Bilhões de Pessoas. Cenário Global. Fonte: ONU (dez/2010). Elaboração:FIEP-Deagro

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Bilhões de Pessoas. Cenário Global. Fonte: ONU (dez/2010). Elaboração:FIEP-Deagro"

Transcrição

1 Maringá(PR)

2 Bilhões de Pessoas Cenário Global Demanda População Mundial Mundial por Alimentos Fonte: ONU (dez/2010). Elaboração:FIEP-Deagro

3 Cenário Global Urbanização 1,34 bi hab. 1,2 bi hab. Fonte: ONU (dez/2010). Elaboração:FIEP-Deagro

4 PIB per capita (USD corrente) Cenário Global Crescimento de renda nos países emergentes Últimos 20 anos China +9 vezes Índia +4 vezes Brasil +2 vezes Indonésia +3 vezes Fonte: FMI (PIB per capita PPP). USD corrente

5 Cenário Global Brasil - Ascensão Social Maior Renda = Mobilidade Social Fonte: Pesquisa Cetelem BGN IPSOS 2011.

6 Cenário Global Efeito renda: consumo per capita de carnes (Aves + Suínos + Bovinos) +4,5% +14% +110% +182% +31% Fonte: USDA, FMI, Projeções Agroconsult

7 Cenário Global Tecnificação da Produção Estratificação tecnológica da produção de suínos na China 5% 7% 20% 36% 15% 18% Produção Comercial de larga escala ( animais/produtor) 50% 55% Produção Especializada ( animais/produtor) 75% 57% 35% 27% Produção familiar de subsistência (<50 animais/produtor) Fonte: Agroconsult

8 Cenário Global Relatório FAO-OCDE Crescimento populacional; Urbanização Aumento da renda nos países emergentes. 20% na oferta de alimentos para os próximos 10 anos 15% 4% 15% 26% 40% Brasil China, Índia, Rússia e Ucrânia Estados Unidos e Canadá União Européia Demais Fonte: FAO-OCDE

9 Cenário Global Aumento da demanda mundial por alimentos, fibras e energia ONDE PRODUZIR? O Brasil possui condições diferenciadas para o aumento da produção compatibilizando a preservação ambiental.

10 Agronegócio Brasileiro Produção com Sustentabilidade Distribuição territorial - Estimativa (milhões de ha) Floresta Amazônica Pastagens Culturas anuais Culturas permanentes Áreas Protegidas Cidades, lagos e estradas Florestas cultivadas Outros usos Área Agricultável Disponível TOTAL Fontes: IBGE e CONAB; Adaptação: GV Agro; Dados estimados

11 Evolução das Florestas no Mundo 8000 anos atrás Ano 1650 Ano 1950 Fonte: Embrapa Monitoramento por Satélite Ano 1997

12 Manutenção das Florestas Primárias Ano Ano 1.997

13 Evolução das Florestas no Mundo Quadro de Porcentagens das Florestas Primárias Remanescentes das Florestas Primárias Originais (1000 km 2 ) Floresta Original 8000 B.P. % % % % % Presente % África , , , , , ,8 Ásia , , , , , ,6 América do Norte , , , , , ,4 América Central , , , , , ,7 América do Sul , , , , , ,8 Rússia , , , , , ,3 Europa , , , , ,0 14 0,3 Oceania , , , , , ,3 Mundo , , , , ,1 Brasil , , , , , ,4 Fonte: Embrapa Monitoramento por Satélite

14 Agronegócio Brasileiro Estimativa de Apoio ao Produtor O Agronegócio no Brasil NÃO é uma atividade subsidiada % 58% 54% 50% 34% 34% 32% 30% 4% 5% 5% 5% 2% 2% 3% 5% 5% 5% 1% 1% 8% 9% 10% 11% 21% 22% 22% 22% 21% 15% 17% 16% 13% 14% 14% 12% Nova Zelândia Austrália Brasil China México E.U.A. Canadá U.E. Japão Fonte: OCDE

15 Agronegócio Brasileiro O Agronegócio no Brasil NÃO utiliza trabalho escravo Exploração de trabalho forçado é crime no Brasil Mundo: trabalho forçado = pessoas (OIT) Brasil: trabalhadores rurais em trabalho forçado em de pessoas trabalhando no agronegócio O Relatório 2005 da OIT considerou o Brasil como um exemplo na luta contra o trabalho forçado.

16 Agronegócio Brasileiro Matriz Energética Brasil % da energia consumida no Brasil são de fontes renováveis Energia renovável Mundo Mundo: 12,9% - Países OCDE: 6,7% Fonte: Ministério de Minas e Energia/Balanço Energético Nacional 2008

17 Agronegócio Brasileiro Desafios Logísticos Evolução Comparativa de Custos de Transporte Da lavoura ao porto de embarque

18 Custos logísticos (2009) Impacto do Frete na Receita do Produtor (em US$/t de Soja) Cotação Média FOB no Porto de Origem Agronegócio Brasileiro Desafios Logísticos País Brasil EUA Argentina Frete até o Porto Despesas Portuárias Total de Despesas de Transporte Receita Líquida (-) Diferença (%) Transporte 21,05 5,26 5,76 Os produtores deixam de apropriar de R$ 5-6 por saco de soja x EUA e Argentina.

19 Agronegócio Brasileiro Desafios Logísticos Sapezal (MT) Porto de Santos Programa de Aceleração do Crescimento (PAC)

20 Agronegócio Brasileiro Safra Brasileira - Produção e Área Produção Área Plantada Caso fosse mantida a produtividade da safra 90/91 seriam necessários 106,1 milhões de hectares para uma produção de 162,1 milhões de toneladas. 123,2 119,1 113,5 122,5 131,8 144,1 135,2 148,8 162,1 100,3 96,7 68,4 68,3 76,0 81,1 73,6 78,4 82,4 83,0 76,6 57,9 37,9 38,5 35,6 39,1 38,5 37,0 36,6 35,0 36,9 37,8 37,8 40,2 43,9 47,4 48,8 47,9 46,2 47,4 47,7 47,4 49,5 90/91 91/92 92/93 93/94 94/95 95/96 96/97 97/98 98/99 99/00 00/01 01/02 02/03 03/04 04/05 05/06 06/07 07/08 08/09 09/10 10/11* Fonte: Conab Área (milhões de ha) Produção (milhões de ton)

21 Agronegócio Brasileiro Importância para o País PIB 2011 Brasil R$ 4.143,2 bi Agronegócio R$ 917,6 bi Empregos 77,9% 22,1% 67% 33% Agronegócio Demais Segmentos Agronegócio Demais Balança Comercial US$ bilhões TOTAL AGRONEGÓCIO DEMAIS SETORES Fonte: IBGE e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

22 Agronegócio Brasileiro Agricultura Familiar - Produção de Alimentos 87% 70% 59% 58% 50% Mandioca Feijão Suínos Leite Aves 46% 38% 34% 21% 16% Milho Café Arroz Trigo Soja Fonte: MDA. Censo Agropecuário 2006/ IBGE 22

23 Agronegócio Brasileiro Participação no Comércio Mundial Principais Brasil - Ranking Mundial Produtos Produção Exportação Café 1º 1º Suco de Laranja 1º 1º Açúcar 1º 1º Complexo Soja 2º 1º Carne Bovina 1º 3º Carne de Frango 3º 1º Milho 4º 4º Algodão 5º 4º Fonte: USDA. Elaboração: Banco do Brasil

24 Agronegócio Brasileiro Agricultura Sustentável - Metas Iniciativa Plantio Direto na Palha Recuperação de Áreas Degradadas Integração Lavoura-Pecuária-Floresta Plantio de Florestas Comerciais Fixação Biológica de Nitrogênio Tratamento de Resíduos Animais Metas* Ampliar de 25 Mha para 33 Mha Recuperar 15 Mha para produção Aumentar em 4 Mha Ampliar de 6 Mha para 9 Mha Incrementar o método em 5,5 Mha Tratar 4,4 Mm 3 de resíduos * Até 2020 Fonte: MAPA

25 Agronegócio Brasileiro Alternativas sustentáveis para o segmento do plantio em larga escala de grãos Plantio direto Integração lavoura pecuária e florestas Zoneamento agrícola Boas práticas agropecuárias

26 Agronegócio Brasileiro Protagonismo no Cenário Mundial Principais Fatores de Sucesso

27 Banco do Brasil e o Agronegócio

28 Banco do Brasil Grandes Números R$ 1 trilhão - Ativos R$ 473,1 bilhões - Carteira de Crédito R$ 446,9 bilhões - Depósitos R$ 2,5 bilhões - Lucro Líquido R$ 442,1 bilhões - Recursos de Terceiros 113,4 mil - Funcionários 5,3 mil - Agências 18,7 mil - Pontos de Atendimento 55 mil Terminais de Auto-Atendimento Maior Financiador do Agronegócio Brasileiro Presença no Brasil Rede Própria Rede Banco Postal Fonte: Resultado BB - Análise de Desempenho - 1T12

29 Banco do Brasil e o Agronegócio Maior Financiador do Agronegócio Brasileiro R$ 92,5 bilhões aplicados em operações de crédito rural. 19,5% da carteira de crédito total do Banco do Brasil. 63,7% de participação no Sistema Nacional de Crédito Rural. 75% de participação nas contratações do Pronaf agências operando no Brasil com crédito rural municípios do País atendidos. 1,4 milhão de clientes produtores rurais: 1,2 milhão agricultores familiares. 200 mil demais produtores. Fonte: Resultado BB - Análise de Desempenho - 1T12

30 Banco do Brasil e o Agronegócio Carteira de Agronegócios - Evolução 63,1 63,7 +105% R$ bilhões 58,0 58,2 59,9 63,7 59,2 67,1 60,6 75,7 89,4 92,5 45,1 51, mar/12 Saldo Devedor Participação de Mercado - % (*) A partir de 2009 Inclui TVM e garantias prestadas. Fonte: Resultado BB - Análise de Desempenho - 1T12

31 R$ milhões Banco do Brasil e o Agronegócio Carteira de Agronegócios - Evolução Diversificação: geográfica e cadeia produtiva Itens Financiados Bovinocultura Soja Milho Cana M á quinas e Implementos Caf é Arroz Avicultura Algodão Suinocultura Outros Total R$ 92,5 bilhões* 3,3% 5,4% 23,0% 30,3% 38,1% Fonte: Resultado BB - Análise de Desempenho - 1T12 (*) Inclui R$790 milhões em operações de CPR

32 Banco do Brasil e o Agronegócio Agricultura Familiar - Atuação BB Mais de 1,2 milhão de famílias atendidas +95% R$ bilhões 10,3 11,9 14,0 15,6 17,7 20, Fonte: Análise do Desempenho 4T11 Saldo Devedor

33 Banco do Brasil e o Agronegócio Empresas e Cooperativas Apoio ao Cooperativismo e Agroindústrias 31,5 +270% R$ bilhões 26,1 18,5 19,2 8,5 11, Fonte: Análise do Desempenho 4T11 Saldo Devedor

34 Banco do Brasil e o Agronegócio R$ bilhões Carteira - Evolução do risco das operações 88,7 91,7 * 63,7 65,6 75,0 30,0 96,3% 35,7 90,7% 45,1 88,2% 51,9 86,2% 86,0% 87,8% 91,4% 93,9% 94,3% 3,7% 9,3% 11,8% 13,8% 14,0% 12,2% 8,6% 6,1% 5,7% DEZ/04 DEZ/05 DEZ/06 DEZ/07 DEZ/08 DEZ/09 DEZ/10 DEZ/11 MAR/12 Fonte: Banco do Brasil 1T12 AA-C D-H * Não inclui CPR

35 O Banco do Brasil e o Agronegócio Safra 2011/ Atuação Proteção da Renda - BB Seguro Agrícola Faturamento. Agricultura de Baixo Carbono (ABC). Especialização do Atendimento. Assistência Técnica e Extensão Rural. PRONAF - Inclusão de Famílias. Simplificação - Crédito Renovável. Parcerias com Cooperativas.

36 O Banco do Brasil e o Agronegócio Safra 2011/ Atuação R$ bilhões Crédito Rural - Volume de Recursos Finalidade Safra 2009/2010 Safra 2010/2011 % Safra 2011/2012 % Familiar 8,7 8,8 1% Custeio 4,5 4,6 1% Investimento 4,2 4,2 - Empresarial 26,0 30,2 16% Custeio e Comercialização 22,9 26,1 14% Investimento 3,1 4,1 33% TOTAL 34,7 39,0 12% 10,5 20% 5,7 24% 4,8 15% 35,2 16% 29,4 5,8 45,7 13% 40% 17%

37 O Banco do Brasil e o Agronegócio Safra 2011/ Desembolso R$ milhões Segmento e Finalidade Finalidade Safra 2010/11 Safra 2011/12 % Agric. Familiar 7.079, ,6 10,9% Custeio 3.991, ,6 3,5% Investimento 3.087, ,0 20,4% Agric. Empresarial , ,6 29,4% Custeio , ,2 20,5% Investimento 3.270, ,2 86,6% Comercialização 5.116, ,3 20,6% TOTAL , ,3 25,2% Fonte: Banco do Brasil - Posição:

38 O Banco do Brasil e o Agronegócio Safra 2011/ Desembolso PRONAMP R$ mil Fonte: Banco do Brasil - Posição:

39 Banco do Brasil e o Agronegócio Agricultura de Baixo Carbono PROGRAMA ABC Apoiar o desenvolvimento de uma agricultura sustentável, incentivando boas práticas agropecuárias que contribuam para a redução da liberação de gás carbônico na atmosfera. Banco do Brasil 80,2% do total do Programa 258,6 344,6 428,7 R$ milhões 622,7 690, operações 153,2 5,6 17,6 29,0 45,9 68,0 * Até jul/11 ago/11 set/11 out/11 nov/11 dez/11 jan/12 fev/12 mar/12 abr/12 mai/12 *

40 Programa ABC - Contratações por Estado Fonte: Banco do Brasil Banco do Brasil e o Agronegócio Estado Valores em R$ (%) (milhões) SP 136,1 20,7 MG 115,4 17,1 PR 104,8 16,3 GO 71,5 10,5 RS 66,3 10,1 MS 42,5 6,2 MT 24,1 3,6 BA 22,5 3,3 SC 20,5 3,0 ES 18,6 2,8 TO 17,2 2,6 Demais 50,6 3,8 Total Brasil 690,1 100,0

41 Vice Presidência de Agronegócios e Micro e Pequenas Empresas Obrigado!

Diretoria de Agronegócios. BB e o Agronegócio

Diretoria de Agronegócios. BB e o Agronegócio Diretoria de Agronegócios BB e o Agronegócio Importância do Agronegócio no Brasil + 35% nas exportações do país 197,9 40,9% 41,1% 37,4% 55,1 58,2 60,4 20,6 23,8 24,8 41,9% 73,1 30,6 160,6 40,4% 137,5 118,3

Leia mais

População mundial crescerá 34% até 2050.

População mundial crescerá 34% até 2050. Agronegócio no Mundo Protagonista no Cenário Mundial População mundial crescerá 34% até 2050. 10.000 9.000 8.000 7.000 6.000 5.000 4.000 3.000 2.000 1.000-9.150 7.670 6.830 195 210 219 2009 2020 2050 Mundo

Leia mais

VP Negócios Emergentes SN Agronegócios. Crédito Rural

VP Negócios Emergentes SN Agronegócios. Crédito Rural VP Negócios Emergentes SN Agronegócios Crédito Rural Agronegócio no Brasil fonte: SECEX/MDIC PIB Brasil 2013 R$ 4.838 bi Agronegócios R$ 1.020 bi * 21.08% US$ Bilhões 300 250 200 Exportações Brasileiras

Leia mais

Agronegócio e o Plano Nacional de Exportações

Agronegócio e o Plano Nacional de Exportações Agronegócio e o Plano Nacional de Exportações Alinne B. Oliveira Superintendente de Relações Internacionais Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil CNA 17 de novembro de 2015. O agronegócio e

Leia mais

Evento: O Agronegócio e o Comércio Mundial. Agronegócio Brasileiro: Atualidade e Desafio

Evento: O Agronegócio e o Comércio Mundial. Agronegócio Brasileiro: Atualidade e Desafio Evento: O Agronegócio e o Comércio Mundial Agronegócio Brasileiro: Atualidade e Desafio São Paulo, 22 de Setembro de 2015 Parece que estamos decolando ECONOMIA A BRASILEIR Agronegócio - Balança Comercial

Leia mais

O Agronegócio Hoje Atualidade e Tendências

O Agronegócio Hoje Atualidade e Tendências O Agronegócio Hoje Atualidade e Tendências AMCHAM 13 de Julho de 2016 Agronegócio - Balança Comercial - US$ Bilhões Fonte: WTO. Elaboração MBAGro. Brasil: Liderança Global no Agronegócio Suco de laranja

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO CRÉDITO RURAL EM MINAS GERAIS

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO CRÉDITO RURAL EM MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO CRÉDITO RURAL EM MINAS GERAIS Maio/2014 EVOLUÇÃO DO CRÉDITO RURAL DISPONIBILIZADO - BRASIL (R$ BILHÕES)

Leia mais

O Agronegócio e o Sucesso do Brasil no Mercado de Carnes Gedeão Silveira Pereira

O Agronegócio e o Sucesso do Brasil no Mercado de Carnes Gedeão Silveira Pereira O Agronegócio e o Sucesso do Brasil no Mercado de Carnes Gedeão Silveira Pereira Vice Presidente FARSUL Terra arável disponível, por pessoa no mundo Brasil EUA Rússia Índia China União Européia Congo Austrália

Leia mais

REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO

REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO JOÃO CRUZ REIS FILHO SECRETÁRIO DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Brasília/DF JULHO DE 2015 22 CENÁRIO POPULACIONAL

Leia mais

5 maiores Problemas da Humanidade até 2050

5 maiores Problemas da Humanidade até 2050 5 maiores Problemas da Humanidade até 2050 Água Energia Evolução da População Mundial 1950 2011 2050 2,5 bi 7,5 bi 9,3 bi Evolução dos Famintos 1950 2011 2050 0,5 bi 0,9 bi 1,3 bi Alimentos Lixo Pobreza

Leia mais

PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL

PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL Março/2014 2 ÍNDICE 03. Apresentação 04. População Mundial 05. População

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO CRÉDITO RURAL EM MINAS GERAIS

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO CRÉDITO RURAL EM MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO CRÉDITO RURAL EM DEZEMBRO/2013 EVOLUÇÃO DO CRÉDITO RURAL DISPONIBILIZADO - BRASIL (R$ BILHÕES) 157* 32,6

Leia mais

Avicultura e Suinocultura: Cenário Nacional e Mundial Desafios e Oportunidades

Avicultura e Suinocultura: Cenário Nacional e Mundial Desafios e Oportunidades FRANCISCO TURRA Presidente Executivo Avicultura e Suinocultura: Cenário Nacional e Mundial Desafios e Oportunidades Brasil é o 4º Maior Exportador Mundial de Produtos Agrícolas Exportação de produtos agrícolas

Leia mais

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Índice 1 - Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso 1.1 Agronegócio Soja 1.2 Agronegócio Milho 1.3 Agronegócio Algodão 1.4 Agronegócio Boi 2 Competitividade 2.1 Logística

Leia mais

AMEAÇAS E OPORTUNIDADES PARA O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO

AMEAÇAS E OPORTUNIDADES PARA O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO AMEAÇAS E OPORTUNIDADES PARA O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Junho/2008 Três Pontas/MG Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento DIMENSÃO DEMOGRÁFICO DIMENSÃO SOCIOECONÔMICA DIMENSÃO SEGURANÇA

Leia mais

Perspec8vas para a agropecuária brasileira para os próximos cinco anos

Perspec8vas para a agropecuária brasileira para os próximos cinco anos www.imea.com.br Perspec8vas para a agropecuária brasileira para os próximos cinco anos Daniel Latorraca Superintendente Agenda Visão da cadeia de grãos nos últimos 10 anos Visão da pecuária nos últimos

Leia mais

Abordagem de mercado dos títulos de crédito do agronegócio

Abordagem de mercado dos títulos de crédito do agronegócio Abordagem de mercado dos títulos de crédito do agronegócio Ivan Wedekin Seminário FEBRABAN sobre Agronegócios 2016 18.10.2016 Crédito e desenvolvimento do agronegócio Brasil: indicadores do crédito na

Leia mais

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Programa ABC Plano Setorial de Mitigação e de Adaptação às Mudanças Climáticas visando à Consolidação de uma Economia de Baixa Emissão de Carbono na Agricultura

Leia mais

Rede de Cooperativas Agropecuárias das Américas

Rede de Cooperativas Agropecuárias das Américas Ramo Agropecuário Rede de Cooperativas Agropecuárias das Américas Paulo César Dias do Nascimento Júnior Coordenador do Ramo Agropecuário da OCB Lima, 20 e 21 de março de 2013. Sistema OCB. Você participa.

Leia mais

LSPA. Levantamento Sistemático da Produção Agrícola. Dezembro de Pesquisa mensal de previsão e acompanhamento das safras agrícolas no ano civil

LSPA. Levantamento Sistemático da Produção Agrícola. Dezembro de Pesquisa mensal de previsão e acompanhamento das safras agrícolas no ano civil Diretoria de Pesquisas Coordenação de Agropecuária Gerência de Agricultura LSPA Dezembro de 2013 Levantamento Sistemático da Produção Agrícola Pesquisa mensal de previsão e acompanhamento das safras agrícolas

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos SOJA DEZEMBRO DE 2016

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos SOJA DEZEMBRO DE 2016 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos SOJA DEZEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas por suas

Leia mais

A A DEMANDA de PAPEL MUNDIAL e SUSTENTABILIDADE. 2o. CONGRESSO FLORESTAL DO MATO GROSSO DO SUL 8 de Junho de 2010

A A DEMANDA de PAPEL MUNDIAL e SUSTENTABILIDADE. 2o. CONGRESSO FLORESTAL DO MATO GROSSO DO SUL 8 de Junho de 2010 A A DEMANDA de PAPEL MUNDIAL e SUSTENTABILIDADE 2o. CONGRESSO FLORESTAL DO MATO GROSSO DO SUL 8 de Junho de 2010 CONTEÚDO 1. PERFIL DO SETOR BRASILEIRO DE C&P 2. OVERVIEW DO SETOR BRASILEIRO DE C&P 3.

Leia mais

Novas Tendências da Pecuária Brasileira

Novas Tendências da Pecuária Brasileira VII Seminário ABMR&A da Cadeia Produtiva da Carne Bovina FEICORTE Novas Tendências da Pecuária Brasileira Segmentação Geográfica Cana x Pastagens JOSÉ VICENTE FERRAZ São Paulo, 22 de Junho 2007 DISTRIBUIÇÃO

Leia mais

Serviços Técnicos e Gestão Ambiental no Agronegócio Diretoria de Agronegócios

Serviços Técnicos e Gestão Ambiental no Agronegócio Diretoria de Agronegócios 47º Café com Sustentabilidade - Febraban Pecuária Sustentável: Agentes financeiros como indutores de boas práticas Modelos de financiamento e investimento: incentivos à adoção de boas práticas socioambientais

Leia mais

CARNE AVÍCOLA NOVEMBRO DE 2016

CARNE AVÍCOLA NOVEMBRO DE 2016 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE AVÍCOLA NOVEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas

Leia mais

A Agricultura do Brasil e do Paraná

A Agricultura do Brasil e do Paraná Governo do Estado do Paraná A Agricultura do Brasil e do Paraná Políticas Públicas para a Produção de Biodiesel Orlando Pessuti Vice-Governador Abril/2007 BRASIL 5º Maior país do mundo PIB de US$ 1,0 trilhão

Leia mais

AGRICULTURA E DESENVOLVIMENTO RURAL

AGRICULTURA E DESENVOLVIMENTO RURAL AGRICULTURA E DESENVOLVIMENTO RURAL Critérios para a Classificação dos Condados Norte-Americanos segundo o Rural-Urban Continuum Code Condados Metropolitanos 0 1 2 3 Condados centrais de áreas metropolitanas

Leia mais

Agronegócios: momento e perspectivas.

Agronegócios: momento e perspectivas. Agronegócios: momento e perspectivas. Perfil das propriedades rurais brasileiras. Familiares Patronais Região Estabelecimentos Familiares (a) Norte 380.895 Nordeste 2.055.157 Centro-Oeste 162.062 Sudeste

Leia mais

Santa Maria - RS

Santa Maria - RS MERCADO INTERNO E DE EXPORTAÇÃO DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL XXVI CONGRESSO BRASILEIRO DE ZOOTECNIA ZOOTEC 2016 SIMPÓSIO III: MARKETING E EMPREENDEDORISMO Santa Maria - RS 13-05-2016 POSIÇÃO DO BRASIL

Leia mais

V AVISULAT Porto Alegre/RS

V AVISULAT Porto Alegre/RS V AVISULAT Porto Alegre/RS Avanços e desafios para o agronegócio brasileiro no mercado externo. Eduardo Sampaio Marques Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio SRI/MAPA Panorama do Agronegócio

Leia mais

os desafios em um novo momento econômico"

os desafios em um novo momento econômico FRANCISCO TURRA Presidente-executivo Ex- Ministro da Agricultura "Caminhos de valor para o agronegócio: os desafios em um novo momento econômico" Momento de RECUPERAÇÃO DA CONFIANÇA 2003 2004 2005 2006

Leia mais

A Importância da Carne de Porco e seus Derivados no Mundo. Fabiano Coser Diretor Executivo Associação Brasileira dos Criadores de Suínos

A Importância da Carne de Porco e seus Derivados no Mundo. Fabiano Coser Diretor Executivo Associação Brasileira dos Criadores de Suínos A Importância da Carne de Porco e seus Derivados no Mundo Fabiano Coser Diretor Executivo Associação Brasileira dos Criadores de Suínos Brasília Capital do Brasil "Deste Planalto Central, desta solidão

Leia mais

CRÉDITO RURAL PRINCÍPIOS E APLICAÇÃO NO BRASIL

CRÉDITO RURAL PRINCÍPIOS E APLICAÇÃO NO BRASIL CRÉDITO RURAL PRINCÍPIOS E APLICAÇÃO NO BRASIL Crédito Rural Conceito Suprimento de recursos financeiros pelo SNCR, para aplicação exclusiva nas finalidades e condições do MCR (MCR 1-1) Elemento unificador

Leia mais

Boas Práticas para Uso Eficiente de Fertilizantes na Cultura do Café. Valter Casarin IPNI Programa Brasil

Boas Práticas para Uso Eficiente de Fertilizantes na Cultura do Café. Valter Casarin IPNI Programa Brasil Boas Práticas para Uso Eficiente de Fertilizantes na Cultura do Café Valter Casarin IPNI Programa Brasil Ranking da produção e exportação mundial Suco de laranja Açúcar Café Carne Soja Frango Milho Porco

Leia mais

Protagonismo do Agronegócio Brasileiro: Ameaças e Desafios Luiz Carlos Corrêa Carvalho Abag Porto Alegre, 16 de Novembro de 2015

Protagonismo do Agronegócio Brasileiro: Ameaças e Desafios Luiz Carlos Corrêa Carvalho Abag Porto Alegre, 16 de Novembro de 2015 Protagonismo do Agronegócio Brasileiro: Ameaças e Desafios Luiz Carlos Corrêa Carvalho Abag Porto Alegre, 16 de Novembro de 2015 Avião Brasil e a Recuperação da Economia Parece que estamos decolando DESEQUILÍBRIO

Leia mais

Agricultura no Brasil. Luciano Teixeira

Agricultura no Brasil. Luciano Teixeira LUCIANO TEIXEIRA Agricultura no Brasil Luciano Teixeira Agricultura Extensiva Caracterizada geralmente pelo uso de técnicas rudimentares ou tradicionais na produção. Normalmente é utilizada para mercado

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TRIGO NOVEMBRO DE 2016

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TRIGO NOVEMBRO DE 2016 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TRIGO NOVEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas por suas

Leia mais

O atendimento à agricultura empresarial

O atendimento à agricultura empresarial O atendimento à agricultura empresarial Banco do Brasil Diretoria de Agronegócios Qualquer que seja o objetivo definição de estratégias empresariais ou de políticas públicas o agronegócio será melhor compreendido

Leia mais

Heringer Day Março de 2015

Heringer Day Março de 2015 Heringer Day Março de 2015 14:00 - Recepção de Investidores e Analistas 14:30 Abertura Rodrigo Bortolini Rezende Diretor Financeiro e de RI 14:40 Dinâmica do mercado de fertilizantes e Companhia Dalton

Leia mais

Competitividade da Agropecuária Brasileira no Atual Cenário 6º CONGRESSO BRASILEIRO DE FERTILIZANTES

Competitividade da Agropecuária Brasileira no Atual Cenário 6º CONGRESSO BRASILEIRO DE FERTILIZANTES Competitividade da Agropecuária Brasileira no Atual Cenário 6º CONGRESSO BRASILEIRO DE FERTILIZANTES André Nassar São Paulo, 29/8/216 Sumário 1. O Agro na economia brasileira 2. Demanda por produtos agropecuários

Leia mais

O Desenvolvimento da Agricultura e Política Rural

O Desenvolvimento da Agricultura e Política Rural 7º Seminário Estadual de Agricultura O Desenvolvimento da Agricultura e Política Rural Deputado Estadual José Milton Scheffer Vice-Presidente da Comissão de Agricultura e Política Rural da ALESC Território

Leia mais

Processo de Produção Agropecuária. Prof. Luciel Oliveira

Processo de Produção Agropecuária. Prof. Luciel Oliveira Processo de Produção Agropecuária Prof. Luciel Oliveira luciel@fae.br Visão geral dos produtos agropecuários Finalidade: ALIMENTOS x NÃO ALIMENTOS Origem: ANIMAL, VEGETAL, FUNGI, MINERAL Modelo de negócio:

Leia mais

12 CONGRESSO FLORESTAL ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL. Política Agrícola para Florestas Plantadas

12 CONGRESSO FLORESTAL ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL. Política Agrícola para Florestas Plantadas 12 CONGRESSO FLORESTAL ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL Política Agrícola para Florestas Plantadas Florestas Plantadas Legislação Lei 12.187/2009 Institui a Política Nacional sobre Mudança do Clima - PNMC

Leia mais

Gerenciamento de risco no agronegócio Ivan Wedekin

Gerenciamento de risco no agronegócio Ivan Wedekin Gerenciamento de risco no agronegócio Ivan Wedekin Junho de 2008 Assim caminha a humanidade 1. O consumidor é o grande beneficiário da inovação tecnológica no agronegócio. 2. Mais integração e adensamento

Leia mais

09 de Setembro de Centro de Agronegócio da FGV GV Agro

09 de Setembro de Centro de Agronegócio da FGV GV Agro Roberto Rodrigues 09 de Setembro de 2014 Agenda 1. Cenário Internacional 2. Cenário Nacional 3. Impactos para o Agronegócio 4. A importância do Agronegócio para o Brasil 5. Potencial e Gargalos 6. Plano

Leia mais

AGRONEGÓCIO BRASILEIRO ALAVANCA DO DESENVOLVIMENTO OPORTUNIDADES E DESAFIOS

AGRONEGÓCIO BRASILEIRO ALAVANCA DO DESENVOLVIMENTO OPORTUNIDADES E DESAFIOS AGRONEGÓCIO BRASILEIRO ALAVANCA DO DESENVOLVIMENTO OPORTUNIDADES E DESAFIOS AVALIAÇÕES TÉCNICAS / FEVEREIRO DE 2016 LUIZ ANTONIO FAYET Consultor da CNA AGRONEGÓCIO BRASILEIRO EVOLUÇÃO HÁ 50 ANOS = IMPORTADOR

Leia mais

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil O DESAFIO DO PAÍS NA ABORDAGEM DO BINÔMIO ÁGUA E ALIMENTO João Martins da Silva Junior Presidente da CNA Fatores que influenciam na produção de alimentos

Leia mais

Carne de Frango Var. Produção (milhões ton) Exportação (milhões ton) Disponibilidade 12,69 13,146 3,58% 4,03 4,3 5% 8,59 8,84 3,1%

Carne de Frango Var. Produção (milhões ton) Exportação (milhões ton) Disponibilidade 12,69 13,146 3,58% 4,03 4,3 5% 8,59 8,84 3,1% Carne de Frango Produção (milhões ton) Exportação (milhões ton) Disponibilidade (milhões ton) 2014 2015 Var. 12,69 13,146 3,58% 4,03 4,3 5% 8,59 8,84 3,1% Per capita (kg) 42,7 43,25 1,1% 2016 Produção

Leia mais

O AGRO BRASILEIRO EM 2030

O AGRO BRASILEIRO EM 2030 SEGURANÇA ALIMENTAR E SUSTENTABILIDADE NO AGRONEGÓCIO O AGRO BRASILEIRO EM 2030 André Nassar Rodrigo Lima Leila Harfuch Luciane Chiodi Rio de Janeiro, 19 de junho de 2012 Um cenário desafiador 2030 População

Leia mais

Principais Objetivos PAP 2011/2012

Principais Objetivos PAP 2011/2012 Cenário Cenário Cenário Baixos estoques mundiais de alimentos Tendência de elevação gradual da Selic Relativa estabilidade da taxa de câmbio Preços agrícolas em níveis historicamente elevados Crescente

Leia mais

Agronegócio brasileiro

Agronegócio brasileiro Agronegócio brasileiro Rogério Luiz Iuspa Zootecnista, especialização na Chambre d Agriculture de La Mayenne França, MBA em Marketing - ESPM Gerente Nacional - Aves de Corte Agroceres Multimix Bilhões

Leia mais

SEAB Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento DERAL - Departamento de Economia Rural. MILHO PARANENSE - SAFRA 2013/14 Novembro de 2013

SEAB Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento DERAL - Departamento de Economia Rural. MILHO PARANENSE - SAFRA 2013/14 Novembro de 2013 MILHO PARANENSE - SAFRA 2013/14 Novembro de 2013 A estimativa para a 1ª safra de milho, temporada 2013/14, aponta uma redução de aproximadamente 180 mil hectares, que representa um decréscimo de 23% em

Leia mais

SEMINÁRIO DESENVOLVIMENTO GLOBAL ATRAVÉS DA TRANSFORMAÇÃO ECÔNOMICA E CRIAÇÃO DE EMPREGOS

SEMINÁRIO DESENVOLVIMENTO GLOBAL ATRAVÉS DA TRANSFORMAÇÃO ECÔNOMICA E CRIAÇÃO DE EMPREGOS SEMINÁRIO DESENVOLVIMENTO GLOBAL ATRAVÉS DA TRANSFORMAÇÃO ECÔNOMICA E CRIAÇÃO DE EMPREGOS AGRICULTURA COMERCIAL E A REDUÇÃO DA POBREZA AÇÕES DO GOVERNO PARA ASCENSÃO DE 30 MILHÕES DE BRASILEIROS ACIMA

Leia mais

Seminário CNI BID TRANSPORTE PARA O COMÉRCIO E A INTEGRAÇÃO REGIONAL

Seminário CNI BID TRANSPORTE PARA O COMÉRCIO E A INTEGRAÇÃO REGIONAL Seminário CNI BID TRANSPORTE PARA O COMÉRCIO E A INTEGRAÇÃO REGIONAL Custos de transporte nas exportações brasileiras: como solucionar os gargalos? Eng. Elcio Ribeiro, MSc. Uso da Terra no Brasil Área

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos MILHO NOVEMBRO DE 2016

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos MILHO NOVEMBRO DE 2016 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos MILHO NOVEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas por suas

Leia mais

1 - INTRODUÇÃO 2 - METODOLOGIA

1 - INTRODUÇÃO 2 - METODOLOGIA SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Metodologia... 2 3. Estimativa da Área Plantada... 3 4. Estimativa da Produção... 3 5. Avaliação das Culturas... 4 5.1 Algodão... 4 5.2 Arroz... 4 5.3 Feijão... 5 5.4 Milho...

Leia mais

As Florestas Plantadas na Sustentabilidade do Agronegócio

As Florestas Plantadas na Sustentabilidade do Agronegócio As Florestas Plantadas na Sustentabilidade do Agronegócio Junho de GILMAN VIANA RODRIGUES SECRETÁRIO DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MATRIZ ENERGÉTICA MUNDIAL EVOLUÇÃO DO USO DE FONTES

Leia mais

Clusters de etanol de milho em Mato Grosso

Clusters de etanol de milho em Mato Grosso Realização Parceria Técnica Clusters de etanol de milho em Mato Grosso Daniel Latorraca Ferreira daniel@imea.com.br Agenda Análise de mercado Escopo do trabalho Metodologia de composição dos clusters Resultados

Leia mais

A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso tem por objetivo unir e valorizar os produtores rurais do Estado, oferecendo serviços de

A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso tem por objetivo unir e valorizar os produtores rurais do Estado, oferecendo serviços de A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso tem por objetivo unir e valorizar os produtores rurais do Estado, oferecendo serviços de informação, educação, apoio e representação política.

Leia mais

O TRIGO NO BRASIL E NO MUNDO CADEIA DE PRODUÇÃO, TRANSFORMAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO

O TRIGO NO BRASIL E NO MUNDO CADEIA DE PRODUÇÃO, TRANSFORMAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO O TRIGO NO BRASIL E NO MUNDO CADEIA DE PRODUÇÃO, TRANSFORMAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO Prof José Roberto Canziani DERE/UFPR Profª Vania Di Addario Guimarães DERE/UFPR Agosto - 2009 SEQUÊNCIA DA APRESENTAÇÃO

Leia mais

FERTILIZANTES HERINGER S/A

FERTILIZANTES HERINGER S/A FERTILIZANTES HERINGER S/A 4,5 bilhões de anos Área + de 51 BILHOES de hectares 71% H2O Somente 3% agua doce +- 15 bilhoes de hectares de terra + de 1 BILHÃO HECTARES PLANTADOS 6.6 BILHOES HABITANTES Previsão

Leia mais

Plano Agrícola e Pecuário 2009/2010

Plano Agrícola e Pecuário 2009/2010 Plano Agrícola e Pecuário 2009/2010 EDILSON GUIMARÃES Secretário de Política Agrícola Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento 26 de junho de 2009 Principais Objetivos do PAP 2009-2010 Aumentar

Leia mais

MUNDO. Elaboração: EMBRAPA TRIGO/Socioeconomia JANEIRO, 2014

MUNDO. Elaboração: EMBRAPA TRIGO/Socioeconomia JANEIRO, 2014 Elaboração: EMBRAPA TRIGO/Socioeconomia JANEIRO, 2014 MUNDO Tabela 1. Área, rendimento e oferta e demanda de TRIGO no mundo, safras 2011/12, 2012/13 e 2013/14. Item 2011/2012 2012/2013(A) 2013/2014 (B)

Leia mais

Balanço 2016 Perspectivas Suínos

Balanço 2016 Perspectivas Suínos Suínos 137 138 Balanço 2016 Perspectivas 2017 Perspectivas 2017 EXPECTATIVAS DE QUEDA DOS CUSTOS DE PRODUÇÃO O abastecimento doméstico de milho a preços equilibrados está garantido para o próximo ano.

Leia mais

CAPÍTULO 3 - AGROPECUÁRIA E AGRONEGÓCIO PROFESSOR LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ 7º ANO

CAPÍTULO 3 - AGROPECUÁRIA E AGRONEGÓCIO PROFESSOR LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ 7º ANO CAPÍTULO 3 - AGROPECUÁRIA E AGRONEGÓCIO PROFESSOR LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ 7º ANO QUEM SÃO OS TRABALHADORES BRASILEIROS E ONDE DESENVOLVEM SUAS ATIVIDADES ECONÔMICAS P. 37 PEA do Brasil: 100 milhões

Leia mais

Associação Brasileira dos Produtores de Soja

Associação Brasileira dos Produtores de Soja Associação Brasileira dos Produtores de Soja De acordo com o 5 Levantamento de safra 2015/16, publicado em fevereiro pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), a área plantada deve crescer 3,6%

Leia mais

DEMANDA MUNDIAL DE ALIMENTOS GARANTE CRESCIMENTO ECONOMICO DO BRASIL

DEMANDA MUNDIAL DE ALIMENTOS GARANTE CRESCIMENTO ECONOMICO DO BRASIL DEMANDA MUNDIAL DE ALIMENTOS GARANTE CRESCIMENTO ECONOMICO DO BRASIL 1-1985-2000: ESTAGNAÇÃO DA AGRICULTURA BRASILEIRA 2-1999: REFORMA CAMBIAL 3-2003: PREÇOS INTERNACIONAIS INICIAM ESCALADA 4- AGRICULTURES

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos ARROZ NOVEMBRO DE 2016

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos ARROZ NOVEMBRO DE 2016 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos ARROZ NOVEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas por suas

Leia mais

O Setor Brasileiro de Cana-de-açúcar Perspectivas de Crescimento por Plinio M. Nastari, Ph.D. (DATAGRO - Brasil)

O Setor Brasileiro de Cana-de-açúcar Perspectivas de Crescimento por Plinio M. Nastari, Ph.D. (DATAGRO - Brasil) O Setor Brasileiro de Cana-de-açúcar Perspectivas de Crescimento por Plinio M. Nastari, Ph.D. (DATAGRO - Brasil) São Paulo, Brasil Posição atual do Brasil em Açúcar e Álcool 2 Maior produtor e exportador

Leia mais

Audiência Pública Senado Federal

Audiência Pública Senado Federal Audiência Pública Senado Federal Pedro de Camargo Neto Presidente Abipecs 12 de julho de 2012 Distribuição Geográfica da Suinocultura Estado Part. % 2009 RS 19,3 SC 25,1 PR 17,0 5,6% SP 5,0 MG 13,7 MT

Leia mais

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL E DESENVOLVIMENTO DA

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL E DESENVOLVIMENTO DA RESPONSABILIDADE AMBIENTAL E DESENVOLVIMENTO DA PECUÁRIA Dr. Celso Eduardo da Silva Diretor Administrativo e de Projetos Coordenador de Agronegócios - Instituto Aequitas CONCEITOS DIFERENTES e COMPLEMENTARES

Leia mais

Painel III: O BB e o Agronegócio brasileiro José Carlos Vaz Diretor de Agronegócios

Painel III: O BB e o Agronegócio brasileiro José Carlos Vaz Diretor de Agronegócios Painel III: O BB e o Agronegócio brasileiro José Carlos Vaz Diretor de Agronegócios O Brasil é referência mundial em eficiência produtiva e potencial de geração de alimentos e agroenergia. A atividade

Leia mais

AGRICULTURA SUSTENTÁVEL: INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE

AGRICULTURA SUSTENTÁVEL: INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE AGRICULTURA SUSTENTÁVEL: INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE MECANISMOS DE POLÍTICAS DE CRÉDITO RURAL JOÃO CLAUDIO DA SILVA SOUZA SECRETARIA DE POLÍTICA AGRÍCOLA Brasília, 31 de julho de 2015 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA,

Leia mais

Ocupação do Espaço Agropecuário no Cerrado Brasileiro

Ocupação do Espaço Agropecuário no Cerrado Brasileiro Ocupação do Espaço Agropecuário no Cerrado Brasileiro Roberta Dalla Porta Gründling, MSc. NESPRO; EMBRAPA Júlio Otávio Jardim Barcellos, DSc. NESPRO; UFRGS Introdução Rebanho Bovino Brasileiro Uso Agrícola

Leia mais

Cenários Agrícolas 15/16 e 16/17

Cenários Agrícolas 15/16 e 16/17 Cenários Agrícolas 15/16 e 16/17 Soja Milho Trigo André Pessôa 11 de Novembro de 2015 Soja Soja/Mundo Oferta e Demanda (mmt) GAP 320 Produção Consumo 222 211 260 264 239 252 22 13 259 240 268 283 262 276

Leia mais

O Agronegócio Mundial e Brasileiro

O Agronegócio Mundial e Brasileiro O Agronegócio Mundial e Brasileiro Eugênio Stefanelo Segundo Porter, você é competitivo quando tem um desempenho em longo prazo acima da média dos concorrentes. O agronegócio, que engloba as operações

Leia mais

Balanço dos 10 anos do Selo Combustível Social

Balanço dos 10 anos do Selo Combustível Social SEMINÁRIO NACIONAL DE AVALIAÇÃO DO SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL: A INCLUSÃO SOCIAL E PRODUTIVA DA AGRICULTURA FAMILIAR NOS 10 ANOS DO PNPB Balanço dos 10 anos do Selo Combustível Social Dezembro de 2015 Brasília

Leia mais

Balanço 2016 Perspectivas 2017

Balanço 2016 Perspectivas 2017 2203 Valor Bruto da Produção (VBP) 23 24 Balanço 2016 Perspectivas 2017 Perspectivas 2017 AGRICULTURA PUXA CRESCIMENTO DO VBP EM 2017 O cenário econômico internacional será o responsável pelo comportamento

Leia mais

222 empresas com atividade em 539 municípios, localizados em 18 Estados. 2,2 milhões de hectares de área plantada para fins industriais

222 empresas com atividade em 539 municípios, localizados em 18 Estados. 2,2 milhões de hectares de área plantada para fins industriais II Encontro Brasileiro de Silvicultura (EBS) Setor de Celulose e Papel João Comério 11 de abril, 2011 Dados do Setor 222 empresas com atividade em 539 municípios, localizados em 18 Estados 2,2 milhões

Leia mais

BRASIL E O AGRONEGÓCIO

BRASIL E O AGRONEGÓCIO FRANCISCO TURRA Presidente Executivo BRASIL E O AGRONEGÓCIO A ABPA Maior entidade da cadeia de proteína animal do Brasil; 132 associados, entre produtores e exportadores de aves, suínos, ovos, genética,

Leia mais

Biodiesel: Panorama e perspectivas. 23 de Abril 2014 Cuiabá - MT

Biodiesel: Panorama e perspectivas. 23 de Abril 2014 Cuiabá - MT Biodiesel: Panorama e perspectivas 23 de Abril 2014 Cuiabá - MT 1 Sumário Tecnologias de produção; A biomassa na matriz energética; Capacidade agrícola brasileira; Histórico do PNPB; Mercado; Novo marco

Leia mais

Resultados de Junho de 2014

Resultados de Junho de 2014 Junho / 2014 Resultados de Junho de 2014 - Exportação: US$ 20,5 bi, em valor, e média diária de US$ 1,023 bilhão; sobre mai-14, aumento de 3,6%, pela média diária; sobre jun-13, redução de 3,5%, pela média

Leia mais

ALGODÃO TENDÊNCIAS PARA O MERCADO

ALGODÃO TENDÊNCIAS PARA O MERCADO ALGODÃO TENDÊNCIAS PARA O MERCADO Analista de Mercado Élcio A. Bento elcio@safras.com.br ALGODÃO CIF SÃO PAULO R$/@ Preço Mínimo R$ 44,6/@ ALGODÃO CIF SÃO PAULO R$/2 Jul A FORMAÇÃO DE PREÇOS NO MERCADO

Leia mais

em números Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento

em números Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento agronegócio brasileiro em números Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento 2010 ranking Ranking Brasileiro da Produção e Exportação Fonte: USDA e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Leia mais

Responsabilidade ambiental na produção agropecuária

Responsabilidade ambiental na produção agropecuária Responsabilidade ambiental na produção agropecuária Sumário Análise de conjuntura; Impactos das atividades agropecuárias sobre o meio ambiente; Responsabilidade ambiental; Boas práticas produtivas. Organograma

Leia mais

Departamento do Agronegócio Segurança Alimentar: O Desafio de Abastecer o Mundo com Sustentabilidade

Departamento do Agronegócio Segurança Alimentar: O Desafio de Abastecer o Mundo com Sustentabilidade Segurança Alimentar: O Desafio de Abastecer o Mundo com Sustentabilidade O Mundo atravessa um período de aumento expressivo do consumo de alimentos, impulsionado pela melhora da renda das famílias dos

Leia mais

Perspectivas e Cenários para a Pecuária Bovina. Enio Bergoli Secretário de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca

Perspectivas e Cenários para a Pecuária Bovina. Enio Bergoli Secretário de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca Perspectivas e Cenários para a Pecuária Bovina Enio Bergoli Secretário de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca Produção mundial de carne bovina (em mil ton de equivalentes carcaça

Leia mais

ANO INTERNACIONAL DO COOPERATIVISMO Audiência pública da Comissão de Agricultura Câmara dos Deputados

ANO INTERNACIONAL DO COOPERATIVISMO Audiência pública da Comissão de Agricultura Câmara dos Deputados Ministério do Desenvolvimento Agrário - MDA ANO INTERNACIONAL DO COOPERATIVISMO Audiência pública da Comissão de Agricultura Câmara dos Deputados Cesar José de Oliveira MDA 1 CONTEXTUALIZAÇÃO DO COOPERATIVISMO

Leia mais

Biodiesel no Brasil. Ricardo Borges Gomide. Departamento de Combustíveis Renováveis

Biodiesel no Brasil. Ricardo Borges Gomide. Departamento de Combustíveis Renováveis Biodiesel no Brasil Ricardo Borges Gomide Departamento de Combustíveis Renováveis São Paulo, 18.11.2011 Papel do Biodiesel 2 Biodiesel como mais um Energético na Matriz 3 Concorre com outros produtos e

Leia mais

Seminário Empresarial Brasil-China Investimentos em Infraestrutura Ferroviária

Seminário Empresarial Brasil-China Investimentos em Infraestrutura Ferroviária Seminário Empresarial Brasil-China Investimentos em Infraestrutura Ferroviária Paulo Sérgio Passos Ministro de Estado dos Transportes Brasília, 16.07.2014 Brasil e China: Economias Complementares China

Leia mais

O Mercado Mundial de Commodities. Palestrante: André Pessôa (Agroconsult) Debatedor: André Nassar (Icone)

O Mercado Mundial de Commodities. Palestrante: André Pessôa (Agroconsult) Debatedor: André Nassar (Icone) O Mercado Mundial de Commodities Palestrante: André Pessôa (Agroconsult) Debatedor: André Nassar (Icone) Um mercado em desequilíbrio: choque de demanda Relação Estoque/Uso (soja, milho, trigo e arroz)

Leia mais

ZONEAMENTO AMBIENTAL E PRODUTIVO ZAP INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE EM AGROECOSISTEMAS -ISA PAULO AFONSO ROMANO SECRETÁRIO ADJUNTO

ZONEAMENTO AMBIENTAL E PRODUTIVO ZAP INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE EM AGROECOSISTEMAS -ISA PAULO AFONSO ROMANO SECRETÁRIO ADJUNTO ZONEAMENTO AMBIENTAL E PRODUTIVO ZAP INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE EM AGROECOSISTEMAS -ISA PAULO AFONSO ROMANO SECRETÁRIO ADJUNTO C E N Á R I O S - A G R O N E G Ó C I O 2 3 CRESCIMENTO POPULACIONAL

Leia mais

FIESP - 8º Encontro de Logística e Transportes A Hora do Investimento Privado

FIESP - 8º Encontro de Logística e Transportes A Hora do Investimento Privado FIESP - 8º Encontro de Logística e Transportes A Hora do Investimento Privado Painel: Logística e Competitividade Mineração e Agronegócio: Superando Obstáculos para o Escoamento da Produção (São Paulo-SP,

Leia mais

Em 2012 a ASBAN iniciou a sintetização de dados estatísticos e demográficos e sobre a atividade econômica e

Em 2012 a ASBAN iniciou a sintetização de dados estatísticos e demográficos e sobre a atividade econômica e Prezados, Em 2012 a ASBAN iniciou a sintetização de dados estatísticos e demográficos e sobre a atividade econômica e financeira em sua região de abrangência. Com intuito de agilizar o acompanhamento,

Leia mais

Milho Perspectivas do mercado 2011/12

Milho Perspectivas do mercado 2011/12 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE POLÍTICA AGRÍCOLA Milho Perspectivas do mercado 2011/12 março de 2012 Milho - Oferta e Demanda - Mundo milhões de t. Safras 2008/09 2009/10

Leia mais

O papel do cooperativismo na segurança alimentar. Robson Mafioletti Eng. Agrônomo, Msc. Economia Aplicada Superintendente da OCEPAR

O papel do cooperativismo na segurança alimentar. Robson Mafioletti Eng. Agrônomo, Msc. Economia Aplicada Superintendente da OCEPAR O papel do cooperativismo na segurança alimentar Robson Mafioletti Eng. Agrônomo, Msc. Economia Aplicada Superintendente da OCEPAR 41-3200 1102 SEGURANÇA ALIMENTAR TECNOLOGIA INDICADORES DO AGRONEGÓCIO

Leia mais

CORDEL DO AGRO. Olhando ao redor do mundo Já não se vêem lideranças Capazes de nos dar um rumo Melhor do que dariam crianças.

CORDEL DO AGRO. Olhando ao redor do mundo Já não se vêem lideranças Capazes de nos dar um rumo Melhor do que dariam crianças. CORDEL DO AGRO Roberto Rodrigues Olhando ao redor do mundo Já não se vêem lideranças Capazes de nos dar um rumo Melhor do que dariam crianças. Não existem grandes chefes Como tantos tivemos antes Falta

Leia mais

Relatório Mensal MARÇO/2016. Créditos foto cafezal: Helena Maria Ramos Alves - Epamig

Relatório Mensal MARÇO/2016. Créditos foto cafezal: Helena Maria Ramos Alves - Epamig Relatório Mensal MARÇO/2016 Créditos foto cafezal: Helena Maria Ramos Alves - Epamig Exportações de café brasileiro crescem 2,5% em março Bom nível de estoques foi o fator que puxou crescimento As exportações

Leia mais

Conjuntura Anual do Sorgo em 2008 e um possível cenário para 2009.

Conjuntura Anual do Sorgo em 2008 e um possível cenário para 2009. Conjuntura Anual do Sorgo em 2008 e um possível cenário para 2009. Para os produtores de sorgo o ano de 2008 pode ser considerado como bom. As condições climatológicas foram favoráveis durante todo o ciclo

Leia mais

AGRONEGÓCIO RIO DE JANEIRO. Coordenação Cepea: Ph.D Geraldo Barros Dr. Arlei Luiz Fachinello Dra. Adriana Ferreira Silva

AGRONEGÓCIO RIO DE JANEIRO. Coordenação Cepea: Ph.D Geraldo Barros Dr. Arlei Luiz Fachinello Dra. Adriana Ferreira Silva AGRONEGÓCIO RIO DE JANEIRO Coordenação Cepea: Ph.D Geraldo Barros Dr. Arlei Luiz Fachinello Dra. Adriana Ferreira Silva PIB AGRONEGÓCIO RJ em 28 R$ 12,2 BILHÕES 6. 4.5 5.616 4.589 3. 1.5 1.688-261 Insumos

Leia mais