Solicitação de Proposta (SDP)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Solicitação de Proposta (SDP)"

Transcrição

1 Solicitação de Proposta (SDP) Data: 25 de novembro de 2011 Prezado(a) Senhor(a), Assunto: SDP para prestação de serviços de Consultoria Meio Ambiente V.Sa. está convidado(a) a apresentar uma proposta de serviços de Consultoria especializada para Organização e gestão da produção de caranguejo uçá (Ucides cordatus) e seus subprodutos na RESEX Chocaré-Mato Grosso/PA e seu entorno, e rastreamento da produção de caranguejo uçá (Ucides cordatus) e seus subprodutos comercializados em Salinópolis/PA Para permitir o envio da proposta, foram anexados os seguintes documentos: i. Instruções aos Licitantes Anexo I ii. Termos de Referência Anexo II iii. Modelo de Submissão de Proposta Anexo II iv. Planilha de Preços Aenxo IV v. Modelo de Garantia de Execução Anexo V vi. Modelo de Contrato de Prestação de Serviços de Consultoria Profissional e Anexo VI Condições Gerais do PNUD para Contrato de Serviços Profissionais 3. Anexo Sua oferta, que compreende a proposta técnica e a proposta financeira, em envelopes lacrados e separados, deverá ser enviada ao endereço abaixo até às 15:00h do dia 05 de janeiro de 2012 (horário de Brasília). Referência: RFP 14279/2011 Projeto BRA/08/002 Endereço: EQSW 103/104 Lote 1, Bloco D, Setor Sudoeste - Brasília DF, Brasil ZIP CODE Aos Cuidados: Unidade de Compras Telefone: Telefax: A reunião de audiência prévia será realizada dia 08 de dezembro de 2011 às 15:00 h (horário de Brasília) no endereço acima indicado. Rev Oct 2000

2 5. Caso V.Sa. solicite informações adicionais, faremos o possível para enviar tais informações rapidamente, porém, o atraso em fornecê-las não será considerado como um motivo para a prorrogação do prazo de apresentação de sua proposta. 6. V.Sa. deverá acusar o recebimento desta carta e indicar se pretende ou não apresentar proposta. Atenciosamente, Unidade de Compras PNUD - Brasil 2

3 A. Introdução 1. Assuntos Gerais Instruções aos Licitantes Anexo I Contratação de pessoa jurídica para a realização de serviços de Consultoria especializada para Elaboração do Plano de Manejo da Reserva Extrativista de Chocoaré- Mato Grosso/PA, São João da Ponta/PA, Caeté-Taperaçu/PA, Araí-Peroba/PA, Soure/PA e Cururupu/MA. 2. Custo da proposta O Licitante deverá arcar com todos os custos relacionados à elaboração e apresentação da Proposta, sendo que o PNUD não será responsável nem responderá, em nenhuma circunstância, por tais custos, independentemente da condução ou do resultado da solicitação. B. Documentos da Licitação 3. Conteúdo dos documentos da licitação As propostas deverão oferecer serviços de forma a atender integralmente o exigido no objeto. As propostas que oferecerem apenas parte do objeto exigido serão rejeitadas. O Licitante deverá examinar todas as instruções, modelos, termos e especificações correspondentes constantes nos Documentos da Licitação. A falta de observância a esses documentos será por conta e risco do Licitante e poderá afetar a avaliação da Proposta. 4. Esclarecimentos dos documentos da licitação O Licitante em potencial que solicitar qualquer esclarecimento a respeito dos Documentos da Licitação poderá enviar notificação ao PNUD, por escrito, encaminhando-a ao endereço para correspondência da organização ou ao número de fax indicado na SDP. O PNUD responderá por escrito a qualquer pedido de esclarecimento dos Documentos da Licitação que receber até duas semanas antes do final do prazo para apresentação das Propostas. Serão enviadas cópias por escrito da resposta (inclusive uma explicação da pergunta, porém sem identificar sua fonte) a todos os Licitantes em potencial que tiverem recebido os Documentos da Licitação. 5. Alterações aos documentos da licitação O PNUD poderá, a qualquer tempo antes do final do prazo para apresentação das Propostas, por qualquer razão, seja por sua iniciativa própria ou em atendimento a algum pedido de esclarecimento de um Licitante, modificar os Documentos da Licitação. Todos os Licitantes que tiverem recebido os Documentos da Licitação serão notificados, por escrito, a respeito de todas as alterações dos Documentos da Licitação. 3

4 Para possibilitar aos Licitantes a realização de ajustes em suas propostas, o PNUD poderá, a seu critério, prorrogar o prazo para apresentação das Propostas. C. Elaboração das Propostas 6. Idioma da proposta A Proposta, os documentos a ela relacionados e demais correspondências trocadas entre a Licitante e o PNUD, deverão ser escritas no idioma inglês ou em português para o caso de licitantes nacionais. Qualquer literatura impressa fornecida pelo Licitante poderá ser escrita em outro idioma contanto que esteja acompanhada de sua tradução para o inglês nas passagens pertinentes, sendo que, neste caso, para fins de interpretação da Proposta, a tradução para o inglês prevalecerá. 7. Documentos que compõem a proposta A Proposta deverá conter os seguintes componentes: (a) Formulário de submissão da Proposta; (b) Parte operacional e técnica da Proposta, inclusive documentação que comprove que a Licitante atende a todos os requisitos; (c) Planilha de Preços, preenchida de acordo com as cláusulas 8 e 13; (d) Garantia de Proposta nos valores conforme abaixo: (i) Não Aplicável A garantia definida nesta seção será aceita em Dólares norte-americanos ou em qualquer outra moeda conversível, na forma de cheque administrativo ou fiança bancária. 8. Licença de Exportação Todos os licitantes/fornecedores deverão estar cientes de que os bens e serviços serão em benefício do Governo no âmbito da assistência ao desenvolvimento do PNUD, sendo que os bens adquiridos serão normalmente transferidos aos parceiros nacionais, ou a alguma entidade por ele indicada, de acordo com as políticas e os procedimentos do PNUD. O licitante/fornecedor deverá incluir em sua proposta: Uma declaração a respeito da necessidade ou não de se obter licenças de importação ou exportação com respeito às mercadorias a serem adquiridas ou ao serviço a ser prestado, inclusive quaisquer restrições quanto ao país de origem, uso/duplo uso, natureza dos bens ou serviços, inclusive, e disponibilização aos usuários finais; 4

5 Confirmação de que obteve as licenças dessa natureza no passado e que espera obter todas as licenças necessárias, caso sua proposta seja vencedora. 9. Formato da Proposta O Licitante deverá estruturar a parte operacional e técnica de sua Proposta da seguinte maneira: (a) Plano de Gerenciamento Esta seção deverá trazer informação corporativa do Licitante incluindo data e local de constituição e uma descrição concisa das atividades relacionadas ao objeto da licitação atuais do Licitante, devendo dar ênfase aos serviços relacionados à Proposta. Esta seção também deverá descrever as unidades organizacionais que ficarão responsáveis pelo contrato, e a abordagem gerencial que será adotada na execução do objeto. O Licitante deverá relatar sua experiência em projetos similares e identificar a(s) pessoa(s) que representará(ão) o Licitante em qualquer negociação futura com o PNUD. (b) Planejamento de Recursos Esta seção deverá explicitar recursos humanos, capacidades e instalações do Licitante necessárias para a execução do objeto desta licitação, descrevendo as atuais competências/instalações do Licitante e quaisquer planos de expansão. (c) Metodologia Proposta Esta seção deverá demonstrar a capacidade do Licitante em atender às especificações, identificando os componentes propostos às exigências, conforme especificado, item a item, fornecendo uma descrição detalhada das características essenciais de performance propostas, e demonstrando como a metodologia proposta atende às especificações ou as excede. A parte operacional e técnica da Proposta não deverá conter nenhuma informação sobre preço dos serviços ofertados. As informações sobre preços estarão separadas e incluídas apenas na Planilha de Preços apropriada. É obrigatório que o sistema de numeração da Proposta do Licitante corresponda ao sistema de numeração utilizado no corpo desta SDP. Todas as referências ao material descritivo e folhetos deverão ser incluídas no parágrafo correspondente da resposta, embora os próprios materiais/documentos possam ser fornecidos como anexos à Proposta/ resposta. As informações que o Licitante considerar sigilosas e exclusivas, se houver, deverão estar marcadas com a palavra exclusiva ao lado da parte do texto em questão, e serão, dessa forma, tratadas como tal. 10. Preços da Proposta 5

6 O Licitante deverá indicar na Planilha de Preços nos termos dos Documentos da Licitação, os preços propostos para a realização dos serviços objeto da licitação. 11. Moedas da Proposta Todos os preços deverão estar cotados em dólares norte-americanos ou em qualquer moeda de livre conversibilidade. Para efeitos de comparação, propostas cotadas em outras moedas serão convertidas em dólares norte-americanos pela taxa de câmbio mensal das Nações Unidas. 12. Período de validade das propostas As Propostas deverão permanecer válidas por 120 (cento e vinte) dias após a data de apresentação da Proposta prevista pela entidade contratante do PNUD, de acordo com a cláusula de prazo. A Proposta com validade inferior ao solicitado poderá ser rejeitada pelo PNUD com base no argumento de que ela não está de acordo com as exigências. Em circunstâncias excepcionais, o PNUD poderá solicitar a prorrogação do prazo de validade da proposta. Esta solicitação e as respostas deverão ser feitas por escrito. O Licitante que aceitar o pedido não estará obrigado nem autorizado a modificar sua Proposta. 13. Formato e assinatura das propostas O Licitante deverá submeter a proposta em duas vias, devidamente identificadas cada uma como Proposta Original e Cópia da Proposta, conforme o caso. Qualquer discrepância entre elas, a via original prevalecerá. As duas vias da Proposta serão digitadas ou escritas em tinta indelével e serão assinadas pelo Licitante ou a pessoa ou as pessoas devidamente autorizadas pelo Licitante para assinar o contrato. A última forma mencionada deverá ser indicada por procuração, por escrito, acompanhando a Proposta. A Proposta não deverá conter entrelinhas, rasuras ou texto sobrescrito, exceto o quanto necessário a fim de corrigir erros feitos pelo Licitante, caso em que tais correções deverão ser rubricadas pela pessoa ou pelas pessoas que assinarem a Proposta. 14. Pagamento O PNUD efetuará os pagamentos ao Contratado após aceitação, pelo PNUD, das faturas apresentadas pelo contratado, à medida que forem atingidas as respectivas etapas mais importantes. D. Apresentação de Propostas 15. Lacração e marcação de propostas 6

7 O Licitante deverá lacrar a Proposta em um envelope externo e dois envelopes internos, conforme os detalhes abaixo. (a) O envelope externo deverá ser: Endereçado a EQSW 103/104 Lote 1, Bloco D, Setor Sudoeste - Brasília DF, Brazil ZIP CODE Aos cuidados da Unidade de Compras Entidade Contratante do PNUD Endereço e, Marcado com SDP: RFP 14279/2011/2010 Project BRA/08/002 (b) Ambos os envelopes internos deverão indicar o nome e o endereço do Licitante. O primeiro envelope interno deverá conter as informações especificadas na Cláusula 9 (Formato da Proposta) acima, com as vias devidamente identificadas como Original e Cópia. O segundo envelope interno deverá conter a tabela de preços devidamente identificada como tal. Observe que se os envelopes internos não estiverem lacrados e identificados conforme as instruções desta cláusula, o PNUD não assumirá nenhuma responsabilidade pelo extravio da Proposta ou sua abertura prematura. 16. Prazo para apresentação das propostas As Propostas deverão ser entregues ao PNUD no endereço especificado na cláusula Lacração e marcação das Propostas até às 15:00 do dia 05 de janeiro de 2012 (horário de Brasília). O PNUD poderá, a seu critério, prorrogar o prazo para apresentação das Propostas por meio de alteração aos documentos da licitação de acordo com a cláusula Alteração aos Documentos da Licitação, e, neste caso, todos os direitos e as obrigações do PNUD e dos Licitantes previamente sujeitos ao prazo ficarão, a partir desse momento, sujeitos ao prazo assim prorrogado. 17. Propostas em Atraso 7

8 As Propostas recebidas no PNUD após o término do prazo para apresentação de propostas, conforme previsto na cláusula Prazo para apresentação de propostas serão rejeitadas. 18. Modificação e retirada de Propostas O Licitante poderá retirar sua Proposta depois de apresentada e antes da abertura dos envelopes desde que comunicado por escrito ao PNUD. A notificação de retirada do Licitante deverá ser elaborada, lacrada, marcada e despachada de acordo com o disposto na cláusula Prazo para Apresentação de Propostas. A notificação de retirada também poderá ser enviada via telex ou fax, porém, seguida de uma via de confirmação assinada. Nenhuma Proposta poderá ser modificada posteriormente à data final para apresentação de propostas. Nenhuma Proposta poderá ser retirada no intervalo entre o prazo para apresentação de propostas e o término do período de validade da proposta especificado pelo Licitante no Modelo de Submissão da Proposta. E. Abertura e Avaliação das Propostas 19. Abertura das propostas A entidade contratante abrirá as Propostas na presença de um Comitê designado pelo PNUD. 20. Esclarecimento de propostas Com o intuito de auxiliar na análise, avaliação e comparação de Propostas, o PNUD poderá, a seu critério, diligenciar junto ao Licitante esclarecimentos a respeito de sua Proposta. O pedido de esclarecimento e a resposta deverão ser realizadas por escrito, sendo que não deverão ser solicitadas, oferecidas nem permitidas alterações no preço e na substância da Proposta. 21. Análise preliminar O PNUD analisará as Propostas para determinar se estas estão completas ou não, se houve erros de cálculo, se os documentos são válidos e se as Propostas se ajustam na sua substância aos termos da licitação.. Erros aritméticos poderão ser retificados com base no seguinte: Se houver alguma diferença entre o preço unitário e o preço total o qual é obtido pela multiplicação do preço unitário pela quantidade, o preço unitário prevalecerá e o preço total será então corrigido. Caso o Licitante não ratifique a correção dos erros, sua Proposta será rejeitada. Se houver alguma diferença entre valores por extenso e algarismos, prevalecerá o valor expresso por extenso. 8

9 Anteriormente à avaliação detalhada, o PNUD deverá determinar a capacidade substancial de cada Proposta de atender à Solicitação de Propostas (SDP). Para fins destas Cláusulas, uma Proposta substancialmente capaz de tal atendimento será aquela que estiver em conformidade com todos os termos e as condições da SDP, sem desvios relevantes. A decisão do PNUD quanto à capacidade de atendimento de uma Proposta baseia-se no conteúdo da própria Proposta, sem recorrer a comprovações extrínsecas. A Proposta que for considerada como não sendo substancialmente responsiva será rejeitada pelo PNUD e não poderá ser transformada em proposta responsiva pelo Licitante por meio de correção da falta de regularidade. 22. Avaliação e comparação de propostas Um procedimento de duas etapas será utilizado na avaliação das propostas, sendo que a avaliação da proposta técnica estará concluída antes de a proposta de preço ser aberta e comparada. A proposta de preço das Propostas será aberta somente para as ofertas que obtiveram a nota técnica mínima de 70% do máximo total de pontos na avaliação das propostas técnicas. A proposta técnica será avaliada com base na sua capacidade de atendimento ao Termo de Referência (TDR). Na Segunda Etapa, as propostas de preço de todos os licitantes que tiverem atingido a nota mínima de 70% na avaliação técnica, serão comparadas. Será adjudicada a Licitante que ofertar o menor preço. Anteriormente à adjudicação, será realizada uma certificação da proposta identificada como melhor classificada considerando: a) Requisitos legais e administrativos b) Requisitos técnicos e regulamentares (quando aplicáveis) c) Capacidade financeira. a) Requisitos legais e administrativos No caso de licitantes brasileiros, a situação jurídica e fiscal será verificada de acordo com a apresentação dos seguintes documentos: a) Ato constitutivo Declaração de Firma Individual, Estatuto ou Contrato Social - em vigor, devidamente registrado ou inscrito no órgão competente, e com a comprovação da diretoria em exercício. b) Declaração de inexistência de trabalho noturno, perigoso ou insalubre a menores de dezoito e de qualquer trabalho a menores de dezesseis anos, salvo na condição de aprendiz, a partir de quatorze anos 9

10 c) Certidão Negativa de Débitos com os Tributos e Contribuições Federais emitida pela Receita Federal do Brasil; d) Certidão Negativa de Débitos com os Tributos e Contribuições Estaduais ou do Distrito Federal expedida pelo órgão competente; e) Certidão Negativa de Débitos com os Tributos e Contribuições Municipais expedida pelo órgão competente; f) Certidão Negativa de Débito (CND), emitida pela Receita Federal do Brasil; g) Certidão de Regularidade do FGTS, expedida pela Caixa Econômica Federal (CEF); h) Os Documentos exigidos nas alíneas c a g poderão ser substituídos por Registro no SICAF Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores do Governo Federal. Os documentos exigidos nas alíneas a e b deverão ser, obrigatoriamente, apresentados na sua integralidade. Licitantes estrangeiros deverão apresentar, sempre que aplicável a documentação de seu país de origem. c) Capacidade Financeira Os licitantes brasileiros devem apresentar os seguintes documentos: a) Balanço Patrimonial e Demonstração de Resultados referentes ao último Balanço Patrimonial publicado ou registrado na Junta Comercial, já exigíveis e apresentados e apresentados na forma da lei, vedada sua substituição por balancetes ou balanços provisórios; b) Capital devidamente integralizado ou Patrimônio Líquido equivalente, no mínimo, a R$20.000,00 (Trinta mil reais). Os licitantes estrangeiros deverão apresentar, sempre que aplicável, a documentação do seu país de origem equivalente à documentação acima exigida. Critérios de Avaliação Técnica O número possível de pontos especificados em cada critério de avaliação indica a significância relativa ou peso de cada item no total do processo de avaliação. Segue abaixo a pontuação das propostas máxima das propostas técnicas: Critério de avaliação da licitação Pontuação 1. Equipe técnica - experiência profissional Proposta Técnica 40 Total 100 O detalhamento do critério de avaliação está descrito nos Termos de Referência. 10

11 F. Atribuição do Contrato 23. Critérios de atribuição, atribuição do contrato O PNUD reserva-se o direito de aceitar ou rejeitar qualquer Proposta, e de anular o processo licitatório e rejeitar todas as Propostas a qualquer momento antes de adjudicar o contrato, sem que, com isso, venha a incorrer em qualquer responsabilidade perante o Licitante afetado ou em qualquer obrigação de informar ao Licitante ou Licitantes afetados a respeito dos motivos dessa medida tomada pelo PNUD. Antes do término do período de validade da proposta, o PNUD adjudicará ao Licitante habilitado cuja Proposta, após ter sido avaliada, seja considerada a mais capaz de atender às necessidades da organização e da atividade em questão. 24. O direito do PNUD de alterar os requisitos ao adjudicar a proposta O PNUD reserva-se o direito de, à época da adjudicação da proposta, alterar a quantidade dos serviços e bens especificados na SDP sem qualquer alteração no preço ou em outros termos e condições. 25. Assinatura do contrato No prazo de 30 dias a partir do recebimento do contrato, o Licitante vencedor deverá assinar e datar o contrato e devolvê-lo ao PNUD. 26. Garantia de execução No prazo de 30 dias a partir do recebimento do Contrato, o Licitante vencedor deverá providenciar uma garantia de execução conforme o Modelo de Garantia de Execução fornecido nos Documentos da Licitação e de acordo com as Condições Especiais do Contrato. O não cumprimento, por parte do Licitante vencedor, da exigência prevista na Cláusula 24 ou Cláusula 25, constituirá motivo suficiente para a anulação da adjudicação e a perda da garantia da Proposta, se houver, hipótese em que o PNUD poderá adjudicar o contrato ao Licitante de avaliação inferior seguinte ou solicitar a apresentação de novas Propostas. 26. Recursos de Licitantes Nosso procedimento de recursos por parte de licitantes existe para oferecer uma oportunidade de contestação a pessoas ou empresas que não foram contempladas com um pedido de compra ou contrato em processo licitatório. Ele não está disponível para ofertantes/licitantes que não atenderam aos requisitos ou não cumpriram os prazos nem quando todas as propostas/ofertas são rejeitadas. Caso a licitante se sinta prejudicada, poderá encontrar mais 11

12 informações sobre os procedimentos para protesto de fornecedores no endereço a seguir: 12

13 Anexo II TERMOS DE REFERÊNCIA OBJETIVO: Organização e gestão da produção de caranguejo uçá (Ucides cordatus) e seus subprodutos na RESEX Chocaré-Mato Grosso/PA e seu entorno, e rastreamento da produção de caranguejo uçá (Ucides cordatus) e seus subprodutos comercializados em Salinópolis/PA. 1. CONTEXTUALIZAÇÃO E JUSTIFICATIVA As Reservas Extrativistas (Resex) e Reservas de Desenvolvimento Sustentável (RDS) são unidades de conservação genuinamente brasileiras e, dentre as demais categorias previstas no Sistema Brasileiro de Unidades de Conservação da Natureza (Snuc), apresentam uma série de particularidades e diferenciais. Como características gerais, estas duas categorias representam áreas de domínio público com uso concedido a populações tradicionais/extrativistas, geridas por um Conselho Deliberativo e que permitem o uso sustentável dos recursos naturais e a implementação de estruturas voltadas para a melhoria da qualidade de vida das comunidades. A criação destas unidades é motivada por demanda de populações tradicionais e seus objetivos vão além da conservação da biodiversidade e do próprio uso sustentável. Envolvem o reconhecimento das comunidades tradicionais, de seus territórios e da importância do conhecimento e das práticas locais para a conservação ambiental. As primeiras Reservas Extrativistas foram criadas no ano de 1990 nos estados do Acre, Amapá e Rondônia. A partir de então, o modelo expandiu-se da Amazônia para outros biomas e outros tipos de ecossistemas brasileiros. Apenas dois anos depois da instituição das primeiras Resex florestais Amazônicas, foram criadas a primeira unidade costeiro-marinha e quatro unidades voltadas para o extrativismo nas Matas de Babaçu. Em 2006 a proposta expandiu-se também para o cerrado propriamente dito, com a criação de duas unidades no Estado de Goiás. Atualmente o número de RESEX e RDS federais oficialmente criadas totalizam 60 Unidades - sendo 59 RESEX e uma RDS - distribuídas em 17 estados brasileiros e somando cerca de 11 milhões de hectares. A Reserva Extrativista Chocoaré Mato Grosso abrange uma área de hectares e se situa nos municípios de Santarém Novo e Maracanã, no Estado do Pará. Sua criação, pelo Decreto Federal s/n, de 13 de dezembro de 2002, foi fruto do esforço dos extrativistas e pescadores na conservação do Rio Maracanã, que sofre grande pressão na extração do caranguejo-uçá e pescado. Localizada a 146 km de Belém, na região litorânea do Pará denominada de Salgado Paraense, é historicamente uma das mais exploradas do estado, com escassas paisagens de florestas primárias. Contudo os ecossistemas manguezais ainda encontram-se bem conservados e raras empresas de carcinocultura implantaram-se na região. Todavia, a exploração do caranguejo uça é intensa e pouco compreendida. A RESEX Chocoaré Mato Grosso conta com aproximadamente 1500 usuários que estão em vilas espalhadas no entorno da unidade. Estes usuários possuem outras atividades expressivas como a agricultura familiar e o extrativismo vegetal que complementam sua renda e sustento. Atualmente o Plano de Manejo está em fase de construção. 13

14 Algumas informações fornecidas pelo IBAMA CPIs/Pará indicam que os números de comercialização do caranguejo uçá são crescentes a partir da década de 90, onde se iniciou registros de apreensão e soltura no litoral do Pará devido à época da reprodução deste crustáceo. As unidades de conservação da costa marinha paraense são compostas de pescadores e catadores de caranguejo e suas rendas dependem diretamente destes recursos naturais. No decorrer da história de exploração do Rio Maracanã, é perceptível a decadência dos recursos pesqueiros, estimando-se que grande parte do caranguejo uçá está sendo capturado em lugares cada vez mais distantes, e muitas vezes na unidade de conservação vizinha a Resex Chocoaré, a RESEX de Maracanã. A Comunidade de Pedrinhas abriga o maior número de catadores de caranguejo, bem como a maior comercialização do mesmo in natura e em polpa beneficiada artesanalmente. Esta comercialização, bem como o número de caranguejeiros ainda não foram levantados. Alguns atravessadores externos são responsáveis pela comercialização destes produtos, contudo não há registros do número de pessoas envolvidas nesta cadeia produtiva. Geograficamente, o município de Santarém Novo está próximo do famoso balneário paraense de Salinópolis e muitos pescadores vendem toda sua produção para este balneário nos meses de julho e dezembro, bem como em feriados prolongados. Desta forma, é necessário um estudo que faça um diagnóstico da produção de caranguejo na Resex Chocoaré-Mato Grosso, visando a sua organização e a formulação de um plano de negócios para ordenar a produção na Unidade. Esta contratação se insere no Projeto BRA 08/002 Gestão de Reservas Extrativistas Federais na Amazônia Brasileira, nos Produtos 3.10 e 3.11 do Resultado OBJETO Constitui objeto deste Termo de Referência a contratação de consultoria para organização e gestão da produção de caranguejo uçá (Ucides cordatus) e seus subprodutos na RESEX Chocaré-Mato Grosso/PA e seu entorno; e rastreamento da produção de caranguejo uçá (Ucides cordatus) e seus subprodutos comercializada em Salinópolis/PA. 3. ATIVIDADES I) Plano de Trabalho Elaborar plano de trabalho com detalhamento das atividades a serem desenvolvidas. Prazo de entrega: 15 dias após a assinatura do contrato. Este plano de trabalho não é remunerado e deverá ser discutido e aprovado em reunião de planejamento a se realizar em Belém/PA, em local disponibilizado pelo ICMBio. O plano de trabalho deve incluir e conter: a - Descrição das etapas de escritório e de campo b - Cronograma de execução das atividades; c - Descrição das etapas a serem realizadas para a elaboração de cada produto. II) Oficina de apresentação dos trabalhos Realizar 1 (uma) oficina para apresentação dos trabalhos que serão realizados. A oficina será realizada na Vila de Pedrinhas, em local disponibilizado pela comunidade, será de 1 dia (com duração de até 8 horas) e será para 40 participantes, entre comunitários e gestores do 14

15 ICMBio. Além de apresentar os trabalhos a oficina já deve ser uma fonte de informações para adequação do Plano de Trabalho. O ICMBio organizará as oficinas em consonância com a contratada, mobilizará os participantes e viabilizará os seus deslocamentos, quando necessário. A contratada é responsável pelos equipamentos necessários para a apresentação. III) Pesquisa inicial Realizar o levantamento bibliográfico relativo ao caranguejo uçá (Ucides cordatus) na Região do Salgado Paraense. Deve ser levantado: As informações da espécie tais como, morfologia, fisiologia, reprodução, densidade populacional, a inserção da espécie na rede trófica; Informações de outras experiências de produção de caranguejo (ex: exigências fitossanitárias, preços, custos de produção, entre outros), para contextualização da importância da produção do Salgado Paraense em relação à produção Nacional; Estudos sobre cadeia produtiva, coleta, rastreamento e venda - primário (ex. comunidades) e final (ex. feira, quiosques na praia) da espécie e/ou espécies que têm aplicação similar ao caso do caranguejo; A legislação pertinente que regule a coleta, rastreamento e venda - primário (ex. comunidades) e final (ex. feira, quiosques na praia) da espécie; Socioeconomia da região de inserção da Resex. IV) Diagnóstico da produção na Resex Chocoaré-Mato Grosso O objetivo desta atividade consiste em elaborar um diagnóstico da capacidade que os comunitários possuem para implementar as oportunidades de produção do caranguejo uçá na Resex Chocoaré-Mato Grosso. Para tanto a contratada deve: a) Realizar levantamento das seguintes informações: Quantidade catadores de caranguejo nas comunidades de Vila de Pedrinhas, Faustina, Peri Meri, Brasileiro, Clemente e Fortaleza, e na Sede Municipal de Santarém Novo; Capacidade de organização e gestão existente nos processos produtivos, considerando as organizações formais ou informais, seu perfil socioeconômico e nível de comercialização; Conhecimento da legislação que regulamenta a cata da espécie; Percentual de comunitários que se associam às organizações e causas de não associação, tais como fragmentações e/ou conflitos; Formas de coleta (descrição completa da atividade, incluindo equipamentos utilizados na coleta e técnicas empregadas); Formas de armazenamento do caranguejo; Quantidade estimada de caranguejo coletada por mês, com enfoque especial nas diferentes épocas do ano que tem influência na biologia do animal (reprodução, troca de carapaça, etc); 15

16 Descrição completa da atividade de beneficiamento da massa (descrição de todo o processo, número de produtores envolvidos homens e mulheres-, formas de beneficiamento e armazenamento do produto, incluindo nível de adequação fitossanitária); Quantidade de massa beneficiada por mês e quantidade de caranguejo para a obtenção de 1 kg de polpa e pata (quelicera) (eficiência produtiva); Qualidade da matéria-prima, produtos e subprodutos; Informações sobre a comercialização (atravessadores, locais de comercialização e preços praticados por produto e subproduto); Municípios de destino da produção do caranguejo uçá proveniente da RESEX Chocoaré-Mato Grosso (mercados acessados); Processo de transporte do caranguejo uçá in natura e beneficiado até o local de sua comercialização, incluindo distâncias e condições das vias. Cadeia produtiva regional, de valores e mercadológica do caranguejo e da massa beneficiada. Outras informações pertinentes. b) Avaliar o capital de giro e fixo necessário e disponível para operacionalização da produção, bem como a existência de crédito e a capacidade organizacional das comunidades para acesso a este crédito. c) Avaliar o nível de acesso que as comunidades têm com relação à assistência técnica e a demanda necessária para implementação da produção. d) Avaliar a capacidade de suporte da Resex Chocoaré-Mato Grosso para a produção do caranguejo, considerando a quantidade coletada e a eficácia temporal do período de defeso. e) Identificar (a) processos e (b) instituições na região que podem ser parceiras ou mesmo dificultar o processo de comercialização. V) Mapeamento das áreas de coleta Realizar mapeamento com detalhamento de 1: das áreas de coleta do caranguejo uça (Ucides cordatus) na Resex Chocoaré-Mato Grosso e entorno, considerando: Áreas prioritárias para conservação do caranguejo uçá em todo o perímetro de extração na RESEX Chocoaré Mato Grosso; Localização das áreas de caranguejo que sofrem pressões decorrentes do grande esforço de pesca e outros tipos de pressão; Georreferenciamento das áreas de coleta de caranguejo com auxílio de GPS. A base cartográfica para este mapeamento será disponibilizada pelo ICMBio. VI) Rastreamento da venda final de caranguejo Deve ser realizado levantamento do venda final de caranguejo e da massa beneficiada no município de Salinópolis/PA. As atividades devem observar o seguinte: O levantamento será realizado durante 5 meses, preferencialmente nos primeiros meses de contrato. 16

17 Devem ser entrevistados prioritariamente os responsáveis dos estabelecimentos que comercializam o caranguejo e a massa beneficiada do caranguejo, tanto na feira da cidade, quanto nas praias do Município. Deverá ser avaliada a pessoa mais apropriada para responder as informações (ex.: proprietário, gerente, outro). Deverá ser entrevistada preferencialmente sempre a mesma pessoa. Identificar os tipos de vendedores (ex. feirante e quiosques), os produtos comercializados em cada um, e sua localização. Elaborar questionário, e adequá-lo para os diferentes tipos de vendedores e seus produtos. Devem ser levantadas, no mínimo, as seguintes informações: origem do caranguejo (de quais localidades vem o caranguejo, incluindo comunidades e associações de RESEX); como é feita a compra (direto dos catadores ou de atravessadores); qualidade com que o produto é entregue; quantificação da mortalidade; quantidade comprada para cada fim (ex. caranguejo e massa); preço cobrado de cada produto (ex. caranguejo e massa); quando é feita a compra do caranguejo (ex. se toda semana, no início do mês, no final do mês); como é o armazenamento. Deve ser prospectado junto aos vendedores a venda anual dos demais meses em que não houve a coleta de dados. Se possível incluir diferenciação dos períodos de férias, feriados prolongados e festas populares. A licitante contratada deverá apresentar em sua proposta a metodologia de coleta de dados a ser aplicada. Deve haver uma sensibilização do respondente sobre a importância da pesquisa, informando que o método de pesquisa preserva a identidade do respondente. Utilizar método que preserve a identidade do respondente e adote uma abordagem que não inviabilize a resposta. A contratada deverá detalhar a metodologia na proposta técnica. A proponente poderá propor outra metodologia à sugerida acima. VII) Análise das informações As informações levantadas previamente devem subsidiar a elaboração de documento com a análise para a cadeia produtiva do caranguejo contemplando, pelo menos os seguintes temas: a) Análise econômica Deve ser considero, pelo menos: Escala e diferentes portes de produção Volume (comparativo ao estoque disponível); Qualidade da matéria-prima, produtos e subprodutos, incluindo a adequação fitossanitária; Capacidade de processamento, escoamento e armazenamento; Organização social e comercial das unidades de conservação; Capital humano e divisão de tarefas; Escolaridade e treinamento Infraestrutura e equipamentos; Acesso a mercados (local, regional, estadual, nacional e internacional); Deve ser avaliada a questão da produção in natura e do processamento do caranguejo, seja no interior da Resex ou utilizando estrutura fora da Resex. Outros pertinentes. 17

18 b) Análise de cenários / projeção Variação da quantidade de pessoas nas comunidades, decorrente das atividades econômicas (incremento de renda, entressafra, entre outros); Demandas físicas e financeiras para os diferentes portes de produção, incluindo pessoal, infraestrutura e equipamentos; Impacto da verticalização da produção; Uso de recursos naturais e áreas; Outros pertinentes. c) Análise estratégica - incluindo análises de: Aporte de capital (humano, físico e financeiro); Capacidade de gestão administrativa e participativa (ex.: deficiências e necessidades); Sustentabilidade econômica, ampliação (temporal e de mercado) e diversificação do negócio; Inclusão social na Resex (gênero e idade); Impostos incidentes; Licenças necessárias; Estratégias de fortalecimento da cadeia produtiva; Outros pertinentes. As análises deverão levar em consideração o plano de manejo ou plano de utilização da Unidade, programas de sustentabilidade ambiental e econômica, legislação ambiental pertinente e o planejamento estratégico da UC. Além disso, deverá identificar a melhor alternativa de investimentos, garantindo a remuneração dos capitais investidos e a preservação das áreas. VIII) Plano de Negócios A partir das informações coletadas e analisadas, deve ser elaborado um Plano de Negócio para o Caranguejo Uçá na Resex Chocoaré-Mato Grosso. A seguir é apresentada uma estrutura mínima de composição do Plano de Negócio. Sumário Executivo: é o resumo do plano de negócio. Não se trata de uma introdução ou justificativa e sim de um sumário contendo os pontos mais importantes; Missão, Visão e Valores do empreendimento; Análise de Mercado e Competitividade de produtos e subprodutos: deve incluir o levantamento de possíveis clientes, mercado acessado, concorrentes e papel dos atravessadores; Plano do Produto, contendo: - Descrição dos principais produtos e subprodutos a serem comercializados; - Critérios de qualidade do produto; - Preço de comercialização; 18

19 - Estratégias promocionais (envolver todos os atores da cadeira produtiva e mercadológica numa estratégia de sensibilização sobre a importância da comercialização de produtos manejados de forma sustentável pelas comunidades das Resex do Salgado Paraense); - Análise da estrutura de comercialização existente e proposta de melhorias e/ou adequação. Plano Operacional, contendo: - Análise e proposta de Layout da produção, comercialização e armazenamento; - Levantamento da capacidade produtiva/comercial/serviços; - Processos operacionais; - Necessidade de pessoal; - Análise da capacidade produtiva. Plano Financeiro, devendo conter: - Estimativa dos investimentos; - Capital de giro; - Estimativas do faturamento; - Estimativa dos custos de comercialização (incluindo a exportação, se for o caso); - Apuração dos custos dos materiais diretos e/ou mercadorias vendidas; - Estimativa do custo com depreciação; - Estimativa dos custos fixos operacionais mensais; - Demonstrativo de resultados; - Indicadores de viabilidade; - Ponto de equilíbrio; - Lucratividade; - Rentabilidade; - Prazo de retorno do investimento. Análise e Construção de Cenários: deve incluir indicação de ações corretivas e preventivas Avaliação Estratégica. IX) Projeto Produtivo Elaborar 01 (uma) proposta de projeto produtivo para a produção do caranguejo uçá e subprodutos, na comunidade Vila de Pedrinhas, em consonância aos indicativos do Plano de Negócios. Deve ser estruturado de forma a possibilitar sua replicação em outras comunidades que produzam o caranguejo e seus subprodutos; Deve conter: Previsão de implementação de forma modular; Abordagem do ordenamento do uso extrativista e a expansão da atividade de manejo e processamento; A indicação de infra-estrutura necessária; Proposta de acesso a crédito; Modelo de gestão; 19

20 Plano de monitoramento ambiental da espécie. X) Oficina de apresentação e discussão Para finalização do trabalho de maneira participativa, deverá ser realizada 1 (uma) oficina com o objetivo de apresentar o Plano de Negócio e discutir a proposta de Projeto Produtivo. A oficina será realizada na Vila de Pedrinhas em local disponibilizado pela comunidade, será de 1 dia (com até 8 horas de duração) e será para 40 participantes, entre comunitários e gestores do ICMBio. Cada documento deve ser recebido pelos gestores da Unidade com antecedência mínima de 15 dias da data do evento, sendo 40 cópias da versão impressa e 1 da digital. O ICMBio organizará as oficinas em consonância com a contratada, mobilizará os participantes e viabilizará os seus deslocamentos, quando necessário. A contratada é responsável pelos equipamentos e meios necessários para a apresentação. A versão final do Projeto Produtivo deverá incorporar as recomendações oriundas das oficinas XI) Relatório Final Deve ser apresentado um relatório final descrevendo as atividades realizadas e metodologias aplicadas na realização dos trabalhos previstos que subsidiaram a elaboração do Plano de Negócios e Projeto Produtivo. Deve ser realizada uma avaliação geral dos trabalhos realizados, contemplando as dificuldades encontradas e recomendações para a realização de trabalhos similares. Este relatório deve incluir o relato e análise das oficinas, contendo: lista de participantes, encaminhamentos e registro fotográfico. 4. PRAZOS, PRODUTOS E DESEMBOLSO O prazo máximo para a execução dos serviços é de10 meses, contados a partir da assinatura do contrato Os Produtos podem ser entregues de acordo com a evolução dos trabalhos da contratada e serão pagos conforme as porcentagens previstas. PRODUTOS VALOR PRAZO Produto 1: Relatório do levantamento bibliográfico relativo ao caranguejo Uçá 5% na Região do Salgado Paraense (Item 3 III) Produto 2: Relatório com diagnóstico da produção na Resex Chocoaré-Mato 20% Grosso (Item 3- IV) e Mapeamento das áreas de coleta (Item 3- V) Produto 3: Relatório com rastreamento da 20% Até 30 dias após a assinatura do contrato Até 90 dias após a assinatura do contrato Até 160 dias após a assinatura do contrato 20

1. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DAS LICITANTES

1. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DAS LICITANTES ANEXO III - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDITAL RFP Nº 21015/2013 DIAGNÓSTICO AMBIENTAL PARA SUBSIDIAR A ELABORAÇÃO DOS PLANOS DE MANEJO DAS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO FEDERAIS DO INTERFLÚVIO PURUS-MADEIRA (BR-319)

Leia mais

Por meio desta, convidamos a apresentar sua proposta em relação à outorga destes serviços.

Por meio desta, convidamos a apresentar sua proposta em relação à outorga destes serviços. Eixo Monumental, Via S-1 Campus do INMET Bloco 7 - Setor Sudoeste CEP:70680-900 Brasília, DF, Brasil Fax: 55-61-3038 2250 Tel: 55-61-3038-2299 www.fao.org..br EDITAL (LETTER OF INVITATION-LOI) Modalidade

Leia mais

Projeto Gestão das Reservas Extrativistas Federais na Amazônia Brasileira PROJETO PNUD BRA/08/002

Projeto Gestão das Reservas Extrativistas Federais na Amazônia Brasileira PROJETO PNUD BRA/08/002 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE - MMA INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE PROJETOS ESPECIAIS-PNUD EQSW 103/104 1º Subsolo, Complexo Administrativo, Setor Sudoeste,

Leia mais

Solicitação de Proposta (SDP)

Solicitação de Proposta (SDP) Solicitação de Proposta (SDP) Data: 10 de novembro de 2011 Prezado(a) Senhor(a), Assunto: SDP para prestação de serviços de Consultoria Meio Ambiente 1. V.Sa. está convidado(a) a apresentar uma proposta

Leia mais

ERRATA II - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

ERRATA II - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ERRATA II - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1. INTRODUÇÃO Este documento contém a descrição dos procedimentos e critérios a serem adotados para avaliação, julgamento e classificação das propostas das licitantes

Leia mais

Edital de Licitação Pública Internacional (ITB) Nº 28337-2015

Edital de Licitação Pública Internacional (ITB) Nº 28337-2015 Edital de Licitação Pública Internacional (ITB) Nº 28337-2015 Senhores(as): Date: 14 de agosto de 2015. Contratação de empresa especializada na prestação de Seguro Viagem e Assistências Emergenciais, com

Leia mais

Solicitação de Proposta (SDP) Nº 2012-33

Solicitação de Proposta (SDP) Nº 2012-33 Prezado(a) Senhor(a), Solicitação de Proposta (SDP) Nº 2012-33 Data: 16/03/2012 Assunto: SDP para contratação de empresa especializada em organização de eventos e com experiência comprovada em eventos

Leia mais

Aviso de Licitação. Os interessados poderão solicitar esclarecimentos até 24 de julho de 2009, na forma prevista nos Documentos da Licitação.

Aviso de Licitação. Os interessados poderão solicitar esclarecimentos até 24 de julho de 2009, na forma prevista nos Documentos da Licitação. Aviso de Licitação LICITAÇÃO INTERNACIONAL (ITB) 1 N.º 6414/2009.. O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD, no âmbito do Projeto de Cooperação Técnica BRA/06/032 Projeto Brasil 3 Tempos

Leia mais

EDITAL Nº 003/2009/BRA/06/032 CÓDIGO ARRANJOS PRODUTIVOS

EDITAL Nº 003/2009/BRA/06/032 CÓDIGO ARRANJOS PRODUTIVOS EDITAL Nº 003/2009/BRA/06/032 CÓDIGO ARRANJOS PRODUTIVOS O Projeto BRA/06/032 comunica aos interessados que estará procedendo à contratação de consultoria individual, na modalidade produto, para prestar

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado:

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008 EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: Prezado (a) Senhor (a), O Projeto de Cooperação para Apoio às Políticas e à Participação

Leia mais

Solicitação de Proposta (SDP) nº 25649/2014

Solicitação de Proposta (SDP) nº 25649/2014 Solicitação de Proposta (SDP) nº 25649/2014 Senhor(a): Data: 29 de maio de 2014 Assunto: SDP para prestação de serviços de Consultoria 1. Essa instituição está convidada a apresentar uma proposta para

Leia mais

Edital de Licitação Pública Internacional (ITB) Nº 28651-2015

Edital de Licitação Pública Internacional (ITB) Nº 28651-2015 Senhores(as): Edital de Licitação Pública Internacional (ITB) Nº 28651-2015 Date: 10 de novembro de 2015. Contratação de empresa especializada na prestação de Seguro Viagem e Assistências Emergenciais,

Leia mais

ANEXO TERMO DE REFERÊNICA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA PJ PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE MANEJO DA RESEX DE CURURUPU/MA

ANEXO TERMO DE REFERÊNICA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA PJ PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE MANEJO DA RESEX DE CURURUPU/MA ANEXO TERMO DE REFERÊNICA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA PJ PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE MANEJO DA RESEX DE CURURUPU/MA 1. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO O critério de avaliação do Termo de Referência será na modalidade

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/INTEGRAÇÃO Nº 019/2008 Data: 18/08/08 18/08/2005

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/INTEGRAÇÃO Nº 019/2008 Data: 18/08/08 18/08/2005 EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: Prezados Senhores, O Projeto BRA/00/001- Integração Nacional, firmado entre o Ministério da Integração Nacional (Secretaria de Desenvolvimento

Leia mais

Projeto Para Conservação e Uso Sustentável Efetivos de Ecossistemas Manguezais no Brasil PROJETO PNUD BRA/07/G32

Projeto Para Conservação e Uso Sustentável Efetivos de Ecossistemas Manguezais no Brasil PROJETO PNUD BRA/07/G32 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE - MMA INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE PROJETOS ESPECIAIS-PNUD EQSW 103/104 1º Subsolo, Complexo Administrativo, Setor Sudoeste,

Leia mais

Projeto Para Conservação e Uso Sustentável Efetivos de Ecossistemas Manguezais no Brasil PROJETO PNUD BRA/07/G32

Projeto Para Conservação e Uso Sustentável Efetivos de Ecossistemas Manguezais no Brasil PROJETO PNUD BRA/07/G32 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE - MMA INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE PROJETOS ESPECIAIS-PNUD EQSW 103/104 1º Subsolo, Complexo Administrativo, Setor Sudoeste,

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA N.º 016/2008 Data: 10/11/2008. Empresa Convidada: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado:

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA N.º 016/2008 Data: 10/11/2008. Empresa Convidada: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA N.º 016/2008 Data: 10/11/2008 Empresa Convidada: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: Prezados Senhores, O Projeto de Cooperação para Projeto de Consolidação do Crédito

Leia mais

Projeto Para Conservação e Uso Sustentável Efetivos de Ecossistemas Manguezais no Brasil PROJETO PNUD BRA/07/G32

Projeto Para Conservação e Uso Sustentável Efetivos de Ecossistemas Manguezais no Brasil PROJETO PNUD BRA/07/G32 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE - MMA INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE PROJETOS ESPECIAIS-PNUD EQSW 103/104 1º Subsolo, Complexo Administrativo, Setor Sudoeste,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1 DA CONVOCAÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA 1 DA CONVOCAÇÃO COTAÇÃO PRÉVIA N 0102/2015 PROCESSO N : 003002/2015 CV 004/2015-IDESQ-SPD TIPO DA LICITAÇÃO: Menor Preço ( Maior Desconto sobre a taxa de administração da contratada) DATA DA REALIZAÇÃO: 05/11/2015 Das

Leia mais

Projeto Para Conservação e Uso Sustentável Efetivos de Ecossistemas Manguezais no Brasil PROJETO PNUD BRA/07/G32

Projeto Para Conservação e Uso Sustentável Efetivos de Ecossistemas Manguezais no Brasil PROJETO PNUD BRA/07/G32 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE - MMA INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE PROJETOS ESPECIAIS-PNUD EQSW 103/104 1º Subsolo, Complexo Administrativo, Setor Sudoeste,

Leia mais

AVISO DE COTAÇÃO PRÉVIA PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM CARTA CONVITE Nº 001/2012

AVISO DE COTAÇÃO PRÉVIA PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM CARTA CONVITE Nº 001/2012 1 AVISO DE COTAÇÃO PRÉVIA PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM CARTA CONVITE Nº 001/2012 O ITS BRASIL Instituto de Tecnologia Social, por meio do TERMO DE PARCERIA 13.0026.00/2009 Ministério

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 CONSULTORIA EM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EMPRESARIAL

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 CONSULTORIA EM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EMPRESARIAL INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 CONSULTORIA EM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EMPRESARIAL O INSTITUTO DE SAÚDE E GESTÃO HOSPITALAR - ISGH, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Sustentável de Cadeias Produtivas TERMO DE REFERÊNCIA Nº 003/2015

Programa de Desenvolvimento Sustentável de Cadeias Produtivas TERMO DE REFERÊNCIA Nº 003/2015 Programa de Desenvolvimento Sustentável de Cadeias Produtivas i) Função no Projeto: Projeto ATN/ME-10104 BR TERMO DE REFERÊNCIA Nº 003/2015 Contratação de 01 (um) consultor na modalidade produto ii) Antecedentes

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO RS/SC

CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO RS/SC CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO CONVITE Nº 05/2013 SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL O Conselho Regional de Biologia 3ª Região, através da Comissão Permanente de Licitações, convida V.S.a. a apresentar

Leia mais

Edital de Licitação Pública Internacional (ITB) Nº 21352/2013

Edital de Licitação Pública Internacional (ITB) Nº 21352/2013 Edital de Licitação Pública Internacional (ITB) Nº 21352/2013 Prezados Senhores, 27 de março de 2013. Assunto: contratação de empresa especializada para prestação de serviços de seguro de Acidentes Pessoais

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE ÁGUA E ESGOTO AV. HUGO ALESSI Nº 50 B. NDUSTRIAL - FONE: (0**34) 3242-3579/3242-5026 ARAGUARI MG

SUPERINTENDÊNCIA DE ÁGUA E ESGOTO AV. HUGO ALESSI Nº 50 B. NDUSTRIAL - FONE: (0**34) 3242-3579/3242-5026 ARAGUARI MG SUPERINTENDENCIA DE AGUA E ESGOTO DE ARAGUARI DEPARTAMENTO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS COMISSÃO ESPECIAL DE CADASTRO/SETOR DE CADASTRO INSTRUÇÕES GERAIS 1. OBJETIVO Estabelecer normas e procedimentos para

Leia mais

Projeto Para Conservação e Uso Sustentável Efetivos de Ecossistemas Manguezais no Brasil PROJETO PNUD BRA/07/G32

Projeto Para Conservação e Uso Sustentável Efetivos de Ecossistemas Manguezais no Brasil PROJETO PNUD BRA/07/G32 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE - MMA INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE PROJETOS ESPECIAIS-PNUD EQSW 103/104 1º Subsolo, Complexo Administrativo, Setor Sudoeste,

Leia mais

Solicitação de Proposta (SDP) Nº 15482/2012

Solicitação de Proposta (SDP) Nº 15482/2012 Solicitação de Proposta (SDP) Nº 15482/2012 Prezado(a) Senhor(a), Data: 13/04/2012 Assunto: Contratação de Empresa Especializada na área de Comunicação Social. 1. V.Sas. estão convidados a apresentar uma

Leia mais

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF Ref: Aviso de Edital ADG nº 003/2014 publicado em 28/10/2014. 1 1. OBJETO A

Leia mais

Câmara Municipal de Itatiba

Câmara Municipal de Itatiba DOCUMENTOS PARA EFETUAR CADASTRO PARA EMISSÃO DO CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL "CRC" INFORMAÇÕES PARA CADASTRO DE FORNECEDORES Razão Social: Endereço: Bairro: Cidade: CEP: CNPJ: Inscrição Estadual:

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

Este regulamento define e torna públicas as regras gerais para participação no Edital de Projetos da Fundação Aperam Acesita 2014.

Este regulamento define e torna públicas as regras gerais para participação no Edital de Projetos da Fundação Aperam Acesita 2014. 1. Objeto EDITAL DE PROJETOS FUNDAÇÃO APERAM ACESITA 2014 REGULAMENTO GERAL Este regulamento define e torna públicas as regras gerais para participação no Edital de Projetos da 2014. São objetivos do presente

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Secretaria-Executiva Diretoria de Projetos Internacionais - DPI

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Secretaria-Executiva Diretoria de Projetos Internacionais - DPI MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Secretaria-Executiva Diretoria de Projetos Internacionais - DPI CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR MODALIDADE: Produto Nº do Termo de Referência 24 Projeto Organismo:

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 008/2009 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 02/2009 1.1 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL 1.1.1.1 TIPO DE LICITAÇÃO: MAIOR DESCONTO OFERTADO

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE RONDÔNIA SENAR-AR/RO CNPJ Nº. 04.293.236/0001-14

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE RONDÔNIA SENAR-AR/RO CNPJ Nº. 04.293.236/0001-14 AVISO DE LICITAÇÃO O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural Administração Regional de Rondônia SENAR-AR/RO, comunica aos interessados que no dia 11/11/2010, ás 09:30 hs, ocorrerá a ABERTURA DOS ENVELOPES

Leia mais

O entendimento está correto, conforme a Cláusula Quarta, Parágrafo Quinto da Minuta do Contrato (Anexo IV do Edital).

O entendimento está correto, conforme a Cláusula Quarta, Parágrafo Quinto da Minuta do Contrato (Anexo IV do Edital). Questão 1 4.4.3 (edital) A empresa líder do Consórcio deverá apresentar o instrumento de constituição ou de compromisso de constituição do Consórcio, o qual não deverá revelar dados contidos na Proposta

Leia mais

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL 1. DA ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO 1.1. Os interessados em se inscrever e/ou renovar o Registro Cadastral junto ao GRB deverão encaminhar a documentação a seguir estabelecida,

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 FORNECIMENTO DE LINK DE INTERNET

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 FORNECIMENTO DE LINK DE INTERNET INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 FORNECIMENTO DE LINK DE INTERNET O INSTITUTO DE SAÚDE E GESTÃO HOSPITALAR - ISGH, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos de interesse público,

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE PROPOSTA - Nº 18025/2012

SOLICITAÇÃO DE PROPOSTA - Nº 18025/2012 SOLICITAÇÃO DE PROPOSTA - Nº 18025/2012 Senhores(as): Brasília, 13 de Setembro de 2012. O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD, no âmbito do Projeto BRA/09/004 - Fortalecimento das Capacidades

Leia mais

5 Elementos Instituto de Educação e Pesquisa Ambiental. CONVITE Nº. 0006/2009 Contrato 045/2009. Prezados Senhores:

5 Elementos Instituto de Educação e Pesquisa Ambiental. CONVITE Nº. 0006/2009 Contrato 045/2009. Prezados Senhores: CONVITE Nº. 0006/2009 Contrato 045/2009 Prezados Senhores: A ONG 5 Elementos Instituto de Educação e Pesquisa Ambiental, em conformidade com a redação em vigor da Lei Federal nº 8.666/93, Lei Estadual

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE PROPOSTAS Nº 15482/2012. Contratação de Empresa Especializada em Comunicação ATA DA AUDIÊNCIA PRÉVIA

SOLICITAÇÃO DE PROPOSTAS Nº 15482/2012. Contratação de Empresa Especializada em Comunicação ATA DA AUDIÊNCIA PRÉVIA SOLICITAÇÃO DE PROPOSTAS Nº 15482/2012 Contratação de Empresa Especializada em Comunicação ATA DA AUDIÊNCIA PRÉVIA Às quinze horas e trinta minutos, do dia dezesseis de abril de 2012, foi realizada Audiência

Leia mais

COTACAO PREVIA DE PRECO Nº 02/2015 EDITAL Nº 02/2015

COTACAO PREVIA DE PRECO Nº 02/2015 EDITAL Nº 02/2015 COTACAO PREVIA DE PRECO Nº 02/2015 EDITAL Nº 02/2015 Convênio MTE/SENAES nº 78/2012 SICONV 776109/2012 COTACAO PREVIA DE PREÇO nº 02/2015 Modalidade melhor técnica e preço-serviço Técnico de Consultoria

Leia mais

I - LOCAL DE ENTREGA DOS ENVELOPES:

I - LOCAL DE ENTREGA DOS ENVELOPES: EDITAL de LICITAÇÃO MODALIDADE: CARTA CONVITE N.º 17/2013 Data da abertura dos envelopes: Dia: 25/10/2013 Horário: 13:00 horas Data limite para entrega dos envelopes: Dia: 25/10/2013 Horário: 13:00 horas

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE

EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE CONVITE Nº 006 / 2007 - DFEPAF ENCERRAMENTO E ABERTURA DAS PROPOSTAS: Dia 27 de novembro de 2007 às 10:00 horas. TIPO: Menor preço global 1. OBJETO DO CONVITE Constitui objeto

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MATO RICO ESTADO DO PARANÁ CNPJ - 95.684.510/0001-31 COMISSÃO MUNICIPAL DE LICITAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE MATO RICO ESTADO DO PARANÁ CNPJ - 95.684.510/0001-31 COMISSÃO MUNICIPAL DE LICITAÇÃO DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA REGISTRO CADASTRAL (Conf. Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993) I - Para a habilitação jurídica: a) Cédula de identidade e registro comercial na repartição competente, para

Leia mais

ESCLARECIMENTOS 01 A 12

ESCLARECIMENTOS 01 A 12 ESCLARECIMENTOS 01 A 12 CREDENCIAMENTO N. 2008/0425 (7421) SL - OBJETO: CREDENCIAMENTO DE SOCIEDADES DE ADVOGADOS, PARA CONTRATAÇÃO IMEDIATA DE 2 (DUAS) DELAS PARA CADA UMA DAS ÁREAS DE ABRANGÊNCIA DE

Leia mais

COLETA DE PREÇOS Nº 001/2012 TERMO DE PARCERIA Nº752962/2010

COLETA DE PREÇOS Nº 001/2012 TERMO DE PARCERIA Nº752962/2010 COLETA DE PREÇOS Nº 001/2012 TERMO DE PARCERIA Nº752962/2010 Edital para contratação de empresa especializada e/ou Agência de Turismo ou viagens para execução de serviços de reserva, emissão, marcação,

Leia mais

RESPOSTAS DOS QUESTIONAMENTOS DA CONCORRÊNCIA Nº002/2014-INCRA

RESPOSTAS DOS QUESTIONAMENTOS DA CONCORRÊNCIA Nº002/2014-INCRA RESPOSTAS DOS QUESTIONAMENTOS DA CONCORRÊNCIA Nº002/2014-INCRA Acumulado até 03/02/2015 1 Pergunta Para a solução a ser apresentada para atendimento ao briefing deve ser utilizada a identidade digital

Leia mais

1- Objetivo da contratação

1- Objetivo da contratação 1- Objetivo da contratação Contratação de Consultor Pessoa Física para elaboração da Política Integrada de Comunicação do Tesouro Nacional, tendo como objetivos a promoção da transparência e o aperfeiçoamento

Leia mais

FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150067 TIPO: MENOR PREÇO

FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150067 TIPO: MENOR PREÇO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150067 TIPO: MENOR PREÇO A FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica do Ministério

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2.

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2. IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM 03 (TRÊS) DIAS DE ANTECEDENCIA NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001

Leia mais

CONSULTORIA DE ESTUDO SOBRE A PRODUÇAO DE AÇAÍ NO ESTADO DO AMAPÁ

CONSULTORIA DE ESTUDO SOBRE A PRODUÇAO DE AÇAÍ NO ESTADO DO AMAPÁ - TERMO DE REFERÊNCIA - CONSULTORIA DE ESTUDO SOBRE A PRODUÇAO DE AÇAÍ NO ESTADO DO AMAPÁ 1. ANTECEDENTES O Estado do Amapá possui uma área de 143.453 km², o que representa aproximadamente 2% do território

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 OBRAS/SERVIÇOS DE ENGENHARIA

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 OBRAS/SERVIÇOS DE ENGENHARIA INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 OBRAS/SERVIÇOS DE ENGENHARIA O INSTITUTO DE SAÚDE E GESTÃO HOSPITALAR - ISGH, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos de interesse público,

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2013 TIPO: MENOR PREÇO

CARTA CONVITE Nº 003/2013 TIPO: MENOR PREÇO CARTA CONVITE Nº 003/2013 TIPO: MENOR PREÇO PROCESSO Nº 003/2013 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO DATA: 19/03/2013 HORÁRIO: 10:00 Horas LOCAL: Universidade de Brasília Campus Universitário Darcy Ribeiro

Leia mais

Solicitação de Proposta (SDP) nº 24776/2014. 2. Para permitir o envio da proposta, foram anexados os seguintes documentos:

Solicitação de Proposta (SDP) nº 24776/2014. 2. Para permitir o envio da proposta, foram anexados os seguintes documentos: Solicitação de Proposta (SDP) nº 24776/2014 Senhor(a): Data: 17 de abril de 2014. Assunto: SDP para prestação de serviços de Consultoria 1. Essa instituição está convidada a apresentar uma proposta para

Leia mais

CONVITE Nº 060E/2015

CONVITE Nº 060E/2015 Processo nº 0405.1511/15-3 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 060E/2015 DATA DA ABERTURA: 16/10/2015 HORA DA ABERTURA: 10:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1 CONVOCAÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA 1 CONVOCAÇÃO COTAÇÃO PRÉVIA N 0103/2015 PROCESSO N : 003003/2015 CV 004/2015-IDESQ-SPD TIPO DA LICITAÇÃO: Menor Preço Global DATA/HORA DA ENTREGA DAS PROPOSTAS: 03/11/2015 Das 08h30m às 11h30m LOCAL: Sede do Instituto

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 023/2009

CARTA CONVITE Nº 023/2009 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

EDITAL Nº 0302/2007 - UNESCO

EDITAL Nº 0302/2007 - UNESCO EDITAL Nº 0302/2007 - UNESCO Contratação de empresa especializada e com experiência comprovada na capacitação de técnicos na operacionalização e configuração de ambientes tecnológicos na operacionalização

Leia mais

Edital de Licitação Pública Internacional N.º 28278 / 2015 (Projeto: BRA/15/003 - Organização dos I Jogos Mundiais Indígenas)

Edital de Licitação Pública Internacional N.º 28278 / 2015 (Projeto: BRA/15/003 - Organização dos I Jogos Mundiais Indígenas) Edital de Licitação Pública Internacional N.º 28278 / 2015 (Projeto: BRA/15/003 - Organização dos I Jogos Mundiais Indígenas) Contratação de Integradora (empresa/consórcio) responsável pelo planejamento,

Leia mais

CARTA CONVITE N 04/2013. 1 - VAGA: As vagas estão distribuídas em lotes, as empresas poderão concorrer a um lote ou a todos reunidos.

CARTA CONVITE N 04/2013. 1 - VAGA: As vagas estão distribuídas em lotes, as empresas poderão concorrer a um lote ou a todos reunidos. CARTA CONVITE N 04/2013 A UNIÃO NACIONAL DE COOPERATIVAS DA AGRICULTURA FAMILIAR E ECONOMIA SOLIDÁRIA (Unicafes), inscrita no CNPJ sob o n o 07.738.836/0001-37 torna público que estará contratando, em

Leia mais

EDITAL Nº 014/2013 SELEÇÃO DE PESSOA JURÍDICA PARA LOCAÇÃO DE VEÍCULOS.

EDITAL Nº 014/2013 SELEÇÃO DE PESSOA JURÍDICA PARA LOCAÇÃO DE VEÍCULOS. EDITAL Nº 014/2013 SELEÇÃO DE PESSOA JURÍDICA PARA LOCAÇÃO DE VEÍCULOS. O Instituto Agropolos do Ceará, CNPJ 04.867.567/0001-10, torna público e convoca pessoas jurídicas que tenham interesse em prestar

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ EDITAL Nº 15/2015 DA PROVA DE DESEMPENHO DIDÁTICO E DA PROVA DE TÍTULOS DO CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR DO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO REFERENTE AO EDITAL 12/2015. O Reitor Substituto do INSTITUTO

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2011

CARTA CONVITE Nº 003/2011 CARTA CONVITE Nº 003/2011 O Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 10ª Região CREFITO-10, com jurisdição no Estado de Santa Catarina, através de sua Comissão Permanente de Licitações,

Leia mais

CARTA CONVITE PARA AQUISIÇÃO DE BENS E SERVIÇOS CONEXOS Nº 001/2015 PROJETO: FORMAÇÃO DA EQUIPE DE BASE DO ESPERIA

CARTA CONVITE PARA AQUISIÇÃO DE BENS E SERVIÇOS CONEXOS Nº 001/2015 PROJETO: FORMAÇÃO DA EQUIPE DE BASE DO ESPERIA CARTA CONVITE PARA AQUISIÇÃO DE BENS E SERVIÇOS CONEXOS Nº 001/2015 PROJETO: FORMAÇÃO DA EQUIPE DE BASE DO ESPERIA AQUISIÇÃO DE MATERIAIS ESPORTIVOS, EQUIPAMENTOS E TECNOLOGIA APLICADA NA FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO

Leia mais

EDITAL 1. APRESENTAÇÃO

EDITAL 1. APRESENTAÇÃO 1 EDITAL MONITORAMENTO INDEPENDENTE DA COBERTURA VEGETAL DO TERRITÓRIO DE IDENTIDADE EXTREMO SUL / COSTA DAS BALEIAS, ÁREA DE ATUAÇÃO DA FIBRIA E DA SUZANO NO EXTREMO SUL DA BAHIA 1. APRESENTAÇÃO A Fibria

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS EDITAL Nº 008/2015

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS EDITAL Nº 008/2015 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS EDITAL Nº 008/2015 CONVÊNIO Nº: 812779/2014 SDH/PR PROCESSO LICITATÓRIO Nº: 012/2015 TIPO: Cotação prévia de preços / Menor preço OBJETO: Contratação de Seguro contra Acidentes

Leia mais

CADASTRO DE FORNECEDORES E RENOVAÇÃO CADASTRAL DME DISTRIBUIÇÃO S/A - DMED DOS PROCEDIMENTOS

CADASTRO DE FORNECEDORES E RENOVAÇÃO CADASTRAL DME DISTRIBUIÇÃO S/A - DMED DOS PROCEDIMENTOS CADASTRO DE FORNECEDORES E RENOVAÇÃO CADASTRAL DME DISTRIBUIÇÃO S/A - DMED DOS PROCEDIMENTOS A Supervisão de Suprimentos é a responsável pelo cadastramento dos fornecedores, bem como pela renovação cadastral

Leia mais

INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com.

INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com. 1/7 INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com.br) INFORMAÇÕES I. O interessado na inscrição no Cadastro de Fornecedores

Leia mais

Processo 21548/2013. Seguem respostas a questionamentos, errata 02 e adendo 01 que deverão ser consideradas para elaboração da proposta:

Processo 21548/2013. Seguem respostas a questionamentos, errata 02 e adendo 01 que deverão ser consideradas para elaboração da proposta: Processo 21548/2013 Brasília/DF, 18 de junho de 2013. Objeto: Mapeamento de entidades representativas de PCTs e fortalecimento do Portal Ypadê como instrumento de articulação nacional de povos e comunidades

Leia mais

GCP/BRA/078/GFF - Gestão Integrada do Ecossistema da Baía de Ilha Grande

GCP/BRA/078/GFF - Gestão Integrada do Ecossistema da Baía de Ilha Grande Eixo Monumental, Via S-1 Campus do INMET Bloco 7 - Setor Sudoeste CEP:70680-900 Brasília, DF, Brasil Fax: 55-61-3038-2250 Tel: 55-61-3038-2299 www.fao.org..br EDITAL (LETTER OF INVITATION-LOI) Request

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 / Sto. Antônio Belo Horizonte (MG)

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 / Sto. Antônio Belo Horizonte (MG) COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 / Sto. Antônio Belo Horizonte (MG) NORMAS DE CREDENCIAMENTO PARA INSTITUIÇÕES BANCÁRIAS 1. DA FINALIDADE

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 001/2015 Contratação de Consultoria Nacional Pessoa Física por Produto

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 001/2015 Contratação de Consultoria Nacional Pessoa Física por Produto TERMO DE REFERÊNCIA Nº 001/2015 Contratação de Consultoria Nacional Pessoa Física por Produto Número e Título do Projeto: BRA/12/08 Apoio à implementação do Plano de Reabilitação Participativo do Centro

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. Objeto. 2. Antecedentes. 3. Objeto da Licitação

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. Objeto. 2. Antecedentes. 3. Objeto da Licitação TERMO DE REFERÊNCIA 1. Objeto 1.1. Contratação de empresa especializada em auditoria de tecnologia da informação e comunicações, com foco em segurança da informação na análise de quatro domínios: Processos

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA

TERMOS DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA TERMOS DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. RN SUSTENTÁVEL Nº 0XX/2013 2. TÍTULO Contratação de consultoria individual especializada em Comercialização e Alianças Estratégicas 3. AÇÃO(ÕES)

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 RASTREAMENTO E MONITORAMENTO DE VÉICULO

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 RASTREAMENTO E MONITORAMENTO DE VÉICULO INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 RASTREAMENTO E MONITORAMENTO DE VÉICULO O INSTITUTO DE SAÚDE E GESTÃO HOSPITALAR - ISGH, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos de interesse

Leia mais

Projeto Fortalecimento dos Catadores e Catadoras e Ampliação da Coleta Seletiva no Grande ABC"

Projeto Fortalecimento dos Catadores e Catadoras e Ampliação da Coleta Seletiva no Grande ABC Prezados Senhores, Convidamos Vossa Senhoria a apresentar, na data e horário indicado, proposta alusiva a prestação de serviços de formação, conforme descrição indicada no presente edital. DATA DE RECEBIMENTO

Leia mais

Projeto Para Conservação e Uso Sustentável Efetivos de Ecossistemas Manguezais no Brasil PROJETO PNUD BRA/07/G32

Projeto Para Conservação e Uso Sustentável Efetivos de Ecossistemas Manguezais no Brasil PROJETO PNUD BRA/07/G32 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE - MMA INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE PROJETOS ESPECIAIS-PNUD EQSW 103/104 1º Subsolo, Complexo Administrativo, Setor Sudoeste,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Secretaria de Infraestrutura MINUTA EDITAL DE PRÉ-QUALIFICAÇÃO INTERNACIONAL N. 01/2013 PROCESSO N.

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Secretaria de Infraestrutura MINUTA EDITAL DE PRÉ-QUALIFICAÇÃO INTERNACIONAL N. 01/2013 PROCESSO N. MINUTA INTERNACIONAL N. 01/2013 PROCESSO N.º 0900130000453 A SECRETARIA DE INFRAESTRUTURA DO ESTADO DA BAHIA - SEINFRA, com sede na Avenida Luiz Viana Filho, 4ª Avenida, nº 440, Centro Administrativo da

Leia mais

Estado do Amazonas PREFEITURA MUNICIPAL DE TONANTINS CNPJ: 04.628.608/0001-16 Endereço: Rua Leopoldo Peres, s/n Centro, Tonantins AM

Estado do Amazonas PREFEITURA MUNICIPAL DE TONANTINS CNPJ: 04.628.608/0001-16 Endereço: Rua Leopoldo Peres, s/n Centro, Tonantins AM EDITAL CONVITE Nº 002/2015 1 PREÂMBULO 1.1. A, através da COMISSÃO MUNICIPAL DE LICITAÇÃO CML, adiante denominada simplesmente CML, CONVIDA essa firma para participar do certame licitatório, na modalidade

Leia mais

Carta Convite LICITAÇÃO PARA CONFECÇÃO DE MATERIAL GRÁFICO

Carta Convite LICITAÇÃO PARA CONFECÇÃO DE MATERIAL GRÁFICO Carta Convite LICITAÇÃO PARA CONFECÇÃO DE MATERIAL GRÁFICO CARTA CONVITE Nº 001/2015 A Associação de Centro de Treinamento de Educação Física Especial CETEFE, situada em SAIS Área 2ª ED. ENAP Ginásio de

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL TERMO DE REFERÊNCIA PROJETO: BRA/14/011 FORTALECIMENTO DO SISTEMA PRISIONAL

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL TERMO DE REFERÊNCIA PROJETO: BRA/14/011 FORTALECIMENTO DO SISTEMA PRISIONAL MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL TERMO DE REFERÊNCIA PROJETO: BRA/14/011 FORTALECIMENTO DO SISTEMA PRISIONAL Contratação de Consultoria Especializada BRASÍLIA/DF, 20 de março de

Leia mais

PROCESSO 005/2010 EDITAL DE CREDENCIAMENTO 001/2010

PROCESSO 005/2010 EDITAL DE CREDENCIAMENTO 001/2010 INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO, Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores Públicos Municipais de São Sebastião do Paraíso, autarquia municipal,

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS PARA REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES. 1.2. Aprovado o pedido será concedido o CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL- Anexo A-4.

CONDIÇÕES GERAIS PARA REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES. 1.2. Aprovado o pedido será concedido o CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL- Anexo A-4. 1/9 CONDIÇÕES GERAIS PARA REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES A inscrição no Cadastro de Fornecedores da CET é regulada pelas presentes Condições Gerais, nos termos da Seção III - DOS REGISTROS CADASTRAIS

Leia mais

MINISTÉRIO DA CULTURA SECRETARIA DO AUDIOVISUAL EDITAL DE CONCURSO Nº 02, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2007

MINISTÉRIO DA CULTURA SECRETARIA DO AUDIOVISUAL EDITAL DE CONCURSO Nº 02, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2007 MINISTÉRIO DA CULTURA SECRETARIA DO AUDIOVISUAL EDITAL DE CONCURSO Nº 02, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2007 O Ministério da Cultura - MinC, por meio da Secretaria do Audiovisual SAV, torna público o Concurso de

Leia mais

1. Procedimentos COURIER. Prezado Senhor/Senhora,

1. Procedimentos COURIER. Prezado Senhor/Senhora, Eixo Monumental, Via S-1 Campus do INMET Bloco 7 - Setor Sudoeste CEP:70680-900 Brasília, DF, Brasil Fax: 55-61-3038-2250 Tel: 55-61-3038-2299 www.fao.org..br EDITAL (LETTER OF INVITATION-LOI) Request

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 O CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA 7ª REGIÃO CREF7/DF, Autarquia Federal, criada pela Lei nº 9.696/98, torna público

Leia mais

I. Objetivo do edital

I. Objetivo do edital Edital para Contratação de Consultoria Externa para Avaliação Intermediária de Projeto (Pessoa Física ou Pessoa Jurídica) Localização: Em domicilio (com visitas de campo previstas) Prazo de candidatura:

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL EDITAL 03/015 BRA/011/014 Contratação de Consultoria Nacional Especializada Em Gestão de Desenvolvimento de Software BRASÍLIA, MAIO DE 015 EDITAL

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA Nº 10/2014, REFERENTE AO CONVÊNIO SICONV Nº 794450/2013

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA Nº 10/2014, REFERENTE AO CONVÊNIO SICONV Nº 794450/2013 TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA Nº 10/2014, REFERENTE AO CONVÊNIO SICONV Nº 794450/2013 O Instituto Tribos Jovens, associação civil sem fins lucrativos, com sede em Porto Seguro/BA, na Rua Saldanha

Leia mais

DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 41.20.02 MOBILIÁRIO EM GERAL - R$ 16.000,00 (Dezesseis mil reais).

DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 41.20.02 MOBILIÁRIO EM GERAL - R$ 16.000,00 (Dezesseis mil reais). PROCESSO N.º 003/2013 LICITAÇÃO Nº 003/2013-CONVITE TIPO: MENOR PREÇO POR LOTE À EMPRESA: ENDEREÇO: O Conselho Regional de Administração-CRA, através de sua Comissão Permanente de Licitação, nos termos

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Resultado 1.1 - Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional 2004-2009 desenhada.

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Resultado 1.1 - Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional 2004-2009 desenhada. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA A PRODUÇÃO DE VÍDEO COM EXPERIÊNCIAS LOCAIS DE IMPLANTAÇÃO E FUNCIONAMENTO DE SISTEMAS DE SEGURANÇA ALIMENTAR

Leia mais

CONVITE Nº 050A/2015

CONVITE Nº 050A/2015 Processo nº 0308.1511/15-3 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 050A/2015 DATA DA ABERTURA: 19/08/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA DE PROJETOS 2016 TRANSFORMANDO PESSOAS E IDEIAS.

CHAMADA PÚBLICA DE PROJETOS 2016 TRANSFORMANDO PESSOAS E IDEIAS. CHAMADA PÚBLICA DE PROJETOS 2016 TRANSFORMANDO PESSOAS E IDEIAS. CHAMADA PÚBLICA 2016 A Política de Responsabilidade Social da AngloGold Ashanti define como um de seus princípios que a presença de nossa

Leia mais

Projeto Bolsa Piloto FAQ destinado aos Aeroclubes e Escolas de Aviação Civil

Projeto Bolsa Piloto FAQ destinado aos Aeroclubes e Escolas de Aviação Civil Projeto Bolsa Piloto FAQ destinado aos Aeroclubes e Escolas de Aviação Civil Como faço para concorrer a uma bolsa? O processo seletivo de alunos está sendo realizado pela Secretaria de Aviação Civil SAC/PR.

Leia mais

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, através do seu Departamento de Compras, situado à Rua Victor Sopelsa, 3000, Bairro Salete, Concórdia,

Leia mais