Tel. (11) / Manual de Segurança

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br. Manual de Segurança"

Transcrição

1 Tel. (11) / Transporte de Carga Vol. IX Manual de Segurança

2 Apresentação A tualmente, cerca de 63% das cargas que circulam pelo País são transportadas por vias rodoviárias. Essa concentração fez crescer uma modalidade de crime não tão comum em outros locais, mas que no Brasil vem ganhando proporções alarmantes: o roubo de cargas. As peculiaridades que envolvem o transporte de cargas, que exige do motorista dirigir por várias horas, sozinho e sempre sob tensão, fazem com que este tipo de serviço esteja sempre na mira dos bandidos. Planejar um sistema de segurança para o transporte de cargas, visando garantir a integridade física do motorista, das mercadorias e do próprio veículo, exige um estudo detalhado das ações a serem tomadas. Entre os aspectos a serem analisados, estão a rota a ser seguida, o horário de viagem, o tipo de carga a ser transportada, o perfil motorista, além das tecnologias, equipamentos e serviços utilizados para garantir a segurança, como escolta armada e rastreamento. O conjunto desses aspectos é que vai determinar a estrutura necessária para executar o serviço de forma satisfatória. Independente da estrutura empregada, o objetivo é um só: garantir que a carga chegue ao seu destino sem qualquer prejuízo para as partes envolvidas. É disso que trata este manual. 01

3 Sistema Ideal Para garantir que as mercadorias cheguem ao seu destino, o ideal é que se utilizem conjuntamente os serviços de escolta armada e de rastreamento. Alguns sistemas de rastreamento mais modernos também auxiliam no sistema de logística, permitindo o acompanhamento do veículo durante todo o trajeto e reduzindo, inclusive, os custos do serviço. Da mesma forma como acontece na saída dos produtos, a chegada também deve ser controlada pela equipe que trabalha no local de entrega. Para evitar que assaltantes entrem na empresa dentro do caminhão, o correto é revistar o veículo na área externa da empresa. Com o veículo já dentro do local de entrega, deve ser feita a contagem de toda a mercadoria de acordo com a nota de compra. Um sistema ideal de segurança para transporte de cargas deve prever um planejamento de todos os passos que serão executados no serviço. Assim, os cuidados começam já no carregamento das mercadorias e no controle de tudo o que está sendo embarcado no veículo. No caso de o serviço ser executado por terceiros, o caminhão deve ser inspecionado antes de entrar nas instalações da fábrica e os funcionários da transportadora devem ser devidamente identificados na entrada. Se houver serviço de escolta armada, o mesmo deve acompanhar o transporte somente a partir da área externa da empresa, a fim de evitar que entrem pessoas armadas no local. Hoje, o rastreamento de veículos é quase uma exigência no transporte de cargas, principalmente quando estas são de alto valor

4 Esquema de Segurança Planejamento de Segurança Fabricante Transportadora Empresa de Segurança Importante: O primeiro passo para a proteção da carga deve ser dado pelo fabricante no momento de escolher a transportadora que será responsável por cuidar de seu produto e dar um destino a ele. Atualmente, existem cerca de 130 mil empresas de transporte de carga no Brasil, mas muitas servem de fachada para atividades ilícitas ou concorrem deslealmente com as que atendem aos requisitos da legislação. Muitas usam motoristas não habilitados, com carteiras falsificadas, que desconhecem o risco da carga, usando veículos inadequados, com sinalização irregular, documento da carga irregular. Os fabricantes devem dar prioridade às transportadoras especializadas em determinados tipos de cargas. Cada produto exige cuidados específicos. Já as transportadoras devem ser exigentes na contratação de uma empresa de segurança responsável por formular um plano de proteção à mercadoria. Os profissionais devem ser bem treinados e passar por um processo de seleção muito bem apurado. Antes de entregar produtos embalados a uma transportadora, a fabricante deve fazer o controle dos números dos lotes. Sistemas mais modernos permitem fazer o controle eletrônico das mercadorias utilizando leitores de freqüência, que conseguem checar cada uma das caixas que está no caminhão. Processo de Seleção das empresas de segurança Um dos primeiros cuidados que se deve ter no transporte de cargas é com a contratação da empresa que ficará encarregada de fazer a segurança das mercadorias transportadas. Verifique a preservação da frota, instalações da empresa, máquinas e equipamentos; Avalie quais são os critérios utilizados na contratação dos vigilantes. Muitas vezes, é o próprio segurança quem negocia com o bandido a mercadoria. Por isso, ele deve apresentar atestado negativo de antecedentes criminais e ser muito bem treinado após a contratação; Veja se a empresa tem uma lista dos postos credenciados. Deve-se avaliar também se a empresa fornece aos motoristas suporte durante o percurso; Verifique se a empresa trabalha totalmente com frota própria ou com veículos de terceiros; Cheque o histórico de roubos da empresa

5 Normas de Segurança Dicas aos motoristas Antes de iniciar uma viagem, é importante que o transportador de carga se informe sobre as prováveis situações que ele terá que enfrentar. Contando ou não com serviço de escolta armada, o motorista deve: Traçar um plano de rota; Manter em sigilo a documentação da carga. Evitar que pessoas estranhas saibam o tipo, valor e destino do material transportado; Evitar parada em locais não autorizados previamente pelas empresas; Realizar paradas em acostamentos das rodovias só em situações de emergência e em locais sinalizados; Quando for necessário parar em local não autorizado, informar imediatamente a empresa onde trabalha ou a de segurança contratada; A carona é proibida por lei no transporte de cargas. O motorista não pode expor terceiros aos riscos das operações; Não abandonar ou afastarse do veículo durante as refeições e abastecimento de combustível; Estacionar em local onde seja possível ver o veículo durante todo o tempo; Evitar viajar em período noturno; Estar atento ao entrar e sair do veículo e se não está sendo seguido; 06 Estar atento nos postos fiscais. Algumas abordagens ocorrem com veículos estacionados ainda no Posto Fiscal; Diante de uma suspeita de risco, acionar o botão de pânico mesmo que o roubo não se concretize; Não deixar o veículo aberto ou a chave no contato; Optar sempre por rodovias de maior movimento e melhor estrutura viária; Evitar paradas em distâncias inferiores a 200 km. Cada parada representa um novo risco; Quando não puder contar com um sistema de segurança, tente andar em comboio com amigos. ATENÇÃO Como agir durante um assalto: Evitar confronto com os assaltantes; Não desafiar o bandido ou discutir com ele; Evitar encarar o assaltante ou demonstrar que poderá identificá-lo; Não reagir; Narrar todos os seus movimentos ao assaltante; Não fazer movimentos bruscos, por mais difícil que seja manter o controle emocional no momento do assalto. 07

6 Estatísticas Horários de roubos Madrugada (da 0h às 6h).. 14,9% Manhã (das 6h às 12h)... 47,3% Tarde (das 12h às 18h)... 23,2% Noite (das 18h às 0h)... 14,6% Rodovias federais 59% Cargas roubadas com mais freqüência Alimentos Metalúrgicos Medicamentos Químicos/Defensivos Cigarros/Fumo Eletroeletrônicos Combustíveis Têxteis Auto-Peças/Pneus Telefone útil: Delegacia Geral de Roubo de Carga, acionada através do Disque Denúncia Site útil: Condições e notícias sobre rodovias - Locais das ocorrências Capitais... 36,25% Rodovias... 32,98% Cid. do Interior... 22,71% Litoral... 8,06% Rodovias estaduais 41% Média diária de roubos ,1 roubos/dia ,1 roubos/dia ,3 roubos/dia ,0 roubos/dia ,7 roubos/dia Estados com maior incidência de roubos São Paulo 44% Rio de Janeiro 36% Rodovias mais perigosas (São Paulo) Via Anhanguera Via Presidente Dutra Castelo Branco No momento de contratar uma empresa de segurança, é imprescindível averiguar se esta cumpre com todas as exigências legais do órgão regulador, no caso a Polícia Federal, e está em dia com as obrigações fiscais e trabalhistas. O CRS (Certificado de Regularidade em Segurança), certificação criada pelo sindicato do setor (SESVESP), é uma boa forma de comprovar a idoneidade da empresa contratada. O Manual de Segurança desenvolvido pela Fort Knox está dividido em 10 fascículos, de acordo com os segmentos de mercado atendidos pela empresa. Condomínios Residenciais Vol. I Condomínios Residenciais Vol. II Condomínios Comerciais Instituições Financeiras Indústrias Instituições de Ensino Instituições de Saúde Instituições de Lazer Transporte de Cargas Segurança no dia-a-dia Fonte: Segs (Portal Nacional dos Corretores de Seguros) Contratação de uma empresa idônea e uso de novas tecnologias de rastreamento são essenciais para garantir a segurança dos motoristas, das mercadorias e do patrimônio de uma empresa de transporte. Expediente Manual de Segurança é uma publicação da Fort Knox Produção e Diagramação: WN&P Comunicação Fotografia: Felipe Lampe (capa) Sommer Andrey (internas) Ilustrações: José Eduardo Silva Ramos (Zé Edu) Rua Teresa Toedtli, Vila Guarani CEP: São Paulo - SP Tel: (11)

Vol. I. Condomínios Residenciais. Manual de Segurança. Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br

Vol. I. Condomínios Residenciais. Manual de Segurança. Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br Vol. I Condomínios Residenciais Manual de Segurança Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br Apresentação C âmeras espalhadas por todos os lados, guardas armados, portões altos e com cerca elétrica nem

Leia mais

Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br. Manual de Segurança

Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br. Manual de Segurança Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br Segurança no dia-a-dia Vol. X Manual de Segurança Apresentação N ão há estratégias ou sistemas de segurança intransponíveis. Isso é o que dizem todos os especialistas

Leia mais

Vol. III. Condomínios Comerciais. Manual de Segurança. Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br

Vol. III. Condomínios Comerciais. Manual de Segurança. Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br Condomínios Comerciais Vol. III Manual de Segurança O Apresentação s Condomínios Empresariais/ Comerciais buscam um sistema de segurança adequado e eficiente,

Leia mais

Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br. Manual de Segurança

Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br. Manual de Segurança Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br Instituições de Ensino Vol. VIV Manual de Segurança U Apresentação m dos maiores desafios durante a elaboração de um sistema de segurança para uma instituição

Leia mais

Vol. VII. Instituições de Saúde. Manual de Segurança. Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br

Vol. VII. Instituições de Saúde. Manual de Segurança. Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br Instituições de Saúde Vol. VII Manual de Segurança A Apresentação s instituições de saúde, principalmente os hospitais, são freqüentemente vítimas de ataques externos

Leia mais

Manual de Segurança. Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br

Manual de Segurança. Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br Vol. V Indústrias Manual de Segurança Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br I mplementar um sistema de segurança eficaz em uma indústria não costuma ser uma tarefa fácil, principalmente porque, na

Leia mais

Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br. Manual de Segurança

Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br. Manual de Segurança Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br Instituições de Lazer Vol. VIII Manual de Segurança Apresentação O momento é de relaxamento. Quem procura um clube ou associação esportiva não quer se preocupar

Leia mais

Vol. II. Condomínios Residenciais. Manual de Segurança. Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br

Vol. II. Condomínios Residenciais. Manual de Segurança. Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br Vol. II Condomínios Residenciais Manual de Segurança Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br F Apresentação inal de um dia de trabalho. O provável morador acaba de chegar em frente ao seu prédio, esperando

Leia mais

Vol. IV. Instituições Financeiras. Manual de Segurança. Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br

Vol. IV. Instituições Financeiras. Manual de Segurança. Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br Instituições Financeiras Vol. IV Manual de Segurança Apresentação N a calçada, antes mesmo de se aproximar da entrada da agência bancária, o cliente coloca as

Leia mais

MANUAL DE SEGURANÇA PESSOAL

MANUAL DE SEGURANÇA PESSOAL MANUAL DE SEGURANÇA PESSOAL O Grupo Haganá elaborou este manual de dicas de segurança pessoal com algumas informações importantes para o dia a dia. As informações contidas aqui são de caráter prático e

Leia mais

Ângelo Monteiro GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES

Ângelo Monteiro GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 1 Ângelo Monteiro GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 2 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL 3 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL POUCAS SEGURADORAS OPERANDO POUCOS CORRETORES ESPECIALIZADOS SINISTRALIDADE

Leia mais

Mantenha os vidros fechados e as portas travadas por dentro. Não dê carona a desconhecidos.

Mantenha os vidros fechados e as portas travadas por dentro. Não dê carona a desconhecidos. NO CARRO Como se prevenir Procure usar um carro que não chame a atenção. Mantenha os vidros fechados e as portas travadas por dentro. Não dê carona a desconhecidos. Evite transportar objetos de valor quando

Leia mais

DICAS DE SEGURANCA, SAIBA COMO AGIR DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA

DICAS DE SEGURANCA, SAIBA COMO AGIR DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA DICAS DE SEGURANCA, COMO SE PREVINIR COMO IDENTIFICAR SITUAÇÕES DE RISCO O QUE FAZER SAIBA COMO AGIR RECOMENDAÇÕES DE SEGURANÇA QUERIDOS ALUNOS E

Leia mais

GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES

GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 1 GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 2 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL 3 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL POUCAS SEGURADORAS OPERANDO POUCOS CORRETORES ESPECIALIZADOS SINISTRALIDADE ALTA TAXAS CADA

Leia mais

Segurança pessoal. Cuidados indispensáveis para evitar situações de risco dentro e fora do Campus.

Segurança pessoal. Cuidados indispensáveis para evitar situações de risco dentro e fora do Campus. Segurança pessoal Cuidados indispensáveis para evitar situações de risco dentro e fora do Campus. Você sabe como iden.ficar situações de risco? Ao decorrer de uma roena diária de aevidades, métodos prevenevos

Leia mais

S E G U R A N Ç A E M C O N DO MÍN IO S, P R É DIO S E R E S IDÊ N C IA S

S E G U R A N Ç A E M C O N DO MÍN IO S, P R É DIO S E R E S IDÊ N C IA S S E G U R A N Ç A E M C O N DO MÍN IO S, P R É DIO S E R E S IDÊ N C IA S Caxias do Sul, RS, Outubro de 2012. S lide - 1 S um á rio Apresentação do Palestrante e sua empresa; Objetivo da Palestra Dados

Leia mais

Ângelo Monteiro GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES

Ângelo Monteiro GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 1 Ângelo Monteiro GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 2 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL 3 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL POUCAS SEGURADORAS OPERANDO POUCOS CORRETORES ESPECIALIZADOS SINISTRALIDADE

Leia mais

O CONDOMÍNIO JÁ ANALISOU O PREÇO, NÃO ESQUEÇA DA QUALIDADE!!!

O CONDOMÍNIO JÁ ANALISOU O PREÇO, NÃO ESQUEÇA DA QUALIDADE!!! O CONDOMÍNIO JÁ ANALISOU O PREÇO, NÃO ESQUEÇA DA QUALIDADE!!! Como em qualquer segmento, quando fazemos uma licitação muitas vezes nos deparamos com propostas que aparentemente oferecem os mesmos serviços,

Leia mais

Cuidados com a sua casa durante a viagem. Não comente sua viagem perto de pessoas estranhas. Uma opção é contratar um caseiro de confiança.

Cuidados com a sua casa durante a viagem. Não comente sua viagem perto de pessoas estranhas. Uma opção é contratar um caseiro de confiança. VIAGENS Cuidados com a sua casa durante a viagem Não comente sua viagem perto de pessoas estranhas. Uma opção é contratar um caseiro de confiança. Nas áreas externas, não deixe ferramentas e escadas, elas

Leia mais

Condomínios mais Seguros

Condomínios mais Seguros Condomínios mais Seguros Palestra ministrada pelo Capitão Yasui Comandante da 2ª Companhia do 49º Batalhão de Polícia Militar. 13/04/2011 Formulado por um grupo de trabalho composto por policiais civis

Leia mais

Boletim de Proteção do Consumidor/Investidor CVM/Senacon

Boletim de Proteção do Consumidor/Investidor CVM/Senacon Boletim de Proteção do Consumidor/Investidor CVM/Senacon Fundo 157 Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor Secretaria Nacional do Consumidor Ministério da Justiça Apresentação Com frequência são

Leia mais

NORMA DE PROCEDIMENTOS Utilização de meios de transporte

NORMA DE PROCEDIMENTOS Utilização de meios de transporte pág.: 1/6 1 Objetivo Estabelecer critérios e procedimentos a serem adotados para a utilização dos meios de transporte na COPASA MG. 2 Referências Para aplicação desta norma, poderá ser necessário consultar:

Leia mais

Não abra a carteira ou a bolsa na frente de estranhos. Separe pequenas quantias de dinheiro para pagar passagem, café, cigarros etc.

Não abra a carteira ou a bolsa na frente de estranhos. Separe pequenas quantias de dinheiro para pagar passagem, café, cigarros etc. Dicas de Segurança I Cuidados no dia-a-dia Nas Ruas Previna-se contra a ação dos marginais não ostentando objetos de valor como relógios, pulseiras, colares e outras jóias de valor. Evite passar em ruas

Leia mais

Anexo IV Conhecimento específico Responsável Técnico. Estrutura Curricular do Curso para Responsável Técnico 125h/a

Anexo IV Conhecimento específico Responsável Técnico. Estrutura Curricular do Curso para Responsável Técnico 125h/a Anexo IV Conhecimento específico Responsável Técnico. Estrutura Curricular do Curso para Responsável Técnico 125h/a Módulo I Conhecimentos Básicos do Setor de Transporte de Cargas O Transporte Rodoviário

Leia mais

1 Fique atento ao entrar ou sair de sua casa ou apartamento

1 Fique atento ao entrar ou sair de sua casa ou apartamento 1 Fique atento ao entrar ou sair de sua casa ou apartamento O momento em que entramos ou saímos de nossas residências, costuma oferecer grande risco, pois normalmente estamos distraídos, além de abrirmos,

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Procedimentos no caso de furto, roubo ou sequestro relâmpago, com o veículo, sem acionamento do Botão de Emergência:

MANUAL DO USUÁRIO. Procedimentos no caso de furto, roubo ou sequestro relâmpago, com o veículo, sem acionamento do Botão de Emergência: MANUAL DO USUÁRIO BEM VINDO À JAPAN SAT Prezado usuário, ficamos muito satisfeitos por você ter escolhido um produto da JAPAN SAT. O Manual de usuário é o guia que vai lhe permitir o uso de forma correta,

Leia mais

DA RELAÇÃO SEGURO/ROUBO DE CARGA NO TRANSPORTE RODOVIÁRIO

DA RELAÇÃO SEGURO/ROUBO DE CARGA NO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DA RELAÇÃO SEGURO/ROUBO DE CARGA NO TRANSPORTE RODOVIÁRIO 1. Até a década de 70 não eram reconhecidos os crimes contra o patrimônio como risco a ser efetivamente protegido no transporte rodoviário de cargas,

Leia mais

Tipos de Cargas e Veículos - 10h/a

Tipos de Cargas e Veículos - 10h/a Conhecer a evolução do Transporte no mundo, relacionando as características econômicas, sociais e culturais. Compreender a função social do transporte e o papel da circulação de bens e pessoas. Conhecer

Leia mais

Procedimentos Para Visita e/ou Entrada-Saída de Equipamentos ao Housing Intelig Telecom

Procedimentos Para Visita e/ou Entrada-Saída de Equipamentos ao Housing Intelig Telecom 1. OBJETIVO Este documento tem como objetivo descrever a metodologia para o Controle de Acesso, Entrada e Saída de Clientes Dentro ou Fora do Ambiente Housing., bem como a metodologia para o recebimento

Leia mais

Como se prevenir Procure usar um carro que não chame a atenção. Mantenha os vidros fechados e as portas travadas por dentro. parar, alin seu retrov

Como se prevenir Procure usar um carro que não chame a atenção. Mantenha os vidros fechados e as portas travadas por dentro. parar, alin seu retrov Como se prevenir Procure usar um carro que não chame a atenção. Mantenha os vidros fechados e as portas travadas por dentro. Não dê carona a desconhecidos. Evite transportar objetos de valor quando estiver

Leia mais

DECLARAÇÃO. Quando as mercadorias forem usadas, as coberturas do seguro ficam automaticamente reduzidas para a COBERTURA BÁSICA RESTRITA C nº 01.

DECLARAÇÃO. Quando as mercadorias forem usadas, as coberturas do seguro ficam automaticamente reduzidas para a COBERTURA BÁSICA RESTRITA C nº 01. São Paulo, 31 de outubro de 2014. À RODOBORGES EXPRESS LOG INTEGRAD LTDA EPP CNPJ: 01.375.753/0003-06 CNPJ: 01.375.753/0004-97 DECLARAÇÃO Declara-se para todos os fins e efeitos que, a partir das 24 horas

Leia mais

Soluções inteligentes para quem exige qualidade máxima.

Soluções inteligentes para quem exige qualidade máxima. Soluções inteligentes para quem exige qualidade máxima. QualityMax Serviços e Tecnologia Com a QualityMax Serviços e Tecnologia, o cliente deixa de ter problemas graças às soluções modernas e aderentes

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 008, DE 27 JUNHO DE 2007. R E S O L V E

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 008, DE 27 JUNHO DE 2007. R E S O L V E INSTRUÇÃO NORMATIVA N 008, DE 27 JUNHO DE 2007. Recomenda a observação da norma constante no Anexo I. O Sistema de Controle Interno do Município de Lucas do Rio Verde, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

Unidade IV GERENCIAMENTO DE. Prof. Altair da Silva

Unidade IV GERENCIAMENTO DE. Prof. Altair da Silva Unidade IV GERENCIAMENTO DE TRANSPORTE Prof. Altair da Silva Transporte em area urbana Perceba o volume de caminhões que circulam nas áreas urbanas em nosso país. Quais são os resultados para as empresas

Leia mais

TRANSQUALIT GERENCIAMENTO DE RISCOS

TRANSQUALIT GERENCIAMENTO DE RISCOS TRANSQUALIT Transqualit GRIS GERENCIAMENTO DE RISCOS INTRODUÇÃO Organizações de todos os tipos estão cada vez mais preocupadas em atingir e demonstrar um desempenho em termos de gerenciamento dos riscos

Leia mais

Cartilha de Segurança para Casas Lotéricas

Cartilha de Segurança para Casas Lotéricas Cartilha de Segurança para Casas Lotéricas Cartilha de Segurança para Casas Lotéricas A Protege Corretora de Seguros, sem a pretensão de esgotar o assunto, até pela complexidade do mesmo, elaborou este

Leia mais

ALGUNS DIFERENCIAIS. Operadores a Diretoria.

ALGUNS DIFERENCIAIS. Operadores a Diretoria. A EMPRESA Desde nossa fundação em 1987, nos especializamos em Sistemas de Segurança. Ao longo destes anos de atuação no mercado, acumulamos experiência também em várias áreas como: Monitoramento, Logística,

Leia mais

Guia para contratação de Transporte Intermunicipal de Passageiros sob regime de FRETAMENTO

Guia para contratação de Transporte Intermunicipal de Passageiros sob regime de FRETAMENTO Guia para contratação de Transporte Intermunicipal de Passageiros sob regime de FRETAMENTO 100 95 75 25 5 0 Introdução A Artesp tem a finalidade de regulamentar e fiscalizar todas as modalidades de serviços

Leia mais

31º BATALHÃO. Avenida Salvador Allende nº 5.500 Barra da Tijuca/Cep: 22.783-127 Oficial de Dia 2332-7462. e-mail: 31bpm@operacional.pmerj.

31º BATALHÃO. Avenida Salvador Allende nº 5.500 Barra da Tijuca/Cep: 22.783-127 Oficial de Dia 2332-7462. e-mail: 31bpm@operacional.pmerj. 31º BATALHÃO Avenida Salvador Allende nº 5.500 Barra da Tijuca/Cep: 22.783-127 Oficial de Dia 2332-7462 e-mail: 31bpm@operacional.pmerj.org RESPONSABILIDADE DO SÍNDICO 1. Antes de contratar empregados,

Leia mais

SEGURANÇA PESSOAL ÁREAS DE ALTO RISCO. Dicas para não se tornar uma vítima da VIOLÊNCIA URBANA

SEGURANÇA PESSOAL ÁREAS DE ALTO RISCO. Dicas para não se tornar uma vítima da VIOLÊNCIA URBANA SEGURANÇA PESSOAL EM ÁREAS DE ALTO RISCO Dicas para não se tornar uma vítima da VIOLÊNCIA URBANA A segurança e o bem-estar de todos por um Guaporé melhor a cada dia. MUNICÍPIO DE GUAPORÉ Av. Silvio Sanson,

Leia mais

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO SETOR DE COMUNICAÇÃO SOCIAL MANUAL DE AUTO PROTEÇAO DO CIDADÃO.

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO SETOR DE COMUNICAÇÃO SOCIAL MANUAL DE AUTO PROTEÇAO DO CIDADÃO. POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO SETOR DE COMUNICAÇÃO SOCIAL MANUAL DE AUTO PROTEÇAO DO CIDADÃO. (A Parte, que se segue, foi extraída do Manual acima. O Manual completo pode ser baixado via Internet

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 01. Tratando se das atribuições de um Vigia de um órgão público municipal, é correto afirmar que: A) A realização de rondas diurnas e noturnas tem como objetivo evitar roubos,

Leia mais

A GAMA TECNOLOGIA E SEGURANÇA PATRIMONIAL

A GAMA TECNOLOGIA E SEGURANÇA PATRIMONIAL A GAMA TECNOLOGIA E SEGURANÇA PATRIMONIAL, entendendo a necessidade do mercado em serviços relacionados a segurança e proteção do patrimônio, reúne as melhores tecnologias em soluções de segurança e geolocalização.

Leia mais

3 - Quem e como será fiscalizado o tempo de direção dos motoristas autônomos?

3 - Quem e como será fiscalizado o tempo de direção dos motoristas autônomos? Lei 12.619 1 - A lei já está em vigor ou entrará em qual data? R Sim. A lei está em vigor desde o dia 17/06/2012. 2 - O motorista profissional conforme artigo 67C, do CTB, na condição de condutor, é responsável

Leia mais

Como dicas de segurança, sugerimos:

Como dicas de segurança, sugerimos: POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO QÜINQUAGÉSIMO PRIMEIRO BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR DO INTERIOR SETOR DE ASSUNTOS CIVIS Como dicas de segurança, sugerimos: Edifícios: - As normas de segurança a serem

Leia mais

GERENCIAMENTO DE VEÍCULOS

GERENCIAMENTO DE VEÍCULOS 1. OBJETIVO Estabelecer o procedimento padrão a ser implementado na Irapuru Transportes Ltda quanto ao gerenciamento (solicitação e programação) de veículos (carretas e cavalos) da frota própria bem como

Leia mais

Para os profissionais da segurança pública nos estados da Bahia e Sergipe

Para os profissionais da segurança pública nos estados da Bahia e Sergipe Abril 2010 - Ano 2-2ª Edição Para os profissionais da segurança pública nos estados da Bahia e Sergipe O Guia de Compras & Serviços é uma publicação do Página de Polícia, voltado para o universos dos profissionais

Leia mais

A importância da mídia nas ações de prevenção e combate ao crime de lavagem de dinheiro

A importância da mídia nas ações de prevenção e combate ao crime de lavagem de dinheiro A importância da mídia nas ações de prevenção e combate ao crime de lavagem de dinheiro Frequentemente, os profissionais do mercado financeiro que atuam na prevenção e no combate ao crime de lavagem de

Leia mais

O roteiro de uma. boa viagem. começa na preocupação com conforto e a segurança de quem você vai levar.

O roteiro de uma. boa viagem. começa na preocupação com conforto e a segurança de quem você vai levar. O roteiro de uma boa viagem começa na preocupação com conforto e a segurança de quem você vai levar. Sobre o Turismo Rodoviário O Brasil e a América do Sul como um todo possuem os mais variados atrativos.

Leia mais

A solução do Transporte Rural Escolar do seu município.

A solução do Transporte Rural Escolar do seu município. A solução do Transporte Rural Escolar do seu município. CADA TELA DO NOSSO SISTEMA TEM OS RELATÓRIOS GERAIS COM OS MAIS DIVERSOS FILTROS... - Alunos - Condutores -Contratos - Transportadores -Trechos -Veículos

Leia mais

SAIA DA MIRA SAIA DA MIRA DICAS DE PREVENÇÃO

SAIA DA MIRA SAIA DA MIRA DICAS DE PREVENÇÃO SAIA DICAS DE PREVENÇÃO Todos os dias, em vários lugares, estamos expostos a riscos. Seja no trabalho, em casa, na escola, ou quando estamos passeando. Por isso, a Prefeitura de São José dos Campos elaborou

Leia mais

PROJETO MUTIRÃO DA CARONA SOLIDÁRIA

PROJETO MUTIRÃO DA CARONA SOLIDÁRIA PROJETO MUTIRÃO DA CARONA SOLIDÁRIA INTRODUÇÃO A mobilidade das cidades tem se tornado um desafio cada vez maior com o passar do tempo. Em 10 anos, a frota de automóveis e motocicletas cresceu 400% no

Leia mais

Lei 12 619 Regulamentação Profissão Motorista

Lei 12 619 Regulamentação Profissão Motorista Lei 12 619 Regulamentação Profissão Motorista 1. Introdução Este documento tem por objetivo apresentar a solução de software e serviço que atenderá a Lei nº 12.619 de 30 de abril de 2012,publicada no Diário

Leia mais

NORMAS PARA A UTILIZAÇÃO DE VEÍCULOS UEZO

NORMAS PARA A UTILIZAÇÃO DE VEÍCULOS UEZO NORMAS PARA A UTILIZAÇÃO DE VEÍCULOS UEZO 1) DA FROTA DE VEÍCULOS UEZO A Frota de Veículos da Fundação centro Universitário Estadual da Zona Oeste UEZO, é formada por 10 (dez) Veículos Oficias: - 02 (dois)

Leia mais

Grupo Security Forçan

Grupo Security Forçan 1 - APRESENTAÇÃO DA EMPRESA O Grupo Forçan é uma das empresas com maior aceitação no mercado de terceirização de serviços atuando de forma eficaz e oferecendo serviços de alta qualidade através de mão

Leia mais

PROJETO DE LEI N o 785, DE 2011 (Apenso o Projeto de Lei nº 910, de 2011)

PROJETO DE LEI N o 785, DE 2011 (Apenso o Projeto de Lei nº 910, de 2011) COMISSÃO DE VIAÇÃO E TRANSPORTES PROJETO DE LEI N o 785, DE 2011 (Apenso o Projeto de Lei nº 910, de 2011) Dispõe sobre a obrigatoriedade de existência de Pontos de Apoio nas rodovias e dá outras providências.

Leia mais

Manual de Assistência 24 horas. Assistência 24 Horas AUTOCONTROLE

Manual de Assistência 24 horas. Assistência 24 Horas AUTOCONTROLE Manual de Assistência 24 horas Assistência 24 Horas AUTOCONTROLE I. Assistência 24 Horas 1. Descrição da Assistência 24 Horas Prestação de atendimento ao cliente/usuário através da administração de rede

Leia mais

Transporte Rodoviário e a Segurança nas Estradas

Transporte Rodoviário e a Segurança nas Estradas Transporte Rodoviário e a Segurança nas Estradas Darcio Centoducato Diretor de Gerenciamento de Riscos GPS Logística e Gerenciamento de Riscos S.A. 07/Maio Base de Conhecimento de Risco Sistemas para Seguros,

Leia mais

www.transplaylog.com.br

www.transplaylog.com.br Soluções integradas para movimentação dos seus produtos. Ligue pra gente! (11) 3588-6868 / 3983-1793 - E-mail: comercial@transplaylog.com.br www.transplaylog.com.br QUEM SOMOS. A Transplay Logística é

Leia mais

SP 09/95 NT 193/95. Subsídios para Legislação de Trânsito sobre Veículos de Emergência. Arqº Luis Fernando C. Figueiredo. 1.

SP 09/95 NT 193/95. Subsídios para Legislação de Trânsito sobre Veículos de Emergência. Arqº Luis Fernando C. Figueiredo. 1. SP 09/95 NT 193/95 Subsídios para Legislação de Trânsito sobre Veículos de Emergência Arqº Luis Fernando C. Figueiredo 1. Introdução Apresentam-se neste artigo as disposições referentes aos veículos policiais,

Leia mais

GESTÃO LOGÍSTICA. Emissão de CT-e. Esse procedimento descreve o processo de emissão de CT-e.

GESTÃO LOGÍSTICA. Emissão de CT-e. Esse procedimento descreve o processo de emissão de CT-e. GESTÃO LOGÍSTICA Emissão de CT-e Esse procedimento descreve o processo de emissão de CT-e. SUMÁRIO EMISSÃO DE CT-E... 3 Pré-Requisitos... 3 Emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico... 4 Emissão

Leia mais

Soluções inteligentes para quem exige qualidade máxima.

Soluções inteligentes para quem exige qualidade máxima. Soluções inteligentes para quem exige qualidade máxima. QualityMax Serviços e Tecnologia Com a QualityMax Serviços e Tecnologia, o cliente deixa de ter problemas graças as soluções modernas e aderentes

Leia mais

CONDIÇÕES PARTICULARES

CONDIÇÕES PARTICULARES CONDIÇÕES PARTICULARES APÓLICE MULTIRISCO LOTÉRICOS 2015 Cláusula 1ª Fica entendido e acordado que o limite de cobertura para valores fora de cofres fortes e/ou caixas-fortes será de: a) Até R$ 4.000,00

Leia mais

GERENCIAMENTO DE RISCOS

GERENCIAMENTO DE RISCOS GERENCIAMENTO DE RISCOS Desde nossa fundação em 1987, nos especializamos em Sistemas de Segurança. Ao longo destes anos de atuação no mercado, acumulamos experiência também em várias áreas como: Monitoramento,

Leia mais

Introdução. Benefícios para todos

Introdução. Benefícios para todos Introdução Esta cartilha tem a finalidade de guiar as empresas na implantação da Nota Fiscal Eletrônica e demonstrar as facilidades e vantagens do sistema para o contribuinte e para a sociedade A Nota

Leia mais

VIVENDO EM CONDOMINIOS COM SEGURANÇA.

VIVENDO EM CONDOMINIOS COM SEGURANÇA. VIVENDO EM CONDOMINIOS COM SEGURANÇA. Viver em condomínio exige mais no aspecto da segurança, além dos cuidados rotineiros com as medidas de segurança individual de cada morador temos que observar se os

Leia mais

TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS ANALISE DE RISCO ATENDIMENTO DE EMERGÊNCIA. Mauro Gomes de Moura maurogm@fepam.rs.gov.br

TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS ANALISE DE RISCO ATENDIMENTO DE EMERGÊNCIA. Mauro Gomes de Moura maurogm@fepam.rs.gov.br TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS ANALISE DE RISCO ATENDIMENTO DE EMERGÊNCIA Mauro Gomes de Moura maurogm@fepam.rs.gov.br PERFIL DOS ACIDENTES ATENDIDOS PELA FEPAM Emergências Ambientais no RS - Geral TIPO

Leia mais

LEI N. 2.174, DE 08 DE OUTUBRO DE 2013

LEI N. 2.174, DE 08 DE OUTUBRO DE 2013 LEI N. 2.174, DE 08 DE OUTUBRO DE 2013 Poder Legislativo Regulamenta área para estacionamento exclusivo de veículos pesados no Município de Lucas do Rio Verde - MT. O Prefeito do Município de Lucas do

Leia mais

Por causa da greve, prefeitura de Florianópolis monta força-tarefa para o transporte coletivo

Por causa da greve, prefeitura de Florianópolis monta força-tarefa para o transporte coletivo Por causa da greve, prefeitura de Florianópolis monta força-tarefa para o transporte coletivo Município definiu rotas e preços de transporte alternativo, já que haverá paralisação por tempo indeterminado

Leia mais

Cartilha CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico

Cartilha CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico Cartilha CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico Introdução Esta cartilha tem o objetivo de orientar o contribuinte a implantar o sistema de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) em sua empresa

Leia mais

Que competências, dados e informações são necessárias para estruturar e fazer funcionar um departamento de obtenção de AET`s

Que competências, dados e informações são necessárias para estruturar e fazer funcionar um departamento de obtenção de AET`s Que competências, dados e informações são necessárias para estruturar e fazer funcionar um departamento de obtenção de AET`s Competências Dimensionamento do veículo É o ato de deminar a melhor combinação

Leia mais

Av. D. Nuno Álvares Pereira, 51 2765-261 Estoril T.: +351 214 675 441 www.cartrack.pt info@cartrack.pt Rua Sousa Aroso Nº 453 1º E 4450-287

Av. D. Nuno Álvares Pereira, 51 2765-261 Estoril T.: +351 214 675 441 www.cartrack.pt info@cartrack.pt Rua Sousa Aroso Nº 453 1º E 4450-287 A EMPRESA A Cartrack é uma multinacional líder em tecnologia de tracking, atuando nas áreas de Segurança Automóvel e Gestão de Frotas. Em Portugal desde 2009, a Cartrack é líder de mercado no setor com

Leia mais

Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611

Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611 Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611 CNPJ: 61.460.077/0001-39 / INSCR: 105.657.106.110 Gestão

Leia mais

SEGURANÇA EM TERCEIRIZAÇÃO

SEGURANÇA EM TERCEIRIZAÇÃO SEGURANÇA EM TERCEIRIZAÇÃO Empresa Atuando em todos os seguimentos empresariais, através de equipes de profissionais treinados, executamos os mais variados tipos de trabalho, fornecendo desde a mão de

Leia mais

1º Seminário de Gerenciamento de Riscos. Logistica - Soluções e Aplicações

1º Seminário de Gerenciamento de Riscos. Logistica - Soluções e Aplicações Logistica - Soluções e Aplicações 01 A saída para o transporte rodoviário é a Logistica integrada? Deveria ser, mas infelizmente o Brasil apostou no passado na implementação do transporte de cargas no

Leia mais

NÍVEL: Documento: Normas e procedimentos para condutores de veículos/2013.1

NÍVEL: Documento: Normas e procedimentos para condutores de veículos/2013.1 ELABORAÇÃO: Paula dos Santos Costa ANÁLISE CRÍTICA: Virginia de Paula Mesquita APROVAÇÃO: Antônio Reinaldo Santos Linhares DISTRIBUIÇÃO: (ÁREA): Frota - Este documento é válido em todo o comando de frota

Leia mais

GERENCIAMENTO DE VEÍCULOS

GERENCIAMENTO DE VEÍCULOS 1. OBJETIVO Estabelecer o procedimento padrão a ser implementado na Irapuru Transportes Ltda quanto ao gerenciamento (solicitação e programação) de veículos (carretas e cavalos) da frota própria bem como

Leia mais

Localização e Inteligência Móvel. Com a iguard todos os caminhos levam sua empresa onde ela precisa chegar.

Localização e Inteligência Móvel. Com a iguard todos os caminhos levam sua empresa onde ela precisa chegar. Localização e Inteligência Móvel Com a iguard todos os caminhos levam sua empresa onde ela precisa chegar. 1 2 Localização e Inteligência Móvel Todos os dias sua empresa enfrenta grandes desafios para

Leia mais

Cartilha da UNICAM. Fim da carta-frete. Uma conquista a ser valorizada. José Araújo China da Silva

Cartilha da UNICAM. Fim da carta-frete. Uma conquista a ser valorizada. José Araújo China da Silva Cartilha da UNICAM Fim da carta-frete. Uma conquista a ser valorizada. José Araújo China da Silva Amigo caminhoneiro, O fim da carta-frete é uma conquista que deve ser comemorada, pois com a regulamentação

Leia mais

Importação Passo a Passo

Importação Passo a Passo 1º Passo Defina o que quer importar Importação Passo a Passo O mercado internacional, principalmente a China, apresenta uma ampla oportunidade de produtos para se importar. Antes de iniciar sua operação

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE MATERIAL BÉLICO (Dir G de MB/1952)

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE MATERIAL BÉLICO (Dir G de MB/1952) MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE MATERIAL BÉLICO (Dir G de MB/1952) PORTARIA N o 036-DMB, DE 09 DE DEZEMBRO DE 1999 Aprova as normas que regulam o comércio de armas e munições.

Leia mais

Dicas para segurança. no trânsito. realização. apoio

Dicas para segurança. no trânsito. realização. apoio Dicas para segurança no trânsito realização apoio 1 Dicas de viagem segura. Viajar sozinho ou com toda a família requer certas responsabilidades. Aqui você encontrará várias recomendações para uma viagem

Leia mais

GUIA DE APOIO AO USUARIO

GUIA DE APOIO AO USUARIO GUIA DE APOIO AO USUARIO CONTEÚDO DE OLHO EM SEU PATRIMÔNIO... 3 1 - APRESENTAÇÃO... 4 2 - COMO PROCEDER DIANTE DA OCORRÊNCIA... 4 3 - INFORMAÇÕES IMPORTANTES... 5 4 - FIQUE ATENTO... 6 5 - DUVIDAS FREQUENTES...

Leia mais

Perguntas e respostas sobre Rastreabilidade

Perguntas e respostas sobre Rastreabilidade Perguntas e respostas sobre Rastreabilidade Qual o benefício que a etiqueta trará para o cidadão? A etiqueta de segurança lançada pela Anvisa trará duas grandes novidades: garantir que o medicamento é

Leia mais

MANUAL SEGURANÇA CONDOMINIAL

MANUAL SEGURANÇA CONDOMINIAL MANUAL SEGURANÇA CONDOMINIAL MANUAL DE SEGURANÇA CONDOMINIAL Parte I A CondominiOnline.com traz a você este manual, cujas informações são imprescindíveis e úteis quando for tratar deste importante assunto

Leia mais

Soluções de Gestão e Gerenciamento de Riscos que Criam Valor e Sustentabilidade à Logística ou Seu GR Pode Tornar a Logística Mais Verde?

Soluções de Gestão e Gerenciamento de Riscos que Criam Valor e Sustentabilidade à Logística ou Seu GR Pode Tornar a Logística Mais Verde? Soluções de Gestão e Gerenciamento de Riscos que Criam Valor e Sustentabilidade à Logística ou Seu GR Pode Tornar a Logística Mais Verde? II Seminário Internacional Frotas & Fretes Verdes 10 de Dezembro

Leia mais

Presente no mercado desde 1992, o GRUPO GR se consolidou pelo porte e pela qualidade em prestação de serviços.

Presente no mercado desde 1992, o GRUPO GR se consolidou pelo porte e pela qualidade em prestação de serviços. HISTÓRICO Presente no mercado desde 1992, o GRUPO GR se consolidou pelo porte e pela qualidade em prestação de serviços. Especializado na customização de soluções em segurança patrimonial e serviços, o

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS RJ DIRETORIA DE DIVERSÕES PÚBLICAS

CORPO DE BOMBEIROS RJ DIRETORIA DE DIVERSÕES PÚBLICAS CORPO DE BOMBEIROS RJ DIRETORIA DE DIVERSÕES PÚBLICAS CREA 01/03/2012 Segurança em Parques de Diversões: Legalização junto ao CBMERJ Palestrante: Ten Cel BM Leonardo TUPAN Introdução Índice: Histórico

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS RJ DIRETORIA DE DIVERSÕES PÚBLICAS

CORPO DE BOMBEIROS RJ DIRETORIA DE DIVERSÕES PÚBLICAS CORPO DE BOMBEIROS RJ DIRETORIA DE DIVERSÕES PÚBLICAS Segurança em Parques de Diversão: Papel da Defesa Civil Estadual Palestrante: Major BM Leonardo TUPAN FILME ILUSTRATIVO INTRODUÇÃO Índice: Histórico

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA GRE Nº 001, DE 21 DE MARÇO DE 2011

INSTRUÇÃO NORMATIVA GRE Nº 001, DE 21 DE MARÇO DE 2011 INSTRUÇÃO NORMATIVA GRE Nº 001, DE 21 DE MARÇO DE 2011 Dispõe sobre a padronização de atos processuais e a uniformização de procedimentos, visando a otimização e a racionalização da tramitação dos processos

Leia mais

Consórcio Fênix Rua Cândido Ramos nº550 - CEP 88090.800 Capoeiras - Florianópolis/SC - Brasil CNPJ 19.962.391/0001-53 sac@consorciofenix.com.

Consórcio Fênix Rua Cândido Ramos nº550 - CEP 88090.800 Capoeiras - Florianópolis/SC - Brasil CNPJ 19.962.391/0001-53 sac@consorciofenix.com. 1 2 CONSÓRCIO FÊNIX PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE MOBILIDADE URBANA - SMMU MANUAL DOS USUÁRIOS DO SISTEMA SIM MODALIDADE POR ÔNIBUS DIREITOS E DEVERES DAS PARTES ENVOLVIDAS

Leia mais

LEGISLAÇÃO E AÇÕES FISCALIZATÓRIAS

LEGISLAÇÃO E AÇÕES FISCALIZATÓRIAS REPOM S.A. HÁ MAIS DE 10 ANOS NO MERCADO. TRIBANCO (GRUPO MARTINS) COMO ACIONISTA E PARCEIRO FINANCEIRO. FOCO NO DESENVOLVIMENTO DE SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS PARA O MERCADO DE LOGÍSTICA E TRANSPORTES. LEGISLAÇÃO

Leia mais

Competitividade: uma barreira instransponível?

Competitividade: uma barreira instransponível? Competitividade: uma barreira instransponível? Alfredo Fonceca Peris A discussão sobre a importância do setor industrial para o crescimento e o desenvolvimento da economia brasileira ganhou um novo capítulo

Leia mais

ANEXO Nº I. Liberação: ¾ Termo de Liberação dos gestores da área solicitante para inicio das atividades; Prorrogação:

ANEXO Nº I. Liberação: ¾ Termo de Liberação dos gestores da área solicitante para inicio das atividades; Prorrogação: ANEXO Nº I Item: SERVIÇO Unidade Requisitante: Código Cadastro: Empresa Contratada Especificações de Segurança, Higiene e Medicina do Trabalho para realização de integração na contratante. 1) Itens obrigatórios

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE VEÍCULOS PRÓPRIOS DA FATEC. Veículos adquiridos em projetos podem ser utilizados obedecendo as seguintes normativas:

UTILIZAÇÃO DE VEÍCULOS PRÓPRIOS DA FATEC. Veículos adquiridos em projetos podem ser utilizados obedecendo as seguintes normativas: UTILIZAÇÃO D VÍCULOS PRÓPRIOS DA FATC USO D VÍCULOS Veículos adquiridos em projetos podem ser utilizados obedecendo as seguintes normativas:.. Uso Os veículos somente podem ser utilizados para a execução

Leia mais

Guia de Sinalização Obrigatória em Bares e Restaurantes. Federal São Paulo Rio de Janeiro Distrito Federal

Guia de Sinalização Obrigatória em Bares e Restaurantes. Federal São Paulo Rio de Janeiro Distrito Federal Guia de Sinalização Obrigatória em Bares e Restaurantes Federal São Paulo Rio de Janeiro Distrito Federal Guia de Sinalização Obrigatória em Bares e Restaurantes Legislação Federal, Estadual (São Paulo

Leia mais

By Y u s a i r T r a n s p o r t s. Carga Forte

By Y u s a i r T r a n s p o r t s. Carga Forte By Y u s a i r T r a n s p o r t s 1 Carga Forte Novo Conceito Carga Forte é o serviço que a YUSEN TRANSPORTS desenvolveu para transportar com segurança produtos de alto valor agregado, com excelência

Leia mais

BLOCO DO BAFÔMETRO NAS RODOVIAS

BLOCO DO BAFÔMETRO NAS RODOVIAS BLOCO DO BAFÔMETRO NAS RODOVIAS Brasília, 07 de fevereiro - A Polícia Rodoviária Federal vai intensificar ainda mais a fiscalização de embriaguez ao volante durante a operação Carnaval, que começa à zero

Leia mais

SISTEMA DE REGISTRO ELETRÔNICO

SISTEMA DE REGISTRO ELETRÔNICO SISTEMA DE REGISTRO ELETRÔNICO Prezados Srs. Transportadores O Sistema de Registro Eletrônico faz parte de um composto ( Averbação Eletrônica + Registro Eletrônico ), que propicia a Transportadora um rápido

Leia mais