VER-SUS TOCANTINS 2016/1 EDIÇÃO DE VERÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VER-SUS TOCANTINS 2016/1 EDIÇÃO DE VERÃO"

Transcrição

1 VER-SUS TOCANTINS 2016/1 EDIÇÃO DE VERÃO Facilitadora: Fabiane Santos Barros Acadêmica de Enfermagem UFT Palmas-TO

2 O VER-SUS Tocantins, edição de verão 2016 aconteceu do dia 11 a 17 de janeiro, na cidade de Palmas e teve participantes de diferentes estados e universidades publicas e privadas, sendo eles dos cursos de enfermagem, medicina, fonoaudiologia, odontologia, serviço social, Nutrição e farmácia.

3 1 dia de Vivência 11/01/2016 Chegamos ao hotel as 08h00min, acomodamos os viventes e fomos para a Universidade Federal do Tocantins, lá iniciamos as apresentações de forma dinâmica onde se dividiram em dupla e uma pessoa apresentava a outra, logo após explicamos um pouco sobre o projeto e fizemos o sorteio do anjo, onde cada participante ficaria responsável por cuidar de alguém, incentivar e saber se está gostando, mas em segredo. Depois eles foram divididos em 5 pequenos grupos que foi denominado tribos e em 3 grandes grupos chamados de ipê, divisão feita para fazer as visitas durante a vivência. A tribo a qual fui facilitadora se chamou Xambióa (tribo indígena do TO), e teve como membros: Gustavo de imperatriz, Camila de SP, John Lennon e Vithoria de Palmas e Vanessa de Porto Nacional. Na divisão do ipê Amarelo ficaram: Mylene, Gustavo, Laís, Cleccye, Rita, Carmem, Keith e Bruna. Após as divisões fizemos a customização de camisas, distribuímos os kits e fomos almoçar.

4 Durante a tarde ficamos divididos por ypê e fomos visitar o laborátio Central do Tocantins LACEN, por fora o prédio nos deu uma visão de abandono porém por dentro e é bem organizado e equipado, conhecemos o funcionamento de cada setor e vimos que existem varias maquinas de alta tecnologia que estão deixando de serem usadas por falta de materiais. Anoite nos reunimos no refeitório e fizemos a avalição do dia, logo após teve reunião com os facilitadores e comissão organizadora para debatermos sobre o desenvolvimento de cada vivente e sobre nossas condutas, tentar melhorar alguns aspectos para desenvolvermos uma boa vivencia para todos.

5 2 dia de Vivência 12/01/2016 Nos dividimos em tribos durante todo o dia, pela manhã fomos na UBS Santa Barbara, fomos recebidos por uma enfermeira que nos apresentou a unidade e logo após fizemos uma roda de conversa com os agentes de saúde, uma médica Cubana do programa mais médicos e a enfermeira. Vimos a vulnerabilidade da população, por ser uma área carente, os grandes índices de ist s entre os adolescentes e a forma com que as agentes de saúde tentam trabalhar a prevenção, a quantidade de casos de tuberculose também foi alarmante, a estrutura da UBS é nova porém pequena. E Foi muito bom ver o desenvolvimento da médica Cubana com os pacientes. Pude perceber também o envolvimento dos participantes uns com os outros e o interesse deles pela vivencia. Também pela manhã junto com a tribo Kraho visitamos a Policlínica da Aureny II.

6 Atarde nós fomos ao Caps AD, uma residente e um psicólogo nos receberam, e logo no inicio os viventes ficaram empolgados pois a residente preparou uma roda de conversa com os pacientes que estavam lá no momento, então pudemos saber um pouca da historia de cada um e entender um pouco das dificuldades e perceber a vontade que eles tem de se tratarem, por ser um ambiente porta aberta, eles acabam indo pela primeira vez com alguém, mais por se sentirem bem voltam depois sozinhos. Conhecemos a estrutura do local e depois em conversa apenas com os profissionais os viventes puderam tirar suas duvidas sobre o funcionamento. A noite tivemos uma roda de conversa com a psicóloga Marta sobre as redes de atenção, ela nós trouxe uma dinâmica onde percebemos a importância dessa rede. Logo após fizemos a avalição do dia, cada avalição me surpreende mais a cada dia, pois nos acrescenta um pouco mais ver a visão de cada um. 3 dia de Vivência 13/01/2016 Pela manhã ficamos divididos por ipês e visitamos os NASF s (Nucleo de apoio a saúde da família), o ipê amarelo ficou com o NASF Norte, no momento da

7 visita encontramos a equipe no sindicato dos trabalhadores da 405 Norte, eles estavam realizando a primeira reunião com um grupo de idosos da UBS da quadra, a fisioterapeuta fez um exercício com eles e logo após a assistente social fez um quadro com a opinião dos participantes sobre o que eles gostariam de fazer, eles sugeriram dançar, jogos, piqueniques e cinema e ficou acordado que a reunião aconteceria uma vez por mês. Infelizmente não ficamos até o final da reunião, mais pudemos ver que era uma equipe bem ativa e determinada. Ainda pela manhã fomos convidados pelo Governador Marcelo Miranda para um breve relato sobre o que era o programa, ele ouviu o relato dos estudantes e elogiou o empenho deles em participar de um programa considerado de grande alcance social. A partir dessa reunião com esses acadêmicos foi possível conhecer a magnitude do VER-SUS, de fundamental importância para a humanização da saúde no nosso país, disse o governador, após ouvir as diversas realidades constatadas pelos acadêmicos nas visitas às unidades de saúde.

8 Atarde ficamos divididos em tribos e a minha ficou responsável por visitar a UBS da 307 norte, chegando lá fomos recebidos pelo médico do programa mais médicos Nezio, que nos apresentou a unidade e nós levou para uma roda de conversa com os agentes de saúde e o gerente da unidade, ouvimos a dificuldade que eles enfrentam, mais vimos que os trabalhos ali desenvolvidos são concretos, pois os agentes já conheciam bem a população, a maioria tinha de 10 a 15 anos de trabalho naquela unidade. Foi uma experiência maravilhosa pois fomos convidados para fazer visita domiciliar com os ACS e logo após ficamos divididos nos consultórios médicos e de enfermagem. Eu achei surpreendente a reação de cada vivente ao contarem as experiências que passaram durante aquela tarde na UBS.

9 Anoite tivemos uma roda de conversa com alguns membros do movimento LGBT e o médico Nezio, foi construtiva e nós trouxe uma nova visão sobre a saúde dessa comunidade e finalizamos com a avaliação do dia. 4 dia de Vivência 14/01/2016 Pela manhã fomos todos juntos ao DSEI - Distritos Sanitários Especiais Indígena, levamos os participantes lá para eles poderem ter uma base teórica de como deveria ser tratada a saúde dos indígenas e depois poderem comparar isso na prática, na visita que faremos nó 6 dia. Logo após fomos a Ocupação Urbana chamada capadócia na região sul de Palmas, próximo ao Taquari, ao chegarmos lá nem precisamos ir chamar os moradores, eles mesmo viram nossa movimentação e foram nos recepcionar, nós dividimos em ipês e fomos conhecer as casas, o ipê amarelo ficou na casa de uma senhora bem receptiva que nos contou a dificuldade de atendimento que eles tem na UBS, pois destinam poucas vagas para eles e na falta da visita dos ACS. Percebemos que eles vivem em situações precárias de saúde.

10 Atarde divididos por ipê fomos ao CCZ - Centro de Controle de Zoonoses onde vimos a amplitude dos trabalhos ali desenvolvidos, não apenas em relação a coleta de cães com calazar, mais em relação a dengue, escorpião, a castração de animais e o controle do tratamento de água. Depois fomos todos os viventes juntos ao Secretário municipal de saúde, pois o mesmo teve interesse em conhecer o projeto e os relatos das nossas vivencias nos serviços municipais de saúde. O secretário de Saúde, Whisllay Bastos, falou da importância do programa VER-SUS e ressaltou os esforços da gestão municipal em levar à comunidade serviços de saúde de excelência. Anoite após a avaliação do dia o Professor Neilton trouxe um histórico sobre o desenvolvimento do SUS no Tocantins.

11 5 dia de Vivência 15/01/2016 Divididos em ipês pela manhã visitamos a Unidade de Pronto Atendimento Norte, fomos recepcionados pelo enfermeiro de plantão o qual nos mostrou toda a estrutura e nos contou as principais dificuldades que enfrentam, entre elas é a lotação, pois a população não tem o conhecimento da classificação de risco e acaba procurando a UPA por motivos que poderiam ser resolvidos na unidade básica de saúde. Ele elogiou a gestão e diz não haver falta de materiais. Atarde foi um dos dias mais esperados pelos viventes pois iriam conhecer a realidade do Hospital Geral de Palmas HGP. Ao chegarmos no local fomos divididos em pequenos grupos para ir em diferentes áreas do hospital. Durante a passagem por diversas áreas pode-se observar pontos positivos e pontos negativos, nos positivos observou-se que existem bastantes profissionais exemplares e que tem muita força de vontade para enfrentar as dificuldades encontradas ali. Nos pontos negativos pode-se encontrar vários problemas como corredores lotados e o anexo que era para ser algo temporário mas já existe há 2 anos. Anoite nos reunimos na praça dos girassóis com a Assistente social do Serviço de Atenção Especializada às Pessoas em Situação de Violência Sexual (Savis), onde conversamos sobre o combate ao racismo e sobre o trabalho que ela exerce no hospital e maternidade dona Regina.

12 6 dia de Vivência 16/01/2016 Juntos e empolgados no dia mais esperado do VER-SUS TO a visita ao MST e a aldeia Salto. Pela manhã fomos ao MST São João próximo a Buritirana, conhecemos o local, e vimos a situação precária em que aquelas famílias vivem, principalmente a falta de saneamento básico. O líder do movimento nos falou um pouco da história deles e da reforma agrária e as dificuldades e o perigo que enfrentam por estarem naquele local.

13 Atarde fomos a aldeia salto e vimos a diferença da teoria que ouvimos no DSEI do que realmente acontece na prática o cacique e o agente de saúde nos contou um pouco da realidade em que vivem e da falta de acesso que eles tem aos profissionais de saúde, o médico vai uma vez no mês. Os principais profissionais que ele tem acesso é o agente de saúde e o técnico de enfermagem que são morador da aldeia. Na volta para o hotel fizemos a avaliação do dia e ouvimos os relatos dos estudantes de outros estados que nunca tiverem nenhum contato com os indígenas, foi engrandecedor ouvir o ponto de vista de cada um. 7 dia de Vivência 17/01/2016 No último dia nos confraternizamos e trocamos experiências, o VER-SUS nós trouxe a oportunidade de fazermos grandes amizades e trocar experiências. Participei como vivente da primeira versão em Palmas-TO, volto hoje como facilitadora e fico muito orgulhosa da comissão organizadora por ver o quanto o projeto vem crescendo e se desenvolvendo em nosso estado. Pude ver vários ponto que melhoraram desde a vez em que participei, VER-SUS é um amor que me fez ver o SUS com outros olhos e me fez ser uma de suas defensoras, pretendo em breve me formar e contribuir ainda mais com esse sistema que tem se consolidado a cada dia porque o SUS somos nós. AbraSUS!

14

RELATÓRIO DE VIVENCIA

RELATÓRIO DE VIVENCIA RELATÓRIO DE VIVENCIA Acadêmica: Vanessa Gomes Matos dos Santos Curso: Enfermagem Instituição: ITPAC-PORTO NACIONAL Relatório de Vivencia da Acadêmica de Enfermagem do ITPAC-PORTO, Vanessa Gomes Matos

Leia mais

Acadêmica Janaina Duarte de Oliveira Enfermagem UEA 08/08/15 - Primeiro dia:

Acadêmica Janaina Duarte de Oliveira Enfermagem UEA 08/08/15 - Primeiro dia: Acadêmica Janaina Duarte de Oliveira Enfermagem UEA 08/08/15 - Primeiro dia: Teve início a 4ª vivência do VerSus. Cada equipe foi encaminhada para seus locais conforme o sorteio. Minha equipe foi composta

Leia mais

VER-SUS. Facilitador: Adilon Oliveira Sousa. Curso: Psicologia (Universidade Federal do Piauí) DIARIO DE CAMPO

VER-SUS. Facilitador: Adilon Oliveira Sousa. Curso: Psicologia (Universidade Federal do Piauí) DIARIO DE CAMPO VER-SUS Vivencias e Estágios na Realidade do Sistema Único de Saúde, um projeto estratégico do ministério da Saúde em parceria com a Rede Unida que tem como foco a formação de militantes para o SUS. Facilitador:

Leia mais

VER-SUS-Imperatriz-MA

VER-SUS-Imperatriz-MA VER-SUS-Imperatriz-MA 2016.1 Relatoria de Vivencia Alana Bethyere Rodrigues Silva Acadêmica de Enfermagem-UFMA CCSST VER-SUS (Imperatriz-Ma) 06/01/2016 Foi o dia que a nossa vivência teve início. Fomos

Leia mais

Roteiro de vivência entre os dias 08/08 a 14/08

Roteiro de vivência entre os dias 08/08 a 14/08 Roteiro de vivência entre os dias 08/08 a 14/08 Dia 08/08/16 O primeiro dia de vivência foi um momento um tanto quanto explicativo nos dando uma noção do que compunha a rede de saúde em Caxias do Sul.

Leia mais

GIANA GISLANNE DA SILVA DE SOUSA RELATÓRIO: VER- SUS IMPERATRIZ-MA

GIANA GISLANNE DA SILVA DE SOUSA RELATÓRIO: VER- SUS IMPERATRIZ-MA GIANA GISLANNE DA SILVA DE SOUSA RELATÓRIO: VER- SUS 2016.2 IMPERATRIZ-MA 2016 A 3º edição do VER-SUS Imperatriz foi realizada no período de 12 a 18 de agosto de 2016. Uma experiência única, proporcionou

Leia mais

RELATÓRIO DAS VIVÊNCIAS DO VERSUS DO ALTO URUGUAI. Frederico Westphalen

RELATÓRIO DAS VIVÊNCIAS DO VERSUS DO ALTO URUGUAI. Frederico Westphalen RELATÓRIO DAS VIVÊNCIAS DO VERSUS DO ALTO URUGUAI Frederico Westphalen 2016.2 Cícera Michel Facilitadora A experiência do VERSUS Alto Uruguai após recepção da 19º. Coordenadoria de saúde ficou hospedada

Leia mais

VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE/BRASIL VER-SUS/BRASIL MARCIO LUIZ DA SILVA SANTOS

VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE/BRASIL VER-SUS/BRASIL MARCIO LUIZ DA SILVA SANTOS VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE/BRASIL VER-SUS/BRASIL MARCIO LUIZ DA SILVA SANTOS RELATÓRIO DO PROJETO VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE/BRASIL: JOÃO

Leia mais

Aluna do 12º período do curso de medicina da UFMG matrícula

Aluna do 12º período do curso de medicina da UFMG matrícula Relatório VER-SUS Palmas/TO Agosto/2016 Vivente: Fernanda Cotrim Stefanelli Aluna do 12º período do curso de medicina da UFMG matrícula 2011039902 DIA 1: 01/08/16 Manhã O primeiro dia de vivência foi iniciado

Leia mais

Relatório de Vivência 3ª Edição VERSUS TO Wendy Delgado da Cunha

Relatório de Vivência 3ª Edição VERSUS TO Wendy Delgado da Cunha Relatório de Vivência 3ª Edição VERSUS TO Wendy Delgado da Cunha Palmas TO 2016 Índice Introdução --------------------------------------------------------------------------------------------------- 2 1º

Leia mais

Dia 09 Nesse segundo dia foi estabelecido que ele estava separado para conhecer melhor a cidade e para termos uma interação maior. Alugamos um carro e

Dia 09 Nesse segundo dia foi estabelecido que ele estava separado para conhecer melhor a cidade e para termos uma interação maior. Alugamos um carro e Portfolio do dia 8 Finalmente chegou o grande dia, o início de mais uma vivência, o dia que marcaria o inicio de uma caminhada longa e árdua, cheia de desafios e de fortes emoções. Ao desembarcamos no

Leia mais

Saindo da bolha. Maratona Saúde

Saindo da bolha. Maratona Saúde PORTIFÓLIO Saindo da bolha Domingo, 03 de agosto de 2014. Eu estava muito ansiosa pra viajar e conhecer meus colegas de viagem, até então só tinha falado com o nosso facilitador. Cheguei a rodoviária por

Leia mais

Relatos de vivências na realidade do Sistema Único de Saúde

Relatos de vivências na realidade do Sistema Único de Saúde Relatos de vivências na realidade do Sistema Único de Saúde Ver-SUS - Zona da Mata Paraibana / 2015.2 Vivente: Dilayne Diniz Pereira dos Santos João Pessoa, PB Agosto de 2015 Introdução O Ver-SUS Zona

Leia mais

PORTFÓLIO SOBRE O ESTÁGIO DE VIVÊNCIA DO VER-SUS TOCANTINS 2016/1 Edição de Verão

PORTFÓLIO SOBRE O ESTÁGIO DE VIVÊNCIA DO VER-SUS TOCANTINS 2016/1 Edição de Verão MYLENE GOMES DA SILVA ACADÊMICA DA ESCOLA DE ENFERMAGEM DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO (USP) PORTFÓLIO SOBRE O ESTÁGIO DE VIVÊNCIA DO VER-SUS TOCANTINS 2016/1 Edição de Verão Escrevo este portfólio com o

Leia mais

PROJETO VER-SUS BRASIL VER-SUS BARRA DO GARÇAS MT

PROJETO VER-SUS BRASIL VER-SUS BARRA DO GARÇAS MT PROJETO VER-SUS BRASIL VER-SUS BARRA DO GARÇAS MT Amanda Souza da Silva Araujo Vivência: 23/10/2016 à 29/10/16 Versus é mais do que viver a realidade SUS, é renascer em cada dificuldade, é chorar em cada

Leia mais

RELATÓRIO DE VIVÊNCIA

RELATÓRIO DE VIVÊNCIA RELATÓRIO DE VIVÊNCIA Acadêmica: Rebeca Eloy de Melo Curso: Enfermagem Instituição: Universidade Federal do Tocantins - UFT RELATÓRIO DE VIVÊNCIA DA ACADÊMICA DE ENFERMAGEM ORIUNDA DA UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

RELATÓRIO DA VIVÊNCIA E ESTÁGIO NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE PAÇO DO LUMIAR EDIÇÃO 2016/2

RELATÓRIO DA VIVÊNCIA E ESTÁGIO NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE PAÇO DO LUMIAR EDIÇÃO 2016/2 RELATÓRIO DA VIVÊNCIA E ESTÁGIO NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE PAÇO DO LUMIAR EDIÇÃO 2016/2 VIVENTE: Sarah Rakel Barbosa Rocha, acadêmica de Psicologia,7º período da Faculdade Pitágoras- São luís.

Leia mais

Debate com Aline Julião, Coordenadora de gestão estratégica e Participativa.

Debate com Aline Julião, Coordenadora de gestão estratégica e Participativa. Angra dos Reis, 15 de Agosto de 2016 Todas as manhãs ela deixa os sonhos na cama, acorda e põe a roupa de viver - Clarice Lispector (Trecho retirado da placa de identificação do programa saúde da mulher

Leia mais

RELATORIO VER-SUS BELO HORIZONTE VERÃO 2016

RELATORIO VER-SUS BELO HORIZONTE VERÃO 2016 RELATORIO VER-SUS BELO HORIZONTE VERÃO 2016 Entre os dias 15 e 22 de fevereiro de 2016, ocorreu o Estágio de Vivência na Realidade do Sistema Único de Saúde VER-SUS, na cidade de Belo Horizonte. Como proposta,

Leia mais

Relatório de vivências VerSus Verão Recife /01 Inicio das vivências

Relatório de vivências VerSus Verão Recife /01 Inicio das vivências Relatório de vivências VerSus Verão Recife 2016 21/01 Inicio das vivências No período da manhã foi realizado o acolhimento dos viventes no NAE(núcleo de apoio a eventos ). Após o almoço, nos dirigimos

Leia mais

Portfolio VER-SUS 2016/2 Facilitador: John Lenon Assunção Santana Curso: Nutrição UFT

Portfolio VER-SUS 2016/2 Facilitador: John Lenon Assunção Santana Curso: Nutrição UFT Portfolio VER-SUS 2016/2 Facilitador: John Lenon Assunção Santana Curso: Nutrição UFT A quarta edição do VER-SUS Tocantins, a edição de 2016/2 teve como início de suas atividades na manhã do dia 01 de

Leia mais

MATRICIAMENTO PELOS NÚCLEOS DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA

MATRICIAMENTO PELOS NÚCLEOS DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA MATRICIAMENTO PELOS NÚCLEOS DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA INTRODUÇÃO Neste Caso Didático vamos relatar a experiência de organização dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF) de um município de grande

Leia mais

Natal, janeiro de Olá Sus!

Natal, janeiro de Olá Sus! Natal, janeiro de 2016 Olá Sus! Tenho muitas coisas pra te contar sobre você. Sim, isso mesmo, sobre você. Acredita que passei onze dias com mais cinqüenta e nove pessoas discutindo, vivendo, convivendo,

Leia mais

O nome grupo vem devido à necessidade de se formar profissionais que possam acolher melhor quem busca atendimento de saúde no âmbito do SUS.

O nome grupo vem devido à necessidade de se formar profissionais que possam acolher melhor quem busca atendimento de saúde no âmbito do SUS. Relatório de vivência VERSUS Imperatriz Local: Universidade Federal do Maranhão Período: 06/01/2016 a 17/01/2016 Facilitadora: Thailane Maria Silva Santana O primeiro contato do grupo aconteceu a partir

Leia mais

RELATÓRIO DE VIVÊNCIA

RELATÓRIO DE VIVÊNCIA Victor Roberto Silva Neto RELATÓRIO DE VIVÊNCIA 4ª Edição VER-SUS-TO Palmas TO Agosto 2016 Relatório VER-SUS-PALMAS-TO Realizado do dia 01 a 07 de Agosto de 2016. Vivente: Victor Roberto Silva Neto Aluno

Leia mais

Hospital Geral de São Mateus

Hospital Geral de São Mateus Hospital Geral de São Mateus Projeto Referência Hospital Amigo do Idoso Perfil Instituição Hospital Geral, de caráter público, subordinado a Secretaria de Estado da Saúde, da administração direta, com

Leia mais

Concurso Agentes Comunitários de Saúde 2 Etapa

Concurso Agentes Comunitários de Saúde 2 Etapa Concurso Agentes Comunitários de Saúde 2 Etapa MÓDULO 1 O que é saúde? Determinantes em saúde Histórico do SUS Princípios Básicos do SUS Quem usa o SUS? MÓDULO 2 Os serviços de Saúde Redes de atenção a

Leia mais

Relatório de Vivência - VER-SUS. São Luís - MA

Relatório de Vivência - VER-SUS. São Luís - MA Vivente: Icariane Barros de Santana Araújo Relatório de Vivência - VER-SUS São Luís - MA Transmita amor, por onde for! Vivência: 06/09/2016 a 13/09/2016 Data: 06/09/2016 As atividades se iniciaram com

Leia mais

Um lugar muito lindo, porém de difícil acesso, mas ainda assim conseguimos chegar fomos recepcionados por a cacique Dorinha, coordenadora de educação

Um lugar muito lindo, porém de difícil acesso, mas ainda assim conseguimos chegar fomos recepcionados por a cacique Dorinha, coordenadora de educação Como dizer que foi só um curso? No dia oito de Janeiro de 2015 embarquei em uma viagem, uma viagem que não imaginava que aprenderia tanto, que conheceria belíssimos lugares e pessoas maravilhosas. Fomos

Leia mais

A Construção do SUS no contexto das Políticas Públicas

A Construção do SUS no contexto das Políticas Públicas A Construção do SUS no contexto das Políticas Públicas O VER-SUS/Brasil como ferramenta de aproximação do estudante universitário à realidade do Sistema Único de Saúde Autores: Giovanna Carla Costa Rangel

Leia mais

Relatório 04. Dia: 11/10/2016

Relatório 04. Dia: 11/10/2016 Relatório 04 Dia: 11/10/2016 Hoje fomos acordados pelo grupo alvorada as 6:30hs e o café foi servido as 7:30hs. Depois do café tivemos um momento de interação, meu grupo ficou responsável pela faxina e

Leia mais

VER-SUS INVERNO 2015 PALMAS/TOCANTINS

VER-SUS INVERNO 2015 PALMAS/TOCANTINS VER-SUS INVERNO 2015 PALMAS/TOCANTINS Andreisson de Carvalho Souza¹ Durante os dias 03 a 09 de agosto estudantes de diversos cursos da área da saúde participaram do projeto do VER-SUS Vivências e Estágios

Leia mais

RELATÓRIO DE VIVÊNCIAS

RELATÓRIO DE VIVÊNCIAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Vivências e Estágios na Realidade do Sistema Único de Saúde Ministério da Saúde RELATÓRIO DE VIVÊNCIAS Vivente: Jainara Dias da Silva Ciências Farmacêuticas

Leia mais

PARTICIPAÇÃO DA ENFERMAGEM NO PROJETO VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE/VER-SUS 1

PARTICIPAÇÃO DA ENFERMAGEM NO PROJETO VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE/VER-SUS 1 PARTICIPAÇÃO DA ENFERMAGEM NO PROJETO VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE/VER-SUS 1 PESERICO, Anahlú 2 ; COLOMÉ, Juliana Silveira 3 RESUMO O trabalho tem como objetivo socializar

Leia mais

VER-SUS Barro/Brejo Santo. Dia 24/01 Dia 1

VER-SUS Barro/Brejo Santo. Dia 24/01 Dia 1 VER-SUS Barro/Brejo Santo Dia 24/01 Dia 1 Acolhida ao alojamento, onde tivemos o primeiro contato com os viventes e facilitadores. À tarde, após o almoço nos reunimos no CSU SETAS onde foi realizada a

Leia mais

Relatório de Vivência e Estágio na Realidade do Sistema Único de Saúde (VER-SUS) GUSTAVO FILIPOWSKI PSICOLOGIA UNICENTRO

Relatório de Vivência e Estágio na Realidade do Sistema Único de Saúde (VER-SUS) GUSTAVO FILIPOWSKI PSICOLOGIA UNICENTRO Relatório de Vivência e Estágio na Realidade do Sistema Único de Saúde (VER-SUS) GUSTAVO FILIPOWSKI PSICOLOGIA UNICENTRO O VER-SUS sendo um projeto do Ministério da Saúde tem como objetivo levar estudantes,

Leia mais

RESUMO DO PROJETO DE RE-ORIENTAÇÃO DO PROFISSIONAL DE SAÚDE/ENFERMAGEM PRÓ-SAÚDE

RESUMO DO PROJETO DE RE-ORIENTAÇÃO DO PROFISSIONAL DE SAÚDE/ENFERMAGEM PRÓ-SAÚDE RESUMO DO PROJETO DE RE-ORIENTAÇÃO DO PROFISSIONAL DE SAÚDE/ENFERMAGEM PRÓ-SAÚDE Trata-se de um projeto que procurou implementar a proposta curricular organizado por competência, implantada no Curso de

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - FACEMA. ACADÊMICO: FRANCISCO EDUARDO RAMOS DA SILVA. FACILITADOR

FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - FACEMA. ACADÊMICO: FRANCISCO EDUARDO RAMOS DA SILVA. FACILITADOR FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - FACEMA. ACADÊMICO: FRANCISCO EDUARDO RAMOS DA SILVA. FACILITADOR RELATÓRIO DE VIVÊNCIA CAXIAS MA 2016 1 RELATÓRIO DE VIVÊNCIA O VER-SUS é um projeto que

Leia mais

VER-SUS VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE 3ª EDIÇÃO

VER-SUS VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE 3ª EDIÇÃO VER-SUS VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE 3ª EDIÇÃO Vivente: Diego Martins da Silva Acadêmico de Enfermagem da Universidade Federal do Tocantins UFT Tribo: Krahô Ipê: Rosa PALMAS

Leia mais

Eduardo Paes e Filipe Pereira debateram saúde no SinMed/RJ

Eduardo Paes e Filipe Pereira debateram saúde no SinMed/RJ Eduardo Paes e Filipe Pereira debateram saúde no SinMed/RJ Dando continuidade aos debates com os candidatos a Prefeito do município do Rio de Janeiro, o SinMed/RJ recebeu, no último dia 14/8/08, Eduardo

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO Projeto de melhoria da estrutura de equipamentos públicos e programas de saúde existentes A Cidade de Osasco constitui-se em importante polo de desenvolvimento da Região Oeste Metropolitana de São Paulo

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO Procuradoria de Justiça Especializada na Defesa da Cidadania e do Consumidor

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO Procuradoria de Justiça Especializada na Defesa da Cidadania e do Consumidor Dados de Identificação Questionário PSF Equipe de Saúde da Família Nome da unidade visitada:...data da visita:... Endereço:... Bairro:...Telefone:... Nome do(a) responsável pela Unidade de Saúde:... Qualificação

Leia mais

RELÁTORIO DO ESTÁGIO DE VIVÊNCIA VER-SUS SÃO JOSÉ DO RIBAMAR/MA

RELÁTORIO DO ESTÁGIO DE VIVÊNCIA VER-SUS SÃO JOSÉ DO RIBAMAR/MA RELÁTORIO DO ESTÁGIO DE VIVÊNCIA VER-SUS SÃO JOSÉ DO RIBAMAR/MA Rafael Cotta Carvalho Vivente São José de Ribamar, 2016 Primeiro dia de vivência - 13/02/2016 (Sábado) Saí de Minas Gerais e vim para um

Leia mais

MPF INVESTIGA A SAÚDE DE DOURADOS. Senhor Presidente,

MPF INVESTIGA A SAÚDE DE DOURADOS. Senhor Presidente, Discurso proferido pelo deputado GERALDO RESENDE (PMDB/MS), em sessão no dia 06/03/2012. MPF INVESTIGA A SAÚDE DE DOURADOS Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, Depois de diversas iniciativas

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DO PROJETO VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO

PROCESSO DE SELEÇÃO DO PROJETO VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO PROCESSO DE SELEÇÃO DO PROJETO VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE DO BRASIL VER-SUS SÃO PAULO 2016: VIVER A REALIDADE DA SAÚDE E MORADIA EM SÃO PAULO. 1- APRESENTAÇÃO Os estágios

Leia mais

VER-SUS SOBRAL de agosto de 2016

VER-SUS SOBRAL de agosto de 2016 VER-SUS SOBRAL 2016.2 20 de agosto de 2016 Ultimo dia de vivencia e acordei com o coração apertado, lembrando do primeiro dia e de tudo que eu esperava viver desde o dia em que eu soube que fui aprovado.

Leia mais

Apresentação dos planos diretores de abastecimento de água e saneamento do concelho de Santarém

Apresentação dos planos diretores de abastecimento de água e saneamento do concelho de Santarém Julho 2016 Trimestral Edição nº 3 Apresentação dos planos diretores de abastecimento de água e saneamento do concelho de Santarém Auditorias Internas no âmbito de Qualidade, Ambiente, Higiene e Segurança

Leia mais

Dimensões. Institucionalização. Entrevistado

Dimensões. Institucionalização. Entrevistado Dimensões Institucionalização Entrevistado F 2 Imagem sobre a velhice Entristece-me muito chegar aqui e olhar para determinados idosos que estão aqui, venho cá três vezes por semana no mínimo e nunca vejo

Leia mais

COMISSÃO DE DESINSTITUCIONALIZAÇÃO DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ PARANÁ: AÇÕES NO ANO DE 2009

COMISSÃO DE DESINSTITUCIONALIZAÇÃO DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ PARANÁ: AÇÕES NO ANO DE 2009 COMISSÃO DE DESINSTITUCIONALIZAÇÃO DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ PARANÁ: AÇÕES NO ANO DE 2009 Robsmeire Calvo Melo Zurita 1 ; Alessandra Massi Puziol Alves 2 Neide Barboza Lopes 3 INTRODUÇÃO: No Brasil ainda

Leia mais

OFICINA COM OS TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS CAMPUS PORTO VELHO RELATÓRIO

OFICINA COM OS TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS CAMPUS PORTO VELHO RELATÓRIO OFICINA COM OS TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS CAMPUS PORTO VELHO RELATÓRIO UNIR, 2016 OFICINA COM OS TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS CAMPUS PORTO VELHO RELATÓRIO Elaboração Aline Andriolo Revisão Técnica Walterlina

Leia mais

Vera Lúcia Gomes Rocha

Vera Lúcia Gomes Rocha Vera Lúcia Gomes Rocha Relatório da vivência VER-SUS/ 2016.1 Arapiraca Maceió- AL 04-01-16: O período da manhã foi disponibilizado para a chegada dos viventes e para a organização das acomodações no prédio

Leia mais

INTERFACE CAPS E PSF UMA EXPERIÊNCIA DE

INTERFACE CAPS E PSF UMA EXPERIÊNCIA DE INTERFACE CAPS E PSF UMA EXPERIÊNCIA DE RESPEITO E SUCESSO EXPERIÊNCIA DE ARACAJU 2002 Ampliação do PSF cobertura de 70% da população; Implantação do Acolhimento; Na Saúde Mental a implantação de equipes

Leia mais

Claudio Sérgio Machado Rocha Enfermagem- Faculdade Santo Agostinho (FSA) Modalidade de Participação: Vivente

Claudio Sérgio Machado Rocha Enfermagem- Faculdade Santo Agostinho (FSA) Modalidade de Participação: Vivente Claudio Sérgio Machado Rocha Enfermagem- Faculdade Santo Agostinho (FSA) Modalidade de Participação: Vivente Diário de Vivência e Estágio na Realidade do Sistema Único de Saúde 2016.1 dos município de

Leia mais

R E L A T Ó R I O DE VISITA TÉCNICA AO HOSPITAL MATERNO INFANTIL HMI -

R E L A T Ó R I O DE VISITA TÉCNICA AO HOSPITAL MATERNO INFANTIL HMI - R E L A T Ó R I O DE VISITA TÉCNICA AO HOSPITAL MATERNO INFANTIL HMI - A realizou em 03 do corrente mês, às 10 h (dez horas) Visita Técnica ao Hospital Materno Infantil HMI -, de acordo com a competência

Leia mais

Jornal. Todos. Somos UM. Edição Nesta edição: E mais! JORNADA 10 maneiras de ajudar. São José dos Campos. com os jovens das EJNS

Jornal. Todos. Somos UM. Edição Nesta edição: E mais! JORNADA 10 maneiras de ajudar. São José dos Campos. com os jovens das EJNS Jornal Todos Somos UM Edição 003-2013.1 Nesta edição: EN + JMJ = LEGADO E mais! JORNADA 10 maneiras de ajudar RELÍQUIA DO VATICANO NOVO SETOR As primeiras fotos de um papa As EJNS recebem com os jovens

Leia mais

MUNICÍPIO DE SÃO FRANCISCO MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO PESSOAL EDITAL 1/2011 ANEXO I ESPECIFICAÇÃO DOS CARGOS

MUNICÍPIO DE SÃO FRANCISCO MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO PESSOAL EDITAL 1/2011 ANEXO I ESPECIFICAÇÃO DOS CARGOS EDITAL /0 ANEXO I Mensal 0 0 Motorista 03 Motorista 04 Motorista Agente de Limpeza de Terrenos Baldios Centro de Vigilância em NASF SMASCT Secretaria Municipal de Assistência Social, Cidadania e SMASCT

Leia mais

Ministério da Saúde VERSUS (Vivência e Estágio na Realidade do Sistema Único de Saúde)

Ministério da Saúde VERSUS (Vivência e Estágio na Realidade do Sistema Único de Saúde) Ministério da Saúde VERSUS (Vivência e Estágio na Realidade do Sistema Único de Saúde) Maria Beatriz de Azevedo Barbalho Silva Facilitadora Rodolfo Fernandes/RN Rodolfo Fernandes-RN Janeiro/2015 12 de

Leia mais

Como estão os campos de estágio de prática na SMS - BH para o ensino médico

Como estão os campos de estágio de prática na SMS - BH para o ensino médico FÓRUM DE ENSINO MÉDICO Como estão os campos de estágio de prática na SMS - BH para o ensino médico Fabiano Geraldo Pimenta Júnior Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte Rede SUS-BH Tipo de unidade

Leia mais

O Médico Veterinário como Profissional de Atenção Básica em Saúde: situação e perspectivas. Organização:

O Médico Veterinário como Profissional de Atenção Básica em Saúde: situação e perspectivas. Organização: O Médico Veterinário como Profissional de Atenção Básica em Saúde: situação e perspectivas. Organização: 30 de Outubro de 2014. São Paulo S.P. A inclusão do Médico Veterinário no contexto institucional

Leia mais

Relatório de Avaliação Grau de Satisfação - Colaboradores CRIT

Relatório de Avaliação Grau de Satisfação - Colaboradores CRIT Relatório de Avaliação Grau de Satisfação - Colaboradores CRIT - 2010 Grau de Satisfação para Colaboradores sobre a Satisfação Global Nº de inquéritos recebidos 90 P1. Imagem global da organização. 0 2

Leia mais

A ENCARNAÇÃO DA GRAÇA

A ENCARNAÇÃO DA GRAÇA A ENCARNAÇÃO DA GRAÇA Um mundo sem graça, marcado por: Guerras, Violências, Pressão econômica Competição. Igrejas sem graça, marcadas por: Padrões de conduta que te aprovam, Não saberem lidar com a culpa,

Leia mais

VERSUS 21/07/2014 Larissa Drummond Alvarenga

VERSUS 21/07/2014 Larissa Drummond Alvarenga VERSUS 21/07/2014 Larissa Drummond Alvarenga O dia começou com a visita ao Observatório, na cidade universitária de Macaé, aonde fica localizada as faculdades UFRJ, UFF e FEMASS. Tivemos a oportunidade

Leia mais

APAE DE PARÁ DE MINAS PESQUISA DE SATISFAÇÃO RESUMO TÉCNICO

APAE DE PARÁ DE MINAS PESQUISA DE SATISFAÇÃO RESUMO TÉCNICO APAE DE PARÁ DE MINAS PESQUISA DE SATISFAÇÃO RESUMO TÉCNICO Novembro / 2015 1 1. APRESENTAÇÃO: A Pesquisa de Satisfação entre usuários e familiares é uma ação de monitoramento realizada pela atual Diretoria

Leia mais

RELATÓRIO DE VIVÊNCIA APODI-RN

RELATÓRIO DE VIVÊNCIA APODI-RN RELATÓRIO DE VIVÊNCIA APODI-RN Natal-RN Janeiro, 2015 Vivente: Thiago da Silva Bezerra Facilitadores: Sidney Rafael Oliveira e Raissa Amorim Data da vivência: 12/01/2015 21/01/2015 Cidade Selecionada:

Leia mais

COREMU/COREME. Edital 002/2015 Edital conjunto da COREMU/CEULP e COREME/FESP-Palmas, TO

COREMU/COREME. Edital 002/2015 Edital conjunto da COREMU/CEULP e COREME/FESP-Palmas, TO COREMU/COREME Edital 002/2015 Edital conjunto da COREMU/CEULP e COREME/FESP-Palmas, TO SELEÇÃO DE TUTORES E PRECEPTORES PARA COMPOREM CADASTRO RESERVA PARA ATUAR NO PROGRAMA INTEGRADO DE RESIDÊNCIAS EM

Leia mais

VER-SUS PAÇO DO LUMIAR VIVENTE: MILENA VIEIRA SILVA RELATÓRIO DE VIVÊNCIAS

VER-SUS PAÇO DO LUMIAR VIVENTE: MILENA VIEIRA SILVA RELATÓRIO DE VIVÊNCIAS VER-SUS PAÇO DO LUMIAR VIVENTE: MILENA VIEIRA SILVA RELATÓRIO DE VIVÊNCIAS Paço do Lumiar, Brasil Agosto, 2016 O VER-SUS Paço do Lumiar 1ª edição começou dia 22 de agosto e encerrou dia 28 do mesmo mês.

Leia mais

DISTRITOS SANITÁRIOS

DISTRITOS SANITÁRIOS DISTRITOS SANITÁRIOS CONCEITO: É unidade mais periférica de administração sanitária, que detém responsabilidades e poder decisório ante a política local de saúde, tendo como objetivo chegar a uma integração

Leia mais

Programa de Residência Multiprofissional em Gerontologia

Programa de Residência Multiprofissional em Gerontologia Programa de Residência Multiprofissional em Gerontologia Cenário de Prática: No primeiro ano, o residente terá atuação na Proteção Especial e Atenção Especializada de Média e Alta Complexidade, em Unidade

Leia mais

Modelo de Saúde de Olinda RENILDO CALHEIROS - PREFEITO TEREZA MIRANDA - SECRETÁRIA DE SAÚDE CRISTINA MENEZES SECRETÁRIA ADJUNTA

Modelo de Saúde de Olinda RENILDO CALHEIROS - PREFEITO TEREZA MIRANDA - SECRETÁRIA DE SAÚDE CRISTINA MENEZES SECRETÁRIA ADJUNTA Modelo de Saúde de Olinda RENILDO CALHEIROS - PREFEITO TEREZA MIRANDA - SECRETÁRIA DE SAÚDE CRISTINA MENEZES SECRETÁRIA ADJUNTA MODELO DE ATENÇÃO À SAÚDE HOSPITAIS ESTADUAIS HOSPITAIS UNIVERSIT. ATENÇÃO

Leia mais

14h 30 Painel II: Desafios do Envelhecimento. A Sociedade e o Envelhecimento César Fonseca 1. Boa tarde,

14h 30 Painel II: Desafios do Envelhecimento. A Sociedade e o Envelhecimento César Fonseca 1. Boa tarde, 14h 30 Painel II: Desafios do Envelhecimento A Sociedade e o Envelhecimento César Fonseca 1 Boa tarde, Gostaria de começar por agradecer o convite que a Formasau endereçou à Associação Amigos da Grande

Leia mais

APOIO MATRICIAL COMO FERRAMENTA PARA INSERÇÃO DA SAÚDE DO TRABALHADOR NA ATENÇÃO BÁSICA DO MUNICÍPIO DE BETIM/MG

APOIO MATRICIAL COMO FERRAMENTA PARA INSERÇÃO DA SAÚDE DO TRABALHADOR NA ATENÇÃO BÁSICA DO MUNICÍPIO DE BETIM/MG APOIO MATRICIAL COMO FERRAMENTA PARA INSERÇÃO DA SAÚDE DO TRABALHADOR NA ATENÇÃO BÁSICA DO MUNICÍPIO DE BETIM/MG BETIM Localização: 30 Km de Belo Horizonte. É um dos principais polos de concentração Industrial

Leia mais

É importante destacar que em 2016 ocorrerão simultaneamente os seguintes eventos:

É importante destacar que em 2016 ocorrerão simultaneamente os seguintes eventos: º Encontro Estadual de Serviços-Escola de Psicologia do Estado de São Paulo 2º Encontro Nacional de Serviços-Escola de Psicologia/6º Encontro Nacional de Supervisores de Psicologia 2016 Introdução ao projeto

Leia mais

SOU NOVO AQUI! COMO FAÇO PARTE DE UM PEQUENO GRUPO? CONTRIBUIÇÃO NOSSA PROGRAMAÇÃO ROGRAM

SOU NOVO AQUI! COMO FAÇO PARTE DE UM PEQUENO GRUPO? CONTRIBUIÇÃO NOSSA PROGRAMAÇÃO ROGRAM A Igreja Batista Central de Fortaleza é uma comunidade comprometida em amar a Deus, amar uns aos outros e proclamar Jesus. Vivemos relacionamentos em pequenos grupos, de casa em casa, e também nos grandes

Leia mais

Relatório de vivência do VER-SUS. Período: 16 a 23/07/2015. São Luis-MA. Daianny Cristiny Brenha Saldanha

Relatório de vivência do VER-SUS. Período: 16 a 23/07/2015. São Luis-MA. Daianny Cristiny Brenha Saldanha Relatório de vivência do VER-SUS Período: 16 a 23/07/2015. São Luis-MA Daianny Cristiny Brenha Saldanha Faculdade Pitágoras, 6º período de Psicologia. 1º dia (16/07) manhã: Expectativa, muita expectativas.

Leia mais

NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) Componentes Chaves para a Apresentação na Igreja conclusão de mensagem

NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) Componentes Chaves para a Apresentação na Igreja conclusão de mensagem NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) Componentes Chaves para a Apresentação na Igreja conclusão de mensagem COMPONENTES ESSENCIAIS PARA A APRESENTAÇÃO À IGREJA É essencial que a sua mensagem tenha uma

Leia mais

RYE Nome: Ana Carolina Bragança. Data: 28/10/2016. Patrocinado no Brasil pelo Rotary Club de: Guanabara-Galeão

RYE Nome: Ana Carolina Bragança. Data: 28/10/2016. Patrocinado no Brasil pelo Rotary Club de: Guanabara-Galeão RYE 2016-2017 Nome: Ana Carolina Bragança Data: 28/10/2016 Patrocinado no Brasil pelo Rotary Club de: Guanabara-Galeão Hospedado pelo Rotary Club de: Siracusa País: Itália Minha aventura começou no dia

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR II REDE BÁSICA: UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE VILA GAÚCHA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR II REDE BÁSICA: UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE VILA GAÚCHA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR II REDE BÁSICA: UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE VILA GAÚCHA MAITÊ LARINI RIMOLO Porto Alegre 2011 1 MAITÊ LARINI RIMOLO

Leia mais

RELATÓRIO VER-SUS SALVADOR 2015

RELATÓRIO VER-SUS SALVADOR 2015 RELATÓRIO VER-SUS SALVADOR 2015 Estágio de Vivências do SUS Bahia 2015 Local: Salvador Ba Distrito Cabula/Beirú Período de Vivência: 07 a 14 de março 2015 Participantes: 08 estagiários e 03 mediadores

Leia mais

INFORMA. equilibrando sua. pessoal. de Canoas. Igreja Batista

INFORMA. equilibrando sua. pessoal. de Canoas. Igreja Batista INFORMA Igreja Batista de Canoas Vida equilibrando sua pessoal Nº 889 26 de Junho a 02 de Julho de 2016 equilibrando sua Vida pessoal "Pois Deus não quer que nós vivamos em desordem e sim em paz." 1 Cor.

Leia mais

OFICINA DE FUTEBOL MASCULINO E FEMININO TRABALHANDO MENTES E FORMANDO CIDADÃOS ATRAVÉS DO ESPORTE

OFICINA DE FUTEBOL MASCULINO E FEMININO TRABALHANDO MENTES E FORMANDO CIDADÃOS ATRAVÉS DO ESPORTE OFICINA DE FUTEBOL MASCULINO E FEMININO TRABALHANDO MENTES E FORMANDO CIDADÃOS ATRAVÉS DO ESPORTE É sabido que através da prática esportiva, o indivíduo pode ser norteado a caminhos contrários a violência,

Leia mais

II FÓRUM DE INTEGRAÇÃO DO CURSO DE ENFERMAGEM DA UFG, CAMPUS JATAÍ: A CONSTRUÇÃO DE UM ESPAÇO DE INTEGRAÇÃO E FORMAÇÃO.

II FÓRUM DE INTEGRAÇÃO DO CURSO DE ENFERMAGEM DA UFG, CAMPUS JATAÍ: A CONSTRUÇÃO DE UM ESPAÇO DE INTEGRAÇÃO E FORMAÇÃO. II FÓRUM DE INTEGRAÇÃO DO CURSO DE ENFERMAGEM DA UFG, CAMPUS JATAÍ: A CONSTRUÇÃO DE UM ESPAÇO DE INTEGRAÇÃO E FORMAÇÃO. PACHECO 1, Jade Alves de Souza; SOARES 2, Nayana Carvalho; SILVA 3, Bianca Fernandes

Leia mais

Objetivos. Projeto Gerando Amor

Objetivos. Projeto Gerando Amor Projeto Gerando Amor Objetivos REUTILIZAR CAMISAS E BLUSAS DE UNIFORMES DA COOPERATIVA EM DESUSO, PARA TRANSFORMAR EM VESTIDOS PARA CRIANÇAS CARENTES. FOMENTAR O VOLUNTARIADO GERAR SOLUÇÃO SUSTENTÁVEL

Leia mais

ORGANIZAÇÃO TECNOLÓGICA DO TRABALHO DA EQUIPE DE SAÚDE DE UMA UNIDADE HOSPITALAR DE ATENDIMENTO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS *

ORGANIZAÇÃO TECNOLÓGICA DO TRABALHO DA EQUIPE DE SAÚDE DE UMA UNIDADE HOSPITALAR DE ATENDIMENTO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS * ORGANIZAÇÃO TECNOLÓGICA DO TRABALHO DA EQUIPE DE SAÚDE DE UMA UNIDADE HOSPITALAR DE ATENDIMENTO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS * Estela Regina Garlet 1 José Luís Guedes dos Santos 2 Maria Alice Dias da Silva

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE NUTRIÇÃO COORDENAÇÃO DO CURSO DE NUTRIÇÃO UFG PROGRAMA DE DISCIPLINA 1. CURSO: NUTRIÇÃO 2. UNIDADE: FANUT 3. DISCIPLINA: Fundamentos teórico-práticos

Leia mais

THALLYSON JARYELSON SOARES DE SOUSA ENFERMAGEM BACHARELADO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO UEMA CAMPUS BACABAL MODALIDADE DO PARTICIPANTE: VIVENTE

THALLYSON JARYELSON SOARES DE SOUSA ENFERMAGEM BACHARELADO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO UEMA CAMPUS BACABAL MODALIDADE DO PARTICIPANTE: VIVENTE THALLYSON JARYELSON SOARES DE SOUSA ENFERMAGEM BACHARELADO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO UEMA CAMPUS BACABAL MODALIDADE DO PARTICIPANTE: VIVENTE RELATÓRIO DA VIVÊNCIA (13/02 A 20/02 DE 2016) FEVEREIRO

Leia mais

PESQUISA UPA UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO. Instituto Brasileiro de Administração Pública e Apoio Universitário do Rio de Janeiro

PESQUISA UPA UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO. Instituto Brasileiro de Administração Pública e Apoio Universitário do Rio de Janeiro PESQUISA UPA UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO Instituto Brasileiro de Administração Pública e Apoio Universitário do Rio de Janeiro Março/2014 Características da Pesquisa Público alvo Usuários das UPAs de

Leia mais

GRITO PELA EDUCAÇÃO PÚBLICA DE QUALIDADE NO ESTADO DE SÃO PAULO. Edição nº 2

GRITO PELA EDUCAÇÃO PÚBLICA DE QUALIDADE NO ESTADO DE SÃO PAULO. Edição nº 2 GRITO PELA EDUCAÇÃO PÚBLICA DE QUALIDADE NO ESTADO DE SÃO PAULO Edição nº 2 Apresentação Esta é a segunda cartilha do Grito pela Educação Pública de Qualidade no Estado de São Paulo, movimento que reúne

Leia mais

MAPEAMENTO COMUNITÁRIO

MAPEAMENTO COMUNITÁRIO MAPEAMENTO COMUNITÁRIO COMUNIDADE 1. Mapa do entorno da escola: Levantamento a pé das oportunidades e potenciais educativos e de rede de atendimento a crianças e adolescentes em um raio de 1km da escola.

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS / ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS / ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS / ADMINISTRATIVOS DEZEMBRO DE 2011 JOB1408 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Levantar junto aos eleitores da área em estudo opiniões

Leia mais

100 QUESTÕES DE SAÚDE PÚBLICA PARA AGENTE COMUNITÁRIO

100 QUESTÕES DE SAÚDE PÚBLICA PARA AGENTE COMUNITÁRIO Caro Leitor, A equipe técnica do Concurseiro da Saúde empenha-se em desenvolver apostilas e materiais atualizados de acordo com as leis recentemente publicadas a fim de estar sempre em consonância com

Leia mais

Relatório 06. Dia 13/10/2016

Relatório 06. Dia 13/10/2016 Relatório 06 Dia 13/10/2016 ` Hoje acordamos as 6:30hs e após o café fiquei sabendo que fui uma das sorteadas para ir a uma visita extra a Fundação Gregório F. Baremblitt, uma clínica de saúde mental que

Leia mais

Visita à Odebrecht 16 de Abril de 2015

Visita à Odebrecht 16 de Abril de 2015 Visita à Odebrecht 16 de Abril de 2015 Introdução Poucas empresas se consolidam no mercado por tanto tempo e com tamanha qualidade, tradição e compromisso na prestação de seus serviços. A 80 anos a Odebrecht

Leia mais

EDUCAÇÃO, TRABALHO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: CULTURA, CIÊNCIA, TECNOLOGIA, SAÚDE, MEIO AMBIENTE DOCUMENTO REFERÊNCIA

EDUCAÇÃO, TRABALHO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: CULTURA, CIÊNCIA, TECNOLOGIA, SAÚDE, MEIO AMBIENTE DOCUMENTO REFERÊNCIA EIXO III EDUCAÇÃO, TRABALHO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: CULTURA, CIÊNCIA, TECNOLOGIA, SAÚDE, MEIO AMBIENTE DOCUMENTO REFERÊNCIA SUGESTÃO Desde os anos 1980, observam-se transformações significativas

Leia mais

CONGRESSO NACIONAL COMISSÃO MISTA DE PLANOS, ORÇAMENTOS PÚBLICOS E FISCALIZAÇÃO PROJETO DE LEI DE REVISÃO DO PLANO PLURIANUAL PARA

CONGRESSO NACIONAL COMISSÃO MISTA DE PLANOS, ORÇAMENTOS PÚBLICOS E FISCALIZAÇÃO PROJETO DE LEI DE REVISÃO DO PLANO PLURIANUAL PARA CONGRESSO NACIONAL COMISSÃO MISTA DE PLANOS, ORÇAMENTOS PÚBLICOS E FISCALIZAÇÃO PROJETO DE LEI DE REVISÃO DO PLANO PLURIANUAL PARA 2004-2007 (Projeto de Lei nº 41/2005-CN) PARECER DA COMISSÃO SUBSTITUTIVO

Leia mais

ATA Assistente Técnico Administrativo Trabalho em Equipe Gestão Pública Keyvila Menezes

ATA Assistente Técnico Administrativo Trabalho em Equipe Gestão Pública Keyvila Menezes ATA Assistente Técnico Administrativo Trabalho em Equipe Gestão Pública Keyvila Menezes 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Evolução do trabalho em equipe Grupos

Leia mais

Doze dias com muitos ensinamentos e conhecimentos que levarei para toda vida.

Doze dias com muitos ensinamentos e conhecimentos que levarei para toda vida. Thiago da Silva Ramalho Acadêmico do Curso de Fisioterapia Faculdade de Ensino Superior de Floriano-FAESF Modalidade: Vivente Doze dias com muitos ensinamentos e conhecimentos que levarei para toda vida.

Leia mais

UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE PALMAS

UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE PALMAS GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE PALMAS EDIÇÃO Nº 07 CARTÃO SUS É um documento projetado para facilitar o acesso à rede de atendimento do Sistema Único

Leia mais

RELATÓRIO FINAL: VERSUS, Edição de inverno Blumenau/SC, julho de 2014.

RELATÓRIO FINAL: VERSUS, Edição de inverno Blumenau/SC, julho de 2014. RELATÓRIO FINAL: VERSUS, Edição de inverno Blumenau/SC, julho de Grupo: 10 2014. Componentes: Bruna Crisleine Beck Hoeppers; Bruna Schneider; Izabel Cristina Greuel; Janise Cristiane Frees; Kathllen Alves

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DO PARANÁ REDE DE ATENÇÃO À SAÚDE MENTAL - 2014

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DO PARANÁ REDE DE ATENÇÃO À SAÚDE MENTAL - 2014 SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DO PARANÁ REDE DE ATENÇÃO À SAÚDE MENTAL - 2014 A MODELAGEM DA REDE DE ATENÇÃO À SAÚDE MENTAL 1. A análise de situação de saúde 2. A escolha do modelo de 3. A definição do

Leia mais

CANTIGAS PARA NINAR VOVOZINHOS EMEFI PROFA ARACY LEAL BERNARDI

CANTIGAS PARA NINAR VOVOZINHOS EMEFI PROFA ARACY LEAL BERNARDI CANTIGAS PARA NINAR VOVOZINHOS EMEFI PROFA ARACY LEAL BERNARDI Professor(es) Apresentador(es): MARA SILVIA PAES CAVALCANTE DA SILVA Realização: Foco do Projeto Trabalhando com as crianças de alfabetização,as

Leia mais