Exercícios Obrigatórios

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Exercícios Obrigatórios"

Transcrição

1 Exercícios Obrigatórios ) (UFRGS/20) Observe a figura abaixo. Na figura, um triângulo equilátero está inscrito em um círculo, e um hexágono regular está circunscrito ao mesmo círculo. Quando se lança um dardo aleatoriamente ele atinge o desenho. A probabilidade de que o dardo não tenha atingido a região triangular é (a) 2,5%. (b) 40%. (c) 62,5%. (d) 75%. (e) 82,5%. 2) A tabela mostra quantos segundos por minuto os aparelhos A, A 2, A e A 4 de um laboratório emitem radiação. A A 2 A A Admita a total independência na emissão de radiação dos aparelhos, ou seja, se um aparelho estiver emitindo ou não radiação em nada influenciará a emissão, ou não, de radiação pelos demais aparelhos. Nessas condições, a probabilidade de os aparelhos A, A 2, A e A 4 estarem emitindo radiação é (a) 50 (b) 5 (c) 0 (d) (e)

2 ) (UFRGS/205) Escolhe-se aleatoriamente um número formado somente por algarismos pares distintos, maior do que 200 e menor do que 500. Assinale a alternativa que indica a melhor aproximação para a probabilidade de que esse número seja divisível por 6. (a) 20% (b) 24% (c) 0% (d) 4% (e) 50% 4) (UFRGS) Na biblioteca de uma universidade, há uma sala que contém apenas livros de Matemática e livros de Física. O número de livros de Matemática é o dobro do número de livros de Física. São dirigidos ao Ensino Médio 4% dos livros de Matemática e 4% dos livros de Física. Escolhendo-se ao acaso um dos livros dirigidos ao Ensino Médio, a probabilidade de que seja de Matemática é (a) 8 (b) 2 (c) 8 5 (d) 2 (e) 6 5 5) (UFRGS) O Google, site de buscas na internet criado há onze anos, usa um modelo matemático capaz de entregar resultados de pesquisas de forma muito eficiente. Na rede mundial de computadores, são realizadas, a cada segundo buscas, em média. A tabela abaixo apresenta a distribuição desse total entre os maiores sites de busca. De acordo com esses dados, se duas pessoas fazem simultaneamente uma busca na internet, a probabilidade de que pelo menos uma delas tenha usado o Google é (a) 67%. (b) 75%. (c) 8%. (d) 9%. (e) 99%. 298

3 6) (UFRGS/205) Um jogo consiste em responder corretamente a perguntas sorteadas, ao girar um ponteiro sobre uma roleta numerada de a 0, no sentido horário. O número no qual o ponteiro parar corresponde à pergunta a ser respondida. A cada número corresponde somente uma pergunta, e cada pergunta só pode ser sorteada uma vez. Caso o ponteiro pare sobre um número que já foi sorteado, o participante deve responder a próxima pergunta não sorteada, no sentido horário. Em um jogo, já foram sorteadas as perguntas, 2,, 5, 6, 7 e 0. Assim, a probabilidade de que a pergunta 4 seja a próxima a ser respondida é de (a) 4 (b) (c) 2 (d) 2 (e) 4 7) (UFRGS/204) Considere as retas r e s, paralelas entre si. Sobre a reta r, marcam-se pontos distintos: A, B e C; sobre a reta s, marcam-se dois pontos distintos: D e E. Escolhendo-se ao acaso um polígono cujos vértices coincidam com alguns desses pontos, a probabilidade de que o polígono escolhido seja um quadrilátero é de (a) /4. (b) /. (c) /2. (d) 2/. (e) /4. 8) (UFRGS) Uma forma de se jogar sinuca consiste em encaçapar 5 bolas numeradas de a 5, assim distribuídas: uma bola preta, duas verdes, duas vermelhas, duas azuis, duas amarelas, duas rosas, duas roxas, e duas laranjas. Para se iniciar o jogo, as bolas são dispostas em forma de triângulo equilátero; a primeira linha deve conter uma bola; a segunda, duas; e assim sucessivamente, como se observa na figura abaixo. 299

4 A probabilidade de que este triângulo tenha dois de seus vértices formados por bolas de uma mesma cor é de (a) 8. (b) 6. (c) 5. (d) 4. (e). 9) (UFGRS) Considere o tabuleiro de 6 casas, com 8 casas brancas e 8 casas pretas, representado na figura abaixo. Três peças serão dispostas ao acaso sobre o tabuleiro, cada uma delas dentro de uma casa, ocupando, assim, três casas distintas. A probabilidade de que as três peças venham a ocupar três casas de mesma cor é (a) /0. (b) /5. (c) /4. (d) /. (e) /2. 0) (PUC/MG) Um menino se encontra numa extremidade O de uma sala retangular de 6 passos de comprimento por 4 passos de largura, conforme a figura. Ele só pode dar um passo de cada vez para o norte (N) ou para leste (L), calcule quantos caminhos existem da origem O ao ponto A (Obs.: A figura mostra um caminho). (a) 80 (b) 200 (c) 20 (d) 220 (e) 240 (Norte) A O (Leste) 00

5 ) (UFRGS) O desenho abaixo representa um tabuleiro inclinado no qual uma bola lançada desde o ponto A despenca até atingir um dos cinco pontos da base. Em cada bifurcação do tabuleiro, a probabilidade de a bola ir para a esquerda ou para a direita é a mesma. Com as informações acima, a probabilidade de uma bola lançada desde o ponto A atingir o ponto B é (a) 2 (b) (c) (d) (e) ) (UFRGS/0) Sobre uma mesa, há doze bolas numeradas de a 2; seis bolas são pretas, e seis, brancas. Essas bolas serão distribuídas em caixas indistinguíveis, com quatro bolas cada uma. Escolhendo aleatoriamente uma caixa de uma dessas distribuições, a probabilidade de que essa caixa contenha bolas pretas é (a) (b) 2 (c) 2 (d) (e) 0

6 ) (UFRGS) Para a disputa da Copa do Mundo de 204, as 2 seleções que se classificarem serão divididas em 8 grupos, os quais serão constituídos de 4 seleções cada um. Nos jogos da primeira fase, cada seleção jogará com todas as outras seleções do seu grupo. Uma empresa adquiriu um ingresso para cada jogo da primeira fase do mesmo grupo. Ao sortear dois ingressos entre seus funcionários, a probabilidade de que esses ingressos envolvam uma mesma seleção é (a) 20%. (b) 25%. (c) 50%. (d) 80%. (e) 85%. 4) (UFRGS) Um número natural N de três algarismos, menor que 500, é escolhido ao acaso. A probabilidade de que log 2 N seja um número natural é (a) 0,00. (b) 0,005. (c) 0,0. (d) 0,05. (e) 0,. 5) (FURG) No jogo da Mega Sena, o apostador escolhe 6 ou mais dezenas dentre 50 dezenas do cartão e ganha o prêmio máximo se acertar as seis dezenas que serão sorteadas. Se, ao apostar um cartão com 6 dezenas, o apostador tem uma determinada chance de ganhar o prêmio máximo, ao apostar um cartão com 7 dezenas, a chance de o jogador ganhar este prêmio fica multiplicada por quanto? (a) 42 (b) 8 (c) 7 (d) 6 (e) 02

7 6) (UFRGS) Uma pessoa nascida em 06/0/92 permutou a sequência dos dígitos 0, 6, 0,, 9, 2 para compor uma senha de 6 dígitos para um cartão bancário. A probabilidade de que na senha escolhida o algarismo 9 apareça antes do algarismo 2 é (a) 0,2. (b) 0,25. (c) 0,. (d) 0,4. (e) ) (UFRGS) Se uma partida de futebol termina com o resultado de 5 gols para um time A e gols para o time B, existem diversas maneiras de o placar evoluir de 0 0 a 5. Por exemplo, uma evolução poderia ser Quantas maneiras no total têm o placar de evoluir de 0 0 a 5? (a) 6 (b) 24 (c) 6 (d) 48 (e) 56 0

8 8) (UFRGS) Abaixo, estão representadas as peças de um jogo de dominó. Cada peça do dominó apresenta um par de conjuntos de pontos, não necessariamente distintos. O número de pontos de cada conjunto varia de 0 a 6, e cada possível par de conjuntos aparece numa única peça do dominó. Retirando-se, ao acaso duas peças desse dominó, a probabilidade de que os quatro conjuntos de pontos que figuram nessas peças sejam diferentes é 7 (a) 6 (b) 9 2 (c) 8 5 (d) (e) 8 7 9) (UFRGS) Em três lançamentos consecutivos de um dado perfeito, como o da figura abaixo, a probabilidade de que a face 6 apareça voltada para cima em pelo menos um lançamento é (a) - (b) (c) 6 (d) 6 5 (e) 6 04

9 20) (UFRGS/204) Considere a configuração dos números dispostos nas colunas e linhas abaixo. O número localizado na linha 5 e na coluna é (a) 5. (b) 9. (c) 05. (d) 20. (e)

10 REPOSTAS ) C 2) A ) E 4) D 5) D 6) C 7) A 8) C 9) B 0) C ) D 2) A ) D 4) B 5) C 6) E 7) E 8) C 9) A 20) C 06

PROBABILIDADE. Numero de Resultados Desejado Numero de Resultados Possiveis EXERCÍCIOS DE AULA

PROBABILIDADE. Numero de Resultados Desejado Numero de Resultados Possiveis EXERCÍCIOS DE AULA PROBABILIDADE São duas as questões pertinentes na resolução de um problema envolvendo probabilidades. Primeiro, é preciso quantificar o conjunto de todos os resultados possíveis, que será chamado de espaço

Leia mais

MATEMÁTICA. log 2 x : logaritmo de base 2 de x. 28. Sendo a, b e c números reais, considere as seguintes afirmações.

MATEMÁTICA. log 2 x : logaritmo de base 2 de x. 28. Sendo a, b e c números reais, considere as seguintes afirmações. MATEMÁTICA NESTA PROVA SERÃO UTILIZADOS OS SEGUINTES SÍMBOLOS E CONCEITOS COM OS RESPECTIVOS SIGNIFICADOS: sen x : seno de x log x : logaritmo de base de x 6 Considere que o corpo de uma determinada pessoa

Leia mais

MATEMÁTICA NESTA PROVA SERÃO UTILIZADOS OS SEGUINTES SÍMBOLOS E CONCEITOS COM OS RESPECTIVOS SIGNIFICADOS: Observe os dados do quadro a seguir.

MATEMÁTICA NESTA PROVA SERÃO UTILIZADOS OS SEGUINTES SÍMBOLOS E CONCEITOS COM OS RESPECTIVOS SIGNIFICADOS: Observe os dados do quadro a seguir. MATEMÁTICA NESTA PROVA SERÃO UTILIZADOS OS SEGUINTES SÍMBOLOS E CONCEITOS COM OS RESPECTIVOS SIGNIFICADOS: sen x : seno de x cos x : cosseno de x x : módulo de x log x : logaritmo de x na base 10 6. Um

Leia mais

ANÁLISE COMBINATÓRIA

ANÁLISE COMBINATÓRIA ANÁLISE COMBINATÓRIA 1) (PUC) A soma das raízes da equação (x + 1)! = x 2 + x é (a) 0 (b) 1 (c) 2 (d) 3 (e) 4 2) (UFRGS) Um painel é formado por dois conjuntos de sete lâmpadas cada um, dispostos como

Leia mais

Chama-se evento todo subconjunto de um espaço amostral. PROBABILIDADE. Introdução

Chama-se evento todo subconjunto de um espaço amostral. PROBABILIDADE. Introdução Introdução PROBABILIDADE Há certos fenômenos (ou experimentos) que, embora sejam repetidos muitas vezes e sob condições idênticas, não apresentam os mesmos resultados. Por exemplo, no lançamento de uma

Leia mais

Combinatória e Probabilidade

Combinatória e Probabilidade Combinatória e Probabilidade 1. (Enem) Considere o seguinte jogo de apostas: Numa cartela com 60 números disponíveis, um apostador escolhe de 6 a 10 números. Dentre os números disponíveis, serão sorteados

Leia mais

12.º Ano de Escolaridade

12.º Ano de Escolaridade gabinete de avaliação educacional T E S T E I N T E R M É D I O D E M A T E M Á T I C A 12.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto) (Dec.-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto, para alunos

Leia mais

01 - (UEM PR) um resultado "cara sobre casa preta" é (MACK SP)

01 - (UEM PR) um resultado cara sobre casa preta é (MACK SP) ALUNO(A): Nº TURMA: 2º ANO PROF: Claudio Saldan CONTATO: saldan.mat@gmail.com LISTA DE EXERCÍCIOS PROBABILIDADE 0 - (UEM PR) Considere a situação ideal na qual uma moeda não-viciada, ao ser lançada sobre

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DR JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES DE RECUPERAÇÃO. Matemática

ESCOLA ESTADUAL DR JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES DE RECUPERAÇÃO. Matemática ESCOLA ESTADUAL DR JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES DE RECUPERAÇÃO (NO PERÍODO DE FÉRIAS ESCOLARES) ANO 2014/20 PROFESSOR (a) DISCIPLINA Matemática ALUNO (a) SÉRIE 2º ano 1. OBJETIVO

Leia mais

MATEMÁTICA UFRGS 2008

MATEMÁTICA UFRGS 2008 NESTA PROVA SERÃO UTILIZADOS OS SEGUINTES SíMBOLOS E CONCEITOS COM OS RESPECTIVOS SIGNIFICADOS: log x : Ioga ritmo de x na base 10 Re(z) : eixo real do plano complexo Im(z) : eixo imaginário do plano complexo

Leia mais

Os experimentos que repetidos sob as mesmas condições produzem resultados geralmente diferentes serão chamados experimentos aleatórios.

Os experimentos que repetidos sob as mesmas condições produzem resultados geralmente diferentes serão chamados experimentos aleatórios. PROBABILIDADE A teoria das Probabilidades é o ramo da Matemática que cria, desenvolve e em geral pesquisa modelos que podem ser utilizados para estudar experimentos ou fenômenos aleatórios. Os experimentos

Leia mais

REDE ISAAC NEWTON ENSINO FUNDAMENTAL 2º ano PROFESSORA: LUCIANO VIEIRA / F LUCIANO ALUNO(A): Nº: MATEMÁTICA

REDE ISAAC NEWTON ENSINO FUNDAMENTAL 2º ano PROFESSORA: LUCIANO VIEIRA / F LUCIANO ALUNO(A): Nº: MATEMÁTICA REDE ISAAC NEWTON ENSINO FUNDAMENTAL 2º ano PROFESSORA: LUCIANO VIEIRA / F LUCIANO DATA: / / TURMA: ALUNO(A): Nº: UNIDADE: ( ) Riacho Fundo ( ) Taguatinga Sul MATEMÁTICA 0. (UFRGS - VESTIBULAR 205) Escolhe-se

Leia mais

Os experimentos que repetidos sob as mesmas condições produzem resultados geralmente diferentes serão chamados experimentos aleatórios.

Os experimentos que repetidos sob as mesmas condições produzem resultados geralmente diferentes serão chamados experimentos aleatórios. PROBABILIDADE Prof. Aurimenes A teoria das Probabilidades é o ramo da Matemática que cria, desenvolve e em geral pesquisa modelos que podem ser utilizados para estudar experimentos ou fenômenos aleatórios.

Leia mais

12.º Ano de Escolaridade

12.º Ano de Escolaridade gabinete de avaliação educacional T E S T E I N T E R M É D I O D E M A T E M Á T I C A 12.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto) (Dec.-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto, para alunos

Leia mais

MATEMÁTICA A - 12o Ano Probabilidades - Teoremas e operações com conjuntos

MATEMÁTICA A - 12o Ano Probabilidades - Teoremas e operações com conjuntos MATEMÁTICA A - 12o Ano Probabilidades - Teoremas e operações com conjuntos Exercícios de exames e testes intermédios 1. Seja Ω, conjunto finito, o espaço de resultados associado a uma certa experiência

Leia mais

Contagem e Probabilidade Exercícios Adicionais. Paulo Cezar Pinto Carvalho

Contagem e Probabilidade Exercícios Adicionais. Paulo Cezar Pinto Carvalho Contagem e Probabilidade Exercícios Adicionais Paulo Cezar Pinto Carvalho Exercícios Adicionais Contagem e Probabilidade Para os alunos dos Grupos 1 e 2 1. Um grupo de 4 alunos (Alice, Bernardo, Carolina

Leia mais

ADAPTAÇÃO PEGA VARETAS (Números Inteiros Negativos)

ADAPTAÇÃO PEGA VARETAS (Números Inteiros Negativos) 1 ADAPTAÇÃO PEGA VARETAS (Números Inteiros Negativos) Objetivos Introduzir o conceito de números inteiros negativos; Desenvolvimento O professor confeccionará o jogo com os alunos ou distribuirá os jogos

Leia mais

12.º Ano de Escolaridade

12.º Ano de Escolaridade gabinete de avaliação educacional T E S T E I N T E R M É D I O D E M A T E M Á T I C A 12.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto) (Dec.-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto, para alunos

Leia mais

Atividade extra. Exercício 1. Exercício 2. Exercício 3. Matemática e suas Tecnologias Matemática

Atividade extra. Exercício 1. Exercício 2. Exercício 3. Matemática e suas Tecnologias Matemática Atividade extra Exercício 1 João queria sair de casa, mas não sabia qual era a previsão do tempo. Ao ligar a TV no canal do tempo, a jornalista anunciou que existia a possibilidade de chuva no fim da tarde

Leia mais

Prova da segunda fase - Nível 3

Prova da segunda fase - Nível 3 Caro Aluno, Parabéns pela sua participação na nona edição da Olimpíada de Matemática de São José do Rio Preto! Lembre-se de que uma Olimpíada é diferente de uma prova escolar. Muitas vezes, as questões

Leia mais

Lista de Exercícios de Recuperação de MATEMÁTICA 2

Lista de Exercícios de Recuperação de MATEMÁTICA 2 Lista de Exercícios de Recuperação de MATEMÁTICA NOME Nº SÉRIE: DATA BIMESTRE PROFESSOR : Denis Rocha DISCIPLINA : Matemática EM ) Uma prova tem 4 testes com 5 alternativas cada um. Respondendo aleatoriamente

Leia mais

Ficha de Avaliação. Matemática A. Duração do Teste: 90 minutos. 12.º Ano de Escolaridade. Teste de Matemática A 12.º Ano Página 1

Ficha de Avaliação. Matemática A. Duração do Teste: 90 minutos. 12.º Ano de Escolaridade. Teste de Matemática A 12.º Ano Página 1 Ficha de Avaliação Matemática A Duração do Teste: 90 minutos 12.º Ano de Escolaridade Teste de Matemática A 12.º Ano Página 1 1. Colocaram-se numa urna 12 bolas, indistinguíveis pelo tato, numeradas de

Leia mais

UFRGS MATEMÁTICA

UFRGS MATEMÁTICA UFRGS 00 - MATEMÁTICA ) Alguns especialistas recomendam que, para um acesso confortável aos bebedouros por parte de crianças e usuários de cadeiras de rodas, a borda desses equipamentos esteja a uma altura

Leia mais

Canguru Matemático sem Fronteiras 2010

Canguru Matemático sem Fronteiras 2010 Canguru Matemático sem Fronteiras 2010 Duração: 1h30min Destinatários: alunos do 12 Ano de Escolaridade Nome: Turma: Não podes usar calculadora. Há apenas uma resposta correcta em cada questão. As questões

Leia mais

Mat.Semana. PC Sampaio Alex Amaral Rafael Jesus Gabriel Ritter. (Rodrigo Molinari) (Gabriella Teles) Este conteúdo pertence ao Descomplica.

Mat.Semana. PC Sampaio Alex Amaral Rafael Jesus Gabriel Ritter. (Rodrigo Molinari) (Gabriella Teles) Este conteúdo pertence ao Descomplica. 17 PC Sampaio Alex Amaral Rafael Jesus Gabriel Ritter Semana (Rodrigo Molinari) (Gabriella Teles) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia Probabilidade 08 09 jun Exercícios 01. Resumo

Leia mais

MATEMÁTICA A - 12o Ano Probabilidades - Noções gerais

MATEMÁTICA A - 12o Ano Probabilidades - Noções gerais MATEMÁTICA A - 12o Ano Probabilidades - Noções gerais Exercícios de exames e testes intermédios 1. Considere um dado cúbico, com as faces numeradas de 1 a 6, e um saco que contém cinco bolas, indistinguíveis

Leia mais

Nome do aluno: Nº. Classificação: E.Educação:

Nome do aluno: Nº. Classificação: E.Educação: 9º Ano ESCOLA SECUNDÁRIA/3 DE SANTA MARIA DA FEIRA Ano Letivo 2012/13 TURMA: A TESTE DE MATEMÁTICA Professora Lourdes Fonseca Nome do aluno: Nº Classificação: E.Educação: 1. Observa a roleta da sorte representada

Leia mais

Atividade extra. Exercício 1. Exercício 2. Exercício 3. Matemática e suas Tecnologias Matemática

Atividade extra. Exercício 1. Exercício 2. Exercício 3. Matemática e suas Tecnologias Matemática Atividade extra Exercício 1 Um teste de múltipla escolha e composto de 12 questões, com 5 alternativas de resposta, sendo que somente uma, é correta. Qual a probabilidade de uma pessoa, marcando aleatoriamente

Leia mais

Teste de Avaliação de MATEMÁTICA 12º ano

Teste de Avaliação de MATEMÁTICA 12º ano Teste de Avaliação de MATEMÁTIA 2º ano º Período de 202/3 duração 90 min. Prof. Josué Baptista Turma: 2 e 3 2º teste A 06 de Dezembro lassificação: Nº Nome GRUPO I O Professor: As sete questões deste grupo

Leia mais

Aula 10 - Erivaldo. Probabilidade

Aula 10 - Erivaldo. Probabilidade Aula 10 - Erivaldo Probabilidade Experimento determinístico Dizemos que um experimento é determinístico quando repetido em condições semelhantes conduz a resultados idênticos. Experimento aleatório Dizemos

Leia mais

Curso de linguagem matemática Professor Renato Tião

Curso de linguagem matemática Professor Renato Tião 1. Num estacionamento estão estacionados exatamente quatro carros cujas chaves ficam guardadas numa caixa na guarita do estacionamento. O manobrista do estacionamento não se lembra de qual é a chave de

Leia mais

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 3 o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 22/05/10 PROFESSORES: CARIBÉ E ROBERTO CIDREIRA

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 3 o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 22/05/10 PROFESSORES: CARIBÉ E ROBERTO CIDREIRA RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 3 o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 22/05/10 PROFESSORES: CARIBÉ E ROBERTO CIDREIRA Dado um pentágono regular ABCDE, constrói-se uma circunferência pelos vértices B e E de

Leia mais

MATEMÁTICA MÓDULO 4 PROBABILIDADE

MATEMÁTICA MÓDULO 4 PROBABILIDADE PROBABILIDADE Consideremos um experimento com resultados imprevisíveis e mutuamente exclusivos, ou seja, cada repetição desse experimento é impossível prever com certeza qual o resultado que será obtido,

Leia mais

ESCOLA EMEF PROFª MARIA MARGARIDA ZAMBON BENINI - PIBID 08/10/2014, 29/10/2014 e 05/11/2014

ESCOLA EMEF PROFª MARIA MARGARIDA ZAMBON BENINI - PIBID 08/10/2014, 29/10/2014 e 05/11/2014 ESCOLA EMEF PROFª MARIA MARGARIDA ZAMBON BENINI - PIBID 08/10/2014, 29/10/2014 e 05/11/2014 Bolsistas: Mévelin Maus, Milena Poloni Pergher e Odair José Sebulsqui. Supervisora: Marlete Basso Roman Disciplina:

Leia mais

MATEMÁTICA - 3 o ANO MÓDULO 50 POLIEDROS

MATEMÁTICA - 3 o ANO MÓDULO 50 POLIEDROS MATEMÁTICA - 3 o ANO MÓDULO 50 POLIEDROS Tetraedro regular Hexaedro regular Octaedro regular Dodecaedro regular Icosaedro regular B C A F D G E H Como pode cair no enem O poliedro da figura (uma invenção

Leia mais

c) 17 b) 4 17 e) 17 21

c) 17 b) 4 17 e) 17 21 Probabilidade I Exercícios. Dois jogadores A e B vão lançar um par de dados. Eles combinam que se a soma dos números dos dados for 5, A ganha e se a soma for 8, B é quem ganha. Os dados são lançados. Sabe-se

Leia mais

Interbits SuperPro Web

Interbits SuperPro Web MATEMÁTICA XXVII ENEM. (Enem 202) Certo vendedor tem seu salário mensal calculado da seguinte maneira: ele ganha um valor fixo de R$750,00, mais uma comissão de R$3,00 para cada produto vendido. Caso ele

Leia mais

Teste de Avaliação de MATEMÁTICA 12º ano

Teste de Avaliação de MATEMÁTICA 12º ano Teste de Avaliação de MATEMÁTICA º ano º Período de 0/ duração 90 min. Prof. Josué Baptista Turma: e º teste A 4 de Outubro Classificação: Nº Nome GRUPO I O Professor: As cinco questões deste grupo são

Leia mais

Matemática 9.º ano PROBABILIDADES + ESTATÍSTICA

Matemática 9.º ano PROBABILIDADES + ESTATÍSTICA Matemática 9.º ano PROBABILIDADES + ESTATÍSTICA 01. Num saco estão 10 bolas indistinguíveis ao tato, das quais 6 são azuis e 4 são verdes. Retiram-se, sucessivamente e sem reposição duas bolas. Determine

Leia mais

BANCO DE QUESTÕES TURMA PM-PE PROBABILIDADE

BANCO DE QUESTÕES TURMA PM-PE PROBABILIDADE 01. (UNICAMP 016) Uma moeda balanceada é lançada quatro vezes, obtendo-se cara exatamente três vezes. A probabilidade de que as caras tenham saído consecutivamente é igual a A) 1. B). 8 C) 1. D). 0. (UNESP

Leia mais

Módulo de Introdução à Probabilidade. O que é Probabilidade? 2 a série E.M.

Módulo de Introdução à Probabilidade. O que é Probabilidade? 2 a série E.M. Módulo de Introdução à Probabilidade O que é Probabilidade? a série E.M. Probabilidade O que é Probabilidade? 1 Exercícios Introdutórios Exercício 1. Qual a probabilidade de, aleatoriamente, escolhermos

Leia mais

Análise Combinatória Intermediário

Análise Combinatória Intermediário Análise Combinatória Intermediário 1. (AFA) As senhas de acesso a um determinado arquivo de um microcomputador de uma empresa deverão ser formadas apenas por 6 dígitos pares, não nulos. Sr. José, um dos

Leia mais

a) 6% b) 7% c) 70% d) 600% e) 700%

a) 6% b) 7% c) 70% d) 600% e) 700% - MATEMÁTICA 01) Supondo-se que o número de vagas em um concurso vestibular aumentou 5% e que o número de candidatos aumentou 35%, o número de candidatos por vaga para esse curso aumentou: a) 8% b) 9%

Leia mais

Tópicos. Conjuntos Fatorial Combinações Permutações Probabilidade Binômio de Newton triângulo de Pascal

Tópicos. Conjuntos Fatorial Combinações Permutações Probabilidade Binômio de Newton triângulo de Pascal Probabilidade Tópicos Conjuntos Fatorial Combinações Permutações Probabilidade Binômio de Newton triângulo de Pascal Conjuntos Conjunto: Na matemática, um conjunto é uma coleção de elementos com características

Leia mais

XX OLIMPÍADA DE MATEMÁTICA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - Em 19/09/2009

XX OLIMPÍADA DE MATEMÁTICA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - Em 19/09/2009 XX OLIMPÍADA DE MATEMÁTICA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - Em 19/09/2009 PROVA DA SEGUNDA ETAPA NÍVEL I (Estudantes da 6 a e 7 a Séries) Problema 1 A expressão E, a seguir, é o produto de 20 números:

Leia mais

TESTE DE PROBABILIDADES E COMBINATÓRIA 12.º ANO

TESTE DE PROBABILIDADES E COMBINATÓRIA 12.º ANO TESTE DE PROBABILIDADES E COMBINATÓRIA 2.º ANO NOME: N.º: TURMA: ANO LETIVO: / AVALIAÇÃO: PROFESSOR: ENC. EDUCAÇÃO: DURAÇÃO DO TESTE: 90 MINUTOS O teste é constituído por dois grupos. O Grupo I é constituído

Leia mais

ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO

ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO Teste 1 Matemática 9.º C Nome: n.º Data: 14/10/2016 Classificação: Professor: Instruções gerais Não é permitido o uso de corretor. É permitido a utilização

Leia mais

AULA 02 AULA 01 (D) 9. ITEM 01 No lançamento de um dado e uma moeda, qual é a probabilidade de se obter cara na moeda e face 5 no dado?

AULA 02 AULA 01 (D) 9. ITEM 01 No lançamento de um dado e uma moeda, qual é a probabilidade de se obter cara na moeda e face 5 no dado? AULA 01 No lançamento de um dado e uma moeda, qual é a probabilidade de se obter cara na moeda e face 5 no dado? Em um conjunto de 50 cartões numerados de 1 a 50, retirando ao acaso um desses cartões,

Leia mais

(A) a 2 + b 2 c 2 = 0 (B) a 2 b 2 c 2 = 0 (C) a 2 + b 2 + c 2 = 0 (D) a 2 b 2 + c 2 = 0 (E) a 2 = b 2 = c 2 (A) 25. (B) 50. (C) 100. (D) 250. (E) 500.

(A) a 2 + b 2 c 2 = 0 (B) a 2 b 2 c 2 = 0 (C) a 2 + b 2 + c 2 = 0 (D) a 2 b 2 + c 2 = 0 (E) a 2 = b 2 = c 2 (A) 25. (B) 50. (C) 100. (D) 250. (E) 500. (UFRGS/), semanas corresponde a (A) dias e ora dias, oras e 4 minutos (C) dias, oras e 4 minutos (D) dias e oras (E) dias MATEMÁTICA (A) a + b c = a b c = (C) a + b + c = (D) a b + c = (E) a = b = c 5

Leia mais

4) Quantas alternativas contêm uma palavra com mais letras que a palavra na alternativa correta? A) Duas B) Três C) Quatro D) Cinco E) Seis

4) Quantas alternativas contêm uma palavra com mais letras que a palavra na alternativa correta? A) Duas B) Três C) Quatro D) Cinco E) Seis 36ª OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA Primeira Fase Nível 8º ou 9º ano Esta prova também corresponde à prova da Primeira Fase da Olimpíada Regional nos Estados de: AL BA ES MG PA RS RN SC Terça-feira,

Leia mais

De quantas formas distintas a estratégia desse cliente poderá ser posta em prática?

De quantas formas distintas a estratégia desse cliente poderá ser posta em prática? 1. (Enem 014) Um cliente de uma videolocadora tem o hábito de alugar dois filmes por vez. Quando os devolve, sempre pega outros dois filmes e assim sucessivamente. Ele soube que a videolocadora recebeu

Leia mais

01. (UFRGS/2003) Se n é um número natural qualquer maior que 1, então n! + n 1 é divisível por. (A) n 1. (B) n. (C) n + 1. (D) n! - 1. (E) n!.

01. (UFRGS/2003) Se n é um número natural qualquer maior que 1, então n! + n 1 é divisível por. (A) n 1. (B) n. (C) n + 1. (D) n! - 1. (E) n!. 0. (UFRGS/00) Se n é um número natural qualquer maior que, então n! + n é divisível por n. n. n +. n! -. n!. 0. (UFRGS/00) Se num determinado período o dólar sofrer uma alta de 00% em relação ao real,

Leia mais

Trabalho de Recuperação Final - 3 Ano - Ensino Médio

Trabalho de Recuperação Final - 3 Ano - Ensino Médio Trabalho de Recuperação Final - 3 Ano - Ensino Médio 1. (Fuvest) Considere o experimento que consiste no lançamento de um dado perfeito (todas as seis faces têm probabilidades iguais). Com relação a esse

Leia mais

Se A =, o evento é impossível, por exemplo, obter 7 no lançamento de um dado.

Se A =, o evento é impossível, por exemplo, obter 7 no lançamento de um dado. PROBABILIDADE Espaço amostral Espaço amostral é o conjunto universo U de todos os resultados possíveis de um experimento aleatório. O número de elementos desse conjunto é indicado por n(u). Exemplos: No

Leia mais

... n = 10, então n não é múlti- a = 2, então. log c = 2,7, então a, b, c, nesta ordem, formam

... n = 10, então n não é múlti- a = 2, então. log c = 2,7, então a, b, c, nesta ordem, formam 1. (UFRGS/000) As rodas traseiras de um veículo têm 4,5 metros de circunferência cada uma. Enquanto as rodas dianteiras dão 15 voltas, as traseiras dão somente 1 voltas. A circunferência de cada roda dianteira

Leia mais

Foto 1: Jogo: Roda-Roda Equações

Foto 1: Jogo: Roda-Roda Equações Registro PIBID Matemática 2016 ELABORAÇÃO DE JOGOS DIDÁTICOS Foram elaborados Jogos didáticos envolvendo as equações do 2º grau colaborativamente com os alunos do nono ano da escola participante EELAS.

Leia mais

Probabilidade e Estatística Preparação para P1

Probabilidade e Estatística Preparação para P1 robabilidade e Estatística reparação para rof.: Duarte ) Uma TV que valia R$ 00,00, entrou em promoção e sofreu uma redução de 0% em seu preço. Qual é o novo preço da TV? ) Um produto foi vendido por R$

Leia mais

PIFE DA MULTIPLICAÇÃO

PIFE DA MULTIPLICAÇÃO PIFE DA MULTIPLICAÇÃO Objetivo: Compreender melhor as operações de multiplicação. Materiais: 46 cartas da seguinte forma: 8 cartas com números do 2 ao 9 sendo estes multiplicadores; 8 cartas com números

Leia mais

1 Definição Clássica de Probabilidade

1 Definição Clássica de Probabilidade Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar - Campus Pombal Disciplina: Estatística Básica - 2013 Aula 4 Professor: Carlos Sérgio UNIDADE 2 - Probabilidade: Definições (Notas de aula) 1 Definição Clássica

Leia mais

NDMAT Núcleo de Desenvolvimentos Matemáticos

NDMAT Núcleo de Desenvolvimentos Matemáticos 01) Quantos trajetos diferentes podem ser percorridos, para ir de A até E, usando-se apenas os caminhos e sentidos indicados na figura abaixo? 05) (FGV) Um inspetor visita 6 máquinas diferentes durante

Leia mais

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Recuperação do 3 Bimestre Matemática Prof. Leandro Conteúdo: Área de figuras planas. Ponto médio. Distância entre 2 pontos; Equação fundamental da reta. Poliedros.

Leia mais

Exercícios de Análise Combinatória 1) Quantos pares ordenados podemos formar com os elementos do conjunto A={0, 2, 3, 5, 6, 7, 8, 9}?

Exercícios de Análise Combinatória 1) Quantos pares ordenados podemos formar com os elementos do conjunto A={0, 2, 3, 5, 6, 7, 8, 9}? Exercícios de Análise Combinatória 1) Quantos pares ordenados podemos formar com os elementos do conjunto A={0,, 3, 5,, 7, 8, 9}? ) Quantos pares ordenados com elementos distintos podemos formar com os

Leia mais

a) 6,0% b) 6,4% c) 7,2% d) 7,8% e) 8,0% a) 7. d) 14. total de lançamentos c) 15

a) 6,0% b) 6,4% c) 7,2% d) 7,8% e) 8,0% a) 7. d) 14. total de lançamentos c) 15 . (Ufsm 204) A tabela mostra o resultado de uma pesquisa sobre tipos sanguíneos em que foram testadas 600 pessoas. Qual é a probabilidade de uma pessoa escolhida ao acaso ter sangue do tipo A + ou A? 4.

Leia mais

QUESTÃO 16 Tia Anastaćia uniu quatro retângulos de papel de 3 cm de comprimento por 1 cm de largura, formando a figura que segue:

QUESTÃO 16 Tia Anastaćia uniu quatro retângulos de papel de 3 cm de comprimento por 1 cm de largura, formando a figura que segue: Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 7 Ọ ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL EM 207 Disciplina: MaTeMÁTiCa Prova: desafio nota: QUESTÃO 6 Tia Anastaćia uniu quatro retângulos de

Leia mais

NOTAÇÕES. R : conjunto dos números reais C : conjunto dos números complexos

NOTAÇÕES. R : conjunto dos números reais C : conjunto dos números complexos NOTAÇÕES R : conjunto dos números reais C : conjunto dos números complexos i : unidade imaginária: i = 1 z : módulo do número z C Re(z) : parte real do número z C Im(z) : parte imaginária do número z C

Leia mais

Q05. Ainda sobre os eventos A, B, C e D do exercício 03, quais são mutuamente exclusivos?

Q05. Ainda sobre os eventos A, B, C e D do exercício 03, quais são mutuamente exclusivos? LISTA BÁSICA POIA PROBABILIDADES A história da teoria das probabilidades teve início com os jogos de cartas, de dados e de roleta. Esse é o motivo da grande existência de exemplos de jogos de azar no estudo

Leia mais

MATEMÁTICA A - 12o Ano Probabilidades - Distribuições de probabilidades

MATEMÁTICA A - 12o Ano Probabilidades - Distribuições de probabilidades MATEMÁTICA A - o Ano Probabilidades - Distribuições de probabilidades Exercícios de exames e testes intermédios. A tabela de distribuição de probabilidades de uma variável aleatória X é a seguinte. x i

Leia mais

Prezados Estudantes, Professores de Matemática e Diretores de Escola,

Prezados Estudantes, Professores de Matemática e Diretores de Escola, Prezados Estudantes, Professores de Matemática e Diretores de Escola, Os Problemas Semanais são um incentivo a mais para que os estudantes possam se divertir estudando Matemática, ao mesmo tempo em que

Leia mais

n! (n r)!r! P(A/B) = 1 q, 0 < q < 1

n! (n r)!r! P(A/B) = 1 q, 0 < q < 1 FORMULÁRIO DE MATEMÁTICA Análise Combinatória P n = n! = n A n,r = n! (n r)! Probabilidade número de resultados favoráveis a A P(A) = número de resultados possíveis Progressões aritméticas a n = a +(n

Leia mais

Resposta da questão 2: [B] O número de maneiras que esse aluno pode escrever essa palavra é igual ao arranjo de 4, 3 a 3.

Resposta da questão 2: [B] O número de maneiras que esse aluno pode escrever essa palavra é igual ao arranjo de 4, 3 a 3. Resposta da questão 1: [A],5h = 9.000 s Se d é número de algarismos da senha ímpar, podemos escrever que o número n de senhas será dado por: d1 n= 10 5 ou n= 9000 1,8 = 5000 Portanto, d1 10 5 = 5000 d

Leia mais

Matemática E Extensivo V. 5

Matemática E Extensivo V. 5 Extensivo V Exercícios 0) a) / b) / c) / a) N(E) N(A), logo P(A) b) N(E) N(A), logo P(A) c) N(E) N(A), logo P(A) 0) a) 0 b) / % c) 9/0 90% d) /0 % 0) E a) N(E) 0 + + + 0 b) N(E) 0 N(A), logo P(A) 0, %

Leia mais

Superintensivo 2014 Matemática Kmara. PA e PG.

Superintensivo 2014 Matemática Kmara. PA e PG. Superintensivo 2014 Matemática Kmara PA e PG. Questões de estibulares: USC/98 Possuo 6 camisas (uma é vermelha) e 5 calças (uma é preta). O número de grupos de 4 camisas e 3 calças que poderei formar,

Leia mais

Canguru Matemático sem Fronteiras 2009

Canguru Matemático sem Fronteiras 2009 Destinatários: alunos dos 7 e 8 anos de Escolaridade Nome: Turma: Duração: 1h30min Não podes usar calculadora. Há apenas uma resposta correcta em cada questão. As questões estão agrupadas em três níveis:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Nível 1 - POTI Aula 1 - Combinatória

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Nível 1 - POTI Aula 1 - Combinatória UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Nível 1 - POTI Aula 1 - Combinatória Exercícios: 1. Maria inventou uma brincadeira. Digitou alguns algarismos na primeira linha de uma folha. Depois, no segunda linha, fez

Leia mais

XXIX OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA TERCEIRA FASE NÍVEL 1 (5 a. e 6 a. Séries)

XXIX OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA TERCEIRA FASE NÍVEL 1 (5 a. e 6 a. Séries) TERCEIRA FASE NÍVEL 1 (5 a. e 6 a. Séries) PROBLEMA 1 Parte das casas de um quadriculado com o mesmo número de linhas (fileiras horizontais) e colunas (fileiras verticais) é pintada de preto, obedecendo

Leia mais

Nível 8.º e 9.º anos do Ensino Fundamental 1. a Fase 6 de junho de 2017

Nível 8.º e 9.º anos do Ensino Fundamental 1. a Fase 6 de junho de 2017 Solução da prova da 1.ª Fase Nível 8.º e 9.º anos do Ensino Fundamental 1. a Fase 6 de junho de 2017 2 QUESTÃO 1 Para obter o maior resultado possível, devemos fazer com que os termos que contribuem positivamente

Leia mais

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA FACULDADE DE CIÊNCIAS NATURAIS E MATEMÁTICA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA Campus de Lhanguene, Av. de Moçambique, km 1, Tel: +258 21401078, Fax: +258 21401082, Maputo Cursos de Licenciatura em Ensino de Matemática

Leia mais

10,00 (dez) pontos distribuídos em 20 itens

10,00 (dez) pontos distribuídos em 20 itens QUESTÃO ÚNICA PAG - 1 MÚLTIPLA ESCOLHA 10,00 (dez) pontos distribuídos em 20 itens Marque no cartão de respostas a única alternativa que responde de maneira correta ao pedido de cada item: MATEMÁTICA 1.

Leia mais

Matemática 2C16//26 Princípio da multiplicação ou princípio fundamental da contagem. Permutação simples e fatorial de um número.

Matemática 2C16//26 Princípio da multiplicação ou princípio fundamental da contagem. Permutação simples e fatorial de um número. Matemática 2C16//26 Princípio da multiplicação ou princípio fundamental da contagem 1. Existem 2 vias de locomoção de uma cidade A para uma cidade B e 3 vias de locomoção da cidade B a uma cidade C. De

Leia mais

3 d) 3 e) 9. NUCE Concursos Públicos A sequência a seguir é uma progressão aritmética:

3 d) 3 e) 9. NUCE Concursos Públicos A sequência a seguir é uma progressão aritmética: 1. A sequência a seguir é uma progressão aritmética: 00 15 0 45... 2010 Acima, aparecem apenas os quatro primeiros termos e o último. O número total de elementos dessa sequência é a) 11 b) 107 c) 109 d)

Leia mais

QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS ENVOLVENDO PROBABILIDADE

QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS ENVOLVENDO PROBABILIDADE QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS ENVOLVENDO PROBABILIDADE 1) Uma moeda não tendenciosa é lançada quatro vezes. A probabilidade de que sejam obtidas duas caras e duas coroas é: (A) 3/8 (B) ½ (C) 5/8 (D) 2/3

Leia mais

PROBABILIDADE PROPRIEDADES E AXIOMAS

PROBABILIDADE PROPRIEDADES E AXIOMAS PROBABILIDADE ESPAÇO AMOSTRAL É o conjunto de todos os possíveis resultados de um experimento aleatório. A este conjunto de elementos denominamos de espaço amostral ou conjunto universo, simbolizado por

Leia mais

Instruções para a Prova de MATEMÁTICA APLICADA:

Instruções para a Prova de MATEMÁTICA APLICADA: Instruções para a Prova de : Confira se seu nome e RG estão corretos. Não se esqueça de assinar a capa deste caderno, no local indicado, com caneta azul ou preta. A duração total do Módulo Discursivo é

Leia mais

Módulo de Introdução à Probabilidade. Ferramentas Básicas. 2 a série E.M.

Módulo de Introdução à Probabilidade. Ferramentas Básicas. 2 a série E.M. Módulo de Introdução à Probabilidade Ferramentas Básicas. a série E.M. Probabilidade Ferramentas Básicas Exercícios Introdutórios Exercício. Uma prova é composta por 5 questões de múltipla escolha com

Leia mais

Disciplina de Estatística Prof. Msc Quintiliano Siqueira Schroden Nomelini LISTA DE PROBABILIDADES

Disciplina de Estatística Prof. Msc Quintiliano Siqueira Schroden Nomelini LISTA DE PROBABILIDADES Disciplina de Estatística Prof. Msc Quintiliano Siqueira Schroden Nomelini LISTA DE PROBABILIDADES 1) Determine a probabilidade de cada evento: a) Um nº par aparece no lançamento de um dado; b) Uma figura

Leia mais

Exercícios. 1. (Uerj 2017) Considere o conjunto de números naturais abaixo e os procedimentos subsequentes:

Exercícios. 1. (Uerj 2017) Considere o conjunto de números naturais abaixo e os procedimentos subsequentes: Probabilidade - Questões Extras Exercícios 1. (Uerj 01) Considere o conjunto de números naturais abaixo e os procedimentos subsequentes: A {0, 1,, 3, 4, 5, 6,, 8, 9} 1. Cada número primo de A foi multiplicado

Leia mais

3. (Apostila 1 - ex.1.4) Defina um espaço amostral para cada um dos seguintes experimentos

3. (Apostila 1 - ex.1.4) Defina um espaço amostral para cada um dos seguintes experimentos Primeira Lista de Exercícios Introdução à probabilidade e à estatística Prof Patrícia Lusié Assunto: Probabilidade. 1. (Apostila 1 - ex.1.1) Lançam-se três moedas. Enumerar o espaço amostral e os eventos

Leia mais

Prova de Habilitação

Prova de Habilitação Prova de Habilitação professor 13 de setembro de 2014 INStRUÇÕES 1. Verifi que se os seus dados informados no quadro abaixo estão corretos. Caso as informações não estejam corretas, comunique o erro ao

Leia mais

CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV

CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV FGV ADM 05/junho/06 MATEMÁTICA APLICADA 0. Para a construção de uma janela na sala de um teatro, existe a dúvida se ela deve ter a forma de um retângulo, de um círculo

Leia mais

3. A probabilidade do evento de números pares. 4. O evento formado por número menor que três. 5. A probabilidade do evento número menor que três.

3. A probabilidade do evento de números pares. 4. O evento formado por número menor que três. 5. A probabilidade do evento número menor que três. 1 a Lista de Exercício - Estatística (Probabilidade) Profa. Ms. Ulcilea A. Severino Leal Algumas considerações importantes sobre a resolução dos exercícios. (i) Normas da língua culta, sequência lógica

Leia mais

2 ª Fase Exame Discursivo

2 ª Fase Exame Discursivo 02/12/2007 2 ª Fase Exame Discursivo matemática Caderno de prova Este caderno, com doze páginas numeradas seqüencialmente, contém dez questões de Matemática. Não abra o caderno antes de receber autorização.

Leia mais

UECEVest - TD DE ESPECÍFICA DE MATEMÁTICA

UECEVest - TD DE ESPECÍFICA DE MATEMÁTICA ANÁLISE COMBINATÓRIA 1. Um banco solicitou aos seus clientes a criação de uma senha pessoal de seis dígitos, formada somente por algarismos de 0 a 9, para acesso à conta-corrente pela internet. Entretanto,

Leia mais

Colégio Nossa Senhora de Lourdes. Professor: Leonardo Maciel Matemática

Colégio Nossa Senhora de Lourdes. Professor: Leonardo Maciel Matemática Colégio Nossa Senhora de Lourdes Professor: Leonardo Maciel Matemática APOSTILA 9 - ANALISE COMBINATÓRIA 1. (Pucrj 016) Uma escola quer fazer um sorteio com as crianças. Então, distribui cartelas que têm

Leia mais

Roteiro de Estudos OBMEP NA ESCOLA Grupo N2 2º Ciclo

Roteiro de Estudos OBMEP NA ESCOLA Grupo N2 2º Ciclo Roteiro de Estudos OBMEP NA ESCOLA Grupo N2 2º Ciclo - Assuntos a serem abordados: Encontro 1: Princípios aditivo e multiplicativo: identificar, modelar e resolver situaçõesproblema. Resolução de exercícios

Leia mais

d) 62! 10! e) a) 626 A T I V I D A D E S

d) 62! 10! e) a) 626 A T I V I D A D E S SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 2º TURMA(S):

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia Área de Matemática Disciplina: Matemática Ano: 2º - Ensino Médio Professor: Elias

Colégio Santa Dorotéia Área de Matemática Disciplina: Matemática Ano: 2º - Ensino Médio Professor: Elias Colégio Santa Dorotéia Área de Matemática Disciplina: Matemática Ano: 2º - Ensino Médio Professor: Elias Matemática Atividades para Estudos Autônomos Data: 5 / 6 / 2017 Aluno(a): N o : Turma: 1) (Ufes)

Leia mais

Análise Combinatória. Cálculo de Probabilidades. (aplicações na Geometria)

Análise Combinatória. Cálculo de Probabilidades. (aplicações na Geometria) FIHA DE TRABALHO N.º 6 TURMA:.ºA 06/07 novembro de 06 Análise ombinatória. álculo de Probabilidades. (aplicações na Geometria). Escolhem-se aleatoriamente dois vértices distintos de um cubo. Qual é a probabilidade

Leia mais

1. (OBMEP 2016 N2Q12 1ª

1. (OBMEP 2016 N2Q12 1ª Exercício 1. (OBMEP 2016 N2Q12 1ª fase) Cada livro da biblioteca municipal de Quixajuba recebe um código formado por três das 26 letras do alfabeto. Eles são colocados em estantes em ordem alfabética:

Leia mais

2.º Teste de Matemática A. 12.º Ano 7 Dez ª Parte. Entrada

2.º Teste de Matemática A. 12.º Ano 7 Dez ª Parte. Entrada 2.º Teste de Matemática A.º Ano 7 Dez. 20 1.ª Parte Para cada uma das cinco questões desta primeira parte, seleccione a resposta correcta de entre as quatro alternativas que são apresentadas e escreva

Leia mais

MATEMÁTICA. O aluno achou interessante e continuou a escrever, até a décima linha. Somando os números dessa linha, ele encontrou:

MATEMÁTICA. O aluno achou interessante e continuou a escrever, até a décima linha. Somando os números dessa linha, ele encontrou: MATEMÁTICA Passando em uma sala de aula, um aluno verificou que, no quadro-negro, o professor havia escrito os números naturais ímpares da seguinte maneira: 1 3 5 7 9 11 13 15 17 19 21 23 25 27 29 O aluno

Leia mais