N.º 19/2016 CONCURSO PÚBLICO AQUISIÇÃO DE LUVAS DE EXAME EM NITRILO NÃO ESTERILIZADAS AQL 1,5 (S/PO) PARA O CHTMAD, EPE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "N.º 19/2016 CONCURSO PÚBLICO AQUISIÇÃO DE LUVAS DE EXAME EM NITRILO NÃO ESTERILIZADAS AQL 1,5 (S/PO) PARA O CHTMAD, EPE"

Transcrição

1 CONCURSO PÚBLICO N.º 19/2016 AQUISIÇÃO DE LUVAS DE EXAME EM NITRILO NÃO ESTERILIZADAS AQL 1,5 (S/PO)

2 PROGRAMA DE CONCURSO I - DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º Objeto do concurso O Concurso Público nº 19/2016 tem por objeto a aquisição de Luvas de Exame em Nitrilo Não Esterilizadas AQL 1,5 (S/ Pó), para o Centro Hospitalar de (CHTMAD), de acordo com o (Anexo A) Memória descritiva do C.E Artigo 2º Entidade Adjudicante e órgão que tomou a decisão de contratar 1. A entidade adjudicante é o Centro Hospitalar de (CHTMAD) sito na Avenida da Noruega, Lordelo, Vila Real, com o telefone geral , e do Serviço de Aprovisionamento , e e telefax e com o endereço eletrónico: 2. A decisão de contratar foi tomada por despacho do Conselho de Administração do CHTMAD, de 20/03/2015, nos termos do artigo 130º e seguintes do Código dos Contratos Públicos aprovado pelo Decreto-Lei nº 18/2008, de 29 de Janeiro e, fundamenta-se nos termos do artigo 20º nº. 1 alínea b) do mesmo diploma. Artigo 3º Procedimento de contratação O procedimento de contratação reveste a forma de concurso público, nos termos do Código dos Contratos Públicos, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 18/2008, de 29 de Janeiro. Artigo 4º Consulta e Fornecimento das Peças do Concurso 1. As peças do concurso encontram-se disponíveis em suporte eletrónico no endereço nas condições definidas no nº 3, do presente artigo. 2. Sem prejuízo do disposto no número anterior, o suporte físico das Peças do Concurso encontra-se patente no endereço indicado no nº1, do artigo 2º, onde pode ser consultado, durante as horas de expediente (das 09H00 às 13H00 e das 14H00 às 18H00), desde a data da publicação do anúncio até à data limite de apresentação das propostas. 3. O acesso ao suporte eletrónico das Peças do Concurso no endereço previsto no n.º 1, é feito mediante o prévio pagamento de 50,00, através de transferência bancária, com o NIB: , numerário ou mediante cheque emitido à ordem do CHTMAD. 4. Para disponibilização das peças do concurso, o comprovativo de pagamento a que se refere o número anterior deve ser remetido para o seguinte endereço de correio eletrónico: Artigo 5º Esclarecimentos das Peças do Concurso 1. Os esclarecimentos referentes à boa compreensão e interpretação das peças do procedimento, devem ser solicitados por escrito, através da plataforma eletrónica no primeiro terço do prazo fixado para apresentação das propostas, isto é, até ao dia 02 de novembro de /17

3 2. Os esclarecimentos a que se refere o número anterior serão prestados, por escrito, através da plataforma eletrónica referida, até ao termo do segundo terço do prazo fixado para a apresentação das propostas, isto é, até ao dia 05 de novembro de Artigo 6º Erros e Omissões do Caderno de Encargos 1. Os concorrentes podem apresentar ao Conselho de Administração do CHTMAD, até ao termo do quinto sexto do praxo fixado para apresentação de propostas (até ao dia 09 de novembro de 2015), uma lista na qual identifiquem, expressa e inequivocamente, os erros e omissões detetados no caderno de encargos, nos termos dispostos no artigo 61º do Código dos Contratos Públicos. 2. As listas com a identificação dos erros e omissões detetadas pelos interessados devem ser disponibilizadas na plataforma eletrónica 3. Até ao termo do prazo fixado para a apresentação das propostas ou, no caso previsto no n.º 4 do artigo 61º do CCP, até ao termo do período de manutenção da suspensão daquele prazo, o Conselho de Administração do CHTMAD deve pronunciar-se sobre os erros e as omissões identificados pelos interessados, considerando-se rejeitados todos os que não sejam por ele expressamente aceites; 1. A decisão prevista no número anterior, é publicada na plataforma eletrónica e junta às peças do procedimento que se encontrem patentes para consulta. II REQUISITOS A QUE DEVEM OBEDECER AS PROPOSTAS E A RESPETIVA ENTREGA Artigo 7º Proposta 1. Na proposta o concorrente manifesta a vontade de contratar e indica as condições em que se dispõe fazê-lo. 2. As propostas e os documentos que a acompanham, devem ser redigidas em língua portuguesa, ou não sendo, devem ser acompanhadas de tradução, devidamente legalizada e em relação ao que o concorrente declara, aceitar a prevalência, para todos os efeitos, sobre os respetivos originais. 3. Na proposta, o concorrente deve ainda indicar os seguintes elementos: a) Referência do concurso; b) Nome do concorrente; c) O preço total sem IVA, em número e por extenso, para cada lote; d) O preço unitário sem IVA, para cada posição do lote, que deve incluir para além do custo unitário do produto, os seguintes custos: acondicionamento; embalagem; carga; transporte e descarga no local indicado para os locais de consumo, bem como seguros ou quaisquer outras despesas inerentes ao transporte. e)taxa do IVA em vigor; f) A proveniência (país de origem); g) Prazo de entrega; h) Data e assinaturas. 4. Integram também a proposta quaisquer outros documentos que o concorrente considere relevantes para a apreciação da mesma. 5. Os preços constantes na proposta são indicados em algarismos e por extenso, em Euros (EUR), e não incluem IVA. 6. Os preços constantes da proposta indicados por extenso, em caso de divergência, prevalecem sobre os indicados em algarismos. 3/17

4 7. Sempre que na proposta sejam indicados vários preços, em caso de qualquer divergência entre eles, prevalecem sempre, para todos os efeitos, os preços parciais, unitários ou não, mais decompostos. 8. A proposta deve mencionar que ao preço total acresce o IVA, indicando-se o respetivo valor e a taxa legal aplicável, entendendo-se na falta desta menção, que o preço apresentado não inclui aquele imposto. 9. A declaração referida no n.º 3 do presente artigo, deve ser assinada pelo concorrente ou por representante que tenha poderes para o obrigar. 10. Quando a proposta seja apresentada por um agrupamento concorrente, a declaração referida no n.º 3 do presente artigo, deve ser assinada pelo representante comum dos membros que o integram, caso em que devem ser juntos à declaração os instrumentos de mandato emitidos por cada um dos seus membros, ou não existindo representante comum, deve ser assinada por todos os seus membros ou respetivos representantes. 11. As propostas devem ser processadas por computador e apresentadas sem rasuras e entrelinhas não ressalvadas. Artigo 8º Documentos que constituem a Proposta 1. A proposta deve ser acompanhada: a) Declaração do concorrente de aceitação do conteúdo do caderno de encargos, emitida conforme modelo constante do Anexo I ao presente programa de concurso. b) No caso de o concorrente ser um agrupamento de empresas, uma declaração segundo o modelo do Anexo II. c) Proposta de preços, elaborada em conformidade com o Anexo III a este programa de concurso (ficheiro em formato Excel ), preenchido de acordo com as instruções que nele constam. d) Sob pena de exclusão da proposta, o concorrente deve apresentar para os lotes referentes a dispositivos médicos, certidão comprovativa para o exercício da atividade de distribuição por grosso, emitida pelo Infarmed, I.P. exigida pelo Decreto-Lei nº 145/2009, de 17 de Junho, cuja lista anexa deverá conter os produtos com que concorre, de acordo com o artº 41º do supra referido diploma e, caso se justifique, certificado emitido pelo Infarmed, nos termos do despacho nº 15371/2012 de 3 de dezembro. e) Declaração do concorrente conforme Anexo IV. Artigo 9º Amostras 1. É necessário o envio de amostras devidamente referenciadas, sem as quais poderão as propostas não ser consideradas (quando aplicável). 2. As amostras mencionadas no número anterior, devem ser entregues ou remetidas por correio para o Serviço de Aprovisionamento da Unidade Hospitalar de Vila Real do CHTMAD, EPE, sito na Avenida da Noruega, Lordelo, Vila Real, até ao 3º (terceiro) dia útil após a data limite para a entrega da proposta. Artigo 10º Quantidades previstas 1. As quantidades previstas e apresentadas no Anexo A do Caderno de Encargos, são meras estimativas, podendo as mesmas ser alteradas em função das necessidades do CHTMAD, EPE. 4/17

5 2. Das variações decorrentes do ponto anterior não poderá resultar um valor de consumo superior ao valor da proposta adjudicada. 3. O CHTMAD, EPE, não se responsabiliza pelo pagamento de produtos que não sejam justificados por nota de encomenda previamente emitida. 4. Se existirem alterações das práticas médicas que alterem significativamente as quantidades estimadas no concurso, tal facto não constitui qualquer obrigação adicional param o CHTMAD. Artigo 11º Modo de Apresentação das Propostas 1. Os documentos que constituem a proposta têm de ser diretamente apresentados na plataforma eletrónica 2. A receção das propostas é registada com referência às respetivas data e hora, sendo entregue aos concorrentes um recibo eletrónico comprovativo dessa receção Artigo 12º Data limite de apresentação da Proposta As propostas e os documentos que as acompanham, devem ser apresentadas até às 23h59m do dia 10 de novembro de Não é admissível a apresentação de propostas variantes. Artigo 13º Admissão de Propostas Variantes Artigo 14º Prazo de manutenção de Propostas 1. Os concorrentes são obrigados a manter as suas propostas durante um prazo de cento e vinte dias contados da data do termo do prazo fixado para a apresentação das propostas. 2. Todas as empresas agrupadas são responsáveis, nos termos do número anterior, pela manutenção da proposta que apresentem. III ANÁLISE E AVALIAÇÃO DAS PROPOSTAS Artigo 15º Causas de não admissão das propostas 1. As propostas são excluídas em qualquer dos seguintes casos: a) Nas situações previstas no n.º 2 do artigo 146.º do Código dos Contratos Públicos; b) Nas situações indicadas no n.º2 do Artigo 70.º do Código dos Contratos Públicos. 2. Serão ainda excluídas as propostas apresentadas que: a) Violem os Preços Base da unidade estabelecidos no Anexo A Memória Descritiva. b) Não apresentam proposta para todas as posições que constituem o lote do Anexo A Memória Descritiva 5/17

6 Artigo 16º Análise das propostas 1. Decorridas a análise e avaliação das propostas, o júri do concurso elabora um relatório preliminar fundamentado, ordenando as propostas de acordo com os critérios de adjudicação previstos no artigo 18º. 2. O júri do concurso deve propor, no mesmo relatório, a exclusão das propostas nos termos do artigo anterior. Artigo 17º Esclarecimentos sobre as propostas O júri do concurso pode pedir aos concorrentes quaisquer esclarecimentos sobre as propostas apresentadas que considere necessários para o efeito da análise e da avaliação das mesmas, nos termos do artigo 72.º do Código dos Contratos Públicos. Artigo 18º Critério de Adjudicação 1. A Adjudicação será feita à proposta economicamente mais vantajosa para o CHTMAD, de acordo com os seguintes fatores, por ordem decrescente de importância: a) Preço unitário 45%; b) Qualidade técnica. 45%; c) Prazo de entrega 10% 1. a) Fator Preço 45% Artigo 19º Modelo de avaliação Legenda: Escala (unidade) Descrição Pp [Pproposto] ( ) Preço unitário proposto para cada Lote/posição Pb [Pbase] ( ) Preço base, valor máximo unitário admissível para cada Lote/posição Expressão: P [(0,5xPb)/Pp]x45] Escala (unidade) [0--100] (percentagem) A pontuação máxima de 45 (quarenta e cinco) corresponde a um valor de 50% do preço base, isto é, valor a partir do qual se considera uma proposta de preço anormalmente baixo. A pontuação mínima de 22,5 (vinte e dois vírgula cinco) corresponde a um preço igual ao preço base. b) Qualidade Técnica 45% Artigo com características superiores às pretendidas 100% 6/17

7 Artigo com características similares às pretendidas 75% Artigo com características abaixo do pretendido 50% Artigo com características que não correspondem ao pretendido 0% c) Prazo de entrega 10% Até 3 dias De 4 a 7 dias De 8 a 11 dias De 12 a 15 dias Mais de 15 dias 100% 75% 50% 25% 0% Artigo 20º Critério de desempate 1. Em caso de empate, o CHTMAD levará em consideração: a) a proposta que apresentar o preço mais baixo; b) Em caso de igualdade de preço, a proposta melhor classificada nos seguintes critérios: 1º Qualidade técnica 2º Prazo de entrega Artigo 21º Causas de não adjudicação 1. Não há lugar á adjudicação nos seguintes casos: a) Quando todas as propostas apresentadas sejam consideradas inaceitáveis pela entidade competente para autorizar a despesa; b) Quando houver forte presunção de conluio entre os concorrentes. 2. Caso se verifique a não adjudicação os concorrentes são notificados da correspondente decisão, das medidas a adotar de seguida e dos respetivos fundamentos. IV HABILITAÇÃO E PRESTAÇÃO DE CAUÇÃO Artigo 22º Documentos de habilitação 1. O adjudicatário deve apresentar os seguintes documentos de habilitação no prazo de 10 dias úteis contados da notificação da decisão de adjudicação: 2. Declaração de habilitação, conforme Anexo IV ao presente programa; 3. Documentos comprovativos de que não se encontra nas situações previstas nas alíneas b), d), e) e i) do artigo 55º. do Decreto-Lei nº 18/2008 de 29 de Janeiro. 4. No caso dos documentos de habilitação estarem em língua estrangeira, devem ser acompanhados de tradução devidamente legalizada. 5. Sempre que haja dúvidas sobre o conteúdo ou autenticidade de qualquer documento que tenha sido apresentado, pode ser exigida a exibição do original ou documento autenticado para conferência, dentro de um prazo razoável fixado para o efeito, não inferior a cinco dias úteis. 7/17

8 6. Ao abrigo do disposto no artigo 83º do Decreto-Lei nº 278/2009, de 2 de Outubro, o adjudicatário deve apresentar reprodução dos documentos de habilitação através da plataforma eletrónica ARTIGO 23º Falsidade de Documento e Declarações Sem prejuízo da participação à entidade competente para efeitos de procedimento penal, a falsificação de documentos ou prestação culposa de falsas declarações determina consoante o caso a respetiva exclusão ou invalida a adjudicação e os atos subsequentes. Artigo 24º Adjudicação de proposta apresentada por um agrupamento Se a adjudicação recair em proposta apresentada por um agrupamento, as entidades que o compõem, depois de lhe ser notificada a adjudicação, mas antes da celebração do contrato, devem associar-se juridicamente na modalidade de Consórcio Externo, em regime de responsabilidade solidária, nos termos do disposto no Decreto-Lei n.º 231/81, de 28 de Julho. Artigo 25º Caução Não será exigida caução para garantir o exato e pontual cumprimento de todas as obrigações contratuais por parte do adjudicatário, de acordo com o disposto no nº 2 do artigo 88º do CCP, reservando-se, no entanto, o direito de, se assim o considerar conveniente, proceder à retenção até 10% do valor total do contrato, de acordo com o constante do nº 3 do Artigo 88º do Código dos Contratos Públicos. V CELEBRAÇÃO DO CONTRATO ARTIGO 26º Minuta de Contrato 1. Após a aprovação da minuta do contrato por parte do Conselho de Administração do CHTMAD, EPE, esta é enviada para aceitação por parte do adjudicatário. 2. A minuta considera-se aceite pelo adjudicatário quando haja aceitação expressa ou quando não haja reclamação nos cinco dias subsequentes à respetiva notificação. ARTIGO 27º Reclamações contra a Minuta 1. São admitidas reclamações contra a minuta quando dela constem obrigações não contidas na proposta ou nos documentos que servem de base ao concurso. 2. Em caso de reclamação a entidade que aprova a minuta comunica ao adjudicatário no prazo de 10 dias o que houver decidido sobre a mesma entendendo-se que a defere se nada disser no referido prazo. 8/17

9 ARTIGO 28º Celebração de Contrato Escrito 1. O CHTMAD comunica ao adjudicatário com a antecedência mínima de cinco dias a data hora e local em que se celebra o contrato. 2. Se o contrato não for celebrado no prazo fixado pode o adjudicatário desvincular-se da proposta, liberando-se a caução que haja sido prestada, sendo reembolsado de todas as despesas e demais encargos decorrentes da prestação da caução sem prejuízo de direito e justa indemnização. ARTIGO 29º Resolução do Contrato 1. O CHTMAD tem o direito de resolver o contrato em caso de incumprimento pelo adjudicatário dos deveres e obrigações que lhes são cometidas pelo contrato e, ainda, no caso de: a) Incapacidade do adjudicatário para assegurar o fornecimento dos bens; b) Dissolução, falência ou extinção do adjudicatário. VI - DISPOSIÇÕES FINAIS Artigo 30º Encargos dos concorrentes Todas as despesas inerentes à elaboração e apresentação das propostas, e à celebração do contrato constituem encargo dos respetivos concorrentes. Artigo 31º Legislação aplicável Em tudo o que for omisso no presente Programa do Concurso observar-se-á o disposto no Decreto-Lei n.º 18/2008, de 29 de Janeiro, que integra o Código dos Contratos Públicos. Artigo 32º Suporte técnico de apoio à utilização das Plataformas Eletrónicas Eventuais dúvidas técnicas poderão ser esclarecidas pela respetiva entidade gestora através do seu serviço de suporte, cujos contactos podem ser consultados através da Plataforma Eletrónica no portal 9/17

10 CADERNO DE ENCARGOS I - DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º Objeto do concurso O presente concurso destina-se à aquisição de Luvas de Exame em Nitrilo Não Esterilizadas AQL 1,5 (S/ Pó),para o Centro Hospitalar de (CHTMAD), de acordo com a Memória Descritiva (Anexo A). Artigo 2º Início e duração do contrato O contrato iniciar-se-á dia 01/01/2016 e mantém-se em vigor pelo prazo de 12 meses, ou seja, até 31/12/2016. Artigo 3º Local de entrega O fornecimento objeto do presente Concurso Público será entregue nas diversas unidades Hospitalares que integram o Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, EPE, de acordo com as notas de encomenda emitidas. Artigo 4º Preço Contratual O preço contratual apresentado para o presente concurso público, corresponde a um aspeto da execução do contrato submetido à concorrência cujo valor não pode ser superior ao preço base apresentado para cada lote (S/ Iva), de acordo com o Anexo A-Memória Descritiva, ou seja: ,65. Artigo 5º Forma de pagamento 1. Para efeitos de pagamento, o adjudicatário deve apresentar à entidade adjudicante a correspondente fatura com uma antecedência de 60 dias úteis em relação à data do respetivo vencimento. 2. Não sendo observado o prazo estabelecido no número anterior, considera-se que a respetiva prestação só se vence nos noventa dias úteis subsequentes à apresentação da correspondente fatura. Artigo 6º Obrigações do adjudicatário 1. Sem prejuízo de outras obrigações previstas na legislação aplicável e no presente Caderno de Encargos, o adjudicatário obriga-se a: 1.1. Entregar ao CHTMAD, EPE os bens objeto do contrato, de acordo com os apresentados na sua proposta; 1.2. Entregar os bens objeto do contrato em perfeitas condições de serem utilizados e para os fins a que se destinam; 1.3. Responsabilizar-se por qualquer defeito ou discrepância dos bens objeto do contrato que existam, no momento em que os bens lhes são entregues; 1.4. Comunicar qualquer situação de impossibilidade temporária de fornecimento, impossibilidade legal de fornecimento, substituição de artigos ou descontinuidade definitiva de artigos; 10/17

11 1.5. Não alterar os preços dos artigos adjudicados, durante o período contratual. Artigo 7º Casos Fortuitos ou de Força Maior 1. Nenhuma das partes incorrerá em responsabilidade se por caso fortuito ou de força maior, designadamente greves ou outros conflitos coletivos de trabalho, for impedido de cumprir as obrigações assumidas no Contrato. 2. A parte que invocar casos fortuitos ou de força maior deverá comunicar e justificar tais situações à outra parte, bem como informar o prazo previsível para restabelecer a situação. Artigo 8º Penalidades 1. No caso de incumprimento dos prazos fixados no contrato/proposta adjudicada e por causa imputável ao adjudicatário poderá ser aplicada uma penalidade calculada de acordo com a seguinte formula P = V*A/500 em que P corresponde ao montante da penalidade, V igual ao valor do contrato do fornecimento em atraso e A é o número de dias em atraso. 2. O CHTMAD poderá em caso de necessidade adquirir a outros fornecedores os bens em falta ficando a diferença de preço, se o houver, a cargo do adjudicatário faltoso. 3. Se o adjudicatário não cumprir as condições contratuais poderá ser rescindido o contrato, se o houver, com perda da caução (se houver). Artigo 9º Legislação aplicável 1. Em tudo quanto esteja omisso no presente Caderno de Encargos observar-se-á o disposto no Código dos Contratos Públicos, aprovado D. L. n.º 18/2008 de 29 de Janeiro. 2. O presente Caderno de Encargos faz parte integrante do contrato que venha a ser celebrado com o adjudicatário. Artigo 10º Foro competente Para todos os litígios emergentes da interpretação e execução do presente contrato será territorialmente competente o Tribunal Judicial da Comarca de Vila Real, foro esse que os Contraentes escolhem com expressa renúncia a qualquer outro. 11/17

12 Anexo I Declaração de Aceitação do Conteúdo do Caderno de Encargos [a que se refere a alínea a) do n.º 1 do artigo 57.º do Decreto-Lei n.º 18/2008, de 29 de Janeiro, com a redação dada pelo Decreto-Lei nº 149/2012 de 12 de julho)] 1... (nome, número de documento de identificação e morada), na qualidade de representante legal de (1)... (firma, número de identificação fiscal e sede ou, no caso de agrupamento concorrente, firmas, números de identificação fiscal e sedes), tendo tomado inteiro e perfeito conhecimento do caderno de encargos relativo à execução do contrato a celebrar na sequência do procedimento de... (designação ou referência ao procedimento em causa), declara, sob compromisso de honra, que a sua representada (2) se obriga a executar o referido contrato em conformidade com o conteúdo do mencionado caderno de encargos, relativamente ao qual declara aceitar, sem reservas, todas as suas cláusulas. 2 Declara também que executará o referido contrato nos termos previstos nos seguintes documentos, que junta em anexo (3): a)... b)... 3 Declara ainda que renuncia a foro especial e se submete, em tudo o que respeitar à execução do referido contrato, ao disposto na legislação portuguesa aplicável. 4 Mais declara, sob compromisso de honra, que: a) Não se encontra em estado de insolvência, em fase de liquidação, dissolução ou cessação de atividade, sujeita a qualquer meio preventivo de liquidação de patrimónios ou em qualquer situação análoga, nem tem o respetivo processo pendente; b) Não foi condenado(a) por sentença transitada em julgado por qualquer crime que afete a sua honorabilidade profissional (4) [ou os titulares dos seus órgãos sociais de administração, direção ou gerência não foram condenados por qualquer crime que afete a sua honorabilidade profissional (5)] (6); c) Não foi objeto de aplicação de sanção administrativa por falta grave em matéria profissional (7) [ou os titulares dos seus órgãos sociais de administração, direção ou gerência não foram objeto de aplicação de sanção administrativa por falta grave em matéria profissional (8)] (9); d) Tem a sua situação regularizada relativamente a contribuições para a segurança social em Portugal (ou no Estado de que é nacional ou no qual se situe o seu estabelecimento principal) (10); e) Tem a sua situação regularizada relativamente a impostos devidos em Portugal (ou no Estado de que é nacional ou no qual se situe o seu estabelecimento principal) (11); f) Tenham sido objeto de aplicação da sanção acessória prevista na alínea e) do n.º 1 do artigo 21.º do Decreto-Lei n.º 433/82, de 27 de outubro, na alínea b) do n.º 1 do artigo 71.º da Lei n.º 19/2012, de 8 de maio, e no n.º 1 do artigo 460.º do presente Código, durante o período de inabilidade fixado na decisão condenatória (12); g) Não foi objeto de aplicação da sanção acessória prevista na alínea b) do n.º 1 do artigo 562.º do Código do Trabalho (13); h) Não foi objeto de aplicação, há menos de dois anos, de sanção administrativa ou judicial pela utilização ao seu serviço de mão de-obra legalmente sujeita ao pagamento de impostos e contribuições para a segurança social, não declarada nos termos das normas que imponham essa obrigação, em Portugal (ou no Estado de que é nacional ou no qual se situe o seu estabelecimento principal) (14); i) Não foi condenado(a) por sentença transitada em julgado por algum dos seguintes crimes (15) [ou os titulares dos seus órgãos sociais de administração, direção ou gerência não foram condenados por alguns dos seguintes crimes (16)] (17): 12/17

13 i) Participação em atividades de uma organização criminosa, tal como definida no n.º 1 do artigo 2.º da Ação Comum n.º 98/773/JAI, do Conselho; ii) Corrupção, na aceção do artigo 3.º do Ato do Conselho de 26 de Maio de 1997 e do n.º 1 do artigo 3.º da Ação Comum n.º 98/742/JAI, do Conselho; iii) Fraude, na aceção do artigo 1.º da Convenção relativa à Proteção dos Interesses Financeiros das Comunidades Europeias; iv) Branqueamento de capitais, na aceção do artigo 1.º da Diretiva n.º 91/308/CEE, do Conselho, de 10 de Junho, relativa à prevenção da utilização do sistema financeiro para efeitos de branqueamento de capitais; j) Não prestou, a qualquer título, direta ou indiretamente, assessoria ou apoio técnico na preparação e elaboração das peças do procedimento que lhe confira vantagem que falseie as condições normais de concorrência. 5 O declarante tem pleno conhecimento de que a prestação de falsas declarações implica, consoante o caso, a exclusão da proposta apresentada ou a caducidade da adjudicação que eventualmente sobre ela recaia e constitui contraordenação muito grave, nos termos do artigo 456.º do Código dos Contratos Públicos, a qual pode determinar a aplicação da sanção acessória de privação do direito de participar, como candidato, como concorrente ou como membro de agrupamento candidato ou concorrente, em qualquer procedimento adotado para a formação de contratos públicos, sem prejuízo da participação à entidade competente para efeitos de procedimento criminal. 6 Quando a entidade adjudicante o solicitar, o concorrente obriga -se, nos termos do disposto no artigo 81.º do Código dos Contratos Públicos, a apresentar a declaração que constitui o anexo II do referido Código, bem como os documentos comprovativos de que se encontra nas situações previstas nas alíneas b), d), e) e i) do n.º 4 desta declaração. 7 O declarante tem ainda pleno conhecimento de que a não apresentação dos documentos solicitados nos termos do número anterior, por motivo que lhe seja imputável, determina a caducidade da adjudicação que eventualmente recaia sobre a proposta apresentada e constitui contra -ordenação muito grave, nos termos do artigo 456.º do Código dos Contratos Públicos, a qual pode determinar a aplicação da sanção acessória de privação do direito de participar, como candidato, como concorrente ou como membro de agrupamento candidato ou concorrente, em qualquer procedimento adotado para a formação de contratos públicos, sem prejuízo da participação à entidade competente para efeitos de procedimento criminal.... (local),... (data),... [assinatura (18)]. (1) Aplicável apenas a concorrentes que sejam pessoas coletiva s. (2) No caso de o concorrente ser uma pessoa singular, suprimir a expressão «a sua representada». (3) Enumerar todos os documentos que constituem a proposta, para além desta declaração, nos termos do disposto nas alíneas b), c) e d) do n.º 1 e nos n.os 2 e 3 do artigo 57.º (4) Indicar se, entretanto, ocorreu a respetiva reabilitação. (5) Indicar se, entretanto, ocorreu a respetiva reabilitação. (6) Declarar consoante o concorrente seja pessoa singular ou pessoa coletiva. (7) Indicar se, entretanto, ocorreu a respetiva reabilitação. (8) Indicar se, entretanto, ocorreu a respetiva reabilitação. (9) Declarar consoante o concorrente seja pessoa singular ou pessoa coletiva. (10) Declarar consoante a situação. (11) Declarar consoante a situação. (12) Indicar se, entretanto, decorreu o período de inabilidade fixado na decisão condenatória. (13) Indicar se, entretanto, decorreu o período de inabilidade fixado na decisão condenatória. (14) Declarar consoante a situação. (15) Indicar se, entretanto, ocorreu a sua reabilitação. (16) Indicar se, entretanto, ocorreu a sua reabilitação. (17) Declarar consoante o concorrente seja pessoa singular ou pessoa coletiva. (18) Nos termos do disposto nos n.os 4 e 5 do artigo 57.º 13/17

14 Anexo II Declaração para a Identificação de Agrupamentos F (Identificação dos representantes legais das empresas constituintes do agrupamento), titulares dos bilhetes de identidade n.os, na qualidade de representantes legais de, tendo tomado conhecimento das condições estabelecidas para o Concurso Público nº 19/2016 Aquisição de Luvas de Exame em Nitrilo não Esterilizadas AQL 1,5L (S/PO), para o CHTMAD, EPE, promovido pelo Centro Hospitalar de, declaram, sob compromisso de honra que, em caso de adjudicação, se constituirão em consórcio externo em regime de responsabilidade solidária, em que a constituição do agrupamento será a seguinte: Empresa Sede N.º de Telefone N.º de Fax % participação no agrupamento Declaram ainda que se assumem solidariamente responsáveis pelo perfeito e pontual cumprimento de todas as obrigações assumidas no âmbito do presente concurso, que aceitam a exigência de autorização prévia do Centro Hospitalar de, para efetuar qualquer alteração na composição do agrupamento ou na sua liderança ou ainda nos dados fornecidos nesta declaração, sob pena de exclusão. [Local e data] [Assinatura do (s) representante (s) lega l (ais) do concorrente] 14/17

15 ANEXO III Ficheiro em formato Excel (Proposta de preços, para preenchimento de acordo com as instruções que nele constam) 15/17

16 Anexo IV Declaração de Habilitação [a que se refere a alínea a) do n.º 1 do artigo 81.º do Decreto-Lei n.º 18/2008, de 29 de Janeiro, com a redação dada pelo Decreto-Lei nº 149/2012 de 12 de julho)] 1... (nome, número de documento de identificação e morada), na qualidade de representante legal de (1)... (firma, número de identificação fiscal e sede ou, no caso de agrupamento concorrente, firmas, números de identificação fiscal e sedes), adjudicatário(a) no procedimento de... (designação ou referência ao procedimento em causa), declara, sob compromisso de honra, que a sua representada (2): a) Não se encontra em estado de insolvência, em fase de liquidação, dissolução ou cessação de atividade, sujeita a qualquer meio preventivo de liquidação de patrimónios ou em qualquer situação análoga, nem tem o respetivo processo pendente; b) Não foi objeto de aplicação de sanção administrativa por falta grave em matéria profissional (3) [ou os titulares dos seus órgãos sociais de administração, direção ou gerência não foram objeto de aplicação de sanção administrativa por falta grave em matéria profissional (4)] (5); c) Tenham sido objeto de aplicação da sanção acessória prevista na alínea e) do n.º 1 do artigo 21.º do Decreto- Lei n.º 433/82, de 27 de outubro, na alínea b) do n.º 1 do artigo 71.º da Lei n.º 19/2012, de 8 de maio, e no n.º 1 do artigo 460.º do presente Código, durante o período de inabilidade fixado na decisão condenatória (6); d) Não foi objeto de aplicação da sanção acessória prevista na alínea b) do n.º 1 do artigo 562.º do Código do Trabalho (7); e) Não foi objeto de aplicação, há menos de dois anos, de sanção administrativa ou judicial pela utilização ao seu serviço de mão -de -obra legalmente sujeita ao pagamento de impostos e contribuições para a segurança social, não declarada nos termos das normas que imponham essa obrigação, em Portugal (ou no Estado de que é nacional ou no qual se situe o seu estabelecimento principal) (8); f) Não prestou, a qualquer título, direta ou indiretamente, assessoria ou apoio técnico na preparação e elaboração das peças do procedimento que lhe confira vantagem que falseie as condições normais de concorrência. 2 O declarante junta em anexo [ou indica... como endereço do sítio da Internet onde podem ser consultados (9)] os documentos comprovativos de que a sua representada (10) não se encontra nas situações previstas nas alíneas b), d), e) e i) do artigo 55.º do Código dos Contratos Públicos. 3 O declarante tem pleno conhecimento de que a prestação de falsas declarações implica a caducidade da adjudicação e constitui contra -ordenação muito grave, nos termos do artigo 456.º do Código dos Contratos Públicos, a qual pode determinar a aplicação da sanção acessória de privação do direito de participar, como candidato, como concorrente ou como membro de agrupamento candidato ou concorrente, em qualquer procedimento adotado para a formação de contratos públicos, sem prejuízo da participação à entidade competente para efeitos de procedimento criminal.... (local),... (data),... [assinatura (11)]. (1) Aplicável apenas a concorrentes que sejam pessoas coletivas. (2) No caso de o concorrente ser uma pessoa singular, suprimir a expressão «a sua representada». (3) Indicar se, entretanto, ocorreu a respetiva reabilitação. (4) Indicar se, entretanto, ocorreu a respetiva reabilitação. (5) Declarar consoante o concorrente seja pessoa singular ou pessoa coletiva. (6) Indicar se, entretanto, decorreu o período de inabilidade fixado na decisão condenatória. (7) Indicar se, entretanto, decorreu o período de inabilidade fixado na decisão condenatória. (8) Declarar consoante a situação. (9) Acrescentar as informações necessárias à consulta, se for o caso. (10) No caso de o concorrente ser uma pessoa singular, suprimir a expressão «a sua representada». (11) Nos termos do disposto nos n.os 4 e 5 do artigo 57 16/17

17 ANEXO A Memória Descritiva Lote Posição Artigo Art. Designação Unidade % Iva Quantidade estimada p/ 12 meses Preço base unitário Preços Máximos por lote S/ IVA LUVA DE EXAME EM NITRILO NAO ESTERILIZADA AQL 1,5 (S/PO) TAMANHO S Unidade 1, , , LUVA DE EXAME EM NITRILO NAO ESTERILIZADA AQL 1,5 (S/PO) TAMANHO M Unidade 1, , , LUVA DE EXAME EM NITRILO NAO ESTERILIZADA AQL 1,5 (S/PO) TAMANHO L Unidade 1, , ,00 TOTAL ,65 17/17

Anexo I Modelo de declaração

Anexo I Modelo de declaração Anexo I Modelo de declaração [a que se refere a alínea a) do n.º 1 do Artigo 57.º] 1.... (nome, número de documento de identificação e morada), na qualidade de representante legal de (1)...(firma, número

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO URGENTE (Artº 155º do CCP)

CONCURSO PÚBLICO URGENTE (Artº 155º do CCP) 1 CONCURSO PÚBLICO URGENTE (Artº 155º do CCP) PROGRAMA DE CONCURSO Índice Artigo 1.º - Identificação do Concurso... 3 Artigo 2.º - Entidade Adjudicante... 3 Artigo 3.º - Órgão que tomou a decisão de contratar...

Leia mais

MODELO DE DECLARAÇÃO A QUE SE REFERE A ALÍNEA A) DO Nº 2 DO ARTIGO 10

MODELO DE DECLARAÇÃO A QUE SE REFERE A ALÍNEA A) DO Nº 2 DO ARTIGO 10 MODELO DE DECLARAÇÃO A QUE SE REFERE A ALÍNEA A) DO Nº 2 DO ARTIGO 10 1 -... (nome, número de identificação, NIF e morada), tendo tomado inteiro e perfeito conhecimento do caderno de encargos relativo

Leia mais

PROGRAMA DO CONCURSO CONCURSO PÚBLICO N.º AQUISIÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE, HIGIENE E SEGURANÇA NO TRABALHO, VERSÃO II

PROGRAMA DO CONCURSO CONCURSO PÚBLICO N.º AQUISIÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE, HIGIENE E SEGURANÇA NO TRABALHO, VERSÃO II CONCURSO PÚBLICO N.º 1900514 AQUISIÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE, HIGIENE E SEGURANÇA NO TRABALHO, DO INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP PROGRAMA DO CONCURSO VERSÃO II Avenida

Leia mais

PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO

PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO Fornecimento de equipamento para iluminação cenográfica do Castelo de Palmela ÍNDICE DO PROGRAMA 1 IDENTIFICAÇÃO DO PROCEDIMENTO... 2 2 INFORMAÇÃO INSTITUCIONAL... 2 3 CONSULTA

Leia mais

DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÂO GERAL CONTRATAÇÂO PUBLICA

DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÂO GERAL CONTRATAÇÂO PUBLICA CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÂO GERAL CONTRATAÇÂO PUBLICA AJUSTE DIRETO Fornecimento de Refeições Escolares a Alunos do Ensino Pré-Primário e do 1.º Ciclo do Ensino Básico

Leia mais

Convite para apresentação de proposta ao abrigo do Acordo Quadro ANCP

Convite para apresentação de proposta ao abrigo do Acordo Quadro ANCP «Empresa» «Morada1» «Cod_Postal» «Localidade» Nossa referência Assunto: Convite para apresentação de proposta ao abrigo do Acordo Quadro ANCP Aquisição de serviços de dados acesso à internet e conectividade

Leia mais

INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE

INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP CONCURSO PÚBLICO N.º 1200316 AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE CONSUMO CLÍNICO Diversos Tubos de Colheita Para os Laboratórios dos Centros de Sangue e da Transplantação

Leia mais

Instituto de Biologia Molecular e Celular - IBMC AJUSTE DIRETO N.º 14/ IBMC

Instituto de Biologia Molecular e Celular - IBMC AJUSTE DIRETO N.º 14/ IBMC Instituto de Biologia Molecular e Celular - IBMC AJUSTE DIRETO N.º 14/2013 - IBMC CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA PARA PROCEDIMENTO DE AJUSTE DIRETO AJUSTE DIRETO PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA

Leia mais

CONVITE PARA A APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS

CONVITE PARA A APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS AJUSTE DIRECTO (Alínea a) do n.º 1 do artigo 20.º do Código de contratação Pública, aprovado pelo D.L. n.º 18/2008, de 29 de janeiro, na sua atual redação doravante designado por CCP) CONVITE PARA A APRESENTAÇÃO

Leia mais

ANEXO II. Modelo de declaração. [a que se refere a alínea a) do n.º 1 do artigo 57.º]

ANEXO II. Modelo de declaração. [a que se refere a alínea a) do n.º 1 do artigo 57.º] ANEXO II Modelo de declaração [a que se refere a alínea a) do n.º 1 do artigo 57.º] 1... (nome, número de documento de identificação e morada), na qualidade de representante legal de (1)... (firma, número

Leia mais

ANEXO I. Modelo de declaração. [a que se refere a alínea a) do n.º 1 do artigo 57.º]

ANEXO I. Modelo de declaração. [a que se refere a alínea a) do n.º 1 do artigo 57.º] ANEXO I Modelo de declaração [a que se refere a alínea a) do n.º 1 do artigo 57.º] 1... (nome, número de documento de identificação e morada), na qualidade de representante legal de (1)... (firma, número

Leia mais

PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO

PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO Contrato de subscrição de Software de Produtividade e Infraestrutura Servidora Índice 1 Identificação do procedimento...3 2 Informação institucional...3 3 Consulta das peças do

Leia mais

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO DE CONSULTA PÚBLICA

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO DE CONSULTA PÚBLICA PROGRAMA DO PROCEDIMENTO DE CONSULTA PÚBLICA 1. ENTIDADE PROMOTORA O presente procedimento é promovido pela União de Freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde, NIPC 510834108, com sede social na Rua

Leia mais

PROJETO DE CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS

PROJETO DE CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS PROJETO DE CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS Concurso limitado por prévia qualificação para a seleção da empresa a designar para a prestação do serviço universal de disponibilização de uma lista telefónica

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO GERAL E FINANÇAS ~ CONVITE ~

DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO GERAL E FINANÇAS ~ CONVITE ~ DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO GERAL E FINANÇAS DESPORTO E TEMPOS LIVRES PISCINAS MUNICIPAIS AO AR LIVRE DE SOURE CONTRATAÇÃO DE 1 PRESTADOR DE SERVIÇOS NA MODALIDADE DE TAREFA (UM NADADOR SALVADOR) ~ CONVITE

Leia mais

Procedimento n.º 20/2015/DGF-A

Procedimento n.º 20/2015/DGF-A Procedimento n.º 20/2015/DGF-A Convite para Aquisição de Manuais Escolares - Ano Letivo 2015/2016 Índice 1. Entidades 3 2. Decisão de contratar e de autorização da despesa 3 3. Preço base 4 4. Proposta

Leia mais

PROGRAMA DE PROCEDIMENTO. ARTIGO 1.º Objeto da hasta pública

PROGRAMA DE PROCEDIMENTO. ARTIGO 1.º Objeto da hasta pública PROGRAMA DE PROCEDIMENTO ARTIGO 1.º Objeto da hasta pública 1- Alienação de pinha de pinheiro manso na árvore, proveniente de: Lote 1 Mata Nacional de Cabeção; Lote 2 Mata Nacional de Valverde, Área de

Leia mais

M U N I C Í P I O D E A R O U C A C Â M A R A M U N I C I P A L

M U N I C Í P I O D E A R O U C A C Â M A R A M U N I C I P A L M U N I C Í P I O D E A R O U C A C Â M A R A M U N I C I P A L Para. Sua referência Sua comunicação Nossa referência Data N.º / / Circular.º /DP Arouca, 8 de AGOST de 2012 Proc.º N.º ASSUNTO: Convite

Leia mais

Concurso Público para Utilização e Exploração do Bar das Piscinas

Concurso Público para Utilização e Exploração do Bar das Piscinas Concurso Público Concurso Público para Utilização e Exploração do Bar das Piscinas Página 1 de 13 ÍNDICE 1. IDENTIFICAÇÃO E OBJECTO DO CONCURSO... 3 2. ENTIDADE ADJUDICANTE... 3 3. ESCLARECIMENTOS... 3

Leia mais

CONVITE. 1. Objeto do contrato: NOVO QUARTEL DA GNR DE ÍLHAVO ELABORAÇÃO DE PROJETO. 2. Entidade Adjudicante

CONVITE. 1. Objeto do contrato: NOVO QUARTEL DA GNR DE ÍLHAVO ELABORAÇÃO DE PROJETO. 2. Entidade Adjudicante CONVITE Para o efeito, convida-se V. Exa. a apresentar proposta no âmbito do ajuste direto adotado para a celebração do contrato de NOVO QUARTEL DA GNR DE ÍLHAVO ELABORAÇÃO DE PROJETO. 1. Objeto do contrato:

Leia mais

Concurso Público para Cessão do direito de exploração do Núcleo de Educação Ambiental da Costa Nova PROGRAMA DE CONCURSO

Concurso Público para Cessão do direito de exploração do Núcleo de Educação Ambiental da Costa Nova PROGRAMA DE CONCURSO Concurso Público para Cessão do direito de exploração do Núcleo de Educação Ambiental da Costa Nova PROGRAMA DE CONCURSO ÍNDICE ARTIGO 1.º ARTIGO 2.º ARTIGO 3.º ARTIGO 4.º ARTIGO 5.º ARTIGO 6.º ARTIGO

Leia mais

CPU SEGURO ACIDENTES TRABALHO, SEGURO FROTA AUTOMÓVEL E SEGURO RESPONSABILIDADE CIVIL EXTRACONTRATUAL

CPU SEGURO ACIDENTES TRABALHO, SEGURO FROTA AUTOMÓVEL E SEGURO RESPONSABILIDADE CIVIL EXTRACONTRATUAL CPU SEGURO ACIDENTES TRABALHO, SEGURO FROTA AUTOMÓVEL E SEGURO RESPONSABILIDADE CIVIL EXTRACONTRATUAL PROGRAMA DE CONCURSO Página 1 ÍNDICE 1 - Objeto do concurso 2 - Entidade Adjudicante 3 - Decisão de

Leia mais

Pág. 04 CONVITE. 1. Entidade adjudicante. 2. Órgão que tomou a decisão de contratar. 3. Fundamento da escolha da tramitação procedimental

Pág. 04 CONVITE. 1. Entidade adjudicante. 2. Órgão que tomou a decisão de contratar. 3. Fundamento da escolha da tramitação procedimental Procedimento pré-contratual n.º 07 MUNAMM16 ELABORAÇÃO DE PLANO DE AÇÃO DE REGENERAÇÃO URBANA E ASSISTÊNCIA TÉCNICA NA IMPLEMENTAÇÃO ABR2016 Pág. 04 Nos termos do artigo 115.º do Código dos Contratos Públicos

Leia mais

CONVITE Artigo 1.º Artigo 2.º Artigo 3.º Ajuste Direto n.º acal/ciceco 06/14

CONVITE Artigo 1.º Artigo 2.º Artigo 3.º Ajuste Direto n.º acal/ciceco 06/14 1/10 CONVITE Artigo 1.º Entidade pública adjudicante O presente procedimento é promovido pela Universidade de Aveiro, fundação pública com regime de direito privado, adiante abreviadamente designada por

Leia mais

PROGRAMA DE CONCURSO EXPLORAÇÃO DO BAR (LOTE 2) DE APOIO AO CAIS FLUVIAL DE CALDAS DE AREGOS

PROGRAMA DE CONCURSO EXPLORAÇÃO DO BAR (LOTE 2) DE APOIO AO CAIS FLUVIAL DE CALDAS DE AREGOS PROGRAMA DE CONCURSO EXPLORAÇÃO DO BAR (LOTE 2) DE APOIO AO CAIS FLUVIAL DE CALDAS DE AREGOS Contribuinte n.º 506349381. e-mail: geral@cm-resende.pt. www.cm-resende.pt 1 Programa de Concurso Artigo 1º

Leia mais

Município da Nazaré Câmara Municipal EMPREITADA DE

Município da Nazaré Câmara Municipal EMPREITADA DE EMPREITADA DE CENTRO DE ALTO RENDIMENTO DE SURF DA NAZARÉ CONCURSO PÚBLICO URGENTE PROGRAMA DO CONCURSO Artigo 1.º Objeto do concurso O presente concurso tem por objeto a conclusão dos trabalhos de construção

Leia mais

PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO

PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO Prestação de serviços de recolha de resíduos no Concelho de Palmela ÍNDICE DO PROGRAMA 1 IDENTIFICAÇÃO DO PROCEDIMENTO... 2 2 INFORMAÇÃO INSTITUCIONAL... 2 3 CONSULTA DAS PEÇAS

Leia mais

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO CONCESSÃO DO DIREITO DE EXPLORAÇÃO DE LOJA NA PROMENADE DO LIDO LOJA 2- COTA 16,50 PROGRAMA DO PROCEDIMENTO Página 1 de 19 Índice Artigo 1º Objeto do concurso --------------------------------------------------------------

Leia mais

Aquisição de piscina fluvial flutuante

Aquisição de piscina fluvial flutuante CONVITE AJUSTE DIRETO Aquisição de piscina fluvial flutuante REGUENG S AJUSTE DIRETO (Regime Geral) CONVITE Proc. 0 25/AD/APV/2017 Convite para apresentação de proposta nos termos previstos no artigo 115.

Leia mais

Impressão da 2ª edição do livro "Vinha e Património"

Impressão da 2ª edição do livro Vinha e Património UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO CONVITE AJUSTE DIRETO Impressão da 2ª edição do livro "Vinha e Património" REGUENG S DE MONSARAZ

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS POR LOTES DE IMPRESSÃO DE DIVERSAS PUBLICAÇÕES

CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS POR LOTES DE IMPRESSÃO DE DIVERSAS PUBLICAÇÕES CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS POR LOTES DE IMPRESSÃO DE DIVERSAS PUBLICAÇÕES Página 1 de 8 PROGRAMA DE CONCURSO ÍNDICE Artigo 1.º - objeto do concurso Artigo

Leia mais

CONVITE. PROCEDIMENTO DE AJUSTE DIRETO PARA A CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DOS SERVIÇOS DE RESTAURAÇÃO Casa de Chá FUNDAÇÃO DE SERRALVES

CONVITE. PROCEDIMENTO DE AJUSTE DIRETO PARA A CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DOS SERVIÇOS DE RESTAURAÇÃO Casa de Chá FUNDAÇÃO DE SERRALVES CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DOS SERVIÇOS DE RESTAURAÇÃO Casa de Chá FUNDAÇÃO DE SERRALVES Índice Artigo 1.º Objeto do procedimento de Ajuste Direto... 3 Artigo 2.º Entidade adjudicante... 3 Artigo 3.º Órgão

Leia mais

1/10 CONVITE. Ajuste Direto n.º acal/ua 07/14

1/10 CONVITE. Ajuste Direto n.º acal/ua 07/14 1/10 CONVITE Artigo 1.º Entidade pública adjudicante O presente procedimento é promovido pela Universidade de Aveiro, fundação pública com regime de direito privado, adiante abreviadamente designada por

Leia mais

1/10 CONVITE. Ajuste Direto n.º 33 - acal/reit 04/16

1/10 CONVITE. Ajuste Direto n.º 33 - acal/reit 04/16 1/10 CONVITE Artigo 1.º Entidade pública adjudicante O presente procedimento é promovido pela Universidade de Aveiro, fundação pública com regime de direito privado, adiante abreviadamente designada por

Leia mais

UNIDADE ORGÂNICA FINANCEIRA SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO E GESTÃO DE STOCKS CONVITE AJUSTE DIRETO

UNIDADE ORGÂNICA FINANCEIRA SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO E GESTÃO DE STOCKS CONVITE AJUSTE DIRETO UNIDADE ORGÂNICA FINANCEIRA SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO E GESTÃO DE STOCKS CONVITE AJUSTE DIRETO AQUISIÇÃO DE CONTENTORES DE RECOLHA DE RSU Reguengos ""Monsaraz CIDADE EUROPEIA DO VINHO 2015

Leia mais

CONCURSO LIMITADO POR PRÉVIA QUALIFICAÇÃO PARA A CELEBRAÇÃO DE ACORDO QUADRO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TIC E INTEROPERABILIDADE NA ÁREA DA SAÚDE

CONCURSO LIMITADO POR PRÉVIA QUALIFICAÇÃO PARA A CELEBRAÇÃO DE ACORDO QUADRO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TIC E INTEROPERABILIDADE NA ÁREA DA SAÚDE CONCURSO LIMITADO POR PRÉVIA QUALIFICAÇÃO PARA A CELEBRAÇÃO DE ACORDO QUADRO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TIC E INTEROPERABILIDADE NA ÁREA DA SAÚDE REF. 20150196 CONVITE A APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS Secção

Leia mais

Procedimento n.º 10/2015/DGF-A

Procedimento n.º 10/2015/DGF-A Procedimento n.º 10/2015/DGF-A Convite para Aquisição de Refeições Escolares - Ano Letivo 2015/2016 Procedimento n.º 10/2015/DGF-A Aquisição de Refeições Escolares - Ano Letivo 2015/2016 Assunto: Convite

Leia mais

PROJETO DE CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS

PROJETO DE CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS PROJETO DE CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS Concurso limitado por prévia qualificação para a seleção da ou das empresas a designar para a prestação do serviço universal de ligação a uma rede de comunicações

Leia mais

Complexo Desportivo Municipal. Relvado Sintético. Iluminação. Convite. Ajuste Directo Empreitada Preço Base: ,00. Município de Sousel SA-DUAQ

Complexo Desportivo Municipal. Relvado Sintético. Iluminação. Convite. Ajuste Directo Empreitada Preço Base: ,00. Município de Sousel SA-DUAQ Requalificação Urbana - Arranjos Exteriores do Bairro Martinho Rovisco Pais Casa Branca Complexo Desportivo Municipal Relvado Sintético Iluminação Ajuste Directo Empreitada Preço Base: 90.750,00 Convite

Leia mais

Programa de Procedimento

Programa de Procedimento Concurso Público Urgente Prestação de Serviços de Recolha e Transporte de RSU s para Estação de Transferência e Limpeza Urbana para os Programa de Procedimento 1 2016 Associação de Municípios do Douro

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE CÓPIA E IMPRESSÃO EM REGIME DE OUTSOURCING REF.ª 2016UMC081

CONCURSO PÚBLICO PARA AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE CÓPIA E IMPRESSÃO EM REGIME DE OUTSOURCING REF.ª 2016UMC081 CONCURSO PÚBLICO PARA AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE CÓPIA E IMPRESSÃO EM REGIME DE OUTSOURCING REF.ª 2016UMC081 PROGRAMA DO CONCURSO 1/17 ÍNDICE Artigo 1.º - Objeto do Concurso... 3 Artigo 2.º Entidade Agregadora

Leia mais

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO CONCURSO PÚBLICO N.º 10/2011 COM PUBLICAÇÃO DE ANÚNCIO NO JORNAL OFICIAL DA UNIÃO EUROPEIA (JOUE) FORNECIMENTO DE REFEIÇÕES ESCOLARES ÀS CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR E DO ENSINO BÁSICO PROGRAMA DO

Leia mais

Feira Viva Cultura e Desporto, EEM

Feira Viva Cultura e Desporto, EEM IQ.4.0.10/00 Feira Viva Cultura e Desporto, EEM CADERNO DE ENCARGOS CONCURSO PÚBLICO PARA ADJUDICAÇÃO DA CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DO BAR/ESPLANADA DO PAVILHÃO MUNICIPAL DA LAVANDEIRA Procedimento: Concurso

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO - 01CPC16 - PROGRAMA DE CONCURSO ATRIBUIÇÃO DO DIREITO DE EXPLORAÇÃO DO BAR DA PRAIA FLUVIAL ALDEIA ANA AVIZ

CONCURSO PÚBLICO - 01CPC16 - PROGRAMA DE CONCURSO ATRIBUIÇÃO DO DIREITO DE EXPLORAÇÃO DO BAR DA PRAIA FLUVIAL ALDEIA ANA AVIZ CONCURSO PÚBLICO - 01CPC16 - ATRIBUIÇÃO DO DIREITO DE EXPLORAÇÃO DO BAR DA PRAIA FLUVIAL ALDEIA ANA AVIZ 1 - IDENTIFICAÇÃO DO CONCURSO...3 2 - ENTIDADE ADJUDICANTE...3 3 - ÓRGÃO QUE TOMOU A DECISÃO DE

Leia mais

Decreto Legislativo Regional n.º 34/2008/M, de 14 de Agosto

Decreto Legislativo Regional n.º 34/2008/M, de 14 de Agosto Decreto Legislativo Regional n.º 34/2008/M, de 14 de Agosto Adapta à Região Autónoma da Madeira o Código dos Contratos Públicos, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 18/2008, de 29 de Janeiro O Código dos Contratos

Leia mais

PROGRAMA DE CONCURSO

PROGRAMA DE CONCURSO CONCURSO PÚBLICO PROGRAMA DE CONCURSO PROCEDIMENTO N.º 32/2017 Concurso público para concessão do quiosque da Mata da Madre de Deus Freguesia do Beato Página 1 de 16 ÍNDICE CLÁUSULA 1.ª IDENTIFICAÇÃO DO

Leia mais

Concurso público para fornecimento de uma viatura pesada de caixa aberta de 19Toneladas para o Departamento de Obras Públicas do Município do Funchal

Concurso público para fornecimento de uma viatura pesada de caixa aberta de 19Toneladas para o Departamento de Obras Públicas do Município do Funchal Concurso público para fornecimento de uma viatura pesada de caixa aberta de 19Toneladas para o Departamento de Obras Públicas do Município do Funchal PROGRAMA DE CONCURSO - 1 - Índice Artigo 1º Objecto

Leia mais

PROGRAMA DE PROCEDIMENTOS

PROGRAMA DE PROCEDIMENTOS APROVADO NA REUNIÃO DO EXECUTIVO MUNICIPAL DE 14/11/2016 O Presidente da Câmara Municipal Dr. Armando Varela PROGRAMA DE PROCEDIMENTOS Concurso Público Cessão de Exploração do Quiosque sito no Espaço Descoberto

Leia mais

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CONVITE AJUSTE DIRETO

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CONVITE AJUSTE DIRETO UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO CONVITE AJUSTE DIRETO Obra de Construção de um Mural ao Cante Alentejano '"Monsaraz CIDADf f Ukt)PfiA DC\W~HO UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE MEDICINA DENTÁRIA CONCURSO PÚBLICO N.º 2.09 PROGRAMA. Artigo 1.º Objecto do concurso

UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE MEDICINA DENTÁRIA CONCURSO PÚBLICO N.º 2.09 PROGRAMA. Artigo 1.º Objecto do concurso UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE MEDICINA DENTÁRIA CONCURSO PÚBLICO N.º 2.09 PROGRAMA Artigo 1.º Objecto do concurso 1. O presente concurso tem por objecto a aquisição de equipamento de radiologia para

Leia mais

Anexo 1 Anexo 2 RESPOSTA(S) DO(S) FORNECEDOR(ES) Referência do Procedimento:CLPQ_AQ-MOB-2014_Fase_Convite Designação do Procedimento:Acordo quadro de fornecimento

Leia mais

Diploma. Adapta à Região Autónoma da Madeira o Código dos Contratos Públicos, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 18/2008, de 29 de Janeiro

Diploma. Adapta à Região Autónoma da Madeira o Código dos Contratos Públicos, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 18/2008, de 29 de Janeiro Diploma Adapta à Região Autónoma da Madeira o Código dos Contratos Públicos, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 18/2008, de 29 de Janeiro Decreto Legislativo Regional n.º 34/2008/M Adapta à Região Autónoma

Leia mais

PROGRAMA DE CONCURSO CONCURSO PÚBLICO 01CPE16

PROGRAMA DE CONCURSO CONCURSO PÚBLICO 01CPE16 PROGRAMA DE CONCURSO CONCURSO PÚBLICO 01CPE16 Reabilitação e apetrechamento dos edifícios pré-escolares e do ensino básico 1. Identificação do concurso... 3 2. Entidade adjudicante... 3 3. Órgão que tomou

Leia mais

Aquisição de madeiras e derivados e equipamento para a Casa Mortuária de São Pedro do Corval e para o Mercado Municipal

Aquisição de madeiras e derivados e equipamento para a Casa Mortuária de São Pedro do Corval e para o Mercado Municipal SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CONVITE AJUSTE DIRETO Aquisição de madeiras e derivados e equipamento para a Casa Mortuária de São Pedro do Corval e para o Mercado Municipal SUBUNIDADE ORGÂNICA

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA A UTILIZAÇÃO E EXPLORAÇÃO DO BAR DO PÊGO ESCURO - GÓIS. Processo nº A1/2015 PROGRAMA DE CONCURSO

CONCURSO PÚBLICO PARA A UTILIZAÇÃO E EXPLORAÇÃO DO BAR DO PÊGO ESCURO - GÓIS. Processo nº A1/2015 PROGRAMA DE CONCURSO CONCURSO PÚBLICO PARA A UTILIZAÇÃO E EXPLORAÇÃO DO BAR DO PÊGO ESCURO - GÓIS Processo nº A1/2015 PROGRAMA DE CONCURSO [1] PROGRAMA DE CONCURSO INDÍCE 3. Identificação e Objeto do Concurso 3. Entidade Adjudicante

Leia mais

1/11. Ajuste Direto n.º 72 - acal/dao 07/16

1/11. Ajuste Direto n.º 72 - acal/dao 07/16 1/11 CONVITE Artigo 1.º Entidade pública adjudicante O presente procedimento é promovido pela Universidade de Aveiro, fundação pública com regime de direito privado, adiante abreviadamente designada por

Leia mais

Empreitada de Reabilitação da Marginal da Nazaré 3ª Fase

Empreitada de Reabilitação da Marginal da Nazaré 3ª Fase PROGRAMA DO PROCEDIMENTO Empreitada de Reabilitação da Marginal da Nazaré 3ª Fase Artigo 1.º Objecto do concurso 1.O presente concurso tem por objecto a requalificação da Avenida Manuel Remígio (Marginal

Leia mais

FICHA CANDIDATURA RESTAURANTES. I Identificação. 1.1 Identificação da entidade. Morada completa. 1.2 Responsável pela candidatura

FICHA CANDIDATURA RESTAURANTES. I Identificação. 1.1 Identificação da entidade. Morada completa. 1.2 Responsável pela candidatura FICHA DE CANDIDATURA I Identificação 1.1 Identificação da entidade Morada completa Pessoa singular Pessoa coletiva NIF 1.2 Responsável pela candidatura Contacto do responsável Telemóvel E-mail II Memória

Leia mais

Instituto de Biologia Molecular e Celular - IBMC CONCURSO PÚBLICO NACIONAL N.º 6/ IBMC

Instituto de Biologia Molecular e Celular - IBMC CONCURSO PÚBLICO NACIONAL N.º 6/ IBMC Instituto de Biologia Molecular e Celular - IBMC CONCURSO PÚBLICO NACIONAL N.º 6/2014 - IBMC CONCURSO PÚBLICO NACIONAL PARA A AQUISIÇÃO DE UM SISTEMA ÓTICO DE IMAGEM IN VIVO PARA BIOLUMINESCÊNCIA E FLUORESCÊNCIA

Leia mais

PROGRAMA DO CONCURSO CONCURSO PÚBLICO URGENTE N.º 179A000007

PROGRAMA DO CONCURSO CONCURSO PÚBLICO URGENTE N.º 179A000007 PROGRAMA DO CONCURSO CONCURSO PÚBLICO URGENTE N.º 179A000007 AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGUROS DE ACIDENTES DE TRABALHO PARA FUNCIONÁRIOS DO CENTRO HOSPITALAR LISBOA NORTE, E.P.E. 1 Artigo 1.º Objeto do

Leia mais

Convite CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE SERVIÇOS MUNICIPAIS CONTRATAÇÃO PÚBLICA AJUSTE DIRETO

Convite CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE SERVIÇOS MUNICIPAIS CONTRATAÇÃO PÚBLICA AJUSTE DIRETO CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE SERVIÇOS MUNICIPAIS CONTRATAÇÃO PÚBLICA Convite AJUSTE DIRETO Beneficiação e Conservação da Rede Viária Municipal Construção de Muro junto à Casa Vermelha

Leia mais

MUNICÍPIO DA NAZARÉ CÂMARA MUNICIPAL CONCURSO PÚBLICO

MUNICÍPIO DA NAZARÉ CÂMARA MUNICIPAL CONCURSO PÚBLICO CONCURSO PÚBLICO CONCESSÃO DA ATRIBUIÇÃO DO DIREITO DE EXPLORAÇÃO PARA FINS PUBLICITÁRIOS, DE ESPAÇOS DO DOMÍNIO PÚBLICO MUNICIPAL, COLOCAÇÃO E EXPLORAÇÃO DA SINALÉTICA COMERCIAL, COLOCAÇÃO DE ABRIGOS

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA ATRIBUIÇÃO DE ARRENDAMENTO COMERCIAL DE LOJAS NO MERCADO MUNICIPAL DA NAZARÉ PROGRAMA DE CONCURSO

CONCURSO PÚBLICO PARA ATRIBUIÇÃO DE ARRENDAMENTO COMERCIAL DE LOJAS NO MERCADO MUNICIPAL DA NAZARÉ PROGRAMA DE CONCURSO CONCURSO PÚBLICO PARA ATRIBUIÇÃO DE ARRENDAMENTO COMERCIAL DE LOJAS NO MERCADO MUNICIPAL DA NAZARÉ PROGRAMA DE CONCURSO 1 - ENTIDADE ADJUDICANTE Município da Nazaré, Avenida Vieira Guimarães, nº 54, Paços

Leia mais

SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS (SRE)

SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS (SRE) SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS (SRE) GABINETE DO SECRETÁRIO REGIONAL PROGRAMA DE CONCURSO REF. Nº CPU01/SRE/2013 CONCURSO PÚBLICO URGENTE LOCAÇÃO DE PLATAFORMA DE APOIO À GESTÃO ESCOLAR

Leia mais

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO CONCURSO PÚBLICO PARA A Prestação de Serviços de Transporte da População Escolar Ano letivo 2015/2016 PROGRAMA DO PROCEDIMENTO Câmara Municipal de Arouca Junho 2015 1 PROGRAMA DO PROCEDIMENTO Artigo 1.º

Leia mais

Programa de Concurso CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÂO GERAL CONTRATAÇÂO PÚBLICA CONCURSO PÚBLICO

Programa de Concurso CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÂO GERAL CONTRATAÇÂO PÚBLICA CONCURSO PÚBLICO CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÂO GERAL CONTRATAÇÂO PÚBLICA Programa de Concurso CONCURSO PÚBLICO Aquisição de Serviços e Manutenção do Parque de Impressão INDICE Artigo

Leia mais

Programa do Procedimento

Programa do Procedimento Direção Nacional Unidade Orgânica de Logística e Finanças Departamento de Logística Programa do Procedimento Concurso Público n.º 21/DAC/2013 Aquisição de dois cinemómetros de controlo de velocidade Programa

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO URGENTE PARA FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA PARA O EDIFÍCIO SEDE DO TURISMO DO ALGARVE, POSTOS DE TURISMO E ARMAZÉM DE BELA MANDIL

CONCURSO PÚBLICO URGENTE PARA FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA PARA O EDIFÍCIO SEDE DO TURISMO DO ALGARVE, POSTOS DE TURISMO E ARMAZÉM DE BELA MANDIL CONCURSO PÚBLICO URGENTE PARA FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA PARA O EDIFÍCIO SEDE DO TURISMO DO ALGARVE, POSTOS DE TURISMO E ARMAZÉM DE BELA MANDIL PROGRAMA DE CONCURSO ÍNDICE Artigo 1.º - Identificação

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA CONCESSÃO DO DIREITO DE EXPLORAÇÃO DO BAR AFETO AO PAVILHÃO MUNICIPAL DE

CONCURSO PÚBLICO PARA CONCESSÃO DO DIREITO DE EXPLORAÇÃO DO BAR AFETO AO PAVILHÃO MUNICIPAL DE CONCURSO PÚBLICO PARA CONCESSÃO DO DIREITO DE EXPLORAÇÃO DO BAR AFETO AO PAVILHÃO MUNICIPAL DE AZAMBUJA PROGRAMA DE CONCURSO 1. Objeto e modalidade do concurso 1.1. Concurso público para a Concessão do

Leia mais

INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL N.º

INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL N.º INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP. CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL N.º 1200416 AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE CONSUMO CLÍNICO PARA O INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP,

Leia mais

PROGRAMA DE CONCURSO

PROGRAMA DE CONCURSO CONCURSO PÚBLICO PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE VIGILÂNCIA E SEGURANÇA PARA EVENTOS E OPERAÇÃO DO AERÓDROMO E MERCADO MUNICIPAL DE PORTIMÃO PROGRAMA DE CONCURSO Central de Compras Página 1 de 15 Índice

Leia mais

Referência: AEN2ABT N.º 08/2014 CADERNO DE ENCARGOS

Referência: AEN2ABT N.º 08/2014 CADERNO DE ENCARGOS Referência: AEN2ABT N.º 08/2014 CADERNO DE ENCARGOS Aquisição de Serviços de Transporte Escolar em Táxi para a Escola Básica e Secundária Dr. Manuel Fernandes e Escola Básica António Torrado do Agrupamento

Leia mais

Hasta Pública. Alienação do Lote n.º 1 da Zona Industrial do Carrascal. (antigo lote da Frutinatura)

Hasta Pública. Alienação do Lote n.º 1 da Zona Industrial do Carrascal. (antigo lote da Frutinatura) Alienação do Lote n.º 1 da Zona Industrial do Carrascal (antigo lote PROGRAMA DE PROCEDIMENTO 1. Objecto e entidade adjudicante 1.1- A presente hasta pública destina-se à alienação do Lote n.º 1 da Zona

Leia mais

Regulamento da contratação de locação ou aquisição de bens móveis, de aquisição de serviços e de empreitadas pela NOVA.id.FCT

Regulamento da contratação de locação ou aquisição de bens móveis, de aquisição de serviços e de empreitadas pela NOVA.id.FCT Regulamento da contratação de locação ou aquisição de bens móveis, de aquisição de serviços e de empreitadas pela NOVA.id.FCT CAPÍTULO I Disposições gerais Artigo 1.º Objeto e âmbito O presente Regulamento

Leia mais

PRODUÇÃO E DIFUSÃO DE PROGRAMA DE RADIO SOBRE O QREN. Programa do Concurso

PRODUÇÃO E DIFUSÃO DE PROGRAMA DE RADIO SOBRE O QREN. Programa do Concurso PRODUÇÃO E DIFUSÃO DE PROGRAMA DE RADIO SOBRE O QREN Programa do Concurso Lisboa, 2009 PROGRAMA DO CONCURSO Concurso público n.º /2009, para a aquisição de serviço de produção e difusão de programa de

Leia mais

INFRACONSULT Rua Lagares D'El Rei n 19A 1700-268 Lisboa. Sua comunicação de.nossa referência Condeixa-aJMova DAF m 04308??

INFRACONSULT Rua Lagares D'El Rei n 19A 1700-268 Lisboa. Sua comunicação de.nossa referência Condeixa-aJMova DAF m 04308?? Município de Condeixa-a-Nova Largo Artur Barreto 3150-124 Condeixa-a-Nova Telef. 239 949 120 Fax 239945445 www.cm-condeixa.pt geral@cm-condeixa.pt N Verde Serviço de Águas 800 203 683 NIF 501 275 380 INFRACONSULT

Leia mais

FRAH CONVITE PARA APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS AJUSTE DIRECTO Regime Geral

FRAH CONVITE PARA APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS AJUSTE DIRECTO Regime Geral FRAH CONVITE PARA APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS AJUSTE DIRECTO Regime Geral 1 Identificação do Procedimento: Ajuste directo n.º 3/2010 que visa a aquisição de serviços 2 Objecto do procedimento: Elaboração

Leia mais

Concurso público Concessão Do Uso Privativo do Quiosque, Designado por Pombal, Sito em Cabanões, na Freguesia de Ranhados - Viseu

Concurso público Concessão Do Uso Privativo do Quiosque, Designado por Pombal, Sito em Cabanões, na Freguesia de Ranhados - Viseu PATRIMÓNIO Processo:28.09/2015/1 EDOC/2015/5326 Concurso público Concessão Do Uso Privativo do Quiosque, Designado por Pombal, Sito em Cabanões, na Freguesia de Ranhados - Viseu Índice I - PROGRAMA DE

Leia mais

FREGUESIA DE SANTA MARINHA

FREGUESIA DE SANTA MARINHA FREGUESIA DE SANTA MARINHA CADERNO DE ENCARGOS HASTA PÚBLICA Nº 01/Santa Marinha/2014 ALIENAÇÃO DE RESINA 2014 CADERNO DE ENCARGOS Artigo 1.º Disposições gerais A presente Hasta Pública rege-se pelo D.L.

Leia mais

ANEXO II do CCP. [com a redacção actualizada em conformidade com o Decreto-lei n.º 149/2012, de 12 de julho]

ANEXO II do CCP. [com a redacção actualizada em conformidade com o Decreto-lei n.º 149/2012, de 12 de julho] ANEXO II do CCP [com a redacção actualizada em conformidade com o Decreto-lei n.º 149/2012, de 12 de julho] 1 - Nuno Silvério Castanheiro de Matos Nunes, titular do Cartão de Cidadão 10149834 9ZZ0, válido

Leia mais

Escola Secundária de Cacilhas-Tejo. Caderno de Encargos AJUSTE DIRETO N.º 1/2016 PARA EXPLORAÇÃO DO BAR DOS ALUNOS

Escola Secundária de Cacilhas-Tejo. Caderno de Encargos AJUSTE DIRETO N.º 1/2016 PARA EXPLORAÇÃO DO BAR DOS ALUNOS Caderno de Encargos AJUSTE DIRETO N.º 1/2016 PARA EXPLORAÇÃO DO BAR DOS ALUNOS ARTIGO 1º IDENTIFICAÇÃO DO CONCURSO O presente procedimento é um Ajuste Direto e tem a seguinte designação: AJUSTE DIRETO

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO N.º 10/2015/ICNF PROGRAMA DE CONCURSO

CONCURSO PÚBLICO N.º 10/2015/ICNF PROGRAMA DE CONCURSO 2015 CONCURSO PÚBLICO N.º 10/2015/ICNF PROGRAMA DE CONCURSO Natália Freitas Mendes PROGRAMA DE CONCURSO CONCURSO PÚBLICO N.º10/2015/ICNF AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS PARA ELABORAÇÃO DOS DOCUMENTOS ESTRATÉGICOS

Leia mais

PROGRAMA DO CONCURSO E CADERNO DE ENCARGOS

PROGRAMA DO CONCURSO E CADERNO DE ENCARGOS PROGRAMA DO CONCURSO E CADERNO DE ENCARGOS PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, TELERRADIOLOGIA CONCURSO PÚBLICO N.º 190006/17 1 Programa de Concurso DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1.º Definições Para o efeito do presente

Leia mais

Programa de Concurso. Empreitada da Obra

Programa de Concurso. Empreitada da Obra Programa de Concurso da Empreitada da Obra de Limpeza e beneficiação dos rios e ribeiros no Concelho (Reabilitação, limpeza e valorização da Ribeira de Carnide (Rio Pranto)) 1 CONCURSOS PÚBLICOS PROGRAMA

Leia mais

FREGUESIA DE GÓIS. Concurso Público para a Utilização e Exploração do Bar do Pêgo Escuro - Góis. Processo nº A1/2015 CADERNO DE ENCARGOS

FREGUESIA DE GÓIS. Concurso Público para a Utilização e Exploração do Bar do Pêgo Escuro - Góis. Processo nº A1/2015 CADERNO DE ENCARGOS Concurso Público para a Utilização e Exploração do Bar do Pêgo Escuro - Góis Processo nº A1/2015 CADERNO DE ENCARGOS [1] CADERNO DE ENCARGOS ÍNDICE Objeto do concurso... 3 Instalações e Pessoal... 3 Início

Leia mais

CONVITE CONSERVAÇÃO, AMPLIAÇÃO E OUTRAS PEQUENAS CONSTRUÇÕES EB1 CALE DA VILA

CONVITE CONSERVAÇÃO, AMPLIAÇÃO E OUTRAS PEQUENAS CONSTRUÇÕES EB1 CALE DA VILA CONVITE Para o efeito, convida-se V/Exa. a apresentar proposta no âmbito do Ajuste Direto adotado para a celebração do contrato para a realização da empreitada de CONSERVAÇÃO, AMPLIAÇÃO E OUTRAS PEQUENAS

Leia mais

Acordo quadro para a prestação de serviços de consultadoria, desenvolvimento e manutenção de software

Acordo quadro para a prestação de serviços de consultadoria, desenvolvimento e manutenção de software Acordo quadro para a prestação de serviços de consultadoria, desenvolvimento e manutenção de software PROGRAMA DE CONCURSO Janeiro de 2013 ÍNDICE CAPÍTULO I OBJETO E ÂMBITO DO CONCURSO... 3 Artigo 1.º

Leia mais

ANEXO II DECLARAÇÃO DE ACEITAÇÃO DO CONTEÚDO DO CADERNO DE ENCARGOS

ANEXO II DECLARAÇÃO DE ACEITAÇÃO DO CONTEÚDO DO CADERNO DE ENCARGOS Pág.1/2 ANEXO II DECLARAÇÃO DE ACEITAÇÃO DO CONTEÚDO DO CADERNO DE ENCARGOS [a que se refere a alínea a) do nº 1 do artigo 81º do Código dos Contratos Públicos] 1. Manuel Júlio Jorge da Silva titular do

Leia mais

Junta de Freguesia de Aradas PROCEDIMENTO Nº 01/JFA/ 2015

Junta de Freguesia de Aradas PROCEDIMENTO Nº 01/JFA/ 2015 Junta de Freguesia de Aradas CONCURSO PÚBLICO PARA CONCESSÃO DE ESPAÇO DESTINADO À EXPLORAÇÃO DAS PISCINAS E BAR DE APOIO, SITO NO CAROCHO, NO LUGAR DA QUINTA DO PICADO NA FREGUESIA DE ARADAS, CONCELHO

Leia mais

MUNICÍPIO DE REGUENGOS DE MONSARAZ

MUNICÍPIO DE REGUENGOS DE MONSARAZ Reguengos ""Monsaraz CIDADE EUROPEIA DO VINHO 2015 MUNICÍPIO DE REGUENGOS DE MONSARAZ "CONSTRUÇÃO DE UM EDIFICIO PARA O TELESCOPIO E ESPAÇOS ENVOLVENTES - DARK SKY CU MEADA" CONVITE \,'!1r;;:.,if,

Leia mais

P R O G R A M A - C O N C U R S O P Ú B L I C O N. º 0 1 / C T B G C / MINISTERIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA GUARDA NACIONAL REPUBLICANA

P R O G R A M A - C O N C U R S O P Ú B L I C O N. º 0 1 / C T B G C / MINISTERIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA GUARDA NACIONAL REPUBLICANA MINISTERIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA GUARDA NACIONAL REPUBLICANA COMANDO TERRITORIAL DE BRAGANÇA SECÇÃO DE RECURSOS LOGÍSTICOS E FINANCEIROS CONCURSO PÚBLICO N.º 01/CTBGC/2016 PROGRAMA DO CONCURSO CONCESSÃO

Leia mais

CONVITE. Câmara Municipal de Proença a Nova CESSÃO DE EXPLORAÇÃO DO BAR DA ZONA DE LAZER DA PEDRA DO ALTAR

CONVITE. Câmara Municipal de Proença a Nova CESSÃO DE EXPLORAÇÃO DO BAR DA ZONA DE LAZER DA PEDRA DO ALTAR CONVITE Câmara Municipal de Proença a Nova CESSÃO DE EXPLORAÇÃO DO BAR DA ZONA DE LAZER DA PEDRA DO ALTAR A Câmara Municipal de Proença a Nova, sita na Avenida do Colégio, 6150 401 Proença a Nova, com

Leia mais

SISTEMA ELETRÓNICO EUROPEU DE PORTAGEM (SEEP) PROCEDIMENTO DE REGISTO DE FORNECEDOR SEEP PORTUGAL. Versão de dezembro de 2014

SISTEMA ELETRÓNICO EUROPEU DE PORTAGEM (SEEP) PROCEDIMENTO DE REGISTO DE FORNECEDOR SEEP PORTUGAL. Versão de dezembro de 2014 SISTEMA ELETRÓNICO EUROPEU DE PORTAGEM (SEEP) PROCEDIMENTO DE REGISTO DE FORNECEDOR SEEP PORTUGAL (EETS PROVIDER REGISTRATION PROCEDURE - PORTUGAL) Versão 1.0 31 de dezembro de 2014 Nos termos da Decisão

Leia mais

Caderno de Encargos AJUSTE DIRECTO N.º 2/2011 PARA EXPLORAÇÃO DO BAR DOS PROFESSORES ARTIGO 1º IDENTIFICAÇÃO DO CONCURSO

Caderno de Encargos AJUSTE DIRECTO N.º 2/2011 PARA EXPLORAÇÃO DO BAR DOS PROFESSORES ARTIGO 1º IDENTIFICAÇÃO DO CONCURSO Caderno de Encargos AJUSTE DIRECTO N.º 2/2011 PARA EXPLORAÇÃO DO BAR DOS PROFESSORES ARTIGO 1º IDENTIFICAÇÃO DO CONCURSO O presente procedimento é um Ajuste Directo e tem a seguinte designação: AJUSTE

Leia mais

PROGRAMA DO CONCURSO E CADERNO DE ENCARGOS

PROGRAMA DO CONCURSO E CADERNO DE ENCARGOS PROGRAMA DO CONCURSO E CADERNO DE ENCARGOS PRÓTESES DO JOELHO CONCURSO PÚBLICO N.º 120016/16 1 Programa de Concurso DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1.º Definições Para o efeito do presente programa, os seguintes

Leia mais

CONVITE. 1. Objeto do contrato

CONVITE. 1. Objeto do contrato CONVITE Para o efeito, convida-se V/Exa. a apresentar proposta no âmbito do Ajuste Direto adotado para a celebração do contrato para a realização da empreitada de ADAPTAÇÃO E CONSERVAÇÃO DE EDIFÍCIOS E

Leia mais

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CONVITE AJUSTE DIRETO

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CONVITE AJUSTE DIRETO UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO CONVITE AJUSTE DIRETO Aquisição de manuais escolares a Bs. REGUENG@S DE MONSARAZ UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO

Leia mais

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO. Concurso Público n.º 01/2017. Concessão de Exploração de Diversos Espaços para Atividade Comercial

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO. Concurso Público n.º 01/2017. Concessão de Exploração de Diversos Espaços para Atividade Comercial PROGRAMA DO PROCEDIMENTO Concurso Público n.º 01/2017 Concessão de Exploração de Diversos Espaços para Atividade Comercial Artigo 1.º Objecto 1. O presente procedimento tem por objecto a celebração de

Leia mais

Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro de equipamento informático. Convite à apresentação de propostas

Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro de equipamento informático. Convite à apresentação de propostas Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro de equipamento informático Convite à apresentação de propostas ANCP Outubro de 2010 Índice Artigo 1.º Objecto do concurso...

Leia mais