NUTRIÇÃO ASSOSSIADA A EDUCAÇÃO¹

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NUTRIÇÃO ASSOSSIADA A EDUCAÇÃO¹"

Transcrição

1 NUTRIÇÃO ASSOSSIADA A EDUCAÇÃO¹ FILOMENO, Any Gabrieli Mazzotty² XIMENES, Mykaela Araújo³ RESUMO 1 Artigo das Acadêmicas do 6º semestre de Pedagogia para a Disciplina de: Geografia, UNEMAT - Campus Sinop. Uma necessidade fundamental e básica do ser vivo é a alimentação, portando uma alimentação que seja saudável e equilibrada é importantíssimo para a saúde e prevenção das doenças presentes hoje em nossa sociedade. Vemos a saúde infantil nos dias de hoje muito vulnerável às alimentações que não são consideradas saudáveis como doces, salgadinhos, suco de caixinha, refrigerantes, frituras e vários tipos de alimentos industrializados. Com isso, vem em consequência a obesidade infantil que vem crescendo de forma preocupante e isto é efeito do estilo de vida e hábito de alimentação não favorável à saúde. A criança com menos de três anos precisa ser alimentada com duas vezes mais frequência do que um adulto, com quantidades menores de alimentos mais ricos em energia. É importante para o desenvolvimento do ser humano uma alimentação saudável, e alunos que se alimentam na escola precisam dos nutrientes para um melhor desenvolvimento físico e intelectual adequado, por isso se faz necessário e de extrema importância os hábitos nutricionais desde a primeira fase da vida escolar, pois nessa fase poderemos modificar os hábitos em saudáveis e uma educação nutricional de muitas crianças auxiliando na luta contra a obesidade para que a vida da criança contenha novas maneiras de buscar uma alimentação adequada com consumo de frutas, verduras, legumes e hortaliças, visto que a criança se alimenta na escola, podemos dessa maneira influencia-la. A alimentação balanceada ajuda não só do desenvolvimento físico, mas tanto no cognitivo, visto que os nutrientes são distribuídos de modo adequado. Além disso, a boa alimentação pode prevenir, de doenças tais como: anemia, obesidade, desnutrição dentre outras. O professor, além de transmitir conhecimentos específicos, podem orientar os alunos, para que elas ² Acadêmica do 6º semestre do curso de Pedagogia da Universidade do Estado de Mato Grosso UNEMAT Campus de Sinop. ³ Acadêmica do 6º semestre do curso de Pedagogia da Universidade do Estado de Mato Grosso UNEMAT Campus de Sinop.

2 possam compreender o que seria uma alimentação saudável. A opção do cultivo de hortas nas escolas trata-se de um espaço de estudo, descoberta, aprendizado e é favorável à nutrição da criança junto com a prática educacional e uma aprendizagem ativa, onde com cuidado e dedicação podem produzir legumes e verduras e contribuir na merenda escolar e na vida de todos os alunos da escola de forma nutritiva, pois com esse cultivo, é possível obter alimentos sempre frescos e sem agrotóxicos. Palavras-Chave: Alimentação saudável; Educação Ambiental;... INTRODUÇÃO A alimentação tem um papel extremamente importante na faixa etária entre criança e adolescente, pois os hábitos alimentares tende serem saudáveis nessa etapa e além de uma melhoria para a saúde, influenciam positivamente nos aspectos de desenvolvimento físico, emocional e intelectual. A escola como educadora deve oferecer escolha de alimentação saudável, nas merendas escolares e influenciar em uma mudança social em que consiste a valorização de práticas saudáveis e um alerta aos hábitos que os fazem ter atitudes contrárias. [...] atender ás necessidades nutricionais dos alunos, durante sai permanência em sala de aula, contribuindo para o crescimento e desenvolvimento dos alunos, a aprendizagem e rendimento escolar, bem como a formação de hábitos alimentares saudáveis.( PNAE, Art. 2º da Resolução nº 38/2004) Não só a escola, mas os pais, a família, deve oferecer uma alimentação balanceada e saudável para a criança. A família não só compartilha a carga genética, mas também os hábitos. Muitas vezes, os pais preparam lanches que seus filhos gostam, com gulosemas, alimentos que não são saudáveis, e por querer agradar o filho, esquecem o quão perigoso pode ser isso para a saúde de seu filho, podendo causar problemas de saúde não só imediato, mas futuros. Não é privar a crianças, de comer tais alimentos, e sim equilibrar em uma rotina de alimentação

3 saudável. Não só iram prevenir doenças, mas um mau que vem crescendo cada vez mais, que é a obesidade infantil, e consequentemente a depressão. Por mais, que existam intervenções cirúrgicas, para casos de extremas necessidade, não precisa deixar chegar a esse ponto. Se desde bem cedo, cuidar da alimentação, no futuro a criança, não sofrerá, não só com a saúde, mas com comentários maldosos, com o preconceito, dentre outros. Mesmo porque, mesmo que seja o caso de uma cirurgia bariátrica, não é uma segurança de que a pessoa leve uma vida saudável. Isso pode ser evitado, em casa, nas escola, por se ter uma conscientização desde bem cedo. Alguns pais ou professores, acham que a criança não gosta de determinado alimento, mas não podemos rotular, ou por não gostarmos, temos que oferecer, e buscar alternativas para que as carências de vitaminas sejam supridas adequadamente. Nas merenda escolar pode atender parte, dessa necessidade diária que se tem. Uma forma também de conscientizar de se ter uma alimentação saudável, e por promover Projetos, que possa ter esse enfoque, um exemplo disso, poderia ser a Horta. Tais projetos, para alcançar a sustentabilidade, as atividades devem ser incorporadas no sistema escolar e nas politicas publicas. Através das hortas são proporcionadas as crianças o contato direto com o meio ambiente e vivencia na natureza e outro ponto positivo com o cultivo de hortas escolares é que enriquecem a alimentação de forma saudável e provoca mudanças nos hábitos alimentares, além de instigar o interesse do aluno em conservar o meio ambiente e conquistar seu espaço. Neste caso, se desenvolve a consciência da responsabilidade que ela deve ter com o meio onde vive em que deve respeitar o espaço biótico e abiótico a sua volta. A horta é uma produção sustentável e com essa produção de verduras, frutas e legumes, as crianças poderão transmitir aos seus pais e familiares essa prática considerada ecológica podendo futuramente realiza-la em casa. DESENVOLVIMENTO A horta é um meio de potencializar o aprendizado do aluno no contato que o mesmo tem com a natureza, pois se trata de uma oportunidade de se ter um laboratório dentro do seu próprio ambiente escolar. Por meio, da horta faz com que a criança desenvolva habilidades e conhecimentos, permitindo ela descobrir,

4 selecionar e consumir alimentos saudáveis de forma adequada e segura. O inicio pode começar na escola e se estender para a família. Na escola seria um inicio, uma base para que a criança, possa desenvolver, essa consciência saudável. Segundo Philippi,(2000), as distribuições necessárias devem ser conforme a Pirâmide Alimentar (FIGURA 1). Tal Pirâmide Alimentar, seria um guia, para nos dar orientação de como ter uma alimentação saudável, para as crianças. E alguns alimentos, que constituem a Pirâmide, podem ser plantados e cultivados pelas crianças, com o Projeto de Horta, na escola, como por exemplo, algumas verduras e legumes. Pode se aplicar aí a interdisciplinaridade onde professores de todas as áreas de alguma forma podem trabalhar sua disciplina utilizando a horta e seus benefícios como exemplo por meio de projetos que façam os alunos conhecerem e consumirem melhor os alimentos produzidos por eles mesmos, promovendo a saúde e nutrição. Alguns exemplos como na disciplina de português, o professor poderia propor aos alunos uma produção de texto de como a horta é importante para a escola e o consumo da mesma para a vida de cada um. Já na disciplina de matemática poderia ser trabalhado com os alunos o tempo em que as frutas, verduras e legumes levam para florescer e frutificar. Em geografia uma opção é analisar as verduras, legumes e

5 frutas de cada região do país onde é possível até fazer um breve resgate da culinária de cada região. Na historia, pode ser estudada a origem dos nomes das frutas, verduras e legumes. Enfim, todas podem encontrar algum eixo e adaptar-se a sua metodologia. Outra prática que é relacionada a essa proposta de cultivo de horta nas escolas é a responsabilidade social de se trabalhar, desenvolver, conviver e participar de atividades em grupo. RESULTADOS E DISCUSSÕES O respeito e o diálogo são bases fundamentais para uma educação de qualidade do aluno e sendo o espaço escolar um local que a criança irá dar sequencia ao desenvolvimento de socialização, torna-se de fundamental importância, a educação ambiental para a formação futura de jovens responsáveis, conhecimento esse que podem ser socializados na escola e repassados para sua vida familiar objetivando possíveis mudanças na cultura educacional, alimentar e ambiental. A conscientização, começando da escola, e levando para casa, pode contribuir e muito para se ter uma alimentação saudável. A escola tem o dever de orientar, ensinar, não só conhecimentos específicos, mas temas transversais, como a necessidade de ser ter uma alimentação saudável. Começando desde as séries iniciais, será uma base importante, para as escolhas de alimentação das crianças. Ainda mais, se na escola existir, um Projeto de Horta, pode levar a criança a ter apreço por alimentos saudáveis, visto que elas irão cultivar. Esse conteúdo deve ser abordado de forma transversal e que alcance todos os níveis de ensino, envolvendo todas as disciplinas do currículo, relacionados e interligados com a realidade da comunidade em que vive tendo assim uma visão integral no meio em que o mesmo está participando. É nesse sentido que a escola deve promover e sensibilizar os alunos na preservação e conservação do meio ambiente tornando-os assim conscientes de suas responsabilidades. CONCLUSÃO [...] o ser humano não há como negar, necessita de se alimentar adequadamente. Isto é intrínseco á sua cultura, á sua família, a seus amigos. Assim, o Direito á alimentação passa pelo direito de alimentar se de acordo com os hábitos e praticas alimentares de sua cultura, de sua região

6 ou de sua origem étnica, o que fortalece sua saúde física e mental, assim como sua dignidade humana. Faz parte, também, do Direito á Alimentação, o poder comer alimentos seguros onde quer que esteja, assim como dispor de informações corretas sobre o conteúdo dos alimentos, sobre praticas alimentares e estilos de vida saudáveis. ( LIMA, 2009, p.94) A alimentação básica é direito de todos, reconhecido pelo pacto internacional, uma alimentação com qualidade e quantidade. Não só na escola tem se que garantir esse direito, mas em casa também. É importante, desde bem cedo inculcar nas crianças, a se ter uma alimentação saudável, balanceada. O Projeto da Horta, pode se começar na escola, e continuar em casa. Estabelecendo essas relações de teoria e prática aos cuidados com a alimentação pode-se viabilizar aos alunos as práticas e conhecimentos em que todas as dependências da escola estão envolvidas. Analisar sobre a importância alimentar, e muito importante, por que não só garante saúde agora, com para o futuro, por prevenir inúmeras doenças. Além disso, a oportunidade da horta escolar ao aluno trás o aprendizado em plantar, transplantar mudas, planejar um plantio, regar, colher, cultivar e consumir aquilo que é resultado de sua responsabilidade e também interesse a sustentabilidade do planeta e valorização das relações com o meio em que vive. É através desse projeto da horta na escola que se faz possível permitir o conhecimento e habilidade para que as pessoas possam produzir e selecionar os alimentos de maneira adequada como também conscientiza-las às praticas alimentares. Trata-se de uma preocupação grande a questão da qualidade e necessidade de mudança da alimentação. Podemos observar então que os alunos estando com uma alimentação saudável e equilibrada, bem alimentado e sentindo-se parte importante e atuante nas práticas escolares colaborando para o crescimento da mesma, tenham disposição para aprender melhor e demonstrem seu desenvolvimento social e pessoal mais saudável. Não só iremos prevenir, a desnutrição, mas a obesidade, a depressão, que infelizmente tem afetado muitos lares hoje. E muito importante, ter essa consciência, de ter uma alimentação saudável, consequentemente teremos bons resultados na educação, no desenvolvimento da criança, em todos os sentidos.

7 REFERÊCIAS BRASIL, Resolução/FNDE/CD nº38/2004- Estabelece critérios para execução do PNAE. Disponivel em: < ftp://ftp.fnde.gov.br/web/resolucoes_2004/res038_ pdf> acessado em 13 DEZ FERREIRA, Rafael. Educando com a horta escolar. Educação, Sociedade e Prática Educativa. Disponível em: < acessado em: 14.DEZ LIMA, Laudirege Fernandes. Merenda Escola: direito á alimentação e fruição do direito a educação. Maceió: EDUFAL,2009. NETO, Leopoldo Gondim, et al. Qualidade na merenda escolar: intervenções gastronômicas. Disponível em: < acessado em: 14.DEZ PHILIPPI, S.T et al. Pirâmide Alimentar Infantil. Disponivel em : < acessado em : 14 DEZ.2013.

Campanha de sensibilização do pnase

Campanha de sensibilização do pnase São Tomé, 28 de Fevereiro de 2017. Campanha de sensibilização do pnase Em alusão a 1 de Março, Dia Africano da Alimentação Escolar, o Ministério da Educação Cultura de São Tomé e Príncipe dá início à campanha

Leia mais

COLÉGIO JULIO PEREIRA LOPES

COLÉGIO JULIO PEREIRA LOPES COLÉGIO JULIO PEREIRA LOPES PROJETO HORTA JPL RESUMO DO PROJETO Este trabalho traz uma abordagem sobre aplicação de uma horta no ambiente da Escola, sendo utilizado como método de ensino para Educação

Leia mais

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL RESUMO

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL RESUMO ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Ana Paula Scherer de Brum* Patrícia Wolf** Paula Masiero*** RESUMO Para termos um corpo e uma mente sadia, devemos ter uma alimentação saudável, com propriedades que ajudam no desenvolvimento

Leia mais

PROEJETO ARBORIZAÇÃO, JARDINAGEM E HORTA COMUNIDADE BETEL: Contribuições Para a Formação Acadêmica

PROEJETO ARBORIZAÇÃO, JARDINAGEM E HORTA COMUNIDADE BETEL: Contribuições Para a Formação Acadêmica PROEJETO ARBORIZAÇÃO, JARDINAGEM E HORTA COMUNIDADE BETEL: Contribuições Para a Formação Acadêmica Fernanda S. Seger 1 Érika Lucatelli 2 RESUMO Este artigo propõe apresentar os resultados e discussões

Leia mais

TRABALHANDO A BOA ALIMENTAÇÃO NAS FASES INICIAIS DA VIDA RESUMO

TRABALHANDO A BOA ALIMENTAÇÃO NAS FASES INICIAIS DA VIDA RESUMO TRABALHANDO A BOA ALIMENTAÇÃO NAS FASES INICIAIS DA VIDA Ana Paula Scherer de Brum* Valéria Grifante** RESUMO Este projeto buscou acompanhar o estado nutricional das crianças e contribuir para o planejamento

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DA HORTA ESCOLAR COMO INSTRUMENTO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA PRÁTICA VIÁVEL

A UTILIZAÇÃO DA HORTA ESCOLAR COMO INSTRUMENTO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA PRÁTICA VIÁVEL A UTILIZAÇÃO DA HORTA ESCOLAR COMO INSTRUMENTO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA PRÁTICA VIÁVEL Naara Ornellas Vianna e-mail: fantasia_locador@hotmail.com Centro Universitário Anhanguera

Leia mais

REEDUCAÇÃO ALIMENTAR NAS ESCOLAS URBANAS DO MUNICÍPIO DE LAGES, SC. Cristiane Pellizzaro Batalha, Mestre, CAV UDESC,

REEDUCAÇÃO ALIMENTAR NAS ESCOLAS URBANAS DO MUNICÍPIO DE LAGES, SC. Cristiane Pellizzaro Batalha, Mestre, CAV UDESC, REEDUCAÇÃO ALIMENTAR NAS ESCOLAS URBANAS DO MUNICÍPIO DE LAGES, SC Cristiane Pellizzaro Batalha, Mestre, CAV UDESC, a2cpb@cav.udesc.br Daiane de Souza Bueno, acadêmica de Agronomia, CAV UDESC, dayah_bueno@hotmail.com

Leia mais

Escola Municipal de Ensino Fundamental Leocádia Becker

Escola Municipal de Ensino Fundamental Leocádia Becker Escola Municipal de Ensino Fundamental Leocádia Becker Título: Horta Escolar:Um bem para a sua saúde. Envolvidos: pais, professores, direção, alunos do primeiro, segundo, terceiro e quarto anos, profissionais

Leia mais

ENTENDENDO O CARDÁPIO. Centro Colaborador de Alimentação e Nutrição do Escolar (CECANE)

ENTENDENDO O CARDÁPIO. Centro Colaborador de Alimentação e Nutrição do Escolar (CECANE) ENTENDENDO O CARDÁPIO Centro Colaborador de Alimentação e Nutrição do Escolar (CECANE) O que é um cardápio? CARDÁPIO DO PNAE É a relação das preparações de alimentos a serem oferecidas em uma refeição.

Leia mais

ALIMENTAÇÃO E SAÚDE 1 - A RELAÇÃO ENTRE A ALIMENTAÇÃO E SAÚDE

ALIMENTAÇÃO E SAÚDE 1 - A RELAÇÃO ENTRE A ALIMENTAÇÃO E SAÚDE Alimentação e Saúde ALIMENTAÇÃO E SAÚDE 1 - A RELAÇÃO ENTRE A ALIMENTAÇÃO E SAÚDE Todo ser vivo precisa se alimentar para viver. A semente, ao ser plantada, precisa ser adubada e molhada todos os dias

Leia mais

PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO GERÊNCIA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CAMPUS UNIVERSITÁRIO TUBARÃO PROJETO DE EXTENSÃO COORDENAÇÃO OBJETIVOS

PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO GERÊNCIA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CAMPUS UNIVERSITÁRIO TUBARÃO PROJETO DE EXTENSÃO COORDENAÇÃO OBJETIVOS PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO GERÊNCIA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CAMPUS UNIVERSITÁRIO TUBARÃO PROJETO DE EXTENSÃO Horta Escolar Uma maneira gostosa de crescer COORDENAÇÃO Prof. Celso Lopes de Albuquerque

Leia mais

A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Palavras-chave: Educação Ambiental. Educação Infantil. Educadoras.

A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Palavras-chave: Educação Ambiental. Educação Infantil. Educadoras. A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL Karla Kaspary* Janaína Dias Godinho** Maria Eloisa Farias*** RESUMO O presente artigo tem como objetivos compreender e analisar de que forma as educadoras da Educação

Leia mais

PROJETO DE INTERVENÇÃO: HORTA NA ESCOLA Plantando Sementes para a Educação Ambiental

PROJETO DE INTERVENÇÃO: HORTA NA ESCOLA Plantando Sementes para a Educação Ambiental PROJETO DE INTERVENÇÃO: HORTA NA ESCOLA Plantando Sementes para a Educação Ambiental SANTA INÊS/BA 2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA PIBID ESCOLA MUNICIPALIZADA PAPA JOÃO XXIII

Leia mais

Alimentação na Infância e Adolescência

Alimentação na Infância e Adolescência Alimentação na Infância e Adolescência Nutricionista Ana Helena Spolador Ribeiro Graduada pelo Centro Universitário São Camilo Pós-graduada em Obesidade e Emagrecimento pela Universidade Gama Filho Nutricionista

Leia mais

Incentivo à Alimentação Saudável. Julho de 2016

Incentivo à Alimentação Saudável. Julho de 2016 Incentivo à Alimentação Saudável Julho de 2016 Como é o hábito alimentar do brasileiro PERFIL ALIMENTAR DO ADULTO Apesar de incluir mais frutas e hortaliças na rotina, os brasileiros consomem doces e refrigerantes

Leia mais

AVALIAÇÃO DAS PREFERÊNCIAS ALIMENTARES DOS ESCOLARES DA E.M.E.F.I PADRE AUGUSTO DALCIN DE PINHEIRINHO DO VALE - RS

AVALIAÇÃO DAS PREFERÊNCIAS ALIMENTARES DOS ESCOLARES DA E.M.E.F.I PADRE AUGUSTO DALCIN DE PINHEIRINHO DO VALE - RS AVALIAÇÃO DAS PREFERÊNCIAS ALIMENTARES DOS ESCOLARES DA E.M.E.F.I PADRE AUGUSTO DALCIN DE PINHEIRINHO DO VALE - RS Arléia Maria GASSEN 1, Raquel PILETTI 2 Palavras-chave: alimentação, criança, saúde. INTRODUÇÃO

Leia mais

AÇÕES EDUCATIVAS EM NUTRIÇÃO PARA ESCOLARES: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA 1

AÇÕES EDUCATIVAS EM NUTRIÇÃO PARA ESCOLARES: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA 1 AÇÕES EDUCATIVAS EM NUTRIÇÃO PARA ESCOLARES: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA 1 Joicinara Teixeira Do Amaral 2, Marjana Maneti 3, Jéssica Beatriz Backes 4, Maristela Borin Busnello 5, Lígia Beatriz Bento Franz

Leia mais

CURSOS / OFICINAS DE ENSINO 1º SEMESTRE 2017 (2016.2)

CURSOS / OFICINAS DE ENSINO 1º SEMESTRE 2017 (2016.2) CURSOS / OFICINAS DE ENSINO 1º SEMESTRE 2017 (2016.2) MUNICIPIOS CURSO / OFICINA / CH OBJETIVO PÚBLICO ALVO DATAS Água Branca Amarante Anísio de Abreu Estatística Básica aplicada a Educação 30h Computação

Leia mais

A RELEVÂNCIA DO LÚDICO NO ENSINO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL

A RELEVÂNCIA DO LÚDICO NO ENSINO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL A RELEVÂNCIA DO LÚDICO NO ENSINO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL Rita Maria Luz Freitas Soares (1) ; Luciana Rocha Paula (2) ; Ernandes Damasceno da Costa (2) ; João da Paixão

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO DA HORTA NA ESCOLA NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

CONTRIBUIÇÃO DA HORTA NA ESCOLA NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM CONTRIBUIÇÃO DA HORTA NA ESCOLA NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM Autora do Trabalho: Elvira Bezerra Pessoa, UEPB Co-autora 1: Monique Pereira Gomes, UEPB Co-autora 2: Valkíria da Silva Lira, UEPB 1-INTRODUÇÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IMBITUBA SC PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL PMI/CERSP/PSS N o 08/2016 Anexo I

PREFEITURA MUNICIPAL DE IMBITUBA SC PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL PMI/CERSP/PSS N o 08/2016 Anexo I NÍVEL SUPERIOR COMPLETO 301 BACHAREL EM EDUCAÇÃO FÍSICA Diploma de bacharel em Educação Física e registro no EF ou 40h 302 NUTRICIONISTA Diploma de graduação em Nutrição e registro no N. 40h 1.870,92 303

Leia mais

NUTRIÇÃO, OBESIDADE E A BOA ALIMENTAÇÃO NAS FASES INICIAIS DA VIDA RESUMO

NUTRIÇÃO, OBESIDADE E A BOA ALIMENTAÇÃO NAS FASES INICIAIS DA VIDA RESUMO NUTRIÇÃO, OBESIDADE E A BOA ALIMENTAÇÃO NAS FASES INICIAIS DA VIDA Ana Paula Scherer de Brum* Mauro Souza** Sabrina Roberta Wagner*** RESUMO A alimentação adequada é imprescindível em qualquer idade, no

Leia mais

XIV Encontro Nacional de Rede de Alimentação e Nutrição do SUS. Janaína V. dos S. Motta

XIV Encontro Nacional de Rede de Alimentação e Nutrição do SUS. Janaína V. dos S. Motta XIV Encontro Nacional de Rede de Alimentação e Nutrição do SUS Janaína V. dos S. Motta EPIDEMIOLOGIA NUTRICIONAL Relatório Mundial de Saúde 1) Água contaminada e falta de saneamento; 2) Uso de combustíveis

Leia mais

Patricia de Jesus Araujo. Relatório

Patricia de Jesus Araujo. Relatório Patricia de Jesus Araujo Relatório Outubro de 2012 Reuniões do Grupo PIBID dias 02, 03, 04, 09, 16, 22, 30. O QUE Nas datas acima, foram realizadas reuniões com o grupo PIBID Pedagogia Educação Ambiental.

Leia mais

RESUMO. PALAVRAS-CHAVE: rádio; reportagem; obesidade; saúde; INTRODUÇÃO

RESUMO. PALAVRAS-CHAVE: rádio; reportagem; obesidade; saúde; INTRODUÇÃO Série de Reportagens Especiais - Obesidade 1 Letícia da Costa Coelho 2 Janaína Moro Ivaneide Gonçalves José Manoel Vieira Jackson Rossi Luiz Veloso 3 Universidade Metodista de Piracicaba, Piracicaba, SP

Leia mais

CURSO: PEDAGOGIA - PERÍODO: 5º - 1º semestre 2016 DISCIPLINA: FUNDAMENTOS E METODOLOGIA DO ENSINO DE GEOGRAFIA

CURSO: PEDAGOGIA - PERÍODO: 5º - 1º semestre 2016 DISCIPLINA: FUNDAMENTOS E METODOLOGIA DO ENSINO DE GEOGRAFIA CURSO: PEDAGOGIA - PERÍODO: 5º - 1º semestre 2016 DISCIPLINA: FUNDAMENTOS E METODOLOGIA DO ENSINO DE GEOGRAFIA PROJETO DE EXTENSÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA Estágio Observação e Regência nas Séries Iniciais

Leia mais

Curso Técnico de Nível Médio em. Alimentação Escolar

Curso Técnico de Nível Médio em. Alimentação Escolar Curso Técnico de Nível Médio em APRESENTAÇÃO O Projeto Pedagógico do Curso Técnico de Nível Médio em Secretaria, na modalidade a distância, com momentos presenciais, pertencente ao eixo tecnológico Apoio

Leia mais

A importância da Educação Infantil de qualidade no desenvolvimento das crianças Para uma sociedade melhor

A importância da Educação Infantil de qualidade no desenvolvimento das crianças Para uma sociedade melhor 01/04/2015, Botucatu (SP) A importância da Educação Infantil de qualidade no desenvolvimento das crianças Para uma sociedade melhor Boa Tarde, É um imenso prazer participar dessa tarde com os profissionais

Leia mais

Nutricionista em escolas da rede privada: perspectivas de atuação. Nutricionista Joseane Mancio CRN2 4510

Nutricionista em escolas da rede privada: perspectivas de atuação. Nutricionista Joseane Mancio CRN2 4510 Nutricionista em escolas da rede privada: perspectivas de atuação Nutricionista Joseane Mancio CRN2 4510 Onde podemos atuar??? Atribuições Resolução CFN CFN 380/2005 Alimentação Escolar Compete ao Nutricionista,

Leia mais

Como usar os recursos e o website da Maior Lição do Mundo

Como usar os recursos e o website da Maior Lição do Mundo Guia do Educador Como usar os recursos e o website da Maior Lição do Mundo Na sexta-feira, 25 de setembro, as Nações Unidas anunciarão os Objetivos Globais para o Desenvolvimento Sustentável. A ideia da

Leia mais

Implantação do Projeto Educando com a Horta Escolar e a Gastronomia (UnB-CET/ FNDE), no seu município/estado:

Implantação do Projeto Educando com a Horta Escolar e a Gastronomia (UnB-CET/ FNDE), no seu município/estado: Implantação do Projeto Educando com a Horta Escolar e a Gastronomia (UnB-CET/ FNDE), no seu município/estado: O presente documento se destina a orientar os multiplicadores do Projeto Educando com a Horta

Leia mais

PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO GERÊNCIA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CAMPUS UNIVERSITÁRIO GRANDE FLORIANÓPOLIS PROJETO DE EXTENSÃO COORDENAÇÃO

PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO GERÊNCIA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CAMPUS UNIVERSITÁRIO GRANDE FLORIANÓPOLIS PROJETO DE EXTENSÃO COORDENAÇÃO PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO GERÊNCIA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CAMPUS UNIVERSITÁRIO GRANDE FLORIANÓPOLIS PROJETO DE EXTENSÃO Saúde na Escola Unisul COORDENAÇÃO Coordenador: Ana Paula Ferreira

Leia mais

O que é uma alimentação saudável? Considerações sobre o conceito, princípios e características: uma abordagem ampliada.

O que é uma alimentação saudável? Considerações sobre o conceito, princípios e características: uma abordagem ampliada. MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO-GERAL DA POLÍTICA DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO O que é uma alimentação saudável? Considerações sobre o conceito,

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO CUIABÁ 2015 Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar

Leia mais

Escola do 1º Ciclo com Pré-Escolar Ribeiro Domingos Dias. Projeto Escolar: Hortas Biológicas

Escola do 1º Ciclo com Pré-Escolar Ribeiro Domingos Dias. Projeto Escolar: Hortas Biológicas Escola do 1º Ciclo com Pré-Escolar Ribeiro Domingos Dias Projeto Escolar: Hortas Biológicas Professores: Ana Luísa Costa Juliano Silva Mónica Abreu Rui Vieira Ano Letivo:2015/2016 ÍNDICE Página Introdução...

Leia mais

Conselho Municipal de Educação

Conselho Municipal de Educação Estado do Rio Grande do Sul RELATÓRIO CIRANDAS PELA EDUCAÇÃO Na tarde de quinta-feira dia 01 de junho os professores da Escola Municipal de Ensino Fundamental Irmã Maria Anastasie juntamente com CME do

Leia mais

Referencial de Educação para a Saúde

Referencial de Educação para a Saúde www.nutrimento.pt Referencial de Educação para a Saúde Para que serve? É uma ferramenta educativa que pode ser adaptada, desde a educação pré-escolar ao ensino secundário, por todas as instituições que

Leia mais

- estabelecer um ambiente de relações interpessoais que possibilitem e potencializem

- estabelecer um ambiente de relações interpessoais que possibilitem e potencializem O desenvolvimento social e cognitivo do estudante pressupõe que ele tenha condições, contando com o apoio dos educadores, de criar uma cultura inovadora no colégio, a qual promova o desenvolvimento pessoal

Leia mais

REUNIÃO COM OS EDUCADORES DO 2º SEGMENTO

REUNIÃO COM OS EDUCADORES DO 2º SEGMENTO PREFEITURA MUNICIPAL DE IPATINGA ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO/SEÇÃO DE ENSINO NÃO FORMAL REUNIÃO COM OS EDUCADORES DO 2º SEGMENTO Não é no silêncio que

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR PNAE

PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR PNAE PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR PNAE Objetivo do Programa OFERTA DE REFEIÇÕES SAUDÁVEIS EDUCAÇÃO ALIMENTAR E NUTRICIONAL PNAE - Crescimento; - Aprendizagem; - Desenvolvimento biopsicossocial;

Leia mais

PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FISCAL. PROJETO: CIDADANIA: APRENDENDO PARA A VIDA Profª Medianeira Garcia Geografia

PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FISCAL. PROJETO: CIDADANIA: APRENDENDO PARA A VIDA Profª Medianeira Garcia Geografia PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FISCAL PROJETO: CIDADANIA: APRENDENDO PARA A VIDA Profª Medianeira Garcia Geografia INTRODUÇÃO O projeto foi organizado por acreditarmos que o papel da escola e sua função

Leia mais

Profa. Dra. Najla Veloso Consultora Internacional da FAO para fortalecimento de Programas de Alimentação Escolar Sustentáveis na ALC

Profa. Dra. Najla Veloso Consultora Internacional da FAO para fortalecimento de Programas de Alimentação Escolar Sustentáveis na ALC Profa. Dra. Najla Veloso Consultora Internacional da FAO para fortalecimento de Programas de Alimentação Escolar Sustentáveis na ALC Governo Governo Pacto Internacional de Direitos Econômicos, Sociais

Leia mais

Interdisciplinaridade, alimentação e nutrição

Interdisciplinaridade, alimentação e nutrição Interdisciplinaridade, alimentação e nutrição Maria Rita Marques de Oliveira Centro de Estudos e Práticas em Nutrição - Departamento de Educação/IBB UNESP Interdisciplinaridade, alimentação e nutrição

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR

PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR AUDIÊNCIA PÚBLICA Lorena Chaves Nutricionista PNAE/FNDE Obesidade: problema de saúde pública 40% da população brasileira (POF) ESCESSO DE PESO Obesidade infanto-juvenil

Leia mais

PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO GERÊNCIA DE ENSINO, PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA, EXTENSÃO E INOVAÇÃO CAMPUS UNIVERSITÁRIO GRANDE FLORIANÓPOLIS

PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO GERÊNCIA DE ENSINO, PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA, EXTENSÃO E INOVAÇÃO CAMPUS UNIVERSITÁRIO GRANDE FLORIANÓPOLIS PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO GERÊNCIA DE ENSINO, PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA, EXTENSÃO E INOVAÇÃO CAMPUS UNIVERSITÁRIO GRANDE FLORIANÓPOLIS PROJETO DE EXTENSÃO Saúde na Escola Unisul: gamificação e novas

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA. Reconhecer que as atividades físicas regulares trazem benefícios à saúde. Habilidades afins - Interdisciplinaridad

EDUCAÇÃO FÍSICA. Reconhecer que as atividades físicas regulares trazem benefícios à saúde. Habilidades afins - Interdisciplinaridad Reconhecer que as atividades físicas regulares trazem benefícios à saúde. Interdisciplinaridad Ciências: Identificar os componentes do sistema esquelético e muscular; e Conhecer o impacto do tabagismo

Leia mais

Projeto Educação na Interdisciplinaridade. Sustentabilidade na Escola. Oficina de Garagem

Projeto Educação na Interdisciplinaridade. Sustentabilidade na Escola. Oficina de Garagem Projeto Educação na Interdisciplinaridade Sustentabilidade na Escola Oficina de Garagem São Paulo 2016 Educação não transforma o mundo. Educação muda as pessoas. Pessoas mudam o mundo Paulo Freire Apresentação

Leia mais

Frutas, Legumes e Verduras

Frutas, Legumes e Verduras Frutas, Legumes e Verduras Revisão da PNAN 26 seminários estaduais + 1 nacional (2010) Parceria com CIAN/CNS PNAN pactuada e aprovada na Reunião Ordinária da CIT 27 de outubro de 2011 Portaria nº 2.715,

Leia mais

Projeto Plantar e Semear: Uma abordagem interativa na educação especial através do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID

Projeto Plantar e Semear: Uma abordagem interativa na educação especial através do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID Projeto Plantar e Semear: Uma abordagem interativa na educação especial através do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID INTRODUÇÃO Genésia Mendes Gomes Alunos do 3º EJA do ensino

Leia mais

Hábitos Alimentares Saudáveis

Hábitos Alimentares Saudáveis ESCOLA PROMOTORA DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL: EXPERIÊNCIAS E PRÁTICAS Msc. Patrícia Martins Fernandez Colaboradora técnica do Projeto A Escola Promovendo Colaboradora técnica do Projeto A Escola Promovendo

Leia mais

REVITALIZAÇÃO DAS HORTAS ESCOLARES NA UEMEIEF JOSÉ BONIFÁCIO BARBOSA DE ANDRADE

REVITALIZAÇÃO DAS HORTAS ESCOLARES NA UEMEIEF JOSÉ BONIFÁCIO BARBOSA DE ANDRADE REVITALIZAÇÃO DAS HORTAS ESCOLARES NA UEMEIEF JOSÉ BONIFÁCIO BARBOSA DE ANDRADE Autor : Charlene Sousa Silva ; Co-autor (1) Débora Lafaerte Simões de Araújo; Co-autor (2) Fabiana Alves Siqueira Universidade

Leia mais

Projeto Ambienta Rio: A escola faz a diferença.

Projeto Ambienta Rio: A escola faz a diferença. Projeto Ambienta Rio: A escola faz a diferença. E/SUBE/CED/GPEC Semana de Meio Ambiente Mostra de Trabalhos de Educação Ambiental das Escolas da Rede Pública Municipal de Ensino Justificativa A Secretaria

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL ANÁLISE DA INSERÇÃO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS ESCOLAS PÚBLICAS DOS MUNÍCIPIOS DE ALVORADA DO OESTE E POMENTA BUENO- RO.

EDUCAÇÃO AMBIENTAL ANÁLISE DA INSERÇÃO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS ESCOLAS PÚBLICAS DOS MUNÍCIPIOS DE ALVORADA DO OESTE E POMENTA BUENO- RO. EDUCAÇÃO AMBIENTAL ANÁLISE DA INSERÇÃO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS ESCOLAS PÚBLICAS DOS MUNÍCIPIOS DE ALVORADA DO OESTE E POMENTA BUENO- RO. Lila Francisca de. O. R. Matos - lila@unescnet.br UNESC Faculdades

Leia mais

PROJETO DO 3º BIMESTRE PROJETO ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E ESTAÇÕES DO ANO

PROJETO DO 3º BIMESTRE PROJETO ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E ESTAÇÕES DO ANO CRECHE MUNICIPAL TERTULIANA MARIA DE ARRUDA SOUZA MÂE NHARA PROJETO DO 3º BIMESTRE PROJETO ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E ESTAÇÕES DO ANO CUIABÁ 2015 INTRODUÇÃO Partindo do pressuposto de que a creche é um espaço

Leia mais

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome: Educação Física Curso: Técnico em Meio Ambiente Integrado ao Ensino Médio Série: 1º, 2º, 3º Ano Carga Horária: 80h/a (67/H) Docente Responsável: EMENTA

Leia mais

Ponto de Apoio. Edição 161

Ponto de Apoio. Edição 161 Ponto de Apoio Edição 161 1 Tema do Mês Felicidade Histórias Turma em... A amizade nos fortalece; Dado em... Juntos, somos mais felizes; Seja bem-vinda!; Gentileza sempre!; O sabor da convivência; Cada

Leia mais

HORTA ESCOLAR COMO ESPAÇO PARA ATIVIDADES DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

HORTA ESCOLAR COMO ESPAÇO PARA ATIVIDADES DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL HORTA ESCOLAR COMO ESPAÇO PARA ATIVIDADES DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL Sandra Jouris Dias (UNIOESTE)1 Kely Cristina Enisweler (UNIOESTE)2 Vilmar Malacarne (Orientador -

Leia mais

DROGAS E EDUCAÇÃO UMA RELAÇÃO PARA A VIDA

DROGAS E EDUCAÇÃO UMA RELAÇÃO PARA A VIDA DROGAS E EDUCAÇÃO UMA RELAÇÃO PARA A VIDA Robson Rogaciano Fernandes da Silva (Universidade Federal de Campina Grande robsonsfr@hotmail.com) Ailanti de Melo Costa Lima (Universidade Estadual da Paraíba

Leia mais

O comportamento alimentar e as rejeições e aversões alimentares de estudantes adolescentes de escolas públicas e privadas de Teresina-PI.

O comportamento alimentar e as rejeições e aversões alimentares de estudantes adolescentes de escolas públicas e privadas de Teresina-PI. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENADORIA GERAL DE PESQUISA Iniciação Científica Voluntária - ICV Campus Universitário Ministro Petrônio

Leia mais

MERENDA ESCOLA. Wilma Amâncio da Silva

MERENDA ESCOLA. Wilma Amâncio da Silva MERENDA ESCOLA Wilma Amâncio da Silva São Paulo 2014 Merenda escolar Wilma Amâncio da Silva Copyright 2012, Wellington Amancio Copyright desta edição 2014: Edições Parresia Rua Allan Kardec, 48 Centro

Leia mais

o que é? Resgatar um conteúdo trabalhado em sala de aula, por meio de novas aplicações ou exercícios

o que é? Resgatar um conteúdo trabalhado em sala de aula, por meio de novas aplicações ou exercícios lição de casa F1 o que é? É um recurso didático que o professor propõe aos alunos para potencializar a relação dele com o objeto de conhecimento. A lição pode ter vários objetivos: Resgatar um conteúdo

Leia mais

HORTA ESCOLAR COMO INSTRUMENTO EDUCACIONAL Andrella, G. C. 1 Santos, V. C. 2 Costa, L. O. 3 Rebustini, M. E. 4

HORTA ESCOLAR COMO INSTRUMENTO EDUCACIONAL Andrella, G. C. 1 Santos, V. C. 2 Costa, L. O. 3 Rebustini, M. E. 4 HORTA ESCOLAR COMO INSTRUMENTO EDUCACIONAL Andrella, G. C. 1 Santos, V. C. 2 Costa, L. O. 3 Rebustini, M. E. 4 Resumo: O projeto Horta Escolar foi implantado na Escola Estadual Padre João Tomes, no Município

Leia mais

TÍTULO: POSSIBILIDADES DAS VIVÊNCIAS LÚDICAS NO TEMPO ÓCIO VIVIDO PELAS CRIANÇAS NO RECREIO

TÍTULO: POSSIBILIDADES DAS VIVÊNCIAS LÚDICAS NO TEMPO ÓCIO VIVIDO PELAS CRIANÇAS NO RECREIO Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: POSSIBILIDADES DAS VIVÊNCIAS LÚDICAS NO TEMPO ÓCIO VIVIDO PELAS CRIANÇAS NO RECREIO CATEGORIA:

Leia mais

Sinais da. Boa Nutrição. Alice Silveira Granado. CRN 3 : 17638 Nutricionista

Sinais da. Boa Nutrição. Alice Silveira Granado. CRN 3 : 17638 Nutricionista ç Sinais da ç Boa Nutrição Alice Silveira Granado CRN 3 : 17638 Nutricionista Crescimento Adequado Funcionamento Regular do Intestino Dentes Fortes e Saudáveis Bom Apetite Boa Imunidade Peso Adequado Pele

Leia mais

PROJETO CONSTRUINDO SABERES

PROJETO CONSTRUINDO SABERES PROJETO CONSTRUINDO SABERES Justificativa: O Projeto Construindo Saberes em Língua Portuguesa e Matemática, justifica-se pela importância de ser um instrumento de apoio pedagógico e didático para sanar

Leia mais

VAMOS FALAR SOBRE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

VAMOS FALAR SOBRE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL VAMOS FALAR SOBRE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL CADA IDADE, UM CARDÁPIO Em cada fase da vida é necessário adaptar um cardápio específico para suprir as necessidades diárias do nosso corpo. Confira a seguir as dicas

Leia mais

Professor ou Professor Pesquisador

Professor ou Professor Pesquisador Professor ou Professor Pesquisador Cláudio Luis Alves do Rego Cúneo 1 Resumo O perfil de professor pesquisador tem sido associado à oportunidade de prática reflexiva daquele professor que busca a pesquisa

Leia mais

UMA ABORDAGEM SOBRE A COMPOSTAGEM E SEUS BENEFÍCIOS PARAA HORTA ESCOLAR, DE FORMA A MELHORAR A APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS

UMA ABORDAGEM SOBRE A COMPOSTAGEM E SEUS BENEFÍCIOS PARAA HORTA ESCOLAR, DE FORMA A MELHORAR A APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS UMA ABORDAGEM SOBRE A COMPOSTAGEM E SEUS BENEFÍCIOS PARAA HORTA ESCOLAR, DE FORMA A MELHORAR A APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS Daiane Macedes da Cruz (1); Julyelle Alves Batista (1); Leandro Carbo (2) (1) Instituto

Leia mais

Projeto Cintura Fina E.E.E.I. Ministro Costa Manso Sala 15 / 2ª. Sessão

Projeto Cintura Fina E.E.E.I. Ministro Costa Manso Sala 15 / 2ª. Sessão Projeto Cintura Fina E.E.E.I. Ministro Costa Manso Sala 15 / 2ª. Sessão Professor(es) Apresentador(es): Edylene A. Cardoso Boccoli Priscila M. de Maio Lacerda Realização: Foco Nosso foco, na disciplina,

Leia mais

EDUCAÇÃO NUTRICIONAL PARA ESCOLARES COMO MÉTODO PARA MODIFICAÇÃO DA PREFERÊNCIA ALIMENTAR

EDUCAÇÃO NUTRICIONAL PARA ESCOLARES COMO MÉTODO PARA MODIFICAÇÃO DA PREFERÊNCIA ALIMENTAR EDUCAÇÃO NUTRICIONAL PARA ESCOLARES COMO MÉTODO PARA MODIFICAÇÃO DA PREFERÊNCIA ALIMENTAR Aline Jabur Castilho(Acadêmica/UNICENTRO), Adriana Honaiser (ICV/ UNICENTRO), Caroline Christ (Acadêmica/UNICENTRO),

Leia mais

REUNIÃO DE PAIS 5ª SÉRIE Compromisso Família e Escola

REUNIÃO DE PAIS 5ª SÉRIE Compromisso Família e Escola REUNIÃO DE PAIS 5ª SÉRIE Compromisso Família e Escola Projeto Educativo Buscamos integrar rigor científico, excelência acadêmica, formação cristã, cultura da solidariedade e da paz, sensibilidade estética,

Leia mais

A LEI /2009 E AS NOVAS DIRETRIZES DO PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR.

A LEI /2009 E AS NOVAS DIRETRIZES DO PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR. A LEI 11.947/2009 E AS NOVAS DIRETRIZES DO PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR. INTRODUÇÃO O direito à alimentação adequada é um direito humano fundamental, reconhecido internacionalmente através

Leia mais

OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM

OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM FACULDADE DO NORTE GOIANO OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM Objetivos do curso O Curso de Graduação em Enfermagem tem por objetivo formar bacharel em enfermagem (enfermeiro) capaz de influenciar na construção

Leia mais

HORTA ORGÂNICA NA ESCOLA: ESTRATÉGIA DE INCLUSÃO DE ALUNOS DE ZONA RURAL À DISCUSSÃO DE SUSTENTABILIDADE

HORTA ORGÂNICA NA ESCOLA: ESTRATÉGIA DE INCLUSÃO DE ALUNOS DE ZONA RURAL À DISCUSSÃO DE SUSTENTABILIDADE HORTA ORGÂNICA NA ESCOLA: ESTRATÉGIA DE INCLUSÃO DE ALUNOS DE ZONA RURAL À DISCUSSÃO DE SUSTENTABILIDADE Maria Aparecida Gomes Sousa (1); Mariana Silva Lustosa (2); Co-autor (2); Co-autor (3); (Universidade

Leia mais

INTERVENÇÃO. Jogo Nutri-Nutri

INTERVENÇÃO. Jogo Nutri-Nutri INTERVENÇÃO Jogo Nutri-Nutri Por: Alice Lemos Costa CONTEXTUALIZAÇÃO A Nutrição é o processo de fornecimento de energia vital aos seres vivos. É também a ciência que investiga as relações entre o alimento

Leia mais

NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO AO DISCENTE

NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO AO DISCENTE NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO AO DISCENTE REGULAMENTO DO NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO O presente regulamento tem por finalidade normatizar as atividades do Núcleo de Atendimento Psicopedagógico aos

Leia mais

Aula 1 O processo educativo: a Escola, a Educação e a Didática. Profª. M.e Cláudia Benedetti

Aula 1 O processo educativo: a Escola, a Educação e a Didática. Profª. M.e Cláudia Benedetti Aula 1 O processo educativo: a Escola, a Educação e a Didática Profª. M.e Cláudia Benedetti Profa. M.e Cláudia Benedetti Graduada em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita

Leia mais

Após um dia longo no trabalho, os pais ainda se veem diante de mais um compromisso: apoiar os filhos na realização da lição de casa. E o cansaço que s

Após um dia longo no trabalho, os pais ainda se veem diante de mais um compromisso: apoiar os filhos na realização da lição de casa. E o cansaço que s Após um dia longo no trabalho, os pais ainda se veem diante de mais um compromisso: apoiar os filhos na realização da lição de casa. E o cansaço que surge neste momento faz muitos se perguntarem por que,

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso: Pedagogia Missão O Curso de Pedagogia tem por missão a formação de profissionais de educação autônomos e cooperativos, capazes de pensar, investigar, decidir, planejar,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAÍRA SP PROCESSO SELETIVO EDITAL 001/2017

PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAÍRA SP PROCESSO SELETIVO EDITAL 001/2017 PRIMEIRA RETIFICAÇÃO A Prefeitura Municipal de Guaíra, Estado de São Paulo, torna público que realizará por meio do INSTITUTO EXCELÊNCIA LTDA - ME, na forma prevista no artigo 37, inciso IX, da Constituição

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA REGULAMENTO

CURSO DE PEDAGOGIA REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE PEDAGOGIA REGULAMENTO CAPÍTULO I - DA DEFINIÇÃO DO ESTÁGIO Artigo 01 - O Estágio Supervisionado constitui disciplina obrigatória do Currículo dos Cursos de Licenciatura.

Leia mais

Grupo De Trabalho N 1 Patrícia de Melo Fátima Medeiros Idari Amaral Denise F. Aguiar Willian Yuki Jenifer Paschoal Ferreira

Grupo De Trabalho N 1 Patrícia de Melo Fátima Medeiros Idari Amaral Denise F. Aguiar Willian Yuki Jenifer Paschoal Ferreira Grupo De Trabalho N 1 Patrícia de Melo Fátima Medeiros Idari Amaral Denise F. Aguiar Willian Yuki Jenifer Paschoal Ferreira Atividades - *Moradia para todos *Ruas Pavimentadas *Emprego Para todos *100%

Leia mais

METODOLOGIAS PARA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO ENSINO DE CIENCIAS.

METODOLOGIAS PARA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO ENSINO DE CIENCIAS. METODOLOGIAS PARA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO ENSINO DE CIENCIAS. Elisangela Maria de Oliveira 1, Deuziene Souza da Silva 2, Fracivane Pinho de Souza 3, Micheli Véras dos Santos 4, Universidade Federal do Piauí

Leia mais

PREVENÇÃO NAS ESCOLAS

PREVENÇÃO NAS ESCOLAS PREVENÇÃO NAS ESCOLAS PREVENÇÃO NAS ESCOLAS Diga Sim à Vida a Turma da Mônica na Prevenção do Uso de Drogas Parceria: SENAD/MEC/FIOCRUZ 2º ao 5º ano Ensino Fundamental Escolas da Rede Pública Público-Alvo:

Leia mais

O Atendimento Psicopedagógico dentro das Escolas de Educação Infantil. A Psicopedagogia Positiva e Afetividade na Aprendizagem

O Atendimento Psicopedagógico dentro das Escolas de Educação Infantil. A Psicopedagogia Positiva e Afetividade na Aprendizagem O Atendimento Psicopedagógico dentro das Escolas de Educação Infantil. A Psicopedagogia Positiva e Afetividade na Aprendizagem Isabel Prata Psicopedagoga Mato Grosso do Sul Educação Infantil? Creche? Berçário?

Leia mais

UMA PROPOSTA EDUCATIVA A PARTIR DE PRÁTICAS COM HORTA E COMPOSTAGEM NA ESCOLA PUBLICA

UMA PROPOSTA EDUCATIVA A PARTIR DE PRÁTICAS COM HORTA E COMPOSTAGEM NA ESCOLA PUBLICA UMA PROPOSTA EDUCATIVA A PARTIR DE PRÁTICAS COM HORTA E COMPOSTAGEM NA ESCOLA PUBLICA Erlane Garcia Ferraz Universidade Estadual da Paraíba- UEPB erlanegferraz@gmail.com Erica Michele dos Santos Mateus

Leia mais

Ponto de Apoio. Edição nº 162

Ponto de Apoio. Edição nº 162 Ponto de Apoio Edição nº 162 1 Tema do Mês União Histórias Quanto mais amigos eu tenho... Mais feliz eu sou!; Desabrochar... Lindas flores e belos gestos; Boas sementes; Lili em Eu participo!; Boas ações

Leia mais

ELETROMAGNETISMO: UMA AULA PRÁTICA COM USO DA EXPERIMENTAÇÃO PARA ALUNOS DO 3º ANO DO ENSINO MÉDIO

ELETROMAGNETISMO: UMA AULA PRÁTICA COM USO DA EXPERIMENTAÇÃO PARA ALUNOS DO 3º ANO DO ENSINO MÉDIO ELETROMAGNETISMO: UMA AULA PRÁTICA COM USO DA EXPERIMENTAÇÃO PARA ALUNOS DO 3º ANO DO ENSINO MÉDIO Maynã Luan Nascimento Melo (1); Eliton da Silva Lima (2); Walmir Benedito Reis Tavares (3); Ana Clecia

Leia mais

PLANO DE AÇÃO DO COORDENADOR PEDAGÓGICO

PLANO DE AÇÃO DO COORDENADOR PEDAGÓGICO SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO-SEDUC SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESPORTE CULTURA TURISMO E LAZER-SEMECETEL ESCOLA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA DEPUTADO RENÊ BARBOUR- MUNICIPIO DE NOVA OLIMPIA-MT

Leia mais

A LIDERANÇA NA ORGANIZAÇÃO ESCOLAR

A LIDERANÇA NA ORGANIZAÇÃO ESCOLAR A LIDERANÇA NA ORGANIZAÇÃO ESCOLAR Lauriane Dias Alencar UFPI /lauriane2205@hotmail.com Maria de Jesus Marques Silva UESPI / dudemsilva@yahoo.com.br GT1. Política e gestão da educação básica O tema em

Leia mais

ALIANDO A TEORIA E A PRÁTICA DOCENTE NO COTIDIANO DA ESCOLA ATRAVÉS DO PIBID

ALIANDO A TEORIA E A PRÁTICA DOCENTE NO COTIDIANO DA ESCOLA ATRAVÉS DO PIBID ALIANDO A TEORIA E A PRÁTICA DOCENTE NO COTIDIANO DA ESCOLA ATRAVÉS DO PIBID 2 ALIANDO A TEORIA E A PRÁTICA DOCENTE NO COTIDIANO DA ESCOLA ATRAVÉS DO PIBID BORGES Maria Jesus da Cunha 1 MORAES Adriana

Leia mais

A saúde dos adolescentes em Portugal: respostas e desafios

A saúde dos adolescentes em Portugal: respostas e desafios A saúde dos adolescentes em Portugal: respostas e desafios Andreia Jorge Silva Direção de Serviços de Prevenção da Doença e Promoção da Saúde 1 PNS/ELS - Obesidade Saúde dos Adolescentes PNS/Saúde dos

Leia mais

Matriz dos resultados da aprendizagem Versão em Português

Matriz dos resultados da aprendizagem Versão em Português Learning Outcomes Matrix, English Version Matriz dos resultados da aprendizagem Versão em Português Compilado por: LMETB Título do módulo Perfil pessoal Matriz dos resultados da aprendizagem Nível introdutório

Leia mais

MATEMÁTICA ATRAENTE: A APLICAÇÃO DE JOGOS COMO INSTRUMENTO DO PIBID NA APRENDIZAGEM MATEMÁTICA

MATEMÁTICA ATRAENTE: A APLICAÇÃO DE JOGOS COMO INSTRUMENTO DO PIBID NA APRENDIZAGEM MATEMÁTICA MATEMÁTICA ATRAENTE: A APLICAÇÃO DE JOGOS COMO INSTRUMENTO DO PIBID NA APRENDIZAGEM MATEMÁTICA Camila Sampaio Nogueira camila.snog@hotmail.com Maria Aparecida Galdino de Souza cindysouza@hotmail.com Luiza

Leia mais

TRABALHANDO EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO ECOSSISTEMA MANGUEZAL NO ENSINO FUNDAMENTAL I. Andreza Barboza da Silva; Ana Paula Santos Fidelis

TRABALHANDO EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO ECOSSISTEMA MANGUEZAL NO ENSINO FUNDAMENTAL I. Andreza Barboza da Silva; Ana Paula Santos Fidelis TRABALHANDO EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO ECOSSISTEMA MANGUEZAL NO ENSINO FUNDAMENTAL I. Andreza Barboza da Silva; Ana Paula Santos Fidelis Universidade Federal de Pernambuco andrezabarbozasilva@hotmail.com ppfidelis@gmail.com

Leia mais

EDUCAÇÃO EM SAÚDE BUCAL NA ESCOLA: EDUCAR E TRANSFORMAR

EDUCAÇÃO EM SAÚDE BUCAL NA ESCOLA: EDUCAR E TRANSFORMAR EDUCAÇÃO EM SAÚDE BUCAL NA ESCOLA: EDUCAR E TRANSFORMAR Ruan Carlos de Oliveira Magalhães¹; Nayanne Barros Queiroz¹, Natiane do Nascimento Colares¹, Cosmo Helder Ferreira da Silva² ¹Discente do curso de

Leia mais

Variabilidade didática: Relações Bióticas

Variabilidade didática: Relações Bióticas Variabilidade didática: Relações Bióticas E.E. Carlos Maximiliano Pereira dos Santos Sala 7 / 1ª. Sessão Professor(es) Apresentador(es): Lucélia Batista Lima Maria Alice Luque Bueno Realização: Foco No

Leia mais

HORTA SUSTENTÁVEL ORGÂNICA

HORTA SUSTENTÁVEL ORGÂNICA HORTA SUSTENTÁVEL ORGÂNICA HORTA SUSTENTÁVEL ORGÂNICA ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO MÉDIO WOLFRAM METZLER CURSO TÉCNICO INTEGRADO EM AGROINDÚSTRIA Projeto de Pesquisa elaborado para o Curso Educomunicação

Leia mais

Exposição fotográfica: cinco anos de cooperação por um mundo sem fome

Exposição fotográfica: cinco anos de cooperação por um mundo sem fome Exposição fotográfica: cinco anos de cooperação por um mundo sem fome - 06-23-2016 Exposição fotográfica: cinco anos de cooperação por um mundo sem fome por Por Dentro da África - quinta-feira, junho 23,

Leia mais