TECNOLOGIAS PARA UMA AGRICULTURA SUSTENTÁVEL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TECNOLOGIAS PARA UMA AGRICULTURA SUSTENTÁVEL"

Transcrição

1 TECNOLOGIAS PARA UMA AGRICULTURA SUSTENTÁVEL FERNANDO PENTEADO CARDOSO ENG. AGRÔNOMO PRESIDENTE DAFUNDAÇÃOAGRISUS

2 DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL É aquele que satisfaz as necessidades do presente sem prejudicar a capacidade das gerações futuras virem a satisfazer suas necessidades. (Relatório Bruntland - Estocolmo, 1987) 2

3 3 POLÍGONO DA SUSTENTABILIDADE AGRÍCOLA Projeto RISE - 12 Fatores Colégio Suíço de Agricultura Univ. de Ciências Aplicadas

4 4 AGRICULTURA SUSTENTÁVEL É aquela que apresenta viabilidade econômica, persegue a eficiência, protege o meio ambiente e persiste para o futuro.

5 5 PLANTIO DIRETO É UMA PRÁTICA AGRÍCOLA BASEADA NO MANEJO DO SOLO IMPERTURBADO E RECOBERTO DE RESÍDUOS.

6 6 RESÍDUOS = PALHA Restolho (milho, outros) Produzido in loco (pastagem) Trazido de fora Persistente Humificável (rel. C:N)

7 CAFÉ NOVO RES. TRAZIDO DE FORA

8 CAFÉ CEIFA DE BRACHIARIA 8

9 APÓS SOJA, III Simpósio ANTES Nacional sobre DA SOJA 5 T/HA DE MS APÓS PASTAGEM NO INVERNO 9

10 SOJA RESÍDUO DE B. RUZIZIENSIS 10

11 III Simpósio CANA Nacional sobre RESÍDUO DE B. BRIZANTHA 11

12 PLANTIO DIRETO - BENEFÍCIOS - 1 MELHORIA DA SUPERFÍCIE DO SOLO escorrimento controlado mananciais preservados temperatura protegida umidade conservada poeira evitada invasoras deprimidas GARANTIA DE AMBIENTE FAVORÁVEL 12

13 13 PLANTIO DIRETO - BENEFÍCIOS - 2 MELHORIA DA FERTILIDADE FÍSICA mais agregados maior porosidade maior permeabilidade maior arejamento menor adensamento FACILITANDO AS RAÍZES E INFILTRAÇÃO

14 14 PLANTIO DIRETO - BENEFÍCIOS - 3 MELHORIA DA FERTILIDADE QUÍMICA: aumenta a capacidade de troca - CTC aumenta a retenção de água tampona a acidez tóxica reduz a fixação do fósforo promove a reciclagem de nutrientes ECONOMIZANDO FERTILIZANTES

15 15 PLANTIO DIRETO - BENEFÍCIOS - 4 MELHORIA DA FERTILIDADE BIOLÓGICA mais alimento, menos estresses mais micro-organismos fixadores de N. mais micorriza para maior contato. mais insetos e outros perfuradores ECONOMIZANDO FERTILIZANTES

16 16 PLANTIO DIRETO - BENEFÍCIOS - 5 MELHORIA DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO plantio paralelo sem ruas mortas plantio com linhas iguais menos invasoras pelos resíduos rápida retomada do plantio SEMEADURA NA ÉPOCA CERTA

17 B. RUZIZIENSIS III Simpósio Nacional E B. BRIZANTHA sobre RAIZAME DEIXA CANALÍCULOS 17

18 18 PLANTIO DIRETO - DIFICULDADES - 1 TERRAS NOVAS (BOAS PROPRIEDADES FÍSICAS E POUCAS INVASORAS) muitas raízes, tocos e galhos ondulações da superfície acidez nociva pelo baixo Ca porosidade excessiva

19 19 PLANTIO DIRETO - DIFICULDADES - 2 TERRAS CANSADAS (CULTIVADAS POR MUITOS ANOS) estrutura física prejudicada baixa porosidade camada adensada (pé de grade) sementes de invasoras valas de erosão

20 20 PLANTIO DIRETO - VANTAGENS 1. Melhoria e Conservação do solo 2. Melhoria e Proteção do ambiente 3. Plantio na Época Certa 4. Viabilidade de duas Safras 5. Redução de Adubo Fosfatado 6. Menor custo de horas / máquina 7. Menores perdas por lixiviação

21 21 ROTAÇÃO = SUCESSÃO Região Climática Estação do Ano Alternância Economia Fitomassa

22 MILHO III E Simpósio TRIGO Nacional APÓS sobre SOJA SÃO JOÃO DO IVAI / PR 22

23 23 VISÃO PLANTIO DIRETO É MAIS DO QUE UMA NOVA TECNOLOGIA, É UM NOVO AMBIENTE AGRÍCOLA

24 24 REGIÕES CLIMÁTICAS

25 SPD NO BRASIL - Soja 2009/10* Área MI ha % SPD SPD MI ha % Alto Res. Tipo de Resíduo R1 5,8 99% 5,7 63% Trigo e Aveia R2 4,4 94% 4,1 31% R3 9,4 92% 8,7 46% R4 2,4 97% 2,3 39% Milho 1º pl. Trigo, Aveia Milho 2º pl. Milheto Milho 1º pl. Milheto BR 22,0 95% 20,8 46% - * Rally da Safra 2010 pág

26 26 AGRICULTURA SUSTENTÁVEL O PLANTIO DIRETO É UMA TECNOLOGIA DE PONTA CONFIÁVEL, A MELHOR QUE SE CONHECE.

27 MILHO III Simpósio APÓS Nacional SOJA sobre 30 MILHÕES DE HA SOB PD 27

28 CANA SOB III Simpósio PLANTIO Nacional sobre DIRETO DR. NORMAN BORLAUG PAI DA REVOLUÇÃO VERDE 28

29 OPINIÃO DE BORLAUG Estou convencido de que o que está ocorrendo no Cerrado é um dos mais espetaculares eventos de desenvolvimento agrícola que se realizou no mundo nos últimos cem anos. "Penso que a tecnologia de produção com cultivo mínimo ou plantio direto, que vocês estão introduzindo no Cerrado, tem especial significado por ser, em si mesmo, um método conservacionista de especial excelência. Extrato de carta datada 4/8/

Melhoria sustentável das condições biológicas, químicas e físicas do solos dos Cerrados

Melhoria sustentável das condições biológicas, químicas e físicas do solos dos Cerrados Melhoria sustentável das condições biológicas, químicas e físicas do solos dos Cerrados Eng. Agr. Nilvo Altmann Sócio Proprietário e Diretor Técnico SIGMA SOLUÇÕES AGRONÔMICAS LTDA FOCO: ROTEIRO DA PALESTRA

Leia mais

Manejo de plantas de cobertura para sistemas agrícolas de alta produtividade

Manejo de plantas de cobertura para sistemas agrícolas de alta produtividade Manejo de plantas de cobertura para sistemas agrícolas de alta produtividade B.Sc. Agronomia José Eduardo de Macedo Soares Júnior Fazenda Capuaba / Lucas do Rio Verde-MT Fazenda Capuaba Lucas do Rio Verde

Leia mais

BENEFÍCIOS DO SISTEMA DE ROTAÇÃO DE CULTURAS. Autores: Mariel Fernando Arnhold¹. Ariel Fernando Schoenhals Ritter². Marciano Balbinot³.

BENEFÍCIOS DO SISTEMA DE ROTAÇÃO DE CULTURAS. Autores: Mariel Fernando Arnhold¹. Ariel Fernando Schoenhals Ritter². Marciano Balbinot³. BENEFÍCIOS DO SISTEMA DE ROTAÇÃO DE CULTURAS Autores: Mariel Fernando Arnhold¹. Ariel Fernando Schoenhals Ritter². Marciano Balbinot³. Palavras-chave: Plantas de cobertura. Qualidade do solo. Plantio direto.

Leia mais

Adubação do Milho Safrinha. Aildson Pereira Duarte Instituto Agronômico (IAC), Campinas

Adubação do Milho Safrinha. Aildson Pereira Duarte Instituto Agronômico (IAC), Campinas Adubação do Milho Safrinha Aildson Pereira Duarte Instituto Agronômico (IAC), Campinas Produtividade, kg/ha Área (milhões ha) AUMENTO DA ÁREA E PRODUTIVIDADE 8000,0 7000,0 6000,0 Total MT 7.012 5000,0

Leia mais

Agentes causadores. Mecanização agrícola. Compactação sob as rodas dos veículos distribuição de pressão no solo.

Agentes causadores. Mecanização agrícola. Compactação sob as rodas dos veículos distribuição de pressão no solo. Agentes causadores Mecanização agrícola Compactação sob as rodas dos veículos distribuição de pressão no solo. Peso do veículo que determinará o total da força exercida Tamanho da área de contato entre

Leia mais

VIABILIDADE ECONÔMICA DO SISTEMA DE PRODUÇÃO SOJA- MILHO SAFRINHA 1.INTRODUÇÃO

VIABILIDADE ECONÔMICA DO SISTEMA DE PRODUÇÃO SOJA- MILHO SAFRINHA 1.INTRODUÇÃO VIABILIDADE ECONÔMICA DO SISTEMA DE PRODUÇÃO SOJA- MILHO SAFRINHA Alceu Richetti 1 1.INTRODUÇÃO No cenário nacional, o Estado de Mato Grosso do Sul é o terceiro maior produtor de milho safrinha e o quinto

Leia mais

Corretivos Adubos e Adubações. Prof. ELOIR MISSIO

Corretivos Adubos e Adubações. Prof. ELOIR MISSIO Corretivos Adubos e Adubações Prof. ELOIR MISSIO ADUBAÇÃO ORGÂNICA Fertilidade dos solos e manejo da adubação de culturas. Carlos A. Bissani; Clesio Gianello; Marino J. Tedesco; Flávio A. O. Camargo. Porto

Leia mais

Adubação da Cultura da Soja no Paraná e Goiás

Adubação da Cultura da Soja no Paraná e Goiás Tema 2 Manejo da adubação com ênfase na aplicação a lanço Adubação da Cultura da Soja no Paraná e Goiás Adilson de Oliveira Junior César de Castro Fábio Álvares de Oliveira Vinícius Benites Pesquisadores

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO - NÍVEL DE APERFEIÇOAMENTO, EM NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO RACIONAL DE CULTURAS DE LAVOURA

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO - NÍVEL DE APERFEIÇOAMENTO, EM NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO RACIONAL DE CULTURAS DE LAVOURA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO - NÍVEL DE APERFEIÇOAMENTO, EM NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO RACIONAL DE CULTURAS DE LAVOURA PROMOÇÃO Instituto de Ciências Agronômicas Professor Elmar Luiz Floss Instituto Incia Passo Fundo-RS

Leia mais

Produção de sementes Espaçamento entre as linhas (cm)

Produção de sementes Espaçamento entre as linhas (cm) Adubação Verde ADUBAÇÃO VERDE O que é adubação verde Consiste no cultivo e na incorporação ao solo de plantas (principalmente as leguminosas) que contribuem para a melhoria das condições físicas, químicas

Leia mais

Experiências práticas e inovadoras na gestão da água em microbacias. Eng Agr Me Paulo José Alba

Experiências práticas e inovadoras na gestão da água em microbacias. Eng Agr Me Paulo José Alba Experiências práticas e inovadoras na gestão da água em microbacias. Eng Agr Me Paulo José Alba COOPERATIVA AGRÁRIA / FAPA COOPERATIVA AGRÁRIA / FAPA Estado - Paraná Meso Região Centro - Sul Município

Leia mais

Estatística do Consumo de Potássio pelas culturas no Brasil

Estatística do Consumo de Potássio pelas culturas no Brasil Estatística do Consumo de Potássio pelas culturas no Brasil Eng. Agr. José Francisco da Cunha. Tec-Fértil Com Rep e Serviços Ltda. Vinhedo - SP Simpósio: APOIO AO USO BALANCEADO DE POTÁSSIO NA AGRICULTURA

Leia mais

1O que é. A adubação verde é uma prática agrícola utilizada há

1O que é. A adubação verde é uma prática agrícola utilizada há Milton Parron Padovan Rogério Ferreira da Silva Adubação Verde - Opções para Outono/Inverno, Primavera/Verão e Espécies Perenes 1O que é. A adubação verde é uma prática agrícola utilizada há milhares de

Leia mais

MANEJO DA FERTILIDADE DO SOLO EM SISTEMAS DE PRODUÇÃO NO CERRADO

MANEJO DA FERTILIDADE DO SOLO EM SISTEMAS DE PRODUÇÃO NO CERRADO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE RONDONÓPOLIS INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E TECNOLÓGICAS MANEJO DA FERTILIDADE DO SOLO EM SISTEMAS DE PRODUÇÃO NO CERRADO Edicarlos Damacena

Leia mais

CALAGEM SUPERFICIAL E GESSAGEM EM PLANTIO DIRETO

CALAGEM SUPERFICIAL E GESSAGEM EM PLANTIO DIRETO SISTEMAS INTEGRADOS DE MANEJO NA PRODUÇÃO AGRÍCOLA SUSTENTÁVEL CALAGEM SUPERFICIAL E GESSAGEM EM PLANTIO DIRETO SINOP MATO GROSSO 23 a 25 de Novembro de 2015 Eduardo Fávero Caires Universidade Estadual

Leia mais

Manejo do solo AGRICULTURA GERAL ESCOLHA DO LOCAL ESCOLHA DO LOCAL ESCOLHA DO LOCAL LIMPEZA DA ÁREA POMBAL PB

Manejo do solo AGRICULTURA GERAL ESCOLHA DO LOCAL ESCOLHA DO LOCAL ESCOLHA DO LOCAL LIMPEZA DA ÁREA POMBAL PB AGRICULTURA GERAL Manejo do solo POMBAL PB ESCOLHA DO LOCAL - Mercado Quem vai comprar ou consumir o nosso produto? Proximidade e tamanho do meu centro consumidor ou indústria Quanto devo produzir? - Logística

Leia mais

Fernando Penteado Cardoso Ondino Cleante Bataglia Giseli Brüggemann Antonio Roque Dechen

Fernando Penteado Cardoso Ondino Cleante Bataglia Giseli Brüggemann Antonio Roque Dechen Fernando Penteado Cardoso Ondino Cleante Bataglia Giseli Brüggemann Antonio Roque Dechen Em 2014 o Rally da Safra realizou sua 11ª Edição. Há 9 anos conta com o apoio da Fundação Agrisus na Avaliação do

Leia mais

Sistema Plantio Direto e Integração Lavoura-Pecuária em Mato Grosso do Sul

Sistema Plantio Direto e Integração Lavoura-Pecuária em Mato Grosso do Sul Sistema Plantio Direto e Integração Lavoura-Pecuária em Mato Grosso do Sul Julio Cesar Salton Pesquisador da Embrapa Agropecuária Oeste Dourados/MS É consenso afirmar que o Sistema Plantio Direto (SPD)

Leia mais

Construção de Perfil do Solo

Construção de Perfil do Solo Gargalos Tecnológicos para Produção Agrícola Construção de Perfil do Solo Eduardo Fávero Caires Universidade Estadual de Ponta Grossa Solos com Fertilidade Baixa ou Muito Baixa Acidez Excessiva Teor tóxico

Leia mais

Correção da acidez subsuperficial no plantio direto pela aplicação de calcário na superfície e uso de plantas de cobertura e adubação verde

Correção da acidez subsuperficial no plantio direto pela aplicação de calcário na superfície e uso de plantas de cobertura e adubação verde Correção da acidez subsuperficial no plantio direto pela aplicação de calcário na superfície e uso de plantas de cobertura e adubação verde Julio Cezar Franchini Eleno Torres Luiz Gustavo Garbelini Mario

Leia mais

Agricultura de conservação, um exemplo de inovação num contexto de produção sustentável. Gabriela Cruz Marta Manoel

Agricultura de conservação, um exemplo de inovação num contexto de produção sustentável. Gabriela Cruz Marta Manoel Agricultura de conservação, um exemplo de inovação num contexto de produção sustentável Pressões atuais sobre a agricultura População mundial em crescimento (9 mil milhões até 2050) -Alterações Climáticas:

Leia mais

Consórcio Milho-Braquiária

Consórcio Milho-Braquiária Gessí Ceccon Consórcio Milho-Braquiária 1Oque é. É o cultivo simultâneo de milho safrinha com braquiária utilizando a semeadora de soja, ajustando-a para uma linha de milho safrinha e outra de braquiária.

Leia mais

Estrutura-função do ecossistema natural e o agroecossistema. Clima e solos tropical e subtropical.

Estrutura-função do ecossistema natural e o agroecossistema. Clima e solos tropical e subtropical. "Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina" Cora Coralina Estrutura-função do ecossistema natural e o agroecossistema. Clima e solos tropical e subtropical. USP/Esalq Piracicaba/SP agosto

Leia mais

SITUAÇÃO DO USO, DO MANEJO E DA CONSERVAÇÃO DO SOLO E DA ÁGUA NO RIO GRANDE DO SUL?

SITUAÇÃO DO USO, DO MANEJO E DA CONSERVAÇÃO DO SOLO E DA ÁGUA NO RIO GRANDE DO SUL? SITUAÇÃO DO USO, DO MANEJO E DA CONSERVAÇÃO DO SOLO E DA ÁGUA NO RIO GRANDE DO SUL? José Eloir Denardin Jorge Lemainski Embrapa Trigo OBJETIVOS Expor fatos que elucidam a situação atual do uso, do manejo

Leia mais

INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS PARA A PRODUÇÃO SUSTENTÁVEL DE CANA-DE-AÇÚCAR EM SOLOS ARENOSOS. Eng o. Agr o. Dr. Tedson L F Azevedo

INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS PARA A PRODUÇÃO SUSTENTÁVEL DE CANA-DE-AÇÚCAR EM SOLOS ARENOSOS. Eng o. Agr o. Dr. Tedson L F Azevedo INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS PARA A PRODUÇÃO SUSTENTÁVEL DE CANA-DE-AÇÚCAR EM SOLOS ARENOSOS Eng o. Agr o. Dr. Tedson L F Azevedo INOVAR sobre o quê? Que TIPO de inovação? Radical, incremental, de produto, de

Leia mais

INDICADORES QUÍMICOS DE QUALIDADE DO SOLO

INDICADORES QUÍMICOS DE QUALIDADE DO SOLO INDICADORES QUÍMICOS DE QUALIDADE DO SOLO Eduardo Fávero Caires Professor Associado - Fertilidade do Solo Reunião Paranaense de Ciência do Solo UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA III REUNIÃO PARANAENSE

Leia mais

Consórcio de milho com braquiária: produção de forragem e palhada para o plantio direto

Consórcio de milho com braquiária: produção de forragem e palhada para o plantio direto Consórcio de milho com braquiária: produção de forragem e palhada para o plantio direto 1 2 Carlos Alexandre Costa Crusciol & Emerson Borghi (1) Eng. Agro. Professor Adjunto Departamento de Produção Vegetal

Leia mais

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA EMBRAPA- PESCA E AQUICULTURA FUNDAÇÃO AGRISUS RELATÓRIO PARCIAL-01/10/2016

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA EMBRAPA- PESCA E AQUICULTURA FUNDAÇÃO AGRISUS RELATÓRIO PARCIAL-01/10/2016 1 EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA EMBRAPA- PESCA E AQUICULTURA FUNDAÇÃO AGRISUS RELATÓRIO PARCIAL-01/10/2016 CONSÓRCIO DE MILHO COM BRAQUIÁRIA: COMPREENDENDO OS RISCOS DO ESTRESSE HÍDRICO NA

Leia mais

Integração Lavoura-Pecuária-Floresta Produção com Sustentabilidade

Integração Lavoura-Pecuária-Floresta Produção com Sustentabilidade Integração Lavoura-Pecuária-Floresta Produção com Sustentabilidade O Arenito Caiuá Arenito Caiuá O que é? Território formado por 107 municípios em uma área de 3,2 milhões de hectares, localizados na região

Leia mais

Controle de Plantas Daninhas em Sistemas Integrados

Controle de Plantas Daninhas em Sistemas Integrados Controle de Plantas Daninhas em Sistemas Integrados Devido à importância da pecuária, principalmente a produção animal a pasto, para a economia brasileira, o cultivo de plantas forrageiras assume um papel

Leia mais

Implicações da compactação sobre o crescimento de raízes

Implicações da compactação sobre o crescimento de raízes Implicações da compactação sobre o crescimento de raízes Moacir Tuzzin de Moraes, Eng. Agr., Dr. Henrique Debiasi, Eng. Agr., Dr. Julio C. Franchini, Eng. Agr., Dr. Londrina, 29 de junho de 2017 1 Roteiro

Leia mais

Construção da fertilidade do solo no ambiente Cerrado. Carlos Alberto Silva (UFLA) Paulo T. G. Guimarães (EPAMIG)

Construção da fertilidade do solo no ambiente Cerrado. Carlos Alberto Silva (UFLA) Paulo T. G. Guimarães (EPAMIG) Construção da fertilidade do solo no ambiente Cerrado Carlos Alberto Silva (UFLA) Paulo T. G. Guimarães (EPAMIG) Parte I Solo fértil? Solos do Brasil sob condições naturais: grau de fetilidade Solo ph

Leia mais

Comunicado Técnico 51

Comunicado Técnico 51 Comunicado Técnico 51 ISSN 1679-0162 Dezembro, 2002 Sete Lagoas, MG CULTIVO DO MILHO Sistema Plantio Direto José Carlos Cruz 1 Ramon Costa Alvarenga Etelvino Henrique Novotny Israel Alexandre Pereira Filho

Leia mais

BENEFÍCIOS DAS PLANTAS DE COBERTURA E ADUBOS VERDE PARA O SOLO. Palavras-Chaves: Fitomassa. Nitrogênio. Propriedades do Solo. Leguminosas.

BENEFÍCIOS DAS PLANTAS DE COBERTURA E ADUBOS VERDE PARA O SOLO. Palavras-Chaves: Fitomassa. Nitrogênio. Propriedades do Solo. Leguminosas. BENEFÍCIOS DAS PLANTAS DE COBERTURA E ADUBOS VERDE PARA O SOLO Alfredo José Martini 1, Jardel Mateus Cavalheiro 1, Juliane Buss 1, Marciano Balbinot 2, Fabiana Raquel Mühl 3, Neuri Antônio Feldmann 4,

Leia mais

Acadêmicos Carla Regina Pinotti (UNESP/Ilha Solteira) Maria Elisa Vicentini (UNESP/Jaboticabal)

Acadêmicos Carla Regina Pinotti (UNESP/Ilha Solteira) Maria Elisa Vicentini (UNESP/Jaboticabal) FAPESP Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo Chamada de Propostas de Pesquisa: Mudanças climáticas e suas relações com Energia, Água e Agricultura EMISSÃO DE CO 2 E ESTOQUE DE CARBONO DO

Leia mais

O SOLO E SUA COMPOSIÇÃO. O gráfico abaixo mostra a composição física média de um solo com boas condições de cultivo (% do volume).

O SOLO E SUA COMPOSIÇÃO. O gráfico abaixo mostra a composição física média de um solo com boas condições de cultivo (% do volume). O SOLO E SUA COMPOSIÇÃO O gráfico abaixo mostra a composição física média de um solo com boas condições de cultivo (% do volume). Composição Volumétrica de um solo com boas condições Solos Tropicais Cultivados

Leia mais

ROTAÇÃO DE CULTURAS - PRÁTICA AGRÍCOLA BUSCA ALTERNAR MESMA ÁREA, DFRENTES CULTURAS SEQUÊMCIAS, CONFORME PLANO PRÉVIO DEFINIDO.

ROTAÇÃO DE CULTURAS - PRÁTICA AGRÍCOLA BUSCA ALTERNAR MESMA ÁREA, DFRENTES CULTURAS SEQUÊMCIAS, CONFORME PLANO PRÉVIO DEFINIDO. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPT. FITOTECNIA E FITOSSANITARISMO DISCIPLINA AGRICULTURA GERAL (AF001) PROFS. OSWALDO TERUYO IDO E RICARDO AUGUSTO DE OLIVEIRA MONITORA ANA SELENA

Leia mais

ISSN Circular Técnica, 2 SOJA RECOMENDAÇÕES TÉCNICAS PARA MATO GROSSO DO SUL E MATO GROSSO

ISSN Circular Técnica, 2 SOJA RECOMENDAÇÕES TÉCNICAS PARA MATO GROSSO DO SUL E MATO GROSSO ISSN 1517-4557 Circular Técnica, 2 SOJA RECOMENDAÇÕES TÉCNICAS PARA MATO GROSSO DO SUL E MATO GROSSO Dourados-MS 1999 Exemplares desta publicação podem ser solicitados à: Embrapa Agropecuária Oeste Área

Leia mais

MILHO SAFRINHA EM CONSÓRCIO COM ALTERNATIVAS DE OUTONO- INVERNO PARA PRODUÇÃO DE PALHA E GRÃOS, EM MS, EM 2005

MILHO SAFRINHA EM CONSÓRCIO COM ALTERNATIVAS DE OUTONO- INVERNO PARA PRODUÇÃO DE PALHA E GRÃOS, EM MS, EM 2005 MILHO SAFRINHA EM CONSÓRCIO COM ALTERNATIVAS DE OUTONO- INVERNO PARA PRODUÇÃO DE PALHA E GRÃOS, EM MS, EM 2005 Gessi Ceccon (1), Luís Armando Zago Machado (2), Luiz Alberto Staut (3) Introdução As alterações

Leia mais

Adubar a planta ou o sistema? Dr. Eros Francisco Diretor Adjunto IPNI Brasil

Adubar a planta ou o sistema? Dr. Eros Francisco Diretor Adjunto IPNI Brasil Adubar a planta ou o sistema? Dr. Eros Francisco Diretor Adjunto IPNI Brasil Bonito/MS 13 Agosto, 2014 IPNI O International Plant Nutrition Institute (IPNI) é uma organização nova, sem fins lucrativos,

Leia mais

EFEITO DE ADUBAÇÃO NITROGENADA EM MILHO SAFRINHA CULTIVADO EM ESPAÇAMENTO REDUZIDO, EM DOURADOS, MS

EFEITO DE ADUBAÇÃO NITROGENADA EM MILHO SAFRINHA CULTIVADO EM ESPAÇAMENTO REDUZIDO, EM DOURADOS, MS EFEITO DE ADUBAÇÃO NITROGENADA EM MILHO SAFRINHA CULTIVADO EM ESPAÇAMENTO REDUZIDO, EM DOURADOS, MS Carlos Hissao Kurihara (1), Bruno Patrício Tsujigushi (2) Introdução A adubação da cultura do milho safrinha

Leia mais

Eng. Agr. Ederson A. Civardi. Bonito MS 2014

Eng. Agr. Ederson A. Civardi. Bonito MS 2014 Eng. Agr. Ederson A. Civardi Bonito MS 2014 Sumário 1 - Introdução 2 - Importância Soja 3 - Importância Mofo Branco 4 - Ciclo da doença 5 - Métodos de controle 6 - Alguns resultados de experimentos 7 -

Leia mais

Conceito 4C de Nutrição de Plantas. Eros Francisco IPNI Brasil Diretor Adjunto

Conceito 4C de Nutrição de Plantas. Eros Francisco IPNI Brasil Diretor Adjunto Conceito 4C de Nutrição de Plantas Eros Francisco IPNI Brasil Diretor Adjunto Conceito 4C: Certo significa Sustentável Atenção equilibrada para todos os 4Cs Fonte, Dose, Época e Local Certos Dose: superenfatizada

Leia mais

DEPARTAMENTO DE AGRONOMIA ADUBOS E ADUBAÇÃO CALAGEM

DEPARTAMENTO DE AGRONOMIA ADUBOS E ADUBAÇÃO CALAGEM DEPARTAMENTO DE AGRONOMIA ADUBOS E ADUBAÇÃO CALAGEM Prof. Dr. Gaspar H. Korndörfer Universidade Federal de Uberlândia PORQUE OS SOLOS ÁCIDOS DEVEM RECEBER CALAGEM? A acidez do solo afeta o crescimento

Leia mais

Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Rurais Curso de Zootecnia Disciplina de Manejo e fertilidade do Solo ADUBAÇÃO ORGÂNICA

Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Rurais Curso de Zootecnia Disciplina de Manejo e fertilidade do Solo ADUBAÇÃO ORGÂNICA Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Rurais Curso de Zootecnia Disciplina de Manejo e fertilidade do Solo ADUBAÇÃO ORGÂNICA Elisandra Pocojeski Prof. Gustavo Brunetto Santa Maria, 17

Leia mais

GESTÃO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL

GESTÃO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL EMENTA GESTÃO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL DISCIPLINA: Educação Ambiental EMENTA: Educação ambiental no contexto histórico do desenvolvimento da sociedade capitalista. História contemporânea da questão ambiental.

Leia mais

INTEGRAÇÃO LAVOURA- Prof. Dr. Gelci Carlos Lupatini. UNESP Campus Experimental de Dracena 8200

INTEGRAÇÃO LAVOURA- Prof. Dr. Gelci Carlos Lupatini. UNESP Campus Experimental de Dracena 8200 INTEGRAÇÃO LAVOURA- PECUÁRIA Prof. Dr. Gelci Carlos Lupatini UNESP Campus Experimental de Dracena (18) 3821-8200 8200 lupatini@dracena.unesp.br 1 INTRODUÇÃO Monocultivo de culturas e pastagens; Problemas

Leia mais

ROTAÇÃO DE CULTURAS E O CONTROLE DOS NEMATÓIDES E DAS DOENÇAS. Eng. Agr. Nilvo Altmann

ROTAÇÃO DE CULTURAS E O CONTROLE DOS NEMATÓIDES E DAS DOENÇAS. Eng. Agr. Nilvo Altmann ROTAÇÃO DE CULTURAS E O CONTROLE DOS NEMATÓIDES E DAS DOENÇAS Eng. Agr. Nilvo Altmann Roteiro da Palestra Sustentabilidade do sistema de produção Monocultura de soja Sucessão de culturas com soja Rotação

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: Manejo e Conservação do Solo e da Água Código da Disciplina: AGR256

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: Manejo e Conservação do Solo e da Água Código da Disciplina: AGR256 PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Manejo e Conservação do Solo e da Água Código da Disciplina: AGR256 Curso: Agronomia Semestre de oferta da disciplina: 5 período Faculdade responsável: Agronomia Programa

Leia mais

Curso on-line de Aperfeiçoamento em Agricultura Orgânica Prof. Silvio Penteado Aula 14 MANEJO DAS ERVAS INVASORAS

Curso on-line de Aperfeiçoamento em Agricultura Orgânica Prof. Silvio Penteado Aula 14 MANEJO DAS ERVAS INVASORAS Curso on-line de Aperfeiçoamento em Agricultura Orgânica Prof. Silvio Penteado Aula 14 MANEJO DAS ERVAS INVASORAS 14.1. Princípios O princípio da agricultura orgânica quanto as ervas invasoras é que elas

Leia mais

PLANTIO DIRETO. Definição JFMELO / AGRUFBA 1

PLANTIO DIRETO. Definição JFMELO / AGRUFBA 1 Definição JFMELO / AGRUFBA 1 INFLUÊNCIAS NO SOLO Matéria orgânica Estabilidade dos agregados e infiltração JFMELO / AGRUFBA 2 INFLUÊNCIAS NO SOLO Temperatura do solo JFMELO / AGRUFBA 3 INFLUÊNCIAS NO SOLO

Leia mais

Manejo Químico e Atributos de Fertilidade de Solos Arenosos. Equipe Fundação MT / PMA Leandro Zancanaro

Manejo Químico e Atributos de Fertilidade de Solos Arenosos. Equipe Fundação MT / PMA Leandro Zancanaro Manejo Químico e Atributos de Fertilidade de Solos Arenosos Equipe Fundação MT / PMA Leandro Zancanaro Maringá - PR, 23 de maio de 2017 Manejo Químico e Atributos de Fertilidade de Solos Arenosos Manejo?

Leia mais

Culturas de cobertura e de rotação devem ser plantas não hospedeiras de nematóides

Culturas de cobertura e de rotação devem ser plantas não hospedeiras de nematóides Culturas de cobertura e de rotação devem ser plantas não hospedeiras de nematóides Mário Massayuki Inomoto e Guilherme Lafourcade Asmus* Durante muito tempo acreditou-se que um dos benefícios do Sistema

Leia mais

OPORTUNIDADES DA INTEGRAÇÃO LAVOURA PECUÁRIA; SITUAÇÃO NO CERRADO PAULO JACINTO BATEZINI DE SOUZA

OPORTUNIDADES DA INTEGRAÇÃO LAVOURA PECUÁRIA; SITUAÇÃO NO CERRADO PAULO JACINTO BATEZINI DE SOUZA OPORTUNIDADES DA INTEGRAÇÃO LAVOURA PECUÁRIA; SITUAÇÃO NO CERRADO PAULO JACINTO BATEZINI DE SOUZA FAZENDA VENTANIA MAURÍCIO BATEZINI DE SOUZA FAZENDA VENTANIA DOURADOS-MS REGIÃO DE TRANSIÇÃO CLIMÁTICA

Leia mais

AGRICULTURA GERAL. Conceito COMPOSTAGEM COMPOSTAGEM POMBAL PB. Prof. Dr. Francisco Hevilásio F. Pereira (UAGRA/CCTA/UFCG)

AGRICULTURA GERAL. Conceito COMPOSTAGEM COMPOSTAGEM POMBAL PB. Prof. Dr. Francisco Hevilásio F. Pereira (UAGRA/CCTA/UFCG) AGRICULTURA GERAL COMPOSTAGEM POMBAL PB COMPOSTAGEM Conceito 1) Processo de transformação de materiais orgânicos grosseiros (palhas, estercos, etc.) em composto orgânico prontamente utilizáveis na agricultura

Leia mais

AGROECOLOGIA. Desenvolvimento sustentável na produção de bens, tendo como matrizes principais a ecologia, agricultura e a economia.

AGROECOLOGIA. Desenvolvimento sustentável na produção de bens, tendo como matrizes principais a ecologia, agricultura e a economia. AGROECOLOGIA Desenvolvimento sustentável na produção de bens, tendo como matrizes principais a ecologia, agricultura e a economia. Tratado de Roma (1957): início do desenvolvimento da agricultura orgânica

Leia mais

Diversificação de atividades na propriedade rural. 30 de junho de 2011 Uberlândia - Minas Gerais

Diversificação de atividades na propriedade rural. 30 de junho de 2011 Uberlândia - Minas Gerais Diversificação de atividades na propriedade rural 30 de junho de 2011 Uberlândia - Minas Gerais Roteiro da apresentação Apresentação da Campo Globalização e a demanda pelos serviços do agroecossistema

Leia mais

O plantio compreende a colocação do órgão da planta no solo, de tal forma que ele tenha condição de germinar.

O plantio compreende a colocação do órgão da planta no solo, de tal forma que ele tenha condição de germinar. SEMEADORAS 1 O plantio compreende a colocação do órgão da planta no solo, de tal forma que ele tenha condição de germinar. O órgão da planta utilizado para sua propagação pode ser: semente, tubérculo,

Leia mais

EFEITO DA APLICAÇAO DE MICROGEO NA QUALIDADE FÍSICA DO SOLO EM ÁREAS DE PRODUÇÃO DE GRÃOS SOB PLANTIO DIRETO

EFEITO DA APLICAÇAO DE MICROGEO NA QUALIDADE FÍSICA DO SOLO EM ÁREAS DE PRODUÇÃO DE GRÃOS SOB PLANTIO DIRETO EFEITO DA APLICAÇAO DE MICROGEO NA QUALIDADE FÍSICA DO SOLO EM ÁREAS DE PRODUÇÃO DE GRÃOS SOB PLANTIO DIRETO SILVA, Alieze N. da 1 ; FIORIN, Jackson E. 2 ; WYZYKOWSKI, Tiago. 3 Palavras chave: Física do

Leia mais

Premissa básica para produção animal em pasto é a existência de pasto

Premissa básica para produção animal em pasto é a existência de pasto Estabelecimento de pastagens: escolha da planta forrageira, preparo do solo e semeadura/plantio Introdução Premissa básica para produção animal em pasto é a existência de pasto Necessidade d deassociação

Leia mais

AGRICULTURA DE PRECISÃO

AGRICULTURA DE PRECISÃO AGRICULTURA DE PRECISÃO AGRICULTURA DE PRECISÃO A agricultura de precisão C.Vale é uma atividade que tem como objetivo aperfeiçoar o uso dos insumos agrícolas dentro da propriedade. Permite aplicação localizada

Leia mais

Biomassa Microbiana em Sistemas de Manejo do Solo e de Culturas Típicas da Região Norte do Paraná

Biomassa Microbiana em Sistemas de Manejo do Solo e de Culturas Típicas da Região Norte do Paraná Biomassa Microbiana em Sistemas de Manejo do Solo e de Culturas Típicas da Região Norte do Paraná Silva, A.P. 1 ; SOUZA, R.A. 2 ; BABUJIA, L.C. 3 ; NEVES, M.C.P. 2 ; FRANCHINI, J.C. 2 ; HUNGRIA, M. 2 ;

Leia mais

Fazenda Triunfo Integração Lavoura-Pecuária Safrinha de Boi. Diversificação da produção em larga escala em clima tropical (Oeste da Bahia)

Fazenda Triunfo Integração Lavoura-Pecuária Safrinha de Boi. Diversificação da produção em larga escala em clima tropical (Oeste da Bahia) Fazenda Triunfo Integração Lavoura-Pecuária Safrinha de Boi Diversificação da produção em larga escala em clima tropical (Oeste da Bahia) Nossa experiência de... Integração lavoura-pecuária ROTEIRO DA

Leia mais

RUI MANGIERI A AGROPECUÁRIA NO MUNDO

RUI MANGIERI A AGROPECUÁRIA NO MUNDO RUI MANGIERI A AGROPECUÁRIA NO MUNDO A agropecuária na América Anglo- Saxônica I- Os norte-americanos são os principais representantes da agropecuária comercial no mundo,com cultivos e criações intensamente

Leia mais

RELATÓRIO PARA AUXÍLIO DE PARTICIPAÇÃO EM EVENTO RESUMO DA PARTICIPAÇÃO

RELATÓRIO PARA AUXÍLIO DE PARTICIPAÇÃO EM EVENTO RESUMO DA PARTICIPAÇÃO RELATÓRIO PARA AUXÍLIO DE PARTICIPAÇÃO EM EVENTO Projeto Agrisus No: 1875/16 Nome do Evento: FertBio 2016 Rumo aos novos desafios Interessado: Luiz Gustavo de Oliveira Denardin Instituição: Universidade

Leia mais

LEVANTAMENTO DO USO DE TECNOLOGIAS EM LAVOURAS DE TRIGO TECNICAMENTE ASSISTIDAS NO PARANÁ. Claudia De Mori

LEVANTAMENTO DO USO DE TECNOLOGIAS EM LAVOURAS DE TRIGO TECNICAMENTE ASSISTIDAS NO PARANÁ. Claudia De Mori LEVANTAMENTO DO USO DE TECNOLOGIAS EM LAVOURAS DE TRIGO TECNICAMENTE ASSISTIDAS NO PARANÁ Claudia De Mori HISTÓRICO com a colaboração de profissionais de cooperativas e de empresas de assistência técnica,

Leia mais

DominiSolo. Empresa. A importância dos aminoácidos na agricultura. Matérias-primas DominiSolo para os fabricantes de fertilizantes

DominiSolo. Empresa. A importância dos aminoácidos na agricultura. Matérias-primas DominiSolo para os fabricantes de fertilizantes DominiSolo Empresa A DominiSolo é uma empresa dedicada à pesquisa, industrialização e comercialização de inovações no mercado de fertilizantes. Está localizada no norte do Estado do Paraná, no município

Leia mais

Adubação verde ajuda a engordar o caixa

Adubação verde ajuda a engordar o caixa A Crotalária-juncea é a mais utilizada nas áreas de rotação com cana Adubação verde ajuda a engordar o caixa Com a crise, adotar práticas que contribuam para a viabilidade econômica do canavial passou

Leia mais

Principais estratégias de manejo visando a redução da compactação. Eng. Agr. Milton da Veiga Doutor em Ciência do Solo Unoesc 1

Principais estratégias de manejo visando a redução da compactação. Eng. Agr. Milton da Veiga Doutor em Ciência do Solo Unoesc 1 Governo do Estado de Santa Catarina Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina Principais estratégias de manejo visando a redução

Leia mais

Restrição dos solos brasileiros em relação à fertilidade

Restrição dos solos brasileiros em relação à fertilidade Restrição dos solos brasileiros em relação à fertilidade MO Lopes & Fox (1977): SB - 518 amostras de terra - Disponibilidade de P: 0,1 e 16,5 ppm P - 92% das amostras com P < 2 ppm CTC Fonte: Sparovek

Leia mais

Recomendação de calagem e adubação

Recomendação de calagem e adubação Recomendação de calagem e adubação Na agricultura, a recomendação de calagem e adubação para as culturas é geralmente efetuada com base nas doses de corretivos e fertilizantes que assegurem entre 80% e

Leia mais

IMPORTÂNCIA DA CALAGEM PARA OS SOLOS DO CERRADO

IMPORTÂNCIA DA CALAGEM PARA OS SOLOS DO CERRADO IMPORTÂNCIA DA CALAGEM PARA OS SOLOS DO CERRADO Palestra apresenta no I Seminário alusivo ao Dia Nacional do Calcário, no dia 23 de maio de 2013, no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Leia mais

15/09/2011. Fazenda Rhenânia PARANÁ. Rhenânia significa Terra do Reno (Rheinland)

15/09/2011. Fazenda Rhenânia PARANÁ. Rhenânia significa Terra do Reno (Rheinland) 15/09/2011 INÍCIO DO PLANTIO DIRETO NO BRASIL PARANÁ Fazenda Rhenânia Marie Luise Carolina Bartz Bióloga,, Dra. Bióloga Dra. em Agronomia Herbert Arnold Bartz Agricultor Rhenânia significa Terra do Reno

Leia mais

Adubação do milho safrinha: Nitrogênio e Fósforo.

Adubação do milho safrinha: Nitrogênio e Fósforo. Adubação do milho safrinha: Nitrogênio e Fósforo. Eng. Agr. Dr. Douglas de Castilho Gitti Pesquisador Manejo e Fertilidade do Solo (67) 9681-7293 douglas@fundacaoms.org.br Roteiro da Palestra 1. Ambientes

Leia mais

ADUBAÇÃO DE MANUTENÇÃO PARA A CULTURA DA SOJA NO SISTEMA PLANTIO DIRETO

ADUBAÇÃO DE MANUTENÇÃO PARA A CULTURA DA SOJA NO SISTEMA PLANTIO DIRETO ISSN 0104-5164 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Centro de Pesquisa Agropecuária do Oeste Ministério da Agricultura e do Abastecimento BR 163, km 253,6 - Trecho Dourados-Caarapó Caixa Postal

Leia mais

Alguns processos erosivos que contribuem para o empobrecimento do solo

Alguns processos erosivos que contribuem para o empobrecimento do solo SOLO CONSERVAÇÃO Erosão Alguns processos erosivos que contribuem para o empobrecimento do solo Assoreamento: Depósito de acúmulo de sedimentos nos cursos d água, geralmente provocada, principalmente, pela

Leia mais

Manejo da adubação nitrogenada na cultura do milho

Manejo da adubação nitrogenada na cultura do milho Manejo da adubação nitrogenada na cultura do milho Atualmente, pode-se dizer que um dos aspectos mais importantes no manejo da adubação nitrogenada na cultura do milho refere-se à época de aplicação e

Leia mais

Manejo de Nutrientes para Sistemas de Produção de Alta Produtividade. Dr. Eros Francisco IPNI Brasil

Manejo de Nutrientes para Sistemas de Produção de Alta Produtividade. Dr. Eros Francisco IPNI Brasil Manejo de Nutrientes para Sistemas de Produção de Alta Produtividade Dr. Eros Francisco IPNI Brasil IPNI missão O International Plant Nutrition Institute (IPNI) é uma organização nova, sem fins lucrativos,

Leia mais

ANÁLISE DO EFEITO DA ROTAÇÃO DE CULTURAS E AGRICULTURA DE PRECISÃO NO ÂMBITO DA GESTÃO AMBIENTAL

ANÁLISE DO EFEITO DA ROTAÇÃO DE CULTURAS E AGRICULTURA DE PRECISÃO NO ÂMBITO DA GESTÃO AMBIENTAL ANÁLISE DO EFEITO DA ROTAÇÃO DE CULTURAS E AGRICULTURA DE PRECISÃO NO ÂMBITO DA GESTÃO AMBIENTAL MELLO, Felipe Vieira 1 ; BALEM, Tatiana Aparecida 2 Palavras-Chave: Rotação de culturas, Agricultura de

Leia mais

Prof. Vital Pedro da Silva Paz

Prof. Vital Pedro da Silva Paz Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Centro de Ciência Agrárias, Ambientais e Biológicas Núcleo de Engenharia de Água e Solo Disciplina: CCA 039 - Irrigação e Drenagem Prof. Vital Pedro da Silva

Leia mais

SISTEMAS DE CONSÓRCIO EM MILHO SAFRINHA. Gessi Ceccon 1 1.INTRODUÇÃO

SISTEMAS DE CONSÓRCIO EM MILHO SAFRINHA. Gessi Ceccon 1 1.INTRODUÇÃO SISTEMAS DE CONSÓRCIO EM MILHO SAFRINHA Gessi Ceccon 1 1.INTRODUÇÃO A sucessão da soja-milho safrinha sustenta a produção de grãos na região Centro-Oeste do Brasil. No entanto, de acordo com Brüggemann

Leia mais

Condições edáficas do Nordeste para empreendimentos florestais. Prof. Paulo Rogério Soares de Oliveira UFRN

Condições edáficas do Nordeste para empreendimentos florestais. Prof. Paulo Rogério Soares de Oliveira UFRN Condições edáficas do Nordeste para empreendimentos florestais Prof. Paulo Rogério Soares de Oliveira UFRN Dezembro de 2011 Introdução Edafologia é a ciência que trata da influência dos solos em seres

Leia mais

Manejo da fertilidade do solo em café de montanha. Eng. Agr. João C. P. ROMERO Romero LatinoAmerica Co.

Manejo da fertilidade do solo em café de montanha. Eng. Agr. João C. P. ROMERO Romero LatinoAmerica Co. Manejo da fertilidade do solo em café de montanha. Eng. Agr. João C. P. ROMERO Romero LatinoAmerica Co. Fernando Penteado Cardoso ESALQ -1936 José Peres Romero ESALQ -1952 Wilson Alves de Araujo UFV 1942

Leia mais

Geologia e conservação de solos. Luiz José Cruz Bezerra

Geologia e conservação de solos. Luiz José Cruz Bezerra Geologia e conservação de solos Luiz José Cruz Bezerra SOLO É a parte natural e integrada à paisagem que dá suporte às plantas que nele se desenvolvem. Parte mais superficial e fina da crosta terrestre.

Leia mais

Bonito, MS 19 a 22 de setembro de 2006

Bonito, MS 19 a 22 de setembro de 2006 INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA NO SISTEMA PLANTIO DIRETO: parceria decisiva para a sustentabilidade da agropecuária brasileira (Integration of Planting and Cattle Grazing in No-Till: Decisive Solution for

Leia mais

Sistemas Conservacionistas de Produção: Como Assegurar a sua Sustentabilidade?

Sistemas Conservacionistas de Produção: Como Assegurar a sua Sustentabilidade? Sistemas Conservacionistas de Produção: Como Assegurar a sua Sustentabilidade? Rolf Derpsch Consultor Internacional ex Asunción, Paraguay rolf.derpsch@tigo.com.py www.rolf-derpsch.com III Reunião Paranaense

Leia mais

A agricultura: Atividade económica do setor primário; A palavra agricultura significa a cultura do campo;

A agricultura: Atividade económica do setor primário; A palavra agricultura significa a cultura do campo; A agricultura A agricultura: Atividade económica do setor primário; A palavra agricultura significa a cultura do campo; Paisagem agrária: É a forma de cultivo e a divisão dos campos; É condicionada por

Leia mais

AGRICULTURA CONSERVACIONISTA E EMERGÊNCIA DE FERTILIDADE EM SOLO

AGRICULTURA CONSERVACIONISTA E EMERGÊNCIA DE FERTILIDADE EM SOLO AGRICULTURA CONSERVACIONISTA E EMERGÊNCIA DE FERTILIDADE EM SOLO José Eloir Denardin Embrapa Trigo OBJETIVOS Promover uma reflexão sobre o resgate do conceito de fertilidade do solo. Perceber a fertilidade

Leia mais

Gestão dos solos em viticultura de encosta

Gestão dos solos em viticultura de encosta Workshop Gestão dos solos em viticultura de encosta Pinhão, 28 de outubro de 2013 Sérgio Vieira Inicio de atividade no ano de 2005 Localizada na Zona Industrial de Vila Real Atua na comercialização de

Leia mais

Dirceu Luiz Broch e Gessi Ceccon

Dirceu Luiz Broch e Gessi Ceccon 9º Seminário Nacional de Milho Safrinha. Rumo à estabilidade: anais. 121 PRODUÇÃO DE MILHO SAFRINHA COM INTEGRAÇÃO LAVOURA E PECUÁRIA () () Dirceu Luiz Broch e Gessi Ceccon 1. Introdução O safrinha é uma

Leia mais

PLANTAS DE COBERTURA NO CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS

PLANTAS DE COBERTURA NO CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS PLANTAS DE COBERTURA NO CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS Wander Luis Barbosa Borges Eng. Agr., Dr., PqC do Polo Regional Noroeste Paulista/APTA wanderborges@apta.sp.gov.br Rogério Soares de Freitas Eng. Agr.,

Leia mais

CONCEITOS E ATRIBUIÇÕES DO SISTEMA DE PLANTIO DIRETO E SUA VIABILIDADE NOS AGROECOSSISTEMAS

CONCEITOS E ATRIBUIÇÕES DO SISTEMA DE PLANTIO DIRETO E SUA VIABILIDADE NOS AGROECOSSISTEMAS CONCEITOS E ATRIBUIÇÕES DO SISTEMA DE PLANTIO DIRETO E SUA VIABILIDADE NOS AGROECOSSISTEMAS Decio Mizuguti Almeida Junior Graduando em Agronomia Faculdades Integradas de Três Lagoas FITL/AEMS Rafaela Montanhera

Leia mais

MELHORES PRATICAS DE MANEJO DO ALGODÃO NO BRASIL

MELHORES PRATICAS DE MANEJO DO ALGODÃO NO BRASIL MELHORES PRATICAS DE MANEJO DO ALGODÃO NO BRASIL Eleusio Curvelo Freire - Cotton Consultoria Wat sap 83-981555398 POR QUE USAR MELHORES PRATICAS DE MANEJO NO BRASIL? ASPECTOS TECNICOS Reduzir disparidades

Leia mais

Plantio direto garante sustentabilidade a agroecossistemas

Plantio direto garante sustentabilidade a agroecossistemas Sistema Plantio direto garante sustentabilidade a agroecossistemas Wilson Mozena Leandro* Solo desprotegido no sistema convencional (esquerda) e o sistema de plantio direto (direita); GO, 2005 Nos últimos

Leia mais

Tecnologia de produção de fertilizantes organominerais utilizando produtos da Compostagem

Tecnologia de produção de fertilizantes organominerais utilizando produtos da Compostagem Tecnologia de produção de fertilizantes organominerais utilizando produtos da Compostagem Palestrante: Organosolvi Vicente Linhares Júnior - Grupo Solvi Introdução A SOLVÍ O Grupo A Solví - Soluções para

Leia mais

EFEITO DO TRÁFEGO DE MÁQUINAS SOBRE ATRIBUTOS FÍSICOS DO SOLO E DESENVOLVIMENTO DA AVEIA PRETA. Instituto Federal Catarinense, Rio do Sul/SC

EFEITO DO TRÁFEGO DE MÁQUINAS SOBRE ATRIBUTOS FÍSICOS DO SOLO E DESENVOLVIMENTO DA AVEIA PRETA. Instituto Federal Catarinense, Rio do Sul/SC EFEITO DO TRÁFEGO DE MÁQUINAS SOBRE ATRIBUTOS FÍSICOS DO SOLO E DESENVOLVIMENTO DA AVEIA PRETA Vitória, Guilherme 1 ; Weber, Francieli S. 1 ; Lopes, Herberto 1 ; Salvador, Rodrigo 1 ; Alves, Tainah Triani

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2015

PROVA DE GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2015 PROVA DE GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2015 PROF. MÁRCIO NOME Nº 7º ANO A prova deve ser feita com caneta azul ou preta. É terminantemente proibido o uso de corretor. Respostas com corretor serão anuladas.

Leia mais

ADUBOS E ADUBAÇÃO HAMILTON SERON PEREIRA

ADUBOS E ADUBAÇÃO HAMILTON SERON PEREIRA ADUBOS E ADUBAÇÃO HAMILTON SERON PEREIRA INTRODUÇÃO O GRANDE DESAFIO MUNDIAL 1990 2000 2025 POPULAÇÃO MUNDIAL (BILHÕES) 5,2 6,2 8,3 DEMANDA DE ALIMENTOS (BILHÕES t) 1,97 2,45 3,97 PRODUTIVIDADE (t/ha)

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS DE PRODUÇÃO

SISTEMAS INTEGRADOS DE PRODUÇÃO SISTEMAS INTEGRADOS DE PRODUÇÃO ARENITO CAIUÁ Realidade Paisagem ilustrando cerca de 1,4 milhões de hectares de pastagem em condições de degradação e baixa rentabilidade no Arenito do Paraná. Lotação média

Leia mais