Homeopatia. Lançamento. e o mercado português. Estudo Homeopatia. Problemas de Sono. Entrevista. Época de exames. Visita. Oscillococcinum 30 doses

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Homeopatia. Lançamento. e o mercado português. Estudo Homeopatia. Problemas de Sono. Entrevista. Época de exames. Visita. Oscillococcinum 30 doses"

Transcrição

1 informa N.º 07 I Setembro de 2013 Estudo Homeopatia Lançamento Oscillococcinum 30 doses Problemas de Sono Entrevista Maria Fernanda Vieira Visita Lyon Época de exames Homeopatia e o mercado português

2 editorial Já com mais de 10 anos em Portugal, o Oscillococcinum foi ganhando notoriedade na farmácia, o reconhecimento dos médicos e a satisfação dos doentes. As várias campanhas de meios e a presença em vários suportes (televisão, rádio, imprensa) permitiram que cada vez mais portugueses conhecessem este medicamento e as suas inúmeras vantagens. Construiu-se assim o caminho para o lançamento do Oscillococcinum 30 doses em Portugal, disponível em todas as farmácias e parafarmácias, já a partir de setembro. Esta nova embalagem, pensada no contexto da prevenção, individual e/ou familiar, disponibiliza um tratamento de 30 doses semanais, cobrindo assim, todo o período de exposição gripal (outubro a março). Sensível à situação económica do nosso país e às crescentes dificuldades financeiras da polução, a Boiron apresenta esta embalagem-poupança do Oscillococcinum 30 doses, que permitirá assegurar a continuidade do tratamento aos seus já muitos consumidores. Apresentamos-lhe também o Arnigel, fundamental no seu kit de férias, seja para aliviar as dores musculares das caminhadas de praia ou para cuidar dos hematomas dos mais pequenos nas aventuras pelo campo. As férias são um período de mudança de rotinas, de ciclos de sono, de excitabilidade aumentada, que muitas vezes acabam por condicionar o comportamento de crianças e adultos. O Sedatif PC pode, de forma natural e segura, ajudar a gerir estes estados emotivos atípicos, além de ser também, uma preciosa ajuda no equilíbrio emocional necessário para o regresso às aulas e ao trabalho. Ainda neste contexto, é de salientar o artigo sobre o tema ansiedade deste número, escrito pela pediatra Dra. Marisol Anselmo, e o artigo sobre problemas do sono, escrito pela, também pediatra, Dr.ª Maria Alfaro. A Boiron Informa é um espaço seu também, um meio de interatividade entre os profissionais de saúde e a Boiron. Nesta edição damos destaque à entrevista da colaboradora Maria Fernanda Vieira. Cerca de 20 farmacêuticos integraram mais uma comitiva à sede da Boiron em Lyon. Dar a estes profissionais conhecimentos, formação e ferramentas que lhes permitam integrar a homeopatia no seu dia a dia, no quotidiano da sua farmácia é o objetivo principal destas visitas. São visitas altamente enriquecedoras tanto para a Boiron Portugal, que tem oportunidade de conhecer de perto testemunhos da realidade da farmácia portuguesa, como para os participantes que vistam a Fábrica da Boiron, acompanhando de perto todo o processo de fabrico dos nossos medicamentos homeopáticos, desde a recolha das matériasprimas até ao seu acondicionamento secundário e, ainda, formação especializada em homeopatia. Fernando Vitorino Director-geral Boiron Portugal Ficha técnica Impressão: Printipo Tiragem: exemplares Código: NBI VMVF C3A 1 SET13 Boiron Sociedade Unipessoal, Lda. Alameda dos Oceanos, Lote Y Fracção Lisboa Tel.: Fax:

3 sumário Estudo de Homeopatia Época de Exames Problemas de Sono Boiron lança Oscillococcinum 30 doses 6 Visita a Lyon 14 Mais do que informar, a Boiron informa é um veículo de interatividade entre o médico, a farmácia, a parafarmácia e a Boiron. O alinhamento editorial está aberto às suas sugestões. Em todas as edições serão publicados alguns assuntos selecionados. Envie-nos as suas ideias, temas ou comentários para 3

4 nacional Homeopatia e o Mercado Português Estudo de Homeopatia Homeopatia (do grego transliterado hómoios + páthos = semelhante + doença ) é uma forma de medicina iniciada por Samuel Hahnemann ( ). A homeopatia consiste numa prática terapêutica que se apoia sobre uma observação clínica completa e rigorosa que conduz à prescrição de medicamentos homeopáticos cujas indicações provêm de uma farmacologia original obtida através de uma constatação experimental. Como princípios básicos da homeopatia temos Similia simibus curantur, que significa, «os semelhantes curam-se pelos semelhantes» - Princípio da Similitude, o Princípio da Infinitesimalidade e o Princípio da Totalidade. O Princípio da Infinitesimalidade é uma consequência direta e imediata do princípio da similitude. Os medicamentos homeopáticos são essencialmente utilizados em doses diluídas, uma vez que: Toda a substância capaz de, em dose ponderal, provocar sintomas num indivíduo, pode, em dose infinitesimal, curar esses mesmos sintomas num indivíduo doente. as substâncias utilizadas em dose ponderal, podem apresentar toxicidade, ao passo que submetendo-as a diluições sucessivas, a toxicidade e os efeitos indesejáveis são anulados, enquanto que a ação terapêutica se mantém. Quanto maior o número de sintomas correspondentes, maior é a sensibilidade do doente ao medicamento e, consequentemente, mais elevada deverá ser a diluição. 4 O Princípio da Totalidade respeita o ser humano visto de uma forma global, ou seja, o indivíduo é analisado na sua totalidade, como um todo que reage aos estímulos e agressões internas e externas. Em homeopatia não há doenças, mas sim doentes., uma vez que a terapêutica é individualizada.

5 nacional Homeopatia Mercado de Confiança em Ascensão Apesar dos princípios que regem a homeopatia serem diferentes das bases alopáticas, a homeopatia, como tratamento eficaz e não agressivo, com amplas possibilidades terapêuticas está cada vez mais integrada no nosso dia a dia. Hoje em dia, os medicamentos homeopáticos são usados em mais de 80 países, prescritos por mais de médicos e usados por mais de 300 milhões de pessoas. 68% dos Portugueses confia nos medicamentos homeopáticos Em Portugal, verifica-se uma crescente utilização, interesse e conhecimento dos medicamentos homeopáticos. Recente estudo realizado em Portugal no âmbito da notoriedade da homeopatia revela que 68% dos portugueses confia nos medicamentos homeopáticos e 47% tenciona experimentar. Toluna, 2013: Estudo realizado em 500 indivíduos. 5

6 Boiron lança Oscillococcinum Em formato 30 doses No seguimento do sucesso do Oscillococcinum 6 doses, medicamento homeopático tradicionalmente utilizado no alívio de estados gripais e dos sintomas decorrentes, tais como febre, dores de cabeça, arrepios, dores musculares e afins, a Boiron Portugal apostou num novo formato de Oscillococcinum, agora em 30 doses, ideal para uma maior cobertura contra gripes e constipações. Este novo formato mais económico e familiar privilegia a proteção no Inverno, para toda a família. Resumo das Características do medicamento: NOME DO MEDICAMENTO: Oscillococcinum, glóbulos, COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA: Para um recipiente unidose de 1 g de glóbulos: Anas barbariae, hepatis et cordis extractum 200K - 0,01 ml, INDICAÇÕES TERAPEUTICAS: Medicamento homeopático tradicionalmente utilizado no alívio de estados gripais e dos sintomas decorrentes tais como febre, dores de cabeça, arrepios, dores musculares e afins, POSOLOGIA E MODO DE ADMINISTRAÇÃO: Via oral. Adultos e crianças: A dosagem deve ser ajustada de acordo com a fase da doença: - Prevenção: uma dose semanal durante o período de exposição à gripe. - Estado gripal no início: uma dose de imediato. Repetir duas a três vezes com 6 horas de intervalo. - Estado gripal declarado: uma dose de manhã e à noite durante 1-3 dias. Na persistência dos sintomas para além dos 3 dias, deverá consultar o seu médico. Coloque a totalidade do conteúdo do recipiente debaixo da língua e deixe dissolver. CONTRAINDICAÇÕES: Não aplicável. ADVERTÊNCIAS E PRECAUÇÕES ESPECIAIS DE UTILIZAÇÃO: Doentes com problemas hereditários raros de intolerância à frutose, malabsorção de glucose-galactose ou insuficiência de sacarase-isomaltase não devem tomar este medicamento. Doentes com problemas hereditários raros de intolerância à galactose, deficiência de lactase ou malabsorção de glucose-galactose não devem tomar este medicamento. INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS E OUTRAS FORMAS DE INTERAÇÃO: Não aplicável. GRAVIDEZ E ALEITAMENTO: Não aplicável. EFEITOS SOBRE A CAPACIDADE DE CONDUZIR E UTILIZAR MÁQUINAS: Não relevante. EFEITOS INDESEJÁVEIS: Não aplicável. SOBREDOSAGEM: Não aplicável. 6

7 produto Outono e Inverno sem gripes, nem constipações: Oscillococcinum 30 doses: 1 dose semanal e uma dose extra aos primeiros sinais, equivale a uma proteção contra gripes e constipações durante todo o período invernal. Quando aconselhar Oscillococcinum 6 doses ou 30 doses? A Boiron elaborou um fácil protocolo, que irá ajudar no aconselhamento na farmácia, aquando da dispensa do Oscillococcinum. Basta fazer algumas perguntas-chave e saberá qual o melhor formato a aconselhar. 7

8 nacional Época de Exames Marisol Anselmo - Pediatra O final do ano letivo é uma altura em que as crianças e jovens sentem algum nervoso miudinho, um frio na barriga, sinais indiretos da ansiedade que acompanha a proximidade dos testes ou dos exames. Se pensarmos que as avaliações nacionais se iniciam no 2.º ano de escolaridade e se repetem ao longo da vida, podemos imaginar que são muitas as vezes em que as crianças têm que aprender a contornar os seus medos face a esta situação. Os pais também sentem que é um momento sério e transportam parte dessa responsabilidade. Para alguns pais as boas notas dos filhos revelam o empenho e o trabalho de equipa nesta trajetória escolar. Também os pais vivem um pouco neste ambiente de medo e de ansiedade. Temem que os seus filhos sejam prejudicados pela dificuldade em controlar o medo na altura de revelar os seus verdadeiros conhecimentos. Muitas vezes a concentração e a calma no dia do exame são essenciais para que o jovem possa expor o que realmente adquiriu e assim seja recompensado verdadeiramente pelo seu estudo intenso. Um ambiente familiar calmo, rodeado de afeto e compreensão ajudam muito nesta altura do ano, contribuem para um sentimento de segurança, essencial ao sucesso. Existe medicação que pode ajudar a apaziguar esses sentimentos e que pode facilitar a concentração na época de exames. Os ácidos gordos ómegas-3, EPA (ácido eicosapentoico) e DHA (ácido docosahexanoico) são essenciais para a estrutura e funcionalidade da membrana dos neurónios. A fonte destes ómegas-3 são o peixe, especialmente as sardinhas, o salmão, o atum e a cavala. Estes peixes devem ser consumidos cerca de 3 a 4 vezes por semana. Alguns estudos apontam para que os seus benefícios sejam: uma maior concentração e memória no contexto dos estudos; favorecer a qualidade do sono; minorar as alterações de humor e melhoria do rendimento escolar. Uma vez que a ingestão de peixe nem sempre é cumprida de forma a manter os níveis destes ácidos gordos essenciais no sangue, podem ser utilizadas formulações compostas como suplemento alimentar, durante esta altura do ano. Em homeopatia existem cepas que podem ajudar nos dias que antecedem os exames e no próprio dia do exame. No caso dos alunos ansiosos que estudam, mas no dia dos testes têm brancas e não conseguem expor os seus conhecimentos, um medicamento adequado é o Argentum nitricum 15 CH, 5 grânulos diariamente na altura dos exames e pode repetir-se mesmo antes de iniciar a prova. Se o jovem é meticuloso, pessimista, com baixa auto-estima, o medicamento a utilizar pode ser o Arsenicum album 15 CH. No caso da criança que antes do exame refere diarreia intensa, tremores, alterações da memória, insónias por antecipação, então está indicado o Gelsemium 15 CH. O Kalium phosphoricum 15 CH pode ser muito útil nas épocas de estudo intenso, em que surge uma fadiga intelectual intensa, com dores de cabeça e insónias, com uma sensibilidade emocional excessiva. Existem medicamentos homeopáticos compostos, sob a forma de comprimidos que podem ser repetidos várias vezes ao dia, que reduzem a ansiedade, sem efeitos secundários, contendo várias cepas: Aconitum napellus, Belladona, Calendula officinalis, Chelidonium, entre outros. 8

9 nacional

10 nacional Para os problemas de Sono Maria Alfaro - Pediatra O sono da criança é uma das maiores preocupações de todos os pais e muitas vezes um dos grandes problemas que os pais enfrentam, principalmente durante os primeiros anos da vida dos filhos. É muito frequente, aparecerem em consulta, pais que se queixam que o bebé dorme muito, dorme pouco, acorda durante a noite..., não adormece sozinho..., acorda a chorar, sobresaltado..., só adormece ao colo ou na cama dos pais..., estes são alguns, entre outros os problemas que os pais relatam em relação ao sono dos seus filhos. etapas normais na evolução dos ciclos do sono. Além disto, existem também uma série de fatores ou situações do dia a dia, que podem alterar o sono da criança. O sono agitado, os pesadelos ou a dificuldade em adormecer, são alguns dos problemas que podem aparecer nas várias fases do desenvolvimento da criança. O bebé que está habituado a dormir ao colo da mãe e/ou com companhia, necessita aprender a adormecer sozinho. Esta transição, para que o bebé adormeça sozinho, leva algum tempo e nem sempre é muito fácil e pacífica de resolver. Ainda não se conhece a função exata do sono, mas é indispensável. O sono divide-se em ciclos Para que o sono do bebé não se torne um problema, é essencial que desde muito cedo os que se repetem durante a noite. Parece que esta alternância de ciclos de sono mais agitado e de sono mais lento, tem um importante papel no desenvolvimento e maturação do sistema nervoso central. Durante o primeiro ano de vida, é frequente as crianças acordarem várias vezes durante a noite. À medida que a criança cresce, o número de horas e a qualidade do sono também se altera, formando parte das pais estabeleçam bons hábitos e criar rotinas na hora de ir para a cama. A pouco e pouco e com alguma firmeza da parte dos pais, a criança irá mostrando cada vez menos resistência à hora de ir dormir. Homeopatia no sono da criança Existem alguns pequenos ``truques que 10

11 nacional ajudam os pais a educarem os seus bebés, para que adquiram hábitos de sono saudaveis: falar com o bebé, com uma voz calma e suave antes de o colocar no berço; ler uma história; levar um brinquedo para a cama (sempre o mesmo); fazer uma pequena massagem; embalá-lo um pouco; etc. Além disto, na Matéria Médica Homeopatica existem remédios, que consoante as características e peculiaridades do sono da criança, podem ajudar a resolver muitas pequenas alterações do sono. Kalium bromatum 15CH: principal remédio para os ``terrores noturnos, a criança grita, ``range os dentes e mexe-se muito durante o sono. A criança pode ser inquieta durante o dia, ``não pára. Pode dar 5 grânulos antes de ir dormir e repetir durante a noite se surgir um pesadelo. Stramonium 15CH: nestes casos, além dos pesadelos, estas crianças tem tendência a serem ``medrosas, têm medo da escuridão, de determinados animais, de estarem sozinhas, precisam dormir com uma luz de presença. Podem falar durante o sono. Durante o dia podem estar agitados, ter tendência a ``morder ou ``cuspir. Administramos o remédio da mesma forma. Hyosciamus niger 15CH: nervosa, irritável, pesadelos, mexe muito, pode ranger os dentes, fala, ri durante o sono Pode coincidir com uma etapa em que a criança está irriquieta, faz coisas para chamar a atenção, despe-se, pode ter ``ciúmes (por exemplo, pelo nascimento do irmão). Administramos o remédio da mesma forma. Coffea cruda 15CH: criança ``hiperexcitada, grande atividade física e mental, de manhã e também ao final do dia, não consegue relaxar para ir para a cama. Pode também acordar cedo para ``ir brincar. Administraremos 5 grânulos uma hora antes da hora prevista para ir para a cama, pode repetir se for necesário uma hora mais tarde e/ou durante a noite se a criança acordar. Medorrhinum 15CH: durante a noite estas crianças são capazes de resistir longas horas acordadas sem quererem ir para a cama, são muito inquietas, têm tendência para ter cólicas, preferem dormir de ``barriga para baixo com as pernas dobradas, destapam-se durante a noite, têm pesadelos violentos onde aparecem ``cães. Administramos o remédio da mesma forma. Pulsatilla 15CH: Estas crianças são muito bem comportadas de um modo geral, mas têm muito medo de ``serem abandonadas, da separação, isto faz com que chorem desconsoladamente quando são deitadas, agarram-se aos braços dos pais, querem que lhes deem muitos beijinhos, durante a noite acordam e vão para a cama dos pais, têm medo da escuridão e de estarem sozinhas, veem ``monstros na parede. Administramos o remédio da mesma forma. 11

12 equipa Conheça a equipa Boiron Entrevista: Maria Fernanda Vieira Na equipa Boiron todos contribuem das formas mais variadas, para o crescimento e sucesso da empresa, para a sua notoriedade e, também, para o desenvolvimento da homeopatia como prática integrante da medicina e cuidados de saúde de Portugal. A nossa colaboradora Maria Fernanda Vieira, delegada comercial de farmácia da zona de Lisboa e arredores partilha, na entrevista que se segue, os seus 24 anos de carreia repletos de desafios, conquistas e muita paixão. BI - Há quantos anos está na Indústria Farmacêutica? MFV - Há 24 anos. Trabalhei na Farma-OTC, subsidiária dos Laboratórios Bial, como delegada de farmácia, na GSK durante 18 anos como delegada de informação médica, e encontro-me na Boiron desde Novembro/2009, como delegada comercial de farmácia. BI - Como surgiu a Boiron e a paixão pela Homeopatia? MFV - A Boiron surgiu quando tive conhecimento da abertura da filial em Portugal, como andava à procura de emprego, candidatei-me e fui admitida. BI - Como via os medicamentos homeopáticos e como os vê agora? MFV - Não tinha conhecimento algum sobre homeopatia. Com as várias formações que tenho tido, ao longo do tempo em que trabalho na Boiron, consegui ver que a homeopatia tem um lugar muito importante, tanto na farmácia como na classe médica. BI - O que acha de particular na política da Boiron? MFV - Acho que a Boiron, tem valores com os quais me identifico AUTENTICIDADE, FELICIDADE, RIGOR e PAIXÃO. Trabalhar na Boiron, para mim, é um estado de espírito. BI - Que valores estão por trás do seu sucesso na Boiron? MFV - Valores fundamentais e que tenho praticado ao longo dos anos, trabalho, honestidade, coerência, objetivos definidos, vestir a camisola e paixão pelo que faço. BI - Considera que a atual Farmácia Portuguesa sofreu fortes modificações, nos últimos anos? MFV - Grandes modificações! A farmácia até há algum tempo atrás, vivia essencialmente dos medicamentos éticos. Neste momento, devido às alterações do mercado, redução da margem dos éticos, assim como a baixa de preços e a falta dos mesmos, tem vindo a ter uma redução na faturação muito acentuada. Tudo isto faz com que, neste momento, o medicamento homeopático, seja uma alternativa para a farmácia. BI - Qual é o papel de um delegado informação farmacêutica para a farmácia? MFV - O delegado de farmácia, desempenha um papel fundamental, nos dias que correm. Vende os produtos homeopáticos, diretamente à farmácia. É o elo de ligação entre Boiron/ Farmacêutico. Faz divulgação de homeopatia/ Boiron, formação a todos os colaboradores da farmácia, merchandising e apoia o farmacêutico em questões relacionadas com a área de negócio. BI - Existe recetividade da parte da Farmácia face aos produtos homeopáticos? Porquê? MFV - Bastante. Nos tempos que correm a farmácia vê a homeopatia, como parte integrante da terapêutica da comunidade, já muitas vezes associada à alopatia, como terapêutica fundamental para o doente assim como, para a farmácia uma boa fonte de rendimento. 12

13 produto NOME DO MEDICAMENTO: Camilia, solução oral em recipiente unidose. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA: Para um recipiente unidose (1ml): CHAMOMILLA VULGARIS 9CH 333,3 mg, PHYTOLACCA DECANDRA 5CH 333,3 mg, RHEUM 5CH 3,333 mg. FORMA FARMACÊUTICA: Solução oral em recipiente. INFORMAÇÕES CLÍNICAS: Medicamento homeopático tradicionalmente utilizado nas perturbações atribuídas ao crescimento dos primeiros dentes (dores, irritabilidade, face vermelha, diarreia). POSOLOGIA E MODO DE ADMINISTRAÇÃO: Via oral. Posologia: Uma unidose, 2 a 3 vezes por dia. O tratamento não deve exceder os 3 dias. Na persistência dos sintomas para além dos 3 dias, deverá consultar o médico. Modo de administração: Abrir a saqueta. Destacar um recipiente unidose. Fechar cuidadosamente a saqueta contendo os outros recipientes dobrando o lado aberto. Abrir o recipiente unidose rodando a extremidade. Verter o conteúdo do recipiente unidose na cavidade bucal da criança, mantendo a criança em posição sentada. CONTRA-INDICAÇÕES: Hipersensibilidade às substâncias ativas ou a qualquer um dos excipientes. ADVERTÊNCIAS E PRECAUÇÕES ESPECIAIS DE UTILIZAÇÃO: Não aplicável. INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS E OUTRAS FORMAS DE INTERAÇÃO: Não são conhecidos. GRAVIDEZ E ALEITAMENTO: Não relevante. EFEITOS SOBRE A CAPACIDADE DE CONDUZIR E UTILIZAR MÁQUINAS: Não relevante. EFEITOS INDESEJÁVEIS: Não são conhecidos. SOBREDOSAGEM: Não são conhecidos. Medicamento não sujeito a receita médica. Medicamento não comparticipado. Consulte o folheto informativo e a embalagem deste medicamento, antes de o utilizar. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas, consulte o seu médico ou farmacêutico. Para mais informações deverá contactar o titular da autorização de introdução no mercado. AIM Registo nº Visite o Stand da Boiron na Expofarma Como acontece todos os anos, desde a sua implementação em Portugal, a Boiron, voltará a estar presente na Expofarma Teremos todo o gosto em receber a sua visita. Quer falar connosco? Aproveite a oportunidade para marcar uma reunião com um dos nossos delegados comerciais. Para mais informações, ligue:

14 internacional Visita de Farmacêuticos a Lyon Viagem Como já é habitual, a Boiron França recebeu no passado mês de Junho a visita de cerca de 20 farmacêuticos nas suas instalações. A visita a Lyon teve como principais objetivos formação, no âmbito da introdução à homeopatia, visita às instalações da Boiron em Messimi e Sainte Foy e o acompanhamento presencial de todo o processo de produção do medicamento homeopático à escala industrial, respeitando as Boas Práticas de Fabrico e utilizando métodos patenteados que garantem a homogeneidade entre dos grânulos e glóbulos. O fabrico dos medicamentos da Boiron assentam no trinómio Eficácia / Segurança / Qualidade suportado pela investigação. Num momento em que a homeopatia em Portugal começa a ganhar o seu espaço, o conhecimento nesta área por parte dos farmacêuticos e técnicos de farmácia, tornase cada vez mais importante e distintivo no momento de escolha e fidelização dos utentes. Visita de Farmacêuticos LYON de Outubro de Venha conhecer o encantado mundo do medicamento homeopático. A nova edição da visita a Lyon de farmacêuticos será já em Outubro! Não perca a oportunidade de presenciar todo o circuito do medicamento homeopático, desde a sua recolha, ao acondicionamento secundário. A não perder também a formação lecionada pela colega farmacêutica Dr.ª Jacqueline Sirimongkhon. Para os amantes ou curiosos em homeopatia é uma visita a não perder. Lugares limitados Inscrições até 30 de Setembro 14

15

16 PARA TODA A FAMÍLIA NOME DO MEDICAMENTO: OSCILLOCOCCINUM, glóbulos. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA: para um recipiente unidose de 1 g de glóbulos: Anas Barbariae, Hepatis et Cordis Extractum 200k 0,01 ml. INDICAÇÕES TERAPÊUTICAS: Medicamento homeopático tradicionalmente utilizado no alívio de estados gripais e dos sintomas decorrentes tais como febre, dores de cabeça, arrepios, dores musculares e afins. POSOLOGIA E MODO DE ADMINISTRAÇÃO: Via oral. As dosagens devem ser ajustadas de acordo com a fase da doença: - Prevenção: uma dose semanal durante o período de exposição à gripe. Estado gripal no inicio: uma dose de imediato, repetir duas as três vezes com seis horas de intervalo. Estado gripal declarado: uma dose de manhã e à noite durante 1-3 dias. Coloque a totalidade do conteúdo do recipiente debaixo da língua e deixe dissolver. Na persistência dos sintomas para além dos três dias, deverá consultar o seu médico. CONTRA-INDICAÇÕES: Não aplicável. ADVERTÊNCIAS E PRECAUÇÕES ESPECIAIS DE UTILIZAÇÃO: Doentes com problemas hereditários raros de intolerância à frutose, à galactose, deficiência de lactose ou à malabsorção de glucose-galactose ou insuficiência de sacarase-isomaltase não devem tomar este medicamento. INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS E OUTRAS FORMAS DE INTERAÇÃO: Não aplicável. GRAVIDEZ E ALEITAMENTO: Não aplicável. EFEITOS SOBRE A CAPACIDADE DE CONDUZIR E UTILIZAR MÁQUINAS: Não relevante. EFEITOS INDESEJÁVEIS: Não aplicável. SOBREDOSAGEM: Não aplicável. O OSCILLOCOCCINUM é um medicamento não sujeito a receita médica e não comparticipado. Consulte o folheto informativo e a embalagem deste medicamento, antes de o utilizar. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas, consulte o seu médico ou farmacêutico. Para mais informações deverá contactar o titular da autorização de introdução no mercado. AIM Registo nº

Jérémy Clapin CM FIPS VMVF C1 MAR14

Jérémy Clapin CM FIPS VMVF C1 MAR14 CM FIPS VMVF C1 MAR14 Jérémy Clapin Medicamento homeopático tradicionalmente utilizado nas perturbações atribuídas ao crescimento dos primeiros dentes. (dores, irritabilidade, face vermelha, diarreia)

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Cincofarm 100 mg Cápsulas APROVADO EM Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. Este medicamento pode ser adquirido sem

Leia mais

Cefaleia crónica diária

Cefaleia crónica diária Cefaleia crónica diária Cefaleia crónica diária O que é a cefaleia crónica diária? Comecei a ter dores de cabeça que apareciam a meio da tarde. Conseguia continuar a trabalhar mas tinha dificuldade em

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Montelucaste Generis 10 mg Comprimidos Montelucaste de sódio Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento -Conserve este folheto. Pode

Leia mais

APROVADO EM 01-10-2004 INFARMED

APROVADO EM 01-10-2004 INFARMED FOLHETO INFORMATIVO Antibiophilus, 250 mg, Cápsulas Lactobacillus casei variedade rhamnosus Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. Este medicamento pode ser adquirido

Leia mais

BENFLUX / BENFLUX FORTE (Cloridrato de ambroxol)

BENFLUX / BENFLUX FORTE (Cloridrato de ambroxol) FOLHETO INFORMATIVO BENFLUX / BENFLUX FORTE (Cloridrato de ambroxol) Leia atentamente este folheto ANTES de utilizar o medicamento - Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler. - Caso tenha

Leia mais

Como prevenir. Gripe. doenças respiratórias? Entrevista. Camilia. Que fazer à tosse? Visita. Oscillococcinum. Bruno Gonçalves.

Como prevenir. Gripe. doenças respiratórias? Entrevista. Camilia. Que fazer à tosse? Visita. Oscillococcinum. Bruno Gonçalves. informa N.º 08 I Janeiro de 2014 Entrevista Bruno Gonçalves Camilia Gripe Oscillococcinum Que fazer à tosse? Visita Lyon Como prevenir doenças respiratórias? newsletter-jan-2014.indd 1 06/02/2014 11:14

Leia mais

GUIA PARA OS PAIS - EDUCAÇÃO INFANTIL

GUIA PARA OS PAIS - EDUCAÇÃO INFANTIL GUIA PARA OS PAIS - EDUCAÇÃO INFANTIL O QUE É? É um processo educativo que oscila entre a inserção e a autonomia. É uma etapa do sistema de educação que tem como objectivo proporcionar às crianças experiências

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. SINGULERGY 10 mg comprimidos revestidos por película montelucaste

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. SINGULERGY 10 mg comprimidos revestidos por película montelucaste FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR SINGULERGY 10 mg comprimidos revestidos por película montelucaste APROVADO EM Leia com atenção todo este folheto antes de tomar este medicamento. - Conserve

Leia mais

1º Princípio Lei dos Semelhantes

1º Princípio Lei dos Semelhantes Homeopatia 1º Princípio Lei dos Semelhantes A Homeopatia é a medicina que cura baseando-se na Lei dos Semelhantes. Esta estabelece que uma substância capaz de desencadear determinados sintomas em indivíuos

Leia mais

A Importância da Família na Educação

A Importância da Família na Educação A Importância da Família na Educação Não caminhes à minha frente Posso não saber seguir-te. Não caminhes atrás de mim Posso não saber guiar-te. Educadora Social Dra. Joana Valente Caminha antes a meu lado

Leia mais

Transição para a parentalidade após um diagnóstico de anomalia congénita no bebé: Resultados do estudo

Transição para a parentalidade após um diagnóstico de anomalia congénita no bebé: Resultados do estudo 2013 Transição para a parentalidade após um diagnóstico de anomalia congénita no bebé: Resultados do estudo Ana Fonseca, Bárbara Nazaré e Maria Cristina Canavarro Pontos de interesse especiais: Porque

Leia mais

CONSELHOS PARA PAIS E FILHOS. Geração Futura. Perceba o seu filho e ajude-o a subir as notas! Sucesso Escolar

CONSELHOS PARA PAIS E FILHOS. Geração Futura. Perceba o seu filho e ajude-o a subir as notas! Sucesso Escolar Sucesso Escolar CONSELHOS PARA PAIS E FILHOS Geração Futura Perceba o seu filho e ajude-o a subir as notas! www.geracaofutura.pt geracaofutura.formacao@gmail.com Telemóvel: 919 123 725 Skype: geracaofutura

Leia mais

Avenoc. Medicamento homeopático tradicionalmente utilizado no tratamento das hemorróidas não complicadas. COMPOSIÇÃO POSOLOGIA

Avenoc. Medicamento homeopático tradicionalmente utilizado no tratamento das hemorróidas não complicadas. COMPOSIÇÃO POSOLOGIA STO CMP 1 SET11 ARN CMP 1 SET11 Avenoc Medicamento homeopático tradicionalmente utilizado no tratamento das hemorróidas não complicadas. Embalagem de 10 supositórios. Via rectal. Um supositório de manhã

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR SINGULAIR 4 mg Granulado montelucaste Leia com atenção todo este folheto antes da sua criança tomar este medicamento. - Conserve este folheto. Pode ter

Leia mais

i dos pais O SONO NAS CRIANÇAS QUAL A IMPORTÂNCIA DO SONO?

i dos pais O SONO NAS CRIANÇAS QUAL A IMPORTÂNCIA DO SONO? i dos pais O SONO NAS CRIANÇAS É importante perceber que à medida que as crianças crescem e se desenvolvem, a sua rotina do sono também muda. Assim, será possível que um recém-nascido possa dormir cerca

Leia mais

Como saber que meu filho é dependente químico e o que fazer. A importância de todos os familiares no processo de recuperação.

Como saber que meu filho é dependente químico e o que fazer. A importância de todos os familiares no processo de recuperação. Como saber que meu filho é dependente químico e o que fazer A importância de todos os familiares no processo de recuperação. Introdução Criar um filho é uma tarefa extremamente complexa. Além de amor,

Leia mais

Vacina pneumocócica polissacárida conjugada (13-valente, adsorvida)

Vacina pneumocócica polissacárida conjugada (13-valente, adsorvida) EMA/90006/2015 EMEA/H/C/001104 Resumo do EPAR destinado ao público Vacina pneumocócica polissacárida conjugada (13-valente, adsorvida) Este é um resumo do Relatório Público Europeu de Avaliação (EPAR)

Leia mais

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição IDENTIFICANDO A DEPRESSÃO Querida Internauta, Lendo o que você nos escreveu, mesmo não sendo uma profissional da área de saúde, é possível identificar alguns sintomas de uma doença silenciosa - a Depressão.

Leia mais

A seguir enumeramos algumas caracteristicas do TBH:

A seguir enumeramos algumas caracteristicas do TBH: OQUEÉOTRANSTORNOBIPOLARDO HUMOR(TBH)? O transtorno bipolar do humor (também conhecido como psicose ou doença maníaco-depressiva) é uma doença psiquiátrica caracterizada por oscilações ou mudanças de humor

Leia mais

Será que doses elevadas de creatina "atrasam o início clínico" da doença de Huntington? Porquê a creatina?

Será que doses elevadas de creatina atrasam o início clínico da doença de Huntington? Porquê a creatina? Notícias científicas sobre a Doença de Huntington. Em linguagem simples. Escrito por cientistas. Para toda a comunidade Huntington. Será que doses elevadas de creatina "atrasam o início clínico" da doença

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM CUIDADOS FARMACÊUTICOS

PÓS-GRADUAÇÃO EM CUIDADOS FARMACÊUTICOS PÓS-GRADUAÇÃO EM CUIDADOS FARMACÊUTICOS 1. Introdução O papel do farmacêutico, em particular no contexto da Farmácia Comunitária tem vindo a evoluir no sentido de uma maior intervenção do Farmacêutico

Leia mais

Entrevista ao Professor

Entrevista ao Professor Entrevista ao Professor Prof. Luís Carvalho - Matemática Colégio Valsassina - Lisboa Professor Luís Carvalho, agradecemos o tempo que nos concedeu para esta entrevista e a abertura que demonstrou ao aceitar

Leia mais

O Nicorette Goma para mascar medicamentosa de 2 mg ou 4 mg. apresenta-se sob a forma farmacêutica de goma para mascar medicamentosa.

O Nicorette Goma para mascar medicamentosa de 2 mg ou 4 mg. apresenta-se sob a forma farmacêutica de goma para mascar medicamentosa. FOLHETO INFORMATIVO Leia atentamente este folheto antes de tomar o medicamento - Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o ler novamente. - Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Leia mais

AVALIAÇÃO DE QUALIDADE DE VIDA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE

AVALIAÇÃO DE QUALIDADE DE VIDA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE WHOQOL-120 HIV AVALIAÇÃO DE QUALIDADE DE VIDA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE Genebra Versão em Português 1 Departamento de Saúde Mental e Dependência Química Organização Mundial da Saúde CH-1211 Genebra

Leia mais

Rastreio de Diagnóstico Precoce em recém-nascidos para o seu bebé

Rastreio de Diagnóstico Precoce em recém-nascidos para o seu bebé Rastreio de Diagnóstico Precoce em recém-nascidos para o seu bebé Na primeira semana após o nascimento, é-lhe oferecida a possibilidade de efetuar um rastreio de diagnóstico precoce ao seu bebé. Porque

Leia mais

INTOXICAÇÃO POR PERMETRINA NO CÃO E GATO

INTOXICAÇÃO POR PERMETRINA NO CÃO E GATO Clínica Veterinária de Mangualde Dr. Benigno Rodrigues Dra. Sandra Oliveira INTOXICAÇÃO POR PERMETRINA NO CÃO E GATO Os parasitas externos como as pulgas e as carraças podem causar um grande incómodo para

Leia mais

O AUTISMO- NA CRIANÇA

O AUTISMO- NA CRIANÇA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MÉRTOLA Escola E,B 2,3 ES\Escola S. Sebastião de Mértola Curso Profissional de Técnico de Apoio Psicossocial- 3ºano Disciplina de Psicopatologia Geral Ano letivo 2013\14 Docente:

Leia mais

Aesculus hippocastanum

Aesculus hippocastanum Novarrutina Aesculus hippocastanum FITOTERÁPICO Parte utilizada: semente Nomenclatura botânica Nome científico: Aesculus hippocastanum Nome popular: Castanha da Índia Família: Hippocastanaceae. Formas

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR SINGULAIR 10 mg comprimidos revestidos por película montelucaste Leia com atenção todo este folheto antes de tomar este medicamento. - Conserve este folheto.

Leia mais

Plano de Contingência Gripe A Creche do Povo Jardim de Infância

Plano de Contingência Gripe A Creche do Povo Jardim de Infância Plano de Contingência Gripe A Creche do Povo Jardim de Infância 1. Enquadramento 1.1 Nota Introdutória Através da Organização Mundial de Saúde e das respectivas autoridades nacionais de Saúde, Ministério

Leia mais

TYLALGIN CAF. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Comprimido Revestido 500mg + 65mg

TYLALGIN CAF. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Comprimido Revestido 500mg + 65mg TYLALGIN CAF Geolab Indústria Farmacêutica S/A Comprimido Revestido 500mg + 65mg MODELO DE BULA PARA O PACIENTE Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento.

Leia mais

Você conhece a Medicina de Família e Comunidade?

Você conhece a Medicina de Família e Comunidade? Texto divulgado na forma de um caderno, editorado, para a comunidade, profissionais de saúde e mídia SBMFC - 2006 Você conhece a Medicina de Família e Comunidade? Não? Então, convidamos você a conhecer

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Broncoliber 50 mg/ml solução oral 10 mg/pulverização (0,2 ml) Cloridrato de ambroxol

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Broncoliber 50 mg/ml solução oral 10 mg/pulverização (0,2 ml) Cloridrato de ambroxol FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Broncoliber 50 mg/ml solução oral 10 mg/pulverização (0,2 ml) Cloridrato de ambroxol Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente.

Leia mais

Experiências Pré-Profissionais. Na Direção Regional de Educação. Conceito de Experiências Pré-Profissionais

Experiências Pré-Profissionais. Na Direção Regional de Educação. Conceito de Experiências Pré-Profissionais Na Direção Regional de Educação As equipas de educação especial da Direcção Regional de Educação (DRE) atendem uma população variada, com diferentes problemáticas que determinam a necessidade de diferenciar

Leia mais

Floxedol destina-se a ser utilizado em adultos e crianças com idade igual ou superior a um ano de idade.

Floxedol destina-se a ser utilizado em adultos e crianças com idade igual ou superior a um ano de idade. FOLHETO INFORMATIVO FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR floxedol 3 mg/ml Gel oftálmico Ofloxacina Leia atentamente este folheto antes de utilizar este medicamento. - Conserve este folheto.

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO. Folheto informativo: Informação para o utilizador. Bglau 2 mg/ml Colírio, solução Tartarato de brimonidina

FOLHETO INFORMATIVO. Folheto informativo: Informação para o utilizador. Bglau 2 mg/ml Colírio, solução Tartarato de brimonidina FOLHETO INFORMATIVO Folheto informativo: Informação para o utilizador Bglau 2 mg/ml Colírio, solução Tartarato de brimonidina Leia com atenção todo este folheto antes de começar a utilizar este medicamento

Leia mais

Folheto Informativo, Vol. 4, n.º 21. idos pais. Associação

Folheto Informativo, Vol. 4, n.º 21. idos pais. Associação Folheto Informativo, Vol. 4, n.º 21. idos pais Associação promoção do desenvolvimento, tratamento e prevenção da saúde mental Associação Edição online gratuita i dos pais. Folheto Informativo. Vol. 4,

Leia mais

Informação para o paciente

Informação para o paciente Informação para o paciente Viramune - nevirapina 18355 BI Viramune brochure POR_V2.indd 1 14-12-11 14:19 Introdução Viramune é um medicamento para o tratamento do HIV. Este prospecto contém informação

Leia mais

Folheto informativo: Informação para o utilizador Finacea, 150 mg/g, gel Ácido azelaico

Folheto informativo: Informação para o utilizador Finacea, 150 mg/g, gel Ácido azelaico Folheto informativo: Informação para o utilizador Finacea, 150 mg/g, gel Ácido azelaico Leia com atenção todo este folheto antes de começar a utilizar este medicamento pois contém informação importante

Leia mais

GUIA MEDICAMENTOS GENÉRICOS. SOFTWARE PARA CONSULTA EM POCKET PC e TELEMÓVEL

GUIA MEDICAMENTOS GENÉRICOS. SOFTWARE PARA CONSULTA EM POCKET PC e TELEMÓVEL Introdução GUIA MEDICAMENTOS GENÉRICOS SOFTWARE PARA CONSULTA EM POCKET PC e TELEMÓVEL Este será um novo instrumento de consulta que irá permitir reforçar e tornar mais acessível um suporte de informação

Leia mais

Newsletter. Fernando Pessoa... Gabinete de Psicologia Clínica Dr.ª Ana Durão

Newsletter. Fernando Pessoa... Gabinete de Psicologia Clínica Dr.ª Ana Durão 2 EM 5 ENTREVISTA COM DESTAQUES Workshop Para os + Novos Para a sua Saúde Nº 3 MAIO 2008 6 NEUROFITNESS ESPECIAL EXERCÍCIOS Newsletter Gabinete de Psicologia Clínica Dr.ª Ana Durão Fernando Pessoa... Lisboa

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Gino-Canesten 1, 500 mg, Comprimido Vaginal Clotrimazol Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. Este medicamento pode

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Laxido Laranja, pó para solução oral

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Laxido Laranja, pó para solução oral FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Laxido Laranja, pó para solução oral Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. Este medicamento pode ser adquirido sem receita

Leia mais

ABCEducatio entrevista Sílvio Bock

ABCEducatio entrevista Sílvio Bock ABCEducatio entrevista Sílvio Bock Escolher uma profissão é fazer um projeto de futuro A entrada do segundo semestre sempre é marcada por uma grande preocupação para todos os alunos que estão terminando

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais

O guia do profissional de Recursos Humanos. Como melhorar o desenvolvimento da equipe

O guia do profissional de Recursos Humanos. Como melhorar o desenvolvimento da equipe O guia do profissional de Recursos Humanos Como melhorar o desenvolvimento da equipe 1 Introdução 03 Conhecendo as dores do seu time 05 Investir nos colaboradores! 08 Estabelecendo metas 11 A meditação

Leia mais

O Capitão Avape contra o Fantasma Autismo

O Capitão Avape contra o Fantasma Autismo O Capitão Avape contra o Fantasma Autismo Esta é a segunda edição do manual sobre o autismo, elaborado pelo Grupo de Saúde Mental da Avape (Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência), em parceria

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR DORMIDINA 25 mg, Pó Efervescente Succinato de Doxilamina APROVADO EM Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. Este medicamento

Leia mais

COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA: INDICAÇÕES TERAPÊUTICAS: POSOLOGIA E MODO DE ADMINISTRAÇÃO:

COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA: INDICAÇÕES TERAPÊUTICAS: POSOLOGIA E MODO DE ADMINISTRAÇÃO: NOME DO MEDICAMENTO: OSCILLOCOCCINUM, glóbulos. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA: para um recipiente unidose de 1 g de glóbulos: Anas Barbariae, Hepatis et Cordis Extractum 200k 0,01 ml. INDICAÇÕES

Leia mais

Folheto informativo: Informação para o utilizador. Taloxa 600 mg comprimidos Felbamato

Folheto informativo: Informação para o utilizador. Taloxa 600 mg comprimidos Felbamato Folheto informativo: Informação para o utilizador Taloxa 600 mg comprimidos Felbamato Leia com atenção todo este folheto antes de começar a tomar este medicamento pois contém informação importante para

Leia mais

Pequenas, mas com vontades próprias, as. crianças expressam as suas emoções de. formas muito distintas ao longo das várias fases

Pequenas, mas com vontades próprias, as. crianças expressam as suas emoções de. formas muito distintas ao longo das várias fases Newsletter N.º 19 Janeiro/Fevereiro 11 5 Pequenas, mas com vontades próprias, as crianças expressam as suas emoções de formas muito distintas ao longo das várias fases da infância. Mas é entre os 2 e os

Leia mais

Direção geral. Tem dores? Vamos agir juntos!

Direção geral. Tem dores? Vamos agir juntos! Direção geral Tem dores? Vamos agir juntos! Tem dores? Tem receio de sofrer por causa duma intervenção cirúrgica ou de um exame? Um dos seus familiares está preocupado com este problema? Este folheto informa-o

Leia mais

Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente.

Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Oxolamina, 10 mg/ml, xarope Oxolamina, citrato Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. É necessário utilizar Oxolamina

Leia mais

APROVADO EM 04-08-2011 INFARMED. Folheto Informativo: Informação para o utilizador. Paracetamol Azevedos, 500 mg, comprimidos Paracetamol

APROVADO EM 04-08-2011 INFARMED. Folheto Informativo: Informação para o utilizador. Paracetamol Azevedos, 500 mg, comprimidos Paracetamol Folheto Informativo: Informação para o utilizador Paracetamol Azevedos, 500 mg, comprimidos Paracetamol Leia com atenção todo este folheto antes de começar a tomar este medicamento pois contém informação

Leia mais

Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico

Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico Gripe Perguntas Frequentes Perguntas frequentes sobre a gripe sazonal O que é a

Leia mais

A Ponte entre a Escola e a Ciência Azul

A Ponte entre a Escola e a Ciência Azul Projeto educativo A Ponte entre a Escola e a Ciência Azul A Ponte Entre a Escola e a Ciência Azul é um projeto educativo cujo principal objetivo é a integração ativa de estudantes do ensino secundário

Leia mais

Cobavital cobamamida cloridrato de ciproeptadina

Cobavital cobamamida cloridrato de ciproeptadina MODELO DE BULA DO PACIENTE I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Cobavital cobamamida cloridrato de ciproeptadina APRESENTAÇÕES Microcomprimidos COBAVITAL (1 mg cobamamida + 4 mg cloridrato de ciproeptadina):

Leia mais

O nome deste medicamento é Casenlax, 10 g/20 ml solução oral em saquetas.

O nome deste medicamento é Casenlax, 10 g/20 ml solução oral em saquetas. Folheto informativo: Informação para o utilizador Casenlax 10 g/20 ml solução oral em saquetas Macrogol 4000 Leia com atenção todo este folheto antes de começar a tomar este medicamento, pois contém informação

Leia mais

Páginas para pais: Problemas na criança e no adolescente. 3.14 A criança com Autismo e Síndrome de Asperger

Páginas para pais: Problemas na criança e no adolescente. 3.14 A criança com Autismo e Síndrome de Asperger Páginas para pais: Problemas na criança e no adolescente 3.14 A criança com Autismo e Síndrome de Asperger Introdução A maioria das crianças, desde os primeiros tempos de vida, é sociável e procura ativamente

Leia mais

Radioterapia no Cancro do Pulmão

Radioterapia no Cancro do Pulmão Editado em: Novembro de 2006 Apoio: Radioterapia no Cancro do Pulmão Comissão de Pneumologia Oncológica Sociedade Portuguesa de Pneumologia ÍNDICE A Comissão de Pneumologia Oncológica agradece ao autor

Leia mais

2ª semana da Farmácia Angolana 3ª ExpoFarma Angola 07 de Outubro 2015 Paulo Lilaia

2ª semana da Farmácia Angolana 3ª ExpoFarma Angola 07 de Outubro 2015 Paulo Lilaia Análise e desenvolvimento do mercado, legislação e factores de crescimento do Mercado de Medicamentos Genéricos 2ª semana da Farmácia Angolana 3ª ExpoFarma Angola 07 de Outubro 2015 Paulo Lilaia APOGEN

Leia mais

Tiaprida Generis é um neuroléptico indicado no tratamento de perturbações do comportamento.

Tiaprida Generis é um neuroléptico indicado no tratamento de perturbações do comportamento. Folheto informativo: Informação para o utilizador Tiaprida Generis 100 mg comprimidos Leia com atenção todo este folheto antes de começar a tomar este medicamento pois contém informação importante para

Leia mais

1. O QUE É PARACETAMOL BLUEPHARMA E PARA QUE É UTILIZADO. Grupo Farmacoterapêutico: 2.10 - Sistema Nervoso Central - Analgésicos e antipiréticos

1. O QUE É PARACETAMOL BLUEPHARMA E PARA QUE É UTILIZADO. Grupo Farmacoterapêutico: 2.10 - Sistema Nervoso Central - Analgésicos e antipiréticos Folheto Informativo Informação para o utilizador Paracetamol Bluepharma Paracetamol Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente Este medicamento pode ser adquirido sem receita

Leia mais

paracetamol Biosintética Farmacêutica Ltda. Solução oral 200 mg/ml

paracetamol Biosintética Farmacêutica Ltda. Solução oral 200 mg/ml paracetamol Biosintética Farmacêutica Ltda. Solução oral 200 mg/ml BULA PARA PACIENTE Bula de acordo com a Resolução-RDC nº 47/2009 I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO paracetamol Medicamento Genérico Lei

Leia mais

Grupo farmacoterapêutico: 10.1.1 Medicação antialérgica. Anti-histamínicos. Antihistamínicos

Grupo farmacoterapêutico: 10.1.1 Medicação antialérgica. Anti-histamínicos. Antihistamínicos Folheto Informativo: Informação para o utilizador Fenergan 25 mg Comprimidos revestidos Cloridrato de prometazina Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento. - Conserve este folheto.

Leia mais

VASENOL CREME GORDO. Guia de Campanha. sempre a cuidar de si

VASENOL CREME GORDO. Guia de Campanha. sempre a cuidar de si VASENOL CREME GORDO Guia de Campanha sempre a cuidar de si 1. 2. 3. 4. VASENOL 04. O que é Vasenol? O CREME GORDO 06. A proposta Vasenol A CAMPANHA 10. Fase 1 Oferta e Experimentação 11. Fase 2 Difusão

Leia mais

Como administrar Nebido com segurança (ampolas)

Como administrar Nebido com segurança (ampolas) Como administrar Nebido com segurança (ampolas) Informação para profissionais de saúde Este folheto fornece informações sobre certos aspetos da administração de Nebido, a fim de ampliar o seu conhecimento

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Viabom 50 mg comprimidos Dimenidrinato APROVADO EM Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. Este medicamento pode ser adquirido

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO Norlevo 1,5 mg comprimido 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada comprimido contém 1,5 mg de levonorgestrel. Excipiente: lactose

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Omede, cápsulas gastrorresistentes Omeprazol 20 mg

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Omede, cápsulas gastrorresistentes Omeprazol 20 mg FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Omede, cápsulas gastrorresistentes Omeprazol 20 mg Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento. - Conserve este folheto. Pode ter necessidade

Leia mais

Plano de Contingência

Plano de Contingência Plano de Contingência Gripe A (H1N1) Creche, Jardim-de-infância e ATL da ASSTAS Índice I INTRODUÇÃO... 2 II OBJECTIVOS... 3 III PREVENÇÃO E INFORMAÇÃO SOBRE A GRIPE A... 4 A) Quais os sintomas?... 4 B)

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Omacor 1000 mg cápsulas moles Ésteres etílicos 90 do ácido ómega-3 Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento. - Conserve este folheto.

Leia mais

A leitura, um bem essencial

A leitura, um bem essencial A leitura, um bem essencial A leitura, um bem essencial A leitura é uma competência básica que todas as pessoas devem adquirir para conseguirem lidar de forma natural com a palavra escrita. Mas aprender

Leia mais

BIOBANCO IMM PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ)

BIOBANCO IMM PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ) BIOBANCO IMM PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ) Gostaria de doar sangue para apoiar a investigação médica. Como poderei fazer? Para doar uma amostra pode nos contactar (217999437 ou 965152588) ou visitar nos no

Leia mais

o Ressonar e a Apneia de Sono

o Ressonar e a Apneia de Sono o Ressonar e a Apneia de Sono sintomas diagnóstico tratamento O ressonar apesar de ser comum, fonte de brincadeiras e aceite como normal na população em geral é de facto uma perturbação que não deve ser

Leia mais

Tem dores? Vamos agir juntos! Gerir a dor é a nossa prioridade

Tem dores? Vamos agir juntos! Gerir a dor é a nossa prioridade Tem dores? Vamos agir juntos! Gerir a dor é a nossa prioridade Introdução Sabia isto? Estudos realizados demonstram que uma boa gestão da dor diminui as complicações da operação e favorece a recuperação.

Leia mais

AFETA A SAÚDE DAS PESSOAS

AFETA A SAÚDE DAS PESSOAS INTRODUÇÃO Como vai a qualidade de vida dos colaboradores da sua empresa? Existem investimentos para melhorar o clima organizacional e o bem-estar dos seus funcionários? Ações que promovem a qualidade

Leia mais

1-O que é..4. 2-Contexto normativo..4. 3-Articulação com outros instrumentos..4. 4-Conteúdos do projeto educativo...5. 5-Diagnóstico estratégico..

1-O que é..4. 2-Contexto normativo..4. 3-Articulação com outros instrumentos..4. 4-Conteúdos do projeto educativo...5. 5-Diagnóstico estratégico.. 2008/2010 2012/2014 ÍNDICE Introdução 1-O que é..4 2-Contexto normativo..4 3-Articulação com outros instrumentos..4 4-Conteúdos do projeto educativo....5 5-Diagnóstico estratégico..4 6 -Resultados vão

Leia mais

Duphalac lactulose MODELO DE BULA. DUPHALAC (lactulose) é apresentado em cartuchos contendo 1 frasco de 200 ml e um copo medida.

Duphalac lactulose MODELO DE BULA. DUPHALAC (lactulose) é apresentado em cartuchos contendo 1 frasco de 200 ml e um copo medida. MODELO DE BULA Duphalac lactulose FORMA FARM ACÊUTICA E APRESENTAÇ ÃO DUPHALAC (lactulose) é apresentado em cartuchos contendo 1 frasco de 200 ml e um copo medida. VIA ORAL USO ADULTO E PEDIÁTRICO COMPOSIÇÃO

Leia mais

As ampolas de Nolotil também não deverão ser utilizadas em:

As ampolas de Nolotil também não deverão ser utilizadas em: Folheto informativo: Informação para o utilizador Nolotil 2000 mg/5 ml solução injetável Metamizol magnésico Leia com atenção todo este folheto antes de começar a utilizar este medicamento pois contém

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: Informação para o utilizador

FOLHETO INFORMATIVO: Informação para o utilizador FOLHETO INFORMATIVO: Informação para o utilizador GLUDON 1 mg comprimidos GLUDON 2 mg comprimidos GLUDON 3 mg comprimidos GLUDON 4 mg comprimidos Glimepirida Leia atentamente este folheto antes de tomar

Leia mais

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento.

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. museudapessoa.net P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. R Eu nasci em Piúma, em primeiro lugar meu nome é Ivo, nasci

Leia mais

APRESENTAÇÕES Solução oral extrato etanólico das raízes de Pelargonium sidoides D.C. Eps 7630-825 mg. Embalagens com 20 ml e 50 ml.

APRESENTAÇÕES Solução oral extrato etanólico das raízes de Pelargonium sidoides D.C. Eps 7630-825 mg. Embalagens com 20 ml e 50 ml. Umckan Pelargonium sidoides Extrato Eps 7630 Nomenclatura botânica: Pelargonium sidoides, D.C. Nomenclatura popular: Umckaloabo Família: Geraniaceae Parte utilizada: raízes APRESENTAÇÕES Solução oral extrato

Leia mais

Recupere. sono. o ritmo. Conselhos para pessoas que sofrem de insónia

Recupere. sono. o ritmo. Conselhos para pessoas que sofrem de insónia Recupere do sono o ritmo Conselhos para pessoas que sofrem de insónia Prefácio O sono é fundamental na vida de todos nós. Dormir não é um luxo, mas sim uma necessidade fisiológica que devemos respeitar.

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR ENDOFALK pó para solução oral Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento. - Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler.

Leia mais

Anexo A DORFEN CAZI QUIMICA FARMACÊUTICA IND. E COM. LTDA. Solução oral. 200mg

Anexo A DORFEN CAZI QUIMICA FARMACÊUTICA IND. E COM. LTDA. Solução oral. 200mg Anexo A DORFEN CAZI QUIMICA FARMACÊUTICA IND. E COM. LTDA Solução oral 200mg DORFEN Paracetamol I IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO DORFEN Paracetamol FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO Solução oral em frasco

Leia mais

DIMETIGASS simeticona

DIMETIGASS simeticona DIMETIGASS simeticona CIMED INDÚSTRIA DE MEDICAMENTOS LTDA. EMULSÃO ORAL (GOTAS) 75 MG/ML I- IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Dimetigass simeticona APRESENTAÇÕES Emulsão oral: Caixa com 1 frasco conta-gotas

Leia mais

24 O uso dos manuais de Matemática pelos alunos de 9.º ano

24 O uso dos manuais de Matemática pelos alunos de 9.º ano 24 O uso dos manuais de Matemática pelos alunos de 9.º ano Mariana Tavares Colégio Camões, Rio Tinto João Pedro da Ponte Departamento de Educação e Centro de Investigação em Educação Faculdade de Ciências

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO MAR/ABRIL 2013 [Edição 6]

BOLETIM INFORMATIVO MAR/ABRIL 2013 [Edição 6] BOLETIM INFORMATIVO MAR/ABRIL 2013 [Edição 6] O tema central desta edição do Boletim Informativo será a Psicologia Infantil. A Psicologia Infantil é a área da Psicologia que estuda o desenvolvimento da

Leia mais

Michèle BOIRON Farmacêutica

Michèle BOIRON Farmacêutica «Desde de manhã, não me sinto muito bem, Tenho calofrios e estou dolorido.» La pathologie A gripe é uma doença infecciosa e contagiosa, devido aos Myxovirus influenzae A B e C. A gripe é uma doença viral,

Leia mais

- 7.2 ANEXO B - 7.3 ANEXO C - 7.4 ANEXO D - 1-7.5 ANEXO E

- 7.2 ANEXO B - 7.3 ANEXO C - 7.4 ANEXO D - 1-7.5 ANEXO E 7. ANEXOS 7.1 ANEXO A - Parecer do Comitê de Ética Institucional da UNIFESP 7.2 ANEXO B - Modelo do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido 7.3 ANEXO C - Modelo da Carta de Cessão 7.4 ANEXO D - Modelo

Leia mais

Escola Evaristo Nogueira

Escola Evaristo Nogueira Escola Evaristo Nogueira Grupo Disciplinar de Educação Física Ano Lectivo 2014 / 2015 Critérios de Avaliação Os critérios de avaliação constituem referenciais dos professores que lecionam as disciplinas

Leia mais

Isto doi mesmo muito!!!

Isto doi mesmo muito!!! INFORMAÇÃO MOLAXOLE SOBRE OBSTIPAÇÃO Isto doi mesmo muito!!! Tenho estado aqui sentado a chorar durante mais de meia hora. B_OTC.indd 1 10/10/14 11:31 SOFRE DE OBSTIPAÇÃO QUE PRECISA SER TRATADA¹? Coloque

Leia mais

Homeopatia. Copyrights - Movimento Nacional de Valorização e Divulgação da Homeopatia mnvdh@terra.com.br 2

Homeopatia. Copyrights - Movimento Nacional de Valorização e Divulgação da Homeopatia mnvdh@terra.com.br 2 Homeopatia A Homeopatia é um sistema terapêutico baseado no princípio dos semelhantes (princípio parecido com o das vacinas) que cuida e trata de vários tipos de organismos (homem, animais e plantas) usando

Leia mais

Inovação pode poupar. dinneiro

Inovação pode poupar. dinneiro Textos ANA SOFIA SANTOS Fotos PAULO VAZ HENRIQUES novação disruptiva é "aquela que permite tornar bens e serviços complexos e caros em bens e serviços simples e baratos". Marta Temido, presidente da presidente

Leia mais

Copyright CEDH France

Copyright CEDH France As dificuldades escolares Problemas psicopatológicos: o stress, a gagueira, o tique nervoso o tique obsessivo e compulsivo As dificuldades escolares Os problemas de aprendizagem: a dislexia, a precocidade,

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Livazo 1 mg, 2 mg e 4 mg comprimidos revestidos por película Pitavastatina

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Livazo 1 mg, 2 mg e 4 mg comprimidos revestidos por película Pitavastatina FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Livazo 1 mg, 2 mg e 4 mg comprimidos revestidos por película Pitavastatina Leia atentamente este folheto antes de tomar Livazo. Conserve este folheto.

Leia mais

Dimensão Segurança do Doente. Check-list Procedimentos de Segurança

Dimensão Segurança do Doente. Check-list Procedimentos de Segurança 1. 1.1 1.2 Cultura de Segurança Existe um elemento(s) definido(s) com responsabilidade atribuída para a segurança do doente Promove o trabalho em equipa multidisciplinar na implementação de processos relativos

Leia mais

CETIRIZINA HISTACET 10 mg COMPRIMIDOS REVESTIDOS

CETIRIZINA HISTACET 10 mg COMPRIMIDOS REVESTIDOS FOLHETO INFORMATIVO Leia atentamente este folheto antes de tomar o medicamento -Conserve este folheto: Pode ter necessidade de o reler. -Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico. -Este

Leia mais