MOOC: TRANSFORMAÇÃO DAS PRÁTICAS DE APRENDIZAGEM

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MOOC: TRANSFORMAÇÃO DAS PRÁTICAS DE APRENDIZAGEM"

Transcrição

1 MOOC: TRANSFORMAÇÃO DAS PRÁTICAS DE APRENDIZAGEM Cláudia Eliane da Matta 1, Ana Paula Silva Figueiredo 2 1 Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) / Instituto de Sistemas Elétricos e Energia (ISEE) 2 Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI)/ Instituto de Recursos Natura (IRN) Resumo A popularização do computador e da internet abriu a possibilidade dos aprendizes serem autônomos na busca de conhecimento. Neste sentido, desenvolveram-se diversos modelos de cursos, dentre estes, o Massive Open Online Course (MOOC). Este modelo integra três elementos: a conectividade das redes sociais, o conhecimento de um especialista em determinada área e a coleção de recursos online abertos. Não só estes elementos são importantes mas também o número de inscritos no curso. Neste sentido, sua principal característica é o fato de permitir um engajamento ativo de dezenas ou centenas de milhares de estudantes que auto-organizam sua participação de acordo com suas metas, conhecimentos prévios, habilidades e interesse comum. Este trabalho justifica-se porque o MOOC, que vem ganhando impulso nos dois últimos anos, oferece uma oportunidade estratégica para melhorar a qualidade da educação, bem como facilitar o diálogo, a partilha de conhecimento e a capacitação de pessoas ao redor do mundo. Neste trabalho são apresentados alguns cursos e universidades que aderiram a este modelo e, por fim, o relato e percepção de estudantes que realizaram algum destes cursos. Palavras-chave: Curso aberto pela internet para grandes massas. Recursos educacionais abertos. OpenCourseWare. Abstract The popularization of computers and the Internet made it possible for learners to be autonomous in the pursuit of knowledge. In this sense, developed many courses, among them the Massive Open Online Course (MOOC). This model integrates three elements: the connectivity of social networks, the knowledge of an expert in a particular area and collection of online resources open. Not only do these elements are important but also the number enrolled in the course. In this sense, its main feature is that it allows active engagement of tens or hundreds of thousands of students who self-organize their participation according to their goals, prior knowledge, skills and interest. This work is justified because the MOOC, which is gaining momentum in the last two years, offers a strategic opportunity to improve the quality of education, as well as facilitate dialogue, sharing knowledge and empowering people around the world. This paper presents some courses and universities that subscribed to this model, and finally, reporting and perceptions of students who have had some of these courses. Keywords: Massive open online courses. Open educational resources. 1

2 1. Introdução ESUD 2013 X Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância Por meio da internet as pessoas estão compartilhando o conhecimento que ficava restrito a um pequeno grupo de pessoas. Desde a revolução de Gutenberg, com a invenção da imprensa escrita, a humanidade não apresentava algo tão original como a internet para o rompimento do paradigma cultural efetivado pelo modernismo (DIMANTAS, 2010, p. 41). A configuração da internet abre possibilidades que precisam ser experimentadas. Gutenberg não previu o papel que a impressão teria no desenvolvimento da ciência moderna, no sucesso da Reforma. Foi preciso que atores humanos se coligassem, se arriscassem, explorassem. Atores moldados pela história longa de que são herdeiros, limitados pelo horizonte do sentido do seu século (LÉVY, 1993). Com a utilização dessa mídia, o poder da voz está cada vez mais descentralizado. O maior potencial de transformação da rede está em conectar pessoas, colocando-as diante de um modo de produção colaborativo. Neste sentido, a aceleração do crescimento da educação, em geral, está tornando cada vez mais indistintos os limites entre disciplinas, instituições e locais geográficos (LITTO, 2009a, p.15). O cenário educacional contemporâneo mostra uma forte tendência: a crescente inserção de métodos, técnicas e tecnologias de Educação a Distância (EaD) em um sistema integrado de ensino superior, permitindo o estabelecimento de cursos com combinação variável de recursos de ensino aprendizagem que podem ser utilizados em cursos presenciais ou totalmente a distância, sem que se criem sistemas separados ou excludentes (FRAGALE FILHO, 2003). Este artigo apresenta uma discussão sobre as possibilidades do Massively Open Online Courses (MOOC), um modelo de curso on-line, com conteúdos de forma livre e aberta, acessível a qualquer pessoa, em qualquer lugar, por meio da internet, que possui como característica principal o fato de permitir um engajamento ativo de dezenas ou centenas de milhares de estudantes que auto-organizam sua paricipação de acordo com suas metas, conhecimentos prévios, habilidades e interesse comum. Uma característica marcante do MOOC é a formação de turmas. Dessa forma, os cursos têm período de realização e uma equipe de formadores que atuam sincronicamente com os aprendizes. O curso de Circuits and Eletronics, oferecido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT) é um exemplo da infinidade de alunos que o MOOC pode alcançar. Na primeira oferta deste curso, 155 mil alunos se inscreveram e foram aprovados. Para entender a potencialidade deste modelo, o MIT levaria 35 anos para formar esse contingente nesta disciplina (FONSECA, 2013). A justificativa para este trabalho está no fato de que MOOCs oferecem uma oportunidade estratégica para melhorar a qualidade da educação, bem como facilitar o diálogo político, a partilha de conhecimento e a capacitação de pessoas ao redor do mundo. Além disso, representam uma nova abordagem quando comparada com a visão atual do processo de ensino e aprendizagem em que existe uma visão mercantilista inerente, uma vez que permitem o acesso a conteúdos, sem que o aprendiz precise pagar por esse acesso. A estrutura desse artigo está organizada da seguinte forma: a próxima seção apresenta 2

3 uma discussão sobre a educação aberta; a terceira seção contém uma descrição sobre o MOOC e seus principais provedores; a quarta seção apresenta a metodologia utilizada nesse trabalho; a quinta seção apresenta os resultados obtidos e relato e percepção de estudantes que realizaram estes cursos; e, por fim, na última seção são realizadas as considerações finais. 2. Educação aberta A internet tem possibilitado a formação da inteligência coletiva, já que é um espaço no qual os usuários geram informações em quantidade, qualidade e agilidade impossíveis de obter se o processo fosse centrado em poucas pessoas. Além disso, a popularização desta nova tecnologia da informação e comunicação (NTICs) abriu a possibilidade dos aprendizes serem autônomos na busca de informação para a construção do seu conhecimento. Neste sentido, a informação que antes ficava restrita a um grupo de pessoas ou universidades passou a ser acessível por meio da internet. Em 2001, o MIT (Instituto Tecnológico de Massachussets) abriu seus objetos de aprendizagem dos acervos de informação e de conhecimento que apoiam a aprendizagem, iniciando assim, o movimento OpenCourseWare (OCW). O MIT, junto com a Fundação William e Flora Hewlett e a Fundação Andrew W. Mellon, iniciaram o OCW, a iniciativa pioneira na internet que disponibiliza, de forma livre e universal, materiais didáticos utilizados por esta instituição. Esta iniciativa procura usar a tecnologia da informação para ajudar a equalizar o acesso ao conhecimento e às oportunidades educativas em todo o mundo. A iniciativa apoia o desenvolvimento e difusão de conteúdo de alta qualidade, abordagens inovadoras e projetos que buscam melhorar a compreensão da demanda por conteúdo abertamente disponível (VLADOIU, 2011). Geralmente, OpenCourseware refere-se a uma publicação digital, gratuita e aberta, de alta qualidade. Esses materiais educativos são organizados como cursos, e incluem materiais de planejamento, ferramentas de avaliação e conteúdo temático, sob uma licença Creative Commons (VLADOIU, 2011). Os objetos de aprendizagem podem estar organizados em repositórios abertos, por isso também são chamados de recursos educacionais abertos (Open Education Resources OERs). Eles podem estar relacionados ou não a um curso ou programa de estudos e representam uma significativa opção para estender e democratizar o acesso ao conhecimento, à racionalização de despesas com livros-textos e outros materiais para aprendizagem em todos os níveis (LITTO, 2009b). A expressão "open educational resources" foi adotada pela primeira vez pela UNESCO, em 2002, no "Forum on the Impact of OpenCourseware for Higher Education in Devoloping Countries" (REJAS-MUSLERA et al., 2008). Para esses autores, os OERs não se referem somente à ideia usual de recurso digital (como um recurso educativo em formato de hipertexto, imagens, vídeos ou exercícios), mas, também, a outros tipos de materiais como orientações sobre como ensinar um determinado assunto, bem como informações sobre avaliação de desempenho. Este paradigma visa enriquecer e aprofundar a compreensão do aprendiz e encorajar o reúso, a adaptação e a disseminação livre de conteúdos educacionais. Ele também inclui 3

4 conteúdos para aprendizagem abertos, criação de ferramentas para produção de materiais e recursos de implementação, ou seja, licenças de propriedade intelectual para promover a editoração aberta de materiais, princípios de boas práticas e localização de conteúdo. Em 2008, a Fundação Getúlio Vargas, por meio da FGV On-line, tornou-se a primeira instituição brasileira a fazer parte o projeto OCW. Atualmente, são disponibilizados cursos gratuitos em 11 áreas do conhecimento. Alguns desses cursos são patrocinados por empresas e tratam de temas como finanças pessoais, sustentabilidade, inovação e empreendedorismo e possuem uma carga horária entre 10 e 15 horas. Há outros cursos, não patrocinados, que tratam de temas como direito, economia, gestão empresarial, projetos, de pessoas, entre outros temas e têm uma carga horária entre 5 e 40 horas (FGV online, 2012). Em 2011, a Unicamp concebeu o OpenCourseWare Unicamp que tem como finalidade hospedar conteúdos educacionais em formato digital, originários de disciplinas de cursos de graduação desta instituição (UNICAMP OCW, 2013). A Universidade Metodista de São Paulo disponibiliza em seu site, uma relação de cursos intitulados EAD (METODISTA OWC, 2013) em 9 áreas, incluindo teologia, filosofia, administração, gestão ambiental, gestão pública, letras, logística, pedagogia e gestão de recursos humanos. Há, ainda, em língua portuguesa, a Universia (UNIVERSIA, 2013), uma rede de universidades de fala hispânica e portuguesa, formada por universidades sócias de 23 países ibero-americanos, que representam 15,3 milhões de professores e estudantes universitários. A linha de ação da Universia se baseia em quatro pontos: conhecimento, colaboração, emprego e futuro, numa atuação fundamentada na relação universidade-empresa. Neste contexto, oferece subsídios a professores e alunos, incluindo o OCW do MIT, direcionando a alguns cursos em língua portuguesa, na concepção de disponibilização dos recursos didáticos, sem necessariamente a formação de turmas. Outras universidades brasileiras têm anunciado seus projetos OCW, porém, ainda se encontram em fase embrionária. As universidades brasileiras participantes do OCW possuem cursos com design instrucional fixo, sem sincronicidade, ou seja, nos cursos disponíveis não há necessidade de formação de turmas para a sua realização, diferentemente dos cursos categorizados como MOOC Licença Creative Commons Na última década, a filosofia de auxiliar a compartilhar o conhecimento e a criatividade individual com o mundo e a permeabilidade da internet tem criado inúmeras oportunidades de ensinar e aprender (CREATIVE COMMONS, 2013). Esta filosofia, por meio da organização Creative Commons, desenvolve, apoia e gerencia a infraestrutura técnica e legal que maximizam a criatividade, o compartilhamento e a inovação digital. O Creative Commons é uma organização sem fins lucrativos que tem como objetivo expandir e promover o acesso criativo às obras intelectuais. Para isso, desenvolve uma série de licenças que permitem a qualquer criador intelectual dizer para a coletividade, com validade jurídica, o que pode ou não ser feito com suas obras (LEMOS, 2009). Recentemente, o uso de sistemas de gerenciamento da aprendizagem (Learning 4

5 Management System - LMS), sejam proprietários ou de código aberto como o Moodle são muito utilizados em cursos a distância. O uso frequente deste sistema tem como objetivo, até então, apoiar a estrutura dos cursos on-line para a disponibilização de aulas e das atividades correlatas. Porém, em geral, estes cursos possuem comunidades fechadas associadas e estão associados a um programa de capacitação, graduação ou pós-graduação, pagos ou não. Uma das primeiras iniciativas de unir a filosofia Creative Commons com os ambientes virtuais de aprendizagem foi de David Cornier com o MOOC. Para Cornier, embora o MOOC ainda traga algumas estruturas convencionais dos cursos on-line, como um planejamento semanal, esta modalidade, comumente, não requer outro pré-requisito senão a disposição por estudar e, evidentemente, o de possuir acesso à internet (CREED-DIKEOGU; CLARK, 2013). 3. MOOC MOOC pode ser definido como um modelo integra três elementos: a conectividade das redes sociais, o conhecimento de um especialista em determinada área e a coleção de recursos online abertos. Não só estes elementos são importantes mas também o número de inscritos no curso. Neste sentido, sua principal característica, reside no fato deste modelo construir um engajamento ativo de dezenas ou centenas de milhares de estudantes que auto-organizam sua participação de acordo com suas metas, conhecimento prévio, habilidades e interesses comuns. Embora compartilhem de uma estutura de cursos convencionais, com um cronograma pré-definido ou tópicos semanais, os cursos do tipo MOOC normalmente não são pagos, nem requerem pré-requisitos, senão o interesse por estudar. Também não predefinem expectativas de participação ou uma certificação formal (CREED-DIKEOGU; CLARK, 2013). O MOOC é um modelo para disponibilização de conteúdos de aprendizagem on-line para qualquer pessoa que queira fazer um curso, que possui como principais características: ser aberto, ser gratuito, colaborativo e distribuído (PISUTOVA, 2012). O curso é gratuito, não sendo necessário pagar por ele. O curso é colaborativo, geralmente não há atribuições específicas, mas há o envolvimento dos estudantes com seus pares e com os materiais. O curso é distribuído porque todos os blogs dos estudantes, discussões e contribuições são parte do curso, mas não estão no mesmo website. O MOOC permite escalabilidade, pois o desenho do curso é apropriado para atender o crescimento exponencial de estudantes, podendo chegar a centenas de milhares de estudantes participando em cada oferta do curso (MOTA; INAMORATO, 2012). O fato de o curso ser aberto, não exime o estudante de possuir habilidades mínimas, além disso é necessário uma infraestrutura tecnológica com acesso à internet e, preferencialmente, com uma banda razoável que permita navegação, sem frustração (MOTA; INAMORATO, 2012). No MOOC há essencialmente quatro tipos de atividades: a agregação, a remixagem, o reaproveitamento, e a retroalimentação. A agregação permite o acesso a uma ampla variedade de recursos de leitura, vídeos e recursos web do curso. A remixagem possibilita que o conteúdo, após ser criado, possa ser utilizado em outro formato, como um blog ou fórum de discussão, por exemplo. Na atividade de reaproveitamento, os participantes são incentivados a criar algo próprio, de forma crítica. E, por fim, na retroalimentação os participantes são 5

6 incentivados a compartilhar seu trabalho não somente com outras pessoas do curso, mas também com o restante das pessoas da rede, uma vez que estes cursos, via de regra, tem a dimensão global (KOP; FOUNIER; HILL, 2011). Em novembro de 2012, o jornal The New York Times proclamou o ano de 2012 como o ano do MOOC (NYT, 2012). Segundo o jornal, em setembro daquele ano, os provedores de cursos MOOC tinham um grande número de alunos. O EDX tinha alunos inscritos, o Coursera mais de 1,7milhões e Udacity o montante de alunos. Os cursos, por serem direcionados a muitos alunos, nem sempre permitem que os professores os atendam de forma individualizada. A questão da avaliação também é um tema a ser discutido, considerando que copiar trabalhos ou mesmo colar são fatos que podem estar presentes nos cursos. Uma crítica a este modelo é o grande número de evasões, que pode ser associado à falta de disciplina do aluno, à falta de autonomia, à imaturidade do aluno na participação de cursos on-line, ou então, à falta do pré-requisito do aluno para realizar o curso. Em face ao grande número de inscritos nos cursos, observa-se ainda uma taxa de concluintes muito pequena. Como exemplo deste fenômeno, pode-se citar o curso de "Introduction to Astronomy" do provedor Coursera, neste curso alunos se inscreveram, mas somente 3,5% concluiram, já no curso "Introduction to Solid State Chemistry" do EDX, alunos se inscreveram e apenas 1,7 % completaram o curso (OPEN CULTURE, 2013). Além disso, para que o aluno concluinte obtenha o certificado do curso é necessário o pagamento de um valor, ou seja, embora os cursos sejam livers de pagamento, a liberação de certificados pode não ser. Assim universidades e os provedores MOOC estão contanto que os concluintes irão criar a principal fonte de receita para estas instituições O que se pode antever é que ainda há muito por se construir e pesquisar, como por exemplo, a própria validação do MOOC e sua pedagogia, com o como estão fazendo os pesquisadores da Udacity. O que não se pode negar é que a barreira entre on-line e presencial nas universidades tende a ficar cada vez mais indefinida, em especial porque futuros alunos, alunos e ex-alunos buscam nas universidades conhecimentos em ampla variedade de assuntos e a tendência mundial é que tenham seu acervo de conhecimento à disposição Provedores MOOC Há, atualmente, uma lista de cursos MOOC, denominada MOOC List (MOOC LIST, 2013) que apresenta uma relação de cursos em mais de 28 áreas do conhecimento, como por exemplo arte, arquitetura, biologia, química, ciência da computação, economia e finanças, educação, engenharia, direito, idiomas, música e medicina. Para acessar o MOOC List, o interessado é convidado a se associar, criando uma conta, conforme Figura 1(a). Com isso, pode-se usufruir de uma extensa relação de cursos oferecidos por mais de 80 universidades ou instituições. Nesta lista, os cursos encontram-se categorizados por duração em semanas ou carga horária, indicando o tempo que o interessado deverá disponibilizar, semanalmente, para realizá-lo, conforme Figura 1(b). Ao acessar um curso específico, o interesado tem um detalhamento do curso, incluindo a universidade que o ministra, o tipo de iniciativa, os intrutores, a categoria, o dia de início do curso e sua duração; 6

7 se são estabelecidos pré-requisitos, se haverá trabalho em dupla ou trabalho final, além dos recursos didáticos que serão utilizados como videos, texto, fóruns e idioma. Esta lista utiliza, ainda, a rede social para divulgar os cursos, conforme Figura 1(c). Cabe resaltar que cada um destes cursos e universidade ou instituição está associada a um provedor MOOC, ou seja, uma organização com um modelo de negócio que apoia os cursos. Os principais provedores são: EDX, Coursera e Udacity, a Figura 2(a), (b) e (c) mostra a página principal destes provedores respectivamente. (a) (b) Figura 1 MOOC List. (c) A Universidade de Harvard e o MIT são os parceitos da fundação EDX, uma empresa sem fins lucrativos, cujo projeto é estuturar o aprendizado para o estudo interativo via web. Os fundadores estão criando uma nova experiência de aprendizado on-line com cursos que refletem uma vasta gama de disciplinas. Junto com a oferta destes cursos, as instituições usam o provedor da EDX para pesquisar como os alunos aprendem e como a tecnologia pode transformar a aprendizagem, tanto no campus como no mundo. Os objetivos da EDX agregam o desejo de chegar a estudantes de todas as idades, meios e nações levando a eles ensinamentos desta conceituada universidade. EDX é baseada em Cambridge, Massachusetts e é governada pelo MIT e Harvard. A plataforma de aprendizagem on-line open-source EDX proporciona o aprendizado interativo projetado especificamente para a web. Os recursos incluem autoaprendizagem, grupos de discussão on-line, aprendizagem colaborativa baseada em wiki. (EDX, 2013). Uma das características desta fundação é que os alunos podem ganhar um certificado de proficiência se demonstrarem o domínio dos assuntos abordados no curso. A Coursera é uma empresa de empreendedorismo social que tem parceria com universidades do mundo todo, atualmente estão resgistradas mais de 65 universidades parceiras. Sua missão é oferecer cursos on-line para que qualquer pessoa possa realizá-lo, de 7

8 modo gratuito. A tecnologia que esta organização possui permite que os professores possam ensinar dezenas ou centenas de milhares de estudantes. Na concepção desta organização, no futuro, as universidades educarão não só milhares de estudantes, mas milhões, dando acesso à uma educação de classe mundial cujo objetivo é capacitar as pessoas para que suas vidas sejam melhores e consequentemente a de suas famílias e comunidades (COURSERA, 2013a). Os cursos oferecidos por esta organização tem como concepção pedagógica a eficiência da educação on-line, utilizando exercícios interativos que direcionam o aprendizado e asseguram uma retenção de longo prazo. Eles utilizam vídeos de curta duração que solicitam que o aluno realize alguma ação interativa, assegurando sua compreenão compreensão, mantendo o foco e o compromisso. Na plataforma utilizada pelos cursos desta organização, o retorno às repostas dos alunos e às atividades é, normalmente, imediato, e em alguns casos é fornecida outra versão da mesma proposição de modo que o aluno possa estudar novamente o conteúdo e faça outra tentativa, o que chamam de mastery learning. Além disso, para cursos da área de humanas, negócios ou ciências sociais, por exemplo, propõem uma tecnologia que permite atividades em pares, onde os alunos podem avaliar e fornecer retorno sobre o trabalho dos outros (COURSERA, 2013b). Para a Udacity, a educação de qualidade é um direito humano básico e sua missão é capacitar os seus alunos para promover a sua educação e carreira. Para os fundadores da Udacity, a educação deve capacitar os alunos não só para a escola, mas para a vida. Através desta concepção, estão reinventando a educação do século XXI criando pontes entre as habilidades requeridas pelo mundo real e a educação relevante, e empregabilidade (UDACITY, 2013). Os cursos oferecidos pela Udacity são destinados a alunos do ensino fundamental, universitários e profissionais. Os cursos oferecidos são interativos com atividades, quizzes e exercícios intercalados entre pequenos vídeos e palestras ministradas por professores e especialistas. Normalmente, após a aula o aluno terá um conjunto de problemas com os exercícios que irão ajudá-lo a determinar se aprendeu o material ensinado na lição. Estes exercícios irão contar para os níveis de mestria, que são metas de realização de cada curso. Os cursos têm quatro diferentes níveis, que são alcançadas acumulando-se pontos obtidos nas atividades. No catálogo da Udacity, os cursos são classificados em nível básico, intermediário ou avançado, e ainda, nas categorias negócios, ciência da computação, matemática, física e psicologia. 4. Metodologia Nesse artigo, foi realizado um levantamento sobre os principais MOOCs com conteúdos relacionados às diversas áreas e que têm como público-alvo professores e pesquisadores do ensino superior, alunos de graduação e pós-graduação. Essa pesquisa, de caráter descritivo, analisou diversos MOOCs, de forma qualitativa. Após esta análise, foi escolhido o curso Passion Driven Statistics como objeto de pesquisa para este relato de experiência. Este curso foi ministrado pela Wesleyan University, afiliada à Cousera. Para a participação neste curso foi necessária, inicialmante, a realização de um cadastro no MOOC Coursera e, posteriormente, a inscrição no curso. A participação neste curso teve como objetivo explorar os recursos oferecidos e entender a dinâmica de cursos 8

9 neste modelo. Esta experiência é relatada na seção resultados e discussão (a) (b) (c) Figura 2 Portais de proverdores MOOC: (a) EDX, (b) Coursera e (c) Udacity. 9

10 5. Resultados ESUD 2013 X Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância A possibilidade de estudar em um curso do tipo MOOC permite identificar algumas características de estruturação do mesmo. Muitos deles têm uma estrutura convencional com atividades planejadas para serem realizadas semanalmente (MARTIN, 2012). Os resultados aqui apresentados descrevem a experiência de estudar em um curso no modelo MOOC Estudar em um curso MOOC O curso Passion Driven Statistics tevea duração de 6 semanas (março a maio de 2013) e foi ministrado pela professora Dr. Lisa Dierker, da Wesleyan University in Connecticut. A estrutura semanal do curso é mostrada na Figura 3(a). Ao final da primeira semana, a professora apresentou dados sobre o número de inscritos no curso (22.000) e o número de alunos que realizaram a atividade da semana (13363). Ocorreram mais de visualizações dos vídeos e mais de downloads do material do curso. Além disso, ocorreram postagens nos fóruns e visualizações dos fóruns de discussão. Uma das iniciativas do curso foi a de incentivar o aluno a criar seu próprio blog para apresentar, semanalmente, sua evolução no curso, conforme Figura 3(b). Da mesma forma, a professora do curso também criou o seu. A Figura 3 (c) mostra uma nuvem de palavras, do blog 1 da professora, com os países dos alunos deste curso, contabilizando mais de 170 países. Dentre os recursos didáticos utilizados estão as vídeo-aulas, com durção média de 20 minutos. Todas as video-aulas, ministradas na língua inglesa, contaram com legendas, também em inglês. Estas vídeo-aulas apresentavam os slides da aula com os diálogos e explicações da professora. A imagem da Figura 3 (d) mostra o aluno seguindo a aula em posse da transcrição da mesma. Este recurso mostrou-se bastante efetivo na visão do aluno. Um recurso de uso intenso entre os alunos foi o fórum de discussão, que se mostrou uma ferramenta de trabalho efetiva e colaborativa, conforme Figura 4(a). Este fórum podia ser organizado por assunto, por tarefa a ser entregue ou por quizz. Outro recurso colaborativo deste curso foram as comunidades virtuais do Corsera, distribuídas em todo o mundo. A Figura 4(b) mostra, à esquerda, a opção join a meetup e, à direita, um mapa mundi onde se podem encontrar comunidades perto do local de onde o aluno acessa o curso. Esta função é gerenciada pelo site meetup e pode-se inclusive acessá-la pela rede social Facebook, criando oportunidades para que alunos de um curso possam se encontrar fisicamente, uma vez que seus usuários podem estabelecer, de forma autônoma, estes encontros. Como participante de um curso, o aluno deve ser capaz de auto-regular a sua aprendizagem e, eventualmente, dar a si mesmo uma meta de aprendizado. Cursos realizados pela web demandam geralmente muito tempo, disciplina e esforço do aluno e não seria diferente nos cursos MOOC

11 De forma diferente de cursos on-line de design instrucional fixo, os cursos MOOC possuem uma equipe que está em sincronia com os alunos e, portanto, atendem as demandas e dúvidas dos mesmos ou as questões colocadas de forma coletiva nos fóruns de discussão. Este diferencial faz com que o aluno não sinta o silêncio virtual, que o primeiro, por vezes, apresenta. (a) (b) (c) Figura 3 Curso Passion Driven Statistics: (a) estrutura semanal, (b) gráfico apresentado a evolução do aluno, (c) nuvem de palavras do blog da professora e (d) aluno realizando o curso. (d) 11

12 (a) Figura 4 Curso Passion Driven Statistics: (a) fórum de discussão e (b) comunidades do Cousera (b) 6. Conclusão O MOOC representa um passo muito grande na maneira de aproveitar as novas tecnologias da informação e comunicação, tendo um impacto significativo na sociedade. Com isso, o aprendiz se tornará muito mais ativo e responsável por seu aprendizado, podendo explorar um vasto universo de informações, a qualquer hora, além dos espaços físicos de uma instituição de ensino. Ao contrário de outros recursos digitais, que são pagos e de acesso restrito, o MOOC proporciona uma maneira democrática de acesso, leitura, estudo e aproveitamento de conteúdos; universalizando saberes e oferecendo oportunidades de conhecimento, dessa forma, contribuindo para tornar um pouco mais igualitário e menos desigual o ensino universitário. É bem provável que o MOOC esteja passando mundialmente por momentos de críticas e de grandes expectativas. Alunos e ex-alunos de cursos MOOC devem estar construindo suas opiniões sobre os mesmos. Docentes estão experimentando a tecnologia e avaliando-a. Pesquisadores estão estudando como os alunos aprendem e o que aprendem neste modelo de curso. O que não se pode negar é que o conhecimento rompeu as barreiras das universidades e está disponível para aqueles que se habilitam a experimentar. Com esta pesquisa, pode-se identificar os principais provedores de cursos MOOC, qual a sua filosofia e como estão organizados. O curso realizado e descrito neste trabalho 12

13 trouxe conhecimento sobre as estratégias pedagógicas utilizadas no MOOC, além de se mostrar útil na capacitação do aprendiz de tal forma que este se sentiu motivado a matricular-se em outro curso deste modelo. Agradecimentos As autoras gostariam de agradecer o apoio financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG). Referências CREED-DIKEOGU, G. E CLARK, C. Are you MOOC-ing yet? A review for academic Libraries. CULS Proceedings, vol 3, COURSERA. About us. 2013a. Disponível em <https://www.coursera.org/about>. Acesso em: 11 abr COURSERA. Pedagogical Foundations. 2013b. Disponível em <https://www.coursera.org/about>. Acesso em: 11 abr CREATIVE Commons. About Disponível em: <http://creativecommons.org>. Acesso em 09 abr CREED-DIKEOGU, G. E CLARK, C. Are you MOOC-ing yet? A review for academic Libraries. CULS Proceedings, v. 3, DeWAARD, I. et al. Using Learning and MOOCs to Understand Chaos, Emergence, and Complexity in Education Disponível em: <http://www.irrodl.org/index.php/irrodl/article/view/1046/2043>. Acesso em: 09 abr DIMANTAS, H. Linkania: uma teoria de redes. São Paulo: Editora Senac São Paulo, EDX. About Disponível em: <https://www.edx.org/about>. Acesso em: 11 abr FGV online. Cursos gratuitos Disponível em: <http://www5.fgv.br/fgvonline/cursos/gratuitos>. Acesso em: 18 abr FONSECA, M. Moocs mudam o ensino dentro e fora da universidade Disponível em: <http://porvir.org/porpessoas/moocs-mudam-ensino-dentro-fora-dauniversidade/ >. Acesso em: 18 abr LEMOS, R. Creative commons. In: Para entender a internet: noções, práticas e desafios da comunicação em rede. SPYER, J. (org.). Não Zero, FRAGALE FILHO, R. (org.). Educação a distância: análise dos parâmetros legais e normativos. Rio de Janeiro: D&A, JOHNSON, L.et al. NMC Horizon Report: 2013 Higher Education Edition. Austin, Texas: The New Media Consortium, KOP, R., FOURNIER, H. E MARK, J. A pedagogy of abundance or pedagogy to support human beings? Participant support on massive open online courses. The international review of research in Open & Distance learning, v. 12, n.7, p , Disponível em: 13

DEMOCRATIZAÇÃO DO CONHECIMENTO POR MEIO DO MOVIMENTO OWC

DEMOCRATIZAÇÃO DO CONHECIMENTO POR MEIO DO MOVIMENTO OWC DEMOCRATIZAÇÃO DO CONHECIMENTO POR MEIO DO MOVIMENTO OWC Eixo II Organização, Trabalho e Tecnologias Sociais 2.b. Educação, Sociedade e Tecnologias Cláudia Eliane da Matta Universidade Federal de Itajubá,

Leia mais

OBJETOS EDUCACIONAIS ABERTOS PARA O ENSINO DE BIOLOGIA

OBJETOS EDUCACIONAIS ABERTOS PARA O ENSINO DE BIOLOGIA ESUD 2012 IX Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância Recife/PE, 19 21 de agosto de 2012 - UNIREDE OBJETOS EDUCACIONAIS ABERTOS PARA O ENSINO DE BIOLOGIA Cláudia Eliane da Matta 1,Lauren Caroline

Leia mais

RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS PARA O ENSINO ON-LINE NOS CURSOS DE ENGENHARIA

RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS PARA O ENSINO ON-LINE NOS CURSOS DE ENGENHARIA RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS PARA O ENSINO ON-LINE NOS CURSOS DE ENGENHARIA Cláudia E. Matta claudia.matta@unifei.edu.br Universidade Federal de Itajubá, Instituto de Sistemas Elétricos e Energia Caixa

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

Comportamento Humano: Liderança, Motivação e Gestão do Desempenho

Comportamento Humano: Liderança, Motivação e Gestão do Desempenho A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

A PLATAFORMA MATHMOODLE NA EDUCAÇÃO BÁSICA USOS E APLICAÇÕES

A PLATAFORMA MATHMOODLE NA EDUCAÇÃO BÁSICA USOS E APLICAÇÕES A PLATAFORMA MATHMOODLE NA EDUCAÇÃO BÁSICA USOS E APLICAÇÕES Ulisses Dias ulissesdias@limc.ufrj.br Rodrigo de Alencar Hausen hausen@limc.ufrj.br Rodrigo G. Devolder rodrigodevolder@limc.ufrj.br Luiz Carlos

Leia mais

Produção de REA apoiada por MOOC

Produção de REA apoiada por MOOC Produção de REA apoiada por MOOC Sobre o palestrante Marcelo Akira Inuzuka Prof. Assistente do Instituto de Informática da UFG Graduado em Ciências da Computação Mestrado em EaD Interesses: Tecnologias

Leia mais

Oficina Recursos Educacionais Abertos REA. Débora Sebriam Centro Educacional Pioneiro Julho/2011

Oficina Recursos Educacionais Abertos REA. Débora Sebriam Centro Educacional Pioneiro Julho/2011 Oficina Recursos Educacionais Abertos REA Débora Sebriam Centro Educacional Pioneiro Julho/2011 Objetivos do Encontro Criar uma sólida compreensão dos REA, dos direitos de autor e das licenças abertas

Leia mais

O MOOC Bullying em contexto escolar (http://moocbullying.blogspot.pt) surgiu de uma combinação de sinergias entre o know how do Centro de

O MOOC Bullying em contexto escolar (http://moocbullying.blogspot.pt) surgiu de uma combinação de sinergias entre o know how do Centro de MOOC - MASSIVE OPEN ONLINE COURSE - NUMA INSTITUIÇÃO PORTUGUESA DE ENSINO SUPERIOR Ana Luísa Mateus Oliveira Chança Torres Nuno Bordalo Pacheco Teresa Pacheco Cristina Novo João Galego José Maurício Dias

Leia mais

ESTUDO SOBRE A APRENDIZAGEM DA DOCÊNCIA NA ATUAÇÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS PROFESSORES

ESTUDO SOBRE A APRENDIZAGEM DA DOCÊNCIA NA ATUAÇÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS PROFESSORES ESTUDO SOBRE A APRENDIZAGEM DA DOCÊNCIA NA ATUAÇÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS PROFESSORES Nara Dias Brito 1 ; Daniel Mill 2 Grupo 2.1. Docência na educação a distância: Formação

Leia mais

Indicie. 1.Introdução...1. 2.Como Surgiu...2. 3.Para que serve...3. 4.Instalação...3. 5. Oque ele permite fazer...5. 6. Primeiro Cenário...

Indicie. 1.Introdução...1. 2.Como Surgiu...2. 3.Para que serve...3. 4.Instalação...3. 5. Oque ele permite fazer...5. 6. Primeiro Cenário... Artigo sobre Indicie 1.Introdução....1 2.Como Surgiu....2 3.Para que serve....3 4.Instalação....3 5. Oque ele permite fazer....5 6. Primeiro Cenário....6 7. Segundo Cenário....7 8. Conclusão....8 5. Referencias....9

Leia mais

Novas mídias e o Ensino Superior

Novas mídias e o Ensino Superior Novas mídias e o Ensino Superior Especial GGTE A Educação a Distância na Unicamp A UNIVERSIDADE JÁ DISPÕE DA INFRAESTRUTURA TECNOLÓGICA NECESSÁRIA PARA A REALIZAÇÃO DE CURSOS BASEADOS NA EaD EM LARGA ESCALA

Leia mais

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3 ENSINO A DISTÂNCIA: UMA ANÁLISE DO MOODLE COMO INSTRUMENTO NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM DO ENSINO MÉDIO E SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CATARINENSE (IFC) - CÂMPUS ARAQUARI

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: Graduados em nível superior que atuam ou pretendem atuar na docência em instituições de ensino superior.

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: Graduados em nível superior que atuam ou pretendem atuar na docência em instituições de ensino superior. A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

TUTORIAL DE AMBIENTAÇÃO AO SGUS

TUTORIAL DE AMBIENTAÇÃO AO SGUS TUTORIAL DE TUTORIAL DE Sumário APRESENTAÇÃO 6 OBJETIVOS 8 CAPÍTULO 1 CONHECENDO OS MENUS DE NAVEGAÇÃO 10 CAPÍTULO 2 O SGUS NA PRÁTICA DOS GESTORES 22 CONCLUSÃO 28 REFERÊNCIAS 30 TUTORIAL DE Apresentação

Leia mais

ENSINO DE MATEMÁTICA PONTO BLOG

ENSINO DE MATEMÁTICA PONTO BLOG ENSINO DE MATEMÁTICA PONTO BLOG Moema Gomes Moraes 1 RESUMO: Este trabalho faz uma reflexão sobre os aspectos relacionados ao uso de Blogs no ensino de Matemática. Para isto, ele inicia fazendo uma reflexão

Leia mais

RELATO DE EXPERIÊNCIA: CURSO EAD DE METODOLOGIA LILACS PARA OS CENTROS COOPERANTES DA BVS-VET

RELATO DE EXPERIÊNCIA: CURSO EAD DE METODOLOGIA LILACS PARA OS CENTROS COOPERANTES DA BVS-VET RELATO DE EXPERIÊNCIA: CURSO EAD DE METODOLOGIA LILACS PARA OS CENTROS COOPERANTES DA BVS-VET Rodrigo Moreira Garcia 1, Stela Madruga, Patrícia Tomisawa, Luiz Pierotti 5 1 Mestre em Ciência da Infomação,UNESP/FFC,

Leia mais

Infelizmente, essa é a exceção

Infelizmente, essa é a exceção 65 anos atrás Infelizmente, essa é a exceção education: problem Propósito Democratizar o acesso à educação de alta qualidade no mundo Visão Oferecer a melhor experiência de aprendizado do mundo, por

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO Curso de Formação Continuada em Videoconferência. Parte 1 (solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO Curso de Formação Continuada em Videoconferência. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

AS RELAÇÕES DE ENSINO E APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO

AS RELAÇÕES DE ENSINO E APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO AS RELAÇÕES DE ENSINO E APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E O TRABALHO DO TUTOR COMO MEDIADOR DO CONHECIMENTO SOEK, Ana Maria (asoek@bol.com.br) Universidade Federal do Paraná (UFPR) - Brasil HARACEMIV,

Leia mais

ANA LÚCIA DE OLIVEIRA BARRETO

ANA LÚCIA DE OLIVEIRA BARRETO COLÉGIO MILITAR DO RIO DE JANEIRO GUIA BÁSICO DE UTILIZAÇÃO DA REDE COLABORATIVA Construçãoo de Saberes no Ensino Médio ANA LÚCIA DE OLIVEIRA BARRETO CMRJ - 2010 2 LISTA DE FIGURAS Figura 01: Exemplo de

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL ALUNO Versão 1.0 2014 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE

Leia mais

Utilização do Ambiente virtual de aprendizagem TelEduc para a aprendizagem de línguas estrangeiras Girlene Medeiros (2013)

Utilização do Ambiente virtual de aprendizagem TelEduc para a aprendizagem de línguas estrangeiras Girlene Medeiros (2013) Utilização do Ambiente virtual de aprendizagem TelEduc para a aprendizagem de línguas estrangeiras Girlene Medeiros (2013) Questionamentos que devem ser enfrentados 1. Como você descreveria esse ambiente

Leia mais

Novas Tecnologias no Ensino de Física: discutindo o processo de elaboração de um blog para divulgação científica

Novas Tecnologias no Ensino de Física: discutindo o processo de elaboração de um blog para divulgação científica Novas Tecnologias no Ensino de Física: discutindo o processo de elaboração de um blog para divulgação científica Pedro Henrique SOUZA¹, Gabriel Henrique Geraldo Chaves MORAIS¹, Jessiara Garcia PEREIRA².

Leia mais

A utilização das TICs na formação de profissionais de qualidade internacional

A utilização das TICs na formação de profissionais de qualidade internacional A utilização das TICs na formação de profissionais de qualidade internacional Profa. Dra. Cecília M. F. Rubira www.ic.unicamp.br/~cmrubira cmrubira@ic.unicamp.br Instituto de Computação - UNICAMP Coordernadoria

Leia mais

RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS: UMA EXPERIÊNCIA EM GESTÃO DO CONHECIMENTO DO PORTAL EAD/STJ

RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS: UMA EXPERIÊNCIA EM GESTÃO DO CONHECIMENTO DO PORTAL EAD/STJ 1 RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS: UMA EXPERIÊNCIA EM GESTÃO DO CONHECIMENTO DO PORTAL EAD/STJ Brasília-DF- 6/2015 Maria Isabel Frantz Ramos Superior Tribunal de Justiça frantz@stj.jus.br Classe Experiência

Leia mais

Ambientação ao Moodle. João Vicente Cegato Bertomeu

Ambientação ao Moodle. João Vicente Cegato Bertomeu Ambientação ao Moodle João Vicente Cegato Bertomeu AMBIENTAÇÃO A O MOODLE E S P E C I A L I Z A Ç Ã O E M SAUDE da FAMILIA Sumário Ambientação ao Moodle 21 1. Introdução 25 2. Histórico da EaD 25 3. Utilizando

Leia mais

Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação

Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação Fundação Lemann Instituto Península Instituto Singularidades Apoio: Clayton Christensen Institute Veduca 50h Sobre o curso Neste curso, os participantes

Leia mais

Gestão e Formação Pedagógica em: Administração, Inspeção, Orientação e Supervisão Objetivo do curso:

Gestão e Formação Pedagógica em: Administração, Inspeção, Orientação e Supervisão Objetivo do curso: Com carga horária de 720 horas o curso Gestão e Formação Pedagógica em: Administração, Inspeção, Orientação e Supervisão é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros

Leia mais

Apresentação do MOODLE. Educação do século XXI

Apresentação do MOODLE. Educação do século XXI Apresentação do MOODLE Educação do século XXI Software social e e-learning Talvez seja o momento de fazer algo nas suas disciplinas! O que pretende do seu sistema de aprendizagem on-line? Fácil criação

Leia mais

A FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM COMUNIDADES DE PRÁTICA: ASPECTOS TEÓRICOS E

A FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM COMUNIDADES DE PRÁTICA: ASPECTOS TEÓRICOS E 03 A FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM COMUNIDADES DE PRÁTICA: ASPECTOS TEÓRICOS E ESTUDOS RECENTES ARTIGOS DE PESQUISA TEACHERS' TRAINING IN COMMUNITIES OF PRACTICE: THEORETICAL ASPECTS AND RECENT RESEARCHES

Leia mais

Uma Experiência Prática da Utilização da Ferramenta Moodle para Comunidades Virtuais na ENSP - Fiocruz

Uma Experiência Prática da Utilização da Ferramenta Moodle para Comunidades Virtuais na ENSP - Fiocruz Uma Experiência Prática da Utilização da Ferramenta Moodle para Comunidades Virtuais na ENSP - Fiocruz Autores: Ana Paula Bernardo Mendonça Ana Cristina da Matta Furniel Rosane Mendes da Silva Máximo Introdução

Leia mais

ANÁLISE DE MODELOS DE DESIGN INSTRUCIONAL PARA MOOC NA EDUCAÇÃO FINANCEIRA ESCOLAR. Luis Felipe Silveira 1 Liamara Scortegagna 2

ANÁLISE DE MODELOS DE DESIGN INSTRUCIONAL PARA MOOC NA EDUCAÇÃO FINANCEIRA ESCOLAR. Luis Felipe Silveira 1 Liamara Scortegagna 2 ANÁLISE DE MODELOS DE DESIGN INSTRUCIONAL PARA MOOC NA EDUCAÇÃO FINANCEIRA ESCOLAR Luis Felipe Silveira 1 Liamara Scortegagna 2 1 Universidade Federal de Juiz de Fora/Mestrado Profissional em Educação

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NA UFMG: EAD E O CURSO DE LETRAS

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NA UFMG: EAD E O CURSO DE LETRAS Aline Passos Amanda Antunes Ana Gabriela Gomes da Cruz Natália Neves Nathalie Resende Vanessa de Morais EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NA UFMG: EAD E O CURSO DE LETRAS Trabalho apresentado à disciplina online Oficina

Leia mais

Formação de recursos humanos em saúde: tecnologias de informação e comunicação como recurso didático no Programa FAIMER Brasil

Formação de recursos humanos em saúde: tecnologias de informação e comunicação como recurso didático no Programa FAIMER Brasil ARTIGO Formação de recursos humanos em saúde: tecnologias de informação e comunicação como recurso didático no Programa FAIMER Brasil AUTORES Vera Lúcia Garcia Dra. em Distúrbios da Comunicação Humana

Leia mais

Público Alvo: Investimento. Disciplinas: Profissionais graduados, que lidam ou estejam interessados em atuar com gestão e marketing de serviços.

Público Alvo: Investimento. Disciplinas: Profissionais graduados, que lidam ou estejam interessados em atuar com gestão e marketing de serviços. A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

INFLUÊNCIAS E POSSIBILIDADES DO USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO

INFLUÊNCIAS E POSSIBILIDADES DO USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFLUÊNCIAS E POSSIBILIDADES DO USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO Gustavo Cançado de Azevedo O autor relaciona educação e tecnologia, tomando como ponto de partida a maneira com que os avanços

Leia mais

Blended Learning. Crie, avalie e lecione usando as melhores práticas e tecnologias de ensino-aprendizagem

Blended Learning. Crie, avalie e lecione usando as melhores práticas e tecnologias de ensino-aprendizagem Blended Learning Crie, avalie e lecione usando as melhores práticas e tecnologias de ensino-aprendizagem Curso ministrado de Londres em Português de Portugal Blended Learning À distância, ao vivo R$580,00

Leia mais

INCLUSÃO TECNOLÓGICA PARA O ENSINO PROFISSIONALIZANTE: UM ESTUDO DE CASO NO PROEJA

INCLUSÃO TECNOLÓGICA PARA O ENSINO PROFISSIONALIZANTE: UM ESTUDO DE CASO NO PROEJA Pró-Reitoria de Pesquisa Pós-Graduação e Inovação Coordenação Geral de Pesquisa e Pós-Graduação prppgi@iffarroupilha.edu.br Projeto de Pesquisa ( X ) TECNOLÓGICO ou ( ) CIENTÍFICO INCLUSÃO TECNOLÓGICA

Leia mais

CENTRO VIRTUAL DE MODELAGEM: A SINERGIA DA MODELAGEM MATEMÁTICA COM VÍDEOS DIGITAIS

CENTRO VIRTUAL DE MODELAGEM: A SINERGIA DA MODELAGEM MATEMÁTICA COM VÍDEOS DIGITAIS CENTRO VIRTUAL DE MODELAGEM: A SINERGIA DA MODELAGEM MATEMÁTICA COM VÍDEOS DIGITAIS Nilton Silveira Domingues Universidade Estadual Paulista (UNESP - Campus de Rio Claro) Instituto de Geociências e Ciências

Leia mais

Curso de Especialização em GESTÃO ESTRATÉGICA EM MARKETING DIGITAL

Curso de Especialização em GESTÃO ESTRATÉGICA EM MARKETING DIGITAL Curso de Especialização em GESTÃO ESTRATÉGICA EM MARKETING DIGITAL ÁREA DO CONHECIMENTO: Gestão. Marketing. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em GESTÃO ESTRATÉGICA EM MARKETING

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS

APRESENTAÇÃO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS Regulamento APRESENTAÇÃO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS A Fundação Getulio Vargas FGV como entidade de caráter técnico-científico e educativo, fundada em 1944, visa ao estudo dos problemas relativos à economia

Leia mais

PROJETO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO INFANTIL 2014.2

PROJETO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO INFANTIL 2014.2 PROJETO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO INFANTIL 2014.2 APRESENTAÇÃO A Educação Infantil é a primeira etapa da Educação Básica e tem como finalidade o desenvolvimento integral

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DA REALIDADE AUMENTADA EM ATIVIDADES PRÁTICAS/COMPLEMENTARES COMO MOTIVAÇÃO PARA ALUNOS DA EDUCAÇÃO BÁSICA. Brasília DF Maio 2010

A UTILIZAÇÃO DA REALIDADE AUMENTADA EM ATIVIDADES PRÁTICAS/COMPLEMENTARES COMO MOTIVAÇÃO PARA ALUNOS DA EDUCAÇÃO BÁSICA. Brasília DF Maio 2010 1 A UTILIZAÇÃO DA REALIDADE AUMENTADA EM ATIVIDADES PRÁTICAS/COMPLEMENTARES COMO MOTIVAÇÃO PARA ALUNOS DA EDUCAÇÃO BÁSICA Brasília DF Maio 2010 Daniela Zinn S. Gonçalves - NT Educação - daniela.goncalves@grupont.com.br

Leia mais

Projeto Aprendendo na Rede: Uso da internet como ferramenta de aprendizado

Projeto Aprendendo na Rede: Uso da internet como ferramenta de aprendizado Projeto Aprendendo na Rede: Uso da internet como ferramenta de aprendizado Leandro Avelino de SOUSA¹; Samuel Pereira DIAS²; Wanda Luzia CHAVES³; ¹ Estudante de Ciências Biológicas. Instituto Federal Minas

Leia mais

Disciplina Ofertadas na modalidade Avaliação da Aprendizagem Acesso ao Ambiente Virtual Dúvida e Suporte

Disciplina Ofertadas na modalidade Avaliação da Aprendizagem Acesso ao Ambiente Virtual Dúvida e Suporte Sumário Apresentação O papel do Aluno Ambiente Virtual de Aprendizagem Disciplina Ofertadas na modalidade Avaliação da Aprendizagem Acesso ao Ambiente Virtual Dúvida e Suporte Dúvidas 3 5 6 9 10 11 14

Leia mais

Profissionais graduados em Psicologia e Medicina que tenham interesse em atuar na área do trabalho e organizacional.

Profissionais graduados em Psicologia e Medicina que tenham interesse em atuar na área do trabalho e organizacional. A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

O ENSINO DE ESPANHOL COMO LE COM OS RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS NA PLATAFORMA MOODLE*

O ENSINO DE ESPANHOL COMO LE COM OS RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS NA PLATAFORMA MOODLE* 1 O ENSINO DE ESPANHOL COMO LE COM OS RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS NA PLATAFORMA MOODLE* Resumo Este trabalho se propõe a analisar o curso de extensão universitária CESB (Curso de Espanhol Básico) para

Leia mais

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF)

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) Maio de 2007 Maria Rachel Barbosa Fundação Trompovsky (Apoio ao NEAD CENTRAN) rachel@centran.eb.br Vanessa Maria

Leia mais

Programa de Capacitação em Gestão de Projetos e Empreendimentos Criativos Regulamento Etapa 2

Programa de Capacitação em Gestão de Projetos e Empreendimentos Criativos Regulamento Etapa 2 Programa de Capacitação em Gestão de Projetos e Empreendimentos Criativos Etapa 2 1. Apresentação 1.1 O Programa de Capacitação em Projetos e Empreendimentos Criativos é uma iniciativa do Ministério da

Leia mais

Tecnologia da Informação e Comunicação em Educação Física: a experiência do GEPETIC s

Tecnologia da Informação e Comunicação em Educação Física: a experiência do GEPETIC s Tecnologia da Informação e Comunicação em Educação Física: a experiência do GEPETIC s Rita de Cássia Garcia Verenguer Ferdinand Camara da Costa Resumo: A gestão do conhecimento tornou-se ferramenta estratégica

Leia mais

EaD como estratégia de capacitação

EaD como estratégia de capacitação EaD como estratégia de capacitação A EaD no processo Ensino Aprendizagem O desenvolvimento das tecnologias de informação e comunicação (tics) deu novo impulso a EaD, colocando-a em evidência na última

Leia mais

Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL

Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL A DIRETORA DA ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS no exercício de suas atribuições legais, com fundamento no art. 65, inciso II da Lei

Leia mais

18/05/2009. Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Departamento de Engenharia de Produção. Technology Roadmapping André Leme Fleury

18/05/2009. Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Departamento de Engenharia de Produção. Technology Roadmapping André Leme Fleury Escola Politécnica da Universidade de São Paulo Departamento de Engenharia de Produção Sistemas de Informação Ambientes Virtuais para Ensino da Engenharia de Produção Prof. Dr. André Leme Fleury Apresentação

Leia mais

REFLEXÃO SOBRE 10 INOVAÇÕES NA EDUCAÇÃO SUPERIOR MUNDIAL E SUAS CONSEQUÊNCIAS PARA A GESTÃO UNIVERSITÁRIA NO BRASIL RYON BRAGA

REFLEXÃO SOBRE 10 INOVAÇÕES NA EDUCAÇÃO SUPERIOR MUNDIAL E SUAS CONSEQUÊNCIAS PARA A GESTÃO UNIVERSITÁRIA NO BRASIL RYON BRAGA REFLEXÃO SOBRE 10 INOVAÇÕES NA EDUCAÇÃO SUPERIOR MUNDIAL E SUAS CONSEQUÊNCIAS PARA A GESTÃO UNIVERSITÁRIA NO BRASIL RYON BRAGA 2 PREVISÕES ANTERIORES SEMINÁRIO ABMES DE 2005 1 CRESCIMENTO DAS CLASSES C

Leia mais

Um Modelo de Arquitetura para Gerenciar a Criação de Objetos de Aprendizagem em Núcleos de EaD

Um Modelo de Arquitetura para Gerenciar a Criação de Objetos de Aprendizagem em Núcleos de EaD Um Modelo de Arquitetura para Gerenciar a Criação de Objetos de Aprendizagem em Núcleos de EaD Lanylldo Araujo dos Santos, Luís Carlos Costa Fonseca, Reinaldo Silva de Jesus, Francisco da Conceição Silva

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta

Aprovação do curso e Autorização da oferta MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA 1 FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Recife PE - Abril 2010 Ivanda Maria Martins Silva - UFRPE martins.ivanda@gmail.com Categoria (Conteúdos e Habilidades) Setor Educacional (Educação

Leia mais

Se você é pedagogo ou treinador de negócios provavelmente já ouviu falar sobre...

Se você é pedagogo ou treinador de negócios provavelmente já ouviu falar sobre... Se você é pedagogo ou treinador de negócios provavelmente já ouviu falar sobre... Educação do século XXI Software Social e e-learning Talvez seja o momento certo de fazer algo na sua instituição educacional.

Leia mais

Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha

Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha MODERNA.COMPARTILHA: INTEGRAR TECNOLOGIA E CONTEÚDOS A FAVOR DO APRENDIZADO. Os alunos deste século estão conectados com novas ideias, novas

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

Christiane dos Santos PEREIRA*, Samuel Pereira DIAS, Gabriel da SILVA Centro Federal de Educação Tecnológica de Bambuí-MG

Christiane dos Santos PEREIRA*, Samuel Pereira DIAS, Gabriel da SILVA Centro Federal de Educação Tecnológica de Bambuí-MG A UTILIZAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM COMO FERRAMENTA DE APOIO AO ENSINO PRESENCIAL: estudos preliminares e proposta de uma metodologia de implantação no CEFET-Bambuí Christiane dos Santos

Leia mais

O Papel da EAD na Educação Profissional

O Papel da EAD na Educação Profissional O Papel da EAD na Educação Profissional Prof. Dr. Stavros Panagiotis Xanthopoylos stavros@fgv.br Foz do Iguaçu, 02 de setembro de 2010 Agenda Gestão do Conhecimento e Educação Profissional Perspectivas

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DOS AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM NA BUSCA DE NOVOS DOMÍNIOS DA EAD

A IMPORTÂNCIA DOS AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM NA BUSCA DE NOVOS DOMÍNIOS DA EAD A IMPORTÂNCIA DOS AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM NA BUSCA DE NOVOS DOMÍNIOS DA EAD Data: 12/04/2007 Elvia Nunes Ribeiro - CEFET-GO elvianr@gmail.com Gilda Aquino de Araújo Mendonça CEFET-GO gaam@cefetgo.br

Leia mais

e-uea - Um Ambiente de Suporte ao Ensino Presencial e Educação a Distância

e-uea - Um Ambiente de Suporte ao Ensino Presencial e Educação a Distância e-uea - Um Ambiente de Suporte ao Ensino Presencial e Educação a Distância Marly G. F. Costa 1, Ada Carvalho 2, Jorge Smorigo 2, Waldir Nonato 2 1 Universidade do Amazonas Núcleo de Tecnologia Eletrônica

Leia mais

Análise de Requisitos para Viabilidade da Proposta de um Sistema de Gestão em EaD

Análise de Requisitos para Viabilidade da Proposta de um Sistema de Gestão em EaD Análise de Requisitos para Viabilidade da Proposta de um Sistema de Gestão em EaD Manaus - AM, Maio 2015 Neila Batista Xavier Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas/ Instituto

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

SEMI-PRESENCIALIDADE NO ENSINO SUPERIOR: ALGUNS RESULTADOS DESSA MODALIDADE NA FGF

SEMI-PRESENCIALIDADE NO ENSINO SUPERIOR: ALGUNS RESULTADOS DESSA MODALIDADE NA FGF 1 SEMI-PRESENCIALIDADE NO ENSINO SUPERIOR: ALGUNS RESULTADOS DESSA MODALIDADE NA FGF Fortaleza CE Junho/2009 Karla Angélica Silva do Nascimento - Faculdade Integrada da Grande Fortaleza karla@fgf.edu.br

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO DE TUTORES PARA SUA ATUAÇÃO NA EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA.

A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO DE TUTORES PARA SUA ATUAÇÃO NA EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA. Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 576 A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO DE TUTORES PARA SUA ATUAÇÃO NA EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA. Marilucia Ricieri, Raquel Rossan

Leia mais

Sistema de Gestão de Aulas

Sistema de Gestão de Aulas Sistema de Gestão de Aulas criando cultura para o Ensino a Distância e melhorando o processo ensino-aprendizagem pela internet RICARDO CREPALDE* RESUMO O objetivo deste artigo é apresentar a experiência

Leia mais

Criatividade e identificação de oportunidades

Criatividade e identificação de oportunidades Criatividade e identificação de oportunidades Como identificar oportunidades de negócios Inscrições até 17 de Julho Criatividade e identificação de oportunidades À distância, ao vivo De $380 a $540 8h

Leia mais

* As disciplinas por ocasião do curso, serão ofertadas aos alunos em uma sequência didática.

* As disciplinas por ocasião do curso, serão ofertadas aos alunos em uma sequência didática. MATRIZ CURRICULAR* Disciplina CH Integração 20 Planejamento e Gestão em Educação a Distância 40 Cultura Virtual, Pensamento e Construção do Conhecimento na Educação a Distância 40 Noções de Gestão de Projetos

Leia mais

Educação à distância (EAD) conceitos e reflexões. Distance Learning concepts and reflections

Educação à distância (EAD) conceitos e reflexões. Distance Learning concepts and reflections Educação à distância (EAD) conceitos e reflexões Distance Learning concepts and reflections Título Resumido: Educação à distância (EAD) aspectos gerais Vera L. Garcia, fonoaudióloga Rua Aurélio Menegon,

Leia mais

Massive Open On-line Course - MOOC na Educação Financeira: primeiras Análises

Massive Open On-line Course - MOOC na Educação Financeira: primeiras Análises Massive Open On-line Course - MOOC na Educação Financeira: primeiras Análises Luís Felipe da Silveira 1 GD6 Educação Matemática, Tecnologias Informáticas e Educação à Distância Resumo: Nossa pesquisa intitulada

Leia mais

EQUIPE: ANA IZABEL DAYSE FRANÇA JENNIFER MARTINS MARIA VÂNIA RENATA FREIRE SAMARA ARAÚJO

EQUIPE: ANA IZABEL DAYSE FRANÇA JENNIFER MARTINS MARIA VÂNIA RENATA FREIRE SAMARA ARAÚJO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIBLIOTECONOMIA DISCIPLINA: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO II PROFESSORA: PATRÍCIA

Leia mais

Keywords: Distance Education, Education, Technologies of Information and Comunication, Blog, Wiki, Moodle, Forum, Learning Virtual Environments.

Keywords: Distance Education, Education, Technologies of Information and Comunication, Blog, Wiki, Moodle, Forum, Learning Virtual Environments. EAD Reflexões e Instrumentalização Conhecendo algumas bases do Ensino a Distância João Luís Almeida Machado 1 Resumo: O Ensino a Distância é uma realidade e encontra-se em estado permanente de atualização.

Leia mais

PERCEPÇÃO DOS GESTORES SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING NA EMPRESA: ESTUDO DE CASO NA PORTO ALEGRE CLÍNICAS

PERCEPÇÃO DOS GESTORES SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING NA EMPRESA: ESTUDO DE CASO NA PORTO ALEGRE CLÍNICAS 1 PERCEPÇÃO DOS GESTORES SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING NA EMPRESA: ESTUDO DE CASO NA PORTO ALEGRE CLÍNICAS Porto Alegre RS Março 2010 Bianca Smith Pilla Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

O valor agregado nos Recursos Educacionais Abertos:

O valor agregado nos Recursos Educacionais Abertos: O valor agregado nos Recursos Educacionais Abertos: oportunidades de empreendedorismo e inovação nas IES particulares brasileiras PhD DigiLearn Pesquisadora e consultora nas áreas de recursos educacionais

Leia mais

4 O Projeto: Estudo de caso LED / IBC

4 O Projeto: Estudo de caso LED / IBC 45 4 O Projeto: Estudo de caso LED / IBC A tecnologia ligada à acessibilidade ajuda a minimizar as dificuldades encontradas entre pessoas com deficiências ao acesso a diversos formatos de informação. Do

Leia mais

Polo Universitário Santo Antônio Núcleo de Tecnologia Educacional Santo Antônio da Patrulha. Planejamento para 2015

Polo Universitário Santo Antônio Núcleo de Tecnologia Educacional Santo Antônio da Patrulha. Planejamento para 2015 Polo Universitário Santo Antônio Núcleo de Tecnologia Educacional Santo Antônio da Patrulha Planejamento para 2015 Formação Aprender faz parte da vida, sendo um processo permanente de desenvolvimento humano

Leia mais

Papel Estratégico da Pós-graduação, Pesquisa e Extensão na Consolidação das Instituições de educação Superior RYON BRAGA

Papel Estratégico da Pós-graduação, Pesquisa e Extensão na Consolidação das Instituições de educação Superior RYON BRAGA Papel Estratégico da Pós-graduação, Pesquisa e Extensão na Consolidação das Instituições de educação Superior RYON BRAGA 2 A QUALIDADE MEDIDA PELO ENADE 1 ENADE SCORE DE DESEMPENHO FATORES DETERMINANTES

Leia mais

Somos uma agência de notícias gratuita, que produz e difunde conteúdo jornalístico sobre inovações em educação.

Somos uma agência de notícias gratuita, que produz e difunde conteúdo jornalístico sobre inovações em educação. Somos uma agência de notícias gratuita, que produz e difunde conteúdo jornalístico sobre inovações em educação. Nosso objetivo é colaborar com a mídia para disseminar informações originais, interessantes

Leia mais

Capítulo 3 Gerenciadores de EaD baseada na Internet

Capítulo 3 Gerenciadores de EaD baseada na Internet 57 Capítulo 3 Gerenciadores de EaD baseada na Internet Hoje em dia ter a Internet como aliada é um recurso indispensável para qualquer educador ou responsável por treinamento corporativo que atue em qualquer

Leia mais

www.sbempb.com.br/epbem APRENDIZAGEM COLABORATIVA EM AMBIENTES VIRTUAIS E AS POSSIBILIDADES PARA OS PROFESSORES DE MATEMÁTICA

www.sbempb.com.br/epbem APRENDIZAGEM COLABORATIVA EM AMBIENTES VIRTUAIS E AS POSSIBILIDADES PARA OS PROFESSORES DE MATEMÁTICA APRENDIZAGEM COLABORATIVA EM AMBIENTES VIRTUAIS E AS POSSIBILIDADES PARA OS PROFESSORES DE MATEMÁTICA Ronaldo Vieira Cabral Abdias de Brito Aguiar Júnior José Sidney Nunes de Araújo Resumo: A parte das

Leia mais

PROPOSTA PARA FOMENTO AO USO DE TIC NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UFPR

PROPOSTA PARA FOMENTO AO USO DE TIC NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UFPR 1 PROPOSTA PARA FOMENTO AO USO DE TIC NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UFPR Curitiba PR Maio 2012 Categoria: A Setor Educacional: 3 Classificação das Áreas de Pesquisa em EaD Macro:C / Meso:I / Micro:N Natureza:B

Leia mais

As Tendências Tecnológicas na Educação

As Tendências Tecnológicas na Educação As Tendências Tecnológicas na Educação Prof. Neri dos Santos, Dr. Ing. Nos últimos anos, em todos os setores da atividade humana, as tecnologias de informação e comunicação (TIC) têm tido uma influência

Leia mais

Dados Pessoais. Resende/RJ - Fone/Fax: (024) 3383-9000. Formação Acadêmica

Dados Pessoais. Resende/RJ - Fone/Fax: (024) 3383-9000. Formação Acadêmica C U R R I C U L U M V I T A E Dados Pessoais Nome: E-mail: Site: Currículo Lattes: End. profissional: Miguel Carlos Damasco dos Santos contato@profdamasco.site.br.com http://www.profdamasco.site.br.com

Leia mais

FERRAMENTAS DE AVALIAÇÃO PARA AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM

FERRAMENTAS DE AVALIAÇÃO PARA AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM FERRAMENTAS DE AVALIAÇÃO PARA AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM Ronei Ximenes Martins (Trabalho apresentado no II Colóquio Regional EAD Edição Internacional Outubro/2010 Juiz de Fora/MG) Introdução Um

Leia mais

FÓRUM: MEIO DE INTERAÇÃO NA EAD

FÓRUM: MEIO DE INTERAÇÃO NA EAD 1 FÓRUM: MEIO DE INTERAÇÃO NA EAD Elisangela Lunas Soares UNICESUMAR Centro Universitário Cesumar elisangela.soares@unicesumar.edu.br Alvaro Martins Fernandes Junior UNICESUMAR Centro Universitário Cesumar

Leia mais

Trabalhando Matemática: percepções contemporâneas

Trabalhando Matemática: percepções contemporâneas CONSTRUINDO CONCEITOS SOBRE FAMÍLIA DE FUNÇÕES POLINOMIAL DO 1º GRAU COM USO DO WINPLOT Tecnologias da Informação e Comunicação e Educação Matemática (TICEM) GT 06 MARCOS ANTONIO HELENO DUARTE Secretaria

Leia mais

INTERNET COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA PARA O PROFESSOR DE INGLÊS

INTERNET COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA PARA O PROFESSOR DE INGLÊS INTERNET COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA PARA O PROFESSOR DE INGLÊS R E S U M O Ana Paula Domingos Baladeli * Anair Altoé ** O presente trabalho é um recorte da análise de dados realizada em pesquisa de Mestrado

Leia mais

Elaboração de videoaulas seguindo padrões de objetos de aprendizagem para disponibilização no serviço de educação a distância (EDAD) da RNP

Elaboração de videoaulas seguindo padrões de objetos de aprendizagem para disponibilização no serviço de educação a distância (EDAD) da RNP Elaboração de videoaulas seguindo padrões de objetos de aprendizagem para disponibilização no serviço de educação a distância (EDAD) da RNP Eduardo Barrére Liamara Scortegagna Atualizando o título: Elaboração

Leia mais

Os MOOC no Desenvolvimento Profissional dos Professores O Estado de uma Nova Arte. António Moreira Teixeira UAb (PT), EDEN (UK), IBSTPI (USA)

Os MOOC no Desenvolvimento Profissional dos Professores O Estado de uma Nova Arte. António Moreira Teixeira UAb (PT), EDEN (UK), IBSTPI (USA) Os MOOC no Desenvolvimento Profissional dos Professores O Estado de uma Nova Arte UAb (PT), EDEN (UK), IBSTPI (USA) 2 A Abertura da Educação: OER/REA e MOOCs Desenvolvimento e impacto social da educação

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

O DESENVOLVIMENTO DE CURSOS A DISTÂNCIA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: A EXPERIÊNCIA DA ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO FAZENDÁRIA ESAF

O DESENVOLVIMENTO DE CURSOS A DISTÂNCIA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: A EXPERIÊNCIA DA ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO FAZENDÁRIA ESAF 1 O DESENVOLVIMENTO DE CURSOS A DISTÂNCIA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: A EXPERIÊNCIA DA ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO FAZENDÁRIA ESAF Brasília DF Maio 2012 Kelly Ramos de Souza Bitencourt Escola de Administração

Leia mais

A INFORMÁTICA E O ENSINO DE MATEMÁTICA: ALGUNS ESTUDOS RECENTES

A INFORMÁTICA E O ENSINO DE MATEMÁTICA: ALGUNS ESTUDOS RECENTES A INFORMÁTICA E O ENSINO DE MATEMÁTICA: ALGUNS ESTUDOS RECENTES Silvia Regina Viel Rodrigues - Uni-FACEF Introdução Localizado no Departamento de Matemática, Unesp, Rio Claro, sob a coordenação do professor

Leia mais

A atuação do TecSaúde e da Fundação do Desenvolvimento Administrativo para a formação em EAD de trabalhadores do SUS

A atuação do TecSaúde e da Fundação do Desenvolvimento Administrativo para a formação em EAD de trabalhadores do SUS A atuação do TecSaúde e da Fundação do Desenvolvimento Administrativo para a formação em EAD de trabalhadores do SUS São Paulo SP Maio 2012 Setor Educacional Educação Corporativa Classificação das Áreas

Leia mais