Sistemas de Controle de Emergências

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sistemas de Controle de Emergências"

Transcrição

1

2 Apresentação Seguradora 25 de Novembro 2008 QSSMA Qualidade, Segurança, Saúde e Meio Ambiente

3 Sistema de armazenamento de água. Reservatório acima do solo 4.750m3 com 108m3/h reposição automática. Bomba elétrica 908m3/h x 9,9 Kgf/cm2; Bomba Diesel 908m3/h x 9,9 Kgf/cm2; Bomba Jockey 22,7m3/h x 9,9Kgf/cm2. Nota Painel de controle de acordo com NFPA 20.

4 Sistema de tubulação de água de incêndio Subterrânea (95%) e 5% aérea Diâmetros variando 4 to 12 soldada com proteção contra corrosão; Tubulação em anéis com (Post Indicator Valve) Coluna Indicadora de Válvula;

5 PIV - Post Indicator valve, Coluna indicadora da posição das válvulas. Ligado as válvulas de bloqueio na rede enterrada.

6 Casa de bombas. Bomba Diesel reserva Bomba Elétrica Principal e bomba Jockey

7 800 extintores portáteis e sobre rodas. Tipos de agentes extintores e capacidades Água Pressurizado ou com ampola externa- 10, 75 litros Dióxido de carbono - CO2 6, 10 e 25Kg; Pó químico seco tipo BC 4,6,8,12,20 e 50Kg Pó químico seco tipo ABC 4,12 e 55Kg; AFFF 3% / 6% Espuma mecânica 10 litros. Pó quimico especial para Pirofóricos 10 e 50 Kg

8 137 Hidrantes e 23 Mangotinhos. Hidrantes tipo Coluna com duas saídas, saída simples tipo Storz e Mangotinhos. Duas saídas de (2 ½ ); Saída simples de (1 ½ ); mangotinhos de 20m x dos 137 hidrantes possuem canhões monitores acoplados e 10 canhões monitores somente.

9 Hidrantes e Mangotinhos. Tipo duplo 2 ½ Toda as áreas externas incluindo as plantas de Etileno, OSBL, Polietileno, Suprimentos e manutenção; Tipo duplo 1 ½ Internos no Armazém de produtos acabados; Tipo Simples 1 ½ Laboratório de Controle de Qualidade, Prédio Administrativo Sala de Controle Principal; Mangotinhos Áreas da Planta de Polietileno e Prédio de armazenamento de catalizadores.

10

11

12 47 Canhões Monitores com água ou espuma mecânica. Planta de Etileno, Polietileno Sistema protegendo Colunas, Compressores, Vasos, Tanques, Bombas e Pape-rack. OSBL Sistema protegendo área de Recebimento de carros tanque, estocagem de produtos, Vasos, Tanques, Bombas e Pape-rack.

13 Canhões Monitores de água ou Espuma AFFF/ARC Hidrante com canhão monitor. Canhão Monitor Elevado na área de Etileno operado manualmente.

14 Sistemas Dilúvio total de 23. Tipos de sistemas Dilúvio Automático (WDS) com sistema de deteção por sprinkler de 93ºC, cabo fusível pressurizado com atuação pneumática (Pirofóricos e compressores na planta de Polietileno) ainda manual por válvula tipo esfera local a distância na Sala de Controle Local; Manual (MDS) com atuação pneumática manual por válvula tipo esfera local a distância na Sala de Controle Local;

15 Sistema Dilúvio 1) Válvula Dilúvio; 2) Acionamento local; 3) Válvula Solenóide para acionamento automático ou manual a distância; 4) Manifold de válvulas.

16 Sistema Dilúvio 1) Tanque pneumático reserva de 100 litros; 2) Pressostato automático; 3) Válvula de Bloqueio; 4) Filtro.

17 Exemplos de proteção por Dilúvio

18 Sistema Dilúvio para bombas e vasos.

19 Sistema Dilúvio Tipos de Sprays. Média Velocidade Alta velocidade

20 Proteção automática e Manual para as esferas. Chapéu chinês - teto Proteção das pernas

21 Sistema de cortina de água separando Ensaque do Armazém de produtos acabados. Spray aberto Sensor automático

22 Sistema por Espuma Mecânica AFFF/ARC 3%-6% Automática e Manual área de estocagem. Manual Para tanques e diques na área de hidrocarbonetos e de isopentano com canhões monitores. Automático e Manual Sistema Dilúvio para área de bombas de recebimento e transferência e a área de descarga de carretas esta com acionamento por detectores tipo Ultravioleta e Infravermelho e manual local. Tanque de armazenamento de LGE tipo Diafragma. Tempo de descarga = 15 e 30 minutos.

23 Automático e manual AFFF/ARC Sistema Dilúvio para área de descarga de carretas.

24 Tipo de tanque de estocagem de LGE.

25 Tanques de estocagem de AFFF/ARC Um com volume de 2000 litros para área de descarga. Outro com Volume de 1250 litros para área de Isopentano. Um terceiro com 7000 litros para área de Hidrocarbonetos

26 Sistema de Detecção da Gás Combustível e Botoeiras de alarme manual. Painel central de Alarme no Prédio da Sala de Controle Principal locais onde se tem 24h por dia supervisão e outros nas salas de controle locais (não assistidas o tempo todo); Sistema com diversos sensores que alarmam com 10 a 20% do Limite Inferior de explosividade.

27 Detecção da Gás Combustível Nas plantas e esferas.

28 Detectores Óticos ou termovelocimétricos Para os prédios com sistema tipo Classe A de fiação. No Ambiente Forro falso.

29 Sistema de Detecção da Gás Combustível e Botoeiras de alarme manual. Gás Combustível Tipo sensor catalítico para áreas classificadas. Detectores tipo Chamas Tipo IR/UV para áreas classificadas. Detectores Óticos Para os prédios com sistema tipo Classe A de fiação.

30 Botoeiras de Alarme Sistema usado para alerta de emergência com exceção na área de descarga de carretas que aciona também o sistema dilúvio desta área ligado a Sala de Controle Principal. Existe um sistema com dois canhões monitores na área de hidrogênio que podem ser acionados por botoeiras.

31 Tipo de botoeiras existentes nos prédios administrativos.

32 Caminhão Autobomba Tanque (ABT02) Caminhão de Emergência com as seguintes características: Ataque Inicial Contendo 100Kg de PQS tipo BC (Purple K), Tanque com 200 litros de AFFF/ARC, Tanque com 1500 litros de água, Canhão Monitor no deck com 421 l/min, Bomba para 114m3/h (500 GPM) e 10,5 Kgf/cm2, Um mangotinho na parte de trás tipo 1 x 20m, Uma saída de água com 2 ½ em cada lado, uma entrada de 2 ½ pela parte superior para alimentar o tanque de água, duas entradas de 4 com mangotes de 3m de comprimento para sucção de água, seis lances de 2 ½ x 15m e 10 lances de 1 ½ x 15m, dois conjuntos de ar mandado...

33 Caminhão Autobomba Tanque (ABT02)

34 Caminhão Autobomba Tanque (ABT) Caminhão de Emergência com as seguintes características: Autobomba Tanque Tanque com 500 litros de AFFF/ARC, Tanque com 4000 litros de água, Canhão Monitor no deck com 421 l/min, Bomba para 227m3/h (1000 GPM) e 10,5 Kgf/cm2, Um mangotinho na parte de trás tipo 1 x 20m, Duas saídas de água com 2 ½ em cada lado, duas entrada de 2 ½ uma em cada lado, uma pela parte superior para alimentar o tanque de água, duas entradas de 5 com mangotes de 3m de comprimento para sucção de água, seis lances de 2 ½ x 15m e 10 lances de 1 ½ x 15m, dois conjuntos de ar mandado...

35 Caminhão Autobomba Tanque (ABT01)

36 Veículo de Emergência Rápida (VER) Van Sprinter Mercedes Benz uso exclusivo do Líder de Brigada com as seguintes características: Contendo 17 roupas de aproximação tipo calça, blusão (ambos em 4 camadas), capacete tipo bombeiro americano, botina, balaclava e luvas confeccionados em Nomex para uso da brigada de emergência de acordo com NFPA, 15 conjuntos autônomos de ar respirável em fibra de carbono, com 2000 litros de ar cada, roupas tipo Nível A B e C, 4 pares de Botinas HAZMAT, dispositivos para controle de derrames químicos, Luvas diversas para produtos químicos. Roupa Aluminizada para emergência com pirofóricos, Mantas Tipo Water GEL para queimados e acesso a locais em chamas. Ver arquivo neste pacote de documentos

37 Veículo de Emergência Rápida (VER)

38

39 Sistema Especial de Emergência. Esfera de Buteno 1 com selagem de água pela parte inferior. Provida por bomba de água limpa a alta pressão para prevenir vazamento de gás.

40 Sistema Especial de Emergência. Armazém de produtos acabados Paredes tipo corta fogo e Portas Corta-fogo automáticas separando a armazenagem da área de paletização.

41 Sistema Especial de Emergência. Parede e Porta Corta fogo separando armazém e paletização.

42 Sistema Especial de Emergência. Futura Conexão Ligação com Vizinhos. Riopol tem duas linhas de 12 de aço flangeada uma para ser ligada a rede da Quattor PP e outra para ligar com Nitriflex / Petroflex as quais que tem ligação com Refinaria da Petrobrás Reduc e podem aspirar água do mar (recurso inesgotável para combate ao incêndio).

43 Sistema Especial de Emergência. Futura ligação com vizinhos Quattor PP e outra para Nitriflex / Petroflex do outro lado da rua.

Símbolos Gráficos Para Projeto de Segurança Contra Incêndio

Símbolos Gráficos Para Projeto de Segurança Contra Incêndio Outubro 2011 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 004 Símbolos Gráficos Para Projeto de Segurança Contra Incêndio CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 01 Norma de Procedimento Técnico 17 páginas SUMÁRIO 1 Objetivo

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 04/2011

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 04/2011 Instrução Técnica nº 04/2011 - Símbolos gráficos para projeto de segurança contra incêndio 149 SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros

Leia mais

Memorial Descritivo CHUVEIROS AUTOMÁTICOS

Memorial Descritivo CHUVEIROS AUTOMÁTICOS 1/8 GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO AMAPÁ DIVISÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS SEÇÃO DE ANÁLISE DE PROJETOS 1. Normas de referência: NBR 10.897-ABNT 1.1. Outras normas: 2. Nome

Leia mais

Esquemas. & diagramas. caderno 9

Esquemas. & diagramas. caderno 9 Esquemas & diagramas caderno 9 Segurança contra incêndios em edifícios > Simbologia gráfica para plantas Legenda para projectos de SCIE 1 - Resistência ao fogo Elemento resistente ao fogo com função de

Leia mais

Sistema de Proporcionamento Bomba dosadora de LGE Fire Dos

Sistema de Proporcionamento Bomba dosadora de LGE Fire Dos Sistema de Proporcionamento Bomba dosadora de LGE Fire Dos Descrição A bomba dosadora de LGE FIRE DOS é o mais versátil sistema de proporcionamento existente no mercado. Este revolucionário sistema de

Leia mais

INSTALAÇÕES PREDIAIS DE COMBATE A INCÊNDIO

INSTALAÇÕES PREDIAIS DE COMBATE A INCÊNDIO SENHORES MANCEBOS, A PROVA REGIMENTAL REFERENTE AO SEGUNDO BIMESTRE DE 2014 TERÁ COMO CONTEÚDO OS TÓPICOS ABORDADOS NAS AULAS E O SEGUINTE COMPLEMENTO TEÓRICO: Definições: INSTALAÇÕES PREDIAIS DE COMBATE

Leia mais

GRUPO NOVO BRASIL LINHA DE PRODUTOS 01/2002-REV.00

GRUPO NOVO BRASIL LINHA DE PRODUTOS 01/2002-REV.00 UNID ABRIGOS PARA HIDRANTES E MANGUEIRAS DE INCENDIO Medidas Padrão: Caixa de embutir com moldura removível: 50 x 70 x 25 (cm); Predial / Industrial 75 x 45 x 17 (cm);. Predial / Industrial Caixa externa

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE DEFESA CIVIL Gerência de Segurança Contra Incêndio e Pânico NORMA TÉCNICA n. 24, de 05/03/07 Sistema de Resfriamento

Leia mais

NORMA TÉCNICA N o 19 SISTEMAS DE RESFRIAMENTO PARA LÍQUIDOS E GASES INFLAMÁVEIS E COMBUSTÍVEIS

NORMA TÉCNICA N o 19 SISTEMAS DE RESFRIAMENTO PARA LÍQUIDOS E GASES INFLAMÁVEIS E COMBUSTÍVEIS ANEXO XIX AO DECRETO N o 3.950, de 25 de janeiro de 2010. NORMA TÉCNICA N o 19 SISTEMAS DE RESFRIAMENTO PARA LÍQUIDOS E GASES INFLAMÁVEIS E COMBUSTÍVEIS 1 OBJETIVO Esta Norma Técnica estabelece as condições

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 04/2015

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 04/2015 Instrução Técnica nº 04/2011 - Símbolos gráficos para projeto de segurança contra incêndio 149 SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros

Leia mais

IT - 16 SISTEMA DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO

IT - 16 SISTEMA DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO IT - 16 SISTEMA DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências Normativas 4 Definições 5 Generalidades gerais 6- Procedimentos 7 Certificação e validade/garantia INSTRUÇÃO

Leia mais

Sistemas de carga e descarga de camihões e ferrovias

Sistemas de carga e descarga de camihões e ferrovias Sistemas de carga e descarga de DESCRIÇÃO: O carregamento ou descarregamento de líquidos inflamáveis/ combustíveis em caminhões ou vagões-tanque ferroviários é uma das operações de maior risco a ser empreendida

Leia mais

NORMA TÉCNICA N o 16 SISTEMAS DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO

NORMA TÉCNICA N o 16 SISTEMAS DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO ANEXO XVI AO DECRETO N o 3.950, de 25 de janeiro de 2010. NORMA TÉCNICA N o 16 SISTEMAS DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO 1. OBJETIVO Esta Norma Técnica estabelece critérios para proteção contra incêndio

Leia mais

NORMA TÉCNICA N o 25 MEDIDAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM SUBESTAÇÕES ELÉTRICAS

NORMA TÉCNICA N o 25 MEDIDAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM SUBESTAÇÕES ELÉTRICAS ANEXO XXV AO DECRETO N o 3.950, de 25 de janeiro de 2010. NORMA TÉCNICA N o 25 MEDIDAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM SUBESTAÇÕES ELÉTRICAS 1. OBJETIVO Esta Norma Técnica estabelece as medidas de segurança

Leia mais

NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN 015/DAT/CBMSC) SISTEMA DE CHUVEIROS AUTOMÁTICOS (SPRINKLERS)

NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN 015/DAT/CBMSC) SISTEMA DE CHUVEIROS AUTOMÁTICOS (SPRINKLERS) ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE ATIVIDADES TÉCNICAS - DAT NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN 015/DAT/CBMSC)

Leia mais

Sistema de Resfriamento para Líquidos e Gases Inflamáveis e Combustíveis

Sistema de Resfriamento para Líquidos e Gases Inflamáveis e Combustíveis SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 24/2004 Sistema de Resfriamento para

Leia mais

Segurança contra Incêndio em Edificações. Medidas de Proteção Ativa

Segurança contra Incêndio em Edificações. Medidas de Proteção Ativa Segurança contra Incêndio em Edificações Medidas de Proteção Ativa Arq. Marcos Vargas Valentin 1 Medidas de Proteção Ativa Instalações Elétricas Prediais : Iluminação de emergência Alarme manual (acionadores

Leia mais

NORMA TÉCNICA N o 18 SISTEMAS DE CHUVEIROS AUTOMÁTICOS

NORMA TÉCNICA N o 18 SISTEMAS DE CHUVEIROS AUTOMÁTICOS ANEXO XVIII AO DECRETO N o 3.950, de 25 de janeiro de 2010. NORMA TÉCNICA N o 18 SISTEMAS DE CHUVEIROS AUTOMÁTICOS 1. OBJETIVO Esta Norma Técnica visa a adequar o texto da norma NBR 10897, que dispõe sobre

Leia mais

A SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS NAS EDIFICAÇÕES

A SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS NAS EDIFICAÇÕES A SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS NAS EDIFICAÇÕES 1 OBJETIVOS DO PROJETO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO A proteção da vida humana A proteção do patrimônio A continuidade do processo produtivo 2 O CÍRCULO DE PROTEÇÃO

Leia mais

http://www81.dataprev.gov.br/sislex/paginas/05/mtb/20.htm

http://www81.dataprev.gov.br/sislex/paginas/05/mtb/20.htm Page 1 of 5 20.1 Líquidos combustíveis. NR 20 - Líquidos combustíveis e inflamáveis (120.000-3) 20.1.1 Para efeito desta Norma Regulamentadora - NR fica definido "líquido combustível" como todo aquele

Leia mais

2.2 A Administração do Condomínio dá ênfase às medidas preventivas, assim entendidas as seguintes:

2.2 A Administração do Condomínio dá ênfase às medidas preventivas, assim entendidas as seguintes: Fl. 01 de 06 1 Objetivo A presente Regulamentação Especial visa normalizar os procedimentos para o pessoal incumbido de prevenir ou combater um princípio de incêndio e de atuar em situações de emergência,

Leia mais

FORMULÁRIO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO PROJETO TÉCNICO

FORMULÁRIO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO PROJETO TÉCNICO ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA E DA DEFESA SOCIAL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE ATIVIDADES TÉCNICAS DAT/1 SEÇÃO DE ANÁLISE DE PROJETOS FORMULÁRIO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS LICITAÇÃO Nº PP03060001/2013. Item Especificação Unid Vr. Unit Vr. Total

ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS LICITAÇÃO Nº PP03060001/2013. Item Especificação Unid Vr. Unit Vr. Total ANEXO III 1 ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS LICITAÇÃO Nº PP03060001/2013 Item Especificação Unid Vr. Unit Vr. Total 1 CAMINHÃO TOCO COM CAPACIDADE DE CARGA ÚTIL VARIANDO DE 10.000 A 12.000KG. DEVERÁ COMPOR

Leia mais

Sistema de proteção por extintores de incêndio

Sistema de proteção por extintores de incêndio Outubro 2011 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 021 Sistema de proteção por extintores de incêndio CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão:01 Norma de Procedimento Técnico 5 páginas SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3

Leia mais

NORMA TÉCNICA DO CORPO DE BOMBEIROS Nº 18/2015 SISTEMA DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO - PROPOSTA

NORMA TÉCNICA DO CORPO DE BOMBEIROS Nº 18/2015 SISTEMA DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO - PROPOSTA ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO NORMA TÉCNICA DO CORPO DE BOMBEIROS Nº 18/2015 SISTEMA DE PROTEÇÃO

Leia mais

AÇÕES A SEREM SEGUIDAS APÓS A ATIVAÇÃO DO PEL

AÇÕES A SEREM SEGUIDAS APÓS A ATIVAÇÃO DO PEL Usina Termelétrica Gov. LEONEL BRIZOLA/TERMORIO Informe de recursos internos LIMITES DA ÁREA INDUSTRIAL COMPOSIÇÃO DA UTE GLB Planta Outras instalações Rota de fuga ATIVAÇÃO DO PEL Qualquer empregado ou

Leia mais

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo: Prevenção e Combate a Incêndios - Aula 05 Prof.º Rogério Mota

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo: Prevenção e Combate a Incêndios - Aula 05 Prof.º Rogério Mota FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho Módulo: Prevenção e Combate a Incêndios - Aula 05 Prof.º Rogério Mota COMPETÊNCIA QUE TRABALHAREMOS NESTE MÓDULO Identificar os equipamentos de combate ao

Leia mais

MOTOBOMBAS E CONJUNTOS PARA COMBATE A INCÊNDIO

MOTOBOMBAS E CONJUNTOS PARA COMBATE A INCÊNDIO MOTOBOMBAS E CONJUNTOS PARA COMBATE A INCÊNDIO Motobombas para combate a incêndio ÍNDICE FSGIN Pg. 3 FIN Pg. 13 Pg. 33 A Famac tem a solução certa em Bombas para sistemas de combate a incêndio. CONJUNTOS

Leia mais

Instrução Técnica nº 25/2011 - Segurança contra incêndio para líquidos combustíveis e inflamáveis - Parte 4 Manipulação 637

Instrução Técnica nº 25/2011 - Segurança contra incêndio para líquidos combustíveis e inflamáveis - Parte 4 Manipulação 637 Instrução Técnica nº 25/2011 - Segurança contra incêndio para líquidos combustíveis e inflamáveis - Parte 4 Manipulação 637 SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO

Leia mais

Bancada de Testes Hidrostáticos e Pneumáticos

Bancada de Testes Hidrostáticos e Pneumáticos Bancada de Testes Hidrostáticos e Pneumáticos 1 Concepção O que é a bancada de testes da Valeq? Esta bancada foi desenvolvia com a intenção de agilizar os testes de campo e de bancada que envolvem pressão.

Leia mais

SISTEMAS DE SPRINKLERS DE COMBATE A INCÊNDIOS

SISTEMAS DE SPRINKLERS DE COMBATE A INCÊNDIOS SISTEMAS DE SPRINKLERS DE COMBATE A INCÊNDIOS CBSpk 2014 CUIDADOS, ENG. CLAUDIO RAMALHO Sócio Diretor Técnico 11 3868 1000 11 99601 2490 MOTIVAÇÃO PARA ESCOLHA DO TEMA - CONSCIÊNCIA PROFISSIONAL E INDIGNAÇÃO

Leia mais

IT - 18 SISTEMA DE CHUVEIROS AUTOMÁTICOS

IT - 18 SISTEMA DE CHUVEIROS AUTOMÁTICOS IT - 18 SISTEMA DE CHUVEIROS AUTOMÁTICOS SUMÁRIO ANEXO 1 Objetivo A - Hidrantes de recalque do sistema de chuveiros automáticos 2 Aplicação B Sinalização dos Hidrantes de Recalque do Sistema de chuveiros

Leia mais

RESOLUÇÃO TÉCNICA CBMRS Nº 14 EXTINTORES DE INCÊNDIO 2014

RESOLUÇÃO TÉCNICA CBMRS Nº 14 EXTINTORES DE INCÊNDIO 2014 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA COMANDO DO CORPO DE BOMBEIROS DIVISÃO TÉCNICA DE PREVENÇÃO DE INCÊNDIO E INVESTIGAÇÃO RESOLUÇÃO TÉCNICA CBMRS Nº 14 EXTINTORES DE INCÊNDIO 2014

Leia mais

TABELA A DISTÂNCIA MÍNIMA DO TANQUE À LINHA DE DIVISA DA PROPRIEDADE ADJACENTE

TABELA A DISTÂNCIA MÍNIMA DO TANQUE À LINHA DE DIVISA DA PROPRIEDADE ADJACENTE NR 20 - Líquidos combustíveis e inflamáveis Publicação D.O.U. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78 20.1 Líquidos combustíveis. 20.1.1 Para efeito desta Norma Regulamentadora - NR fica

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL 1 OBJETIVO: Padronizar os diversos tipos de sistemas de bomba de incêndio das edificações, seus requisitos técnicos, componentes, esquemas elétricos-hidráulicos e memória de cálculo, de acordo com os parâmetros

Leia mais

O que é espuma de combate a incêndio? Falando de uma maneira simples, a espuma para combate a incêndio é uma massa estável de bolhas pequenas,

O que é espuma de combate a incêndio? Falando de uma maneira simples, a espuma para combate a incêndio é uma massa estável de bolhas pequenas, Soluções de combate ao Fogo em Líquidos Inflamáveis - Sistemas de Proteção Contra Fogo a base de Espuma Departamento Técnico da GIFEL Engenharia de Incêndios Nos idos de 1960, em trabalho conjunto com

Leia mais

Veículos destinados ao combate a incêndio, irrigação do solo, lavagem e transporte de água

Veículos destinados ao combate a incêndio, irrigação do solo, lavagem e transporte de água Veículos destinados ao combate a incêndio, irrigação do solo, lavagem e transporte de água Transporte eficaz de água potável ou não potável. Usado no abastecimento residencial, reservas ambientais, obras,

Leia mais

Para aprendermos a combater o fogo, precisamos conhecê-lo muito bem. Fogo - É uma reação em cadeia de três elementos que produz luz e calor.

Para aprendermos a combater o fogo, precisamos conhecê-lo muito bem. Fogo - É uma reação em cadeia de três elementos que produz luz e calor. COMBATE A INCÊNDIO 116 1 Combate a incêndio Para aprendermos a combater o fogo, precisamos conhecê-lo muito bem. Fogo - É uma reação em cadeia de três elementos que produz luz e calor. Os três elementos

Leia mais

DISTÂNCIA MÍNIMA DO TANQUE À LINHA DE DIVISA DA PROPRIEDADE ADJACENTE. DISTÂNCIA MÍNIMA DO TANQUE ÀS VIAS PÚBLICAS Acima de 250 até 1.

DISTÂNCIA MÍNIMA DO TANQUE À LINHA DE DIVISA DA PROPRIEDADE ADJACENTE. DISTÂNCIA MÍNIMA DO TANQUE ÀS VIAS PÚBLICAS Acima de 250 até 1. NR 20 - Líquidos combustíveis e inflamáveis (120.000-3) 20.1 Líquidos combustíveis. 20.1.1 Para efeito desta Norma Regulamentadora - NR fica definido "líquido combustível" como todo aquele que possua ponto

Leia mais

Soluções de proteção contra incêndio para unidades de produção de painéis de derivados da madeira

Soluções de proteção contra incêndio para unidades de produção de painéis de derivados da madeira Soluções de proteção contra incêndio para unidades de produção de painéis de derivados da madeira Solução setorial Unidades de produção de painéis de derivados da madeira EGURANÇA R ao longo do processo

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DO SISTEMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO

MEMORIAL DESCRITIVO DO SISTEMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO MEMORIAL DESCRITIVO DO SISTEMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO I - IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO 1.1. OBRA: Regularização e Ampliação de um Complexo Esportivo. 1.2. ENDEREÇO: Conjunto Manuel Julião, Rio

Leia mais

NR 23 - PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS COMBATE AO FOGO CLASSES DE FOGO. SENAI - Carlos Eduardo do Vale Melo NR-23 PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO

NR 23 - PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS COMBATE AO FOGO CLASSES DE FOGO. SENAI - Carlos Eduardo do Vale Melo NR-23 PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO NR- PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO NR - PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS A proteção contra incêndios é uma das Normas Regulamentadoras que disciplina sobre as regras complementares de segurança e saúde no trabalho

Leia mais

SISTEMAS PREDIAIS DE COMBATE À INCÊNDIO CHUVEIROS AUTOMÁTICOS (SPRINKLERS)

SISTEMAS PREDIAIS DE COMBATE À INCÊNDIO CHUVEIROS AUTOMÁTICOS (SPRINKLERS) Universidade Federal de Goiás Departamento de Engenharia Civil Curso de Engenharia Civil SISTEMAS PREDIAIS 2 SISTEMAS PREDIAIS DE COMBATE À INCÊNDIO CHUVEIROS AUTOMÁTICOS (SPRINKLERS) Prof. Msc. Heber

Leia mais

NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN 017/DAT/CBMSC) SISTEMA DE ÁGUA NEBULIZADA (MULSIFYRE)

NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN 017/DAT/CBMSC) SISTEMA DE ÁGUA NEBULIZADA (MULSIFYRE) ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE ATIVIDADES TÉCNICAS - DAT NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN 017/DAT/CBMSC)

Leia mais

INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 16 2ª EDIÇÃO

INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 16 2ª EDIÇÃO INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 16 2ª EDIÇÃO SISTEMA DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências normativas 4 Definições 5 Generalidades 6 Características e critérios para

Leia mais

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II Módulo V Aula 08 1. Introdução A proteção contra incêndio abrange o transporte e uso de materiais tais como espuma, dióxido de carbono (CO 2 ), produtos

Leia mais

ECV 5644 Instalações II

ECV 5644 Instalações II SISTEMA DE GÁS CENTRALIZADO Fonte: ETFSC Este Sistema também é conhecido como SISTEMA DE GÁS COMBUSTIVEL CENTRALIZADO, é constituído basicamente das seguintes instalações: 1. Central de Gás (Central de

Leia mais

Incêndio: Objetivos de Projeto

Incêndio: Objetivos de Projeto OBJETIVO GERAL Incêndio: Objetivos de Projeto Criar dispositivos capazes de detectar, informar onde iniciou e debelar com presteza um incêndio, evitando danos materiais e perdas de vidas. NORMAS QUE DEVEM

Leia mais

Sistema de Proteção por Extintores de Incêndio

Sistema de Proteção por Extintores de Incêndio SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências normativas 4 Definições 5 Procedimentos Instrução

Leia mais

Sprinklers, Válvulas e Acessórios

Sprinklers, Válvulas e Acessórios A Argus é uma empresa brasileira, especializada em segurança e proteção contra incêndio, com sede em Vinhedo/SP. Embora nova, a Argus é uma empresa com muita experiência. Seus sócios em conjunto somam

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR CENTRO DE ATIVIDADES TÉCNICAS

GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR CENTRO DE ATIVIDADES TÉCNICAS GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR CENTRO DE ATIVIDADES TÉCNICAS NORMA TÉCNICA 20/2010 SISTEMAS DE PROTEÇÃO POR CHUVEIROS AUTOMÁTICOS SUMÁRIO 1 OBJETIVO 2 APLICAÇÃO 3 REFERÊNCIAS

Leia mais

ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGO - APP UNIDADE DE REGASEIFICAÇÃO

ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGO - APP UNIDADE DE REGASEIFICAÇÃO ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGO - APP UNIDADE DE REGASEIFICAÇÃO Sub-subsistema: Navio de Transporte de GNL ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGO APP Vazamentos Danos aos tanques de Formação de Visual Seguir rigorosamente

Leia mais

Sistema de Detecção e Alarme de Incêndio

Sistema de Detecção e Alarme de Incêndio Com experiência de 20 anos no mercado de instrumentação e um amplo portfólio de produtos e serviços, a Contech lança linha de proteção contra incêndio. Um fornecedor completo para atender as necessidades

Leia mais

Instrução Técnica nº 25/2011 - Segurança contra incêndio para líquidos combustíveis e inflamáveis - Parte 1 Generalidades... 599

Instrução Técnica nº 25/2011 - Segurança contra incêndio para líquidos combustíveis e inflamáveis - Parte 1 Generalidades... 599 Instrução Técnica nº 25/2011 - Segurança contra incêndio para líquidos combustíveis e inflamáveis - Parte 1 Generalidades... 599 SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO

Leia mais

NPT 029 COMERCIALIZAÇÃO, DISTRIBUIÇÃO E UTILIZAÇÃO DE GÁS NATURAL

NPT 029 COMERCIALIZAÇÃO, DISTRIBUIÇÃO E UTILIZAÇÃO DE GÁS NATURAL Outubro 2011 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 029 Comercialização, distribuição e utilização de gás natural CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 01 Norma de Procedimento Técnico 5 páginas SUMÁRIO 1 Objetivo 2

Leia mais

Norma Regulamentadora 20 - NR 20

Norma Regulamentadora 20 - NR 20 Norma Regulamentadora 20 - NR 20 Líquidos combustíveis e inflamáveis 20.1. Líquidos combustíveis. 20.1.1. Para efeito desta Norma Regulamentadora - NR fica definido "líquido combustível" como todo aquele

Leia mais

Soluções de detecção de gases tóxicos e combustíveis. Desempenho e segurança que vão além da conformidade com padrões

Soluções de detecção de gases tóxicos e combustíveis. Desempenho e segurança que vão além da conformidade com padrões Soluções de detecção de gases tóxicos e combustíveis Desempenho e segurança que vão além da conformidade com padrões Soluções confiáveis Det-Tronics, sua parceira em segurança Nosso sistema de detecção

Leia mais

VÁLVULAS VÁLVULAS DE BLOQUEIO

VÁLVULAS VÁLVULAS DE BLOQUEIO VÁLVULAS VÁLVULAS DE BLOQUEIO Gaveta Esfera VÁLVULAS DE REGULAGEM Globo Agulha Borboleta Diafragma VÁLVULAS QUE PERMITEM O FLUXO EM UM SÓ SENTIDO Retenção VÁLVULAS CONTROLE PRESSÃO DE MONTANTE Segurança

Leia mais

ANEXO XVII PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS E EDIFICAÇÕES

ANEXO XVII PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS E EDIFICAÇÕES ANEXO XVII PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS E EDIFICAÇÕES Complexo Esportivo de Deodoro Edital 1.10 1. Instalações Hidráulicas e Sanitárias Os serviços de manutenção de instalações hidráulicas e sanitárias,

Leia mais

SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO LTDA.

SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO LTDA. RELATÓRIO ACOMPANHAMENTO MENSAL SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO LTDA. Objetivo. Este relatório tem por objetivo avaliar e mitigar os riscos equivalentes desta edificação. Foram realizadas diversas vistorias

Leia mais

SISTEMAS PREDIAIS II. Automação Predial

SISTEMAS PREDIAIS II. Automação Predial PCC-2466 SISTEMAS PREDIAIS II Automação Predial Serviços dos Edifícios HIDRÁULICOS Água Fria; Água Gelada; Água Quente; Sistemas de Aquecimento (solar etc.); Esgotos Sanitários; Águas Pluviais; Drenagem

Leia mais

METALCASTY METALCASTY. Catálogo de produtos METALCASTY.

METALCASTY METALCASTY. Catálogo de produtos METALCASTY. Catálogo de produtos A empresa iniciou suas atividades em 1970 nas áreas de Fundição de Metais, Usinagem, Modelação e Ferramentaria buscando atender aos segmentos que necessitam da terceirização desses

Leia mais

PABE PLANO DE ACIONAMENTO E ATUAÇÃO DA BRIGADA DE EMERGÊNCIA Quattor UN QB e PE / DCX

PABE PLANO DE ACIONAMENTO E ATUAÇÃO DA BRIGADA DE EMERGÊNCIA Quattor UN QB e PE / DCX PABE PLANO DE ACIONAMENTO E ATUAÇÃO DA BRIGADA DE Quattor UN QB e PE / DCX REVISÃO MODIFICAÇÃO DATA 0 Emissão Inicial 30.03.2006 1 Revisão conforme solicitação do Subcomitê 04.12.2007 de Análise de Risco.

Leia mais

ANEXO C MEMORIAL DESCRITIVO DO PRÉDIO

ANEXO C MEMORIAL DESCRITIVO DO PRÉDIO ANEXO A Ao Ilmo Sr. Comandante do Corpo de Bombeiros Militar Cidade: SERTÃO - RS Data: 10/03/2014 Encaminhamos a V. S.ª, para ANÁLISE, o Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PPCI). Nome: INSTITUTO

Leia mais

Segurança contra incêndio para líquidos combustíveis e inflamáveis

Segurança contra incêndio para líquidos combustíveis e inflamáveis Outubro 2011 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 025 Segurança contra incêndio para líquidos combustíveis e inflamáveis Parte 1 Generalidades e requisitos básicos CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 01 Norma de

Leia mais

Prof.Dr. Wyser José Yamakami

Prof.Dr. Wyser José Yamakami Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho - Campus Ilha Solteira-SP SP Prof.Dr. Wyser José Yamakami Introdução a Engenharia de Segurança: Capítulo 8 Prevenção de Incêndios 8.1 - INTRODUÇÃO

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos. SEÇÃO I - Identificação do Produto Químico e da Empresa

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos. SEÇÃO I - Identificação do Produto Químico e da Empresa SEÇÃO I - Identificação do Produto Químico e da Empresa Nome do produto: DENVER CAMADA SEPARADORA Nome da empresa: Denver Impermeabilizantes Indústria e Comércio Ltda. Endereço: Rua Ver. João Batista Fitipaldi,

Leia mais

TREINAMENTO INTEGRAÇÃO MÓDULO 5

TREINAMENTO INTEGRAÇÃO MÓDULO 5 MÓDULO 5 1 PREVENÇÃO A INCÊNDIO 2 QUÍMICA DO FOGO 3 CLASSES DE INCÊNDIO 4 EXTINTORES PORTÁTEIS 5 PLANO DE EMERGÊNCIA PREVENÇÃO A INCÊNDIO Na PETROBRAS DISTRIBUIDORA S.A., só será permitido fumar em locais

Leia mais

INSTALAÇÕES HIDRO-SANITÁRIAS

INSTALAÇÕES HIDRO-SANITÁRIAS INSTALAÇÕES HIDRO-SANITÁRIAS Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II ÁGUA QUENTE 1 UTILIZAÇÃO Banho Especiais Cozinha Lavanderia INSTALAÇÕES

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 27/2011

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 27/2011 Instrução Técnica nº 27/2011 - Armazenamento em silos 649 SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 27/2011 Armazenamento

Leia mais

NPT 025 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO PARA LÍQUIDOS COMBUSTÍVEIS E INFLAMÁVEIS PARTE 3

NPT 025 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO PARA LÍQUIDOS COMBUSTÍVEIS E INFLAMÁVEIS PARTE 3 Janeiro 2012 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 025 Segurança contra incêndio para líquidos combustíveis e inflamáveis Parte 3 Armazenamento Fracionado CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 02 Norma de Procedimento

Leia mais

- NORMA REGULAMENTADORA Nº 23 PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS

- NORMA REGULAMENTADORA Nº 23 PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS - NORMA REGULAMENTADORA Nº 23 PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS Aprovada pela Portaria GM/MTB nº 3.214 - DOU 06/07/1978. 23.1 Todos os empregadores devem adotar medidas de prevenção de incêndios, em conformidade

Leia mais

Unidade: Instalações prediais de proteção contra incêndio e de gás

Unidade: Instalações prediais de proteção contra incêndio e de gás Unidade: Instalações prediais de proteção contra incêndio e de gás Nesta Unidade da Disciplina tentaremos compreender a questão da problemática envolvida nos tratos dos assuntos atinentes a prevenção e

Leia mais

Palestrante : Maj BM Polito

Palestrante : Maj BM Polito SECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SERVIÇOS TÉCNICOS Palestrante : Maj BM Polito SUMÁRIO 1- PARÂMETROS PARA EXIGÊNCIAS DE SISTEMAS

Leia mais

Sistemas Prediais de Combate a IncÄndios Chuveiros AutomÇticos - Sprinklers

Sistemas Prediais de Combate a IncÄndios Chuveiros AutomÇticos - Sprinklers Sistemas Prediais de Combate a IncÄndios Chuveiros AutomÇticos - Sprinklers Esquemas Básicos dos Sistemas de Chuveiros automáticos subidas Ramais geral subida principal válvulas de alarme sub-geral 2 Número

Leia mais

Instalações de Gás. Objetivo: Fornecer Gás Combustível com segurança e sem interrupções para residências.

Instalações de Gás. Objetivo: Fornecer Gás Combustível com segurança e sem interrupções para residências. Instalações de Gás Objetivo: Fornecer Gás Combustível com segurança e sem interrupções para residências. Tipos de Gases: Os gases combustíveis oferecidos no Brasil são: GLP (Gás Liquefeito de Petróleo)

Leia mais

NPT 031 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO PARA HELIPONTO E HELIPORTO

NPT 031 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO PARA HELIPONTO E HELIPORTO Janeiro 2012 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 031 Segurança Contra Incêndio para Heliponto e Heliporto CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 02 Norma de Procedimento Técnico 5 páginas SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação

Leia mais

Segurança contra Incêndio em Edificações Parte 1. Medidas de Proteção Ativa. Medidas de Proteção Ativa. Combustão. Princípios de extinção

Segurança contra Incêndio em Edificações Parte 1. Medidas de Proteção Ativa. Medidas de Proteção Ativa. Combustão. Princípios de extinção Medidas de Proteção Ativa Segurança contra Incêndio em Edificações Parte 1 Medidas de Proteção Ativa Medidas de Proteção Ativa Instalações Elétricas Prediais : Iluminação de emergência Alarme manual (acionadores

Leia mais

Válvula de Governo e Alarme 2.1/2 e 3

Válvula de Governo e Alarme 2.1/2 e 3 DESCRIÇÃO: A Válvula de Alarme Modelo E atua como um dispositivo de alarme de fluxo de água em sistemas espargidores de tubo úmido. O projeto permite instalação sob condições de fornecimento de pressão

Leia mais

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Controle de Perdas e Meios de Fuga Módulo Único

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Controle de Perdas e Meios de Fuga Módulo Único Curso Técnico Segurança do Trabalho Controle de Perdas e Meios de Fuga Módulo Único Meios de Fuga As rotas de fuga devem atender, entre outras, às seguintes condições básicas: Número de saídas O número

Leia mais

NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN 022/DAT/CBMSC) INSTALAÇÕES PARA REABASTECIMENTO DE COMBUSTÍVEL DE USO PRIVATIVO

NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN 022/DAT/CBMSC) INSTALAÇÕES PARA REABASTECIMENTO DE COMBUSTÍVEL DE USO PRIVATIVO ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE ATIVIDADES TÉCNICAS - DAT NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN 022/DAT/CBMSC)

Leia mais

Rua Cruzeiro dos Peixotos, 499 Sala 1008 Bairro Aparecida UBERLÂNDIA-MG TELEFONES: (034) 3231-4235 & 9102-7015

Rua Cruzeiro dos Peixotos, 499 Sala 1008 Bairro Aparecida UBERLÂNDIA-MG TELEFONES: (034) 3231-4235 & 9102-7015 Biblioteca Educa Campus Educa Materiais Projetos Hidro-sanitário e Prevenção e Combate a Incêndio Lista de materiais do Térreo Esgoto - Caixas de Passagem Caixa de areia pluvial com grelha CAG- 60x60cm

Leia mais

Sistema de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional Identificação: PROSHISET 06

Sistema de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional Identificação: PROSHISET 06 Extintores de Incêndio Portáteis. Revisão: 00 Folha: 1 de 7 1. Objetivo Assegurar que todos os canteiros de obras atendam as exigências para utilização dos extintores de incêndio portáteis de acordo com

Leia mais

Instrução Técnica nº 25/2011 - Segurança contra incêndio para líquidos combustíveis e inflamáveis - Parte 2 Armazenamento... 607

Instrução Técnica nº 25/2011 - Segurança contra incêndio para líquidos combustíveis e inflamáveis - Parte 2 Armazenamento... 607 Instrução Técnica nº 25/2011 - Segurança contra incêndio para líquidos combustíveis e inflamáveis - Parte 2 Armazenamento... 607 SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO

Leia mais

Unidade 1. Tanques. Em grandes quantidades para garantir o suprimento das plantas

Unidade 1. Tanques. Em grandes quantidades para garantir o suprimento das plantas Unidade 1 O bserve a foto e leia o texto. Finalidades Os tanques armazenam os diversos produtos envolvidos na produção em uma unidade de processo, da pressão atmosférica até baixas pressões (aproximadamente

Leia mais

PROJETO EXECUTIVO MEMORIAL DESCRITIVO

PROJETO EXECUTIVO MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO EXECUTIVO MEMORIAL DESCRITIVO DAS INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS DO RESTAURANTE E VESTIÁRIOS Rev. 0: 09/01/13 1. INTRODUÇÃO Este memorial visa descrever os serviços e especificar os materiais do projeto

Leia mais

Tubos são condutos fechados, destinados ao transporte de fluidos.

Tubos são condutos fechados, destinados ao transporte de fluidos. Tubulações Tubos são condutos fechados, destinados ao transporte de fluidos. Tubulação é conjunto de tubos e seus diversos acessórios(curvas, tês, reduções, flanges, luvas, junta de expansão, válvulas,

Leia mais

INDICE. Pag.2. Pag.3. Pag.4. Pag.5-6. Pag.7. Acessórios complementares

INDICE. Pag.2. Pag.3. Pag.4. Pag.5-6. Pag.7. Acessórios complementares INDICE Separador de Gorduras em PEAD para montagem apoiada: modelo KESSEL Euro G para aspiração directa ou aspiração à distância Separador de Gorduras em PEAD para montagem apoiada: modelo KESSEL Euro

Leia mais

Prevenção e Combate a Incêndios

Prevenção e Combate a Incêndios Prevenção e Combate a Incêndios Fogo É uma forma de combustão Combustão É uma forma de oxidação Incêndio É um acidente provocado pelo fogo Analogias Geométricas do Fogo Triângulo do Fogo Tetraedro do Fogo

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº.

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº. SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº. 27/2010 Armazenamento em silos SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA N 27. Armazenamento em silos

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA N 27. Armazenamento em silos ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA N 27 Armazenamento em silos SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências normativas

Leia mais

Anexo III - ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS. ITEM ESPECIFICAÇÃO UNIDADE VALOR 01 Tanque c/ equipamento combinado c/capacidade para 6m³ litros

Anexo III - ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS. ITEM ESPECIFICAÇÃO UNIDADE VALOR 01 Tanque c/ equipamento combinado c/capacidade para 6m³ litros Anexo III - ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS ITEM ESPECIFICAÇÃO UNIDADE VALOR 01 Tanque c/ equipamento combinado c/capacidade para 6m³ litros 01 (Instalado sobre reboque agrícola). 1 1 TANQUE RESERVATÓRIO: Tanque

Leia mais

Sumário. Detectores Automáticos. Iluminação de Emergência. Prof. Ivan Bottger

Sumário. Detectores Automáticos. Iluminação de Emergência. Prof. Ivan Bottger Sumário Detectores Automáticos Iluminação de Emergência Sumário Análise de riscos Resistência / Reação Atuação Detecção Extinção Retirada dos ocupantes Detectores Automáticos NBR 17240:2011 - Execução

Leia mais

Sistemas de recuperação de águas pluviais

Sistemas de recuperação de águas pluviais Ambietel Tecnologias Ambientais, Lda UPTEC P.MAR Av. Liberdade, s/n 4450-718 Leça da Palmeira Telef: +351 225 096 087 Sistemas de recuperação de águas pluviais A água da chuva é um recurso natural que

Leia mais

6. INSTALAÇÕES PREDIAIS DE COMBATE A INCÊNDIO

6. INSTALAÇÕES PREDIAIS DE COMBATE A INCÊNDIO 6. INSTALAÇÕES PREDIAIS DE COMBATE A INCÊNDIO 6.1 QUADRILÁTERO DO FOGO Combustível: elemento que reage com o oxigênio, produzindo a combustão. Os combustíveis podem ser divididos em: sólidos, líquidos

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA N 25

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA N 25 ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA N 25 Segurança contra incêndio para líquidos combustíveis e inflamáveis Parte 3

Leia mais

CAPÍTULO XIX Instalações industriais de líquidos inflamáveis. SEÇÃO I Das condições

CAPÍTULO XIX Instalações industriais de líquidos inflamáveis. SEÇÃO I Das condições CAPÍTULO XIX Instalações industriais de líquidos inflamáveis SEÇÃO I Das condições Art. 497 - Instalações industriais e recipientes estacionários somente poderão existir em Zonas Rurais ou Agrícolas, com

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº.

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº. SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº. 35/2011 Túnel rodoviário SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências

Leia mais

FÓRUM DE LUIS EDUARDO MAGALHÃES

FÓRUM DE LUIS EDUARDO MAGALHÃES TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA FÓRUM DE LUIS EDUARDO MAGALHÃES MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DAS INSTALAÇÕES DE PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO EMPRESA RESPONSÁVEL: Senemig Engenharia LTDA RESPONSÁVEIS

Leia mais

LISTA DE PREÇOS DE PEÇAS RODOPARANÁ - VALIDA PARA MÊS DE NOVEMBRO 2014

LISTA DE PREÇOS DE PEÇAS RODOPARANÁ - VALIDA PARA MÊS DE NOVEMBRO 2014 LISTA DE PREÇOS DE PEÇAS RODOPARANÁ - VALIDA PARA MÊS DE NOVEMBRO 2014 CODIGO Descrição PIS/COFINS % NCM IPI PRODUTO VALOR 210500012 ANEL VEDAÇÃO 9,25 40169300 8 RDP 470 R$ 9,68 210501565 ANEL 9,25 40169300

Leia mais