Quetiapina Associada ao Citalopram no Tratamento da Depressão Maior Aumenta as Taxas de Remissão

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Quetiapina Associada ao Citalopram no Tratamento da Depressão Maior Aumenta as Taxas de Remissão"

Transcrição

1 Quetiapina Associada ao Citalopram no Tratamento da Depressão Maior Aumenta as Taxas de Remissão Baixo Risco de Efeitos Adversos Anticolinérgicos Eficácia Comprovada por Estudos Clínicos Maiores Taxas de Remissão da Doença

2 Depressão e Sintomas Somáticos Tratamento da Depressão Maior A Depressão no Mundo A Depressão Maior (DM) é uma doença séria e debilitante que afeta pessoas de todas as idades, etnias e classes socioeconômicas (Daly, 2007). Ela afeta entre 13-16% 16% da população ao longo de sua vida. Dentre os pacientes hospitalizados, aproximadamente 16% cometem suicídio eventualmente (Seo, 2010). Tratamento da Depressão Maior As terapias antidepressivas, como os inibidores seletivos da recaptação de serotonina (ISRS), são atualmente a primeira linha de tratamento para a DM. Entretanto, mais de 50% dos pacientes tratados têm uma resposta inadequada à terapia antidepressiva inicial, o que faz com que seja necessária a troca da terapia ou combinação com outros agentes (Seo, 2010). Quando combinados aos ISRS, os antipsicóticos atípicos, como a quetiapina, têm uma ação suplementar nos sistemas dopaminérgicos e noradrenérgicos (Seo, 2010). A Depressão e os Sintomas Somáticos Os sintomas somáticos são frequentemente encontrados em pacientes afetados pela DM. Tais sintomas incluem, entre outros, fadiga, desordens do sono, dores musculares não específicas e dores nas costas (Quante, 2013). Na prática clínica, estes sintomas são frequentemente deblitantes e diminuem significativamente a qualidade de vida dos pacientes. Além disso, tanto os sintomas somáticos quanto a dor predizem um tempo maior para a remissão e são associados à maior taxa de suicídios (Quante, 2013). Um estudo recente mostrou que o metabólito ativo da quetiapina,, norquetiapina, é um potente inibidor do transportador de norepinefrina, podendo assim ser útil para aliviar os sintomas somáticos de pacientes com DM (Quante, 2013). Daly EJ, Trivedi MH. A review of quetiapine in combination with antidepressant therapy in patients with depression. Neuropsychiatr Dis Treat Dec;3(6): Seo RJ, MAcPherson H, Young AH. Atypical antipsychotics and other therapeutic options for treatment of resistant major depressive disorder. Pharmaceuticals 2010, 3, ; doi: /ph Quante A, Regen F, Schindler F, Volkmer K, Severus E, Urbanek C, Luborzewski A, Roepke S, Anghelescu I. Quetiapine as combination treatment with citalopram in unipolar depression with prominent somatic symptoms: a randomised, double-blind, placebo-controlled pilot study. Psychiatr Danub Sep; 25(3):

3 Quetiapina Associada ao Citalopram Aumenta Significativamente as Taxas de Remissão do Quadro Depressivo Um estudo clínico conduzido por Quante et al. (2013) teve como objetivo investigar se a combinação de quetiapina e citalopram seria superior à de citalopram e placebo em termos de efeitos antidepressivos e resolução dos efeitos somáticos em pacientes com depressão maior. 41 pacientes internados com depressão maior não psicótica de acordo com o DSM IV e com sintomas significativos de estresse somático classificado pela SCL-90-R (Symptom Checklist-90-Revised) com valor maior que um desvio padrão quando comparados com adultos saudáveis foram divididos em dois grupos. Grupo 1 Citalopram (40 mg/dia) + Quetiapina (300 a 600 mg/dia) n=21 Grupo 2 Citalopram (40 mg/dia) + Placebo n=20 Os resultados foram avaliados pela escala HDRS (Hamilton Depression Rating Scale): As variações médias nos escores da HDRS da linha base até a sexta semana foram - 12,3±6,2 e -10,71±5,1 no grupo citalopram + quetiapina e citalopram + placebo, respectivamente; As taxas de remissão foram significativamente maiores no grupo 1 (41,1%) do que no grupo 2 (26,3%). Conclusão Apesar de não haver diferença estatística significativa do grupo 1 para o grupo 2 na melhora dos sintomas depressivos e somáticos de acordo com a escala HDRS, maiores taxas de remissão e outros parâmetros secundários mostram vantagens pelo uso da quetiapina. Quetiapina + citalopram é uma boa associação para pacientes com depressão maior. Referência Quante A, Regen F, Schindler F, Volkmer K, Severus E, Urbanek C, Luborzewski A, Roepke S, Anghelescu I. Quetiapine as combination treatment with citalopram in unipolar depression with prominent somatic symptoms: a randomised, doubleblind, placebo-controlled pilot study. Psychiatr Danub Sep; 25(3):

4 Como Prescrever? Quetiapina + Citalopram no Tratamento da Depressão Maior 1. Cápsulas de Quetiapina Quetiapina 300 mg Cápsula qsp 1 UN Dose inicial de 50 mg/dia antes de dormir, aumentada para 100 mg/dia no 2º dia, 200 mg/dia no 3º dia e 300 mg no 4º dia. Se necessário, a dose pode ser aumentada para 400 mg/dia no 5º dia e 600 mg no 8º dia Cápsulas de Citalopram Citalopram 40 mg Cápsula qsp 1 UN Dose inicial de 20 mg/dia aumentada para 40 mg/dia até o 3º dia de uso. Por que Prescrever a Associação Quetiapina + Citalopram? A associação quetiapina + citalopram apresenta maiores taxas de remissão do que citalopram + placebo segundo a HDRS (Quante, 2013); A quetiapina apresenta baixo risco para efeitos colaterais anticolinérgicos e baixo potencial para efeitos extrapiramidais (Seo, 2010); Um estudo comparou a eficácia da combinação de quetiapina ao tratamento com paroxetina, um ISRS, em pacientes com DM associada à ansiedade. Após 8 semanas de tratamento houve uma diminuição significativa nos escores da HDRS no grupo tratado com quetiapina + paroxetina quando comparado com o grupo placebo. De acordo com a Escala Hamilton para Ansiedade (HAM-A), os escores foram significativamente melhores no grupo tratado com quetiapina (p<0,008) (Yargic, 2004); Outro estudo conduzido por Hussain et al. (2005) comparou quatro grupos: monoterapia de paroxetina, de venlafaxina, paroxetina associada a quetiapina e venlafaxina combinada a quetiapina. Em geral, a melhora dos sintomas depressivos e o desenvolvimento de remissão ocorreram com maior frequência nos grupos tratados com a associação de quetiapina aos antidepressivos (Hussain, 2005). Quante A, Regen F, Schindler F, Volkmer K, Severus E, Urbanek C, Luborzewski A, Roepke S, Anghelescu I. Quetiapine as combination treatment with citalopram in unipolar depression with prominent somatic symptoms: a randomised, doubleblind, placebo-controlled pilot study. Psychiatr Danub Sep; 25(3): Seo RJ, MAcPherson H, Young AH. Atypical antipsychotics and other therapeutic options for treatment of resistant major depressive disorder. Pharmaceuticals 2010, 3, ; doi: /ph Yargic, L.I.; Corapcioglu, A.; Kocabasoglu, N.; Erdogan, A.; Koroglu, G.; Yilmaz, D. Aprospective randomized single-blind, multicenter trial comparing the efficacy and safety of paroxetine with and without quetiapine therapy in depression associated with anxiety. Int. J.Psychiat. Clin. Practice 2004, 8, Hussain, M.Z.; Waheed, W.; Hussain, S.; Chaudhry, Z.A. A comparison of unipolar depression treatment using antidepressants alone versus using antidepressants in combination with quetiapine. Eur. Neuropsychopharmacology 2005, 15 (Suppl. 3), S453- S454 4

5 Associações Terapêuticas Nutracêuticos e Fitoterápicos para o Tratamento da Depressão 1. Cápsulas de Ômega-3 para Tratamento da Depressão em Idosos Óleo de peixe 1 g Administrar 2 cápsulas três vezes ao dia ou conforme orientação médica. As cápsulas de 1 g de óleo de peixe encontradas no mercado nacional contêm 300 mg de ômega-3, sendo 180 mg de ácido eicosapentaenoico e 120 mg de docosahexaenoico. Este estudo conduzido por Tajalizadekhoob et al. (2011) teve como objetivo avaliar a eficácia da suplementação com ômega 3 em pacientes idosos com depressão leve a moderada. Os pacientes do grupo intervenção receberam diariamente 300 mg de ácido eicosapentaenoico e 300 mg de ácido docosahexaenoico durante 6 meses. Após análise dos resultados, a suplementação com ômega 3 promoveu uma redução nos escores da Escala Geriátrica de Depressão (GDS-15) 15), sendo assim mais eficaz que o placebo no tratamento da depressão leve a moderada em pacientes idosos. 2. Cápsula de Rhodiola rosea para Tratamento da Depressão Extrato de Rhodiola rosea 170 ou 340 mg Cápsula qsp 1 UN Administrar 2 cápsulas ao dia ou conforme No mercado nacional encontra-se o extrato seco de R. rosea contendo no mínimo 1% de rosavina e 3% de salidrosídeo. orientação médica. O objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia e a segurança do extrato padronizado de rizomas de Rhodiola rosea L. em pacientes com um episódio de depressão leve a moderado. O extrato padronizado de R. rosea mostrou potência antidepressiva em pacientes com depressão leve ou moderada quando administrado em dosagens de 340 ou 680 mg/dia durante um período de 6 semanas (Darbinyan, 2007). Tajalizadekhoob Y, Sharifi F, Fakhrzadeh H, Mirarefin M, Ghaderpanahi M, Badamchizade Z, Azimipour S. The effect of lowdose omega 3 fatty acids on the treatment of mild to moderate depression in the elderly: a double-blind, randomized, placebo-controlled study. Eur Arch Psychiatry Clin Neurosci Dec;261(8): doi: /s Epub 2011 Feb 12. 5

6 Formulações Comentadas Tratamentos Farmacológicos para a Depressão 1. Associação Antidepressiva de Mirtazapina com Paroxetina Mirtazapina 30 mg Paroxetina 20 mg Cápsula 1 UN Administrar 1 cápsula ao dia ou conforme orientação médica. Este estudo comparou os efeitos da terapia combinada de 30 mg de mirtazapina + 20 mg de paroxetina nos sintomas da depressão maior. Houve uma redução significativamente maior nos escores da MADRS ( (Montgomery Montgomery-Asberg Depression Rating Scale) ) nos pacientes do grupo combinado em comparação com os pacientes dos grupos monoterapias. As taxas de remissão obtidas na sexta semana de tratamento foram 43% para mirtazapina + paroxetina, 19% para mirtazapina e 26% para paroxetina (Blier, 2009). 2. Cápsula de Escitalopram Escitalopram 10 a 50 mg Cápsula 1 UN Administrar 1 cápsula ao dia ou conforme orientação médica. Um estudo conduzido por Wade et al.. (2011) avaliou a eficácia, a segurança e a tolerabilidade de doses de até 50 mg de escitalopram no tratamento da depressão maior. Quarenta e dois pacientes (70%) completaram o estudo. Vinte e um pacientes (35%) alcançaram a remissão, sendo que 8 de 21 pacientes (38%) precisaram da dose de 50 mg para alcançar a remissão. O tempo médio de remissão foi de 24 semanas e a dose média para remissão foi de 30 mg. A tolerabilidade diminuiu com doses acima de 40 mg, com 26% dos pacientes incapazes de tolerar a dose de 50 mg. Os eventos adversos mais comuns foram cefaleia (35%), diarreia, náuseas e nasofaringite (25% para todos). O aumento da dose de escitalopram acima de 20 mg pode ter um papel útil no tratamento de pacientes com c transtorno depressivo maior. Blier P, Gobbi G, Turcotte JE, de Montigny C, Boucher N, Hébert C, Debonnel G. Mirtazapine and paroxetine in major depression: a comparison of monotherapy versus their combination from treatment initiation. Eur Neuropsychopharmacol Jul;19(7): Epub 2009 Apr 2. Wade AG, Crawford GM, Yellowlees A. Efficacy, safety and tolerability of escitalopram in doses up to 50 mg in Major Depressive 6

Antipsicóticos atípicos na depressão refratária

Antipsicóticos atípicos na depressão refratária Conferência clínica Antipsicóticos atípicos na depressão refratária Atypical antipsychotics in treatment refractory depression Luciana Maria Sarin 1, José Alberto Del Porto 1 A depressão resistente continua

Leia mais

Mirtazapina é Indicada para o Tratamento de Fibromialgia

Mirtazapina é Indicada para o Tratamento de Fibromialgia Mirtazapina é Indicada para o Tratamento de Fibromialgia Melhora a Qualidade de Vida dos Pacientes Diminui a Dor Musculoesquelética Beneficia a Qualidade do Sono Reduz a Incapacidade Relacionada à Doença

Leia mais

TEMA: Quetiapina e citalopram para tratamento misto ansioso e depressivo

TEMA: Quetiapina e citalopram para tratamento misto ansioso e depressivo NTRR 41/2013 Solicitante: Juiza Dra.Sabrina da Cunha Peixoto Ladeira Número do processo: 051213001877-7 Réu: Estado de Minas e Município de Pirapora Data: 11/04/2013 Medicamento X Material Procedimento

Leia mais

Fle. ibilidade 1-3. apidez 1-3. ntrole 1-3. No tratamento da depressão, novas possibilidades. 1,2

Fle. ibilidade 1-3. apidez 1-3. ntrole 1-3. No tratamento da depressão, novas possibilidades. 1,2 Fle ibilidade -3 apidez -3 C ntrole -3 No tratamento da depressão, novas possibilidades.,2 Rapidez -3 Depressão Unipolar No tratamento da Depressão unipolar: O tratamento apenas com antidepressivos não

Leia mais

O Que Há de Novo na Pesquisa em Antidepressivos? Uma Atualização Sobre a Eficácia e Tolerabilidade dos Antidepressivos

O Que Há de Novo na Pesquisa em Antidepressivos? Uma Atualização Sobre a Eficácia e Tolerabilidade dos Antidepressivos O Que Há de Novo na Pesquisa em Antidepressivos? Uma Atualização Sobre a Eficácia e Tolerabilidade dos Antidepressivos Esta atividade educacional é apoiada por uma concessão educacional independente de

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 315/2014 Informações sobre Mirtazapina e Quetiapina no tratamento da depressão

RESPOSTA RÁPIDA 315/2014 Informações sobre Mirtazapina e Quetiapina no tratamento da depressão RESPOSTA RÁPIDA 315/2014 Informações sobre Mirtazapina e Quetiapina no tratamento da depressão SOLICITANTE NÚMERO DO PROCESSO Dra. Célia Maria Andrade Freitas Corrêa, juíza titular da 4ª vara cível da

Leia mais

Eficácia da Suplementação de Ômega-3 como Agente Modulador da Periodontite Crônica. Reduz o Sangramento e a Inflamação Gengival

Eficácia da Suplementação de Ômega-3 como Agente Modulador da Periodontite Crônica. Reduz o Sangramento e a Inflamação Gengival Eficácia da Suplementação de Ômega-3 como Agente Modulador da Periodontite Crônica Reduz o Sangramento e a Inflamação Gengival Novo Tratamento para Estomatite Aftosa Recorrente Ômega-3 Reduz os Sinais

Leia mais

Assistência Farmacêutica na Depressão

Assistência Farmacêutica na Depressão Definição Assistência Farmacêutica na Depressão Grupo de atividades relacionadas com o medicamento, destinadas a apoiar as ações de saúde demandadas por uma comunidade, envolvendo o abastecimento de medicamentos

Leia mais

Diclofenaco 50 mg + Vitaminas do Complexo B

Diclofenaco 50 mg + Vitaminas do Complexo B Diclofenaco 50 mg Vitaminas do Complexo B Redução Mais Significativa da Quando Comparada a Monoterapia com Diclofenaco Mibielli MA, Geller M, Cohen JC, Goldberg SG, Cohen MT, Nunes CP, Oliveira LB, da

Leia mais

Rhodiola rosea extrato seco

Rhodiola rosea extrato seco IDENTIFICAÇÃO Produto Rhodiola rosea extrato seco Estrutura Molecular Peso molecular DCB / DCI / Denominação científica INCI CAS Apresentação / especificação Extratto seco padronizado de raiz de Rhodiola

Leia mais

Tratamento medicamentoso da depressão maior refratária

Tratamento medicamentoso da depressão maior refratária REVISÃO NARRATIVA DA LITERATURA medicamentoso da depressão maior refratária Fábio Lopes Rocha I, Cláudia Hara II, Izabela Guimarães Barbosa III Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 85/2013 Informações sobre Fluvoxamina e Alprazolan

RESPOSTA RÁPIDA 85/2013 Informações sobre Fluvoxamina e Alprazolan RESPOSTA RÁPIDA 85/2013 Informações sobre Fluvoxamina e Alprazolan SOLICITANTE Dra Maria Augusta Balbinot Juíza do JESP de São João Del Rei - MG NÚMERO DO PROCESSO nº 0625.13.004802-2 (numeração única

Leia mais

ALPRAZOLAM Ansiolítico eficaz com rápido início de ação e baixíssima taxa de dependência Ansiedade (7,8)

ALPRAZOLAM Ansiolítico eficaz com rápido início de ação e baixíssima taxa de dependência     Ansiedade (7,8) ALPRAZOLAM Ansiolítico eficaz com rápido início de ação e baixíssima taxa de dependência Doutor, o objetivo desse informe científico é apresentar estudos que relatam grande vantagem do alprazolam, rápido

Leia mais

Psiquiatria para o clínico Dr. André I. Petroucic Filho 07 maio 2014 Introdução Psiquiatria do dia a dia do clínico Pontos importantes sobre as principais doenças psiquiátricas Depressão, Ansiedade, Doença

Leia mais

Sonolência excessiva diurna

Sonolência excessiva diurna Junho 2015, Ano 1, Nº 1 Sonolência excessiva diurna www.acordeparaoproblema.com.br 20247 jornal de resenhas.indd 1 11/06/15 15:58 2 Editorial O Jornal de Resenhas Acorde para o problema é uma publicação

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 57/2014 Informações sobre Depressão: Pondera e Amytril

RESPOSTA RÁPIDA 57/2014 Informações sobre Depressão: Pondera e Amytril RESPOSTA RÁPIDA 57/2014 Informações sobre Depressão: Pondera e Amytril SOLICITANTE NÚMERO DO PROCESSO Drª Renata Perdigão, Juiza do MUNICÍPIO DE CRISTAIS/MG Autos nº 112.14.000762-9 DATA 07/02/2014 SOLICITAÇÃO

Leia mais

Ministério da Saúde Consultoria Jurídica/Advocacia Geral da União

Ministério da Saúde Consultoria Jurídica/Advocacia Geral da União Nota Brasília, Técnica maio N de 13 2012. /2012 Nomes Princípio Comerciais1 Ativo: Maxapran, citalopram. : Alcytam, Procimax, Celapram, Tensiopax, Cipramil, Zoxipan, Citaforin, Zycitapram. Citagran, Città,

Leia mais

CA, DIABETES MEDICAMENTOS PARA DEPRESSÃO MELLITUS, INFECÇÃO CRÔNICA. Data: 05/06/2013 NOTA TÉCNICA 82 /2013

CA, DIABETES MEDICAMENTOS PARA DEPRESSÃO MELLITUS, INFECÇÃO CRÔNICA. Data: 05/06/2013 NOTA TÉCNICA 82 /2013 NOTA TÉCNICA 82 /2013 Data: 05/06/2013 Medicamento x Material Procedimento Cobertura Solicitante: Juiz Daniel da Silva Ulhoa Número do processo: 0687130020043-5 MEDICAMENTOS PARA DEPRESSÃO RESSÃO, FIBROMIALGIA,

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 363/2014 Informações sobre Depressão: Venlaxim

RESPOSTA RÁPIDA 363/2014 Informações sobre Depressão: Venlaxim RESPOSTA RÁPIDA 363/2014 Informações sobre Depressão: Venlaxim SOLICITANTE Drª Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito Comarca de Itapecerica NÚMERO DO PROCESSO Autos nº 0335.14.1408-5 DATA 21/02/2014

Leia mais

Bupropiona Cloridrato

Bupropiona Cloridrato Material Técnico Bupropiona Cloridrato Identificação Fórmula Molecular: C 13 H 18 CINO - HCl Peso molecular: 276,21 DCB / DCI: 01558 CAS: 31677-93-7 INCI: Não aplicável Denominação botânica: Não aplicável

Leia mais

TRATAMENTO DO TABAGISMO: o que funciona? TRATAMENTO DO TABAGISMO CONTROLE DO TABAGISMO TRATAMENTO DO TABAGISMO. Carlos A A Viegas POR QUE PARAR?

TRATAMENTO DO TABAGISMO: o que funciona? TRATAMENTO DO TABAGISMO CONTROLE DO TABAGISMO TRATAMENTO DO TABAGISMO. Carlos A A Viegas POR QUE PARAR? : o que funciona? Carlos A A Viegas IX CURSO NACIONAL DE ATUALIZAÇÃO EM PNEUMOLOGIA SBPT - 2008 CONTROLE DO TABAGISMO IMPLEMENTAÇÃO DA CONVENÇÃO QUADRO IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA SABER SAÚDE TRATAMENTO

Leia mais

Ômega 3, 5-HTP, Complexo B, SAMe e Hipérico

Ômega 3, 5-HTP, Complexo B, SAMe e Hipérico Atualização Mensal em: Ômega 3, 5-HTP, Complexo B, SAMe e Hipérico Terapia adjuvante na depressão Ômega 3, 5-HTP, Complexo B, SAMe e Hipérico Terapia adjuvante na depressão Introdução A depressão clínica

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 313/2014 Informações sobre Depressão: Venlafaxina

RESPOSTA RÁPIDA 313/2014 Informações sobre Depressão: Venlafaxina RESPOSTA RÁPIDA 313/2014 Informações sobre Depressão: Venlafaxina SOLICITANTE Drª Kellen Cristini de Sales e Souza Juíza de Direito da Comarca de Paraopeba NÚMERO DO PROCESSO Autos nº 0474.14.001582-4

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 223/2014 Informações sobre Cymbalta,Donaren, Lamotrigina e Olanzapina no tratamento da depressão

RESPOSTA RÁPIDA 223/2014 Informações sobre Cymbalta,Donaren, Lamotrigina e Olanzapina no tratamento da depressão RESPOSTA RÁPIDA 223/2014 Informações sobre Cymbalta,Donaren, Lamotrigina e Olanzapina no tratamento da depressão SOLICITANTE Dra Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito Comarca de Itapecerica NÚMERO

Leia mais

Folha 01/07 DATA: 27/10/2011 DATA:27/10/2011 REVISÕES DATA RESPONSÁVEL 1ª REVISÃO 2ª REVISÃO 3ª REVISÃO 3ª REVISÃO 5ª REVISÃO

Folha 01/07 DATA: 27/10/2011 DATA:27/10/2011 REVISÕES DATA RESPONSÁVEL 1ª REVISÃO 2ª REVISÃO 3ª REVISÃO 3ª REVISÃO 5ª REVISÃO PROTOCOLO CLÍNICO Nº. 06 Folha 01/08 PROTOCOLOS CLÍNICOS Nº. 01/ Serviço de Psiquiatria do Hospital de Clínicas da UFPR. Folha 01/07 : PROTOCOLO CLÍNICO DE TRATAMENTO DO TRANSTORNO DEPRESSIVO SERVIÇO DE:

Leia mais

(inicia no slide 17) Bipolaridade

(inicia no slide 17) Bipolaridade (inicia no slide 17) Bipolaridade Os Transtornos do Humor Bipolar são transtornos crônicos, recorrentes e, muitas vezes, com remissão incompleta e potencialmente letais. Os pólos de apresentação são: *

Leia mais

Ansiedade Resumo de diretriz NHG M62 (fevereiro 2012)

Ansiedade Resumo de diretriz NHG M62 (fevereiro 2012) Ansiedade Resumo de diretriz NHG M62 (fevereiro 2012) Lieke Hassink-Franke, Berend Terluin, Florien van Heest, Jan Hekman, Harm van Marwijk, Mariëlle van Avendonk traduzido do original em holandês por

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 122/2014 Informações sobre transtorno de ansiedade generalizada e distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade

RESPOSTA RÁPIDA 122/2014 Informações sobre transtorno de ansiedade generalizada e distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade RESPOSTA RÁPIDA 122/2014 Informações sobre transtorno de ansiedade generalizada e distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade SOLICITANTE Dra. Renata Abranches Perdigão Juíza de Direito do JESP da

Leia mais

mirtazapina comprimido orodispersível 45 mg. Embalagem contendo 28 comprimidos orodispersíveis.

mirtazapina comprimido orodispersível 45 mg. Embalagem contendo 28 comprimidos orodispersíveis. I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO mirtazapina Medicamento genérico, Lei nº 9.787, de 1999 APRESENTAÇÕES mirtazapina comprimido orodispersível 15 mg. Embalagem contendo 28 comprimidos orodispersíveis. mirtazapina

Leia mais

Medicamentos psicotrópicos e efeitos colaterais/adversos impactantes para atividades laborais.

Medicamentos psicotrópicos e efeitos colaterais/adversos impactantes para atividades laborais. Medicamentos psicotrópicos e efeitos colaterais/adversos impactantes para atividades laborais. Alternativas terapêuticas farmacológicas. Dr. João Luiz da Fonseca Martins Médico Psiquiatra Uniica . Principais

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 54/2014 Informações sobre Carbolitium, Olanzapina e Escitalopran

RESPOSTA RÁPIDA 54/2014 Informações sobre Carbolitium, Olanzapina e Escitalopran RESPOSTA RÁPIDA 54/2014 Informações sobre Carbolitium, Olanzapina e Escitalopran SOLICITANTE Dra. Renata Perdigão Juíza de Direito Comarca de Cristais NÚMERO DO PROCESSO Nº 112.13.002863-7 DATA 07/02/2014

Leia mais

Echinacea purpurea e Astragalus membranaceus

Echinacea purpurea e Astragalus membranaceus Projeto Fitoterapia Clínica Avançada Echinacea purpurea e Astragalus membranaceus Módulo 08 Fitoterápicos para a Prevenção e Tratamento da Gripe Comum e da Rinite Alérgica Sazonal Atividades Benéficas

Leia mais

Clozapina, Lamotrigina, Olanzapina, Quetiapina e Risperidona para o tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar

Clozapina, Lamotrigina, Olanzapina, Quetiapina e Risperidona para o tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar Ministério da Saúde Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos Departamento de Gestão e Incorporação de Tecnologias em Saúde Clozapina, Lamotrigina, Olanzapina, Quetiapina e Risperidona para

Leia mais

Entenda tudo sobre a Síndrome do Intestino Irritável

Entenda tudo sobre a Síndrome do Intestino Irritável Entenda tudo sobre a Síndrome do Intestino Irritável Apesar de ainda não existir cura definitiva para esse problema de saúde crônico, uma diferenciação entre essa patologia e a sensibilidade ao glúten

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 448/2014

RESPOSTA RÁPIDA 448/2014 RESPOSTA RÁPIDA 448/2014 SOLICITANTE NÚMERO DO PROCESSO Dr. Eduardo Tavares Vianna Juiz de Direito de Coronel Fabriciano 0060337-30.2014.8.13.0194 DATA 04 de agosto de 2014 SOLICITAÇÃO Senhor (a) Diretor

Leia mais

Depressão diagnóstico e tratamento. Autor: Dr Adriano Simões Coelho Adaptação: Dr Alexandre de Araújo Pereira

Depressão diagnóstico e tratamento. Autor: Dr Adriano Simões Coelho Adaptação: Dr Alexandre de Araújo Pereira Depressão diagnóstico e tratamento Autor: Dr Adriano Simões Coelho Adaptação: Dr Alexandre de Araújo Pereira Depressão maior 1 Sintomas principais: - Humor deprimido + Anedonia + Fadiga ou perda de energia;

Leia mais

TEMA: Trazodona e Cloridrato de Memantina no tratamento de Demência Vascular com sintomas neuropsiquiátricos SUMÁRIO 1. RESUMO EXECUTIVO...

TEMA: Trazodona e Cloridrato de Memantina no tratamento de Demência Vascular com sintomas neuropsiquiátricos SUMÁRIO 1. RESUMO EXECUTIVO... NT 102/2013 Solicitante: Dr Alyrio Ramos Desembargador da 8ª Câm. Cível - TJMG Data: 21/06/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Nº do processo: 1.0433.13.014383-0/001 TEMA: Trazodona e Cloridrato

Leia mais

TOPIRAMATO. Supressão do apetite e perda de peso em pacientes com transtornos alimentares

TOPIRAMATO. Supressão do apetite e perda de peso em pacientes com transtornos alimentares TOPIRAMATO Supressão do apetite e perda de peso em pacientes com transtornos alimentares TOPIRAMATO Supressão do apetite e perda de peso em pacientes com transtornos alimentares Introdução A obesidade

Leia mais

1 -Polimialgia reumática (dor crônica)

1 -Polimialgia reumática (dor crônica) RESPOSTA RÁPIDA 131/2014 Medicamentos para diabetes e depressão SOLICITANTE NÚMERO DO PROCESSO Dra. Renata Perdigão Juiza de Campo Belo 0112.14.001472-4 DATA 13/03/2014 SOLICITAÇÃO Trata-se de Ação Cominatória

Leia mais

Este Protocolo Clínico deve ser revisado sistematicamente a cada 2 (dois) anos e todas as vezes que o serviço médico julgar necessário fazê-lo.

Este Protocolo Clínico deve ser revisado sistematicamente a cada 2 (dois) anos e todas as vezes que o serviço médico julgar necessário fazê-lo. PROTOCOLOS CLÍNICOS Nº. 07/ Serviço de Psiquiatria do Hospital de Clínicas da UFPR Folha 01/11 : SERVIÇO DE: Psiquiatria do Hospital de Clínicas da UFPR ELABORADO POR (Membro do Serviço) Prof. Dr. Dirceu

Leia mais

Neurociências e Transtorno Obssessivo-Compulsivo: entendendo para tratar melhor Ygor Ferrão

Neurociências e Transtorno Obssessivo-Compulsivo: entendendo para tratar melhor Ygor Ferrão Neurociências e Transtorno Obssessivo-Compulsivo: entendendo para tratar melhor Ygor Ferrão UFCSPA/HMIPV CONFLITOS DE INTERESSES De acordo com a Norma 1595/2000 do Conselho Federal de Medicina e a Resolução

Leia mais

23/07/2013. É um sintoma fundamental de muitos distúrbios psiquiátricos e um componente de muitas condições clínicas e cirúrgicas.

23/07/2013. É um sintoma fundamental de muitos distúrbios psiquiátricos e um componente de muitas condições clínicas e cirúrgicas. Psicofarmacologia Prof. Herval de Lacerda Bonfante Departamento de Farmacologia PSICOFARMACOLOGIA Distúrbios Psiquiátricos - Tratamento : 1950 10 a 15% de prescrições - EUA Brasil prevalência de transtornos

Leia mais

TEMA: Quetiapina e Lamotrigina no tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar e do Transtorno Obsessivo Compulsivo SUMÁRIO 1. RESUMO EXECUTIVO...

TEMA: Quetiapina e Lamotrigina no tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar e do Transtorno Obsessivo Compulsivo SUMÁRIO 1. RESUMO EXECUTIVO... NT 95/2013 Solicitante: Ilma Dra Regina Célia Silva Neves Juiza de Direito Juizado Fazenda Pública de Itaúna (MG) Data: 14/06/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Nº do processo: 0338.13.002.048-4

Leia mais

DEPRESSÃO - Segundo a Classificação Internacional das Doenças (CID) 10ª revisão

DEPRESSÃO - Segundo a Classificação Internacional das Doenças (CID) 10ª revisão DEPRESSÃO - Segundo a Classificação Internacional das Doenças (CID) 10ª revisão - F32 Episódios depressivos Nos episódios típicos de cada um dos três graus de depressão: leve, moderado ou grave, o paciente

Leia mais

UNIDADE DE PESQUISA CLÍNICA Centro de Medicina Reprodutiva Dr Carlos Isaia Filho Ltda. Pinus pinaster

UNIDADE DE PESQUISA CLÍNICA Centro de Medicina Reprodutiva Dr Carlos Isaia Filho Ltda. Pinus pinaster Pinus pinaster Apresentação: Bioméd. Celina Sena da Silveira 16/Jul/2014 Extrato seco da casca de Pinus pinaster 1 Flavonóides bioativos hidrossolúveis com alta biodisponibilidade de: proantocianidinas,

Leia mais

Atualização em Nutracêuticos Ômega-3

Atualização em Nutracêuticos Ômega-3 Atualização em Nutracêuticos 1 Ômega-3 Proporciona melhora na atenção, na alfabetização e nos problemas de comportamento em crianças com TDAH 1. Combinação dos ácidos graxos do Ômega-3 e Ômega-6 + magnésio

Leia mais

Venlafaxina no tratamento do transtorno do pânico: relato de caso

Venlafaxina no tratamento do transtorno do pânico: relato de caso Venlafaxina no tratamento do transtorno do pânico: relato de caso Antonio Egidio Nardi Material de distribuição exclusiva à classe médica. 9814 CASO CLINICO 2.indd 3 19.11.09 17:04:17 Venlafaxina no tratamento

Leia mais

TEMA: Topiramato, Olanzapina, Daforin, Rivotril em paciente com depressão grave.

TEMA: Topiramato, Olanzapina, Daforin, Rivotril em paciente com depressão grave. NOTA TÉCNICA 65/2013 Solicitante Alyrio Ramos Desembargador da 8ª Câmara Cível TJMG RÉU: ESTADO DE MINAS GERAIS E MUNICÍPIO DE ITAPECERICA Data: 05/05/2013 Medicamento x Material Procedimento Cobertura

Leia mais

Antioxidante Auxílio tratamento depressão Alívio sintomas TPM Reduz desejo de petiscar Saciedade Supressor natural do apetite

Antioxidante Auxílio tratamento depressão Alívio sintomas TPM Reduz desejo de petiscar Saciedade Supressor natural do apetite 0,2% SAFRANAL Antioxidante Auxílio tratamento depressão Alívio sintomas TPM Reduz desejo de petiscar Saciedade Supressor natural do apetite 0,2% SAFRANAL NOME CIENTÍFICO: Crocus sativus L NOME COMUM: Saffron

Leia mais

Clozapina, Lamotrigina, Olanzapina, Quetiapina e Risperidona para o Tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar

Clozapina, Lamotrigina, Olanzapina, Quetiapina e Risperidona para o Tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar Clozapina, Lamotrigina, Olanzapina, Quetiapina e Risperidona para o Tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar Nº 140 Março/2015 1 2015 Ministério da Saúde. É permitida a reprodução parcial ou total desta

Leia mais

Reconhecendo e gerenciando a disfunção cognitiva no transtorno depressivo maior

Reconhecendo e gerenciando a disfunção cognitiva no transtorno depressivo maior Reconhecendo e gerenciando a disfunção cognitiva no transtorno depressivo maior Apoiado por um subsídio educacional independente da Lundbeck www.medscape.org/viewarticle/822471 Reconhecendo e gerenciando

Leia mais

Valsartan + Anlodipina

Valsartan + Anlodipina Atualização em Farmacoterapia 1 Valsartan + Anlodipina Dose única diária é segura e eficaz na redução da pressão arterial em pacientes com diferentes graus de hipertensão 1. O tratamento com anlodipina

Leia mais

Psicoterapia e Psicofarmacologia. Como optar ou associá-las? Hewdy Lobo Ribeiro Psiquiatra Forense e Psicogeriatra AMBULIM e ProMulher IPq - USP

Psicoterapia e Psicofarmacologia. Como optar ou associá-las? Hewdy Lobo Ribeiro Psiquiatra Forense e Psicogeriatra AMBULIM e ProMulher IPq - USP e Psicofarmacologia. Como optar ou associá-las? Hewdy Lobo Ribeiro Psiquiatra Forense e Psicogeriatra AMBULIM e ProMulher IPq - USP Estudo da forma e função dos Psicofármacos Psicofármacos / Psicotrópicos

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 174/2014 Informações sobre Stelazine, Zoloft na Esquizofrenia e TOC

RESPOSTA RÁPIDA 174/2014 Informações sobre Stelazine, Zoloft na Esquizofrenia e TOC RESPOSTA RÁPIDA 174/2014 Informações sobre Stelazine, Zoloft na Esquizofrenia e TOC SOLICITANTE Dra Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito Comarca de Itapecerica NÚMERO DO PROCESSO Nº 0335.14.865-7

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 100/2014

RESPOSTA RÁPIDA 100/2014 RESPOSTA RÁPIDA 100/2014 SOLICITANTE Dra. Juliana Mendes Pedrosa Juíza de Direito da Comarca de Itambacuri - MG NÚMERO DO PROCESSO 0327.14.000056-0 DATA 06/03/2014 Pois bem, versam os autos sobre o pedido

Leia mais

Shampoo de Ureia Apresenta Eficácia nas Principais Causas da Caspa

Shampoo de Ureia Apresenta Eficácia nas Principais Causas da Caspa Shampoo de Ureia Apresenta Eficácia nas Principais Causas da Caspa Melhora a Hidratação do Couro Cabeludo Remove o Excesso de Queratina Auxilia na Remoção de Placas Reduz o Prurido Aumenta a Permeação

Leia mais

ARTIGOS. Versão para impressão. Trayenta (linagliptina) Fact Sheet

ARTIGOS. Versão para impressão. Trayenta (linagliptina) Fact Sheet Versão para impressão ARTIGOS 16/09/2011 Infográficos Trayenta (linagliptina) Fact Sheet 1. Trayenta (linagliptina) 2. Inibidores da DPP-4 3. Principal diferencial da linagliptina em relação às outras

Leia mais

Vitex agnus castus. Alternativa terapêutica eficaz, segura e bem tolerada para os sintomas da síndrome pré-menstrual moderada a severa 1.

Vitex agnus castus. Alternativa terapêutica eficaz, segura e bem tolerada para os sintomas da síndrome pré-menstrual moderada a severa 1. Atualização em Nutracêuticos 1 Alternativa terapêutica eficaz, segura e bem tolerada para os sintomas da síndrome pré-menstrual moderada a severa 1. O extrato seco de é um tratamento que demonstra resultados

Leia mais

Ômega-3 e Fosfatidilserina

Ômega-3 e Fosfatidilserina Atualizações Terapêuticas Baseadas em Evidências Ômega-3 e Fosfatidilserina Combinação Eficaz no Tratamento do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade em Crianças Este Paper Obedece Padrão Internacional

Leia mais

Tratamento farmacológico dos sintomas comportamentais. Rodrigo Nicolato

Tratamento farmacológico dos sintomas comportamentais. Rodrigo Nicolato Tratamento farmacológico dos sintomas comportamentais Rodrigo Nicolato Sintomas comportamentais e psicológicos associados às demências Alterações Comportamentais INVENTÁRIO NEURO PSIQUIÁTRICO (NPI CUMMINGS

Leia mais

Hipérico Extrato Seco

Hipérico Extrato Seco Material Técnico Hipérico Extrato Seco Identificação Fórmula Molecular: Não aplicável DCB / DCI: Não aplicável Peso molecular: Não aplicável CAS: Não aplicável INCI: Não aplicável Denominação botânica:

Leia mais

TEMA: RIVASTIGMINA NO TRATAMENTO DA DOENÇA DE ALZHEIMER

TEMA: RIVASTIGMINA NO TRATAMENTO DA DOENÇA DE ALZHEIMER Data: 13/12/2013 NTRR 254/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Solicitante: Pedro Guimarães Pereira Juiz de Direito, 2ª Vara da Comarca de Várzea da Palma Número do processo: 0044371-71.2013.8.13.0708

Leia mais

DEPRESSÃO MAIOR E DISTIMIA: DIRETRIZES E ALGORITMO PARA O TRATAMENTO FARMACOLÓGICO (Psicofármacos: Consulta Rápida; Porto Alegre, Artmed, 2005, p.

DEPRESSÃO MAIOR E DISTIMIA: DIRETRIZES E ALGORITMO PARA O TRATAMENTO FARMACOLÓGICO (Psicofármacos: Consulta Rápida; Porto Alegre, Artmed, 2005, p. DEPRESSÃO MAIOR E DISTIMIA: DIRETRIZES E ALGORITMO PARA O TRATAMENTO FARMACOLÓGICO (Psicofármacos: Consulta Rápida; Porto Alegre, Artmed, 2005, p.317) Eugênio Horácio Grevet Aristides Volpato Cordioli

Leia mais

Transtorno do Pânico: diretrizes para o uso de psicofármacos e algoritmo. Gisele Gus Manfro e Carolina Blaya

Transtorno do Pânico: diretrizes para o uso de psicofármacos e algoritmo. Gisele Gus Manfro e Carolina Blaya Excluído: Transtorno do Pânico: diretrizes para o uso de psicofármacos e algoritmo Gisele Gus Manfro e Carolina Blaya (Psicofármacos: Consulta Rápida; Porto Alegre, Artmed, 2005, p.351) INTRODUÇÃO O transtorno

Leia mais

Simpósio sobre Depressão

Simpósio sobre Depressão Simpósio sobre Depressão Atualização no tratamento farmacológico dos transtornos depressivos An up-to-date in pharmacological treatment of depressive disorders FLÁVIO SHANSIS Médico Psiquiatra, Mestre

Leia mais

Sensações intensas de melancolia, desesperança, desespero; Incapacidade de sentir prazer em atividades usuais;

Sensações intensas de melancolia, desesperança, desespero; Incapacidade de sentir prazer em atividades usuais; Curso - Psicologia Disciplina: Psicofarmacologia Resumo Aula 4- Depressão Maior e Distimia Sintomas da Depressão Sensações intensas de melancolia, desesperança, desespero; Incapacidade de sentir prazer

Leia mais

CONCEITO EPISÓDIO MANÍACO 03/02/2014. Episódios depressivos e maníacos. Evolução recorrente. Plena recuperação nas intercrises

CONCEITO EPISÓDIO MANÍACO 03/02/2014. Episódios depressivos e maníacos. Evolução recorrente. Plena recuperação nas intercrises Prof. José Reinaldo do Amaral CONCEITO Episódios depressivos e maníacos Evolução recorrente Plena recuperação nas intercrises 1. Auto-estima inflada ou grandiosidade 2. Insônia 3. Mais falador que o habitual

Leia mais

05/10/2012. Depressão UNIDADE 3 - EMPREGO DE DROGAS PSICOTRÓPICAS EM PSICOPATOLOGIAS ESPECÍFICAS. Depressão: diferenciais

05/10/2012. Depressão UNIDADE 3 - EMPREGO DE DROGAS PSICOTRÓPICAS EM PSICOPATOLOGIAS ESPECÍFICAS. Depressão: diferenciais UNIDADE 3 - EMPREGO DE DROGAS PSICOTRÓPICAS EM PSICOPATOLOGIAS ESPECÍFICAS 1 3.1) Antidepressivos Andava com mania de suicídio e com crises de depressão aguda; não suportava ajuntamentos perto de mim e,

Leia mais

Diagnóstico e Tratamento dos Transtornos de Ansiedade

Diagnóstico e Tratamento dos Transtornos de Ansiedade Diagnóstico e Tratamento dos Transtornos de Ansiedade Elaboração Final: 6 de março de 2001 Autoria: Versiani M Associação Brasileira de Psiquiatria O Projeto Diretrizes, iniciativa conjunta da Associação

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 325/2014 Síndrome de La Tourette

RESPOSTA RÁPIDA 325/2014 Síndrome de La Tourette RESPOSTA RÁPIDA 325/2014 Síndrome de La Tourette SOLICITANTE Drª Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito Comarca de Itapecerica NÚMERO DO PROCESSO 0335.14.1280-8 DATA 18/06/2014 SOLICITAÇÃO Solicito

Leia mais

Doença de Parkinson Resumo de diretriz NHG M98 (julho 2011)

Doença de Parkinson Resumo de diretriz NHG M98 (julho 2011) Doença de Parkinson Resumo de diretriz NHG M98 (julho 2011) Draijer LW, Eizenga WH, Sluiter A traduzido do original em holandês por Luiz F.G. Comazzetto 2014 autorização para uso e divulgação sem fins

Leia mais

Transtornos Alimentares. Dr. Eduardo Henrique Teixeira PUC-Campinas

Transtornos Alimentares. Dr. Eduardo Henrique Teixeira PUC-Campinas Transtornos Alimentares Dr. Eduardo Henrique Teixeira PUC-Campinas Anorexia Nervosa Anorexia sem fome Comportamento obstinado e propositado a perder peso Medo intenso de aumento de peso Alteração da imagem

Leia mais

Tratamento Farmacológico da Gagueira

Tratamento Farmacológico da Gagueira Tratamento Farmacológico da Gagueira Gerald A. Maguire, M.D. Associate Professor Kirkup Endowed Chair in Stuttering Treatment Department of Psychiatry Senior Associate Dean, Educational Affairs University

Leia mais

Melhora significativa com ácido eicosapentaenóico, 1 g/ dia (1)

Melhora significativa com ácido eicosapentaenóico, 1 g/ dia (1) Ômega-3 na depressão Melhora significativa com ácido eicosapentaenóico, 1 g/ dia (1) Doutor, O objetivo deste informe científico é apresentar um estudo que traz uma revisão das evidências da correlação

Leia mais

Depressão. A depressão afecta pessoas de formas diferentes e pode causar vários sintomas físicos, psicológicos (mentais) e sociais.

Depressão. A depressão afecta pessoas de formas diferentes e pode causar vários sintomas físicos, psicológicos (mentais) e sociais. Depressão Introdução A depressão é uma doença séria. Se estiver deprimido, pode ter sentimentos de tristeza extrema que duram longos períodos. Esses sentimentos são muitas vezes suficientemente severos

Leia mais

Depressão Unipolar: Tratamento Não-Farmacológico

Depressão Unipolar: Tratamento Não-Farmacológico Depressão Unipolar: Tratamento Não-Farmacológico Autoria: Associação Brasileira de Psiquiatria Associação Brasileira de Medicina Física e Reabilitação Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade

Leia mais

Nutracêuticos Boosters Orais da Toxina Botulínica

Nutracêuticos Boosters Orais da Toxina Botulínica Projeto Suporte Nutricional Pós-Procedimentos Médico- Dermatológicos Nutracêuticos Boosters Orais da Toxina Botulínica Toxina Botulínica e seu Mecanismo de Ação Formulação Oral Eficaz no Aumento da Duração

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO. L E X A P R O Oxalato de Escitalopram USO ADULTO. ADMINISTRAÇÃO Via oral.

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO. L E X A P R O Oxalato de Escitalopram USO ADULTO. ADMINISTRAÇÃO Via oral. IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO L E X A P R O Oxalato de Escitalopram USO ADULTO ADMINISTRAÇÃO Via oral. APRESENTAÇÃO LEXAPRO 10 mg comprimidos é apresentado em cartuchos de cartolina contendo 1 ou 2 cartelas

Leia mais

Transtorno Bipolar Aspectos do Diagnóstico e Tratamento. Alexandre Pereira

Transtorno Bipolar Aspectos do Diagnóstico e Tratamento. Alexandre Pereira Transtorno Bipolar Aspectos do Diagnóstico e Tratamento Alexandre Pereira Esquizofrenia x T. Bipolar Delírios, Alucinações, Alterações da consciência do eu,alterações do afeto e da percepção corporal Evolução

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 2014 Informações sobre Depressão: Sertralina

RESPOSTA RÁPIDA 2014 Informações sobre Depressão: Sertralina RESPOSTA RÁPIDA 2014 Informações sobre Depressão: Sertralina SOLICITANTE Drª Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito da Comarca de Itapecerica NÚMERO DO PROCESSO Autos nº 0335.14.579-4 DATA 07/03/2014

Leia mais

TEMA: Tansulosina (Tamsulon ) para o tratamento de hiperplasia benigna da próstata

TEMA: Tansulosina (Tamsulon ) para o tratamento de hiperplasia benigna da próstata Nota Técnica 106/2014 Data: 08/06/2014 Solicitante: Dra Cláudia Luciene Silva Oliveira Juíza de Direito Comarca de Contagem Medicamento Material Procedimento Cobertura x Número do processo: 0079.14.024.426-4

Leia mais

Ministério da Saúde Consultoria Jurídica/Advocacia Geral da União

Ministério da Saúde Consultoria Jurídica/Advocacia Geral da União Nota Brasília, Técnica maio N de 38 2012. /2012 Princípio Nomes Comerciais1 Ativo: metilfenidato. Sumário e de Referência: Ritalina, Ritalina LA e Concerta 1. 2. que é o metilfenidato? 3. ANVISA? Para

Leia mais

TEMA: Octreotida LAR no tratamento de tumor neuroendócrino

TEMA: Octreotida LAR no tratamento de tumor neuroendócrino NTRR 31/2013 Solicitante: Juiz Juarez Raniero Número do processo:0479.13.003726-6 Reu: Secretaria de Saúde de Passos Data: 25/03/2013 Medicamento x Material Procedimento Cobertura TEMA: Octreotida LAR

Leia mais

Psicofarmacologia. Transtornos de Ansiedade. Transtornos de Ansiedade PSICOFARMACOLOGIA 15/05/2015

Psicofarmacologia. Transtornos de Ansiedade. Transtornos de Ansiedade PSICOFARMACOLOGIA 15/05/2015 Psicofarmacologia Prof. Herval de Lacerda Bonfante Departamento de Farmacologia PSICOFARMACOLOGIA Distúrbios Psiquiátricos - Tratamento : 1950 10 a 15% de prescrições - EUA Brasil prevalência de transtornos

Leia mais

Capítulo 2 2.10 Resumo página 37 A depressão é um transtorno de humor que engloba uma variedade de distúrbios psicológicos.

Capítulo 2 2.10 Resumo página 37 A depressão é um transtorno de humor que engloba uma variedade de distúrbios psicológicos. Os trechos abaixo deixaram, indevidamente, de constar como referência ao texto do projeto de pesquisa Programa de exercícios aeróbios como intervenção complementar no tratamento da depressão: influência

Leia mais

ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO DA DEMANDA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO NO MUNICÍPIO DE EMBU DAS ARTES

ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO DA DEMANDA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO NO MUNICÍPIO DE EMBU DAS ARTES ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO DA DEMANDA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO NO MUNICÍPIO DE EMBU DAS ARTES Ligia de Jesus Martins de Oliveira 1 ; Luis Carlos Pires Baptista 2 Estudante do Curso de Odontologia; lih.odonto@gmail.com

Leia mais

durante a fase lútea do ciclo menstrual, podendo interferir no funcionamento sexual, ocupacional e social da mulher (4).

durante a fase lútea do ciclo menstrual, podendo interferir no funcionamento sexual, ocupacional e social da mulher (4). L-triptofano 6 g ao dia Benefícios no tratamento da desordem disfórica pré-menstrual da fase lútea (1) De 2% a 10% das mulheres em idade reprodutiva apresentam disfunção causada pela desordem disfórica

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 417/2014 Encefalopatia Alcoólica

RESPOSTA RÁPIDA 417/2014 Encefalopatia Alcoólica RESPOSTA RÁPIDA 417/2014 Encefalopatia Alcoólica SOLICITANTE Drª Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito Comarca de Itapecerica NÚMERO DO PROCESSO 0335.14.1606-4 DATA 25/07/2014 Ao NATS, SOLICITAÇÃO

Leia mais

NATIVITA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA

NATIVITA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA CETONAT cetoconazol NATIVITA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA SHAMPOO 20 MG/ML CETONAT cetoconazol I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Forma Farmacêutica e Apresentações: Shampoo 20 mg/ml: frasco com 100 ml. Embalagem

Leia mais

Peróxido de benzoíla

Peróxido de benzoíla Material Técnico Peróxido de benzoíla Identificação Fórmula Molecular: C 14 H 10 O 4 Peso molecular: 242,2 DCB / DCI: 07003 Peróxido de benzoíla CAS 94-36-0 INCI: Benzoyl peroxide Denominação botânica:

Leia mais

FIBROMIALGIA. Dr Roberto E. Heymann UNIFESP- EPM

FIBROMIALGIA. Dr Roberto E. Heymann UNIFESP- EPM FIBROMIALGIA Dr Roberto E. Heymann UNIFESP- EPM O que é Fibromialgia? Quadro de dor crônica no corpo todo associado a uma grande variedade de outros sintomas Qual a população mais sujeita a Fibromialgia?

Leia mais

Depressão na infância: peculiaridades no diagnóstico e tratamento farmacológico

Depressão na infância: peculiaridades no diagnóstico e tratamento farmacológico Conferência clínica Clinical conference Depressão na infância: peculiaridades no diagnóstico e tratamento farmacológico Depression in childhood: peculiarities in diagnosis and pharmacological treatment

Leia mais

José Roberto Mergel Manechini Médico Psiquiatra

José Roberto Mergel Manechini Médico Psiquiatra José Roberto Mergel Manechini Médico Psiquiatra Igarapava-SP, 04 de junho de 2014 PSIQUIATRIA PARA O CLÍNICO (Psiquiatria para o Não-Psiquiatra) José Roberto Mergel Manechini Médico Psiquiatra CRM SP 121.738

Leia mais

INVESTIGAÇÃO ACERCA DA PRINCIPAL FINALIDADE DO USO DE PLANTAS MEDICINAIS EM CRIANÇAS DE 0 A 2 ANOS

INVESTIGAÇÃO ACERCA DA PRINCIPAL FINALIDADE DO USO DE PLANTAS MEDICINAIS EM CRIANÇAS DE 0 A 2 ANOS INVESTIGAÇÃO ACERCA DA PRINCIPAL FINALIDADE DO USO DE PLANTAS MEDICINAIS EM CRIANÇAS DE 0 A 2 ANOS COSTA, Eliene Pereira. Discente do curso de Enfermagem do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, da

Leia mais

SAMe. Ajuda a combater depressão, doenças hepáticas e dores provenientes da osteoartrite.

SAMe. Ajuda a combater depressão, doenças hepáticas e dores provenientes da osteoartrite. SAMe Ajuda a combater depressão, doenças hepáticas e dores provenientes da osteoartrite. Classificação: Suplemento nutricional SAMe Sinonímia: S adenosil L metionina Fórmula estrutural: Fórmula molecular:

Leia mais

Antistax Vitis vinifera L. 360 mg de extrato FITOTERÁPICO. Comprimidos revestidos: embalagens com 18 e 30 comprimidos revestidos.

Antistax Vitis vinifera L. 360 mg de extrato FITOTERÁPICO. Comprimidos revestidos: embalagens com 18 e 30 comprimidos revestidos. Antistax Vitis vinifera L. 360 mg de extrato FITOTERÁPICO Forma farmacêutica e apresentações Comprimidos revestidos: embalagens com 18 e 30 comprimidos revestidos. Via oral Uso adulto Cada comprimido revestido

Leia mais

Estratégia de potencialização medicamentosa no transtorno obsessivo compulsivo resistente: um estudo duplo cego controlado

Estratégia de potencialização medicamentosa no transtorno obsessivo compulsivo resistente: um estudo duplo cego controlado Juliana Belo Diniz Estratégia de potencialização medicamentosa no transtorno obsessivo compulsivo resistente: um estudo duplo cego controlado Tese apresentada à Faculdade de Medicina da Universidade de

Leia mais

22 a 25 de maio de 2013

22 a 25 de maio de 2013 22 a 25 de maio de 2013 Sobre o Docente LUCIENE ALVES MOREIRA MARQUES Possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal de Alfenas (1996) e mestrado em Farmacologia pela Universidade Estadual de Campinas

Leia mais

Transtorno de Ansiedade Generalizada

Transtorno de Ansiedade Generalizada Transtorno de Ansiedade Generalizada Protocolo Clínico Retrato de Eliza Pareńska, por Stanisław Wyspiański, 1905. Protocolo da Rede de Atenção Psicossocial, baseado em evidências, para o acolhimento e

Leia mais