acidentalidade na mineração do Estado de Minas Gerais

Estudo de acidentalidade na mineração do Estado de Minas Gerais Estudo de acidentalidade na mineração do Estado de Minas Gerais Renan Collantes Candia; Vitor Moreira Campos. Departamento de Engenharia de Minas Universidade Federal de Minas Gerais Mário Parreiras de

Leia mais

Equipe de Geografia GEOGRAFIA

Equipe de Geografia GEOGRAFIA Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 9B Ensino Médio Equipe de Geografia Data: GEOGRAFIA Industrialização - Entre 1500 e 1808 - quando o país ainda era colônia: a metrópole não aceitava a implantação de

Leia mais

ENASE 2008 DESAFIOS PARA EXPANSÃO DA GERAÇÃO HÍDRICA GRANDES APROVEITAMENTOS CENÁRIOS DE EXPANSÃO DO SISTEMA DE TRANSMISSÃO

ENASE 2008 DESAFIOS PARA EXPANSÃO DA GERAÇÃO HÍDRICA GRANDES APROVEITAMENTOS CENÁRIOS DE EXPANSÃO DO SISTEMA DE TRANSMISSÃO ENASE 2008 DESAFIOS PARA EXPANSÃO DA GERAÇÃO HÍDRICA GRANDES APROVEITAMENTOS CENÁRIOS DE EXPANSÃO DO SISTEMA DE TRANSMISSÃO JOSÉ CLÁUDIO CARDOSO PRESIDENTE OUTUBRO/2008 CENÁRIOS DE EXPANSÃO DO SISTEMA

Leia mais

AMAZÔNIA BRASILEIRA: ANÁLISE DA MIGRAÇÃO DE RETORNO DE BRASILEIROS

AMAZÔNIA BRASILEIRA: ANÁLISE DA MIGRAÇÃO DE RETORNO DE BRASILEIROS AMAZÔNIA BRASILEIRA: ANÁLISE DA MIGRAÇÃO DE RETORNO DE BRASILEIROS 1. INTRODUÇÃO Jonatha Rodrigo de Oliveira Lira Programa de Pós-Graduação em Geografia - UFPa rodrrigao@hotmail.com Quando pensamos em

Leia mais

Aula 11: Teoria da Localização. Prof. Eduardo A. Haddad

Aula 11: Teoria da Localização. Prof. Eduardo A. Haddad Aula 11: Teoria da Localização Prof. Eduardo A. Haddad Implantação de uma usina siderúrgica integrada para produção de 4,1 milhões de toneladas de placas de aço por ano, utilizando minério de ferro proveniente

Leia mais

GEOGRAFIA DO BRASIL Características socioeconômicas das regiões brasileiras

GEOGRAFIA DO BRASIL Características socioeconômicas das regiões brasileiras GEOGRAFIA DO BRASIL Características socioeconômicas das regiões brasileiras Página 1 DEMOGRAFIA EDUCAÇÃO SAÚDE ECONOMIA Página 2 CENTRO-OESTE Formada pelos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do

Leia mais

O que é produção do espaço?

O que é produção do espaço? O que é produção do espaço? É o espaço onde há a interação entre as sociedades humanas e seu meio ambiente. Evoluiu principalmente após o século XVIII, com a Revolução Industrial, do qual o aumento da

Leia mais

Geografia. Claudio Hansen (Jonathas Borges) Regiões do Brasil

Geografia. Claudio Hansen (Jonathas Borges) Regiões do Brasil Regiões do Brasil Regiões do Brasil 1. A Floresta Amazônica, com toda a sua imensidão, não vai estar aí para sempre. Foi preciso alcançar toda essa taxa de desmatamento de quase 20 mil quilômetros quadrados

Leia mais

INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DE MINAS GERAIS. Agência de Promoção de Investimentos de Minas Gerais. Minas Gerais

INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DE MINAS GERAIS. Agência de Promoção de Investimentos de Minas Gerais. Minas Gerais INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DE MINAS GERAIS Agência de Promoção de Investimentos de Minas Gerais Minas Gerais MARÇO DE 2012 Histórico: ANOS 60: MINAS, 5ª POSIÇÃO NO PIB DO BRASIL Economia: Agropecuária

Leia mais

REDE EDUCACIONAL ADVENTISTA Ementa de Curso

REDE EDUCACIONAL ADVENTISTA Ementa de Curso REDE EDUCACIONAL ADVENTISTA Ementa de Curso DISCIPLINA: HISTÓRIA SÉRIE/ TURMA: 1º ANO MÉDIO ABC BIMESTRE: 4º NÚMERO 1. Módulo 16 - Política e economia no Antigo Introdução do módulo, com aula em slides

Leia mais

Oportunidades para apoio ao desenvolvimento do Centro Oeste. 25 de junho de 2013.

Oportunidades para apoio ao desenvolvimento do Centro Oeste. 25 de junho de 2013. Oportunidades para apoio ao desenvolvimento do Centro Oeste. 25 de junho de 2013. O Estado de Goiás Goiás, uma das 27 unidades federativas, está situado na região Centro Oeste do País ocupando uma área

Leia mais

1º ano. Cultura, Diversidade e o Ser Humano

1º ano. Cultura, Diversidade e o Ser Humano Culturas, Etnias e modernidade no mundo e no Brasil A diversidade cultural Capítulo 11 - Item 11.4 O choque entre culturas e etnocentrismo Capítulo 11 Relativismo cultural e tolerância Capítulo 11 Civilização

Leia mais

Região Nordeste. Cap. 8

Região Nordeste. Cap. 8 Região Nordeste Cap. 8 Curiosidades Composto por: 9 Estados Possuindo todos região litorânea. Oceano Atlântico Maior Estado dessa região é a Bahia. Menor Estado dessa região é o Sergipe. Mapa Político

Leia mais

Fortalecimento do extrativismo sustentável: a participação do Ipea

Fortalecimento do extrativismo sustentável: a participação do Ipea Fortalecimento do extrativismo sustentável: a participação do Ipea Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada Júlio César Roma Técnico de Planejamento e Pesquisa da Diretoria de Estudos e Políticas

Leia mais

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 3º Ano SETORES DA ECONOMIA. Prof. Esp. Claudimar Fontinele

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 3º Ano SETORES DA ECONOMIA. Prof. Esp. Claudimar Fontinele Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 3º Ano SETORES DA ECONOMIA Prof. Esp. Claudimar Fontinele ATIVIDADE ECONÔMICA PRIMÁRIA OU SETOR PRIMÁRIO DA ECONOMIA Denomina-se como Setor

Leia mais

Geografia - 6º AO 9º ANO

Geografia - 6º AO 9º ANO 5ª Série / 6º Ano Eixos norteadores Temas Conteúdo Habilidades Competências A Geografia como uma - Definição de Geografia - Noções de tempo e -Compreender processos - Identificar diferentes formas de representação

Leia mais

Extrativismo. história, ecologia, economia e domesticação Vegetal na Amazônia

Extrativismo. história, ecologia, economia e domesticação Vegetal na Amazônia Extrativismo história, ecologia, economia e domesticação Vegetal na Amazônia Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Embrapa

Leia mais

Exercícios on line Geografia Prof. Dinário Equipe Muriaé

Exercícios on line Geografia Prof. Dinário Equipe Muriaé Exercícios on line Geografia Prof. Dinário Equipe Muriaé 2º Ano 1) O Brasil já conseguiu a autossuficiência na produção de petróleo para o consumo interno, ou seja, não necessita importar essa fonte energética.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DEPARTAMENTO DE ECONOMIA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS WERLEY DA COSTA CORDEIRO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DEPARTAMENTO DE ECONOMIA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS WERLEY DA COSTA CORDEIRO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DEPARTAMENTO DE ECONOMIA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS WERLEY DA COSTA CORDEIRO POLÍTICAS DE DESENVOLVIMENTO DE ESTADO PARA A AMAZÔNIA

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2015 PROFESSORA: Daianny de Azevedo Lehn DISCIPLINA: Geografia ANO: 7º A

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2015 PROFESSORA: Daianny de Azevedo Lehn DISCIPLINA: Geografia ANO: 7º A PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2015 PROFESSORA: Daianny de Azevedo Lehn DISCIPLINA: Geografia ANO: 7º A ESTRUTURANTES: Dimensão econômica do espaço geográfico; Dimensão política do espaço Geográfico; Dimensão

Leia mais

Informações sobre a Economia Mineral do Estado do Pará

Informações sobre a Economia Mineral do Estado do Pará Informações sobre a Economia Mineral do Estado do Pará Atualizado em Julho de 2013 Distribuição da Produção Mineral no Pará Fonte: IBRAM Amazônia. Balança Mineral do Estado do PA A balança mineral do Pará

Leia mais

A Economia Mineradora (Século XVIII) O Processo de Independência. 1 A Economia Mineradora do Século XVIII. 2 As Reformas Pombalinas

A Economia Mineradora (Século XVIII) O Processo de Independência. 1 A Economia Mineradora do Século XVIII. 2 As Reformas Pombalinas Aula 13 e 14 A Economia Mineradora (Século XVIII) 1 A Economia Mineradora do Século XVIII Setor 1601 2 As Reformas Pombalinas 3 ealvespr@gmail.com Objetivo da aula Analisar a crise do Antigo Sistema Colonial

Leia mais

Unidade I SISTEMÁTICA DE IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO. Profa. Lérida Malagueta

Unidade I SISTEMÁTICA DE IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO. Profa. Lérida Malagueta Unidade I SISTEMÁTICA DE IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO Profa. Lérida Malagueta Sistemática de importação e exportação - conteúdo O Comércio Internacional Legislação e a estrutura brasileira Termos internacionais

Leia mais

FORMAÇÃO ECONÔMICA DO BRASIL. PFF Prof. Abimael Costa

FORMAÇÃO ECONÔMICA DO BRASIL. PFF Prof. Abimael Costa FORMAÇÃO ECONÔMICA DO BRASIL PFF Prof. Abimael Costa FORMAÇÃO ECONÔMICA DO BRASIL PFF Prof. Abimael Costa FUNDAMENTOS ECONÔMICOS DA OCUPAÇÃO TERRITORIAL 1500-1600 Expansão Comercial Êxito da colonização

Leia mais

Disciplina: Geografia. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso

Disciplina: Geografia. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso COLÉGIO LA SALLE BRASILIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Geografia Período:

Leia mais

EXERCÍCIOS ON LINE DE GEOGRAFIA 7º ANO 2º TRI

EXERCÍCIOS ON LINE DE GEOGRAFIA 7º ANO 2º TRI EXERCÍCIOS ON LINE DE GEOGRAFIA 7º ANO 2º TRI Questão 1 Observe a tabela e responda às questões. Participação da população das Grandes Regiões no total da população brasileira (%) Região/Ano 1980 1991

Leia mais

História de Mato Grosso do sul

História de Mato Grosso do sul História de Mato Grosso do sul BRASIL COLÔNIA Primeiros Povoamentos Os primeiros habitantes que ocuparam o território brasileiro foram os índios, povo com uma cultura totalmente diferente da europeia.

Leia mais

RAIO X TEMÁTICO PISM II. Judson Lima

RAIO X TEMÁTICO PISM II. Judson Lima RAIO X TEMÁTICO PISM II Judson Lima PRINCIPAIS TEMAS Industrialização. Revoluções Industriais. Desenvolvimento industrial brasileiro. Desenvolvimento Agrícola. Aspectos econômicos. Problemas socioambientais.

Leia mais

Questões ambientais e os impactos Produção de celulose

Questões ambientais e os impactos Produção de celulose Questões ambientais e os impactos Produção de celulose Década de 70 pressão para reduzir a poluição: Geração de compostos orgânicos clorados; Consumo de água; Emissões atmosféricas; Emissões hídricas;

Leia mais

História do planejamento no Brasil

História do planejamento no Brasil História do planejamento no Brasil 1. Um marco iniciador: o Plano de Metas de JK 2. Alguns antecedentes de 1909 a 1947-54 3. O contexto dos anos 1950 que implicava numa maior intervenção do Estado na economia

Leia mais

BRASIL PORTUGUÊS PERÍODO PRÉ COLONIAL PERÍODO COLONIAL PROF. DE HISTÓRIA TÁCIUS FERNANDES BLOG:

BRASIL PORTUGUÊS PERÍODO PRÉ COLONIAL PERÍODO COLONIAL PROF. DE HISTÓRIA TÁCIUS FERNANDES BLOG: BRASIL PORTUGUÊS PERÍODO PRÉ COLONIAL PERÍODO COLONIAL 1. ESPANHA X PORTUGAL A BULA INTER COETERA ASSINADO EM 1493. LINHA IMAGINÁRIA A 100 LÉGUAS A OESTE DE CABO VERDE. LESTE: PORTUGAL. OESTE: ESPANHA.

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL SIGMA

CENTRO EDUCACIONAL SIGMA 4ºAno 1.4 HISTÓRIA 4º período 9 de dezembro de 2015 Cuide da organização da sua prova. Escreva de forma legível. Fique atento à ortografia e elabore respostas claras. Tudo isso será considerado na correção.

Leia mais

2013 PROVA FINAL DE GEOGRAFIA

2013 PROVA FINAL DE GEOGRAFIA COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2013 PROVA FINAL DE GEOGRAFIA Aluno(a): Nº Ano: 7º Turma: Data: /01 /2013 Nota: Professor(a): Edvaldo de Oliveira Valor da Prova: 90 pontos Orientações gerais:

Leia mais

Desmatamento, história ambiental e migração na Rodovia Cuiabá-Santarém (BR-163) no Estado do Pará

Desmatamento, história ambiental e migração na Rodovia Cuiabá-Santarém (BR-163) no Estado do Pará Desmatamento, história ambiental e migração na Rodovia Cuiabá-Santarém (BR-163) no Estado do Pará Gretta Paola Fava Pina Mestranda no Programa de Pós-graduação em Perícias Ambientais da Universidade Federal

Leia mais

Rumo ao REDD+ Jurisdicional:

Rumo ao REDD+ Jurisdicional: Rumo ao REDD+ Jurisdicional: Pesquisa, Análises e Recomendações ao Programa de Incentivos aos Serviços Ambientais do Acre (ISA Carbono) Pesquisa, Análises e Recomendações 11 Figura 1. Zonas

Leia mais

ESPAÇO RURAL E URBANO

ESPAÇO RURAL E URBANO ESPAÇO RURAL E URBANO (02/11/2016 às 15h ) 1) A charge coloca em evidência um con ito que está presente no espaço rural brasileiro. Esse con ito envolve duas lógicas: a preservação da oresta e a expansão

Leia mais

Panorama Econômico do Rio Grande do Sul Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS

Panorama Econômico do Rio Grande do Sul Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS Panorama Econômico do Rio Grande do Sul 2008 Unidade de Estudos Econômicos COMPOSIÇÃO DO PIB PIB DO RIO GRANDE DO SUL 62% 9% 29% Estamos mais sujeitos a refletir crises agrícolas que a média da economia

Leia mais